Sumário. Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais Perfi s Profissionais... 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sumário. Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais... 2. Perfi s Profissionais... 2"

Transcrição

1 ANEXO 5 - DO PROJETO BÁSICO Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais disponibilizadas para a execução dos serviços Sumário Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais... 2 Perfi s Profissionais LOTE 1 - Serviços de Fábrica de Software e Sustentação de Sistemas LOTE 2 Apoio Técnico a Operação de Infraestrutura de TI LOTE 3 Serviços de Apoio a Mensuração, Aferição e Controle da Qualidade... 5 Página 1

2 ANEXO 5 - DO PROJETO BÁSICO Especificações de experiência e conhecimento para as equipes de profissionais disponibilizadas para a execução dos serviços I. Para a execução dos serviços referentes a todos os lotes deverá a empresa vencedora utilizar, no que se refere ao componente recurso humano disponibilizado para o serviço, profissionais devidamente gabaritados para a execução. Entende-se por profissionais devidamente gabaritados, aqueles que se enquadram nas especificações de experiência e conhecimento relacionados abaixo e que, principalmente, estejam aptos a gerar os produtos de acordo com prazos e qualidade previamente definidos nas Ordens de Serviço e nos SLA s estabelecidos. II. A empresa contratada tem total liberdade para compor e dimensionar a sua equipe da forma que achar melhor para atender as especificações de cada ordem de serviço, desde que atendida a qualificação mínima dos perfis descritos na tabela abaixo. III. Não há qualquer exigência com relação a níveis (sênior, pleno, júnior) de perfis profissionais, ou seja, não é necessário que a empresa contratada mantenha equipe com todos estes níveis. Porém, para que a TERRACAP possa garantir a qualidade dos serviços prestados, as proponentes devem seguir os perfis da tabela de referência abaixo. Perfi s Profissionais Gerente de Projetos Administrador de Banco de Dados Arquiteto de Software Analista de Qualidade de Software Analista de Métrica de Software Administrador de Dados Projetista de Software Analista de Requisitos Desenvolvedor Analista de Teste Analista de Segurança da Informação Projetista de Interface Gráfica Técnico de Qualidade de Software Técnico de Métrica de Software Técnico em Administração de Dados e Banco de Dados Técnico em Execução de Teste Técnico de Redes Técnico de Segurança da Informação Técnico de suporte Página 2

3 1. LOTE 1 - Serviços de Fábrica de Software e Sustentação de Sistemas I. Experiência em desenvolvimento de sistemas PHP e JAVA com conhecimento avançado em padrão J2EE, Design Patterns, EJBs, JDBC, JSP, JSTL, Servelets, Struts e Hibernate; II. Experiência em desenvolvimento de sistemas embarcados feitos em Linux ou outros sistemas da mesma família. III. Experiência em modelagem de dados com o uso de ferramentas CASE e, em metodologias e padrões de gerenciamento de projetos, governança de TI e Engenharia de Software; IV. Experiência na utilização de metodologia orientada a objetos,uml e linguagens NET; V. Experiência em levantamento e modelagem de sistemas e desenvolvimento utilizando bancos de dados nas plataformas Windows e Linux; VI. Experiência em projetos de desenvolvimento de sistemas distribuídos e dispositivos móveis; VII. Experiência em programação orientada a objetos; VIII. Conhecimento de linguagem UML (Unified Modelling Language); IX. Experiência com as tecnologias J2SE e J2EE (para Java); X. Experiência em linguagens de programação JAVA, PHP, Delphi XI. Experiência em automação de processos com a utilização das ferramentas SOA. XII. Conhecimento das tecnologias descritas no ambiente operacional da TERRACAP. XIII. Experiência em desenvolvimento de sistemas seguros. XIV. Experiência em atividades ligadas a projetos de Banco de Dads, administração, implementação, monitoramento, tuning de banco de dados e auditoria de dados com base na técnica relacional; XV. Experiência em técnicas de modelagem de dados e modelo relacional de dados; XVI. Experiência em modelagem física e lógica de banco de dados; XVII. Experiência na avaliação e implantação de modelos, metodologias e tecnologias de administração de banco de dados; XVIII. Domínio na instalação, administração, customização e manutenção de SGBD s Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados; XIX. Experiência em modelagem de dados, utilização de ferramentas CASE, projetos de Banco de Dados, implementação, monitoramento, auditoria de dados com base na técnica relacional e análise de performance (bancos de dados e sistemas de informação); XX. Conhecimento das tecnologias descritas no ambiente operacional da TERRACAP; XXI. Experiência em segurança em banco de dados. Página 3

4 2. LOTE 2 Apoio Técnico a Operação de Infraestrutura de TI I. Experiência em administração de redes; II. Experiência no trato de modens, placas de redes, cabeamento estruturado, topologia de redes locais (fibra óptica FDDI ) e linhas de comunicação. III. Conhecimento em Administração de INTERNET, INTRANET, Firewall/Proxy e equipamentos de conectividade tais como: Hubs, Switches, Routers e outros. IV. Experiência em dimensionamento, projeto e instalação de redes utilizando canais de baixa e alta velocidade; V. Experiência em monitoramento e análise de procedimentos de segurança física e lógica; VI. Domínio de hardware e softwares de segurança Firewall, Proxy e equipamentos de conectividade; VII. Experiência na análise e detecção de vulnerabilidades dos ativos da rede; VIII. Experiência na elaboração, implementação e execução de normas e rotinas de segurança física e lógica; IX. Experiência em topologia de redes locais (fibra óptica FDDI ), linhas de comunicação, utilização de ferramentas de teste e certificação de cabeamento, na instalação de conectores (RJ11, RJ45 e BNC), modens, placas de redes e cabeamento estruturado; X. Experiência no trato com problemas nos pontos de rede local, no auxilio aos usuários nas estações clientes quanto a aplicativos de integração com a rede; XI. Conhecimento das tecnologias descritas no ambiente operacional da XII. TERRACAP; XIII. Experiência em segurança em redes de computadores; XIV. Experiência em atividades de instalação, configuração e customização de softwares em estações de trabalho e na detecção de problemas em componentes de hardware; XV. Experiência na prestação de atendimento a usuários e domínio de técnicas de tele atendimento; XVI. Experiência no trato de softwares de automação de escritório, correio eletrônico, antivírus, etc.; XVII. Experiência na detecção de problemas em componentes de hardware, tais como: placas, cabos, conectores, drivers, fontes, monitores, etc. XVIII. Domínio das atividades de instalação, configuração e troca de insumos de impressoras, scanners, plotters, etc.; Página 4

5 3. LOTE 3 Serviços de Apoio a Mensuração, Aferição e Controle da Qualidade I. Experiência em acompanhamento de Indicadores de Desempenho em Serviços de TI; II. Conhecimento avançado em Métrica e mensuração por Pontos de Função, NESMA, Pontos por Caso de Uso; III. Conhecimento básico em Acordos de Nível de Serviços, Auditoria de projetos de TI; IV. Conhecimentos básicos da IN04; V. Conhecimento avançado das melhores práticas de mercado para mensuração de projetos de TI; VI. Conhecimento em: UML; Gerência de projetos (noções básicas); Engenharia de software; Metodologias de Desenvolvimento de Software (Ex: RUP, SCRUM, XP); Indicadores; Estimativa de Software. Página 5

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL ANEXO TR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL REQUISITOS MÍNIMOS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA DOS PROFISSIONAIS QUE DEVERÃO COMPOR AS EQUIPES TÉCNICAS PREVISTAS NESSA CONTRATAÇÃO PARA AMBOS OS LOTES. QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Leia mais

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA

INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA INTERESSADOS DEVERÃO CADASTRAR CURRICULO NO SITE www.superato.com.br. TÉCNICO EM INFORMÁTICA Estamos selecionando para CECRED - Cooperativa de Crédito de Blumenau. Cursando Sistemas da Informação ou Ciências

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ASSESSORIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANALISE DA PROPOSTA TÉCNICA DOS PARA EDITAL 0001/010 Profissional: Administrador de Sistemas Alcançada Classificação Habilidades e capacitação Num. De Certificados Pontos a) Descrição do cargo: Atuar como

Leia mais

Interessados favor enviar currículo para ti@holdenrh.com.br especificando no campo assunto o código da vaga.

Interessados favor enviar currículo para ti@holdenrh.com.br especificando no campo assunto o código da vaga. OPORTUNIDADES HOLDEN CONSULTORIA & RH Interessados favor enviar currículo para ti@holdenrh.com.br especificando no campo assunto o código da vaga. Se possível cadastrem-se também no site: WWW.holdenrh.com.br

Leia mais

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br

INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br INTERESSADOS ENVIAR CURRÍCULO E PRETENSÃO SALARIAL PARA rebeca@holdenrh.com.br/vanessa@holdenrh.com.br Vagas Holden TI: Analista de Desenvolvimento Java Sênior Consultor SAP FI DBA SQL Server DBA Oracle

Leia mais

Priscila Santos. educações. experiências. Analista de Sistemas Pleno. Vila da Oportunidade - Carapicuíba, SP

Priscila Santos. educações. experiências. Analista de Sistemas Pleno. Vila da Oportunidade - Carapicuíba, SP Priscila Santos Analista de Sistemas Pleno Vila da Oportunidade - Carapicuíba, SP Atuante na área de TI há 8 anos, como analista de Sistemas, em projetos de Implantação e integração de sistemas, desde

Leia mais

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)*

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Buscamos candidatos com interesse e experiência na área de desenvolvimento,

Leia mais

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS As qualificações técnicas exigidas para os profissionais que executarão os serviços contratados deverão ser comprovados por meio dos diplomas, certificados, registros

Leia mais

ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO

ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO CONCORRÊNCIA DIRAD/CPLIC-008/2008 1 ANEXO III PERFIL DOS PROFISSIONAIS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PARA MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO 1. INFORMAÇÕES GERAIS E CARACTERÍSTICA DO ATUAL AMBIENTE CORPORATIVO

Leia mais

01 Analista de TI sênior. Local de trabalho: Campinas (disponibilidade para viagens)

01 Analista de TI sênior. Local de trabalho: Campinas (disponibilidade para viagens) Oportunidades de trabalho na CCM7 01 Analista de TI sênior (disponibilidade para viagens) Responsável pela manutenção e controle dos hardwares e softwares da organização; Projetar e prestar manutenção

Leia mais

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados;

linguagem técnica de informática; Perceber os sinais de pontuação e identificar sua função no texto; Ler siglas e identificar seus significados; PLANO DE CURSO Disciplina Competências Habilidades Bases Tecnológicas INGLÊS TÉCNICO Aumentar e consolidar o seu vocabulário ativo e passivo, através da fixação de novas palavras e expressões contidas

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet

Ementário do Curso Técnico em Informática para Internet 1 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ Pró-Reitoria de Ensino Médio e Técnico Campus Engenheiro Paulo de Frontin Direção de

Leia mais

OPORTUNIDADES: Analista de Sistemas

OPORTUNIDADES: Analista de Sistemas OPORTUNIDADES: Analista de Sistemas - Experiência em metodologias ágeis de desenvolvimento, - Experiência em desenvolvimento de sistemas com plataforma Microsoft.Net, - Experiência em banco de dados Microsoft

Leia mais

Missão Visão Valores Dedicação aos clientes Foco nos resultados Alto padrão de integridade

Missão Visão Valores Dedicação aos clientes Foco nos resultados Alto padrão de integridade 2014 APRESENTAÇÃO DA EMPRESA QUEM SOMOS Missão Nossa missão é fornecer consultoria especializada e solução inteligente para nossos clientes. Levando satisfação e confiança, gerando assim, uma parceria

Leia mais

Secretaria Municipal de Fazenda

Secretaria Municipal de Fazenda ANEXO VI TERMO DE REFERENCIA 1. Justificativa A Secretaria Municipal de Fazenda, no cumprimento de sua missão institucional é responsável por garantir a arrecadação dos tributos municipais e de outras

Leia mais

Analista de Negócio Pleno

Analista de Negócio Pleno Analista de Negócio Pleno Formação: Nível Superior na área de informática ou áreas afins. Desejável Pós Graduação em Gestão de Projetos, Tecnologia de Informação ou Negócios. Atividades: Realizar atividades

Leia mais

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (TDS)

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (TDS) TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (TDS) SOBRE O CURSO O mundo mudou para melhor. Seja no universo corporativo ou na vida das pessoas, a Tecnologia de Informação (TI) é a grande responsável

Leia mais

EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Relação de Títulos Informação e Comunicação. Aprendizagem

EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO. Relação de Títulos Informação e Comunicação. Aprendizagem EIXO TECNOLÓGICO: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Relação de s Informação e Comunicação Aprendizagem Código Capacitação 252 Administrador de Banco de Dados 253 Administrador de Redes 1195 Cadista 1291 Desenhista

Leia mais

Wender Oliveira Consultor de TIC, Energia e Telecomunicações (anterior) CREA- DF 13.417/D

Wender Oliveira Consultor de TIC, Energia e Telecomunicações (anterior) CREA- DF 13.417/D Wender Oliveira Consultor de TIC, Energia e Telecomunicações (anterior) CREA- DF 13.417/D 31 anos, casado Taguatinga Brasília/DF Brasil +55 (61) 8405-1198 wender.oliveira@gmail.com Resumo Engenheiro de

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS:

ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS: PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/2009 1 ANEXO II PERFIL DOS ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS: 1.1. FORMAÇÃO ACADÊMICA EXIGIDA PARA TODOS OS PERFIS

Leia mais

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER

ANEXO II PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER PERFIL DOS TÉCNICOS E ANALISTAS, FORMAÇÃO E ATIVIDADES A DESENVOLVER 1. FORMAÇÃO, CONHECIMENTO E HABILIDADES EXIGIDAS 1.1. PERFIL DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA: 1.1.1.DESCRIÇÃO DO PERFIL: O profissional desempenhará

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA/1123 FNDE -EDITAL Nº 01/2009 1. Perfil: Consultor ESPECIALISTA EM PLANO DE METAS ANALISTA PROGRAMADOR DELPHI - Código 1 - CGETI. 2. Nº de vagas:

Leia mais

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (TDS)

TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (TDS) TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (TDS) SOBRE O CURSO A Tecnologia da Informação (TI) revolucionou a maneira de fazer negócios, a forma de trabalhar e até o modo de vida das pessoas,

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS / LÍDER DE PROJETOS

SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS / LÍDER DE PROJETOS SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS Superior completo em Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou áreas afins; CONHECIMENTOS: OO (Orientação Objeto) UML ASP.Net (Framework 2.0 e/ou superior)

Leia mais

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti.

TI Aplicada. Aula 02 Áreas e Profissionais de TI. Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http://www.edilms.eti. TI Aplicada Aula 02 Áreas e Profissionais de TI Prof. MSc. Edilberto Silva prof.edilberto.silva@gmail.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos

Leia mais

RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk.

RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk. RESPOSTA Nº 02 DO EDITAL ADG 002/2015 - Contratação de prestação dos serviços de Service Desk. PERGUNTA 1: Sobre o Item Minuta Contratual: CONSIDERANDO QUE O ONS É UMA PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry REDES DE COMPUTADORES DISCIPLINA: Fundamentos em Informática Mundo Globalizado Acelerado desenvolvimento tecnológico

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Introdução a Computação Aula 03 Profissões de TI Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com http:// Papéis... Um papel é uma definição abstrata de um conjunto de atividades executadas e dos respectivos

Leia mais

Soluções em Mobilidade

Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Soluções em Mobilidade Desafios das empresas no que se refere a mobilidade em TI Acesso aos dados e recursos de TI da empresa estando fora do escritório, em qualquer lugar conectado

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA

REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA REGIMENTO INTERNO DA SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO SETIC CAPÍTULO I CATEGORIA Art. 1º. A Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação SETIC é um Órgão Suplementar Superior

Leia mais

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica

ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica 449 ANEXO 6 Critérios e Parâmetros de Pontuação Técnica A. Fatores de Pontuação Técnica: Critérios Pontos Peso Pontos Ponderados (A) (B) (C) = (A)x(B) 1. Qualidade 115 1 115 2. Compatibilidade 227 681.

Leia mais

Empresa tem 1,5 mil vagas de emprego em TI

Empresa tem 1,5 mil vagas de emprego em TI Empresa tem 1,5 mil vagas de emprego em TI Rogerio Jovaneli, de INFO Online Segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011-15h51 SÃO PAULO - A Cast, fornecedora de soluções e serviços em TI, revela dispor de 1,5

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO (PROENG) ASSESSORIA DE DESENVOLVIMENTO ASSESSORIA JURÍDICA FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2011 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2015.1 Banco de Dados I Estudo dos aspectos de modelagem

Leia mais

TECNOLOGIA. Futuro e Desafios. Profª Giane da Silva Flores Yasawa

TECNOLOGIA. Futuro e Desafios. Profª Giane da Silva Flores Yasawa TECNOLOGIA Futuro e Desafios Profª Giane da Silva Flores Yasawa TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) pode ser definida como o conjunto de todas as atividades e soluções providas por recursos de computação que

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE AQUISIÇÕES BANCO INTERAMERICANO DE DESENVOLVIMENTO REPRESENTAÇÃO NO BRASIL SOLICITAÇÃO

Leia mais

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA - 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVOS 2. CENÁRIO ATUAL DE TI 2.1. AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CENÁRIO

Leia mais

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de:

Soluções Completas. Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: Soluções Completas Fundada em 1991, a.compos é pioneira na área de soluções em tecnologia, atuando nas áreas de: - Conexões compartilhada (.IP) e dedicada (.LINK); - Data Center com servidores virtuais

Leia mais

FERRAMENTA WEB PARA MODELAGEM LÓGICA EM PROJETOS DE BANCOS DE DADOS RELACIONAIS

FERRAMENTA WEB PARA MODELAGEM LÓGICA EM PROJETOS DE BANCOS DE DADOS RELACIONAIS FERRAMENTA WEB PARA MODELAGEM LÓGICA EM PROJETOS DE BANCOS DE DADOS RELACIONAIS PAULO ALBERTO BUGMANN ORIENTADOR: ALEXANDER ROBERTO VALDAMERI Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Guilherme Augusto de Assis

Guilherme Augusto de Assis Guilherme Augusto de Assis Analista de Sistemas Pleno da empresa CPqD guiassys@gmail.com Resumo Possui graduação em Sistemas de Informação pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis de Hortolândia

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE INFORMÁTICA - INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE INFORMÁTICA - INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO(A) DE INFORMÁTICA - INSTALAÇÃO E GESTÃO DE REDES PERFIL PROFISSIONAL Técnico de Informática Instalação e Gestão de Redes Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/5 ÁREA

Leia mais

Produtos da Fábrica de Software

Produtos da Fábrica de Software Produtos da Fábrica de Software Módulo Biométrico Computer ID - MBC O que é? O Módulo Biométrico Computer ID é um produto, constituído por componentes de software, cuja finalidade é oferecer recursos tecnológicos

Leia mais

II- profissional tecnicamente capacitado, com conhecimentos cientificamente

II- profissional tecnicamente capacitado, com conhecimentos cientificamente MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIA Nº 240, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais

Leia mais

Agenda. Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria

Agenda. Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria Agenda Introdução Etapas genéricas Atividades de apoio Ferramentas de apoio Modelos genéricos Modelos de mercado Modelos de melhoria Introdução Processo de software é o conjunto de ferramentas, métodos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. CARGO: ANALISTA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGCT- ÁREA CONTABILIDADE

GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. CARGO: ANALISTA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGCT- ÁREA CONTABILIDADE ANEXO III CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. CARGO: ANALISTA DE GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AGCT- ÁREA CONTABILIDADE LÍNGUA PORTUGUESA: NOÇÕES DE INFORMÁTICA Conceitos básicos de operação de microcomputadores.

Leia mais

dbnetsys IT Consulting Agregando valor ao seu negócio com soluções de TI

dbnetsys IT Consulting Agregando valor ao seu negócio com soluções de TI Página 1/12 Treinamento GLPI x ITIL - 26, 27 e 28 de Agosto 2013 - Faça sua inscrição, Vagas limitadas! 1. Treinamento de GLPI (Gestionnaire libre de parc informatique) em São Paulo/SP Dias 26, 27 e 28

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

Contrato de Suporte End.: Telefones:

Contrato de Suporte End.: Telefones: Contrato de Suporte Contrato de Suporte Desafios das empresas no que se refere à infraestrutura de TI Possuir uma infraestrutura de TI que atenda as necessidades da empresa Obter disponibilidade dos recursos

Leia mais

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick

MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S. Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick MAGREGISTER 1.0: GERADOR DE INTERFACES DE COLETAS DE DADOS PARA PDA S Acadêmico: Gilson Chequeto Orientador: Adilson Vahldick Roteiro Introdução Objetivos do trabalho Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS

TERMO DE REFERÊNCIA. Serviços de informática. Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS TERMO DE REFERÊNCIA Serviços de informática Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS 1 I VISITA IN LOCO No dia 24 de junho de 2014 na sede da Prefeitura Municipal de Vitória das Missões-RS realizamos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA 1. Número e Título do Projeto: OEI BRA09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação

Leia mais

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes

Tecnologia e Infraestrutura. Conceitos de Redes Tecnologia e Infraestrutura Conceitos de Redes Agenda Introdução às Tecnologias de Redes: a) Conceitos de redes (LAN, MAN e WAN); b) Dispositivos (Hub, Switch e Roteador). Conceitos e tipos de Mídias de

Leia mais

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA

GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA GERENCIAMENTO DE PROJETOS PRONIM, IMPLANTAÇÃO SQL SERVER GOVBR- UEM-MARINGA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEROLA Cliente GOVBR, UEM-MARINGA / Prefeitura Municipal de PEROLA Data 10/09/2015 Versão 1.0 Objeto:

Leia mais

dbnetsys IT Consulting Agregando valor ao seu negócio com soluções de TI

dbnetsys IT Consulting Agregando valor ao seu negócio com soluções de TI Página 1/16 Treinamento GLPI x ITIL 27, 28 e 29 de Novembro 2013 - Faça sua inscrição, Vagas limitadas! 2. Treinamento de GLPI (Gestionnaire libre de parc informatique) em São Paulo/SP Dias 27, 28 e 29

Leia mais

Projeto: Implantação de Sistema Objetivo

Projeto: Implantação de Sistema Objetivo Projeto: Implantação de Sistema Objetivo Permitir ao aluno o contato com sistemas de informação gerenciais e com algumas fases de implantação de sistemas, como, análise do sistema, definição da matriz

Leia mais

PROFISSIONAIS DA ÁREA DE INFORMÁTICA. Profa. Reane Franco Goulart

PROFISSIONAIS DA ÁREA DE INFORMÁTICA. Profa. Reane Franco Goulart PROFISSIONAIS DA ÁREA DE INFORMÁTICA Profa. Reane Franco Goulart Administrador de banco de dados O Administrador de banco de dados (DBA - DataBase Administrator) é responsável por manter e gerenciar bancos

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS GESTÃO DE TECNOLOGIA E INFRA-ESTRUTURA NÚCLEO DE INFORMÁTICA

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS GESTÃO DE TECNOLOGIA E INFRA-ESTRUTURA NÚCLEO DE INFORMÁTICA AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS GESTÃO DE TECNOLOGIA E INFRA-ESTRUTURA NÚCLEO DE INFORMÁTICA TERMO DE REFERÊNCIA: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

xp+ vantagens de um sistema nsc o GRUPO por trás de tudo

xp+ vantagens de um sistema nsc o GRUPO por trás de tudo BUSINESS TECHNOLOGY o GRUPO por trás de tudo A NSC Business Technology é um grupo empresarial completo na área de Softwares e Hardwares. Oferece diversas modalidades de serviços para diversas empresas.

Leia mais

UNIESP Ribeirão Preto Curso de Sistemas de Informação

UNIESP Ribeirão Preto Curso de Sistemas de Informação UNIESP Ribeirão Preto Curso de Sistemas de Informação Áreas Temáticas para Trabalho de Conclusão de Curso ( o estudante poderá optar por uma das áreas temáticas sugeridas ou ainda optar por área não contemplada

Leia mais

FACSENAC. SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO DRP (Documento de Requisitos do Projeto de Rede)

FACSENAC. SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO DRP (Documento de Requisitos do Projeto de Rede) FACSENAC SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO Versão: 1.2 Data: 25/11/2011 Identificador do documento: Documento de Visão V. 1.7 Histórico de revisões Versão Data Descrição Autor 1.0 03/10/2011 Primeira Edição

Leia mais

RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME.

RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME. RESPOSTA AO QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME. Brasília, 10 de fevereiro de 2010. Pregão n 062/2009 Lote 1: Lote 2: Operação, Gerenciamento de Redes, Servidores, Storage & Archive,

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2 0 1 5 EMPRESA A Connection está presente no mercado desde 1993 atuando nas áreas de Segurança da Informação e Gestão da Tecnologia da Informação com atuação nos três estados

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 345/SETIN.SEGP.GP, DE 16 DE JUNHO DE 2015 Reestrutura as unidades vinculadas à Secretaria de Tecnologia da Informação SETIN do Tribunal Superior do Trabalho.

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior - Experiência em levantamento de requisitos. - Elaboração de especificação funcional. - Desejável conhecimento em logística e transporte. Analista de Testes

Leia mais

CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges

CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges Versão 1.0 CONTRATO DE SERVIÇO - SLA GOVERNANÇA DE TI Responsáveis: Ana Luíza Cruvinel, Maikon Franczak e Wendel Borges Data: 02/12/2014 SUMÁRIO 1. ACORDO GERAL... 2 2. METAS E OBJETIVOS... 2 3. RESPONSÁVEIS...

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2 0 1 5 EMPRESA A Connection está presente no mercado desde 1993 atuando nas áreas de Segurança da Informação e Gestão da Tecnologia da Informação com atuação nos três estados

Leia mais

Cargo Função Superior CBO. Tarefas / Responsabilidades T/R Como Faz

Cargo Função Superior CBO. Tarefas / Responsabilidades T/R Como Faz Especificação de FUNÇÃO Função: Analista Desenvolvedor Código: Cargo Função Superior CBO Analista de Informática Gerente de Projeto Missão da Função - Levantar e prover soluções para atender as necessidades

Leia mais

TALENTEDGE. Ofertas diversificadas QUEM SOMOS

TALENTEDGE. Ofertas diversificadas QUEM SOMOS TALENTEDGE QUEM SOMOS A C.T.I.C., Colégio de Tecnologias de informação e Comunicação representa a marca TALENTEDGE em Angola. A TALENTEDGE Angola é o resultado de uma franchise com a TALENTEDGE Índia,

Leia mais

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012

Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Portfólio de Serviços e Produtos Julho / 2012 Apresentação Portfólio de Serviços e Produtos da WebMaster Soluções. Com ele colocamos à sua disposição a Tecnologia que podemos implementar em sua empresa.

Leia mais

gladiador INTERNET CONTROLADA

gladiador INTERNET CONTROLADA gladiador INTERNET CONTROLADA funcionalidades do sistema gladiador sistema Gerenciamento de usuários, gerenciamento de discos, data e hora do sistema, backup gladiador. Estações de Trabalho Mapeamento

Leia mais

desenvolvimento, crescimento e disseminação moral, honestidade e cooperação real transparência, alta qualidade e preços justos

desenvolvimento, crescimento e disseminação moral, honestidade e cooperação real transparência, alta qualidade e preços justos Desde Junho do ano 2000, trabalhamos muito e buscamos nosso crescimento físico e de capital. Mas todo nosso crescimento enquanto uma corporação só foi e é possível porque nunca deixamos de lado o desenvolvimento,

Leia mais

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Juarez Bachmann Orientador: Alexander Roberto Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES SOBRE O CURSO Redes de computadores são fundamentais para as corporações garantirem agilidade na troca de informações e arquivos. Portanto, o tecnólogo de Rede de Computadores

Leia mais

Portaria Inep nº 190 de 12 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 13 de julho de 2011, Seção 1, pág. 13

Portaria Inep nº 190 de 12 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 13 de julho de 2011, Seção 1, pág. 13 Portaria Inep nº 190 de 12 de julho de 2011 Publicada no Diário Oficial de 13 de julho de 2011, Seção 1, pág. 13 A Presidenta do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep),

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal

Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal Ajuda da pesquisa acerca da Governança de TI da Administração Pública Federal 1. Há planejamento institucional em vigor? Deverá ser respondido SIM caso o Órgão/Entidade possua um planejamento estratégico

Leia mais

SYSLOG Sistema de Logística. Modelo do Projeto

SYSLOG Sistema de Logística. Modelo do Projeto SYSLOG Sistema de Logística Modelo do Projeto Fac Senac Sumário 1. Título do Projeto... 3 2. Equipe de Elaboração do Projeto... 3 3. Apresentação... 3 4. Justificativa... 3 a. Benefícios esperados... 3

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

EDITAL 01/2014 EDITAL DE QUALIFICAÇÃO E HABILITAÇÃO PROJETOS PESSOAIS

EDITAL 01/2014 EDITAL DE QUALIFICAÇÃO E HABILITAÇÃO PROJETOS PESSOAIS EDITAL 01/2014 EDITAL DE QUALIFICAÇÃO E HABILITAÇÃO PROJETOS PESSOAIS CAPÍTULO I Do Programa Art. 1º O BP Instituto, doravante denominado BPI, pessoa jurídica, responsável pela gestão do Condomínio Empresarial

Leia mais

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica

ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica 491 ANEXO 8 Planilha de Pontuação Técnica Nº Processo 0801428311 Licitação Nº EDITAL DA CONCORRÊNCIA DEMAP Nº 09/2008 [Razão ou denominação social do licitante] [CNPJ] A. Fatores de Pontuação Técnica:

Leia mais

Gestão de contratos de Fábrica de Software. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo

Gestão de contratos de Fábrica de Software. Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Gestão de contratos de Fábrica de Software Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo Agenda Diretriz (Método Ágil); Objeto de contratação; Volume de serviços estimado; Plataformas de Desenvolvimento;

Leia mais

PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013.

PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013. PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013. ACRESCENTA À ARQUITETURA DE PADRÕES TECNOLÓGICOS DE INTEROPERABILIDADE -, NO SEGMENTO DISPOSITIVOS DE ACESSO, O PADRÃO TECNOLÓGICO CONFIGURAÇÃO MÍNIMA

Leia mais

2006 ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. 1. Justificativa. 2. Objetivos. 3. Formato do Curso. 4. Corpo Docente

2006 ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. 1. Justificativa. 2. Objetivos. 3. Formato do Curso. 4. Corpo Docente 2006 ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1. Justificativa A evolução tecnológica e a conseqüente diminuição do custo dos equipamentos possibilitaram a expansão dos sistemas computacionais. Atualmente,

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2014 Realização: FRAMINAS - http://www.gestaoconcurso.com.br - comunicacao@gestaoconcurso.com.br

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2014 Realização: FRAMINAS - http://www.gestaoconcurso.com.br - comunicacao@gestaoconcurso.com.br RETIFICAÇÃO 01 DO EDITAL 01/2014 A Cemig Telecomunicações S.A. - CEMIGTelecom, no uso de suas atribuições constitucionais, torna público as alterações abaixo especificadas relativas ao do Edital 01/2014

Leia mais

Capítulo XIII SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

Capítulo XIII SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Capítulo XIII SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO FINALIDADE A Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, órgão de direção especializada, subordinada ao diretor-geral da Secretaria

Leia mais

QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME

QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME QUESTIONAMENTO FORMULADO POR EMPRESA INTERESSADA NO CERTAME Pregão n 062/2009 Lote 1: Lote 2: Operação, Gerenciamento de Redes, Servidores, Storage & Archive, Directory Services. Administração de Banco

Leia mais

SOLUÇÕES EMPRESARIAS SERVIDORES TERMINAL SERVER SERVIDOR PROXY INSTALAÇÃO DE CAMERAS PARA EMPRESAS

SOLUÇÕES EMPRESARIAS SERVIDORES TERMINAL SERVER SERVIDOR PROXY INSTALAÇÃO DE CAMERAS PARA EMPRESAS feedbackari.com SOLUÇÕES EMPRESARIAS SERVIDORES TERMINAL SERVER SERVIDOR PROXY INSTALAÇÃO DE CAMERAS PARA EMPRESAS MANUTENÇÃO EM COMPUTADORES CONFIRA NOSSOS PRINCIPAIS SERVIÇOS PARA O SEU MICROCOMPUTADOR

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS COORDENADORIA SETORIAL DE GESTÃO DA INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DE ALAGOAS COORDENADORIA SETORIAL DE GESTÃO DA INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO RESPOSTA AOS QUESTIONAMENTOS DA UNITECH 1) No item 5.2 dos critérios de qualidade, entendemos que não será aceita declaração, desacompanhada do certificado de qualidade. É correto o nosso entendimento?

Leia mais

Planejar é dimensionar recursos necessários para uma determinada atividade.

Planejar é dimensionar recursos necessários para uma determinada atividade. Planejamento Planejar é dimensionar recursos necessários para uma determinada atividade. Recursos: Materiais Humanos Quantificados Qualificados Planejamento Recursos Humanos: Diretos: Gerência, Equipe

Leia mais

o desenvolvimento, o crescimento e a disseminação moral, honestidade e cooperação real transparência, alta qualidade e preços justos

o desenvolvimento, o crescimento e a disseminação moral, honestidade e cooperação real transparência, alta qualidade e preços justos Desde Junho do ano 2000, trabalhamos muito e buscamos crescer, em nossa sede e em capital. Mas todo nosso crescimento só foi e é possível porque nunca deixamos de lado o desenvolvimento, o crescimento

Leia mais

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI

Profa. Celia Corigliano. Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Profa. Celia Corigliano Unidade IV GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

FAI Centro de Ensino Superior em Gestão,Tecnologia e Educação Curso de Sistemas de Informação Supervisão de estágios e de empregabilidade

FAI Centro de Ensino Superior em Gestão,Tecnologia e Educação Curso de Sistemas de Informação Supervisão de estágios e de empregabilidade FAI Centro de Ensino Superior em Gestão,Tecnologia e Educação Curso de Sistemas de Informação Supervisão de estágios e de empregabilidade Boletim de vagas 002/2011 A SysMap Solutions é uma empresa brasileira,

Leia mais

Fábrica de Software Fatores motivadores, restrições e tendências

Fábrica de Software Fatores motivadores, restrições e tendências Fábrica de Software Fatores motivadores, restrições e tendências Aguinaldo Aragon Fernandes Agenda Revisitando o conceito e escopo da fábrica de software Implicações do uso do conceito de Fábrica de Software

Leia mais

Projetos de Infraestrutura e Soluções Tecnológicas www.msitelecom.com.br

Projetos de Infraestrutura e Soluções Tecnológicas www.msitelecom.com.br Projetos de Infraestrutura e Soluções Tecnológicas www.msitelecom.com.br Índice 1. MSI Telecom 2. Soluções e Serviços 3. Parceiros 4. Principais Clientes 5. Alguns de nossos Projetos A MSI Telecom A MSI

Leia mais

Oportunidades 30/05/2014

Oportunidades 30/05/2014 Oportunidades 30/05/2014 Sobre a Daitan: A Daitan é uma empresa brasileira voltada para exportação de Serviços de Outsourcing em P&D e Serviços Profissionais em Telecomunicações, TI, Sistemas Móveis e

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática Aula 06 Redes de Computadores francielsamorim@yahoo.com.br 1- Introdução As redes de computadores atualmente constituem uma infraestrutura de comunicação indispensável. Estão

Leia mais

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia 40 Informática 40 Matemática 80 Produção de Textos 40 2º Bimestre Cálculo I 80 Física I 80 Inglês 20 Metodologia

Leia mais