INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA"

Transcrição

1 INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA Segundo o SINDUSCON-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de São Paulo) a construção civil brasileira deve registrar uma expansão de 8,8% no PIB (Produto Interno Bruto) em 2010, e os investimentos imobiliários deverão passar de R$ 202 bilhões. Com isso, a expectativa é que as vagas com carteira assinada no setor tenham um aumento de 8%, atingindo 2,4 milhões de empregos formais agora em mil postos a mais do que Só em Goiás, são mais de 20 mil vagas. Segundo pesquisa feita pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) houve uma redução de 3,3% no déficit habitacional no país, para milhões de moradias. Desse total, 80% está concentrada nas famílias com renda mensal de até 3 salários mínimos, através do programa federal Minha Casa, Minha Vida. Em Goiânia, a Terrano Empreendimentos, em parceria com a Goldfarb Incorporadora, pretende lançar de 4 a 5 mil unidades em 2010, ou seja, um incremento de mais de 100% em relação a E nesse cenário a incorporação imobiliária tem papel fundamental, pois ela é o instituto que viabiliza a alienação das unidades que deverão ser construídas, através do seu registro no Cartório de Registro de Imóveis. Para se ter uma noção do processo de incorporação imobiliária e seus aspectos legais, primeiramente se faz necessário conhecer alguns conceitos e definições diretamente ligados ao tema. Segundo a lei n /64, em seu único do artigo 28, o conceito de incorporação imobiliária é o seguinte: para efeito desta lei, considera-se incorporação imobiliária a atividade exercida com o intuito de promover e realizar a construção, para alienação total ou parcial, de edificações ou conjunto de edificações composto de unidades autônomas. Em termos gerais, a incorporação imobiliária é uma figura de direito pela qual uma pessoa física ou jurídica, proprietária de um terreno, ou apenas uma opção para sua venda ou que possuía uma promessa de venda desse terreno, contrata a construção de um empreendimento com uma construtora, passando a vender essas unidades em prestações. Vejamos a seguir outros conceitos e definições:

2 Incorporador: A própria lei n /64, em seu artigo 29 conceitua a figura do incorporador: considera-se incorporador a pessoa física ou jurídica, comerciante ou não, que, embora não efetuando a construção compromisse ou efetive a venda de frações ideais de terreno objetivando a vinculação de tais frações a unidades autônomas, em edificações a serem construídas ou em construção sob regime condominial, ou que meramente aceite propostas para efetivação de tais transações, coordenando e levando a termo a incorporação responsabilizando-se, conforme o caso, pela entrega a certo prazo, preço e determinações das obras concluídas. Segundo Junqueira (2005, pág.94): o incorporador pode, muitas vezes, ser o próprio dono do terreno que pretende promover a edificação, um condomínio, um titular de direito de opção ou um simples especulador. Porém, nem toda pessoa física poderá ser incorporador, uma vez que a atividade de promoção e venda é incumbida a corretores de imóveis, devidamente registrados no Conselho Regional de Corretores de Imóveis 5ª Região (CRECI-GO), e a responsabilidade pela obra devem ser de um engenheiro civil, regularmente inscrito e habilitado pelo Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo do Estado de Goiás (CREA-GO). Deveres do Incorporador: Cabe à figura do incorporador uma série de deveres e responsabilidades que o acompanham do início ao fim do empreendimento, até mesmo após o termo final. É vedado o incorporador oferecer e negociar quaisquer unidades autônomas, até que se tenha arquivado no Cartório de Registro de Imóveis toda a documentação exigida por lei para a incorporação. Em Goiânia temos os seguintes Cartórios de Registro de Imóveis: 1ª Circunscrição Rua 14, n. 291, Setor Oeste; 2ª Circunscrição Rua 27, n. 21, Setor Oeste; 3ª Circunscrição Av. Araguaia, n. 499, Centro; e 4ª Circunscrição Rua 7, n. 95, Centro. Prazo de carência: Para efetivação da incorporação, pode o incorporador fixar um prazo de carência, dentro do qual é lícito desistir do empreendimento. O incorporador não pode procrastinar a execução da obra indefinidamente, tendo o prazo de 180 dias, prorrogável mediante revalidação da certidão do registro. (JUNQUEIRA, 2005, pág. 95)

3 Denunciar a incorporação: O incorporador deverá denunciar por escrito a desistência ao Cartório de Registro de Imóveis e notificar a cada um dos adquirentes ou candidatos à aquisição, sob pena de responder civil e criminalmente. Em caso de denúncia da incorporação: O incorporador deverá restituir aos adquirentes as importâncias pagas em até 30 dias, sob pena dos mesmos cobrá-las pela via judicial executiva, devendo esses valores serem reajustados. Função do oficial de registro: O Oficial de Registro tem a importante função de proceder ao registro da incorporação. Ele deve receber toda a documentação, examinála, verificando sua exatidão, sanando possíveis falhas e em caso de dúvida, apresentar ao juiz. Se o Oficial cometer infração, em razão do seu ofício, fica sujeito às penas na forma da legislação, tanto na área cível como na criminal. Imóvel gravado de ônus: A existência de ônus reais ou fiscais sobre o imóvel não impede o registro da incorporação. Se o mesmo estiver gravado de ônus fiscal ou se houver ação contra o alienante que possa afetá-lo, tal fato deverá constar, obrigatoriamente, em todos os documentos, com a indicação de seu processo liberatório. Entretanto, se o imóvel for gravado com ônus como promessa a terceiros registrada, ou proibição de alienação, servidão que não permita construir a certa altura, ou mesmo outra que impeça a livre alienação, o mesmo não pode ser objeto de incorporação imobiliária. Obrigações do Incorporador: O artigo 35 da lei n é onde encontramos uma das obrigações fundamentais do incorporador. Ele determina que o incorporador tem o prazo máximo de 45 dias, a contar do termo final do prazo de carência, se houver, para realizar a celebração do competente contrato relativo à fração ideal de terreno, e bem assim do contrato de construção e da Convenção do Condomínio, de acordo com discriminação da alínea i do artigo 32 da referida lei: discriminação das frações ideais de terreno com as unidades autônomas que elas corresponderão. Caso não haja o prazo de carência, esse prazo se contará da data de qualquer documento de ajuste preliminar.

4 Rescisão de contrato: Ficarão rescindidas as cessões ou promessas de cessão de direitos correspondentes à aquisição do terreno, no caso de rescisão de contrato de alienação do terreno ou de fração ideal. No caso de rescisão do contrato relativo à fração ideal do terreno e partes comuns, a pessoa em cujo favor se tenha operado a resolução sub-rogarse-á nos direitos e obrigações contratualmente atribuídos ao inadimplente, com relação à construção. Do regime da construção: As incorporações poderão ser contratadas sob o regime de empreitada ou de administração. Construção por empreitada: Nesse regime o preço poderá ser fixo ou reajustável por índices previamente fixados. No caso de empreitada por preço fixo, este não poderá ser reajustado, quaisquer que sejam as causas que determinem aumento do custo fixo, ficando vedado ao incorporador apelar para a teoria da imprevisão ou onerosidade da obra. Empreitada por preço reajustável: O preço fixado no contrato será reajustado na forma e épocas nele expressamente previstas, em função da variação dos índices adotados, também fixados obrigatoriamente em contrato. Construção sob o regime da administração: Esse regime também é chamado de a preço de custo, e será de responsabilidade dos proprietários ou adquirentes o pagamento do custo integral. Das infrações: Ao incorporador é lícito estipular em contrato, sem prejuízo de outras sanções, que o inadimplemento, por parte do adquirente ou contraente, de 3 prestações consecutivas, após prévia notificação com o prazo de 10 dias para purgação da mora, implique na rescisão do contrato. Das sanções: Promover a incorporação imobiliária, fazendo, em propostas, contratos, prospectos ou comunicação ao público ou aos interessados, afirmação falsa sobre a constituição do condomínio, alienação das frações ideais do terreno ou sobre a construção das edificações é crime contra a economia popular, cuja pena é a reclusão de 1 a 4 anos e multa de 5 a 50 vezes o salário mínimo vigente à época.

5 Em uma escala menor, são contravenções relativas à economia popular puníveis: I. negociar o incorporador frações ideais de terreno sem previamente satisfazer às exigências constantes da lei; II. omitir o incorporador, em qualquer documento de ajuste, as indicações a que se referem os artigos 37 e 38 da lei n /64; III. deixar o incorporador, sem justa causa, no prazo do artigo 35 da referida lei e ressalvada a hipótese de seus 2º e 3º, de promover a celebração do contrato relativo a fração ideal de terreno, do contrato de construção ou da Convenção do Condomínio; IV. vetado; V. omitir o incorporador, no contrato, a indicação a que se refere o 5º do artigo 55 desta lei; VI. paralisar o incorporador a obra, por mais de 30 dias ou retardar-lhe excessivamente o andamento sem justa causa. A pena prevista é de 5 a 20 vezes o salário mínimo vigente à época. A lei não deixou de lado os demais participantes do negócio ao punir o incorporador, colocando em paralelo os corretores, o construtor, o proprietário do terreno ou mesmo o titular do direito aquisitivo, todos respondendo solidariamente. João Ricardo Junqueira é Diretor da Plano Assessoria & Investimentos, Administrador e Bacharel em Direito, com MBA em Gestão de Turismo & Hotelaria pelo Instituto Cambury e Pós-graduando em Direito Empresarial pela Uniderp.

INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS. Uma análise sob a ótica contratual

INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS. Uma análise sob a ótica contratual INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS Uma análise sob a ótica contratual LEI ESPECIAL LEI Nº. 4.591, de 16 de dezembro de 1964 (com alterações da Lei nº. 10.931/04) Dispõe sobre o condomínio em edificações e as incorporações

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ PROGRAMA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR-PROCON Rua Álvaro Mendes, 2294, Centro Teresina PI, CEP: 64000-060 Fones: (86)3221-5848 (86) 3216-4550 TERMO DE AJUSTAMENTO

Leia mais

Condomínio e Incorporação. LEI 4.591, de 16 de dezembro de 1964. TÍTULO II - Das Incorporações

Condomínio e Incorporação. LEI 4.591, de 16 de dezembro de 1964. TÍTULO II - Das Incorporações Condomínio e Incorporação LEI 4.591, de 16 de dezembro de 1964 TÍTULO II - Das Incorporações CAPÍTULO I - Disposições Gerais CAPÍTULO II - Das obrigações e direitos do incorporador. CAPÍTULO III - Da construção

Leia mais

O 10. QUADROS DA NBR 12.721/2006, COM ART O 11. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO O 12. ATESTADO DE IDONEIDADE FINANCEIRA O 13. CONTRATO-PADRÃO

O 10. QUADROS DA NBR 12.721/2006, COM ART O 11. ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO O 12. ATESTADO DE IDONEIDADE FINANCEIRA O 13. CONTRATO-PADRÃO LISTA DE DOCUMENTOS 1 Lei 4.591/64, Provimento nº 260/CGJ/2013. O incorporador deverá apresentar, no Ofício de Registro de Imóveis, os seguintes documentos, organizados nesta ordem. CHECK LIST O 1. MEMORIAL

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, pelo Promotor de Justiça de Defesa do Consumidor da Comarca da Capital, Eduardo

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 24 23 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 228 - Data 21 de agosto de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÕES SOCIAIS PREVIDENCIÁRIAS CPRB. CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

Guia de Compra Segura Apartamentosna planta

Guia de Compra Segura Apartamentosna planta Guia de Compra Segura Apartamentosna planta de A compra de um apartamento gera muita dúvida aos consumidores, pensando nisso a Tecnisa criou esse Guia que vai ajudá-lo a entender um pouco do universo do

Leia mais

Guia de Compra Segura

Guia de Compra Segura Guia de Compra Segura de Apartamentos na planta A compra de um apartamento gera muita dúvida aos consumidores, pensando nisso criamos esse Guia que vai ajudá-lo a entender um pouco do universo do mercado

Leia mais

Incorporação Imobiliária

Incorporação Imobiliária Incorporação Imobiliária Lei nº 4.591, de 16 de dezembro de 1964 Incorporação Imobiliária Incorporação imobiliária é a atividade exercida pela pessoa física ou jurídica, empresário ou não que se compromete

Leia mais

Limites e Regulação Investidores Institucionais. Aguinaldo Lester Landi Coordenador-Geral de Monitoramento de Investimentos da Previc

Limites e Regulação Investidores Institucionais. Aguinaldo Lester Landi Coordenador-Geral de Monitoramento de Investimentos da Previc Limites e Regulação Investidores Institucionais Aguinaldo Lester Landi Coordenador-Geral de Monitoramento de Investimentos da Previc 1 Programa Classificação de Ativos Limites de Alocação Limites de Concentração

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes Índice 01. Incorporação Imobiliária...3 02. Contrato...4 03. Pagamento e Boletos...5 04. Financiamento...6 05. Distrato e Transferência...8 06. Documentações...9 07. Instalação

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA CIRCULAR SUSEP 232/03. Processo SUSEP nº 10.003.017/01-08

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA CIRCULAR SUSEP 232/03. Processo SUSEP nº 10.003.017/01-08 CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GARANTIA CIRCULAR SUSEP 232/03 Processo SUSEP nº 10.003.017/01-08 Cláusula 1ª - OBJETO Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo Tomador no contrato principal,

Leia mais

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador.

II. Contrato Principal: o documento contratual, seus aditivos e anexos, que especificam as obrigações e direitos do segurado e do tomador. SEGURO-GARANTIA - CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo tomador no contrato principal, firmado com o segurado, conforme os termos da apólice. I. Seguro-Garantia:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CRISTIANE APARECIDA PEREGO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CRISTIANE APARECIDA PEREGO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CRISTIANE APARECIDA PEREGO ESTUDO DOS ASPECTOS JURÍDICOS E DAS CAUTELAS DEVIDAS AO SE COMPRAR OU VENDER UM IMÓVEL DE UMA INCORPORADORA CURITIBA 2011 CRISTIANE APARECIDA PEREGO

Leia mais

PRÁTICA CIVIL E PROCESSUAL LEGALE

PRÁTICA CIVIL E PROCESSUAL LEGALE BEM IMOVEL Art. 79. São bens imóveis o solo e tudo quanto se lhe incorporar natural ou artificialmente. Art. 80. Consideram-se imóveis para os efeitos legais: I -os direitos reais sobre imóveis e as ações

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 146 - Data 2 de junho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS GERAIS DE DIREITO TRIBUTÁRIO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA.

Leia mais

MENSALIDADES ESCOLARES

MENSALIDADES ESCOLARES MENSALIDADES ESCOLARES O aumento das mensalidades escolares deve obedecer a algum parâmetro legal? O assunto mensalidades escolares é regulado pela Lei 9870, de 23 de novembro de 1999. Esta Lei, dentre

Leia mais

REGULAMENTO DE PREMIAÇÃO

REGULAMENTO DE PREMIAÇÃO A Odebrecht Realizações Imobiliárias e Participações S/A, estabelecida na Avenida A, número 4165, sala 101 Torre 4, no bairro da Praia do Paiva, Cabo de Santo Agostinho-PE, CEP 54.522-005, inscrita no

Leia mais

CONSTUIR E GANHAR É SÓ COMEÇAR

CONSTUIR E GANHAR É SÓ COMEÇAR CONSTUIR E GANHAR É SÓ COMEÇAR O CLIENTE que começar a construir sua casa no empreendimento Jardins Veneza até OUTUBRO de 2014, será premiado com até 01 (um) ano de taxa de condomínio pagas pela FGR, conforme

Leia mais

MANUAL DO COMPRADOR DE IMÓVEIS INFORMAÇÕES BÁSICAS AO COMPRADOR DE IMÓVEL

MANUAL DO COMPRADOR DE IMÓVEIS INFORMAÇÕES BÁSICAS AO COMPRADOR DE IMÓVEL MANUAL DO COMPRADOR DE IMÓVEIS INFORMAÇÕES BÁSICAS AO COMPRADOR DE IMÓVEL Este manual foi produzido com o objetivo de oferecer informações básicas sobre negócio imobiliário ao interessado na compra de

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 - ANEXO I

CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 - ANEXO I Fls. 3 da CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 CIRCULAR SUSEP N 232, de 3 de junho de 2003 - ANEXO I SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS Este seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS. CRECI 2ª Região DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE INSCRIÇÃO NO CRECI DE JURÍDICA INCORPORADORA DE IMÓVEIS

CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS. CRECI 2ª Região DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE INSCRIÇÃO NO CRECI DE JURÍDICA INCORPORADORA DE IMÓVEIS DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE INSCRIÇÃO NO CRECI DE JURÍDICA INCORPORADORA DE IMÓVEIS Ilmos. Srs. VILLELA REIS ENGENHARIA E NEG. IMOBILIÁRIOS S/C LTDA. N/P da Sra. MARIA REGINA PONCE VILLELA LIMA Rua 14

Leia mais

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis

TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARISP. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2014. Lei 11.331,

Leia mais

1º A gestão do Programa cabe ao Ministério das Cidades e sua operacionalização à Caixa Econômica Federal CEF.

1º A gestão do Programa cabe ao Ministério das Cidades e sua operacionalização à Caixa Econômica Federal CEF. LEI 10.188, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2001 Cria o Programa de Arrendamento Residencial, institui o arrendamento residencial com opção de compra e dá outras providências. Faço saber que o Presidente da República

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 33 - Data 3 de fevereiro de 2014. Processo Interessado CNPJ/CPF Assunto: Normas de Administração Tributária Ementa: Assunto: Normas de Administração

Leia mais

LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009

LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009 LEI Nº 3.601 DE 11 DE AGOSTO DE 2009 ALTERA dispositivos da Lei Municipal nº 3.194, de 03 de janeiro de 2006, que dispõe sobre a política habitacional de interesse social do Município, voltada para a população

Leia mais

MODELO DE CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL

MODELO DE CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL Sugestão de Contrato de Promessa de Compra e Venda de Imóvel MODELO DE CONTRATO DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE IMÓVEL Pelo presente instrumento de promessa de compra e venda, de um lado como promitente

Leia mais

Tributação do lucro imobiliário na alienação de imóvel

Tributação do lucro imobiliário na alienação de imóvel Tributação do lucro imobiliário na alienação de imóvel João dos Santos * 1. Os imóveis de propriedade das pessoas físicas são registrados e mantidos na declaração de bens que integra a declaração de ajuste

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

1- CONTRATO DE TRABALHO

1- CONTRATO DE TRABALHO 1- CONTRATO DE TRABALHO 1.1 - ANOTAÇÕES NA CARTEIRA DE TRABALHO Quando o empregado é admitido - mesmo em contrato de experiência -, a empresa tem obrigatoriamente que fazer as anotações na carteira de

Leia mais

RESOLUÇÃO EXTRAJUDICIAL DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA POR INADIMPLEMENTO ABSOLUTO DO QUESTÕES ATUAIS E OUTRAS NEM TÃO ATUAIS...

RESOLUÇÃO EXTRAJUDICIAL DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA POR INADIMPLEMENTO ABSOLUTO DO QUESTÕES ATUAIS E OUTRAS NEM TÃO ATUAIS... RESOLUÇÃO EXTRAJUDICIAL DE PROMESSA DE COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA POR INADIMPLEMENTO ABSOLUTO DO COMPRADOR QUESTÕES ATUAIS E OUTRAS NEM TÃO ATUAIS... Rubens Leonardo Marin SECOVI / SP 11/05/2015 O problema:

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 214 - Data 21 de julho de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS GERAIS DE DIREITO TRIBUTÁRIO INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS. REGIME

Leia mais

REGULAMENTO PROMOÇÃO ISENÇÃO DE CONDOMÍNIO, IPTU E ESCRITURA GRÁTIS

REGULAMENTO PROMOÇÃO ISENÇÃO DE CONDOMÍNIO, IPTU E ESCRITURA GRÁTIS REGULAMENTO PROMOÇÃO ISENÇÃO DE CONDOMÍNIO, IPTU E ESCRITURA GRÁTIS Promoção a ser realizada por GUARENAS INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ/MF sob nº

Leia mais

Empreendimento: Condomínio Residencial Vila Branca. Localização: Rua Jaú, nº. 125, bairro Parque Universitário, Americana, Estado de São Paulo.

Empreendimento: Condomínio Residencial Vila Branca. Localização: Rua Jaú, nº. 125, bairro Parque Universitário, Americana, Estado de São Paulo. CONDOMÍNIO RESIDENCIAL VILA BRANCA QUADRO RESUMO CONTRATO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA PARA ENTREGA FUTURA DE APARTAMENTO, VAGA DE GARAGEM E CESSÃO DE FRAÇÃO IDEAL DE TERRENO. Empreendimento: Condomínio

Leia mais

TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015

TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015 1 TERMO DE DOAÇÃO Nº 0003/2015 CONCORRÊNCIA Nº 0001/2015 Termo Doacao 0003 IDM Pelo presente termo de doação de imóvel com encargos, de um lado o Município de Xanxerê, com sede na cidade de Xanxerê, Estado

Leia mais

Os honorários serão sempre pagos pelo vendedor; Nas locações, os honorários previstos acima serão pagos 50% pelo locador e 50% pelo locatário.

Os honorários serão sempre pagos pelo vendedor; Nas locações, os honorários previstos acima serão pagos 50% pelo locador e 50% pelo locatário. TABELA DE HONORÁRIOS TABELA MÍNIMA DE HONORÁRIOS LITORAL NORTE a) Intermediação de Lotes 10% b) Intermediação de Casas e Apartamentos 8% c) Intermediação na Locação por Temporada 20% Os honorários serão

Leia mais

DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL

DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL DA PROMESSA DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL NA PERSPECTIVA DO REGISTRO DE IMÓVEIS: CLÁUSULAS SUSPENSIVA E RESOLUTIVA, EXTINÇÃO E PUBLICIADE REGISTRAL Professor Luiz Egon Richter 1. DA DISTINÇÃO ENTRE A

Leia mais

P L A N O S DIRETORES

P L A N O S DIRETORES LEI DE CONDOMÍNIO E INCORPORAÇÕES IMOBILIÁRIAS Lei nº 4.591, de 16 de dezembro de 1964 Dispõe sobre o condomínio em edificações e as Incorporações imobiliárias. O Presidente da República, Faço saber que

Leia mais

Consultor Legislativo da Área VII Finanças, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor e

Consultor Legislativo da Área VII Finanças, Direito Comercial, Direito Econômico, Defesa do Consumidor e SOBRE AS ALTERAÇÕES NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO E OUTRAS REFERENTES À POLÍTICA HABITACIONAL CONTIDAS NA MP 2.212 DE 30/8/01 E NAS MPS 2.221 E 2.223 DE 4/9/01 EDUARDO BASSIT LAMEIRO DA COSTA Consultor Legislativo

Leia mais

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR MODELO CONTRATO N.º /20 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR A (Órgão/Entidade Federal, Estadual ou Municipal), pessoa jurídica de direito público ou privado, com sede à Rua, n.º,

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS)

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS) CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS (ADAPTADO às RESOLUÇÕES NORMATIVAS N.ºs 363, 364 e SÚMULA 26 DA ANS) I CONTRATANTE : Nome Operadora de Saúde Endereço: R...., nº... Bairro... - Cidade/ Capital

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA

MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE COMPRA E VENDA TERMO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA DE BEM IMÓVEL QUE ENTRE SI FAZEM A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ALTO VALE DO RIO DO PEIXE - FUNIARP E. Na forma abaixo: FUNDAÇÃO

Leia mais

I) o custo de aquisição de terrenos ou prédios, inclusive os tributos devidos na aquisição e as despesas de legalização;

I) o custo de aquisição de terrenos ou prédios, inclusive os tributos devidos na aquisição e as despesas de legalização; 3 FORMAÇÃO DO CUSTO O custo dos imóveis vendidos compreenderá obrigatoriamente: I) o custo de aquisição de terrenos ou prédios, inclusive os tributos devidos na aquisição e as despesas de legalização;

Leia mais

Empreendimento: Lacqua Residencial.

Empreendimento: Lacqua Residencial. LACQUA RESIDENCIAL QUADRO RESUMO CONTRATO DE COMPROMISSO DE COMPRA E VENDA PARA ENTREGA FUTURA DE APARTAMENTO, VAGA DE GARAGEM E CESSÃO DE FRAÇÃO IDEAL DE TERRENO. Empreendimento: Lacqua Residencial. Localização:

Leia mais

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 21 dezembro de 2014

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO 1º SEMESTRE

ARQUITETURA E URBANISMO 1º SEMESTRE ARQUITETURA E URBANISMO 1º SEMESTRE AULA 04 INTRODUÇÃO AO EXERCÍCIO PROFISSIONAL DOCENTE: ROSEMARI VIEIRA BRAGANÇA ARQUITETO E URBANISTA RESPONSABILIDADES E OBRIGAÇÕES ÉTICA RESPONSABILIDADE TÉCNICA RESPONSABILIDADE

Leia mais

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 118DV/2015

CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 118DV/2015 CONTRATO DE LOCAÇÃO DE IMÓVEL Nº 118DV/2015 MUNICÍPIO DE WENCESLAU GUIMARÃES, pessoa jurídica de direito público, através de seu órgão administrativo Prefeitura Municipal, CNPJ nº 13.758.842/0001-59, representado

Leia mais

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO

ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO ANEXO 5 TERMO DE CONSTITUIÇÃO DE CONSÓRCIO Termo de Constituição de Consórcio 1 As Partes: A empresa (Nome da Empresa)..., com sede na cidade de..., (Endereço)..., com CNPJ n o..., Inscrição Estadual...,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06194/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 23 de maio de 2006 Referência: Ofício nº 2077/2006/SDE/GAB, de 8 de maio de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

PROGRAMA COMPROU, GANHOU MÓVEIS PLANEJADOS - VERDE MORUMBI

PROGRAMA COMPROU, GANHOU MÓVEIS PLANEJADOS - VERDE MORUMBI PROGRAMA COMPROU, GANHOU MÓVEIS PLANEJADOS - VERDE MORUMBI REALIZADORA BONNAIRE RESIDENCIAL EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A., sociedade por ações, inscrita no CNPJ sob n. 09.259.333/0001-04, com seus

Leia mais

Lei n. o 7/2013. Regime jurídico da promessa de transmissão. de edifícios em construção. Breve introdução

Lei n. o 7/2013. Regime jurídico da promessa de transmissão. de edifícios em construção. Breve introdução Lei n. o 7/2013 Regime jurídico da promessa de transmissão de edifícios em construção Breve introdução 1. O que regula essencialmente o Regime jurídico da promessa de transmissão de edifícios em construção?

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDICAÇÃO PREMIADA URBAMAIS

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDICAÇÃO PREMIADA URBAMAIS REGULAMENTO DA PROMOÇÃO INDICAÇÃO PREMIADA URBAMAIS URBAMAIS PROPERTIES E PARTICIPAÇÕES S.A., sociedade por ações, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 10.571.175/0001-02, com sede na Av. Raja Gabaglia, nº 2720,

Leia mais

DIREITO CIVIL Espécies de Contratos

DIREITO CIVIL Espécies de Contratos DIREITO CIVIL Espécies de Contratos Espécies de Contratos a serem estudadas: 1) Compra e venda e contrato estimatório; 2) Doação; 3) Depósito; 4) Mandato; 5) Seguro; 6) Fiança; 7) Empréstimo (mútuo e comodato);

Leia mais

Condomínios & Associações: principais diferenças

Condomínios & Associações: principais diferenças Condomínios & Associações: principais diferenças Por Mariangela Iamondi Machado CNPJ Despersonalizado Condomínio Associação de Proprietários em Loteamentos CNPJ idêntico a de empresas Não pode adquirir

Leia mais

CONTRATOS DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA. *Afranio dos Santos Evangelista Junior.

CONTRATOS DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA. *Afranio dos Santos Evangelista Junior. CONTRATOS DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA. *Afranio dos Santos Evangelista Junior. Sumário: I Considerações iniciais; II Características dos contratos de incorporação imobiliária; III Elementos dos contratos

Leia mais

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº:

CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: CONTRATO PARTICULAR DE LOCAÇÃO DE BENS MÓVEIS EM IMÓVEL COMERCIAL Nº: LOCADOR: Salão de Beleza ou (Estética), situado na Rua, Bairro, CEP, Cidade, Estado, inscrito no CNPJ sob o número, Alvará Municipal

Leia mais

REGISTRO DE LOTEAMENTO / DESMEMBRAMENTO

REGISTRO DE LOTEAMENTO / DESMEMBRAMENTO REGISTRO DE LOTEAMENTO / DESMEMBRAMENTO (Lei 6.766/79 alterada pela Lei 9.785/99 e Lei Estadual 7.943/2004) Lei 6.766/1979 - Art. 2º.: 1º - Considera-se loteamento a subdivisão de gleba em lotes destinados

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL

CLÁUSULA PRIMEIRA FUNDAMENTO LEGAL CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº09/2015 Contrato celebrado entre a Câmara Municipal de São Simão e a Empresa CABOCLO MOVEIS E ELETRO LTDA- ME. CONTRATANTE: A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO SIMÃO, pessoa jurídica de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06101/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 10 de março de 2006 Referência: Ofício nº 854/2006/SDE/GAB, de 23 de fevereiro de 2006. Assunto:

Leia mais

Guia Rápido do Cliente

Guia Rápido do Cliente Guia Rápido do Cliente Seja bem-vindo! Está chegando a hora de viver a vida em Alphaville. Para nós, é um grande prazer recebê-lo e poder compartilhar esse momento de realização com você. Nesse Guia Rápido,

Leia mais

Lei 11.795/08 A NOVA LEI DE CONSÓRCIOS. Juliana Pereira Soares

Lei 11.795/08 A NOVA LEI DE CONSÓRCIOS. Juliana Pereira Soares Lei 11.795/08 A NOVA LEI DE CONSÓRCIOS Art. 2º da Lei 11.795/08: Consórcio é a reunião de pessoas naturais e jurídicas em grupo, com prazo de duração e número de cotas previamente determinados, promovida

Leia mais

INSS na atividade de Construção Civil. Johnatan Abreu Agosto de 2013

INSS na atividade de Construção Civil. Johnatan Abreu Agosto de 2013 INSS na atividade de Construção Civil Abreu Agosto de 2013 DEFINIÇÕES - O que é atividade de Construção Civil do ponto de vista previdenciário? 1 Construção; 2 Ampliação; 3 Reforma *; 4 Demolição. } Benfeitoria

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS. CRECI 2ª Região

CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS. CRECI 2ª Região DEFINE A FUNÇÃO DOS CONSELHOS PROFISSIONAIS E A OBRIGATORIEDADE DE INSCRIÇÃO NO CRECI DE JURÍDICA COM COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS Ilmos. Srs.. OPTIO ENGENHARIA E CONSTRUÇÕES LTDA. Rua Sete de Setembro n

Leia mais

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV,

O Prefeito Municipal de Resende, no exercício das atribuições, que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município, em seu artigo 74, inciso XV, DECRETO Nº 5218 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2011. EMENTA: Regulamenta os procedimentos de declaração, avaliação, emissão de guias de recolhimento, processo de arbitramento e a instauração do contencioso fiscal

Leia mais

PATRIMÔNIO DE AFETAÇÃO. Advogado: Marcelo Terra

PATRIMÔNIO DE AFETAÇÃO. Advogado: Marcelo Terra PATRIMÔNIO DE AFETAÇÃO Advogado: Marcelo Terra 1. Objetivo do patrimônio de afetação O patrimônio de afetação se destina à consecução da incorporação correspondente e entrega das unidades imobiliárias

Leia mais

Diretrizes para Investimentos em Imóveis

Diretrizes para Investimentos em Imóveis Diretrizes para Investimentos em Imóveis 21ª reunião do CAP - 15/12/2010 11ª reunião ordinária do CDE - 16/12/2010 Anexo à Política de Investimentos 2011 a 2015 Índice 1. Contratação de Corretores, Avaliadores

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO RENDA GARANTIDA

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO RENDA GARANTIDA REGULAMENTO DA PROMOÇÃO RENDA GARANTIDA HAF SPE017 HA JARDIM BOTÂNICO LTDA., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, nº. 1280, Mossunguê, nesta Capital,

Leia mais

CONTRATO DE COMODATO DE IMÓVEL

CONTRATO DE COMODATO DE IMÓVEL 1/5 CONTRATO DE COMODATO DE IMÓVEL Pelo presente instrumento particular de contrato, que tem de um lado FUNDAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA, pessoa jurídica de direito privado, de fins não lucrativos, reconhecida

Leia mais

CONDOMÍNIO. Msc. Diogo de Calasans www.diogocalasans.com

CONDOMÍNIO. Msc. Diogo de Calasans www.diogocalasans.com CONDOMÍNIO Msc. Diogo de Calasans www.diogocalasans.com CONDOMÍNIO Conceito: é a sujeição de uma coisa, divisível ou indivisível, à propriedade simultânea e concorrente de mais de uma pessoa. No condomínio

Leia mais

CONTRATO 011/2010 DESCRIÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO

CONTRATO 011/2010 DESCRIÇÃO DO MATERIAL/SERVIÇO PROCESSO Nº 129710/2010 PREGÃO Nº 002/2010 UNIOESTE/CAMPUS DE TOLEDO CONTRATO 011/2010 CLÁUSULA PRIMEIRA OBJETO Contrato objetivando a seleção de propostas visando registro de preços de Serviços de Hospedagem

Leia mais

OS DIREITOS DOS ADQUIRENTES DE IMÓVEIS NA PLANTA

OS DIREITOS DOS ADQUIRENTES DE IMÓVEIS NA PLANTA OS DIREITOS DOS ADQUIRENTES DE IMÓVEIS NA PLANTA Elaborado por Daniel Menegassi Reichel Advogado Fundador do Escritório de Advocacia Menegassi Reichel Advocacia Elaborado em 13/08/2013. Trabalho protegido

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO A CONSTRUTORA Massai, empresa inscrita no CNPJ/MF sob o nº 01.295.921/0001-91, com sede na Av. Monteiro da Franca, Nº 1092, CEP 58038-20 - bairro Manaíra, em JOÃO PESSOA /PB, realizará

Leia mais

MODELO DO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA

MODELO DO CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA CONTRATO DE ADESÃO AO SERVIÇO DE MANUTENÇÃO DE REDE INTERNA São partes no presente instrumento, de um lado, (i) o usuário dos serviços de telecomunicações da Brasil Telecom S.A., doravante individualmente

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997.

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. CAPÍTULOXV DAS INFRAÇÕES Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste Código, da legislação complementar ou das resoluções

Leia mais

Anexo à Política de Investimentos 2010 a 2014

Anexo à Política de Investimentos 2010 a 2014 Anexo à Política de Investimentos 2010 a 2014 Diretrizes para Investimentos em Imóveis (aprovadas pelo CDE em sua 18ª reunião realizada nos dias 14 a 16 de dezembro de 2009 Índice Anexo à Política de Investimentos...1

Leia mais

ANEXO À DECLARAÇÃO DO INVESTIDOR FATORES DE RISCO

ANEXO À DECLARAÇÃO DO INVESTIDOR FATORES DE RISCO ANEXO À DECLARAÇÃO DO INVESTIDOR FATORES DE RISCO Antes de tomar a decisão de adquirir as frações imobiliárias hoteleiras do Pestana, potenciais investidores devem considerar cuidadosamente todas as informações

Leia mais

REGULAMENTO ENTREGA DE BRINDE EMPREENDIMENTO MIO RESIDENCIAL KIT DE COZINHA

REGULAMENTO ENTREGA DE BRINDE EMPREENDIMENTO MIO RESIDENCIAL KIT DE COZINHA REGULAMENTO ENTREGA DE BRINDE EMPREENDIMENTO MIO RESIDENCIAL KIT DE COZINHA 1) OBJETIVO 1.1. A Brookfield Rio de Janeiro Empreendimentos Imobiliários S/A, estabelece os termos e as condições para a entrega

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 244 - Data 12 de setembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA. REGIME

Leia mais

INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS CONTRATUAIS

INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS CONTRATUAIS INVESTIR NO BRASIL INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS CONTRATUAIS Cristina Bogado Menezes Advogada RSA Advogados 12 de Abril de 2012 INVESTIMENTO NO BRASIL: ESPECIFICIDADES DOS MODELOS

Leia mais

COMO ADERIR A UMA FRANQUIA SEM ENTRAR EM UMA FRIA

COMO ADERIR A UMA FRANQUIA SEM ENTRAR EM UMA FRIA COMO ADERIR A UMA FRANQUIA SEM ENTRAR EM UMA FRIA Palestrante: Gustavo Posser de Moraes (Graduado em Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul, possui MBA em Direito da Empresa e da Economia pela

Leia mais

Produtos Bancários CAIXA

Produtos Bancários CAIXA Produtos Bancários CAIXA Item 1- Programa Minha Casa Minha Vida Programa do Governo Federal, lançado em abril de 2009. Gerido pelo Ministério das Cidades e operacionalizado pela CAIXA. Produtos Bancários

Leia mais

TRIBUTAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO E DA CONSTRUÇÃO CIVIL. Martelene Carvalhaes

TRIBUTAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO E DA CONSTRUÇÃO CIVIL. Martelene Carvalhaes TRIBUTAÇÃO DO SETOR IMOBILIÁRIO E DA CONSTRUÇÃO CIVIL Martelene Carvalhaes GESTÃO DE RISCOS O mercado de empreendimentos imobiliários é onde as empresas operam com maior nível de riscos devido às particularidades

Leia mais

NOTA TÉCNICA CONJUNTA PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA

NOTA TÉCNICA CONJUNTA PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA NOTA TÉCNICA CONJUNTA PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA Associação dos Notários e Registradores do Brasil ANOREG/BR Instituto de Registro Imobiliário do Brasil IRIB Associação dos Registradores Imobiliários

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

DIREITO ADMINISTRATIVO CONTRATOS ADMINISTRATIVOS DIREITO ADMINISTRATIVO CONTRATOS ADMINISTRATIVOS Atualizado em 22/10/2015 CONTRATOS ADMINISTRATIVOS São contratos celebrados pela Administração Pública sob regime de direito público com particulares ou

Leia mais

REGULAMENTO DA CAMPANHA COMPROU, GANHOU

REGULAMENTO DA CAMPANHA COMPROU, GANHOU REGULAMENTO DA CAMPANHA COMPROU, GANHOU 1. DAS EMPRESAS PROMOTORAS ATUA PROJETO IMOBILIÁRIO 21 LTDA., com sede na Capital do Estado de São Paulo, à Rua Olimpíadas, 66, 11º andar, sala 22-B, Vila Olímpia,

Leia mais

PARTE PRIMEIRA CONDOMÍNIO EDILÍCIO

PARTE PRIMEIRA CONDOMÍNIO EDILÍCIO Índice sistemático Obras do autor Nota de introdução PARTE PRIMEIRA CONDOMÍNIO EDILÍCIO 1. Do condomínio geral ao condomínio edilício ou em edificações 2. Condomínio voluntário, condomínio necessário e

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS

NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS NORMAS DO PROGRAMA REABILITA PRIMEIRO PAGA DEPOIS 1.OBJETO O presente programa tem como objeto a alienação de prédios e/ou frações municipais para reabilitação 2. OBJECTIVOS O Programa Reabilita Primeiro

Leia mais

Os investimentos necessários para seguirmos crescendo : Setor Imobiliário Seminário FEBRABAN / BNDES de Economia 2010

Os investimentos necessários para seguirmos crescendo : Setor Imobiliário Seminário FEBRABAN / BNDES de Economia 2010 Os investimentos necessários para seguirmos crescendo : Setor Imobiliário Seminário FEBRABAN / BNDES de Economia 2010 Setor Imobiliário Brasileiro Questão atual e projeções para o futuro: Défict Habitacional

Leia mais

CAMPANHA FEIRÃO 2 ROUND PDG REGULAMENTO

CAMPANHA FEIRÃO 2 ROUND PDG REGULAMENTO CAMPANHA FEIRÃO 2 ROUND PDG REGULAMENTO ORGANIZAÇÃO 1.) A GOLDFARB 20 EMPRENDIMENTO IMOBILIÁRIO LTDA, com sede na cidade de São Paulo, na Avenida Paulista, nº 1374, 13º andar - sala Goldfarb 20-SPE Ltda,

Leia mais

Sciesp. Clipping 17.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 17.06. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 17.06 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK FGTS amplia teto da renda para imóvel com juro menor Famílias

Leia mais

Tabela de Custas TABELA II Dos Ofícios de Registro de Imóveis Tabela elaborada sob responsabilidade da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo ARI. Em vigor a partir de 8 de janeiro de 2015.

Leia mais

Erros nas contratações geram tributos excessivos

Erros nas contratações geram tributos excessivos A parte de imagem com identificação de relação rid38 não foi encontrada no arquivo. Login: Senha: Esqueci minha senha. O Portal da Arquitetura, Engenharia e Construção Quem somos Contato Anuncie Login

Leia mais

Adriano Dias da Silva Advogado-Proprietário do escritório de Advocacia e Assessoria Jurídica Adriano Dias.

Adriano Dias da Silva Advogado-Proprietário do escritório de Advocacia e Assessoria Jurídica Adriano Dias. 1 BREVES COMENTÁRIOS SOBRE ALGUMAS CONSEQUÊNCIAS JURÍDICAS PELO ATRASO NA ENTREGA DE IMÓVEIS COMPRADOS NA PLANTA, SOB A LUZ DA ATUAL LEGISLAÇÃO BRASILEIRA Adriano Dias da Silva Advogado-Proprietário do

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010 Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL Outubro de 2010 Aviso Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014.

MUNICÍPIO DE MAUÉS TERRA DO GUARANÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE MAUÉS TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Nº 045A/ 2014. TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA, celebrado entre o MUNICÍPIO DE MAUÉS, por intermédio da PREFEITURA

Leia mais

S UMÁRIO LOCAÇÕES E DESPEJO DOUTRINA CAPÍTULO I TEORIA GERAL DAS LOCAÇÕES IMOBILIÁRIAS

S UMÁRIO LOCAÇÕES E DESPEJO DOUTRINA CAPÍTULO I TEORIA GERAL DAS LOCAÇÕES IMOBILIÁRIAS S UMÁRIO LOCAÇÕES E DESPEJO DOUTRINA CAPÍTULO I TEORIA GERAL DAS LOCAÇÕES IMOBILIÁRIAS 1.1. Generalidades... 17 1.2. Conceito, requisitos e características... 37 1.3. Natureza jurídica do contrato de locação...

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 196 - Data 5 de agosto de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA REGIME ESPECIAL DE TRIBUTAÇÃO. INCORPORAÇÕES

Leia mais

Anexo à Política de Investimentos 2009 a 2013

Anexo à Política de Investimentos 2009 a 2013 Anexo à Política de Investimentos 2009 a 2013 Diretrizes para Investimentos em Imóveis Índice 1. Contratação de Corretores, Avaliadores e Consultores Imobiliários... 3 2. Critérios para Aquisições e Alienações...

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 249 - Data 12 de setembro de 2014 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA A promessa de compra e venda de

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE UNIDADES AUTÔNOMAS IMOBILIÁRIAS HOTELEIRAS OBJETO DE

OFERTA PÚBLICA DE UNIDADES AUTÔNOMAS IMOBILIÁRIAS HOTELEIRAS OBJETO DE OFERTA PÚBLICA DE UNIDADES AUTÔNOMAS IMOBILIÁRIAS HOTELEIRAS OBJETO DE CONTRATOS DE INVESTIMENTO COLETIVO ( CIC ) NO EMPREENDIMENTO CONDOMÍNIO EDIFÍCIO IBIRAPUERA ( OFERTA ) DECLARAÇÃO DO ADQUIRENTE NOME

Leia mais