Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão ForumSPOA. Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão ForumSPOA. Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios"

Transcrição

1 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão ForumSPOA Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios Brasília/julho de 2010

2 Grupo de Trabalho: Sueli Araújo de Amorim Lopes Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Adriano Marcus Soares d'assunção Ministério da Saúde José Amédio da Silva Ministério da Defesa Carlos Alberto Vilanova Ministério da Defesa Roberto Carlos Brito Advocacia Geral da União

3 SUMÁRIO Introdução ª Proposta: Estacionamento em local fora da Esplanada dos Ministérios ª Proposta: Transporte funcional ª Proposta: Flexibilização do horário do servidor público: a) horários de 7 às 20 horas: 35 horas semanais + 5 horas b) teletrabalho (trabalho virtual ou home office) ª Proposta: Horário de trabalho diferenciado por Órgão ª Proposta: Garagem subterrânea no canteiro central da Esplanada e estacionamento provisório nas margens do referido conteiro Conclusão Outras propostas que poderão ser analisadas a longo prazo Bibliografia Anexos ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 3/25

4 Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios INTRODUÇÃO: Brasília tem hoje cerca de 2,6 milhões de habitantes e abriga a sede dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, centralizados na Praça dos Três Poderes e Esplanada dos Ministérios. Como capital de um país de dimensões continentais e em franco desenvolvimento econômico e social, o crescimento de Brasília e dos municípios vizinhos do Distrito Federal que compõem a região do seu entorno tem ocasionado demandas de diversas naturezas, sendo uma delas a melhoria do trânsito. O Seminário Brasília 50 anos, realizado pelo IPEA em abril deste ano, discutiu vários assuntos, entre eles a questão da mobilidade urbana de Brasília. Segundo estudos apresentados, Brasília é a única das grandes cidades do país onde o transporte coletivo tem participação menor que o individual. Nas grandes cidades com mais de 1 milhão de habitantes, em média 36% das viagens são coletivas, e 30% individuais. Em Brasília são 33% contra 37%. Brasília responde por uma parcela da frota nacional de veículos motorizados duas vezes maior do que a proporção de sua população em relação a população brasileira. Esta forte vocação ao transporte individual, principalmente de automóveis e motocicletas, gera muitos impactos negativos, como: poluição, acidentes, congestionamentos e aumento no tempo médio de deslocamento entre a casa e o trabalho das pessoas. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 4/25

5 Segundo informações da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio ambiente do DF, o planejamento de Brasília foi fundamentalmente voltado para o transporte individual e 70% dos empregos estão concentrados no Plano Piloto, enquanto 80% da população mora fora deste plano. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, diante da difícil questão da mobilidade urbana de Brasília, em especial no centro da cidade onde está concentrada a maior parte dos Órgãos Públicos Federais, solicitou ao ForumSPOA a apresentação de soluções para o trânsito na Esplanada dos Ministérios. Assim, foi designado um Grupo de Trabalho, composto por servidores do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Ministério da Defesa, Ministério da Saúde e Advocacia Geral da União, cujos resultados estão apresentados neste documento. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 5/25

6 1ª) PROPOSTA: ESTACIONAMENTO EM LOCAL FORA DA ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS (estádio Mané Garrincha ou outra área) Descrição: Utilização de área fora da Esplanada dos Ministérios para servir de estacionamento para os veículos de servidores. O deslocamento até os órgãos públicos seria realizado por meio de ônibus funcional. Uma das opções seria o estacionamento do estádio Mané Garrincha localizado no Setor de Recreação Pública Norte, na zona central de Brasília, próximo ao Palácio do Buriti, composto por uma área com grande espaço e com facilidade de acesso, podendo ser utilizada de forma compartilhada como estacionamento base para os veículos de servidores e prestadores de serviço. Outras áreas próximas à Esplanada dos Ministérios poderiam ser viabilizadas para a implementação da proposta. Poderão ser construídos estacionamentos por andares (estacionamento elevado), comportando um número significativo de veículos e aumentando a segurança no local. Vantagens: Melhor fluidez do trânsito, no caso dos trabalhadores, de fato, estacionarem seus veículos na área definida; Redução da quantidade de gás carbono; Redução dos riscos de acidentes próximo à Esplanada dos Ministérios; Alternativa de estacionamento que já se encontra escasso na Esplanada dos Ministérios; Valorização do servidor e prestador de serviço, na medida em que se reduz o stress na procura por vaga em estacionamento; Desobstrução da sexta faixa de rodagem da pista da esplanada dos ministérios, vez que a mesma é utilizada para estacionamento; Desvantagens: Necessidade de investimento para gestão do local: designar o órgão responsável, estabelecer as normas de funcionamento, criar a infraestrutura necessária (ex.: vigilância, demarcação de vagas), contratar veículo para circulação entre a esplanada e o estacionamento; No caso de emergência, o proprietário teria que se deslocar até o local do estacionamento para buscar seu veículo; Com os veículos sendo estacionados na área preestabelecida, o estacionamento dos Ministérios ficarão praticamente vazios. Com isso, alguns trabalhadores pensarão em estacionar seus veículos ali, caminhando, assim, para o mesmo problema; ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 6/25

7 A contratação do serviço de transporte para o trecho estádio-esplanada acarretará aumento de despesas à conta da União, pois os trabalhadores continuarão recebendo os auxíliostransportes normalmente, tendo em vista a locomoção em ônibus contratado não abranger o trecho casa-esplanada; Distância considerável entre o trabalhador e o seu veículo, dificultando o acesso ao mesmo, o que talvez prejudicasse aqueles que costumam almoçar em casa, ou mesmo resolver suas pendências na hora do almoço. (considerando que o serviço de transporte não funcionará regularmente durante todo o dia); Dependência de negociação e convencimento do Governo do Distrito Federal; Disponibilização de servidores para a logística da proposta, ou seja, a viabilidade do funcionamento; Concorrência com os exploradores de estacionamentos privados; Os veículos ficariam longe do local de trabalho, aumentando o risco de furtos e danos em geral, necessitando, para isso, contratação de serviço de segurança, além de requisição para o local de policiamento ostensivo da PM/DF; Responsabilidade com a proteção dos veículos dos servidores e prestadores de serviço. Ações necessárias para viabilizar a proposta: Calcular quantos ônibus serão necessários para transportar, em tempo razoável, os trabalhadores, considerando o intervalo entre a saída de um veículo e a chegada de outro, no local, com a estimativa dos investimentos em segurança, locação de veículos e infraestrutura; Pesquisar qual órgão/entidade é responsável pelo estacionamento do estádio Mané Garrincha e qual o competente para conceder licença à realização de transporte coletivo de pessoas; Pesquisar como o estacionamento a ser utilizado vem sendo utilizado; Verificar as condições de segurança do local; Realizar pesquisa de opinião junto aos servidores e prestadores de serviço a fim de expor a ideia de utilização de estacionamento fora da esplanada e as condições de utilização, bem como identificar o percentual de adesão; Negociar com o Governo do Distrito Federal, face a disponibilização do local para utilização pela Administração Federal, assim como a disponibilização de dados referentes ao quantitativo de vagas disponíveis e os trâmites necessários à viabilização da proposta; Promover a articulação entre os órgãos interessados para viabilizar o compartilhamento das despesas decorrentes da implantação da proposta, podendo os custos serem rateados de acordo com o percentual de utilização de cada órgão. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 7/25

8 Órgãos/Entidades intervenientes: Órgãos da Administração Federal localizados na Esplanada dos Ministérios. Governo do Distrito Federal- GDF e Secretarias. Interação com outras propostas: As vantagens seriam maiores se combinado com as seguintes propostas: 3ª proposta (flexibilização do horário dos servidores públicos), uma vez que seria necessário um número menor de ônibus para realizar o transporte até o estacionamento. 4ª proposta (horário de trabalho diferenciado por órgão). Nesse caso, também haveria a utilização de menos veículos para realizar o transporte. A flexibilização do horário dos servidores públicos ou o horário de trabalho diferenciado por órgão seriam necessários para atender à demanda de usuários que seriam deslocados do estacionamento até a Esplanada. Segundo estudo estimativo, cada um dos 20 prédios da Esplanada dos Ministérios conta com 2 mil trabalhadores. Ao todo seriam 40 mil profissionais, sendo que 16 mil deles usariam carros para realizar o deslocamento casatrabalho. Sendo assim, o público a ser atendido ficaria em torno de 10 mil pessoas. Seriam necessários, portanto, 200 ônibus para realizar o trajeto. Caso os órgãos funcionassem por horário escalonado ou os servidores trabalhassem em horário flexibilizado, a quantidade de ônibus seria reduzida. Levando em consideração que cada ônibus comporta 50 pessoas sentadas, se forem estipulados 8 horários diferentes de saída, seriam necessários 25 ônibus. Em cada horário especificado, esses ônibus levariam trabalhadores. Como cada ônibus poderia fazer 2 viagens, poderiam ser contratados 13 ônibus para realizar esse transporte. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 8/25

9 2ª PROPOSTA: TRANSPORTE FUNCIONAL (serviço de fretamento ou transporte coletivo privado) Descrição: Retorno do ônibus funcional, a princípio para atender a RA I (Regional Administrativa I, que engloba as Asas Sul e Norte), passando pela Rodoviária de Brasília para transportar os servidores que utilizam o transporte coletivo. A linha seria ampliada posteriormente para as outras Regionais. A modalidade de transporte de passageiros por fretamento começou na década de 50, com objetivo de suprir a necessidade de locomoção dos trabalhadores das indústrias que surgiam na região do ABC Paulista, o que levava os funcionários a percorrerem grandes distâncias até chegar ao trabalho. Na época, com o transporte público praticamente inexistente nessas localidades, temendo prejuízo na produção, as fábricas passaram a oferecer o serviço de transporte coletivo privado aos seus colaboradores, como forma de evitar atrasos e faltas constantes. Para a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros por Fretamento do Estado de São Paulo - FRESP, a única modalidade de transporte coletivo que tem apelo para atrair o usuário do automóvel é o ônibus de fretamento, pois tem sido uma das alternativas mais bem aceitas entre as demais modalidades. Hoje, 78% dos passageiros desse tipo de transporte possuem automóveis e 87% são portadores de Carteira de Habilitação. O principal motivo alegado para sua utilização é a qualidade do serviço, pontualidade, segurança, conforto e comodidade. De acordo com a FRESP, o que atrai os motoristas do automóvel é uma alternativa próxima do transporte individual. Estudo da Associação Nacional de Transportes Públicos - ANTP sobre a imagem dos transportes indica que 97% dos usuários consideram o serviço bom ou excelente, ficando atrás apenas do transporte individual que tem 98% das preferências. O transporte via metrô vem em terceiro lugar com 96%. Encarado como alternativa ao uso de veículos particulares, cada ônibus do serviço de fretamento tem a capacidade de retirar 20 automóveis das ruas, segundo levantamento do Instituto LPM - Levantamentos e Pesquisas de Marketing. Parte das despesas com os ônibus poderiam ser custeadas com propagandas nos próprios veículos. Vantagens: Maior fluência no trânsito da Esplanada, caso os trabalhadores deixem seus veículos em casa e utilizem o ônibus funcional; Garantia de vaga aos servidores não contemplados com o transporte funcional / Maior segurança veicular; Desobstrução da sexta faixa de rodagem da pista da esplanada dos ministérios, uma vez que a mesma é utilizada para estacionamento; ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 9/25

10 Redução da emissão de carbono/diminuição da poluição; Redução de atrasos na chegada ao trabalho e de absenteísmo; Redução dos congestionamentos; Rapidez no deslocamento; Aumento da produtividade; Controle efetivo de ponto, com a chegada e a saída do transporte funcional no horário; Valorização dos servidores públicos. Os colaboradores ganham em qualidade de vida, segurança, conforto, higiene, comodidade e mais tempo com a família e amigos; Acesso conveniente a um meio de transporte próximo ao seu destino e conforto. Desvantagens: Não resolução do problema do trânsito, tendo em vista que parte dos servidores continuariam vindo com seus veículos próprios; Pouca redução das despesas com transporte dos servidores, à conta da União, pois aqueles que não puderem, ou não quiserem, utilizar o ônibus têm direito ao auxílio-transporte, independente de haver, ou não, um ônibus funcional (alguns podem preferir utilizar um meio de transporte mais objetivo, como o metrô); Sobrecarga de trabalho aos órgãos gestores com mais contratos de terceirização de transporte, bem como controle de espaços para guarda dos veículos particulares; Necessidade de controle e fiscalização dos contratos oriundos desta demanda; Diferença de tempo de percurso entre o transporte com ônibus e o transporte com metrô, provavelmente utilizado por servidores moradores de áreas abrangidas por esse último. Possível desinteresse pelo tempo do translado; Envolvimento de vários ministérios no desenvolvimento do projeto, sendo necessária a administração de interesses e conflitos; Aumento de custos na fase inicial do projeto. Ações necessárias para viabilizar a proposta: Levantar o quantitativo de trabalhadores que usarão o serviço e estipular horários de circulação dos ônibus; Contratar empresa de ônibus ou aquisição de veículos próprios por parte dos órgãos; Realizar estudo preliminar sobre o quantitativo de servidores a serviço dos órgãos; ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 10/25

11 Fixação dos horários de transporte dos servidores; Programar logística eficiente e com rígido controle de horários e rotas determinadas; Expor a ideia da utilização de transporte funcional e pesquisar junto aos servidores aceitação pelos mesmos desta alternativa; Estipular gastos dos órgãos com auxílio-transporte para verificar a economia decorrente da proposta; Levantar custos por amostragem dos gastos com os serviços de fretamento de transporte em uma localidade do DF. Órgãos/Entidades intervenientes: Órgãos da Administração Federal localizados na Esplanada dos Ministérios; Órgãos e entidades necessários a implementação do projeto. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 11/25

12 3ª PROPOSTA: FLEXIBILIZAÇÃO DO HORÁRIO DO SERVIDOR PÚBLICO a) HORÁRIOS DE 7 ÀS 20 HORAS: 35 HORAS SEMANAIS + 5 HORAS: Descrição: Implementação de 7 horas corridas, englobaria as vantagens do horário flexível, bem como do Home Office mantendo a carga horária de trabalho de 40 horas semanais, sendo que as 5 horas restantes seriam cumpridas das seguintes formas: 1. Desenvolvimento de Competências: Cada órgão investiria 5 horas semanais para que o servidor desenvolva competências úteis à atividade profissional por meios próprios e autonomia de abordagem, o que impulsionaria a inteligência organizacional e ampliaria as possibilidades de aprimoramento de seus trabalhos em função do aperfeiçoamento contínuo de seus servidores. 2. Sobreaviso diário: A Administração poderá, quando necessário, acionar o servidor para o cumprimento da uma hora diária. 3. Trabalho Home Office de 5 horas semanais: O órgão delegaria a execução de atividades exequíveis fora da unidade proporcionais a 5 horas de trabalho mediante negociação com a chefia imediata, de forma a propiciar o expediente de 35 horas. 4. Consultas médicas e similares fora do horário do expediente de trabalho: O servidor abriria mão do abono a suas ausências por demandas de consultas médicas e similares mediante compensação das 35 horas na unidade ou uso de banco de horas. 5. Minimização da necessidade de horário especial: Com a escala flexível de 35 horas semanais na unidade entre 7 e 20 horas, a maioria das necessidades de horário especial deixaria de existir, pois a flexibilidade de horário já abarcaria a acomodação dos estudantes do órgão. Sugestões de implementação: 1º: (1) ou (2) 2º: (1) + (4) ou (1) + (5) 3º: (4) As opções 4 e 5 seriam usadas como contrapartida. Vantagens para a Administração: Aumento de produtividade: ocorre à medida que há menos interrupções no trabalho e o ambiente torna-se mais propício à concentração. Outro aspecto que contribui naturalmente para esse aumento da produtividade, bem como da qualidade dos trabalhos, é a diminuição do stress e o aumento da motivação do servidor. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 12/25

13 Redução do número de faltas e atrasos: Com a possibilidade de conciliação do horário de trabalho com as necessidades pessoais, seria possível a entrega de um horário líquido maior para a Administração, tendo em vista que o servidor conseguiria colocar fora do horário de trabalho as necessidades particulares e as idas a consultas. Continuidade dos trabalhos: A possibilidade do horário corrido de trabalho facilita a diminuição das horas perdidas e dos intervalos no horário de trabalho, diminuindo significativamente o número e frequência de interrupções e perturbações da sequência do trabalho. Menor rotatividade de pessoal: As vantagens trazidas para o servidor com a implementação das 5 horas não-presenciais irão aumentar a satisfação do mesmo, diminuindo o número de perdas constantes para outros órgãos. A conservação do mesmo quadro funcional evita os custos com recrutamento e treinamentos de novos servidores, bem como evita a perda de talentos para outras carreiras. Diminuição da necessidade do horário especial de estudante: Isso se daria naturalmente, tendo em vista que o horário de trabalho flexibilizado já seria compatível com o horário do curso do estudante. Aumento da capacitação dos servidores: Com o aumento da motivação dos servidores e com a diminuição da perda de tempo com deslocamentos e interrupções, haveria maior disponibilidade e interesse para a capacitação nas horas vagas. No caso de interesse/necessidade da Administração, o horário de trabalho não-presencial poderia ser usado inclusive para o estudo de algum assunto relevante para a execução dos trabalhos. Redução de contratos de prestação de serviços, tendo em vista o suporte administrativo reduzido. Racionalização das áreas internas, com um maior número de servidores utilizando mesmo espaço físico e equipamentos. Economia no pagamento de auxílio alimentação aos servidores, tendo em vista o trabalho corrido. Vantagens para o servidor: Redução do tempo gasto em deslocamentos: Com a possibilidade de trabalhar 7 horas diárias no local de trabalho e o restante em casa, diminui-se o tempo gasto no deslocamento, pois o servidor consegue se deslocar para o trabalho em um horário com menor trânsito. Economia de tempo de deslocamento por não ter o intervalo de almoço, bem como, o tempo gasto na procura de vagas para estacionar. Conciliação do horário de trabalho com as necessidades de saídas para consultas ou interesses particulares, evita que o servidor perca o tempo tendo que sair e retornar ao trabalho. Diminuição do stress provocado pelos frequentes trânsitos e da falta de comodidade das viagens diárias. Dessa forma, o tempo economizado pode ser utilizado em tarefas úteis do ponto de vista profissional ou simplesmente aumentando o tempo consagrado ao lazer. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 13/25

14 Harmonia entre a vida familiar e profissional: Com o tempo ganho na diminuição dos deslocamentos e com a possibilidade de reservar 5 horas para o trabalho em casa, o servidor pode conciliar de forma mais harmoniosa a vida profissional e familiar e dispor de mais tempo para o lazer e para a família; Melhoria da qualidade de vida: A diminuição do stress associado ao trânsito e ao tempo gasto nos deslocamentos, bem como a possibilidade da flexibilidade do horário de trabalho que pode ser acordados com um melhor equilíbrio face às necessidades do trabalhador e da Administração, constituem fatores de melhoria da qualidade de vida dos servidores e das suas famílias. Desvantagens: Necessidade de adequação dos espaços físicos e equipamentos para uso compartilhado nos turnos; Possíveis conflitos entre chefia e empregado, em razão do controle de ponto e cobrança de produtividade; O órgão não tem como obrigar todos os servidores a trabalharem em casa. Então teria que ser algo opcional, e talvez não haja viabilidade para todos. Ações necessárias para viabilizar a proposta: Realizar pesquisa junto aos servidores, expondo a ideia da utilização de turnos de trabalho diferenciado por órgão, visando à melhoria da qualidade de vida e processos de trabalho; Realizar reuniões setoriais para a implementação do projeto; Adequar os horários de trabalho e controle efetivo de ponto; Ajustar a legislação e normas sobre o assunto; Apresentar a proposta conjunta entre os diversos órgãos para discussão em fórum; Necessidade de definir quais equipes ou setores poderão participar do trabalho escalonado, uma vez que interfere na ação das chefias. Órgãos/Entidades intervenientes: Órgãos da Administração Federal localizados na Esplanada dos Ministérios. Interação com outras propostas: As vantagens seriam maiores se combinado com as seguintes propostas: 4ª proposta (horário de trabalho diferenciado por órgão). Nesse caso, haveria a menos carros circulando na esplanada ao mesmo tempo. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 14/25

15 5ª proposta: Garagem subterrânea no canteiro central da esplanada (projeto do escritório Niemeyer) e estacionamento provisório nas margens do referido canteiro, uma vez que seria necessário um número menor de ônibus para realizar o transporte até o estacionamento. A combinação proporcionaria um maior número de vagas de estacionamento. Órgãos públicos que já implementaram: Poder judiciário e recentemente o GDF (Decreto nº , de 06 de julho de 2010, em anexo). b) TELETRABALHO (trabalho virtual ou home office) Descrição: Teletrabalho ou trabalho remoto, significa trabalho à distância. Os servidores realizariam suas atribuições à distância, através da internet ou outro meio hábil. Trata-se de trabalho que é realizado quando com a utilização de equipamentos que permitem que as atividades sejam realizadas num lugar diferente da reparticão. Os teletrabalhadores estariam ligados ao seu escritório utilizando software colaborativo, redes virtuais privadas e tecnologias similares para colaborar e interagir com os membros da equipe. Como o preço dos routers com funcionalidades VPN, ligações de banda larga residenciais, e tecnologia VOIP tem baixado significativamente nos últimos anos, o custo de ligar um teletrabalhador à intranet da sua empresa e ao sistema de telecomunicações tornou-se desprezável quando comparado com o custo operacional de escritórios convencionais. Vantagens: Melhor fluidez no trânsito da Esplanada; Diminuição de alguns gastos, como por exemplo, energia elétrica, água, combustíveis, materiais de consumo e redução de despesas com auxílios transporte e alimentação; Maior autonomia na realização das atividades pelo servidor com a possibilidade de estabelecer e controlar um ritmo de trabalho próprio; Possibilidade de melhorar a qualidade de vida em família e diminuir o stress; Fiscalização da produtividade, assim como o estabelecimento de metas de trabalho. Desvantagens: Dificuldade em realizar trabalhos de equipe, mesmo existindo a possibilidade de realizar encontros em ambientes virtuais; ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 15/25

16 Grupo restrito de atividades que poderão ser realizadas mediante essa sistemática; Dificuldade em controlar/supervisionar o trabalho; Necessidade de mudança de uma metodologia tradicional de controle de trabalho efetuado pela observação, para uma metodologia de tarefas. Os trabalhadores devem ser mais autônomos e, como tal, ao efetuar o planeamento de um projeto, é preciso ter isto em consideração. Resistência à mudança; Nem todos os que pretendem trabalhar a partir de casa têm o perfil indicado para isso. Só pessoas com bastante disciplina é que conseguem manter, ou até mesmo melhorar a sua produtividade; Diminuição da coesão: Um risco que se corre ao afastar fisicamente os trabalhadores é a de que os valores da empresa se percam, pois deixa de existir o contato físico. Não existindo necessidade de se deslocar diariamente às instalações da organização, ocorre uma falta de interação social. O trabalho isolado pode provocar insegurança; Redução das oportunidades profissionais: O afastamento físico do local onde a empresa labora, pode levar ao esquecimento do trabalhador, e consequente penalização, em eventuais promoções, na frequência de ações de formação, na atribuição de prêmios devido a uma má avaliação; Aumento dos problemas com a segurança da informação. Com o trabalhador fora das instalações, o risco de perda de informação aumenta; Despesas com a criação e manutenção de infraestrutura necessária para montagem de um escritório fora da organização, tais como: ligação à internet para cada servidor, suporte técnico para resolver qualquer problema que exista, configuração da plataforma tecnológica do órgão que permita o acesso exterior às informações, de uma forma segura, que não comprometa nenhuma informação. Ações necessárias para viabilizar a proposta: Estabelecer um projeto que compreenda um estudo dos processos da organização, identificando os "teletrabalháveis", uma seleção adequada do servidor que se enquadre em determinadas condições para trabalhar fora da repartição, a adequação dos equipamentos e softwares a serem usados, o treinamento dos gerentes e demais colaboradores, para que eles também possam lidar com as condições deste profissional que não estará presente fisicamente, mas estará trabalhando para o órgão onde estiver. Órgãos/Entidades intervenientes: Órgãos da Administração Federal localizados na Esplanada dos Ministérios; Órgãos centrais e setoriais de Tecnologia, Recursos Humanos e Planejamento. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 16/25

17 4ª PROPOSTA: HORÁRIO DE TRABALHO DIFERENCIADO POR ÓRGÃO Descrição: Os horários de início e final de expediente por turno seriam diferenciados por grupos de órgãos/ministérios; A diferenciação de horário poderia ocorrer por atividade e área de atuação (área econômica, militar, social, infraestrutura, etc), bem como mediante o escalonado por bloco da esplanada; Visto que o horário do 1º turno (matutino) é mais difícil de se deslocar, tendo em vista a escassez de vagas de estacionamento para quem chegar depois, o horário de buscar os filhos na escola, no intervalo do almoço etc, a sugestão seria deslocar os horários do turno vespertino, com os seguintes intervalos: Ministério 1: das 13h30 às 17h30; Ministério 2: das 14h00 às 18h00; Ministério 3: das 14h30 às 18h30; Ministério 4: das 15h00 às 19h00. Vantagens: Diminuição do congestionamento de veículos na Esplanada, tendo em vista os horários de saída e chegada não serem coincidentes; Interação dos diversos setores da esplanada; Conhecimento das atipicidades dos órgãos envolvidos. Desvantagens: Resolveria o problema do trânsito, mas não o de estacionamento, pois os horários de chegada e saída são diferenciados, mas durante todo o dia estarão presentes todos os veículos de uma só vez nos estacionamentos. Ações necessárias para viabilizar a proposta: Realizar pesquisa junto aos servidores, expondo a ideia da utilização de turnos de trabalho diferenciado por ministério/órgão; Realizar estudo para identificar se a demanda de serviço dos ministérios pode ser trabalhada, sem perda de rendimento, no novo horário; Realizar reuniões setoriais para a implementação do projeto; Adequar os horários de trabalho e controle efetivo de ponto; ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 17/25

18 Apresentar a proposta conjunta entre os diversos ministérios/órgãos para discussão em fórum. - Negociação com os servidores de forma a estabelecer as escalas de trabalho. Órgãos/Entidades intervenientes: Órgãos da Administração Federal localizados na Esplanada dos Ministérios; Órgão central e setoriais de Recursos Humanos. Interação com outras propostas: As vantagens seriam maiores se combinado com as seguintes propostas: 3ª proposta (flexibilização do horário dos servidores públicos), uma vez que seria reduzida a permanência simultânea de parte dos servidores. 5ª proposta: Garagem subterrânea no canteiro central da esplanada (projeto do escritório Niemeyer) e estacionamento provisório nas margens do referido canteiro, uma vez que aumentaria o número de vagas de estacionamento. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 18/25

19 5ª PROPOSTA: GARAGEM SUBTERRÂNEA NO CANTEIRO CENTRAL DA ESPLANADA (projeto do escritório Niemeyer) E ESTACIONAMENTO PROVISÓRIO NAS MARGENS DO REFERIDO CANTEIRO. Descrição: Segundo estudos da Universidade de Brasília - UnB, uma das soluções para a questão da mobilidade está na quarta dimensão das cidades: o espaço subterrâneo, que traz uma série de desafios tecnológicos. A ideia é ilustrada a partir de exemplos de estações multimodais japonesas com trens subterrâneos e superfície ajardinada, sistema integrado de preços e que deixam a superfície apenas para atividades consideradas mais nobres como moradia e lazer. Os serviços de utilidades públicas e transportes deveriam ser predominantemente subterrâneos, assim como os transportes de massa e vias expressas. O estacionamento provisório idealizado para a melhoria do trânsito e desobstrução da sexta faixa de rodagem da pista da esplanada dos ministérios compreenderia o recuo dos paralelepípedos aproximadamente em 20mx98m metros para dentro do gramado, abrindo vagas de estacionamentos e posteriormente a criação de um estacionamento subterrâneo (projeto do escritório Niemeyer). Foi feito estudo estimativo, tendo-se chegado ao resultado de disponibilização de vagas de estacionamento provisório de aproximadamente vagas no canteiro central da Esplanada dos Ministérios. Em anexo desenho com a demonstração da proposta. Na viabilização da proposta seriam implantadas e sinalizadas vagas de estacionamento para veículos que transportam idosos e pessoas com deficiências ou com dificuldade de locomoção, como base na legislação vigente. Já o estacionamento subterrâneo teria capacidade para 10 mil vagas, a garagem seria construída em dois níveis, 1º e 2º subsolos, nos quatro quadrantes da faixa do canteiro central do gramado, que seria integralmente preservado (estudo preliminar em anexo). Vantagens: Não haveria necessidade de transporte para deslocamento, uma vez que haveria as ruas subterrâneas para pedestre; Instalação de lojas de conveniências, incluindo restaurantes, evitando o deslocamento no horário das refeições; Economia dos órgãos, uma vez que não seriam necessários restaurantes nos prédios públicos; Acesso independente de cada módulo pelas vias S1 (prédios-sede) e N1 (anexos), com saídas transversais condicionadas a semáforos; Diminuição da utilização de estacionamentos ilegais (Liberação de faixa atualmente já ocupada como estacionamento irregular); Melhoria do fluxo de veículos; ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 19/25

20 Geração de emprego e renda; Possibilidade de parceria público privada; Aumento efetivo de segurança e redução de acidentes, tendo em vista a desobstrução de via. Desvantagens: Como as saídas dos estacionamentos subterrâneos se localizam ao longo das vias S1 e N1, pode não minimizar o problema do trânsito por permanecer o mesmo número de veículos na via; Necessidade de autorização dos órgãos competentes; Transtornos durante a implementação destas soluções (engarrafamentos, redução de vagas disponíveis); Necessidade de trabalhos de escavação, de impermeabilização e outros de natureza mais complexa para as situações subterrâneas; Necessidade de alocação de recursos para a construção dos estacionamentos; Medidas de longo prazo; Necessidade de gestão e manutenção dos estacionamentos. Ações necessárias para viabilizar a proposta: Implementar projeto arquitetônico; Realizar estudos de impacto ambiental; Autorizar órgãos afins a este tipo de obra; Consultar diversos seguimentos da sociedade. Órgãos/Entidades intervenientes: GDF; DETRAN/DF; NOVACAP; DENIT; IPHAN Brasília; Órgãos da Administração Federal localizados na Esplanada dos Ministérios. ForumSPOA Grupo de Trabalho: Solução para o trânsito na Esplanada dos Ministérios - 20/25

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA

PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA PROJETO MUTIRÃO DA CARONA SOLIDÁRIA INTRODUÇÃO A mobilidade das cidades tem se tornado um desafio cada vez maior com o passar do tempo. Em 10 anos, a frota de automóveis e motocicletas cresceu 400% no

Leia mais

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014

Mobilidade Urbana COMO SE FORMAM AS CIDADES? 06/10/2014 Mobilidade Urbana VASCONCELOS, Eduardo Alcântara de. Mobilidade urbana e cidadania. Rio de Janeiro: SENAC NACIONAL, 2012. PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL LUCIANE TASCA COMO SE FORMAM AS CIDADES? Como um

Leia mais

Job 150904 Setembro / 2015

Job 150904 Setembro / 2015 Job 50904 Setembro / Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO

CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO CARRO COMPARTILHADO Projeção de crescimento populacional Demanda de energia mundial Impacto ao meio ambiente projeções indicam que os empregos vão CONTINUAR no centro EMPREGOS concentrados no CENTRO

Leia mais

Mobilidade Urbana. Ações para redução de veículos transitando nas vias públicas e quantidade de viagens corporativas

Mobilidade Urbana. Ações para redução de veículos transitando nas vias públicas e quantidade de viagens corporativas Diretoria de Recursos Corporativos Superintendência de Facilities Mobilidade Urbana Ações para redução de veículos transitando nas vias públicas e quantidade de viagens corporativas São Paulo, 30 de outubro

Leia mais

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado.

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. Job 44/4 Setembro/04 Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 6 anos ou mais de

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO PLANO DE MOBILIDADE URBANA DE SÃO PAULO outubro 2013 Plano de Mobilidade Urbana de São Paulo Em atendimento à Lei Federal 12.587 Institui a Política Nacional de Mobilidade Urbana

Leia mais

Programação Inteligente para Transporte Urbano

Programação Inteligente para Transporte Urbano Programação Inteligente para Transporte Urbano Programação horária Também chamada de programação de linha, consiste em obter como resultado final, tabelas horárias de viagens para uma linha (ou linhas)

Leia mais

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007

SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 SITUAÇÃO ENCONTRADA NO DF EM 2007 Frota antiga e tecnologia obsoleta; Serviço irregular de vans operando em todo o DF 850 veículos; Ausência de integração entre os modos e serviços; Dispersão das linhas;

Leia mais

Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus. Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil

Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus. Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil Pesquisa de Satisfação QualiÔnibus Cristina Albuquerque Engenheira de Transportes EMBARQ Brasil Qualificar o serviço de transporte coletivo por ônibus para manter e atrair novos usuários ao sistema e tornar

Leia mais

Flexibilização da Jornada de Trabalho no Banco Central do Brasil

Flexibilização da Jornada de Trabalho no Banco Central do Brasil Flexibilização da Jornada de Trabalho no Banco Central do Brasil Cleide Martins Silva e José Vicente Mattos Santana Lei de Parkinson: O trabalho se expande de modo a preencher o tempo disponível para sua

Leia mais

PALESTRA A SER PROFERIDA EM QUITO PELO SR SECRETÁRIO DE ESTADO DE TRANSPORTES DO DISTRITO FEDERAL

PALESTRA A SER PROFERIDA EM QUITO PELO SR SECRETÁRIO DE ESTADO DE TRANSPORTES DO DISTRITO FEDERAL PALESTRA A SER PROFERIDA EM QUITO PELO SR SECRETÁRIO DE ESTADO DE TRANSPORTES DO DISTRITO FEDERAL Senhoras e senhores É com grande satisfação que participo dessa primeira Conferência de Gerenciamento de

Leia mais

Solução sustentável de compartilhamento de veículos para o mundo escolar

Solução sustentável de compartilhamento de veículos para o mundo escolar Interbros Tecnologia e Soluções de Internet Ltda. Rua Dr. Guilherme Bannitz, 126 2º andar Conj. 21 /179 Itaim Bibi - São Paulo- SP - 04532-060 Fone: 55 11 9209-3717 / 55 11 8162-0161 Por favor, considere

Leia mais

Fundação Institut o de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e

Fundação Institut o de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e Fundação Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville, Instituto de Trânsito e Transporte e Secretaria de Infraestrutura UMA UNIDADE DE MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE

Leia mais

SEMINÁRIO MOBILIDADE URBANA NO PLANO

SEMINÁRIO MOBILIDADE URBANA NO PLANO SEMINÁRIO MOBILIDADE URBANA NO PLANO ESTRATÉGICO- SP2040 Tema: Política de Estacionamento dos automóveis 09 DE FEVEREIRO DE 2011- AUDITÓRIO DO SEESP-SP PROGRAMAÇÃO Realização: SEESP-SP Quadro geral da

Leia mais

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro

BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro BRT Transoeste: transformando o conceito de transporte público no Rio de Janeiro Richele Cabral 1 ; Eunice Horácio S. B. Teixeira 1 ; Milena S. Borges 1 ; Miguel Ângelo A. F. de Paula 1 ; Pedro Paulo S.

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2009 (Do Sr. Jaime Martins) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2009 (Do Sr. Jaime Martins) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2009 (Do Sr. Jaime Martins) Institui o Programa Bicicleta Brasil, para incentivar o uso da bicicleta visando a melhoria das condições de mobilidade urbana. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO QUEM SOMOS Somos uma empresa brasileira dedicada a construir e prover soluções que empregam tecnologias inovadoras, combinadas com a identificação por rádio frequência (RFID), análise de imagens (imagens

Leia mais

MOBILIDADE URBANA EM PRESIDENTE PRUDENTE: O TRANSPORTE COLETIVO E SUAS POSSIBILIDADES

MOBILIDADE URBANA EM PRESIDENTE PRUDENTE: O TRANSPORTE COLETIVO E SUAS POSSIBILIDADES 480 MOBILIDADE URBANA EM PRESIDENTE PRUDENTE: O TRANSPORTE COLETIVO E SUAS POSSIBILIDADES Poliana de Oliveira Basso¹, Sibila Corral de Arêa Leão Honda². ¹Discente do curso de Arquitetura e Urbanismo da

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA Anexo II.6 Especificações do Sistema de Bilhetagem Eletrônica PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA ÍNDICE 1 CONSIDERAÇÕES GERAIS... 2 2 CONCEPÇÃO DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA... 2 2.1 Processos

Leia mais

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades.

País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. A Política de Mobilidade Urbana no desenvolvimento das cidades! AS CIDADES País predominantemente urbano: cerca de 80% da população brasileira mora em cidades. Processo de urbanização caracterizado pelo

Leia mais

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Metodologia. MARGEM DE ERRO O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Metodologia COLETA Entrevistas domiciliares com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA Município de São Paulo. UNIVERSO moradores de 16 anos ou mais. PERÍODO DE CAMPO de 26 de setembro a 1º de outubro

Leia mais

Ministério das Cidades. SeMOB - Secretaria Nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana

Ministério das Cidades. SeMOB - Secretaria Nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana Ministério das Cidades SeMOB - Secretaria Nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana Política Nacional de Mobilidade Urbana A Presidência da República sancionou a Lei nº 12.587, em 3 de janeiro de

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº,de 2012 (Dos Sr. José de Filippi Júnior e Carlos Zarattini)

PROJETO DE LEI Nº,de 2012 (Dos Sr. José de Filippi Júnior e Carlos Zarattini) PROJETO DE LEI Nº,de 2012 (Dos Sr. José de Filippi Júnior e Carlos Zarattini) Institui as diretrizes da Política Metropolitana de Mobilidade Urbana (PMMU), cria o Pacto Metropolitano da Mobilidade Urbana

Leia mais

Princípios de mobilidade para cidades inclusivas e sustentáveis

Princípios de mobilidade para cidades inclusivas e sustentáveis Princípios de mobilidade para cidades inclusivas e sustentáveis Ana Nassar, ITDP Brasil Seminário Aspectos da Mobilidade Urbana SEMOB - GDF Brasília, 24 de setembro de 2015 Sobre o ITDP Organização social

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Polos geradores de tráfego, mitigação, impacto de grandes empreendimentos.

PALAVRAS-CHAVE Polos geradores de tráfego, mitigação, impacto de grandes empreendimentos. Medidas Mitigatórias para Polos Geradores de Tráfego. Rovana Reale; Júlio Cezar Miranda; Isabel Cristina Guimarães Haifuch; Lúcia de Borba Maciel EPTC Empresa Pública de Transporte e Circulação (Porto

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 70/2011. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova:

PROJETO DE LEI Nº 70/2011. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova: PROJETO DE LEI Nº 70/2011. Institui a Política Municipal de Mobilidade Urbana. A CÂMARA MUNICIPAL DE IPATINGA aprova: Mobilidade Urbana. Art. 1º Fica instituída, no Município de Ipatinga, a Política Municipal

Leia mais

Mobilidade urbana e a emissão do gases de efeito estufa GEE na região central de Porto Alegre

Mobilidade urbana e a emissão do gases de efeito estufa GEE na região central de Porto Alegre Pesquisa de Opinião Mobilidade urbana e a emissão do gases de efeito estufa GEE na região central de Porto Alegre Soluções e desafios na busca de uma melhor qualidade do ar. Sumário 1. Objetivos 3 2. Metodologia

Leia mais

MOBILIDADE URBANA: INTERVENÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DE CICLOVIAS NA AVENIDA MANDACARU

MOBILIDADE URBANA: INTERVENÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DE CICLOVIAS NA AVENIDA MANDACARU MOBILIDADE URBANA: INTERVENÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DE CICLOVIAS NA AVENIDA MANDACARU Adriele Borges da Silva¹; Tatiana Romani Moura²; RESUMO: O presente trabalho tem por finalidade apresentar um estudo e

Leia mais

NR 24 CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO

NR 24 CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO NR 24 CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO Cassius Marcellus Zomignani Departamento Sindical - DESIN NORMA REGULAMENTADORA 24 A Norma Regulamentadora 24 do Ministério do Trabalho e

Leia mais

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS

CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS CONTROLE DE ACESSO DE PESSOAS E VEÍCULOS Procedimentos 1. Introdução Este documento visa regulamentar o controle de acesso e permanência de pessoas e veículos nas dependências dos Órgãos da SECRETARIA

Leia mais

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte

NORMA DE PROCEDIMENTOS Utilização de meios de transporte pág.: 1/6 1 Objetivo Estabelecer critérios e procedimentos a serem adotados para a utilização dos meios de transporte na COPASA MG. 2 Referências Para aplicação desta norma, poderá ser necessário consultar:

Leia mais

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014

Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 Flávio Ahmed CAU-RJ 15.05.2014 O espaço urbano como bem ambiental. Aspectos ambientais do Estatuto da cidade garantia da qualidade de vida. Meio ambiente natural; Meio ambiente cultural; Meio ambiente

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

REGISTRADOR DE EVENTOS SISTEMA INTELIGENTE DE AUXÍLIO, SUPERVISÃO E CONTROLE DE TRENS METROVIÁRIOS

REGISTRADOR DE EVENTOS SISTEMA INTELIGENTE DE AUXÍLIO, SUPERVISÃO E CONTROLE DE TRENS METROVIÁRIOS REGISTRADOR DE EVENTOS SISTEMA INTELIGENTE DE AUXÍLIO, SUPERVISÃO E CONTROLE DE TRENS METROVIÁRIOS Resumo O transporte público atualmente vem passando por diversas mudanças e uma delas é a qualidade nos

Leia mais

As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras. Diretoria de Engenharia - DE

As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras. Diretoria de Engenharia - DE As condições de acessibilidade e mobilidade nas cidades receptoras Diretoria de Engenharia - DE Cidades candidatas e seus aeroportos Aeroportos da INFRAERO primeira e última imagem que o turista estrangeiro

Leia mais

Mobilidade Urbana na área urbana de Tefé- AM: um estudo sobre o mototaxi como meio de deslocamento

Mobilidade Urbana na área urbana de Tefé- AM: um estudo sobre o mototaxi como meio de deslocamento Mobilidade Urbana na área urbana de Tefé- AM: um estudo sobre o mototaxi como meio de deslocamento Jouber da Costa e Silva¹ Universidade Federal do Amazonas-Ufam Joubercs@gmail.com ¹ Mestrando em Geografia

Leia mais

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian

Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana. Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian Planos Municipais de Mobilidade Urbana e Acessibilidade e o papel do TCE-RS na sua implementação Seminário Gaúcho de Acessibilidade na Mobilidade Urbana Andrea Mallmann Couto Juliana Baum Vivian SUPORTE

Leia mais

MUNICÍPIO DE JARAGUÁ DO SUL SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS VIAÇÃO CANARINHO LTDA

MUNICÍPIO DE JARAGUÁ DO SUL SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO DE PASSAGEIROS VIAÇÃO CANARINHO LTDA 1. Histórico da Empresa O Serviço Público de Transporte Coletivo de Passageiros em Jaraguá do Sul teve seu início em 1968, sendo prestado por uma empresa da cidade de Blumenau. Em meados de 1970 é fundada

Leia mais

Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador

Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador Faça mais, com menos: Como crescer em um mercado de trabalho desafiador Investir em pessoal com um programa de gestão de desempenho permite que uma operação de abastecimento não só sobreviva, mas cresça

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL PORTÃO 25/03/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Propostas do dia 25

Leia mais

ASSISTÊNCIA. AUFLA foi uma das instituições mapeadas ESTUDANTIL

ASSISTÊNCIA. AUFLA foi uma das instituições mapeadas ESTUDANTIL ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL AUFLA foi uma das instituições mapeadas por uma pesquisa realizada em 2010 pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), que resultou

Leia mais

Pesquisa de Levantamento e Percepções sobre o Estacionamento de Veículos no Centro de Campo Grande - MS

Pesquisa de Levantamento e Percepções sobre o Estacionamento de Veículos no Centro de Campo Grande - MS Pesquisa de Levantamento e Percepções sobre o Estacionamento de Veículos no Centro de Campo Grande - MS Julho de 2012 1 Catalogação Bibliográfica Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Campo

Leia mais

Sistema de Informações da Mobilidade Urbana. Relatório Geral 2011

Sistema de Informações da Mobilidade Urbana. Relatório Geral 2011 Sistema de Informações da Mobilidade Urbana Relatório Geral 2011 Dezembro/2012 Relatório Geral 2011 1 Sumário executivo... 3 2 Mobilidade... 28 2.1 Valores para Brasil (municípios acima de 60 mil habitantes)...

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU)

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Legenda da priorização das propostas: Ações que já foram iniciadas, devemos MONITORAR o andamento. Articular para 2013 o inicio da execução das Propostas. Sem prazo definido. Articular o inicio a medida

Leia mais

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte

Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Seminário de Mobilidade Urbana Planejamento da Mobilidade Urbana em Belo Horizonte Celio Bouzada 23 de Setembro de 2015 Belo Horizonte População de Belo Horizonte: 2,4 milhões de habitantes População da

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS)

PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS) Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo PROJETO DE LEI 01-00416/2015 do Vereador Ricardo Young (PPS) "Dispõe sobre a organização e funcionamento do

Leia mais

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado.

TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. Job 1566/10 Setembro/ Metodologia TÉCNICA DE LEVANTAMENTO DE DADOS: Entrevistas pessoais com questionário estruturado. LOCAL DA PESQUISA: Município de São Paulo. UNIVERSO: Moradores de 16 anos ou mais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, BACHARELADO CURRÍCULO 1610 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS

DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS DIRETRIZES GERAIS REFERENTE À SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHO PARA EMPRESAS CONTRATADAS 1) OBJETO 1.1) As diretrizes aqui apresentadas tem o objetivo de instruir as empresas contratadas pela, UNILA, quanto

Leia mais

Analisando viagens a pé e por bicicletas na integração com transporte de massa

Analisando viagens a pé e por bicicletas na integração com transporte de massa Analisando viagens a pé e por bicicletas na integração com transporte de massa Fernanda Borges Monteiro, Vânia Barcellos Gouvêa Campos arqnandy@gmail.com; vania@ime.eb.br Instituto Militar de Engenharia

Leia mais

Transporte público no Rio de Janeiro: encontrando soluções para uma mobilidade sustentável.

Transporte público no Rio de Janeiro: encontrando soluções para uma mobilidade sustentável. Transporte público no Rio de Janeiro: encontrando soluções para uma mobilidade sustentável. Richele Cabral 1 ; Eunice Horácio S. B. Teixeira 1 ; Milena S. Borges 1 ; Miguel Ângelo A. F. de Paula 1 ; Pedro

Leia mais

Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro

Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro 1 Em apoio às campanhas Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito ( ONU ) Semana Nacional de Trânsito 2012 ( Denatran ) e Dia Mundial Sem Carro A Universidade Federal de Santa Catarina e a Rede

Leia mais

REGULAMENTO DA MARATONA INTERMODAL

REGULAMENTO DA MARATONA INTERMODAL Página 1 de 5 REGULAMENTO DA MARATONA INTERMODAL O EVENTO A Rede RITMOS propõe para o Dia Mundial Sem Carro 2012 a realização de um formato diferente para o tradicional desafio intermodal: a Maratona Intermodal.

Leia mais

MANUAL DE POLITICAS E NORMAS ADMINISTRATIVAS NORMA ADMINISTRATIVA NA 003 CONCESSÃO E UTILIZAÇÃO DE VEICULOS

MANUAL DE POLITICAS E NORMAS ADMINISTRATIVAS NORMA ADMINISTRATIVA NA 003 CONCESSÃO E UTILIZAÇÃO DE VEICULOS 1. OBJETIVO O presente instrumento define critérios para concessão, controle e utilização de veículos leves para transporte de passageiros, sejam estes de propriedade das empresas do grupo BEVAP ou locados

Leia mais

As soluções para salvar o planeta já existem faz tempo. É só começar a usá-las.

As soluções para salvar o planeta já existem faz tempo. É só começar a usá-las. As soluções para salvar o planeta já existem faz tempo. É só começar a usá-las. Bicicleta 1818 cartilha com os novos procedimentos de acesso ao estacionamento. INTRODUÇÃO Pensar na qualidade de vida de

Leia mais

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS

COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS COMO A TECNOLOGIA PODE AJUDAR UM ATACADISTA DISTRIBUIDOR A REDUZIR CUSTOS 1 ÍNDICE 1. Introdução... 2. Por que preciso investir em tecnologia?... 3. Cinco passos para usar a tecnologia a meu favor... 4.

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução A proposta de Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes

Leia mais

Estacionamento Rotativo Público

Estacionamento Rotativo Público Clientes Estacionamento Rotativo Público PROBLEMAS SOLUÇÕES Crescente número de veículos Controle no tempo de uso Vagas restritas Cobrança ilegal do estacionamento (Flanelinhas) Falta de controle de gestão

Leia mais

Solução sustentável de compartilhamento de veículos para o mundo universitário

Solução sustentável de compartilhamento de veículos para o mundo universitário Interbros Tecnologia e Soluções de Internet Ltda. Rua Dr. Guilherme Bannitz, 126 2º andar Conj. 21 /179 Itaim Bibi - São Paulo- SP - 04532-060 Fone: 55 11 9209-3717 / 55 11 8162-0161 Por favor, considere

Leia mais

N REQUISITOS OBSERVAÇÕES

N REQUISITOS OBSERVAÇÕES N REQUISITOS OBSERVAÇÕES 01 02 03 04 05 06 07 A - MANUTENÇÃO E SUPORTE A empresa fornece produto de software com Verificar se a empresa fornece manual do produto (instalação), documentação de suporte ao

Leia mais

Transporte e Planejamento Urbano

Transporte e Planejamento Urbano Transporte e Planejamento Urbano para o Desenvolvimento da RMRJ Julho/2014 Cidades a maior invenção humana As cidades induzem a produção conjunta de conhecimentos que é a criação mais importante da raça

Leia mais

1. MOBILIDADE 1.1 INTRODUÇÃO

1. MOBILIDADE 1.1 INTRODUÇÃO 1. MOBILIDADE 1.1 INTRODUÇÃO O Estatuto da Cidade determina que todas as cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes elaborem um plano de transportes e trânsito, rebatizado pela SeMob (Secretaria

Leia mais

SP 01/04/91 NT 128/91

SP 01/04/91 NT 128/91 SP 01/04/91 NT 128/91 Gerenciamento de Grandes Eventos Antonio Carlos Rissardo (DO) Marco Aurélio Reginatto (GET 5) Maria Cecília Figueiredo de Toledo (GDT) Marta Maria Alcione Pereira (AA) Milton Roberto

Leia mais

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com.

Consórcio Fênix Rua Cândido Ramos nº550 - CEP 88090.800 Capoeiras - Florianópolis/SC - Brasil CNPJ 19.962.391/0001-53 sac@consorciofenix.com. 1 2 CONSÓRCIO FÊNIX PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE URBANA - SMMU MANUAL DOS USUÁRIOS DO SISTEMA SIM MODALIDADE POR ÔNIBUS DIREITOS E DEVERES DAS PARTES ENVOLVIDAS

Leia mais

Atração, retenção e qualificação de mão de obra;

Atração, retenção e qualificação de mão de obra; São Paulo - Abril de 2012 As amplas deficiências de infraestrutura do País comprometem fortemente os resultados do setor logístico. Diante da expectativa de investimento público insuficiente para reverter

Leia mais

Dados de Porto Alegre. População: 1.409.351 habitantes. Área: 496,682 km2

Dados de Porto Alegre. População: 1.409.351 habitantes. Área: 496,682 km2 AUDIÊNCIA PÚBLICA Dados de Porto Alegre População: 1.409.351 habitantes Área: 496,682 km2 Figura 1. Localização do Município de Porto Alegre e dos demais municípios integrantes da RMPA. Legislação Aplicável:

Leia mais

A VIDA SOBRE DUAS RODAS: REDUZINDO RISCOS E DANOS UMA AÇÃO INTERSETORIAL

A VIDA SOBRE DUAS RODAS: REDUZINDO RISCOS E DANOS UMA AÇÃO INTERSETORIAL A VIDA SOBRE DUAS RODAS: REDUZINDO RISCOS E DANOS UMA AÇÃO INTERSETORIAL Olga Lopes Salomão 1 ; Marineide de Jesus Nunes 1, Rodolfo C. Villa do Miu 1, Brigina Kemp 2, Carlos Eduardo Abrahão 2, William

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis Plamus. Guilherme Medeiros SC Participações e Parcerias S.A. Governo de Santa Catarina

Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis Plamus. Guilherme Medeiros SC Participações e Parcerias S.A. Governo de Santa Catarina Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis Plamus Guilherme Medeiros SC Participações e Parcerias S.A. Governo de Santa Catarina Introdução PLAMUS e status do projeto Diagnóstico: qual

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. Washington Reis) Institui a Política Nacional de Transporte Rodoviário de Combustíveis, e dá outras providências. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º Esta Lei institui

Leia mais

CONTROLE ESTRATÉGICO

CONTROLE ESTRATÉGICO CONTROLE ESTRATÉGICO RESUMO Em organizações controlar significa monitorar, avaliar e melhorar as diversas atividades que ocorrem dentro de uma organização. Controle é fazer com que algo aconteça como foi

Leia mais

ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA.

ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA. EDITAL CONCORRÊNCIA 01/2015 ANEXO III ESPECIFICAÇÃO REQUERIDA DO SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA. Este Anexo apresenta as especificações requeridas para o Sistema de Bilhetagem Eletrônica SBE a ser implantado

Leia mais

Identificar um jovem talento, que se identifique com os valores e a cultura da Cativa, para atuar na condução de novos projetos.

Identificar um jovem talento, que se identifique com os valores e a cultura da Cativa, para atuar na condução de novos projetos. NOSSO DESAFIO Identificar um jovem talento, que se identifique com os valores e a cultura da Cativa, para atuar na condução de novos projetos. COMO IREMOS IDENTIFICAR ESTE PROFISSIONAL: DESAFIO "C" A Cativa,

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) 2 Adequar/Ampliar o Sistema Viário

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) 2 Adequar/Ampliar o Sistema Viário PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Objetivo Indicador Métrica Proposta Entraves Ações Viabilizadoras

1 Elaborar o Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PDMU) Objetivo Indicador Métrica Proposta Entraves Ações Viabilizadoras PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS GT DE MOBILIDADE URBANA E RODOVIAS -"A SANTA MARIA QUE QUEREMOS" Visão: Que Santa Maria tenha em 2050 um Sistema Viário e de transporte público sustentável,

Leia mais

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FACILIDADES EMPRESARIAIS - ESCRITÓRIO VIRTUAL

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FACILIDADES EMPRESARIAIS - ESCRITÓRIO VIRTUAL OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO FACILIDADES EMPRESARIAIS - ESCRITÓRIO VIRTUAL 2009 SEBRAE-DF Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA INSTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO DE CURITIBA OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA O PLANO DIRETOR: REGIONAL PINHEIRINHO 02/04/2014 CURITIBA MARÇO/2014 Realizações no

Leia mais

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação ITIL na Prática Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS

PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS 1 PERCEPÇÃO DOS GESTORES SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO E-LEARNING NA EMPRESA: ESTUDO DE CASO NA PORTO ALEGRE CLÍNICAS Porto Alegre RS Março 2010 Bianca Smith Pilla Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

A nova governação do serviço público de transportes de passageiros principais mudanças

A nova governação do serviço público de transportes de passageiros principais mudanças A nova governação do serviço público de transportes de passageiros principais mudanças Margarida Roxo mroxo@imt-ip.pt Águeda, Seminário Os novos desafios dos Transportes e Mobilidade e a Mobilidade Suave

Leia mais

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E INFORMAÇÃO - DI GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - GPO DIVISÃO DE PROCESSOS DE GESTÃO DIPG

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E INFORMAÇÃO - DI GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - GPO DIVISÃO DE PROCESSOS DE GESTÃO DIPG DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E INFORMAÇÃO - DI GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - GPO DIVISÃO DE PROCESSOS DE GESTÃO DIPG NORMA INTERNA: UTILIZAÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE SINALIZAÇÃO DE OBRAS E

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comisão designada pela Portaria nº 1.525/11, prorrogada pela Portaria nº 561/12

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comisão designada pela Portaria nº 1.525/11, prorrogada pela Portaria nº 561/12 RELATÓRIO FINAL DA COMISSÃO DESIGNADA PELA PORTARIA UTF N 1.525/2011, ORROGADA PELA PORTARIA UTF Nº 561/2012, RESPONSÁVEL PELA AESENTAÇÃO DE OPOSTA DE VIABILIDADE DE IMPLANTAÇÃO DO DECRETO Nº 4.836/2003

Leia mais

FASTPASS. Soluções em Transporte Executivo

FASTPASS. Soluções em Transporte Executivo FASTPASS Soluções em Transporte Executivo A FastPass é uma empresa que oferece soluções completas em transporte de passageiros, desde a locação de veículos executivos e vans com motorista para transfers,

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado do Piauí

Tribunal de Contas do Estado do Piauí Tribunal de Contas do Estado do Piauí P R O C E D I M E N T O S A S E R E M O B S E R V A D O S Q U A N T O A O C O N T R O L E I N T E R N O M A R I A V A L É R I A S A N T O S L E A L A U D I T O R A

Leia mais

MONITORAMENTO DE ENTREGAS E ROTEIRIZADOR DE FROTAS:

MONITORAMENTO DE ENTREGAS E ROTEIRIZADOR DE FROTAS: MONITORAMENTO DE ENTREGAS E ROTEIRIZADOR DE FROTAS: FERRAMENTAS FUNDAMENTAIS NA DISTRIBUIÇÃO 1 ÍNDICE Introdução... 1. Monitoramento de entregas... 1.1 Como a tecnologia pode ajudar a central de monitoramento

Leia mais

PRESIDÊNCIA 19/06/2013 RESOLUÇÃO Nº 96/2013

PRESIDÊNCIA 19/06/2013 RESOLUÇÃO Nº 96/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DA PROPRIEDADE INDUSTRIAL PRESIDÊNCIA 19/06/2013 RESOLUÇÃO Nº 96/2013 EMENTA: Dispõe sobre o acesso,

Leia mais

MANUAL DO ESTAGIÁRIO WWW.CIEESC.ORG.BR

MANUAL DO ESTAGIÁRIO WWW.CIEESC.ORG.BR MANUAL DO ESTAGIÁRIO WWW.CIEESC.ORG.BR SEJA BEM VINDO! É com muito prazer que o CIEE-SC recebe você como estagiário. O estágio é o seu primeiro passo para uma carreira de sucesso. Grandes executivos começaram

Leia mais

MOBILIDADE CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO SETOR DE TRANSPORTES EM SALVADOR. Palestrante: Horácio Brasil

MOBILIDADE CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO SETOR DE TRANSPORTES EM SALVADOR. Palestrante: Horácio Brasil MOBILIDADE CENÁRIOS E TENDÊNCIAS DO SETOR DE TRANSPORTES EM SALVADOR Palestrante: Horácio Brasil MAIO 2013 Var% 2011/2001 CRESCIMENTO POPULACIONAL 20,00 15,00 14,72 16,07 11,60 10,00 8,36 6,69 5,00 3,77

Leia mais

ESTACIONAMENTO ROTATIVO PÚBLICO

ESTACIONAMENTO ROTATIVO PÚBLICO PROBLEMAS SOLUÇÕES Crescente número de veículos Vagas restritas Cobrança ilegal do estacionamento (Flanelinhas) Falta de controle de gestão (vagas, arrecadação, tempo, infrações, etc...) Sinalização Falta

Leia mais

ESTUDO DIRIGIDO DA DISCIPLINA PLANEJAMENTO URBANO. CURSO: CST GESTÃO PÚBLICA REFERÊNCIA: Planejamento Urbano 1ª Edição 2012 (Intersaberes)

ESTUDO DIRIGIDO DA DISCIPLINA PLANEJAMENTO URBANO. CURSO: CST GESTÃO PÚBLICA REFERÊNCIA: Planejamento Urbano 1ª Edição 2012 (Intersaberes) ESTUDO DIRIGIDO DA DISCIPLINA PLANEJAMENTO URBANO CURSO: CST GESTÃO PÚBLICA REFERÊNCIA: Planejamento Urbano 1ª Edição 2012 (Intersaberes) MÓDULO A 2015 FASE II Nesta Rota de Aprendizagem destacamos a importância

Leia mais

INICIATIVAS INSPIRADORAS MOBILIDADE PROGRAMA CALÇADA SEGURA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP

INICIATIVAS INSPIRADORAS MOBILIDADE PROGRAMA CALÇADA SEGURA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP MOBILIDADE INICIATIVAS INSPIRADORAS PROGRAMA CALÇADA SEGURA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP ÍNDICE INTRODUÇÃO PERFIL DA CIDADE AS 7 ETAPAS PARA UMA CIDADE MAIS ACESSÍVEL LEGISLAÇÃO PARCERIAS FORMAÇÃO AÇÃO EDUCATIVA

Leia mais

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas:

A pesquisa de campo foi realizada com questões para os núcleos administrativo, pessoal e acadêmico e procura explorar duas situações distintas: 4 Pesquisa de campo Neste capitulo será apresentado o resultado dos questionários da pesquisa de campo que serviu para o estudo de caso. A coleta de dados será dividida em: Núcleo administrativo Núcleo

Leia mais

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013

Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 Políticas de integração para mobilidade urbana em cidades coordenadas por diferente modais Wagner Colombini Martins 20/09/2013 A gestão pública brasileira é marcada pela atuação setorial, com graves dificuldades

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE BICICLETAS NA FISCALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE.

A UTILIZAÇÃO DE BICICLETAS NA FISCALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE. A UTILIZAÇÃO DE BICICLETAS NA FISCALIZAÇÃO DO TRÂNSITO E TRANSPORTE. EMDEC Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas S/A RESENHA A utilização de bicicletas na fiscalização do trânsito ocorre em

Leia mais

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA

PLANOS DE MOBILIDADE URBANA IMPLANTAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE MOBILIDADE URBANA: PLANOS DE MOBILIDADE URBANA RENATO BOARETO Brasília, 28 de novembro de 2012 Organização Não Governamental fundada em 2006 com a missão de apoiar a

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-00421/2015 do Vereador José Police Neto (PSD)

PROJETO DE LEI 01-00421/2015 do Vereador José Police Neto (PSD) Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo PROJETO DE LEI 01-00421/2015 do Vereador José Police Neto (PSD) ""Dispõe sobre a regulamentação do compartilhamento

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL PROCESSO FPTI-BR Nº. 0001/2014 EDITAL Nº. 020/2014

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL PROCESSO FPTI-BR Nº. 0001/2014 EDITAL Nº. 020/2014 FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU BRASIL PROCESSO FPTI-BR Nº. 0001/2014 EDITAL Nº. 020/2014 A Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil (FPTI-BR), por meio do PTI Ciência, Tecnologia e Inovação (PTI C,T+I),

Leia mais

Belo Horizonte: desafios, expectativas e oportunidades para aprimoramento da política e gestão de estacionamento

Belo Horizonte: desafios, expectativas e oportunidades para aprimoramento da política e gestão de estacionamento Belo Horizonte: desafios, expectativas e oportunidades para aprimoramento da política e gestão de estacionamento Ramon Victor Cesar Presidente da BHTRANS Sumário Geral Sumário 1. PlanMob-BH Plano Diretor

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS Lúcia Maria Mendonça Santos Marcos Daniel Souza dos Santos Paula Coelho da Nóbrega Departamento de Mobilidade Urbana Secretaria Nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana

Leia mais

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA.

DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. DEFINIÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS E DOS DESAFIOS DO TRANSPORTE URBANO DE CARGA. Caro participante, Agradecemos a sua presença no III Megacity Logistics Workshop. Você é parte importante para o aprimoramento

Leia mais