O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE."

Transcrição

1 Procº de insolvência n.º 4.003/12.4 TBVFR 2º Juízo Cível Insolvente: FERNANDO C. PEREIRA SOUSA, LIMITADA Tribunal Judicial de Santa Maria da Feira RELATÓRIO O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. A Nota Introdutória: Para a elaboração do presente relatório foram efectuados trabalhos de pesquisa nos seguintes locais: Na sede fixada à insolvente, sita na Rua Matoso, número cento e onze, freguesia de Paços de Brandão e concelho de Santa Maria da Feira; Pesquisas informativas nos serviços públicos: finanças e conservatórias. Sendo a finalidade do presente Relatório a apreciação do estado económicofinanceiro da insolvente, tendo em vista uma apreciação de continuidade ou liquidação da empresa, os dados recolhidos permitem-nos apresentar este documento à Assembleia de Credores para votação dos itens legais em apreço. Ora, Previamente à diligência de arrolamento e apreensão de bens, foram efectuadas pesquisas matriciais, prediais e automóveis, tendo-se constatado que inexistem bens sujeitos a registo na titularidade da insolvente. Aquando da diligência de arrolamento e apreensão de bens, o legal representante da insolvente, Sr. Fernando Coelho Pereira Sousa, prestou todas as informações - 1 -

2 solicitadas, tendo também facultado as passwords de acesso ao portal das finanças e da segurança social, de modo a permitir à signatária ter acesso à informação contabilística e fiscal da empresa. Mais se refere que a contabilidade da insolvente estava a cargo da empresa Brandoconta, a qual, por falta de pagamento dos seus serviços e desde que a insolvente encerrou, não fez mais a contabilidade da requerida. Importa destacar, que apesar de terem sido facultadas as passwords de acesso ao portal das finanças, deparamos com a impossibilidade de acesso, pois as senhas não eram aceites; informado o legal representante da insolvente desta circunstância, mesmo assim não foi possível resolver o problema, pois o mesmo não possuía quaisquer outras informações; assim, atenta a impossibilidade de aceder ao portal, a análise contabilística da insolvente não pode ser efectuada. Segundo as informações prestadas, a empresa está desativada desde 2009 e não tem trabalhadores ao serviço, nem quaisquer activos, sendo que o pavilhão onde funcionava era arrendado, tendo sido entregue ao senhorio nesse mesmo ano, livre e devoluto. B Identificação e situação actual da empresa insolvente: B.1. Identificação da empresa: Denominação: Natureza Jurídica: FERNANDO C. PEREIRA DE SOUSA, LIMITADA Sociedade por quotas. Sede: Póvoa de Baixo Rua Matoso, Paços de Brandão - 2 -

3 NIF e CAE: Matrícula: e R3, respectivamente. 1ª Conservatória do Registo Predial/Comercial de Santa Maria da Feira. Capital social: ,00 Escudos (3.990,38 ) Sócios e quotas: FERNANDO COELHO PEREIRA DE SOUSA, com uma quota no valor nominal de ,00 escudos (1.995,19 ). NIF: ANA PAULA DE CARVALHO OLIVEIRA PINTO, com uma quota no valor nominal de ,00 escudos (1.995,19 ) NIF: Gerência: FERNANDO COELHO PEREIRA DE SOUSA Rua 1 do Serrado, Paços de Brandão NIF: ANA PAULA DE CARVALHO OLIVEIRA PINTO Rua 19, n.º 1112, 1.º Esq Espinho NIF: Objecto social: Forma de obrigar: Indústria transformadora de cortiça. Com a intervenção de qualquer um dos gerentes. B.2. Situação actual da empresa: A insolvência foi requerida pelo credor CORTICEIRA PILOTO & FILHOS, LDA., em 30 de Julho de 2012, tendo sido decretada por douta sentença proferida em 09 de Janeiro de 2013, entretanto já transitada em julgado, no âmbito do processo em epígrafe

4 insolvência. A insolvente já não desenvolvia qualquer actividade à data da declaração de Assim, presentemente a insolvente encontra-se sem qualquer actividade operacional e não tem trabalhadores ao seu serviço. C Dos itens a que se refere o artigo 155º do CIRE: Ponto um Análise dos elementos incluídos no documento referido na alínea c) do nº 1, do artigo 24º do CIRE: Não tivemos acesso a qualquer elemento contabilístico, atentos os motivos supra expostos no ponto A, pelo que se desconhece qual o estado actual da contabilidade da insolvente, sendo que, segundo as informações do seu legal representante, a TOC deixou de fazer a contabilidade desde o encerramento da empresa, no ano de Requeridas informações adicionais ao serviço de finanças competente, até à data não recebemos qualquer informação; contudo, as informações já constantes no processo e as obtidas através das reclamações de créditos apresentadas, permitem reconhecer o efectivo incumprimento, por parte da insolvente, das suas obrigações creditícias. Aliás, tendo em consideração que a empresa procedeu à efectiva cessação do seu giro comercial no ano de 2009, deixando a partir desse momento de gerar qualquer tipo de riqueza, mister é concluir pela confirmação do seu estado de insolvência. Por conseguinte, Existem créditos reclamados e provisoriamente reconhecidos no montante global de ,14, distribuídos por credores públicos (Fazenda Nacional e Segurança Social), fornecedores e banca

5 As dívidas à Fazenda Nacional são no montante de 1.009,05, respeitantes a Coimas e Custas, sendo que a dívida ao Instituto de Segurança Social, I.P. é no valor de ,81, referente a quotizações e contribuições. Ora, atendendo a que o capital social da insolvente é de 3.990,38, e que a mesma não possui qualquer activo, nem se encontra a desenvolver qualquer actividade, podemos concluir pela sua inviabilidade. Ponto dois Análise do estado da contabilidade da devedora e opinião sobre os documentos de prestação de contas da insolvente: Como já referido, não nos podemos pronunciar nesta sede sobre a contabilidade da insolvente, porque não conseguimos aceder aos elementos necessários para esse efeito. Ponto três Indicação das perspectivas de manutenção da empresa devedora, no todo ou em parte, e da conveniência de se aprovar um plano de insolvência: De acordo com o acima exposto e com a percepção recolhida, e tendo em atenção as análises efectuadas, não nos parece que a empresa tenha viabilidade económica ou financeira. Como já vimos acima, a empresa está de facto encerrada e sem actividade. Não tem negócios em curso, não tem trabalhadores, não tem fundo de maneio nem possibilidade de o vir a obter, pelo que existe da parte de todos os envolvidos, incluindo os seus legais representantes, a certeza de que a empresa não reúne quaisquer condições de viabilidade

6 Pelo que, tendo em atenção todas as condicionantes supra referidas, e também a situação concreta da insolvente, são nulas as possibilidades ou mesmo perspectivas de manutenção em actividade da empresa devedora, no todo ou em parte, pelo que se nos afigura impossível a proposta de qualquer plano de insolvência. A única solução que nos parece adequada será a manutenção do seu encerramento, tornando-o definitivo, bem como o encerramento do processo, nos termos do disposto nos artigos 39º e 232º, ambos do CIRE. D Solução proposta: Face ao exposto, propõe-se: Manutenção do encerramento da insolvente, tornando-o definitivo; Encerramento do processo nos termos e ao abrigo do disposto nos artigos 39º e 232º do CIRE; Notificação do serviço de finanças, a efectuar pelo Tribunal, para o encerramento oficioso, nos termos do disposto no artigo 65º, n.º 3 do CIRE. D Anexos juntos: Um Inventário; Dois Lista provisória de créditos. P.D. A Administradora da Insolvência, - 6 -

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 919/12.6 TBPRG 2º Juízo Insolvente: SOCIEDADE AGRÍCOLA REGUEIRO & PINTO HESPANHOL, LIMITADA Tribunal Judicial de Peso da Régua RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos

Leia mais

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 28/13.0 TBVLC 1º Juízo Insolvente: DISCALLA COMÉRCIO DE MALHAS, UNIPESSOAL, LIMITADA Tribunal Judicial de Vale de Cambra RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do

Leia mais

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 364/13.6 TYVNG 3º Juízo Insolvente: DEUSA SELVAGEM, UNIPESSOAL, LIMITADA Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 9.480/13.3 TBVNG 2º Juízo Cível Insolvente: FERNANDO JORGE MARTINS PEREIRA DA SILVA Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 1.089/12.5 TBMAI 4º Juízo Cível Insolventes: FERNANDA CARMINDA QUEIRÓS CORREIA E PAULO JORGE TEIXEIRA MENDES Tribunal Judicial da Maia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 710/11.7 TBVNG - 2º Juízo Cível Insolvente: JOSÉ MANUEL DA SILVA MACEDO Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 332/12.5 TBVLC 1º Juízo Insolventes: ANTÓNIO JORGE FERREIRA DA SILVA E HERANÇA ABERTA P/ ÓBITO DE ANTÓNIO JOSÉ DIAS FERREIRA Tribunal Judicial de Vale de Cambra RELATÓRIO O presente

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 10.767/11.5 TBVNG 1º Juízo Cível Insolvente: ANA ALEXANDRA DE OLIVEIRA PAIVA Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 452/14.1 T8AMT Insolvente: PADRÕES NATURAIS CONTRUÇÃO, COMPRA E VENDA, LIMITADA. Comarca do Porto Este Instância Central Secção de Comércio Juiz 2 AMARANTE RELATÓRIO O presente

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 2.083/14.7 TBVNG 4º Juízo Cível Insolventes: ADRIANO GOMES DA SILVA E MARIA DE FÁTIMA FAUSTINO DA SILVA PINHAL Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 1.261/13.0 TBVNG 6º Juízo Cível Insolventes: JOSÉ LUIS MONTEIRO ALVES E MARIA ISOLINA SILVA AMORIM Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 1051/12.8TYVNG Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia 2º Juízo Relatório do (Artigo 155º do CIRE)

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 5.216/14.0 TBVNG - UP 2 JUIZ 4 Insolvente: PAULA CRISTINA COSTA CAMPOS Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de Insolvência n.º 2792 /15.3 T8STS Insolvente: PAULA CRISTINA PEREIRA LINO Comarca do Porto Instância Central 1ª Secção de Comércio Juiz 1 SANTO TIRSO RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Proc.º de Insolvência n.º 331/16.8 T8AMT Insolvente: LUÍS MANUEL GONÇALVES DE SOUSA Comarca do Porto Este Instância Central Secção de Comércio Juiz 2 Amarante RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado

Leia mais

O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 2.182/11.7 TBOAZ 3º Juízo Cível Insolvente: RECANTO DA CARNE COMERC. DE PRODUTOS ALIMENTARES, UNIPESSOAL, LIMITADA Tribunal Judicial de Oliveira de Azeméis RELATÓRIO O presente

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de Insolvência n.º 1053/14.0 T8AVR Insolvente: ANA CRISTINA DE JESUS 1.ª Secção do Tribunal de Comércio de AVEIRO (ANADIA) Juiz 3 RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Proc.º de Insolvência n.º 2145/14.0 TBVFR Insolvente: URWAN SERVIÇOS E INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS, S.A. Instância Central 2.ª Secção de Comércio Juiz 2 OLIVEIRA DE AZEMÉIS RELATÓRIO O presente RELATÓRIO

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 9.921/12.7 TBVNG 1º Juízo Cível Insolvente: ISABEL ALEXANDRA MALHEIRO DIAS Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 6.896/11.3 TBMTS 6º Juízo Cível Insolventes: PAULO ALEXANDRE SOUSA NOGUEIRA E MARIA DO CÉU ATAÍDE SOUSA VAQUEIRO Tribunal Judicial de Matosinhos RELATÓRIO O presente RELATÓRIO

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 3.048/10.3 TBMAI 3º Juízo Cível Insolventes: JOÃO MANUEL REBELO MARTINS E MARIA DA GRAÇA ASCENSÃO MOREIRA Tribunal Judicial da Maia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 5.987/13.0 TBVNG 6º Juízo Cível Insolventes: VITOR LEONEL FERREIRA DA SILVA E TERESA MARIA DO AMARAL PIRES DA SILVA Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 1477/14.2 T8STS Insolvente: PROLOCAN PORTUGAL, UNIPESSOAL, LIMITADA Comarca do Porto Instância Central 1ª Secção Comércio Juiz 2 SANTO TIRSO RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2014 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga Braga Inst. Local Secção Cível J2 Processo n.º 4045/14.5TBBRG Nuno Albuquerque Breveilusão, Unipessoal, Ldª.

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão,

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 2º Juízo Cível Processo nº 3390/09.6TJVNF Insolvência de Riba Azul - Têxteis Lar, Lda V/Referência: Data: Nuno

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de Insolvência n.º 2108/15.9 T8AVR Insolventes: DULCE MARIA FERREIRA REBELO E LUIS MIGUEL CUNHA SOUSA Comarca de Aveiro Instância Central 1ª Secção de Comércio Juiz 3 AVEIRO (ANADIA) RELATÓRIO O

Leia mais

4º Juízo Cível Processo nº 883/13.4TJVNF Insolvência de Licínio Lopes Serralharia Civil, Unipessoal, Lda

4º Juízo Cível Processo nº 883/13.4TJVNF Insolvência de Licínio Lopes Serralharia Civil, Unipessoal, Lda Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal do Judicial de Vila Nova de Famalicão 4º Juízo Cível Processo nº 883/13.4TJVNF Insolvência de Licínio Lopes Serralharia Civil, V/Referência: Data:

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicação do extracto do anúncio na Imprensa Nacional Casa da Moeda em 20.12.2010 Reunião com ex-trabalhadora

Leia mais

de Famalicão 2º Juízo Cível Processo nº 1696/11.3TJVNF Insolvência de CSAG Promoção Imobiliária & Construção Civil, Lda.

de Famalicão 2º Juízo Cível Processo nº 1696/11.3TJVNF Insolvência de CSAG Promoção Imobiliária & Construção Civil, Lda. Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 2º Juízo Cível Processo nº 1696/11.3TJVNF Insolvência de CSAG Promoção Imobiliária & Construção Civil, Lda. V/Referência:

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta do

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta do Exmo.(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito da 2ª Secção de Comércio da Instância Central de Vila Nova de Famalicão J1 Processo nº 7615/15.0T8VNF Insolvência de Elegante & Audaz, Lda Nuno Rodolfo da

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 79/12.2TBPFR Tribunal Judicial de Paços de Ferreira 1º Juízo Relatório do (Artigo 155º do CIRE)

Leia mais

Famalicão. Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na

Famalicão. Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Exmo.(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito da 2ª Secção de Comércio da Instância Central Vila Nova de Famalicão J1 Processo nº 206/14.5T8VNF Insolvência de Estilo Tropical, Restaurante, Lda V/Referência:

Leia mais

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 753/12.3 TYVNG 2º Juízo Insolvente: SPEDIBÉRIA, LIMITADA Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão,

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 2º Juízo Cível Processo nº 3709/09.0TJVNF Insolvência de Júlio da Costa Machado Gonçalves V/Referência: Data:

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com. escritório na Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com. escritório na Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito da 2ª Secção de Comércio da Instância Central de Vila Nova de Gaia J1 Processo 1810/16.2T8VNG Insolvência de Deolinda Gomes Coelho da Silva V/Referência: Data:

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2016 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga V. N. Famalicão - Inst. Central 2.ª Secção Comércio J4 Processo n.º 1390/16.9T8VNF Nuno Albuquerque UERN União

Leia mais

Guimarães. Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na

Guimarães. Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Guimarães 4º Juízo Cível Processo nº 1610/09.6TBGMR Insolvência de OURIGUIMA - Joalheiros, Lda V/Referência: Data: Nuno Rodolfo da Nova

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicação do extracto do anúncio na Imprensa Nacional Casa da Moeda em 17/06/2010 Reuniões realizadas

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicação do extracto do anúncio na Imprensa Nacional Casa da Moeda em 10.11.2010; Reunião realizada

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicação do anúncio de declaração de insolvência no Portal Citius em 16-12-2013 Visita à sede

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão,

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito da 1ª Secção Cível da Instância Local de Guimarães J4 Processo 2100/14.0TBGMR Insolvência de Casualmode Unipessoal, Lda V/Referência: Data: Nuno Rodolfo da

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) NOTAS PRÉVIAS: Sentença da Declaração de Insolvência proferida em 16-05-2014 Publicidade da Sentença efectuada

Leia mais

RELATÓRIO Artigo 155º

RELATÓRIO Artigo 155º SHM Software, Hardware e Manutenção, Lda. Tribunal do Comércio de Lisboa 2ª Juízo Procº 1211/06.0 TYLSB RELATÓRIO Artigo 155º 30 de Janeiro de 2007 Índice 1. Introdução; 2. Análise do documento referido

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2015 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga Guimarães Instância Central 1.ª Secção do Comércio J2 Processo n.º 3354/14.8T8GMR Nuno Albuquerque Teresa

Leia mais

O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do disposto no artigo 155.º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 1.115/13.0 TYVNG 1º Juízo Insolvente: JOSÉ MIGUEL CRUZ UNIPESSOAL, LIMITADA Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO, é elaborado nos termos do

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicação do anúncio no Portal Citius a 28-11-2013 Reunião Realizada com a Insolvente em 23-12-2013

Leia mais

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

RELATÓRIO. O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 10.514/12.4 TBVNG 6º Juízo Cível Insolvente: JOSÉ ANTÓNIO PIRES DE SOUSA Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão,

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal do Judicial de Vila Nova de Famalicão 4º Juízo Cível Processo nº 338/14.0TJVNF Insolvência de Bertília Cabeleireiros, Lda V/Referência: Data: Nuno

Leia mais

de Famalicão do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, contribuinte

de Famalicão do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, contribuinte Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 1º Juízo Cível Processo nº 1564/14.7TJVNF Insolvência de Maria de Fátima Correia Sousa V/Referência: Data: Nuno

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2014 RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga Guimarães Inst. Central - 1.ª Secção do Comércio J1 Processo n.º 226/14.0T8GMR Deolinda Ribas Miguel & Faria,

Leia mais

XIX ENCONTRO NACIONAL DA APAJ. Porto, 20 e 21 de janeiro de 2017

XIX ENCONTRO NACIONAL DA APAJ. Porto, 20 e 21 de janeiro de 2017 XIX ENCONTRO NACIONAL DA APAJ Porto, 20 e 21 de janeiro de 2017 Foi solicitado à ASCR pelo Dr. Inácio Peres uma breve exposição sobre algumas questões notariais e registrais no âmbito da insolvência. Como

Leia mais

Saiba Mais. Recomendação de Crédito Merecedora de Crédito. Incidentes Regista incidentes comerciais

Saiba Mais. Recomendação de Crédito Merecedora de Crédito. Incidentes Regista incidentes comerciais SOCIEDADE EXEMPLO LDA Núm. Contribuinte: 555000555 Trust N.º: 108935 RELATÓRIO DE CRÉDITO SINTÉTICO Data :29-06-2017 Assinante :CLIENTE EXEMPLO L A/C :Exemplo V/Ref : RATING DYNAMIIC Saiba Mais Nível de

Leia mais

PLANO de INSOLVÊNCIA

PLANO de INSOLVÊNCIA Alterações à PROPOSTA DE PLANO de INSOLVÊNCIA (Artº 192º e seguintes do CIRE) POLITROFA Indústria de Plásticos Reforçados, Lda Processo nº 3926/10.0TJVNF 4º Juízo Cível 4.1 Créditos do Estado Fazenda Nacional

Leia mais

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE.

O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos do disposto no artigo 155º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas CIRE. Procº de insolvência n.º 697/11.6 TYVNG 2º Juízo Insolvente: AV POWER REPARAÇÃO DE AUDIOVISUAIS, LIMITADA Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia RELATÓRIO O presente RELATÓRIO é elaborado nos termos

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2014 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Comarca de Santarém Santarém Inst. Central Sec. Comércio J1 Processo n.º 602/14.8TBVNO Nuno Albuquerque Abílio da Conceição Silva 09-12-2014

Leia mais

A Regularização do IVA pelos credores das Sociedades Insolventes. 16 Abril 2011

A Regularização do IVA pelos credores das Sociedades Insolventes. 16 Abril 2011 A Regularização do IVA pelos credores das Sociedades Insolventes 16 Abril 2011 Implicações nos Planos de Insolvência Elaborados pelos Consultores Turn&Win 16 Abril 2011 ÍNDICE I. Enquadramento Legal II.

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2015 RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga V. N. Famalicão - Inst. Central 1.º Sec. Comércio J4 Processo n.º 7112/15.4T8VNF Deolinda Ribas Imperminho

Leia mais

ASPECTOS RELEVANTES DO PROCESSO DE INSOLVÊNCIA. 35 PERGUNTAS E RESPOSTAS

ASPECTOS RELEVANTES DO PROCESSO DE INSOLVÊNCIA. 35 PERGUNTAS E RESPOSTAS ASPECTOS RELEVANTES DO PROCESSO DE INSOLVÊNCIA. 35 PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Como se processa a liquidação do património do devedor na insolvência? Através da venda do património do devedor; Outra forma,

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 182/12.9TBVLG Tribunal Judicial de Valongo 3º Juízo Relatório do (Artigo 155º do CIRE) de Maria

Leia mais

RATING DYNAMIIC. Vendas Liquidas Resultado Liquido Capital Próprio

RATING DYNAMIIC. Vendas Liquidas Resultado Liquido Capital Próprio RELATÓRIO DE CRÉDITO SINTÉTICO Data : 29-08-2016 Assinante : JOSUE DIAS SA A/C : Angelina Fernandes V/Ref : Referência IDENTIFICAÇÃO RATING DYNAMIIC Nome SOCIEDADE EXEMPLO LDA... Núm. IIC 108935 Núm Contribuinte

Leia mais

(Sumário elaborado pela Relatora) Acordam os Juízes no Tribunal da Relação de Lisboa:

(Sumário elaborado pela Relatora) Acordam os Juízes no Tribunal da Relação de Lisboa: Acórdãos TRL Processo: 258/14.8TBPDL.L1 6 Relator: ANABELA CALAFATE Descritores: ADMINISTRADOR DE INSOLVÊNCIA REMUNERAÇÃO Nº do Documento: RL Data do Acordão: 02 07 2015 Votação: UNANIMIDADE Texto Integral:

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2015 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal Comarca do Porto Este Amarante Inst. Central Secção do Comércio J1 Processo n.º 440/15.0T8AMT Nuno Albuquerque Favoravelperfil,

Leia mais

Data : Assinante : JOSUE DIAS SA A/C : Angelina Fernandes V/Ref : Via Online. Saiba Mais. Recomendação de Crédito Merecedora de Crédito

Data : Assinante : JOSUE DIAS SA A/C : Angelina Fernandes V/Ref : Via Online. Saiba Mais. Recomendação de Crédito Merecedora de Crédito RELATÓRIO DE CRÉDITO SINTÉTICO Data : 19-05-2017 Assinante : JOSUE DIAS SA A/C : Angelina Fernandes V/Ref : Via Online IDENTIFICAÇÃO Nome SOCIEDADE EXEMPLO LDA... Trust Nº. 108935 Núm Contribuinte 555000555

Leia mais

Manuel Nogueira Martins

Manuel Nogueira Martins Processo Especial de Revitalização PER Comarca de Leiria Alcobaça Inst. Central 2ª Sec. Comércio J2 Proc. N.º 804/15.0T8ACB 2.º Juízo Administrador Judicial Provisório: Orlando José Ferreira Apoliano Carvalho

Leia mais

Nova de Gaia. Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta

Nova de Gaia. Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na Quinta Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal do Comércio de Vila Nova de Gaia 1º Juízo Processo nº 64/14.0TYVNG Insolvência de Binoformática, Lda. V/Referência: Data: Nuno Rodolfo da Nova Oliveira

Leia mais

4º Juízo Cível Processo nº 1234/07.2TJVNF Insolvência de JOFELPA Sociedade Imobiliária, Lda.

4º Juízo Cível Processo nº 1234/07.2TJVNF Insolvência de JOFELPA Sociedade Imobiliária, Lda. Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 4º Juízo Cível Processo nº 1234/07.2TJVNF Insolvência de JOFELPA Sociedade Imobiliária, Lda. V/Referência: Data:

Leia mais

Do que foi dito pela insolvente na reunião realizada, a sua filha Bruna Flipa Fonseca ingressará este ano letivo no 12º ano na Escola

Do que foi dito pela insolvente na reunião realizada, a sua filha Bruna Flipa Fonseca ingressará este ano letivo no 12º ano na Escola RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA JUDICIAL (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicidade de Sentença efetuada no Portal Citius em 06-08-2014 Reunião realizada com a insolvente em

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2015 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga Guimarães - Inst. Central 1.º Secção Comércio J1 Processo n.º 5017/15.8T8GMR Deolinda Ribas Clinica Médica

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 2130/12.7TBPRD Tribunal Judicial de Paredes 1º Juízo Cível Relatório do Administrador de Insolvência

Leia mais

I Conteúdo do Plano de Insolvência (artigo 195º do C.I.R.E.):

I Conteúdo do Plano de Insolvência (artigo 195º do C.I.R.E.): Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Administrador da Insolvência da SOLOURO Vinhos, S.A., vem nos termos do nº 2 do artigo 193º do Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas (C.I.R.E.), apresentar

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 4121/11.6TBPRD Tribunal Judicial de Paredes 3º Juízo Cível Relatório do (Artigo 155º do CIRE) de

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão,

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão 4º Juízo Cível Processo nº 1438/08.0TJVNF Insolvência de António Jorge Pinto Ferreira Alves V/Referência: Data:

Leia mais

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão,

Nuno Rodolfo da Nova Oliveira da Silva, Economista com escritório na. Quinta do Agrelo, Rua do Agrelo, nº 236, Castelões, em Vila Nova de Famalicão, Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal Judicial de Fafe 1º Juízo Processo nº 780/08.5TBFAF Insolvência de Vítor Manuel Paulino Gabriel V/Referência: Data: Nuno Rodolfo da Nova Oliveira

Leia mais

A responsabilização fiscal do Administrador Judicial

A responsabilização fiscal do Administrador Judicial A responsabilização fiscal do Administrador Judicial Quais as vulnerabilidades decorrentes da legislação vigente? João P. M. de Oliveira XIX Encontro Nacional da APAJ Porto, 21 jan. 2017 Doutora Fernanda

Leia mais

V/Referência: Data: Insolvência de Pedro Manuel Carvalho Rodrigues e Sílvia Carvalho de Faria

V/Referência: Data: Insolvência de Pedro Manuel Carvalho Rodrigues e Sílvia Carvalho de Faria Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito do Tribunal do Judicial de Vila Nova de Famalicão 4º Juízo Cível Processo nº 4203/10.1TJVNF V/Referência: Data: Insolvência de Pedro Manuel Carvalho Rodrigues

Leia mais

STYLELINE MOBILIÁRIO, LDA.

STYLELINE MOBILIÁRIO, LDA. Processo nº 3490/138TBBCL- 1º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Barcelos Inventário de Bens (art.º 153º do CIRE) Insolvente: Styleline Mobiliário, Lda. ANEXO I - INVENTÁRIO DE BENS Tribunal Judicial

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 195/12.0TBPNF Tribunal Judicial de Penafiel 3º Juízo Relatório do (Artigo 155º do CIRE) de Santos

Leia mais

ADMINISTRADORR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

ADMINISTRADORR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2016 RELATÓRIO DO ADMINISTRADORR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Bragança Bragança - Inst. Local Secção Cível J2 Processo n.º 552/16.3T8BGC Nuno Albuquerque Gesvima - SGPS, S.

Leia mais

SIM 91,92% RUA DO ROSÁRIO, 127, 2º TELEF: FAX: DR. JOSÉ NORONHA PORTO SIMÕES RECL. GARANT ,625% 5,909%

SIM 91,92% RUA DO ROSÁRIO, 127, 2º TELEF: FAX: DR. JOSÉ NORONHA PORTO SIMÕES RECL. GARANT ,625% 5,909% MAPA UM - MONTANTE DOS S RECONHECIDOS, NATUREZA E DISCRIMINAÇÃO CREDITOS RECONHECIDOS N. REC. (1) NATUREZA VOTAÇÃO ASS. CRED. 156.º JUROS VINCENDOS CAPITAL JUROS (TOTAL) TAXA(S) FUNDAMENTO(S) Para votação

Leia mais

NÃO 3,03% SIM 4,65% SIM 6,70% DRª SANDRA CABRAL RAMOS RUA VIRIATO, N.º 27-1.º D DR. GONÇALO MENÉRES RUA BRAAMCAMP, 11-7.º TELEF:

NÃO 3,03% SIM 4,65% SIM 6,70% DRª SANDRA CABRAL RAMOS RUA VIRIATO, N.º 27-1.º D DR. GONÇALO MENÉRES RUA BRAAMCAMP, 11-7.º TELEF: 1 BANCO BANIF MAIS, S.A. AV. 24 DE JULHO, N.º 98 1200-870 LISBOA NIPC: 500 280 312 2 BANCO BNP PARIBAS PERSONAL FINANCE, S.A. R. TOMÁS DA FONSECA, TORRES DE LISBOA - TORRE G, 15.º 1600-209 LISBOA NIPC:

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (Elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (Elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (Elaborado nos termos do art.155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicação do anúncio no Portal CITIUS em 01-04-2014 Reunião realizada com a Gerente e sua Ilustre

Leia mais

de Famalicão J3 V/Referência: Processo nº 2565/16.6T8VNF Data: Insolvência de Joaquim Manuel da Silva Faria e Isaura Adelina Ferreira da Silva Capela

de Famalicão J3 V/Referência: Processo nº 2565/16.6T8VNF Data: Insolvência de Joaquim Manuel da Silva Faria e Isaura Adelina Ferreira da Silva Capela Exmo(a). Senhor(a) Doutor(a) Juiz de Direito da 2ª Secção de Comércio da Instância Central de Vila Nova de Famalicão J3 V/Referência: Processo nº 2565/16.6T8VNF Data: Insolvência de Joaquim Manuel da Silva

Leia mais

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas

CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas CIRE Código de Insolvência e Recuperação de Empresas Decreto-Lei n.º 53/2004 de 18 de Março Processo n.º 3682/11.4TBVNF Tribunal Judicial de Famalicão 1º Juízo Cível Relatório do (Artigo 155º do CIRE)

Leia mais

Diploma. Aprova o Regulamento do Registo Comercial

Diploma. Aprova o Regulamento do Registo Comercial Diploma Aprova o Regulamento do Registo Comercial O Decreto-Lei n.º 76-A/2006, de 29 de Março, procedeu a uma profunda alteração do Código do Registo Comercial, designadamente, com a eliminação da competência

Leia mais

DECLARAÇÃO (Alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º, DL 18/2008)

DECLARAÇÃO (Alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º, DL 18/2008) DECLARAÇÃO (Alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º, DL 18/2008) 1 - Vítor Manuel Carreira Antunes, casado, natural de Leiria, residente em Rua das Indústrias n.º 81-B, 2420-124, Caranguejeira, conselho de Leiria,

Leia mais

IVA ARTIGO 78º REGULARIZAÇÕES. Para estes créditos aplicam-se sempre os nºs 7 a 12, 16 e 17 do CIVA).

IVA ARTIGO 78º REGULARIZAÇÕES. Para estes créditos aplicam-se sempre os nºs 7 a 12, 16 e 17 do CIVA). IVA 14-03-2015 ARTIGO 78º REGULARIZAÇÕES 1 -REGIME TRANSITÓRIO (créditos vencidos até 31/12/2012) Para estes créditos aplicam-se sempre os nºs 7 a 12, 16 e 17 do CIVA). a) Se a data relevante para a dedução,

Leia mais

Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 36.º do Decreto-Lei n.º 211/2004, de 20 de Agosto:

Ao abrigo do disposto no n.º 2 do artigo 36.º do Decreto-Lei n.º 211/2004, de 20 de Agosto: Legislação Portaria n.º 1327/2004, de 19 de Outubro Publicada no D.R. n.º 246, I Série-B, de 19 de Outubro de 2004 SUMÁRIO: Regulamenta os procedimentos administrativos previstos no Decreto-Lei n.º 211/2004,

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2014 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga Guimarães Inst. Central - 1.ª Secção do Comércio J2 Processo n.º 460/14.2T8GMR Nuno Albuquerque Sono D`Anjo

Leia mais

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO DOS PROCESSOS EXECUTIVOS

LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO DOS PROCESSOS EXECUTIVOS LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÃO DOS PROCESSOS EXECUTIVOS DADOS GERAIS PROCESSO N.º TRIBUNAL: JUÍZO: SECÇÃO: DATA DE ENTRADA: _ TÍTULO EXECUTIVO: TIPO DE EXECUÇÃO: EXECUÇÃO INICIADA ANTES DE 15/09/2003: FORMA

Leia mais

1/5 S.Q. 2/2006 CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS

1/5 S.Q. 2/2006 CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS Artigo 1.º Tipo e firma 1. A sociedade é [civil] OU [comercial], adopta o tipo de sociedade por quotas e a firma. 2. A sociedade tem o número de pessoa colectiva e o número

Leia mais

Recuperação de IVA em créditos incobráveis ou de cobrança duvidosa

Recuperação de IVA em créditos incobráveis ou de cobrança duvidosa Recuperação de IVA em créditos incobráveis ou de cobrança duvidosa PME CRESCIMENTO 2014 A partir do dia 3 de Março de 2014 que as PME têm à sua disposição uma nova linha de crédito no valor de dois mil

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2016 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca dos Açores Ponta Delgada Instância Local Secção do Cível J1 Processo n.º 169/16.2T8PDL Nuno Albuquerque Álvaro José

Leia mais

1. A sociedade tem por objecto:.

1. A sociedade tem por objecto:. CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS Artigo 1.º Tipo e firma 1. A sociedade é [civil] OU [comercial], adopta o tipo sociedade por quotas e a firma. 2. A sociedade tem o número de pessoa colectiva e o número

Leia mais

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE)

RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) 2015 RELATÓRIO DO ADMINISTRADOR DA INSOLVÊNCIA (art.º 155.º CIRE) Tribunal da Comarca de Braga Guimarães Instância Central 1.ª Sec. Comércio J2 Processo n.º 1893/15.2T8GMR Nuno Albuquerque Golden Wash

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Diário da República, 1.ª série N.º 163 25 de Agosto de 2008 5889 PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS Centro Jurídico Declaração de Rectificação n.º 46/2008 Ao abrigo da alínea h) do n.º 1 e do n.º 2 do

Leia mais

Vila Nova de Famalicão - Tribunal Judicial da Comarca de Braga Juízo de Comércio de Vila Nova de Famalicão - Juiz 1

Vila Nova de Famalicão - Tribunal Judicial da Comarca de Braga Juízo de Comércio de Vila Nova de Famalicão - Juiz 1 Peça Processual entregue por via electrónica na data e hora indicadas junto da assinatura electrónica do subscritor (cfr. última página), aposta nos termos previstos na Portaria n.º 280/2013, de 26 de

Leia mais

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.)

RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA. (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) RELATÓRIO DA ADMINISTRADORA DE INSOLVÊNCIA (Elaborado nos termos do art.º155º do C.I.R.E.) Notas prévias: Publicidade de Sentença efectuada no Portal Citius em 19-03-2014 Reunião realizada com os insolventes

Leia mais

DOCUMENTO ANEXO À LISTA A QUE SE REFERE O ARTIGO 129.º CIRE INSOLVÊNCIA DE EMPREENDIMENTOS JCAT, LDA.

DOCUMENTO ANEXO À LISTA A QUE SE REFERE O ARTIGO 129.º CIRE INSOLVÊNCIA DE EMPREENDIMENTOS JCAT, LDA. DOCUMENTO ANEXO À LISTA A QUE SE REFERE O ARTIGO 129.º CIRE INSOLVÊNCIA DE EMPREENDIMENTOS JCAT, LDA. FUNDAMENTOS PARA O NÃO RECONHECIMENTO DO CRÉDITO RECLAMADO POR ANDREÍNA MARIA PAIS DOS SANTOS SOUSA

Leia mais

1/2006 CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS. Artigo 1.º Tipo e firma

1/2006 CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS. Artigo 1.º Tipo e firma CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS Artigo 1.º Tipo e firma 1. A sociedade é [civil] OU [comercial], adopta o tipo sociedade por quotas e a firma. 2. A sociedade tem o número de pessoa colectiva e o número

Leia mais

1. A sociedade tem por objecto:.

1. A sociedade tem por objecto:. CONTRATO DE SOCIEDADE POR QUOTAS Artigo 1.º Tipo e firma 1. A sociedade é [civil] OU [comercial], adopta o tipo sociedade por quotas e a firma. 2. A sociedade tem o número de pessoa colectiva e o número

Leia mais