CIRCULAR N 12/2009. Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CIRCULAR N 12/2009. Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO. Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES"

Transcrição

1 CIRCULAR N 12/2009 Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de 2009 Ref.: Produto BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa Especial de Crédito PEC - BNDES O Superintendente da Área de Operações Indiretas, consoante Resolução da Diretoria do BNDES, COMUNICA aos AGENTES FINANCEIROS o aumento, no âmbito do Programa Especial de Crédito PEC-BNDES, do prazo total de financiamento de até 13 meses para até 24 meses, e do prazo de carência de até 5 meses para até 12 meses (Item 4 Condições de Financiamento); bem como a prorrogação do seu prazo de vigência para até (Item 10 Vigência). Os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados no PEC- BNDES, são definidos a seguir. 1. OBJETIVO Promover a competitividade das empresas dos setores da indústria, de comércio e serviços, exceto de construção civil de edifícios e serviços especializados para construção, por meio do financiamento a capital de giro. 2. BENEFICIÁRIAS Poderão ser beneficiadas com o apoio financeiro neste Programa, dentre as empresas definidas a seguir, aquelas de qualquer porte, enquadradas nos setores industrial e de comércio e serviços, exceto indústria de construção de edifícios e serviços especializados para construção (Divisões 41 e 43, da versão 2.0 da Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE). Para efeitos de enquadramento no Programa será considerado somente o código CNAE da atividade principal da Beneficiária Pessoas Jurídicas de Direito Privado, sediadas no País, cujo controle efetivo seja exercido, direta ou indiretamente, por pessoa física ou grupo de pessoas físicas, domiciliadas e residentes no País, e nas quais o poder de decisão esteja assegurado, em instância final, à maioria do capital votante representado pela participação acionária nacional; 2.2. Pessoas Jurídicas de Direito Privado, sediadas no País, cujo controle efetivo seja exercido, direta ou indiretamente, por pessoa física ou jurídica domiciliada no exterior; 2.3. Pessoas Jurídicas de Direito Privado controladas direta ou indiretamente por Pessoas Jurídicas de Direito Público Interno; e

2 Empresário Individual inscrito no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas e no Registro Público de Empresas Mercantis. 3. ITENS FINANCIÁVEIS Capital de giro em valor máximo de R$ ,00 (dez milhões de reais) de desembolso por Beneficiária, limitado a 20% (vinte por cento) da Receita Operacional Bruta do último exercício fiscal. 4. CONDIÇÕES DE FINANCIAMENTO Nos financiamentos concedidos no PEC-BNDES, deverão ser seguidas as condições estabelecidas nos itens 4.1 a 4.5. A Condição Operacional Vigente definida neste item é representada pelo código PEC2008/ Taxa de Juros Somatório de Custo Financeiro, Remuneração Básica do BNDES, Taxa de Intermediação Financeira e Remuneração da Instituição Financeira Credenciada Custo Financeiro: O Custo Financeiro poderá ser, a critério da Beneficiária Final: ,25% a.a. (quatorze inteiros e vinte e cinco centésimos por cento ao ano); ou Variação da Unidade Monetária do BNDES UMBNDES acrescida dos encargos da Cesta de Moedas; ou Variação do Dólar Norte-Americano acrescida dos encargos da Cesta de Moedas Remuneração Básica do BNDES: Grandes Empresas: 1,8% a.a. (um inteiro e oito décimos por cento ao ano); Micro, Pequenas e Médias Empresas: 1,4% a.a. (um inteiro e quatro décimos por cento ao ano Taxa de Intermediação Financeira: 0,5% a.a. (cinco décimos por cento ao ano). As operações contratadas com Micro, Pequenas e Médias Empresas estão isentas de Taxa de Intermediação Financeira Remuneração da Instituição Financeira Credenciada: até 4% a.a. (quatro inteiros por cento ao ano) Prazos O prazo total das operações será de até 24 (vinte e quatro) meses, incluídos até 12 (doze) meses de carência Periodicidade das Amortizações A periodicidade de pagamento de principal e juros será mensal. Durante o período de carência, não haverá pagamento de juros, os quais serão

3 - 3 - capitalizados mensalmente. Durante a fase de amortização, os juros serão pagos juntamente com o principal Forma de Cobrança Todo vencimento de prestação de amortização de principal e encargos deverá ocorrer no dia 15 (quinze) de cada mês e deverão ser recolhidas ao BNDES pelos Agentes Financeiros no próprio dia 15 (quinze), ou no dia útil imediatamente posterior, na hipótese de o dia 15 (quinze) não ser dia útil, não sendo permitido qualquer prazo de tolerância para o pagamento Limite de Financiamento R$ ,00 (dez milhões de reais) de desembolso por Beneficiária, limitado a 20% (vinte por cento) da Receita Operacional Bruta do último exercício fiscal, considerando as operações em análise, aprovadas e contratadas no Programa. Para fins de cálculo do limite de 20% (vinte por cento) acima referido, será considerada a Receita Operacional Bruta - ROB da Beneficiária, e não a ROB consolidada do grupo, essa última apenas adotada para a determinação do porte da Beneficiária. 5. SISTEMÁTICA DE CÁLCULO Nos financiamentos que utilizarem a taxa fixa como Custo Financeiro da operação, os juros devidos pela Beneficiária Final deverão ser calculados segundo a seguinte fórmula: Jn = SDn-1 N ( i + s) onde: Jn: Juros devidos pela Beneficiária, em R$, no momento n ; SDn-1: Saldo Devedor, em R$, no momento n-1 ; i: Taxa de juros fixa do BNDES/FINAME, acrescida da Taxa de Intermediação Financeira, quando for o caso; s: Spread do Agente (Remuneração da Instituição Financeira Credenciada); N: Número de dias existentes entre a data de cada evento financeiro e a data de capitalização, vencimento ou liquidação de obrigação, considerando-se como evento financeiro todo e qualquer fato de natureza financeira do qual possa resultar alteração do saldo devedor do contrato. Nos demais casos, aplica-se o disposto no Produto BNDES AUTOMÁTICO. 6. GARANTIAS De acordo com as normas do Produto BNDES AUTOMÁTICO.

4 SISTEMÁTICA OPERACIONAL A sistemática e os procedimentos operacionais obedecerão àqueles definidos para o Produto BNDES AUTOMÁTICO, observando-se que: 7.1. As operações deverão ser encaminhadas ao BNDES previamente à contratação; 7.2. Os pedidos de financiamento deverão ser encaminhados por Ficha Resumo de Operação - FRO específica, conforme modelo anexo à presente; 7.3. Para fins de apuração do limite de que trata o item 4.5, o valor da Receita Operacional Bruta deverá ser aquele constante dos demonstrativos financeiros do encerramento do exercício anterior ao do envio da FRO. Nos 4 (quatro) primeiros meses do ano fiscal, se os demonstrativos financeiros do exercício fiscal anterior ainda não tiverem sido encerrados, a Receita Operacional Bruta a ser considerada deverá ser a constante dos demonstrativos do segundo ano fiscal anterior ao recebimento da FRO no BNDES. Nos demais meses, a Receita Operacional Bruta a ser considerada deverá ser, necessariamente, a constante dos demonstrativos do exercício fiscal anterior ao do recebimento da FRO no BNDES; 7.4. As liberações serão realizadas em parcela única. 8. CONTRATAÇÃO Na contratação dos financiamentos, deverão ser inseridas as Condições a serem observadas pelos Agentes Financeiros na contratação da operação com as Beneficiárias Finais (TJLP, no que cabível, Cesta ou Dólar) aplicáveis às operações no âmbito do Produto BNDES AUTOMÁTICO. Deverão ser feitas as adaptações às particularidades deste Programa, sendo livre a inclusão de novas cláusulas, desde que não conflitem com as Normas Operacionais vigentes. 9. DEMAIS ORIENTAÇÕES 9.1. As operações contratadas no âmbito deste Programa não comprometerão o limite de R$ ,00 (dez milhões de reais) por Beneficiária, a cada período de 12 (doze) meses, estabelecido para as operações realizadas no âmbito do Produto BNDES AUTOMÁTICO Aplicam-se ao presente Programa todas as demais condições e procedimentos operacionais estabelecidos para o Produto BNDES AUTOMÁTICO. 10. VIGÊNCIA Esta Circular entra em vigor na presente data, podendo ser atendidos os pedidos de financiamento contratados até , observado o limite orçamentário estabelecido para o Programa. Para possibilitar a contratação até o dia , os pedidos de financiamento deverão ser protocolados no BNDES, para homologação, até o dia

5 - 5 - Para fins de controle de comprometimento dos recursos, o BNDES poderá solicitar, a qualquer tempo, o envio de informações relativas a operações em curso nos Agentes Financeiros e definir limites de comprometimento por Agente Financeiro. Fica revogada a Circular nº 12/2008, de Claudio Bernardo Guimarães de Moraes Superintendente Área de Operações Indiretas BNDES

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 07/2017-BNDES Rio de Janeiro, 08 de março de 2017. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade

Leia mais

Programa FINAME de Modernização da Indústria Nacional e dos Serviços de Saúde FINAME-MODERMAQ.

Programa FINAME de Modernização da Indústria Nacional e dos Serviços de Saúde FINAME-MODERMAQ. CARTA-CIRCULAR Nº 29/2008 Rio de Janeiro, 01 de julho de 2008. Ref.: Ass.: FINAME Programa FINAME de Modernização da Indústria Nacional e dos Serviços de Saúde FINAME-MODERMAQ. O Superintendente da Área

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 02/2016-BNDES Rio de Janeiro, 07 de janeiro de 2016. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 21/2016-BNDES Rio de Janeiro, 15 de abril de 2016. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade

Leia mais

Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft - Comercialização

Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia da Informação BNDES Prosoft - Comercialização Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 49/2016-BNDES Rio de Janeiro, 15 de dezembro de 2016. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES para o Desenvolvimento da Indústria

Leia mais

Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional, por Fabricantes de Bens de Capital BNDES Finame Componentes

Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional, por Fabricantes de Bens de Capital BNDES Finame Componentes CIRCULAR Nº 49/2011 Rio de Janeiro, 22 de novembro de 2011 Ref.: Ass.: Produto BNDES Finame Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional, por Fabricantes de

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Incentivo à Armazenagem para Empresas e Cooperativas Cerealistas Nacionais BNDES Cerealistas

Ass.: Programa BNDES de Incentivo à Armazenagem para Empresas e Cooperativas Cerealistas Nacionais BNDES Cerealistas Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 46/2016-BNDES Rio de Janeiro, 15 de dezembro de 2016 Ref.: Produtos BNDES Automático e BNDES Finame Agrícola Ass.: Programa BNDES de Incentivo

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BNDES BK Usados

Ass.: Programa BNDES de Apoio à Aquisição de Bens de Capital Usados BNDES BK Usados Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 60/2012-BNDES Rio de Janeiro, 28 de setembro de 2012. Ref.: BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Ass.: Programa BNDES de Apoio à Aquisição

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 69/2012-BNDES Rio de Janeiro, 23 de novembro de 2012. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento

Leia mais

Programa BNDES FINAME de Modernização de Máquinas e Equipamentos instalados no país BNDES Finame-Moderniza BK

Programa BNDES FINAME de Modernização de Máquinas e Equipamentos instalados no país BNDES Finame-Moderniza BK CIRCULAR Nº 127/2009 Rio de Janeiro, 30 de dezembro 2009 Ref.: Ass.: Produto BNDES FINAME Programa BNDES FINAME de Modernização de Máquinas e Equipamentos instalados no país BNDES Finame-Moderniza BK O

Leia mais

A seguir são definidos os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados na presente Linha.

A seguir são definidos os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados na presente Linha. á~bndes Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AO! CIRCULAR SUP/AOI W 03/2017-BNDES Rio de Janeiro, 24 de janeiro de 2017 Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Linha BNDES para Composição de Dívidas-

Leia mais

Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional BNDES Finame Componentes

Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças, Partes e Componentes de Fabricação Nacional BNDES Finame Componentes Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 08/2015-BNDES Rio de Janeiro, 06 de março de 2015 Ref.: Ass.: Produto BNDES Finame Programa BNDES Finame de Aquisição de Peças,

Leia mais

Ref.: Produto BNDES Finame Agrícola (Circular nº 197/2006, de ). Alterações no âmbito do Produto BNDES Finame Agrícola.

Ref.: Produto BNDES Finame Agrícola (Circular nº 197/2006, de ). Alterações no âmbito do Produto BNDES Finame Agrícola. Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 43/2015-BNDES Rio de Janeiro, 21 de dezembro de 2015 Ref.: Produto BNDES Finame Agrícola (Circular nº 197/2006, de 18.08.2006). Ass.:

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Capitalização de Cooperativas de Produção BNDES PROCAP-PRODUÇÃO

Ass.: Programa BNDES de Capitalização de Cooperativas de Produção BNDES PROCAP-PRODUÇÃO CIRCULAR N 47/2009 Rio de Janeiro, 13 de maio de 2009 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa BNDES de Capitalização de Cooperativas de Produção BNDES PROCAP-PRODUÇÃO O Superintendente da Área de Operações

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Capital de Giro BNDES Giro

Ass.: Programa BNDES de Capital de Giro BNDES Giro Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 31/2017-BNDES Rio de Janeiro, 23 de agosto de 2017. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Capital de Giro BNDES Giro

Leia mais

Alterações nas condições a serem observadas no Produto BNDES AUTOMÁTICO

Alterações nas condições a serem observadas no Produto BNDES AUTOMÁTICO CARTA-CIRCULAR Nº 43/2008 Rio de Janeiro, 29 de agosto de 2008 Ref.: Ass.: BNDES AUTOMÁTICO Alterações nas condições a serem observadas no Produto BNDES AUTOMÁTICO O Superintendente da Área de Operações

Leia mais

1.4. Não será permitida a renegociação de operações com menos de 6 (seis) parcelas restantes.

1.4. Não será permitida a renegociação de operações com menos de 6 (seis) parcelas restantes. Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 07/2016-BNDES Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 2016 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Refinanciamento de operações

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 18/2009, de 6 de março de 2009 Ref.: Linhas de Financiamento BNDES-exim Pré-embarque, Pré-embarque Ágil, Préembarque Empresa Âncora

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Incentivo à Armazenagem para Empresas e Cooperativas Cerealistas Nacionais BNDES Cerealistas

Ass.: Programa BNDES de Incentivo à Armazenagem para Empresas e Cooperativas Cerealistas Nacionais BNDES Cerealistas Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 19/2016-BNDES Rio de Janeiro, 07 de abril de 2016 Ref.: Produtos BNDES Automático e BNDES Finame Agrícola Ass.: Programa BNDES de Incentivo

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren

Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento da Capacidade de Geração de Emprego e Renda BNDES Progeren Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 13/2014-BNDES Rio de Janeiro, 22 de abril de 2014. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio ao Fortalecimento

Leia mais

Ref.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing.

Ref.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 02/2017-BNDES Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2017. Ref.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Ass.:

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora

Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora CIRCULAR SUP/AOI Nº 26/2016-BNDES Rio de Janeiro, 24 de maio de 2016. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora A Superintendente

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro

Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 11/2016-BNDES Rio de Janeiro, 17 de março de 2016 Ref.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Ass.: Programa BNDES de Financiamento

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro

Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro CIRCULAR Nº 02/2010 Rio de Janeiro, 08 de janeiro de 2010 Ref.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro O Superintendente

Leia mais

Ref.: Produto FINAME LEASING (Circular n 196, de ) Alterações nas normas reguladoras do Produto FINAME LEASING

Ref.: Produto FINAME LEASING (Circular n 196, de ) Alterações nas normas reguladoras do Produto FINAME LEASING CIRCULAR Nº 24/2009 Rio de Janeiro, 16 de março de 2009 Ref.: Produto FINAME LEASING (Circular n 196, de 04.08.2006) Ass.: Alterações nas normas reguladoras do Produto FINAME LEASING O Superintendente

Leia mais

Ass.: Programa BNDES Finame de Modernização de Máquinas e Equipamentos Instalados no País BNDES Finame Moderniza BK

Ass.: Programa BNDES Finame de Modernização de Máquinas e Equipamentos Instalados no País BNDES Finame Moderniza BK Grau: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 37/2015-BNDES Rio de Janeiro, 14 de setembro de 2015. Ref.: Produto BNDES Finame Ass.: Programa BNDES Finame de Modernização de Máquinas

Leia mais

BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro

BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro BNDES Automático Prosoft Comercialização MPME Informações básicas sobre o apoio financeiro A seguir as informações sobre as condições financeiras, o objetivo do financiamento, a orientação sobre como solicitar

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro

Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro CIRCULAR Nº 18/2011 Rio de Janeiro, 28 de março de 2011 Ref.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Leasing Ass.: Programa BNDES de Financiamento a Caminhoneiros - BNDES Procaminhoneiro O Superintendente

Leia mais

Ass.: Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem - MODERINFRA

Ass.: Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem - MODERINFRA CIRCULAR SUP/AGRIS N 07/2011-BNDES Rio de Janeiro, 27 de dezembro de 2011 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO e FINAME AGRÍCOLA Ass.: Programa de Incentivo à Irrigação e à Armazenagem - MODERINFRA O Superintendente

Leia mais

Programa BNDES Finame de Modernização de Máquinas e Equipamentos Instalados no País BNDES Finame Moderniza BK

Programa BNDES Finame de Modernização de Máquinas e Equipamentos Instalados no País BNDES Finame Moderniza BK Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 46/2014-BNDES Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2014 Ref.: Ass.: Produto BNDES Finame Programa BNDES Finame de Modernização de

Leia mais

Ass.: Programa de Capitalização de Cooperativas de Crédito PROCAPCRED

Ass.: Programa de Capitalização de Cooperativas de Crédito PROCAPCRED CARTA-CIRCULAR N 17/2006 Rio de Janeiro, 07 de julho de 2006 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa de Capitalização de Cooperativas de Crédito PROCAPCRED O Superintendente da Área de Operações Indiretas,

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Ass.: Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Ass.: Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI CIRCULAR Nº 27/2010 Rio de Janeiro, 27 de maio de 2010 Ref.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (DOU 08/03/2017)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (DOU 08/03/2017) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 11, DE 7 DE MARÇO DE 2017 (DOU 08/03/2017) Dá nova redação à Instrução Normativa nº 22, de 14 de dezembro de 2015, do Ministério das Cidades, que regulamenta o Programa Carta de

Leia mais

Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora

Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena e Média Empresa Inovadora BNDES MPME Inovadora Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 07/2015-BNDES Rio de Janeiro, 06 de março de 2015. Ref.: Produto BNDES Automático Ass.: Programa BNDES de Apoio a Micro, Pequena

Leia mais

PROGRAMA BNDES-exim PRÉ-EMBARQUE REGULAMENTO

PROGRAMA BNDES-exim PRÉ-EMBARQUE REGULAMENTO PROGRAMA BNDES-exim PRÉ-EMBARQUE REGULAMENTO 1. OBJETIVO Financiar na fase pré-embarque a produção, para exportação, dos bens indicados na Relação de Produtos Financiáveis aprovada pelo BNDES. 2. BENEFICIÁRIA

Leia mais

O BNDES mais perto de você. Apoio do BNDES para Biotecnologia e Indústria Farmaceútica. Belo Horizonte MG

O BNDES mais perto de você. Apoio do BNDES para Biotecnologia e Indústria Farmaceútica. Belo Horizonte MG Apoio do BNDES para Biotecnologia e Indústria Farmaceútica Belo Horizonte MG dezembro /2007 Missão do BNDES Promover o desenvolvimento econômico e social Redução das desigualdades sociais e regionais Geração

Leia mais

Apoio à Inovação. São Paulo, 03 de Outubro de 2017

Apoio à Inovação. São Paulo, 03 de Outubro de 2017 Apoio à Inovação São Paulo, 03 de Outubro de 2017 Classificação de porte Porte da Empresa MPMEs Micro Pequena Média Grande Receita Operacional Bruta Até R$ 2,4 milhões Até R$ 16 milhões Até R$ 300 milhões

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 197, de 18 de agosto de 2006

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 197, de 18 de agosto de 2006 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 197, de 18 de agosto de 2006 Normas Reguladoras do Produto BNDES Finame Agrícola O Superintendente da Área de Operações Indiretas,

Leia mais

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 12/2014-BNDES Rio de Janeiro, 16 de abril de 2014 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Agrícola Programa BNDES de

Leia mais

Ass.: Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção em Ambiente Protegido MODERINFRA

Ass.: Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção em Ambiente Protegido MODERINFRA CIRCULAR SUP/AGRIS N 14/2016-BNDES Rio de Janeiro, 07 de junho de 2016 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO e FINAME AGRÍCOLA Ass.: Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção em Ambiente Protegido MODERINFRA O Superintendente

Leia mais

Os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados no Programa passam a ser os definidos a seguir.

Os critérios, condições e procedimentos operacionais a serem observados no Programa passam a ser os definidos a seguir. CIRCULAR Nº 105/2009 Rio de Janeiro, 19 de outubro de 2009. Ref.: Ass.: Produto BNDES Finame Programa CAMINHO DA ESCOLA O Superintendente da Área de Operações Indiretas, consoante Resolução do BNDES e

Leia mais

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 16/2012-BNDES Rio de Janeiro, 05 de abril de 2012 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES

Leia mais

Novas Políticas Operacionais do BNDES - Apoio ao Setor de Petróleo e Gás

Novas Políticas Operacionais do BNDES - Apoio ao Setor de Petróleo e Gás Novas Políticas Operacionais do BNDES - Apoio ao Setor de Petróleo e Gás Mauricio dos Santos Neves Superintendente Área de Indústrias de Base Maio / 2017 Organização Interna Auditoria Interna Conselho

Leia mais

Workshop ABDE - BNDES Operações indiretas e instrumentos BNDES para Economia Criativa

Workshop ABDE - BNDES Operações indiretas e instrumentos BNDES para Economia Criativa Workshop ABDE - BNDES Operações indiretas e instrumentos BNDES para Economia Criativa Rio de Janeiro, 13.05.2015 Política de Privacidade: Documento Reservado Empresas do Sistema BNDES - Unidade Gestora

Leia mais

Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AGRIS

Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AGRIS CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 15/2016-BNDES Rio de Janeiro, 07 de junho de 2016 REF.: BNDES AUTOMÁTICO e FINAME AGRÍCOLA Ass.: Programa para Construção e Ampliação de Armazéns PCA O Superintendente da Área Agropecuária

Leia mais

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet

Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet Apoio do BNDES a Pequenos e Médios Provedores de Internet São José do Rio Preto - SP 29.setembro.2015 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? Operações Indiretas

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 30/2012-BNDES Rio de Janeiro, 10 de maio de 2012 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES

Leia mais

Lei Copright 2010 Top Brands. Proibida reprodução. Todos os direitos reservados.

Lei Copright 2010 Top Brands. Proibida reprodução. Todos os direitos reservados. Lei 13.340 Vantagens para o Produtor Rural Desconto de até 95% para liquidação Renegociação/Liquidação de dívidas contratadas até 2011 Ampliação do prazo para pagamento, com carência até 2020, sendo a

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI CIRCULAR Nº 45/2011 Rio de Janeiro, 01 de novembro de 2011 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático Programa BNDES de Sustentação do Investimento

Leia mais

3.1. Cooperativas singulares de produção agropecuária, agroindustrial, aquícola ou pesqueira.

3.1. Cooperativas singulares de produção agropecuária, agroindustrial, aquícola ou pesqueira. CIRCULAR SUP/AGRIS Nº 16/2014-BNDES Rio de Janeiro, 15 de julho de 2014 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO e FINAME AGRÍCOLA Ass.: Programa de Desenvolvimento Cooperativo para Agregação de Valor à Produção Agropecuária

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 836, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2017 Dá nova redação à Resolução nº 702, de 4 de outubro de 2012, que estabelece diretrizes para elaboração

Leia mais

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital Programa BNDES ProBK

Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital Programa BNDES ProBK Apresentação Institucional BNDES Departamento de Bens de Capital Programa BNDES ProBK Fevereiro de 2016 Bruno Plattek bruno.plattek@bndes.gov.br Como apoiamos Tx. de Interm. Fin. Organização Interna Área

Leia mais

FIBRIA CELULOSE S.A. Companhia Aberta. CNPJ n.º / NIRE Código CVM n.º 12793

FIBRIA CELULOSE S.A. Companhia Aberta. CNPJ n.º / NIRE Código CVM n.º 12793 FIBRIA CELULOSE S.A. Companhia Aberta CNPJ n.º 60.643.228/0001-21 NIRE 35.300.022.807 Código CVM n.º 12793 COMUNICADO SOBRE TRANSAÇÃO ENTRE PARTES RELACIONADAS A FIBRIA CELULOSE S.A. ( Companhia ), em

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 06/2015-BNDES Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 2015 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame

Leia mais

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 01/2014-BNDES Rio de Janeiro, 13 de janeiro de 2014 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame e BNDES Finame Agrícola Programa BNDES

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009

PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009 PORTARIA INTERMINISTERIAL Nº 462, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2009 Dá nova redação à Portaria Interministerial nº 326, de 31 de agosto de 2009, que dispõe sobre o Programa Nacional de Habitação Rural PNHR, integrante

Leia mais

Soluções BNDES para pequenos negócios. Belo Horizonte - MG 20/06/2017

Soluções BNDES para pequenos negócios. Belo Horizonte - MG 20/06/2017 Soluções BNDES para pequenos negócios Belo Horizonte - MG 20/06/2017 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada Informação

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES Automático. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 33/2012-BNDES Rio de Janeiro, 23 de maio de 2012 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, BNDES Finame Agrícola e BNDES

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, e BNDES Finame Agrícola. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, e BNDES Finame Agrícola. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 09/2013-BNDES Rio de Janeiro, 03 de abril de 2013 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, e BNDES Finame Agrícola Programa

Leia mais

M & S S O L U Ç Õ E S E M P R E S A R I A I S.

M & S S O L U Ç Õ E S E M P R E S A R I A I S. TIPOS DE LINHAS DE CRÉDITO M & S S O L U Ç Õ E S E M P R E S A R I A I S www.assessoriams.com Muitos empreendedores se perguntam: Como as instituições financeiras avaliam o a liberação de crédito para

Leia mais

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet

Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Apoio do BNDES a Provedores Regionais de Internet Feira de Santana BA 30/09/2014 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Como apoiamos? No de operações 2013 R$ 1,1 milhões

Leia mais

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016

Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016 Apoio do BNDES às Micro, Pequenas e Médias Empresas CUIABÁ - MT 28/06/2016 Como apoiamos? Operações Diretas Contratadas diretamente com o BNDES Operações Indiretas Instituição Financeira Credenciada Informação

Leia mais

n SSP-DF e portadora do CPF n ,

n SSP-DF e portadora do CPF n , Contrato n2 703/PGFN/CAF de Financiamento Processo n 2 17944.001849/2011-12 CONTRATO DE FINANCIAMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIÃO E O BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL BNDES, NOS TERMOS

Leia mais

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014

Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Apresentação Institucional Departamento de Bens de Capital - BNDES ABIMAQ 2014 Prioridades BNDES Infraestrutura logística e energética Infraestrutura urbana de saneamento e mobilidade. Modernização da

Leia mais

BNDES. 8º Lubgrax Meeting. 16 de Agosto de 2017

BNDES. 8º Lubgrax Meeting. 16 de Agosto de 2017 BNDES 8º Lubgrax Meeting 16 de Agosto de 2017 Aspectos institucionais // Quem somos!! Fundado em 20 de junho de 1952!! Empresa pública de propriedade integral da União!! Instrumento-chave para implementação

Leia mais

DECRETO Nº , DE 10 DE MARÇO DE 2016.

DECRETO Nº , DE 10 DE MARÇO DE 2016. DECRETO Nº 19.332, DE 10 DE MARÇO DE 2016. Regulamenta a Lei nº 12.005, de 11 de fevereiro de 2016, que permite às instituições conveniadas com o Município ou mantidas pelo Estado e cadastradas como beneficiárias

Leia mais

CNDL - CONDIÇÕES DIFERENCIADAS PRODUTO E SERVIÇOS

CNDL - CONDIÇÕES DIFERENCIADAS PRODUTO E SERVIÇOS CNDL - CONDIÇÕES DIFERENCIADAS PRODUTO E SERVIÇOS PACOTE DE VALOR AS EMPRESAS ASSOCIADAS AO SISTEMA CNDL Destinado a todas as empresas associadas ao sistema da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas,

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 44/2014-BNDES Rio de Janeiro, 28 de outubro de 2014 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 4.178, DE 07 DE JANEIRO DE 2013

RESOLUÇÃO Nº 4.178, DE 07 DE JANEIRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 4.178, DE 07 DE JANEIRO DE 2013 Altera as normas para renegociação das operações de crédito fundiário contratadas ao amparo do Fundo de Terras e da Reforma Agrária, inclusive as operações

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II POLÍTICAS CORPORATIVAS 8 As concessões de empréstimo, financiamento e renegociações devem obedecer as regras estipuladas nesta política. 8.1 - Crédito Pessoal a) Finalidade Empréstimo sem justificativa específica. b) de pagamento

Leia mais

Ass.: Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias PROCAP-AGRO

Ass.: Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias PROCAP-AGRO CIRCULAR SUP/AOI Nº 43/2016-BNDES Rio de Janeiro, 18 de novembro de 2016 Ref.: BNDES AUTOMÁTICO Ass.: Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias PROCAP-AGRO O Superintendente da Área de Operações

Leia mais

POLÍTICA DE CRÉDITO DA COOPERATIVA

POLÍTICA DE CRÉDITO DA COOPERATIVA POLÍTICA DE CRÉDITO DA COOPERATIVA DAS DEFINIÇÕES 1. A política de crédito da NOSSA TERRA COOPERATIVA DE CREDITO DOS EMPREGADOS DAS EMPRESAS DE AGRONEGÓCIO E AFINS é o meio pelo qual o Conselho de Administração

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 31/2014-BNDES Rio de Janeiro, 15 de agosto de 2014 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, e BNDES Finame Agrícola. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, e BNDES Finame Agrícola. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR Nº 72/2012-BNDES Rio de Janeiro, 21 de dezembro de 2012 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Leasing, e BNDES Finame Agrícola

Leia mais

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO

CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO RESOLUÇÃO Nº 392, DE 6 DE JUNHO DE 2002 Altera a Resolução n.º 289, de 30 de junho de 1998, e dá outras providências O PRESIDENTE DO CONSELHO CURADOR

Leia mais

N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE D E C R E T A: Seção I Das Disposições Gerais

N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE D E C R E T A: Seção I Das Disposições Gerais D E C R E T O N o 8.949, DE 26 DE AGOSTO DE 2013 DISCIPLINA O PARCELAMENTO DOS CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS E NÃO TRIBUTÁRIOS, INSCRITOS OU NÃO EM DÍVIDA ATIVA, DO MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS, DE SUAS AUTARQUIAS

Leia mais

Tabela de Taxas de Juro

Tabela de Taxas de Juro BANCO ANGOLANO DE INVESTIMENTOS, SA. Preçário Banco Angolano de Investimentos, S.A. (Instituição Financeira Bancária) ANEXO II Tabela de Taxas de Juro DATA DE ENTRADA EM VIGOR: 20 de Dezembro de 2017 O

Leia mais

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI

Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing. Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 35/2014-BNDES Rio de Janeiro, 19 de agosto de 2014 Ref.: Ass.: Produtos BNDES Finame, BNDES Finame Agrícola e BNDES Finame Leasing

Leia mais

BNDES - Apresentação Institucional. Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014

BNDES - Apresentação Institucional. Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014 BNDES - Apresentação Institucional Oportunidades para Investimentos na Indústria Química Brasileira Sinproquim 23 de abril de 2014 Quem somos Fundado em 20 de Junho de 1952 Empresa pública de propriedade

Leia mais

DELPHOS INFORMA INTEIRO TEOR DA RESOLUÇÃO. Resolução nº 217, de 14 de maio de 1996

DELPHOS INFORMA INTEIRO TEOR DA RESOLUÇÃO. Resolução nº 217, de 14 de maio de 1996 DELPHOS INFORMA ANO 2 - Nº 11 - MAIO / 96 DIVULGAÇÃO DA RESOLUÇÃO Nº 217/96 DO MINISTÉRIO DO TRABALHO CONSELHO CURADOR DO FUNDO DE GARANTIA DO TEMPO DE SERVIÇO PUBLICADA NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO EM 14

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 17.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo CONTAS DE DEPÓSITO 19.1. Depósitos à ordem 19.2. Depósitos a prazo Outros clientes

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 198, de 18 de agosto de 2006

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR Nº 198, de 18 de agosto de 2006 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 198, de 18 de agosto de 2006 Normas Reguladoras do Produto BNDES AUTOMÁTICO O Superintendente da Área de Operações Indiretas, tendo

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 793, DE 31 DE JULHO DE 2017.

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 793, DE 31 DE JULHO DE 2017. MEDIDA PROVISÓRIA Nº 793, DE 31 DE JULHO DE 2017. Institui o Programa de Regularização Tributária Rural junto à Secretaria da Receita Federal do Brasil e à Procuradoria- Geral da Fazenda Nacional. O PRESIDENTE

Leia mais

Tabela de Taxas de Juro

Tabela de Taxas de Juro BANCO ANGOLANO DE INVESTIMENTOS, SA. Preçário Banco Angolano de Investimentos, S.A. (Instituição Financeira Bancária) ANEXO II Tabela de Taxas de Juro DATA DE ENTRADA EM VIGOR: 21 de Agosto 2017 O Preçário

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 33, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 33, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR Nº 33, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 Normas Reguladoras do Produto BNDES Finame O Superintendente da Área de Operações Indiretas, tendo

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares Outros clientes 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 CONTAS DE DEPÓSITO 17.1. Depósitos à ordem 19.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo 19.2. Depósitos a prazo

Leia mais

Programa de apoio à aquisição inovadora em empresas de telecomunicações. 33º Encontro Provedores Regionais Campinas 11 de julho de 2017

Programa de apoio à aquisição inovadora em empresas de telecomunicações. 33º Encontro Provedores Regionais Campinas 11 de julho de 2017 Programa de apoio à aquisição inovadora em empresas de telecomunicações 33º Encontro Provedores Regionais Campinas 11 de julho de 2017 A Finep A Finep é uma empresa pública vinculada ao MCTIC (Ministério

Leia mais

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR AEX Nº 003/2017, de 06 de janeiro de 2017.

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES. CIRCULAR AEX Nº 003/2017, de 06 de janeiro de 2017. BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES CIRCULAR AEX Nº 003/2017, de 06 de janeiro de 2017. Altera e consolida as Normas Operacionais da Linha de Financiamento BNDES Exim Préembarque

Leia mais

Seminário de Crédito das Linhas do BNDES para Micro, Pequenas e Médias Empresas. Belo Horizonte - MG 01 de setembro de 2009

Seminário de Crédito das Linhas do BNDES para Micro, Pequenas e Médias Empresas. Belo Horizonte - MG 01 de setembro de 2009 Seminário de Crédito das Linhas do BNDES para Micro, Pequenas e Médias Empresas Belo Horizonte - MG 01 de setembro de 2009 Missão Banco do DESENVOLVIMENTO Competitividade e sustentabilidade Redução das

Leia mais

CIRCULAR Nº Art. 7º Esta Circular entra em vigor na data de sua publicação.

CIRCULAR Nº Art. 7º Esta Circular entra em vigor na data de sua publicação. CIRCULAR Nº 2825 Documento normativo revogado pela Circular 3280, de 09/03/2005. Estabelece, altera e sistematiza os procedimentos cambiais relativos às exportações financiadas. A Diretoria Colegiada do

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 003/2016 FOLHA nº 1 / 5 EMPRÉSTIMO FINANCEIRO. As definições a seguir são exclusivamente para fins desta Resolução:

RESOLUÇÃO N o 003/2016 FOLHA nº 1 / 5 EMPRÉSTIMO FINANCEIRO. As definições a seguir são exclusivamente para fins desta Resolução: RESOLUÇÃO N o 003/2016 FOLHA nº 1 / 5 A Diretoria da Fundação Assistencial dos Empregados da CESAN - FAECES, usando de atribuições que lhes são conferidas pelo Estatuto da Entidade, RESOLVE estabelecer

Leia mais

c) limite de recursos: até R$ ,00 (sessenta e um bilhões e oitocentos milhões de reais);

c) limite de recursos: até R$ ,00 (sessenta e um bilhões e oitocentos milhões de reais); RESOLUÇÃO Nº 4.141, DE 27 DE SETEMBRO DE 2012 Estabelece as condições para contratação dos financiamentos passíveis de subvenção econômica de que tratam as Leis ns. 12.096, de 24 de novembro de 2009, e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015

RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 RESOLUÇÃO Nº 287, DE 23 DE JULHO DE 2002 Revogada pela Resolução nº 752/2015 Institui linha de crédito denominada PROGER Urbano Micro e Pequena Empresa Capital de Giro, no âmbito do Programa de Geração

Leia mais

ROTEIRO DE LIMITES OPERACIONAIS CORRESPONDENTES

ROTEIRO DE LIMITES OPERACIONAIS CORRESPONDENTES Responsável: Departamento Operacional do Crédito Consignado Versão: 19 Vigência: 20.07.2015 Código PO: OCC-02 ROTEIRO DE LIMITES OPERACIONAIS CORRESPONDENTES SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 3 1.1 Vigência e

Leia mais

Atuação e Linhas de Financiamento do BNDES São Paulo Wireless 2ª edição

Atuação e Linhas de Financiamento do BNDES São Paulo Wireless 2ª edição Atuação e Linhas de Financiamento do BNDES São Paulo Wireless 2ª edição Ludmila Colucci Departamento de Telecomunicações 25 de Março de 2009 Organização interna Secretaria Geral Conselho de Administração

Leia mais

Tabela de Taxas de Juro

Tabela de Taxas de Juro BANCO ANGOLANO DE INVESTIMENTOS, SA. Preçário Banco Angolano de Investimentos, S.A. (Instituição Financeira Bancária) ANEXO II Tabela de Taxas de Juro DATA DE ENTRADA EM VIGOR: 12 de Maio 2017 O Preçário

Leia mais

Programa Especial de Regularização Tributária (PERT)

Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) Ref.: nº 23/2017 1. Programa Especial de De acordo com a Medida Provisória n 783/2017, fica aberto, até 31 de agosto de 2017, o prazo para adesão ao Programa de. O Programa tem por objetivo regularizar

Leia mais

Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região Mato Grosso do Sul

Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região Mato Grosso do Sul Resolução CREF11/MS nº 155/2015 Campo Grande, 01 de dezembro de 2015. Dispõe sobre valores e formas de pagamentos das anuidades do CREF11/MS para o Exercício de 2016 e dá outras providencias. O PRESIDENTE

Leia mais