Diabetes. Introdução. Sintomas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Diabetes. Introdução. Sintomas"

Transcrição

1 Diabetes Introdução A diabetes desenvolve-se quando o organismo não consegue controlar a quantidade de glicose (açúcar) no sangue. Isto pode acontecer se o corpo não produzir quantidades suficientes da hormona denominada insulina. Há dois tipos de diabetes: na diabetes tipo 1 o organismo não produz insulina suficiente. na diabetes tipo 2, o organismo não produz insulina suficiente ou não consegue utilizar a insulina de forma apropriada. Este último tipo de diabetes está normalmente ligado ao excesso de peso. Se a diabetes não for tratada, pode causar problemas de saúde a longo prazo, pois os níveis elevados de glicose no sangue danificam os vasos sanguíneos. A diabetes afecta dois milhões de pessoas no Reino Unido, e pode haver mais um milhão de pessoas com a doença sem saber. Nove em cada dez pessoas com diabetes tem diabetes tipo 2.. A forma mais eficaz de detectar a doença é através de um rastreio de rotina. Sintomas Os principais sintomas da diabetes são sede, grande produção de urina (ir muitas vezes à casa de banho), cansaço e perda de peso. Outros sintomas podem incluir comichão na zona da vagina ou do pénis, candidíase regular, e visão desfocada. Os sintomas da diabetes tipo 1 podem desenvolver-se muito depressa, geralmente em dias ou semanas. Se os níveis de glicose aumentarem demasiado, pode sofrer um ataque de hiperglicemia - excesso de açúcar e desidratação que levam à fraqueza e possível convulsão (movimento involuntário súbito de parte do corpo). Isto pode acontecer se não tiver tomado a insulina. Se os níveis de glicose baixarem demasiado, pode ter um ataque de hipoglicemia. Isto pode acontecer se tomar demasiada insulina e poderá sentir tremores, desmaios e suores. Os sintomas da diabetes tipo 2 normalmente desenvolvem-se durante semanas ou meses. Algumas pessoas com diabetes tipo 2 têm poucos ou nenhuns sintomas. Contudo, continuam a precisar de tratamento para que não se desenvolvam outros problemas, como doenças renais, mais tarde. Causas A diabetes é normalmente causada pela produção deficiente ou não produção de insulina pelo organismo, ou porque este não a consegue utilizar devidamente. A isto se chama resistência à insulina. Em casos raros, a diabetes pode ser causada por uma doença do pâncreas chamada pancreatite. Page 1 of 4

2 Na diabetes tipo 1, o organismo não consegue produzir insulina ou produz pouca. A diabetes tipo 1 é muitas vezes chamada uma doença auto-imune porque o sistema imunitário ataca as células do pâncreas, destruindo-as ou danificando-as. Em alguns casos, uma infecção viral pode desencadear a diabetes tipo 1. Também tem um risco maior de desenvolver a diabetes tipo 1 quem tiver antecedentes familiares da doença. Na diabetes tipo 2, o organismo não produz insulina suficiente, ou as células não reagem à insulina como deviam. Este tipo de diabetes está intimamente ligado à obesidade. Se tiver excesso de peso, pode reduzir bastante o risco de desenvolver a diabetes se perder peso, se tiver uma alimentação saudável e equilibrada e se praticar exercício regularmente. Diagnóstico Para diagnosticar a diabetes, o médico de família precisa de uma amostra de urina, que será depois analisada para ver se contém glicose. Depois, uma análise ao sangue confirmará o diagnóstico e se a diabetes tem uma causa subjacente, como colesterol elevado. Se os seus níveis de glicose não forem suficientemente elevados para o médico de família diagnosticar a diabetes, poderá ter de fazer a prova de tolerância à glicose oral. Esta análise é também chamada prova de tolerância à glicose. O médico dá-lhe uma bebida de glicose e tira análises de sangue de meia em meia hora durante duas horas, para ver como o seu organismo reage à glicose. Tratamento Se tiver diabetes tipo 1, terá de controlar os seus níveis de glicose. Pode fazê-lo em casa, com um simples teste à urina ou ao sangue. Tem de tomar regularmente insulina para o resto da vida, para manter os níveis de glicose normais. Pode tomar insulina por injecções, com dispositivos tipo caneta (que administram a insulina através da pele ser precisa uma agulha ou com uma bomba. Deve ainda assegurar-se de que tem uma alimentação saudável e de que pratica exercício regularmente - assim poderá reduzir o nível de glicose no sangue. Normalmente, pode controlar a diabetes tipo 2 com alterações à sua alimentação e perdendo peso, se tiver excesso de peso. Algumas pessoas com a diabetes tipo 2 precisam de tomar medicamentos ou injecções de insulina, para além de mudarem a sua alimentação. Consulte o seu médico de família ou enfermeira especializada em diabetes, para fazer análises regulares e assim verificar se está a gerir bem os sintomas da sua diabetes. Complicações Page 2 of 4

3 Se a diabetes não for tratada, ou devidamente controlada, pode causar outros problemas de saúde, visto que grandes quantidades de glicose podem danificar os vasos sanguíneos, os nervos e os órgãos. Se tiver diabetes, tem um risco cinco vezes maior de vir a ter doenças cardíacas e AVC. Os problemas com o fluxo sanguíneo podem provocar cegueira, cataratas e retinopatia (lesões na parte traseira do olho). O seu médico de família deve examinar-lhe os olhos regularmente. Cerca de 1 em cada 10 pessoas com diabetes sofre de úlceras nos pés, o que pode causar infecções sérias. Mantenha as unhas curtas e os pés limpos. Com o tempo, a micção excessiva e as lesões dos vasos sanguíneos podem tornar os rins menos eficazes. A diabetes também pode causar impotência masculina, que é tratável com medicação. As mulheres diabéticas grávidas devem monitorizar cuidadosamente as doses de insulina e açúcar no sangue, pois têm um risco maior de aborto involuntário e de o bebé nascer morto. Prevenção Poderá estar em risco de desenvolver a diabetes tipo 1 se tiver antecedentes familiares, ou se tiver excesso de peso e não exercitar bastante. Assim, para ajudar a evitar a diabetes, deve ter uma alimentação equilibrada e praticar exercício regular. Uma dieta saudável tem baixo teor de gorduras saturadas, sal e alimentos e bebidas com muito açúcar. Tente fazer refeições regulares durante o dia para manter o seu nível de açúcar no sangue constante, e coma pelo menos cinco porções de fruta e vegetais todos os dias. Se fuma, deve parar, e deve reduzir o consumo de álcool. Se tiver diabetes, continua a poder comer alimentos como o chocolate e doces, desde que o resto da sua alimentação seja saudável. O ideal seria fazer um mínimo de 30 minutos de exercício pelo menos três vezes por semana. No entanto, o exercício regular não tem de ser um sacrifício, pode manter-se activo optando por andar a pé em vez de autocarro e usar as escadas em vez do elevador. Page 3 of 4

4 Serviço confidencial de tradução O NHS Direct pode fornecer intérpretes confidenciais em várias línguas e no espaço de minutos da sua chamada. Basta seguir o nosso guia simples de 3 passos: Passo 1 - Ligue para o número do NHS Direct: Passo 2 - Quando atenderem a sua chamada, indique em inglês a língua que pretende utilizar. Espere na linha até estar ligado a um intérprete que irá ajudar o NHS Direct a dar-lhe a informação e o aconselhamento sobre saúde de que necessita. Passo 3 - Em alternativa, pode pedir a um amigo ou familiar para ligar em seu nome. Espere até que o intérprete esteja em linha para explicar as razões da sua chamada. Page 4 of 4

Ataque cardíaco. Os homens têm uma probabilidade três vezes maior de sofrerem um ataque cardíaco do que as mulheres.

Ataque cardíaco. Os homens têm uma probabilidade três vezes maior de sofrerem um ataque cardíaco do que as mulheres. Ataque cardíaco Introdução Um ataque cardíaco, também conhecido como enfarte do miocárdio, ou trombose coronária, ocorre quando parte do músculo cardíaco morre por falta de oxigénio. O ataque cardíaco

Leia mais

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais.

Depressão. A depressão afecta pessoas de formas diferentes e pode causar vários sintomas físicos, psicológicos (mentais) e sociais. Depressão Introdução A depressão é uma doença séria. Se estiver deprimido, pode ter sentimentos de tristeza extrema que duram longos períodos. Esses sentimentos são muitas vezes suficientemente severos

Leia mais

A B C. Manter-se saudável Como controlar a diabetes tipo 2 (Type 2 Diabetes)

A B C. Manter-se saudável Como controlar a diabetes tipo 2 (Type 2 Diabetes) 1 Manter-se saudável Como controlar a diabetes tipo 2 (Type 2 Diabetes) Conhece o ABCDEs? Fale com o profissional de saúde familiar sobre as metas mais saudáveis para si, bem como a forma de as alcançar

Leia mais

Questionário: Risco de ter diabetes

Questionário: Risco de ter diabetes Questionário: Risco de ter diabetes ATENÇÃO! Este questionário não deve ser aplicado a gestantes e pessoas menores de 18 anos. Preencha o formulário abaixo. Idade: anos Sexo: ( ) Masculino ( ) Feminino

Leia mais

A importância do tratamento contra a aids

A importância do tratamento contra a aids dicas POSITHIVAS A importância do tratamento contra a aids Por que tomar os medicamentos (o coquetel) contra o HIV? A aids é uma doença que ainda não tem cura, mas tem tratamento. Tomando os remédios corretamente,

Leia mais

Uso correcto dos antibióticos

Uso correcto dos antibióticos CAPÍTULO 7 Uso correcto dos antibióticos Quando usados correctamente, os antibióticos são medicamentos extremamente úteis e importantes. Eles combatem diversas infecções e doenças causadas por bactérias.

Leia mais

Planeamento familiar ter apenas o número de fi lhos que se deseja

Planeamento familiar ter apenas o número de fi lhos que se deseja CAPÍTULO 32 Planeamento familiar ter apenas o número de fi lhos que se deseja Alguns casais desejam ter muitos filhos, principalmente em famílias pobres dos países em desenvolvimento, onde os filhos são

Leia mais

Conselhos para pessoas não hospitalizadas afectadas por MRSA

Conselhos para pessoas não hospitalizadas afectadas por MRSA Conselhos para pessoas não hospitalizadas afectadas por MRSA Se tem MRSA, este folheto oferece-lhe informação e conselhos sobre a gestão da sua vida no dia-a-dia. Portuguese 1 Sobre a MRSA Existem muitos

Leia mais

O seu guia para o tratamento com BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A)

O seu guia para o tratamento com BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A) O seu guia para o tratamento com BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A) Este folheto irá fornecer-lhe mais informações sobre BOTOX e a forma como este pode ser utilizado em tratamentos médicos. Índice Leia este

Leia mais

JOANA BEZERRA DA SILVA LUCENA DIABETES MELLITUS TIPO 1 E TIPO 2

JOANA BEZERRA DA SILVA LUCENA DIABETES MELLITUS TIPO 1 E TIPO 2 JOANA BEZERRA DA SILVA LUCENA DIABETES MELLITUS TIPO 1 E TIPO 2 São Paulo 2007 CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS JOANA BEZERRA DA SILVA LUCENA DIABETES MELLITUS TIPO 1 E TIPO 2

Leia mais

O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO A EXPOSIÇÃO AO CALOR PRODUZ REAÇÕES NO ORGANISMO

O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO A EXPOSIÇÃO AO CALOR PRODUZ REAÇÕES NO ORGANISMO O CALOR EXCESSIVO NO AMBIENTE DE TRABALHO Muitos trabalhadores passam parte de sua jornada diária diante de fontes de calor. As pessoas que trabalham em fundições, siderúrgicas, padarias, - para citar

Leia mais

DO PACIENTE RENAL Terapia de substituição renal

DO PACIENTE RENAL Terapia de substituição renal aminidicionário DO PACIENTE RENAL Terapia de substituição renal Ao paciente e seus familiares, este pequeno dicionário tem a intenção de ajudar no entendimento da doença que passou a fazer parte das suas

Leia mais

Rastreio da infeção pelo VIH e riscos de transmissão sexual outubro de 2013

Rastreio da infeção pelo VIH e riscos de transmissão sexual outubro de 2013 Rastreio da infeção pelo VIH e riscos de transmissão sexual outubro de 2013 Revisão Científica: Maria José Campos Coordenação: Rosa Freitas Tradução: Mariela Kumpera Pecorella Revisão: Érica Almeida Postiço

Leia mais

Cartilha do profissional de saúde

Cartilha do profissional de saúde Ministério da Saúde Grupo Hospitalar Conceição Gerência de Saúde Comunitária PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL Cartilha do profissional de saúde Vivendo bem, até mais que 100! Orientações sobre hábitos

Leia mais

meu filho TEm artrite um guia para famílias www.acredite.org.br

meu filho TEm artrite um guia para famílias www.acredite.org.br meu filho TEm artrite www.acredite.org.br um guia para famílias ÍNDICE INTRODUÇÃO... TIPOS DE AIJ... DIAGNÓSTICO... TRATAMENTO... DICAS PARA OS PACIENTES... ACOMPANHAMENTO CLÍNICO... O IMPACTO DA DOENÇA...

Leia mais

os revestidos Simvastatina - Este 2.Antes de tomar Inpharma a um grupo de sangue, da HMGCoA, que quantidade demasiado Níveis elevados

os revestidos Simvastatina - Este 2.Antes de tomar Inpharma a um grupo de sangue, da HMGCoA, que quantidade demasiado Níveis elevados FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Simvastatina Inpharma, 20 mg, Comprimido os revestidos Simvastatina Leia atentamente este folheto antes de tomar estee medicamento. - Conserve este folheto.

Leia mais

Grupo Vontade de Viver

Grupo Vontade de Viver Grupo Vontade de Viver 01 - O que é Hepatite? Apoio aos portadores de Hepatite C contato@vontadedeviver.org.br O termo hepatite significa inflamação no fígado. Existem diversos tipos de hepatite, mas as

Leia mais

Femoston 1/10 estradiol didrogesterona

Femoston 1/10 estradiol didrogesterona I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: Femoston 1/10 estradiol didrogesterona MODELO DE BULA DO PACIENTE FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO FEMOSTON 1/10 (estradiol/estradiol + didrogesterona) é apresentado em

Leia mais

JUVENTUDE E DESPORTO: A IMPORTÂNCIA DE UM ESTILO DE VIDA ACTIVO

JUVENTUDE E DESPORTO: A IMPORTÂNCIA DE UM ESTILO DE VIDA ACTIVO JUVENTUDE E DESPORTO: A IMPORTÂNCIA DE UM ESTILO DE VIDA ACTIVO Segundo a Organização Mundial de Saúde, estima-se que nos países desenvolvidos mais de dois milhões de mortes são atribuíveis ao sedentarismo,

Leia mais

um inimigo que se respira A LEGIONELOSE: PROCESSO DE CONTAMINAÇÃO

um inimigo que se respira A LEGIONELOSE: PROCESSO DE CONTAMINAÇÃO DOENÇA DOS LEGIONÁRIOS Leg ionela um inimigo que se respira É hóspede indesejável dos sistemas de climatização, duches e outras fontes de vapor de água ou de aerossol, mas apenas é detectada em casos graves.

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE QUIMIOTERAPIA

ORIENTAÇÕES SOBRE QUIMIOTERAPIA Este Manual foi elaborado pela Equipe de Enfermagem e Com o apoio da Equipe Médica da Clínica ONCOSUL. MANUAL DO PACIENTE ORIENTAÇÕES SOBRE QUIMIOTERAPIA Equipe de Enfermagem: Rozilda Maurício Enfermeira

Leia mais

SEM TRIGO, SEM BARRIGA

SEM TRIGO, SEM BARRIGA DR. WILLIAM DAVIS SEM TRIGO, SEM BARRIGA Livre-se do trigo, perca peso, ganhe saúde Wheat Belly Traduzido do inglês por Isabel Veríssimo CONTEÚDOS INTRODUÇÃO 9 PRIMEIRA PARTE > TRIGO: O CEREAL INTEGRAL

Leia mais

Lembre-se dos seus direitos enquanto estiver detido

Lembre-se dos seus direitos enquanto estiver detido Lembre-se dos seus direitos enquanto estiver detido Os direitos neste Aviso são-lhe garantidos ao abrigo da lei da Inglaterra e do Pais de Gales e estão em conformidade com a Directiva da UE 2012/13 nos

Leia mais

GAPsi FCUL PRISÃO DE FUMO

GAPsi FCUL PRISÃO DE FUMO PRISÃO DE FUMO Eu um dia vou deixar de fumar.fumar faz-me mal tenho que deixar isto Quantas vezes já pensaste isto para ti? Ainda que não estejas realmente convencido que queres deixar de fumar, mas se

Leia mais

O CÉREBRO, O OLHO, O OUVIDO E AS SEQUELAS

O CÉREBRO, O OLHO, O OUVIDO E AS SEQUELAS O CÉREBRO, O OLHO, O OUVIDO E AS SEQUELAS O cérebro do bebé prematuro é particularmente frágil. Uma das complicações que pode ocorrer é a hemorragia. Felizmente esta hemorragia ocorre, não no tecido nervoso

Leia mais

Tuberculose. Perguntas

Tuberculose. Perguntas Tuberculose Perguntas e Respostas Tuberculose PERGUNTAS E RESPOSTAS Elaboração: Divisão de Tuberculose CVE Av.Dr. Arnaldo 351, 6ºAndar Fone: 3066-8294 3066-8291 Internet : www.cve.saude.sp.gov.br Capa

Leia mais

Espondilite Anquilosante

Espondilite Anquilosante Espondilite Anquilosante CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO: Comissão de Espondiloartrites CREDITO IMAGEM DA CAPA: http://omurtlak.bloguez.com/ EDITORAÇÃO: Rian Narcizo Mariano PRODUÇÃO: www.letracapital.com.br

Leia mais

VOLTAREN SR diclofenaco sódico. APRESENTAÇÃO Voltaren SR 75 mg embalagens contendo 20 comprimidos de desintegração lenta. VIA ORAL USO ADULTO

VOLTAREN SR diclofenaco sódico. APRESENTAÇÃO Voltaren SR 75 mg embalagens contendo 20 comprimidos de desintegração lenta. VIA ORAL USO ADULTO VOLTAREN SR diclofenaco sódico APRESENTAÇÃO Voltaren SR 75 mg embalagens contendo 20 comprimidos de desintegração lenta. VIA ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada comprimido de Voltaren SR contém 75 mg de diclofenaco

Leia mais