REDE SALESIANA DE ESCOLAS COLÉGIO SALESIANO REGIÃO OCEÂNICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REDE SALESIANA DE ESCOLAS COLÉGIO SALESIANO REGIÃO OCEÂNICA"

Transcrição

1 NOTA Aluno(a): 2012/012P08201_Lista 3(fh) LISTA PERÍODO PORTUGUÊS 3 2º ANO 8º TURMA DATA LINGUA VIVA 1) Leia este texto, extraído da revista Língua Portuguesa: Cerca de 300 línguas africanas foram trazidas ao Brasil, principalmente da África Ocidental (grupo de banto e ioruba). Ao que tudo indica, vieram 3,8 milhões de negros, bem mais que os 800 mil enviados aos Estados Unidos. (Língua Portuguesa, nº 2. p. 55) a) Em que voz verbal está a primeira oração do texto? b) Passe essa oração para a voz passiva sintética. 2) No trecho Ao que tudo indica, vieram 3,8 milhões de negros, bem mais que os 800 mil enviados aos Estados Unidos, há três verbos e, consequentemente, três orações. Identifique a voz em que está cada uma delas. 3) Transforme a voz passiva analítica dos verbos das seguintes orações em voz passiva sintética. Atente para a concordância do verbo com o sujeito. Veja o exemplo: As inscrições para o torneio de futebol já foram encerradas. Encerraram-se as inscrições para o torneio de futebol. a) Os lanches naturais foram vendidos rapidamente. b) O carro foi comprado por um bom preço. c) Foram mencionados outros alunos para o campeonato. REDE SALESIANA DE ESCOLAS COLÉGIO SALESIANO REGIÃO OCEÂNICA Rua Dr. Cornélio de Mello Júnior, 117 Piratininga tel

2 d) Esta marca de computador não é conhecida. e) Flores foram atiradas nos manifestantes. 4) Identifique nas frases a seguir cada um dos recursos linguísticos destacados. Trata-se de personificação, eufemismo ou hipérbole? a) Galanteio No coração de uma dália Deu seu beijo um beija-flor Depois escreveu no vento: Todo o meu amor te dou (Francisco Morales Santos, Poemas com sol e sons, São Paulo: Melhoramentos, 2000.p.38) b) Estas espinhas todas na testa, no nariz, no queixo, será que não vão mais sumir? Será que deixarão crateras Na minha cara? (Elias José. Tormento. In: Cantigas de adolescer.7.ed. São Paulo: Atual, P.30) c) Não sei como pôr para fora essas ideias malucas que me sacodem a cabeça. É coisa muito esquisita, Parece assombração: Palavras que nascem feitas Sem nenhuma explicação. [...] (Carlos Queiroz Telles. Sonhos, grilos e paixões. São Paulo: Moderna, P.30) 2

3 5) Observe a imagem do anúncio. a) Que tipo de lugar é esse? Que elementos dão ideia do tipo de lugar? b) Que elementos da imagem são estranhos a esse tipo de lugar? c) Interprete: O que esses elementos estranhos ao lugar sugerem? d) A imagem do anúncio é compatível com o enunciado principal e com a finalidade do anúncio? Justifique sua resposta. 3

4 6) O anúncio foi produzido pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET). À direita, na parte superior, lemos: Brasil: campeão em acidentes de trânsito. Vamos perder este título. Com base no enunciado, deduza: Qual é a finalidade do anúncio? 7) As placas que aparecem no anúncio são sinais de trânsito. Que figura de linguagem há na relação entre as placas e as normas de trânsito? Leia a seguir a letra de uma canção que Gilberto Gil fez para o filme Um trem para as estrelas, de Carlos Dieguez, em ) No texto, o eu lírico se dirige ao Sol. a) O que pede a ele? b) Provavelmente, em que parte do dia ou da noite é feito este pedido? c) O eu lírico pede ao Sol que atenda à sua voz e ao seu saxofone. O uso desse verbo dá ao Sol uma posição de destaque ou de inferioridade ao eu lírico? Justifique. 9) Como você sabe, regência é a relação que se estabelece entre dois termos: o subordinante (o termo que exige outro) e o subordinado (o termo regido pelo primeiro). No texto, encontramos várias situações de regência. Qual ou quais são os termos regidos: a) pelo verbo acende? b) pelo verbo despertar? 4

5 c) pelo verbo atende, do 8º parágrafo? d) pelo substantivo cor? 10) As relações observadas na questão anterior são de regência verbal ou nominal? 11) Observe estas regências: saxofone cor do Sol Sol nasce d ouro Nas duas situações, as expressões destacadas ligam-se aos termos subordinantes por meio da preposição de. Ambas as expressões têm valor de adjetivo. a) Que substantivos essas expressões acompanham? b) Que adjetivos corresponderiam a elas? 12) Leia esta frase: O programa de implantação de termelétricas brasileiro sofreu atrasos em virtude de disputas judiciais entre as empresas interessadas em explorar o setor. Esta frase pode dar a impressão de que, quanto à concordância nominal, não está de acordo com o padrão culto da língua. a) Transcreva o trecho que pode causar tal impressão. b) Explique por que, na verdade, não ocorre a inadequação. c) Reordene o trecho, de modo a evitar a impressão de inadequação. 13) Compare as frases 1 e 2 de cada par e copie a 2, refazendo a concordância nominal. Se houver duas concordâncias válidas, indique-as. 5

6 a. 1) Ele viveu algumas paixões e aventuras tumultuadas. 2) Ele viveu paixões e um casamento. b. 1) É necessário valorizar a música e a dança brasileiras. 2) É necessário valorizar o cinema e a dança. c. 1) Com o golpista, a polícia apreendeu documentos e cheques falsos. 2) Com o golpista, a polícia apreendeu documentos e passagens. d. 1) O pescador narrava curiosas lendas e histórias do mar. 2) O pescador narrava casos e histórias do mar. 14) Transcreva as frases, substituindo a palavra em destaque pela palavra indicada nos parênteses e estabelecendo adequadamente a concordância nominal. a) O professor fez muitos elogios ao nosso trabalho. ( bastante) b) Após a corrida, os atletas estavam muito cansados. (bastante) c) A viagem de barco foi um pouco monótona. (meio) 15) Transcreva as frases, substituindo o verbo em destaque pelo indicado nos parênteses. Faça as adaptações necessárias para adequar a regência verbal à norma culta. a) Os animais amestrados respeitam os seus treinadores. (obedecer) b) Por que você não ficou no clube ontem? (Ir) c) A miséria mundial atingiu uma situação trágica. (chegar) 6

7 d) Sempre gostou mais da cidade do que do campo. (preferir) 16) Das cinco frases a seguir, duas não estão adequadas à regência verbal recomendada pela variedade culta da língua. Copie-as fazendo a adequação. a) Ele jamais ousaria desobedecer ao pai. b) Ele jamais ousaria desobedecer à sua mãe. c) As crianças preferem mais as festas do que os passeios. d) É inacreditável simpatizar com aquele político arrogante. e) Retirei dinheiro do banco para pagar o dentista. 17) Copie as frases, substituindo o verbo em destaque pelo indicado entre parênteses. Faça as alterações necessárias para adequar a nova frase à variedade culta da língua. a) As pessoas sensatas não aceitam essa situação absurda. (concordar) b) Não vi o jogo que a TV transmitiu no domingo. (assistir) c) Toda pessoa sonha com um mínimo de dignidade. (aspirar) d) Muitas entidades sociais objetivam um melhor entendimento às pessoas carentes. (visar) 18) As frases a seguir são comuns na variedade coloquial da língua. Transcreva-as de acordo com a norma culta. a) As ruas que eu corro à tarde são bem tranquilas. b) Minha mãe é a pessoa que eu mais confio. c) As pessoas que eu discuti com elas ficaram irritadas. 7

8 19) Complete com a forma verbal adequada entre parênteses. a) cinco horas quando você chegou. ( era/eram) b) Quando ela entrou meio dia. ( era/eram) c) Já sete horas e Maria não chega. ( é/ são) d) Nossa! uma hora e quinze minutos. ( é/ são) e) Puxa, onze horas e eu estou morrendo de fome. (é/ são) 20) Preencha os espaços com o verbo ser entre parênteses, fazendo concordância. a) Se não nós, ele seria reprovado. (fosse/ fôssemos) b) O representante de classe eu. ( é/ sou) c) Veja como a vida. ( é/ são) d) Observe como tudo alegrias. (é/ são) e) eu que fiz o exercício. ( fui/ foi) f) nós que trouxemos as flores. (foi/ fomos) g) nós que fazíamos as festas da igreja. ( era/ éramos) h) A minha vida meus amigos. (é/ são) 21) Coloque nos parênteses (A) para voz ATIVA, (P) para voz PASSIVA e (R) para voz REFLEXIVA. ( ) O livro foi lido por mim. ( ) Ele olhou-se no espelho. ( ) A menina pegou o gato no colo. ( ) Tudo foi feito por nós. ( ) Ela se viu naquela cidade sozinha. ( ) Quero um sorvete de chocolate. 22) Sublinhe os verbos das orações abaixo, observando o tempo verbal. Depois passe as orações para a voz passiva (atenção: verbo auxiliar ser conjugado + particípio). a) (eu) Comprei vários objetos. b) Os meninos e as meninas liam muitos livros. c) Zezinho quebra o vaso. d) As crianças ligariam o rádio. 8

9 e) Eles escolherão a casa. 23) Sublinhe os verbos das orações e passe-as para a voz ativa. Atenção ao tempo verbal do verbo ser. a) O livro será entregue pela professora. b) Um pedido foi feito por nós ao diretor. c) Um bom filme é feito por um grande diretor. 24) Reescreva as frases, empregando de acordo com a variedade padrão os pronomes pessoais oblíquos átonos entre parênteses. a) A dona da casa recebeu friamente. (nos) b) Que a sorte acompanhe, filho! (o) c) Enviarei, por sedex, os documentos que pediu. (lhe, me) d) Quem candidataria à diretoria do grêmio estudantil neste momento? (se) e) Viu no espelho tão diferente e bela, que sorriu. (se) 25) Leia este poema de Oswald de Andrade e responda às questões propostas: Pronominais Dê-me um cigarro Diz a gramática Do professor e do aluno E do mulato sabido Mas o bom negro e o bom branco Da Nação Brasileira Dizem todos os dias Deixa isso camarada Me dá um cigarro. (Poesias reunidas,5.ed Rio de Janeiro. Civilização Brasileira, P.125) 9

10 a) Como se pode notar, o poema apresenta título em letras minúsculas e não traz nenhuma pontuação. Isso ocorre porque seu autor, Oswald de Andrade, foi um dos fundadores do Modernismo, movimento que defendia o uso, na literatura, de uma língua brasileira, popular e próxima da fala. Esse poema articula em torno de uma questão linguística: a forma mais adequada de pedir um cigarro. Quais são as duas formas mencionadas no texto? b) Essas variações linguísticas ainda hoje se opõem na língua portuguesa do Brasil. ) Qual delas representa a variedade padrão da língua? ) Qual representa a variedade popular? ) O que está em desacordo com a variedade padrão na frase Me dá um cigarro? GABARITO 1) a) Voz passiva analítica b) Trouxeram-se cerca de 300 línguas africanas... 2) tudo indica: voz ativa; vieram 3,8 milhões de negros: voz ativa; os 800 mil enviados aos Estados Unidos: voz passiva. 3- a) Venderam-se rapidamente os lanches naturais. b) Comprou-se o carro por um bom preço. c) Mencionaram-se outros alunos para o campeonato. d) Não se conhece estar marca de computador. e) Atiraram-se flores nos manifestantes. 4- a) personificação b) hipérbole c) personificação 5) a) É um cemitério. Os elementos que indicam isso são as cruzes no gramado. b) As placas de trânsito. c) Sugerem que houve muitas mortes por acidentes de trânsito e que esses acidentes ocorreram por desrespeito às normas de trânsito. d) Sim, pois por meio de uma imagem impactante como essa, o anunciante sugere que respeitar a sinalização no trânsito é imprescindível para a vida. 10

11 6) Ajudar a reduzir o número de acidentes de trânsito. 7) Metonímia. 8- a) Que nasça. b) Durante a madrugada, antes de o Sol nascer. c) De destaque, pois o Sol é esperado e valorizado. 9- a) a luz. b) a mim, a tudo mais. c) à minha voz, ao meu saxofone. d) do Sol. 10) As três primeiras são de regência verbal, e a última é de regência nominal. 11- a) saxofone e Sol, respectivamente b) solar, dourado. 12- a) O programa Brasileiro de implantação de termelétricas brasileiro b) O adjetivo brasileiro (masculino e singular) não se relaciona a termelétricas e sim a programa (masculino e singular). c) O programa brasileiro de implantação de termelétricas sofreu [...] 13- a) tumultuado/ tumultuados (comentar que, em 2, tumultuados é preferível, pois favorece a clareza. b) brasileira/ brasileiros (para maior clareza, convém empregar brasileiros.) c) falsas/falsos d) curiosos 14- a) O professor fez bastantes elogios ao nosso trabalho. b) Após a corrida, os atletas estavam bastante cansados. c) A viagem de barco foi meio monótona. 15- a) Os animais amestrados obedecem aos seus treinadores. b) Por que você não foi ao clube ontem? c) A miséria mundial chegou a uma situação trágica. d) Sempre preferiu a cidade grande ao campo. 16) Frase C: As crianças preferem as festas aos passeios. Frase E: Retirei dinheiro do banco para pagar ao dentista. 17- a) As pessoas sensatas não concordam com essa situação absurda. b) Não assisti ao jogo que a Tv transmitiu no domingo. c) Toda pessoa aspira a um mínimo de dignidade. d) Muitas entidades sociais visam a um melhor atendimento às pessoas carentes. 18- a) As ruas em que/nas quais/onde eu corro à noite são bem tranquilas. b) Minha mãe é a pessoa em quem/na qual/em que eu mais confio. c) As pessoas com quem/ com as quais eu discuti ficaram irritadas. 19- a) Eram b) era c) são d) é e) são 11

12 20- a) fôssemos b) sou c) é d) são e) fui f) fomos g) éramos h) são 21) P, R, A, P, R, A 22- a) Vários objetos foram comprados por mim. b) Muitos livros eram lidos pelos meninos e pelas meninas. c) O vaso é quebrado por Zezinho. d) O rádio seria ligado pelas crianças. e) A casa será escolhida por eles. 23- a) A professora entregará o livro. b) Nós fizemos um pedido ao diretor. c) Um grande diretor faz um bom filme. 24- a) A dona de casa recebeu-nos friamente. b) Que a sorte o acompanhe, filho! c) Enviar-lhe-ei, por sedex, os documentos que me pediu. d) Quem se candidataria à diretoria... e) Viu-se no espelho a) Dê-me um cigarro e Me dá um cigarro b- ) Dê-me um cigarro. ) Me dá um cigarro ) A colocação proclítica do pronome me, uma vez que, segundo a variedade padrão, os pronomes oblíquos átonos não devem iniciar frases. 12

O GAROTO QUEBROU A VIDRAÇA. QUEBROU-SE A VIDRAÇA.

O GAROTO QUEBROU A VIDRAÇA. QUEBROU-SE A VIDRAÇA. VOZES VERBAIS VOZ ATIVA VOZ PASSIVA ANALÍTICA VOZ PASSIVA SINTÉTICA O GAROTO QUEBROU A VIDRAÇA. A VIDRAÇA FOI QUEBRADA PELO GAROTO. QUEBROU-SE A VIDRAÇA. EXERCÍCIOS Leitura: pág. 66 a 74. Pág. 66 e 67

Leia mais

MATÉRIA: Língua Portuguesa. PROFESSOR: Karla Gomes. SÉRIE: 3º ano. TIPO: Trabalho de Recuperação - 2ª etapa

MATÉRIA: Língua Portuguesa. PROFESSOR: Karla Gomes. SÉRIE: 3º ano. TIPO: Trabalho de Recuperação - 2ª etapa MATÉRIA: Língua Portuguesa PROFESSOR: Karla Gomes SÉRIE: 3º ano TIPO: Trabalho de Recuperação - 2ª etapa QUESTÃO 01- (ITA SP) Leia com atenção a seguinte frase de um texto publicitário: Esta é a escola

Leia mais

ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 3º TRIMESTRE GRAMÁTICA 2º ANO

ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 3º TRIMESTRE GRAMÁTICA 2º ANO ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 3º TRIMESTRE GRAMÁTICA 2º ANO 1. No lugar das lacunas, empregue adequadamente as palavras entre parênteses. a) Já é -dia e. (meio) b) Pareciam preocupadas com

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

Curso: Fundamental II Disciplina: Língua Professor: Virgilio

Curso: Fundamental II Disciplina: Língua Professor: Virgilio Nome do aluno: Nº: Turma: 8º anos A, B, C, D, E Curso: Fundamental II Disciplina: Língua Professor: Virgilio Portuguesa Bimestre: Tipo de atividade: Atividades de revisão Data: / /2009 3º bimestre Objetivo:

Leia mais

1. Reescreva a fala do Cebolinha, no 1º quadrinho, de acordo com a norma gramatical. Em seguida circule os adjuntos adnominais.

1. Reescreva a fala do Cebolinha, no 1º quadrinho, de acordo com a norma gramatical. Em seguida circule os adjuntos adnominais. EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO DE PORTUGUÊS SERIE: 7 ANO TURMA: 3 BIMESTR DATA / /2010 PROFESSORA: CLAUDIA ALUNO (A): NOTA: Nº: Leia a tira com atenção. 1. Reescreva a fala do Cebolinha, no 1º quadrinho, de

Leia mais

TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação

TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios - Recuperação Nome: Nº 8º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina(s): Português Data: Professor(a): Érica Beatriz Nota: Leia o texto de Clarice Lispector e veja

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 7 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Sotaque mineiro: é ilegal, imoral ou engorda? Gente, simplificar é um pecado. Se a vida não fosse tão corrida, se não tivesse

Leia mais

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No.

COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 9º Ano Profº: Clécio Oliveira Língua 65 Portuguesa Aluno (a):. No. Trabalho Avaliativo Valor: 30 % Nota: Minhas Férias Eu, minha mãe, meu pai, minha irmã (Su) e meu cachorro

Leia mais

Data de entrega 16/03/2015 segunda-feira Frase, oração e período

Data de entrega 16/03/2015 segunda-feira Frase, oração e período Nome: Ano: 7 ano Disciplina: P.T. Textos Nº: Data: Professor: Valdeci Lopes Data de entrega 16/03/2015 segunda-feira Frase, oração e período 1. Leia a tirinha abaixo: Reescreva a frase nominal do quadrinho,

Leia mais

PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula!

PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula! PONTUAÇÃO: é preciso saber usar a vírgula! Bete Masini A pontuação é, sem dúvida, um dos principais elementos coesivos do nosso texto. Certamente, não podemos crer no que muitos já falaram (e ainda falam):

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 2 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 4 EF 1- Observe as tirinhas abaixo. a) O que há em comum nas duas histórias? b) Na primeira tirinha,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 7º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

LÍNGUA PORTUGUESA 7º ano 2º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES 1. Você aprendeu que o sujeito é o termo da oração que informa de que ou de quem se fala e que o predicado é o termo que contém uma informação sobre o sujeito. Nas orações abaixo, transcreva e classifique

Leia mais

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática

Inglesar.com.br Aprender Inglês Sem Estudar Gramática 1 Sumário Introdução...04 O segredo Revelado...04 Outra maneira de estudar Inglês...05 Parte 1...06 Parte 2...07 Parte 3...08 Por que NÃO estudar Gramática...09 Aprender Gramática Aprender Inglês...09

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

PORTUGUÊS CIDA BISPO

PORTUGUÊS CIDA BISPO TIPO 1 PORTUGUÊS CIDA BISPO 7º UNIDADE IV Orientações: Não será aceita a utilização de corretivo; não será permitido o empréstimo de material durante a avaliação; use somente caneta esferográfica azul

Leia mais

03. Resposta: E. Página 552 02.

03. Resposta: E. Página 552 02. Orações coordenadas Página 550 a) O aquecimento excessivo do planeta é um fato incontestável [1], por isso muitos países já implantaram programas de redução de poluentes [2], mas / porém / no entanto o

Leia mais

Língua Portuguesa RESOLUÇÃO

Língua Portuguesa RESOLUÇÃO PROCESSO SELETIVO/2009 CADERNO 2 Respostas da 2. a Fase Língua Portuguesa RESOLUÇÃO FGVS-2.ªFase/2.ºCad-Língua Portuguesa-Resolução-manhã 2 LÍNGUA PORTUGUESA Leia o texto para responder às questões de

Leia mais

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor

Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Colégio dos Santos Anjos Avenida Iraí, 1330 Planalto Paulista www.colegiosantosanjos.g12.br A Serviço da Vida por Amor Curso: Nome do (a) Aluno (a): Ano: 3º Componente Curricular: Língua Portuguesa Professor

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ª Etapa 2014 Disciplina: Língua Portuguesa Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turma: 9.1 e 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

O Açúcar. Leia este poema de Ferreira Gullar. Com que adoço meu café esta manhã em Ipanema.

O Açúcar. Leia este poema de Ferreira Gullar. Com que adoço meu café esta manhã em Ipanema. 8 Gramática -Revisão 8º ano DATA: /09/15: Unidade Centro Aluno (a) Professora: MARIA DO CARMO Leia este poema de Ferreira Gullar. O Açúcar O branco açúcar que adoçará meu café Nesta manhã de Ipanema Não

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 9 o ano 1 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Responda às questões 1, 2 e 3, após a leitura de um fragmento do texto Homem no mar, de Rubem Braga. De minha varanda vejo,

Leia mais

Avaliação 1 o Bimestre

Avaliação 1 o Bimestre Avaliação 1 o Bimestre NOME: N º : CLASSE: Na primeira unidade você leu uma letra de música do grupo Skank sobre a grande emoção que o futebol desperta na maioria dos brasileiros. Na segunda, você leu

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

Termos integrantes da oração Objeto direto e indireto

Termos integrantes da oração Objeto direto e indireto Termos integrantes da oração Objeto direto e indireto Termos integrantes da oração Certos verbos ou nomes presentes numa oração não possuem sentido completo em si mesmos. Sua significação só se completa

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

Nome: Vão acabar comigo?

Nome: Vão acabar comigo? Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Ano / Série: 8º Professor(a): JULIANE GALINDO Data: / / 2014 Roteiro de Recuperação Final Nome: Matéria: Interpretação de texto Sujeito e tipos Predicado e tipos Complementos

Leia mais

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e

Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e Conhecer o conteúdo programático do componente Língua Portuguesa e desenvolver habilidades de compreensão, interpretação e produção de textos orais e escritos à maneira adequada do padrão da língua materna;

Leia mais

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as.

2- Nas frases a seguir estão destacadas quatro formas verbais de um mesmo verbo. Compare-as. FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Nome: nº Data: 7º ano Profa.:Juliana Sanches

Nome: nº Data: 7º ano Profa.:Juliana Sanches 1 Nome: nº Data: 7º ano Profa.:Juliana Sanches Conteúdo: - Predicação Verbal; - Modo e Tempo Verbal; - Vozes Verbais. Trabalho para Recuperação 01. Leia a tira. a) Na oração Queria mandar um alô para o

Leia mais

Prova bimestral. Língua portuguesa. 4 o Bimestre 5 o ano

Prova bimestral. Língua portuguesa. 4 o Bimestre 5 o ano Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 4 o Bimestre 5 o ano Língua portuguesa 1. Você já parou para pensar que saber usar a língua portuguesa

Leia mais

Profª.: Elysângela Neves

Profª.: Elysângela Neves Profª.: Elysângela Neves Regência É a relação sintática que se estabelece entre um termo regente ou subordinante (que exige outro) e o termo regido ou subordinado (termo regido pelo primeiro) A regência

Leia mais

O objeto direto preposicionado pode ocorrer quando: Estiver representando nomes próprios. Ex.: Sempre quis viajar a Fernando de Noronha.

O objeto direto preposicionado pode ocorrer quando: Estiver representando nomes próprios. Ex.: Sempre quis viajar a Fernando de Noronha. Em alguns casos, o objeto direto pode ser introduzido por preposição: é o chamado objeto direto preposicionado. Nesses casos, o verbo é sempre transitivo direto, e seu complemento é, obviamente, um objeto

Leia mais

Atividade Extraclasse Língua Portuguesa

Atividade Extraclasse Língua Portuguesa ADVÉRBIO Instituto Presbiteriano de Educação Goiânia, de abril de 2013. Nome: Professor(a): Elaine Costa O amor é paciente. (I Coríntios 13:4) 7º Ano Atividade Extraclasse Língua Portuguesa É a classe

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões 1 e 2. O MELHOR DE CALVIN /Bill Watterson MÃE, O

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

Prazer em Conhecê-lo. APRENDA Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto

Prazer em Conhecê-lo. APRENDA Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto EU E VOCÊ Unidade 1 01 Prazer em Conhecê-lo Cumprimentos Dias da Semana Meses do Ano O Alfabeto 02 Frases: Afirmativa, Negativa, Interrogativa Artigos: Definidos e Indefinidos Substantivos e Adjetivos

Leia mais

Leia o poema de Carlos Drummond de Andrade e a seguir responda à questão proposta.

Leia o poema de Carlos Drummond de Andrade e a seguir responda à questão proposta. Leia o poema de Carlos Drummond de Andrade e a seguir responda à questão proposta. Família Três meninos e duas meninas, sendo uma ainda de colo. a cozinheira preta, a copeira mulata, o papagaio, o gato,

Leia mais

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal:

208. Assinale a única frase correta quanto ao uso dos pronomes pessoais: 209. Assinale o exemplo que contém mau emprego de pronome pessoal: 207. Complete com eu ou mim : CLASSES DE PALAVRAS PRONOME: - eles chegaram antes de. - há algum trabalho para fazer? - há algum trabalho para? - ele pediu para elaborar alguns exercícios; - para, viajar

Leia mais

Roteiro de recuperação - Gramática

Roteiro de recuperação - Gramática Roteiro de recuperação - Gramática Professor da Disciplina: Cássio Data: / / 2º TRIMESTRE Aluno (a): Nº: Nota: Ano 2º Ensino Médio Período: Matutino Valor da avaliação: 10,0 Conteúdo 2º: ano: Regência

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

Gabarito - LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA - Grupos D, E, F e G. Leia o conceito de pontuação e os fragmentos de texto abaixo:

Gabarito - LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA - Grupos D, E, F e G. Leia o conceito de pontuação e os fragmentos de texto abaixo: Leia o conceito de pontuação e os fragmentos de texto abaixo: Pontuar é sinalizar gramatical e expressivamente um texto. Celso Cunha, Gramática do Português Contemporâneo, p.618. Texto I Que bom vento

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE LÍNGUA PORTUGUESA Nome: Nº 8º Data / / Professor: Nota: A INTRODUÇÃO Agora, você terá a oportunidade de recuperar os conteúdos do ano por meio de um roteiro de estudo. Leia

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 1 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos

Pessoais Do caso reto Oblíquo. Possessivos. Demonstrativos. Relativos. Indefinidos. Interrogativos Pessoais Do caso reto Oblíquo Possessivos Demonstrativos Relativos Indefinidos Interrogativos Os pronomes is indicam diretamente as s do discurso. Quem fala ou escreve, assume os pronomes eu ou nós, emprega

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas.

Quanto à classificação das orações coordenadas, temos dois tipos: Coordenadas Assindéticas e Coordenadas Sindéticas. LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL 9º ANO - PORTUGUÊS Caro aluno, seguem abaixo os assuntos para a prova de exame. É só um lembrete, pois os mesmos estão nas apostilas do primeiro bimestre, segundo e terceiro

Leia mais

Março Gramática 2ª Série

Março Gramática 2ª Série Março Gramática 2ª Série Querido (a) aluno (a), Esta é a nossa primeira dica mensal. Nela você encontrará informações complementares sobre o conteúdo e, também, atividades de aplicação do conhecimento.

Leia mais

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo

Letras. Objetivo. Aspectos das Conexões Sintáticas. Prof a. Dr a. Leda Szabo Letras Prof a. Dr a. Leda Szabo Aspectos das Conexões Sintáticas Objetivo Diferenciar o objeto de estudo da análise de base sintática do objeto de estudo da análise do discurso. Compreender a diferença

Leia mais

Erros mais freqüentes

Erros mais freqüentes Lição 1 Erros mais freqüentes Extraímos de comunicações empresariais alguns erros, que passamos a comentar: 1. Caso se faça necessário maiores esclarecimentos... Apontamos duas falhas: 1. Caso se faça

Leia mais

Festas, compras, encontros e desencontros Leitura: atividades

Festas, compras, encontros e desencontros Leitura: atividades Festas, compras, encontros e desencontros Leitura: atividades 1. Escreva Certo (C) ou Errado (E) para as afirmações a seguir. A) Ela foi morar na casa do pai depois que ele faleceu. ( ) B) Ele gostava

Leia mais

TRE / RJ - AGENTE DE SEGURANÇA JUDICIÁRIA NOVEMBRO DE 1995 2º GRAU

TRE / RJ - AGENTE DE SEGURANÇA JUDICIÁRIA NOVEMBRO DE 1995 2º GRAU TRE / RJ - AGENTE DE SEGURANÇA JUDICIÁRIA NOVEMBRO DE 1995 2º GRAU Texto HISTÓRIA DO RIO DE JANEIRO (Fragmento) Stanislaw Ponte Preta A coisa começou no século XVI, pouco depois que Pedro Álvares Cabral,

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÃO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 7 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 7 I Ser + adjetivo Estar + adjetivo Eu sou Eu estou Você/ ele/ ela é Você/ ele/

Leia mais

As palavras: QUE, SE e COMO.

As palavras: QUE, SE e COMO. As palavras: QUE, SE e COMO. Enfocaremos, nesse capítulo, algumas particularidades das referidas palavras. Professor Robson Moraes I A palavra QUE 1. Substantivo aparece precedida por artigo e exerce funções

Leia mais

O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS

O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS O PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO: AS ORAÇÕES COORDENADAS 1. Leia as orações dos itens seguintes, observando o tipo de relação semântica existente entre elas. Reescreva-as e ligue-as, empregando uma conjunção

Leia mais

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira)

Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro Antônio de Oliveira) PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 PRA DAR NO PÉ (Pedro

Leia mais

Período composto por subordinação

Período composto por subordinação Período composto por subordinação GRAMÁTICA MAIO 2015 Na aula anterior Período composto por coordenação: conjunto de orações independentes Período composto por subordinação: conjunto no qual um oração

Leia mais

REGÊNCIA VERBAL VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS (VTD).

REGÊNCIA VERBAL VERBOS TRANSITIVOS DIRETOS (VTD). REGÊNCIA VERBAL Regência verbal é a relação de dependência, de subordinação, que se estabelece entre os verbos e seus complementos. Regência é a matéria que mais dificuldades traz ao estudante pela variedade

Leia mais

Língua Portuguesa VERBO Parte I

Língua Portuguesa VERBO Parte I Língua Portuguesa VERBO Parte I Conceito geral: Verbo é a palavra que expressa ação, estado, mudança de estado ou indica fenômeno da natureza. Verbo Quando se pratica uma ação, a palavra que representa

Leia mais

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto

7 Tal pai, tal filho. Acabada a assembléia da comunidade de. Cenatexto JANELA A U L A 7 Tal pai, tal filho Cenatexto Acabada a assembléia da comunidade de Júpiter da Serra, em que se discutiu a expansão da mineradora, dona Ana volta para casa com o Samuel, seu garotinho.

Leia mais

d) Os vigilantes acompanhavam um caminhão que transportava um insumo

d) Os vigilantes acompanhavam um caminhão que transportava um insumo Em Os dados foram divulgados ontem pelo Instituto Sou da Paz., a expressão destacada é a) adjunto adnominal. b) sujeito paciente. c) objeto indireto. d) complemento nominal. e) agente da passiva. 1 Em

Leia mais

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa

PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa 8 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL Língua portuguesa Escola: Nome: Turma: n o : Novartis perde processo sobre patente do Glivec na Índia A Suprema Corte da Índia rejeitou o apelo da Novartis AG pela

Leia mais

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Disciplina LINGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL II Professor MARIANA Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Substantivos: comum

Leia mais

TD DE RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: GRAMÁTICA SÉRIE: 7º ANO ENSINO FUNDAMENTAL 2

TD DE RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: GRAMÁTICA SÉRIE: 7º ANO ENSINO FUNDAMENTAL 2 TD DE RECUPERAÇÃO FINAL DISCIPLINA: GRAMÁTICA SÉRIE: 7º ANO ALUNO(A): PROFESSOR(A): OSG: Caro(a) aluno(a), Você está recebendo o TD DE RECUPERAÇÃO 2015, que deve ser feito em casa. O TD vale de zero a

Leia mais

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca

O que você faria... Liliana e Michele Iacoca Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T ata: D 13/8/09 Você já pensou no significado da palavra conviver? Assim como cada pessoa tem suas características físicas, cada um tem também

Leia mais

Na Internet Gramática: atividades

Na Internet Gramática: atividades Na Internet Gramática: atividades Dica: Antes de fazer as atividades abaixo, leia os documentos Modo subjuntivo geral e Presente do subjuntivo, no Banco de Gramática. 1. No trecho a seguir, extraído da

Leia mais

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS

AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 8 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: Texto para as questões de 1 a 7. AS TRÊS EXPERIÊNCIAS Há três coisas para

Leia mais

Concordância Nominal. 1. Regra Geral. 2. Regras Especiais. 3. Exercícios. 1. Regra Geral

Concordância Nominal. 1. Regra Geral. 2. Regras Especiais. 3. Exercícios. 1. Regra Geral Aula 15 GRAMÁTICA Concordância Nominal 1. Regra Geral. 2. Regras Especiais. 3. Exercícios. 1. Regra Geral Já estudamos um pouco de concordância verbal em nossas aulas sobre oração sem sujeito, em relação

Leia mais

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA

Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA Formação de PROFESSOR EU ME DECLARO CRIANÇA 1 Especial Formação de Professor Por Beatriz Tavares de Souza* Apresentação O livro apresenta os princípios da Declaração Universal dos Direitos da Criança.

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Curso Intermediário de LIBRAS

Curso Intermediário de LIBRAS Curso Intermediário de LIBRAS 1 Curso Intermediário de LIBRAS 2 Unidade 2 Fazer as compras Sábado foi dia de ir ao Tok Stok. Nós, casal, fomos passear e dar uma voltada para olhar os moveis e objetos.

Leia mais

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data:

FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: FACCAT FACULDADES INTEGRADAS DE TAQUARA Nomes: Ana Carvalho, Tairini, Ellen, Tâmiris, Cássia, Cátia Weber. Professor: Zenar Schein Data: Listagem Conteúdos: 6º ano ensino fundamental Morfologia Fonética

Leia mais

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br

Análise Sintática AMOSTRA DA OBRA. Português é simples. 2ª edição. Eliane Vieira. www.editoraferreira.com.br AMOSTRA DA OBRA www.editoraferreira.com.br O sumário aqui apresentado é reprodução fiel do livro 2ª edição. Eliane Vieira Análise Sintática Português é simples 2ª edição Nota sobre a autora Sumário III

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 8 PORTUGUÊS Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou às Unidades 1 e 2 do Livro do Aluno. Avaliação - Língua Portuguesa NOME: TURMA: escola:

Leia mais

Meu pássaro de papel

Meu pássaro de papel ALUNO (A): ANO: 3º TURMA: (A) (C) PROFESSOR (A): VALOR DA AVALIAÇÃO: 40 pontos DATA: CENTRO EDUCACIONAL SAGRADA FAMÍLIA 22 / 08 / 2013 TRIMESTRE: 2º NOTA: COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO

Leia mais

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO)

EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) EXERCÍCIOS DE PORTUGUÊS (6º ANO) ADJETIVO 1. Leia. Escreva o substantivo que dá nome ao animal citado no texto. 2. De acordo com a ilustração, escreva esse substantivo e uma palavra que atribua característica

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli

DIANA + 3. Roteiro de Henry Grazinoli DIANA + 3 Roteiro de Henry Grazinoli EXT. CALÇADA DO PORTINHO DIA Sombra de Pablo e Dino caminhando pela calçada do portinho de Cabo Frio. A calçada típica da cidade, com suas ondinhas e peixes desenhados.

Leia mais

FORTALECENDO SABERES LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal

FORTALECENDO SABERES LÍNGUA PORTUGUESA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA. Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 38.1 Conteúdos: Regência verbal 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidades: Distinguir a relação que se estabelece

Leia mais

Lista Complementar de Revisão

Lista Complementar de Revisão Aluno(a) Turma N o 7 o Ano - Ensino Fundamental II Data / / Matéria: PORTUGUÊS Professoras: Alessandra, Carla, Francis, Sheila e Thaís TEXTO Lista Complementar de Revisão A nova professora Dona Celinha

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 11 por

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras)

Animais em extinção - Formação de palavras (jogo de sílabas) - Letra O - Letra P - Formação de palavras (jogo de sílabas e jogo de letras) ABEU COLÉGIOS Disciplina: Língua Portuguesa Série: 1 ano / Fundamental I 1 Caderno 1 Seleção de módulos do Sistema de Ensino Ser 2014 Símbolos e Mensagens - Diferenciação de letra, palavra e número - Placas

Leia mais

6) Sublinhe com lápis colorido a frase em que o verbo papar é empregado como nesta: (...) Ele já papou muitos e muitos livros!

6) Sublinhe com lápis colorido a frase em que o verbo papar é empregado como nesta: (...) Ele já papou muitos e muitos livros! FICHA DA SEMANA 5º ANO A / B Instruções: 1- Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue a professora no dia seguinte; 2- As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno,

Leia mais

Página 556 01. a) Porque concordam com o substantivo tarefas (plural). b) Porque concorda com extinção (singular).

Página 556 01. a) Porque concordam com o substantivo tarefas (plural). b) Porque concorda com extinção (singular). Página 556 a) Porque concordam com o substantivo tarefas (plural). b) Porque concorda com extinção (singular). c) Sim, porque concorda com tarefas [uma tarefa das tarefas mais tradicionais e importantes

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE A PROVA. Esta prova é constituída por duas partes, separadas por um intervalo de 30 minutos. 1.ª Parte (45 minutos)

INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE A PROVA. Esta prova é constituída por duas partes, separadas por um intervalo de 30 minutos. 1.ª Parte (45 minutos) PA-LP 3 INSTRUÇÕES GERAIS SOBRE A PROVA Esta prova é constituída por duas partes, separadas por um intervalo de 30 minutos. 1.ª Parte (45 minutos) Durante este tempo, vais ler, com muita atenção, um texto

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 08 19 25 A questão 08 do código 07, que corresponde à questão 19 do código 08 e à questão 25 do código 09 Assinale a alternativa incorreta em relação à regência nominal. a) São poucos os cargos

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais. 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade

Orações subordinadas adverbiais. 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade Orações subordinadas adverbiais 9º ano Prof. Ana Santa Felicidade CAUSAL: causa, motivo. ** porque, visto que, já que Ex.: Viajaram ontem porque tinham tempo. COMPARATIVA: ideia de comparação. ** como,

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS

ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS Nome do Aluno (a): Ano: 2011 E.F. ( X ) E.M. ( ) Turma: 7 ano DATA / / Disciplina: Língua Portuguesa Professor (a): Daniely Lana Assinatura dos pais: ROTEIRO DE ESTUDOS AUTÔNOMOS Instruções: A proposta

Leia mais

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil

Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 6 por completo do livrotexto Muito Prazer Unidade 6 I Ir Preposição para + artigo Preposição a + artigo Eu vou Para + o = para o

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral

LÍNGUA PORTUGUESA Módulo Geral Módulo Geral CONCURSO: Ministério do Trabalho e Emprego CARGO: Auditor-Fiscal do Trabalho PROFESSOR: Pablo Jamilk Este curso é protegido por direitos autorais (copyright), nos termos da Lei n.º 9.610/1998,

Leia mais

Quem tem boca vai a Roma

Quem tem boca vai a Roma Quem tem boca vai a Roma AUUL AL A MÓDULO 14 Um indivíduo que parece desorientado e não consegue encontrar o prédio que procura, aproxima-se de outro com um papel na mão: - Por favor, poderia me informar

Leia mais

Códigos e linguagens. Remissão textual e pronomes

Códigos e linguagens. Remissão textual e pronomes Códigos e linguagens Remissão textual e pronomes Remissão textual Outro dia, decidi entrar no Orkut mesmo sabendo que há tempos ele não passa de um grande deserto virtual. Ao visitar comunidades e ler

Leia mais

Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que eu ia encontrar ( que eu encontraria ) o mundo e que (eu) tivesse coragem para a luta.

Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que eu ia encontrar ( que eu encontraria ) o mundo e que (eu) tivesse coragem para a luta. Tipos de Discurso (exercícios para fixação de conteúdo, bem como material de consulta e estudo). 1. Transforme a fala abaixo em um discurso indireto. Para tal, imagine que há, na cena, um narrador que

Leia mais