20 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO elaboradas e COMENTADAS PELA PROFESSORA KARINA JAQUES, da Academia do Concurso - Inspiradas na banca FCC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "20 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO elaboradas e COMENTADAS PELA PROFESSORA KARINA JAQUES, da Academia do Concurso - Inspiradas na banca FCC"

Transcrição

1 20 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO elaboradas e COMENTADAS PELA PROFESSORA KARINA JAQUES, da Academia do Concurso - Inspiradas na banca FCC 01. Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta: I - O pescador artesanal, que exerça a atividade de forma artesanal, individualmente ou em regime de economia familiar, é segurado especial. II - A contribuição obrigatória do pescador profissional, que exerça a atividade de forma artesanal, incide sobre a receita bruta proveniente da comercialização da sua produção. III - E devido pelo INSS ao pescador profissional, que exerça a atividade de forma artesanal, o seguro desemprego, no período defeso de atividade pesqueira. IV - É segurado especial o filho de 14 (quatorze) anos, que prove trabalhar em regime de economia familiar. a) todos os enunciados I, II, III e IV estão corretos. b) apenas os enunciados I e II estão corretos. c) apenas os enunciados II, HI e IV estão corretos. d) todos os enunciados I, II, III e IV estão incorretos. 02. Dentre as proposições que se seguem, assinale a INCORRETA: a) O auxílio-acidente, quando devido, será pago mesmo que o beneficiário volte a trabalhar. b) É vedado pela lei previdenciária, ao segurado que recebe o auxilio-acidente, a percepção de remuneração decorrente de nova relação de emprego. c) O auxílio-acidente corresponde a 50% (cinquenta por cento) do salário de benefício e pode ser inferior ao salário-mínimo. d) O trabalhador avulso, que presta serviços de natureza urbana a duas ou mais empresas, sem vínculo empregatício, tem direito ao auxílio-acidente. 03. Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta: Entende-se como família do idoso ou da pessoa portadora de deficiência, para efeito de apuração da renda familiar mensal "per capita". a) a filha divorciada; a neta e o marido dela; os avós; e a sobrinha de irmão falecido, residentes sob o mesmo teto. b) o companheiro da filha; os tios; os sobrinhos, residentes sob o mesmo teto. c) a filha e o marido dela; os netos; residentes sob o mesmo teto. d) os pais; o cônjuge, os filhos do casal menores, residentes sob o mesmo teto. 04. Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta. I - Sendo vários os pensionistas, a morte de qualquer deles extingue a respectiva parte e reduz o valor do beneficio. II - A concessão da pensão por morte não depende de comprovação de dependência econômica.

2 III - A morte do filho menor de 21 anos, pensionista, autoriza a reversão da pensão por morte aos pais do segurado, referidos na classe subsequente do rol de dependentes. IV - A conclusão do ensino médio de dependente inválido extingue a sua parte na pensão por morte. a) todos os enunciados I, II, III e IV estão corretos. b) apenas os enunciados II, III e IV estão corretos. c) apenas os enunciados I, III e IV estão corretos. d) todos os enunciados I, II, III e IV estão incorretos. 05. Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta: I - O tempo de contribuição como segurado facultativo, para contagem das contribuições mínimas para aposentadoria por idade, é contado mesmo que anterior a perda da qualidade de segurado, II A renda mensal do auxílio-doença consiste em 90% do salário de benefício. III - A renda mensal inicial do salário-maternidade da segurada empregada não está sujeita ao limite máximo do salário de contribuição. IV - Admitida a incapacidade laborativa temporária, pode ser reconhecida apenas relativamente a uma das atividades concomitantes, mas delas será afastado o segurado se exercer a mesma profissão. a) todos os enunciados I, II, III e IV estão incorretos. b) apenas os enunciados I, III e IV estão corretos. c) apenas os enunciados I, II, e III estão incorretos. d) todos os enunciados I, II, III e IV estão corretos. 06. Compete ao Poder Público, nos termos da lei, organizar a seguridade social com base nos seguintes objetivos, EXCETO: a) Uniformidade e equivalência dos benefícios e serviços às populações urbanas e rurais. b) Seletividade e distributividade na prestação dos benefícios e serviços. c) Irredutibilidade do valor dos benefícios. d) Equidade na forma de participação no custeio. e) Caráter democrático e descentralizado da administração, mediante gestão tripartite, com participação dos trabalhadores, dos empregadores e do Governo nos órgãos colegiados. 07. Assinalar a alternativa correta. Geraldo, que não possui familiares conhecidos, ingressa com requerimento de concessão de aposentadoria por invalidez, pois se encontra impossibilitado de desenvolver sua atividade profissional (carpinteiro) e não tem condições de aprender novo ofício; está com artrose lombar degenerativa, em grau avançado, e tem setenta anos de idade; tendo sempre trabalhado como autônomo, mas jamais recolhendo contribuições previdenciárias. a) Geraldo tem direito à postulada aposentadoria por invalidez. b) Geraldo tem direito ao benefício assistencial. c) Geraldo teria direito ao benefício assistencial, mas como o pedido expresso é de aposentadoria por invalidez, nenhum benefício receberá. d) Geraldo tem direito à renda mensal vitalícia.

3 08. É caso de cancelamento do benefício previdenciário, EXCETO: a) A continuidade do exercício de trabalho ou atividade que sujeite o segurado beneficiário de aposentadoria especial a condições nocivas à saúde ou à integridade física. b) O reaparecimento do segurado considerado falecido por decisão judicial que havia declarado morte presumida ensejadora do pagamento de pensão provisória aos dependentes. c) A conduta do segurado beneficiário de aposentadoria por idade que não se apresenta para a realização de exame médico-pericial periódico a cargo do INSS. d) O retorno ao trabalho de segurado aposentado por invalidez. e) A constatação, pelo INSS, de concessão ou manutenção irregular ou indevida de benefício previdenciário. 09. De acordo com a legislação previdenciária vigente, são benefícios do Regime Geral de Previdência Social: a) Aposentadoria por Idade, Aposentadoria por Invalidez, Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Abono de Permanência. b) Auxílio-Acidente, Auxílio-Doença, Auxílio-Reclusão e Auxílio-Natalidade. c) Salário-Família, Salário-Maternidade, Pensão por Morte e Aposentadoria Especial. d) Aposentadoria por Idade, Aposentadoria por Tempo de Contribuição, Aposentadoria Especial e Auxílio-Funeral. e) Aposentadoria por Idade, Aposentadoria Especial, Renda Mensal Vitalícia e Benefício Assistencial ao Idoso e ao Deficiente - LOAS. 10. A qualidade de segurado é mantida, independentemente de contribuições: a) Até 24 (vinte e quatro) meses após a cessação das contribuições, para o segurado que deixar de exercer atividade remunerada abrangida pela Previdência Social ou estiver suspenso ou licenciado sem remuneração. b) Até 12 (doze) meses após cessar a segregação, para o segurado acometido de doença de segregação compulsória. c) Até 6 (seis) meses após o livramento, para o segurado retido ou recluso. d) Até 6 (seis) meses após o licenciamento, para o segurado incorporado às Forças Armadas para prestar serviço militar. e) Até 3 (três) meses após a cessação das contribuições, para o segurado facultativo. 11. Como regra geral, independe de carência a concessão dos seguintes benefícios, EXCETO: a) Salário-maternidade para a segurada empregada doméstica. b) Pensão por morte. c) Auxílio-acidente. d) Salário-maternidade para a segurada trabalhadora avulsa. e) Aposentadoria por invalidez de qualquer natureza.

4 12. Analise as proposições abaixo: a) O valor da aposentadoria por invalidez do segurado que necessitar da assistência permanente de outra pessoa será acrescido de 25% (vinte e cinco por cento), exceto quando o valor da aposentadoria atingir o limite máximo legal. b) O servidor público federal ocupante de cargo em comissão que não pertença aos quadros efetivos da entidade pública sujeita-se ao Regime Geral da Previdência Social em condição idêntica à de empregado. c) O auxílio-acidente será concedido, como indenização, ao segurado, quando, após consolidação das lesões decorrentes exclusivamente de acidente de trabalho, resultarem seqüelas que impliquem redução da capacidade para o trabalho que habitualmente exercia. d) O aposentado por invalidez ou por idade não terá direito ao salário-família. e) A imunidade que a Constituição Federal empresta aos templos de qualquer culto inviabiliza que ministros de confissão religiosa sejam em razão dessa mesma condição contribuintes da Previdência Social. 13. Ao se conceder o benefício assistencial da renda vitalícia ao idoso ou ao deficiente sem meios de subsistência estará sendo aplicado, especificamente, o princípio da: a) Equidade na forma de participação no custeio. b) Universalidade do atendimento. c) Universalidade da cobertura. d) Distributividade na prestação dos benefícios e serviços. e) Diversidade da base de financiamento. 14. De acordo com a Lei nº 8.213/91, os membros do Conselho Nacional de Previdência Social - CNPS e seus respectivos suplentes serão nomeados pelo: a) Presidente da República, tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de três anos, podendo ser reconduzidos, de imediato, uma única vez. b) Presidente da República, tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de dois anos, sendo vedada a recondução. c) Presidente da República, tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de quatro anos, podendo ser reconduzidos, de imediato, uma única vez. d) Presidente do Congresso Nacional, tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de três anos, sendo vedada a recondução. e) Presidente da República, tendo os representantes titulares da sociedade civil mandato de dois anos, podendo ser reconduzidos, de imediato, uma única vez. 15. Dadas as assertivas abaixo, assinalar a alternativa correta. a) Trabalhador eventual é aquele que presta serviços a uma empresa para atender a necessidade transitória de substituição de seu pessoal regular e permanente ou o acréscimo extraordinário de serviço por período não superior a três meses.

5 b) Se a segurada da Previdência Social adotar recém-nascido, não poderá pleitear auxílio natalidade, pois que, na hipótese, o evento foi previsível, não se tratando de exposição a risco eventual atuarialmente considerável. c) É possível que detenha a pessoa física condição de segurado obrigatório, mesmo que a prestação laboral se dê no exterior, quando a contratação tenha ocorrido no território nacional. d) Entre o trabalhador em alvarenga (embarcação utilizada para carga e descarga de navios) e o ensacador de cacau não existe diferença de tratamento previdenciário, pois que são trabalhadores avulsos e contribuem com 11% de seu salário de contribuição. e) O direito previdenciário brasileiro não alberga pensão por morte presumida, razão pela qual o requerimento do benefício pautado nesta motivação deverá ser indeferido de plano. 16. Sobre a relação previdenciária, aponte a alternativa INCORRETA: a) filiação é o vínculo que se estabelece entre pessoas que contribuem para a previdência social e esta, do qual decorrem direitos e obrigações; b) considera-se inscrição de segurado para os efeitos da previdência social o ato pelo qual o segurado é cadastrado no Regime Geral de Previdência Social; c) presentes os pressupostos da filiação, admite-se a inscrição do segurado especial; d) para os segurados obrigatórios, a filiação à previdência social decorre da inscrição formalizada com o pagamento da primeira contribuição. e) a inscrição do segurado ao Regime Geral da Previdência não exige limite máximo de idade. 17. Sobre o salário-família é CORRETO afirmar: a) o salário-família é devido ao segurado empregado, inclusive o doméstico; b) salário-família será devido, mensalmente, ao segurado empregado, exceto ao doméstico, após decorrido o período de carência fixado em lei; c) o salário-família é calculado com base no salário-de-benefício; d) salário-família do trabalhador avulso depende do número de dias trabalhados no mês, devendo o seu pagamento ser proporcional aos dias trabalhados; e) quando o pai e a mãe, não divorciados, são segurados empregados ou trabalhadores avulsos, ambos têm direito ao salário família. 18. De acordo com o Regime Geral de Previdência Social, a pensão por morte do segurado, devida ao cônjuge ou companheiro supérstite: a) cessa o pagamento do benefício em relação ao cônjuge ou convivente que contrair núpcias ou constituir nova união estável; b) não cessa o pagamento do benefício em relação ao cônjuge ou convivente que contrair núpcias ou constituir nova união estável, sendo permitido o recebimento de mais de uma pensão deixada por cônjuge/companheiro; c) cessa o pagamento do benefício sempre que o pensionista tornar-se economicamente independente; d) cessa o pagamento do benefício com a morte do pensionista;

6 e) cessa o pagamento do benefício em relação ao cônjuge ou convivente que contrair núpcias, constituir nova união estável ou falecer, não sendo possível, o recebimento conjunto da pensão com qualquer outro benefício previdenciário. 19. Segundo a legislação previdenciária, deve contribuir obrigatoriamente na qualidade de "segurado-empregado": I - o diretor empregado que seja promovido para cargo de direção de sociedade anônima, mantendo as características inerentes à relação de trabalho? II - o trabalhador contratado em tempo certo, por empresa de trabalho temporário? III - aquele que presta serviços de natureza contínua, mediante remuneração, à pessoa, à família ou à entidade familiar, no âmbito residencial desta, em atividade sem fins lucrativos? IV Músico profissional contratado por Congregação Religiosa para organizar o Ministério da Música, organizando os eventos de música, regendo o coral, entre outras atividades. V Mãe de família que cuida da casa e da família e retira do orçamento doméstico o valor mínimo exigido para contribuição com o intuito de garantir-se de possível risco social. a) Sim, sim, sim, sim, sim. b) Sim, não, não, não, não c) Sim, não, sim, não, não. d) Sim, sim, não, sim, não e) Não, não, não, sim, sim. 20. Sobre os dependentes dos segurados do Regime Geral de Previdência Social, é INCORRETO afirmar que a) O enteado e o menor tutelado equiparam-se ao filho mediante declaração do segurado e desde que comprovada a dependência econômica. b) Considera-se companheira(o) a pessoa que, sem ser casada, mantém união estável com o segurado(a). c) o irmão não emancipado, de qualquer condição, menor de 21 (vinte e um) anos ou inválido, é considerado dependente do segurado do Regime Geral de Previdência Social. d) Não é necessária a verificação de dependência econômica em relação aos dependentes enquadrados na classe I, pois ocorre a presunção legal da dependência econômica. e) o filho menor, de qualquer condição, não emancipado, inválido ou até os 18 (dezoito anos) anos, é dependente do segurado do Regime Geral de Previdência Social. GABARITO: 1. Comentários: A lei define o segurado especial e inclui nesta categoria o pescador artesanal que exerça a atividade individualmente ou em regime de economia familiar e para facilitar a sua inclusão no RGPS exige contribuição de 2,1% sobre a comercialização da produção, valendo para todo o grupo familiar, a partir de 16 anos, desde que comprovadamente trabalhe na atividade rural. Desta forma a contribuição do

7 segurado especial só ocorrerá se houver a comercialização da produção e os membros da família, cumpridas as exigências legais, fazem jus aos benefícios, entretanto o seguro desemprego não está entre os benefícios previdenciários. Gabarito: alternativa correta: B. 2. Comentários: O auxílio-acidente é benefício previdenciário de natureza indenizatória e será pago quando o segurado apresentar seqüelas decorrentes de acidente de qualquer natureza e que diminuam sua capacidade laborativa habitual, sendo pago no percentual de 50% do salário de benefício para o segurado empregado, trabalhador avulso e segurado especial. O auxílio-acidente não impede que o segurado volte a trabalhar e receber remuneração, só sendo extinto com a aposentadoria do segurado. Gabarito: alternativa B. 3. Comentários: A LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social) define quem são os membros da família, para verificar a renda familiar mensal per capita e assim conceder o benefício assistencial de um salário mínimo ao idoso ou ao portador de deficiência que não possa prover seu sustento ou de tê-lo provido pela sua família. Gabarito: alternativa D. 4. Comentários: A pensão por morte deverá ser rateada entre os dependentes da mesma classe, caso um deles morra, a sua parte será rateada entre os restantes e quando o último dependente perder esta qualidade o benefício será extinto, não sendo revertido em favor dos dependentes das classes inferiores. A dependência econômica só é presumida para os dependentes de primeira classe (filhos e cônjuge ou companheira). Gabarito: alternativa D. 5. Comentários: Para a concessão de aposentadoria por idade, cuja carência corresponde a 180 contribuições mensais, não é necessário que o segurado mantenha a condição de segurado, ou seja, ele pode ter contribuído alguns anos antes do momento em que atingiu a idade exigida. A renda mensal do auxilio-doença corresponde a 91% do salário de contribuição. A renda mensal do salário maternidade corresponde a remuneração da segurada, podendo inclusive exceder ao teto previdenciário. O segurado pode apresentar incapacidade laborativa temporária e fazer jus ao auxílio-doença. Se exercer outra atividade de natureza diversa, que não seja afetada pela incapacidade temporária, poderá continuar trabalhando. Entretanto se a outra atividade exercida for da mesma natureza deverá ser afastado das duas. Gabarito: alternativa B.

8 6. Comentários: Questão muito comum nas provas de previdenciário. O tema é princípios e objetivos da Seguridade Social e o erro da assertiva é que a gestão é quadripartite. Gabarito: alternativa E. 7. Comentários: No caso acima, Geraldo nunca contribuiu para a Previdência, não sendo segurado e também não é dependente econômico de nenhum contribuinte, não podendo prover seu sustento ou de tê-lo provido pela sua família. Apresenta-se ainda impossibilitado de trabalhar e é idoso. Geraldo enquadra-se como beneficiário da Assistência Social. Gabarito: alternativa B. 8. Comentários: Se o segurado foi beneficiado com a aposentadoria especial, não poderá voltar a exercer a atividade que ensejou o direito ao benefício, sob pena de cancelamento do benefício. Caso ocorra o retorno daquele no qual foi declarada morte presumida, seus dependentes deixam de receber o benefício. O aposentado por invalidez que voltar ao trabalho não poderá continuar recebendo o benefício. Verificada pelo INSS a concessão indevida de benefício será cessado o pagamento. Entretanto o aposentado por idade não precisa fazer exame médico pericial e por isso não há o cancelamento do benefício motivado pela não realização do referido exame, no qual é inexistente exigência legal. Gabarito: alternativa C. 9. Comentários: Os benefícios previdenciários são: aposentadoria por invalidez, aposentadoria por idade, aposentadoria por tempo de contribuição, aposentadoria especial, auxílio-doença, salário-família, salário-maternidade, auxílio-acidente, pensão por morte e auxílio-reclusão, além da reabilitação profissional. Questão fácil, mas recorrente em provas de concurso. Gabarito: alternativa C. 10. Comentários: O segurado que deixar de contribuir manterá sua qualidade de segurado por 12 meses, podendo haver prorrogação desta qualidade, preenchidos os requisitos da lei. Já o segurado acometido de doença segregatória, fica durante 12 após cessar a segregação na condição de segurado. Enquanto que o segurado recluso ou detido, após o

9 livramento, continua por 12 meses na condição de segurado; segurado que retorna da licença para prestar serviço militar às Forças Armadas manterá sua qualidade de segurado por 3 meses e o segurado facultativo que deixar de contribuir continuará por 6 meses na condição de segurado. Gabarito: alternativa B. 11. Comentários: O salário maternidade exige carência de 10 contribuições mensais, mas esta exigência não atinge a empregada doméstica, empregada e trabalhadora avulsa. A pensão por morte e o auxílio-acidente não exigem carência. Já a aposentadoria por invalidez, em determinados casos, exige carência de 12 contribuições mensais. Gabarito: alternativa E. 12. Comentários: Quando o aposentado por invalidez necessitar permanentemente de auxilio de uma pessoa terá direito a um acréscimo de 25% sobre seu salário de contribuição, mesmo que sua renda mensal de aposentadoria por invalidez (que é de 100% do salário de contribuição) já tenha atingido o limite do teto previdenciário. O servidor publico, ocupante de cargo comissionado e que não pertença aos quadros de servidores efetivos, será considerado empregado para o RGPS (Regime Geral de Previdência Social). Para a concessão do auxílio acidente não se exige que as seqüelas sejam decorrentes exclusivamente de acidente de trabalho. O aposentado que tiver filhos ou dependentes menores de 14 anos e receber baixa renda terá direito ao salário-família. O ministro de confissão religiosa são contribuintes individuais para o RGPS. Gabarito: alternativa B. 13. Comentários: Importante estudar a LOAS e diferenciar os princípios assistenciais daqueles previstos na legislação previdenciária. Apesar de haver alguma relação entre elas, a previdência e a assistência atendem a públicos diferentes. Esta atende aos necessitados, enquanto aquela atende aos contribuintes e seus dependentes econômicos. Gabarito: alternativa D. 14. Comentários: A FCC terá 40 questões de Direito Previdenciário na prova do INSS e poderá utilizá-las também com questões que fogem um pouco ao interesse do candidato, mas que estão no conteúdo programático proposto pelo edital. Esta questão é simples, mas requer estudo de toda a legislação, não só daquelas sobre benefícios ou custeio. Gabarito: alternativa E.

10 15. Comentários: Trabalhador avulso é aquele que presta serviço a uma ou mais empresas, sem vínculo empregatício, sempre intermediado pelo OGMO (Órgão Gestor de Mão de Obra) e contribui com 8%, 9% ou 11% do seu salário de contribuição. O RGPS ampara como empregado a pessoa física contratada no Brasil para prestar serviço no exterior e a pensão por morte presumida é assegurada no direito previdenciário brasileiro, sendo extinto o benefício aos dependentes, com o retorno do segurado. Gabarito: alternativa C. 16. Comentários: A filiação é o vínculo jurídico do segurado à Previdência e para os segurados obrigatórios decorre do exercício de atividade remunerada, sendo automático e compulsório. A inscrição é mera formalidade administrativa de registro nos cadastros da Previdência, sendo obrigatória e devendo, dentro dos prazos legais, retroagir ao momento da filiação. Gabarito: alternativa D. 17. Comentários: O salário-família é benefício que não exige carência e será devido, mensalmente, ao empregado e ao trabalhador avulso que receberem baixa renda, conforme tabela vigente, e tiverem filhos ou dependentes menores de 14 anos. O salário-família corresponde a um valor determinado por portaria interministerial, e não um percentual sobre o salário de contribuição, e para o presente concurso a portaria vigente é a 407/2011. O valor será pago por cada filho ou dependente e sendo pais não divorciados, ambos recebem. Gabarito: alternativa E. 18. Comentários: A dependente que recebe pensão por morte do marido pode casar ou constituir união estável, pode trabalhar e receber remuneração, pode se aposentar em decorrência de ter atingido os requisitos legais. Só não poderá receber duas pensões por morte, podendo, no caso de falecimento do segundo marido, optar pela pensão mais vantajosa. Com a morte da pensionista, se não houver outro dependente da mesma classe, cessa o pagamento do benefício. Gabarito: alternativa D. 19. Comentários: São empregados na questão acima: o diretor empregado, o trabalhador temporário e o músico profissional contratado. Aquele que presta serviço à família em ambiente residencial e sem fins lucrativos é empregado doméstico e a mãe de família que contribui voluntariamente é segurada facultativa.

11 Gabarito: alternativa D. 20. Comentários: Os filhos e cônjuge (incluindo companheiro) são dependentes de primeira classe e tem a dependência econômica presumida, entretanto para a inclusão do enteado e do menor tutelado é necessária a declaração e comprovação da dependência econômica pelo segurado. A maioridade previdenciária é 21 anos e não 18 anos, tanto para os filhos quanto para os irmãos, sendo este últimos dependentes de terceira classe. Gabarito: Alternativa E.

Curso de Extensão em Direito Previdenciário

Curso de Extensão em Direito Previdenciário Curso de Extensão em Direito Previdenciário 2º Encontro Teoria Básica dos Benefícios Previdenciários do RGPS Requisitos para a concessão de benefícios previdenciários 1) Requisitos Genéricos a) Adquirir

Leia mais

FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL

FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 8 FONTES DO DIREITO DA SEGURIDADE SOCIAL As fontes do Direito da Seguridade Social podem ser material e formal. As fontes formais são as formas

Leia mais

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes.

Tem direito aos benefícios previdenciários os BENEFICIÁRIOS, ou seja, todos os segurados e seus dependentes. CARTILHA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO O REGIME GERAL DA PREVIDENCIA SOCIAL É REGIDO PELAS LEIS 8.212 E 8.213/91 E TEM POR FINALIDADE ASSEGURAR À SEUS FILIADOS RECEBER BENEFÍCIOS QUE SUBSTITUAM SUA RENDA.

Leia mais

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte?

Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? 1 Carência para o recebimento do benefício pensão por morte? A MP 664 de dezembro de 2014 previu uma carência de 24 meses para a obtenção do benefício pensão por morte. Depois de muita discussão no Congresso

Leia mais

Previdência Social sob a forma de Regime Geral

Previdência Social sob a forma de Regime Geral Previdência Social sob a forma de Regime Geral Estrutura do Sistema Previdenciário no Brasil Regime Geral de Previdência Social (RGPS) Administrado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); Obrigatório,

Leia mais

www.adrianamenezes.com.br www.facebook.com/profadrianamenezes DICAS DE OUTUBRO / 2014

www.adrianamenezes.com.br www.facebook.com/profadrianamenezes DICAS DE OUTUBRO / 2014 DICAS DE OUTUBRO / 2014 DICA 01 É de dez anos o prazo de decadência de todo e qualquer direito ou ação do segurado ou beneficiário para a revisão do ato de concessão de benefício, a contar do dia primeiro

Leia mais

Direito Previdenciário - Prof. Ítalo

Direito Previdenciário - Prof. Ítalo 51 BOAS DICAS DE BENEFÍCIOS Professor Italo Romano DICA 1 São 10 os benefícios previdenciários (REGRA 4 3 2 1). DICA 2 São 6 os segurados da Previdência Social (CADES F). DICA 3 Os beneficiários do sistema

Leia mais

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de

A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 62 da Constituição, adota a seguinte Medida Provisória, com força de MEDIDA PROVISÓRIA Nº 664 DE 30.12.2014 (DOU 30.12.2014 ED. EXTRA; REP. DOU DE 02.01.2015) Altera as Leis nº 8.213, de 24 de julho de 1991, nº 10.876, de 2 junho de 2004,nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990,

Leia mais

Questões de Direito Previdenciário

Questões de Direito Previdenciário 01. Dentre as proposições que se seguem, assinale a correta: Questões de Direito Previdenciário I - O pescador profissional, que exerça a atividade de forma artesanal, individualmente ou em regime de economia

Leia mais

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12

2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático, 8 Questões, 12 Nota, xi 1 Origens da Seguridade Social, 1 1.1 Poor Law, 1 1.2 Seguros privados, 2 1.3 Seguros sociais, 2 Quadro esquemático, 3 2 Evolução Legislativa da Previdência Social no Brasil, 4 Quadro esquemático,

Leia mais

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014):

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): 54. Uma vez criados por lei do ente federativo, vinculam-se aos regimes próprios de previdência social

Leia mais

Alterações no auxílio doença e trabalho e regras do seguro desemprego -Uma abordagem. destaque.

Alterações no auxílio doença e trabalho e regras do seguro desemprego -Uma abordagem. destaque. Alterações no auxílio doença e trabalho e regras do seguro desemprego -Uma abordagem empresarial dos temas em destaque. Professora: Luciana Saldanha Advogada, especialista em direito trabalhista e previdenciário.

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GOV. VALADARES Departamento de Benefícios

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE GOV. VALADARES Departamento de Benefícios DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DO SERVIDOR PÚBLICO O RPPS é estabelecido por lei elaborada em cada um dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal, e se destina exclusivamente aos servidores públicos titulares

Leia mais

Benefícios Previdenciários do INSS Como são concedidos e calculados. Prof. Hilário Bocchi Júnior hilariojunior@bocchiadvogados.com.

Benefícios Previdenciários do INSS Como são concedidos e calculados. Prof. Hilário Bocchi Júnior hilariojunior@bocchiadvogados.com. Benefícios Previdenciários do INSS Como são concedidos e calculados Prof. Hilário Bocchi Júnior hilariojunior@bocchiadvogados.com.br SEGURIDADE SOCIAL Sistema de Seguridade Social Múltipla filiação Filiação

Leia mais

Medidas Provisórias nº 664 e nº 665

Medidas Provisórias nº 664 e nº 665 Medidas Provisórias nº 664 e nº 665 Perguntas e respostas Ministério da Previdência Social Auxílio-Doença Benefício pago ao segurado em caso de incapacitação temporária para o trabalho por doença ou acidente

Leia mais

1. Segurados do Regime Geral continuação:

1. Segurados do Regime Geral continuação: 1 DIREITO PREVIDENCIÁRIO PONTO 1: Segurados do Regime Geral continuação PONTO 2: Alíquotas de Contribuição dos Segurados Obrigatórios PONTO 3: Requisitos para Concessão do Beneficio PONTO 4: Dependentes

Leia mais

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL

1 A SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 13 Nota do autor 4ª edição... 15 Nota do autor 3ª edição... 17 Nota do autor 2ª edição... 19 Nota do autor 1ª edição... 21 Guia de leitura da Coleção... 23 Capítulo

Leia mais

A D V O G A D O S A S S O C I A D O S

A D V O G A D O S A S S O C I A D O S A D V O G A D O S A S S O C I A D O S QUEM É SEGURADO PELO INSS? É toda pessoa que contribui para a Previdência Social, mantida pelo INSS. Podem também ser beneficiários do Regime Geral da Previdência

Leia mais

MATERIAL COMPILADO PELO Prof. FERNANDO APRATO PARA O CONCURSO DE TRF DE 2014.

MATERIAL COMPILADO PELO Prof. FERNANDO APRATO PARA O CONCURSO DE TRF DE 2014. 55 QUESTÕES DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO MATERIAL COMPILADO PELO Prof. FERNANDO APRATO PARA O CONCURSO DE TRF DE 2014. 1. (CEF/Advogado/FCC/2011) De acordo com a Lei n 8.212/91, são segurados obrigatórios

Leia mais

Material disponibilizado pela Professora:

Material disponibilizado pela Professora: Material disponibilizado pela Professora: 01) (TRF 3ª REGIÃO - JUIZ FEDERAL SUBSTITUTO - 19/03/2006) Podem beneficiar-se do auxílio-acidente: a) o estrangeiro domiciliado e contratado no Brasil para trabalhar

Leia mais

Série Concursos Públicos Direito Previdenciário Wagner Balera Cristiane Miziara Mussi 11ª para 12ª edição

Série Concursos Públicos Direito Previdenciário Wagner Balera Cristiane Miziara Mussi 11ª para 12ª edição p. 32 Substituir pelo texto abaixo: 45. 2009 (15/06) Ratificada pelo Brasil, a Convenção 102, de 1952, da OIT, aprovada pelo Decreto Legislativo 269, de 19.09.2008, do Congresso Nacional. 1 46. 2011 Lei

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO

DIREITO PREVIDENCIÁRIO 1. Da Previdência Social DIREITO PREVIDENCIÁRIO Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios que preservem

Leia mais

O Regime Geral de Previdência Social RGPS

O Regime Geral de Previdência Social RGPS O Regime Geral de Previdência Social RGPS Capítulo 5 O Regime Geral de Previdência Social RGPS Sumário 1. Introdução 2. Os beneficiários do RGPS: 2.1 Os segurados obrigatórios; 2.2. O segurado facultativo;

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

GUIA DO SEGURADO da Previdência Social

GUIA DO SEGURADO da Previdência Social CÂMARA DOS DEPUTADOS GUIA DO SEGURADO da Previdência Social Conheça os direitos do seu seguro social. ANTONIO BULHÕES Deputado Federal PRB/SP BRASÍLIA Abril/2009 GUIA DO SEGURADO da Previdência Social

Leia mais

PREVIDÊNCIA. - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever.

PREVIDÊNCIA. - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever. PREVIDÊNCIA CONCEITO - Do latim pre videre, ver com antecipação as contingências sociais e procurar compô-las, ou praevidentia, prever, antever. - Nasce com o Direito do Trabalho, tendo por objetivo minorar

Leia mais

ALTERAÇÕES DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEI N.º 13.135/2015 E MEDIDA PROVISÓRIA N.º 676/2015

ALTERAÇÕES DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEI N.º 13.135/2015 E MEDIDA PROVISÓRIA N.º 676/2015 ALTERAÇÕES DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEI N.º 13.135/215 E MEDIDA PROVISÓRIA N.º 676/215 1. Na Lei n.º 8.213/1991 foi alterada a definição dos dependentes da 3.ª Classe: Art. 16. São beneficiários do Regime

Leia mais

DIÁLOGOS SOCIAIS. Junho de 2015

DIÁLOGOS SOCIAIS. Junho de 2015 DIÁLOGOS SOCIAIS Resumo das regras das Leis nºs 13.135/2015 (MP nº 664/2014) e 13.134/2015 (MP nº 665/2014) relativas ao Ministério da Previdência Social Junho de 2015 Diálogos Sociais I. Benefícios Relacionados

Leia mais

REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Me. Danilo Ripoli

REGIMES PREVIDENCIÁRIOS. Prof. Me. Danilo Ripoli REGIMES PREVIDENCIÁRIOS parte 2 Prof. Me. Danilo Ripoli O PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL No PBPS estão todas as normas que regem a relação jurídica entre segurados, dependentes e previdência

Leia mais

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI Nº 6.747, DE 18 DE JANEIRO DE 1996 - D.O. 18.01.96.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE SERVIÇOS LEGISLATIVOS LEI Nº 6.747, DE 18 DE JANEIRO DE 1996 - D.O. 18.01.96. Autor: Deputado Gilmar Fabris LEI Nº 6.747, DE 18 DE JANEIRO DE 1996 - D.O. 18.01.96. * Institui o Plano de Seguridade Social dos Servidores do Poder Legislativo do Estado de Mato Grosso e define sua organização.

Leia mais

Categorias de Segurados

Categorias de Segurados INSTITUTO NACIONAL DA SEGURALIDADE SOCIAL - INSS A Previdência Social é o seguro social para a pessoa que contribui. É uma instituição pública que tem como objetivo reconhecer e conceder direitos aos seus

Leia mais

LEGISLAÇÃO. Inscrição e Filiação: Artigo 17 da Lei 8213/91; Artigo 18 do Decreto 3048/99; Artigo 3º e seguintes da IN 77

LEGISLAÇÃO. Inscrição e Filiação: Artigo 17 da Lei 8213/91; Artigo 18 do Decreto 3048/99; Artigo 3º e seguintes da IN 77 FILIAÇÃO É o vínculo que as pessoas estabelecem com a Previdência Social a partir do momento em que passam a exercer uma atividade remunerada ou a recolher as contribuições previdenciárias. Com a filiação,

Leia mais

19/02/2015. Auxílio Doença

19/02/2015. Auxílio Doença Lei 8213/91 (alterada pela MP 664) Auxílio Doença Art. 60. O auxílio-doença será devido ao segurado que ficar incapacitado para seu trabalho ou sua atividade habitual, desde que cumprido, quando for o

Leia mais

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli

INSS CURSO DE EXERCÍCIOS Previdenciário Bateria de Exercícios 03 Sérgio Armanelli 159 (CESPE/2012/TCE-ES/Auditor de Controle Externo) No âmbito do RGPS, o auxílio-acidente, concedido no dia seguinte ao da cessação do auxílio-doença, visa indenizar o segurado empregado cuja capacidade

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA

SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 36 SISTEMAS ESPECIAIS DE PREVIDÊNCIA Congressistas deputados federais e senadores tinham até 1997 um regime próprio de Previdência Social (I.P.C.)

Leia mais

Curso Plano de Benefícios da Previdência Social. Prof. Roberto de Carvalho Santos

Curso Plano de Benefícios da Previdência Social. Prof. Roberto de Carvalho Santos Curso Plano de Benefícios da Previdência Social Prof. Roberto de Carvalho Santos FILIAÇÃO/INSCRIÇAO DO BENEFICIÁRIO AO RGPS 2 FILIAÇÃO DO SEGURADO Afiliaçãoéovínculoqueseestabelece entre pessoas que contribuem

Leia mais

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. INTRODUÇÃO O direito previdenciário é o ramo do Direito que disciplina a estrutura das organizações, o custeio, os benefícios e os beneficiários do sistema previdenciário. A

Leia mais

Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665

Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665 Resumo das regras nas medidas provisórias nº 664 e nº 665 Cenário Aumentou o emprego e a formalização: 15,5 milhões no setor privado de 2003 a 2013 Base de segurados da previdência aumentou em 30 milhões

Leia mais

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA AUXÍLIO-DOENÇA - PROCEDIMENTOS LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Sumário 1. Introdução 2. Conceito Auxílio-doença 2.1 Tipos de auxílio-doença 3. pagamento 4. Carência - Conceito 4.1 Independe de carência 4.2 Depende

Leia mais

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 Direito Previdenciário 67. (Auditor de Controle Externo/TCE-CE/FCC/2015): O princípio constitucional estipulando que a Seguridade Social deve contemplar

Leia mais

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 -

pelo art. 1º da Lei nº 12.470 - 180 PREVIDÊNCIA 2º - Os recursos oriundos da majoração das contribuições previstas nesta Lei ou da criação de novas contribuições destinadas à Seguridade Social somente poderão ser utilizados para atender

Leia mais

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio.

No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para percepção deste beneficio. ESPÉCIES DE BENEFÍCIOS PARA OS SEGURADOS 1. APOSENTADORIA Aposentadoria por Invalidez No âmbito do RPPS Regime Próprio de Previdência Social de Camaçari, não há exigência de cumprimento de carência para

Leia mais

Regras de Aposentadorias e Pensões

Regras de Aposentadorias e Pensões Seguridade Social: A seguridade social compreende um conjunto integrado de ações de iniciativa dos Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a assegurar os direitos relativos à saúde, à previdência e

Leia mais

Francisco Luiz de Andrade Bordaz Advogado. À Cebracoop Central Brasileira das Cooperativas de Trabalho.

Francisco Luiz de Andrade Bordaz Advogado. À Cebracoop Central Brasileira das Cooperativas de Trabalho. À Cebracoop Central Brasileira das Cooperativas de Trabalho. Att. Consulta Formulada. Quesitos: 1) Quais são os direitos que os cooperados e seus dependentes, como segurados da Previdência Social, possuem?

Leia mais

BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE

BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE BENEFÍCIOS POR INCAPACIDADE Art. 201. A previdência social será organizada sob a forma de regime geral, de caráter contributivo e de filiação obrigatória, observados critérios

Leia mais

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014

SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Data do boletim informativo Volume 1, Edição 1 Di Informativo 01/2015 SALÁRIO MÍNIMO NOVO VALOR A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2015 DECRETO Nº 8.381 - DOU de 30.12.2014 Foi publicado no Diário Oficial da

Leia mais

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA DA PREVIDÊNCIA INSTITUTO BRASILEIRO DE ESTUDO E DEFESA DAS RELAÇÕES DE CONSUMO CARTILHA DA PREVIDÊNCIA EDIÇÃO ESPECIAL: Aposentadoria do INSS Tudo que o Trabalhador e o Aposentado precisa saber sobre seus direitos junto

Leia mais

Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais

Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais Seguridade Social conceituação e princípios constitucionais Seguridade Social Existe no Brasil um sistema de proteção social destinado a proteger todos os cidadãos em todas as situações de necessidade,

Leia mais

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA

DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA DIREITOS PREVIDENCIÁRIOS 1. APOSENTADORIA 1.1 Aposentadoria por invalidez Destina-se aos professores cuja incapacidade ao trabalho é confirmada pelo setor de perícias médicas do INSS. Uma vez concedida

Leia mais

ALTERAÇÕES MEDIDAS PROVISÓRIAS Nº 664 E 665 E LEI Nº 13.063/2014 Melissa FOLMANN

ALTERAÇÕES MEDIDAS PROVISÓRIAS Nº 664 E 665 E LEI Nº 13.063/2014 Melissa FOLMANN ALTERAÇÕES MEDIDAS PROVISÓRIAS Nº 664 E 665 E LEI Nº 13.063/2014 Melissa FOLMANN 1 Lei nº 13.063/2014 1.1 Conteúdo da Lei: - Altera a Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, para isentar o aposentado por

Leia mais

3) Assinale a alternativa incorreta. Constituem contribuições sociais destinadas à seguridade social:

3) Assinale a alternativa incorreta. Constituem contribuições sociais destinadas à seguridade social: 1) Assinale a alternativa correta. a) O empregador doméstico, em relação a segurado que lhe presta serviço, é equiparado à empresa, para fins do financiamento da seguridade social. b) O proprietário ou

Leia mais

expert PDF Trial Aspectos Trabalhistas e Previdenciários (Departamento Pessoal) Outubro 2013 Elaborado por: Valéria de Souza Telles

expert PDF Trial Aspectos Trabalhistas e Previdenciários (Departamento Pessoal) Outubro 2013 Elaborado por: Valéria de Souza Telles Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

- Estudo técnico - Art. 67...

- Estudo técnico - Art. 67... Aposentadoria especial para diretores, coordenadores e assessores pedagógicos - Estudo técnico - A Lei nº 11.301, de 10 de maio de 2006, publicada no Diário 0ficial da União de 11 de maio do mesmo ano,

Leia mais

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 665, de 30 de dezembro de 2014

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 665, de 30 de dezembro de 2014 Quadro comparativo da 1 Lei nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 Art. 3º Terá direito à percepção do segurodesemprego o trabalhador dispensado sem justa causa que comprove: I - ter recebido salários de pessoa

Leia mais

PRESTAÇÕES BENEFICIÁRIAS. Benefícios e Serviços

PRESTAÇÕES BENEFICIÁRIAS. Benefícios e Serviços Seguridade Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 20 PRESTAÇÕES BENEFICIÁRIAS Benefícios e Serviços As prestações compreendidas pelo Regime Geral de Previdência Social são expressas em benefícios

Leia mais

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18]

7 Natureza jurídica da contribuição da Seguridade Social, 18] Parte I - teoria da Seguridade Social, 1 1 evolução histórica, 3 1.1 Introdução, 3 1.2 Direito estrangeiro, 3 1.3 No Brasil, 4 2 Denominação e conceito, 7 2.1 Denominação, 7 2.2 Conceito, 8 2.3 Divisão,

Leia mais

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 -

PROJETO RETA FINAL QUESTÕES COMENTADAS. INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - INSS - FCC www.beabadoconcurso.com.br Todos os direitos reservados. - 1 - DIREITO PREVIDENCIÁRIO SÚMARIO UNIDADE 1 Seguridade Social (Origem e evolução legislativa no Brasil; Conceituação; Organização

Leia mais

pela previdência social, além dos outros benefícios já previstos em lei;

pela previdência social, além dos outros benefícios já previstos em lei; COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI N o 2.567, DE 2011 (Apensos os Projetos de Lei nºs 2.675, de 2011; 2.687, de 2011; 5.668, de 2009; 5.693, de 2009; 6.552, de 2009; 6.951, de 2010;

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 Emendas Constitucionais Emendas Constitucionais de Revisão Ato das Disposições

Leia mais

PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. Educação Previdenciária

PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL. Educação Previdenciária Todo(a) brasileiro(a), a partir de 16 anos de idade, pode filiar-se à Previdência Social e pagar mensalmente a contribuição para assegurar os seus direitos e a proteção à sua família. Vejamos com isso

Leia mais

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02

PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 PREVIDÊNCIA SIMULADO 02 Nas questões de 01 a 10, marque a alternativa correta: 01) I. Os beneficiários da previdência social subdividem se em dependentes e segurados. Já os segurados, podem ser obrigatórios

Leia mais

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014

Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência. 29 de Dezembro de 2014 Proposta de ajustes nas despesas do FAT e da Previdência 29 de Dezembro de 2014 Políticas para o Mercado de Trabalho nos governos Lula e Dilma 2 Aumento do poder de negociação dos trabalhadores, com forte

Leia mais

Art. 32... Art. 39... IV -...

Art. 32... Art. 39... IV -... DECRETO Nº 8.145, DE 3 DE DEZEMBRO DE 2013 Art. 1 o O Regulamento da Previdência Social - RPS, aprovado pelo Decreto n o 3.048, de 6 de maio de 1999, passa a vigorar com as seguintes alterações: Art. 19.

Leia mais

DISTORÇÕES NA CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE. Exemplos reais nos RPPS e no RGPS

DISTORÇÕES NA CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE. Exemplos reais nos RPPS e no RGPS Os RPPS e as alterações nas regras de concessão do benefício de pensão por morte 1 DISTORÇÕES NA CONCESSÃO DA PENSÃO POR MORTE Exemplos reais nos RPPS e no RGPS 2 Caso 1 Homem nascido em 1920 que se aposentou

Leia mais

LEGISLAÇÃO SOCIAL: DIREITO PREVIDENCIÁRIO

LEGISLAÇÃO SOCIAL: DIREITO PREVIDENCIÁRIO LEGISLAÇÃO SOCIAL: DIREITO PREVIDENCIÁRIO Aula 1 Direito Previdênciário Professor Marcelo Freire SUMÁRIO Regime Geral de Previdência Social. Beneficiários do RGPS Segurados obrigatórios 1 Regime Geral

Leia mais

Média aritmética dos 80% maiores salários de contribuição, multiplicado pelo fator previdenciário.

Média aritmética dos 80% maiores salários de contribuição, multiplicado pelo fator previdenciário. 1) Cálculo de Benefícios - Continuação 1.1) Aposentadoria por tempo de contribuição Média aritmética dos 80% maiores salários de contribuição, multiplicado pelo fator previdenciário. Fator Previdenciário

Leia mais

Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências.

Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. LEI N 8.213, DE 24 DE JULHO DE 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono

Leia mais

A Constituição Federal88 determina em seu art. 201 a garantia do benefício de salário-família aos trabalhadores de baixa renda.

A Constituição Federal88 determina em seu art. 201 a garantia do benefício de salário-família aos trabalhadores de baixa renda. SALÁRIO-FAMÍLIA - Considerações Gerais Matéria atualizada com base na legislação vigente em: 07/05/2013. Sumário: 1 - Introdução 2 - Salário-Família 3 - Beneficiários 3.1 - Filho - Equiparação 3.2 - Verificação

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA 1. INTRODUÇÃO A previdência social no Brasil pode ser divida em dois grandes segmentos, a saber: Regime Geral de Previdência Social (RGPS):

Leia mais

PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia

PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia 50 PEQUENAS COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE PREVIDÊNCIA (SOCIAL E PRIVADA) UNIVILLE Departamento de Economia Joinville SC, 2009 Elaboração: Prof. Airton Nagel Zanghelini 1 PREVIDÊNCIA: O QUE É ISSO?

Leia mais

PESCADOR INDUSTRIAL DIREITOS E DEVERES PREVIDENCIÁRIOS ODILON TEODORO DA CRUZ/ASSISTENTE TÉCNICO

PESCADOR INDUSTRIAL DIREITOS E DEVERES PREVIDENCIÁRIOS ODILON TEODORO DA CRUZ/ASSISTENTE TÉCNICO Ministério da Previdência Social SECRETARIA DE POLITICA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COORDENAÇÃO-GERAL DE LEGISLAÇÃO E NORMAS- CGLN PESCADOR INDUSTRIAL DIREITOS E DEVERES PREVIDENCIÁRIOS ODILON TEODORO DA CRUZ/ASSISTENTE

Leia mais

26. Seguridade social: conceituação, organização e princípios constitucionais. 28. Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário.

26. Seguridade social: conceituação, organização e princípios constitucionais. 28. Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário. AULÃO EVP RECEITA FEDERAL Direito Previdenciário Prof. Hugo Goes 26. Seguridade social: conceituação, organização e princípios constitucionais. 27. Segurados do RGPS 28. Empresa e empregador doméstico:

Leia mais

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO GRANDE DO SUL Alameda Montevideu, 244 - Bairro Nossa Srª da Dores - CEP 97050030 - Santa Maria - RS - www.jfrs.jus.

SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO GRANDE DO SUL Alameda Montevideu, 244 - Bairro Nossa Srª da Dores - CEP 97050030 - Santa Maria - RS - www.jfrs.jus. : SEI / TRF4-1584178 - Decisão :: http://sei.trf4.jus.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir_... de 1 26/09/2013 18:29 SEÇÃO JUDICIÁRIA DO RIO GRANDE DO SUL Alameda Montevideu, 244 - Bairro Nossa

Leia mais

PUBLICADAS MEDIDAS PROVISÓRIAS QUE ALTERAM A LEGISLAÇÃO TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA

PUBLICADAS MEDIDAS PROVISÓRIAS QUE ALTERAM A LEGISLAÇÃO TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA Rio de Janeiro, 07 de janeiro de 2015. CIRCULAR 01/2015 JURÍDICO PUBLICADAS MEDIDAS PROVISÓRIAS QUE ALTERAM A LEGISLAÇÃO TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA Publicadas no Diário Oficial da União de 30/12/2014,

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DO LIVRO CURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO, 11 EDIÇÃO PARTE 01.

ATUALIZAÇÃO DO LIVRO CURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO, 11 EDIÇÃO PARTE 01. 1 ATUALIZAÇÃO DO LIVRO CURSO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO, 11 EDIÇÃO PARTE 01. 34 Gabarito da questão 15 alterar para letra C 37 Substituir no item C) o texto do art. 243 parágrafo único da Constituição Federal

Leia mais

DISCIPLINA: Direito Previdenciário Profª Ms. Tatyane Karen Atividade Extra Disciplina Complementar Data: / / VALOR : 8 horas/ aula ALUNO(A):

DISCIPLINA: Direito Previdenciário Profª Ms. Tatyane Karen Atividade Extra Disciplina Complementar Data: / / VALOR : 8 horas/ aula ALUNO(A): . ESCOLA DE DIREITO E RELAÇÕES INTERNACIONAIS CURSO: DIREITO Turma: DISCIPLINA: Direito Previdenciário Profª Ms. Tatyane Karen Atividade Extra Disciplina Complementar Data: / / VALOR : 8 horas/ aula NOTA:

Leia mais

FILIAÇÃO E INSCRIÇÃO NO RGPS Filiação

FILIAÇÃO E INSCRIÇÃO NO RGPS Filiação FILIAÇÃO E INSCRIÇÃO NO RGPS Filiação Filiação é o vínculo jurídico existente entre o trabalhador e o Regime Geral de Previdência Social - RGPS, sendo, sobretudo, a condição material que assegura o direito

Leia mais

Presidência da República Casa Civil

Presidência da República Casa Civil Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso

Leia mais

Completam corretamente o artigo 201 da Constituição Federal, nos termos da lei APENAS os itens: a) I e II.

Completam corretamente o artigo 201 da Constituição Federal, nos termos da lei APENAS os itens: a) I e II. DIREITO PREVIDENCIÁRIO Prof. Cláudio Victor de Castro Freitas 1 Q222272 Prova: FCC - 2012 - INSS - Perito Médico Previdenciário Disciplina: Direito Previdenciário Assuntos: Previdência Social; A previdência

Leia mais

Comentários do Primeiro Simulado Direito Previdenciário Aula 04 SEGURADOS DO RGPS

Comentários do Primeiro Simulado Direito Previdenciário Aula 04 SEGURADOS DO RGPS Comentários do Primeiro Simulado Direito Previdenciário Aula 04 SEGURADOS DO RGPS Segurados do Regime Geral de Previdência Social Obrigatórios Empregado Empregado Doméstico Contribuinte Individual Trabalhador

Leia mais

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém

TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém TANHAÉM PREV Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Itanhaém Superintendente: Luciano Moura dos Santos Diretor Adm. Financeiro: Olavo Lopes Perez Diretor de Benefícios: Karine Vecci Rua

Leia mais

Cartilha Plano A. Índice

Cartilha Plano A. Índice Cartilha Plano A Cartilha Plano A Índice Apresentação A Previnorte Histórico Patrimônio Plano de Benefícios e Plano de Custeio Salário Real de Contribuição Jóia Requisitos exigidos para filiação à PREVINORTE

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRT 01 CONCURSO 2008. 1) É norma reguladora da apuração, constituição e cobrança dos créditos da seguridade social:

DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRT 01 CONCURSO 2008. 1) É norma reguladora da apuração, constituição e cobrança dos créditos da seguridade social: DIREITO PREVIDENCIÁRIO TRT 01 CONCURSO 2008 1) É norma reguladora da apuração, constituição e cobrança dos créditos da seguridade social: a) extingue-se em 15 (quinze) anos o direito de apurar os créditos.

Leia mais

AÇÕES COLETIVAS PREVIDENCIÁRIAS SINPRO/RS. a) Repetição de Indébito incidência de contribuição previdenciária em verba indenizatória

AÇÕES COLETIVAS PREVIDENCIÁRIAS SINPRO/RS. a) Repetição de Indébito incidência de contribuição previdenciária em verba indenizatória AÇÕES COLETIVAS PREVIDENCIÁRIAS SINPRO/RS a) Repetição de Indébito incidência de contribuição previdenciária em verba indenizatória A contribuição previdenciária só incide sobre o salário (espécie) e não

Leia mais

MEMO Nº 06/2015. Assunto: Alterações provocadas pela MEDI DA PROVI SÓRI A Nº 664, DE 30/12/2014 PREVIDÊNCIA SOCIAL

MEMO Nº 06/2015. Assunto: Alterações provocadas pela MEDI DA PROVI SÓRI A Nº 664, DE 30/12/2014 PREVIDÊNCIA SOCIAL Aos Clientes Visão Consultoria MEMO Nº 06/2015 Tarumã,SP, 29 de Janeiro de 2015. Assunto: Alterações provocadas pela MEDI DA PROVI SÓRI A Nº 664, DE 30/12/2014 PREVIDÊNCIA SOCIAL Prezados (as) Senhores

Leia mais

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES.

PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. Fortalecendo o Futuro! PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE GUARAPARI / ES. ======================== Informações aos Segurados. ======================== 1 Apresentação Este manual foi elaborado

Leia mais