Praticar um bom esporte e ainda salvar o planeta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Praticar um bom esporte e ainda salvar o planeta"

Transcrição

1 Universidade Presbiteriana Mackenzie - Centro de Comunicação e Letras Publicação feita pelos alunos do 2º semestre de Jornalismo Edição nº 97 Setembro de 2011 Ano VIII Praticar um bom esporte e ainda salvar o planeta 4 Mais um ponte estaiada na capital. E outras virão, por quê? 5 Ortorexia: até o hábito de se alimentar bem se torna obsessão 6 Haja soro fisiológico! As crianças sofrem com o ar de SP Acontece Página 1 8 A falta de profissionais de saude em hospitais públicos

2 Editorial A Jornal-laboratório Acontece che a sua edição 97, como mais uma leva de reportagens dos jovens jornalistas do segundo semestre do curso de jornalismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie. A primeira matéria, que abre esta edição, relata a atitude ecológica que canoistas da baixada santista que, além de praticarem seu esporte, também recolhem o lixo que não para de se acumular nas praias e fiordes do litoral. As pontes estaiadas, por outro lado, são construções que estão surgindo em São Paulo aos montes. E dentro desta situação é comum se perguntar por que tantas? Por que só deste tipo? E, Principalmente, quem está ganhando com esta moda? Quanto à saude, um novo transtorno alimentar surgeno horizonte: a ortorexia. Embora não reconhecido pela Organização Mundial de Saude, OMS, parece ser o outro lado, ainda mais radical, da vontade de se alimentar bem, com produtos exclusivamente naturais, e muitas vezes, confundido com formas veganas radicais. Seguindo a linha da saude, a reportagem do Acontece aborda os malefícios da ingestão do ar poluido da capital por parte das crianças, dependentes cada vez mais de bombinhas, inaladores e humidificadores para combater as sequelas da inversão térmica, por exemplo. O que fez com que o Conselho Estadual de Meio Ambiente - CON- SEMA, a adotar um padrão mais rígido de limite de poluição. Mas as crises de saude acabam encontrando um outro obstáculo, é a crise na saude, cuja condição se torna cada vez mais crítica quando se constata que a superlotação também é causada pela carência de profissionais em hospitais e postos de saude. Hábito saudável e sem contra indicação é o da leitura, incentivado pelo bookcrossing, conceito que chega ao Brasil. E ideia que partiu de pessoas comuns e a vontade de se partilhar seus próprios livros com os autros aumentando, com isso, a leitura. E uma boa leitora é o que desejam os alunos da turma de jornalismo. Universidade Presbiteriana Mackenzie Centro de Comunicação e Letras Diretora: Esmeralda Rizzo Coordenador: Oswaldo Hatore Editor: André Nóbrega Dias Ferreira Projeto Gráfico: Renato Santana Diagramaçãoe reportagem: Caio Pandori, Dandara Lima, Emílio Surita, Guilherme de Sá, João Victor Cristóvão, Ligia Malagrino, Luciana Tortorelo, Maya Rebaux, Rainier Zamboni Jornal-Laboratório dos alunos do segundo semestre do curso de Jornalismo do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie, orientados pelo professor André Nóbrega Dias Ferreira, jornalista, MTB n Impressão: Gráfica Mackenzie Acontece Página 2 Tiragem: 200 exemplares Contatos Para enviar críticas, sugestões, elogios ou comentar as reportagens dessa edição: Acesse o nosso site para conferir matéria exclusivas, entrevistas na íntegra e intergarir com a nossa equipe:

3 Canoístas do litoral de São Paulo unem postura ecológica ao esporte. Além da prática do esporte, os esportistas criaram maneiras de preservar o meio ambiente e conscientizar parte da população Luciana Tortorello Maya Renaux Canoístas de Santos encontraram uma forma de praticar o esporte, confraternizar, contemplar e preservar o meio ambiente. Além de remar, os esportistas defendem a natureza e promovem campanhas de conscientização e de limpeza da área onde praticam o esporte. Vitor Hilsdorf, assim como outros remadores, escolheu o esporte pela proximidade com a natureza e pela maneira como é feita. O caiaque permite uma sintonia tão plena como o ambiente, que nenhuma outra embarcação permite, é como se fosse uma extensão do nosso corpo, que se molda às águas. Não agride o ambiente e ainda é leve e de fácil transporte, explica. Vitor, remador há 30 anos e autor do livro Manual do Canoísta de Fim e Semana, conta que a canoagem segue uma filosofia de que todas as coisas devem ser deixadas no mesmo estado na qual são encontradas; a única coisa que se deixa nos lugares visitados são as nossas pegadas, o que se tira, são fotografias e o que se mata, é o tempo. E foi à partir dessa filosofia que idealizou o projeto Gincana Eco Gari, que consiste na coleta de lixo pelos canoístas em um determinado tempo valendo prêmios. Explica que a intenção do projeto era sensibilizar as pessoas e mais do que isso, mobilizá-las. Além do projeto Eco Gari também existe o Cleanup day, que os canoístas participam recolhendo lixo do mar e das praias que frequentam como Sangava e Cheira-limão. Para Vitor, a sensibilização e a coleta não são o bastante. A educação contribui muito para a preservação da natureza. Ele conta que alguns remadores idealizaram um projeto chamado Escola sem Paredes que tem a intenção d elevar crianças para remar, entrar em contato com a Mata Atlântica e, dessa forma fazer com que elas aprendam a colaborar e a respeitar a natureza. Algumas pessoas, quando entram em contato com a natureza, tendem a criar uma consciência para os problemas decorrentes da exploração desenfreada dos recursos e para o pouco caso que os homens dão ao habitat. È o caso de Ana Sarubi, que rema há 5 anos e tem a consciência ambiental da maioria dos canoístas. Existem várias formas de contribuir para um mundo melhor, a nossa forma é recolhendo lixo e respeitando nosso local de prática de esporte. Ana conta que o contato com a natureza nesse esporte é muito forte, em Santos, entram em contato com diversas aves marinhas como garças, biguás, gaivotas, além de tartarugas, Esportistas em ação no Cleanup day de 2010 toninhas, e eventualmente até golfinhos e baleias. Dessa forma fica difícil sujar o ambiente ou destratar um ambiente que parece ser seu ambiente natural, complementa. Ana e Vitor fazem parte de um grupo de remadores que saem em busca de diversão durante os fins de semana, mas sempre preservando o meio ambiente. O grupo afirma que atuam regionalmente, mas com a intenção da melhora da qualidade de vida global. O homem depende da natureza, a manutenção dela garante a continuidade das futuras gerações, nós dependemos dela além de tudo para o nosso esporte, complementa o grupo. Maya Renaux Acontece Página 3

4 Pontes estaiadas: será que é moda? Quando não tem lugar para colocar pilares constrói-se uma ponte estaiada. Guilherme de Sá João Victor Cristóvão Rainier Zamboni Fotos: João Victor Cristóvão Nova ponte estaiada na Marginal Tietê As pontes estaiadas são pontes suspensas por cabos. Este tipo de ponte é indicado quando não se tem espaço para construir uma ponte comum tornando-se a unica solução possível de acordo com Guilherme Castro, professor de engenharia da Universidade Mackenzie. Segundo ele, do ponto de vista funcional e semelhante as contrucoes de pontes convencionais no entato sao mais atraentes do ponto de vista de designer o que motiva patrocinadores, concluiu Guilherme. Existem dois tipos de pontes estaiadas harpa, onde os cabos correm paralelamente a partir do mastro, de modo que a altura de fixação do cabo ao mastro é proporcional å distância entre o mastro e o ponto de fixação deste cabo no tabuleiro. E o tipo leque, onde os cabos conectam-se ou passam pelo topo do mastro. No Brasil o conceito de ponte estaiada é considerado moderno. O modelo é uma opção de tecnologia para construção de pontes, além dos modelos de ponte fixa e ponte pênsil. A sustentação dos tabuleiros é feita através de cabos de aco fixados em pilares de concreto moldados no local.a fixação dos cabos pode ser feita em forma de leque. Afirma o professor Castro. Hoje, no Brasil, temos investimentos nesse tipo de estrutura, tanto por parte do setor público como do setor privado, pois os orgãos públicos e as empresas tem visado o potencial da construcao civil, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento das regiões onde as pontes tem sido construidas, destaca Ana Luisa, professora de engenharia da Universidade Presbiteriana Mackenzie. No Brasil as primeiras pontes estaiadas surgiram a partir da ponte sobre o rio pinheiros (metroviária). A primeira ponte foi construida pelo o governo do estado com o apoio dos franceses planejada para estação da linha 5 do metrô. A segunda ponte denomina-se ponte Carneirinho,projetada por alemaes, em conjunto com calculistas cariocas. Como eram as primeiras pontes no Brasil utilizaram mao de obra estrangeira. No Brasil temos poucas pontes estaiadas por conta de deficiências na área tecnologica, porém encontramos alguns bons exemplos desses tipos de pontes. Em Brasilia, por exemplo, temos a ponte Juscelino Kubitschek que não atinge grande vão porém é particularmente diferente por ser sustentada por arcos que cruzam na diagonal da rodovia. Em Florianópolis temos a ponte Hercílio Luz, já em Manaus temos a ponte Ferro Benjamin Constant, em Natal a ponte Newton Navarro, e a ponte Aracaju Barra dos coqueiros entre Aracaju e Barra dos coqueiros. Recentemente tem-se disponibilizado recursos tecnológicos e matériais para a ampliação deste tipo de edificação e as que estão feitas no Brasil figuram entre as que possuem melhor técnologia existente no mundo, finaliza Ana Luisa. Temos tambem um exemplo na cidade de São Paulo, a nova ponte estaiada Octávio Frias de Oliveira (sobre o rio Pinheiros proximo ao Brooklin), que é a única ponte estaiada do mundo com duas pistas em curvas conectadas a um mesmo mastro, que foi inaugurada dia 10 de maio de 2008 apos 3 anos de construção e ficou conhecida como cartao postal da cidade. Acontece Página 4

5 Ortorexia: um novo transtorno alimentar Transtorna ainda não reconhecido pelo OMS é, muitas vezes, confundido com vegetarianismo Luciana Tortorello Maya Renaux De uns tempos pra cá, muitas pessoas estão deixando de forma desmedida e estão entrando em uma onda natural. Param de comer produtos industrializados, e até mesmo carne, ingerindo apenas os produtos que vem da terra. Mas se essa atitude se tornar uma obsessão pode se transformar em um transtorno alimentar, a Ortorexia. Ainda não reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a ortorexia foi descoberta em 1998 pelo médico americano Steven Bratman, quando diagnosticou em um grupo de pessoas a obsessão por comer corretamente. Em transtornos alimentares como a anorexia ou bulimia, a preocupação é sobre a quantidade de comida ingerida. Na ortorexia, diferente dos outros transtornos, o que preocupa é a qualidade dos alimentos ingeridos. Os portadores da doença acham que apenas os vegetais e cereais fazem bem ao organismo. Já carnes, transgênicos, cafeína, gorduras e enlatados, são evitados na alimentação dos ortoréxicos. Estudiosos do assunto afirmam que muitos dos ortoréxicos foram anoréxicos, que após se Sinais de ortorexia- Você Examina cada pormenor do que se encontra em cada alimento? Só se permite alimentos saudáveis? Consegue comer alimentos preparados por outra pessoa? Observa e comenta a maneira como outras pessoas preparam a comida? Pensa sobre conteúdo nutricional durante o dia? Preocupa-se quando come alguma coisa que pode não ser boa para si? Perdeu muito peso recentemente sem seguir conscientemente uma dieta? recuperarem, optaram por uma alimentação que não lhes causasse danos. Por isso tal obsessão pela escolha do alimento, como ele foi preparado e armazenado. Quando essa dieta se torna dura demais e a pessoa começa a excluir alimentos fundamentais para o organismo, começa a correr risco de adquirir doenças relacionadas à desnutrição, é o que a nutricionista Andrea Romero Latterza afirma que com essa alimentação, poderia ocorrer a deficiência de algum mineral ou vitamina se a pessoa, por exemplo, excluir alimentos importantes da dieta por uma crença de que este alimento não faz bem para a saúde. Alguns pacientes com ortorexia, excluem a carne da dieta e consequentemente podem ter anemia ferropriva. Não querem mais comer fora de casa, pois não sabem a procedência da comida, se afastam dos familiares e amigos, se tornam irritadiços e por causa desse isolamento Acontece Página 5 social, entram em um circulo vicioso devido à insatisfação afetiva e emocional, tornando-os cada vez mais preocupados com a própria alimentação. Além disso, seus assuntos giram em torno da alimentação e do cuidado com o corpo, o que torna os doentes uma companhia cansativa para a maioria das pessoas. Muitas pessoas confundem o ortoréxico com vegetarianos e naturalistas. Segundo a psicóloga especialista em distúrbios alimentares Flávia Leão Fernandes, ser natural é uma opção de vida e está opção normalmente está integrada no jeito de ser do indivíduo. Já o ortoréxico, se afasta do convívio daqueles que são diferentes dele. Para ele, a alimentação é fonte de conflito e ele sente que precisa convencer os outros de sua opção, ou então, distanciar-se deles, afirma. Especialistas no assunto concordam que o tratamento para esse transtorno seria acompanhamento com um psicólogo e com um nutricionista. O tratamento sempre deve ser numa equipe multiprofissional, com nutricionista e psicólogo. Trabalhando as crenças em relação a sua alimentação e o que leva a pessoa a ser tão radical e perfeccionista consigo mesma e com as pessoas a sua volta, diz a nutricionista Andrea. Foto Luciana Tortorello

6 Bookcrossing: Uma biblioteca a céu aberto Cerca de seis milhões de livros circulam através desta biblioteca por todo o Brasil Guilherme de Sá João Victor Cristóvão Com mais de 6,2 milhões de livros registrados e com mais de 852 mil membros divididos em 130 países registrados, incluindo o Brasil. O bookcrossing não para de crescer, segundo o site oficial (www. bookcrossing.com.br) o projeto conquistando todos os dias cerca de 300 novos membros. No ano de 2001 o Norte Americano Ron Hornbaker ao olhar para sua estante de livros teve a ideia de rastrear livros durante o mundo inteiro criando um site para que as pessoas pudessem cadastrar seus livros e dividi-los entre elas e espalhar seus livros para todo o mundo. Isto é comum em hotéis, ponto de ônibus e nos meios de transporte público; ou ainda em algum dos milhares pontos de bookcrossing que existem ao redor do mundo. No Brasil existem 9 desses pontos, os endereços são: Biblioteca da Universidade Anhembi Morumbi Campus centro (SP), Biblioteca Mario de Andrade (SP), Café Bonobo (RS), Café Terrasse (BA), Casa das Rosas Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura (SP), Central das Artes (SP, Escola Politécnica da UFBA (BA), Set Palavras Livros e Filmagens (MG), Toque de Alma (SP). Também é possível se informar através dos sites de relacionamento através de listas de discussão no Yahoo! Groups (http://br.groups. yahoo.com/group/bookcrossingbrasil/). Em um dos fóruns do BookCrossing.com. Fazendo uma pesquisa no bookcrossing.com. E nas comunidades do Orkut do bookcrossing. Com o slogan Faça do mundo uma Biblioteca o bookcrossing veio para o Brasil. Entrevistamos uma das responsáveis pelo bookcrossing no Brasil a Helena Castello Branco. Acontece Página 6 Acontece: como o Bookcrossing não surgiu no Brasil, como que ele veio para o país? Helena Castello Branco: através da internet e dos livros que viajaram de um país para o outro junto com seus leitores, e pessoas que viajaram para outros países e ficaram conhecendo o movimento lá fora. Ac: como que faz para se cadastrar no bookcrossing? Helena Castello Branco: pelo site é possível criar um perfil de usuário, e depois cadastrar, obter os números do BCI- Ds que são colocados na contra capa dos livros, e libertar os livros. Ac: Com o passar do tempo como que esse programa pode beneficiar a população? Helena Castello Branco: beneficia a população com o desenvolvimento do hábito de leitura e com noções de cidadania e desapego. Acervo pessoal Helena Castelo Branco

7 Inversão térmica coloca a saúde de pequenos paulistanos em risco Consema aprova novo padrão de limites para poluição no estado de São Paulo Dandara Lima Lígia Malagrino Na chegada do outono-inverno, entre os meses de maio a setembro, cresce o número de atendimentos de casos de infecções respiratórias às crianças nos ambulatórios públicos e particulares na cidade de São Paulo, devido à inversão térmica, retendo poluentes na atmosfera. A cidade de São Paulo está entre as dez mais poluídas do mundo, o que levou o Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema) a aprovar no dia 25 de maio, a adoção de um padrão mais rígido de limites para poluição de acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os níveis de poluição atmosférica de São Paulo são três vezes mais altos que o recomendado pela OMS. A constante exposição a gases poluente é extremamente nocivo para a população, mas em especial para crianças, pois não terminaram o desenvolvimento pulmonar e acabam desenvolvendo doenças como Asma, Bronquite, Pneumomia, Síndrome do Lactante Sibilante (bebê chiador), Discinesia Ciliar, Fibrose Cística e uma infinidade de alergias respiratórias. Minha filha tem dois anos e oito meses e sofre desde os cinco meses com problemas respiratórios, alega Gabriela da Rocha, mãe de Camila. Segundo dados do Departamento de Informática do SUS (Datasus), 42,2% da população infantil de zero a quatro anos foi hospitalizada por doenças respiratórias em Embora com poucos casos de óbito, a asma é a doença mais frequente nessa faixa etária. Caracterizada por morbidade e crises de intensidades variáveis, provoca internações e longos períodos e medicação, o que ocasiona prejuízos à saúde pública e perda de qualidade de vida do paciente e de seus familiares. Tenho um bebê de dez meses, a pediatra receitou o uso da bombinha (de asma), não sei se realmente é preciso, tenho medo, pois a medicação é muito forte, e vicia, declara Kaciellen Beck, mãe de Bruna, que recebe atendimento pelo SUS. A Dra. Maria Helena Bussamra, pneumopediatra da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), alerta sobre os riscos causados pela fumaça do cigarro e pela negligência com a higienização doméstica, pois normalmente as crianças são alérgicas e tem problemas com o pó doméstico. Deve-se evitar a exposição a produtos químicos irritantes para as vias aéreas, além de vacinar contra a gripe e pneumoco. Algumas infecções respiratórias frequentes no inverno, podem ser evitadas com a vacinação das crianças. A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo fornece medicação para essas infecções nos meses de abril a agosto. São várias as medidas que devem ser tomadas no tratamento de doenças respiratórias, as mais utilizadas são a bombinha e a inalação, mas é essencial consultar um médico previamente para indicar a melhor opção de tratamento e a dosagem adequada na medicação, de acordo com o peso e a idade da criança, a auto medicação oferece sérios riscos pode levar o paciente ao óbito. Dentre todas as ações, a Dra. Maria Helena incentiva a prática de esportes: o paciente com asma ou com problemas respiratórios crônicos, devem praticar uma atividade aeróbica, a atividade o ajudará a ter uma melhor qualidade de vida. Dandara Lima Acontece Página 7

8 O Tumulto da saúde Carência de profissionais qualificados e falta de espaço são problemas na saude pública brasileira Caio Pandori Emilio Surita A superlotação vem sendo um evento cada vez mais constante, que ocorre muito em hospitais públicos. Como é o caso do Hospital Geral de Taipas, no Bairro Parada de Taipas. Esse evento ocorre devido à má distribuição de profissionais e falta de espaço físico para abrigar a quantidade de pacientes necessários. Quando o hospital enfrenta a superlotação de pacientes uma das prerrogativas de se trabalhar com superlotação é aumentar o numero de funcionários de todo o efetivo, tanto de médicos como de funcionários da área técnica, relata o pediatra Dr. Newton Sanfelice. Porém existe uma limitação que é a área física do hospital. Como os números de leitos, alimentação dos pacientes e equipamentos. De acordo com os funcionários do hospital, o ideal seria a construção de novos hospitais que atendessem a mesma área de necessidade da população, ou a reabilitação de hospitais menores que pudessem também absorver e dividir a distribuição dos recursos de saúde. Um problema que a maioria dos hospitais enfrenta é o numero de profissionais especializados em determinada área. Um exemplo atual é médicos pediatras. Hoje em dia, poucos médicos se especializam em pediatria, então esse setor está muito carente, afirma Dr. Newton Sanfelice. Assim a demanda acaba sendo muito grande para poucos profissionais disponíveis. O hospital procura dar prioridade, nesse caso, para áreas que tenham maiores demandas como a unidade pré-natal e ortopédica. A ampliação dessas áreas, para o pediatra Dr. Newton, será a melhor solução para super lotação e melhor atendimento dos pacientes. O Hospital Geral de Taipas atende na área de terapia intensiva, que é um leito fechado, até cinco pacientes internados. O hospital disponibiliza de todos os equipamentos necessários que estão propostos para atender as necessidades da população local. Procedimentos e equipamentos de alta complexidade não são feitos dentro desse hospital, como ressonância nuclear magnética, porém o hospital oferece equipamentos para diagnostico de condições agudas, para o melhor atendimento ao paciente. Os recursos que o hospital oferece são eficientes para o bom atendimento ao cliente. Toda a programação de recursos do hospital é feita durante um ano, visando os que serão necessários no ano seguinte. Os remédios que faltam aqui no hospital são os de uso diário e os itens mais simples e rotineiros, como agulhas, gases e outros requisitos não fundamentas, mas rotineiros, afirma Inês Miranda, auxiliar de enfermagem. Antes de um hospital ser construído em determinada área, é avaliado a necessidade dos moradores daquela região. É preciso averiguar qual é o principal mal que aquele tipo de sociedade enfrenta. Sendo assim, o hospital estará com maior número de leitos e funcionários na área de deficiência da população local. Portanto, com o crescimento da população, o foco principal de necessidades acaba mudando e o hospital é obrigado a se adequar junto com ela. Uma solução seria ampliação, para atender tal demanda, ou construir outros postos de saúde na região. Entretanto tais soluções precisam de verba do governo, reavaliação da demanda populacional e recursos. Esses problemas devem ser solucionados ao longo dos anos e deve ser um trabalho dinâmico, sem pausas. Acontece Página 8 Dr. Newton da área infantil do HGT Parente do apciente em visita rotineira Inês Miranda, auxiliar técnica de enfermagem Fotos: Caio Pandori

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015. Menos mulheres estão doando leite materno em Manaus, diz Fiocruz

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015. Menos mulheres estão doando leite materno em Manaus, diz Fiocruz Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 20/05/2015 Portal D24 AM- Saúde 20 de maio de 2015. Fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/menos-mulheres-estaodoando-leite-materno-manaus-fiocruz/134218 Menos

Leia mais

Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr

Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr Prevenir é o melhor remédio para uma boa saúde, evitando-se as doenças e suas complicações. Problemas respiratórios, por exemplo, podem se tornar

Leia mais

OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE

OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE pg44-45.qxd 9/9/04 15:40 Page 44 44 OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO BRASIL OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE NA INFÂNCIA pg44-45.qxd 9/9/04 15:40 Page 45 45 4 " META 5 REDUZIR EM DOIS TERÇOS, ENTRE

Leia mais

Cigarro agride não fumantes

Cigarro agride não fumantes Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Cigarro agride não fumantes Para impedir o tabagismo passivo, cidades criam leis de proibição do fumo

Leia mais

ANÁLISE DAS LANCHEIRAS DE PRÉ-ESCOLARES¹ BOEIRA,

ANÁLISE DAS LANCHEIRAS DE PRÉ-ESCOLARES¹ BOEIRA, ANÁLISE DAS LANCHEIRAS DE PRÉ-ESCOLARES¹ BOEIRA, Giana²; GÖRSKI, Bruna²; PAZ, Fabiane²; ORSOLIN, Giulianna²; ROSA, Izabel²; TONETTO, Priscila²; SACCOL, Ana Lúcia de Freitas² ¹ Trabalho desenvolvido durante

Leia mais

COMUNICAÇÃO COORDENADA UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO E A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO EIXO RIO/SÃO PAULO: O CASO CÂNCER

COMUNICAÇÃO COORDENADA UM OLHAR SOBRE O CONHECIMENTO E A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA NO EIXO RIO/SÃO PAULO: O CASO CÂNCER II ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SOCIEDADE BRASILEIRA DE PESQUISADORES EM JORNALISMO SBPJor FACULDADE DE COMUNICAÇÃO - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA 26 E 27 DE NOVEMBRO DE 2004 SALVADOR

Leia mais

Poluição do rio Tietê

Poluição do rio Tietê Poluição do rio Tietê Eixo(s) temático(s) Vida e ambiente / Terra e Universo Tema Água e vida; uso dos recursos naturais / a ocupação do espaço e suas consequências / desequilíbrio ambiental / desenvolvimento

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

Em Vitória de Santo Antão,

Em Vitória de Santo Antão, Programa Ação Saudável é ampliado e recebe investimento de R$ 10 milhões Com novo aporte da Mondelēz International Foundation, Evoluir Educação para Sustentabilidade e Instituto de Educação & Esporte juntam-se

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: SAÚDE PÚBLICA JANEIRO/2012 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente Diretoria Executiva - DIREX José Augusto Coelho

Leia mais

Doenças Respiratórias Crônicas. Caderno de Atenção Básica 25

Doenças Respiratórias Crônicas. Caderno de Atenção Básica 25 Doenças Respiratórias Crônicas Caderno de Atenção Básica 25 PREVALÊNCIA O Asma (acomete cerca de 300 milhões de indivíduos no mundo) O Rinite Alérgica (afeta cerca de 20 25% da população) O DPOC (afeta

Leia mais

Seres vivos. Mensagens aos jovens. Proposta 1

Seres vivos. Mensagens aos jovens. Proposta 1 Mensagens aos jovens Nós, jovens, devemos nos organizar para a construção de projetos, em que possamos, juntos com a população e os órgãos responsáveis, nos responsabilizar pelo bem-estar do nosso patrimônio.

Leia mais

Eco-Mundi 1. PALAVRAS-CHAVE: game; remake; PacMan; natureza; sustentabilidade.

Eco-Mundi 1. PALAVRAS-CHAVE: game; remake; PacMan; natureza; sustentabilidade. Eco-Mundi 1 Gabriela Cardoso LEITÃO 2 Amanda Lorraine Teles RODRIGUES 3 Bruno Andrew Furtado de SOUSA 4 Luisa Pinto ALMEIDA 5 Lamounier Lucas PEREIRA JUNIOR 6 Centro Universitário Newton Paiva, Belo Horizonte,

Leia mais

ANÁLISE DO NÍVEL DE CONHECIMENTO EM PUÉRPERAS SOBRE O ALEITAMENTO MATERNO NO AMBULATÓRIO RN DE RISCO DO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA

ANÁLISE DO NÍVEL DE CONHECIMENTO EM PUÉRPERAS SOBRE O ALEITAMENTO MATERNO NO AMBULATÓRIO RN DE RISCO DO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA ANÁLISE DO

Leia mais

Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR?

Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR? Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR? O NÚMERO DE PESSOAS AFETADAS POR DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EVITÁVEIS NÃO PÁRA DE AUMENTAR. AS CRIANÇAS E OS MAIS VELHOS SÃO OS MAIS ATINGIDOS. SÃO DOENÇAS

Leia mais

Amamentação e Segurança Alimentar

Amamentação e Segurança Alimentar Amamentação e Segurança Alimentar Penny Van Esterik Segurança alimentar significa a garantia de obtenção de alimento em quantidade e qualidade suficiente para que todos possam manter uma vida produtiva

Leia mais

Na escola. Para saber mais, visite: www.objetivosdomilenio.org.br www.nospodemos.org.br www.educardpaschoal.org.br

Na escola. Para saber mais, visite: www.objetivosdomilenio.org.br www.nospodemos.org.br www.educardpaschoal.org.br Na escola "Precisamos, mais do que nunca, do engajamento dos voluntários para que o nosso desejo de um mundo melhor para todos se transforme em realidade. Kofi Annan, Secretário-Geral da ONU Para saber

Leia mais

Projeto: POUSADA SOLIDARIEDADE

Projeto: POUSADA SOLIDARIEDADE Projeto: POUSADA SOLIDARIEDADE 1. Área de Ação: Casa de hospedagem destinada com prioridade a crianças e adolescentes, e adultos, que buscam Porto Alegre, oriundos de outras cidades para realizarem um

Leia mais

Rua Antônia Lara de Resende, 325 Centro CEP: 36.350-000 Fone: (0xx32) 3376.1438/ 2151 Fax: (0xx32) 3376.1503 pmstsaude@portalvertentes.com.

Rua Antônia Lara de Resende, 325 Centro CEP: 36.350-000 Fone: (0xx32) 3376.1438/ 2151 Fax: (0xx32) 3376.1503 pmstsaude@portalvertentes.com. - SECRETARIA DE SAÚDE - SÃO TIAGO MINAS GERAIS PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E INCENTIVO À ATIVIDADE FÍSICA EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES DE 04 A 19 ANOS 1 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E INCENTIVO À ATIVIDADE

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. Rua Visconde de Paranaguá, nº 24 Campus Saúde CEP: 96.200-190 Bairro Centro Rio Grande Rio Grande do Sul/RS Brasil Acesso

Leia mais

EVITE QUEIMADAS: LEVE ESTA MENSAGEM

EVITE QUEIMADAS: LEVE ESTA MENSAGEM PROJETO EVITE QUEIMADAS: LEVE ESTA MENSAGEM ESCOLA ESTADUAL MÁRIO SPINELLI Weverton Ortiz Fernandes (profº Org.) Nair Gomes do Nascimento (Profª Org.) Celina Aparecida (Profª part.) Dulcinéia Nascimento

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS HÁBITOS DE HIGIENE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE REALENGO

LEVANTAMENTO DOS HÁBITOS DE HIGIENE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE REALENGO Revista Eletrônica Novo Enfoque, ano 2013, v. 17, n. 17, p. 178 183 LEVANTAMENTO DOS HÁBITOS DE HIGIENE E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS DE REALENGO FERREIRA, Luana Jesus da Silva

Leia mais

Efeitos da poluição do ar

Efeitos da poluição do ar Efeitos da poluição do ar Por: Vânia Palmeira Campos UFBA IQ -Dpto Química Analítica - LAQUAM (Laboratório de Química Analítica Ambiental) Campus Universitário de Ondina, s/n, CEP:40-170-290, Salvador-BA

Leia mais

X Encontro de Extensão

X Encontro de Extensão 5CCADCFSPEX01 Construindo novas relações: Projeto de Educação Ambiental com estudantes de ensino público na cidade de Areia - PB Jaciara Bomfim dos Santos (1); Thiago Bernardino de Sousa Castro (2); Josilene

Leia mais

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos Gestão Foto: dreamstime.com Longo caminho Medida da ANS inicia discussão sobre a oferta de medicamentos ambulatoriais para doentes crônicos pelas operadoras de saúde Por Danylo Martins Acontece no mundo

Leia mais

PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO DA ASMA BRÔNQUICA

PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO DA ASMA BRÔNQUICA PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO DA ASMA BRÔNQUICA O estudo do sistema imune (proteção) surgiu no início do século 20, com futuro muito promissor, mas isto não se confirmou de imediato. Os fenômenos imunológicos

Leia mais

Unidade 4 Funções da nutrição

Unidade 4 Funções da nutrição Sugestões de atividades Unidade 4 Funções da nutrição 8 CIÊNCIAS Nutrição. As proteínas, encontradas em alimentos como leite, ovos, carne, soja e feijão, são fundamentais para nossa saúde. Justifique essa

Leia mais

ALIMENTAÇÃO Preventiva. Volume I

ALIMENTAÇÃO Preventiva. Volume I ALIMENTAÇÃO Preventiva Volume I By porque evoluir é preciso Que o teu alimento seja seu medicamento Hipócrates Pai da medicina moderna Não coma, nutra-se! Existem muitas informações importantes disponíveis,

Leia mais

FACULDADE CENECISTA DE OSÓRIO CURSO DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL

FACULDADE CENECISTA DE OSÓRIO CURSO DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL FACULDADE CENECISTA DE OSÓRIO CURSO DE EXTENSÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL ILDO MENEGHETTI

Leia mais

1. Introdução e Revisão Bibliográfica 1.1. A problemática da conservação ambiental e o descarte de resíduos sólidos

1. Introdução e Revisão Bibliográfica 1.1. A problemática da conservação ambiental e o descarte de resíduos sólidos RECICLAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS EM ESCOLA DE ENSINO BÁSICO FERREIRA, A. A. R. 1, NASCIMENTO, J. P. L 1, FALONE, S. Z. 2. 1 IFGoiano - Câmpus Rio Verde (Alunos do Projeto de Extensão do IF Goiano, Câmpus

Leia mais

Problemas Ambientais Urbanos

Problemas Ambientais Urbanos Problemas Ambientais Urbanos INVERSÃO TÉRMICA É comum nos invernos, principalmente no final da madrugada e início da manhã; O ar frio, mais denso, é responsável por impedir a dispersão de poluentes (CO,

Leia mais

VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 24.09.15 EDITORIA: POLÍTICA

VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 24.09.15 EDITORIA: POLÍTICA VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 24.09.15 EDITORIA: POLÍTICA VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 24.09.15 EDITORIA: CAPA E ECONOMIA VEÍCULO: PORTAL NO AR DATA: 23.09.15 EDITORIA: CIDADES Sesc promove no

Leia mais

10. SUGESTÕES DE PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO NO MUNICÍPIO DE HORTOLÂNDIA/SP

10. SUGESTÕES DE PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO NO MUNICÍPIO DE HORTOLÂNDIA/SP 10. SUGESTÕES DE PROPOSTAS PARA IMPLANTAÇÃO NO MUNICÍPIO DE HORTOLÂNDIA/SP Políticas e Ambiente Escolar Padronização dos ambientes físicos de todas as escolas, procurando proporcionar espaços saudáveis

Leia mais

ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO

ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO INSTITUTO DE SAÚDE DA COMUNIDADE DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO EM SAÚDE PLANEJAMENTO E GERÊNCIA EM SAÚDE II ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO Professores: Dra. Luciana Alves

Leia mais

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo

Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor. Bairro São Geraldo CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLEGIO CENECISTA NOSSA SENHORA DOS ANJOS GRAVATAÍ - RS Trabalho Interdisciplinar: Desafios e possibilidades para uma vida melhor Bairro São Geraldo Nomes: Ana,

Leia mais

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social

Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Experiência no Atendimento Domiciliar ao Paciente Serviço Social Flávia J.Rodrigues de Sá Pinheiro de Melo Assistente Social Especialista em Saúde Mental e Moléstias Infecciosas - Unicamp Serviço Atenção

Leia mais

9, 16 e 23 de outubro. www.mackenzievoluntario.com.br. No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1

9, 16 e 23 de outubro. www.mackenzievoluntario.com.br. No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1 9, 16 e 23 de outubro www.mackenzievoluntario.com.br No Mackenzie, o bem faz bem há 140 anos 1 O Projeto O Mackenzie Voluntário é um projeto de voluntariado que visa à prática da cidadania por meio do

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES UNIDADE SENTINELA

MANUAL DE INSTRUÇÕES UNIDADE SENTINELA Ministério da Saúde MS Secretaria de Vigilância em Saúde SVS Departamento de Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador DSAST Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental CGVAM Vigilância de Populações

Leia mais

Dia Mundial sem Carro Faça sua parte, o planeta agradece!!

Dia Mundial sem Carro Faça sua parte, o planeta agradece!! Dia Mundial sem Carro Faça sua parte, o planeta agradece!! Prefira o transporte público. Além de ser menos poluente, você evitará parte do estresse do dia-a-dia; Use bicicleta ou caminhe sempre que possível.

Leia mais

Prof. Edison Barlem ebarlem@gmail.com

Prof. Edison Barlem ebarlem@gmail.com Prof. Edison Barlem ebarlem@gmail.com Educação do olhar enxergar entender AÇÃO compreender entender textos e Condicionantes da Saúde da cria sistemas cidade meio ambiente idoso família pré-natal saúde

Leia mais

OPERAÇÕES DE JANEIRO DE 2016

OPERAÇÕES DE JANEIRO DE 2016 FICHA DE INSCRIÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA - UNILUS OPERAÇÕES DE JANEIRO DE 2016 SANTOS - SÃO PAULO Ficha de Inscrição Projeto Rondon 2015 Centro Universitário Lusíada Unilus 2 NOME: INFORMAÇÕES GERAIS

Leia mais

Saúde da mulher em idade fértil e de crianças com até 5 anos de idade dados da PNDS 2006

Saúde da mulher em idade fértil e de crianças com até 5 anos de idade dados da PNDS 2006 Saúde da mulher em idade fértil e de crianças com até 5 anos de idade dados da PNDS 2006 José Cechin Superintendente Executivo Francine Leite Carina Burri Martins Esse texto compara as morbidades referidas

Leia mais

PROPOSTAS GT G EMPRESAS

PROPOSTAS GT G EMPRESAS PROPOSTAS GT EMPRESAS Saúde: 1) Empresas incentivarem mães a acompanharem seus filhos, principalmente até aos dois anos a exemplo da amamentação e vacinação. 2) Empresas adotarem postos de saúde na comunidade

Leia mais

TRABALHO DESENVOLVIDO PELA COORDENADORIA DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS SANTA CATARINA

TRABALHO DESENVOLVIDO PELA COORDENADORIA DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS SANTA CATARINA TRABALHO DESENVOLVIDO PELA COORDENADORIA DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS SANTA CATARINA EQUIPE DA COORDENADORIA DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR COORDENADORA: CLEUSA REGINA

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE Adolescência 11 aos 20 anos Mudanças: Amadurecimento biológico Sexual Psicológico Social Características Adolescência Mudança de interesses Conflitos com a família Maior

Leia mais

PROJETO LIVRO DE RUA: UM TRABALHO VOLUNTÁRIO. Palavras-chave: Relato de experiência. Incentivo à leitura. Livro de rua.

PROJETO LIVRO DE RUA: UM TRABALHO VOLUNTÁRIO. Palavras-chave: Relato de experiência. Incentivo à leitura. Livro de rua. XIV Encontro Regional dos Estudantes de Biblioteconomia, Documentação, Ciência da Informação e Gestão da Informação - Região Sul - Florianópolis - 28 de abril a 01 de maio de 2012 PROJETO LIVRO DE RUA:

Leia mais

OS EFEITOS DO PÓ NOS PULMÕES

OS EFEITOS DO PÓ NOS PULMÕES OS EFEITOS DO PÓ NOS PULMÕES Introdução É possível que o nível de doenças ocupacionais provocadas pelo pó se encontre em declínio, embora isso não signifique que esteja desaparecendo. Na atualidade, os

Leia mais

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL

PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL PLANO DE PATROCÍNIO EVENTO REGIONAL VICE-PRESIDÊNCIA COMERCIAL Dir. Nac. de Marketing Jun/13 APRESENTAÇÃO Sustentabilidade é um projeto que visa conscientizar a população a preservar o meio ambiente, buscando

Leia mais

Mais Fatos e Menos Propaganda A verdade sobre os Médicos no Brasil. Uma tentativa de breve texto para elucidar a realidade dos Médicos no Brasil.

Mais Fatos e Menos Propaganda A verdade sobre os Médicos no Brasil. Uma tentativa de breve texto para elucidar a realidade dos Médicos no Brasil. Por João Paulo Gonzaga de Faria* - 24 Ago 2013 Mais Fatos e Menos Propaganda A verdade sobre os Médicos no Brasil Uma tentativa de breve texto para elucidar a realidade dos Médicos no Brasil. No dia 06

Leia mais

Localização. Equipe. A Visita. Situação Proposta Arq & Urb Trabalhos Realizados Apoio

Localização. Equipe. A Visita. Situação Proposta Arq & Urb Trabalhos Realizados Apoio MoSaIco Escritório Modelo FAU Mackenzie 2012 Localização A Visita Situação Proposta Arq & Urb Trabalhos Realizados Apoio Localização A Visita Situação Proposta Arq & Urb Trabalhos Realizados Apoio Localização

Leia mais

O EIXO DE GARANTIA DE RENDA NO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA

O EIXO DE GARANTIA DE RENDA NO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA O EIXO DE GARANTIA DE RENDA NO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA Os expoentes do eixo de garantia de renda do Plano Brasil sem Miséria são o Programa Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), ambos

Leia mais

atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca:

atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca: atitudeé prevenir-se Moradores da Mooca: Nós temos atitude, e você? O Câncer do Intestino pode ser prevenido com um teste simples e indolor que pode ser realizado em sua casa. O teste é GRATUITO oferecido

Leia mais

JORNAL A TARDE ONLINE DATA: 24/09/2009. SEÇÃO: BRASIL ASSUNTO: SAÚDE Obesidade na infância pode adiantar doença em 20 anos

JORNAL A TARDE ONLINE DATA: 24/09/2009. SEÇÃO: BRASIL ASSUNTO: SAÚDE Obesidade na infância pode adiantar doença em 20 anos JORNAL A TARDE ONLINE DATA: 24/09/2009 SAÚDE Obesidade na infância pode adiantar doença em 20 anos Agência Estado A obesidade na infância e na adolescência pode adiantar em até 20 anos os problemas cardiovasculares,

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

Henrique Naoki Shimabukuro henrique@abramet.org.br

Henrique Naoki Shimabukuro henrique@abramet.org.br Henrique Naoki Shimabukuro henrique@abramet.org.br Leitura crítica da realidade social no trânsito A evolução do homem: Cerca de quatro e meio milhões de anos se passaram... www.flickr.com Acesso em 01/08/2009.

Leia mais

Relatório Mesa 4. REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos.

Relatório Mesa 4. REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos. Relatório Mesa 4 OBJETIVO 4 Meta 5 REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos. I. Introdução Após a apresentação dos participantes

Leia mais

Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1

Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1 Jornalismo Cidadão: o voluntariado no aprendizado com a AIDS 1 Juliana Paul MOSTARDEIRO 2 Rondon Martim Souza de CASTRO 3 Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. RESUMO O Projeto Jornalismo

Leia mais

jeitos de mundo na universidade

jeitos de mundo na universidade R TE 8 jeitos de mundo na universidade o Autores Katia Regina Gonçalves Mori Maria Eugenia Sosa Coordenação editorial Sílnia N. Martins Prado Revisão Katia Rossini Projeto gráfi co BJ Foco Editorial Realização:

Leia mais

Planejamento de aulas a partir de artigos de revistas e objetos diversos

Planejamento de aulas a partir de artigos de revistas e objetos diversos Planejamento de aulas a partir de artigos de revistas e objetos diversos Planejamento Coletivo Objetivos: Entrosar os bolsistas das diferentes escolas; Planejar aulas interdisciplinares coletivamente a

Leia mais

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINAS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Uyeda, Mari*

AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINAS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Uyeda, Mari* AVALIAÇÃO NUTRICIONAL DE MENINAS DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Uyeda, Mari* Resumo: Vasconcellos, Jorge** As mudanças ocorridas em nosso pais, principalmente a crescente modernização e urbanização,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DEPARTAMENTO DE TRATAMENTO PENAL POLÍTICA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE PRISIONAL A Política de Atenção

Leia mais

Prof. MS. Ellen H. Magedanz

Prof. MS. Ellen H. Magedanz Prof. MS. Ellen H. Magedanz As transformações nos padrões de saúde/doença constituíram-se em uma das características do último século, estão associadas às mudanças na estrutura etária populacional. América

Leia mais

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão.

Preferências alimentares individuais; Disponibilidade dos alimentos no mercado; Influência das propagandas no mercado, na televisão. Nutrição na Infância e Adolescência A alimentação e a nutrição constituem requisitos básicos para a promoção e a proteção da saúde, possibilitando a afirmação plena do potencial de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

REGISTRE SEUS DADOS ESCOLA: ALUNO: Prezados alunos e professores!

REGISTRE SEUS DADOS ESCOLA: ALUNO: Prezados alunos e professores! 1 Prezados alunos e professores! O livro Somos os Senhores do Planeta é fruto de um trabalho didático que tem por objetivo reunir em uma única publicação temas sobre o meio ambiente, são textos de fácil

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES PROFESSOR DISCIPLINA TURMA DEISE MENEZES CIÊNCIAS 201 ALUNO SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br Questão 1 A Terra e outros

Leia mais

CALENDÁRIO DA SAÚDE JANEIRO

CALENDÁRIO DA SAÚDE JANEIRO JANEIRO 02 - Dia do Sanitarista 04 - Dia do Hemofílico 14 - Dia do Enfermo 19 - Dia do Terapeuta Ocupacional 20 - Dia do Farmacêutico 24 - Dia Mundial do Hanseniano FEVEREIRO 05 - Dia Estadual do Médico

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

Introdução. Núcleo de Pesquisas

Introdução. Núcleo de Pesquisas Introdução O verão é um período onde Santa Catarina demonstra todo a sua vocação para a atividade turística. Endereço de belas praias, o estado se consolidou como um dos principais destinos de turistas,

Leia mais

AIDPI PARA O ENSINO MÉDICO

AIDPI PARA O ENSINO MÉDICO Atenção Integrada às Doencas Prevalentes na Infância - AIDPI AIDPI PARA O ENSINO MÉDICO Colaboradores: Antonio José Ledo Alves da Cunha Eduardo Jorge da Fonseca Lima Maria Anice S. Fontenele e Silva Maria

Leia mais

Alternativa berço a berço

Alternativa berço a berço Alternativa berço a berço Nível de Ensino/Faixa Etária: Ensino Fundamental Final Áreas Conexas: Ciências, Língua Portuguesa Consultor: Robson Castro RESUMO Sobre o que trata a série? O documentário traz

Leia mais

Sua empresa é CIDADÃ?

Sua empresa é CIDADÃ? Sua empresa é CIDADÃ? A Câmara de Comércio e Indústria do Estado do Rio de Janeiro (CAERJ) em uma iniciativa inédita está compilando informações corporativas de todos os segmentos: indústria, comércio

Leia mais

UNIVERSI DADE CATÓLI CA DE PERNAMBUCO UNICAP PRÓ REI TORI A DE ENSI NO, PESQUI SA E EXTENSÃO PROESPE DEP ARTAMENTO DE BI OLOGI A / ESPAÇO EXECUTI VO

UNIVERSI DADE CATÓLI CA DE PERNAMBUCO UNICAP PRÓ REI TORI A DE ENSI NO, PESQUI SA E EXTENSÃO PROESPE DEP ARTAMENTO DE BI OLOGI A / ESPAÇO EXECUTI VO UNIVERSI DADE CATÓLI CA DE PERNAMBUCO UNICAP PRÓ REI TORI A DE ENSI NO, PESQUI SA E EXTENSÃO PROESPE DEP ARTAMENTO DE BI OLOGI A / ESPAÇO EXECUTI VO I I I CURSO DE ATUALI ZAÇÃO EM NUTRI ÇÃO PARENTERAL

Leia mais

O desafio de deixar de fumar

O desafio de deixar de fumar O desafio de deixar de fumar O uso do cigarro tem como objetivo a busca por efeitos prazerosos desencadeados pela nicotina, melhora ime - diata do raciocínio e do humor, diminuição da ansiedade e ajuda

Leia mais

Gestão Urbano Ambiental Fundamentos de saúde pública. João Paulo Nardin Tavares

Gestão Urbano Ambiental Fundamentos de saúde pública. João Paulo Nardin Tavares Gestão Urbano Ambiental Fundamentos de saúde pública João Paulo Nardin Tavares Finalidade e objetivos Colocam-se em evidência alguns conhecimentos básicos do campo da saúde pública, de extrema importância

Leia mais

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira DIABETES

Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira DIABETES Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira DIABETES Introdução Geralmente, as pessoas descobrem estar diabéticas quando observam que, apesar

Leia mais

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias

5.1 Doenças do esôfago: acalasia, esofagite, hérnia hiatal, câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago, cirurgias MÓDULO I NUTRIÇÃO CLÍNICA 1-Absorção, digestão, energia, água e álcool 2-Vitaminas e minerais 3-Proteínas, lipídios, carboidratos e fibras 4-Cálculo das necessidades energéticas 5-Doenças do aparelho digestivo

Leia mais

Jovens cuidando do Brasil

Jovens cuidando do Brasil ação constitui uma parte da política dos três R reduzir, reutilizar e reciclar, depreende-se a necessidade de um trabalho com lixo que se inicie com uma revisão crítica dos hábitos e padrões de consumo.

Leia mais

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de

O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de O desafio hoje para o Pediatra e também para sociedade é cuidar das crianças que vão viver 100 anos ou mais e que precisam viver com qualidade de vida. A infância e adolescência são idades ideais para

Leia mais

Angra Surf Club. Clean Up Day 2015

Angra Surf Club. Clean Up Day 2015 Bituca 0 Angra Surf Club O Angra Surf Club é uma associação sem fins lucrativos, idealizada por surfistas e criada diante a perspectiva de atuação com esporte e preservação ambiental. A organ ização incorpora

Leia mais

Projeto Providência. Criança Esperança apoia projeto que é exemplo de esforço e dedicação em benefício de crianças e adolescentes carentes

Projeto Providência. Criança Esperança apoia projeto que é exemplo de esforço e dedicação em benefício de crianças e adolescentes carentes ações de cidadania Criança Esperança apoia projeto que é exemplo de esforço e dedicação em benefício de crianças e adolescentes carentes Com o apoio da UNESCO, por meio do Programa Criança Esperança, a

Leia mais

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DO SISTEMA DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000

RELATÓRIO DE DESEMPENHO DO SISTEMA DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000 Óleo & Gás S/A RELATÓRIO DE DESEMPENHO DO SISTEMA DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000 20 de agosto de 2013 Como parte da Política da Responsabilidade Social adotada pela IESA Óleo & Gás, publicamos

Leia mais

TRATAMENTO FISIOTERÁPICO NA ASMA

TRATAMENTO FISIOTERÁPICO NA ASMA TRATAMENTO FISIOTERÁPICO NA ASMA Meiry Alonso Rodrigues Pereira DEFINIÇÃO Distúrbio caracterizado pelo aumento da reatividade da traquéia e dos brônquios à vários estímulos, resultando na constrição difusa

Leia mais

Art. 2º - São diretrizes da Política Municipal de Educação Alimentar e Combate à Obesidade:

Art. 2º - São diretrizes da Política Municipal de Educação Alimentar e Combate à Obesidade: PROJETO DE LEI N. 426/2013 ESTADO DO AMAZONAS ESTABELECE diretrizes para a Política Municipal de Educação Alimentar Escolar e Combate à Obesidade, e dá outras providências. Art.1º - O Poder Público Municipal,

Leia mais

Este trabalho possui como objetivo a aplicação prática dos

Este trabalho possui como objetivo a aplicação prática dos 22 Proposta de Intervenção em Empresa de Desenvolvimento de Tecnologias de Informática com Programa de Reeducação Alimentar Márcia Martino Especialista em Gestão da Qualidade de Vida na Empresa - UNICAMP

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação)

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual para Implantação do Programa Peso Saudável. (Versão preliminar - em fase de diagramação) MINISTÉRIO DA SAÚDE Manual para Implantação do Programa Peso Saudável (Versão preliminar - em fase de diagramação) Brasília DF 2013 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO

Leia mais

OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA

OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA OS CUIDADOS COM A ÁGUA NA ESCOLA FUNDAMENTAL PROFESSOR ADAILTON COELHO COSTA Dantas 1, Mayara; Gomes 1, Márcia; Silva 1, Juliene; Silva 1, Jaciele; 1 Discente do Curso de Bacharelado em Ecologia; 2 Professora

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO Nota Técnica elaborada em 01/2014 pela CGAN/DAB/SAS. MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO BÁSICA COORDENAÇÃO-GERAL DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO NOTA TÉCNICA Nº15/2014-CGAN/DAB/SAS/MS

Leia mais

Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas Resultados das pesquisas:

Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas Resultados das pesquisas: Governo lança campanha de prevenção dos riscos do consumo de bebidas alcoólicas O Ministério da Saúde lançou, nesta sexta-feira (10) no Rio de Janeiro (RJ), uma campanha publicitária alertando sobre os

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA CÂNDIDA SANTOS DE SOUZA

PREFEITURA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA CÂNDIDA SANTOS DE SOUZA PREFEITURA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ESCOLA CÂNDIDA SANTOS DE SOUZA PROJETO CONSUMO CONSCIENTE AGIR E VIVER POR UM MUNDO MELHOR Tema: Consumo Consciente Manejo do Lixo no Bairro,

Leia mais

NOVEMBRO. NAO SE ESCONDA ATRaS DOS SEUS PRECONCEITOS CUIDAR DA SAUDE TAMBEM e COISA DE HOMEM

NOVEMBRO. NAO SE ESCONDA ATRaS DOS SEUS PRECONCEITOS CUIDAR DA SAUDE TAMBEM e COISA DE HOMEM NOVEMBRO AZUL NAO SE ESCONDA ATRaS DOS SEUS PRECONCEITOS CUIDAR DA SAUDE TAMBEM e COISA DE HOMEM O movimento internacional, conhecido como Novembro Azul, é comemorado em todo o mundo, quando teve início

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

diversão 44 calendário 46 cinema 49 exposição 51 infantil 52 parceria 54 teatro 57 música 57 dança

diversão 44 calendário 46 cinema 49 exposição 51 infantil 52 parceria 54 teatro 57 música 57 dança nestaedição abril 2013 destaques 06 Capa De frente com o mercado de trabalho 14 MetrôRio Investindo no futuro, MetrôRio comemora 15 anos de concessão zoom 22 boa pedida 24 perto daqui 28 do bem 32 recicla

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES ADULTOS

MANUAL DE INSTRUÇÕES ADULTOS Universidade Federal de Pelotas Departamento de Medicina Social Centro de Pesquisas Epidemiológicas MANUAL DE INSTRUÇÕES ADULTOS SUMÁRIO Página 1. Definições para serviços de saúde / locais para recebimento

Leia mais

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil

Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil APCOI lança 4ª edição do projeto que incentiva os alunos a comer mais fruta no lanche escolar Heróis da Fruta voltam às escolas para prevenir obesidade infantil Depois do sucesso das edições anteriores

Leia mais

ARRASTÃO COLETA SELETIVA DE LIXO

ARRASTÃO COLETA SELETIVA DE LIXO ARRASTÃO COLETA SELETIVA DE LIXO PROPOSTA A Atitude Brasil, em parceria com os Doutores da Alegria, idealizou um projeto de educação através do teatro, para sensibilizar jovens e crianças da importância

Leia mais

ed. 8 / ano 2 / agosto 2014 Por um planeta sustentável Organizando a rotina da construção Garanta a sua segurança

ed. 8 / ano 2 / agosto 2014 Por um planeta sustentável Organizando a rotina da construção Garanta a sua segurança ed. 8 / ano 2 / agosto 2014 Por um planeta sustentável Organizando a rotina da construção Garanta a sua segurança editorial Faça a sua parte! Desde 2013, quando implementamos o Programa Anjo da Guarda

Leia mais

Mas se fumar é tão perigoso, por quê as pessoas começam a fumar? Introdução

Mas se fumar é tão perigoso, por quê as pessoas começam a fumar? Introdução Introdução O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Introdução Introdução Cerca de um terço da população mundial adulta (1

Leia mais