VESTIBULAR 2/2009 2ª fase

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VESTIBULAR 2/2009 2ª fase"

Transcrição

1 INSTRUÇÕES GERAIS Universidade Católica de Brasília Pró-Reitoria de Graduação VESTIBULAR 2/2009 2ª fase PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA, CONHECIMENTOS GERAIS, MATEMÁTICA, CIÊNCIAS E REDAÇÃO DATA E HORÁRIO DA PROVA: 21/6/2008 9h Leia, com atenção, as instruções constantes desta folha e aguarde a ordem do Fiscal para abrir este Caderno de Provas. Ao iniciar esta prova, verifique se ela contém 30 (trinta) questões e as duas propostas do tema de redação. Verifique se existe falha de impressão em seu Caderno de Provas e/ou se faltam páginas. Você dispõe de 4 (quatro) horas para fazer as Provas Objetivas e a Redação. Controle o tempo, pois não haverá prorrogação desse prazo. Esse tempo inclui a marcação da Folha de Respostas das Provas Objetivas. Não se esqueça, ao término das provas, de devolver, devidamente preenchidos, a Folha de Respostas e a Folha de Redação. Somente será permitido levar o Caderno de Provas após 3 (três) horas do início da prova. Para sua orientação, veja os seguintes exemplos de marcação de questões Tipo A e Tipo B. Exemplo de questão Tipo A A cidade de Brasília, inaugurada em 21 de abril de 1960, destaca-se entre as demais por diversos motivos. Com base nessa afirmação, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Cidade de estilo arquitetônico diferente das demais 1.( ) Capital mais populosa do Estado Brasileiro. 2.( ) A cidade brasileira com maiores problemas de 3.( ) A cidade onde está a sede do Poder Executivo Obs. Exemplo de questão Tipo B Na equação seguinte, determine o valor de x: 2x 1 = Resolução: 2x 2x 1 = 0 = 1 2x = x = 5 capitais brasileiras. V F V F Resposta: poluição Federal a COLUNA Marcação do item VERDADEIRO Obs. 1 a COLUNA DEZENAS a COLUNA Marcação do item FALSO a COLUNA UNIDADES 8 8 INSTRUÇÕES PROVA OBJETIVA Verifique se os seus dados estão corretos na Folha de Respostas. Solicite ao Fiscal para anotar as correções na Ata de sala. A Folha de Respostas NÃO pode ser dobrada, amassada, rasurada, manchada ou conter qualquer registro fora dos locais destinados às respostas. A maneira correta de assinalar a alternativa na Folha de Respostas é cobrindo, fortemente, com caneta esferográfica azul ou preta, o espaço a ela correspondente, conforme modelo a seguir: Marque as respostas assim: Realização:

2

3 LÍNGUA PORTUGUESA Texto I, para responder às questões 1 e 2. Combinação cara e fatal Jovem vivo não bebe Os acidentes de trânsito são a terceira causa de óbito no Brasil, representando um grave problema de saúde pública. Não só pelo número de mortes e pelas sequelas deixadas, mas, também, pelos custos diretos e indiretos que causam à sociedade. Alethea Muniz, assessora de comunicação do Ministério da Saúde, conta que em 2007 os acidentes de trânsito tiraram a vida de pessoas em todo o país. O Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA) estima que os gastos totais com o atendimento médico-hospitalar, internações, cirurgias, tratamentos das vítimas de acidentes de trânsito custam ao SUS cerca de R$ 5 bilhões por ano. Isso significa que, em cada redução de 10% do número de vítimas, o Ministério da Saúde estaria economizando o equivalente a R$ 500 milhões (...). De fato, quando ingerido em grande quantidade, o álcool induz ao sono. Há uma diminuição da resposta aos estímulos, dificuldade de manter o equilíbrio, atenção e capacidade de julgamento prejudicadas, tornando o indivíduo mais vulnerável. Esses fatores causam a diminuição da capacidade de realização de tarefas mais complexas, como conduzir um veículo. Internet: <http://coletivo.maiscomunidade.com/conteudo/ /cidades/1518/COMBINACAO+CARA+E+FATAL.pnhtml>. QUESTÃO 1 Considerando o texto I, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) No terceiro parágrafo, a palavra vulnerável, que significa aquele que pode ser atacado ou ferido, é um adjetivo utilizado como um eufemismo para indivíduo. 1.( ) No subtítulo, a palavra vivo apresenta um duplo sentido. Pode ser um adjetivo, que significaria jovem inteligente e atento não bebe, ou um verbo, ou seja, jovem que não bebe, está e permanece vivo. 2.( ) O texto I, que é narrativo, apresenta dados importantes acerca do número de acidentes no trânsito em decorrência do álcool, afirma que o consumo de bebidas alcoólicas e trânsito não combinam e conclui que é comum as pessoas acreditarem que as bebidas alcoólicas são estimulantes. 3.( ) A afirmação o álcool induz ao sono (linhas 16 e 17) é a causa para as mortes que ocorreram, em 2007, no trânsito de todo o país. 4.( ) A passagem Esses fatores causam a diminuição da capacidade de realização de tarefas mais complexas (linhas 20 e 21) demonstra a diminuição de estímulos, a ausência de equilíbrio e atenção, provocados pelo álcool. QUESTÃO 2 Considerando o texto I, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) As palavras fatal, óbito e mortes pertencem ao mesmo campo semântico e se opõem, também por uma questão semântica, à palavra saúde ( ) No primeiro período do texto, é facultativa a concordância do verbo ser no plural, com o sujeito Os acidentes de trânsito, ou no singular, com o predicativo a terceira causa de óbito no Brasil. 2.( ) A retirada das vírgulas que separam a palavra também (linha 4) não altera o sentido do texto nem prejudica a correção gramatical do período. 3.( ) Nos compostos formados por substantivo seguido de adjetivo, como no caso de médico-hospitalar (linha 10), a concordância nominal se faz nos dois membros do composto. Assim, estaria correto dizer assistência médica-hospitalar. 4.( ) Além de ingerido (linha 16), são grafadas corretamente com g as palavras magestade, gestual e beringela. Texto II, para responder às questões 3 e 4. O anão e o príncipe Aproveitei os feriados da semana passada para curtir algumas releituras que há muito vinha adiando. Não chegou a ser um fato heroico em minha biografia: choveu nesses dias dedicados a Tiradentes e à Consciência Negra. Com chuva, o Rio é uma cidade como outra qualquer: não se tem muita coisa a fazer. O melhor mesmo é aproveitar o tempo que de repente fica enorme e custa a passar em revisitar os primeiros deslumbramentos, buscando no passado um aumento de pressão nas caldeiras fatigadas que poderão me levar adiante embora isso não me adiante muito. De qualquer forma, é uma força que se busca e que não depende da generosidade de ninguém. Tranquei-me no escritório, desliguei computador, telefone e campainha e reli, ao todo, de uma só tirada, quatro livros que há muito me prometera reler todos os anos. Leituras antigas, de um tempo em que estava longe a ideia de um dia escrever um livro. Bem verdade que, às vezes, vinha a tentação de botar para fora alguma coisa, sem confessar isso a ninguém, eu me julgava um projeto de escritor, mas sem fanatismo, e desde que não precisasse botar os bofes para fora. Carlos Heitor Cony. Internet : <http://www1.folha. uol.com.br/fsp/ilustrad/fq htm>. QUESTÃO 3 Considerando o texto II, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) As palavras heroico (linha 3) e ideia (linha 18), de acordo com a nova reforma ortográfica, não estão grafadas corretamente, pois não apresentam o acento agudo. 1.( ) A expressão conotativa desde que não precisasse botar os bofes para fora (linhas 21 e 22 ) significa que o autor tinha como projeto ser um escritor, mas não gostaria de se cansar demais trabalhando. 2.( ) O texto de Cony é literário porque apresenta a função poética como predominante e o foco narrativo em terceira pessoa, tendo o próprio narrador como personagem principal. 3.( ) As expressões releituras (linha 2), revisitar (linha 8), buscando no passado (linha 9) e Leituras antigas (linha 17) deixam claro que os quatro livros que o narrador pretende ler já foram obras lidas por ele no passado. 4.( ) A conclusão a que chega o narrador é que não se deve peregrinar através da narrativa e nem se defrontar com o passado. FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 3 de 16

4 QUESTÃO 4 Considerando o texto II, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Nas expressões há muito (linha 2) e Bem verdade (linha 18), pode-se depreender a elipse do substantivo tempo e do verbo flexionado É, respectivamente. 1.( ) No segundo parágrafo do texto, é possível inferir uma relação de causa e consequência entre as orações conectadas pelos dois-pontos. 2.( ) Os travessões antes e depois de que de repente fica enorme e custa a passar (linhas 7 e 8) foram empregados para incluir um comentário do autor a respeito do tempo que se tem quando o dia está chuvoso e não se tem muita coisa a fazer. 3.( ) O emprego do pronome se apassivador no texto remete o leitor a uma interpretação que também poderia ser a de indeterminação do sujeito, embora essa não seja a função tradicionalmente atribuída a esse pronome. 4.( ) Em poderão me levar adiante (linhas 10 e 11) e isso não me adiante muito (linha 11), as palavras sublinhadas pertencem à mesma classe gramatical e desempenham a mesma função sintática, que é a de núcleo do predicado. Texto III, para responder às questões 5 e 6. QUESTÃO 6 Considerando o texto III, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O verbo haver, no sentido de existir, é impessoal e se conjuga sempre na 3ª pessoa do singular. Por analogia, a mesma regra de concordância se aplica ao verbo existir, como em Existe casas habitadas por morcegos. 1.( ) A locução verbal começam a morrer (verso 2) focaliza o ponto inicial do evento descrito pelo verbo principal. Esse tipo de propriedade é chamada de aspecto verbal. 2.( ) Embora os verbos entrar e subir sejam considerados tradicionalmente como intransitivos (verbos que não exigem complemento), nos versos 3 e 4, eles se apresentam com um objeto indireto, representado pelo pronome lhes. 3.( ) Certos advérbios costumam ter mobilidade na sentença, podendo aparecer em diversas posições. É o caso do termo só (verso 5), cujo deslocamento, como em Só luares encontrarão pedras..., não altera a interpretação do verso. 4.( ) No verso 5, o emprego de vírgulas entre pedras, mendigos e cachorros seria apropriado, caso se tratasse de um texto que não tivesse um caráter literário. Texto IV, para responder às questões 7 e 8. Seis ou Treze Coisas que Aprendi Sozinho Lugar em que há decadência. Em que as casas começam a morrer e são habitadas por morcegos. Em que os capins lhes entram, aos homens, casas portas a dentro. Em que os capins lhes subam pernas acima, seres a dentro. Luares encontrarão só pedras mendigos cachorros. Terrenos sitiados pelo abandono, apropriados à indigência. Onde os homens terão a força da indigência. E as ruínas darão frutos. Manoel de Barros. Internet: <http://www.jornaldepoesia. jor.br/manu.html#seis>. QUESTÃO 5 Considerando o texto III, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O poema apresenta uma linguagem, na norma padrão, que é utilizada em diversos gêneros, sobretudo em poemas amorosos, seguindo os padrões poéticos regidos pelas normas. 1.( ) Casas começam a morrer (verso 2), capins (verso 3), pedras (verso 5), mendigos (verso 5), cachorros (verso 5), Terrenos sitiados (verso 6) explicitam o primeiro verso do poema Lugar em que há decadência. 2.( ) A característica realista mais evidente no poema é a apropriação de cenas comuns, cotidianas, da cultura popular como forma de valorização da identidade nacional. 3.( ) O último verso do poema as ruínas darão frutos está em sentido conotativo e representa que a decadência, que aparece no primeiro verso, tende a aumentar. 4.( ) No verso Luares encontrarão só pedras mendigos cachorros, há uma gradação, pois o termo Luares foi empregado com o valor de decadência. In: Revista Língua Portuguesa. Editora Segmento, n.º 33, 2008, p. 65. Observação: imagem ampliada na página 12. QUESTÃO 7 Considerando o texto IV, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Machado de Assis é um escritor do realismo brasileiro, homenageado na Festa Internacional de Paraty (Flip), que escreveu, entre outros livros, os romances D. Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas e Quincas Borba. 1.( ) A resposta para Conjunto de sentenças que tratam do mesmo assunto é a palavra parágrafo. 2.( ) Oduvaldo Viana, teatrólogo. Teatrólogo é um escritor de peças teatrais, um dramaturgo. O teatro, no Brasil, teve Martins Pena como um dos introdutores da comédia no teatro brasileiro. 3.( ) É correto afirmar que as palavras cruzadas são predominantemente argumentativas, uma vez que se apresentam por meio de raciocínio lógico. 4.( ) O conto é um gênero cuja narrativa, breve e concisa, contém um só conflito, uma única ação (geralmente) e número restrito de personagens. Página 4 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

5 QUESTÃO 8 Considerando o texto IV, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Avô, na fala infantil é vô, mas também poderia ser vovô. Na língua portuguesa, é comum utilizar-se a reduplicação para imprimir aos nomes um valor afetivo. 1.( ) (?)-língua, parlenda como O peito do pé de Pedro é preto. Ao substantivo composto formado pela resposta a essa charada pode se aplicar a regra do novo acordo ortográfico segundo a qual não se deve usar o hífen em certas palavras que perderam a noção de composição, como é o caso de paraquedas. 2.( ) Tem-se um exemplo de Conjunção que indica condição em Os meninos perguntaram se poderiam brincar no parque amanhã. 3.( ) A resposta para Unidade da Sintaxe, estruturada por um verbo que seleciona seu sujeito e seus complementos é sentença, mas também poderia ser oração. 4.( ) (?) lúx: haja luz (latim). Nessa charada, está mencionada a língua na qual o português teve sua origem. CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÃO 9 O aquecimento global Todos os dias acompanhamos na televisão, nos jornais e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão ocorrendo, rapidamente, no clima mundial. Nunca se viu mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos. A Europa tem sido castigada por ondas de calor de até 40 graus centígrados, ciclones atingem o Brasil (principalmente a costa sul e sudeste), o número de desertos aumenta a cada dia, fortes furacões causam mortes e destruição em várias regiões do planeta. O que pode estar provocando tudo isso? Os cientistas são unânimes em afirmar que o aquecimento global está relacionado a todos esses acontecimentos. Pesquisadores do clima mundial afirmam que este aquecimento global está ocorrendo em função do aumento da emissão de gases poluentes, principalmente, derivados da queima de combustíveis fósseis (gasolina, diesel etc.), na atmosfera. Esses gases (ozônio, dióxido de carbono, metano, óxido nitroso e monóxido de carbono) formam uma camada de poluentes, de difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Esse fenômeno ocorre, pois, esses gases absorvem grande parte da radiação infravermelha emitida pela Terra, dificultando a dispersão do calor. O desmatamento e a queimada de florestas e matas também colaboram para esse processo. Os raios do Sol atingem o solo e irradiam calor na atmosfera. Como esta camada de poluentes dificulta a dispersão do calor, o resultado é o aumento da temperatura global. Embora este fenômeno ocorra de forma mais evidente nas grandes cidades, já se verifica suas consequências em nível global. Internet: <http://www.suapesquisa.com/geografia/aquecimento_global.htm> (com adaptações). Acesso em 31/5/2009. A respeito do tema abordado no texto, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Pelas condições apresentadas no texto, infere-se que os problemas causadores do aquecimento global são restritos, geograficamente, aos grandes centros urbanos. 1.( ) O processo de desertificação, abordado no texto, decorre do aumento de áreas desérticas já existentes como também do surgimento de novas áreas. Um dos fatores responsáveis por esse fenômeno é o intenso desmatamento em diferentes áreas do planeta. 2.( ) As consequências do aquecimento global estão restritas às regiões temperadas e tropicais do globo. 3.( ) Ações coletivas e pessoais, além da contribuição efetiva do poder público e privado, são capazes de reduzir os efeitos do aquecimento global. 4.( ) A reciclagem de materiais, ao promover o reaproveitamento e evitar a retirada de novas matérias-primas da natureza, é uma técnica eficiente de minimizar algumas causas das alterações ambientais sofridas pelo planeta. QUESTÃO 10 Mudanças demográficas no Brasil A partir de 2020 fortes mudanças serão perceptíveis no comportamento demográfico da população brasileira. Nos anos de 1960 e 1970, os estudiosos se preocupavam com a bomba demográfica : as altíssimas taxas de natalidade, de seis filhos por mulher, criavam uma pressão social que atrasava o progresso do país pela exigência de investimentos pesados em cuidados com a infância. A urbanização, a entrada da mulher no mercado de trabalho e os novos métodos anticoncepcionais fizeram a taxa de natalidade declinar, até o atual índice de 1,8 filho por mulher. A mudança do perfil demográfico abre uma janela de oportunidades para o Brasil. O Brasil em In: Época, 25/5/2009, p. 51. Edição especial (com adaptações). Tendo o texto como referência inicial, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O texto evidencia os aspectos favoráveis do declínio da taxa de natalidade do Brasil sem, contudo, explicitar aspectos negativos decorrentes do envelhecimento demográfico do país. 1.( ) A expressão bomba demográfica refere-se ao período demográfico do país em que as ideias defendidas pelos teóricos neomalthusianos ganharam força. Segundo esses estudiosos, o elevado crescimento demográfico é responsável pela situação de miséria vivenciada pelos países subdesenvolvidos. 2.( ) Caso a redução do número de filhos por mulher continue em declínio, não há motivo para preocupação com a ausência de mão-de-obra para o setor produtivo do país. 3.( ) O elevado número de filhos por mulher, nas décadas de 60 e 70 do século passado, no Brasil, foi o responsável direto pelo atraso econômico vivenciado pelo país durante esse período. 4.( ) A atual taxa de fecundidade no Brasil de 1,8 filho por mulher é compatível com aquela registrada em países que apresentam envelhecimento demográfico avançado como a maioria dos países europeus. FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 5 de 16

6 QUESTÃO 11 Quem quer morar no interior? O Brasil tem 235 cidades médias. Serão muito mais. Elas têm emprego e melhor qualidade de vida. No século XX, poucos países sofreram um processo de urbanização tão acelerado e caótico como o Brasil. No ano 2000, cerca de 80% dos 170 milhões de brasileiros viviam em cidades. Desses, 70 milhões concentravam-se em 22 regiões metropolitanas, com todas as consequências negativas que essa pressão demográfica acarreta. Nesse cenário, a primeira mudança que se observa envolve a classe média. O inchaço urbano fez surgir nela o sonho de conseguir um emprego longe das capitais. O destino são as cidades de 100 mil a 500 mil habitantes capazes de aliar bons empregos com qualidade de vida. A segunda mudança demográfica é o fim do fluxo de nordestinos para o Sudeste. As razões são a falta de oportunidade de trabalho para a mão-de-obra menos qualificada e o elevado custo de vida. O Brasil em In: Época, 25/5/2009, p Edição especial (com adaptações). Acerca do assunto abordado no texto, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O texto aborda a questão da desconcentração econômica e populacional do território brasileiro. 1.( ) Uma das razões da redução do fluxo de nordestinos para o Sudeste está nos vultosos investimentos do Estado nas regiões metropolitanas do Nordeste do país. Esse fato promove uma forte atração de retorno dos antigos migrantes paus-de-arara para São Paulo. 2.( ) A qualidade de vida nas cidades médias do país reflete-se no planejamento desses centros urbanos que impossibilitam a formação de bairros periféricos e favelas. 3.( ) Considerando os problemas relacionados ao inchaço urbano, tais como a falta de moradia, a poluição e a violência, constata-se que, atualmente, a qualidade de vida é extremamente baixa para todos os moradores dos grandes centros urbanos do país. 4.( ) Com o processo de desconcentração urbana do país, é correto afirmar que não há possibilidade de formação de novas regiões metropolitanas no território nacional. QUESTÃO 12 A Revolução Industrial A substituição das ferramentas pelas máquinas, da energia humana pela energia motriz e do modo de produção doméstico pelo sistema fabril constituiu a Revolução Industrial; revolução, em função do enorme impacto sobre a estrutura da sociedade, em um processo de transformação acompanhado por notável evolução tecnológica. A Revolução Industrial aconteceu na Inglaterra na segunda metade do século XVIII e encerrou a transição entre feudalismo e capitalismo, a fase de acumulação primitiva de capitais e de preponderância do capital mercantil sobre a produção. Completou ainda o movimento da revolução burguesa iniciada na Inglaterra no século XVII. Internet: <http://www.culturabrasil.org/revolucaoindustrial.htm> (com adaptações). Acesso em 31/5/2009. A respeito das revoluções industriais, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) A primeira Revolução Industrial ocorrida na Inglaterra teve, como uma de suas bases econômicas, o capital acumulado por meio do processo de colonização da América. 1.( ) A indústria de tecidos foi o setor de vanguarda da primeira Revolução Industrial. 2.( ) A evolução da produção industrial foi, antes de tudo, promovida por uma evolução na descoberta e utilização de novas matrizes energéticas. Após o uso do carvão mineral, a descoberta do petróleo e a geração de energia elétrica nas hidrelétricas contribuíram de forma significativa para a evolução do processo de produção. 3.( ) Na evolução do processo produtivo, a exploração da mão-de-obra ficou restrita à primeira Revolução Industrial que fez uso da força de escravos na retirada de matéria-prima. 4.( ) A terceira Revolução Industrial caracteriza-se pelo uso de tecnologia de ponta. No mundo globalizado, não existe fronteira para essa tecnologia e os mais diferentes grupos de países fazem ampla utilização dela. QUESTÃO 13 Acerca do tema abordado no cartum a seguir, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) A exploração do trabalho é restrita aos países subdesenvolvidos e aos trabalhadores do setor primário da economia. 1.( ) A produção industrial globalizada minimizou a exploração do trabalho uma vez que valoriza o que há de melhor na mão-de-obra de cada país participante do processo produtivo. 2.( ) A utilização da mão-de-obra infantil é proibida, no Brasil, pelo Estatuto da Criança e do Adolescente e, por isso, ela não ocorre no país. 3.( ) O fato de os trabalhadores do setor secundário da economia serem melhor remunerados indica que a exploração da mão-de-obra nesse setor é significativamente menor que nos demais setores da economia. 4.( ) A organização dos trabalhadores em associações e sindicatos de classe objetivam, entre outros fatores, minimizar a situação de exploração do trabalho nos mais diferentes setores da economia. Página 6 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

7 QUESTÃO 14 Produção da notícia As notícias não existem como objetos prontos no mundo: são elaboradas a partir de eventos e interpretações. Não é só a linguagem dos signos que veicula a ideologia na mídia, mas também o processo de produção da notícia. Demétrio Magnoli. O mundo contemporâneo Os grandes acontecimentos mundiais da Guerra Fria aos nossos dias. 2ª ed. São Paulo: Atual, 2008, p. 24. Acerca do papel da mídia no cenário internacional, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O autor do texto, ao citar processo de produção da notícia deixa evidente que os fatos noticiados pela mídia podem sofrer interferência de quem os noticia. 1.( ) O único veículo de comunicação capaz de funcionar sem qualquer tipo de censura, pessoal ou institucional, é a Internet. 2.( ) A forma como os fatos são apresentados em uma notícia pode gerar interpretações múltiplas a acontecimentos políticos, econômicos e sociais. 3.( ) Em períodos de guerra, é comum que os meios de comunicação divulguem as notícias de forma imparcial com o objetivo de contribuir para a solução de conflitos regionais e ou mundiais. 4.( ) A televisão influenciou de forma decisiva no discurso político. Muitos líderes políticos passaram a se orientar por especialistas em marketing e comunicação, que participam na elaboração de slogans e interferem no conteúdo das propostas políticas. QUESTÃO 15 A bomba nas mãos de insanos A posse de armas nucleares por países isolados e instáveis, como a Coreia do Norte, aumenta o risco de o gatilho atômico ser acionado por terroristas. A posse de um artefato atômico por um país isolado e pobre demonstra que o desenvolvimento desse tipo de armamento está ao alcance de qualquer nação disposta a investir os recursos necessários para fazê-lo. Se países miseráveis e com governos frágeis se armam com átomos, não está distante o momento em que o gatilho atômico cairá nas mãos do terrorismo. In: Veja, 3/6/2009. Considerando o assunto abordado no texto e o período da Guerra Fria, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 3.( ) Mesmo com o auxílio norte-americano, a Coreia do Sul apresenta um fraco desenvolvimento econômico. Esse cenário fragiliza a fronteira entre as duas Coreias e promove permanentes invasões das forças militares no norte nas áreas da Coreia do Sul. 4.( ) Os investimentos do ditador norte coreano Kim Jong-II na área militar são proporcionais aos investimentos nas diferentes áreas econômicas do país. A Coreia do Norte figura no cenário internacional como uma promissora potência exportadora de produtos agrícolas. MATEMÁTICA QUESTÃO 16 Sejam os números inteiros positivos a m = 2 p 13 e n =, para a 1 um número natural, apresentados em suas decomposições em potências de primos distintos. Considerando esses dados, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Se m tem fator comum com 1.922, então p = ( ) Se n tem fator comum com 1.445, então a = 2. 2.( ) O número pode ser um divisor de m. 3.( ) O único caso em que mdc ( m, n) = 2 p é com p = 17 e a = 1. 4.( ) O mmc (m,n) pode ser igual a a. QUESTÃO 17 A população de coelhos em uma reserva de certa localidade evolui no tempo segundo a lei C( t ) = 500 ( 1, 1) t, onde t representa o tempo em anos decorridos após janeiro de Considerando essa situação, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) A taxa de crescimento anual da população de coelhos é igual a 10%. 1.( ) No início de 1993, havia 605 coelhos. 2.( ) A população inicial era de 500 coelhos. 3.( ) A função C( t ) é crescente. 4.( ) Em três anos, a população de coelhos era superior a 675 indivíduos. RASCUNHO 0.( ) A divisão da Coreia representa um sério e conflituoso resquício da política internacional implementada durante a Guerra Fria. 1.( ) A divisão da Coreia, no famoso paralelo 38, ocorreu com a rendição do Japão na II Guerra. O Norte ficou sobre a esfera de influência da União Soviética e da China e o Sul, protegido pelo guarda-chuva americano. 2.( ) O uso de armas nucleares para fins terroristas apavora a humanidade. Os ataques terroristas ocorridos no mundo até os dias de hoje ficam restritos à fronteira dos países que apresentam conflitos militares. FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 7 de 16

8 QUESTÃO 18 O gráfico a seguir registra o percentual de desmatamento da Amazônia de um ano em relação ao anterior, começando com 2000/2001 e terminando com 2007/ ( ) É possível recobrir todo o plano usando pentágonos regulares. 1.( ) É possível recobrir todo o plano usando hexágonos regulares. 2.( ) É possível recobrir todo o plano combinando pentágonos, hexágonos e octógonos, já que é possível encaixar em torno de um mesmo ponto esses três polígonos. 3.( ) É possível recobrir o plano combinando hexágono, dois quadrados e um triângulo equilátero. 4.( ) Combinando heptágono e quatro triângulos equiláteros também é possível recobrir o plano. QUESTÃO 21 Sabe-se que no trapézio a seguir AB = BC = CD = 20 m e que θ designa a medida da amplitude, em radianos, do ângulo ADC. Com base nesses dados, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. Internet: <http://www.estadao.com.br/especiais/a-evolucao-dodesmatamento-na-amazonia,2181.htm> Observação: imagem ampliada na página 12. Considerando essas informações, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Comparando 2003 com 2001, houve um aumento de 36% no desmatamento. 1.( ) Na comparação de 2007 com 2005, houve um aumento no percentual de desmatamento. 2.( ) Comparando 2004 com 2000, o desmatamento aumentou em mais de 50%. 3.( ) Comparando 2001 com 2000, não houve desmatamento. 4.( ) O gráfico aponta para um crescimento no desmatamento após QUESTÃO 19 Seja a função definida sobre os números reais dada por 2 f ( x ) = x + px + q, onde p e q são números inteiros. A partir desses dados, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) A altura h do trapézio, em função do ângulo θ, é 20senθ m. 1.( ) A base maior do trapézio, em função do ângulo θ, mede cos θ m. 2.( ) A área do trapézio é dada, em m 2, por 400( senθ + senθ cos θ ). 3.( ) Para que ABCE seja um paralelogramo, o triângulo CDE deve ser equilátero. 4.( ) A menor distância da diagonal d ao vértice B vale m. 20 cos π θ 2 RASCUNHO 0.( ) Se f tem duas raízes iguais, então q deve ser negativo. 1.( ) Se f tem duas raízes reais distintas r e 1 2 r < 2 < r, então f ( 2) < ( ) A função f terá raízes complexas se q > 0. 3.( ) A função f nunca poderá ter raízes complexas. 4.( ) A função f poderá ter duas raízes complexas e iguais. QUESTÃO 20 Suponha que se queira recobrir o plano usando apenas polígonos regulares sem sobrepor parte de um polígono a outro e sem deixar área descoberta. Considerando que as medidas de todos os lados dos polígonos mencionados nos itens a seguir são iguais, julgue-os, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. Página 8 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

9 QUESTÃO 22 Gustavo, Miguel e João convidam Lídia, Raquel e Mariana para irem ao teatro, onde se sentam em lugares consecutivos na mesma fileira. De quantas maneiras diferentes eles podem se sentar alternadamente por sexo? Marque no cartão de respostas, desprezando, se houver, a parte decimal do resultado final. RASCUNHO CIÊNCIAS QUESTÃO 24 Muitos reservatórios, corpos d água insulares, estão sujeitos a desequilíbrios ecológicos, em grande parte gerados pela ação do homem. A ocupação desordenada das margens, o despejo de defensivos agrícolas e esgoto, ou até mesmo resíduos industriais podem levar a desastres como a mortandade em massa de peixes ou a intoxicação de humanos que deles se alimentam. Em relação a esse assunto, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Os defensivos agrícolas, tais como o DDT, têm meia-vida de vários dias, o que faz com que não sejam transmitidos na cadeia trófica. 1.( ) Espécies de topo de cadeia são mais propensas a conterem maiores concentrações de toxinas pela acumulação na cadeia trófica. 2.( ) Os pesticidas que caem na água geram um aumento do fito e zooplâncton, pois esses compostos contêm nutrientes importantes ao crescimento dessas espécies. 3.( ) O esgoto é prejudicial aos reservatórios se esses não tiverem um alto fluxo de depuração, mantendo os nutrientes em altas concentrações, especialmente nitrogênio e fósforo. 4.( ) Os organismos do fito e zooplâncton são bons bioindicadores da qualidade da água, pois possuem ciclos de vida longos. QUESTÃO 23 Sabendo-se que e deixam o mesmo resto na divisão por um número natural m, qual a soma de todos os possíveis primos distintos da decomposição de m? Marque no cartão de respostas, desprezando, se houver, a parte decimal do resultado final. RASCUNHO QUESTÃO 25 A erotização infantil tem como consequência, entre outras, a possibilidade de gerar mães cada vez mais precocemente. Acredita-se que esse contexto produza alterações hormonais no organismo feminino que o torna apto à reprodução. Além disso, a falta de conhecimento e/ou esclarecimento acerca de métodos contraceptivos contribui para o sexo não seguro, que pode levar a gravidezes indesejadas. Em relação à descrição fisiológica desse cenário, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O amadurecimento do Sistema Nervoso Central nas meninas faz com que o hipotálamo secrete o hormônio liberador das gonadotrofinas (GnRH). 1.( ) O GnRH induz a secreção de LH (hormônio luteinizante ) e FSH (hormônio folículo estimulante) nos ovários. 2.( ) Tanto LH e FSH estimulam a produção de hormônios femininos (gestagênio e estradiol). 3.( ) Os contraceptivos, como pílulas anticoncepcionais hormonais orais femininas, atuam na inibição da gravidez, pela indução da produção de testosterona, assim contrabalançando a produção dos hormônios gestagênio e estradiol. 4.( ) Outro efeito das pílulas anticoncepcionais é a diminuição da motilidade das vilosidades das trompas uterinas, bem como da secreção de muco cervical e crescimento do endométrio. Isso faz com que o ovócito tenha menos chance de ser fecundado e de o espermatozoide ascender pelo útero. FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 9 de 16

10 QUESTÃO 26 Bancos de Germoplasma são unidades conservadoras de material genético de uso imediato ou com potencial de uso futuro, onde não ocorre o descarte de acessos, o que os diferencia das "coleções de trabalho", que são aquelas em que se elimina o que não interessa ao melhoramento genético. Internet: <http://www.biota.org.br/iread?57+livros.biota+129>. Quanto à importância da formação de bancos de germoplasma, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Está associada ao fato de a seleção intensiva, por meio dos processos de melhoramento, conduzir invariavelmente ao estreitamento da variabilidade genética, o que poderá causar um desastre nos cultivos futuros, caso não haja uma variabilidade genética adequada para ser usada nos programas de melhoramento. 1.( ) Associa-se à manutenção da variabilidade genética de uma espécie em unidades de pesquisa (tais como os bancos de germoplasma) que garante, inclusive, as respostas de comportamento em animais. Por exemplo, a manutenção de material genético da ararinha-azul garante que esta espécie tenha seu comportamento da natureza preservado. 2.( ) Associa-se ao fato de serem não apenas úteis ao melhoramento genético, mas também instrumentos importantes de conservação ex situ de espécies e de diversidade genética. 3.( ) Está associada à possibilidade de combinar genes de espécies não intercruzáveis presentes nos bancos de germoplasma, aumentando as possibilidades de melhoramento graças às ferramentas da biologia molecular. 4.( ) Associa-se ao fato de as mudanças ambientais causadas pelo homem induzirem as espécies a se reproduzirem assexuadamente. Com base na relação existente entre os danos cerebrais ocorridos com o uso de anabolizantes, em conhecimentos correlatos e considerando a massa molar da serotonina igual a 176 g mol -1, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) O consumo de anabolizantes pode resultar na inibição de neurônios, com a desativação realizada pelo neurotransmissor e aminoácido serotonina. 1.( ) A serotonina é um neurotransmissor que faz parte da classe das aminas, bem como norepinefrina, adrenalina e dopamina, substâncias liberadas na sinapse. 2.( ) A molécula de serotonina de fórmula molecular N 2OC 10H 12 é responsável pela transmissão de impulsos nervosos e possui os grupos amina, amida e álcool. 3.( ) Um soro sanguíneo com concentração de serotonina igual a 0,002 mmol L -1 é equivalente a 1,76 mg de serotonina em cerca de 5 litros de soro sanguíneo. 4.( ) Os esteroides anabólicos são compostos de derivação natural que imitam os efeitos androgênicos e também minimizam os efeitos anabólicos da testosterona. QUESTÃO 28 Os sistemas tamponantes são vitais à existência dos organismos vivos. Uma ameaça mais imediata à sobrevivência de uma pessoa com ferimentos graves ou queimaduras é a mudança no ph do sangue. Processos metabólicos normalmente mantêm o ph do sangue humano dentro de um pequeno intervalo. Para isso, o corpo usa inicialmente o sistema iônico ácido carbônico/bicarbonato para controlar o ph do sangue, conforme a equação química a seguir. H 2CO 3 (aq) + H 2O (l) HCO 3- (aq) + H 3O+ (aq) QUESTÃO 27 Pesquisadores da Universidade de São Paulo constataram que camundongos submetidos ao abuso de nandrolona (um anabolizante) produziram menos receptores de serotonina em diversas áreas do cérebro. Os animais ficaram mais fortes, mas também mais ansiosos, impulsivos e até agressivos. A serotonina é um dos neurotransmissores responsáveis pela comunicação entre os neurônios das áreas cerebrais ligadas às emoções. Nos animais, como em seres humanos, baixos níveis dessa substância se traduzem em depressão ou agressividade. E os receptores são moléculas nas quais mensageiros químicos como hormônios e neurotransmissores se ligam, transmitindo um sinal (estímulo ou inibição) para as células. A figura a seguir mostra a estrutura química da molécula de serotonina. Considerando uma condição com ph igual a 7 e concentração de ácido carbônico igual a 0,020 mol L -1, além de a constante de acidez do ácido carbônico ser 4,3 x 10-7, determine a concentração de íons bicarbonato, em mmol L -1. Marque no cartão de respostas, desprezando, se houver, a parte decimal do resultado final. RASCUNHO Danos cerebrais em roedores servem de alerta contra o abuso de anabolizantes. Revista Eletrônica de Jornalismo Científico. 25/3/2009. Internet: <http://www.comciencia.br/comciencia/?section=3&noticia=529>. Página 10 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

11 QUESTÃO 29 Quanto ao movimento de uma partícula sob ação da aceleração da gravidade g = 10 m/s 2, considerando a resistência do ar desprezível, julgue os itens a seguir, assinalando (V) para os verdadeiros e (F) para os falsos. 0.( ) Se a partícula é lançada para cima em uma trajetória vertical com velocidade inicial de 5,7 m/s, o tempo de subida é menor que o tempo de descida. 1.( ) Quando a partícula é lançada para cima em trajetória vertical no ponto mais alto da trajetória, a velocidade vale zero. 2.( ) Se a partícula é lançada para cima, trajetória vertical, com velocidade inicial de 12 m/s, atinge uma altura máxima de 120 m. 3.( ) Se a partícula é lançada com velocidade inicial de 20 m/s, fazendo um ângulo de 15 0 com a horizontal, ela descreve uma trajetória parabólica. 4.( ) Se a partícula é lançada com velocidade inicial de 10 m/s, o alcance máximo ocorre quando o ângulo com a horizontal é de QUESTÃO 30 No circuito esquematizado na figura a seguir uma bateria de 12V está conectada em série com os resistores R 1 e R 2 = 10 Ω. O voltímetro conectado ao resistor R 1 marca V 1 = 8V. A partir desses dados, determine o valor da resistência R 1. Marque, no cartão de respostas, desprezando, se houver, a parte decimal do resultado final. RASCUNHO FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 11 de 16

12 Imagem ampliada, para responder às questões 7 e 8. Imagem ampliada, para responder à questão 18. Página 12 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

13 R E D A Ç Ã O CRITÉRIOS DE CORREÇÃO Norma culta Organização sintática (mecanismos de articulação frasal: subordinação, coordenação; paralelismos sintático e semântico; concordância nominal e verbal; regência nominal e verbal). Aspectos gráficos (pontuação; ortografia; emprego de maiúsculas; acentuação gráfica) de acordo com as novas regras ortográficas. Tema / Texto Adequação ao tema (pertinência quanto ao tema proposto)*. Adequação à proposta (pertinência quanto ao gênero proposto e obediência ao número de linhas exigidos)*. Organização textual (paragrafação; periodização). Argumentação Especificação do tema, conhecimento do assunto, seleção de ideias distribuídas de forma lógica, concatenadas e sem fragmentação. Apresentação de informações fatos e opiniões pertinentes ao tema, com articulação e consistência de raciocínio, sem contradição, estabelecendo um diálogo contemporâneo. Coesão / Coerência Coesão textual (retomada pronominal; substituição lexical; elipses; emprego de anafóricos; emprego de articuladores/conjunções; emprego de tempos e modos verbais; emprego de processos lexicais: sinonímia, antonímia, hiperonímia, hiponímia). Coerência argumentativa (seleção e ordenação de argumentos; relações de implicação ou de adequação entre premissas e as conclusões que delas se tiram ou entre afirmações e as consequências que delas decorrem). Elaboração crítica Elaboração de proposta de intervenção relacionada ao tema abordado. Pertinência dos argumentos selecionados fundamentados em informações de apoio, estabelecendo relações lógicas, que visem propor valores e conceitos. Pontuação * Em caso de inadequação ao tema ou à proposta, o candidato perde integralmente os 20 pontos referentes aos critérios Tema / Texto. ATENÇÃO! Escolha apenas uma das duas propostas, apresentadas a seguir, para desenvolver a sua redação. PROPOSTA I Álcool e trânsito O artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro determina que é pena gravíssima dirigir sob a influência de álcool em nível superior a seis decigramas por litro de sangue. A pena para esta infração compreende multa, retenção do veículo e suspensão do direito de dirigir. O uso de álcool é responsável por graves acidentes de trânsito, envolvendo muitas vezes a morte da pessoa embriagada e a morte de terceiros. De acordo com dados epidemiológicos dos Estados Unidos relacionados às consequências do consumo de álcool no trânsito, verifica-se que: 1. De todos os acidentes de carro nos Estados Unidos em 2002 envolvendo uso de álcool, 4% resultaram em morte e 42% em ferimentos graves. Dos acidentes de carro não envolvendo o uso de álcool, 0,6% resultaram em morte e 31% em ferimentos graves. 2. Indivíduos do sexo masculino têm uma chance maior de se envolver em acidentes fatais. Em 2002, 78% dos indivíduos que morreram em acidentes de carro eram homens, sendo que 46% das mortes estavam relacionadas com o consumo de álcool. 3. A maioria das fatalidades relacionadas ao consumo de álcool ocorre entre 21 e 45 anos de idade. O uso de álcool está relacionado com 23% das fatalidades com menores de 16 anos, 37% das fatalidades com indivíduos entre 16 e 20 anos de idade, 57% das fatalidades com indivíduos entre 21 e 29 anos de idade, 53% das fatalidades com indivíduos entre 30 e 45 anos de idade e 38% das fatalidades com indivíduos entre 46 e 64 anos de idade. 4. Acidentes de trânsito que resultam em morte ocorrem com maior frequência à noite ou nos finais de semana. 77% dos acidentes fatais ocorreram entre as 18 horas e as 6 horas. Embora não haja estatísticas nacionais, no Brasil, estudos pontuais e regionais apontam a ingestão de bebidas alcoólicas como uma das principais causas de mortes por causas externas. Estudo retrospectivo de todas autópsias realizadas no ano de 1999 (janeiro-dezembro) nos casos de morte por acidentes de trânsito, no Instituto Médico Legal de São Paulo, mostra que aproximadamente 50% desses óbitos tiveram relação com o uso de álcool. Como nos dados americanos, esse tipo de ocorrência predomina nos homens. Internet: <http://www.senado.gov.br/sf/senado/portaldoservidor/jornal/jornal68/saude_aaa.aspx> (com adaptações). Acesso em 15/6/2009. Com base nos dados apresentados nesse texto, redija um texto dissertativo-argumentativo acerca do tema: Álcool e trânsito: uma relação perversa. FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 13 de 16

14 PROPOSTA II A indústria editorial é famosa por aderir à moda: veja a inundação de imitações de O Código da Vinci há poucos anos e, hoje, os livros com vampiros. Por isso, não há surpresa que, na Book Expo America, uma grande feira que acabou na semana passada, em Nova York, editoras tenham dado sua colaboração à frenética conversa acerca de livros eletrônicos que tomou o negócio. Houve vários painéis dedicados ao tema. A jornalista Tina Brown deu o pontapé inicial em um debate com os chefes de quatro editoras perguntando se eles içaram chocados quando a Amazon.com começou a cobrar pelos e-livros. Enquanto isso, uma empresa britânica que introduziu seu novo leitor eletrônico Cool-er patrocinou um estande em que duas loiras em roupas curtas distribuíam drinques. Mas, até agora, e-livros representam entre 1% e 3% das vendas totais. Porém, eles são a parte da indústria de mais rápido crescimento, e editoras, autores e vendedores não têm ideia de quão grande eles vão se tornar e como eles podem afetar os lucros e os hábitos de leitura no futuro. Internet: <http://www.plublishnews.com.br/clipping/clipping_int.asp?id_clipping=63470> (com adaptações). Acesso em 15/6/2009. Considerando que o texto acima tem caráter unicamente motivador e que a indústria do livro debate, hoje, de modo acalorado, as edições eletrônicas, redija um texto dissertativo-argumentativo que contemple a maneira que os livros eletrônicos poderão afetar os hábitos de leitura no futuro. Página 14 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

15 FOLHA DE RASCUNHO RASCUNHO FUNDAÇÃO UNIVERSA VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB Página 15 de 16

16 RASCUNHO Página 16 de 16 VESTIBULAR 2/2009 2ª fase UCB FUNDAÇÃO UNIVERSA

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo.

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade IV Natureza sociedade: questões ambientais. Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. 2 CONTEÚDO

Leia mais

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37 01 - Os problemas ambientais estão na ordem do dia dos debates científicos, das agendas políticas, da mídia e das relações econômicas. Até muito recentemente, ao se falar de meio ambiente, as instituições

Leia mais

O capitalismo e a sociedade de consumo

O capitalismo e a sociedade de consumo O capitalismo e a sociedade de consumo Sociedade de consumo As sociedades dos países capitalistas desenvolvidos que usufruem intensamente dos bens e serviços existentes no mundo moderno. O consumismo contribui

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa.

O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O que é o Aquecimento Global? O Aquecimento Global se caracteriza pela modificação, intensificação do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno natural e consiste na retenção de calor irradiado pela

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades.

1. Linguagens e Códigos; 2. Raciocínio Lógico e Matemática; 3. Leitura e Interpretação de Textos; 4. Atualidades. ANEXO I - PROGRAMA DAS PROVAS DE CONHECIMENTOS GERAIS E DE REDAÇÃO Prova (Todos os Cursos) Trabalhando em consonância com as diretrizes curriculares nacionais, o UNIFEMM entende que as avaliações do processo

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Conteúdo: O efeito estufa. Habilidade: Demonstrar uma postura crítica diante do uso do petróleo. REVISÃO Reações de aldeídos e cetonas. A redução de um composto

Leia mais

Geografia. Professor: Jonas Rocha

Geografia. Professor: Jonas Rocha Geografia Professor: Jonas Rocha Questões Ambientais Consciência Ambiental Conferências Internacionais Problemas Ambientais Consciência Ambiental Até a década de 1970 o homem acreditava que os recursos

Leia mais

Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões)

Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) 1. O Ministério do Meio Ambiente, em junho de 2009, lançou campanha para o consumo consciente de sacolas plásticas, que já atingem, aproximadamente,

Leia mais

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava: EXERCÍCIOS REVISÃO QUÍMICA AMBIENTAL (EFEITO ESTUFA, DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E CHUVA ÁCIDA) e EQUILÍBRIO QUÍMICO DATA: 17/11/2015 PROF. ANA 1. Na década de 70, alguns cientistas descobriram quais

Leia mais

PROBLEMAS AMBIENTAIS INVERSÃO TÉRMICA INVERSÃO TÉRMICA 14/02/2014. Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP)

PROBLEMAS AMBIENTAIS INVERSÃO TÉRMICA INVERSÃO TÉRMICA 14/02/2014. Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP) PROBLEMAS AMBIENTAIS Distribuição aproximada dos principais poluentes do ar de uma cidade (SP) Liga-se com a hemoglobina impedindo o O2 de ser conduzido INVERSÃO TÉRMICA *Inversão térmica é um fenômeno

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE CURUÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CURUÁ - CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 23 de Agosto de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD)

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURSO DE BIOLOGIA (EAD) TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL RAQUEL ALVES DA SILVA CRUZ Rio de Janeiro, 15 de abril de 2008. TRABALHO DE BIOLOGIA GERAL TERMOELÉTRICAS

Leia mais

Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta.

Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta. Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T Data: 5/8/2009 Que calorão! Entenda por que o efeito estufa ameaça nosso planeta. O clima na Terra não é sempre igual e a temperatura aumenta

Leia mais

Emissões Atmosféricas e Mudanças Climáticas

Emissões Atmosféricas e Mudanças Climáticas CONCURSO PETROBRAS TÉCNICO(A) AMBIENTAL JÚNIOR Emissões Atmosféricas e Mudanças Climáticas Questões Resolvidas QUESTÕES RETIRADAS DE PROVAS DA BANCA CESGRANRIO DRAFT Produzido por Exatas Concursos www.exatas.com.br

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início

Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Aula 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é um início Itens do capítulo 5 A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5. A energia não é o começo de tudo, mas já é o início 5.1 O consumo

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

Admissão de alunos 2016

Admissão de alunos 2016 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2016 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. ORIGEM DA TERRA 1.1. Origem da vida no Planeta Terra (principais teorias). 1.2. Fósseis,

Leia mais

Geografia QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 15 pontos)

Geografia QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 15 pontos) Geografia QUESTÕES de 01 a 06 LEIA CUIDADOSAMENTE O ENUNCIADO DE CADA QUESTÃO, FORMULE SUAS RESPOSTAS COM OBJETIVIDADE E CORREÇÃO DE LINGUAGEM E, EM SEGUIDA, TRANSCREVA COMPLETAMENTE CADA UMA NA FOLHA

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS?

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? Ensino Fundamental II e Ensino Médio O sistema capitalista move a nossa sociedade, sendo um modelo econômico atual que pressupõe uma

Leia mais

CAPÍTULO 3 PROTOCOLO DE KIOTO

CAPÍTULO 3 PROTOCOLO DE KIOTO CAPÍTULO 3 PROTOCOLO DE KIOTO Medidas estão sendo tomadas... Serão suficientes? Estaremos, nós, seres pensantes, usando nossa casa, com consciência? O Protocolo de Kioto é um acordo internacional, proposto

Leia mais

CONHECIMENTOS GERAIS

CONHECIMENTOS GERAIS Nome: Assinatura: CONHECIMENTOS GERAIS (5 questões) 1. O Ministério do Meio Ambiente, em junho de 2009, lançou campanha para o consumo consciente de sacolas plásticas, que já atingem, aproximadamente,

Leia mais

AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. João Paulo Nardin Tavares

AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. João Paulo Nardin Tavares AQUECIMENTO GLOBAL E MUDANÇAS CLIMÁTICAS João Paulo Nardin Tavares INTRODUÇÃO Já podemos sentir o aquecimento global No último relatório do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, órgão

Leia mais

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE D I R E T O R I A D E S A Ú D E 05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE Em 05 de Junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e nesse ano o foco está voltado para as Mudanças Climáticas com o tema

Leia mais

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 6 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. PLANETA sustentável QUANTO SE GASTA DE ÁGUA

Leia mais

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009 Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá Vestibular 2009 PROVA ANALÍÍTIICO--DIISCURSSIIVA 2ªª Fase 05//01//2009 Tiipo de Prrova B05 Nome do Candidato: Nº de Inscrição Curso: 1. Este caderno

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II DIRETORIA-GERAL SECRETARIA DE ENSINO EXAME DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CANDIDATOS PROVA DE MATEMÁTICA 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II DIRETORIA-GERAL SECRETARIA DE ENSINO EXAME DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CANDIDATOS PROVA DE MATEMÁTICA 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II DIRETORIA-GERAL SECRETARIA DE ENSINO EXAME DE SELEÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE CANDIDATOS À MATRÍCULA NA 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO REGULAR DIURNO PROVA DE MATEMÁTICA 2009

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR

TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR TESTE SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIO Nº 001/2014 DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS MUNICÍPIO DE MARMELEIRO-PR CADERNO DE PROVA CARGO: ESTAGIÁRIO DO DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. SÉRIES INDICADAS 8.º e 9.º ano do Ensino Fundamental e Ensino Médio. RESUMO Nós, jovens brasileiros, é uma continuidade do conhecido Este jovem brasileiro, sucesso do portal por 6 edições consecutivas.

Leia mais

Nos estúdios encontram-se um entrevistador (da rádio ou da televisão) e um representante do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural

Nos estúdios encontram-se um entrevistador (da rádio ou da televisão) e um representante do Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural Guião de Programa de Rádio e Televisão Tema: Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação Florestal (REDD+) Nos estúdios encontram-se um entrevistador (da rádio ou da televisão) e um representante

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S C ONCURSO PÚBLICO 03 / JUNHO / 2012 CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 7 CARGOS: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS RECEPCIONISTA E TELEFONISTA PROVAS: PORTUGUÊS MATEMÁTICA

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

Grandes Problemas Ambientais

Grandes Problemas Ambientais Grandes Problemas Ambientais O aumento do efeito de estufa; O aquecimento global; A Antárctica; A desflorestação; A Amazónia; A destruição da camada de ozono; As chuvas ácidas; O clima urbano; Os resíduos

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO

ANEXO 1 CONTEÚDOS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO ANEXO 1 S PARA O ENSINO FUNDAMENTAL EDITAL CONCURSO DE BOLSAS 2016 COLÉGIOS PROJEÇÃO S PRÉVIOS DO 5º ANO PARA CANDIDATOS A BOLSA NO 6 ANO PORTUGUÊS Leitura e interpretação textual Artigo Substantivo (comum,

Leia mais

AVALIAÇÃO 03 CIÊNCIAS II UNIDADE VALOR = 10,0 (DEZ)

AVALIAÇÃO 03 CIÊNCIAS II UNIDADE VALOR = 10,0 (DEZ) Aluno(a) Turma N o 6 o ano - Ensino Fundamental II Data 16 / 05 / 12 AVALIAÇÃO 03 CIÊNCIAS II UNIDADE VALOR = 10,0 (DEZ) INSTRUÇÕES: PROFESSORES: HELEN, GORRETTI, MAGNO E ROSE I. sua avaliação possui 05

Leia mais

Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes. O consumismo de energia

Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes. O consumismo de energia Escola Profissional Desenvolvimento Rural de Abrantes O consumismo de energia Consumo de Energia O consumo da energia no mundo está resumido na sua maioria pelas fontes tradicionais como o petróleo, carvão

Leia mais

2 A Derivada. 2.1 Velocidade Média e Velocidade Instantânea

2 A Derivada. 2.1 Velocidade Média e Velocidade Instantânea 2 O objetivo geral desse curso de Cálculo será o de estudar dois conceitos básicos: a Derivada e a Integral. No decorrer do curso esses dois conceitos, embora motivados de formas distintas, serão por mais

Leia mais

Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação.

Leia o texto abaixo, no mínimo duas vezes; isso facilitará a sua interpretação. 4ºano 1.4 LÍNGUA PORTUGUESA 2º período 15 de maio de 2014 Cuide da organização da sua avaliação, escreva de forma legível, fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado

Leia mais

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens Um país de idosos Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens A expectativa de vida do brasileiro aumentou mais de 20 anos em

Leia mais

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014 GEOGRAFIA QUESTÃO 1 A Demografia é a ciência que estuda as características das populações humanas e exprime-se geralmente através de valores estatísticos. As características da população estudadas pela

Leia mais

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena.

JUQUERIQUERÊ. Palavras-chave Rios, recursos hídricos, meio-ambiente, poluição, questão indígena. JUQUERIQUERÊ Resumo Neste breve documentário, um índio faz uma retrospectiva de como ele vivia na região do Rio Juqueriquerê, localizada no litoral norte do Estado de São Paulo. Em seu relato, compara

Leia mais

Cerrado e caatinga. Compare estas duas fotos:

Cerrado e caatinga. Compare estas duas fotos: A UU L AL A Cerrado e caatinga Compare estas duas fotos: cerrado caatinga Observando as duas figuras, a característica que mais nos chama a atenção é que os dois ambientes parecem muito secos. Nesta aula,

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

Questão 1. Resposta A. Resposta B

Questão 1. Resposta A. Resposta B Questão 1 Ao longo do século XX, as cidades norte-americanas se organizaram espacialmente de um modo original: a partir do Central Business District (CBD), elas se estruturaram em circunferências concêntricas

Leia mais

Questionário Linha de Base: Educadores Estado: Cidade: Nome Pesquisador: Sala N : Professor N : [Estes dados devem ser preenchidos pelo pesquisador] Boas vindas Caro(a) Educador(a): O objetivo deste questionário

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA

A EVOLUÇÃO DA ESCRITA A EVOLUÇÃO DA ESCRITA Percebemos a partir da observação das imagens exibidas no vídeo A EVOLUÇÃO DA ESCRITA que o homem sempre buscou muitas formas de transmitir pensamentos. O texto é uma das formas mais

Leia mais

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO PROVA COMENTADA PELOS 1 Lya Luft apresenta, no 1º parágrafo do texto, sua tese acerca do que venha a ser o posicionamento ideal da família:...família deveria ser careta., i.e., humana, aberta, atenta,

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto. Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia

Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto. Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia Aquecimento Global e Protocolo de Kyoto Professor Thiago Espindula Disciplina de Geografia Exercícios (ENEM 2006) Com base em projeções realizadas por especialistas, teve, para o fim do século

Leia mais

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGEMHARIA CADERNO: 2 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGEMHARIA CADERNO: 2 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA ENGEMHARIA Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES CADERNO: 2 AGENDA 1 - A duração da prova é de 3 (três) horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA

CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias novembro/2011 página 1 CURSOS PRECISAM PREPARAR PARA A DOCÊNCIA Elba Siqueira de Sá Barretto: Os cursos de Pedagogia costumam ser muito genéricos e falta-lhes um

Leia mais

Biofísica. Patrícia de Lima Martins

Biofísica. Patrícia de Lima Martins Biofísica Patrícia de Lima Martins 1. Conceito É uma ciência interdisciplinar que aplica as teorias, a metodologia, conhecimentos e tecnologias da Matemática, Química e Física para resolver questões da

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de março Prova Escrita de Economia A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 712/2.ª Fase 15 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II O Prefeito do Município de São Gonçalo dos Campos, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, retifica o Edital 001/2014

Leia mais

(Adaptado de: . Acesso em: 26 jul. 2014.)

(Adaptado de: <http://www2.sabesp.com.br/mananciais/divulgacaositesabesp.aspx>. Acesso em: 26 jul. 2014.) GEOGRFI 1 Leia o texto e as figuras a seguir. O conhecimento da geografia contribui para que a sociedade tenha uma melhor compreensão dos problemas ambientais. falta d água no Sistema Cantareira do estado

Leia mais

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2010

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2010 Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá Vestibular 2010 PROVA ANALÍÍTIICO--DIISCURSIIVA 2ªª Fase 17//01//2010 Tiipo de Prrova B17 Biiollogiia e Quíímiica Nome do Candidato: Nº de Inscrição

Leia mais

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida

Ecologia. 1) Níveis de organização da vida Introdução A ciência que estuda como os seres vivos se relacionam entre si e com o ambiente em que vivem e quais as conseqüências dessas relações é a Ecologia (oikos = casa e, por extensão, ambiente; logos

Leia mais

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO VI Unidade Portugal Série: 4 o ano (3 a série) Período: MANHÃ Data: 29/6/2011 PORTUGUÊS 2 o BIMESTRE Nome: Turma: Valor da prova: 3,5 Nota: Eixo temático Proteção ao meio

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE DISCIPLINA: Língua Portuguesa Texto 2 Jovens estão consumindo mais álcool O álcool é a droga mais usada entre jovens com menos de 18 anos. Estudo feito pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Leia mais

1 o PROCESSO SELETIVO/2010

1 o PROCESSO SELETIVO/2010 Faculdade da Saúde e Ecologia Humana 1 o PROCESSO SELETIVO/2010 PROVA DE REDAÇÃO LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES DESTE CADERNO. Elas fazem parte da sua prova. 1. Este caderno contém a Prova de Redação.

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA ENGENHARIA Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES CADERNO: 1 AGENDA 1 - A duração da prova é de 3 (três) horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

COMO OS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO ABORDAM O EFEITO ESTUFA

COMO OS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO ABORDAM O EFEITO ESTUFA COMO OS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO ABORDAM O EFEITO ESTUFA Elizabeth Cristina Tavares Veloso 1, Juracy Regis de Lucena Junior 2. 1 Departamento de Química, Universidade Estadual da Paraíba -UEPB,

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA QUÍMICA I TRIMESTRE CIÊNCIAS NATURAIS SABRINA PARENTE

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA QUÍMICA I TRIMESTRE CIÊNCIAS NATURAIS SABRINA PARENTE INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA QUÍMICA I TRIMESTRE CIÊNCIAS NATURAIS SABRINA PARENTE A química é a ciência que estuda a estrutura, a composição, as propriedades e as transformações da matéria. Ela é frequentemente

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

Metodologia e Redação Científica

Metodologia e Redação Científica Metodologia e Redação Científica INTRODUÇÃO À PESQUISA CIENTÍFICA 1.1. Bases e conceitos APRESENTAÇÃO AULAS GRADUAÇÃO PRATICANDO MATERIAL AUXILIAR Objetivo da Aula Introduzir os conceitos gerais da metodologia

Leia mais

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br.

18/06/2009. Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br. Marketing Ambiental Quando cuidar do meio-ambiente é um bom negócio. O que temos visto e ouvido falar das empresas ou associado a elas? Blog: www.tudibao.com.br E-mail: silvia@tudibao.com.br 2 3 Sílvia

Leia mais

Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio

Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio Entre cursos com maior reprovação estão pedagogia, jornalismo e turismo. Falta de leitura e hábitos gerados pela internet são fatores motivadores.

Leia mais

BIOINDICADORES E BIOMARCADORES DE AGROQUÍMICOS NO CONTEXTO DA RELAÇÃO SAÚDE-AMBIENTE

BIOINDICADORES E BIOMARCADORES DE AGROQUÍMICOS NO CONTEXTO DA RELAÇÃO SAÚDE-AMBIENTE BIOINDICADORES E BIOMARCADORES DE AGROQUÍMICOS NO CONTEXTO DA RELAÇÃO SAÚDE-AMBIENTE Cláudio Martin Jonsson Vera Lúcia Castro Jaguariúna, outubro 2005. O modelo de agricultura utilizado atualmente visa

Leia mais

Disciplina: Ciências. Período: I. Professor(a): Gislene das Graças Portes Ferreira Liliane Cristina de Oliveira Vieira

Disciplina: Ciências. Período: I. Professor(a): Gislene das Graças Portes Ferreira Liliane Cristina de Oliveira Vieira COLÉGIO LA SALLE BRASILIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Ciências Período:

Leia mais

ALEXANDRE UHLIG Instituto Acende Brasil. EXPANSÃO DA GERAÇÃO NA ERA PÓS- HIDRELÉTRICA Guia para debates

ALEXANDRE UHLIG Instituto Acende Brasil. EXPANSÃO DA GERAÇÃO NA ERA PÓS- HIDRELÉTRICA Guia para debates ALEXANDRE UHLIG Instituto Acende Brasil EXPANSÃO DA GERAÇÃO NA ERA PÓS- HIDRELÉTRICA Guia para debates QUESTÕES PARA REFLEXÃO 1 2 Qual o padrão atual da oferta de eletricidade no Brasil? Qual o padrão

Leia mais

Clima, tempo e a influência nas atividades humanas

Clima, tempo e a influência nas atividades humanas As definições de clima e tempo frequentemente são confundidas. Como esses dois termos influenciam diretamente nossas vidas, é preciso entender precisamente o que cada um significa e como se diferenciam

Leia mais

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam.

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam. Conjuntura Econômica Brasileira Palestrante: José Márcio Camargo Professor e Doutor em Economia Presidente de Mesa: José Antonio Teixeira presidente da FENEP Tentarei dividir minha palestra em duas partes:

Leia mais

Objetivo Conteúdos Habilidades

Objetivo Conteúdos Habilidades Tema 8 Um Lugar Frio e Escuro Objetivo investigar as condições ambientais predominantes nos oceanos, com destaque para os gradientes verticais de temperatura, luz e pressão hidrostática. Conteúdos física,

Leia mais

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Professor (a): Fernando Parente Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS

PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS PRESERVAR O MEIO AMBIENTE UMA MISSÃO DE TODOS NÓS Meio Ambiente Tudo que está a nossa volta: todas as formas de vida e todos os elementos da natureza. Ecologia Ciência que estuda a relação dos seres vivos

Leia mais

AULA 2 A CONTABILIDADE E O MEIO AMBIENTE. Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO

AULA 2 A CONTABILIDADE E O MEIO AMBIENTE. Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO Professor: ALAN Coordenador: Prof. LAÉRCIO 1 2 1. Conceituar a Contabilidade Ambiental; 2. Definir Meio Ambiente 3. Citar as finalidades da Contabilidade Ambiental; 4. Conhecer a evolução histórica; 3

Leia mais

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem

A Ecologia e sua Importância. Componentes Estruturais. Estudo das Relações dos Seres Vivos entre si e com o meio onde vivem Link para acessar o conteúdo, calendário, notas, etc. www.e-conhecimento.com.br Ensino Médio Primeiros Anos Ecologia oikos casa ; logos - estudo A Ecologia e sua Importância Estudo das Relações dos Seres

Leia mais

geografia Boa prova! 05/12/2010

geografia Boa prova! 05/12/2010 05/12/2010 geografia Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Geografia. Não abra o caderno antes de receber autorização. Instruções 1. Verifique

Leia mais

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa

Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa 01. Alternativa (E) Vestibular UFRGS 2013 Resolução da Prova de Língua Portuguesa Alternativa que contém palavras grafadas de acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa - VOLP 02. Alternativa

Leia mais

Teste de Habilidade Específica - THE

Teste de Habilidade Específica - THE LEIA COM ATENÇÃO 1. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 2. Preencha os dados pessoais. 3. Autorizado o inicio da prova, verifique se este caderno

Leia mais

Beber ou Dirigir. Faça a escolha certa

Beber ou Dirigir. Faça a escolha certa Beber ou Dirigir Faça a escolha certa O consumo responsável de bebidas alcoólicas, feito por indivíduos saudáveis com mais de 18 anos, é parte da vida em sociedade. Desde os tempos antigos é utilizado

Leia mais

Noções de Cidadania. Profª Karin

Noções de Cidadania. Profª Karin Noções de Cidadania Profª Karin Meio Ambiente e Saúde Ecologia: estudo seres vivos, ambiente, solo, água, ar, animais e vegetais. Equilíbrio entre o homem e meio ambiente. Avaliar as atitudes e consequências

Leia mais

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação

DICAS DE PORTUGUÊS. Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação DICAS DE PORTUGUÊS Sidney Patrézio Reinaldo Campos Graduando em Ciência da Computação CONCORDÂNCIA NOMINAL Concordância nominal é o princípio de acordo com o qual toda palavra variável referente ao substantivo

Leia mais

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto

Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto Auxiliar de Serviços Gerais Nível Fundamental Incompleto 15.01.2012 - TARDE LÍNGUA PORTUGUESA TEXTO FALTA PEDREIRO Superinteressante São Paulo, Abril, n. 280 Falta pedreiro, estão reclamando os mestres

Leia mais