Padrão J2EE Data Access Object (DAO)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Padrão J2EE Data Access Object (DAO)"

Transcrição

1 Introdução CRUD DAO Exemplo Padrão J2EE Data Access Object (DAO) Prof. Enzo Seraphim

2 Motivação para usar Componentes precisam acessar e armazenar informações em armazenamento persistente As APIs de armazenamento persistente variam dependendo do fornecedor A portabilidade dos componentes é diretamente afetada quando mecanismos e APIs de acesso específicos são incluídos nos componentes Os componentes precisam ser transparentes ao armazenamento persistente ou à implementação da origem de dados.

3 Camada de Integração A camada de integração encapsula a lógica relacionada com a integração do sistema com a camada de negócios É acoplada com a camada de negócios sempre que esta camada precisar de dados ou serviços que residem na camada de recursos (dados) Os componentes nesta camada podem usar tecnologias de acesso aos serviços específicos que isolam (JDBC, JMS, middleware proprietário, etc.)

4 Descrição do Problema Forma de acesso aos dados varia dependendo da fonte de dados usado Banco de dados relacional Arquivos (XML, CSV, texto, formatos proprietários) Persistência de objetos depende de integração com fonte de dados Colocar código de persistência diretamente no código do objeto amarra o código desnecessariamente à forma de implementação

5 Descrição do Problema Apresentação Negócio Fonte de Dados aplicacao Visao1 Visao2 Visao3 Banco Relacional Visao4 Banco OO modelo Objeto1 Objeto2 Objeto3 Arquivo XML Objeto4

6 Descrição da Solução Data Access Object (DAO) oferece uma interface comum de acesso a dados e esconde as características de uma implementação específica DAO define uma interface que pode ser implementada para cada nova fonte de dados usada, viabilizando a substituição de uma implementação por outra DAOs não mantêm estado nem cache de dados

7 Descrição da Solução Apresentação Negócio Integração Fonte de Dados aplicacao Visao bddao ObjetoBDDao Banco Relacional dao ObjetoDao bdoodao ObjetoBDOODao Banco OO modelo Objeto xmldao ObjetoXMLDao Arquivo XML

8 Introdução CRUD DAO Exemplo Data Access Object (DAO) Prof. Enzo Seraphim

9 Definição CRUD é acrônimo das operações básicas utilizadas em Banco de Dados : Create Criar ou adicionar novas entradas Retrieve (Read) Ler, recuperar ou ver entradas existentes Update Atualizar ou editar entradas existentes Delete (Destroy) Remover entradas existentes Outros acrônimos ABCD: Add, Browse, Change e Delete BREAD: Browse, Read, Edit, Add e Delete VADE(R): View, Add, Delete, Edit (Restore)

10 Métodos CRUD void create( ENTIDADE ) Retrieve: ENTIDADE findentidade( ID ) List findallentidade() List findpageentidade(max, first ) int getcountentidade() void update( ENTIDADE ) void delete ( ID )

11 Matriz de Interações (Matriz CRUD) Retrata as relações entre Funcionalidades (ou atividades) e Entidades (ou tipos de objetos de dados) dentro de um escopo de negócio ou sistema de informação. As células de interseção denotam o tipo de interação CRUD existente que podem ser: Create (inclusão), Retrive (leitura), Update (atualização) e Delete (exclusão). Instrumento útil para identificar agrupamentos que podem ser usados para elaborar: componentes, patterns, módulos ou mesmo aplicações específicas

12

13 Pessoa Exemplo de Matriz CRUD Funcionalidade Entidades Cargo Criar Cargo Contratar Pagar Cadastrar Produto Cadastrar Cliente Vender C C U U U U C U U C C U C U U C

14 Introdução CRUD DAO Exemplo Data Access Object (DAO) Prof. Enzo Seraphim

15 DAO Data Access Object Objetivo: Abstrair e encapsular todo o acesso a uma fonte de dados. O DAO gerencia a conexão com a fonte de dados para obter e armazenar os dados.

16 Estratégias de Implementação Estratégia DAO Básica Oferece métodos para criar, apagar, atualizar e pesquisar dados em um banco (CRUD). Estratégia DAO Método de Fábrica Utiliza Factory Methods em uma classe para recuperar todos os DAOs da aplicação Estratégia DAO Fábrica Abstrata Permite criar diversas implementações de fábricas diferentes que criam DAOs para diferentes fontes de dados

17 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados cria/usa obtém/modifica ObjetoTransferencia ObjetoNegocio representa o cliente de dados. É o objeto que requer acesso à fonte de dados para obter e armazenar dados. ObjetoDao abstrai a implementação de acesso aos dados para a ObjetoNegocio para permitir o acesso transparente à fonte de dados. O ObjetoNegocio também delega operações de leitura e armazenamento o ObjetoDao.

18 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados cria/usa obtém/modifica ObjetoTransferencia FonteDados representa uma implementação de fonte de dados, tais como SGBD, SGBDOO, etc. ObjetoTransferencia representa um objeto de transferência usado como carregador de dados. O ObjetoDao pode usar um objeto de transferência para retornar dados para o cliente. O ObjetoDao também pode receber os dados do cliente em um objeto de transferência para atualizar os dados no FonteDados

19 Conseqüências Transparência quanto à fonte de dados Facilita migração para outras implementações Implementar DAO com mesma interface Reduz complexidade do código nos objetos de negócio Centraliza todo acesso aos dados em camada separada que pode ser usada por qualquer componente (servlets, EJBs) Camada adicional Pode ter pequeno impacto na performance

20 Estratégia DAO Método de Fábrica

21 Estratégia DAO Fábrica Abstrata

22 Introdução CRUD DAO Exemplo Data Access Object (DAO) Prof. Enzo Seraphim

23 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados public class DataSource{ public static EntityManagerFactory emf = Persistence.createEntityManagerFactory( "LocadoraPU"); } public static EntityManager createentitymanager(){ return emf.createentitymanager(); } :EntityManagerFactory :EntityManager persistence. xml createentitymanager()

24 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados ClienteDao create retrieve update delete LocacaoDao create retrieve update delete FilmeDao create retrieve update delete Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string

25 Exemplo Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string package br.edu.unifei.bd.locadora; import javax.persistence.entity; import javax.persistence.generatedvalue; import public class private int codigo; private String nome; } //... Get s e Set s

26 Exemplo Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string package public class private int private Filme private Cliente cliente; } private Calendar locacao; private Calendar devolucao; //... Get s e Set s

27 Exemplo Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string package public class Cliente private String login; private String CPF; private String private List<Locacao> locacoes = new ArrayList<Locacao>(); } //... Get s e Set s

28 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados ClienteDao create retrieve update delete LocacaoDao create retrieve update delete FilmeDao create retrieve update delete Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string

29 CRUD Create,Update,Delete emf:entitymanagerfactory persistence.xml createentitymanager() createentitymanager em:entitymanager persist() merge() remove() gettransaction :EntityTransaction begin() commit() c1:cliente login="ze" cpf=" " nome="jose Silva" l1:locacao * 1 id="1" locacao devolucao f1:filme codigo="1" nome="hp 1"

30 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados ClienteDao create retrieve update delete LocacaoDao create retrieve update delete FilmeDao create retrieve update delete Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string

31 CRUD Create,Update,Delete public class FilmeDao { private EntityManager em; public FilmeDao(EntityManager em) { this.em = em; } public void create(filme filme) { em.gettransaction().begin(); em.persist(filme); em.gettransaction().commit(); }

32 CRUD Create,Update,Delete public void update(filme filme) { em.gettransaction().begin(); em.merge(filme); em.gettransaction().commit(); } } public void delete(int codigo) { em.gettransaction().begin(); Filme filme = findfilme(codigo); em.remove(filme); em.gettransaction().commit(); }...

33 CRUD Retrive emf:entitymanagerfactory persistence.xml createentitymanager() em:entitymanager createquery() :Query getsingleresult() getresultlist() :Iterator<> hasnext() next() :List<> iterator() size()

34 Estratégia Básica DAO ObjetoNegocio usa ObjetoDao encapsula FonteDados ClienteDao create retrieve update delete LocacaoDao create retrieve update delete FilmeDao create retrieve update delete Cliente -login:string -cpf:string -nome:string Locacao * 1 -id:int -locacao:calendar -devolucao:calendar Filme -codigo:int -nome:string

35 CRUD Retrive public class Filme{... public Filme findfilme(int codigo) { return (Filme) em.createquery( "from Filme where codigo = " + codigo).getsingleresult(); } public List<Filme> findallfilme() { return em.createquery( "from Filme").getResultList(); }

36 CRUD Retrive public List<Filme> findpagefilme (int max, int first) { Query query = em.createquery( "from Filme"); query.setmaxresults(max); query.setfirstresult(first); return query.getresultlist(); } } public long getcountfilme() { return (Long) em.createquery( "select count(*) from Filme" ).getsingleresult(); }

37 Os logotipos, marcas comerciais e nomes de produtos citados nesta publicação tem apenas o propósitos de identificação e podem ser marcas registradas de suas respectivas companhias. Padrão J2EE Data Access Object (DAO) Prof. Enzo Seraphim

Java Persistence Query Language JPQL

Java Persistence Query Language JPQL Introdução SELECT FROM WHERE GROUP BY HAVING ORDER BY Java Persistence Query Language JPQL Prof. Enzo Seraphim Definições Tornar SQL orientado a objetos Classes e propriedades ao invés de Tabelas e colunas

Leia mais

ruirossi@ruirossi.pro.br

ruirossi@ruirossi.pro.br Persistência Com JPA & Hibernate Rui Rossi dos Santos ruirossi@ruirossi.pro.br Mediador: Rui Rossi dos Santos Slide 1 Mapeamento Objeto-Relacional Contexto: Linguagem de programação orientada a objetos

Leia mais

Introdução. Servlet. Ciclo Vida. Servlet. Exemplos. Prof. Enzo Seraphim

Introdução. Servlet. Ciclo Vida. Servlet. Exemplos. Prof. Enzo Seraphim Introdução Servlet Ciclo Vida Exemplos Servlet Prof. Enzo Seraphim Visão Geral São objetos de uma subclasse de javax.servlet (javax.servlet.httpservlet). Possuem um ciclo de vida. Incluem em seu código,

Leia mais

4 - Padrões da Camada de Integração. Introdução

4 - Padrões da Camada de Integração. Introdução Padrões de Projeto J2EE J931 Padrões da Camada de Integração Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br Introdução A camada de integração encapsula a lógica relacionada com a integração do sistema

Leia mais

Java Persistence API. Entity Entity Campos e Propriedades Entity Chaves Primárias Entity Associações

Java Persistence API. Entity Entity Campos e Propriedades Entity Chaves Primárias Entity Associações Java Persistence API Entity Entity Campos e Propriedades Entity Chaves Primárias Entity Associações Entity Manager Entity Manager API Java Persistence Query Language (JPQL) Persistence Units 1 Java Persistence

Leia mais

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF)

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) Sessão Prática II JPA entities e unidades de persistência 1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) a) Criar um Web Application (JPAsecond) como anteriormente:

Leia mais

Mapeamento Lógico/Relacional com JPA

Mapeamento Lógico/Relacional com JPA Mapeamento Lógico/Relacional com JPA Elaine Quintino da Silva Doutora em Ciência da Computação pelo ICMC-USP/São Carlos Analista de Sistemas UOL PagSeguro Instrutora Globalcode Agenda! Persistência de

Leia mais

Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2

Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2 Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2 1) Criar uma aplicação Java no NetBeans. File > New Project > Java, Java Application > Project name: JPA2 Finish. 2) Acrescentar ao Projeto NetBeans a biblioteca

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Curso: Engenharia de Software Arquitetura de Software Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 11 Mapeamento em JPA - Continuação Objetos Embutidos

Leia mais

Evento.java. package dominio;

Evento.java. package dominio; Evento.java package dominio; import java.util.date; import java.util.set; import javax.persistence.entity; import javax.persistence.fetchtype; import javax.persistence.generatedvalue; import javax.persistence.generationtype;

Leia mais

Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink

Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink Vinicius Teixeira Dallacqua Curso de Tecnologia em Sistemas para Internet Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - IFTO AE 310 Sul, Avenida

Leia mais

JPA Java Persistence API. Prof. Ramon Chiara

JPA Java Persistence API. Prof. Ramon Chiara JPA Java Persistence API Prof. Ramon Chiara JDBC Java DataBase Connectivity Acesso a bancos de dados Independência de banco de dados JDBC Aplicação JDBC Driver Banco de Dados JDBC Java DataBase Connectivity

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Curso: Sistemas de Informações Arquitetura de Software Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 7 JPA A Persistência com JPA Para configurar o JPA

Leia mais

Resolvendo objeto-relacional impedance mismatch com hibernate

Resolvendo objeto-relacional impedance mismatch com hibernate Resolvendo objeto-relacional impedance mismatch com hibernate August 7, 2013 Sumário I 1 Introdução 2 3 4 Sumário II 5 Contexto Mapeamento Objeto-Relacional (ORM) é uma técnica de programação para converter

Leia mais

Hibernate. Mapeamento O/R Marcio Aguiar Ribeiro aguiar.marcio@gmail.com

Hibernate. Mapeamento O/R Marcio Aguiar Ribeiro aguiar.marcio@gmail.com Hibernate Mapeamento O/R Marcio Aguiar Ribeiro aguiar.marcio@gmail.com Hibernate O que é? Ferramenta para mapeamento O/R em Java Uma das mais difundidas Transparência Independência quanto ao tipo de base

Leia mais

Introdução à JPA-Java Persistence API

Introdução à JPA-Java Persistence API Introdução à JPA-Java Persistence API Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Jr. DCC PUC Minas www.pasteurjr.blogspot.com 1-Entidades São objetos de domínio de problema persistentes. Representam uma tabela em

Leia mais

Criando um CRUD RESTful com Jersey, JPA e MySQL

Criando um CRUD RESTful com Jersey, JPA e MySQL www.devmedia.com.br [versão para impressão] Link original: http://www.devmedia.com.br/articles/viewcomp.asp?comp=33273 Criando um CRUD RESTful com Jersey, JPA e MySQL Aprenda neste artigo a implementar

Leia mais

Tecnologias Java JDBC. Marcio Seiji Oyamada msoyamada@gmail.com

Tecnologias Java JDBC. Marcio Seiji Oyamada msoyamada@gmail.com Tecnologias Java JDBC Marcio Seiji Oyamada msoyamada@gmail.com JDBC JDBC: Java Database Connectivity API Java para acessar dados armazenados em um Banco de Dados Conectar a um banco dados Enviar consultas

Leia mais

Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API)

Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API) Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API) Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL 2015 Tabela para Revisão Assunto (JPA) Interesse? 1 Vantagens e Desvantagens 4 2 Principais Conceitos 7 3 Anotações

Leia mais

Persistindo dados com TopLink no NetBeans

Persistindo dados com TopLink no NetBeans Persistindo dados com TopLink no NetBeans O que é TopLink? O TopLink é uma ferramenta de mapeamento objeto/relacional para Java. Ela transforma os dados tabulares de um banco de dados em um grafo de objetos

Leia mais

JPA (Java Persistence API) Marcos Kalinowski (kalinowski@ic.uff.br)

JPA (Java Persistence API) Marcos Kalinowski (kalinowski@ic.uff.br) JPA (Java Persistence API) (kalinowski@ic.uff.br) Agenda Conceitos básicos do JPA Mapeamento objeto relacional utilizando JPA Utilizando JPA para a persistência na prática EntityManager JPQL (Java Persistence

Leia mais

Classes de Entidades Persistentes JDB

Classes de Entidades Persistentes JDB Classes de Entidades Persistentes JDB Brasil, Natal-RN, 07 de setembro de 2011 Welbson Siqueira Costa www.jdbframework.com Nota de Retificação: em 11/12/2011 a Listagem 3 desse tutorial sofreu uma pequena

Leia mais

J550 Integração com Bancos de Dados

J550 Integração com Bancos de Dados J550 Integração com Bancos de Dados Helder da Rocha (helder@acm.org) www.argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo apresenta estratégias para conectar servlets com a camada de dados usando um DAO - Data

Leia mais

Auditando persistência com JPA

Auditando persistência com JPA a r t i g o Em ambientes corporativos, a auditoria sobre as operações de banco de dados é importantíssima, quando não, indispensável. Essa importância surge a partir de um conjunto de necessidades, como:

Leia mais

Manipulação de Banco de Dados com Java. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015

Manipulação de Banco de Dados com Java. Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015 Manipulação de Banco de Dados com Java Ms. Bruno Crestani Calegaro (bruno.calegaro@ifsc.edu.br) Maio/ 2015 Acesso a um SGBD Em sistemas mais simples o uso de arquivos pode ser usado mas para aplicações

Leia mais

Hibernate Envers Easy Entity Auditing

Hibernate Envers Easy Entity Auditing Hibernate Envers Easy Entity Auditing Auditando suas classes de persistência com Hibernate Envers Castro (@CastroAlexandre) Consultor (Summa) e Instrutor (Globalcode) SCJP, SCWCD, SCBCD, SCEA-I, SCSNI

Leia mais

Struts 2 : Projeto e Programação Editora: Ciência Moderna Autor: Antunes Budi Kurniawan Número de páginas: 600

Struts 2 : Projeto e Programação Editora: Ciência Moderna Autor: Antunes Budi Kurniawan Número de páginas: 600 Objetivo Com enfoque totalmente prático permite que programadores Java possam ampliar seus conhecimentos no mundo Web na criação de sistemas profissionais. Utilizar os modelos de programação com Servlets,

Leia mais

Padrões do Catálogo J2EE. Lincoln Souza Rocha, M.Sc. (lincolnrocha@gmail.com)

Padrões do Catálogo J2EE. Lincoln Souza Rocha, M.Sc. (lincolnrocha@gmail.com) Padrões do Catálogo J2EE Lincoln Souza Rocha, M.Sc. (lincolnrocha@gmail.com) Livros Deepak Alur, John Crupi e Dan Malks. Core J2EE Patters: Best Practices and Design Strategies, Second Edition (2003).

Leia mais

Aula 4. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardocarvalhodantas@gmail.com)

Aula 4. Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardocarvalhodantas@gmail.com) Persistência com JDBC e JPA Aula 4 Carlos Eduardo de Carvalho Dantas (carloseduardocarvalhodantas@gmail.com) A sabedoria não se transmite, é preciso que nós a descubramos fazendo uma caminhada que ninguém

Leia mais

Capítulo 04: Persistência com SQLite

Capítulo 04: Persistência com SQLite Capítulo 04: Persistência com SQLite Instrutor Programador desde 2000 Aluno de doutorado Mestre em informática pelo ICOMP/UFAM Especialista em aplicações WEB FUCAPI marcio.palheta@gmail.com sites.google.com/site/marcio

Leia mais

HIBERNATE EM APLICAÇÃO JAVA WEB

HIBERNATE EM APLICAÇÃO JAVA WEB HIBERNATE EM APLICAÇÃO JAVA WEB Raul Victtor Barbosa Claudino¹, Ricardo Ribeiro Rufino¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil victtor.claudino@gmail.com, ricardo@unipar.br Resumo: Este

Leia mais

Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API)

Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API) Aula 2 - Revisão de JPA (Java Persistence API) Professor: Ricardo Luis dos Santos IFSUL 2015 Tabela para Revisão Assunto (JPA) Interesse? 1 Vantagens e Desvantagens 4 2 Principais Conceitos 7 3 Anotações

Leia mais

Argo Navis J931 - Padrões de Design J2EE. Introdução. Objetivos de aprender padrões J2EE. Conhecer padrões para uso na plataforma J2EE

Argo Navis J931 - Padrões de Design J2EE. Introdução. Objetivos de aprender padrões J2EE. Conhecer padrões para uso na plataforma J2EE Padrões de Projeto J2EE J931 Introdução Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br Objetivos de aprender padrões J2EE Conhecer padrões para uso na plataforma J2EE Padrões permitem maior reuso, menos

Leia mais

Módulo 5 JPATransaction Camadas Turma Turma TurmaBC .business @BusinessController TurmaBC TurmaBC TurmaBC

Módulo 5 JPATransaction Camadas Turma Turma TurmaBC .business @BusinessController TurmaBC TurmaBC TurmaBC Módulo 5 No módulo anterior adaptamos nosso projeto para persistir as informações no banco de dados utilizando as facilidades da extensão demoiselle-jpa. Experimentamos o controle transacional do Framework

Leia mais

HIBERNATE Criando um projeto em Java + Hibernate do zero

HIBERNATE Criando um projeto em Java + Hibernate do zero HIBERNATE Criando um projeto em Java + Hibernate do zero SUMÁRIO 1 Instalação do NetBeans 2 Instalação do Java Development Kit (JDK) 3 Criar projeto no NetBeans 4 O arquivo hibernate.cfg.xml 5 Criar as

Leia mais

Hibernate. Mapeamento Objeto-Relacional. Prof. Anselmo Cardoso Paiva Prof. Geraldo Braz Junior

Hibernate. Mapeamento Objeto-Relacional. Prof. Anselmo Cardoso Paiva Prof. Geraldo Braz Junior Hibernate Mapeamento Objeto-Relacional Baseado nas notas de aula de João Dalyson e Raphaela Galhardo Fernandes Prof. Anselmo Cardoso Paiva Prof. Geraldo Braz Junior Objetivos Aprender MOR usando Hibernate

Leia mais

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello Banco de Dados Maurício Edgar Stivanello Agenda Conceitos Básicos SGBD Projeto de Banco de Dados SQL Ferramentas Exemplo Dado e Informação Dado Fato do mundo real que está registrado e possui um significado

Leia mais

J550 Padrões de Projeto J2EE para Aplicações Web

J550 Padrões de Projeto J2EE para Aplicações Web J550 Padrões de Projeto J2EE para Aplicações Web Helder da Rocha (helder@acm.org) www.argonavis.com.br 1 Introdução Este módulo aborda os principais padrões de projeto J2EE, dentre o catálogo organizado

Leia mais

Persistência de dados com JPA. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com

Persistência de dados com JPA. Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com Persistência de dados com JPA Hélder Antero Amaral Nunes haanunes@gmail.com O que é persistência? A persistência de dados é o fato de pegar um dado e torná-lo persistente, ou seja, salvar em algum banco

Leia mais

Java Persistence API (JPA)

Java Persistence API (JPA) Java Persistence API (JPA) Você já percebeu que gravar informações num banco de dados usando puramente JDBC dá muito trabalho. Mas, não só você como também um grupo de pessoas já passaram pela mesma experiência

Leia mais

Aplicação do Padrão Data Access Object (DAO) em Projetos Desenvolvidos com Delphi

Aplicação do Padrão Data Access Object (DAO) em Projetos Desenvolvidos com Delphi Aplicação do Padrão Data Access Object (DAO) em Projetos Desenvolvidos com Delphi Marcelo Sardagna 1, Adilson Vahldick 1 1 Departamento de Sistemas e Computação Universidade Regional de Blumenau (FURB)

Leia mais

JPA: Persistência padronizada em Java

JPA: Persistência padronizada em Java JPA: Persistência padronizada em Java FLÁVIO HENRIQUE CURTE Bacharel em Engenharia de Computação flaviocurte.java@gmail.com Programação Orientada a Objetos X Banco de Dados Relacionais = Paradigmas diferentes

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 10 Persistência de Dados

Leia mais

5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância

5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância 5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância O capítulo anterior apresentou uma discussão sobre a inclusão dos chamados learning services no processo

Leia mais

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos. Centro Tecnológico. Universidade Federal do Espírito Santo

Conteúdo. Disciplina: INF 02810 Engenharia de Software. Monalessa Perini Barcellos. Centro Tecnológico. Universidade Federal do Espírito Santo Universidade Federal do Espírito Santo Centro Tecnológico Departamento de Informática Disciplina: INF 02810 Prof.: (monalessa@inf.ufes.br) Conteúdo 1. Introdução 2. Processo de Software 3. Gerência de

Leia mais

Acesso a Bancos de Dados em Java (JDBC)

Acesso a Bancos de Dados em Java (JDBC) Acesso a Bancos de Dados em Java (JDBC) Jomi Fred Hübner Universidade Regional de Blumenau Departamento de Sistemas e Computação Roteiro Introdução Objetivo da JDBC Vantagens Visão geral do acesso a SGBDs

Leia mais

Fundamentos da Plataforma Java EE. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br)

Fundamentos da Plataforma Java EE. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Fundamentos da Plataforma Java EE Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Como a plataforma Java EE trata o SERVIÇO DE NOMES Serviço de Nomes Num sistema distribuído os componentes necessitam

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Curso: Engenharia de Software Arquitetura de Software Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 12 Consultas JPQL Consultas JPQL Consultas em JPQL

Leia mais

Estrutura em Camadas. Estrutura em Camadas. Alcides Pamplona alcides.pamplona@gmail.com. Alcides Pamplona Linguagem de Programação CESBD 2010

Estrutura em Camadas. Estrutura em Camadas. Alcides Pamplona alcides.pamplona@gmail.com. Alcides Pamplona Linguagem de Programação CESBD 2010 Alcides Pamplona Linguagem de Programação CESBD 2010 Alcides Pamplona alcides.pamplona@gmail.com Tópicos Componentes da Estrutura Estruturando Aplicações OO em Camadas 2 Arquitetura em 1 camada Todas as

Leia mais

JPA Com Hibernate. Paulo Ricardo Lisboa de Almeida. 1 Universidade Positivo

JPA Com Hibernate. Paulo Ricardo Lisboa de Almeida. 1 Universidade Positivo JPA Com Hibernate Paulo Ricardo Lisboa de Almeida 1 Modelo Necessário Modelo Necessário 2 JPA Mapeamento Direto entre as classes e o banco de dados Orientação a objetos para modelo relacional Feito através

Leia mais

SQL Structured Query Language

SQL Structured Query Language Janai Maciel SQL Structured Query Language (Banco de Dados) Conceitos de Linguagens de Programação 2013.2 Structured Query Language ( Linguagem de Consulta Estruturada ) Conceito: É a linguagem de pesquisa

Leia mais

Aplicabilidade: visão geral

Aplicabilidade: visão geral CURSO BÁSICO SAXES 2 Aplicabilidade: visão geral BI Comércio Indústria nf-e Serviços Software house Enterprise Business Bus Banco financeiro Instituição Sindicato ERP html Casos 3 6 Customização: importação

Leia mais

Padrões de Projeto e Persistência com DAO

Padrões de Projeto e Persistência com DAO Curso de Análise de Sistemas Análise de Sistemas II Padrões de Projeto e Persistência com DAO Prof. Giuliano Prado de Morais Giglio, M.Sc. Introdução a Padrões de Projeto Padrões de Projeto foram inicialmente

Leia mais

SISTEMA PARA COMPOSIÇÃO E CORREÇÃO DE LISTAS DE QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

SISTEMA PARA COMPOSIÇÃO E CORREÇÃO DE LISTAS DE QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS ROBERTO ROSIN SISTEMA PARA COMPOSIÇÃO E CORREÇÃO DE LISTAS DE QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

Leia mais

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA

Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA Java e Banco de Dados: JDBC, Hibernate e JPA 1 Objetivos Apresentar de forma progressiva as diversas alternativas de persistência de dados que foram evoluindo na tecnologia Java, desde o JDBC, passando

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS 1 de 6 PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSOS BURITREINAMENTOS MANAUS-AM MARÇO / 2015 2 de 6 PACOTES DE TREINAMENTOS BURITECH A Buritech desenvolveu um grupo de pacotes de treinamentos, aqui chamados de BuriPacks,

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Aula 3 Cap. 4 Trabalhando com Banco de Dados Prof.: Marcelo Ferreira Ortega Introdução O trabalho com banco de dados utilizando o NetBeans se desenvolveu ao longo

Leia mais

DSS 09/10. DSS 09/10 Que métodos é que fazem parte de cada camada? Aplicações Multi-camada JDBC. Aula 3 DSS 09/10

DSS 09/10. DSS 09/10 Que métodos é que fazem parte de cada camada? Aplicações Multi-camada JDBC. Aula 3 DSS 09/10 Universidade do Minho Departamento de Informática Aplicações Multi-camada JDBC Aula 3 António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jose.campos@di.uminho.pt 2 Programação

Leia mais

Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO.

Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO. Persistência de Objetos no SGBD PostgreSQL, Utilizando as APIs: JDBC, JDK, Swing e Design Patteners DAO. Robson Adão Fagundes http://robsonfagundes.blogspot.com/ Mini curso Desenvolvimento de aplicação

Leia mais

JPA Passo a Passo. Henrique Eduardo M. Oliveira henrique@voffice.com.br. Globalcode Open4Education

JPA Passo a Passo. Henrique Eduardo M. Oliveira henrique@voffice.com.br. Globalcode Open4Education JPA Passo a Passo Henrique Eduardo M. Oliveira henrique@voffice.com.br 1 Palestrante Henrique Eduardo M. Oliveira (henrique@voffice.com.br) > Trabalha: Arquiteto JEE / Instrutor Java > Formação: Ciências

Leia mais

Programação Orientada a Objetos no C#.NET usando Padrões de Projeto MARCELO SANTOS DAIBERT E MARCO ANTÔNIO PEREIRA ARAÚJO

Programação Orientada a Objetos no C#.NET usando Padrões de Projeto MARCELO SANTOS DAIBERT E MARCO ANTÔNIO PEREIRA ARAÚJO POO Programação Orientada a Objetos no C#.NET usando Padrões de Projeto MARCELO SANTOS DAIBERT E MARCO ANTÔNIO PEREIRA ARAÚJO Marcelo Santos Daibert (marcelo@daibert.net) é professor do Curso de Bacharelado

Leia mais

DSS 08/09. Camada de Dados - JDBC. Aula 1. António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jfc}@di.uminho.

DSS 08/09. Camada de Dados - JDBC. Aula 1. António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jfc}@di.uminho. Universidade do Minho Departamento de Informática Camada de Dados - JDBC Aula 1 António Nestor Ribeiro /António Ramires Fernandes/ José Creissac Campos {anr,arf,jfc}@di.uminho.pt 2 Camada de Dados A camada

Leia mais

Persistência com JPA2 e Hibernate TREINAMENTOS

Persistência com JPA2 e Hibernate TREINAMENTOS Persistência com JPA2 e Hibernate TREINAMENTOS Persistência com JPA 2 e Hibernate 18 de junho de 2012 Sumário i Sobre a K19 1 Seguro Treinamento 2 Termo de Uso 3 Cursos 4 1 Introdução 1 1.1 Persistência.............................................

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

Antes de iniciar execute o script do banco de dados no SQLYOG ou outra ferramenta de sua preferência

Antes de iniciar execute o script do banco de dados no SQLYOG ou outra ferramenta de sua preferência Tutorial JPA em ambiente Eclipse Antes de iniciar execute o script do banco de dados no SQLYOG ou outra ferramenta de sua preferência 1-Selecione a perspectiva Java JPA: window, open perspective, other,

Leia mais

Como já foi muito bem detalhado no Capítulo IV, o jcompany Developer Suite pode ser

Como já foi muito bem detalhado no Capítulo IV, o jcompany Developer Suite pode ser A1Criando um módulo de negócio Capítulo 27 Aplicação dividida em módulos - Introdução Como já foi muito bem detalhado no Capítulo IV, o jcompany Developer Suite pode ser compreendido como uma solução de

Leia mais

Padrão Arquitetura em Camadas

Padrão Arquitetura em Camadas Padrão Arquitetura em Camadas Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Definição Estimula a organização

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

Java para WEB com Hibernate e Struts 2. Duração 52 horas/aula. Objetvo

Java para WEB com Hibernate e Struts 2. Duração 52 horas/aula. Objetvo Objetvo O curso visa explorar a geração de conteúdo dinâmico para páginas WEB através de recursos da linguagem Java que são a base da plataforma Java Entreprise Editon (Java EE), e mostrar os frameworks

Leia mais

PROJETO DA DISCIPLINA. PES II Processo de Engenharia de Software II

PROJETO DA DISCIPLINA. PES II Processo de Engenharia de Software II UNIOESTE - Universidade Estadual do Oeste do Paraná CCET - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Colegiado de Informática Curso de Bacharelado em Informática PROJETO DA DISCIPLINA PES II Processo de

Leia mais

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 03 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas

Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 03 Luiz Alberto Ferreira Gomes. Ciência da Computação da PUC Minas Construindo Aplicações com ASP.NET MVC 2.0 Aula 03 Luiz Alberto Ferreira Gomes Ciência da Computação da PUC Minas 2 Camada responsável por armazenar em um repositório de dados e reconstituir objetos de

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR PADRÕES DAO, VIEW CONTROL E FRONT CONTROL EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR PADRÕES DAO, VIEW CONTROL E FRONT CONTROL EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB PADRÕES DAO, VIEW CONTROL E FRONT CONTROL Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Capacitar para a implementação seguindo o padrão DAO Compreender a implementação

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Juarez Bachmann Orientador: Alexander Roberto Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

JPA e Hibernate por Thiago Faria e Normandes Junior

JPA e Hibernate por Thiago Faria e Normandes Junior JPA e Hibernate por Thiago Faria e Normandes Junior 1ª Edição, 31/07/2015 2015 AlgaWorks Softwares, Treinamentos e Serviços Ltda. Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida

Leia mais

Dicas de Projeto Lógico Relacional

Dicas de Projeto Lógico Relacional Dicas de Projeto Lógico Relacional O que deve ser especificado? mapeamento do esquema conceitual definição das tabelas e chaves justificativas de mapeamento (se necessário) restrições de integridade (RIs)

Leia mais

Conexão Java 2006. Mini-curso Hibernate

Conexão Java 2006. Mini-curso Hibernate Conexão Java 2006 Mini-curso Hibernate Sérgio Luís Lopes Júnior Caelum www.caelum.com.br Neste tutorial, você irá aprender a: - usar a ferramenta de ORM Hibernate - gerar as tabelas em um banco de dados

Leia mais

Figura 1. A Classe Java

Figura 1. A Classe Java Conexã o com MySQL Connection Factory Para criar as conexões com o banco de dados será utilizado um padrão chamado Factory, onde através dele se terá uma única classe que proverá uma fábrica de conexão

Leia mais

SISTEMA TYR DIAGRAMAS DE CLASSE E SEQUÊNCIA Empresa: Academia Universitária

SISTEMA TYR DIAGRAMAS DE CLASSE E SEQUÊNCIA Empresa: Academia Universitária SISTEMA TYR DIAGRAMAS DE CLASSE E SEQUÊNCIA Empresa: Academia Universitária Cascavel Novembro de 2009 Pedro Patitucci Finamore Daniel Bordignon Cassanelli Marco Antonio da Rosa DIAGRAMAS DE CLASSE E SEQUÊNCIA

Leia mais

Auditoria Avançada de Persistência com Hibernate, JPA e Envers

Auditoria Avançada de Persistência com Hibernate, JPA e Envers a r t i g o José Yoshiriro Ajisaka Ramos (jyoshiriro@gmail.com): bacharel em Sistema de Informação (IESAM). Mestrando em Ciência da Computação (UFPA). Instrutor na Equilibrium Web e na UAB. Engenheiro

Leia mais

Banco de Dados. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Banco de Dados. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Banco de Dados Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Roteiro Mapeamento de objetos para modelo relacional Estratégias de persistência Persistência JDBC Mapeando Objetos para o Modelo Relacional

Leia mais

JPA e Hibernate. Versão 1.0. Apostila destinada ao curso com carga horária de 32 (trinta e duas) horas

JPA e Hibernate. Versão 1.0. Apostila destinada ao curso com carga horária de 32 (trinta e duas) horas JPA e Hibernate Porque JPA? É uma questão fundamental para muitos desenvolvedores Java. Por que eu preciso saber como usar essa API quando as ferramentas de mapeamento Objeto-Relacional como o Hibernate

Leia mais

e-stf WebServices Processo Eletrônico Smart Client Documentação

e-stf WebServices Processo Eletrônico Smart Client Documentação SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Secretaria de Tecnologia da Informação e-stf WebServices Processo Eletrônico Smart Client 1 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 20/06/2008 1.0 Criação do documento

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

A & F Consultoria em Sistemas e Treinamentos 2014 af.tecnoserv@gmail.com. A linguagem SQL. Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia

A & F Consultoria em Sistemas e Treinamentos 2014 af.tecnoserv@gmail.com. A linguagem SQL. Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia A linguagem SQL Autor: Hélio de Almeida Fonte: Wikipédia 1 Structure Query Language O SQL foi desenvolvido originalmente no início dos anos 70 nos laboratórios da IBM em San Jose, dentro do projeto System

Leia mais

UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS

UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS MODELO J2EE COMPONENTES DE Camada de Negócios NEGÓCIOS JAVA SERVLET, JSP E EJB Nos capítulos anteriores, foi mostrado como desenvolver e distribuir aplicações servlet e

Leia mais

Persistência em Software Orientado a Objetos:

Persistência em Software Orientado a Objetos: Persistência em Software Orientado a Objetos: Abordagens Utilizando Frameworks OpenSource Marcelo Santos Daibert Orientador: Marco Antônio Pereira Araújo Co-Orientadora: Alessandreia Marta de Oliveira

Leia mais

Parte II Persistência entre Modelos de Dados

Parte II Persistência entre Modelos de Dados Parte II Persistência entre Modelos de Dados Clodis Boscarioli Agenda: Hibernate Introdução; Configurações; Mapeamento com XML; Exemplos; Associações: 1-n; n-1; n-n; 1-1. Hibernate - Introdução O Hibernate

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS DOCUMENTO DE REQUISITOS ID documento: Data: / / Versão : Responsável pelo documento: ID Projeto: HISTÓRICO DE REVISÕES Data de criação/ atualização Descrição da(s) Mudança(s) Ocorrida(s) Autor Versão do

Leia mais

Tecnologias Web. Padrões de Projeto - Camada de Apresentação

Tecnologias Web. Padrões de Projeto - Camada de Apresentação Tecnologias Web Padrões de Projeto - Camada de Apresentação Cristiano Lehrer, M.Sc. Padrões da Camada de Apresentação (1/2) Intercepting Filter Viabiliza pré e pós processamento de requisições. Front Controller

Leia mais

Desmistificando o Hibernate Envers em 10 passos

Desmistificando o Hibernate Envers em 10 passos _envers Desmistificando o Hibernate Envers em 10 passos Auditoria de dados? Registro de Log? Trilha de auditoria? Descubra como é fácil, através do Hibernate Envers, rastrear o histórico de mudanças e

Leia mais

JDBC. Siga as instruções para instalar o banco de dados H2 e criar a tabela Alunos.

JDBC. Siga as instruções para instalar o banco de dados H2 e criar a tabela Alunos. JDBC CRIANDO O BANCO DE DADOS: Siga as instruções para instalar o banco de dados H2 e criar a tabela Alunos. CRIANDO O PROJETO JAVA PARA DESKTOP: Crie um projeto Java chamado Prograd Crie um pacote chamado

Leia mais

Prof. Fellipe Araújo Aleixo fellipe.aleixo@ifrn.edu.br

Prof. Fellipe Araújo Aleixo fellipe.aleixo@ifrn.edu.br Prof. Fellipe Araújo Aleixo fellipe.aleixo@ifrn.edu.br A arquitetura Enterprise JavaBeans é uma arquitetura de componentes para o desenvolvimento e a implantação de aplicativos de negócio distribuídos

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício

Introdução à Banco de Dados. Nathalia Sautchuk Patrício Introdução à Banco de Dados Nathalia Sautchuk Patrício Histórico Início da computação: dados guardados em arquivos de texto Problemas nesse modelo: redundância não-controlada de dados aplicações devem

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Como criar um EJB Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Gabriel Novais Amorim Abril/2014 Este tutorial apresenta o passo a passo para se criar um projeto EJB no Eclipse com um cliente web

Leia mais