UNA 23 UNA 25 UNA 26 UNA 27

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNA 23 UNA 25 UNA 26 UNA 27"

Transcrição

1 GESTRA GESTRA Steam Systems UNA 23 UNA 25 UNA 26 UNA 27 P Instruções de funcionamento Purgadores de condensados UNA 23, UNA 25, UNA 26, UNA 26h inox, UNA 27h

2 Índice Informações importantes Página Utilização de acordo com as determinações...4 Instruções de segurança...4 Perigo...4 Atenção...4 Normas para aparelhos sob pressão (NPASP)...4 ATEX (Atmosfera explosiva)...4 Esclarecimentos Conteúdo da embalagem...5 Descrição do sistema...5 Funcionamento...5 Modelos...5 Dados técnicos UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h...6 Limites de aplicação...6 Resistência à corrosão...6 Concepção...6 Placa de características...7 Componentes Peças Legenda...11 Instalação UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h...12 Execução flangeada...12 Execução roscada...12 Execução com uniões de soldar...12 Execução com pontas de soldar...12 Atenção...13 Tratamento térmico das soldaduras...13 Válvula manual de purga de ar...13 Ferramentas...13 Dispositivo manual de descarga...13 Arranque UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h

3 Índice continuação Funcionamento Página Válvula manual de purga de ar...14 Dispositivo manual de descarga...14 Manutenção Verficação do purgador de condensados...14 Limpeza/Substituição do dispositivo de regulação...14 Ferramentas...15 Limpeza/Substituição da tampa com visor...15 Atenção...15 Binómio de aperto...16 Peças de reserva Lista de peças de reserva Anexo Declaração de conformidade

4 Informações importantes Utilização de acordo com as determinações UNA 23, UNA 25: Montar os purgadores de condensados apenas para purga de condensados de vapor de água. Para aplicação em tubagens como separador de condensados de vapor de água, dentro dos limites admissíveis de pressão e temperatura tendo em atenção a influência dos processos químicos e corrosivos sobre o purgador. UNA 26, UNA 26h inox, UNA 27h: Aplicar o purgador apenas para condensados e fluídos. Montagem em tubagens de condensados de vapor de água e outros gases, dentro dos limites de pressão e temperatura admissíveis, tendo em atenção as corrosões e influências químicas sobre o aparelho. Instruções de segurança Estes aparelhos só podem ser instalados por pessoal técnico qualificado e especializado. Trabalhos de assistência e reparação só podem ser efectuados por técnicos que tenham recebido formação adequada. Perigo Durante o funcionamento o purgador está sob pressão. Ao desapertar as ligações flangeadas, os bujões roscados ou o regulador pode libertar-se água sobreaquecida, vapor, gases tóxicos ou fluídos corrosivos que podem causar graves queimaduras em todo o corpo. Os gases tóxicos podem causar graves intoxicações! Antes de iniciar qualquer trabalho de montagem ou assistência despressurizar as tubagens! As condutas a montante e a jusante do purgador devem estar despressurizadas! Durante o funcionamento o purgador está quente, podendo provocar queimaduras graves nas mãos e nos braços! Executar os trabalhos de montagem e assistência apenas com o purgador em frio! As arestas vivas das partes interiores podem provocar golpes profundos nas mãos! Utilizar sempre luvas ao substituir o dispositivo de regulação! Atenção A placa indica as características técnicas do aparelho. Um aparelho que não tenha placa de características não pode ser posto em funcionamento. Normas para aparelhos sob pressão (NPASP) Estes aparelhos cumprem com as exigências das normas para aparelhos sob pressão 97/23/CE. UNA 23 e UNA 25 são utilizáveis em fluidos do grupo 2, UNA 26, UNA 26h inox e UNA 27 são utilizáveis em fluidos do grupo 1 e 2, e dispõem de declaração de conformidade CE, desde que os aparelhos não sejam abrangidos pelas excepções do artigo 3.3. ATEX (Atmosfera explosiva) Os purgadores não apresentam qualquer fonte potencial de ignição e, por isso, não são abrangidos pelas normas de protecção contra explosão 94/9/CE. Aplicáveis em zonas explosivas tipo 0, 1, 2, 20, 21, 22 (1999/92/CE). Estes aparelhos não possuem designação antideflagrante. 4

5 Esclarecimentos Conteúdo da embalagem UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA26h/v, UNA 26h inox, UNA 27h 1 Purgador de condensados UNA Instruções de funcionamento UNA 2... com dispositivo de regulação Simplex 1 Purgador de condensados UNA Válvula manual de descarga com junta 1 Instruções de funcionamento UNA 2... com dispositivo manual de descarga 1 Purgador de condensados UNA 2... Dispositivo manual de descarga 1 Alavanca 1 Instruções de funcionamento Descrição do sistema UNA 2... são purgadores de condensados de bóia esférica e vedação por obturador esférico. Devido ao seu modo de funcionamento independente da contrapressão, este purgador pode aplicar-se em todos os casos. Os purgadores UNA são constituídos por um corpo com uma tampa flangeada e por um dispositivo de regulação. Para os purgadores estão previstos dois tipos de dispositivos de regulação: O modelo SIMPLEX é um purgador de bóia e destina-se especialmente a condensados frios e vapor sobreaquecido. DUPLEX com comando de bóia e purga de ar automática em função da temperatura, para instalações de vapor saturado. Em opção pode ser fornecida uma tampa com indicador de nível de água com vidro de reflexão integrado (UNA 23, PN 16). Funcionamento Os condensados atravessam o purgador e, por acção da bóia, mantêm uma abertura contínua do obturador esférico do dispositivo de regulação. No caso de abertura total o caudal máximo é determinado pela secção de saída do orificio. A pressão diferencial máxima do dispositivo de regulação utilizado depende da secção do orificio, da densidade do líquido a transportar e dos limites de aplicação do corpo. Existem tipos diferentes de orificios que podem ser posteriormente substituídos. Os purgadores de bóia equipados com o dispositivo de regulação DUPLEX podem efectuar a purga de ar de uma instalação de vapor saturado, tanto durante o arranque como durante o funcionamento, em função da temperatura. Modelos UNA 23h, UNA 25h, UNA 26h, UNA 26h inox: Modelo para montagem em tubagens horizontais UNA 23v, UNA 25v, UNA 26v: Modelo para montagem em tubagens verticais UNA 23h, UNA 23v: Modelo com tampa de inspecção (indicador de nível de água com vidro de reflexão integrado). 5

6 Dados técnicos UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h Concepção Orificios (sedes) Pressão diferencial máx. admissível 1 ) 2 ) PMX [bar] OV 2 2 OV 4 4 OV 8 8 OV 13 3 OV 16 6 OV OV OV OV ) Ter em atenção os limites de aplicação 2) Diferença entre a pressão antes e depois do purgador Limites de aplicação Resistência à corrosão UNA 23h/v UNA 25h/v UNA 26h/v UNA 26h inox Na caso de utilização de acordo com as determinações o aparalho não está sujeito a corrosão. UNA 27h UNA2... sem tampa de inspecção: Ver os limites de pressão e temperatura na caixa ou na placa de características: classe de pressão Classe/PN, número de material, temperatura máxima, pressão máxima e pressão diferencial máxima. UNA 23h/v: temperatura máxima admissível: 300 ºC UNA 25h/v: temperatura máxima admissível: 350 ºC UNA 26h inox: temperatura máxima admissível: 300 ºC UNA 26h/v: temperatura máxima admissível: 400 ºC UNA 23h/v com tampa de inspecção: temperatura máxima admissível: 240 ºC. Limites de temperatura reduzidos nos modelos com tampa de inspecção com indicador de nível de água com vidro de reflexão integrado (tampa de inspecção). No caso de um valor de ph superior a 9,0 e de uma temperatura do fluido superior a 200 ºC, deve calcular-se um vidro reforçado. A caixa não foi concebida para oscilações de carga. As soldaduras e as flanges foram calculadas com base na resistência à flexão. 6

7 Dados técnicos continuação Placa de características Ver os limites de temperatura e pressão na placa de características ou na caixa. De acordo com a EN 19, devem constar da placa de características as seguintes informações: Marca do fabricante Tipo Classe de pressão PN ou Classe Número de material Temperatura máxima 4 A punção na caixa, por exº 04 indica o trimestre e o ano de fabrico (exº: 4º trimestre de 2004) Fig. 1 7

8 Componentes Peças UNA 23h, UNA 25h, UNA 26h A B C D O E F G H F F I N M L H K F Fig. 2 J 8

9 Componentes continuação Peças UNA 23v, UNA 25v, UNA 26v, UNA 23h/v (tampa com visor) P B O Q Fig. 3 K R V Fig. 4 T U T S 9

10 Componentes continuação Peças UNA 27h H F B E F O F I H X F C Y Q D F L G K Fig. 5 W P F H 10

11 Components continuação Legenda A Parafuso com cabeça sextavada interior B Placa de características C Dispositivo de regulação Simplex D Junta de vedação do corpo (grafite/crni) E Válvula manual de purga de ar F Junta de vedação G Dispositivo de regulação Duplex H Bujão de vedação I Dispositivo manual de descarga com alavanca J Tampa K Parafuso com cabeça sextavada interior L Sede (orificio OV) M Junta da sede (grafite/crni) N Filtro O Corpo P Porca sextavada Q Perno roscado R Parafuso com cabeça sextavada interior S Flange para visor T Junta da vedação (grafite/crni) U Vidro de nível V Tampa com visor W Tampa da caixa X Segurança anti-retorno completa Y Junta de vedação 11

12 Instalação UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h O purgador de condensados de bóia pode ser montado em tubagem horizontal ou vertical descendente, conforme a execução do corpo. Execução flangeada 1. Respeitar a posição de montagem. A placa de características B deve sempre ficar para cima. 2. Respeitar a direcção do fluxo. A seta que indica o sentido do fluxo encontra-se na caixa do purgador. 3. Respeitar as distâncias para assistência. Se o purgador estiver fixo, é necessário, para desmontagem da tampa J ou Vou W, uma folga de pelo menos 130 mm (DN 15-25) ou 200 mm (DN 40-50)! 4. Retirar as tampas plásticas que servem apenas de protecção para efeitos de transporte. 5. Limpar as superfícies de vedação de ambas as flanges. 6. Montar o purgador. Execução roscada 1. Respeitar a posição de montagem. A placa de características B deve sempre ficar para cima. 2. Respeitar a direcção do fluxo. A seta que indica o sentido do fluxo encontra-se na caixa do purgador. 3. Respeitar as distâncias para assistência. Se o purgador estiver fixo, é necessário, para desmontagem da tampa J ou Vou W, uma folga de pelo menos 130 mm (DN 15-25) ou 200 mm (DN 40-50)! 4. Retirar as tampas plásticas que servem apenas de protecção para efeitos de transporte. 5. Limpar a rosca interior. 6. Montar o purgador. Execução com uniões de soldar 1. Respeitar a posição de montagem. A placa de características B deve sempre ficar para cima. 2. Respeitar a direcção do fluxo. A seta que indica o sentido do fluxo encontra-se na caixa do purgador. 3. Respeitar as distâncias para assistência. Se o purgador estiver fixo, é necessário, para desmontagem da tampa J ou Vou W, uma folga de pelo menos 130 mm (DN 15-25) ou 200 mm (DN 40-50)! 4. Retirar as tampas plásticas que servem apenas de protecção para efeitos de transporte. 5. Limpar as uniões de soldar. 6. Na montagem, efectuar apenas soldadura por arco voltaico. (Processo de soldadura 111 e 141, de acordo com ISO 4063) Execução com pontas de soldar 1. Respeitar a posição de montagem. A placa de características B deve sempre ficar para cima. 2. Respeitar a direcção do fluxo. A seta que indica o sentido do fluxo encontra-se na caixa do purgador. 3. Respeitar as distâncias para assistência. Se o purgador estiver fixo, é necessário, para desmontagem da tampa J ou Vou W, uma folga de pelo menos 130 mm (DN 15-25) ou 200 mm (DN 40-50)! 4. Retirar as tampas plásticas que servem apenas de protecção para efeitos de transporte. 5. Limpar as pontas de soldar. 6. Na montagem, efectuar soldadura por arco voltaico. (Processo de soldadura 111 e 141, de acordo com ISO 4063) ou utilizar soldadura oxiacetilénica (processo de soldadura 3, de acordo com ISO 4063). 12

13 Instalação continuação Atenção A soldadura de purgadores de condensados em tubagens para fluidos sob pressão só pode ser efectuada por soldadores qualificados (por exº certificados de acordo com a EN 287-1). A responsabilidade cabe ao explorador da instalação. Tratamento térmico das soldaduras Só é necessário tratamento térmico das soldaduras se este for exigido pelo material, por exº para (13CrMo4-5)/A182-F12 (materiais não standardizados). Válvula manual de purga de ar 1. Retirar o bujão de vedação H. 2. Montar a válvula de purga manual E com a junta F. Binómio de aperto: ver tabela de binómio de aperto. 3. Fechar a válvula de purga manual. Ferramentas Chave de bocas SW 22, DIN 3113, Forma B Chave de dinamométrica Nm, DIN ISO 6789 Dispositivo manual de descarga 1. Ter em atenção os avisos de perigo na página Retirar o bujão roscado H. 3. Montar o dispositivo de purga manual de ar I juntamente com a junta F. Na montagem colocar o braço da alavanca e mantê-lo na vertical. Ver binómio de aperto na tabela. Arranque UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h Nos purgadores UNA as ligações flangeadas, a válvula manual de purga de ar e o dispositivo manual de descarga devem ser bem aparafusados e ter uma vedação perfeita. No caso de aplicação em instalações novas não lavadas deve efectuar-se um controlo, após o primeiro arranque, e, se necessário, proceder a uma limpeza do purgador (página 14). 13

14 Funcionamento Válvula manual de purga de ar 1. Ter em atenção o aviso de perigo da página 4! 2. Se necessário, abrir a válvula de purga de ar manual. 3. Fechar bem a válvula manual de purga após o processo de purga. Dispositivo manual de descarga 1. Ter em atenção o aviso de perigo da página 4! 2. Colocar a alavanca no dispositivo manual de descarga I de entrada de ar. Fig Abrir o dispositivo manual de descarga I, de acordo com a seta existente nas tampas J ou V. 4. Fechar o dispositivo manual de descarga I para o lado contrario da seta existente nas tampas e retirar a alavanca. Manutenção Os purgadores de condensados UNA praticamente não necessitam de manutenção. No caso de montagens em instalações novas sem lavagem prévia, aconselhamos, porém, que se efectue o controlo e limpeza do purgador após o arranque. Verificação do purgador de condensados Durante o funcionamento os purgadores de condensados UNA podem ser verificados com os aparelhos de ultra-sons VAPOPHONE ou TRAPTEST da GESTRA. Detectada uma descarga de vapor, limpar o purgador ou substituir o dispositivo de regulação ou o orificio. Limpeza/Substituição do dispositivo de regulação 1. Ter em atenção o aviso de perigo da página 4! 2. Desaparafusar os parafusos A e as porcas sextavadas P do corpo. Retirar as tampas J ou V do corpo O. 3. Desaparafusar os parafusos de cabeça sextavada K, retirar o dispositivo de regulação C ou G e o orificio L. 4. Substituir o dispositivo de regulação C ou G e o orificio L no caso de desgaste visível ou danos. 5. Limpar o corpo e as partes interiores. Limpar todas as superfícies de vedação. 6. Lubrificar todas as roscas, superfícies de vedação em contacto com o órgão de vedação e superfícies de vedação da tampa com lubrificante resistente à temperatura (por ex WINIX 2150). 7. Montar o orificio L e o dispositivo de regulação C ou G e apertar os parafusos K em cruz e uniformemente. Binómio de aperto: vertabela binómio de aperto. 8. Montar uma nova junta D no corpo. 9. Aplicar a tampa no corpo. Fixar de modo uniforme e em cruz, em passos sucessivos, com 25 Nm os parafusos A do corpo ou as porcas sextavadas P, com os binómio de aperto indicados na tabela. 14 WINIX 2150 é uma marca de fábrica registrada da Firma WINIX GmbH, Norderstedt

15 Manutenção continuação Ferramentas Chave de bocas SW 17, 19, 22, 24, DIN 3113, Forma B Chave de cardan SW 5, 6, 10, ISO 2936 Chave dinamométrica Nm, Nm, Nm, DIN ISO 6789 Limpeza/Substituição da tampa com visor 1. Ter em atenção o aviso de perigo da página 4! 2. Desaparafusar os parafusos de cabeça sextava interior R, retirar a flange S da tampa V. 3. Retirar e limpar o vidro de nível U. 4. Substituir o vidro de nível U e as juntas T no caso de desgaste visível ou danos. 5. Limpar todas as superfícies de vedação. 6. Lubrificar todas as roscas e superfícies de vedação da flange com lubrificante resistente à temperatura (por ex WINIX 2150). 7. Montar o vidro de nível U com as juntas T, montar a flange S e fixar de modo uniforme e em cruz, os parafusos R. Binómio de aperto: vertabela binómio de aperto. Atenção A regulação de fábrica do termostato não deve ser alterada. No caso de alteração involuntária dever-se-á repor a regulação de fábrica. Para isto ajustar o comprimento do fole (dimensão 1) para: Tipo Diâmetro nominal Execução Dimensão 1 DN Dispositivo de regulação até 13 bar (fole maleável) 34,5 mm UNA 23h/v, UNA 25h/v, DN Dispositivo de regulação até 32 bar (fole duro) 32,0 mm UNA 26h/v, UNA 26h inox DN 40, 50 Dispositivo de regulação de 2 até 32 bar 34,5 mm DN Dispositivo de regulação de 16 até 45 bar 32,0 mm UNA 27h DN 40, 50 Dispositivo de regulação de 16 até 45 bar 51,5 mm 1 WINIX 2150 é uma marca de fábrica registrada da Firma WINIX GmbH, Norderstedt 15

16 Manutenção continuação Binómio de aperto Designação Binómio de aperto [Nm] Peça UNA 23h/v DN DN UNA 25h/v UNA 26h/v DN DN UNA 26h inox DN DN UNA 27h DN DN , , , , 50 Parafuso com cabeça sextavada interior A 40 1 ) 60 1 ) 60 Válvula manual de purga de ar E Bujão de vedação H Dispositivo manual de descarga com alavanca I Parafuso com cabeça sextavada interior K Sede (orificio 0V) L Porca sextavada P 40 2 ) ) Parafuso com cabeça sextavada interior R ) UNA..h para montagem em tubagens horizontais 2 ) UNA..v para montagem em tubagens verticais 16

17 Peças de reserva Lista de peças de reserva UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h Peça Designação Nr. encomenda Nr. encomenda DN DN D Junta do corpo*) (grafite/crni) F Junta de vedação*) C17 x T Junta de vedação**) (grafite/crni) UT Vidro de nível com junta M Junta da sede*) (grafite/crni) GLM KD Dispositivo de regulação Duplex, completo 0V V V V V CLM KD Dispositivo de regulação Simplex, completo 0V V V V V V V *) Quantidade mínima de encomenda 20 peças **) Quantidade mínima de encomenda 10 peças 17

18 Peças de reserva continuação Lista de peças de reserva UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 27h continuação Peça CMK D GMK D GMK D LMK Designação Dispositivo de regulação Simplex, completo sem orificio Dispositivo de regulação Duplex até 13 bar, completo, sem orificio Dispositivo de regulação Duplex superior a 13 bar, completo, sem orificio Orificio, completo, sem dispositivo de regulação Nr. encomenda Nr. encomenda DN DN V V V V V V EF Válvula manual de purga de ar com junta

19 Peças de reserva continuação Lista de peças de reserva UNA 26h inox Peça Designação Nr. encomenda Nr. encomenda DN DN D Junta do corpo*) (grafite/crni) F Junta de vedação**) C17 x M Junta de vedação*) (grafite/crni) GLM KD Dispositivo de regulação Duplex, completo 0V V V V V CLM KD Dispositivo de regulação Simplex, completo 0V V V V V V V *) Quantidade mínima de encomenda 20 peças **) Quantidade mínima de encomenda 10 peças 19

20 Peças de reserva continuação Lista de peças de reserva UNA 26h inox continuação Peça CMK D GMK D GMK D LMK Designação Dispositivo de regulação Simplex, completo, sem orificio Dispositivo de regulação Duplex até 13 bar, completo, sem orificio Dispositivo de regulação Duplex superior a 13 bar, completo, sem orificio Orificio, completo, sem dispositivo de regulação Nr. encomenda Nr. encomenda DN DN V V V V V V EF Válvula manual de purga de ar com junta

21 Peças de reserva continuação Lista de peças de reserva UNA 27h Peça Designação Nr. encomenda Nr. encomenda DN 25 DN D Junta do corpo (grafite/crni) F Junta de vedação*) C17 x GLM KD CLM KD CK D GK D L M K Dispositivo de regulação Duplex, completo Dispositivo de regulação Simplex, completo Dispositivo de regulação Simplex, completo, sem orificio Dispositivo de regulação Duplex, completo, sem orificio Orificio, completo, sem dispositivo de regulação 0V V V V V V V V V X Segurança anti-retorno completa EF Válvula manual de purga de ar com junta *) Quantidade mínima de encomenda 10 peças. 21

22 Anexo Declaração de conformidade Declaramos que os aparelhos UNA 23h/v, UNA 25h/v, UNA 26h/v, UNA 26h inox e UNA 27h estão em conformidade com as seguintes normas europeias: Norma para aparelhos sob pressão 97/23/CE de , desce que os aparelhos não sejam abrangidos pelas excepções do artigo 3.3. Processos utilizados para homologação de conformidade: Anexo III: Módulo H verificados pela Psecção No caso de alterações efectuadas nos aparelhos sem o nosso acordo prévio, esta declaração de conformidade perde a validade. Bremen, GESTRA AG Engº Uwe Bledschun Responsável de Projecto Lars Bohl Responsável de Qualidade 22

23 23

24 Representação em Portugal: Flowserve Portuguesa, Lda. Av. Dr. Antunes Guimarães, 1159 Porto Tel / Fax / GESTRA AG P. O. Box , D Bremen Münchener Str. 77, D Bremen Telephone +49 (0) Fax +49 (0) Internet /306csa 2000 GESTRA AG Bremen Printed in Germany 24

Atuadores multi-voltas SA 07.2 SA 16.2/SAR 07.2 SAR 16.2 com controlo de atuador AUMA MATIC AM 01.1/AM 02.1

Atuadores multi-voltas SA 07.2 SA 16.2/SAR 07.2 SAR 16.2 com controlo de atuador AUMA MATIC AM 01.1/AM 02.1 Atuadores multi-voltas SA 07.2 SA 16.2/SAR 07.2 SAR 16.2 com controlo de atuador AUMA MATIC AM 01.1/AM 02.1 Instruções de Operação Montagem, operação, colocação em funcionamento Índice AM 01.1/AM 02.1

Leia mais

SAPAG. CLASAR : a válvula de retenção de elevada resposta dinâmica. Válvulas de retenção CLASAR. www.pentair.com/valves

SAPAG. CLASAR : a válvula de retenção de elevada resposta dinâmica. Válvulas de retenção CLASAR. www.pentair.com/valves SAPAG CLASAR : a válvula de retenção de elevada resposta dinâmica Vantagens No caso de paragens bruscas de emergência da bomba, a válvula de retenção CLASAR reduz as flutuações de pressão na linha de tubagem

Leia mais

Purgador de Bóia FT 10 1 Manual de Instalação e Manutenção

Purgador de Bóia FT 10 1 Manual de Instalação e Manutenção Purgador de Bóia FT 10 1 Manual de Instalação e Manutenção ÍNDICE Termo de Garantia 1.Descrição 2.Instalação 3.Manutenção 4.Peças de reposição 5.Informações Técnicas 1 TERMO DE GARANTIA A Spirax Sarco

Leia mais

MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO COMPRESSORES ELÉCTRICOS SILENCIADOS ROTATIVOS A PARAFUSO

MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO COMPRESSORES ELÉCTRICOS SILENCIADOS ROTATIVOS A PARAFUSO MANUAL DE USO E MANUTENÇÃO COMPRESSORES ELÉCTRICOS SILENCIADOS ROTATIVOS A PARAFUSO PT ADVERTÊNCIAS: Antes de utilizar o compressor, ler atentamente as instruções do seguinte manual. 1 PT INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Leia mais

Válvulas Fisher ET e EAT easy-e CL125 até CL600

Válvulas Fisher ET e EAT easy-e CL125 até CL600 Manual de Instruções D0098X0PT Válvula ET Outubro de 20 Válvulas Fisher ET e EAT easy-e CL25 até CL00 Conteúdo Introdução... Âmbito do Manual... Descrição... 2 Especificações... Serviços Educacionais...

Leia mais

VÁLVULAS de SEGURANÇA

VÁLVULAS de SEGURANÇA VÁLVULAS de SEGURANÇA 1.1 Introdução As válvulas de segurança e/ou alívio são dispositivos automáticos de alívio de pressão sendo obrigatórios em vasos de pressão ou caldeiras, cuja pressão interna seja

Leia mais

COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS

COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS NORMA GERAL PARA PROJETO E CONSTRUÇÃO DE ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS DE ESGOTO SANITÁRIO NT-3.200-000.000-SPT-04-001 OUTUBRO/2006 REVISÃO 0 APRESENTAÇÃO A presente regulamentação

Leia mais

Inserir imagem no tamanho 215x70 mm. Diretrizes para Montagem de Carroçarias e Equipamentos

Inserir imagem no tamanho 215x70 mm. Diretrizes para Montagem de Carroçarias e Equipamentos Inserir imagem no tamanho 215x70 mm Diretrizes para Montagem de Carroçarias e Equipamentos Índice Índice L 1Introdução... 6 1.1Estrutura deste Manual... 8 1.2Formas de apresentação...10 1.3Segurança do

Leia mais

NBR 10897. Proteção contra incêndio por chuveiro automático. ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas \ICS ABR/2004

NBR 10897. Proteção contra incêndio por chuveiro automático. ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas \ICS ABR/2004 \ICS ABR/2004 NBR 10897 ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Proteção contra incêndio por chuveiro automático Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 / 28º andar CEP 20003-900 Caixa Postal

Leia mais

FIXAÇÕES DE PEDRA HALFEN FS 10-P FACHADA

FIXAÇÕES DE PEDRA HALFEN FS 10-P FACHADA FIXAÇÕES DE PEDRA HAFEN FS 10-P FACHADA TÉCNICAS DE FIXAÇÃO TÉCNICAS DE ARMADURAS SISTEMAS DE EVANTAMENTO PERFIS DE INSERÇÃO HAFEN CONECTORES DE ARMADURA HGC EVANTAMENTO POR ANCORAGEM FRIMEDA PERFIS DE

Leia mais

Equipamentos para proteção das tubulações. opasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg. Peças Especiais e Aparelhos. hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxc

Equipamentos para proteção das tubulações. opasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfg. Peças Especiais e Aparelhos. hjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzxc qwertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwerty uiopasdfghjklzxcvbnmqwertyuiopasd fghjklzxcvbnmqwertyuiopasdfghjklzx cvbnmqwertyuiopasdfghjklzxcvbnmq wertyuiopasdfghjklzxcvbnmqwertyui Equipamentos para proteção das tubulações

Leia mais

Manual de referência. Protecção das redes eléctricasistribution él. Sepam série 10

Manual de referência. Protecção das redes eléctricasistribution él. Sepam série 10 Manual de referência Protecção das redes eléctricasistribution él Sepam série 10 índice Instruções de segurança.............................................7 Acerca deste manual................................................9

Leia mais

Manual de Oficina. Série 10

Manual de Oficina. Série 10 Manual de Oficina Série 10 Manual de Oficina Série 10 MWM INTERNATIONAL Assistência ao Cliente / Asistencia al Cliente / Customer Assistance Av. das Nações Unidas, 22.002 CEP- 04795-915 - São Paulo -

Leia mais

Índice < 草 稿 -2010.8.12>

Índice < 草 稿 -2010.8.12> D www.dssopt.gov.mo S S Obras de Construção Obras de Ampliação O P T Critérios de Apreciação de Projectos de Obras de Construção e de Ampliação e Instruções de Procedimentos Administrativos Estes critérios

Leia mais

Guia de montagem. Prolongamento de antena até 450 C. para VEGAPULS 62 e 68. Document ID: 38316

Guia de montagem. Prolongamento de antena até 450 C. para VEGAPULS 62 e 68. Document ID: 38316 Guia de montagem Prolongamento de antena até 450 C para VEGAPULS 62 e 68 Document ID: 38316 Índice Índice 1 Para sua segurança 1.1 Pessoal autorizado... 3 1.2 Utilização conforme a finalidade... 3 1.3

Leia mais

Identificar e eliminar danos nos pistões

Identificar e eliminar danos nos pistões Identificar e eliminar danos nos pistões SERVICE Tips & infos Identificar e eliminar danos nos pistões 1 Trago a força da Kolbenschmidt, Pierburg e TRW Engine Components! Grupo Motor Service. Qualidade

Leia mais

Linhas de orientação de salvamentos

Linhas de orientação de salvamentos file://c:\users\qx54891\appdata\local\temp\14\dw_temp_qx54891\vul-rel-bm Page 1 of 68 BMW Linhas de orientação de salvamentos Informação para operadores Janeiro de 2015 Introdução Fundamento Aspectos da

Leia mais

Hidrogeradores. Linha S Horizontais Sem escovas. Manual de Instalação, Operação e Manutenção

Hidrogeradores. Linha S Horizontais Sem escovas. Manual de Instalação, Operação e Manutenção Motores Automação l Energia Transmissão & Distribuição Tintas Hidrogeradores Linha S Horizontais Sem escovas Manual de Instalação, Operação e Manutenção Manual de Instalação, Operação e Manutenção Nº

Leia mais

Introdução. Importante. Informações de Número de série. Publicações técnicas. Entre em contato conosco: Introdução.

Introdução. Importante. Informações de Número de série. Publicações técnicas. Entre em contato conosco: Introdução. Introdução Novembro de 00 Introdução Importante Leia, entenda e obedeça as regras de segurança e as instruções de operação do manual do operador apropriado da máquina antes de tentar efetuar qualquer procedimento

Leia mais

Catálogo tècnico geral HZ

Catálogo tècnico geral HZ Catálogo tècnico geral HZ 2 Índice Sistemas de Calhas Técnicas de Rodapé O sistema da empresa HZ para a instalação e ocultação de tubagens em paredes e rodapés 6 Os diferentes tipos de abraçadeiras suportes

Leia mais

ClickShare. Manual de segurança

ClickShare. Manual de segurança ClickShare Manual de segurança R5900015PT/02 01/04/2014 Barco nv President Kennedypark 35, 8500 Kortrijk, Belgium Telefone: +32 56.23.32.11 Fax: +32 56.26.22.62 Suporte: www.barco.com/esupport Visite-nos

Leia mais

- Apresentação do produto... - Características especiais... - Características técnicas... - Procedimento indispensável para instalação...

- Apresentação do produto... - Características especiais... - Características técnicas... - Procedimento indispensável para instalação... ÍNDICE Pág. - Apresentação do produto... - Características especiais... - Características técnicas... - Procedimento indispensável para instalação... A- Instalação hidráulica... B- Localização da instalação

Leia mais

Sem Fios. Sensor ET Sem Fios para Controladores Hunter Compatíveis. Manual do Utilizador e Instruções de Programação para:

Sem Fios. Sensor ET Sem Fios para Controladores Hunter Compatíveis. Manual do Utilizador e Instruções de Programação para: Sem Fios Sensor ET Sem Fios para Controladores Hunter Compatíveis Manual do Utilizador e Instruções de Programação para: WSS: Kit Solar Sync Sem Fios para Controladores Pro-C, PCC, ICC e I-Core WSSSEN:

Leia mais

MINISTÉRIO DA ECONOMIA. N. o 158 10 de Julho de 2001 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 4151

MINISTÉRIO DA ECONOMIA. N. o 158 10 de Julho de 2001 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 4151 N. o 158 10 de Julho de 2001 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 4151 vamento de embarcações ou de pessoas em perigo; d) Ajam sob a influência do álcool, estupefacientes, produtos tóxicos ou de outras drogas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. J6000 By Pass ou J6000 MÁQUINA DE LIMPEZA DE ALTA PRESSÃO. Exclusivo para uso doméstico SAC 0800-131513

MANUAL DE INSTRUÇÕES. J6000 By Pass ou J6000 MÁQUINA DE LIMPEZA DE ALTA PRESSÃO. Exclusivo para uso doméstico SAC 0800-131513 MANUAL DE INSTRUÇÕES MÁQUINA DE LIMPEZA DE ALTA PRESSÃO J6000 By Pass ou J6000 Stop Total Atenção: Não utilizar o equipamento sem antes ler o manual de instruções Exclusivo para uso doméstico MÁQUINAS

Leia mais

NR-12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

NR-12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS NR-12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78 Atualizações D.O.U. Portaria SSST n.º 12, de 06 de junho de 1983 14/06/83

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA NOS CIRCUITOS DE DISTRIBUIÇÃO E VENDA DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

CÓDIGO DE CONDUTA NOS CIRCUITOS DE DISTRIBUIÇÃO E VENDA DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS CÓDIGO DE CONDUTA NOS CIRCUITOS DE DISTRIBUIÇÃO E VENDA DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS DGADR DSPFSV DSPFSV 2/10 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, DO DESENVOLVIMENTO RURAL E DAS PESCAS DIRECÇÃO-GERAL DE AGRICULTURA

Leia mais

O Carburador. O que é um carburador?

O Carburador. O que é um carburador? O Carburador O que é um carburador? É um aparelho ou dispositivo, que a partir de um combustível líquido e do ar da atmosfera, prepara e fornece para todos os regimes de trabalho do motor, uma mistura

Leia mais

INTRODUÇÃO. Atenciosamente, Moto Honda da Amazônia Ltda.

INTRODUÇÃO. Atenciosamente, Moto Honda da Amazônia Ltda. 3PYG8B110.book 0 ページ 2014 年 5 月 7 日 水 曜 日 Guarde este manual do proprietário em local acessível, para que possa ser consultado quando necessário. Este manual do proprietário é considerado parte permanente

Leia mais

Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas

Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas FEV 2001 NBR 5419 ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 / 28º andar CEP 20003-900 Caixa Postal 1680

Leia mais