Projeto: Mudando. para. Mudar

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto: Mudando. para. Mudar"

Transcrição

1 Projeto: Mudando para Mudar

2 Projeto: Mudando para Mudar Viver no casulo é mais seguro, tranquilo e confortante, porém é mais limitador. Abandonar o casulo é liberar o pensamento, a criatividade e voar... O poder de galgar novos horizontes é a garantia para seu desenvolvimento pessoal e profissional. Prof. Dr. Nilbo Nogueira Parceria e realização:

3 Sobre o Projeto: Capacitar os professores em teorias e conceitos pedagógicos é o suficiente para garantir atitudes e posturas adequadas às necessidades dos alunos? A resposta parece ser negativa, quando imaginamos que apenas as teorias e os conceitos pedagógicos não conseguem dar conta de mudar os comportamentos dos professores. Então o importante é capacitar os professores para que eles realizem suas próprias mudanças comportamentais? Novamente a resposta parece ser negativa, pois de nada adianta a mudança comportamental se o professor ainda estiver arraigado em conceitos pedagógicos inadequados às necessidades atuais dos alunos e de suas diferentes formas de aprender. Do fruto destes questionamentos é que surge o Projeto: Mudando para Mudar, cujo objetivo é conceituar os professores em propostas pedagógicas mais ativas, porém fornecendo subsídios e ferramentas para que eles realizem suas próprias mudanças comportamentais. De nada adiantará tentar mudar as propostas de atuação pedagógica se não dermos condições e ferramentas para que o professor queira mudar seus comportamentos pessoais e profissionais. Assim, acreditamos que a verdadeira mudança ocorrerá de dentro para fora, e será global se fornecermos um processo de capacitação adequado e amplo (técnico e comportamental) aos professores, de tal forma que eles possam ser também os protagonistas das mudanças dos seus alunos.

4 Objetivos: O objetivo macro do Projeto Mudando para Mudar é fornecer subsídios ao educador para que ele consiga realizar mudanças práticas e efetivas em sala de aula, de tal sorte a atender as necessidades da formação integral do aprendiz. Tais subsídios serão oferecidos por uma equipe multidisciplinar, com conceitos, práticas e vivências que possam auxiliar o professor no desenvolvimento de sua visão sistêmica e holística para mudar suas atitudes pessoais e profissionais. Acreditamos que alcançado o objetivo macro do projeto, conseguiremos atingir outros secundários (específicos de cada PPP), relacionados às mudanças de comportamentos, atitudes e aprendizagem do aluno, capacitando-o para conquistar sua autonomia no processo de aprender a aprender, sendo sujeito da mudança da sociedade na qual está inserido. Estratégias: Esse curso é dividido em momentos conceituais e práticos, permeados por diferentes dinâmicas e vivências, objetivando auxiliar no melhor entendimento dos conteúdos trabalhados. Além de fornecer subsídios necessários nos encontros presenciais conta com a estratégia de adoção de um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) por onde ocorrem os encontros para dúvidas, acompanhamento e assessoria das atividades realizadas em sala de aula.

5 Conteúdos: Área Pedagógica: * Visão Holística; * Educação Emocional; * Diferentes formas de aprender e de ensinar; * Interdisciplinaridade; * Metodologia da Pedagogia dos Projetos: Vantagens e possibilidades; Etapas, papéis e atores; Elaboração de plano de ação; Planejamento e avaliação de projetos. Área Comportamental: * O funcionamento da mente e do cérebro e suas influências sobre o corpo; * Como minimizar a auto-cobrança, ansiedade e o estresse; * Crenças e Modelos mentais; * Diferenças comportamentais. * Projeção de futuro. * Os processos de comunicação nas relações interpessoais; * Liderança e trabalho em equipe. Os encontros: 1º Encontro: É preciso mudar? Objetivo: Preparar o professor para analisar novas posturas pedagógicas. Neste encontro são abordados alguns temas que podem conduzir o professor a refletir sobre suas posturas profissionais, seu papel na mediação do processo de ensino-aprendizagem, a importância de enxergar a educação pela vertente holística para poder conceber o aluno como um sujeito integral (cognitivo, afetivo/emocional, motor e espiritual). Duração: 4 horas (modalidade presencial).

6 2 Encontro: Cognição, Afetividade e Emoção: A consonância necessária para aprendizagem. Objetivo: Oferecer ferramentas ao professor para que ele trabalhe seus conteúdos sem desvincular as necessidades humanas de desenvolvimento, por meio da afetividade e da educação emocional. Apoiados nos pressupostos da psicologia psicogenética (Wallon e Vygotsky) são abordados as relações entre cognição e afetividade/emoção, apontando caminhos para processos práticos em sala de aula com o objetivo de fazer da aula um momento de aprendizagem com prazer. Duração: 4 horas (modalidade presencial) Nesse encontro são trabalhados de forma prática os conceitos de conflitos, liderança, resolução de problemas, processos cooperativos, trabalho em equipe, etc. O objetivo das dinâmicas é fazer com que os professores vivenciassem situações de crise (de equipe e de relacionamento) para refletirem sobre as soluções. 3º Encontro: Capacitação técnica para uso e navegação em ambientes virtuais de aprendizagem (AVA). Objetivos: Instrumentalizar os participantes para trabalharem e receberem orientações a distância. Nesse encontro são dadas as instruções técnicas de acesso e navegação no AVA, com ênfase nas ferramentas de comunicação e interação, para que iniciem os trabalhos com acompanhamento a distância da implantação em sala de aula, da Pedagogia dos Projetos. Fornecer os primeiros passos para implantação de um projeto real em sala de aula, bem como as orientações sobre o planejamento operacional e os planos de ação.

7 Todos literalmente colocam a mão na massa para esculpir, em argila, um trabalho de caráter interdisciplinar. 4º Encontro: Por que trabalhar com projetos? Vantagens, implicações e procedimentos práticos. Objetivo: Demonstrar que os projetos podem ser uma solução e não um serviço a mais para o professor. Nesse encontro enfatizou-se a necessidade do trabalho com os conteúdos de forma conceitual, procedimental e atitudinal (segundo os PCNs), a importância dos processos de interação do aluno, as diferentes concepções de como o conhecimento é costruído (linear e rede), o espectro de competências dos alunos e, conseqüente mente, as diferentes necessidades de cada indivíduo (teoria das I.M.), a importância de um trabalho interdisciplinar e os equívocos conceituais, os modelos mentais, as rupturas, etc. Duração: 8 horas (modalidade presencial) Nesse encontro o conceito de interdisciplinaridade é trabalhado de forma lúdica e vivencial, onde os professores realizam um processo de INTEGRAÇÃO com argila.

8 Módulo virtual: Implantação, acompanhamento e avaliação dos projetos em sala de aula. O ambiente virtual de aprendizagem é utilizado para o processo de assessoria e acompanhamento da prática com o trabalho dos projetos, com os alunos. Cada participante tem canal de acesso direto com o assessor para retirar suas dúvidas, apresentar atividades, receber orientações e comentários avaliativos do processo de implantação e implementação da dinâmica de trabalho com projetos em sala de aula. Duração: 40 horas (modalidade virtual) 5º e 6º Encontros Acompanhamento e avaliação do andamento dos Projetos. Objetivos: Apresentar, avaliar, orientar e alterar rotas no processo de implantação dos projetos em sala de aula. Nesse encontro os participantes relatam e apresentam os primeiros resultados e acontecimentos do processo de implantação dos projetos em sala de aula, recebendo comentários e feedback dos demais colegas e a avaliação do assessor. Há orientações para ajustes e mudanças de rotas, nos projetos que apresentam problemas. Duração: 4 horas (cada encontro - modalidade presencial). Para apresentação dos projetos em andamento, além dos relato os grupos elaboram um Varal dos Projetos.

9 7º Encontro Estruturação Emocional. Por meio de práticas efetivas, desenvolver recursos para: - Levantamento do perfil comportamental dos participantes. - Conquistar a excelência emocional. - Alcançar a realização e sucesso nos diversos segmen tos da vida, aprimorando o controle das emoções. - Desenvolver estratégias para a conquista de objetivos e realização de metas. - Aumentar a capacidade de auto-liderança e liderança no trabalho em equipe. - Aprimorar a auto-estima e harmonia interior. - Aprender a prevenir e administrar o stress e a ansiedade. - Desenvolver habilidades eficazes para o bom relacionamento e comunicação interpessoal e intrapessoal. Duração: 30 horas (final de semana em Guararema - SP) Entendendo o funcionamento da mente e do cérebro. 8º Encontro Avaliação de resultados e fechamento do curso. Nesse encontro os participantes apresentam os resultados dos seus projetos trabalhados em sala de aula, conforme orientações fornecidas pelo assessor - Prof. Dr. Nilbo R. Nogueira. Ao final é realizada uma avaliação coletiva tanto dos resultados dos projetos como do processo de capacitação em ação. Duração: 4 horas. O Prazer de sentir a vitória dos resultados...

10 Os desafios: Vencer o receio de utilizar o computador é o primeiro desafio, pois parte do curso é realizado por meio de assessoria a distância, utilizando um AVA (ambiente virtual de aprendizagem). Espera-se com isto que os professores possuam maior dominio de informática e da metodologia de trabalho com Projetos. Muitos desafios são enfrentados durante o processo de capacitação em ação e os resultados com os alunos será a prova viva de que todos podem romper seus medos pessoais e profissionais.

11 Os resultados esperados: Meu Sonho... Que os Projetos sejam sonhos dos alunos e não imposição do professor. Que a Escola seja mais prazerosa para os alunos. Que os professores mudem seu estado de (des) ânimo com a missão de educar. Que os conteúdos sejam trabalhados mais de forma procedimentais e menos conceituais. Que o processo educativo seja mais afetivo, levando-se em conta as questões emocionais dos alunos. Que os alunos ganhem com os reflexos dessa capacitação. (12) (12)

Projeto: Mudando para Mudar

Projeto: Mudando para Mudar Projeto: Mudando para Mudar Capacitação em ação: Projeto Mudando para Mudar O projeto MUDANDO PARA MUDAR é fruto das reflexões sobre os motivos e causas que levam muitos dos professores permanecerem com

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO AO DISCENTE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades do Núcleo de Atendimento Psicopedagógico aos

Leia mais

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo será o 0006-LS e entrará em vigor no 1º semestre letivo de 2018.

RESOLUÇÃO. Parágrafo único. O novo currículo será o 0006-LS e entrará em vigor no 1º semestre letivo de 2018. RESOLUÇÃO CONSEPE 30/2017 ALTERA MATRIZ CURRICULAR, BEM COMO, EMENTAS E OBJETIVOS DO CURSO DE PÓS- GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA: CLÍNICA E INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF E APROVA

Leia mais

CAPACITAÇÃO DIDÁTICA COMPORTAMENTAL Freqüência obrigatória de 100% SALA 10 PRÉDIO 1

CAPACITAÇÃO DIDÁTICA COMPORTAMENTAL Freqüência obrigatória de 100% SALA 10 PRÉDIO 1 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE MONITORES CAPACITAÇÃO DIDÁTICA COMPORTAMENTAL Freqüência obrigatória de 100% SALA 10 PRÉDIO 1 CAPACITAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICA -14 de agosto a 11 de setembro de 2014 Prof. José

Leia mais

PERSONAL & PROFESSIONAL COACH Método Augusto Cury

PERSONAL & PROFESSIONAL COACH Método Augusto Cury PERSONAL & PROFESSIONAL COACH Método Augusto Cury CARGA HORÁRIA: 180 (cento e oitenta) horas TIPO DE CURSO: Presencial de 120 (cento e vinte) horas (QUALIDADE DE VIDA: GESTÃO DO ESTRESSE E DA ANSIEDADE;

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES CURSO DE LETRAS ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS A palavra projeto vem do latim projectu,

Leia mais

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA Lorena Bárbara da R. Ribeiro [UNEB] Mary Valda Souza Sales [UNEB] Tarsis de Carvalho Santos [UNEB] O processo educativo cada

Leia mais

Currículo: suas articulações e transversalidade. Prof. Dr. Nilbo Nogueira

Currículo: suas articulações e transversalidade. Prof. Dr. Nilbo Nogueira Currículo: suas articulações e transversalidade Prof. Dr. Nilbo Nogueira Fazer download das telas www.nilbonogueira.com.br Conceituar: Currículo; Transversalidade; Articulações. A prática em sala de aula.

Leia mais

Linha de Pesquisa 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS

Linha de Pesquisa 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS Linha de Pesquisa 2: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUAS Esta linha de pesquisa objetiva o exame dos processos de construção do conhecimento docente do professor de línguas, com ênfase no papel da linguagem

Leia mais

Planejamento pedagógico para curso EAD. Profª Drª Adriana Clementino Senac-SP / Fipen

Planejamento pedagógico para curso EAD. Profª Drª Adriana Clementino Senac-SP / Fipen Planejamento pedagógico para curso EAD Profª Drª Adriana Clementino Senac-SP / Fipen Planejar Atividade intencional por meio da qual se busca determinar fins. Contexto educacional... É na realização do

Leia mais

- a compreensão da profissão como uma forma de inserção e intervenção na sociedade, tendo por base a comunidade regional;

- a compreensão da profissão como uma forma de inserção e intervenção na sociedade, tendo por base a comunidade regional; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NORTE-RS/UFSM PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BACHARELADO (NOTURNO) PERFIL DESEJADO DO FORMANDO Entende-se que a formação

Leia mais

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD?

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? Educação à distância A educação a distância (EaD) é definida como [...] o aprendizado planejado que ocorre normalmente em

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. AVA: treinaremcasa.com.br/ava

MANUAL DO ALUNO. AVA: treinaremcasa.com.br/ava MANUAL DO ALUNO A Treinar é uma escola com tradição na área de cursos de Informática, Tecnologia, Desenvolvimento Profissional e Educação a Distância. Oferece cursos do nível básico ao avançado, visando

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS O curso objetiva a formação de docentes capacitados para atuar no ensino

Leia mais

MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS MBA EXECUTIVO INTERNACIONAL EM GESTÃO DE NEGÓCIOS OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA Executivo Internacional em Gestão de Negócios é de capacitar os profissionais

Leia mais

A construção de uma Carreira: devolutiva coletiva e agendamentos individuais. Profa. Cássia Bordini Cintra Professora - Fatec São José dos Campos

A construção de uma Carreira: devolutiva coletiva e agendamentos individuais. Profa. Cássia Bordini Cintra Professora - Fatec São José dos Campos A construção de uma Carreira: devolutiva coletiva e agendamentos individuais Profa. Cássia Bordini Cintra Professora - Fatec São José dos Campos Sejam bem vindos VAMOS REFLETIR Acordo de Participação

Leia mais

PROJETO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL VOVÓ DORALICE SALAS TEMÁTICAS

PROJETO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL VOVÓ DORALICE SALAS TEMÁTICAS PROJETO ESCOLA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL VOVÓ DORALICE SALAS TEMÁTICAS BOSSARDI, Simone Maria¹ ABREU, Márcia Loren Vieira² VEADRIGO, Eliza³ ¹Professora de Educação Infantil. Instituição: Escola Municipal

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO VERBO EDUCACIONAL

PÓS-GRADUAÇÃO VERBO EDUCACIONAL PÓS-GRADUAÇÃO VERBO EDUCACIONAL A Verbo Educacional, uma das empresas do Grupo Verbo, oferece aos profissionais de múltiplas áreas do conhecimento a praticidade do ensino a distância aliado a possibilidade

Leia mais

Tecnologia educacional e as mudanças comportamentais, metodológicas e culturais para extrair os melhores resultados no ensino e na aprendizagem.

Tecnologia educacional e as mudanças comportamentais, metodológicas e culturais para extrair os melhores resultados no ensino e na aprendizagem. Tecnologia educacional e as mudanças comportamentais, metodológicas e culturais para extrair os melhores resultados no ensino e na aprendizagem. Prof. Dr. Nilbo Nogueira Fazer download das telas www.nilbonogueira.com.br

Leia mais

Metodologias ativas na EaD. Sandra Rodrigues

Metodologias ativas na EaD. Sandra Rodrigues Metodologias ativas na EaD Sandra Rodrigues Metodologias ativas na EaD EaD no Brasil principais características Caminhos naturais para aprendizagem ativa nessa modalidade Participação e engajamento como

Leia mais

PALESTRANTE

PALESTRANTE PALESTRANTE Conexão Animal & Sucesso Pessoal Contrate o Palestrante que trará melhor RESULTADO para seu próximo evento! SOBRE O PALESTRANTE: Adriano Simões é médico veterinário e palestrante comportamental

Leia mais

Uma reflexão crítica

Uma reflexão crítica O USO DAS TICS NA EDUCAÇÃO INFANTIL E NO ENSINO FUNDAMENTAL Uma reflexão crítica Ana Cláudia G. Carvalho Ana Paula Fermin Gilmara R. Santos Patrícia Elaine B.R. Alecrim Telma Augusta da Cunha RESUMO Este

Leia mais

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem

- estabelecer um ambiente de relações interpessoais que possibilitem e potencializem O desenvolvimento social e cognitivo do estudante pressupõe que ele tenha condições, contando com o apoio dos educadores, de criar uma cultura inovadora no colégio, a qual promova o desenvolvimento pessoal

Leia mais

Programa de Transformação Pessoal LIFE, SELF, SPIRITUAL & PROFESSIONAL COACHING HOLO & SYSTEMIC MENTORING

Programa de Transformação Pessoal LIFE, SELF, SPIRITUAL & PROFESSIONAL COACHING HOLO & SYSTEMIC MENTORING Programa de Transformação Pessoal LIFE, SELF, SPIRITUAL & PROFESSIONAL COACHING HOLO & SYSTEMIC MENTORING O HOLO COACHING THERAPY O Holo Coaching Therapy é um programa altamente eficaz, com técnicas e

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas Profa. Karina de M. Conte 2017 DIDÁTICA II Favorecer a compreensão do processo de elaboração, gestão,

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 CURSO OBJETIVOS Oferecer aos alunos e profissionais interessados no assunto, subsídios

Leia mais

PROGRAMA CINEMA E TEATRO À SERVIÇO DA CIDADANIA E DO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL

PROGRAMA CINEMA E TEATRO À SERVIÇO DA CIDADANIA E DO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL PROGRAMA CINEMA E TEATRO À SERVIÇO DA CIDADANIA E DO COMPORTAMENTO SUSTENTÁVEL Oficinas de Cine Clube O projeto pretende oferecer aos jovens a oportunidade de atuarem como agentes culturais da comunidade

Leia mais

E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA

E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA A APRENDIZAGEM DE CONCEITOS MATEMÁTICOS ATRAVÉS DO USO DAS TIC NA INTRODUÇÃO DO ESTUDO DE GRÁFICOS DE FUNÇÕES DO 1º GRAU ÁDISSON ALVES PEREIRA JOSIRENE MARIA REUTERS FISCHER DE CAMARGO E.M.E.F. NOVA ESPERANÇA

Leia mais

Profa. Dra. Maria Inês Fini

Profa. Dra. Maria Inês Fini Profa. Dra. Maria Inês Fini 1 Um dos maiores desafios a serem enfrentados pelas escolas de educação básica na última década é o estabelecimento de uma política para a educação básica formal no Brasil para

Leia mais

MODELO DE PARECER DE UMA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Autora : Simone Helen Drumond (92) /

MODELO DE PARECER DE UMA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Autora : Simone Helen Drumond (92) / MODELO DE PARECER DE UMA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Autora : Simone Helen Drumond simone_drumond@hotmail.com (92) 8808-2372 / 8813-9525 MODELO DE PARECER DE UMA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

Leia mais

FORMAÇÃO EM COACHING EMOCIONAL - MÉTODO AUGUSTO CURY

FORMAÇÃO EM COACHING EMOCIONAL - MÉTODO AUGUSTO CURY FORMAÇÃO EM COACHING EMOCIONAL - MÉTODO AUGUSTO CURY CARGA HORÁRIA: 120 (cento e vinte) horas TIPO DE CURSO: Presencial de 60 (sessenta) horas; Intermediado por tecnologia (EAD) de 60 (sessenta) horas.

Leia mais

O PAPEL DO TUTOR NO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO NA UFPB VIRTUAL

O PAPEL DO TUTOR NO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO NA UFPB VIRTUAL O PAPEL DO TUTOR NO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO NA UFPB VIRTUAL Ana Klyvia Ferreira Rodrigues (1); (2) Orientadora: Carolina Soares Ramos Universidade Estadual da Paraíba; anaklyviaferreirarodriguesk3@gmail.com,

Leia mais

Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas

Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas Perspectivas da Gestão Estratégica de Pessoas para as Organizações Públicas Aleksandra Pereira dos Santos Doutora em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações UnB Coordenadora-Geral de RH Previc

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 CURSO OBJETIVOS Oferecer aos participantes uma visão completa e profunda das tendências,

Leia mais

A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA

A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA Centro Universitário Leonardo Da Vinci NEAD Núcleo de Ensino a Distância Everton Leite A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA BLUMENAU 2009 EVERTON LEITE A TECNOLOGIA NA ÁREA DE GEOGRAFIA Projeto apresentado

Leia mais

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM

OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM FACULDADE DO NORTE GOIANO OBJETIVOS DO CURSO DE ENFERMAGEM Objetivos do curso O Curso de Graduação em Enfermagem tem por objetivo formar bacharel em enfermagem (enfermeiro) capaz de influenciar na construção

Leia mais

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios

o que é? Resgatar um conteúdo trabalhado em sala de aula, por meio de novas aplicações ou exercícios lição de casa F1 o que é? É um recurso didático que o professor propõe aos alunos para potencializar a relação dele com o objeto de conhecimento. A lição pode ter vários objetivos: Resgatar um conteúdo

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

CURSO: MÚSICA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: MÚSICA EMENTAS º PERÍODO CURSO: MÚSICA EMENTAS - 2017.2 2º PERÍODO DISCIPLINA: TEORIA E PERCEPÇÃO MUSICAL II Desenvolvimento da percepção dos elementos da organização musical, através de atividades práticas; utilização de elementos

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Marketing na modalidade EaD

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Marketing na modalidade EaD Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do Curso Superior de Tecnologia em Marketing na modalidade EaD A presente pesquisa foi realizada em junho de 2016, no Polo

Leia mais

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR

FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR FUNDAMENTOS DA SUPERVISÃO ESCOLAR Profª. Carla Verônica AULA 03 SUPERVISÃO E PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO Identificar os princípios da gestão participativa; Analisar a dialética do ambiente escolar; Perceber

Leia mais

ISSN do Livro de Resumos:

ISSN do Livro de Resumos: PROGRAMA PIBID: O OLHAR DOS DOCENTES DAS TURMAS DAS ESCOLAS PARCEIRAS A PARTIR DAS PRÁTICAS DOS PIBIDIANOS. Natali Gonçalves GOMES, Priscila Flores ETCHEVERRY Bolsista de inciação à docência - PIBID. Pedagogia

Leia mais

VERSÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO

VERSÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO VERSÃO 2014-2 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO ARACRUZ 2014 1. INTRODUÇÃO 1.1. Missão No intuito de fortalecer e promover uma educação de qualidade em que o discente é o principal protagonista, a

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Fundamentos e Metodologia em Educação Infantil II Código da Disciplina: EDU 334 Curso: Pedagogia Período de oferta da disciplina: 6º Faculdade responsável: PEDAGOGIA

Leia mais

BERÇARISTA. CURSO 180h: CURSO 260h:

BERÇARISTA. CURSO 180h: CURSO 260h: ARTES ENSINO FUNDAMENTAL Histórico do ensino da arte no brasil. Educação por meio da arte. Histórico do ensino da arte no brasil. Educação por meio da arte. Artes e educação, concepções teóricas. Histórico

Leia mais

Ensinar e aprender: Processos e relações interdependentes. Profa. Dra. Maria Regina Cavalcante Profa. Dra. Alessandra de Andrade Lopes

Ensinar e aprender: Processos e relações interdependentes. Profa. Dra. Maria Regina Cavalcante Profa. Dra. Alessandra de Andrade Lopes Ensinar e aprender: Processos e relações interdependentes Profa. Dra. Maria Regina Cavalcante Profa. Dra. Alessandra de Andrade Lopes Eixo 2: Práticas Pedagógicas no Ensino Superior: epistemologia do ensinar

Leia mais

XVII Encontro das TIC na Educação Desafios de Aprendizagem com a Tecnologia. Cativar na uma rede de vivências e de comunicação

XVII Encontro das TIC na Educação Desafios de Aprendizagem com a Tecnologia. Cativar na uma rede de vivências e de comunicação XVII Encontro das TIC na Educação Desafios de Aprendizagem com a Tecnologia Cativar na Escol@ uma rede de vivências e de comunicação Emília Silva, AE Marrazes 11 de julho de 2017 QUEM SOU EU? 2 CATIVAR

Leia mais

NOVIDADES E PARCERIAS

NOVIDADES E PARCERIAS ......... Rua Professor Jones, 1513 - Centro - Linhares / ES - CEP. 29.900-131 - Telefone: (27) 3371-1712 / 3371-2265 / 98837-0282 Site: www.escolafazendinhafeliz.com.br / Email: contato@escolafazendinhafeliz.com.br

Leia mais

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização

Organização da Aula. Gestão de Recursos Humanos. Aula 3. Comunicação. Contextualização. Motivação dos Talentos Humanos. Instrumentalização Gestão de Recursos Humanos Aula 3 Profa. Me. Ana Carolina Bustamante Organização da Aula Comunicação nas empresas Motivação dos talentos humanos Comunicação Processo de comunicação Contextualização Barreiras

Leia mais

Curso de Mediaçã o de Conflitos

Curso de Mediaçã o de Conflitos Curso de Mediaçã o de Conflitos Objetivos Gerais/Competências visadas: Dotar os formandos de um conjunto de competências que permitam problematizar, analisar e refletir sobre situações práticas de gestão

Leia mais

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA Paulo Célio Soares 1 Luciano Alves Pereira, Flaviane Rezende De Almeida, Daniele Ouverney Francisco 2 Resumo Este artigo tem como objetivo

Leia mais

Faculdade Adventista da Bahia Curso de Pedagogia. Psicologia da Educação II

Faculdade Adventista da Bahia Curso de Pedagogia. Psicologia da Educação II Faculdade Adventista da Bahia Curso de Pedagogia Psicologia da Educação II Psicologia da Educação II CRÉDITOS 3 TOTAL DE AULAS 54(h/a) 09h/a Esp. Diversificados 2 Psicologia da Educação II Análise das

Leia mais

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES

CICLO MCT. Mentoring, Coaching e Training. Coordenador Estratégico de IES CICLO MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Ciclo MCT Mentoring, Coaching e Training Coordenador Estratégico de IES Mentoring Inspira o participante a melhorar seu desempenho

Leia mais

Programa de Formação Continuada para Docentes

Programa de Formação Continuada para Docentes Programa de Formação Continuada para Docentes Objetivos do programa Consolidar a identidade didático-pedagógica da instituição realizando reflexões com seus docentes sobre as diretrizes educacionais da

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES

PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES PROGRAMA DE FORMAÇÃO E CAPACITAÇÃO DE LÍDERES CONQUISTE A LIDERANçA INSCRIÇÕES ABERTAS Prepare-se para novos desafios e seja o destaque no mercado de trabalho. Muitas vezes, a liderança não sabe quais

Leia mais

PROGRAMA ESCOLHA CERTA

PROGRAMA ESCOLHA CERTA PROGRAMA ESCOLHA CERTA 1 Índice São PAulo, 6 de maio de 2016 Proposta Comercial CARTA DE APRESENTAÇÃO... 3 INSTITUCIONAL... 4 PROGRAMA ESCOLHA CERTA... 5 PÚBLICO ALVO... 7 BENEFÍCIOS... 8 METODOLOGIA...

Leia mais

PROJETO INTEGRADOR REGULAMENTO INSTITUCIONAL

PROJETO INTEGRADOR REGULAMENTO INSTITUCIONAL PROJETO INTEGRADOR REGULAMENTO INSTITUCIONAL ITAPERUNA 2015 Este regulamento cria e regulamenta as normas do componente curricular Projeto Integrador da Faculdade Redentor com efeitos a partir do 2º semestre

Leia mais

Escola da Previdência Social. Data: outubro/2008

Escola da Previdência Social. Data: outubro/2008 Escola da Previdência Social Data: outubro/2008 Missão e Visão Missão Favorecer o desenvolvimento de competências corporativas e contribuir para a disseminação do conhecimento previdenciário por meio da

Leia mais

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012

Pós-Graduação Lato Sensu a Distância. 1º semestre 2012 Pós-Graduação Lato Sensu a Distância 1º semestre 2012 FEVEREIRO/2012 Índice dos Cursos de Pós-Graduação a distância Oferta: primeiro semestre 2012 Curso Mensalidade Total Pagina ÁREA: ADMINISTRAÇÃO MBA

Leia mais

PLANO GESTÃO Números de alunos da escola e sua distribuição por turno, ano e turma.

PLANO GESTÃO Números de alunos da escola e sua distribuição por turno, ano e turma. PLANO GESTÃO 2016 1. Identificação da Unidade Escolar E.E. Professora Conceição Ribeiro Avenida Sinimbu, s/nº - Jardim Vista Alegre Cep: 13056-500 Campinas/SP 1.1 Equipe Gestora Diretor: Sueli Guizzo Bento

Leia mais

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP

NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP NÚCLEO DE APOIO PSICOPEDAGÓGICO NAP Ibiporã 2015 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 2 JUSTIFICATIVA... 05 3 OBJETIVOS... 06 3.1 Objetivo Geral... 06 3.2 Objetivos específicos... 06 4 METODOLOGIA... 07 4.1 Funções

Leia mais

PLANO DE ENSINO CH NÃO PRESENCIAL E PROJETOS: 16 EMENTA

PLANO DE ENSINO CH NÃO PRESENCIAL E PROJETOS: 16 EMENTA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO COMPONENTE CURRICULAR: Empreendedorismo CH TEÓRICA/PRÁTICA: 24 CH NÃO PRESENCIAL E PROJETOS: 16 EMENTA CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 Sistemas e processos organizacionais. Empreendedorismo

Leia mais

o Mercado da ...você se comunica? ... administra seu tempo? ... delega as tarefas? Sabe delegar? ... lida com os conflitos? ... alinha expectativas e corrige rotas? .. apresentam: Um programa único

Leia mais

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Pró-Reitoria de Ensino NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

A aula como forma de organização do ensino.

A aula como forma de organização do ensino. 27/abr 5ª feira 19h às 22h Organização da Aula: Elementos estruturantes Método e estratégias de ensino. 04/mai 5ª feira 19h às 22h Organização da Aula: Elementos estruturantes - processo de avaliação da

Leia mais

A importância dos jogos e brincadeiras na formação plena dos alunos na educação infantil

A importância dos jogos e brincadeiras na formação plena dos alunos na educação infantil A importância dos jogos e brincadeiras na formação plena dos alunos na educação infantil 1. Conteúdos conceituais Educar crianças não se restringe apenas a ensinar-lhes conhecimentos ou habilidades corporais,

Leia mais

APRESENTAÇÃO Faculdades Integradas IPEP IPEP de Portas Abertas

APRESENTAÇÃO Faculdades Integradas IPEP IPEP de Portas Abertas 08 2 APRESENTAÇÃO As Faculdades Integradas IPEP, instituição de Ensino sem fins lucrativos, tem como missão desenvolver, orientar e estimular as competências pessoais e profissionais dos nossos alunos,

Leia mais

A importância da Educação Infantil de qualidade no desenvolvimento das crianças Para uma sociedade melhor

A importância da Educação Infantil de qualidade no desenvolvimento das crianças Para uma sociedade melhor 01/04/2015, Botucatu (SP) A importância da Educação Infantil de qualidade no desenvolvimento das crianças Para uma sociedade melhor Boa Tarde, É um imenso prazer participar dessa tarde com os profissionais

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E DESPORTO SMED CEPIC/NTE Vale do Sinos UFRGS/LEC/UNISINOS.

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E DESPORTO SMED CEPIC/NTE Vale do Sinos UFRGS/LEC/UNISINOS. PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E DESPORTO SMED CEPIC/NTE Vale do Sinos UFRGS/LEC/UNISINOS Formadores: Ana Elisa Raimann Franke Gislaine Barreto Glaeser Jorge da Silva Brandão

Leia mais

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação

Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Pró-Reitoria de Ensino de Graduação P L A N O D E E N S I N O Curso: Unidade Curricular: Modalidade: Presencial ( ) Semipresencial ( ) Período: Semestre Letivo: Professor (a): Carga Horária: 1. OBJETO

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

Resumo Aula-tema 01: O mundo como você vê.

Resumo Aula-tema 01: O mundo como você vê. Resumo Aula-tema 01: O mundo como você vê. O cenário contemporâneo nos impõe constantes transformações e mudanças e cada indivíduo compreende-as de forma particular, pois depende da visão de mundo que

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE PRESENCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE PRESENCIAL 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS CURSO DE BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE PRESENCIAL Guia Didático da Disciplina Mercado de Capitais José Thadeu Paulo Henriques

Leia mais

Treinamento Comercial

Treinamento Comercial Treinamento Comercial MÓDULO Ministrante: Paulo Melo MENU 1. O projeto Multiply Coaching. 2. Público-alvo. 3. Como prospectar? 4. Uma forma de falar sobre coaching. 5. Investimento. 6. Ganhos possíveis.

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS

PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO GERÊNCIA DE ENSINO, PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E INOVAÇÃO CAMPUS UNIVERSITÁRIO GRANDE FLORIANÓPOLIS PROJETO DE EXTENSÃO Saúde na Escola Unisul: gamificação e novas

Leia mais

REFLETINDO SOBRE AS COMPETÊNCIAS DE UM PROFESSOR

REFLETINDO SOBRE AS COMPETÊNCIAS DE UM PROFESSOR REFLETINDO SOBRE AS COMPETÊNCIAS DE UM PROFESSOR Aula 5 META Apresentar as competências esperadas de um professor OBJETIVOS Ao nal desta aula, o aluno deverá: reconhecer as principais competências que

Leia mais

Conteúdos: como se aprende

Conteúdos: como se aprende Conteúdos: como se aprende Geralmente utilizamos o termo conteúdos quando tratamos dos conhecimentos específicos das disciplinas ou matérias escolares. Mas, se nos atermos a uma concepção educativa integral,

Leia mais

EDUCAÇÃO COM AFETIVIDADE NA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO: ELEMENTO SIGNIFICATIVO PARA A APRENDIZAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL

EDUCAÇÃO COM AFETIVIDADE NA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO: ELEMENTO SIGNIFICATIVO PARA A APRENDIZAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL EDUCAÇÃO COM AFETIVIDADE NA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO: ELEMENTO SIGNIFICATIVO PARA A APRENDIZAGEM NO ENSINO FUNDAMENTAL Rosemeire Chagas Matias de Oliveira (Autor) meirebeatriz@hotmail.com Patrícia Formiga

Leia mais

DESENVOLVIMENTO GERENCIAL PLANO DE CURSO

DESENVOLVIMENTO GERENCIAL PLANO DE CURSO DESENVOLVIMENTO GERENCIAL PLANO DE CURSO Sumário 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 2 2. EMENTA... 2 3. OBJETIVO... 4 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO... 4 5. PROPOSTA METODOLÓGICA... 6 6. PROPOSTA AVALIATIVA... 7 7. APROVAÇÃO

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Área profissional: Educação Segmento tecnológico: Educação a Distância Qualificação profissional: Tutor de Cursos de Educação a Distância

Leia mais

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar

NAGEH Pessoas. Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015. Compromisso com a Qualidade Hospitalar Eixo: Capacitação e Desenvolvimento de Pessoal 28/09/2015 Agenda: 28/09/2015 8:30 as 9:00 h Recepção dos participantes 9:00 as 11:00 h Eixo: Capacitação e Desenvolvimento 11:00 as 11:30 h Análise de Indicadores

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO ESPECIALIZADO NAPE FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO ESPECIALIZADO NAPE FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS APRESENTAÇÃO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ATENDIMENTO PSICOPEDAGÓGICO ESPECIALIZADO NAPE FACULDADE DE CALDAS NOVAS - UNICALDAS APRESENTAÇÃO O NAPE é o Núcleo de Apoio Psicopedagógico Especializado foi criado com o propósito

Leia mais

Rádio Escola: Influência que a mídia rádio pode ter na aprendizagem 1

Rádio Escola: Influência que a mídia rádio pode ter na aprendizagem 1 Rádio Escola: Influência que a mídia rádio pode ter na aprendizagem 1 Rosane Terezinha Pendeza Callegaro² Tânia Heloisa Fitz³ Raquel Scremin 4 Escola Estadual de Educação Básica Augusto Ruschi Santa Maria,

Leia mais

Objetos de Aprendizagem para professores da Ciberinfância

Objetos de Aprendizagem para professores da Ciberinfância Objetos de Aprendizagem para professores da Ciberinfância Profa. Dra. Patricia Alejandra Behar Profa. Dra. Leni Vieira Dornelles Mestranda Ana Paula Frozi Mestranda Caroline Bohrer do Amaral Contexto das

Leia mais

Rota. do Processo Evolutivo Workshop #SERCOACH 7 NÍVEIS DO PROCESSO EVOLUTIVO

Rota. do Processo Evolutivo Workshop #SERCOACH 7 NÍVEIS DO PROCESSO EVOLUTIVO Rota do Processo Evolutivo Workshop #SERCOACH 7 NÍVEIS DO PROCESSO EVOLUTIVO A Rota dos 7 Níveis do Processo Evolutivo O Caminho dos 7 Níveis do Processo Evolutivo é um modelo para o ser humano evoluir

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome: Educação Física Curso: Técnico em Meio Ambiente Integrado ao Ensino Médio Série: 1º, 2º, 3º Ano Carga Horária: 80h/a (67/H) Docente Responsável: EMENTA

Leia mais

B. DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA Este treinamento será desenvolvido em Módulos, uma vez por semana.

B. DESENVOLVIMENTO DO PROGRAMA Este treinamento será desenvolvido em Módulos, uma vez por semana. KO KAIZEN ZERO PREPARAÇÃO EDUCACIONAL DAS CHEFIAS PARA A MELHORIA DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS E DA GESTÃO EMPRESARIAL NA BUSCA DO COMPROMETIMENTO DO COLABORADOR a. PREMISSA Acreditamos que o homem não consegue

Leia mais

O processo de criação de um Centro de Educação a Distância. Profa. Dra. Vani Moreira Kenski e Equipe NEAD/CEAD/UMESP

O processo de criação de um Centro de Educação a Distância. Profa. Dra. Vani Moreira Kenski e Equipe NEAD/CEAD/UMESP O processo de criação de um Centro de Educação a Distância Profa. Dra. Vani Moreira Kenski e Equipe NEAD/CEAD/UMESP Planejamento Integrado Gestão de mudança Suporte às Atividades Fim Instituição Vontade

Leia mais

O conhecimento é a chave da vida!

O conhecimento é a chave da vida! Porto Alegre, 02 de janeiro de 2017 Sejam Bem Vindos Prezados(as) Educadores(as)! Bom Dia com Alegria! O conhecimento é a chave da vida! Contem sempre conosco e que tenhamos divertidas e abençoadas formações

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÂO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO 2017 PARECERES DOS RECURSOS PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO 11) De acordo com a Proposta

Leia mais

O JOGO E A VIDA: AS RELEVÂNCIAS DOS ELEMENTOS TRABALHADOS, ATRAVÉS DOS JOGOS, PARA O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM E PARA O COTIDIANO INFANTIL

O JOGO E A VIDA: AS RELEVÂNCIAS DOS ELEMENTOS TRABALHADOS, ATRAVÉS DOS JOGOS, PARA O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM E PARA O COTIDIANO INFANTIL O JOGO E A VIDA: AS RELEVÂNCIAS DOS ELEMENTOS TRABALHADOS, ATRAVÉS DOS JOGOS, PARA O PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM E PARA O COTIDIANO INFANTIL Vitor Martins Menezes; Luís Paulo de Carvalho Piassi Universidade

Leia mais

Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de Prezada Superintendente

Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de Prezada Superintendente Ofício nº 003/2003 DGP Cáceres-MT., 31 de janeiro de 2003. Prezada Superintendente Em atenção ao ofício circ. N 003/ESP/SAD, datado de 24 de janeiro do presente ano, estamos enviando em anexo, as necessidades

Leia mais

FORMAÇÃO DO INDIVÍDUO

FORMAÇÃO DO INDIVÍDUO FORMAÇÃO DO INDIVÍDUO Q U E I N D I V Í D U O S Q U E R E M O S F O R M A R? Formação de lideranças e cidadãos conectados com a sociedade, éticos e protagonistas. Desenvolvimento de lideranças com a valorização

Leia mais

Objetivo: propor recomendações para o trabalho efetivo dos NDE

Objetivo: propor recomendações para o trabalho efetivo dos NDE PROIAC Estudo sobre Núcleo Docente Estruturante (NDE) Objetivo: propor recomendações para o trabalho efetivo dos NDE Claudia Marcia Borges Barreto claudiamarcia@id.uff.br O que é NDE? Comissão de acompanhamento

Leia mais

O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO

O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO O CURRÍCULO ESCOLAR EM FOCO: UM ESTUDO DE CASO Introdução Mayara Carvalho Peixoto (UFCG) mayaracarvalho-@hotmail.com O currículo é tido como um resultado das tensões, conflitos e concessões culturais,

Leia mais

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de

desenvolva e utilize seu pleno potencial de modo coerente e convergente com os objetivos estratégicos da organização. Dentro da área de gestão de Gestão de Pessoas Hoje a sociedade busca desenvolver trabalhos para aprimorar o conhecimento das pessoas em um ambiente de trabalho. A capacitação e o preparo que uma organização deve ter para com os seus

Leia mais

O uso das TIC numa perspectiva de mediação pedagógica

O uso das TIC numa perspectiva de mediação pedagógica O uso das TIC numa perspectiva de mediação pedagógica Profa. Márcia de Borba Campos FACIN/PUCRS marciabc@inf.pucrs.br Tecnologias de Informação e Comunicação 1 Ferramentas Síncronas Assíncronas Síncrona

Leia mais

Manual do Aluno Engenharia Insper i

Manual do Aluno Engenharia Insper i Manual do Aluno Engenharia Insper i Capítulo 1 A visão do Insper para a Engenharia A missão dos cursos de engenharia do Insper é: Desenvolver jovens engenheiros que estarão preparados para reconhecer as

Leia mais

Proposta da formação docente

Proposta da formação docente Proposta da formação docente 7 Cadernos de Teorias e Práticas Educativas em Saúde - Vol. II Proposta da formação docente Este texto tem como objetivo relatar uma experiência de planejamento e implementação

Leia mais