MUNICÍPIO DE RODEIRO. Médico Pediatra MANHÃ CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 ESTADO DE MINAS GERAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MUNICÍPIO DE RODEIRO. Médico Pediatra MANHÃ CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 ESTADO DE MINAS GERAIS"

Transcrição

1 MUNICÍPIO DE RODEIRO ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 Médico Pediatra MANHÃ

2 CARGO: MÉDICO PEDIATRA Texto Colombo Outrora, o calendário estava cheio de datas gloriosas que as crianças das escolas aprendiam a celebrar com admiração. Certamente, nós não sabíamos bem quem tinham sido esses heróis; não conhecíamos com profundeza erudita os feitos que lhes eram atribuídos. Mas quanto aos navegadores, achávamos formidável que uma pessoa entrasse por um oceano desconhecido e fosse encontrar terras com tantos prodígios: índios, negros, papagaios, elefantes, ouro e aquelas famosas especiarias que não chegávamos a entender tal importância... (Enfim, coisas antigas, gostos antigos, ainda fora do nosso alcance...) Qualquer navegador, portanto, era, aos nossos olhos inocentes, um grande herói, que se aventurara com muita coragem e uns barquinhos quase de brinquedo por esses oceanos infinitos, à mercê das estrelas e dos ventos... Colombo, porém, merecia uma admiração especial. Sem os recursos pedagógicos de hoje, apenas com a força da nossa imaginação víamos a sua figura passar entre palácios e portos, de mapa na mão a falar do seu itinerário, a pedir auxílio aos reis, a entusiasmar se e a desanimar, a juntar, finalmente, três barquinhos e a rumar pelo sonho afora, pensando febrilmente já estar na China quando apenas tocava a América Central... E acompanhávamos com melancolia o resto da sua vida: prisão, desgraças, desprestígios: a pobreza e a morte depois de tantas aventuras e glórias. Já sentíamos, então, que a sorte é volúvel, que os homens são volúveis, e guardávamos na memória a imagem de Colombo como o retrato de um velho amigo, triste e infeliz, ao qual mandávamos os nossos humildes recados de simpatia. Agora a vida anda muito depressa, e os calendários não se ocupam tanto com essas antigas celebrações. Tantos heróis surgem, a cada instante, que não se faria mais do que celebrações, se continuássemos a dar atenção a cada um. E como os homens são volúveis e trocam as antigas admirações pelas mais novas, Colombo vai ficando apagado, quando os astronautas começam a rodar nos ares: embora os velhos navegadores tivessem outro valor humano, pois uma coisa é a coragem pessoal e outra os recursos técnicos. Mas quando avistei, na Califórnia, a grande estátua de Colombo diante do mar, toda a minha infância ficou aos seus pés. A infância venera os seus primeiros ídolos, que a História não destrói. Colombo era o lutador incansável; era o dono de um sonho; queria descobrir o mundo; descobriu o e acabou a vida miseravelmente. A infância é generosa e tem sentimentos de dignidade que os interesses da vida adulta muitas vezes obscurecem. A infância aprende por símbolos. Colombo não era só um grande navegador, mas um símbolo. Não aprendemos com ele a arte de navegar; mas a de cumprir um destino grandioso e amargo. E isso ainda é maior que descobrir a América. (Cecília Meireles: crônicas para jovens / Cecília Meireles; seleção, prefácio e notas biobibliográficas Antonieta Cunha. São Paulo: Global, 2012.) 01 Em Colombo era o lutador incansável; era o dono de um sonho; queria descobrir o mundo; descobriu o e acabou a vida miseravelmente. (5º ), o termo destacado retoma a palavra A) dono. B) sonho. C) mundo. D) lutador. E) Colombo. 02 A alternativa em que o sinônimo ou termo equivalente da palavra sublinhada está INCORRETO é A)... a sorte é volúvel,... (3º ) frívola B) a falar do seu itinerário, (2º ) caminho C) com profundeza erudita (1º ) selvagem D) E acompanhávamos com melancolia... (3º ) misantropia E) A infância venera os seus primeiros ídolos,... (5º ) reverência 03 Em todas as frases relacionadas a palavra sublinhada possui o mesmo valor semântico, EXCETO em: A)... que não se faria mais... (4º ) B) a estusiasmar se e a desanimar, (2º ) C)... e os calendários não se ocupam... (4º ) D)... se continuássemos a dar atenção... (4º ) E) que se aventurara com muita coragem (1º ) 2

3 04 No trecho... Colombo vai ficando apagado, quando os astronautas começam a rodar nos ares: embora os velhos navegadores tivessem outro valor humano,... (4º ) a oração sublinhada traz uma ideia de A) causa. B) condição. C) concessão. D) consequência. E) conformidade. 05 Em relação às palavras ou expressões grifadas nas orações e sua função sintática, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) Outrora, o calendário estava cheio de datas gloriosas... (1º ) predicativo ( ) Colombo, porém, merecia uma admiração especial. (2º ) objeto indireto ( ) E acompanhávamos com melancolia o resto da sua vida:... (3º ) adjunto adnominal ( )... que os interesses da vida adulta muitas vezes obscurecem. (5º ) sujeito A sequência está correta em A) F, F, V, F. B) V, F, V, F. C) F, V, F, V. D) V, F, F, V. E) V, V, F, V. 06 Assinale a alternativa cujo conteúdo apresenta problemas de concordância. A) Venta muito em alto mar. B) Havia muitos barcos próximos à costa. C) A maioria das crianças possui um ídolo. D) Menos de cinco pessoas se aventurou pelo mar. E) Cerca de cem pessoas morreram no decorrer da viagem marítima. 07 O excerto... pois uma coisa é a coragem pessoal e outra os recursos técnicos. constitui um exemplo de figura de linguagem intitulada A) zeugma. B) anáfora. C) perífrase. D) anacoluto. E) polissíndeto. 08 Qualquer navegador (...) por esses oceanos infinitos, à mercê das estrelas e dos ventos... (1º ). Assinale a alternativa em que a ocorrência da crase NÃO se justifica pelo mesmo critério da empregada na frase anterior. A) Ele encontrou terras além mar à espera de desbravadores. B) Navegantes estão sempre à frente da época em que vivem. C) Depois de tantos dias no mar, Colombo chegou à terra procurada. D) Navegantes se lançam ao mar à Colombo, buscando novos horizontes. E) Colombo conquistou outras terras à custa de muito esforço e dedicação. 09 Segundo o texto, os heróis A) são figuras descartáveis na atual sociedade que lida com estrelismo como algo efêmero. B) são criações da atual sociedade de consumo que precisa deles para perpetuar o capitalismo. C) são figuras contemporâneas que andam a espreitar as aulas de História e a imaginação dos alunos. D) são criações imaginárias das crianças de hoje que sonham em desbravar o mundo através dos oceanos. E) cultuados pela sociedade são tantos, atualmente, que os heróis de outrora vão perdendo a força e a importância. 10 Assinale a alternativa em que o antecedente do pronome relativo está INCORRETAMENTE indicado. A)... que a História não destroi. (5º ) ídolos B)... que se aventurara com muita coragem... (1º ) herói C) que as crianças das escolas aprendiam a celebrar (1º ) datas D) que não chegávamos a entender tal importância (1º ) especiarias E)... que os interesses da vida adulta muitas vezes obscurecem... (5º ) infância 3

4 SAÚDE PÚBLICA 11 O SUS está assentado em diretrizes organizativas e princípios doutrinários incorporados ao texto institucional e às leis ordinárias que o regulamentam. NÃO apresenta um princípio ou diretriz do SUS: A) Equidade. D) Hierarquização. B) Integralidade. E) Universalidade. C) Centralização. 12 Em relação aos princípios e diretrizes do SUS, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) O direito à informação é assegurado por lei e outorga ao cidadão usuário o domínio das informações sobre sua saúde individual e acerca dos riscos condicionantes que afetam a saúde coletiva. ( ) As diretrizes organizativas do sistema visam imprimir racionalidade ao seu funcionamento e incluem a regionalização e a participação comunitária. ( ) Para o processo de gestão de um sistema de saúde complexo, como o SUS, o planejamento é uma ferramenta auxiliar imprescindível na condução racional do sistema. A sequência está correta em A) F, V, V. B) V, F, V. C) V, V, F. D) V, V, V. E) F, F, V. 13 O Sistema Único de Saúde (SUS) tem como objetivo formular e implementar a Política Nacional de Saúde destinada a promover condições de vida saudável, prevenindo riscos, doenças e agravos à saúde da população. A atuação do sistema abrange um conjunto de serviços e ações como, EXCETO: A) Promoção da saúde em articulação intersetorial com outras áreas e órgãos governamentais. B) Vigilância em saúde, que se inclui em vigilância ambiental, sanitária, epidemiológica e nutricional. C) Formulação e execução da política de sangue e seus derivados, e a coordenação das redes de hemocentros. D) Apoio diagnóstico e de terapia na assistência à saúde, e nas investigações de interesse da vigilância em saúde pública. E) Assistência que integra a atenção básica e a atenção especializada ambulatorial, abstendo se da atenção hospitalar em seus vários níveis de complexidade. 14 Em relação ao exercício da participação social no SUS, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas. ( ) A diretriz constitucional da participação comunitária se traduziu na criação das conferências e dos conselhos de saúde, nas três esferas de governo, como mecanismos de viabilização da participação popular na condução da política de saúde. ( ) Os conselhos de saúde têm caráter temporário e atribuição de deliberar sobre as prioridades da política de saúde em cada âmbito de governo. ( ) Os conselhos de saúde devem aprovar o plano de saúde e o orçamento setorial, acompanhar a execução da política de saúde e avaliar os serviços de saúde, por exemplo. A sequência está correta em A) V, V, F. B) V, F, V. C) F, V, V. D) V, V, V. E) F, F, V. 15 O Pacto pela Vida deve traduzir se no empenho dos gestores em assegurar os recursos necessários à busca de resultados sanitários em relação a um conjunto de prioridades que incluem, EXCETO: A) Implantação da Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. B) Contribuição para reduzir a mortalidade por câncer de pulmão e de intestino. C) Redução da mortalidade materna, infantil neonatal e infantil por doença diarreica e pneumonias. D) Elaboração e implantação da Política Nacional de Promoção da Saúde, com ênfase na adoção de hábitos saudáveis por parte da população brasileira. E) Fortalecimento da capacidade de resposta do sistema de saúde às doenças emergentes e endemias, com ênfase no controle da dengue e influenza, por exemplo. 4

5 16 De acordo com as atribuições comuns e as competências das três instâncias governamentais na gestão do SUS da Lei nº 8.080/90, marque a alternativa que NÃO condiz com essa lei. A) Organização e coordenação dos sistemas de informação. B) Articulação de planos e políticas e coordenação das ações. C) Planejamento das ações com formulação e atualização do plano de saúde. D) Financiamento, orçamentação, administração e controle dos recursos financeiros. E) Avaliação, sem a necessidade de fiscalização, sobre as ações e os serviços de saúde. 17 Analise as afirmativas. I. O Pacto propõe a repolitização da saúde e a mobilização da sociedade da defesa do direito à saúde, e a efetivação do SUS como política de Estado com garantia do financiamento público suficiente. II. O Pacto propõe introduzir inovações nas relações intergovernamentais no SUS, produzindo uma reforma na institucionalidade vigente, tendo em vista superar os entraves que se acumularam no processo de descentralização. Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente as afirmativas anteriores. A) pela vida / de gestão D) em defesa do SUS / de gestão B) em defesa do SUS / pela vida E) de gestão / em defesa do SUS C) pela vida / em defesa do SUS 18 Em relação às prioridades do Pacto de gestão, assinale a afirmativa INCORRETA. A) Adotar a regionalização como estratégia prioritária para a organização do sistema e das redes de atenção. B) Revisar o processo normativo com a descentralização das decisões para o âmbito dos espaços de cogestão nos estados. C) Enfraquecer a participação e o controle social sem apoio às instâncias de participação e a democratização das informações. D) Priorizar as iniciativas de gestão do trabalho e educação na saúde, tendo em vista aprimorar as relações de trabalho e valorizar os trabalhadores no SUS. E) Revigorar o processo de planejamento e de programação com a racionalização e integração dos instrumentos, e dos processos, fortalecendo a capacidade de regulação da atenção à saúde. 19 Relacione o tipo de prevenção às respectivas características. 1. Prevenção primária. 2. Prevenção secundária. 3. Prevenção terciária. ( ) Corresponde a medidas gerais, educativas, que objetivam melhorar a resistência e o bem estar geral dos indivíduos, para que resistam às agressões dos agentes. ( ) Opera com dois tipos de população: indivíduos sadios potencialmente em risco, para identificar precocemente doentes sem sintomas; e, doentes ou acidentados com diagnósticos firmados, para que se curem e evitem complicações e mortes prematuras. ( ) Focaliza os que têm sequelas de doenças ou acidentes e objetivam a sua recuperação ou a sua manutenção em equilíbrio funcional. A sequência está correta em A) 1, 2, 3. B) 1, 3, 2. C) 2, 1, 3. D) 2, 3, 1. E) 3, 1, Baseia se em um conjunto de ações capaz de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse à saúde. O conceito anterior melhor se relaciona com A) pacto pela vida. D) prevenção secundária. B) vigilância sanitária. E) vigilância epidemiológica. C) prevenção terciária. 5

6 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS 21 Paciente, 8 anos, portador de asma, é trazido à consulta por sua mãe. Ela relata que a criança vem fazendo uso de medicação de alívio 4 vezes por semana e apresenta sintomas diurnos cerca de 6 vezes por semana (tem medo de usar a bombinha em todas as crises). Nega sintomas ou despertares noturnos e, ainda, limitação na realização de atividades físicas pela criança. Foi realizado um PFE e a criança apresentou um resultado de 84% do predito. De acordo com o quadro clínico apresentado, classifica se a asma da criança em A) leve. D) não controlada. B) grave. E) parcialmente controlada. C) controlada. 22 Paciente, 5 anos, chega ao pronto socorro apresentando temperatura axilar de 39 C, FC: 140, PA: 65 x 40 mmhg, FR: 40 irpm, tempo de enchimento capilar de 6 segundos, histórico de tosse produtiva há 7 dias, demonstrando estertores em base pulmonar e traz raio x com imagem compatível com consolidação em base de campo pleuro pulmonar direito. A mãe relata que a criança não urinou nas últimas 24 horas. Foi administrado 40 ml/kg de fluidos isotônicos em uma hora e sua PA alterou se para 90 x 70 mmhg. Diante do exposto, esta criança apresenta A) sepse. B) sepse grave. C) choque séptico. D) apenas infecção. E) apenas infecção + síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS). 23 Quais vacinas e respectivas doses devem ser encontradas no cartão de uma criança de 5 meses e 15 dias, de acordo com o calendário vacinal de 2013? A) BCG; hepatite B; pentavalente 2 doses; rotavírus 2 doses; meningo C 2 doses; pneumocócica conjugada 2 doses; e, Salk (VIP) 2 doses. B) BCG; hepatite B; pentavalente 3 doses; rotavírus 1 dose; meningo C 2 doses; pneumocócica conjugada 2 doses; e, Salk (VIP) 2 doses. C) BCG; hepatite B; pentavalente 3 doses; rotavírus 2 doses; meningo C 1 dose; pneumocócica conjugada 3 doses; e, Sabin (VOP) 2 doses. D) BCG; hepatite B; pentavalente 2 doses; rotavírus 2 doses; meningo C 2 doses; pneumocócica conjugada 2 doses; e, Sabin (VOP) 2 doses. E) BCG; hepatite B; pentavalente 2 doses; rotavírus 1 dose; meningo C 1 dose; pneumocócica conjugada 2 doses; Salk (VIP) 1 dose; e, Sabin (VOP) 1 dose. 24 Uma criança, 7 anos, apresenta quadro de febre, tosse, expectoração e adinamia há 21 dias. A criança mora com o pai, que é portador de tuberculose. Apresenta um PPD de 4 mm. A radiogradia de tórax mostra o mesmo padrão da última realizada há 15 dias pela suspeita de pneumonia (condensação sem escavação). A criança encontra se eutrófica. Com base no sistema de pontuação para o diagnóstico de tuberculose, esta criança apresenta quantos pontos? A) 15. B) 25. C) 30. D) 40. E) As complicações são frequentes causas de falha terapêutica na pneumonia adquirida na comunidade (PAC). O diagnóstico correto orienta a terapêutica e evita a utilização de recursos desnecessários que oneram a hospitalização da criança com PAC complicada. Qual é a complicação mais frequente de PAC na infância? A) Pneumotórax. D) Abscesso pulmonar. B) Pneumatocele. E) Hipertensão pulmonar. C) Derrame pleural. 6

7 26 Mãe traz seu bebê de 2 meses, nascido com 34 semanas, para o pronto socorro, relatando que ele vem apresentando peito cheio, chieira e tosse, além de estar recusando a alimentação. Ao exame físico nota se taquidispneia, tiragem intercostal, batimento de aletas nasais e sibilos difusos. O raio x de tórax solicitado, mostrou cúpulas diafragmáticas retificadas e ar retroesternal no perfil. Qual o diagnóstico e seu agente etiológico mais comum? A) Bronquiolite viral aguda/parainfluenza I. D) Bronquiolite viral aguda/vírus sincicial respiratório. B) Pneumonia/Streptococcus pneumoniae. E) Laringotraqueobronquite/Vírus sincicial respiratorio. C) Laringotraqueobronquite/Parainfluenza I. 27 Paciente, sexo masculino, 4 anos, apresenta edema mole, matutino, generalizado, indolor, frio e depressível. Seu EAS mostrou proteinútia (3,8 gramas/dia), lipidúria e cilindros hialinos. Além disso, tem hipoalbuminemia e aumento de triglicérides, colesterol e LDL. Qual o diagnóstico para o caso clínico apresentado? A) Cistite. D) Síndrome nefrótica. B) Pielonefrite. E) Glomerulonefrite difusa aguda. C) Síndrome nefrítica. 28 A patologia tecidual na Síndrome de Loeffler é, em grande parte, relacionada à liberação de produtos tóxicos eosinofílicos. Esses produtos incluem proteína básica principal, proteína catiônica eosinofílica e de eosinófilos derivados de neurotoxina, que danificam o epitélio respiratório, induzem à ciliastase e influenciam na produção de muco. (E. Marcondes et al. Pediatria básica: pediatria clínica especializada. 9. ed. São Paulo: Sarvier, 2005.) São parasitas causadores da síndrome de Loeffler, EXCETO: A) Ascaris lumbricoides. D) Ancylostoma duodenale. B) Necator americanus. E) Strongyloides stercoralis. C) Enterobius vermicularis. 29 Lactente, 11 meses, foi levado ao pediatra com história de febre há 7 dias, exantema maculopapular disseminado, hiperemia de orofaringe, lábios vermelhos e fissurados, hiperemia ocular, adenomegalia cervical e edema de mãos e pés. No segundo dia de febre, a mãe iniciou amoxicilina em doses corretas, porém, sem melhora. Hemograma: hb: 10,5 g/dl; leucócitos: /mm 3 com 10% de formas jovens; plaquetas: /mm 3. Ecocardiograma: normal. Foi suspenso o antibiótico, prescrito ácido acetilsalicílico (80 mg/kg/dia) e imunoglobulina venosa (2 g/kg). A febre cedeu no dia seguinte, mas retornou após 24 horas. Encontra se, atualmente, no 10º dia de febre. O diagnóstico e a conduta terapêutica indicada neste momento são, respectivamente, A) escarlatina; iniciar cefalosporina por via oral. B) virose exantemática; manter medicação sintomática. C) doença de Kawasaki; repetir imunoglobulina venosa. D) escarlatina; iniciar amoxicilina ácido clavulânico por via oral. E) doença de Kawasaki; aumentar a dose de ácido acetilsalicílico. 30 De acordo com II Consenso sobre prevenção da febre reumática da Sociedade Brasileira de Pediatria, pacientes com história prévia de cardite durante a fase aguda da febre reumática, sem cardiopatia crônica residual, devem receber profilaxia secundária com penicilina benzatina de 21/21 dias. Essa profilaxia deve ser feita A) por tempo indeterminado, no mínimo até os 40 anos. B) por tempo indeterminado, se mantidas titulações elevadas de ASLO. C) até a idade de 18 anos, caso não apresente novos episódios de faringoamigdalite. D) até a idade de 21 anos, por tempo mínimo de 5 anos, com preferência pelo período mais longo. E) até a idade de 25 anos, por tempo mínimo de 10 anos, com preferência pelo período mais longo. 7

8 CONHECIMENTOS GERAIS 31 Uma das medidas para conter a violência nos grandes centros foi a implantação das Unidades de Polícia Pacificadoras (UPP s) no Rio de Janeiro. Sobre essa medida, analise as afirmativas. I. Abrangem áreas compreendidas por comunidades pobres, com baixa institucionalidade e alto grau de informalidade, em que ocorre a instalação de grupos criminosos ostensivamente armados. II. Foram criadas para a execução de ações especiais relacionadas à pacificação e à preservação da ordem pública, através da aplicação de uma polícia de proximidade nas áreas designadas para sua atuação. III. Têm por objetivo consolidar o controle estatal em comunidades com forte influência da criminalidade e ostensivamente armada, devolvendo à população local a paz e a tranquilidade públicas necessárias ao exercício da cidadania plena, a fim de garantir o desenvolvimento tanto social, quanto econômico da população. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s) A) I, II e III. B) I, apenas. C) II, apenas. D) III, apenas. E) II e III, apenas. 32 Um dos desfechos políticos mais comentados em 2013, a não aceitação pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) do registro da legenda partidária Rede, liderada pela ex senadora Marina Silva, gerou grande expectativa no Brasil quanto ao futuro político de uma das mais significativas lideranças da oposição para as eleições presidenciais de Surpreendendo a todos os brasileiros, Marina Silva anunciou, no dia 05 de outubro de 2013, sua A) adesão ao partido PSB do governador Eduardo Campos. B) candidatura à presidência pelo primeiro partido clandestino do país. C) desistência total da política devido às perseguições que vem sofrendo. D) união com o PSDB, apoiando a candidatura de Aécio Neves para a presidência. E) volta ao PT, assumindo o posto de vice presidente na chapa liderada por Dilma Rousseff. 33 A, nação que difundiu ao mundo o lema Liberdade, Igualdade e Fraternidade numa histórica revolução do século XVIII, foi responsável nos últimos anos por uma ação que chocou os defensores deste lema e, em especial, os adeptos de uma das maiores comunidades muçulmanas da Europa que se encontra no país, proibindo o uso do(a) em espaços públicos. Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente a afirmativa anterior. A) Espanha / burca D) França / véu integral B) Grécia / turbante E) Grã Bretanha / túnica C) Alemanha / xador 34 Desde o final da década de 1990, Júlio Jacob Waiselfisz vem realizando estudos a fim de mapear a violência no Brasil. Várias publicações já resultaram destes estudos, entre elas, o Mapa da Violência 2013 Homicídios e Juventude no Brasil. No que diz respeito à violência em nosso país, constata se, através dos registros expressos neste estudo, que A) existe uma tendência acentuada da queda de homicídios da população de cor preta, enquanto aumenta se o número de vítimas entre os brancos. B) a ausência de atividades econômicas, a inexistência de indústrias e os altos índices de desemprego resultam no crescimento da violência no interior. C) a maioria absoluta dos homicídios no Brasil tem como vítimas as mulheres, principalmente por violência doméstica praticada por esposos ou companheiros. D) o Brasil vive o processo de interiorização da violência já que os polos vêm se deslocando das capitais e regiões metropolitanas para as cidades do interior. E) enquanto as taxas de homicídios da população total do Brasil vivem um processo de diminuição, aumenta se significativamente o número de homicídios de jovens. 8

9 CONCURSOPÚBLICO MUNICÍPIODERODEIRO/MG 35 Observeafotografiaaseguirpararesponderàquestão. (Disponívelem:http://www.vozdabarra.com.br/o brasil vai parar nesta segunda feira01 de julho de 2013/.) Asmáscarasapresentadasnafotografiaanterior,muitoutilizadasnasmanifestaçõespopularesquetomaramcontado Brasil em 2013 e símbolo do grupo Anonymous, são há muitos anos utilizadas e queimadas na Noite das Fogueiras (Bonfire Night), evento tradicional inglês, que ocorre em novembro, onde retratam um personagem da história da Grã BretanhachamadoGuyFawkes.Elasficaramconhecidasinternacionalmenteaoseremutilizadasnofilme,produzido eroteirizadoporandywachowskielanawachowski,osirmãosquecriarammatrix. Estefilmefoidenominado A)VanillaSky. B)OMáscara. C)VdeVingança. D)OFantasmadaÓpera. E)OHomemdaMáscaradeFerro. 36 A pintura ao lado, que retrata a marquesa italiana Isabella d'este, de Mântua, foi descoberta no porão de uma casa na Suíça, onde ficou esquecida por 500 anos. A notícia foi publicada pelo jornal italiano Corriere della Sera, que classificou a obra como precursora da Mona Lisa.Segundoapublicação,estequadroédomesmoautordeumadas principais obras artísticas de todos os tempos, citada anteriormente, queseencontranomuseudolouvre,emparis.trata sede A)Michelangelo. B)PabloPicasso. C)SandroBotticelli. D)VincentvanGogh. E)LeonardodaVinci. AgênciaFolha 37 Declaro promulgado o documento da liberdade, da democracia e da justiça social do Brasil, disse há 25 anos o entãopresidentedaassembleianacionalconstituinte,ulyssesguimarães,aopromulgaranovaconstituiçãofederal, emvigoratéhoje.obrasilrompiadevezcomaconstituiçãode1967,elaboradapeloregimemilitarquegovernouo paísde1964até1985. (AgênciaBrasil.Disponívelem:agenciabrasil.ebc.com.br.Acessoem:04/10/2013.) NomomentohistóricorelatadonotrechoanterioroBrasiltinhacomopresidentedaRepública A)JoséSarney. D)TancredoNeves. B)ItamarFranco. E)FernandoCollordeMello. C)JoãoFigueiredo. Cargo:MédicoPediatra(08 M) Provaaplicadaem26/01/2014 Disponívelnoendereçoeletrônicowww.idecan.org.brapartirdodia27/01/

10 38 Segundo a Agência Internacional de Energia (IEA, em inglês), os Estados Unidos da América, maior consumidor de energia do planeta, poderiam se tornar autossuficientes em 2035 no que tange ao consumo de energia. A informação, contida no relatório 2012 (World Energy Outlook), chegou a esta conclusão ao analisar as transformações pelas quais a grande potência vem passando desde que uma rocha e um polêmico meio de extração de energia ganharam peso na produção energética americana. Enquanto no final de 2000 essa pedra representava 1% da produção nesta área, em 2010 saltou para 30%. A expectativa é que possa chegar a 50% em Em relação às informações anteriormente apresentadas, é correto afirmar que: I. ecologistas consideram essa fonte de energia não poluente e sustentável; II. não há registro da existência deste recurso natural renovável no Brasil; III. sua produção nos EUA reduziu o preço do insumo e a importação de petróleo; IV. trata se do gás extraído do xisto pelo método do fraturamento hidráulico. Estão corretas apenas as alternativas A) I e II. B) I e III. C) I e IV. D) II e IV. E) III e IV. 39 A descoberta da primeira substância química capaz de prevenir a morte do tecido cerebral em uma doença que causa degeneração dos neurônios foi aclamada como um momento histórico e empolgante para o esforço científico. Ainda é necessário maior investigação para desenvolver uma droga que possa ser usada por doentes. (G1. Bem estar. Disponível em: Acesso em 10/10/2013.) Mas as expectativas quanto à cura de algumas doenças relacionadas diretamente ao órgão do corpo humano citado anteriormente aumentam, tais como as enfermidades denominadas A) pneumonia, câncer e rinite crônica. B) hipertensão, dermatite e gastroenterite. C) derrame pleural, edema pulmonar e bronquite. D) arritmias cardíacas, osteoporose e hipotiroidismo. E) Alzheimer, mal de Parkinson e doença de Huntington. 40 Analise a tabela a seguir. (SIM/MS: Sistema de Informações de Mortalidade/MS Unodc: United Nations Office on Drugs and Crime Whosis: Sistema de Estatísticas da OMS, tabela ) 10

11 Com base nos dados apresentados, é correto afirmar que: I. entre as três maiores potências econômicas do planeta, a Índia apresenta as maiores taxas de homicídios por 100 mil habitantes; II. o maior país em extensão territorial do planeta, que acumula também a maior população, apresenta números de homicídios inferiores ao Brasil; III. os países da América Latina apresentam números e taxas de homicídios bem elevadas, mesmo não vivenciando períodos de guerra ou grandes conflitos internos. Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s) A) I, II e III. B) I, apenas. C) II, apenas. D) III, apenas. E) II e III, apenas. 11

12 INSTRUÇÕES 1. Material a ser utilizado: caneta esferográfica de tinta azul ou preta. Os objetos restantes devem ser colocados em local indicado pelo fiscal da sala, inclusive aparelho celular desligado e devidamente identificado. 2. Não é permitida, durante a realização das provas, a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações, impressos ou qualquer outro material de consulta, protetor auricular, lápis, borracha, corretivo. Especificamente, não é permitido que o candidato ingresse na sala de provas sem o devido recolhimento, com respectiva identificação, dos seguintes equipamentos: bip, telefone celular, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, ipad, ipod, tablet, smartphone, mp3, mp4, receptor, gravador, calculadora, câmera fotográfica, controle de alarme de carro, relógio de qualquer modelo etc. 3. Durante a prova, o candidato não deve levantar-se, comunicar-se com outros candidatos e nem fumar. 4. A duração da prova é de 03 (três) horas, já incluindo o tempo destinado à entrega do Caderno de Provas e à identificação que será feita no decorrer da prova e ao preenchimento do Cartão de Respostas (Gabarito). 5. Somente em caso de urgência pedir ao fiscal para ir ao sanitário, devendo no percurso permanecer absolutamente calado, podendo antes e depois da entrada sofrer revista através de detector de metais. Ao sair da sala no término da prova, o candidato não poderá utilizar o sanitário. Caso ocorra uma emergência, o fiscal deverá ser comunicado. 6. O Caderno de Provas consta de 40 (quarenta) questões de múltipla escolha para os cargos de nível superior, médio técnico, médio e fundamental completo e de 30 (trinta) questões para os cargos de nível fundamental incompleto. Leia-o atentamente. 7. As questões das provas objetivas são do tipo múltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas (A a E) e uma única resposta correta. 8. Ao receber o material de realização das provas, o candidato deverá conferir atentamente se o Caderno de Provas corresponde ao cargo a que está concorrendo, bem como se os dados constantes no Cartão de Respostas (Gabarito) que lhe foi fornecido estão corretos. Caso os dados estejam incorretos, ou o material esteja incompleto, ou tenha qualquer imperfeição, o candidato deverá informar tal ocorrência ao fiscal. 9. Os fiscais não estão autorizados a emitir opinião e prestar esclarecimentos sobre o conteúdo das provas. Cabe única e exclusivamente ao candidato interpretar e decidir. 10. O candidato poderá retirar-se do local de provas somente a partir dos 90 (noventa) minutos após o início de sua realização, contudo não poderá levar consigo o Caderno de Provas, sendo permitida essa conduta apenas no decurso dos últimos 30 (trinta) minutos anteriores ao horário previsto para o seu término. 11. Os 3 (três) últimos candidatos de cada sala somente poderão sair juntos. Caso o candidato insista em sair do local de aplicação das provas, deverá assinar um termo desistindo do Concurso Público e, caso se negue, deverá ser lavrado Termo de Ocorrência, testemunhado pelos 2 (dois) outros candidatos, pelo fiscal da sala e pelo coordenador da unidade. RESULTADOS E RECURSOS - As provas aplicadas, assim como os gabaritos preliminares das provas objetivas serão divulgados na Internet, no site a partir das 16h00min do dia subsequente ao da realização das provas. - O candidato que desejar interpor recursos contra os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas disporá de 03 (três) dias úteis, a partir do dia subsequente à divulgação, em requerimento próprio disponibilizado no link correlato ao Concurso Público no site e no anexo IV do Edital. - A interposição de recursos poderá ser feita via Internet, através do Sistema Eletrônico de Interposição de Recursos, com acesso pelo candidato ao fornecer dados referentes à sua inscrição apenas no prazo recursal, ao IDECAN, conforme disposições contidas no site no link correspondente ao Concurso Público; ou via presencial, por meio do formulário contido no Anexo IV do Edital, devendo o candidato recorrente protocolar o formulário, no prazo recursal, na Central de Atendimento ao Candidato, localizada na Praça São Sebastião, nº 215, Centro Rodeiro/MG.

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011

Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Disciplina LINGUA PORTUGUESA Curso ENSINO FUNDAMENTAL II Professor MARIANA Série 6 o ANO ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO 3º BIMESTRE / 2011 Aluno (a): Número: 1 - Conteúdo: Substantivos: comum

Leia mais

Sistema Único de Saúde (SUS)

Sistema Único de Saúde (SUS) LEIS ORGÂNICAS DA SAÚDE Lei nº 8.080 de 19 de setembro de 1990 Lei nº 8.142 de 28 de dezembro de 1990 Criadas para dar cumprimento ao mandamento constitucional Sistema Único de Saúde (SUS) 1 Lei n o 8.080

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

MUNICÍPIO DE I ENA RO CONCUR O P ICO N

MUNICÍPIO DE I ENA RO CONCUR O P ICO N MUNICÍPIO DE I ENA RO CONCUR O P ICO N TARDE CARGO: MECÂNICO GERAL Texto I para responder às questões de 01 a 08. Manifestações no Brasil: quais as razões? O início das manifestações populares no Brasil,

Leia mais

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS

GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS GUIA DE ARGUMENTOS DE VENDAS O Plano Diretor é uma lei municipal que estabelece diretrizes para a ocupação da cidade. Ele deve identificar e analisar as características físicas, as atividades predominantes

Leia mais

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde

SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Universidade de Cuiabá - UNIC Núcleo de Disciplinas Integradas Disciplina: Formação Integral em Saúde SUS: princípios doutrinários e Lei Orgânica da Saúde Profª Andressa Menegaz SUS - Conceito Ações e

Leia mais

O COAP na perspectiva da gestão da Vigilância em Saúde. Sonia Brito Secretaria de Vigilância em Saúde

O COAP na perspectiva da gestão da Vigilância em Saúde. Sonia Brito Secretaria de Vigilância em Saúde O COAP na perspectiva da gestão da Vigilância em Saúde Sonia Brito Secretaria de Vigilância em Saúde Decreto 7.508/11 Regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização

Leia mais

Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes

Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Diretriz 01 - Promoção da cultura do respeito e da garantia dos direitos humanos de

Leia mais

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA (PJT IC) ORIENTAÇÕES GERAIS

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA (PJT IC) ORIENTAÇÕES GERAIS PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA (PJT IC) ORIENTAÇÕES GERAIS 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 O Programa Bolsa Jovens Talentos para a Ciência (PJT- IC) tem como objetivo proporcionar a formação

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

IV CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO E SAÚDE. Os Impactos da Judicialização na Saúde Pública e Privada

IV CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO E SAÚDE. Os Impactos da Judicialização na Saúde Pública e Privada IV CONGRESSO BRASILEIRO DE DIREITO E SAÚDE Os Impactos da Judicialização na Saúde Pública e Privada 25/11/2015 HISTÓRICO: Período anterior a CF de 1988 INAMPS População e procedimentos restritos Movimento

Leia mais

PROVA UNIJUÍ. Locais de Realização da Prova Câmpus/Polo Ijuí, Câmpus Santa Rosa, Câmpus Panambi e Câmpus Três Passos.

PROVA UNIJUÍ. Locais de Realização da Prova Câmpus/Polo Ijuí, Câmpus Santa Rosa, Câmpus Panambi e Câmpus Três Passos. PROVA UNIJUÍ Data 08 de fevereiro de 2015 (domingo) Modalidades e Horários Cursos EaD Prova da Unijuí (Redação) Início às 8h30min e término às 11h30min. Cursos Presenciais Prova da Unijuí (Redação e 40

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE CURUÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CURUÁ - CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 23 de Agosto de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE

Leia mais

Porque a violência e o trauma tornaram-se um problema de Saúde Pública e o que fazer para diminuir sua incidência?

Porque a violência e o trauma tornaram-se um problema de Saúde Pública e o que fazer para diminuir sua incidência? Porque a violência e o trauma tornaram-se um problema de Saúde Pública e o que fazer para diminuir sua incidência? Dados preliminares do sistema de informações de mortalidade do Ministério da Saúde de

Leia mais

Auditor Fiscal de Tributos

Auditor Fiscal de Tributos MUNICÍPIO DE MARIANA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 Auditor Fiscal de Tributos MANHÃ CARGO: AUDITOR FISCAL DE TRIBUTOS Texto Colombo Outrora, o calendário estava cheio de datas gloriosas

Leia mais

GLOSSÁRIO DE TERMOS COMUNS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO MERCOSUL

GLOSSÁRIO DE TERMOS COMUNS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO MERCOSUL MERCOSUL/GMC/RES. N 21/00 GLOSSÁRIO DE TERMOS COMUNS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: o Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Resolução N 91/93 do Grupo Mercado Comum e a Recomendação

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL

CONSTITUIÇÃO FEDERAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1 Art. 196: A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário

Leia mais

MUNICÍPIO DE MATIAS CARDOSO ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012. Gari TARDE

MUNICÍPIO DE MATIAS CARDOSO ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012. Gari TARDE MUNICÍPIO DE MATIAS CARDOSO ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012 Gari TARDE CARGO: GARI Texto Prevenção e combate ao trabalho infantil De acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html Página 1 de 5 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.559, DE 1º DE AGOSTO DE 2008 Institui a Política Nacional

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC O DayHORC, através de sua Comissão do Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia (CPTMO/DayHORC), no uso de suas atribuições,

Leia mais

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ANEXO II ATRIBUIÇÕES DOS INTEGRANTES DO PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ATRIBUIÇÕES DO MÉDICO I- Realizar consultas clínicas aos usuários de sua área adstrita; II- Participar das atividades de grupos de controle

Leia mais

PACTO PELA SAÚDE. Pactos pela Vida, em Defesa do SUS e de Gestão. Seminário Pacto pela Saúde Agosto/2007. Departamento de Apoio à Descentralização

PACTO PELA SAÚDE. Pactos pela Vida, em Defesa do SUS e de Gestão. Seminário Pacto pela Saúde Agosto/2007. Departamento de Apoio à Descentralização PACTO PELA SAÚDE Pactos pela Vida, em Defesa do SUS e de Gestão Seminário Pacto pela Saúde Agosto/2007 Departamento de Apoio à Descentralização Secretaria Executiva PACTO PELA SAÚDE Pactuaçã ção o firmada

Leia mais

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE

VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO À SAÚDE Um modelo de assistência descentralizado que busca a integralidade, com a participação da sociedade, e que pretende dar conta da prevenção, promoção e atenção à saúde da população

Leia mais

REDE DE ENSINO LFG. Leia com atenção as instruções a seguir: A força do Direito deve superar o direito da força

REDE DE ENSINO LFG. Leia com atenção as instruções a seguir: A força do Direito deve superar o direito da força REDE DE ENSINO LFG Simulado Exame de Ordem 2010.3 Coordenação Pedagógica OAB Marco Antonio Araujo Junior Darlan Barroso Leia com atenção as instruções a seguir: 1. Você está recebendo do fiscal de sala,

Leia mais

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012 HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2012 A Comissão de Residência Médica do

Leia mais

A SAÚDE NO GOVERNO LULA PROGRAMA DE GOVERNO

A SAÚDE NO GOVERNO LULA PROGRAMA DE GOVERNO A SAÚDE NO GOVERNO LULA PROGRAMA DE GOVERNO ÍNDICE Diagnóstico Princípios Básicos: 1- Redefinição da atuação pública na saúde 2-Saúde como direito de todos 3-Estabilidade e continuidade das políticas de

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL 01 DE PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA/2012

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL 01 DE PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA/2012 DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S/A EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL 01 DE PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA/2012 A DIAGNÓSTICOS DA AMÉRICA S/A torna público através do presente EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA

Leia mais

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 Institui no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. O MINISTRO DE ESTADO DA SAÚDE, no uso das atribuições

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB Dispõe sobre as normas referentes ao Processo Seletivo 2015, para o preenchimento de vagas para os cursos de graduação, na modalidade de Ensino Educação a Distância, do CENTRO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Leopoldina/MG CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2016

Prefeitura Municipal de Leopoldina/MG CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2016 0 067300 056335 Prefeitura Municipal de Leopoldina/MG CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2016 Agente de Serviços Auxiliares (Limpeza predial, entrega de documentos e ronda e vigilância das dependências da Prefeitura)

Leia mais

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO TRIBUTÁRIO CADERNO DE RASCUNHO

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO TRIBUTÁRIO CADERNO DE RASCUNHO SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO TRIBUTÁRIO CADERNO DE RASCUNHO Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno de rascunho contendo o enunciado

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013

Seminário estratégico de enfrentamento da. Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS. Maio, 2013 Seminário estratégico de enfrentamento da Tuberculose e Aids no Estado do Rio de Janeiro PACTUAÇÃO COM GESTORES MUNICIPAIS Maio, 2013 1.Detecção de casos e tratamento da tuberculose 1.1. Descentralizar

Leia mais

FÓRUM PERMANENTE DA AGENDA 21 DE TANGUÁ RJ REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO l - DA CONSTITUIÇÃO, SEDE, OBJETIVOS, PRINCÍPIOS E ATRIBUIÇÕES.

FÓRUM PERMANENTE DA AGENDA 21 DE TANGUÁ RJ REGIMENTO INTERNO. CAPÍTULO l - DA CONSTITUIÇÃO, SEDE, OBJETIVOS, PRINCÍPIOS E ATRIBUIÇÕES. FÓRUM PERMANENTE DA AGENDA 21 DE TANGUÁ RJ REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO l - DA CONSTITUIÇÃO, SEDE, OBJETIVOS, PRINCÍPIOS E ATRIBUIÇÕES. Art. 1º - O Fórum permanente da Agenda 21 de Tanguá, criado pela Lei

Leia mais

Município da Estância Balneária de Ubatuba/SP CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2014

Município da Estância Balneária de Ubatuba/SP CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2014 0 053300 003899 Município da Estância Balneária de Ubatuba/SP CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2014 Gari Tarde Organizadora: CARGO: GARI Texto para responder as questões de 01 a 08. Publicidade infantil: entenda

Leia mais

QUESTIONÁRIO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA MUNICÍPIO: ESTADO: DATA: / / PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA

QUESTIONÁRIO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA MUNICÍPIO: ESTADO: DATA: / / PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA QUESTIONÁRIO DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA Este questionário tem por objetivo fazer com que a sociedade participe da gestão pública, exercendo controle sobre as despesas efetuadas e orientando aos órgãos do

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 Dispõe sobre o atendimento obrigatório aos portadores da Doença de Alzheimer no Sistema Único de Saúde - SUS, e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES HOSPITAL ISRAELITA ALBERT SABIN

EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES HOSPITAL ISRAELITA ALBERT SABIN EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES HOSPITAL ISRAELITA ALBERT SABIN 2016 Inscrições: 29 de dezembro de 2015 a 27 de Janeiro de 2016 Informações: Secretária

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

EDITAL DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA EDITAL DE SELEÇÃO A Coordenação do Curso de Especialização em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Santa Catarina, no uso de suas atribuições, declara abertas as inscrições e estabelece as normas

Leia mais

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades,

Leia mais

Momento II. ASF Região Sul. Assistência integral à saúde do recém-nascido e da criança. Prof. Dra. Ana Cecília Lins Sucupira

Momento II. ASF Região Sul. Assistência integral à saúde do recém-nascido e da criança. Prof. Dra. Ana Cecília Lins Sucupira Momento II ASF Região Sul Assistência integral à saúde do recém-nascido e da criança Prof. Dra. Ana Cecília Lins Sucupira CICLO DE VIDA DA CRIANÇA O ciclo de vida da criança compreende um ser que vivencia

Leia mais

Rede Pública ou Particular?

Rede Pública ou Particular? Vacinar seu filho na feito com carinho para você ganhar tempo! Rede Pública ou Particular? guia rápido das vacinas e principais diferenças Um guia de utilidade pública com as fichas de 10 vacinas para

Leia mais

Técnico em Teleinformática

Técnico em Teleinformática MUNICÍPIO DE MARIANA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 Técnico em Teleinformática MANHÃ CARGO: TÉCNICO EM TELEINFORMÁTICA Texto Vínculo de amor independe da genética O direito universal

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SES/GO

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SES/GO SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SES/GO SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE-SPAIS Goiânia Agosto/2011 SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICAS DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE - SPAIS 6. GERÊNCIA DE

Leia mais

PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL

PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL Ordem dos Advogados do Brasil VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO DIREITO TRIBUTÁRIO PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno

Leia mais

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ

DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ DOCUMENTO FINAL 11ª CONFERÊNCIA DE SAÚDE DO PARANÁ EIXO 1 DIREITO À SAÚDE, GARANTIA DE ACESSO E ATENÇÃO DE QUALIDADE Prioritária 1: Manter o incentivo aos Programas do Núcleo Apoio da Saúde da Família

Leia mais

Questões Fundamentadas Da Lei Maria da Penha Lei 11.340/2006

Questões Fundamentadas Da Lei Maria da Penha Lei 11.340/2006 1 Para adquirir a apostila digital de 150 Questões Comentadas Da Lei Maria da Penha - Lei 11.340/2006 acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br ATENÇÃO: ENTREGA SOMENTE VIA E-MAIL ESSA APOSTILA SERÁ

Leia mais

Prof. MS. Ellen H. Magedanz

Prof. MS. Ellen H. Magedanz Prof. MS. Ellen H. Magedanz As transformações nos padrões de saúde/doença constituíram-se em uma das características do último século, estão associadas às mudanças na estrutura etária populacional. América

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 DOU de 05/10/09 seção 01 nº 190 pág. 51 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO DAS CIDADES RESOLUÇÃO RECOMENDADA N 75, DE 02 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações relativas à Política de Saneamento Básico e

Leia mais

EDITAL Nº 012/2014 VESTIBULAR AGENDADO 2015/1- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 012/2014 VESTIBULAR AGENDADO 2015/1- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 012/2014 VESTIBULAR AGENDADO 2015/1- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ldta UCEFF Faculdades, de acordo

Leia mais

Município de Astolfo Dutra/MG CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015

Município de Astolfo Dutra/MG CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015 0 058700 041526 Município de Astolfo Dutra/MG CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2015 Servente de Pedreiro Tarde Organizadora: CARGO: SERVENTE DE PEDREIRO Obesidade infantil Por Patrícia Lopes. A obesidade infantil

Leia mais

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO EMPRESARIAL CADERNO DE RASCUNHO

SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO EMPRESARIAL CADERNO DE RASCUNHO SIMULADO 2ª FASE EXAME DE ORDEM DIREITO EMPRESARIAL CADERNO DE RASCUNHO Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno de rascunho contendo o enunciado

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ASSISTENTE SOCIAL CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ASSISTENTE SOCIAL CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

São reconhecidos aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições,

São reconhecidos aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições, A Constituição Federal de 1988 reconhece aos povos indígenas suas especificidades étnicas e culturais bem como estabelece seus direitos sociais. Dentre as inúmeras proteções conferidas aos povos indígenas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015

PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 PROCESSO SELETIVO 2016-1º SEMESTRE Nº 008/2015 O Diretor da NOVA FACULDADE, Pablo Fernandes Bittencourt, faz saber aos interessados que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo do 1º Semestre

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015 Manual do Candidato

PROCESSO SELETIVO 2015 Manual do Candidato PROCESSO SELETIVO 2015 Manual do Candidato O cursinho pré-vestibular comunitário VestJr O cursinho pré-vestibular VestJr surgiu em 2003 seguindo a ideia já em curso da política de implementação de cursinhos

Leia mais

OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE

OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE pg44-45.qxd 9/9/04 15:40 Page 44 44 OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO BRASIL OBJETIVO REDUZIR A MORTALIDADE NA INFÂNCIA pg44-45.qxd 9/9/04 15:40 Page 45 45 4 " META 5 REDUZIR EM DOIS TERÇOS, ENTRE

Leia mais

CADERNO DE PROVA FUNÇÃO: COORDENADOR PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS/MG INSTRUÇÕES:

CADERNO DE PROVA FUNÇÃO: COORDENADOR PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS/MG INSTRUÇÕES: PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE BARÃO DE COCAIS/MG CADERNO DE PROVA FUNÇÃO: COORDENADOR NOME: DATA: / / INSCRIÇÃO Nº: CPF ou RG: INSTRUÇÕES: 1. Você recebeu sua folha

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE SOCIAL ESF - BAURU - Outubro 2013

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE SOCIAL ESF - BAURU - Outubro 2013 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ASSISTENTE SOCIAL ESF - BAURU - Outubro 2013 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ATO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ATO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO ATO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO PROCESSO SELETIVO/CONCURSO PÚBLICO PARA CARGOS DE NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR EDITAL N 01/2015 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA

Leia mais

PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL

PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL Ordem dos Advogados do Brasil IV EXAME DE ORDEM UNIFICADO DIREITO EMPRESARIAL PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL Leia com atenção as instruções a seguir: Você está recebendo do fiscal de sala, além deste caderno

Leia mais

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável

O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável O papel da mulher na construção de uma sociedade sustentável Sustentabilidade Socioambiental Resistência à pobreza Desenvolvimento Saúde/Segurança alimentar Saneamento básico Educação Habitação Lazer Trabalho/

Leia mais

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200

Certificação Profissional de Análise e Aprovação de Crédito - CERT.FBB-200 MANUAL DE CANDIDATURA da Abril de 2012 Versão 2.0 A Federação Brasileira de Bancos FEBRABAN vem, neste Manual de Candidatura, divulgar as regras e informações necessárias para a realização dos exames pertinentes

Leia mais

MEDICAMENTOS GENÉRICOS

MEDICAMENTOS GENÉRICOS MEDICAMENTO GENÉRICO Uma importante conquista para a saúde pública no Brasil 15 anos 15 anos , 15 ANOS DE BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA. Ao completar 15 anos de existência no país, os medicamentos

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES EDITAL Nº 001/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES - RS, torna pública a abertura

Leia mais

EDITAL PARA INGRESSO E BOLSAS INTEGRAIS E PARCIAIS DE ESTUDO PARA O ENSINO MÉDIO DO ANO LETIVO DE 2015.

EDITAL PARA INGRESSO E BOLSAS INTEGRAIS E PARCIAIS DE ESTUDO PARA O ENSINO MÉDIO DO ANO LETIVO DE 2015. EDITAL PARA INGRESSO E BOLSAS INTEGRAIS E PARCIAIS DE ESTUDO PARA O ENSINO MÉDIO DO ANO LETIVO DE 2015. A Direção do COLÉGIO SOPHOS torna público o presente Edital, através de seu site oficial e em mural

Leia mais

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL SAÚDE DO IDOSO CURSO ESPECÍFICOS ENFERMAGEM - A Saúde do Idoso aparece como uma das prioridades no Pacto pela Vida, o que significa que, pela primeira vez na história das políticas públicas no Brasil,

Leia mais

SAÚDE COMO UM DIREITO DE CIDADANIA

SAÚDE COMO UM DIREITO DE CIDADANIA SAÚDE COMO UM DIREITO DE CIDADANIA José Ivo dos Santos Pedrosa 1 Objetivo: Conhecer os direitos em saúde e noções de cidadania levando o gestor a contribuir nos processos de formulação de políticas públicas.

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2/2015 A Diretoria Executiva do curso preparatório Galt Vestibulares, no uso de suas atribuições, torna pública e estabelece as normas e as condições de habilitação às vagas

Leia mais

EDITAL N 01/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE HERRERO INGRESSO 2016

EDITAL N 01/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE HERRERO INGRESSO 2016 EDITAL N 01/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE HERRERO INGRESSO 2016 Fica aberto o processo seletivo da Faculdade Herrero, para: Tecnologia em Segurança no Trabalho

Leia mais

DECRETO Nº 7.508, DE 28 DE JUNHO DE 2011.

DECRETO Nº 7.508, DE 28 DE JUNHO DE 2011. DECRETO Nº 7.508, DE 28 DE JUNHO DE 2011. Regulamenta a Lei n o 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência

Leia mais

Ocorrências de casos humanos de influenza suína no México e EUA Informe do dia 26.04.09, às 13h

Ocorrências de casos humanos de influenza suína no México e EUA Informe do dia 26.04.09, às 13h Ministério da Saúde Gabinete Permanente de Emergências em Saúde Pública ALERTA DE EMERGÊNCIA DE SAÚDE PÚBLICA DE IMPORTÂNCIA INTERNACIONAL Ocorrências de casos humanos de influenza suína no México e EUA

Leia mais

INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR

INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR INSERÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA EM UMA UNIDADE DE SAÚDE EM PONTA GROSSA-PR SANTOS, Elaine Ferreira dos (estagio II), WERNER, Rosiléa Clara (supervisor), rosileawerner@yahoo.com.br

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

CAUSAS DE MORTE NO ESTADO DE SÃO PAULO

CAUSAS DE MORTE NO ESTADO DE SÃO PAULO CAUSAS DE MORTE NO ESTADO DE SÃO PAULO Morrem mais brancos por causa naturais e negros por motivos externos. A s estatísticas de morbidade e mortalidade têm sido utilizadas por epidemiologistas, demógrafos

Leia mais

implementação do Programa de Ação para a Segunda Década de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial,

implementação do Programa de Ação para a Segunda Década de Combate ao Racismo e à Discriminação Racial, 192 Assembleia Geral 39 a Sessão suas políticas internas e exteriores segundo as disposições básicas da Convenção, Tendo em mente o fato de que a Convenção está sendo implementada em diferentes condições

Leia mais

CAMP-IMAGEM NUCLEAR S/C LTDA EXAME DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA NUCLEAR - 2015 EDITAL 01/2015

CAMP-IMAGEM NUCLEAR S/C LTDA EXAME DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA NUCLEAR - 2015 EDITAL 01/2015 CAMP-IMAGEM NUCLEAR S/C LTDA EXAME DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA NUCLEAR - 2015 EDITAL 01/2015 A Camp-Imagem Nuclear S/C LTDA torna pública a realização do Processo seletivo de candidatos

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 545/2009.

LEI MUNICIPAL Nº 545/2009. LEI MUNICIPAL Nº 545/2009. EMENTA: INSTITUI O PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA, NA EMANCIPAÇÃO SUSTENTADA DAS FAMÍLIAS QUE VIVEM EM SITUAÇÃO DE EXTREMA POBREZA, CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO DO PROGRAMA,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus Sertão, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009

PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus Sertão, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus,

Leia mais

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Cardiologia 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Edital de Abertura de Inscrições O IBEPEGE Instituto Brasileiro de Estudo e Pesquisa em Gastroenterologia e outras Especialidades

Leia mais

Declaração de Santa Cruz de la Sierra

Declaração de Santa Cruz de la Sierra Reunião de Cúpula das Américas sobre o Desenvolvimiento Sustentável Santa Cruz de la Sierra, Bolivia, 7 ao 8 de Dezembro de 1996 Declaração de Santa Cruz de la Sierra O seguinte documento é o texto completo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PARA VALORIZAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA AVAPE PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº.001/2013. Porteiro MANHÃ. Organizadora:

ASSOCIAÇÃO PARA VALORIZAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA AVAPE PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº.001/2013. Porteiro MANHÃ. Organizadora: ASSOCIAÇÃO PARA VALORIZAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA AVAPE PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº.001/2013 Porteiro MANHÃ Organizadora: 0000000202 CARGO: PORTEIRO Texto O direito de ir e vir, pedalando Por que

Leia mais

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE

CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE CONFERÊNCIAS MUNICIPAIS OU REGIONAIS INSTRUMENTAL PARA GRUPO DE TRABALHO SAÚDE II CONFERÊNCIA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL Instrumental de Trabalho baseado nas Propostas Aprovadas na I Conferencia Estadual

Leia mais

UPIS - UNIÃO PIONEIRA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL ATO EDITAL N.º 133/2015

UPIS - UNIÃO PIONEIRA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL ATO EDITAL N.º 133/2015 UPIS - UNIÃO PIONEIRA DE INTEGRAÇÃO SOCIAL ATO EDITAL N.º 133/2015 O Coordenador-Geral da Comissão Permanente de Concurso das Faculdades Integradas da UPIS torna públicas as condições do concurso para

Leia mais

Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014

Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR VERÃO 2015 1 Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR

Leia mais

O SUS COMO UM NOVO PACTO SOCIAL

O SUS COMO UM NOVO PACTO SOCIAL O SUS COMO UM NOVO PACTO SOCIAL Profª Carla Pintas O novo pacto social envolve o duplo sentido de que a saúde passa a ser definida como um direito de todos, integrante da condição de cidadania social,

Leia mais

regionalização e contratos organizativos de ação pública.

regionalização e contratos organizativos de ação pública. A Regulamentação da Lei 8.080/90: A Regulamentação da Lei 8.080/90: regionalização e contratos organizativos de ação pública. Seminário Nacional PRÓ Saúde e PET Saúde Brasília, 19 de outubro de 2011.,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 3.998, de 2012

PROJETO DE LEI N.º 3.998, de 2012 1 COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR PROJETO DE LEI N.º 3.998, de 2012 Altera a Lei nº 9.656, de 3 de junho de 1998, que "dispõe sobre os planos e seguros privados de assistência à saúde", para incluir os

Leia mais

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração EDITAL DO VESTIBULAR 1/2011 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o aditamento

Leia mais

NOTA TÉCNICA 31 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO PARA FOMENTO E APRIMORAMENTO DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA REDE DE FRIO

NOTA TÉCNICA 31 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO PARA FOMENTO E APRIMORAMENTO DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA REDE DE FRIO NOTA TÉCNICA 31 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO PARA FOMENTO E APRIMORAMENTO DAS CONDIÇÕES DE FUNCIONAMENTO DA REDE DE FRIO Brasília, 16 de agosto de 2013 REPASSES FINANCEIROS DE INVESTIMENTO

Leia mais

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 1. Patrocínios 1.1 Patrocínio a Eventos e Publicações Data limite: 60 dias de antecedência da data de início do evento

Leia mais

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens Um país de idosos Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens A expectativa de vida do brasileiro aumentou mais de 20 anos em

Leia mais

Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social

Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social Edital XVIII CONCURSO DE PROJETOS ELAS Fundo de Investimento Social O XVIII Concurso do ELAS Fundo de Investimento Social, em parceria com a MAC AIDS Fund, visa fortalecer, por meio de apoio técnico e

Leia mais

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008

Pacto Europeu. para a Saúde. Conferência de alto nível da ue. Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Pacto Europeu para a Saúde Mental e o Bem-Estar Conferência de alto nível da ue JUNTOS PELA SAÚDE MENTAL E PELO BEM-ESTAR Bruxelas, 12-13 de junho de 2008 Slovensko predsedstvo EU 2008 Slovenian Presidency

Leia mais

EDITAL 08/2015-DF DE CONVOCAÇÃO DAS ENTIDADES RESOLVE:

EDITAL 08/2015-DF DE CONVOCAÇÃO DAS ENTIDADES RESOLVE: EDITAL 08/2015-DF DE CONVOCAÇÃO DAS ENTIDADES O Doutor Rhamice Ibrahim Ali Ahmad Abdallah - MM. Juiz de Direito e Diretor do Foro da Comarca de Rondonópolis, Estado de Mato Grosso, no uso de suas atribuições

Leia mais

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011

A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 A SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE-SVS e o DECRETO n 7.508/2011 Departamento de Gestão da Vigilância em Saúde-DAGVS Secretaria de Vigilância em Saúde dagvs@saude.gov.br 06/03/2012 IMPLEMENTAÇÃO DO DECRETO

Leia mais