Referência em atendimento

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Referência em atendimento"

Transcrição

1 al ei Binformativo Informativo do Hospital da Baleia Belo Horizonte Ano VII - Nº 73 - Junho de 2009 Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do acentro Universitário Newton Paiva Referência em atendimento Humanização e resolutividade são o diferencial da Oncologia Pediátrica Páginas 4 e 5 Baleia Im a g e m Ortopedia e Traumatologia do HB confirma excelência página 6 Estação fria aumenta incidência de doenças respiratórias página 7 A médica Marina Brandão Donnard e a paciente Poliana do Carmo dos Santos Baleia tem serviço de doação através de Telemarketing página 8

2 InforMAtIvo BAleIA 2 Junho 2009 editorial fique ligado Daniel mansur eficácia no tratamento do câncer infantil Creio estar no DNA desta instituição a origem de sua vocação para o atendimento pediátrico. Desde que foi criado, há 65 anos, o Hospital da Baleia acolhe crianças. Com o passar das décadas, passou a atender também adultos, de quaisquer idades, em 35 clínicas distintas. A vocação, todavia, faz-se presente em projetos de humanização e em várias frentes de atuação que interagem, de forma intensa e regular, com o universo de crianças e jovens. Não fossem estes o futuro do país, ainda assim mereceriam a atenção e cuidados extremos dos nossos profissionais. Mas, para nós, a criança, o jovem, são ainda mais que isso. Representam a própria vida, a nossa razão de existir, a energia que nos move e que nos motiva a renovar forças diariamente para a luta da saúde pública. Com esse enfoque, apresentamos o Serviço de Oncologia e Hematologia Pediátrica, implantado em 2003 e liderado pelo oncologista pediátrico Eduardo Ribeiro Lima. A competência técnica da equipe, a capacidade instalada e os elevados índices de atendimento e resolutividade consolidam o setor como uma das maiores referências no tratamento do câncer infantil em Minas Gerais. O trabalho dessa equipe merece reconhecimento e homenagem. Realizado de forma integrada e multidisciplinar, o Serviço é cadastrado na Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope), permitindo interação e acesso aos protocolos de tratamento do câncer em todo o país. Dessa forma, em 2009 foi criado o Programa de Residência em Oncologia Pediátrica do Hospital da Baleia, primeira instituição mineira a formar especialistas para a área com a chancela do Ministério da Educação. Esse e outros assuntos esperam por você nesta edição do Informativo Baleia. Esperamos que sejam do seu interesse. Um abraço e boa leitura. expediente tereza Guimarães paes diretora-presidente fundação Benjamin Guimarães (fbg) / Hospital da Baleia diretora-presidente: tereza Guimarães Paes superintendente executivo da fbg: Jorge Delbons superintendente Geral Hospitalar: francisco de Assis figueiredo assessor de relações Institucionais: Paulo Carvalho - Conrerp 1433 Coordenadora de Comunicação: noélia Prado /MG assessoria de Comunicação: Juliana lara Martins - Conrerp 3052 valmique Guimarães Júnior /MG revisão: lívia Ansaloni /MG (31) / HospItal da BaleIa rua Juramento, Bairro saudade - Cep: Belo Horizonte - mg - (31) (Geral) Em maio, o Hospital da Baleia realizou duas atividades destinadas aos seus colaboradores. Nos dias 18 e 19, a equipe de Enfermagem (técnicos, enfermeiros e acadêmicos) assistiu a uma palestra sobre qualidade de vida e aprimoramento profissional, ministrada por Júlio Machado, biólogo e consultor em desenvolvimento humano e relacionamento interpessoal, comemorando a Semana da Enfermagem. Quem participou da ação aprovou a ideia: Percebemos que tudo foi feito com muita dedicação e carinho. Eu me senti valorizada profissionalmente, afirma a técnica de Enfermagem, Vanilda de Oliveira. Nos dias 20 e 21 de maio, os colaboradores agenda BaleIa HomenaGeIa seus ColaBoradores 05 Dia Mundial do Meio Ambiente 09 Dia Mundial de Imunização 15 Dia Nacional do Colesterol foram homenageados pelo Dia do Trabalhador com a apresentação da peça A escolha é sua. Desafios de um vitorioso, encenada pela empresa Grafite Teatro Empresarial em uma tenda montada no estacionamento do Hospital. O teatro foi um treinamento diferenciado sobre motivação, qualidade de vida e administração de conflitos. Mais de 550 pessoas participaram da ação. O teatro foi muito interessante, pois nos ensinou a aproveitar melhor o tempo sem stress e com humor. As pessoas presentes puderam se identificar com o personagem quando ele representava situações vividas no nosso cotidiano, destaca Paulo Roberto Lima, do Almoxarifado. espetáculo é utilizado para reflexão sobre comportamento e clima organizacional ConselHo da fbg realiza assembleia anual Centro Universitário newton paiva - Central de produção Jornalística Campus Carlos luz - rua Catumbi, Caiçara - Belo Horizonte - mg - Cep: Coordenadora do curso de Jornalismo Marialice emboava Coordenador da CpJ eustáquio trindade netto - MG Coordenador adjunto da CpJ edwaldo Cordeiro - JP11388 projeto Gráfico e direção de arte Helô Costa - MG DG O Conselho Curador da Fundação Benjamin Guimarães (FBG) promoveu, no dia 28 de abril, duas Assembleias, uma Ordinária Anual e outra Extraordinária, presididas pelo vicepresidente da FBG, Luiz Flávio Pentagna Guimarães. Houve a discussão de vários assuntos de interesse do Conselho, entre eles, a prestação de contas do ano de 2008 do Hospital da Baleia. Os resultados foram apresentados pela diretora-presidente, Tereza Guimarães Paes, pelo superintendente executivo da FBG, Jorge Delbons, pelo superintendente geral hospitalar, Francisco de Assis Figueiredo, pelo gerente de controladoria, Wantuil Batista e pelo assessor de relações institucionais, Paulo Carvalho. Na oportunidade, o conselheiro Damião Coutinho Paes foi eleito, por unanimidade, o novo diretor administrativo da FBG. Para a diretora-presidente, a reunião do Conselho é um momento muito importante de atualização dos conselheiros sobre todas as atividades do Hospital e também uma oportunidade de ouvir as suas sugestões e comentários, afirma Tereza. 21 Dia Nacional de Controle da Asma 26 Dia Internacional contra as Drogas 27 Dia Internacional do Diabético de acordo Com a reforma ortográfica Baleia im a g e m Colaboradores Indhiara Sousa, Josiane Souza, nayara lima e francisco teixeira (redação); Adrielle lopes, Érica Caetano, Marcele Morais e rodrigo Honório (diagramação), Dayse Aguiar e Mariana reis (fotos) tiragem: exemplares (em parceria com o lutador) Impressão: Gráfica e editora o lutador (31)

3 Família Baleia Setor de Hemodiálise trabalha de forma integrada Day s e Ag u i a r Junho 2009 Prata da Casa Reginaldo Aparecido dos Santos 3 Informativo Baleia Day s e Ag u i a r Opinião Parte da equipe do setor de Hemodiálise que acompanha os pacientes diariamente O setor de Hemodiálise do Hospital da Baleia conta com o trabalho de uma enfermeira coordenadora, 35 técnicos de Enfermagem, três enfermeiras, um auxiliar de farmácia, uma psicóloga, uma assistente social, uma nutricionista e quatro médicos. Essa equipe é responsável por acompanhar os pacientes que necessitam fazer sessões de hemodiálise após avaliação da Clínica de Nefrologia. O Setor avalia o estado de saúde de cada um dos pacientes diariamente. Antes da realização da primeira sessão de hemodiálise, são feitos os esclarecimentos a respeito do tratamento e de como é feito todo o processo, que normalmente acontece três vezes por semana, com quatro horas cada sessão. Para a coordenadora, Cecília Florêncio, a atuação de diversos profissionais da saúde em um mesmo local é um grande benefício para quem precisa fazer a hemodiálise, já que são necessários nutricionistas para avaliação de quais alimentos podem ser consumidos e psicólogos e assistentes sociais para auxiliarem o desenvolvimento do paciente. No Setor de Hemodiálise, cada um dos profissionais tem função específica. A equipe, que participa de reuniões multidisciplinares periódicas, é unida e a interação proporciona melhor desenvolvimento do trabalho e o constante aprimoramento dos serviços prestados. É importante, também, a proximidade entre profissionais e pacientes, uma vez que algumas pessoas realizam sessões de hemodiálise no Hospital da Baleia há mais de 10 anos. Atualmente, o setor tem planos que só tendem a beneficiar quem precisa passar tanto tempo no hospital. A Biblioteca Viva pretende disponibilizar vários livros para que as pessoas leiam durante a diálise ou até mesmo possam levar para casa. Outro projeto é o de atividades físicas para os pacientes. Atualmente, dentro dos projetos de humanização hospitalar, os pacientes recebem a visita de voluntários que contam histórias. Tudo isso é fruto da cooperação de toda equipe e a consciência de que a união traz melhores resultados. Estamos encantados com o atendimento recebido neste hospital, quando da operação de nossa mãe, Olinda Bianchetti Svizzero. Profissionais altamente qualificados, com uma atenção e humanização acima do comum. É dignificante perceber que existe sensibilidade no atendimento da saúde do brasileiro e isto pôde ser notado na generosidade e dedicação dos funcionários daí. Por isso, não podemos deixar de agradecer e incentivar. Todos merecem o que tivemos aí. A todos vocês o nosso Deus lhes pague! Família Bianchetti Svizzero (Marilene, Mariléia e Marlea) Há 17 anos, Reginaldo Aparecido dos Santos trabalha no Hospital da Baleia, lugar que considera sua própria casa. Começou como jardineiro e depois exerceu a função de segurança. Desde 2001, passou a integrar o setor de Transporte como motorista. Com muita disposição, transporta os pacientes dentro e fora do hospital. É um serviço que traz grande envolvimento dele com as pessoas atendidas pela instituição. Muitas vezes, faz grandes amizades, que para ele são de forte valor. Para o colaborador, o ambiente em que trabalha é harmonioso. Aqui o tempo passa rápido e me sinto bem com todos os colegas. Trabalhamos em equipe, conta. Foi durante o seu trabalho que Reginaldo conheceu a sua esposa, Rosimeire. Ela veio a Belo Horizonte acompanhar um sobrinho em tratamento médico na instituição. Eles estão casados há 15 anos e têm um filho de 13, Bruno. Tenho o Baleia como escola, pois a cada dia a gente aprende como ter mais amor à vida e a respeitar o próximo, destaca Reginaldo. Com muito orgulho, ele se lembra das experiências vividas no Baleia e das amizades com pais, mães, crianças e outros funcionários do Hospital. O colaborador afirma que fica impressionado com a força e vontade que os pacientes têm em vencer a doença. Ele trabalha das 12 às 22 horas. Nas horas vagas, procura sair com o filho, viajar com a família para cidades do interior ou assistir a filmes em casa. Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Newton Paiva

4 InforMAtIvo BAleIA 4 Junho 2009 Junho InforMAtIvo BAleIA O Hospital da Baleia tem sua história ligada ao tratamento de pacientes infantis. A Instituição foi fundada em 1944 para tratamento de crianças com tuberculose e, ao longo do tempo, ampliou os seus serviços e especialidades aprimorando o atendimento não só a esse público, mas também a pacientes de todas as idades. Foi assim, com a implantação do Serviço de Oncologia em 1982, que, em pouco tempo, tornou-se referência em Minas Gerais no tratamento de adultos com câncer. Essa vasta experiência em acompanhamento de pacientes oncológicos resultou na instalação, em 2003, do Serviço de Oncologia e Hematologia Pediátrica. Por meio dele, o Hospital da Baleia já é uma das principais instituições de saúde na capital mineira referenciais no tratamento de câncer infantil. O Ambulatório de Cancerologia do Hospital da Baleia, que realiza cerca de 11 mil procedimentos quimioterápicos por ano, funciona na Unidade Antônio Mourão Guimarães e recebe pacientes de todo o Estado e até de outras partes do Brasil. Os tratamentos oferecidos são a quimioterapia, a hormonioterapia e a imunoterapia antiblásticas, por meio da infusão de drogas antiblásticas, agentes hormonais e anti-hormonais e pelo uso de imunomoduladores. Em pacientes infantis a doença é mais complexa. São vários os tipos que acometem as crianças, como leucemias, tumores sólidos, especialmente do sistema nervoso central e ortopédicos. São acompanhados casos de pacientes de zero a 18 anos. Até hoje, mais de 450 crianças e adolescentes foram atendidos no Serviço. O Serviço de Oncologia e Hematologia Pediátrica atende, mensalmente, a cerca de Baleia oferece tratamento para CÂnCer InfantIl Pátio interno do ambulatório de oncologia 80 crianças. O acompanhamento engloba o diagnóstico, o tratamento e um monitoramento posterior periódico do paciente. O atendimento é feito no ambulatório às segundas, terças e quartas-feiras. Nas quintas-feiras, comparecem as crianças que já finalizaram o tratamento e são monitoradas pela equipe. A maioria dos pacientes é atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O Serviço de Oncologia do Baleia é coordenado pelo fundador da clínica, o médico Fernando Andrade. Já a equipe médica da Oncologia e Hematologia Pediátrica, composta pelos médicos Karine Corrêa Fonseca, Álvaro Pimenta Dutra e a residente Marina Brandão Donnard, conta com a coordenação do médico Eduardo Ribeiro Lima, que atua no Hospital há seis anos, desde a criação do Serviço. Por ter um caráter multidisciplinar, o Serviço de Oncologia Pediátrica tem o apoio constante de outras clínicas do Hospital da Baleia, como a Pediatria, a Medicina Intensiva, a Ortopedia, a Neurocirurgia e a Cirurgia Pediátrica. Como o grande diferencial do Hospital da Baleia é a humanização no atendimento, o trabalho é feito em conjunto com os colaboradores da área administrativa da Oncologia, da equipe de Enfermagem, do Serviço Social, da Psicologia, da Fonoaudiologia e da Fisioterapia. Segundo Eduardo Ribeiro Lima, é um serviço novo e que só vem melhorando em termos de qualidade. Hoje temos mais capacidade de atender e nos aprimorarmos na área por meio de conhecimento científico e acadêmico. O coordenador destaca a importância de o Serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital da Baleia fazer parte da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope). Isso nos permite maior interação com outros serviço implantado em 2003 já se tornou referência em minas Gerais FOTO s Baleia im a g e m médicos e o acesso aos protocolos de tratamento do câncer desenvolvidos em todo o país. Divulgamos as nossas conquistas e compartilhamos os desafios para que, por meio da troca de experiências, possamos contribuir para a recuperação de mais pacientes, destaca o médico. Exposições de trabalhos em congressos e a realização de um projeto de mestrado junto a Faculdade de Medicina da UFMG são outras realizações do grupo. O fortalecimento da Oncologia Pediátrica está em sintonia com a vocação institucional para atenção às crianças de alto risco e no modelo interdisciplinar exigido para esta modalidade de atendimento, ressalta o superintendente técnico do Hospital da Baleia, Dr. Gustavo da Matta Machado. Outro exemplo da busca pela excelência no atendimento e no cumprimento da missão do Hospital da Baleia de incentivar o ensino e a pesquisa foi o credenciamento pelo Ministério da Educação, nesse ano, do Programa de Residência em Oncologia Pediátrica. É a primeira instituição de Minas Gerais a contar com esse programa para a formação de especialistas na área. Para fazer a residência médica em Oncologia Pediátrica é necessário que o profissional já tenha concluído a residência em Pediatria. Além de serem atendidos por uma equipe médica e paramédica altamente qualificada, os pacientes infantis internados no Hospital ou que precisam fazer sessões de quimioterapia contam, frequentemente, com ações de voluntários que fazem parte dos projetos de humanização do Hospital. Contação de histórias, artes plásticas, música e visitas de recreação são algumas atividades que ajudam a minimizar o sofrimento causado pela doença. Yasmin Santos, de 7 anos, é paciente do Serviço de Oncologia e Hematologia Pediátrica desde Vilma Aparecida Santos Dias elogia o tratamento que a filha recebe no Hospital da Baleia. Não tenho do que reclamar. Os funcionários são ótimos e os médicos nos tratam muito bem, afirma. Ela destaca, também, a importância das ações de humanização realizadas no Hospital: É muito legal. Alegra o coração da gente, o que é bom porque não é fácil conviver com a doença, declara Vilma. o médico eduardo ribeiro lima, coordenador da oncologia Pediátrica, atende a paciente Yasmin Santos, acompanhada de sua mãe, vilma Aparecida Santos Dias Palestra realizada na Brinquedoteca da oncologia para pacientes e acompanhantes sobre alimentos que fortalecem o sistema imunológico os médicos Karine Corrêa fonseca e Álvaro Pimenta Dutra fazem parte da equipe médica de oncologia e Hematologia Pediátrica Crianças em tratamento, acompanhadas dos pais, assistem televisão enquanto fazem sessão de quimioterapia produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário newton paiva

5 InforMAtIvo BAleIA 6 Junho 2009 Baleia im a g e m participação FOTO s Day s e ag u i a r participação Hospital confirma sua excelência em ortopedia e traumatologia Pacientes recebem atendimento no ambulatório de ortopedia O Hospital da Baleia procura oferecer aos seus pacientes um atendimento que prima pela qualidade e excelência. Uma prova desse compromisso é o esforço em conjunto da Instituição, do corpo clínico e de seus colaboradores para cumprir as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde para a permanência da certificação do Hospital como referência em atendimento de Alta Complexidade em Ortopedia e Traumatologia. O Baleia, por meio do Serviço de Ortopedia e Traumatologia Prof. Matta Machado, possui essa titulação desde 1996 e, desde 2005, tem a credencial de Centro de Referência em Ortopedia no Estado de Minas Gerais concedida pela Secretaria de Estado de Saúde. O Serviço atende a um número médio de 1800 pacientes por mês, além de realizar 320 cirurgias no mesmo período. A Portaria número 90 do Ministério da Saúde, publicada em 27 de março deste ano, confirma a certificação do Baleia em Alta Complexidade. Esse ato normativo publicado constitui normas e recomendações a um estabelecimento hospitalar quanto aos serviços prestados em todas as áreas da Ortopedia e Traumatologia. O Ministério da Saúde observa diversos critérios para conceituar um estabelecimento hospitalar como referência em Alta Complexidade para atendimento de Ortopedia e Traumatologia, dentre os quais a verificação da titulação da equipe médica, a disponibilidade da instituição, sua estrutura física, os materiais disponíveis, a presença de uma equipe multidisciplinar e a comprovação anual de resultados. Para o coordenador do Serviço, Wagner Nogueira da Silva, a Ortopedia e Traumatologia do Baleia possui características relevantes que sustentam sua referência em Minas Gerais. São diferenciais do Serviço a qualidade do corpo clínico e a capacidade de resolução para as várias lesões ortopédicas e traumatológicas, somadas à tradição em formação de profissionais, desde 1946, por meio do nosso Programa de Residência Médica na área, afirma. Wagner Nogueira destaca o papel de um serviço de Alta Complexidade: O seu nível de atuação e participação é diferenciado, extrapolando o simples atendimento ao paciente, pois trabalha na formação de pessoas, não só de médicos da área mas também de profissionais que lidam com o paciente em nível ambulatorial, afirma. Convênios atendidos no Hospital da Baleia ALLIANZ AMIL (BLUE LIFE) ABEB AMMP ASPEMG ASSEFAZ BHTRANS FUNDAÇÃO PAMPULHA CASSI CASU CENTERMED CNEN COPASA COPASS CORREIOS EMBRATEL FIAT FUNCEF - SAÚDE CAIXA FUNDAFFEMG GAMA SAÚDE GOOD LIFE INTERMÉDICA MATERMED PLAMHAG POLÍCIA MILITAR PREVIMINAS PROMED SAMP SANTA CASA SAÚDE SAÚDE ASSUFEMG SAÚDE BRADESCO SINASA UNIBANCO UNIMED-BETIM UNIMED-BH USIMINAS VITAE Inf.: (31) produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário newton paiva

6 Resfriado, gripe, rinite, sinusite, asma, pneumonia e otite são alguns exemplos de infecções que se acentuam com a chegada do inverno. Nessa época, é comum que doenças respiratórias se disseminem com maior facilidade. Com as mudanças bruscas de temperatura, as pessoas costumam deixar suas casas com janelas e portas fechadas, o que facilita ainda mais a transmissão de vírus, bactérias e fungos pelo ar. Manter a casa arejada é uma das melhores formas de prevenção, além de mantê-la sempre limpa, longe de poeira, mofo e ácaros. Ter uma dieta equilibrada e saudável também é importante para que o corpo possa se defender das doenças do inverno. Gripe ou resfriado? Muitas pessoas acham que gripe e resfriado são a mesma coisa. Cada doença tem um sintoma específico e somente o médico pode avaliá-la e tratá-la. Gripes e resfriados são as infecções mais comuns das vias respiratórias. É importante não confundir as duas. A gripe é causada por um vírus chamado Influenza e acontece uma vez a cada ano. O vírus sofre mutações, por isso são feitas as campanhas anuais de vacinação contra gripe. Alberto Ben-Hur, clínico do Hospital da Baleia, explica que não há uma faixa etária que seja mais atingida, mas que algumas pessoas devem ter cuidado redobrado. Normalmente, os extremos são sempre mais afetados, ou seja, crianças e idosos. O sistema imunológico deles é mais fraco. Por isso, é essencial que, principalmente o idoso, tome a Mariana Reis Palavra de Médico Inverno aumenta a incidência de doenças respiratórias Alberto Ben-Hur explica que medidas simples ajudam a amenizar os sintomas das doenças respiratórias vacina no período indicado nas campanhas. Já o resfriado é uma infecção mais simples que acomete o nariz e a garganta. Não existe tratamento para o vírus causador. A prevenção básica para as duas doenças é beber bastante líquido, evitar aglomeração em ambientes fechados, lavar sempre as mãos, manter uma alimentação saudável e, aos primeiros sintomas, procurar um médico para que ele receite o remédio específico. Asma No dia 21 de junho, comemora-se o Dia Nacional do Controle da Asma. Essa doença afeta muitas pessoas, desde crianças a idosos. A asma é uma doença inflamatória crônica do pulmão e interfere na passagem do ar. Muitas vezes, tem caráter alérgico e, com a chegada da estação fria e seca, ela tende a piorar. As principais causas que desencadeiam uma crise de asma assim como as outras doenças respiratórias são a poluição, fumo, cheiros fortes, ambientes com mofo e poeira. Exercícios físicos, como a natação, ajudam no controle das crises. Elas melhoram a atividade respiratória e abrem as áreas do pulmão, o que aumenta a capacidade e a força para respirar. O tratamento é feito, principalmente, por meio de broncodilatadores, mais conhecidos como bombinhas de ar. Quando a pessoa entra em contato com alguma substância alérgica, o pulmão se fecha. O inalador respiratório controla a falta de ar e o mal-estar. A asma é uma doença que não tem cura, mas com o tratamento adequado é possível conviver perfeitamente com ela, completa o médico Ben-Hur. Colabore com o Informativo Baleia. Dê sugestões de temas a serem publicados entrando em contato com a Comunicação Social, por meio dos telefones /1556, pelo ou através das urnas das três unidades do Hospital da Baleia. Junho 2009 Em Foco 7 Informativo Baleia Humanização Hospitalar O Hospital da Baleia tem a Missão de proporcionar assistência hospitalar de qualidade, humanizada, incentivar o ensino, a pesquisa e cumprir sua função social e filantrópica. Para que isso aconteça são realizadas diversas ações voltadas para a melhoria e aprimoramento constante da assistência prestada ao paciente. O Baleia possui projetos que incentivam a humanização hospitalar por meio da arte e do lúdico para a integração de colaboradores, pacientes e acompanhantes, além de ter um grupo de trabalho específico para o assunto: a Comissão de Humanização. A Comissão do Hospital pode ser definida como um espaço coletivo, participativo e democrático, que funciona de forma semelhante a um órgão colegiado e se destina a empreender uma política de resgate dos valores humanitários na assistência, em benefício dos usuários e dos profissionais de saúde. Tornar o ambiente hospitalar mais humanizado significa, segundo o Ministério da Saúde, valorizar os usuários e os profissionais, prestar atenção aos processos de trabalho e identificar as necessidades dos cidadãos em tratamento. É na Comissão de Humanização que são discutidas e elaboradas as ações de humanização tendo em vista as especificidades de uma instituição hospitalar. Atualmente, a Comissão está desenvolvendo dois projetos voltados para o acolhimento que serão implantados nos próximos meses. Fazem parte do grupo os colaboradores Dirlene Fátima, Vanderlei Henrique, Leila Graziele, Maria Concepción, Adriana Emídio, Noélia Prado, Tatiane Rezende, Fernanda Ferrugini, Valdir Gomes, Sheila Eros e Elizângela Bolzan. Para a colaboradora Maria Concepción, a Comissão de Humanização, que apoia e estimula as ações desenvolvidas no Hospital, está aberta para receber sugestões e alternativas que tragam como objetivo a atenção nas interações do cotidiano, envolvendo os diversos segmentos hospitalares, destaca. Desempenho Hospitalar Abril 2009 Número de internações: 961 Número de cirurgias: 812 Exames de imagem: Procedimentos de quimioterapia: Consultas ambulatoriais: Exames laboratoriais: Sessões de hemodiálise: Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Newton Paiva

7 InforMAtIvo BAleIA 8 Junho 2009 rede de amigos JOsiane so u Z a telemarketing: instrumento para captar recursos os operadores de telemarketing são treinados e capacitados para atender a todos que queiram fazer doações para o Baleia O Hospital da Baleia, contando com a solidariedade da população de Minas Gerais, possui um serviço de Telemarketing com o objetivo de arrecadar recursos por meio da aproximação com os atuais doadores e com novos parceiros. O trabalho é desenvolvido pela Táticas & Estratégias, empresa com sólida experiência no mercado de relacionamento e marketing direto. Na central de atendimento, na sede da empresa, trabalham oito operadores e duas supervisoras, divididos em dois turnos de trabalho. Para o recebimento das doações, o Hospital da Baleia firmou uma parceria com a CEMIG: as pessoas informam aos operadores o valor a ser destinado e, mensalmente, a doação é debitada da sua conta de luz. As doações podem ser feitas também por meio de carnê ou depósito em conta corrente própria. Os operadores são capacitados pela Táticas & Estratégias para que possam executar o trabalho de Telemarketing. Cada um deles conhece os serviços do Baleia e sabe da importância da doação. Nós buscamos recursos para que o Hospital possa continuar a prestar um bom atendimento às pessoas. Nosso grande foco é a solidariedade, afirma a supervisora Michelle Pereira. A cada dia mais pessoas que conhecem a gestão responsável e transparente do Hospital da Baleia contribuem por meio do Telemarketing. O diretor de Marketing da Táticas & palavra do doador(a) Eu sempre ouvi falar coisas boas do Baleia. Um hospital que atende muito bem as crianças portadoras de câncer. Particul a r m e n t e, o c â n c e r é u m a enfermidade que mexe muito com o meu emocional. Desta forma, eu me sinto muito bem em fazer essas doações ao Baleia, porque eu acho que aquilo que der para a gente ajudar, a gente deve ajudar. Além de doar dinheiro, tenho vontade de fazer um trabalho voluntário no Hospital, como contar histórias. Acredito que a solidariedade é um dever e que estamos em uma época em que é preciso incentivar as pessoas a serem solidárias. ray m U n Da ma rt i n S FonteS, DoaDora Do hospital Da Baleia at r av é S De DéBito automático na c o n ta Da ce m i G. Estratégias, Ivan Dutra, afirma que esse é um projeto de sucesso. As pessoas acreditam no trabalho do Hospital da Baleia e poder contribuir para a sua continuidade é a maior motivação para esses doadores, destaca o diretor. O telefone da central de atendimento é (31) e funciona de segunda a sextafeira, das 9 às 21 horas. Investir em tecnologia e atitudes socio-ambientais são fatores primordiais parauma empresa que, ao longo de seus 80 ANOS, vem-se destacando no cenário gráfico mineiro. O LUTAD GRÁFICAEEDITORA R Praça Padre Júlio Maria, 01 Bairro Planalto Belo Horizonte/MG Tel.: (31) Usando atecnologia para colorir o seu mundo! Bazar da rede de amigos recebe doação No dia 28 de abril, o Hospital da Baleia recebeu da empresa Feira Shop cerca de mil produtos, entre roupas e acessórios. A doação foi realizada após contato da diretora-presidente da Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia, Tereza Guimarães Paes, com a diretora da Feira Shop, Flávia Carvalho. Essa ação faz parte das campanhas de cunho social que a empresa promove. A diretoria da Feira Shop elegeu o Hospital como beneficiário por conhecer o trabalho desenvolvido. Quando reunimos esse material para doação, lembramos que o mesmo poderia potencializar alguns recursos, ajudando os projetos do Hospital. O Baleia é uma instituição importante na área da saúde por ser engajada em projetos sociais e contribuir para o bem estar físico e emocional dos seus pacientes e colaboradores. A Feira Shop se sente feliz em poder contribuir. Os produtos estão à venda no Bazar da Rede de Amigos do Hospital da Baleia. o Bazar Esse espaço é mais uma fonte de recursos que são revertidos para o próprio Hospital visando a melhoria da assistência aos pacientes. Os produtos são comercializados a colaboradores e pacientes do Baleia, de segunda a sexta-feira, de 8 às 17h. Quem quiser doar artigos para o Bazar deve entrar em contato com a Rede de Amigos por meio do telefone (31) ou pelo no bazar os produtos são vendidos a preços acessíveis ajude o Hospital da Baleia. doe através do telefone (31) Baleia im a g e m produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário newton paiva

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Campanha Doe Seu Troco

Campanha Doe Seu Troco eia Binformativo al INFORMATIVO DO HOSPITAL DA BALEIA Belo Horizonte Ano VII - Nº 70 - Março de 2009 Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Newton Paiva Campanha

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

Cartaz Desenvolvido para a Campanha Leuceminas: Você Faz A Diferença Na Cura Do Câncer. 1

Cartaz Desenvolvido para a Campanha Leuceminas: Você Faz A Diferença Na Cura Do Câncer. 1 Cartaz Desenvolvido para a Campanha Leuceminas: Você Faz A Diferença Na Cura Do Câncer. 1 Marleyde Alves dos SANTOS 2 Daniel Cardoso Pinto COELHO 3 Cláudia CONDÉ 4 Raísa moysés GENTA 5 Bruno César de SOUZA

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL

ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL ATRIBUIÇÕES DA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL Das Atribuições dos Profissionais dos Recursos Humanos Atribuições comuns a todos os profissionais que integram a equipe: Conhecer a realidade das famílias pelas

Leia mais

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha.

HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. HOSPITAL ABREU SODRÉ A sua próxima escolha. Qualidade máxima e confiança são fundamentais no momento de escolher um hospital, e você precisa do que há de melhor na área médica. Por isso, prepare-se para

Leia mais

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação.

Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer. A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Como saber que meu filho é dependente químico e o que fazer A importância de todos os familiares no processo de recuperação. Introdução Criar um filho é uma tarefa extremamente complexa. Além de amor,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REALIZADO NA UNIDADE BÁSICA DE SÁUDE VILA GAÚCHA PRISCILA DOS SANTOS LEDUR Porto Alegre 2011 PRISCILA DOS

Leia mais

Política de humanização no estado de São Paulo

Política de humanização no estado de São Paulo Artigo Política de humanização no estado de São Paulo Por Eliana Ribas A autora é psicanalista e doutora em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Atua como coordenadora

Leia mais

PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO DA ASMA BRÔNQUICA

PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO DA ASMA BRÔNQUICA PLANEJAMENTO DO TRATAMENTO DA ASMA BRÔNQUICA O estudo do sistema imune (proteção) surgiu no início do século 20, com futuro muito promissor, mas isto não se confirmou de imediato. Os fenômenos imunológicos

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde. dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde. dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde O HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA UFMG E A EBSERH: APROIMAÇÃO ENTRE A GESTÃO E OS TRABALHADORES EM UM CONTETO DE MUDANÇAS

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA - CURITIBA Unidade

Leia mais

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO

www.cpsol.com.br TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO TEMA 003 CONHEÇA E PREVINA AS DOENÇAS DO INVERNO 1/8 O inverno chegou e junto com ele maiores problemas com as doenças respiratórias entre outras Isso não ocorre por acaso já que pé nesta estação onde

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO

CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO CARTA DE SERVIÇOS AO CIDADÃOADÃO Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. Rua Visconde de Paranaguá, nº 24 Campus Saúde CEP: 96.200-190 Bairro Centro Rio Grande Rio Grande do Sul/RS Brasil Acesso

Leia mais

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com.

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com. Outubro 2012 NATAL www.unirn.com.br (84) 4009-4664 Rua Açu, 665 - Tirol Natal/RN - CEP 59020-110 30 anos de história no RN www.unirn.com.br COOPERATIVA LÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE ANS - n.º 34531-8 Palavra

Leia mais

Plano de Ação. Plano de Ação - 2013. Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos.

Plano de Ação. Plano de Ação - 2013. Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos. Plano de Ação 2013 Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias Objetivos Origem dos Recursos Infraestrutura Público Alvo Capacidade de Atendimento Recursos Financeiros Utilizados Recursos

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

Hospital da Baleia participa de estudo mundial sobre pé torto congênito

Hospital da Baleia participa de estudo mundial sobre pé torto congênito eia Binformativo al Informativo do Hospital da Baleia Belo Horizonte Ano VII - Nº 74 Julho de 2009 Hospital da Baleia participa de estudo mundial sobre pé torto congênito páginas 4 e 5 Baleia imagem O

Leia mais

Hospital da Baleia se destaca no Projeto de. Cirurgias Eletivas. pág. 9. Campanha Doe seu troco comemora 8 milhões de doações pág.

Hospital da Baleia se destaca no Projeto de. Cirurgias Eletivas. pág. 9. Campanha Doe seu troco comemora 8 milhões de doações pág. Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT. Informativo do Hospital da Baleia Belo Horizonte Ano VII - Nº 75 Agosto de 2009 O paciente Waldemar de Moura e a técnica de Enfermagem que o acompanhou no Hospital

Leia mais

Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista

Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista Fazendo a diferença nos Serviços de Saúde: Visão do Técnico Especialista Tec. de Enfermagem Claudia Sterque claudiasterque@yahoo.com.br 11 de novembro de 2010 VISÃO DO TÉCNICO ESPECIALISTA Quando comecei

Leia mais

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica Rogério Reis Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica CRESCIMENTO ECONÔMICO DA REGIÃO SUL IMPULSIONA MERCADO PARANAENSE POR ADRIANE DO VALE redacao@cipanet.com.br FOTOS

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico A decisão pela realização do Planejamento Estratégico no HC surgiu da Administração, que entendeu como urgente formalizar o planejamento institucional. Coordenado pela Superintendência

Leia mais

Programa Humanizarte. Hospital da Baleia recebe Prêmio Ser Humano 2008 páginas 4 e 5

Programa Humanizarte. Hospital da Baleia recebe Prêmio Ser Humano 2008 páginas 4 e 5 Baleia informativo INFORMATIVO DO HOSPITAL DA BALEIA Belo Horizonte Ano VI - Nº 68 Janeiro de 2009 Produzido em parceria com os alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Newton Paiva Programa

Leia mais

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA

FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA FACULDADE MONTES BELOS FISIOTERAPIA PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DA LIGA ACADÊMICA DE REABILITAÇÃO EM ORTOPEDIA DA FACULDADE MONTES BELOS Francisco Dimitre Rodrigo Pereira Santos Marillia Pereira Cintra Sintia

Leia mais

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014

PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP. Maio de 2014 PROJETO DE ESTRUTURAÇÃO SAÚDE PÚBLICA Prefeitura Municipal de Itapeva - SP Maio de 2014 UMA RÁPIDA VISÃO DA SAÚDE PÚBLICA NO BRASIL HOJE Estrutura com grandes dimensões, complexa, onerosa e com falta de

Leia mais

O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA

O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA O CUIDADO QUE FAZ A DIFERENÇA DAL BEN: SUA PARCEIRA EM CUIDADOS ASSISTENCIAIS A saúde no Brasil continua em constante transformação. As altas taxas de ocupação dos hospitais brasileiros demandam dos profissionais

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

2015 HPM COMEMORA 102 ANOS

2015 HPM COMEMORA 102 ANOS HPM Informa Seção de Comunicação Organizacional 1ª edição Agosto/Setembro de 2015 HPM COMEMORA 102 ANOS págs. 4 e5 Seminário de Saúde Mental Prevenção ao Suicídio págs. 3 Dia dos Pais Passagem de Comando

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr

Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr Programa RespirAr. Asma e bronquite sem crise. RespirAr Prevenir é o melhor remédio para uma boa saúde, evitando-se as doenças e suas complicações. Problemas respiratórios, por exemplo, podem se tornar

Leia mais

Fórum. Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais

Fórum. Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais Fórum Desafio da Gestão das Organizações Não Governamentais Centro Infantil Boldrini Nov / 2013 José Alberto Vieira Saltini Importância do Terceiro Setor É inegável a crescente importância do Terceiro

Leia mais

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER Área Temática: Saúde Adriane de Castro Martinez Martins 1 (Coordenadora) Claudecir Delfino Verli 2 Aline Maria de Almeida Lara 3 Modalidade: Comunicação

Leia mais

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II

Centro Comunitário Vila Gaúcha. Projeto Experimental II Centro Comunitário Vila Gaúcha Projeto Experimental II Apresentação da Empresa O Centro Comunitário Vila Gaúcha presta atendimento regular em Educação Infantil, Serviço de Apoio Sócio Educativo, Trabalho

Leia mais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais

Os desafios do Bradesco nas redes sociais Os desafios do Bradesco nas redes sociais Atual gerente de redes sociais do Bradesco, Marcelo Salgado, de 31 anos, começou sua carreira no banco como operador de telemarketing em 2000. Ele foi um dos responsáveis

Leia mais

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO

BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO BIC AMAZÔNIA S.A. RELATÓRIO DE DESEMPENHO SOCIAL JANEIRO DE 2015 I - APRESENTAÇÃO A unidade BIC Amazônia está localizada na cidade de Manaus, no Estado do Amazonas, onde são produzidos canetas, lápis,

Leia mais

QUALIDADE E SEGURANÇA EM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR E HOSPITALAR

QUALIDADE E SEGURANÇA EM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR E HOSPITALAR QUALIDADE E SEGURANÇA EM ASSISTÊNCIA DOMICILIAR E HOSPITALAR HOME CARE Ajudar o paciente a resgatar a qualidade de vida em sua própria residência, é o compromisso do NADH. O atendimento personalizado é

Leia mais

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência

TOPE [EA]². Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Assessoria de imprensa voltada à divulgação da ciência Camila Delmondes Assessoria de Relações Públicas e Imprensa Faculdade de Ciências Médicas Unicamp Divulgação Cientifica e Cultural Laboratório de

Leia mais

PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL

PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL PROJETO NINHO VAZIO EM BUSCA DA EDUCAÇÃO EMOCIONAL Oficinas de apoio e fortalecimento de laços intergeracionais, com dinâmicas, arteterapia, psicoeducativos, exercícios de alongamento, respiração e relaxamento,

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 1

CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 1 CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 1 CartilhaEscola_Final.qxp:escola 9/16/08 6:23 PM Page 2 1 2 3 VISITEM A ESCOLA DE SEUS FILHOS SEMPRE QUE PUDEREM. CONVERSEM COM OS PROFESSORES. PERGUNTEM

Leia mais

Estudo de caso: Projeto Reciclart

Estudo de caso: Projeto Reciclart 2014 Estudo de caso: Projeto Reciclart Solange Costa Miranda Nascimento Gerente de Resíduo - HGNI 4/9/2014 Estudo de Caso Reciclagem de resíduos Comum Política dos 3 R s Projeto Reciclart HGNI HGNI - Hospital

Leia mais

Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XVI Prêmio Expocom 2009 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

Intercom Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XVI Prêmio Expocom 2009 Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação Jornal 30 Dias 1 Adrielle Figueiredo LOPES 2 Aline Cristina Maia CAMPOS 3 Bárbara Camilo PEREIRA 4 Carla Izabela de Oliveira FERNANDES 5 Daniela Moura SOUZA 6 Dayse Aguiar SERAFIM 7 Érika Cristina CAETANO

Leia mais

Introdução. Importante: O Programa não inclui atendimento de urgência/emergência. Nestes casos deverão ser procurados os serviços específicos.

Introdução. Importante: O Programa não inclui atendimento de urgência/emergência. Nestes casos deverão ser procurados os serviços específicos. Introdução A Assistência Domiciliar surge para responder à demanda de individualização da assistência, realizando cuidados na privacidade do domicílio do paciente, possibilitando ao mesmo e à família participarem

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE NA ATENÇÃO AO CÂNCER: DESAFIOS PARA OS TÉCNICOS DE ENFERMAGEM ESPECIALIZAÇÃO DO TÉCNICO

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010 Derdic / PUC-SP

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010 Derdic / PUC-SP RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2010 Missão 03 Valores Institucionais 03 Escola Especial de Educação Básica 04 Clínica de Audição, Voz e Linguagem Prof. Dr. Mauro Spinelli

Leia mais

Grupo Humana Alimentar

Grupo Humana Alimentar ONG +VIDA Você também pode ajudar Nos seus cinco anos de existência, várias conquistas foram possíveis. No entanto, esta organização não governamental precisa constantemente do auxílio da comunidade. Uma

Leia mais

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas

Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima tornou-se uma ação estratégica de Gestão de Pessoas Boas propostas são essenciais para que uma gestão tenha êxito, mas para que isso ocorra é fundamental que os dirigentes organizacionais

Leia mais

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral

CADI EM FOCO. Criança é coisa. séria!!!! Informativo trimestral CADI EM FOCO Criança é coisa Informativo trimestral séria!!!! CADI-PALHOÇA Abr/Mai/Jun 2013 ABRIL PÁSCOA NÃO É COELHINHO!!!! Marcando o início do mês de abril, o CADI em Parceria com a UNIMED Grande Florianópolis

Leia mais

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde

CURSO DE ATUALIZAÇÃO. Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde Promoção da Saúde do Trabalhador da Saúde: conscientização acerca do uso de luvas e higienização das mãos pelos

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso PADI Programa de Atenção Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação,

Leia mais

Promover maior integração

Promover maior integração Novos horizontes Reestruturação do Modelo de Gestão do SESI leva em conta metas traçadas pelo Mapa Estratégico Promover maior integração entre os departamentos regionais, as unidades de atuação e os produtos

Leia mais

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária

PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária PROJETO interação FAMÍLIA x ESCOLA: UMA relação necessária Apoio: Secretária municipal de educação de santo Afonso PROJETO INTERAÇÃO FAMÍLIA X ESCOLA: UMA RELAÇÃO NECESSÁRIA. É imperioso que dois dos principais

Leia mais

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro

Ponto de Partida do Projeto Doar Escola do Futuro Relatório Projeto Doar Objetivo: Envolver os alunos em Projetos Sociais, estimulando-os a colocar em prática os traços de caráter Cristão ensinados na Instituição. Potencializar a responsabilidade social,

Leia mais

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO

MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO MODELO REGIMENTO DO CORPO CLÍNICO CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO Art. 1º - Corpo Clínico é o conjunto de médicos que se propõe a assumir solidariamente a responsabilidade de prestar atendimento aos usuários que

Leia mais

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES.

THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. THALITA KUM PROJETO - CUIDANDO COM HUMANIDADE DOS ACAMADOS E DE SEUS CUIDADORES. ANA LUCIA MESQUITA DUMONT; Elisa Nunes Figueiredo. Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte SMSA-BH (Atenção Básica)

Leia mais

PLANO DE TRABALHO EXERCÍCIO 2014. Dados de Identificação: Nome da Entidade: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB. Bairro: Rubem Berta

PLANO DE TRABALHO EXERCÍCIO 2014. Dados de Identificação: Nome da Entidade: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB. Bairro: Rubem Berta ASSOCIAÇÃO DE CEGOS LOUIS BRAILLE CNPJ. 88173968/0001-60 Endereço: Rua Braille, 480 Núcleo Residencial Costa e Silva Bairro: Rubem Berta POA-RS - CEP: 91150-140 e-mail: acelb@terra.com.br Fone: 3344-18-04-33406840

Leia mais

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos

Longo caminho. Acontece no mundo inteiro. Os doentes crônicos Gestão Foto: dreamstime.com Longo caminho Medida da ANS inicia discussão sobre a oferta de medicamentos ambulatoriais para doentes crônicos pelas operadoras de saúde Por Danylo Martins Acontece no mundo

Leia mais

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama São Paulo, 25 de julho de 2014 Minas Gerais recebeu um reforço de R$ 2,1 milhões na luta contra o câncer de mama. O

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 2008

PLANO DE TRABALHO 2008 PLANO DE TRABALHO 2008 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1.1. NOME DA ENTIDADE: Casa de Nazaré Centro de Apoio ao Menor 1.2. Endereço: Rua Coronel Timóteo nº 350 1.3. Bairro: Cristal 1.4. Região CORAS: 05 1.5.

Leia mais

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS

AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS AÇÕES SOCIAIS, AMBIENTAIS E CULTURAIS Relatório de Atividades 2014 Sumário 1.0 Introdução - Pág 3 2.0 Quem Somos, Estatísticas, Valores - Pág 4 3.0 Projetos 2014 - Pág 5 a 15 3.1 Novo site - Pág 5 a 12

Leia mais

Relatório Gestão do Projeto 2013

Relatório Gestão do Projeto 2013 Relatório Gestão do Projeto 2013 Fundação Aperam Acesita e Junior Achievement Minas Gerais: UMA PARCERIA DE SUCESSO SUMÁRIO Resultados 2013... 6 Resultados dos Programas... 7 Programa Vamos Falar de Ética...

Leia mais

Relatório de Avaliação TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Relatório de Avaliação TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Relatório de Avaliação TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS A temática tecnologia da informação esta em todas as áreas: áreas da saúde, empresarial, governamental. A humanidade está entrando

Leia mais

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ

HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ HOSPITAL SÃO RAFAEL TUDO É POSSÍVEL A QUEM CRÊ Origem A preocupação com as questões sociais fez com que o professor e sacerdote italiano D. Luigi Maria Verzé chegasse ao Brasil, em 1974, através do Monte

Leia mais

Ana Paula Tinoco da SILVA 3

Ana Paula Tinoco da SILVA 3 Anúncio impresso desenvolvido para a ONG Projeto Reconstruir 1 Adair Fernandes dos Santos JÚNIOR 2 Ana Paula Tinoco da SILVA 3 Geislane DIAS Ingrid Nayara RODRIGUES Leandro GUIMARÃES Lucas CORDEIRO Priscila

Leia mais

Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR?

Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR? Doenças Respiratórias O QUE SÃO E COMO AS PREVENIR? O NÚMERO DE PESSOAS AFETADAS POR DOENÇAS RESPIRATÓRIAS EVITÁVEIS NÃO PÁRA DE AUMENTAR. AS CRIANÇAS E OS MAIS VELHOS SÃO OS MAIS ATINGIDOS. SÃO DOENÇAS

Leia mais

www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Conheça o software de gestão ideal para a sua instituição

www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Conheça o software de gestão ideal para a sua instituição www.sishosp.com.br (19) 3241.3535 Conheça o software de gestão ideal para a sua instituição Transforme sua instituição em uma empresa altamente eficaz. Só mesmo quem administra uma instituição sabe como

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

Mobilização Social. Núcleo de Mobilização Social da Assessoria de Comunicação Social - SES/MG

Mobilização Social. Núcleo de Mobilização Social da Assessoria de Comunicação Social - SES/MG Mobilização Social 2013 Núcleo de Mobilização Social da Assessoria de Comunicação Social - SES/MG Mobilizar é convocar vontades para atuar na busca de um propósito comum, sob uma interpretação e um sentido

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SAUDE. Rita Maria B. R. Kaluf rita.kaluf@unimeds.com.br (11) 21462585

QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SAUDE. Rita Maria B. R. Kaluf rita.kaluf@unimeds.com.br (11) 21462585 QUALIFICAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SAUDE Rita Maria B. R. Kaluf rita.kaluf@unimeds.com.br (11) 21462585 Sistema Unimed no Estado de São Paulo Singulares - 73 Intrafederativas - 6 Federação Estadual

Leia mais

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I

Boletim Informativo. O ano de 2013. Informe RH - Redução da Jornada de Trabalho. Próxima edição C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I C O N J U N T O H O S P I T A L A R DO M A N D A Q U I Boletim Informativo Nossa Missão: Promover assistência segura à saúde, com respeito e ética aos usuários, desenvolvendo o ensino e pesquisa na busca

Leia mais

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS:

Informativo EDIÇÃO 12 ANO IV. Julho/ Agosto/ Setembro 2015. PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: EDIÇÃO 12 ANO IV (11) 3648-4700 / (21) 3161-8600 www.pacer.com.br Informativo Julho/ Agosto/ Setembro 2015 PACER comemora 12 anos de história DESTAQUES DESTA EDIÇÃO TRANSPORTE DE CARGAS: 10 ANOS PACER:

Leia mais

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL

ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL ESCOLA TÉCNICA SANTA CASA BH CONHECIMENTO NA DOSE CERTA PARA O SEU SUCESSO PROFISSIONAL A SANTA CASA BH TEM TODOS OS CUIDADOS PARA VOCÊ CONQUISTAR UMA CARREIRA SAUDÁVEL. Missão Humanizar a assistência

Leia mais

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL

O PACTO PELA VIDA É UM DOS SUBCOMPONENTES DO PACTO PELA SAÚDE PORTARIA 399/06. É O MARCO JURÍDICO DA PRIORIZAÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO NO BRASIL SAÚDE DO IDOSO CURSO ESPECÍFICOS ENFERMAGEM - A Saúde do Idoso aparece como uma das prioridades no Pacto pela Vida, o que significa que, pela primeira vez na história das políticas públicas no Brasil,

Leia mais

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos.

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peçam orientação

Leia mais

REFERENCIA INSTITUCIONAL:

REFERENCIA INSTITUCIONAL: TITULO: Programa de Integração Docente Assistencial entre a Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP e a Secretaria Municipal de Saúde de Diadema - PIDA-DIADEMA EIXO: Extensão, Docência e Investigação

Leia mais

COMPREENDENDO A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER: UMA REFLEXÃO ACADÊMICA 1

COMPREENDENDO A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER: UMA REFLEXÃO ACADÊMICA 1 COMPREENDENDO A POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER: UMA REFLEXÃO ACADÊMICA 1 BISOGNIN, Patrícia 2 ; SIQUEIRA, Alessandro 2 ; BÖELTER, Débora Cardoso 2 ; FONSECA, Mariana 2 ; PRUNZEL

Leia mais

PARTICIPAÇÃO, A DIFERENÇA QUE VOCÊ PODE FAZER!

PARTICIPAÇÃO, A DIFERENÇA QUE VOCÊ PODE FAZER! 1 PARTICIPAÇÃO, A DIFERENÇA QUE VOCÊ PODE FAZER! AUTOR E APRESENTADOR: Cristina Garvil Diretora da Superintendência de Água e Esgotos de Ituiutaba SAE Arquiteta, Mestranda em Engenharia de Produção com

Leia mais

ASSOCIAÇÃO SANTISTA DE PESQUISA PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO. Relatório de Atividades 2010

ASSOCIAÇÃO SANTISTA DE PESQUISA PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO. Relatório de Atividades 2010 ASSOCIAÇÃO SANTISTA DE PESQUISA PREVENÇÃO E EDUCAÇÃO Relatório de Atividades 2010 2 MISSÃO Busca da melhoria da qualidade de vida tendo por bases o investimento na saúde, educação, na garantia da cidadania,

Leia mais

Cuidando da Minha Criança com Aids

Cuidando da Minha Criança com Aids Cuidando da Minha Criança com Aids O que é aids/hiv? A aids atinge também as crianças? Como a criança se infecta com o vírus da aids? Que tipo de alimentação devo dar ao meu bebê? Devo amamentar meu bebê

Leia mais

Palavras-chave Ação social, Comunicação, Investimento social privado, Responsabilidade Social

Palavras-chave Ação social, Comunicação, Investimento social privado, Responsabilidade Social Título Desafios na Comunicação da Ação Social Privada 1 Autores Prof. Dr. Paulo Nassar, professor da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e presidente da ABERJE Associação Brasileira

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF REGIMENTO INTERNO DA COMISSÂO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH) E SERVIÇO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (SCIH) DO HU/UFJF CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO Artigo 1º Atendendo à Portaria de número

Leia mais

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA Nome: Juliana Malacarne de Pinho No. USP 7166759 Curso ECA: Jornalismo Dados do Intercâmbio Universidade: Universidade NOVA de Lisboa Curso: Comunicação Social Período:

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Inverno Solidário Cocamar

Mostra de Projetos 2011. Inverno Solidário Cocamar Mostra de Projetos 2011 Inverno Solidário Cocamar Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Cocamar Inverno Solidário Cidade: Maringá Contato: thainara.melo@cocamar.br

Leia mais

RUA TERCEIRA DO PARQUE, 08, 1 ANDAR, SALA 02, GLEBA B. CAMAÇARI-BA. FONE: + 55 (71) 8846-0196 (Aparecida). E-MAIL: consultoria.marca@gmail.

RUA TERCEIRA DO PARQUE, 08, 1 ANDAR, SALA 02, GLEBA B. CAMAÇARI-BA. FONE: + 55 (71) 8846-0196 (Aparecida). E-MAIL: consultoria.marca@gmail. PORTFÓLIO MARCA CONSULTORIA & TREINAMENTOS RUA TERCEIRA DO PARQUE, 08, 1 ANDAR, SALA 02, GLEBA B. CAMAÇARI-BA. FONE: + 55 (71) 8846-0196 (Aparecida). E-MAIL: consultoria.marca@gmail.com SUMÁRIO 1 QUEM

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando

Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social. O Projeto Social Luminando Lúmini Art Centro de Pesquisa, Cultura e Ação Social O Projeto Social Luminando O LUMINANDO O Luminando surgiu como uma ferramenta de combate à exclusão social de crianças e adolescentes de comunidades

Leia mais

Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário NRDC Bairro Guaíra Três de Maio RS

Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário NRDC Bairro Guaíra Três de Maio RS I - ABERTURA GERAL Três de Maio, próspero município, com 24 mil habitantes, predominantemente descendentes de alemães, italianos e poloneses, na região noroeste do Rio Grande do Sul, foi emancipado em

Leia mais

Relatório de Atividades

Relatório de Atividades 1 Relatório de Atividades 2013 2 1- Identificação Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (GPACI) Rua Antônio Miguel Pereira, 45 Jardim Faculdade Sorocaba São Paulo CEP: 18030-250 Telefone:

Leia mais

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS.

ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS. 40 Relatório de Gestão 2014. Copyright. Proibida cópia ou reprodução sem autorização do IABAS. ESF Estratégia de Saúde da Família GESTÃO DE PESSOAS 40 Relatório de Gestão 2014 B lanço Soci l ESF Estratégia de Saúde da Família Relatório de Gestão 2014 41 GESTÃO DE PESSOAS Gestão de Pessoas Com o

Leia mais

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Perguntem como seus filhos estão nos estudos.

Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. 2 1 2 3 Visitem a escola de seus filhos sempre que puderem. Conversem com os professores. Perguntem como seus filhos estão nos estudos. 4 Caso seus filhos estejam com alguma dificuldade na escola, peçam

Leia mais

no Brasil O mapa da Acreditação A evolução da certificação no país, desafios e diferenças entre as principais

no Brasil O mapa da Acreditação A evolução da certificação no país, desafios e diferenças entre as principais O mapa da Acreditação no Brasil A evolução da certificação no país, desafios e diferenças entre as principais metodologias Thaís Martins shutterstock >> Panorama nacional Pesquisas da ONA (Organização

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO

MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO MINISTÉRIO DA SAÚDE GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) AGENDA ESTRATÉGICA DA GESTÃO (2012-2015) Este documento tem o propósito de promover o alinhamento da atual gestão

Leia mais

VIVENCIANDO ATIVIDADE DE EXTENSÃO NUMA COMUNIDADE CARENTE ATRAVÉS DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À MULHERES 1

VIVENCIANDO ATIVIDADE DE EXTENSÃO NUMA COMUNIDADE CARENTE ATRAVÉS DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À MULHERES 1 1 VIVENCIANDO ATIVIDADE DE EXTENSÃO NUMA COMUNIDADE CARENTE ATRAVÉS DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À MULHERES 1 Anna Maria de Oliveira Salimena 2 Maria Carmen Simões Cardoso de Melo 3 Ívis Emília de Oliveira

Leia mais

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório

Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Recursos Humanos Coordenação de Gestão de Pessoas Pesquisa de Clima Análise dos dados da Pesquisa de Clima Relatório Introdução No dia 04 de Agosto de 2011, durante a reunião de Planejamento, todos os

Leia mais