OK, mas o que é o QlikView? Página 03. Versões do QlikView 11 Página 05. Requisitos de sistema do QlikView 11 Página 12

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OK, mas o que é o QlikView? Página 03. Versões do QlikView 11 Página 05. Requisitos de sistema do QlikView 11 Página 12"

Transcrição

1 OK, mas o que é o QlikView? Página 03 Versões do QlikView 11 Página 05 Requisitos de sistema do QlikView 11 Página 12 Integração do QlikView com o Google Drive Página 15 Como criar indicadores dinâmicos nos gráficos do QlikView Página 20 QlikView en modo Cloud Página 23 Tipos de gráficos do QlikView Página 25

2 SUMÁRIO OK, mas o que é o QlikView? Por Andrey Rodrigues de Freitas - Brasil Versões do QlikView 11 Por Andrey Rodrigues de Freitas Brasil Requisitos de sistema do QlikView 11 Por QlikTech Integração do QlikView com o Google Drive Por Cléver Anjos e Maciel Malta Brasil Página 03 Página 05 Página 12 Página 15 S U M Á R I O Como criar indicadores dinâmicos nos gráficos do QlikView Por Claudio Junior Brasil QlikView en modo Cloud Por Pere Martí - Espanha Tipos de gráficos do QlikView Por Andrey Rodrigues de Freitas - Brasil COLABORADORES Andrey Rodrigues de Freitas (Gerente Técnico) Site: Linkedin: Cléver Anjos (Consultor de BI) Site: Linkedin: br.linkedin.com/in/cleveranjos/ Página 20 Página 23 Página 25 Maciel Malta (Desenvolvedor QlikView) QlikCommunity: Cláudio Junior Pere Martí (Senior Consultant) Site: * Todos os nomes de empresa, produtos e serviços usados aqui são marcas comerciais ou marcas registradas de seus respectivos proprietários. 2 Março 2014

3 OK, mas o que é o QlikView? Por Andrey Rodrigues de Freitas O QlikView é um tipo de software de Business Intelligence (BI) que utiliza uma tecnologia patenteada de associação em memória. Esta tecnologia associativa permite criar uma interface única simplificando radicalmente a implantação, o uso e a manutenção das consultas e análises. O QlikView permite a qualquer usuário acessar e analisar dados de qualquer fonte, tais como: arquivos de texto, arquivos do Excel, Access, XML, Microsoft SQL Server, Oracle, SAP, CRM, Data Warehouse, etc. Os dados dispersos entre as várias fontes se transformam em informação e métricas dentro do QlikView. Depois que o QlikView carrega os dados em memória é possível: Criar painéis operacionais (Dashboards) com os dados de sua empresa; Criar gráficos poderosos que auxiliem na tomada de decisão comercial; Construir o seu próprio sistema de análise sem depender do departamento de TI ou de um analista de sistemas ou negócios; Explorar a associação entre os dados e descobrir tendências que podem impulsionar as decisões financeiras; 3 Março 2014

4 Executar análises estatísticas após consolidar os dados de várias fontes; Acessar o mesmo Dashboard em diferentes dispositivos, por exemplo: desktop, iphone, ipad, Android, Blackberry e Web Browser. Criar aplicações para a área financeira, RH, TI, pesquisa e desenvolvimento, operações, vendas, marketing, atendimento, etc. Abaixo exemplos de Dashboards criados no QlikView. A História E m 1993, Björn Berg e Staffan Gestrelius fundaram na Suécia a empresa QlikTech. Eles desenvolveram uma ferramenta chamada QuikView (o Quik significava Quality, Understanding, Interaction e Knowledge) que acessava aplicações de banco de dados e exibia os seus dados associativamente. Em 1996 a ferramenta foi renomeada para QlikView. Hoje a QlikTech possui mais de clientes em mais de 100 países. 4 Março 2014

5 Versões do QlikView 11 Por Andrey Rodrigues de Freitas O QlikView possui várias versões e cada versão é específica para um tipo de usuário, por exemplo: Analistas de Negócios e Desenvolvedores: o QlikView Personal Edition (Desktop); o QlikView Workbench; o QlikView Web Parts para uso com o Microsoft SharePoint; o QlikView Connector para SAP NetWeaver. Profissionais de TI: o QlikView Server; o QlikView Publisher. Usuários de Negócios: o Os usuários de negócio em ambiente Web ou em dispositivos móveis acessarão o QlikView através de um portal web chamado AccessPoint. O QlikView AccessPoint faz parte da versão QlikView Server. Analistas de Negócios e Desenvolvedores Os analistas de negócios e os desenvolvedores usarão principalmente as versões Desktop e Workbench para desenvolverem suas aplicações. QlikView Personal Edition (Desktop) A QlikTech oferece uma versão gratuita da sua principal ferramenta de desenvolvimento, conhecida como QlikView Personal Edition. 5 Março 2014

6 Em relação a funcionalidades a versão Personal Edition é igual a versão Desktop, a única diferença entre elas é que o Personal Edition é executado sem a chave de licença. Se futuramente você ou sua organização comprarem uma licença do QlikView essa instalação do Personal Edition se transformará em QlikView Desktop automaticamente. Na imagem a seguir visualizamos a Página Inicial do QlikView Personal Edition. E abaixo outro Dashboard criado no QlikView. O QlikView Personal Edition não possui limitações de tempo (o software não irá expirar) ou funcionalidade (ele é completo como a versão Desktop). Porém existem algumas observações em relação aos arquivos QVW criados no QlikView Personal Edition (QVW é a extensão da aplicação do QlikView, assim como a extensão XLS é do Excel): Todo arquivo QVW criado no QlikView Personal Edition é salvo com uma chave de usuário que associa o arquivo ao computador em que ele foi criado, isso quer dizer que você só pode abrir arquivos criados em seu computador e não pode compartilhar seus arquivos QVW com outro usuário não registrado (a aplicação não funcionará). 6 Março 2014

7 É possível abrir no QlikView Personal Edition os arquivos de exemplos criados pela própria QlikTech, estes arquivos QVW são disponibilizados no site da QlikView. Os arquivos criados no QlikView Personal Edition podem ser abertos no QlikView Desktop (cópia licenciada). Os arquivos criados no QlikView Personal Edition podem ser publicados em um QlikView Server. Se você trocar de computador não conseguirá abrir os documentos criados anteriormente, para resolver este problema a QlikTech criou a recuperação de arquivos. Depois de recuperado, o arquivo não poderá ser usado no computador em que foi criado (na verdade a recuperação troca a chave de usuário criada no documento). O QlikView aceita no máximo quatro recuperações, depois disso a mensagem abaixo será exibida. QlikView Workbench O QlikView Workbench é um plug-in do Microsoft Visual Studio usado para criar extensões do QlikView para o ambiente Web. Abaixo é possível visualizar o plug-in dentro do Visual Studio. QlikView Web Parts para uso com o Microsoft SharePoint O QlikView Web Parts permite que os desenvolvedores incluam conteúdos do QlikView em portais do Microsoft SharePoint. Na imagem ao lado visualizamos um aplicativo do QlikView dentro de um portal SharePoint. 7 Março 2014

8 QlikView Connector para SAP NetWeaver É possível através do QlikView Connector para SAP NetWeaver combinar dados do SAP R/3, mysap e SAP BW com outras fontes de dados (ex.: arquivos de textos, Excel, Access, etc.). O QlikView oferece vários modelos para serem usados com os módulos do SAP, incluindo: Sales and Distribution (SD), Materials Management (MM), Project Systems (PS), Production Planning (PP), Human Resources (HR), Controlling (CO) e Finance (Account Receivable (AR), Accounts Payable (AP) e General Ledger (GL)). SD GL MM AP PS QlikView AR PP CO HR Além do SAP o QlikView também se conecta ao Oracle, Informatica, JD Edwards, Salesforce e Teradata. Profissionais de TI Os profissionais de TI (principalmente os administradores do QlikView, rede ou sistemas) irão interagir com o QlikView por meio do QlikView Server. QlikView Server O QlikView Server (QVS) é um servidor que contém o mecanismo de análise em memória e que trata de toda a comunicação entre o servidor QlikView e o cliente QlikView (ex.: desktop, web ou móvel). Os administradores gerenciarão o QVS usando o Console de Gerenciamento executado em ambiente Web. E é através deste console que os administradores irão: 8 Março 2014

9 Administrar as aplicações criadas pelo QlikView Desktop; Administrar o servidor de aplicação; Gerenciar as licenças de usuários; Gerenciar as permissões de acesso. Veja a seguir duas telas do Console de Gerenciamento do QVS. Junto com o QlikView Server é fornecido o QlikView Web Server, e junto do QlikView Web Server vem o AccessPoint, um portal web no qual os usuários acessarão os aplicativos QlikView. QlikView Publisher O QlikView Publisher é um complemento do QlikView Server que automatiza o processo de atualização de dados e controla a distribuição do conteúdo do QlikView. Além de garantir que os aplicativos sejam distribuídos corretamente aos usuários o Publisher também distribui relatórios em PDF, mas para isso é preciso ter um módulo opcional chamado QlikView PDF Report Distribution. 9 Março 2014

10 Usuários de Negócios Os usuários de negócios acessarão os aplicativos QlikView através de um portal web chamado AccessPoint. Para acessar o AccessPoint é preciso informar um login e senha, após validado as credenciais de acesso pelo QlikView Server é mostrado ao usuário as aplicações disponíveis no AccessPoint. 10 Março 2014

11 Os usuários acessarão os aplicativos hospedados no QlikView Server (AccessPoint) através de um navegador Web ou de dispositivos móveis compatíveis (tablets, ipad, iphone, Android, Blackberry). 11 Março 2014

12 Requisitos de Sistema do QlikView 11 Especificações técnicas fornecidas pela QlikTech A seguir os requisitos de sistema para cada versão do QlikView. QlikView Desktop 32 bits (x86) 64 bits (x64) Sistema Operacional Windows XP SP3 Windows Vista Windows 7 Windows Server 2003 Windows Server 2008 Windows XP Professional x64 SP2 Windows Vista x64 Windows 7 x64 Windows Server 2003 x64 Edition Windows Server 2008 x64 Edition Windows Server 2008 R2 Processador Intel Core Duo ou superior (recomendado) Intel Core 2 Duo ou superior (recomendado) Memória Mínimo de 1 GB. Mínimo de 2 GB. Espaço em disco 250 MB 300 MB Segurança Microsoft Active Directory NTLM Microsoft Active Directory NTLM O QlikView é uma tecnologia de análise em memória, portanto a quantidade de memória do computador (QlikView Desktop) ou servidor (QlikView Server) está diretamente relacionada com a quantidade de dados analisados. QlikView Server 32 bits (x86) 64 bits (x64) Sistema Operacional Windows XP Professional SP3 Windows Vista Windows 7 Windows Server 2003 Windows Server 2008 Windows XP Professional x64 SP2 Windows Vista x64 Windows 7 x64 Windows Server 2003 x64 Edition Windows Server 2008 x64 Edition Windows Server 2008 R2 Processador Intel Core Duo ou superior (recomendado) Multi-core compatível com x64 Memória Mínimo de 1 GB. Mínimo de 4 GB. Espaço em disco 450 MB 450 MB Segurança Microsoft Active Directory NTLM Aplicativos de terceiros Microsoft Active Directory NTLM Aplicativos de terceiros Servidor Web QlikView web server QlikView web server Microsoft IIS6 ou 7 Microsoft IIS6 ou 7 Console de Gerenciamento Microsoft Internet Explorer 7,8 e 9 Firefox 6.NET Framework Microsoft Internet Explorer 7,8 e 9 Firefox 6 Somente utilize o QlikView Server com os sistemas operacionais Windows XP, Vista ou 7 para fins de desenvolvimento ou teste. 12 Março 2014

13 Suporte a Navegadores Internet Explorer 6 Portal QlikView Access Point QlikView Cliente Ajax Internet Explorer 7,8 e 9 Firefox 6 (Windows e Mac) Safari 5 (Windows e Mac) Google Chrome 12 (Windows e Mac) Mobile Safari (dispositivos ios 4) Blackberry Handheld Aplicativo Java nativo Celulares e tablets Android Android QlikView Publisher 32 bits (x86) 64 bits (x64) Banco de dados de repositório XML Nativo SQL Server 2005 ou 2008 XML Nativo SQL Server 2005 ou 2008 Obs.: Para obter um bom desempenho do QlikView, é recomendável que o QlikView Server e o QlikView Publisher sejam instalados em servidores dedicados. QlikView Web Parts para uso com o Microsoft SharePoint 32 bits (x86) 64 bits (x64) Microsoft SharePoint SharePoint Server 2007 SharePoint Server 2010 SharePoint Foundation 2010 (WSS 4.0) SharePoint Server 2007 SharePoint Server 2010 SharePoint Foundation 2010 (WSS 4.0) QlikView Workbench Microsoft Visual Studio 32 bits (x86) 64 bits (x64) Visual Studio 2008 Visual Studio 2010 Visual Web Developer 2008 Express Edition Visual Web Developer 2010 Express Edition Visual Studio 2008 Visual Studio 2010 Visual Web Developer 2008 Express Edition Visual Web Developer SAP Integração do QlikView com o SAP 32 bits (x86) 64 bits (x64) Sistema SAP Basis 4.6c ou mais recente SAP Business Warehouse 3.5 ou mais recente Sistema SAP Basis 4.6c ou mais recente SAP Business Warehouse 3.5 ou mais recente Plataformas QlikView / MS Office compatíveis 32 bits (x86) 64 bits (x64) Office 2003 Não compatível Não compatível Office 2007 SR1 (mínimo) SR1 (mínimo) SR2 (recomendado) SR2 (recomendado) Office 2010 (32 bits) SR1 (mínimo) SR1 (mínimo) SR2 (recomendado) SR2 (recomendado) Office 2010 (64 bits) SR2 (necessário) SR2 (necessário) 13 Março 2014

14 Livro QlikView 11 Mais informações em 14 Março 2014

15 Integração do QlikView com o Google Drive Por Cléver Anjos e Maciel Malta E xiste uma maneira bastante simples de integrar o QlikView com o Google Drive. Essa integração pode ser feita diretamente, sem a necessidade de um conector específico que normalmente tem um custo de aquisição de licença. Um caso típico é a criação de formulários de enquetes dentro do Google Drive. As respostas aos formulários são armazenadas em uma planilha dentro do Google Drive e podem ser publicadas em uma URL que o QlikView conseguirá fazer a leitura para a geração de gráficos. Vamos fazer o passo a passo: Criando o formulário Acesse o Google Drive pelo endereço https://drive.google.com. Se não tiver uma conta no Google ou não estiver conectado à sua conta, será redirecionado para a tela de login ou criação de conta. Após estar conectado (Figura A), verá uma tela semelhante a esta com um botão vermelho Create ou Criar. Clique nele e verá uma lista de possíveis documentos que podem ser criados (Figura B). Figura A Figura B 15 Março 2014

16 Agora você irá escolher o nome e o tema do seu formulário, note que existem vários modelos que podem dar um ar mais moderno ou interessante para seu formulário. Agora irá adicionar questões à sua enquete. O processo é bem intuitivo e suporta vários tipos de questões. No exemplo abaixo, está sendo incluída uma pergunta do tipo múltipla escolha com algumas opções. Explore as opções que o Google Drive oferece. São suportadas também questões com avaliação em escala (de 0 a 5 quanto avalia?) 16 Março 2014

17 Questões de texto livre também são aceitas: Publicando o formulário Para que o Google Drive comece a receber as respostas, precisamos publicar o nosso formulário. Isso pode ser feito de duas maneiras, via URL ou deixando o Google Drive se encarregar de enviar os convites. Ambas as opções estão disponíveis no topo da página. Clicando em View live form (Figura abaixo), será aberta uma nova página com seu formulário. Basta copiar o link e enviar para alguém ou publicar da maneira que achar mais conveniente Março 2014

18 Publicando os dados Agora precisamos gerar uma URL para que o QlikView possa ler as respostas dos usuários. O primeiro passo é visualizar as respostas já preenchidas através do botão View Responses. Quando clicar, você verá uma nova tela com as respostas armazenadas em planilha. Veja que existe uma opção File ou Arquivo no canto superior esquerdo. Clicando nela você verá uma opção Publish to the Web ou Publicar na Web que dá acesso à uma tela semelhante a figura abaixo. Clicando em Start Publishing será gerado um link. Copie esse link, vamos precisar dele. 18 Março 2014

19 Importando os dados no QlikView Agora chegou a hora de finalmente trazermos os dados para o QlikView. Abra uma aplicação QlikView (ou crie uma). Na parte do script (Ctrl + E) existe um botão para importar dados através de uma URL. Esse botão é chamado Web Files ou Arquivos Web. Cole no campo Internet File o link que o Google Drive gerou. Detalhe importante: a URL vem no final com output=html, troque para output=csv. Logo após clique em Next ou Próximo. O QlikView irá fazer o download das respostas e você poderá utilizar os dados exatamente como se fosse um arquivo Excel ou uma tabela de banco de dados. Por hoje é só pessoal! 19 Março 2014

20 Como criar indicadores dinâmicos nos gráficos do QlikView Por Cláudio Junior P recisei criar um gráfico com diversos indicadores, então para não deixar o gráfico poluído criei uma lógica para quando o usuário clicar no botão com os indicadores exiba a expressão dinamicamente. Neste exemplo será utilizado o gráfico de Linhas, mas pode-se utilizar qualquer gráfico. O primeiro passo é criar algumas variáveis no QlikView, pois as mesmas serão utilizadas para a verificação da exibição. Abra uma aplicação QlikView (ou crie uma). Na barra padrão clique em "Editar Script" ou pressione a tecla de atalho Ctrl + E. Sua aba Main deverá ficar assim: //Padrão SET ThousandSep = '.'; SET DecimalSep = ','; SET MoneyThousandSep = '.'; SET MoneyDecimalSep = ','; SET MoneyFormat = 'R$ #.##0,00;-R$ #.##0,00'; SET TimeFormat = 'hh:mm:ss'; SET DateFormat = 'DD/MM/YYYY'; SET TimestampFormat = 'DD/MM/YYYY hh:mm:ss[.fff]'; SET MonthNames = 'jan;fev;mar;abr;mai;jun;jul;ago;set;out;nov;dez'; SET DayNames = 'seg;ter;qua;qui;sex;sáb;dom'; //Criando a Variável SET Var_x = '1'; 20 Março 2014

21 Agora você deve ir até as propriedades de seu gráfico e na aba "Expressões" selecionar o checkbox Condicional" e incluir a condição Var_x=1. Criaremos agora um botão para manipular esta variável. Clique com o botão direito do mouse e adicione um novo botão, na aba Ações clique no botão incluir e selecione o Tipo de Ação Externo e depois selecione a Ação Definir Variável. 21 Março 2014

22 No campo Variável inclua a variável que você criou no início do artigo: Var_x. E no campo Valor inclua o valor =if(var_x=1,0,1). Quando o usuário clicar no botão será verificado o valor de Var_x, se for 1 a ação irá alterar para 0 e vice versa. Deste modo você poderá fazer um botão para cada Expressão, que ao clicar no mesmo a linha será exibida ou escondida dinamicamente em seus gráficos. Neste exemplo tenho duas linhas, quando clico no botão ele irá habilitar ou desabilitar a linha. 22 Março 2014

23 QlikView en modo Cloud Por Pere Martí L a tecnología Cloud está en auge. Tras unos primeros años de dudas y miedos, las empresas ya creen en la seguridad de estas infraestructuras y se suman a la posibilidad de externalizar la gestión de sus equipos. Palabras como Software as a Service, Platform as a Service, Cloud Computing se expanden muy rápidamente entre las organizaciones de todo el mundo. Las ventajas son muchas y las empresas lo tienen cada vez más claro. Esta tendencia ha empujado a grandes compañías de software a ofrecer sus soluciones en Cloud. Es el caso de QlikView, una de las mejores herramientas de análisis de información del mundo, que ya puede usarse en un entorno Cloud, gracias a la solución de BiyCloud. QlikView es una solución de Data Discovery, que permite responder cualquier pregunta acerca de la organización sin necesidad de pre-cocinar previamente la información mediante tablas agregadas, cubos OLAP La tecnología Natural Análisis de QlikView, basada en la asociación de información inmemory, permite obtener resultados rápidos y de una forma mucho más intuitiva. Es la herramienta quien se adapta al comportamiento de las personas y no las personas las que deben adaptarse al funcionamiento de una herramienta informática. Este es el gran éxito de QlikView. QlikView es una herramienta destinada a la toma de decisiones, que posee una gran usabilidad y un entorno intuitivo, que dista mucho de las herramientas extremadamente tecnológicas dirigidas a los ingenieros del área de IT. Su arquitectura debe ser, por lo tanto, lo más transparente posible al usuario final. QlikView Server permite que los usuarios accedan a sus documentos (entendiendo un documento como un Dashboard que contiene el diseño de los indicadores y los datos correspondientes) mediante el portal web QlikView Access Point. Tradicionalmente, la instalación del servidor QlikView se ha llevado a cabo en las infraestructuras del cliente, pero recientemente ha aparecido una nueva forma de gestionar esta arquitectura: la solución QlikView en la nube de BiyCloud, a través de la plataforma BiyCloud Smart. BiyCloud Smart ofrece múltiples posibilidades: desde alojar un QlikView Server con licencias propias en la nube, hasta alquilar Business Users, licencias que permiten a un usuario acceder a un documento. Este amplio abanico de opciones proporciona un importante ahorro en mantenimiento de 23 Março 2014

24 infraestructuras, garantizando la máxima seguridad, como acreditan los distintos certificados de calidad que posee la solución Cloud, y facilita la escalabilidad de la infraestructura a un coste menor. Además, la externalización del mantenimiento de la arquitectura QlikView difumina la diferencia entre los técnicos que proveen información y los usuarios que la consumen, dotando de mayores capacidades a directivos y responsables, que realizan sus propios análisis de información. El éxito de un proyecto con tecnología QlikView en modo Cloud se focaliza en la definición de una buena arquitectura, que garantice una transmisión segura de la información desde su ubicación original hasta el entorno Cloud. La información debe extraerse del origen de datos (u orígenes de datos) donde está almacenada y subirla a la nube, desde donde será consultada. Existen múltiples opciones para llevar a cabo dicha tarea: desde conectar directamente el documento QlikView alojado en la nube a la fuente de datos correspondiente (para ello es necesario que exista conectividad a la Base de Datos en cuestión desde Internet), hasta generar ficheros y subirlos mediante una conexión FTP segura. La segunda opción ofrece, a su vez, variedad de alternativas: desde generar ficheros de texto plano, ficheros Excel hasta generar ficheros de datos QlikView (ficheros.qvd) mediante un QlikView Desktop instalado en local. Sea cual sea la opción seleccionada, su implantación resulta sencilla y robusta, de modo que los datos almacenados por cualquier software de gestión, herramienta ofimática, servicio web pueden subir a la nube para ser explotados con la solución de QlikView. Cuando los datos se encuentran en la nube y el documento QlikView ha accedido a ellos para actualizar su contenido, el usuario puede utilizarlos para realizar tareas de análisis a través de un navegador web, mediante QlikView Access Point. El acceso web, además de gestionar la seguridad, tiene la ventaja de ser accedido desde cualquier parte del mundo (no se limita el acceso dentro de la red de la organización) y mediante cualquier dispositivo. En herramientas directivas, como es un Cuadro de Mando, la movilidad es algo imprescindible, más aun si la herramienta se usa para consumir información y no para introducirla, dado que los smartphones, las tablets están especialmente diseñados para el consumo de datos. CONCLUSIÓN A través de la plataforma BiyCloud Smart, se acerca QlikView al mercado de la pequeña y mediana empresa y, de esta forma, se asegura la continuidad de su cuota de mercado, ya que un cliente puede acceder inicialmente por una versión Saas en nube pública e ir evolucionando hacia un modelo de nube privada con licencias on premise. Se trataría de una simbiosis perfecta donde lo importante es atender al usuario de negocio desde su primera necesidad de BI para ir creciendo con él, ya que, de no hacerlo, otros lo harán por QlikView. Además, la plataforma BiyCloud Smart integra, junto a la tecnología de QlikView en modo cloud, una capa de servicios Social Business que ahondan el aspecto social y colaborativo característico de QlikView constituyendo un modelo de social BI que permite hacer partícipes a los distintos miembros de las distintas áreas de negocio en la toma de decisiones, mejorándose los procesos de gestión de los diferentes departamentos, potenciando el intercambio de conocimiento, mejorando la comunicación interna de la empresa, con un mayor rendimiento y fidelización de los empleados y gestión del talento interno, una mayor eficiencia del trabajo en equipo y un fomento de la cultura de empresa, entre otros. 24 Março 2014

25 SEÇÃO VAMOS POR NO GRÁFICO Guia Técnico DataView Magazine Edição 01 Tipos de gráficos do QlikView Por Andrey Rodrigues de Freitas Nesta seção falaremos sempre sobre gráficos. E para inaugurar esta primeira edição farei uma breve introdução aos tipos de gráficos do QlikView. Gráfico de Barras Este é o tipo de gráfico mais básico e conhecido. Cada valor do eixo-x corresponde a uma barra. A altura da barra corresponde ao seu valor numérico no eixo-y. Gráfico de Pizza O primeiro gráfico desse tipo que se tem registro foi publicado por William Playfair, que também inventou os gráficos de linha e de barras, em O gráfico de Pizza é um círculo, que representa um todo, cada fatia representa uma parte do todo. Lembre-se que a soma de todas as fatias devem somar 100%. 25 Março 2014

26 Gráfico de Linhas O gráfico de linhas é basicamente definido da mesma maneira que o gráfico de barras. Em vez de usar barras, os dados são apresentados como linhas entre os pontos de valores. Gráfico Combinado O gráfico combinado permite a combinação de recursos do gráfico de barras com os do gráfico de linhas. Uma expressão será mostrada por linhas e/ou símbolos, a outra, como barras. Abaixo um exemplo usando Pareto. 26 Março 2014

27 Gráfico de Dispersão O gráfico de dispersão desenha os pontos de dados que representam combinações de expressões, iterados em uma ou várias dimensões. Os dois eixos são contínuos, representando uma expressão cada. Gráfico Mekko Os gráficos Mekko apresentam dados usando barras de largura variável. Eles podem exibir até três níveis de dados em um gráfico bidimensional. Os gráficos Mekko são úteis em áreas como a análise de mercado. 27 Março 2014

28 Gráfico de Grade O gráfico de grade é uma variação do gráfico de dispersão que desenha os valores de dimensão nos eixos e usa uma expressão para determinar o símbolo do desenho. Gráfico de Radar O gráfico de radar é uma variação do gráfico de linhas, no qual o eixo-x é desenhado em um círculo ao redor do gráfico, resultando em uma projeção semelhante à de uma tela de radar ou uma teia de aranha. 28 Março 2014

29 Gráfico de Mostrador Os gráficos de mostrador são usados para mostrar o valor de uma única expressão sem dimensões. Gráfico de Blocos O gráfico de blocos mostra a relação entre os valores de expressão como blocos de área variável. Cada bloco de dimensão é dividido em sub-blocos. A área total do gráfico de blocos é sempre igual a 100% dos valores. 29 Março 2014

30 Gráfico de Funil O gráfico de funil é normalmente usado para mostrar dados nos fluxos e processos. Do ponto de vista da exibição, ele está relacionado ao gráfico de pizza. O gráfico pode ser mostrado com a altura/largura do segmento ou a área do segmento proporcional aos dados. Também é possível desenhar o gráfico com alturas/larguras de segmento iguais. Abaixo um Dashboard e vários gráficos criados no QlikView. Nos próximos artigos desta seção detalharei cada um destes gráficos. Até a próxima edição. Andrey Rodrigues de Freitas 30 Março 2014

qlikview.com INTERATIVIDADE VOLTADA PARA O USUÁRIO USUÁRIO DE PROFISSIONAL DE TI

qlikview.com INTERATIVIDADE VOLTADA PARA O USUÁRIO USUÁRIO DE PROFISSIONAL DE TI A família de produtos O é a primeira plataforma de Business Discovery associativa em memória do mundo. Ele permite que os usuários das empresas reúnam dados de diversas fontes, os explorem, façam descobertas

Leia mais

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Desktop Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Desktop Qlik Sense 1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Desktop Qlik Sense 2.1.1 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

Este guia foi escrito para ajudar os administradores de sistema ou qualquer um que usa o Avast Small Office. 1.0 Requisitos do sistema...

Este guia foi escrito para ajudar os administradores de sistema ou qualquer um que usa o Avast Small Office. 1.0 Requisitos do sistema... Este guia foi escrito para ajudar os administradores de sistema ou qualquer um que usa o Avast Small Office. 1.0 Requisitos do sistema... 3 1.1 Console de Administração Small Office... 3 1.2 Gerenciamento

Leia mais

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Tutorial para acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para a utilização dos sistemas de visualização

Leia mais

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile

Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Inicialização Rápida do Novell Vibe Mobile Março de 2015 Introdução O acesso móvel ao site do Novell Vibe pode ser desativado por seu administrador do Vibe. Se não conseguir acessar a interface móvel do

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

qlikview.com OS CINCO TEMAS DO

qlikview.com OS CINCO TEMAS DO Novidades no QlikView 11 O QlikView 11 coloca o Business Discovery em um nível inteiramente novo, permitindo que os usuários compartilhem mais facilmente informações com seus colegas de trabalho, suportando

Leia mais

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update

4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows 8.1 Update 4.0 SP2 (4.0.2.0) maio 2015 708P90911 2015 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox com a marca figurativa e FreeFlow são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros

Leia mais

Configuração de assinatura de e-mail

Configuração de assinatura de e-mail Configuração de assinatura de e-mail Este manual irá lhe auxiliar a configurar a sua assinatura de E-mail no Microsoft Outlook (Desktop) e no Outlook Web App (Webmail). Gerando a sua assinatura de e-mail

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Manual de utilização do Zimbra

Manual de utilização do Zimbra Manual de utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web ( Firefox, Chrome e Internet Explorer ) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário,

Leia mais

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos

Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Tutorial de acesso ao Peticionamento Eletrônico e Visualização de Processos Eletrônicos Este tutorial visa preparar o computador com os softwares necessários para utilização

Leia mais

Rastreamento Mobile. Manual de uso

Rastreamento Mobile. Manual de uso atualizado em 10/06/2014 Rastreamento Mobile Manual de uso Agora você pode utilizar seu aparelho móvel para acessar o seu sistema de rastreamento! O rastreamento Mobile é um website preparado para apresentar

Leia mais

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Visão geral do conteúdo Sobre o PrintMe Mobile Requisitos do sistema Impressão Solução de problemas Sobre o PrintMe Mobile O PrintMe Mobile é uma solução empresarial

Leia mais

Manual do App MobiDM para ios

Manual do App MobiDM para ios Manual do App MobiDM para ios Este Manual Rápido descreve a instalação e utilização do App MobiDM para ios Versão: x.x Manual do App MobiDM para ios Página 1 Índice 1. BEM-VINDO AO MOBIDM... 2 1.1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Windows

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Windows Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Windows Abril de 2015 Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop,

Leia mais

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução

MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução MicrovixPOS Requisitos, Instalação e Execução Autor Público Alvo Rodrigo Cristiano dos Santos Suporte Técnico, Consultoria e Desenvolvimento. Histórico Data 13/06/2012 Autor Rodrigo Cristiano Descrição

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

Através deste documento, buscamos sanar dúvidas com relação aos tipos de acessos disponíveis a partir desta alteração.

Através deste documento, buscamos sanar dúvidas com relação aos tipos de acessos disponíveis a partir desta alteração. COMUNICADO A Courart Informática, visando à satisfação de seus clientes, efetuou a contratação de um novo servidor junto à Locaweb, onde está alocado o sistema TransControl IV com todos os seus componentes.

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

Guia de Inicialização para o Windows

Guia de Inicialização para o Windows Intralinks VIA Versão 2.0 Guia de Inicialização para o Windows Suporte 24/7/365 da Intralinks EUA: +1 212 543 7800 Reino Unido: +44 (0) 20 7623 8500 Consulte a página de logon da Intralinks para obter

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive Google Drive um sistema de armazenagem de arquivos ligado à sua conta Google e acessível via Internet, desta forma você pode acessar seus arquivos a partir de qualquer dispositivo que tenha acesso à Internet.

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

Apostilas OBJETIVA - Técnico Judiciário Área Administrativa TRE Tribunal Regional Eleitoral Estado do Maranhão - Concurso Público 2015.

Apostilas OBJETIVA - Técnico Judiciário Área Administrativa TRE Tribunal Regional Eleitoral Estado do Maranhão - Concurso Público 2015. 2º Caderno Índice Planilha eletrônica MS- Excel + exercícios... 02 Computação na Nuvem (cloud computing)... 102 Conceitos de Internet e Intranet + exercícios... 105 Internet Explorer, Firefox e Google

Leia mais

MEGAFREE MANUAL DO USUÁRIO

MEGAFREE MANUAL DO USUÁRIO MEGAFREE MANUAL DO USUÁRIO VERSÃO: Julho, 2013. DIREITOS DE USO: Publicação de uso exclusivo, classificada quanto ao nível de sigilo como RESERVADA. A presente documentação é propriedade da Tellfree Brasil

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento

Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Aula 1 - Introdução e configuração de ambiente de desenvolvimento Olá, seja bem-vindo à primeira aula do curso para desenvolvedor de Android, neste curso você irá aprender a criar aplicativos para dispositivos

Leia mais

4.0 SP1 (4.0.1.0) novembro 2014 708P90868. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows Server 2012

4.0 SP1 (4.0.1.0) novembro 2014 708P90868. Xerox FreeFlow Core Guia de Instalação: Windows Server 2012 4.0 SP1 (4.0.1.0) novembro 2014 708P90868 Guia de Instalação: Windows Server 2012 2014 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. Xerox, Xerox e Design, FreeFlow e VIPP são marcas registradas da

Leia mais

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services

Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Guia passo a passo de introdução ao Microsoft Windows Server Update Services Microsoft Corporation Publicação: 14 de março de 2005 Autor: Tim Elhajj Editor: Sean Bentley Resumo Este documento fornece instruções

Leia mais

Manual de Utilização do Zimbra

Manual de Utilização do Zimbra Manual de Utilização do Zimbra Compatível com os principais navegadores web (Firefox, Chrome e Internet Explorer) o Zimbra Webmail é uma suíte completa de ferramentas para gerir e-mails, calendário, tarefas

Leia mais

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER

LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER LICENCIAMENTO V14 USANDO REPRISE LICENSE MANAGER V14 de BricsCAD vem com um novo sistema de licenciamento, com base na tecnologia de licenciamento de Reprise Software. Este novo sistema oferece um ambiente

Leia mais

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal)

Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Manual de Utilização do PLONE (Gerenciador de página pessoal) Acessando o Sistema Para acessar a interface de colaboração de conteúdo, entre no endereço http://paginapessoal.utfpr.edu.br. No formulário

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes.

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes. ACESSO REMOTO Através do Acesso Remoto o aluno ou professor poderá utilizar em qualquer computador que tenha acesso a internet todos os programas, recursos de rede e arquivos acadêmicos utilizados nos

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 5 3 Vivo Sync Web... 6 3.1 Página Inicial... 6 3.1.1 Novo Contato... 7 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

VERSÃO: DIREITOS DE USO: Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Tellfree Brasil Telefonia IP S.A

VERSÃO: DIREITOS DE USO: Tellfree Brasil Telefonia IP S.A Tellfree Brasil Telefonia IP S.A VERSÃO: Março, 2015. DIREITOS DE USO: Publicação de uso exclusivo, classificada quanto ao nível de sigilo como RESERVADA. A presente documentação é propriedade da Tellfree Brasil Telefonia IP S.A., tem

Leia mais

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado e click com o botão esquerdo do mouse para confirmar. Introdução

Leia mais

ANEXO 01 GUIA PASSO A PASSO

ANEXO 01 GUIA PASSO A PASSO ANEXO 01 GUIA PASSO A PASSO Conteúdo 1 TELA DE ACESSO... 3 1.1 Enviar e-mail... 4 2 INTEGRANDO CONTAS COM OUTLOOK... 5 3 DREAMSPARK... 6 4 SKYDRIVE... 12 4.1 Organização do ambiente criar pastas... 13

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico MANUAL DE INSTALAÇÃO LSoft Ponto Eletrônico SUPORTE TÉCNICO AO USUÁRIO: Atendimento On-line: www.lsoft.com.br E-Mail: suporte@lsoft.com.br (37) 3237-8900 Versão 1.0-2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Informe 2015. Foxit PDF Security Suite Integrado com o Serviço de Gerenciamento de Direitos do Microsoft Active Directory

Informe 2015. Foxit PDF Security Suite Integrado com o Serviço de Gerenciamento de Direitos do Microsoft Active Directory Informe 2015 Foxit PDF Security Suite Integrado com o Serviço de Gerenciamento de Direitos do Microsoft Active Directory Sumário Introdução... 3 Ambientes do Foxit PDF Security Suite... 4 Aplicar políticas

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 CAPÍTULO 18 INSTALANDO E CONFIGURANDO O MICROSOFT OFFICE PROJECT SERVER 2003 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 Antes de começar a instalação do Microsoft Office Project Server 2003

Leia mais

VISÃO GERAL DA ARQUITETURA DO QLIKVIEW

VISÃO GERAL DA ARQUITETURA DO QLIKVIEW VISÃO GERAL DA ARQUITETURA DO QLIKVIEW Documento sobre a Tecnologia do Publicado em: setembro de 2011 Publicado originalmente em: outubro de 2010 qlikview.com Sumário Entender a Plataforma 3 A Maioria

Leia mais

Guia Prático de Acesso

Guia Prático de Acesso Guia Prático de Acesso 1. Como acessar o novo e-volution? O acesso ao novo e-volution é feito através do endereço novo.evolution.com.br. Identifique abaixo as possíveis formas de acesso: 1.1 Se você já

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Guia do usuário do Seagate Dashboard

Guia do usuário do Seagate Dashboard Guia do usuário do Seagate Dashboard Guia do usuário do Seagate Dashboard 2013 Seagate Technology LLC. Todos os direitos reservados. Seagate, Seagate Technology, o logotipo Wave e FreeAgent são marcas

Leia mais

TUTORIAL GOOGLE DRIVE

TUTORIAL GOOGLE DRIVE TUTORIAL GOOGLE DRIVE Armazenar e compartilhar arquivos ou pastas no google drive. Para compartilhar e armazenar arquivos no google drive é necessário ter uma conta google ou conta no gmail. Após criar

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 4 2 Nextel Cloud Web... 5 2.1 Página Inicial... 6 2.1.1 Meu Perfil... 7 2.1.2 Meu Dispositivo...

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV)

Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV) Guia de transmissão IPTV 2013 (Nova versão do IPTV) Versão: 2.0.6 Data: 27/6/2013 Site do IPTV 1 Sumário 1. Introdução... 3 2. Pré-Requisitos... 4 3. Instalação do Flash Media Encorder... 5 4. Procedimento

Leia mais

1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02

1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02 1 Manual do Usuário para leitor Biblioteca Digital Cengage Indice: 1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02 2.- O acesso à aplicação ------------------------------------------------------------------

Leia mais

PowerPivot FÁBIO ÁVILA / THIAGO CARVALHO

PowerPivot FÁBIO ÁVILA / THIAGO CARVALHO PowerPivot FÁBIO ÁVILA / THIAGO CARVALHO Definição 2 O PowerPivot é um suplemento do Microsoft Excel que permite importar milhões de linhas de dados de várias fontes para uma única pasta de trabalho do

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Fábio Ávila Thiago Carvalho POWERPIVOT

Fábio Ávila Thiago Carvalho POWERPIVOT Fábio Ávila Thiago Carvalho POWERPIVOT PowerPivot - Introdução Permite a construção de um modelo de dados Como um Data Mart Elemento Central para construção de Self-Service BI Evolução da tabela dinâmica

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

Microsoft Lync Manual de Instalação e Uso

Microsoft Lync Manual de Instalação e Uso Microsoft Lync Manual de Instalação e Uso Sumário Introdução_... 3 Detalhamento_... 5 Importação_... 8 Funcionalidades na Intranet_... 13 Geração de nova senha... 14 Lembrete de expiração da senha... 15

Leia mais

INSTRUÇÕES DE CONFIGURAÇÃO DE ACESSO AOS PERIÓDICOS CAPES

INSTRUÇÕES DE CONFIGURAÇÃO DE ACESSO AOS PERIÓDICOS CAPES INSTRUÇÕES DE CONFIGURAÇÃO DE ACESSO AOS PERIÓDICOS CAPES 1. PARA USUÁRIOS DO INTERNET EXPLORER Pág 1 2. PARA USUÁRIOS DO MOZILA FIREFOX Pág 7 3. PARA USUÁRIOS DO SAFARI Pág 11 4. PARA USUÁRIOS DO GOOGLE

Leia mais

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008

Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 Usando ferramentas já conhecidas integradas ao Visual Studio Team System 2008 White Paper Maio de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.microsoft.com/teamsystem As informações contidas

Leia mais

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6 Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos Add-on responsável pela integração do SAP Business One com o setor comercial através da internet.

Leia mais

Manual de Instalação Digital Signage Versão 5.39.445

Manual de Instalação Digital Signage Versão 5.39.445 Manual de Instalação Digital Signage Versão 5.39.445 Versão 3.5 11 de Abril de 2013 Copyright 2008 BroadNeeds Rev. 20130411 Pagina 1 de 25 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REQUISITOS NECESSÁRIOS... 3 3. INSTALAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

Usar o Office 365 no iphone ou ipad

Usar o Office 365 no iphone ou ipad Usar o Office 365 no iphone ou ipad Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu iphone ou ipad para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde quer

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

Manual TIM PROTECT BACKUP. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013. http://timprotect.com.br/

Manual TIM PROTECT BACKUP. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013. http://timprotect.com.br/ Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013 http://timprotect.com.br/ 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 TIM PROTECT BACKUP...Erro! Indicador não definido. 3 TIM PROTECT BACKUP Web... 6 3.1

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados e Cenários, Tabelas e Gráficos Dinâmicos, Macros e Programação VBA - Através de Exemplos

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac

Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac Inicialização Rápida do Aplicativo de Desktop Novell Filr 1.2 para Mac Abril de 2015 Inicialização rápida O Novell Filr permite que você acesse facilmente todos os seus arquivos e pastas do desktop, browser

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.6.0 09 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0

Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 Manual de instalação Priority HIPATH 1100 versão 7.0 2014 Innova Soluções Tecnológicas Este documento contém 28 páginas. Elaborado por: Innova Tecnologia de Soluções. Liberado em Novembro de 2014. Impresso

Leia mais

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos

Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Google Drive: Acesse e organize seus arquivos Use o Google Drive para armazenar e acessar arquivos, pastas e documentos do Google Docs onde quer que você esteja. Quando você altera um arquivo na web, no

Leia mais

Conexão ODBC do MySQL com Excel 2010

Conexão ODBC do MySQL com Excel 2010 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Curso: Banco de Dados Disciplina: Laboratório de Data Warehouse e Business Intelligence Professor: Fernando Zaidan Unidade 7 BI 2012 Crédito dos Slides: Clever Junior 2 Download

Leia mais

Asset Inventory Service (AIS)

Asset Inventory Service (AIS) Asset Inventory Service (AIS) Última revisão feita em 02 de Setembro de 2008. Objetivo Neste artigo veremos detalhes sobre o Asset Inventory Service (AIS), um serviço disponível através do System Center

Leia mais

GABARITO B. 1 manuel@carioca.br MPRJ TSAD TSPR TNAI/2007

GABARITO B. 1 manuel@carioca.br MPRJ TSAD TSPR TNAI/2007 EDITORA FERREIRA PROVAS MPRJ TÉCNICO SUPERIOR ADMINISTRATIVO TSAD TÉCNICO SUPERIOR PROCESSUAL TSPR TÉCNICO DE NOTIFICAÇÃO E ATOS INTIMATÓRIOS TNAI NCE UFRJ NOÇÕES DE INFORMÁTICA CORREÇÃO GABARITO COMENTADO

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 4 3 Vivo Sync Web... 5 3.1 Página Inicial... 5 3.1.1 Novo Contato... 6 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

SAP VIRTUAL AGENCY GUIA DE INTRODUÇÃO: SELF SERVICE MARKETING

SAP VIRTUAL AGENCY GUIA DE INTRODUÇÃO: SELF SERVICE MARKETING GUIA DE INTRODUÇÃO: SELF SERVICE MARKETING SELF SERVICE MARKETING ÍNDICE Introdução 3 Iniciando 4 Criação de campanhas com recursos 8 Personalização e execução de campanhas pré-configuradas 10 Crie suas

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Manual técnico, versão V3

Manual técnico, versão V3 cccccccccccc Manual técnico, versão V3 Daxis Sistemas Inteligentes Todos os direitos reservados Índice Overview: visão geral do processo de implantação... 3 Atenção... 3 Principais tarefas... 3 Planejamento...

Leia mais

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Cloud. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Cloud Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series. Bem-vindo

Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series. Bem-vindo Fiery Network Controller para Xerox WorkCentre 7800 Series Bem-vindo 2013 Electronics For Imaging. As informações nesta publicação estão cobertas pelos termos dos Avisos de caráter legal deste produto.

Leia mais

Noções de Informática

Noções de Informática Noções de Informática 2º Caderno Conteúdo Microsoft Excel 2010 - estrutura básica das planilhas; manipulação de células, linhas e colunas; elaboração de tabelas e gráficos; inserção de objetos; campos

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-server Versão: 4.5 Versão do Doc.: 1.0 Autor: César Dehmer Trevisol Data: 13/12/2010 Aplica-se à: Clientes e Revendas Alterado por: Release Note: Detalhamento de Alteração

Leia mais

Transferência de arquivos Gdrive para OneDrive

Transferência de arquivos Gdrive para OneDrive Transferência de arquivos Gdrive para OneDrive Tecnologia da Informação Esse manual tem como objetivo orientar aos usuários da Anhanguera dois modos de fazer a transferência dos arquivos do Gdrive para

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário

Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário Versão 1.2 3725-69877-001 Rev.A Novembro de 2013 Neste guia, você aprenderá a compartilhar e visualizar conteúdos durante uma conferência

Leia mais

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo MANUAL o Este documento definirá como é feita a instalação e utilização de clientes VoIP na plataforma PC, operando sobre Windows e Linux, e em dispositivos móveis funcionando sobre a plataforma Android

Leia mais

Manual da Ferramenta Metadata Editor

Manual da Ferramenta Metadata Editor 4 de março de 2010 Sumário 1 Introdução 3 2 Objetivos 3 3 Visão Geral 3 3.1 Instalação............................. 3 3.2 Legenda.............................. 4 3.3 Configuração Inicial........................

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes ALUNES MANUAL DO USUÁRIO Guia rápido Alunes 1 Manual de Instruções Versão 2.0 Alunes Informática 2 Sumário Introdução... 5 Pré-requisitos... 5 Principal/Home... 6 Como editar texto do home... 7 Desvendando

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais