Índices de Obras Públicas IPOP

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índices de Obras Públicas IPOP"

Transcrição

1 Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas Estáveis ou em Queda? Denise Cyrillo (*) O mês de março foi bastante conturbado, politicamente, com o avanço do processo de impedimento da presidente Dilma Rousseff, o que talvez tenha contribuído, ao lado da própria crise econômica e declínio das pressões de consumo, para o arrefecimento das taxas de inflação. O IPCA declinou de 1,27% em janeiro, para 0,90% em fevereiro, e 0,43% em março. Do mesmo modo os Índices de Obras Públicas, em São Paulo, recuaram. O IGE e o SGPMO ficaram praticamente estáveis nos últimos dois meses, o Índice de Pavimentação sofreu ligeira desaceleração, mas em níveis próximos de zero (0,07% em fevereiro e 0,06% em março), e o Índice de Terraplenagem apresentou forte recuo (em janeiro havia registrado aumento de 1,41% e em março -1,65%). Esses movimentos podem ser visualizados no Gráfico 1. A Tabela 1 apresenta as variações mensais dos índices de obras públicas bem como das diferentes categorias de insumos que participam desses tipos de obras, sem desoneração, conforme a determinação da Resolução SF 94, de dezembro de 2015, que definiu como índices oficiais os não desonerados, para os contratos que passaram por revisão para reequilíbrio econômico e financeiro. Como se pode observar, três dos índices ficaram praticamente estáveis, a saber: o IGE, o PAV e o SGPMO, com reajustes inferiores a 0,07%. Examinando as variações segundo as categorias de insumos, observa-se que a mão de obra em geral, bem como os serviços, apresentou pequeno recuo, independentemente do tipo de obra em que esteja empregada. A queda mais expressiva dos salários, na média, foi observada na composição do custo das obras de terraplenagem (-0,21%). Também os equipamentos utilizados nessas obras apresentaram recuo, ainda mais expressivo (-3,52%), como também aqueles empregados nas obras de edificações gerais (-0,95%). Materiais foi a única categoria que registrou aumentos nos preços médios. Aqui também, o acréscimo mais significativo foi observado nos materiais usados nas obras de terraplenagem (0,53%), o que contribuiu para que a queda do custo dessas obras não fosse ainda mais contundente. Os Índices de Preços de Obras Públicas são calculados pela Fipe desde de São usados para reajuste dos contratos de obras públicas pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo e publicados no Diário Oficial do Estado. (*) Pesquisadora da Fipe: Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 1

2 Tabela 1 Índices de Preços de Obras Públicas Variação Mensal (%) Março/2016 Índices Geral Materiais Equipamentos Serviços Mão de Obra IGE 0,05 0,18-0,95-0,13-0,03 TER -1,65 0,53-3, ,21 PAV 0,06 0,07 0, ,04 SGPMO 0,03 0, ,13-0,02 Fonte: Banco de dados SIPOP/FIPE. Obs.: IGE - Índice Geral de Edificações, TER - Índice de Obras de Terraplenagem, PAV - Índice de Obras de Pavimentação, SGPMO - Índice de Serviços Gerais com Predominância de Mão de Obra. O comportamento dos preços dos materiais e equipamentos segundo setores de atividade pode ser examinado na Tabela 2, na qual estão registradas as variações acumuladas nos três primeiros meses de 2016, além da variação ocorrida em março, para os índices de Edificações Gerais, Terraplenagem e Pavimentação. No que tange ao IGE, os setores que conseguiram reajustes mais significativos foram a Indústria Química (0,85%), seguida da Indústria de Minerais Não Metálicos (0,39%). Cinco setores enfrentaram deflação, sendo a maior queda observada no setor da Indústria Mecânica (-1,49%), na qual estão concentrados os equipamentos. As demais quedas ficaram entre -0,45% (Setor de Serviços) a -0,02% (Indústria da Borracha). Examinando-se o comportamento dos preços dos insumos que participam das obras de terraplenagem segundo setores de atividade, verifica-se, como esperado, que a maior queda foi registrada para os itens da Indústria Mecânica (-4,25%) e o maior aumento para os insumos da Indústria Química (0,55%), à semelhança do que foi computado para o IGE. Para o PAV, as variações foram quase todas modestas, variando entre -0,13% (IMEC) a 0,21% (IMNM), com exceção da queda de 4,16% no item relativo a Energia Elétrica e Serviços Públicos. Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 2

3 Gráfico 1 Variações Mensais dos Índices de Obras Públicas Janeiro a Março de ,00 1,50 1,41 1,00 0,50 0,39 0,32 0,00 0,08 0,07 0,02 0,05 0,06 0,03 jan/16-0,01 fev/16 mar/16-0,50-1,00-1,50-1,21-2,00 IGE TER PAV SGPMO -1,65 Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 3

4 Tabela 2 Índices de Preços de Obras Públicas por Setor Variação Mensal em 2016 e Acumulada nos Anos de 2016 e de 2015 (%) SETORES DE ATIVIDADES IGE TER PAV Mar/16 Fev/16 Acum /16 Acum/15 Mar/16 Acum /16 Mar/16 Acum / Extração Mineral (EM) 0,00 0,07 0,07 1,60 0,00-0, Indústria de Minerais Não Metálicos (IMNM) 0,39 0,00 0,62 4,25-1,02 1,20 0,21 0, Indústria Metalúrgica (IMET) -0,12-0,50 1,44 2, Indústria Mecânica (IMEC) -1,49 1,63 0,72 6,43-4,25-4,21-0,13 0, Indústria Material Elétrico/Comunicações (IME/C) -0,37-0,47-0,48 11, Material de Transporte (MT) -0,21 0,33-0,42 3,09 0,11-1,14 0,17 0, Indústria de Madeira (IMAD) 0,17-0,03 0,81 9, Indústria da Borracha (IBORR) -0,02 0,45-4,40 11,89 0,46 3,00-0,02 2, Indústria Química (IQ) 0,85 0,94 5,05 9,56 0,55 1,05 0,03 0, Indústria de Produtos Plásticos (IPP) 0,19 0,71 3,25 16, Serviços da Construção (SC) -0,45 0,03-0,20 4, Energia Elétrica e Outros Serviços Públicos (EE) -4,16-4,16 Fonte: Banco de dados SIPOP/FIPE. A Tabela 3 apresenta a variação acumulada dos Índices de Obras Públicas, para quatro períodos. O primeiro, base março de 1994, início do Plano Real (que derrubou a inflação de patamares superiores a 20% ao mês, para menos de 1% ao mês, antes da crise de 2008); o segundo registra o acumulado desde abril de 2004 (ano em que a inflação 7,6% ficou acima do teto da meta do Banco Central), e os dois últimos retratando a projeção de inflação anual (acumulado de 12 meses) e da inflação gerada no ano. Em relação à inflação de longo prazo, acumulada desde o Plano Real, a principal observação refere-se à ordenação dos índices, o maior aumento acumulado ocorre no PAV (750,5%), seguido do índice de SGPMO (572,6%) e o menor para o TER (428,2%). Considerando a inflação do setor no período pós-2004, o ordenamento dos índices se mantém, mas a diferença entre eles é menor. Em relação ao aumento acumulado em 2016, houve uma inversão total da ordem de grandeza das variações, com o IGE acumulando o maior percentual (0,44%), seguido do SGPMO (0,37%) e do PAV (0,20%), enquanto o custo das obras de terraplenagem reduziu-se, em média, desde o início do ano, em 1,47%! No entanto, considerando-se o acumulado de 12 meses, as obras pesadas são as que estão projetando uma inflação anual bem acima do teto da meta de inflação definida pelo Banco Central, ao passo que as de edificações e dos serviços gerais projetam níveis Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 4

5 ligeiramente inferiores àquele teto. O PAV acumula 12,41%, o TER, 8,26%, e o IGE 5,77%. No Gráfico 2, pode-se visualizar a evolução da taxa acumulada no ano, para os quatro índices, no qual se destaca o comportamento diferenciado dos custos das obras de terraplenagem. Ante a crise econômica e a crise política, os índices de obras públicas estão apresentando, neste início de ano, um comportamento compatível com uma inflação mais baixa. De fato, já passou do tempo de uma melhora dos níveis de confiança da sociedade, para que o País possa retomar os investimentos e assim iniciar de forma sustentável o processo de saída da recessão! Tabela 3 Índices de Preços de Obras Públicas Variações Acumuladas (%) Períodos IGE TER PAV SGPMO Abr /1994 Mar / , , , ,671 Abr /2004 Mar / ,070 90, , ,169 Abr /2015 Mar /2016 5,770 8,260 12,412 6,118 Jan /2016 Mar /2016 0,435-1,473 0,202 0,366 Fonte: Banco de dados SIPOP/FIPE. Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 5

6 Gráfico 2 Índices de Obras Públicas - São Paulo Acumulados em 2016 (série sem desoneração) 2,000 1,500 1,000 0,500 0,000 jan/16 fev/16 mar/16-0,500-1,000-1,500-2,000 IGE TER PAV SGPMO Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 6

7 Índice de Preços de Obras Públicas Metodologia CYRILLO, D. C.; FAVA, V. L. Índices de Preços de Obras Públicas e o Plano Real. Estudos Econômicos. Instituto de Pesquisas Econômicas, São Paulo, v. 25, p , Mais informações: Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 7

8 Série Estatística Índices de Preços de Obras Públicas Março de 1994 = 100 (sem desoneração) Edificações Pavimentação Terraplenagem Serv. Gerais Geral Mat. Mão de Equip. Geral Mat. Mão de Equip. Geral Mat. Mão de Equip. Predom. Constr. Obra Constr. Obra Constr. Obra M. O. Out 565, , , , , , , , , , , , ,526 Nov 567, , , , , , , , , , , , ,196 Dez 568, , , , , , , , , , , , ,751 Jan/15 570, , , , , , , , , , , , ,418 Fev 572, , , , , , , , , , , , ,328 Mar 574, , , , , , , , , , , , ,891 Abr 577, , , , , , , , , , , , ,726 Maio 588, , , , , , , , , , , , ,272 Jun 591, , , , , , , , , , , , ,266 Jul 600, , , , , , , , , , , , ,347 Ago 601, , , , , , , , , , , , ,347 Set 601, , , , , , , , , , , , ,494 Out 601, , , , , , , , , , , , ,966 Nov 604, , , , , , , , , , , , ,212 Dez 604, , , , , , , , , , , , ,220 Jan/16 606, , , , , , , , , , , , ,361 Fev 606, , , , , , , , , , , , ,490 Mar 607, , , , , , , , , , , , ,671 Índices de Obras Públicas IPOP Março/2016 8

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Projeção de inflação do setor de Obras Públicas é convergente com a política de combate à inflação Denise Cyrillo (*) Os índices de Obras Públicas, em outubro, desaceleraram

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Setor de Obras Públicas com Deflação em São Paulo Denise Cyrillo (*) Maio é o mês de dissídio da grande maioria das categorias de mão de obra empregadas na Construção Civil.

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas Registram Aceleração Generalizada! Denise Cyrillo (*) Neste início de ano, não se pode afirmar que as perspectivas da economia brasileira melhoraram.

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Câmbio ainda pressiona o Índice de Terraplenagem! DENISE C. CYRILLO (*) Em março, os preços do setor de obras públicas voltaram a apresentar o mesmo perfil do final do ano

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Dissídio impacta os índices de Obras Públicas! Denise Cyrillo (*) Em maio, ocorrem as negociações de dissídio para a grande maioria de categorias de mão de obra da Construção

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Inflação do Custo de Obras de Terraplenagem em Ascensão! Denise Cyrillo (*) Em julho, encerrou-se o processo de homologação de dissídios da mão de obra do setor de Construção

Leia mais

Índices de Obras Públicas IPOP

Índices de Obras Públicas IPOP Índices de Obras Públicas IPOP Tendência Crescente do Custo de Obras de Terraplenagem Continua! Denise Cyrillo (*) Vários acontecimentos continuam tumultuando a economia brasileira, como a piora do estado

Leia mais

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-6 p. I-9 Nº 367 Abril / 2011 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-6 p. I-9 Nº 367 Abril / 2011 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS Nº 367 Abril / 2011 issn 1234-5678 índices Inflação dos Três Primeiros Meses de 2011 Atinge Quase a Metade da Meta para Todo o Ano Antonio E. Comune p. I-3 O

Leia mais

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-6 p. I-9 Nº 390 Março / 2013 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-6 p. I-9 Nº 390 Março / 2013 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS Nº 390 Março / 2013 ISSN 1234-5678 índices A Redução da Tarifa de Energia Faz a Inflação Desacelerar RAFAEL COSTA LIMA p. I-3 A in lação desacelera fortemente

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

ÍNDICES. IPC de fevereiro confirma não haver descontrole dos preços... I - 1 PAULO PICCHETTI. índice de obras públicas... I - 2 DENISE C.

ÍNDICES. IPC de fevereiro confirma não haver descontrole dos preços... I - 1 PAULO PICCHETTI. índice de obras públicas... I - 2 DENISE C. Nº 282 MARÇO DE 2004 INFORMAÇÕES FIPE É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DE CONJUNTURA ECONÔMICA DA FUNDAÇÃO ISSN 1234-5678 ÍNDICES IPC de fevereiro confirma não haver descontrole dos preços... I - 1 PAULO PICCHETTI

Leia mais

Índices de Preços ao Consumidor IPC

Índices de Preços ao Consumidor IPC Índices de Preços ao Consumidor IPC Apesar da desaceleração, inflação em fevereiro permanece muito acima da meta ANDRÉ LUIS SQUARIZE CHAGAS (*) Em fevereiro, o IPC-Fipe registrou alta de 1,22%, com desaceleração

Leia mais

ÍNDICES. IPC de setembro: a dificuldade das projeções... I - 1 PAULO PICCHETTI

ÍNDICES. IPC de setembro: a dificuldade das projeções... I - 1 PAULO PICCHETTI Nº 289 OUTUBRO DE 2004 INFORMAÇÕES FIPE É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DE CONJUNTURA ECONÔMICA DA FUNDAÇÃO ISSN 1234-5678 ÍNDICES IPC de setembro: a dificuldade das projeções... I - 1 PAULO PICCHETTI comportamento

Leia mais

ano XVI, n 6, junho de 2012

ano XVI, n 6, junho de 2012 ,, junho de 2012 EM FOCO O índice de preços das exportações apresentou alta de 0,3% em maio na comparação com abril, causada pela evolução positiva em produtos básicos e manufaturados (0,4%). Contudo,

Leia mais

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-8 Nº 401 Fevereiro / 2014 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-8 Nº 401 Fevereiro / 2014 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS Nº 401 Fevereiro / 2014 issn 1678-6335 índices A Taxa Acumulada em Doze Meses Alcança o Menor Valor Desde Dezembro de 2009 Rafael Costa Lima p. I-3 Segundo Rafael

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Sindipetro RJ. Petroleiros do Rio de Janeiro. Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE. julho de 2012

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Sindipetro RJ. Petroleiros do Rio de Janeiro. Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE. julho de 2012 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Petroleiros do Rio de Janeiro Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE julho de 2012 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-setembro-2011 até 31-agosto-2012

Leia mais

Índices de Preços ao Consumidor IPC

Índices de Preços ao Consumidor IPC Índices de Preços ao Consumidor IPC Inflação em março tem nova desaceleração, mas patamar ainda é bastante elevado e compromete cumprimento do teto da meta no ano ANDRÉ LUIS SQUARIZE CHAGAS (*) O IPC-Fipe

Leia mais

ÍNDICES. IPC de novembro: início de um período de choques de oferta... I - 1

ÍNDICES. IPC de novembro: início de um período de choques de oferta... I - 1 Nº 315 DEZEMBRO DE 2006 INFORMAÇÕES FIPE É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DE CONJUNTURA ECONÔMICA DA FUNDAÇÃO issn 1234-5678 ÍNDICES IPC de novembro: início de um período de choques de oferta... I - 1 Paulo Picchetti

Leia mais

Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indústria Janeiro/2014

Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indústria Janeiro/2014 EMPREGO INDUSTRIAL Janeiro de 2014 Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO APRESENTOU O MELHOR DESEMPENHO

Leia mais

ICV de 2006 fica em 2,57%, o menor desde 1998

ICV de 2006 fica em 2,57%, o menor desde 1998 1 São Paulo, 10 de janeiro de 2007. NOTA À IMPRENSA ICV de 2006 fica em 2,57%, o menor desde 1998 A inflação entre janeiro e dezembro de 2006, no município de São Paulo, registrou uma variação acumulada

Leia mais

Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais NOVEMBRO 2016

Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais NOVEMBRO 2016 Índice Periódico de Variação de Custos Condominiais NOVEMBRO 2016 Elaborado pelo Departamento de Pesquisa - AABIC CONSIDERAÇÕES NOVEMBRO DE 2016 IPEVECON Seguindo a tendência esperada para o final do ano,

Leia mais

Em outubro, inflação atinge mais as famílias com menor nível de renda

Em outubro, inflação atinge mais as famílias com menor nível de renda 1 São Paulo, 7 de novembro de 2006. NOTA À IMPRENSA Em outubro, inflação atinge mais as famílias com menor nível de renda Em outubro, o custo de vida no município de São Paulo registrou variação de 0,27%,

Leia mais

Índices de Preços ao Consumidor IPC

Índices de Preços ao Consumidor IPC Índices de Preços ao Consumidor IPC Desaceleração no IPC/Fipe, em maio, não é suficiente para tranquilizar ambiente de preços, e meta de inflação de 2016 fica comprometida ANDRÉ LUIS SQUARIZE CHAGAS (*)

Leia mais

EMPREGO E RENDA NO 1º SEMESTRE DE 2004 QUADRO PIOR COM SINAIS DE MELHORA EM MAIO/JUNHO

EMPREGO E RENDA NO 1º SEMESTRE DE 2004 QUADRO PIOR COM SINAIS DE MELHORA EM MAIO/JUNHO EMPREGO E RENDA NO 1º SEMESTRE DE 2004 QUADRO PIOR COM SINAIS DE MELHORA EM MAIO/JUNHO Em junho, a pesquisa de emprego do IBGE apurou uma taxa de desocupação de %, abaixo tanto da do mês anterior (%),

Leia mais

Desempenho da Economia de Caxias do Sul Abril de 2016

Desempenho da Economia de Caxias do Sul Abril de 2016 Abril/2016 1- Desempenho da Economia de Caxias do Sul A economia de Caxias do Sul no mês de abril de 2016 acusa somente números negativos. A desaceleração foi de 5,4% na comparação do mês de abril comomêsdemarço.ocomércio

Leia mais

Combustível pressiona inflação de fevereiro

Combustível pressiona inflação de fevereiro 1 São Paulo, 13 de março de 2006. Nota à imprensa Combustível pressiona inflação de fevereiro Em fevereiro, o índice do custo de vida (ICV) calculado pelo DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística

Leia mais

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 Os sérios desafios da economia Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 1 Os números da economia brasileira que o novo governo precisa enfrentar 11,089 milhões Número de desempregados no Brasil,

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO FEVEREIRO DE Eego industrial FEVEREIRO DE 2013

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO FEVEREIRO DE Eego industrial FEVEREIRO DE 2013 EMPREGO INDUSTRIAL FEVEREIRO DE 2013 FEVEREIRO DE 2013 Eego industrial SUMÁRIO EXECUTIVO O número de assalariados com carteira assinada da indústria de transformação catarinense cresceu 1,50% em fevereiro

Leia mais

Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais

Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPES Índice de Preços ao Consumidor Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPC-IPES Índice de Preços ao Consumidor de Caxias do Sul Abril de 2013 Abril de 2013 UNIVERSIDADE DE

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2013

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2013 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE junho de 2013 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-junho-2012

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL ABRIL DE 2013

EMPREGO INDUSTRIAL ABRIL DE 2013 EMPREGO INDUSTRIAL ABRIL DE 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM ABRIL. O número de assalariados com carteira assinada da indústria de transformação catarinense cresceu 0,7%

Leia mais

Nova queda do PIB não surpreende mercado

Nova queda do PIB não surpreende mercado Nova queda do PIB não surpreende mercado Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) nesta primeira semana de março mostram a tendência

Leia mais

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Informação e Análise do Mercado de Trabalho Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 07/2012 1 23/07/2012 SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Os dados

Leia mais

ano XVIII, n 1, Janeiro de 2014

ano XVIII, n 1, Janeiro de 2014 ano XVIII, n 1, Janeiro de 2014 EM FOCO O índice de preços das exportações encerrou o ano de 2013 com queda de 3,2% em relação ao ano anterior. A redução dos preços de exportação foi generalizada, afetando

Leia mais

Há três meses, inflação cresce

Há três meses, inflação cresce 1 São Paulo, 05 de junho de 2007. NOTA À IMPRENSA Há três meses, inflação cresce Em maio, o custo de vida no município de São Paulo apresentou variação de 0,63%, superior ao de abril (0,41%) em 0,22 pontos

Leia mais

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS

INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDÚSTRIA BRASILEIRA DE BENS DE CAPITAL MECÂNICOS INDICADORES CONJUNTURAIS OUTUBRO/2016 Resumo de desempenho Outubro 2016 Variáveis R$ milhões constantes Variação percentual sobre Mês No ano mês anterior

Leia mais

PAINEL DO MERCADO DE TRABALHO

PAINEL DO MERCADO DE TRABALHO PAINEL DO MERCADO DE TRABALHO JANEIRO DE 212 - CAGED Emprego Formal na Economia Emprego no mês de Janeiro 213 - Ocorreu um saldo positivo de 28.9 postos de emprego e no comparativo dos meses de janeiro,

Leia mais

Conjuntura - Saúde Suplementar

Conjuntura - Saúde Suplementar Conjuntura - Saúde Suplementar 28º Edição - Setembro 2015 Sumário Conjuntura - Saúde Suplementar Seção Especial 3 Nível de Atividade 4 Emprego 5 Emprego direto em planos de saúde 6 Renda 6 Inflação 7 Câmbio

Leia mais

Queda no salário médio de admissão do brasileiro já é maior de que na crise de 2009

Queda no salário médio de admissão do brasileiro já é maior de que na crise de 2009 Queda no salário médio de admissão do brasileiro já é maior de que na crise de 2009 Novos profissionais estão sendo contratados por um salário 10,7% menor se comparado àqueles que deixaram seus empregos

Leia mais

Sondagem Industrial do RN: Indústrias Extrativas e de Transformação

Sondagem Industrial do RN: Indústrias Extrativas e de Transformação Atividade industrial potiguar volta a crescer em maio RESUMO E COMENTÁRIOS A Sondagem das indústrias Extrativas e de do Rio Grande do Norte, elaborada pela FIERN, mostra que, em maio, o nível de produção

Leia mais

Açúcar e tomate encarecem a Cesta Básica

Açúcar e tomate encarecem a Cesta Básica 1 São Paulo, 06 de outubro de 2009. NOTA À IMPRENSA Açúcar e tomate encarecem a Cesta Básica Das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos realiza

Leia mais

ÍNDICES. álcool ou gasolina?... I - 1 Márcio I. Nakane. terraplenagem volta ao patamar dos preços de janeiro de 2006!... I - 4

ÍNDICES. álcool ou gasolina?... I - 1 Márcio I. Nakane. terraplenagem volta ao patamar dos preços de janeiro de 2006!... I - 4 Nº 327 DEZEMBRO DE 2007 INFORMAÇÕES FIPE É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DE CONJUNTURA ECONÔMICA DA FUNDAÇÃO issn 1234-5678 ÍNDICES álcool ou gasolina?... I - 1 Márcio I. Nakane terraplenagem volta ao patamar

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO MAIO DE 2013 A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO.

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO MAIO DE 2013 A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO. EMPREGO INDUSTRIAL MAIO DE 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO. FORAM GERADAS 31.531 VAGAS ENTE JANEIRO E MAIO, correspondendo a um acréscimo

Leia mais

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS

EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS EMPREGO E RENDA 2003 UM ANO DE DESEMPREGO E DE QUEDA ACENTUADA DO RENDIMENTO NOS GRANDES CENTROS URBANOS Em dezembro, a pesquisa de emprego do IBGE registrou uma taxa de desocupação de 10,9%. Como é normal

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2014

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. junho de 2014 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE junho de 2014 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-junho-2013

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base.

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base. EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base. Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE junho de 2017 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-junho-2016

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de Suporte para Categorias em Data-Base INPC-IBGE

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de Suporte para Categorias em Data-Base INPC-IBGE EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de Suporte para Categorias em Data-Base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE maio de 2015 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-maio-2014

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

ANO 3 NÚMERO 15 ABRIL DE 2013 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 3 NÚMERO 15 ABRIL DE 2013 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 3 NÚMERO 15 ABRIL DE 2013 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS A trajetória crescente das taxas mensais de inflação colocou o governo em alerta, aumentando

Leia mais

ÍNDICES. IPC de agosto: temporada dos preços administrados... I - 1 PAULO PICCHETTI

ÍNDICES. IPC de agosto: temporada dos preços administrados... I - 1 PAULO PICCHETTI Nº 288 SETEMBRO DE 2004 INFORMAÇÕES FIPE É UMA PUBLICAÇÃO MENSAL DE CONJUNTURA ECONÔMICA DA FUNDAÇÃO ISSN 1234-5678 ÍNDICES IPC de agosto: temporada dos preços administrados... I - 1 PAULO PICCHETTI índice

Leia mais

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015.

Agosto Divulgado em 15 de setembro de 2015. Agosto - 2015 Divulgado em 15 de setembro de 2015. ICVA REGISTRA RETRAÇÃO DE 2,8% PARA O VAREJO EM AGOSTO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com agosto

Leia mais

ipca fevereiro 2009 instituto de pesquisa uniban

ipca fevereiro 2009 instituto de pesquisa uniban ipca fevereiro 2009 instituto de pesquisa uniban www.institutodepesquisauniban.org.br PREÇOS IPCA O IPCA de fevereiro registrou inflação de 0,55%, uma aceleração em relação a janeiro (0,48%). Todavia,

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas PIB e Performance do Agronegócio

Balanço 2016 Perspectivas PIB e Performance do Agronegócio PIB e Performance do Agronegócio 15 16 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 MESMO COM A ECONOMIA BRASILEIRA VOLTANDO PARA OS EIXOS EM 2017, O AGRONEGÓCIO NOVAMENTE DEVERÁ SER O SETOR COM MAIOR

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base INPC-IBGE

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo. Material de suporte para categorias em data-base INPC-IBGE EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: IPCA-IBGE INPC-IBGE março de 2015 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-março-2014

Leia mais

IAPC VALE DO PARANHANA

IAPC VALE DO PARANHANA IAPC VALE DO PARANHANA SÍNTESE DOS INDICADORES DA PESQUISA Indicador Variação de Fevereiro de 2013 em relação a Janeiro 2013 (%) Variação da produção de Fevereiro de 2013 em relação a Fevereiro de 2012

Leia mais

DESEMPENHO da ECONOMIA de CAXIAS DO SUL. Junho/2014 CÂMARA DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS DE CAXIAS DO SUL. Presidente Carlos Heinen

DESEMPENHO da ECONOMIA de CAXIAS DO SUL. Junho/2014 CÂMARA DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS DE CAXIAS DO SUL. Presidente Carlos Heinen DESEMPENHO da ECONOMIA de CAXIAS DO SUL Junho/2014 CÂMARA DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO E SERVIÇOS DE CAXIAS DO SUL Presidente Carlos Heinen Departamento de Economia, Finanças e Estatística Alexander Messias

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013

EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013 EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013 Emprego industrial 28 de Janeiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO - no acumulado do ano, foi

Leia mais

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015

Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Mercado de trabalho enfrentou cenário difícil durante todo o ano de 2015 Neste edição especial do boletim Mercado de trabalho do CEPER-FUNDACE, serão comparados dados do Cadastro Geral de Empregados e

Leia mais

PIB trimestral tem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior após 3 anos

PIB trimestral tem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior após 3 anos PIB trimestral tem crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior após 3 anos No 2º tri./2017, o PIB brasileiro a preços de mercado apresentou crescimento de 0,23% quando comparado ao 2º tri./2016,

Leia mais

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-8 p. I-11 Nº 410 Novembro / 2014 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS

índices séries estatísticas p. I-3 p. I-8 p. I-11 Nº 410 Novembro / 2014 FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS Nº 410 Novembro / 2014 issn 1678-6335 índices Alta em Preços de Alimentos e Fim dos Efeitos Deflacionários da Telefonia Fixa Ditam o Comportamento da Inflação

Leia mais

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ

Concessões de Crédito - Recursos Livres Variação acumulada em 12 meses. fev/15. nov/14. mai/14. mai/15. ago/14 TOTAL PF PJ ASSESSORIA ECONÔMICA Dados divulgados entre os dias 24 de julho e 28 de julho Crédito O estoque total de crédito do sistema financeiro nacional (incluindo recursos livres e direcionados) registrou variação

Leia mais

PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho.

PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho. PME registra menor taxa de desemprego da série histórica para o mês de fevereiro, mas indica acomodação no mercado de trabalho. Segundo apuração da PME (Pesquisa Mensal do Emprego), realizada pelo IBGE,

Leia mais

ANÁLISE MENSAL - IPCA

ANÁLISE MENSAL - IPCA ANÁLISE MENSAL - IPCA Fevereiro / 2016 Inflação desacelera em fevereiro e avança 0,9% A inflação brasileira, medida através do IPCA, desacelerou no mês de fevereiro de 2016, atingindo assim 0,9%. O resultado

Leia mais

IPES Índice de Preços ao Consumidor

IPES Índice de Preços ao Consumidor IPES Índice de Preços ao Consumidor Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPC-IPES Índice de Preços ao Consumidor de Caxias do Sul Agosto de 2016 Agosto de 2016 UNIVERSIDADE

Leia mais

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015.

Setembro Divulgado em 15 de outubro de 2015. Setembro - 2015 Divulgado em 15 de outubro de 2015. ICVA APONTA RETRAÇÃO DE 3,4% PARA O VAREJO EM SETEMBRO Indicador considera a receita de vendas do varejo deflacionada pelo IPCA em comparação com setembro

Leia mais

Emprego Industrial Julho de 2014

Emprego Industrial Julho de 2014 Emprego Industrial Julho de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO No acumulado do ano (jan-jul), a indústria de transformação foi a atividade econômica que mais gerou empregos em Santa Catarina (25.147), de um total

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste)

EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste) EVOLUÇÃO SALARIAL (Não considerando a incorporação da Gratificação Nova Escola como reajuste) Categoria: Profissionais da Educação da Rede Estadual de Ensino do Rio de Janeiro (Magistério) Deflatores:

Leia mais

Alimentos respondem pela inflação em agosto

Alimentos respondem pela inflação em agosto SÃO PAULO, 02 DE SETEMBRO DE 2004. Alimentos respondem pela inflação em agosto A alta nos preços dos alimentos foi o principal fator para que o Índice do Custo de Vida (ICV), calculado pelo DIEESE - Departamento

Leia mais

Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008

Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008 Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008 Nos últimos 12 meses, preço médio anunciado caiu 8,85% em termos reais O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras

Leia mais

Fevereiro Obs.: O detalhamento por classe de consumo será informado na Resenha de Mercado da EPE do mês de março/17.

Fevereiro Obs.: O detalhamento por classe de consumo será informado na Resenha de Mercado da EPE do mês de março/17. 1. EVOLUÇÃO DA CARGA NO SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL E SUBSISTEMAS 1.1. Sistema Interligado Nacional A carga de energia do SIN verificada em fevereiro/17 apresenta crescimento de 2,4% em relação ao valor

Leia mais

O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011

O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011 O crescimento da produção industrial em maio não altera a perspectiva de fraco desempenho da indústria em 2011 Resumo * Em maio com relação a abril a produção industrial cresceu 1,3%, livre de efeitos

Leia mais

Desempenho da Economia de Caxias do Sul. Maio/17

Desempenho da Economia de Caxias do Sul. Maio/17 Desempenho da Economia de Caxias do Sul Maio/17 1- Desempenho da Economia de Caxias do Sul A economia de Caxias do Sul acelerou na comparação de maio com abril (6,6%). Apesar dos dois feriados os segmentos

Leia mais

IPES Índice de Preços ao Consumidor

IPES Índice de Preços ao Consumidor IPES Índice de Preços ao Consumidor Publicação mensal do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais IPC-IPES Índice de Preços ao Consumidor de Caxias do Sul Março de 2016 Março de 2016 UNIVERSIDADE DE

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Novembro de 2013

EMPREGO INDUSTRIAL Novembro de 2013 EMPREGO INDUSTRIAL Novembro de 2013 Emprego industrial 02 de Janeiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO APRESENTOU O SEGUNDO MELHOR

Leia mais

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. abril de 2013

EVOLUÇÃO SALARIAL. Categoria: Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo INPC-IBGE. abril de 2013 EVOLUÇÃO SALARIAL Categoria: Material de suporte para categorias em data-base Deflatores: ICV-DIEESE INPC-IBGE abril de 2013 Este trabalho contém o estudo sobre o comportamento dos salários desde 01-abril-2012

Leia mais

Custo de vida fecha o ano com taxa de 0,54%

Custo de vida fecha o ano com taxa de 0,54% NOTA À IMPRENSA SÃO PAULO, 06 DE JANEIRO DE 2005. Custo de vida fecha o ano com taxa de 0,54% Em dezembro, o aumento dos preços, no município de São Paulo, ficou em 0,54%, com uma redução de 0,29 ponto

Leia mais

I Resultado (1) [1] Sindipeças Abipeças Relatório do Mercado de Reposição

I Resultado (1) [1] Sindipeças Abipeças Relatório do Mercado de Reposição I Resultado (1) A partir de informações disponibilizadas pelas empresas associadas que atuam no mercado de reposição, trabalhadas pela Assessoria de Economia do Sindipeças sob o conceito de médias móveis

Leia mais

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de 2015 5º. PLENAFUP Economia Brasileira I.54 - Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) Período Índice

Leia mais

Preço anunciado do m 2 tem queda real no primeiro semestre de 2014

Preço anunciado do m 2 tem queda real no primeiro semestre de 2014 Preço anunciado do m 2 tem queda real no primeiro semestre de 2014 Variação no preço dos imóveis é menor do que a inflação nos seis primeiros meses do ano O aumento anual do preço médio do m 2 anunciado

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Junho de 2014

EMPREGO INDUSTRIAL Junho de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL Junho de 2014 Emprego industrial FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO CATARINENSE fechou 1.344 postos de trabalho em junho,

Leia mais

Índice de Confiança da Construção. Índice da Situação Atual. Índice de Expectativas

Índice de Confiança da Construção. Índice da Situação Atual. Índice de Expectativas Juunnhhoo J ddee 22001122 Evolução no trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior Médias Mar-Mai de 2012 Mar-Mai de 2011 Médias Abr-Jun de 2012 Abr-Jun de 2011 Confiança da Pelo terceiro mês

Leia mais

Vendas e lançamentos residenciais de médio e alto padrão recuam no comparativo de 12 meses

Vendas e lançamentos residenciais de médio e alto padrão recuam no comparativo de 12 meses Informe de abril de 2017 Análise de fevereiro de 2017 Vendas e lançamentos residenciais de médio e alto padrão recuam no comparativo de 12 No mesmo período de análise, a relação entre distratos e vendas

Leia mais

Inflação, nível de atividade e setor externo: o desempenho dos principais indicadores da economia brasileira

Inflação, nível de atividade e setor externo: o desempenho dos principais indicadores da economia brasileira NÍVEL DE ATIVIDADE, INFLAÇÃO E POLÍTICA MONETÁRIA Inflação, nível de atividade e setor externo: o desempenho dos principais indicadores da economia brasileira Guilherme R. S. Souza e Silva * RESUMO - O

Leia mais

Produção Industrial Maio de 2014

Produção Industrial Maio de 2014 Produção Industrial Maio de 214 PRODUÇÃO INDU S TRI AL DE SANTA C AT AR INA EM M AIO/14 A produção industrial de Santa Catarina ficou estável em maio (,%), em relação ao mesmo mês do ano anterior. Resultado

Leia mais

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016

Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Produto Interno Bruto Estado de São Paulo Fevereiro de 2016 Diretoria Adjunta de Análise e Disseminação de Informações Gerência de Indicadores Econômicos Em fevereiro de 2016, no acumulado de 12 meses,

Leia mais

Cesta básica apresenta alta em junho

Cesta básica apresenta alta em junho Brasília, 04 de julho de 2013. Cesta básica apresenta alta em junho NOTA À IMPRENSA Em junho, o custo da Cesta Básica no Distrito Federal, segundo Pesquisa realizada pelo DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

Relatório de Mercado Semanal

Relatório de Mercado Semanal Boletim Focus Relatório de Mercado Focus Fonte:Banco Central Cenário A semana que passou foi marcada pelo forte movimento de correção nas bolsas mundiais ocorrido na sexta-feira (9), após declarações hawkish

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Impacto de aumento dos combustíveis eleva ICV-DIEESE

Impacto de aumento dos combustíveis eleva ICV-DIEESE 1 São Paulo, 5 de novembro de 2009. NOTA À IMPRENSA Impacto de aumento dos combustíveis eleva ICV-DIEESE O custo de vida no município de São Paulo subiu 0,53%, em outubro, o que representa 0,26 ponto percentual

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO SANTA CATARINA

MERCADO DE TRABALHO SANTA CATARINA Energia 4% Celulose & Papel 3% MERCADO DE TRABALHO SANTA CATARINA Composição dos Empregos Industriais em 2014 (Indústria Extrativa + Indústria da Transformação + Construção Civil + Serviços Industriais)

Leia mais

ano V, n 47, Março de 2015

ano V, n 47, Março de 2015 ,, Março de 2015 EM FOCO Em fevereiro, o Índice de rentabilidade das exportações totais registrou aumento de 2,6%, em relação a janeiro. O aumento da Rentabilidade exportadora no mês foi devido ao impacto

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Maio de 2014

EMPREGO INDUSTRIAL Maio de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL Maio de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO O mercado de trabalho catarinense não cresceu em maio. A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

Alimentos derrubam a inflação em abril

Alimentos derrubam a inflação em abril 1 São Paulo, 09 de maio de 2006. NOTA À IMPRENSA Alimentos derrubam a inflação em abril Após três meses em alta devido à forte pressão dos combustíveis, o Índice do Custo de Vida (ICV) calculado pelo DIEESE

Leia mais

Sondagem da Construção do Estado de São Paulo

Sondagem da Construção do Estado de São Paulo Sondagem da Construção do Estado de São Paulo Atividade do Setor de Construção Paulista mantem ritmo de contração Abril/14 O nível de atividade em março permaneceu inalterado, após mostrar queda de 0,9

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.39/Jul.2013

Boletim de Conjuntura Econômica de Goiás N.39/Jul.2013 Segue abaixo uma breve explicação sobre os indicadores analisados neste Boletim. Produção Industrial Mensal Produção Física (PIM-PF) A dinâmica da atividade econômica de uma região pode ser aferida de

Leia mais

Crescimento econômico em 2010 é compatível com Selic estável Janeiro/2010

Crescimento econômico em 2010 é compatível com Selic estável Janeiro/2010 Crescimento econômico em 2010 é compatível com Selic estável Janeiro/2010 Nas discussões acerca do atual ritmo de crescimento da atividade econômica brasileira muito se tem falado da necessidade de se

Leia mais

Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março

Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março Índice FipeZap mostra aumento de apenas 0,53% nos últimos 12 meses O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20

Leia mais