Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""

Transcrição

1 㐀 䌀伀一吀䄀 嘀伀䰀唀䴀䔀 䤀 䤀 吀漀洀漀 䤀 䴀愀瀀愀猀 搀攀猀攀渀瘀漀氀 瘀椀 搀漀猀㨀 䜀漀瘀攀爀 渀漀 刀攀最椀 漀渀愀氀

2

3 㐀 䌀伀一吀䄀 䜀漀瘀攀爀 渀漀 刀攀最椀 漀渀愀氀

4

5

6

7 Í VL, T T Ã TÓ 24 S SVLVS V L Á T Ã TÓ 24: S 1 : TS S SVÇS TS, LSSÇÃ Ó 3 : SVLVT S SSS: V L 41 - SSBL LSLTV SÊ V V-SÊ V ST L L ÇS ST L BT SS TS ST L LT, TS TSTS ST L S SSTS SS ST L ÇÃ SS HS 233 : S SSS SSS LSSÇÃ Ó SVÇS TS 4

8

9 T Ã TÓ 24 S (nidade: euros) SÇÃ SL T B SSS S SL Q TST L T SL T , , T B , ,52 S ,59 SSS S ,42 SL ,17 L , , , , ,17 1

10

11 TS LSSÇÃ Ó V L

12

13 Ó 24 apa - eceitas dos serviços integrados, por classificação económica SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) TS TS ÍTL - STS TS rupo - Sobre o endimento mposto sobre o rendimento de pessoas singulares (S) , , , ,98 - mposto sobre o rendimento de pessoas coletivas () , , , ,24 - Total rupo , , , , , utros mposto sobre as sucessões e doações ,28-791,28-791,28 - ontribuição autárquica mposto municipal sobre veículos mposto municipal de sisa errama mposto de uso, porte e detenção de armas mpostos diretos diversos Total rupo ,28-791,28-791,28 - L ÍTL , , , , ,50 - ÍTL - STS TS - Sobre o onsumo mposto sobre produtos petrolíferos (S) , , ,16 - mposto sobre valor acrescentado (V) , , , ,50 - mposto sobre veículos (SV) , , , - mposto de consumo sobre o tabaco , , ,58 - mposto sobre álcool e bebidas alcoólicas (B) , , ,57 - mpostos diversos sobre o consumo Total rupo , , , , utros Lotarias mposto do selo , , ,68 - mposto do jogo , , , ,42 - mpostos rodoviários , , , ,37 - esultados da exploração de apostas mútuas mpostos indiretos diversos , , ,99 - Total rupo , , ,46 - L ÍTL , , , ,31 - ÍTL - TBÇÕS SÇ SL, X L STÇÕS S 5

14 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) - aixa eral de posentações e S Quotas e comparticipações para a aixa eral de posentações omparticipações para a S , , ,83 - Total rupo , , ,83 - L ÍTL , , ,83 - ÍTL - TXS, LTS TS LS - Taxas Taxas de justiça , , ,26 - Taxas de registo de notariado , , ,89 - Taxas de registo predial , , ,23 - Taxas de registo civil , , ,14 - Taxas de registo comercial , , , - Taxas florestais Taxas vinícolas Taxas moderadoras Taxas sobre espetáculos e divertimentos , , , - Taxas sobre energia , , ,12 - Taxas sobre geologia e minas ,24-126,24-126,24 - Taxas sobre comercialização e abate de gado Taxas de portos Taxas sobre operações de bolsa Taxas sobre controlo metrológico e de qualidade , , ,63 - Taxas sobre fiscalização de atividades comerciais e industriais Taxas sobre licenciamentos diversos concedidos a empresas , , ,22 - Taxas sobre o valor de adjudicação de obras públicas dicionais molumentos consulares ortagens ropinas , , ,05 - Taxas específicas das autarquias locais Taxas diversas , , ,87 - Total rupo , , , ultas e utras enalidades Juros de mora , , ,30 - Juros compensatórios , , , ,06 - ultas e coimas por infrações ao ódigo da strada e restante legislação , , ,87 - oimas e penalidades por contraordenações , , ,74 - ultas e penalidades diversas , , ,44 - Total rupo , , , ,41 - L ÍTL , , , ,18 - ÍTL 05 - TS SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) 6

15 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) - Juros - Sociedades e Quase-Sociedades ão inanceiras úblicas rivadas Total rupo Juros - Sociedades inanceiras Bancos e outras instituições financeiras ,81-159,81-159,81 - Total rupo ,81-159,81-159, Juros - dministrações úblicas dministração central stado dministração central Serviços e fundos autónomos dministração regional 6-172,25-172,25-172,25 - dministração local ontinente dministração local egiões utónomas Total rupo 6-172,25-172,25-172, Juros - nstituições Sem ins Lucrativos Juros nstituições sem fins lucrativos Total rupo Juros - amílias Juros amílias Total rupo Juros - esto do undo Juros esto do mundo Total rupo ividendos e articipações nos Lucros de Sociedades e Quase-Sociedades ão inanceiras ividendos e participações nos lucros de sociedades e quase-sociedades não financeiras Total rupo ividendos e articipações nos Lucros de Sociedades inanceiras ividendos e participações nos lucros de sociedades financeiras Total rupo articipações nos Lucros de dministrações úblicas articipações nos lucros de administrações públicas Total rupo endas endas Bens de domínio público , , ,85 - utros , , ,66 - Total rupo , , ,51 - L ÍTL , , ,57 - ÍTL 06 - TSÊS TS SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) 7

16 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) - Sociedades e Quase-Sociedades ão inanceiras úblicas rivadas 1.1.1, , , ,85 - Total rupo 1.1.1, , , , Sociedades inanceiras Bancos e outras instituições financeiras ompanhias de seguros e fundos de pensões Total rupo dministração entral stado , , , , - stado Subsistema de proteção social de cidadania egime de solidariedade stado Subsistema de proteção social de cidadania ção social stado Subsistema de proteção à família e políticas ativas de emprego e formação profissional stado articipação portuguesa em projetos cofinanciados stado articipação comunitária em projetos cofinanciados Serviços e fundos autónomos Serviços e fundos autónomos Subsistema de proteção social de cidadania cão social Serviços e fundos autónomos Subsistema de proteção à família e políticas ativas de emprego e formação profissional Serviços e fundos autónomos articipação portuguesa em projetos cofinanciados Serviços e fundos autónomos articipação comunitária em projetos cofinanciados , , ,30 - Total rupo , , , , dministração egional egião utónoma da adeira Total rupo dministração Local egião utónoma da adeira Total rupo Segurança Social Sistema de solidariedade e segurança social , , , ,00 - articipação portuguesa em projetos cofinanciados inanciamento comunitário em projetos cofinanciados utras transferências Total rupo , , , , nstituições Sem ins Lucrativos nstituições sem fins lucrativos Total rupo SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) 8

17 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) - amílias amílias , , ,57 - Total rupo , , , esto do mundo nião uropeia nstituições S - ixo ducação e ormação , , ,54 - nião uropeia nstituições Subsistema de proteção social de cidadania nião uropeia nstituições Subsistema de proteção à família e políticas ativas de emprego e formação profissional nião uropeia aíses-embros aíses terceiros e organizações internacionais aíses terceiros e organizações internacionais Subsistema de proteção social de cidadania Total rupo , , ,54 - L ÍTL , , , ,34 - ÍTL - V BS SVÇS TS - Venda de Bens aterial de escritório ,47-215,47-215,47 - Livros e documentação técnica , , ,71 - ublicações e impressos , , ,88 - ardamentos e artigos pessoais Bens inutilizados rodutos agrícolas e pecuários , , ,11 - rodutos alimentares e bebidas , , ,78 - ercadorias , , ,62 - atérias de consumo esperdícios, resíduos e refugos rodutos acabados e intermédios , , ,45 - utros , , ,81 - Total rupo , , , Serviços luguer de espaços e equipamentos , , ,37 - studos, pareceres, projetos e consultadoria , , ,60 - Vistorias e ensaios , , ,40 - Serviços de laboratórios , , ,63 - tividades de saúde eparações limentação e alojamento , , ,54 - Serviços sociais, recreativos, culturais e desporto , , ,89 - Serviços específicos das autarquias

18 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) utros , , ,17 - Total rupo , , , endas Habitações , , , - difícios utras , , ,74 - Total rupo , , ,78 - L ÍTL , , ,21 - ÍTL - TS TS TS rupo - utras rémios, taxas por garantias de risco e diferenças de câmbio , , , ,49 - roduto da venda de valores desamoedados Lucros de amoedação utras , , ,57 - Total rupo , , , ,06 - L ÍTL , , , ,06 - L S TS TS , , , , ,00 - TS TL ÍTL 09 - V BS VS rupo - Terrenos Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo rupo - Habitações Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5)

19 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo rupo - difícios Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo rupo - utros Bens de nvestimento Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo L ÍTL ÍTL - TSÊS TL SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) 11

20 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) - Sociedades e Quase-Sociedades ão inanceiras úblicas rivadas , , ,57 - Total rupo , , , Sociedades inanceiras Bancos e outras instituições financeiras ompanhias de seguros e fundos de pensões Total rupo SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) - dministração entral stado stado Subsistema de proteção social de cidadania egime de solidariedade stado Subsistema de proteção social de cidadania ção social stado onsignação dos rendimentos do stado para reservas de capitalização stado xcedentes de execução do rçamento do stado stado articipação portuguesa em projetos cofinanciados stado articipação comunitária em projetos cofinanciados Serviços e fundos autónomos , , ,95 - Serviços e fundos autónomos articipação portuguesa em projetos cofinanciados Serviços e fundos autónomos articipação comunitária em projetos cofinanciados Total rupo , , , dministração regional egião utónoma dos çores egião utónoma da adeira Total rupo dministração Local ontinente egião utónoma dos çores egião utónoma da adeira , , ,37 - Total rupo , , , Segurança Social Sistema de solidariedade e segurança social articipação portuguesa em projetos cofinanciados inanciamento comunitário em projetos cofinanciados apitalização pública de estabilização utras transferências Total rupo

21 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) - nstituições sem fins lucrativos nstituições sem fins lucrativos Total rupo amílias amílias Total rupo esto do undo nião uropeia nstituições -ntervencoes e acoes especificas , ixo novação, esenvolvimento Tecnológico e Sociedade onhecimento , , ,54 - ixo ompetitividade da Base conómica egional , , ,33 - ixo esenvolvimento Sustentável , , ,51 - ixo V oesão territorial e overnação , , ,66 - / , , , , rograma esenvolvimento ural , , ,82 - VT-rograma peracional Valorização Território (Q) , , , ,91 - S - rograma peracional Sustentabilidade e ficiência no so de ecursos - (Q) utros programas comunitários T , , , ,38 - nião uropeia nstituições Subsistema de proteção social de cidadania nião uropeia aíses membros aíses terceiros e organizações internacionais aíses terceiros e organizações internacionais Subsistema de proteção social de cidadania Total rupo , , ,38 - L ÍTL , , ,27 - ÍTL 11 - TVS S - epósitos, certificados de depósito e poupança Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos

22 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo Títulos a curto prazo Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo Títulos a édio e Longo razos Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo erivados financeiros Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) 14

23 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo mpréstimos a urto razo Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo mpréstimos a édio e Longo razos Sociedades e quase-sociedades não financeiras , , , ,36 - Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo , , , , ecuperação de réditos arantidos ecuperação de créditos garantidos , , ,45 - Total rupo , , , ções e utras articipações Sociedades e quase-sociedades não financeiras , , , - Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) 15

24 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo , , , nidades de participação Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) - lienação de artes Sociais de mpresas lienação de partes sociais de empresas Total rupo utros tivos inanceiros Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais

25 SÇÃ S TS ÍTL 12 - SSVS S L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) Total rupo L ÍTL , , , , Títulos a urto razo Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas Total rupo Títulos a urto razo Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo Títulos a médio e longo prazos Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais

26 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) Total rupo erivados financeiros Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo mpréstimos a curto prazo Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo mpréstimos a médio e longo prazos Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras , , , , - dministração ública dministração central stado , , , , , - dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias

27 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo , , , , , - - utros passivos financeiros Sociedades e quase-sociedades não financeiras Sociedades financeiras dministração ública dministração central stado dministração ública dministração central Serviços e fundos autónomos dministração ública dministração regional dministração ública dministração local ontinente dministração ública dministração local egiões utónomas dministração ública Segurança social nstituições sem fins lucrativos amílias esto do mundo nião uropeia esto do mundo aíses terceiros e organizações internacionais Total rupo L ÍTL , , , , , - ÍTL 13 - TS TS TL - utras ndemnizações tivos incorpóreos utras Total rupo L ÍTL L S TS TL , , , , ,22 - SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) ÍTL 15 - SÇÕS Ã BT. S TS - eposições ão batidas nos agamentos eposições não abatidas nos pagamentos , , ,61 - Total rupo , , ,61 - L ÍTL , , ,61 - ÍTL 16 - SL Ê T - Saldo rçamental a posse do serviço , Total rupo ,

28 SÇÃ S TS L ÇTL L n.º 31-/23/ L n.º 14/24/ É. SS (m unidades de euro) (1) SL 1 J 24 *** TS B (2) TS LQS (3) TS LS (4) TS BTS (5) BLSS/ SÇÕS (6) TS LÍQS (7)=(5)-(6) SL 31 ZB 24 *** TS B (8)=(2)+(3)-(4)-(5) L ÍTL , ÍTL 17 - ÇÕS XT-ÇTS rupo - perações de tesouraria etenção de receitas do stado etenção de receitas do stado , , ,61 - Total rupo , , ,61 - rupo - utras operações de tesouraria utras operações de tesouraria , , ,78 - Total rupo , , ,78 - rupo 05 - ecursos próprios de terceiros ecursos próprios de terceiros , , ,67 - Total rupo , , ,67 - L ÍTL , , ,06 - L L , , , , ,89-20

29 SVLVT S SSS V L

30

31 esenvolvimento das despesas 41 - SSBL LSLTV ágina 1 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS SSBL LSLTV SSBL LSLTV SSBL LSLTV S SB 059 SV. S.. - STÇ L 11 STÇÃ L TSÊS TS STÇÃ L SVÇS S TÓS 0 L-TS , , ,00 L T , , ,00 0 TSÊS TL STÇÃ L SVÇS S TÓS L L T L , , ,00 L , , ,00 L VSÃ , , ,00 L ÍTL , , ,00 L STÉ , , ,00 onte: S/T 23

32 esenvolvimento das despesas 42 - SÊ V ágina 2 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS BT L SVÇS ST L SÊ ST L SÊ VÇ 059 SV. S.. - STÇ L 11 STÇÃ L SSS SSL ÇÕS TS TS LS ÓÃS SB BS ÓÃS TQ , ,35 SSL S QS- ÇÃ BL , ,19 05 SSL L S QS 3 00 SSL STÇÃ , ,00 11 STÇÃ , ,93 12 SLTS ÉS , ,58 13 SBS ÇÃ , ,65 14 SBS S TL S SBS S , ,15 S SBS TL , 52 1, 15 ÇÕS Ç T/T ,61 776,61 BS VÁVS VTS HS XTÁS , ,33 JS ST , ,97 11 SBS T , ,70 14 TS BS Á SÉ 0 TBLH S SS SL , ,27 onte: S/T 24

33 esenvolvimento das despesas 42 - SÊ V ágina 3 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS SÇ SL SBS L ÇS JVS ,44 1 9,44 05 TBÇÕS / SÇ SL -TSTS -TSTS 8 958, , ,21 B SS-TSTS SS-TSTS 3 453, , 3 452, 0 X L STS 0 X L STS , , ,46 B0 S SL , , ,25 06 TS SVÇ ÇS SSS ,00 209,00 TS SÕS , ,62 TS SSS SÇ SL 0 TL , ,65 L T , , ,45 QSÇÃ BS SVÇS TS QSÇÃ BS BSTÍVS LBTS , 820, TSTS 1 741, , ,58 06 LT-S / 20 TL STÓ ,29 466,29 13 TL S HTL ÉS, ÇÕS TS ,38 340,38 18 LVS TÇÃ TÉ ,00 348,00 19 TS HÍS ÇÃ TS BS , ,75 onte: S/T 25

34 esenvolvimento das despesas 42 - SÊ V ágina 4 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS TSTS 5 832, , ,45 QSÇÃ SVÇS S S STLÇÕS , ,05 B0 LT , , ,99 TSTS , ,84 LZ H 647,00 272,79 272,79 TSTS 593,00 592,92 592,92 SVÇÃ BS , ,40 09 ÇÕS T TSTS , , 1 364, 0 SSS 4 1, , ,76 TSTS 49,00 48,91 48,91 B0 S XS S , ,88 TSTS 124,00 123,23 123,23 0 S XS VZ ,67 6 9,67 TSTS 638,00 637,05 637,05 0 S VS 6 179, , ,25 TSTS 476,00 475,96 475,96 T TSTS ,00 845,94 845,94 0 TS SVS XS S 2 689, , ,74 TSTS 51,00 50,72 50,72 TSTS , ,67 11 STÇÃ S SVÇS , ,17 TSTS 411,00 4,97 4,97 13 SLÇÕS STS , ,17 14 STS, S, JTS SLT , ,72 TSTS 4 599, , ,53 onte: S/T 26

35 esenvolvimento das despesas 42 - SÊ V ágina 5 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 18 VLÂ SÇ ,30 455,30 19 SSSTÊ TÉ , , ,09 TSTS 3 719, , ,40 25 TS SVÇS , , ,74 TSTS L T 4 5, , ,45 L , , ,90 L , , ,90 L VSÃ , , ,90 L ÍTL , , ,90 L STÉ , , ,90 onte: S/T 27

36 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 6 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS BT V ST, SVÇS STÇÃ BT V ST SVÇS BT V ST SVÇS STÇ BL 059 SV. S.. - STÇ L 11 STÇÃ L SSS SSL ÇÕS TS TS LS ÓÃS SB BS ÓÃS TQ , ,96 SSL S QS- ÇÃ BL , ,27 SSL STÇÃ ,72 9 5,72 09 SSL QLQ T STÇÃ , ,89 TÇÕS , ,77 11 STÇÃ , ,63 12 SLTS ÉS , ,92 13 SBS ÇÃ , ,97 14 SBS S TL S SBS S , ,55 S SBS TL , ,86 15 ÇÕS Ç T/T , ,54 BS VÁVS VTS HS XTÁS , 431, JS ST ,50 500,50 11 SBS T , ,00 onte: S/T 28

37 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 7 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 14 TS BS Á SÉ 0 TBLH S SS SL , ,20 Z0 TS 50 SÇ SL SBS L ÇS JVS , ,80 05 TBÇÕS / SÇ SL -TSTS -TSTS , ,81 B SS-TSTS SS-TSTS 2 817, , ,95 0 X L STS 0 X L STS , ,74 B0 S SL , , ,21 06 TS SVÇ ÇS SSS ,85 628,85 TS SÕS , , ,91 TS SSS SÇ SL 0 TL , ,15 L T , , ,23 QSÇÃ BS SVÇS TS QSÇÃ BS LZ H 0 B0 LZ H - V LZ H - L 5 2 TL STÓ 0 TL ST - V ,55 627,55 B0 TL ST - V ,60 144,60 onte: S/T 29

38 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 8 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS Transitados de ,00 169,17 169,17 18 LVS TÇÃ TÉ ,73 130,73 21 TS BS 0 TS BS - V , ,79 B0 TS BS - L 75 Transitados de ,00 317,66 317,66 QSÇÃ SVÇS S S STLÇÕS , ,67 TSTS 2 8,00 2 7,83 2 7,83 B0 LT , ,59 TSTS 11 7,00 364,17 364,17 0 TS ,50 219,50 LZ H 0 LZ H - V ,80 329,80 B0 LZ H - L , 733, SVÇÃ BS 0 SVÇ BS - V , ,88 B0 SVÇ BS - L LÇÃ ÍS , , 09 ÇÕS T TSTS , , ,52 0 SSS , 8 8, TSTS 542,00 541,61 541,61 B0 S XS S , ,84 TSTS 697,00 696,22 696,22 T Transitados de ,00 0 S XS VZ , ,26 onte: S/T 30

39 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 9 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 0 S VS , , TSTS 3 468, , ,38 T TSTS ,00 649,96 649,96 0 TS SVS XS S , ,65 TSTS 2 128, , ,91 TSTS ,00 61,00 11 STÇÃ S SVÇS ,79 943,79 13 SLÇÕS STS ,85 7 3,85 TSTS 44,00 44,00 44,00 14 STS, S, JTS SLT , ,80 TSTS 351,00 350,51 350,51 17 BL VLÂ SÇ 0 VL SÇ - V 15 B0 VL SÇ - L ,85 239,85 19 SSSTÊ TÉ , ,79 20 TS TBLHS SLZS 7 2 2,91 2 2,91 25 TS SVÇS ,13 572,13 B0 S Ç TS ,00 L T , , ,15 732,00 TSÊS TS STÇÃ L SVÇS S TÓS 0 -SSS SSL 0 -SSS SSL , , ,31 B0 - TS SSS TS 30 5, , ,91 onte: S/T 31

40 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 0 L - SSS SSL , , ,00 0 L - TS SSS TS 2 16 ÍLS TS ,40 262,40 L T , , , QSÇÃ BS TL VSS ÍS QT ÁT STW ÁT QT SV TS VSS B0 L T TSÊS TL STÇÃ L SVÇS S TÓS L - SSS TL L T L , ,00 L , ,00 L VSÃ , ,00 ÇÃ L STÇÃ ÚBL T ST ÇÃ L STÇÃ ÚBL T ST STÇ BL 059 SV. S.. - STÇ L 11 STÇÃ L onte: S/T 32

41 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 11 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS SSS SSL ÇÕS TS TS SSL S QS- ÇÃ BL , ,55 SSL STÇÃ , , ,26 09 SSL QLQ T STÇÃ , , ,66 TÇÕS 2 713, , ,40 11 STÇÃ ,27 8 6,27 13 SBS ÇÃ , , ,80 14 SBS S TL S SBS S , , ,09 S SBS TL , , ,38 15 ÇÕS Ç T/T , , ,39 BS VÁVS VTS JS ST 4 093,00 1 3,29 1 3,29 05 B / LHS , ,39 11 SBS T 6 3, , ,76 14 TS BS Á SÉ 0 SBSÍ TBÍ SSL T ST , , ,09 Z0 TS 797,00 557,49 557,49 SÇ SL SBS L ÇS JVS 26 9, , ,67 05 TBÇÕS / SÇ SL 0 X L STS 0 X L STS , , ,72 B0 S SL , , , onte: S/T 33

42 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 12 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 06 TS SVÇ ÇS SSS ,99 596,99 TS SSS SÇ SL 0 TL , ,47 L T , , ,77 QSÇÃ BS SVÇS TS QSÇÃ BS TS-S SBSS ,65 989,65 BSTÍVS LBTS , ,45 LZ H , ,46 06 LT-S / 0 TÇ S T - S , ,52 TL STÓ , ,51 11 TL S L ,89 272,89 12 TL TST- S , ,14 13 TL S HTL 34 30,83 30,83 14 T TL-S , ,69 17 TS TSÍLS , ,22 18 LVS TÇÃ TÉ 15 35,91 35,91 21 TS BS , ,94 TSTS 757,00 756,40 756,40 QSÇÃ SVÇS S S STLÇÕS , ,61 TSTS 448,00 447,44 447,44 B0 LT , ,22 TSTS 3 592, , ,05 onte: S/T 34

43 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 13 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS SVÇÃ BS , ,19 LÇÃ ÍS B0 TÇ SÇ T - S ÇÕS B0 S XS S , ,92 TSTS 2,00 2,94 2,94 0 S XS VZ , 7 524, TSTS 573,00 572,63 572,63 0 S VS ,83 590,83 TSTS 48,00 47,40 47,40 0 TS SVS XS S ,62 7,62 TSTS 6 59,23 59,23 TSTS ,11 834,11 11 STÇÃ S SVÇS SS ,90 438,90 13 SLÇÕS STS , ,58 TSTS 115,00 114,12 114,12 17 BL 18 VLÂ SÇ SSSTÊ TÉ , ,91 20 TS TBLHS SLZS ,00 549,00 25 TS SVÇS ,85 6 5,85 L T , , ,24 05 JS TS S TS JS TS J0 JS 20 TSTS 43,00 13,97 13,97 onte: S/T 35

44 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 14 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS L T 243,00 13,97 13,97 TSÊS TS ÍLS TS ,60 2 9,60 L T ,60 2 9,60 06 TS SSS TS VSS STS TXS 0 V , ,25 TS 0 SVÇS BS 35 82,74 82,74 L T , ,99 QSÇÃ BS TL VSS QT BÁS , 4 932, 11 TS TSÍLS , , ,13 15 TS VSS 7 466, , ,05 L T , ,20 L , , ,77 L , , ,77 L VSÃ , , ,77 ÇÃ L STÇÃ ÚBL LL ÇÃ L STÇÃ ÚBL LL STÇ BL 059 SV. S.. - STÇ L 11 STÇÃ L SSS SSL ÇÕS TS onte: S/T 36

45 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 15 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS TS SSL S QS- ÇÃ BL , , ,82 SSL STÇÃ , 2 316, TÇÕS 1 375, , 1 358, 11 STÇÃ , , 13 SBS ÇÃ , ,56 14 SBS S TL S SBS S , ,62 S SBS TL , ,51 15 ÇÕS Ç T/T , , ,43 BS VÁVS VTS JS ST B / LHS , ,19 14 TS BS Á SÉ Z0 TS ,81 245,81 SÇ SL SBS L ÇS JVS ,36 420,36 05 TBÇÕS / SÇ SL -TSTS -TSTS , ,58 B SS-TSTS SS-TSTS 725,00 724,25 724,25 0 X L STS 0 X L STS , ,09 B0 S SL , , ,48 TS SSS SÇ SL onte: S/T 37

46 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 16 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 0 TL , ,72 L T , ,53 QSÇÃ BS SVÇS TS QSÇÃ BS TL STÓ LVS TÇÃ TÉ 75,00 21 TS BS 75,00 QSÇÃ SVÇS SVÇÃ BS 15 LÇÃ ÍS , ,68 09 ÇÕS T TSTS ,00 615,88 615,88 0 TS SVS XS S ,36 915,36 TSTS 166,00 165,94 165,94 13 SLÇÕS STS SSSTÊ TÉ , ,40 25 TS SVÇS , ,48 L T , , ,74 TSÊS TS ÍLS TS ,21 275,21 L T ,21 275,21 06 TS SSS TS VSS TVS ÓS B0 TÇ SÇ T - SSTS LTS , ,85 TSTS 14 6, , ,93 onte: S/T 38

47 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 17 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS L T , , ,78 QSÇÃ BS TL VSS QT ÁT L T L , , ,26 L , , ,26 L VSÃ , , ,26 ÇÃ L STÇÃ JSTÇ ÇÃ L STÇÃ JSTÇ JSTÇ 060 SÇ BLS - STÇ LTÇ 14 SST JÁ SSS SSL ÇÕS TS TS 11 STÇÃ LTÇÃ SSL S QS- ÇÃ BL , , 11 STÇÃ LTÇÃ SSL STÇÃ , ,96 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 09 SSL QLQ T STÇÃ , ,23 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ TÇÕS , ,98 14 SST JÁ onte: S/T 39

48 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 18 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 11 STÇÃ LTÇÃ 11 STÇÃ , ,96 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 12 SLTS ÉS , ,29 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 13 SBS ÇÃ , ,15 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 14 SBS S TL S SBS S , ,11 14 SST JÁ 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ S SBS TL , ,53 11 STÇÃ LTÇÃ 15 ÇÕS Ç T/T , ,53 14 SST JÁ BS VÁVS VTS HS XTÁS 11 STÇÃ LTÇÃ JS ST 50 3,35 3,35 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 05 B / LHS ,73 923,73 onte: S/T 40

49 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 19 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 14 SST JÁ 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 14 TS BS Á SÉ 0 TBLH S SS SL 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 0 SBSÍ TBÍ SSL T ST , ,90 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ Z0 TS ,28 517,28 11 STÇÃ LTÇÃ SÇ SL SBS L ÇS JVS , , ,56 14 SST JÁ 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ TS STÇÕS LS , ,56 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 05 TBÇÕS / SÇ SL 0 X L STS 0 X L STS , ,42 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ onte: S/T 41

50 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 20 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS B0 S SL , ,94 11 STÇÃ LTÇÃ 06 TS SVÇ ÇS SSS 84 7,70 7,70 TS SSS SÇ SL 0 TL , ,34 L T , , ,62 QSÇÃ BS SVÇS TS QSÇÃ BS LZ H SST JÁ TL STÓ 6 838,00 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 18 LVS TÇÃ TÉ STÇÃ LTÇÃ 21 TS BS ,50 1,50 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ QSÇÃ SVÇS S S STLÇÕS T Transitados de 21 68,00 67,29 67, , ,45 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ BT TSTS ,47 349,47 14 SST JÁ B0 LT , ,67 onte: S/T 42

51 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 21 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 0 TS S S STLÇS LZ H , ,17 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ Transitados , , ,60 SVÇÃ BS , ,85 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ TSTS 52,00 51,85 51,85 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ LÇÃ ÍS , ,96 11 STÇÃ LTÇÃ 09 ÇÕS 0 S XS VZ , ,59 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ 0 S VS , ,82 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ T TSTS , , ,14 0 TS SVS XS S ,41 6,41 14 SST JÁ 14 SST JÁ 13 SLÇÕS STS ,13 3 2,13 onte: S/T 43

52 esenvolvimento das despesas 43 - V SÊ V ágina 22 Ó 24 Â LSSÇÃ Ó SÇÃ ÇT TS S T -T TS LÍQS T T SÃ S TS L TS 11 STÇÃ LTÇÃ Transitados ,00 720,47 720,47 11 STÇÃ LTÇÃ 18 VLÂ SÇ , ,46 14 SST JÁ 19 SSSTÊ TÉ , 5 913, 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ TSTS 1 312, , ,81 25 TS SVÇS - T SST JÁ STÇÃ LTÇÃ TSTS SST JÁ ,00 B - T TVL , ,40 11 STÇÃ LTÇÃ TSTS , ,20 11 STÇÃ LTÇÃ ST , ,40 14 SST JÁ 11 STÇÃ LTÇÃ TS ,64 314,64 14 SST JÁ L T , , ,30 05 JS TS S TS JS onte: S/T 44

Última alteração 03-12-2009

Última alteração 03-12-2009 01 Impostos directos * 01 02 Outros 01 02 02 Imposto municipal sobre imóveis * 01 02 03 Imposto único de circulação 01 02 04 Imposto municipal sobre as transacções onerosas de imóveis 01 02 05 Derrama

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 24 de abril de 2015. Série. Número 66

JORNAL OFICIAL. Suplemento. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Sexta-feira, 24 de abril de 2015. Série. Número 66 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Sexta-feira, 24 de abril de 2015 Série Suplemento Sumário SECRETARIA REGIONAL DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Declaração n.º 3/2015 Mapas I a VIII, a que

Leia mais

RECEITAS ADMINISTRADAS POR SERVIÇOS INTEGRADOS EM 2013 INFORMAÇÃO PRESTADA PELOS SERVIÇOS

RECEITAS ADMINISTRADAS POR SERVIÇOS INTEGRADOS EM 2013 INFORMAÇÃO PRESTADA PELOS SERVIÇOS Ministério 01 Encargos Gerais do Estado 1206 SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA 1207 SUPREMO TRIBUNAL ADMINISTRATIVO 2334 CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL 3045 COMISSÃO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE DADOS 04 02 04 040199

Leia mais

Município de Almeida - CMA

Município de Almeida - CMA RECEITAS CORRENTES 9.142.648,00 40.938,00 0,00 40.938,00 9.183.586,00 01 Impostos directos 648.164,00 0,00 0,00 0,00 648.164,00 0102 Outros 648.164,00 0,00 0,00 0,00 648.164,00 010202 Imposto municipal

Leia mais

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E

ENTIDADE DOTAÇÕES INICIAIS CÓDIGOS D E S I G N A Ç Ã O M O N T A N T E PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 10.964.290,82 01 IMPOSTOS DIRECTOS 3.660.000,00 01.02 3.660.000,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS 1.900.000,00 01.02.03 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE VEÍCULOS

Leia mais

Município Marinha Grande

Município Marinha Grande Município Marinha Grande ORÇAMENTO DA RECEITA PÁGINA : 1 R E C E I T A S C O R R E N T E S 18.923.350,71 01 IMPOSTOS DIRECTOS 7.173.657,00 01.02 OUTROS 7.173.657,00 01.02.02 IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEI

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2010 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2010 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S 15:10 2011/06/09 Fluxos de caixa Pag. 1 ENTIDADE CM AMADORA MUNICIPIO DA AMADORA Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2010/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 54.683.639,20 EXECUÇÃO

Leia mais

Município de Mortágua

Município de Mortágua Município de Mortágua Documentos de Prestação de Contas Balanço Demonstração de Resultados Mapas de Execução Orçamental Anexos às Demonstrações Financeiras Relatório de Gestão 2004 Índice Índice: 5. Balanço

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 310.276,31 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 103.137,41 Operações de Tesouraria 207.138,90 6.794.667,86 Receitas Correntes 5.881.296,87 01 Impostos

Leia mais

Mapa de Fluxos de Caixa

Mapa de Fluxos de Caixa RECEBIMENTOS Saldo da Gerência Anterior 1.243.835,16 Execução Orçamental 1.090.463,60 Operações de Tesouraria 153.371,56 Receitas Orçamentais 18.346.140,09 01 IMPOSTOS DIRECTOS 4.120.643,81 0102 Outros

Leia mais

ORÇAMENTO DA RECEITA. Receitas Correntes 14.415.223

ORÇAMENTO DA RECEITA. Receitas Correntes 14.415.223 Receitas Correntes 14.415.223 01 Impostos Directos 4.655.446 01 02 Outros 4.655.446 01 02 02 IMI - Imposto municipal sobre imóveis 2.728.366 01 02 03 IUC Imposto único de circulação 278.183 01 02 04 IMT

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo;

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 O Órgão Executivo; O Órgão Deliberativo; PRESTAÇÃO DE CONTAS 2007 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2007, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 393.778,77 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 263.966,97 Operações de Tesouraria 129.811,80 16.355.231,25 Receitas Correntes 12.596.773,53 01 Impostos

Leia mais

ORÇAMENTO PARA O ANO 2010 - Receita

ORÇAMENTO PARA O ANO 2010 - Receita ORÇAMENTO PARA O ANO 200 - Receita 0 Impostos directos 002 Outros 00202 Imposto municipal sobre imóveis 26.548.49 00203 Imposto único de circulação 6.4.999 00204 Imposto municipal s/ transacções onerosas

Leia mais

Documentos de Prestação de Contas

Documentos de Prestação de Contas Documentos de Prestação de Contas E DOCUMENTOS ANEXOS Segundo a Resolução nº04/2001-2ª Secção APROVAÇÃO Câmara Municipal - Reunião de / / Assembleia Municipal - Sessão de / / ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 316.566,25 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 264.031,03 Operações de Tesouraria 52.535,22 5.031.119,33 Receitas Correntes 2.585.384,84 01 Impostos

Leia mais

(1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

(1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DE CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA - POR ENTIDADE MVN - MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS ANO 2014 JANEIRO A JUNHO - 2014/06/30 PAG 1 CLASSIFICAÇÃO ECONÓMICA REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES GRAU RECEITAS CORRENTES

Leia mais

MAPA I RECEITAS DO ESTADO. [Alínea a) do artigo 1º.] RECEITAS CORRENTES

MAPA I RECEITAS DO ESTADO. [Alínea a) do artigo 1º.] RECEITAS CORRENTES - 1 - MAPA I RECEITAS DO ESTADO [Alínea a) do artigo 1º.] RECEITAS CORRENTES 01 IMPOSTOS DIRECTOS 01 Sobre o Rendimento 01 Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS) 1,106,600,000 02 Imposto

Leia mais

Orçamento Inicial para 2010

Orçamento Inicial para 2010 RECEITAS Económica Designação Previsão RECEITAS CORRENTES 7.527.796,00 01 Impostos directos 791.550,00 0102 Outros 791.550,00 010202 Imposto municipal sobre imóveis 230.000,00 010203 Imposto único de circulação

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31

F L U X O S D E C A I X A ANO 2007 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 ENTIDADE MUN. VNFAMALICAO MUNICIPIO DE VILA NOVA DE FAMALICAO Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2007/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 2.998.192,70 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 1.267.764,59

Leia mais

1 2 9, i n c i s o I I, d a C F ; e a r t i g o 5 º, i n c i s o V, a l í n e a s a e

1 2 9, i n c i s o I I, d a C F ; e a r t i g o 5 º, i n c i s o V, a l í n e a s a e P O R T A R I A n 2 0 1, d e 1 8 d e j u l h o d e 2 0 1 3. A P r o c u r a d o r a d a R e p ú b l i c a q u e e s t a s u b s c r e v e, e m e x e r c í c i o n a P r o c u r a d o r i a d a R e p ú

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 M

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 M ÓGÃ: 28000 - inistério do esenvolvimento, ndústria e Comércio xterior NA: 28203 - nstituto Nacional da ropriedade ndustrial - N ANX GAA ABALH (SLNAÇÃ) ecurso de odas as ontes $ 1,00 G NCNAL GAÁCA GAA/AÇÃ/LCALZA/

Leia mais

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1

ANO 2007 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 ENTIDADE C.M.L. MUNICÍPIO DE LAGOA Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 383.685,64 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 161.920,09 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 221.765,55 RECEITAS ORÇAMENTAIS...

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A R E C E B I M E N T O S PERÍODO 2014/01/02 A 2014/12/31 Pág. 1 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 259.724,13 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 18.518,45 OPERAÇÕES DE TESOURARIA... 241.205,68 RECEITAS ORÇAMENTAIS... 4.975.283,44

Leia mais

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Diário da República,.ª série N.º 252 3 de Dezembro de 9225 automaticamente transferidos para os correspondentes novos departamentos, organismos ou serviços que os substituem, ou que os passam a integrar

Leia mais

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS

ORÇAMENTOS PRIVATIVOS PARA 2016 DESENVOLVIMENTO DAS RECEITAS DOS SERVIÇOS E FUNDOS AUTÓNOMOS MA OP-01 DESENVOLVIMENTO DAS DOS SERVIÇOS E S AUTÓNOMOS 03 - SERVICOS NA AREA DA ECONOMIA 01 - IMEI - AGENCIA PARA A COMPETITIVIDADE E INOVAÇAO PROG MED 065 FUNÇÕES S - DIVERSAS NÃO ESPECIFICADAS 04 TAXAS,

Leia mais

C N C. Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1

C N C. Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1 Indice 11 - CÓDIGO DE CONTAS... 1 CLASSE 1 - DISPONIBILIDADES... 1 CLASSE 2 - TERCEIROS*... 2 CLASSE 3 - EXISTÊNCIAS*... 4 CLASSE 4 - IMOBILIZAÇÕES*... 5 CLASSE 5 - CAPITAL, RESERVAS E RESULTADOS TRANSITADOS...

Leia mais

ARMAZÉNS GERAIS ASPECTOS LEGAIS, VANTAGENS E SERVIÇOS

ARMAZÉNS GERAIS ASPECTOS LEGAIS, VANTAGENS E SERVIÇOS ARMAZÉNS GERAIS ASPECTOS LEGAIS, VANTAGENS E SERVIÇOS D i r e t o r E x e c u t i v o d a T O P L O G P o r R o d o l p h o C a r i b e A r m a z é n s g e r a i s s ã o e s t a b e l e c i m e n t o s

Leia mais

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013

ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DE LOULE ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2013 PÁGINA : 1 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL 31.800,00 D E S P E S A S C O R R E N T E S 31.800,00

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS

FLUXOS DE CAIXA CONSOLIDADOS CÂMARA MUNICIPAL DO / SERVIÇOS MUNICIPALIZADOS DE TRANSPORTES COLECTIVOS DO RECEBIMENTOS Saldo da gerência anterior 2.363.424,49 Execução Orçamental 1.404.990,71 Operações de Tesouraria 958.433,78 Total

Leia mais

REDES DE NOVA GERAÇÃO. m a i o r q u a l i d a d e, m a i s r a p i d e z, mais inovação;

REDES DE NOVA GERAÇÃO. m a i o r q u a l i d a d e, m a i s r a p i d e z, mais inovação; R E D E S D E N O V A G E R A Ç Ã O D E S A F I O e O P O R T U N I D A D E A P D C, 3 1 D E M A R Ç O D E 2 0 0 9 A S O N A E C O M A C R E D I T A Q U E A S R d N G S Ã O U M A O P O R T U N I D A D

Leia mais

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA

ORGÂNICA ECONÓMICA D E S I G N A Ç Ã O ORGÂNICA ECONÓMICA ENTIDADE MUNICIPIO DE MOGADOURO ORÇAMENTO DA DESPESA ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DOTAÇÕES INICIAIS DO ANO 2009 PÁGINA : 1 01 01.01 ADMINISTRACAO MUNICIPAL OPERACOES FINANCEIRAS 5.094.863,00

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 1.348.952,41 Total das Receitas Orçamentais Execução Orçamental 1.034.500,26 Operações de Tesouraria 314.452,15 16.035.427,63 Receitas Correntes 11.478.511,35 01

Leia mais

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a

ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9) ( 10 = 7-9 ) (11=4+5-6-7) (12)a MAPA DO CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA ANO 2006 ENTIDADE CMVM - MUNICIPIO DE VIEIRA DO MINHO PÁG. 1 CLA SIFICAÇÃO ECONÓMICA PREVISÕES RECEITAS POR RECEITAS LIQUIDAÇÕES RECEITAS REEMBOLSOS/RESTITUIÇÕES

Leia mais

A S N O V A S R E G R A S D E F A C T U R A Ç Ã O

A S N O V A S R E G R A S D E F A C T U R A Ç Ã O i I N F O R M A Ç Ã O F I S C A L N º 3 J a n e i r o 2 0 1 3 A S N O V A S R E G R A S D E F A C T U R A Ç Ã O N o s e g u i m e n t o d a L e i d o O r ç a m e n t o d o E s t a d o p a r a 2 0 1 2 e,

Leia mais

APARELHO GENITAL MASCULINO

APARELHO GENITAL MASCULINO Diário da República, 1.ª série N.º 20 29 de janeiro de 2014 703 Código Designação Preço (euros) Pond. APARELHO GENITAL MASCULINO PÉNIS 90447 Biopsia peniana (ver GDH de Ambulatório)...................................................

Leia mais

MAPAS DE FLUXOS FINANCEIROS

MAPAS DE FLUXOS FINANCEIROS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 MAPAS DE FLUXOS FINANCEIROS Documentos de Prestação de Contas 2010 DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 Fluxos de Caixa Documentos de Prestação de Contas 2010 DOC

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A P A R A Í B A C E N T R O D E C I Ê N C I A S D A S A Ú D E

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A P A R A Í B A C E N T R O D E C I Ê N C I A S D A S A Ú D E U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A P A R A Í B A C E N T R O D E C I Ê N C I A S D A S A Ú D E D E P A R T A M E N T O D E C I Ê N C I A S F A R M A C Ê U T I C A S C U R S O D E F A R M Á C I A

Leia mais

PORTO DE SALVADOR - S U L D A Á F R I C A *

PORTO DE SALVADOR - S U L D A Á F R I C A * R O TA S D E N AV E G A Ç Ã O N O L O N G O C U R S O - M E R C O S U L - C O S TA O E S T E D A A M É R I C A D O S U L - A M É R I C A C E N T R A L E C A R I B E - G O L F O D O M É X I C O - C O S

Leia mais

F L U X O S D E C A I X A ANO 2013 ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S

F L U X O S D E C A I X A ANO 2013 ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S ENTIDADE MVN MUNICIPIO DE VENDAS NOVAS Pág. 1 PERÍODO JANEIRO A DEZEMBRO - 2013/12/31 R E C E B I M E N T O S SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR... 213.697,03 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL... 67.235,92 OPERAÇÕES DE TESOURARIA...

Leia mais

ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita

ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita ORÇAMENTO PARA O ANO 2014 - Receita 04 Taxas, multas e outras penalidades 0402 Multas e outras penalidades 040201 Juros de mora 6.000 040204 Coimas e penalidades por contra-ordenações 040299 Multas e penalidades

Leia mais

J U R I S P R U D Ê N C I A F I S C A L A R B I T R A L ( 3. º E 4. º T R I M E S T R E S D E 2 0 1 2 )

J U R I S P R U D Ê N C I A F I S C A L A R B I T R A L ( 3. º E 4. º T R I M E S T R E S D E 2 0 1 2 ) i J a n e i r o d e 2 0 1 3 J U R I S P R U D Ê N C I A F I S C A L A R B I T R A L ( 3. º E 4. º T R I M E S T R E S D E 2 0 1 2 ) TAX & BUSINESS P r e t e n d e - s e, c o m a p r e s e n t e I n f o

Leia mais

Fluxos de Caixa. Recebimentos

Fluxos de Caixa. Recebimentos Recebimentos Saldo da Gerência Anterior 7.946.571,02 Execução Orçamental 5.519.930,76 Operações de Tesouraria 2.426.640,26 das Receitas Orçamentais 58.322.634,95 Receitas Correntes 55.610.658,97 01 Impostos

Leia mais

BALANÇO ANO 2005 ENTIDADE C.M.M MUNICIPIO DE MIRANDELA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 ACTIVO AB A/P AL AL

BALANÇO ANO 2005 ENTIDADE C.M.M MUNICIPIO DE MIRANDELA PAG. 1 EXERCÍCIOS CÓDIGO DAS N N - 1 ACTIVO AB A/P AL AL Prestação de Contas - 2005 Junto se remete os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2005, organizados em conformidade com o POCAL e a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção, do Tribunal

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 23 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

BLOCO Nº 2 JORNAIS, BOLETINS, PANFLETOS D a N º 1. H i n o N a c i o n a l e H i n o d a I n t e r n a c i o n a l? 0 1 C U T N a c i o n a l 2. M o d i f i c a ç õ e s d o E s t a t u t o p r o p o s

Leia mais

RECEITAS CORRENTES 01 IMPOSTOS DIRECTOS 681,553.00

RECEITAS CORRENTES 01 IMPOSTOS DIRECTOS 681,553.00 MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA PLANO ORÇAMENTAL DA RECEITA 001 RECEITAS CORRENTES 01 IMPOSTOS DIRECTOS 681,553.00 0102 Outros 681,553.00 010202 Imposto Municipal sobre imóveis 304,083.00 010203 Imposto único

Leia mais

P RO J E T O E S P E C I A L : A R E S T / F AZ E N D A S E N H O R J E S U S

P RO J E T O E S P E C I A L : A R E S T / F AZ E N D A S E N H O R J E S U S P RO J E T O E S P E C I A L : A R E S T / F AZ E N D A S E N H O R J E S U S P ET A g r o n o m i a U n i v e r s i d a d e F e d e r a l d e L a v r a s U F L A / M G 1 R e s u m o J a m a i s c o n

Leia mais

FREGUESIA DAS DOZE RIBEIRAS

FREGUESIA DAS DOZE RIBEIRAS FREGUESIA DAS DOZE RIBEIRAS MUNICÍPIO DE ANGRA DO HEROÍSMO FLUXOS DE CAIXA APROVAÇÃO PARA O ANO FINANCEIRO DE 2009 Datas das Deliberações Junta de Freguesia / / Assembleia de Freguesia / / Órgão Executivo

Leia mais

A C T A N. º I X / 2 0 0 8

A C T A N. º I X / 2 0 0 8 1 A C T A N. º I X / 2 0 0 8 - - - - - - A o s d e z a s s e i s d i a s d o m ê s d e A b r i l d o a n o d e d o i s m i l e o i t o, n e s t a V i l a d e M o n c h i q u e, n o e d i f í c i o d o

Leia mais

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO

MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 DOTAÇÃO MOVIMENTO DO PERIODO MOVIMENTO ACUMULADO SALDO MPS PERIODO : JANEIRO A OUTUBRO - 2015/10/31 2015/11/16 2015 1 010101 TITULARES DE ÓRGÃOS DE SOBERANIA E 94.610,00 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 94.610,00 94.610,00 70.063,47 70.063,47 24.546,53

Leia mais

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 FUNCIONAL PROGRAMÁTICA PROGRAMA/AÇÃO/LOCALIZADOR/PRODUTO

PROGRAMA DE TRABALHO (SUPLEMENTAÇÃO) Recurso de Todas as Fontes R$ 1,00 FUNCIONAL PROGRAMÁTICA PROGRAMA/AÇÃO/LOCALIZADOR/PRODUTO ÓÃ: 30000 - inistério da Justiça A: 30101 - inistério da Justiça AX AA ABALH (LAÇÃ) ecurso de odas as ontes $ 1,00 CAL AÁCA AA/AÇÃ/LCALZA/ 0698 estão e Apoio nstitucional na Área da Justiça 1.033.315 AVA

Leia mais

Execução Orçamental - Fundos Próprios

Execução Orçamental - Fundos Próprios Classificação Orgânica 111040600 Instituição : SALDO DA GERÊNCIA ANTERIOR Execução Orçamental - Fundos Próprios Secretaria 1 P0019 M018 16 01 01 00 00 F.F 313 492.625,65 Secretaria 8 16 01 01 00 00 F.F

Leia mais

23548 Diário da República, 2.ª série N.º 161 19 de agosto de 2015

23548 Diário da República, 2.ª série N.º 161 19 de agosto de 2015 Saldo do ano anterior: Movimento em dinheiro nas Caixas, Banco de Portugal, como Caixa Geral do Tesouro, e outros bancos no período decorrido de 1 de janeiro a 3 de junho de 25 Entrada Fundos saídos: No

Leia mais

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício.

IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA. As contas desta classe registam os custos correntes do exercício. Anexo à Instrução nº 4/96 IV - 2. LISTA E ÂMBITO DAS CONTAS CLASSE 7 CUSTOS POR NATUREZA As contas desta classe registam os custos correntes do exercício. 70 - JUROS E CUSTOS EQUIPARADOS Encargos financeiros

Leia mais

Ponto 8 Anexo ao balanço e à demonstração de resultados referente ao exercício económico de 2011

Ponto 8 Anexo ao balanço e à demonstração de resultados referente ao exercício económico de 2011 Ponto 8 Anexo ao balanço e à demonstração de resultados referente ao exercício económico de 2011 8.1 CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE 8.1.1 Identificação: Designação: Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico

Leia mais

Obrigações declarativas das entidades que não exercem a título principal

Obrigações declarativas das entidades que não exercem a título principal Obrigações declarativas das entidades que não exercem a título principal atividades comerciais, industriais ou agrícolas Com as alterações introduzidas aos n.ºs 6 e 7 do art. 117 do CIRC 1, as obrigações

Leia mais

PROPOSTA DE ORÇAMENTO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

PROPOSTA DE ORÇAMENTO REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA GOVERNO REGIONAL PROPOSTA DE ORÇAMENTO DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA PARA 216 NOVEMBRO DE 215 MAPA I RECEITAS DA REGIÃO [(art. 1. a)] Capí-

Leia mais

8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA

8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA 8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA As demonstrações financeiras anexas foram preparadas com base nos livros e registos contabilísticos da ESHTE mantidos em conformidade com

Leia mais

37.100.500,00 TOTAL DA RECEITA: TOTAL DA DESPESA: 37.100.500,00

37.100.500,00 TOTAL DA RECEITA: TOTAL DA DESPESA: 37.100.500,00 TOTAL DA RECEITA: TOTAL DA DESPESA: 37.100.500,00 37.100.500,00 0 DA CÂMARA MUNICIPAL DE LEIRIA ANO 2013 RECEITAS DESPESAS CORRENTES 23.469.442,00 CORRENTES 23.270.500,00 CAPITAL 13.631.058,00 CAPITAL

Leia mais

Acção 3.2.2 Serviços Básicos para a População Rural

Acção 3.2.2 Serviços Básicos para a População Rural 1. OBJECTIVOS DAS INTERVENÇÕES Os apoios previstos no âmbito do presente regulamento visam aumentar a acessibilidade a serviços básicos, que constituem um elemento essencial na equiparação dos níveis de

Leia mais

Freguesia. Foz do Arelho. Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO

Freguesia. Foz do Arelho. Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO Freguesia de Foz do Arelho Município de Caldas da Rainha ORÇAMENTO DA RECEITA E DESPESA PARA O ANO FINANCEIRO DE 2003 APROVADO PELA JUNTA DE FREGUESIA Em reunião de PELA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA Em sessão

Leia mais

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2014/01/01 A 2014/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO

FLUXOS DE CAIXA PERÍODO DE 2014/01/01 A 2014/12/31. Modelo de acordo com a Instrução n.º 1/2004 do Tribunal de Contas CÓDIGO PAGAMENTOS CÓDIGO Despesas de fundos próprios: Saldo da gerência anterior: Dotações orçamentais (OE): Execução orçamental - Fundos próprios: Correntes: De dotações orçamentais (OE) 79.410,36 79.410,36 De receitas próprias:

Leia mais

Documentos de Prestação de. Contas

Documentos de Prestação de. Contas Documentos de Prestação de Contas Ano Financeiro de 2010 INDICE GERAL 7.3.1 CONTROLO ORÇAMENTAL DA DESPESA 7.3.2 CONTROLO ORÇAMENTAL DA RECEITA 7.4 EXECUÇÃO ANUAL DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 7.4A

Leia mais

MANUAL DE CONSOLIDAÇÃO DE CONTAS MUNICIPIO DE GUIMARÃES. Índice

MANUAL DE CONSOLIDAÇÃO DE CONTAS MUNICIPIO DE GUIMARÃES. Índice Índice 1 Objetivo da Consolidação... 5 2 Definições... 5 2.1. Empresa Mãe ou consolidante... 5 2.2. Subsidiária... 5 2.3. Perímetro de Consolidação... 5 2.4. Diferença de Consolidação... 6 3 Organigrama

Leia mais

Junta de Freguesia de S. Victor Município de Braga Regulamento Geral de Taxas e Licenças

Junta de Freguesia de S. Victor Município de Braga Regulamento Geral de Taxas e Licenças Junta de Freguesia de S. Victor Município de Braga Regulamento Geral de Taxas e Licenças da Freguesia de S. Victor 1 REGULAMENTO GERAL DE TAXAS E LICENÇAS FREGUESIA DE S. VICTOR Em conformidade com o disposto

Leia mais

MUNICíPIO DE MORTÁGUA

MUNICíPIO DE MORTÁGUA MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Orçamento MUNICíPIO DE MORTÁGUA Opções do Plano Município Mortágua Grans Opções do Plano do ano (valores em euros) Obj. Prog. Projecto Ano / Nº Acção Código Classificação

Leia mais

Freguesia de Nogueira, Meixedo e Vilar de Murteda

Freguesia de Nogueira, Meixedo e Vilar de Murteda Freguesia Nogueira, Meixedo e Vilar Murteda 01 Impostos directos 0102 Outros CORRENTES 010202 Imposto municipal sobre imóveis 1.000,00 TOTAL Rúbrica 01 1.000,00 04 Taxas, multas e outras penalidas 0401

Leia mais

Procedimento Candidaturas ao Apoio Municipal às Associações do Concelho para o Investimento

Procedimento Candidaturas ao Apoio Municipal às Associações do Concelho para o Investimento Procedimento Candidaturas ao Apoio Municipal às Associações do Concelho para o Investimento 18 de abril a 16 de maio APOIO AO INVESTIMENTO Secção I Âmbito e Procedimento Artigo 1.º Âmbito O apoio municipal

Leia mais

5008 Diário da República, 1.ª série N.º 143 24 de julho de 2015

5008 Diário da República, 1.ª série N.º 143 24 de julho de 2015 5008 Diário da República, 1.ª série N.º 143 24 de julho de 2015 ANEXO 11 BALANÇO (INDIVIDUAL ou CONSOLIDADO) EM XX DE YYYYYYY DE 20NN UNIDADE MONETÁRIA (1) RUBRICAS NOTAS DATAS XX YY N XX YY N-1 ATIVO

Leia mais

Freguesia de Arcozelo RELATÓRIO DE GESTÃO

Freguesia de Arcozelo RELATÓRIO DE GESTÃO RELATÓRIO DE GESTÃO I Introdução 1.1 Nota Prévia Conforme se encontra preceituado no POCAL, apresenta-se o relatório de Gestão relativo ao ano de 2009 para que, dentro dos prazos previstos na Lei nº 98/97,

Leia mais

B O L E T I M I N F O R M A T I V O

B O L E T I M I N F O R M A T I V O P R Ó - R E I T O R I A D E E N S I N O E D I Ç Ã O 0 4 - A N O 0 2 B O L E T I M I N F O R M A T I V O M A I O D E 2 0 1 5 A C O M I S S Ã O P E R M A N E N T E D E P R O C E S S O S E L E T I V O D A

Leia mais

1156 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 38 14 de Fevereiro de 2002 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

1156 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 38 14 de Fevereiro de 2002 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS 1156 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-A N. o 38 14 de Fevereiro de 2002 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Decreto-Lei n. o 26/2002 de 14 de Fevereiro Constituíram, desde sempre, os pilares essenciais da aprovação dos

Leia mais

Notas aos Mapas Previsionais... 1. 1. Apresentação dos Mapas Previsionais... 3. 1.1 Resumo do Orçamento da Receita e da Despesa...

Notas aos Mapas Previsionais... 1. 1. Apresentação dos Mapas Previsionais... 3. 1.1 Resumo do Orçamento da Receita e da Despesa... Índice Notas aos Mapas Previsionais... 1 1. Apresentação dos Mapas Previsionais... 3 1.1 Resumo do Orçamento da Receita e da Despesa... 3 1.2 Resumo do Orçamento da Receita e da Despesa por capítulos...

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS DIRECÇÃO GERAL DO ORÇAMENTO ANO ECONÓMICO DE 22 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS EM CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO N. 2 DO ART. 5 DO DEC. LEI 71/95, DE 15 DE ABRIL, ENVIA-SE A RELAÇÃO TRIMESTRAL DAS ALTERAÇÕES ORÇAMENTAIS EFECTUADAS NOS ORÇAMENTOS

Leia mais

Enquadramento Fiscal

Enquadramento Fiscal Organizações Sem Fins Lucrativos Enquadramento Fiscal Ponte da Barca, 14 de Maio de 2013 Organizações Sem Fins Lucrativos Os principais tipos de entidades sem fins lucrativos em Portugal são as associações,

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS CLASSIFICADOR ECONÓMICO DAS RECEITAS E DESPESAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS

NOTAS EXPLICATIVAS CLASSIFICADOR ECONÓMICO DAS RECEITAS E DESPESAS DAS AUTARQUIAS LOCAIS S EXPLICATIVAS Nota: As últimas alterações introduzidas encontram-se assinaladas a cor diferente, para uma maior facilidade de leitura e compreensão do documento. CONTA RECEITAS CORRENTES 01 Impostos directos

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011)

REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011) Junta de Freguesia de Guadalupe REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA FREGUESIA DE GUADALUPE (Aprovado em Reunião ordinária a 26 de Abril de 2011) PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de 29 de Dezembro, aprovou

Leia mais

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO MODELO 10 RENDIMENTOS E RETENÇÕES DE SUJEITOS PASSIVOS RESIDENTES INDICAÇÕES GERAIS

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO MODELO 10 RENDIMENTOS E RETENÇÕES DE SUJEITOS PASSIVOS RESIDENTES INDICAÇÕES GERAIS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO MODELO 10 RENDIMENTOS E RETENÇÕES DE SUJEITOS PASSIVOS RESIDENTES INDICAÇÕES GERAIS A declaração modelo 10 destina-se a declarar os rendimentos sujeitos a imposto,

Leia mais

8.2. NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS

8.2. NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 8.2. NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS 8.2 NOTAS AO BALANÇO E À DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS As Demonstrações Financeiras anexas foram elaboradas de acordo com os princípios contabilísticos

Leia mais

FREGUESIA DE Galegos REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS

FREGUESIA DE Galegos REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS FREGUESIA DE Galegos REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS Dezembro de 2015 REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS FREGUESIA DE GALEGOS Em conformidade com o disposto na alínea d) do n.º 1 do artigo 9.º, conjugada

Leia mais

2 Orientações para gerar código de registro de certificado

2 Orientações para gerar código de registro de certificado (ANEXO V) MODELO DE CERTIFICADO DE HABILITAÇÃO, ESPECIALIZAÇÃO E APTIDÃO PROFISSIONAL DE BOMBEIRO DE AERÓDROMO E DE FORMAÇÃO E ATUALIZAÇÃO DE INSTRUTOR DE PREVENÇÃO, SALVAMENTO E COMBATE A INCÊNDIO EM

Leia mais

Tribunal de Contas ANEXO II LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS

Tribunal de Contas ANEXO II LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS ANEXO II LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS LEGISLAÇÃO SOBRE BENEFÍCIOS FISCAIS I COM IMPLICAÇÕES NA RECEITA ESTADUAL A) No âmbito dos impostos directos a. 1) Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares

Leia mais

DECRETO-LEI N.º 165/86 de 26 de Junho

DECRETO-LEI N.º 165/86 de 26 de Junho DECRETO-LEI N.º 165/86 de 26 de Junho A especial situação geográfica da Madeira e as características bem específicas da sua economia levaram o Governo a autorizar, nos termos do Decreto-Lei n.º 500/80,

Leia mais

DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE

DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE ANEXO 1 DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE MUNICÍPIO DE GUIMARÃES GERÊNCIA 1 DE JANEIRO A 31 DE DEZEMBRO DE 2014 DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DESIGNAÇÃO CÓDIGO POCAL 1 Balanço 5 2 Demonstração de resultados

Leia mais

Portaria SOF nº 11, de 22 de agosto de 2002

Portaria SOF nº 11, de 22 de agosto de 2002 Portaria SOF nº 11, de 22 de agosto de 2002 Dispõe sobre a classificação orçamentária por natureza de receita para aplicação no âmbito da União. O SECRETÁRIO DE ORÇAMENTO FEDERAL, no uso das atribuições

Leia mais

Secção III: Âmbito de Aplicação e Políticas de Risco 7. 2. Estratégias e Processos de Gestão de Risco 8

Secção III: Âmbito de Aplicação e Políticas de Risco 7. 2. Estratégias e Processos de Gestão de Risco 8 Secção I: Introdução 4 1. Enquadramento Regulamentar 5 2. Estrutura do Relatório 5 Secção II: Declaração de Responsabilidade 6 Secção III: Âmbito de Aplicação e Políticas de Risco 7 1. Âmbito de Aplicação

Leia mais

Página 519 a 524, ANEXO A - Que refere o artigo 1.º, do Código do Imposto de Selo

Página 519 a 524, ANEXO A - Que refere o artigo 1.º, do Código do Imposto de Selo Página 519 a 524, ANEXO A - Que refere o artigo 1.º, do ANEXO A Que refere o artigo 1.º N.º Actos/Documentos/Contractos/Operações/Títulos Taxa 1 Aquisição onerosa ou gratuita do direito de propriedade

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL ORÇAMENTO DA RECEITA Ano: 2015

ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO BAIXO ALENTEJO E ALENTEJO LITORAL ORÇAMENTO DA RECEITA Ano: 2015 ORÇAMENTO DA RECEITA Ano: 25 RECEITAS CORRENTES 05 RENDIMENTOS DA PROPRIEDADE 10,00 05 Juros Sociedades Financeiras 10,00 05 Bancos e Outras Instituições Financeiras 10,00 06 TRANSFERÊNCIAS CORRENTES 991.045,28

Leia mais

Contabilidade Geral. Gestão do Desporto 2011/2012

Contabilidade Geral. Gestão do Desporto 2011/2012 Contabilidade Geral Gestão do Desporto 2011/2012 OPERAÇÕES CORRENTES 1. Meios Financeiros Líquidos Esta Classe destina-se a registar os meios financeiros líquidos que incluem quer o dinheiro e depósitos

Leia mais

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS

MINISTÉRIO DAS FINANÇAS 4958 Diário da República, 1.ª série N.º 142 23 de julho de 2015 MINISTÉRIO DAS FINANÇAS Portaria n.º 218/2015 de 23 de julho Na sequência da publicação do Decreto -Lei n.º 98/2015, de 2 de junho, que transpôs

Leia mais

COBRANÇA SEM REGISTRO CONVÊNIO 7 DÍGITOS LAYOUT TÉCNICO. 1.1. Os campos dos boletos de cobrança devem conter as informações conforme o anexo 02.

COBRANÇA SEM REGISTRO CONVÊNIO 7 DÍGITOS LAYOUT TÉCNICO. 1.1. Os campos dos boletos de cobrança devem conter as informações conforme o anexo 02. 1 SVIÇ D Ç Ç S GIST VÊI 7 DÍGITS LYUT TÉI 1. LTS D Ç 1.1. s campos dos boletos de cobrança devem conter as informações conforme o anexo 02. spécie Doc.: Tipos de spécie de Documento Sigla Descrição D Duplicata

Leia mais

FREGUESIA DE MEXILHOEIRA GRANDE ORÇAMENTO DA RECEITA

FREGUESIA DE MEXILHOEIRA GRANDE ORÇAMENTO DA RECEITA FREGUESIA DE MEXILHOEIRA GRANDE ORÇAMENTO DA RECEITA RECEITAS CORRENTES 01 Impostos directos 10.102,Oe 01 02 Outros 10.102,Oe 010208 imposto municipal imóveis (rústico) 1.000,00 010209 Imposto Municipal

Leia mais

ANEXOS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

ANEXOS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS ANEXOS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Conforme preceitua o Decreto Lei n.º 54-A/99 de 22 de Fevereiro, com as devidas alterações, os anexos às Demonstrações Financeiras visam facultar aos órgãos autárquicos

Leia mais

ÍNDICE 5. DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DAS RECEITAS...18

ÍNDICE 5. DISTRIBUIÇÃO PERCENTUAL DAS RECEITAS...18 ÍNDICE 1. ANÁLISE À EXECUÇÃO ORÇAMENTAL DA GERÊNCIA DE 2001... 3 1.1. EXECUÇÃO ORÇAMENTAL DE 2001... 3 1.2 EXECUÇÃO ORÇAMENTAL - MÊS... 4 2. ANÁLISE À EVOLUÇ ÃO DAS RECEITAS E DESPESAS... 7 2.1. ESTRUTURA

Leia mais

DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE

DESIGNAÇÃO DA ENTIDADE ANEXO 1 DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DESIGNAÇÃO CÓDIGO POCAL 1 Balanço 5 2 Demonstração de resultados 6 3 Plano plurianual de investimentos - aprovado por deliberação de 3/12/2009 7.1 4 Orçamento

Leia mais

DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL +

DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL + DESENVOLVIMENTO LOCAL DE BASE COMUNITÁRIA LEADER PRORURAL + Estratégia de Desenvolvimento Local Eixos Estratégicos Qualificação e diversificação da Economia Rural através da valorização do potencial económico

Leia mais

Aveiro 4 de Junho de 2015

Aveiro 4 de Junho de 2015 Aveiro 4 de Junho de 2015 Enquadramento e âmbito Territorial: Todo o território do continente Setores: Todas as atividades económicas Especial incidência para a produção de bens e serviços transacionáveis

Leia mais

REGULAMENTO TABELA GERAL DE TAXAS UNIÃO DE FREGUESIAS RAMADA E CANEÇAS

REGULAMENTO TABELA GERAL DE TAXAS UNIÃO DE FREGUESIAS RAMADA E CANEÇAS REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE RAMADA E CANEÇAS PARA 2015 REGULAMENTO E TABELA GERAL DE TAXAS DA UNIÃO DE FREGUESIAS DE RAMADA E CANEÇAS PREÂMBULO A Lei nº 53-E/2006, de

Leia mais

PROJECTO DA TABELA DE TAXAS

PROJECTO DA TABELA DE TAXAS MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA PROJECTO DA TABELA DE TAXAS E TARIFAS GERAIS Projecto de Tabela de s e Tarifas Gerais TAXAS CAPÍTULO I Serviços Diversos Serviços Administrativos 1. Averbamentos não referidos

Leia mais