Release Notes. SE Suite 1.3. RN.PT Rev 03. SE Suite 1.3

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Release Notes. SE Suite 1.3. RN.PT 00003 Rev 03. SE Suite 1.3"

Transcrição

1 Release Notes SE Suite 1.3 RN.PT Rev 03 SE Suite 1.3

2 SoftExpert Excellence Suite (SE Suite) é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas, a fim de automatizar os processos necessários para melhorar e aperfeiçoar as diferentes áreas de uma organização. Estas características aprimoram a gestão da qualidade, reduzem custos operacionais e estão alinhadas com as principias normas e regulamentações do mercado. Este documento é puramente informativo. SOFTEXPERT NÃO DÁ GARANTIA, EXPRESSA, IMPLÍCITA, OU ESTATUCIONAL, À INFORMAÇÃO CONTIDA NESSE DOCUMENTO. A informação contida aqui está sujeita a mudanças sem aviso prévio, e pode haver erros. Se você encontrar qualquer informação incorreta, por favor, reporte-a por escrito. O usuário assume inteiro risco quanto ao uso e aos resultados do uso deste documento. Os exemplos de empresas, organizações, produtos, nomes de domínios, endereços de , logotipos, pessoas, lugares e acontecimentos aqui mencionados são fictícios. Nenhuma associação com qualquer empresa, organização, produto, nome de domínio, endereço de , logotipo, pessoa, lugar ou acontecimento real é intencional ou deve ser inferida. Obedecer às leis de direitos autorais é responsabilidade do usuário. Sem limitar os direitos autorais, nenhuma parte deste documento pode ser reproduzida, armazenada ou introduzida em um sistema de recuperação, ou transmitida de qualquer forma por qualquer meio (eletrônico, mecânico, fotocópia, gravação ou qualquer outro), ou para qualquer propósito, sem a permissão expressa, por escrito, da SoftExpert. SoftExpert pode ter patentes ou requisições para obtenção de patente, marcas comerciais, direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual que abrangem o conteúdo deste documento. A posse deste documento não lhe confere nenhum direito sobre as citadas patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros direitos de propriedade intelectual SoftExpert Software SA. Todos os direitos reservados. Este software e documento podem fornecer acesso a informações sobre conteúdo, produtos e serviços de terceiros. SoftExpert não é responsável por isso, e expressamente nega garantia de qualquer tipo, em respeito ao conteúdo, produtos e serviços de terceiros. SoftExpert não será responsável por qualquer perda, custos, ou danos ocorridos devido ao acesso ou uso de conteúdo, produto, ou serviços de terceiros.

3 Sumário Capítulo Introdução 4 Capítulo Ergonomia e Padronização 5 Capítulo Novidades tecnológicas 11 Capítulo Lançamento de novos componentes SE Form SE Incident SE Problem SE Storeroom SE Time... Control 26 Capítulo SE Action SE Action... Plan SE Administration SE APQP-PPAP SE Asset SE Audit SE Business... Intelligence SE Calibration SE Capture SE Competence SE Configuration SE Document SE FMEA SE Inspection SE Maintenance SE PDM SE Performance SE Process SE Project SE Protocol SE Request SE Risk SE SPC SE Supply SE Training SE Waste SE Workflow... 77

4 Introdução 4 Capítulo I Introdução Este documento foi especialmente desenvolvido para os clientes e parceiros da SoftExpert Software SA. e tem como objetivo fornecer todas as informações necessárias sobre as novidades da versão 1.3 do SE Suite. Pré-requisitos É necessário que a versão 1.0 ou superior do SE Suite esteja instalada, para que a atualização para a versão 1.3 ocorra com sucesso. Caso não possua uma versão do SE Suite instalada e tenha interesse na migração, entre em contato com a SoftExpert Software SA, através do endereço eletrônico Restrições Atente-se as seguintes restrições antes de proceder na atualização do SE Suite: Internet Explorer 6: O SE Suite não é mais compatível com Internet Explorer versão 6. Java 1.6: As estações clientes devem possuir a versão 1.6 do Java instalado. Chave de ativação: As chaves de licença utilizadas até então não terão mais validade, sendo necessário informar uma nova chave no momento da atualização para SE Suite 1.3. Solicite antecipadamente sua chave de licença a SoftExpert Software SA. Banco de dados: O SE Suite não é mais compatível com SQL Server 2000 e SQL Server Express. Dicas Para obter mais informações e detalhes sobre a instalação e/ou atualização do SE Suite, a SoftExpert Software SA. oferece o seguinte conjunto de documentação: Guia de Instalação - Windows e Linux: Contém as instruções necessárias para instalar o SE Suite em ambientes Windows e Linux. Guia de Atualização - Windows e Linux: Contém as instruções necessárias para atualizar o SE Suite em ambientes Windows e Linux. Requisitos do Sistema: Contém todos os requisitos de software e hardware necessários para garantir o funcionamento do SE Suite, tanto para as estações de trabalho, quanto para o servidor. Visão Geral da Arquitetura do Sistema: Contém os detalhes sobre a arquitetura, bem como informações gerais sobre o SE Suite. Arquitetura de Integração: Contém as especificações e critérios técnicos necessários para a integração de sistemas de informação diversos com o SE Suite. ATENÇÃO! A atualização do SE Suite para a versão 1.3 pode ser efetuada sem custo ou envolvimento da SoftExpert Software SA, desde que os procedimentos dos documentos citados acima sejam executados corretamente.

5 Ergonomia e Padronização 5 Capítulo II Ergonomia e Padronização Novos requisitos foram desenvolvidos para melhorar a usabilidade e ergonomia dos componentes SE Suite. Dentre eles, destacam-se: 1. Botões na parte inferior do menu lateral: Os botões que, na versão anterior do SE Suite, se encontravam na parte superior da barra de menu lateral, logo acima da lista de componentes, agora estão posicionados na parte inferior desta barra. Tal alteração deixou o visual mais harmonioso e similar a outros produtos existentes no mercado. 2. Pendências: Uma nova informação foi disponibilizada na área de trabalho do SE Suite. Trata-se da quantidade de registros pendentes do usuário que está autenticado. Para que as pendências sejam contabilizadas é necessário que o usuário configure o tipo de pendência que se deseja contabilizar por meio do editor da área de trabalho ou na própria tela de pendências. Esta mesma informação serve de atalho para a tela de pendências, bastando que o usuário clique sobre ela. 3. Favoritos: Uma nova informação foi disponibilizada na área de trabalho do SE Suite. Trata-se da quantidade de registros favoritos do usuário que está autenticado. Esta mesma informação serve de atalho para a tela de favoritos, bastando que o usuário clique sobre ela. 4. Menu do usuário: O menu do usuário que, na versão anterior do SE Suite, se encontrava no canto superior esquerdo da área de trabalho do SE Suite, agora passa a ocupar o canto direito.

6 Ergonomia e Padronização 6 5. Atalho para "Meu menu": Para facilitar a inclusão de uma nova tela na lista "Meu menu", um botão com esta finalidade foi criado na barra de navegação do SE Suite. Recurso para personalizar barra de botões O SE Suite conta com um botão que permite a personalização da barra de botões. Com este recurso é possível configurar a barra de botões para que sejam exibidos apenas os botões que são realmente relevantes, dentro das necessidades de cada organização. Nova barra de navegação O SE Suite ganha uma nova barra de navegação que possibilita acessar um determinado menu ou recuperar consultas salvas de forma rápida e fácil. Basta digitar na barra de navegação o nome do menu ou da consulta desejada, que serão exibidas automaticamente todas as opções disponíveis para acesso. Lembrando que cada tela é nomeada com um código exclusivo que facilita a digitação por parte do usuário.

7 Ergonomia e Padronização 7 Consulta de registros no SE Suite Por meio da barra de navegação é possível, também, buscar informações já registradas no SE Suite. Basta digitar a informação desejada na barra de navegação que a consulta será efetuada sobre os campos "Identificador", "Nome" e "Descrição" dos principais objetos do SE Suite. Workplace Corporativo dos componentes O Work place Corporativo é o dashboard padrão proposto pela SoftExpert, que permite ao usuário acompanhar informações importantes relativas a sua rotina de trabalho. Se desejado, o usuário poderá criar um Work place Específico, onde será possível montar seu próprio dashboard, baseado ou não no Work place Corporativo. Favoritos

8 Ergonomia e Padronização 8 Os registros que possuem algum nível de importância para o usuário poderão ser classificados como "favoritos". A classificação de registros favoritos é feita de forma rápida e simples. Basta que o usuário clique sobre o respectivo ícone do registro a ser classificado. Registros favoritos poderão ser consultados facilmente. Filtro nas hierarquias A s hierarquias de consulta do SE Suite - aba "Navegar" - oferecem um filtro para pesquisar informações nela contida. A busca da informação será feita em todos os níveis da hierarquia de consulta. Nova forma de navegação entre componentes

9 Ergonomia e Padronização 9 SE Suite possibilita acessar um menu de outro componente sem a necessidade de utilizar a barra de componentes da lateral esquerda da tela. Para tanto, basta utilizar os atalhos disponíveis na barra de navegação do SE Suite: Configuração e padronização dos s de pendências SE Suite disponibiliza uma tela para o usuário personalizar o conteúdo dos s a serem enviados por cada componente. Além disso, o layout dos s enviados a partir das pendências dos componentes do SE Suite foi modernizado.

10 Ergonomia e Padronização 10 Nova engine para geração de gráficos A nova engine para geração de gráficos oferece uma série de novos recursos para incrementar ainda mais a análise das informações disponíveis no SE Suite. Todas as consultas sintéticas e os demais recursos que já davam suporte aos gráficos serão contemplados com esta nova engine. Valores constantes nas pesquisas O SE Suite oferece aos usuários a opção de preencher filtros de consulta com valores constantes, ou seja, os filtros utilizados nas consultas não são mais estáticos como acontecia nas versões anteriores. Ao carregar uma consulta previamente salva, os filtros nos quais foram utilizados valores constantes serão preenchidos com informações atualizadas, como por exemplo: data atual (TODAY), nome do usuário autenticado (NMUSER), etc. Lembrando que o SE Suite disponibiliza um botão de legenda contendo todos os valores constantes que podem ser utilizados.

11 Novidades tecnológicas 11 Capítulo III Novidades tecnológicas Dentre as novidades tecnológicas desenvolvidas para a versão 1.3 do SE Suite, destacam-se: Instalação e atualização Os processos de instalação e atualização do SE Suite foram contemplados com os seguintes requisitos: Suporte a criação de instâncias em um mesmo servidor com versões diferentes do produto (ambiente de homologação, testes, desenvolvimento); Processo de equalização do banco de dados simplificado, com menos cliques; Wizard muito mais intuitivo, com mensagens e informações para todos os passos; Novas validações antes e depois da instalação e atualização para garantir o perfeito funcionamento da solução; Ativação do produto online integrada ao CRM; Quantidade de recursos (memória e processamento); Suporte a Windows 2008 e ambientes 64 bits;

12 Novidades tecnológicas 12 Suporte a IE9 Usuários poderão utilizar a nova versão do SE Suite no navegador Microsoft Internet Explorer 9. Mais detalhes sobre os demais navegadores suportados podem ser encontrados no documento SoftExpert Excellence Suite Requisitos do Sistema. Homologação do SE Suite para navegador Firefox em estações Linux Todos os componentes do SE Suite foram homologados para serem utilizados com navegador Mozilla Firefox em estações que possuem o sistema operacional Linux. Mais detalhes sobre os navegadores suportados, bem como os sistemas operacionais homologados, podem ser encontrados no documento SoftExpert Excellence Suite Requisitos do Sistema.

13 Lançamento de novos componentes Capítulo IV Lançamento de novos componentes SE Suite estréia em sua versão 1.3, os seguintes componentes: SE Form SE Incident SE Problem SE Storeroom SE Time Control 13

14 Lançamento de novos componentes SE Form SE Form é um sistema que automatiza os processos de negócios baseados em formulários, melhorando a eficiência, atendimento ao cliente, e baixo tempo de retorno do investimento, garantindo a conformidade com os regulamentos da organização. SE Form está atrelado à solução BPM Suite [Gestão de Processos de Negócio] da SoftExpert Software SA. Principais recursos do componente: Cadastro de entidade Permite a criação de entidades, relacionamentos e campos, garantindo a persistência das informações do formulário no banco de dados.

15 Lançamento de novos componentes 15 Cadastro de formulário Possui recurso drag and drop que facilita a criação de layouts de formulários. Possui recurso de alinhamento automático para os componentes do formulário. Suporte aos seguintes componentes: check box, radio button, lista de seleção, input tipo texto, número, data, grid, fieldset, título e imagem. Relacionamento entre listas de seleção Permite criar listas de seleção que buscam valores de outras entidades do sistema. Filtrar campo de seleção Permite filtrar um campo de seleção a partir de um valor de outro campo. Ex: Estado - Cidade (após selecionar um Estado, mostrar apenas as cidades correspondentes). Formulário com elementos de imagem e título Possibilidade de criar formulários com planos de fundo, logotipos de empresas, etc.

16 Lançamento de novos componentes 16 Visualizar execução do formulário pelo modelador Facilidade para validar o layout e as regras, simulando a execução do formulário a partir de um botão disponível na barra de ferramentas do modelador. Campo do tipo grid (tabela) Possibilidade de criar campo do tipo grid (entidade com relacionamento N - N) com a alternativa de poder configurar os campos que irão compo-la, além do tamanho e o nome de suas colunas.

17 Lançamento de novos componentes 17 Campo calculado Possibilidade de efetuar cálculos com os valores dos campos e mostrar o resultado em outro campo do formulário. Preencher formulário via menu de execução Possibilidade de preencher valores nas entidades a partir do menu Formulário Execução Registro. Regras para campos do formulário Permite criar regras para os eventos (clique, alteração da lista, entrada e saída de campos). Para cada evento pode-se executar ações sobre os campos do formulário. Ex: habilitar, desabilitar, esconder, etc. Execução no SE Workflow Possibilidade de preencher formulários durante a execução do processo no componente SE Workflow. Desta forma, cada atividade pode ter diferentes formulários preenchidos, relacionados a um mesmo processo.

18 Lançamento de novos componentes SE Incident SE Incident é um sistema focado na gestão e controle da qualidade dos serviços, produtos e processos da organização que envolve desde a etapa de identificação do incidente, passando pelo acompanhamento das medidas de contenção até a resolução e encerramento. Principais recursos do componente: Processo de gerenciamento de incidentes flexível Oferece processos de gestão de incidentes pré-configurados, mas permite configurar o fluxo de processo, modelado pelo componente SE Process, possibilitando adequações às necessidades específicas da empresa.

19 Lançamento de novos componentes 19 Fornece um conjunto de funcionalidades que permite às organizações gerenciar e controlar a qualidade dos serviços, produtos e processos, desde a identificação, passando pelo acompanhamento das medidas de contenção até a resolução e encerramento. Permite que qualquer pessoa, a qualquer momento, relate a situação referente à qualidade, sejam incidentes, não-conformidades, desvios, variâncias, oportunidades de melhoria ou sugestões. Permite criar diversas categorias de incidentes e fluxos de processo independentes por categoria. Configurador de prioridade O sistema permite não somente a definição de prioridade por urgência e impacto, mas também por quaisquer outros parâmetros e fórmula.

20 Lançamento de novos componentes 20 Integração nativa com o componente SE Problem* Qualquer registro de incidente pode ser associado a um problema em qualquer fase do processo, conforme configuração. *Requer o componente SE Problem Integração com demais componentes SE Suite* SE Asset para associar o ativo de TI relacionado ao incidente registrado. SE Document para associar e anexar documentos de diversos formatos, inclusive imagens, arquivos MS Office, PDF, OpenOffice, etc. SE Project para associar um incidente a um projeto de mudança ou liberação. SE Action Plan para iniciar ou associar planos de ação a serem executados para restabelecer o serviço o mais rápido possível. SE Workflow para que seja possível associar instâncias de outros processos como solicitação de mudança, requisição de serviços, etc. *Requer os respectivos componentes mencionados Campos customizados (atributos) Permite criar campos customizados, do tipo texto, numérico, data, lista de valores e dados de outros componentes ou sistemas. Checklist em qualquer etapa do processo Permite configurar checklists diferentes para qualquer etapa do processo de gerenciamento do incidente. Consultas, relatórios, gráficos e cubo de BI O sistema traz diversas formas de consultar os incidentes e sua situação por meio de relatório, gráficos préconfigurados e cubo de BI.

21 Lançamento de novos componentes SE Problem SE Problem é um sistema desenvolvido para auxiliar na determinação e tratamento de causas raízes de problemas relacionados à TI, qualidade, saúde e segurança, apoiando organizações de diversos ramos de atuação a identificar e tratar os reais aspectos de seus negócios que podem impactar a qualidade de seus serviços e produtos. Principais recursos do componente: Configuração de processos customizados para tratamento de problemas Permite a criação de fluxogramas totalmente customizados, com formulários específicos para cada etapa do processo.

22 Lançamento de novos componentes 22 Tipo de problema Classificação de registros por tipo de problema para uma rápida localização e identificação de dados dos problemas. Registro de problemas Permite o registro de problemas para investigar, analisar e agir sobre a sua causa raiz. s de notificação Envio automático de s aos usuários para notificação de responsabilidades, atividades, atrasos e notificações gerais. Planos de ação Permite associar planos de ação específicos em qualquer etapa de um problema, desde que configurado previamente. O plano de ação pode conter tanto ações corretivas quanto ações preventivas.

23 Lançamento de novos componentes 23 Associação de incidentes e outros problemas Permite associar diversos incidentes ao registro do problema, indicando que eles são todos causados por um só problema. Além disso, é possível relacionar um problema a outros problemas. Associação de análises de causa Oferece ferramentas gráficas inovadoras e intuitivas para a análise de causa raiz, com recurso drag and drop. A análise ou investigação de causa raiz pode ser executada em qualquer etapa do processo de resolução do problema, garantindo flexibilidade ao processo. Checklist em qualquer etapa do processo Permite configurar checklists diferentes para qualquer etapa do processo de gerenciamento do problema. Consultas, relatórios, gráficos e cubo de BI O sistema traz diversas formas de consulta de problemas, contando com ferramentas como: relatórios, gráficos pré-configurados e cubo de BI.

24 Lançamento de novos componentes SE Storeroom SE Storeroom é um sistema focado na gestão de estoques, almoxarifados e inventários. Foi desenvolvido especialmente para agregar valor nos processos voltados ao atendimento das demandas de manutenção e manufatura, possibilitando que os objetos (insumos, itens ou resíduos) estejam disponíveis nos locais apropriados, assim que for necessária sua utilização. Principais recursos do componente: Cadastro e consulta de almoxarifados O SE Storeroom, além de registrar, permite consultar os almoxarifados contendo todos os dados gerenciais de armazenamento. Integração com demais componentes SoftExpert* Oferece as operações de movimentação, transferência, correção de saldo, processamento e transporte de objetos das seguintes naturezas: insumos (SE Supply*), itens (SE PDM*) e resíduos (SE Waste*). *Requer os respectivos componentes mencionados Controle de eventos Permite aos usuários controlarem todos os tipos de eventos que podem ocorrer nos almoxarifados: movimentação de objetos (entrada e saída de objetos no almoxarifado), movimentação de repositórios de objetos, transferência de objetos entre os almoxarifados, correção de saldo, processamento e transporte. Movimentação de repositórios Além de movimentar os objetos do almoxarifado, o sistema permite movimentar os repositórios com todos os objetos neles contidos - por exemplo: caixas, containers, tambores, etc.

25 Lançamento de novos componentes 25 Controle sobre os níveis de armazenamento de objetos no almoxarifado Permite configurar quantidades mínimas de estoque, capacidade de repositórios e pontos de reposição de cada almoxarifado. Consulta de movimentações e estoques Possibilidade de consultar os eventos ocorridos nos objetos do almoxarifado (entradas, saídas, correções de saldo), além dos inventários de estoques, oferecendo as quantidades e valores presentes por locais de armazenamento. Dashboard Lista dos estoques e dos pedidos a receber.

26 Lançamento de novos componentes SE Time Control SE Time Control é um sistema automatizado para apontamento de horas, controle de cobrança e programação de recursos. Suas funcionalidades tornam extremamente fácil realizar controle de horas dos recursos para qualquer atividade ou serviço, escolher as pessoas certas de acordo com a função ou competência desejada, apontar horas faturáveis e não faturáveis, e comparar a receita prevista em relação ao custo da atividade. Principais recursos do componente: Gerenciamento de recursos Recursos podem ser colaboradores ou ativos. Permite alocar recursos genéricos em vez de escolher um usuário ou ativo específico para efeitos de previsões ou para indicar a escassez de recursos. Um recurso genérico pode ser mais tarde substituído por um usuário ou um ativo. Permite atribuir funções e níveis de habilidade aos recursos. Permite analisar a utilização dos ativos através da análise de ativos por situação de trabalho e situação de alocação. Permite gerar relatórios sobre os ativos atribuídos a um projeto ou atividade. Permite encontrar pessoas pela habilidade ou competência e verificar imediatamente sua disponibilidade futura.

27 Lançamento de novos componentes 27 Gerenciamento de projetos* Permite equilibrar o orçamento de projetos, as necessidades de recursos internos e externos, prazos e capacidade disponível. Permite gerar relatórios da equipe do projeto, da planilha de apontamentos, de cobrança e pagamento. Permite acompanhar o planejado versus o realizado em tempo real. Permite efetuar a programação da alocação de recursos com base na disponibilidade ou competência. Permite agendar reuniões, controlar a presença do colaborador e solicitar assinatura da ata. *Requer o componente SE Project Gerenciamento de atividades não relacionadas a projetos Permite criar atividades com estimativas de custo, receita e prazo. Processo automatizado para o planejamento, execução e encerramento da atividade. Permite atribuir recursos a tarefas e visualizar as estimativas em tempo real conforme acontecem os apontamentos. Permite efetuar a programação da alocação de recursos com base na disponibilidade ou competência. Permite gerar relatórios da equipe do projeto, da planilha de apontamentos, de cobrança e pagamento. Permite avaliar o progresso da atividade com base no percentual de conclusão. Permite verificar a situação do trabalho em tempo real e toda documentação on-line. Assegura que os desvios sejam identificados e corrigidos o mais breve possível. Permite agendar reuniões, controlar a presença do colaborador e solicitar assinatura da ata. Planilha de apontamentos (Timesheet) Permite acompanhar os apontamentos, tanto de colaboradores, como de terceiros, utilizando uma planilha de apontamentos completa, on-line e fácil de usar.

28 Lançamento de novos componentes 28 Permite efetuar os apontamentos em qualquer lugar, com ou sem uma conexão à internet, com a planilha off-line. Permite controlar as horas automaticamente, a partir de um cronômetro ou dispositivo leitor de código de barras. Permite inserir comentários ou descrever o trabalho realizado que está associado ao apontamento. Permite usar campos personalizados, obtendo assim, mais flexibilidade. Permite aprovar os apontamentos com roteiro de aprovação personalizável. Permite acompanhar os registros de horas faturáveis e não-faturáveis. A planilha já vem com as atividades designadas ao usuário, mas outras atividades podem ser adicionadas se for permitido. A planilha pode ser configurada para utilizar regras de horas extras. Visão detalhada e resumida de todos os registros de tempo usando diferentes relatórios. Cobrança (Billing ) Os valores de cobrança podem ser especificados em projetos, atividades, papéis, usuários ou ativos, incluindo valores fixos ou por hora. Permite faturar contra projetos ou atividades não relacionadas a projetos. Workflow customizável para aprovação de relatórios de cobrança e pagamento. Integração com demais componentes SoftExpert* SE Project para o acompanhamento das horas e cobrança dos projetos. SE Competence e SE Training para gerenciamento de requisitos de competências e alocação dos

29 Lançamento de novos componentes 29 colaboradores certos nas tarefas certas. SE Asset para alocação e controle de utilização de ativos. Demais ferramentas da SoftExpert que vão auxiliar na gestão mais abrangente dos recursos organizacionais. *Requer os respectivos componentes mencionados Integração com outros sistemas Permite integrar os dados de programação dos recursos, orçamento e custos reais, e orçamento e receita real com o ERP, recursos humanos, folha de pagamento e sistemas financeiros. Permite integrar os relatórios de cobrança e pagamento em sistemas de contabilidade para gerar contas a receber e a pagar de forma precisa e exata.

30 30 Capítulo V As novidades de cada componente do SE Suite 1.3 serão descritas nas próximas seções: SE Action SE Action Plan SE Administration SE APQP-PPAP SE Asset SE Audit SE Business Intelligence SE Calibration SE Capture SE Competence SE Configuration SE Document SE FMEA SE Inspection SE Maintenance SE PDM SE Performance SE Process SE Project SE Protocol SE Request SE Risk SE SPC SE Supply SE Training SE Waste SE Workflow ATENÇÃO! Os componentes não citados nesta seção foram contemplados apenas com os requisitos de Ergonomia e Padronização já descritos neste documento. A SoftExpert, por meio de sua rede de atendimento, comercializa treinamentos e capacitações presenciais ou virtuais (e-learning) sobre as principais mudanças e novidades dos componentes do SE Suite 1.3. Contate o seu gestor de contas ou envie um para Para mais informações, acesse

31 SE Action Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Os requisitos de Ergonomia e Padronização não se aplicam por completo ao componente SE Action. Pendências Tanto a hierarquia, quanto as relações de pendências do componente SE Action, adotam o mesmo padrão visual dos demais componentes SE Suite. Importante salientar que esta mudança se restringe ao container "Pendências" e não afeta qualquer menu e tela pop-up* do componente SE Action. A s pendências de execução e verificação de implementação de ações agora também são exibidas em telas pop-up*. * Tela aberta em nova janela do navegador. Workplace* O workplace padrão do SE Action contém os seguintes widgets: Minhas atividades: exibe as pendências do usuário agrupadas por prazo. Atividades da minha equipe: exibe as pendências do usuário e de seus liderados ativos agrupadas por prazo. Busca de ocorrências: permite encontrar ocorrências pelo seu número, título ou descrição. * Este é um dos poucos requisitos comuns entre os componentes do SE Suite 1.3 que também se aplica ao SE Action.

32 32 s Foi liberado em patch da versão 1.2: o armazenamento de logs dos s gerados pelo SE Action (disponíveis para consulta no SE Configuration); a ocultação dos destinatários dos s do SE Action. A partir do SE Suite 1.3 os s de notificação de pendências enviados pelo agendamento do componente SE Configuration podem ter a exibição e sequência de alguns dados alterada a partir da personalização de s (disponível em novo menu do componente SE Administration). Histórico de aprovação das ocorrências Histórico dos roteiros de aprovação das etapas* da ocorrência com criação de ciclo a cada reprovação. * Identificação da ocorrência, planejamento de disposição/contenção, planejamento de investigação, análise de causa, planejamento do plano de ação, verificação da eficácia e planejamento de padronização. Histórico de verificação das ações Histórico de verificação de implementação das ações dos planos de ação* da ocorrência com criação de ciclo a cada reprovação. * Plano de disposição/contenção, plano de investigação, plano de ação (correção/prevenção) e plano de padronização. Alterações gerais nos dados da ocorrência Foi liberado em patch da versão 1.2 a alteração que não reflete na ocorrência, ao executar pendências que permitem editar o registro da ocorrência, as mudanças de configuração realizadas na respectiva classificação. A partir do SE Suite 1.3 não são mais exibidos os campos de aprovação ao registrar a identificação de ocorrências em uma classificação que (1) não permite indicar a procedência, (2) que não possui aprovação de identificação, e, (3) enquanto não for permitido encerrar a ocorrência na aprovação da identificação.

33 SE Action Plan Principais recursos do componente: Template para plano de ação Modelos de planos de ações podem ser criados, visando a facilidade na replicação de registros similares através da organização. No planejamento de um novo plano de ação, opta-se por criar um registro "em branco" ou por utilizar um template previamente cadastrado. Configuração de dependência entre atividades (predecessora) Possibilidade de encadear as datas de execução das ações do plano, da mesma forma como é feito com projetos (componente SE Project). Nova interface para entrada do plano de ação A nova planilha apresenta o estilo 5W2H, oferecendo mais agilidade na entrada das atividades e demais informações do plano de ação.

34 34 Gráfico de Gantt A nova versão do componente dá suporte ao gráfico de Gantt, otimizando a visibilidade e o controle das atividades do plano de ação: "Dashbloard de atividades Criação de novos componentes de dashboard: Minhas atividades. Atividades da minha equipe. Acompanhamento de planos de ações. Acompanhamento de atividades. Verificação da eficácia do plano de ação e das atividades do plano Permitir associar um novo plano de ação quando não for eficaz. Permitir associar uma nova atividade (encadeada) quando a atividade não apresentar o resultado esperado.

35 SE Administration Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Este componente sofreu alterações em seus menus e em suas funções, que implica ao administrador do sistema efetuar novamente a configuração do grupo de acesso. Grupo de acesso para área e função Possibilidade de associar grupos de acesso às funções das áreas cadastradas no SE Suite. Para tanto, a tela de dados da área recebe uma nova aba, através da qual será possível incluir os grupos de acesso às respectivas funções. Na versão anterior, a liberação dos grupos de acesso era feita apenas por usuário. Transferência de pendências A tela de transferência de pendência foi remodelada, oferecendo aos usuários uma série de recursos que facilitam e simplificam a sua utilização. A nova tela possui filtros de consulta em sua lateral esquerda, que possibilitam localizar com mais precisão a pendência a ser transferida.

36 SE APQP-PPAP Principais recursos do componente: Inclusão de "n" controles para as características do plano de controle Permite associar diversos métodos de controle para as características das operações presentes no plano de controle. Antes a relação era um para um. O método de controle é baseado em uma análise eficaz do processo. Melhorias nos gráficos de capabilidade Nova interface gráfica para os gráficos dos estudos de capabilidade, proporcionando alto poder de customização, aperfeiçoamento e precisão nas análises realizadas (vide seção Ergonomia e Padronização). Os gráficos são gerados a partir da aba Resultados da tela Planilha de Amostragem. Ribbon no plano de controle Nova interface gráfica, mais simples e intuitiva, para os usuários que operacionalizam a estrutura do plano de controle.

37 SE Asset Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Este componente sofreu alterações em seus menus e em suas funções, que implica ao administrador do sistema efetuar novamente a configuração do grupo de acesso. Template de Ativos Para otimizar no momento de cadastro, a nova versão do componente disponibiliza a criação de templates de ativos, os quais servem de modelos para criação de novos equipamentos, máquinas, ferramentais, etc. Além disso, será possível efetuar a solicitação de aquisição de ativos* através do template. *Requer o componente SE Request Roteiro de aprovação para registros de parada Possibilidade de associar um roteiro de aprovação para a execução dos registros de parada. SE Asset passa, então, a gerar a pendência de aprovação do registro de parada para os membros do roteiro:

38 38 Controle da garantia Possibilidade de informar a data da compra, associar o contrato de garantia* e validade do ativo. * Requer o componente SE Document Gestão de contratos Possibilidade de associar contratos* aos dados do ativo. * Requer o componente SE Document Atributos nos registros de parada Possibilidade de associar atributos aos dados do motivo de parada do ativo para que seja possível preenchê-los na execução da parada. A consulta de registros de parada oferece filtros e os relatórios oferecem campos, ambos baseados nos atributos.

39 39 Permitir que a frequência de verificação seja integrada à frequência de calibração A periodicidade das atividades de verificação e calibração pode ser automaticamente definida através da integração dos planos. Em resumo, a frequência de calibração é estipulada a partir das datas de verificação do ativo e vice-versa. Leitura de medidores e variáveis para: verificação, manutenção e calibração Possibilidade de associar/realizar a leitura de medidores e variáveis no momento do planejamento/execução das atividades de verificação, manutenção e calibração. *Requer os componentes SE Maintenance e SE Calibration Gestão de custos Aperfeiçoamento da gestão de custos do ativo permitindo informar, na ficha de cadastro, valores de: custo de aquisição, custo/hora, valor atual e depreciação (métodos de depreciação: linear, linear ao longo do restante da vida útil, soma dos dígitos dos anos e manual).

40 SE Audit Principais recursos do componente: Integração com o componente SE Incident Criação de um novo campo na tela de parâmetros gerais do componente SE Audit que permite optar, para o registro e tratamento de ocorrências identificadas em auditorias, entre a integração com o SE Incident ou com o SE Action. A integração com o SE Incident ocorre de modo semelhante a integração já existente com o SE Action, exceto por não haver uma consulta de incidentes específica no próprio SE Audit. Novos clientes poderão implantar o SE Audit já integrado ao SE Incident. Atuais clientes poderão manter a integração com o SE Action e optar pela integração com o SE Incident mais tarde. Notificação das pendências "a iniciar" A partir da versão 1.3 do SE Suite, as pendências com situação "a iniciar" são monitoradas diariamente. Ao ser atingida a data prevista para o início de uma das fases da auditoria, automaticamente a situação da auditoria é alterada e os respectivos responsáveis são notificados. Lembrando que este monitoramento é realizado através de um serviço que é executado diariamente a 00:01. Este serviço é configurado ao acessar o componente SE Audit pela primeira vez. Melhorias nos menus Gestão e Execução Remodelação das telas dos menus Gestão e Execução, que passam a oferecer filtros e os recursos "pesquisa rápida" e "salvar consulta". Alterações gerais da auditoria Ao utilizar o botão "Salvar e sair" nos dados da auditoria, passou a ser exibida uma confirmação que permite o envio da auditoria para a próxima fase. Caso a auditoria esteja com a situação "a iniciar" e seja utilizado o botão "Enviar para a próxima etapa", a auditoria será enviada para aprovação, para a próxima fase, ou, encerrada, o que ocorrer primeiro (ao invés de apenas ter a sua própria fase iniciada como ocorria até o SE Suite 1.2).

41 SE Business Intelligence Principais recursos do componente: Sinalizadores pré-configurados Com o objetivo de facilitar o destaque de informações no ambiente de análise, o SE Business Intelligence oferece uma lista de regras de sinalização pré-configuradas. Estas regras de sinalização podem ser salvas na geração de perfis do usuário, podendo ser exportadas e/ou importadas. As regras disponíveis nesta versão são as seguintes: Realçar células: permite destacar no ambiente de análise as células que estejam contidas dentro de um intervalo de valores. Por exemplo: destacar células cujos valores sejam maior que 10, ou destacar células cujos valores estejam entre 20 e 30, etc. Regras de primeiros/últimos: permite destacar no ambiente de análise os primeiros ou últimos valores. Por exemplo: sinaliza no ambiente de análise as células que possuem os 10 primeiros valores ou as células que possuem os 10 últimos valores, etc. Nova medição Permite gerar novas medições em análises OLAP multidimensionais. Novas medições criadas são salvas nos arquivos de perfil e na geração de análises offline. Novas visões nas consultas Permite gerar uma visão com regras, sinalizadores, gráficos entre outras configurações para o usuário conectado ou para todos os usuários do sistema. Esta visão está disponível nas consultas do SE Suite, portanto, o usuário poderá ter uma lista de visões de BI em uma consulta do sistema. Lembrando que cada visão pode ter diferentes dimensões, gráficos, sinalizadores, etc.

42 SE Calibration Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Este componente sofreu alterações em seus menus e em suas funções, que implica ao administrador do sistema efetuar novamente a configuração do grupo de acesso. Gestão de custos Aperfeiçoamento dos controles de custos associados às atividades ou planos de calibração, possibilitando informar despesas com técnicos, insumos e custos extras. Possibilidade de realizar a análise e a totalização "Previsto X Realizado" diante dos valores programados e reais.

43 Flexibilização da frequência controlada Possibilidade de definir a frequência de calibração "semanal" ou como "não controlada". Publicação do certificado de calibração Automatização da publicação dos certificados de calibração diretamente no componente SE Document*. * Requer o componente SE Document 43

44 SE Capture Principais recursos do componente: Prontuário eletrônico* Alinhado à estratégia de ser uma empresa integradora para a gestão da excelência e conformidade, a SoftExpert enxergou o potencial de adentrar neste mercado e percebeu que é possível inovar no mercado brasileiro através da especialização da solução de ECM e oferecer uma gestão ainda mais completa da excelência para o segmento de ciências da vida (com foco em healthcare). *Prontuário eletrônico é um agrupamento de requisitos destinados à gestão eletrônica dos registros de pacientes. HotFolder Monitoramento de pasta no servidor de aplicação para importação de arquivos automaticamente de acordo com intervalo de tempo definido em parametrização. Seleção dinâmica de categorias Possibilidade de selecionar uma categoria diferente, para publicação, de cada documento do lote de captura. Relatório de produtividade Criação de dois novos relatórios para gestão da produtividade do componente SE Capture: Relatório de lotes e Relatório de lotes/produtividade.

45 SE Competence Principais recursos do componente: Dashboard "Plano de desenvolvimento da minha equipe" e "Avaliações da minha equipe" Novos painéis gerenciais criados para auxiliar líderes de equipe, supervisores e gestores a organizar os planos de desenvolvimento e avaliações de seus liderados. Os painéis mostram em forma hierárquica as informações das avaliações e planos de desenvolvimento de sua equipe, além dos prazos destas avaliações (em dia, próximas do vencimento ou atrasadas). Dashboard "Meu plano de desenvolvimento" e "Minhas avaliações" Criação de um novo painel gerencial para acompanhamento individual dos planos de desenvolvimento e das avaliações de competências. A partir deste painel, o colaborador que possuir alguma execução do plano de avaliação (não encerrada) ou alguma avaliação de competência pendente, poderá visualizar de forma fácil os dados correspondentes. O painel ainda informa exibe os prazos das avaliações (em dia, próximas do vencimento ou atrasadas).

46 46 Pendência automática de avaliação de competências ao cadastrar um novo usuário na SE Suite Ao criar usuários no SE Suite, é gerada uma nova pendência denominada "Gerar avaliação inicial", que permite ao responsável pelo novo usuário realizar a avaliação de suas competências. Esta pendência é opcional, e pode ser ativada/desativada por meio do componente SE Competence, através do menu Configuração Gerais. Parâmetros

47 SE Configuration Principais recursos do componente: Suporte a Windows 7 na autenticação integrada com AD Estações clientes que rodam em sistema operacional Windows 7 podem, a partir da versão 1.3 do SE Suite, utilizar o recurso de autenticação integrada com algum servidor AD, sem prévia configuração. Até então, esta versão do Windows não estava homologada, sendo necessário efetuar as respectivas configurações para não permitir o uso de autenticação integrada. Preview de sincronização do AD Após configurar os parâmetros necessários para sincronizar o banco de dados de usuários do SE Suite com o servidor AD, será possível acompanhar todos os usuários encontrados através dos parâmetros mapeados. A prévia visualização destes usuários permite que o administrador do sistema tenha uma noção básica dos registros a serem sincronizados.

48 SE Document Principais recursos do componente: Comentários gráficos (Markup) Possibilidade de incluir comentários gráficos nos arquivos suportados pelo SE Viewer (DWG/DXF e imagens JPEG, TIF, BMP, GIF). O botão responsável pela inclusão de comentário gráfico somente pode ser utilizado pelos usuários que possuem tal permissão de acesso concedida através da tela de dados do documento em questão. Ao visualizar um arquivo eletrônico com anotações gráficas, será aberto o SE Viewer com a possibilidade de acompanhar as anotações inseridas pelos usuários. Dados da categoria Remodelação da tela de dados da categoria, tornando sua utilização mais fácil e intuitiva. Revalidação Criação de um novo item de menu responsável pela configuração da validade dos documentos. Uma vez configurada, a validade poderá se aplicada a várias categorias diferentes.

49 49 Manipulação de arquivo Adicionadas várias validações para contenção de falhas no upload de arquivos eletrônicos. Dentre elas, destacam-se: Arquivo corrompido; Espaço em disco insuficiente; Diretório controlado inexistente; Espaço insuficiente no banco de dados; Múltiplos arquivos do tipo simples; Serviço Uploader não iniciado; Arquivo eletrônico existente; Tamanho do arquivo eletrônico; Serviço IndexSearch não iniciado; Serviço IndexSearch - Arquivo protegido; Serviço IndexSearch - Diretório de indexação inexistente; Serviço PDFConverted não iniciado; Serviço Thumbnail não iniciado; Serviço Thumbnail - Falta instalação de componentes; Serviço VDCL sem conexão para inserir VDCL; Serviço VDCL não iniciado; Serviço VDCL - Falta instalação de componentes; Serviço VDCL sem conexão para inserir VDCL. Utilização do WEBDAV* Criação de um novo recurso que permite visualizar os arquivos eletrônicos dos documentos via WEBDAV. Utilizando tal recurso, no momento da visualização de um arquivo eletrônico no sistema, ao invés de realizar a cópia do arquivo para o diretório temp da máquina e chamar o Fileloader, cria-se o caminho do arquivo via WEBDAV (Categoria\documento\arquivo) e repassa-o ao Fileloader que fará a abertura do mesmo, sem a necessidade de realizar o download para a máquina local. *Recurso é válido para os seguintes visualizadores: Docview, Excelview e PDFView. Recurso para configuração de marca d'água Criação de um novo item de menu responsável pela configuração da marca d'água dos documentos. Até então, a configuração da marca d'água era feita via arquivo *.ini. A nova configuração permite criar marcas d'água diferentes para cada categoria de documentos. Matriz documento x usuário Alteração na matriz já existente para dinamizar a gestão de acessos de usuários e grupos aos documentos, em uma única tela.

50 50 Controle de indexação Criação de um novo tipo de controle para os documentos, denominado "Indexação". Tal controle permite que documentos que não possuem controle de revisão tenham uma etapa "a mais" antes de serem homologados. Por exemplo: ao cadastrar um documento cuja categoria possua o controle de indexação marcado, a situação inicial do registro deste documento será INDEXAÇÃO. Caso a categoria não possua o controle de indexação, no entanto, a situação inicial do documento será HOMOLOGADO. Documentos indexados podem, ou não, passar pela etapa de aprovação. Impedir aprovação de revisão com alterações controladas no arquivo eletrônico Criação de um novo campo na tela de parâmetros gerais do sistema. Na execução das pendências de revisão, então, as seguintes verificações são efetuadas: Se a opção [Não permitir encerrar revisão com alterações controladas] estiver marcada na tela de parâmetros gerais; Se o usuário que está executando é o último participante do ciclo de revisão; Se existe algum arquivo eletrônico que contém marcação. Caso as três condições acima forem verdadeiras, o botão que permite aceitar a revisão na tela de execução da pendência permanecerá desabilitado, obrigando que a revisão retorne para a etapa de elaboração.

51 51 Solicitação de cópia impressa Criação de nova funcionalidade que permite até mesmo aos usuários que não possuem acesso para distribuir cópias, fazerem a solicitação das cópias para os responsáveis dos documentos. Link nos s de pendências Os s de notificações das pendências que fazem parte do grupo "Execução de revisão" ganharam um link que permite acessar a respectiva tela do SE Document. Facilidade para associar as palavras-chaves do documento A tela de dados do documento ganhou uma nova funcionalidade que tem o objetivo de facilitar e simplificar a maneira como as palavras-chaves são associadas ao registro. Para isso, o usuário deve informar o nome da palavra-chave no respectivo campo. No momento em que o usuário está digitando a palavra-chave, o sistema busca automaticamente nos registros já criados e que ainda não foram associados ao documento em questão. Basta que o usuário pressione a tecla [ENTER] do teclado para que a palavra seja associada ao documento. Além disso, a tela de dados do documento oferece um "atalho" para inclusão de palavras-chaves ainda não existentes.

52 52 Briefcase Após o registro de uma guia de remessa, seus documentos devem ser exportados para algum diretório da máquina local para, posteriormente, serem relacionados ao meio físico (CD, DVD, etc.). No diretório selecionado pelo usuário, o sistema salvará todos os arquivos eletrônicos dos documentos da guia de remessa. Além disso, serão salvos os dados da guia e dos documentos no arquivo sebriefcase.xml e no aplicativo sebriefcase. exe. Ao executar o aplicativo sebriefcase.exe, o usuário poderá pesquisar por identificador e nome nos documentos exportados. O aplicativo possui controle de visualização por quadrantes com a opção de prévisualização e metadados. Ao clicar no raio de visualização, o arquivo eletrônico é aberto no aplicativo padrão da máquina.

53 SE FMEA Principais recursos do componente: FMEA de Cronograma de Projeto Até a versão 1.2 do SE Suite era possível criar apenas FMEAs de projeto, processo ou ativo. A versão 1.3 oferece uma nova opção para criar FMEAs de cronograma de projeto. Tipo de FMEA Possibilidade de classificar os FMEAs por tipo, conforme o objeto envolvido na análise: projeto, processo, ativo ou cronograma. No tipo são armazenados os atributos, além das informações sobre revisão e características de cada FMEA. Inclusão de "n" funções para um modo de falha Possibilidade de associar diversas funções para os modos de falha presentes no FMEA. Antes a relação era um para um. Ribbon na estrutura do FMEA Nova interface gráfica mais simples e intuitiva aos usuários, para operacionalizar a estrutura dos FMEAs.

54 SE Inspection Principais recursos do componente: Dashboard para acompanhamento de recebimentos O SE Inspection conta agora com um painel gerencial para controle de recebimentos. Este controle pode ser feito através de painéis específicos para atividades relacionadas aos recebimentos, tanto para atividades individuais do colaborador, quanto para atividades de uma determinada equipe. Será criado também um painel gerencial com dados gerais dos recebimentos, listando todos os recebimentos que estão em aberto, independente do usuário conectado fazer parte ou não do fluxo do recebimento. Neste mesmo painel será possível criar gráficos gerenciais para acompanhamento da situação dos recebimentos em aberto.

55 SE Maintenance Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Este componente sofreu alterações em seus menus e em suas funções, que implica ao administrador do sistema efetuar novamente a configuração do grupo de acesso. Manutenção para múltiplos ativos Possibilidade de planejar e executar atividades de manutenção para diversos ativos em uma única tela de registro. Nas versões anteriores era possível planejar e executar a manutenção para um ativo apenas (referência um para um).

56 56 Integração como o componente SE Performance Possibilidade de importar para o componente SE Performance* os indicadores de manutenção do ativo: MTTR, MTBF, Disponibilidade, Horas paradas, Backlog. *Requer o componente SE Performance Melhorias nas ordens de serviço Inclusão da lista de defeitos e causas, associação de checklists e impressão da ficha de OS não preenchida. Automatização de manutenções preventivas Possibilidade de agendar automaticamente as manutenções preventivas. Nova opção de consulta: Ferramentas de análise Criação do novo item de menu referente à consulta de ferramentas de análise. Esta consulta tem o objetivo de listar todas as ferramentas de análise (5 Porquês, Ishikawa e FTA) utilizadas no componente SE Maintenance.

57 SE PDM Principais recursos do componente: Filtro de consulta na Bill of Materials (BOM) Inclusão de um filtro de consulta na estrutura da Bill of Materials para otimizar a operacionalização e edição dos sub-componentes do item. Comparação de estrutura de Bill of Materials (BOM) Possibilidade de comparação das estruturas dos itens mediante exibição do que foi inserido, removido, alterado e não alterado. Esta comparação pode ser feita entre diferentes revisões de um mesmo item ou, então, entre diferentes itens.

58 SE Performance Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Este componente sofreu alterações em seus menus e em suas funções, que implica ao administrador do sistema efetuar novamente a configuração do grupo de acesso. Template de Scorecard Modelos de Scorecards podem ser construídos visando à facilidade na replicação de estruturas similares através da organização. Na elaboração de um novo Scorecard, opta-se por iniciar um em branco ou por utilizar um template previamente cadastrado. Reformulação do planejamento do Scorecard A tela de planejamento do Scorecard foi completamente reformulada, visando à melhoria na sua usabilidade. Estrutura analítica, institucional, mapa estratégico e diagrama estrutural agora são manipulados através de uma única tela, utilizando elementos ergonômicos atuais que aumentam a produtividade no planejamento.

59 59 Novo componente gráfico Nova interface para visualização dos gráficos do componente SE Performance, proporcionando alto poder de customização, aperfeiçoamento e precisão nas análises realizadas (vide seção Ergonomia e Padronização). Esta ferramenta vai possibilitar uma mudança progressiva na oferta de novos tipos de gráficos para o sistema. Aprovação de meta/medição O gestor pode ser informado das metas e/ou resultados antes de sua publicação aos demais usuários do sistema. Em caso de reprovação, o usuário responsável recebe novamente a pendência de execução com a devida justificativa. O valor só é publicado após aprovação do gestor conforme configuração do fluxo. Editor de fórmulas Novo editor de fórmulas que permite muito mais possibilidades de composição de indicadores para a determinação de um resultado. O editor tem usabilidade semelhante ao editor de fórmulas do Excel, permitindo inclusive operações condicionais, matemáticas e estatísticas. Outro benefício importante é a possibilidade da utilização de variáveis provenientes dos demais componentes SoftExpert, propiciando uma integração efetiva. Metas auxiliares calculadas A s metas auxiliares, que se comportam atualmente como um campo extra para a entrada de informações como benchmark, por exemplo, também passam a receber os benefícios do editor de fórmulas. Este campo de entrada manual pode agora vir a se tornar um campo calculado conforme a necessidade do usuário. Configuração do faixa O editor de fórmula vem auxiliar outras funcionalidades do sistema, como por exemplo, a configuração da faixa. O percentual de atingimento pode ser calculado pelo método padrão ou por um método a ser definido através do editor. Frequência de medição baseada em evento Além de várias opções de frequência de leitura dos indicadores que vão de diária a anual, agora o SE Performance também conta com uma opção atemporal. Através desta opção o usuário pode configurar quando será feita a próxima leitura, rotulando-a com um identificador. Ideal para a medição de indicadores relacionados a eventos.

60 60 Cascateamento de Scorecards O cascateamento de Scorecards agora pode ser feito de maneira direta, com a utilização de sub-scorecards. Uma hierarquia de Scorecards pode ser construída, mantendo a organização individual e o processamento local, mas refletindo os resultados no patamar corporativo. Finalização do Scorecard Trata-se da última etapa do ciclo de vida do Scorecard. Com o conceito de revisão já implementado, a questão da finalização/encerramento do Scorecard é aplicada àqueles Scorecards com tempo de vida definido. Não será mais necessário inativar um Scorecard, basta finalizar a sua execução.

61 SE Process Principais recursos do componente: Melhorias de usabilidade no modelador de processos Melhoria no pré-visualizador: modo drill down. Novo layout da barra de botões: ribbon. Ajustar desenho ao tamanho da tela: zoom. Recorte do desenho em páginas para relatório. Opção para selecionar todos os itens. Aplicar espaçamentos automaticamente entre objetos. Novas paletas para modelagem de processos Possibilidade de customizar as paletas do modelador, onde o usuário pode criar símbolos ou imagens para representar os itens do processo. Além disso, o modelador suporta a utilização simultânea de várias paletas customizadas.

62 62 Novos componentes BPMN (Gateway condicional) Tanto o componente SE Process, quando o componente SE Workflow, estão adequados para funcionar com três novos tipos de gateways : Paralelo (AND): são os antigos conectores fork e join que, agora, também são denominados de gateways, conforme padrão BPMN. Este gateway exige que todas as entradas sejam executadas para disparar todas as suas saídas. OU Exclusivo (XOR): ao executar a primeira entrada, o processo prossegue executando uma única saída. A saída é executada de acordo com regras definidas através do editor de fórmulas do SE Suite. Complexo: Tanto as entradas, quanto as saídas, são pré-configuradas através de condições para verificação (nas entradas) e fórmulas (nas saídas). Modelagem de Workflow simples (Basic Workflow) Foi disponibilizado um novo tipo de modelagem, onde é permitida a criação de processos sem a existência de swinlanes com própria simbologia. O recurso facilita a criação de processos simples.

63 63 Visões de processo Criação de um novo item de menu, onde serão registradas as visões dos processos. A visão permite que seja efetuado o mapeamento de símbolos baseados em tipos de processo, tipos de atividade e/ou tipos de decisão. Tal recurso possibilita, por exemplo, que processos automobilísticos (SE APQP-PPAP) estejam aderentes aos seus padrões de modelagem. Consulta de matriz inter-processos Melhorias realizadas tanto no layout e usabilidade, quanto no desempenho da matriz inter-processos. Além da criação de novos filtros de consulta (papel funcional executor, usuário executor, etc.) foram disponibilizadas novas funcionalidades para extração dos processos relacionados e o diagrama de executores. Melhorias no relatório de simulação de processos Possibilidade de gerar relatórios de simulação contendo o melhor caminho tomado em função de tempo, custos, recursos e executores envolvidos ao processo. Possibilidade de gerar relatórios de simulação contendo todos os caminho que foram tomados durante a simulação do processo.

64 64 Melhorias na exportação/importação de processos Criação de nova funcionalidade que permite exportar processos com configuração de automação. É possível, nesta versão do sistema, optar o método como a exportação ocorrerá: Todos os dados: todas as informações e os detalhes do processo serão exportados. Customizado: possibilidade de selecionar as informações que serão exportadas junto com o processo: entradas, saídas, custos, recursos, fatores críticos de sucesso, atributos, aplicações externas, tarefas, checklists,etc. Somente estrutura: somente a estrutura do processo será exportada. Por outro lado, com relação a ação de importar processos, tem-se a possibilidade de utilizar as informações do banco de dados ou, então, criar novos registros. Revisão de processo baseada em Workflow Assim como os demais componentes, é possível determinar se a revisão dos processos será baseada no tradicional modelo ISO9000, ou então, será aplicado um processo automatizado pelo componente SE Workflow. Lembrando que o controle de revisão é configurado através do tipo de cada processo.

65 SE Project Principais recursos do componente: Recurso genérico Possibilidade de utilizar recursos genéricos (que não estão atrelados aos usuários do SE Suite), bem como recursos do tipo ativo* (máquinas e equipamentos), além dos já conhecidos recursos associados aos usuários cadastrados no SE Suite. * Requer o componente SE Asset. Administração de serviços profissionais (Billing Management) A nova versão do componente SE Project oferece uma série de funções para facilitar o controle do pessoal de campo para projetos referentes à prestação de serviços, tais como: consultoria, implantação de sistemas, instalação e manutenção de equipamentos, ou qualquer outro serviço cujo valor de custo e/ou receita esteja diretamente relacionado ao valor de custo/cobrança por hora do recurso alocado ao projeto. Valores de custo e cobrança: Valor de custo do recurso por hora ou % do valor de receita. Valor de cobrança do recurso por hora. Papel Funcional - papéis associados a recursos do tipo usuário. Valor de cobrança por papel funcional. Valor de cobrança total por projeto (valor de contrato). Outras configurações específicas para os projetos e atividades. Relatório de Serviço - relatório das atividades desempenhadas e as respectivas horas trabalhadas e valores: Para geração de documento de cobrança. Para pagamento ao recurso, caso terceirizado. Apontamento de horas off-line. Integração com ERP: Dados do recurso (identificação, área, função, valores de custo e cobrança, etc.). Dados de custo e receita planejados do projeto (orçamento). Dados de custos reais (despesas e aquisições). Dados de receitas reais (Invoice). Apontamentos de horas reais. Relatórios Rápidos (Quick Reports) A nova versão do componente SE Project oferece vários relatórios pré-configurados tais como: Relatórios na consulta de proj etos e atividades Relatório de vários projetos - opção de gerar o relatório do projeto selecionado ou de todos da consulta. Atividades críticas - Atividade cujo cálculo determina ser uma atividade crítica, seja em dia ou em atraso.

66 66 Atividades Milestones - Atividades que estão marcadas como milestone nas propriedades. Atividades não iniciadas - Atividade não executadas, com 0% de execução, seja em dia ou em atraso. Atividades que deveriam ter sido iniciadas - Atividades com 0% de execução em atraso. Atividades em andamento - Atividades que estejam em andamento, sejam em dia ou em atraso. Consulta de Recurso Alocação por recurso - Lista os recursos com o total de alocação e as respectivas atividades com o total por atividade. Alocação por atividade - Lista a atividade com o total de alocação e seus respectivos recursos e valores de alocação. Relatório Apontamento Financeiro Fluxo de Caixa/Cash Flow - Lista os custos/receitas agrupados por projeto/atividade. Relatório Agenda Financeira Demonstrativo - conforme a divisão semanal ou mensal e período da consulta, poderão ser gerados quatro relatórios diferentes: Planejado, Reprogramado, Realizado e o Demonstrativo. Gráfico de Gantt Melhoria significativa no desempenho, tanto no manuseio da tabela, como no gráfico propriamente dito. Além disso, foram implementados os seguintes recursos: Planej amento: Dependência (associação) entre atividades de projeto master e seus subprojetos e entre atividades dos próprios subprojetos. Dependência (associação) entre atividades de projetos distintos (dependência externa: uma relação em que a data de início ou término de uma atividade depende de uma atividade de outro projeto). Implementada forma que possibilita alteração mais flexível entre master e subprojeto, que permite a concorrência entre os usuários, evitando que outra pessoa sobrescreva as suas alterações. Execução e Controle: Mesmo durante a etapa de acompanhamento, será possível informar o % de execução do projeto por meio de botões com valores pré-determinados (0%, 25%, 50%, 75%, 100%). Execução de múltiplas atividades simultaneamente, utilizando as datas de início e fim planejadas ou reprogramadas, conforme configuração. Permite visões com colunas pré-determinadas: Controle (realizado versus reprogramado), Financeira, Caminho-crítico e Quantidade de horas. Permite visualizar os recursos do tipo Ativo (máquinas e equipamentos) juntamente com os recursos usuários e genéricos. Visualização da impressão: Zoom no gráfico. Configuração da legenda. Configuração da margem, orientação e tamanho do papel.

67 SE Protocol Principais recursos do componente: Encerrar protocolo/etapa Quando um protocolo eletrônico está pendente para mais de um usuário/área/função, o sistema permite encerrar somente a etapa do usuário, mantendo-o pendente para os demais envolvidos, sem a necessidade de encerrar ou enviar para alguém este protocolo.

68 SE Request Principais recursos do componente: Checklist para emissão e encerramento da solicitação Possibilidade de incluir um checklist para a abertura da solicitação, e outro diferente para o encerramento. Cópia de solicitação Possibilidade de criar uma nova solicitação baseada em outra já existente. Novas informações na consulta de solicitação Data de encerramento. Responsável pelo atendimento. Somente equipamentos liberados na solicitação de Manutenção O sistema só permitirá associar equipamentos liberados em uma solicitação de manutenção*. *Requer o componente SE Maintenance 68

69 SE Risk Principais recursos do componente: Análise de risco para o planejamento estratégico Mais uma opção de escopo para análise de risco é oferecida. Trata-se da análise de riscos para elementos da gestão do desempenho, concretizando a integração entre os componentes SE Risk e SE Performance. O processo de planejamento estratégico é o mais beneficiado, pois poderá contar com uma análise real dos riscos associados aos objetivos definidos e seu monitoramento. Avaliação dos controles Da mesma forma como acontece a avaliação dos riscos, agora é possível realizar avaliação dos controles. São vários os métodos oferecidos, desde a matriz até métodos quantitativos considerando fórmulas para agrupamento dos critérios de avaliação. Avaliação periódica dos riscos e controles A reavaliação dos riscos, antes feita somente a cada nova revisão do plano de riscos, agora pode ser realizada dentro da mesma revisão. Gráficos de acompanhamento podem ser gerados facilitando o acompanhamento da evolução do risco. A mesma funcionalidade é aplicável para a avaliação dos controles. Template de plano de risco Modelos de planos de riscos e controles podem ser construídos visando à facilidade na replicação de estruturas similares através da organização. Na elaboração de um novo plano de riscos, opta-se por iniciar um em branco ou por utilizar um template previamente cadastrado.

70 70 Relatório de riscos Novo relatório de riscos que consolida as diversas informações relacionadas ao risco. Este relatório é similar a uma ficha técnica do risco. Melhorias para a utilização do HACCP Algumas funcionalidades foram implementadas visando facilitar a utilização do produto para a aplicação de HACCP.

71 SE SPC Principais recursos do componente: Nova opção de consulta: Ferramentas de análise Criação do novo item de menu referente à consulta de ferramentas de análise. Esta consulta tem o objetivo de listar todas as ferramentas de análise (5 Porquês, Ishikawa e FTA) utilizadas no componente SE SPC. Novos modelos de gráficos para as cartas de medição Nova interface gráfica para as cartas de controle do componente SE SPC, proporcionando alto poder de customização, aperfeiçoamento e precisão nas análises realizadas. A s configurações das cartas ficaram inalteradas, apenas a visualização dos gráficos foi melhorada e adequada a um padrão mais moderno e dentro das expectativas do mercado.

72 SE Supply Principais recursos do componente: Atributos na movimentação / pedido de insumo Possibilidade de associar atributos aos eventos de movimentação e pedido de insumos. Disponibilizados filtros para consulta destes atributos, bem como a inclusão deles nos relatórios. Melhorias no pedido e recebimento de Insumo A execução do recebimento de insumo possibilita, através de uma planilha, informar quais insumos pertencentes ao pedido realmente foram recebidos, a quantidade recebida, bem como se o pedido foi atendido parcialmente ou 100%. *Requer o componente SE Storeroom

73 SE Training Principais recursos do componente: Dashboard para treinamentos públicos Desenvolvido um novo dashboard para listar os treinamentos "públicos", permitindo que qualquer usuário consulte, se inscreva ou cancele sua inscrição neste tipo de treinamento. Neste dashboard serão exibidos todos os treinamentos públicos e aprovados no componente SE Training, desde que não tenha iniciado sua execução e que o prazo de inscrição não esteja ultrapassado. Inclusão do campo "Carga Horária" na emissão de certificados No menu SE Training Execução Execução de treinamento Botão de relatórios Certificado, ao emitir o certificado, o usuário agora poderá visualizar a carga horária real do treinamento realizado. Integração com o MS Outlook Criada uma nova opção para disparar compromissos na agenda do MS Outlook de cada participante e do instrutor (caso o mesmo seja interno) para todo o período de treinamento. Esta funcionalidade pode ser aplicada a outros clientes de que sejam compatíveis com o recurso de agenda do MS Outlook.

74 74 Consulta de colaboradores inaptos ou pendentes de treinamento em revisões de documentos Possibilidade de realizar consultas por colaboradores que estão inaptos ou pendentes de treinamento em revisões de documento. As opções de consulta são: Requer re-treinamento: Para colaboradores que já foram treinados, mas devido a revisão do documento, precisam ser re-treinados. Treinamento planejado: Para colaboradores que precisam de treinamento ou re-treinamento, mas já existe um treinamento planejado. Em treinamento: Para colaboradores que precisam de treinamento ou re-treinamento, mas já estão sendo treinados na revisão vigente do documento. Treinamento vencido: Para colaboradores que foram treinados, porém o treinamento está vencido e necessita de um novo treinamento. Pós-treinamento: Para colaboradores que precisam de treinamento ou re-treinamento, mas já estão sendo treinados e o treinamento encontrasse na etapa de pós-treinamento, na revisão vigente do documento. Verificação de eficácia: Para colaboradores que precisam de treinamento ou re-treinamento, mas já estão sendo treinados e o treinamento encontrasse na etapa de verificação de eficácia, na revisão vigente do documento.

75 SE Waste Principais recursos do componente: ATENÇÃO! Este componente sofreu alterações em seus menus e em suas funções, que implica ao administrador do sistema efetuar novamente a configuração do grupo de acesso. Novas opções de associação de anexos e documentos à unidade geradora Possibilidade de associar qualquer tipo de anexo ou documento* aos dados da unidade geradora. *Requer o componente SE Document Múltiplos tipos de resíduo por container Um mesmo container pode agora armazenar diferentes tipos de resíduos, desde que pertençam a mesma unidade geradora. Além disso, será possível movimentar, transportar ou processar individualmente os diferentes resíduos de um container.

76 76 Integração com componente SE Storeroom Todas as atividades relacionadas à movimentação de resíduos (armazenamento, transferência, processamento e transporte) foram centralizadas no componente SE Storeroom*, garantindo que todo o ciclo de gestão dos resíduos identificados seja controlado. Veja mais detalhes na seção Lançamento de novos componentes Storeroom. *Requer o componente SE Storeroom SE

77 SE Workflow Principais recursos do componente: Utilização de métodos de priorização de execução de processos Provê um menu para configuração do critério e método de avaliação a ser utilizado. Permite ao usuário definir em quais etapas (atividades) a criticidade poderá ser alterada. Possibilidade de definir, nos dados do processo, qual matriz (método de avaliação) deve ser utilizada na instância do processo. Possibilidade de alterar a prioridade nas pendências do componente SE Workflow, dentro de uma atividade do processo. Reabertura de processos encerrados ou cancelados Permite ao usuário reabrir uma instância de processo encerrada ou cancelada. A reabertura de uma instância é efetuada de forma semelhante ao retorno de processo, no qual se seleciona um item para onde o processo será retornado e os itens subsequentes são cancelados. Assim como já acontece no retorno de processo atual, a reabertura apenas ocorre em um item já executado na instância.

78 78 Inclusão de comentários e anexos pelo iniciador/gestor no acompanhamento do processo Permite que o iniciador e gestor insiram comentários e anexos nos processos que estão em andamento, independente da etapa em que estão parados. Tal ação pode ser realizada através das pendências de acompanhamento e/ou supervisão do processo. Automatização dos gateways Permite a execução de fork s e j oins condicionais, considerando a implementação das regras para expressão condicional, duração de atividades dinâmicas e evolução para matriz de execução. Execução automática de atividade Possibilidade de executar uma atividade automaticamente assim que um tempo pré-determinado for alcançado. Para tanto, é necessário preencher os valores padrões nos atributos em branco. WebServices de inicialização de processos e de execução de atividades de sistema Criação de serviço que permite a inicialização de processos a partir de chamadas via WebService. Possibilidade de invocar WebServices na execução de atividades de sistema. Executor da atividade definido por meio de fórmula (executor dinâmico) Um executor pode ser definido de acordo com regras específicas estipuladas para cada atividade. Para tanto, será possível utilizar o editor de fórmulas para construir a regra que definirá o tipo de executor da atividade. Cada fórmula poderá ter mais de um atributo para auxiliar na definição do executor desejado. Duração de atividade definida através de fórmula (duração dinâmica)

79 79 A duração pode ser definida de acordo com regras específicas estipuladas para cada atividade. Para tanto, será possível utilizar o editor de fórmula para construir a regra que definirá a duração da atividade (duração dinâmica). Uma atividade que possuí o respectivo controle configurado pode ter sua duração redefinida durante a execução do processo no componente SE Workflow. Associação de instâncias do processo Possibilidade de associar instâncias de processos em alguns objetos do SE Suite, inclusive o Workflow (uma instância de processo que tem várias instâncias associadas). A configuração dos objetos a serem associados à instância do processo deve ser feita na modelagem das atividades do processo (componente SE Process). Já a associação dos objetos propriamente dita, é feita através da pendência de execução de atividades do componente SE Workflow.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.

Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4.5. Manual do Técnico Atualização - ProJuris Web 4. Guia de Atualização PROJURIS WEB 4.5 Por: Fabio Pozzebon Soares Página 1 de 11 Sistema ProJuris é um conjunto de componentes 100% Web, nativamente integrados, e que possuem interface com vários idiomas,

Leia mais

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4 Versão 4.6.4 Sexta-feira, 08 de fevereiro de 2008 ÍNDICE 3 4 EDITORIAL NOVAS FUNCIONALIDADES 4 12 13 14 15 16 Novo Cronograma 4 5 5 6 7 8 8 9 9 10 10 Edição Rápida do Cronograma Recurso de Arrastar e Soltar

Leia mais

SPEKX DATA SHEET. Visão Serviços. Release 4.5

SPEKX DATA SHEET. Visão Serviços. Release 4.5 SPEKX DATA SHEET Visão Serviços Release 4.5 Versão 2.0 ÍNDICE ANALÍTICO 1. Introdução 3 1.1. Solução Única 3 2. Visão Resumida 4 2.1 Diagrama de Etapas de Projetos / Serviços 4 2.2. Resumo Descritivo Etapas

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

FUNCIONALIDADES DO TRACEGP VERSÃO 9. Funcionalidades do TraceGP Versão 9 www.tracegp.com.br

FUNCIONALIDADES DO TRACEGP VERSÃO 9. Funcionalidades do TraceGP Versão 9 www.tracegp.com.br FUNCIONALIDADES DO TRACEGP VERSÃO 9 Funcionalidades do TraceGP Versão 9 FUNCIONALIDADES DO TRACEGP DASHBOARDS Possibilidade de criar dashboards de visualização de gráficos e listagem de informações de

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013 Florianópolis, 26 de fevereiro de 2013. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.11.1.7 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

www.siteware.com.br Versão 2.6

www.siteware.com.br Versão 2.6 www.siteware.com.br Versão 2.6 Sumário Apresentação... 4 Login no PortalSIM... 4 Manutenção... 5 Unidades... 5 Unidades... 5 Grupos de CCQ... 5 Grupos de unidades... 6 Tipos de unidades... 6 Sistema de

Leia mais

Manual de Versionamento

Manual de Versionamento Manual de Versionamento Versão de Site Sumário 1. Group Reports... 3 2. Pesquisa de Relatórios... 8 3. Notificações de atualização de versão... 9 4. Templates de Relatórios... 11 Criação de Templates...

Leia mais

Enterprise Asset Management [EAM] Maximize o retorno sobre os ativos empresariais.

Enterprise Asset Management [EAM] Maximize o retorno sobre os ativos empresariais. Enterprise Asset Management [EAM] Maximize o retorno sobre os ativos empresariais. No atual cenário econômico, organizações do mundo inteiro enfrentam uma pressão enorme para gerir seus ativos proativamente

Leia mais

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar

Processos de Compras. Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar Processos de Compras Tecinco Informática Ltda. Av. Brasil, 5256 3º Andar 1 Centro Cascavel PR www.tecinco.com.br Sumário Controle de Compras... 4 Parametrização... 4 Funcionamento... 4 Processo de Controle...

Leia mais

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services - Windows SharePoint Services... Page 1 of 11 Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Ocultar tudo O Microsoft Windows

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012 Florianópolis, 05 de dezembro de 2012. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.10.1.8-05-12-2012 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas

Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas Treinamento GVcollege Módulo Administrador de Programas e Sistemas AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

NOVIDADES DA VERSÃO 2.10 DO SANKHYA-W. Atividade Descrição Versão Abrangência

NOVIDADES DA VERSÃO 2.10 DO SANKHYA-W. Atividade Descrição Versão Abrangência NOVIDADES DA VERSÃO 2.10 DO SANKHYA-W Atividade Descrição Versão Abrangência Nota de complemento Geração de nota de complemento através do Sankhya-W. Informações da Sankhya/Jiva no Os e-mails de NF-e enviados

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1

2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 2013 GVDASA Sistemas Release Notes GVcollege 3.6.7 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual da GVDASA Sistemas e toda a informação nele contida é confidencial. Nenhuma parte deste

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro" Editorial Brazil Informatica I Venda - Gerenciamento de Vendas, Estoque, Clientes e Financeiro Conteúdo Part I Introdução

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES SUMÁRIO 1. PREENCHIMENTO DA PLANILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS...3 1.1 Menu...3 1.2 Termo de Abertura...4 1.3 Plano do Projeto...5 1.4

Leia mais

Diferenças da versão 6.3 para a 6.4

Diferenças da versão 6.3 para a 6.4 Release Notes Diferenças da versão 6.3 para a 6.4 Melhorias Comuns ao Sistema Help O Help Online foi remodelado e agora é possível acessar os manuais de cada módulo diretamente do sistema. Mapeamento de

Leia mais

SUMÁRIO. Cursos STE SUMÁRIO... 1

SUMÁRIO. Cursos STE SUMÁRIO... 1 SUMÁRIO SUMÁRIO... 1 STEGEM - INTERFACE... 2 1 Introdução... 2 2 A interface... 2 2.1 Painel de Navegação... 3 2.2 Barra de Menus em forma de Ribbon... 4 2.3 Painel de Trabalho... 5 2.4 Barra de Status...

Leia mais

WorkFlow do processo de pagamento

WorkFlow do processo de pagamento Rev.01 PÁG. 1/43 SOFTEXPERT WORLDWIDE WorkFlow do processo de pagamento PÁG. 1/43 Rev.01 PÁG. 2/43 1. LISTA DE FIGURAS Figura 1 - Tela de login do SE Suite.... 7 Figura 2 - Tela inicial do SE Suite....

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades

Versão 8.2C-01. Versão Final da Apostila de Novidades Versão 8.2C-01 Versão Final da Apostila de Novidades Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais

2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2015 GVDASA Sistemas Administração dos Portais AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta

Leia mais

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People.

Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. Business Process Management [BPM] Get Control. Empower People. O SoftExpert BPM Suite é uma suíte abrangente de módulos e componentes perfeitamente integrados, projetados para gerenciar todo o ciclo de

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet

Livro Caixa. www.controlenanet.com.br. Copyright 2015 - ControleNaNet www.controlenanet.com.br Copyright 2015 - ControleNaNet Conteúdo Tela Principal... 3 Como imprimir?... 4 As Listagens nas Telas... 7 Clientes... 8 Consulta... 9 Inclusão... 11 Alteração... 13 Exclusão...

Leia mais

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos O gerenciamento de informações é crucial para o sucesso de qualquer organização.

Leia mais

Manual do Usuário Instituição

Manual do Usuário Instituição 1 Manual do Usuário Instituição Área Restrita Site de Certificação Controle: D.04.36.00 Data da Elaboração: 13/08/2014 Data da Revisão: - Elaborado por: TIVIT / Certificação ANBIMA Aprovado por: Gerência

Leia mais

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI

SERVICE DESK MANAGER SDM. Manual do Sistema - DPOI SERVICE DESK MANAGER SDM Manual do Sistema - DPOI Conteúdo SERVICE DESK MANAGER SDM... 1 Manual do Sistema - DPOI... 1 INTRODUÇÃO... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 OPÇÕES DO SISTEMA... 6 SISTEMA... 7 Pesquisar

Leia mais

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO

DPAlmox - Windows MANUAL DO USUÁRIO - Windows MANUAL DO USUÁRIO DPSISTEMAS www.dpsistemas.com.br 1. Registrando o programa... 3 2. Entrando no programa Login... 5 3. Tela Principal do Sistema... 6 4. Utilizando os botões de navegação...

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

Manual de Transferência de Arquivos

Manual de Transferência de Arquivos O Manual de Transferência de Arquivos apresenta a ferramenta WebEDI que será utilizada entre FGC/IMS e as Instituições Financeiras para troca de arquivos. Manual de Transferência de Arquivos WebEDI Versão

Leia mais

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA...

Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... Portal de Vendas Índice 1. PORTAL DE VENDAS... 3 2. INTEGRAÇÃO PORTAL DE VENDAS X FOX... 4 3. CADASTRO DE VENDEDORES/SUPERVISORES... 5 1.1. Guia Portal de Vendas... 7 4. CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 8 5.

Leia mais

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev

CONFORTO COM SEGURANÇA CONFORTO COM SEGURANÇA. 0 P27070 - Rev P27070 - Rev. 0 1. RESTRIÇÕES DE FUNCIONAMENTO RECEPTOR IP ÍNDICE 1. Restrições de Funcionamento... 03 2. Receptor IP... 03 3. Inicialização do Software... 03 4. Aba Eventos... 04 4.1. Botão Contas...

Leia mais

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007 1 Inicie um novo Antes de começar um novo, uma organização deve determinar se ele se enquadra em suas metas estratégicas. Os executivos

Leia mais

Grifon Alerta. Manual do Usuário

Grifon Alerta. Manual do Usuário Grifon Alerta Manual do Usuário Sumário Sobre a Grifon Brasil... 4 Recortes eletrônicos... 4 Grifon Alerta Cliente... 4 Visão Geral... 4 Instalação... 5 Pré-requisitos... 5 Passo a passo para a instalação...

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES 1 Conteúdo 1. LogWeb... 3 2. Instalação... 4 3. Início... 6 3.1 Painel Geral... 6 3.2 Salvar e Restaurar... 7 3.3 Manuais... 8 3.4 Sobre... 8 4. Monitoração... 9 4.1 Painel Sinóptico...

Leia mais

Versão 6.0.1 Melhorias Melhorias Versão 6.0.1

Versão 6.0.1 Melhorias Melhorias Versão 6.0.1 Versão 6.0.1 Novembro 2010 Versão 6.0.1 Funcionalidade Completa de Planejamento do Trabalho Através dessa funcionalidade o usuário pode planejar quais tarefas e quanto tempo destinará para trabalhar em

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos

Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos Sistema de Gestão dos Documentos da Engenharia [EDMS] O caminho para a Colaboração da Engenharia e Melhoria de Processos O gerenciamento de informações é crucial para o sucesso de qualquer organização.

Leia mais

DRIVE CONTÁBIL NASAJON

DRIVE CONTÁBIL NASAJON DRIVE CONTÁBIL NASAJON Módulo Gestão de Documentos Versão 1.0 Manual do Usuário 1 Sumário Os Módulos do Gerenciador de NFe: Informações Básicas Primeiro Acesso: Requisitos Acesso ao Drive Contábil Nasajon

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Channel. Gerenciamento de Operações. Tutorial. Atualizado com a versão 4.2

Channel. Gerenciamento de Operações. Tutorial. Atualizado com a versão 4.2 Channel Gerenciamento de Operações Tutorial Atualizado com a versão 4.2 Copyright 2011 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia

Leia mais

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04

1 - O que é o Conectividade Social? 03. 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 Conteúdo 1 - O que é o Conectividade Social? 03 2 - Qual a configuração mínima para instalar o programa?... 04 3 - O que é necessário para instalar o Conectividade Social?.... 05 4 - Como faço para executar

Leia mais

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO

SISTEMA COOL 2.0V. (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA COOL 2.0V (Certificado de Origen On Line) MANUAL DO USUÁRIO ÍNDICE Pré-requisitos para utilização do sistema....2 Parte I Navegador...2 Parte II Instalação do Interpretador de PDF...2 Parte III

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO

SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SISTEMA UNIMED HRP: MÓDULO WEBSAÚDE MANUAL DE UTILIZAÇÃO Departamento de Tecnologia da Informação tecnologia@unimeditabira.com.br 31 3839-771 3839-7713 Revisão 03 Itabira Setembro 2015 Sumário 1. Acessando

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA 17 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas sobre as ferramentas disponíveis no Painel de Controle do Microsoft Windows XP Professional, versão

Leia mais

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0

Índice. http://www.gosoft.com.br/atualiza/gosoftsigadmservico.pdf Versão 4.0 Índice I ENVIO DE BOLETOS POR E-MAIL... 2 APRESENTAÇÃO... 2 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO... 4 ALTERAÇÕES NO SIGADM IMÓVEIS... 6 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONCILIAÇÃO BANCÁRIA... 8 ALTERAÇÕES NO SIGADM CONDOMÍNIO

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO UNIVERSITÁRIO DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES SISTEMA 1ª EDIÇÃO SETEMBRO/2013

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.1. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.1 ExpressoMG 14/10/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br

inux Sistemas Ltda. MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br 2013 inux Sistemas Ltda. s MANUAL DO USUÁRIO www.inux.com.br Sumário 1 Introdução... 2 2 Visão Geral do Sistema... 2 3 Tela de Configuração... 3 4 Tela de Mensagens... 5 5 Tela de Importação... 8 6 Tela

Leia mais

2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais

2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais 2013 GVDASA Sistemas Administração dos Portais AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Microsoft Corporation Publicação: 14 de março de 2005 Autor: Tim Elhajj Editor: Sean Bentley Resumo Este documento fornece instruções

Leia mais

1. Introdução... 2. 2. Instalação máquinas cliente... 2. 3. Configurações gerais... 3. 4. Cadastro de pessoas... 4

1. Introdução... 2. 2. Instalação máquinas cliente... 2. 3. Configurações gerais... 3. 4. Cadastro de pessoas... 4 MANUAL DE UTILIZAÇÃO Conteúdo 1. Introdução... 2 2. Instalação máquinas cliente... 2 3. Configurações gerais... 3 4. Cadastro de pessoas... 4 5. Cadastro de usuários para o sistema... 6 6. Cadastro de

Leia mais

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA Autores Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder Consultores em Informática Editora Viena Rua Regente Feijó, 621 - Centro - Santa Cruz do Rio Pardo - SP CEP 18.900-000 Central de Atendimento (0XX14)

Leia mais

Apresentação 3. Sobre a Módulo Risk Manager Academy 3. Portfólio 4

Apresentação 3. Sobre a Módulo Risk Manager Academy 3. Portfólio 4 2 Apresentação 3 Sobre a Módulo Risk Manager Academy 3 Portfólio 4 RM-01 Conheça o Módulo Risk Manager 4 RM-02 Meu Espaço e Navegação Básica 6 RM-03 Modelando a Organização 8 RM-05 Conhecimentos para Gestão

Leia mais

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário

NETALARM GATEWAY. Manual do Usuário Índice 1. Introdução...3 2. Requisitos Mínimos de Instalação...3 3. Instalação...3 4. Inicialização do Programa...5 5. Abas de Configuração...6 5.1 Aba Serial...6 5.2 Aba TCP...7 5.2.1 Opções Cliente /

Leia mais

Sistema de Controle de Cheques GOLD

Sistema de Controle de Cheques GOLD Sistema de Controle de Cheques GOLD Cheques GOLD é um sistema para controlar cheques de clientes, terceiros ou emitidos. Não há limitações quanto as funcionalidades do programa, porém pode ser testado

Leia mais

BVP WEB. Manual de Operações. Novembro / 2012. São Paulo - SP

BVP WEB. Manual de Operações. Novembro / 2012. São Paulo - SP BVP WEB Manual de Operações Novembro / 2012 São Paulo - SP Índice Geral 1. Introdução... 2 2. Visão Geral... 3 2.1. Funcionalidades... 3 2.1.1. Autenticação e Autorização de Acesso... 3 2.1.2. Operações...

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.30

Novidades da Versão 3.0.0.30 Novidades da Versão 3.0.0.30 Alteração Equipamento Unidade Instalação Inserida informação Telemetria na Tela de Alteração de Equipamento Unidade de Instalação (326). A informação Roaming Internacional

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário

Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0. Ajuda ao Usuário Versão 2.2.0 PIMACO AUTOADESIVOS LTDA. Assistente Pimaco + 2.2.0 Ajuda ao Usuário A S S I S T E N T E P I M A C O + 2.2.0 Ajuda ao usuário Índice 1. BÁSICO 1 1. INICIANDO O APLICATIVO 2 2. O AMBIENTE DE

Leia mais

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha

Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Manual de instalação, configuração e utilização do Assinador Betha Versão 1.5 Histórico de revisões Revisão Data Descrição da alteração 1.0 18/09/2015 Criação deste manual 1.1 22/09/2015 Incluído novas

Leia mais

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento.

Secullum Acesso.Net ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. Secullum Acesso.Net. Ficha Técnica. Serviço de Comunicação. Módulo. Estacionamento. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Serviço de Comunicação Secullum Acesso.Net Estacionamento Gerencial Integração CFTV Pessoal Recepção Refeitório Automação Sistema Operacional: compatível com Windows XP ou superior

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014

MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 MANUAL DE INSTRUÇÕES SISTEMA OPERACIONAL MÉTODO QUANTUM 2014 ÍNDICE Apresentação Principais Botões Login Usúario Resultado Método Quantum Preencher Método Quantum Extrato On-Line Engenharia de Função Grupos

Leia mais

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Compra Direta - Guia do Fornecedor PORTAL DE COMPRAS SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Página As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas

Leia mais

PSQT Prêmio SESI Qualidade no Trabalho

PSQT Prêmio SESI Qualidade no Trabalho ANEXO II PSQT Prêmio SESI Qualidade no Trabalho Manutenção Evolutiva Modelo: 4.0 Sistema Indústria, 2008 Página 1 de 18 Histórico da Revisão Data Descrição Autor 06/12/2007 Necessidades para atualização

Leia mais

Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS Departamento de Tecnologia da Informação DTI SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS

Instituto Federal do Rio Grande do Sul - IFRS Departamento de Tecnologia da Informação DTI SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS SGCE SISTEMA DE GESTÃO DE CERTIFICADOS ELETRÔNICOS Versão 1.0.1 DESENVOLVIMENTO Universidade Federal do Pampa - Unipampa Núcleo de Tecnologia de Informação e Comunicação Coordenadoria de Desenvolvimento

Leia mais

Introdução ao. Linux do MEC

Introdução ao. Linux do MEC Introdução ao Linux do MEC Abril/2006 ÍNDICE Software Livre 3 Linux do MEC 4 Inicializando e finalizando o sistema 5 Área de trabalho 6 Operações com arquivos 7 Administração do ambiente 9 Navegador Internet

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO - VISÃO DE EMPRESAS. Todos os direitos reservados à Softbox

MANUAL DE UTILIZAÇÃO - VISÃO DE EMPRESAS. Todos os direitos reservados à Softbox MANUAL DE UTILIZAÇÃO - VISÃO DE EMPRESAS 2012 Todos os direitos reservados à Softbox 1101001112211110000212451 Seja bem vindo! Você está recebendo o MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS. Este manual

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais