"Trabalho escravo - Desafios atuais" São Paulo, 25 de fevereiro de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ""Trabalho escravo - Desafios atuais" São Paulo, 25 de fevereiro de 2015"

Transcrição

1

2 "Trabalho escravo - Desafios atuais" São Paulo, 25 de fevereiro de 2015

3 DESAFIOS TRABALHO ESCRAVO - ÓTICA CRIMINAL Art Reduzir alguém a condição análoga à de escravo, quer submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto: Pena - reclusão, de dois a oito anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

4 DESAFIOS ATUAIS - TRABALHO ESCRAVO MATERIALIDADE Caracterização quando da autuação do fiscal do trabalho ou da sentença condenatória criminal Definição = trabalho escravo contemporâneo Elementos normativos abertos (pendentes de interpretação) Projetos de Lei

5 DESAFIOS ATUAIS - TRABALHO ESCRAVO AUTORIA Responsabilização das pessoas físicas âmbito administrativo e criminal Solidariedade num contexto de Teoria da Cegueira Deliberada Publicação ostensiva declaração "culpado" /sanções

6 DESAFIOS DA DEFINIÇÃO - CÓDIGO PENAL Art Reduzir alguém a condição análoga à de escravo, quer submetendo-o a trabalhos forçados ou a jornada exaustiva, quer sujeitando-o a condições degradantes de trabalho, quer restringindo, por qualquer meio, sua locomoção em razão de dívida contraída com o empregador ou preposto: Pena - reclusão, de dois a oito anos, e multa, além da pena correspondente à violência.

7 CONDIÇÃO DEGRADANTE - JORNADA EXAUSTIVA

8 DESAFIOS DA DEFINIÇÃO O Pleno do Supremo Tribunal Federal, por maioria, decidiu pela desnecessidade da restrição da liberdade de ir e vir para a configuração do delito de redução a condição análoga à de escravo, bastando as condutas alternativas de submissão a trabalhos forçados ou jornadas exaustivas ou a condições degradantes de trabalho. 2. Para a consumação da figura típica de submissão a condição aviltante de trabalho exige-se comprovação de um conjunto de fatores que, associados, demonstrem a degradação da relação trabalhista e a afronta à dignidade do indivíduo. 3. Condições degradantes de habitação, alimentação e sanitárias, além da ausência de equipamentos de proteção individual são circunstâncias que em princípio denotam o crime de redução de trabalhadores a condição análoga à de escravos e dão ensejo à admissão da denúncia (TRF1 - RSE: ; 01/08/2014)

9 DESAFIOS DA CONSTITUIÇÃO DA PROVA Habitualidade? Auto(s) de Infração(ões)... Provas que fundamentam a condenação no âmbito civil e trabalhista são idôneas para embasar condenação criminal pelo mesmo fato?

10 DESAFIOS DA CONSTITUIÇÃO DA PROVA ".. o acervo probatório tendente a embasar a pretensão autoral ficou restrito ao relatório de fiscalização elaborado pelo Ministério do Trabalho e Emprego, algumas fotografias, e a depoimentos de testemunhas ouvidos em juízo, em sua maioria integrantes do referido grupo de fiscalização..." Todo trabalho degradante (em condições degradantes) é crime?

11 AUTORIA - NR 31 - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO NA AGRICULTURA Responderão solidariamente pela aplicação desta Norma Regulamentadora as empresas, empregadores, cooperativas de produção ou parceiros rurais que se congreguem para desenvolver tarefas, ou que constituam grupo econômico. CRIMINAL?

12 RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA CRIMINAL TEORIA DA CEGUEIRA DELIBERADA AUTORIZA RESPONSABILIZAÇÃO CRIMINAL PELA OMISSÃO DIANTE DAS INFRAÇÕES OCORRIDAS NOS DIVERSOS ELOS DA CADEIA PRODUTIVA?

13 RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA CRIMINAL Cada vez cresce minha certeza de que o meio mais eficiente de se combater o trabalho escravo é a cadeia produtiva. Já há decisões que responsabilizam o tomador final do serviço do ponto de vista civil e trabalhista. Precisamos avançar também para a responsabilização criminal, defendeu a procuradora do trabalho Christiane Nogueira. Ela lembrou que os órgãos financeiros também podem ser acionados por sustentarem empresas e empreendimentos que exploram mão de obra escrava e destacou a ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) contra o Banco do Brasil, relativa a um flagrante ocorrido no início de 2009 em Feira de Santana, no interior da Bahia, em obras do programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida"

14 CRIME AMBIENTAL 2013 Demarest Advogados Todos os Direitos Reservados

15 GRAVIDADE SANÇÕES / PUBLICIDADE 2013 Demarest Advogados Todos os Direitos Reservados

16 GRAVIDADE SANÇÕES / PUBLICIDADE O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou, em caráter liminar, que o Ministério do Trabalho e Emprego se abstenha de divulgar ao público a relação de empregadores flagrados ao submeter trabalhadores à formas degradantes de trabalho ou a condições análogas ao trabalho escravo. Suspende os efeitos da Portaria Interministerial MTE/SDH nº 2, de 12 de maio de 2011, bem como da Portaria nº 540, do Ministério do Trabalho, de 15 de outubro de 2004, já revogada pela publicação da Portaria Interministerial nº Demarest Advogados Todos os Direitos Reservados

17 ESTADO SÃO PAULO - LEI Nº , 28/01/2013 "Art. 1º. Além das penas previstas na legislação própria, será cassada a eficácia da inscrição no cadastro de contribuintes do imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação (ICMS) dos estabelecimentos que comercializarem produtos em cuja fabricação tenha havido, em qualquer de suas etapas de industrialização, condutas que configurem redução de pessoa a condição análoga à de escravo." As punições atingirão também as beneficiárias indiretas e também os sócios envolvidos, que ficam impedidos de exercerem atividades no mesmo ramo ou de constituir empresa no estado paulista por dez anos Demarest Advogados Todos os Direitos Reservados

18 RECOMENDAÇÕES Verificação documentação, em todos aspectos legais Fiscalização cumprimento das normas Treinamentos Defesa esfera trabalhista, autos de infração Cuidado ao assinar TAC Produção antecipada de provas 2013 Demarest Advogados Todos os Direitos Reservados

19

BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE O CRIME DE REDUÇÃO A CONDIÇÃO ANÁLOGA À DE ESCRAVO

BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE O CRIME DE REDUÇÃO A CONDIÇÃO ANÁLOGA À DE ESCRAVO BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE O CRIME DE REDUÇÃO A CONDIÇÃO ANÁLOGA À DE ESCRAVO Hassan Magid de Castro Souki Sócio do Homero Costa Advogados O crime de redução a condição análoga à de escravo está previsto

Leia mais

apresentação trabalho análogo ao escravo conceituação no brasil situação do trabalho escravo no brasil ocorrências em centros urbanos

apresentação trabalho análogo ao escravo conceituação no brasil situação do trabalho escravo no brasil ocorrências em centros urbanos trabalho escravo E trabalho escravo 7 apresentação 9 trabalho análogo ao escravo 10 conceituação no brasil 12 situação do trabalho escravo no brasil 12 ocorrências em centros urbanos 14 empregadores envolvidos

Leia mais

TRABALHO ESCRAVO NO CONTRATO DE EMPREGO E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS / _.~-- I I. Lrs

TRABALHO ESCRAVO NO CONTRATO DE EMPREGO E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS / _.~-- I I. Lrs TRABALHO ESCRAVO NO CONTRATO DE EMPREGO E OS DIREITOS FUNDAMENTAIS 710 / -- - --------------_.~-- I I ------- ---,------- Lrs índice CAPíTULO I Inexistência de direitos - Direitos de liberdade e igualdade

Leia mais

Série Manuais, n. 1. Trabalho Escravo. Manual de orientação. Secretaria-Geral de Articulação Institucional

Série Manuais, n. 1. Trabalho Escravo. Manual de orientação. Secretaria-Geral de Articulação Institucional Série Manuais, n. 1 Trabalho Escravo Manual de orientação Secretaria-Geral de Articulação Institucional Brasília, DF. 2015 DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO Defensor Público-Geral Federal Haman Tabosa de Moraes

Leia mais

SENADO FEDERAL SUBSTITUTIVO DA CÂMARA Nº 5, DE 2017, AO PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 130, DE 2014

SENADO FEDERAL SUBSTITUTIVO DA CÂMARA Nº 5, DE 2017, AO PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 130, DE 2014 SENADO FEDERAL SUBSTITUTIVO DA CÂMARA Nº 5, DE 2017, AO PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 130, DE 2014 Dispõe sobre convênio que permite aos Estados e ao Distrito Federal deliberar sobre a remissão dos créditos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 SENADO FEDERAL Gabinete do Senador ROMERO JUCÁ Minuta PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2013 Dispõe sobre a expropriação das propriedades rurais e urbanas onde se localizem a exploração de trabalho escravo

Leia mais

SIMULADO RESPONSABILIDADE SERVIDOR PROFESSOR IVAN LUCAS

SIMULADO RESPONSABILIDADE SERVIDOR PROFESSOR IVAN LUCAS SIMULADO RESPONSABILIDADE SERVIDOR PROFESSOR IVAN LUCAS 1. (CESPE- 2016- DPU- Agente Administrativo) Caso o servidor público tenha causado danos ao poder público, a obrigação de reparar tais danos estende-se

Leia mais

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº, DE 2017

PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº, DE 2017 PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº, DE 2017 Susta os efeitos da Portaria MTB Nº 1129 DE 13/10/2017, que Dispõe sobre os conceitos de trabalho forçado, jornada exaustiva e condições análogas à de escravo

Leia mais

Decreto n /2017 REFAZ 2017

Decreto n /2017 REFAZ 2017 Ref.: nº 06/2017 1. Programa REFAZ De acordo com o Decreto n 53.417/2017, fica aberto, de 31 de janeiro a 26 de abril de 2017, o prazo para adesão ao programa REFAZ, que tem por objetivo regularizar os

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO DE APELAÇÃO nº 2006.0003066-4/0, DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE FAXINAL Recorrente...: VILSON RODRIGUES Recorrido...: MINISTÉRIO PÚBLICO Relator...: J. S. FAGUNDES CUNHA RECURSO DE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal MEDIDA CAUTELAR NA AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 5.209 DISTRITO FEDERAL RELATORA REQTE.(S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA :ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE INCORPORADORAS

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL CRIMES. Professor Eduardo Coral Viegas

DIREITO AMBIENTAL CRIMES. Professor Eduardo Coral Viegas DIREITO AMBIENTAL CRIMES Professor Eduardo Coral Viegas 2010 JUIZ TRF/4 4. Dadas as assertivas abaixo, assinale a alternativa correta. I. O princípio da precaução legitima a inversão do ônus da prova nas

Leia mais

EMENDA Nº PLEN (ao Projeto de Lei do Senado nº 432, de 2013)

EMENDA Nº PLEN (ao Projeto de Lei do Senado nº 432, de 2013) EMENDA Nº PLEN (ao Projeto de Lei do Senado nº 432, de 2013) O caput do art. 1º do PLS 432 de 2012 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescido dos parágrafos 1º, 2º e 3º listados abaixo, renumerando-se

Leia mais

7/4/2014. Multa Qualificada. Paulo Caliendo. Multa Qualificada. Paulo Caliendo. + Sumário. Multa Qualificada. Responsabilidade dos Sócios

7/4/2014. Multa Qualificada. Paulo Caliendo. Multa Qualificada. Paulo Caliendo. + Sumário. Multa Qualificada. Responsabilidade dos Sócios + Multa Qualificada Paulo Caliendo Multa Qualificada Paulo Caliendo + Sumário Multa Qualificada Responsabilidade dos Sócios 1 + Importância da Definição: mudança de contexto Modelo Anterior Sentido Arrecadatório

Leia mais

Constrangimento Ilegal

Constrangimento Ilegal Constrangimento Ilegal Art. 146 - Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, ou depois de lhe haver reduzido, por qualquer outro meio, a capacidade de resistência, a não fazer o que a lei

Leia mais

Quais as vantagens em aderir ao PRA? Multas antes de julho de 2008 serão realmente suspensas?

Quais as vantagens em aderir ao PRA? Multas antes de julho de 2008 serão realmente suspensas? Quais as vantagens em aderir ao PRA? Multas antes de julho de 2008 serão realmente suspensas? Quais as vantagens em aderir ao PRA? Continuidade das ATIVIDADES AGROSSILVIPASTORIS, de ecoturismo e de turismo

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011

Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011 Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011 DOU de 17.10.2011 Dispõe sobre procedimentos fiscais dispensados aos consórcios constituídos nos termos dos arts. 278 e 279 da Lei nº 6.404, de

Leia mais

Multa Qualificada. Paulo Caliendo. Paulo Caliendo

Multa Qualificada. Paulo Caliendo. Paulo Caliendo + Multa Qualificada Paulo Caliendo Multa Qualificada Paulo Caliendo + Importância da Definição: mudança de contexto Modelo Anterior Sentido Arrecadatório Modelo Atual Sentido repressor e punitivo Última

Leia mais

k\\ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

k\\ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO k\\ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N *01912136* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PROGRAMA CURSO EXTENSÃO EM TRABALHO E PREVIDÊNCIA CAPITULO I - DIREITO DO TRABALHO -- Princípios do Direito do Trabalho -- Relação de Trabalho e Relação de Emprego Natureza jurídica:

Leia mais

PRIMEIRA PROVA ESCRITA - DISCURSIVA Segunda Etapa CADERNO DE RESPOSTA DEFINITIVA

PRIMEIRA PROVA ESCRITA - DISCURSIVA Segunda Etapa CADERNO DE RESPOSTA DEFINITIVA Outubro/2015 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 23 a REGIÃO Concurso Público para provimento de cargos de Juiz do Trabalho Substituto Nome do Candidato Caderno de Prova Discursiva A01, Definitivo o N de

Leia mais

O FATCA no Direito Brasileiro

O FATCA no Direito Brasileiro O FATCA no Direito Brasileiro Apresentação para ABBC, 15/9/2015 Vinicius Branco Legislação Aplicável Lei Complementar nº 105, de 10 de janeiro de 2001 Decreto Legislativo nº146, de 25 de junho de 2015

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE

PROJETO DE LEI Nº, DE PROJETO DE LEI Nº, DE 2008 (Do Sr. JUVENIL) Acrescenta o Art. 455-A à Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto-lei n.º 5.452, de 1º de maio de 1943, para dispor sobre responsabilidade

Leia mais

Guia. de Indicadores de Gênero e Raça para a Cadeia de Suprimentos da Eletrobras Distribuição Acre

Guia. de Indicadores de Gênero e Raça para a Cadeia de Suprimentos da Eletrobras Distribuição Acre Guia de Indicadores de Gênero e Raça para a Cadeia de Suprimentos da Eletrobras Distribuição Acre Índice Mensagem aos (às) fornecedores (as) 03 Conduta corporativa no relacionamento com fornecedores (as)

Leia mais

DECRETO Nº , DE 5 DE FEVEREIRO DE 2007

DECRETO Nº , DE 5 DE FEVEREIRO DE 2007 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Gabinete Civil Coordenadoria de Controle dos Atos Governamentais DECRETO Nº 19.643, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2007 Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto

Leia mais

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XX

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XX PROCESSO PENAL MARATONA OAB XX AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA RESOLUÇÃO 213/15 RESOLUÇÃO Nº 213/15 - CNJ Art. 1º Determinar que toda pessoa presa em flagrante delito, independentemente da motivação ou natureza

Leia mais

TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA JUDICIAL

TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA JUDICIAL TERMO DE AJUSTE DE CONDUTA JUDICIAL Ref.: Ação Civil Pública n. 0000256-47.2014.5.02.0041 Pelo presente instrumento, de um lado o MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO Procuradoria Regional do Trabalho da 2ª

Leia mais

Curso de Direito Atividades de aprofundamento acadêmico nº 01 1S2016

Curso de Direito Atividades de aprofundamento acadêmico nº 01 1S2016 Curso de Direito Atividades de aprofundamento acadêmico nº 01 1S2016 Professor responsável: Ricardo Lorenzi Pupin Proposta e elaboração: Stella Maris Flores Cucatti (Centro Acadêmico de Direito XVI de

Leia mais

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO CREDITÍCIO

CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE O BENEFÍCIO CREDITÍCIO SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO SUBSECRETARIA DE PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal CARTILHA DE INFORMAÇÕES SOBRE

Leia mais

Vigilância Sanitária - ANVISA

Vigilância Sanitária - ANVISA UNINASSAU Centro Universitário Maurício de Nassau Meio Ambiente e Saúde Pública Prof. Adriano Silva Constituição Federal, 1988 Art. 200 Ao Sistema Único de Saúde compete, além de outras atribuições, nos

Leia mais

SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

SERVIÇOS TERCEIRIZADOS CURSO PRÁTICO PARA FISCAIS DE CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS Boas práticas, a partir da análise da jurisprudência e das normas de fiscalização do TCU, do Poder Judiciário da União e da IN SLTI/MPOG

Leia mais

Código de Processo Penal Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social

Código de Processo Penal Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social Código de Processo Penal Disposições relevantes em matéria de Comunicação Social Artigo 86. o Publicidade do processo e segredo de justiça 1. O processo penal é, sob pena de nulidade, público a partir

Leia mais

DIREITO PENAL IV TÍTULO VI - CAPÍTULO II DOS CRIMES SEXUAIS CONTRA O VULNERÁVEL. Prof. Hélio Ramos

DIREITO PENAL IV TÍTULO VI - CAPÍTULO II DOS CRIMES SEXUAIS CONTRA O VULNERÁVEL. Prof. Hélio Ramos DIREITO PENAL IV TÍTULO VI - CAPÍTULO II DOS CRIMES SEXUAIS CONTRA O VULNERÁVEL Prof. Hélio Ramos DOS CRIMES SEXUAIS CONTRA VULNERÁVEL Sedução - Art. 217: REVOGADO lei 11.106/2005. Estupro de vulnerável

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 219.752 - SC (2011/0230278-6) RELATOR : MINISTRO ROGERIO SCHIETTI CRUZ IMPETRANTE : IVAN RICARDO GOMES DA SILVA E OUTRO ADVOGADO : IVAN RICARDO GOMES DA SILVA E OUTRO(S) IMPETRADO : TRIBUNAL

Leia mais

DOU 23/12/16, SEÇÃO 1, PÁG SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.678, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2016

DOU 23/12/16, SEÇÃO 1, PÁG SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.678, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2016 DOU 23/12/16, SEÇÃO 1, PÁG. 154. SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.678, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2016 Altera a Instrução Normativa SRF nº 228, de 21 de outubro de 2002, que dispõe

Leia mais

VIII SIMPÓSIO DE DIREITO TRIBUTÁRIO DA APET

VIII SIMPÓSIO DE DIREITO TRIBUTÁRIO DA APET VIII SIMPÓSIO DE DIREITO TRIBUTÁRIO DA APET REGIMES ESPECIAIS NO ESTADO DE SÃO PAULO 19 de novembro de 2010 OSVALDO SANTOS DE CARVALHO 1 REGIMES ESPECIAIS LEGISLAÇÃO APLICÁVEL Artigos 479-A a 489 do RICMS

Leia mais

INFORME JURÍDICO OUTUBRO/2016 CONVÊNIOS AUTORIZANDO O PARCELAMENTO INCENTIVADO COM A DISPENSA OU REDUÇÃO DE MULTAS E JUROS DOS ESTADOS.

INFORME JURÍDICO OUTUBRO/2016 CONVÊNIOS AUTORIZANDO O PARCELAMENTO INCENTIVADO COM A DISPENSA OU REDUÇÃO DE MULTAS E JUROS DOS ESTADOS. INFORME JURÍDICO OUTUBRO/2016 CONVÊNIOS AUTORIZANDO O PARCELAMENTO INCENTIVADO COM A DISPENSA OU REDUÇÃO DE MULTAS E JUROS DOS ESTADOS. São Paulo, 05 de outubro de 2016. Prezado Associado, Desde o início

Leia mais

Pós Penal e Processo Penal. Legale

Pós Penal e Processo Penal. Legale Pós Penal e Processo Penal Legale NULIDADES Existem vários graus de vícios processuais: Irregularidade Nulidade Relativa Nulidade Absoluta Inexistência irregularidade: vício que não traz prejuízo nulidade

Leia mais

setor têxtil O indivíduo submetido ao trabalho escravo está sujeito a uma série de violações que lhes subtraem a liberdade e a dignidade.

setor têxtil O indivíduo submetido ao trabalho escravo está sujeito a uma série de violações que lhes subtraem a liberdade e a dignidade. O governo federal brasileiro assumiu a existência do trabalho escravo contemporâneo perante o país e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em 1995. Assim, o Brasil se tornou uma das primeiras nações

Leia mais

D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012

D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012 D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012 Nome do Candidato: Nome do pai: Nome da mãe: Partido Político ou Coligação: Cargo a que concorre: ( ) Prefeito ( ) Vice-Prefeito ( ) Vereador Município: Declaro,

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO CURSO PRÁTICO PARA FISCAIS DE CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO CURSO PRÁTICO PARA FISCAIS DE CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO CURSO PRÁTICO PARA FISCAIS DE CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS (Boas práticas, a partir da análise da jurisprudência e das normas de fiscalização do TCU, do Poder

Leia mais

SUMÁRIO Direito Tributário...2 O Direito Tributário e as demais ciências jurídicas...5 O Direito Tributário e os Limites ao Poder de Tributar...

SUMÁRIO Direito Tributário...2 O Direito Tributário e as demais ciências jurídicas...5 O Direito Tributário e os Limites ao Poder de Tributar... SUMÁRIO Direito Tributário...2 Conceito...2 Polos...2 Receitas públicas...2 Natureza...3 Exemplos de receitas derivadas...3 Exemplos de receitas originárias...4 O Direito Tributário e o Direito Público...4

Leia mais

Responsabilidade dos Advogados. Igor Danilevicz Advogado Professor de Direito Tributário (UFRGS-PUCRS)

Responsabilidade dos Advogados. Igor Danilevicz Advogado Professor de Direito Tributário (UFRGS-PUCRS) Responsabilidade dos Advogados Igor Danilevicz Advogado Professor de Direito Tributário (UFRGS-PUCRS) 1 Responsabilidade Tributária CF Art. 146. Cabe à lei complementar: (...) III - estabelecer normas

Leia mais

QUESTÃO 1 ASPECTOS MACROESTRUTURAIS QUESITOS AVALIADOS

QUESTÃO 1 ASPECTOS MACROESTRUTURAIS QUESITOS AVALIADOS QUESTÃO Capacidade de expressão na modalidade escrita e do uso das normas do registro formal culto da língua portuguesa 2. Responsabilidade do juiz, do Estado ou de ambos por ato jurisdicional doloso.00

Leia mais

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM

PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM PROCESSO PENAL MARATONA OAB XXI PROF. FLÁVIO MILHOMEM 1ª QUESTÃO José Augusto foi preso em flagrante delito pela suposta prática do crime de receptação (Art. 180 do Código Penal pena: 01 a 04 anos de reclusão

Leia mais

A importância do Agronegócio para o desenvolvimento sustentável do Brasil. Rosemeire Cristina dos Santos Superintendente Técnica

A importância do Agronegócio para o desenvolvimento sustentável do Brasil. Rosemeire Cristina dos Santos Superintendente Técnica A importância do Agronegócio para o desenvolvimento sustentável do Brasil Rosemeire Cristina dos Santos Superintendente Técnica Setembro de 2010 Agronegócio PIB Brasil 2009 US$ 1,577 trilhão PIB Agronegócio

Leia mais

0 Palestrante do CRC/SE e SESCAP/SE; 0 Diretor da DiasRosa Consultoria.

0 Palestrante do CRC/SE e SESCAP/SE; 0 Diretor da DiasRosa Consultoria. 0 Facilitador: Rodrigo Dias Rosa; 0 Pós-graduado em Gestão Fiscal e Planejamento Tributário; 0 Acadêmico de Direito; 0 Consultor e Instrutor SEBRAE/SE; 0 Instrutor SENAC/SE; 0 Professor de Graduação da

Leia mais

DIREITO AMBIENTAL. Aula 9. Responsabilidades Administrativa e Penal Ambiental. Prof. Wander Garcia

DIREITO AMBIENTAL. Aula 9. Responsabilidades Administrativa e Penal Ambiental. Prof. Wander Garcia DIREITO AMBIENTAL Aula 9 Responsabilidades Administrativa e Penal Ambiental Prof. Wander Garcia 1. Responsabilidade administrativa ambiental 1.1. Infração administrativa ambiental - toda ação ou omissão

Leia mais

Aspectos Contratuais: Introdução

Aspectos Contratuais: Introdução Aspectos Contratuais: Introdução A prática comercial demonstra que o sucesso de um produto depende, em boa parte, de promoção adequada e de uma eficiente rede de distribuição, que abarque toda a região

Leia mais

LEI ANTICORRUPÇÃO (LEI Nº /2013)

LEI ANTICORRUPÇÃO (LEI Nº /2013) LEI ANTICORRUPÇÃO (LEI Nº 12.846/2013) Uma visão do controle externo BENJAMIN ZYMLER E LAUREANO CANABARRO DIOS Autores Área específica Direito Administrativo Áreas afins Direito Público A Lei Anticorrupção

Leia mais

STF condena Paulo Maluf por lavagem de dinheiro e determina perda do mandato

STF condena Paulo Maluf por lavagem de dinheiro e determina perda do mandato STF condena Paulo Maluf por lavagem de dinheiro e determina perda do mandato A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira (23) o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) pelo

Leia mais

QUESTÃO 1 ASPECTOS MACROESTRUTURAIS QUESITOS AVALIADOS

QUESTÃO 1 ASPECTOS MACROESTRUTURAIS QUESITOS AVALIADOS QUESTÃO 2. Foro competente (ECA, art. 209) 0.75 2.2 Legitimidade para a propositura da ação civil pública (ECA, art. 20) 0.75 2.3 Cabimento da ação mandamental / objetivo da ação (ECA, art. 22) 0.75 QUESTÃO

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Substituição tributária na operações destinadas a contribuinte não inscrito no cadastro de contribuintes do ICMS Trata-se de análise dos aspectos legais e repercussões econômicas

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 3.811, DE 2012 (Do Sr. Onofre Santo Agostini)

PROJETO DE LEI N.º 3.811, DE 2012 (Do Sr. Onofre Santo Agostini) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 3.811, DE 2012 (Do Sr. Onofre Santo Agostini) Revoga o art. 34 da Lei nº 9.249, de 26 de dezembro de 1995. DESPACHO: APENSE-SE À(AO) PL-46/1999. APRECIAÇÃO: Proposição

Leia mais

DEPARTAMENTO JURÍDICO TRABALHISTA BOLETIM 093/2014

DEPARTAMENTO JURÍDICO TRABALHISTA BOLETIM 093/2014 DEPARTAMENTO JURÍDICO TRABALHISTA ADM 207/2014-14/11/2014 BOLETIM 093/2014 Trabalho temporário tem novas normas de fiscalização definidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Por meio da norma em

Leia mais

OPERAÇÕES DE COMÉRCIO EXTERIOR Procedimento Especial de Verificação das Origens dos Recursos Aplicados E Combate à Interposição Fraudulenta de Pessoas

OPERAÇÕES DE COMÉRCIO EXTERIOR Procedimento Especial de Verificação das Origens dos Recursos Aplicados E Combate à Interposição Fraudulenta de Pessoas OPERAÇÕES DE COMÉRCIO EXTERIOR Procedimento Especial de Verificação das Origens dos Recursos Aplicados E Combate à Interposição Fraudulenta de Pessoas Domingos de Torre 27.12.2016 Fundamento Legal Básico:

Leia mais

CONTRARRAZÕES AO RECURSO DE APELAÇÃO DO MPF

CONTRARRAZÕES AO RECURSO DE APELAÇÃO DO MPF EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA 13ª VARA FEDERAL CRIMINAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA/PR Nenhuma acusação penal se presume provada. Não compete ao réu demonstrar a sua inocência. Cabe

Leia mais

Marx e as Relações de Trabalho

Marx e as Relações de Trabalho Marx e as Relações de Trabalho Marx e as Relações de Trabalho 1. Leia os textos que seguem. O primeiro é de autoria do pensador alemão Karl Marx (1818-1883) e foi publicado pela primeira vez em 1867. O

Leia mais

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO PARA CONTRA-ORDENAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO PARA CONTRA-ORDENAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO PARA CONTRA-ORDENAÇÕES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P FICHA TÉCNICA TÍTULO Atendimento para Contra-Ordenações (CO1 v1.01) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR

Leia mais

Curso de Legislação Aduaneira para AFRFB. Prof. Thális Andrade

Curso de Legislação Aduaneira para AFRFB. Prof. Thális Andrade Curso de Legislação Aduaneira para AFRFB Prof. Thális Andrade -Professor -Importância da matéria de Legislação Aduaneira -Bibliografia básica BRASIL. Ministério da Fazenda. Disponível em: .

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

DIREITO ADMINISTRATIVO IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA DIREITO ADMINISTRATIVO IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA Atualizado em 04/11/2015 IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA A exigência de uma atuação moral se relaciona com o dever de probidade, ética e honestidade da Administração

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 25.662/CS HABEAS CORPUS N. 135.921 SANTA CATARINA IMPETRANTE: EUNICE ANISETE DE SOUZA TRAJANO E OUTRO(A/S) PACIENTE: PEDRO FERNANDES GUERREIRO JUNIOR COATOR: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATORA: MINISTRA

Leia mais

Responsabilização Administrativa de Pessoas Jurídicas A Lei nº /2013

Responsabilização Administrativa de Pessoas Jurídicas A Lei nº /2013 Belo Horizonte 16 de março de 2017 Responsabilização Administrativa de Pessoas Jurídicas A Lei nº 12.846/2013 Seminário de Procuradores, Controladores e Ouvidores Municipais Roteiro A Lei nº 12.846/2013

Leia mais

a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias;

a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias; DENÚNCIA Requisitos - art. 41 do CPP a) descrição do fato em todas as suas circunstâncias; O autor deve indicar na peça inicial, todas as circunstâncias que cercaram o fato...o processo penal do tipo acusatório

Leia mais

PCMAT. Programa de Condições e Meio Ambiente na Indústria da Construção

PCMAT. Programa de Condições e Meio Ambiente na Indústria da Construção PCMAT Programa de Condições e Meio Ambiente na Indústria da Construção Características da atividade Heterogeneidade do produto final Temporariedade do estabelecimento Transitoriedade de processos, instalações

Leia mais

Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 2013.

Rio de Janeiro, 17 de dezembro de 2013. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL APELAÇÃO CRIMINAL nº. 0033935-38.2010.8.19.0014 APELANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO APELADO: JOSÉ MARCOS DA SILVA PACHECO RELATOR: DESEMBARGADOR

Leia mais

Retirar a letra A na palavra SOBA, ficando somente SOB. Modificar, na primeira linha, o ano de 1955, para 1755

Retirar a letra A na palavra SOBA, ficando somente SOB. Modificar, na primeira linha, o ano de 1955, para 1755 2015-2016 Obra: Curso de Direito Penal Parte Geral 18 a edição Autor: Rogério Greco Página 20 Primeira citação. 14 a linha. Modificar a palavra SURFE, por SURGE Página 21 Na citação ao final da página.

Leia mais

A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO 2ª EDIÇÃO

A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO 2ª EDIÇÃO A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO NO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 2ª EDIÇÃO As melhores práticas de gestão e fiscalização a cargo do fiscal/gestor do contrato, à luz da

Leia mais

Desejamos um ótimo Curso!

Desejamos um ótimo Curso! Desejamos um ótimo Curso! TRIBUTAÇÃO E DIREITOS DO CONTRIBUINTE Renato Aparecido Gomes renato.gomes@advocaciagac.com.br Tel.11 3929-5876 Bacharel em Direito e Mestre em Direito pela Universidade Presbiteriana

Leia mais

A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO 2ª EDIÇÃO

A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO 2ª EDIÇÃO A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO NO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS 2ª EDIÇÃO CONFORME A DISCIPLINA DA NOVÍSSIMA IN 05/2017 As melhores práticas de gestão e fiscalização a

Leia mais

Olá, amigos! Valeu! 1. Apresentação e estrutura textual (0,40). 2. Endereçamento à Vara Criminal da Comarca de São Paulo (0,20),

Olá, amigos! Valeu! 1. Apresentação e estrutura textual (0,40). 2. Endereçamento à Vara Criminal da Comarca de São Paulo (0,20), Olá, amigos! A peça do simulado é a prova prática do Exame de Ordem 2009.3 (CESPE). Percebam que o gabarito elaborado pela banca é bastante simples em comparação àquele da queixa do ciclo de correções.

Leia mais

NR 31 (Rural) Norma de Segurança e Saúde mais rígida do mundo. NR 31 (Rural) 31,69 % Dados do Mercado de Trabalho Campesino

NR 31 (Rural) Norma de Segurança e Saúde mais rígida do mundo. NR 31 (Rural) 31,69 % Dados do Mercado de Trabalho Campesino Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Inadequação da legislação trabalhista nacional RODOLFO TAVARES Goiânia, 11 de setembro de 2006 Dados do Mercado de Trabalho Campesino 17.733.835 milhões

Leia mais

A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO NO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO NO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO A ATUAÇÃO DO FISCAL/GESTOR DE CONTRATO NO ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS (As melhores práticas de gestão e fiscalização a cargo do fiscal/gestor

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SIT Nº 114, DE DOU DE REP. DOU DE

INSTRUÇÃO NORMATIVA SIT Nº 114, DE DOU DE REP. DOU DE INSTRUÇÃO NORMATIVA SIT Nº 114, DE 05.11.2014 - DOU DE 12.11.2014 - REP. DOU DE 18.11.2014 Estabelece diretrizes e disciplina a fiscalização do trabalho temporário regido pela Lei nº 6.019, de 03 de janeiro

Leia mais

Regime Contraordenacional

Regime Contraordenacional Ficha Técnica Autor: (DGSS) - Divisão dos Instrumentos Informativos - Direção de Serviços da Definição de Regimes Editor: DGSS Conceção Gráfica: DGSS / Direção de Serviços de Instrumentos de Aplicação

Leia mais

SumáriO Direito tributário...2 O Direito tributário e as demais Ciências Jurídicas...5 O Direito tributário e os Limites ao poder de tributar...

SumáriO Direito tributário...2 O Direito tributário e as demais Ciências Jurídicas...5 O Direito tributário e os Limites ao poder de tributar... sumário Direito Tributário...2 Conceito...2 Polos...2 Receitas Públicas...2 Natureza...3 Exemplos de receitas derivadas...3 Exemplos de receitas originárias...4 O Direito Tributário e o Direito Público...4

Leia mais

Regime Contraordenacional

Regime Contraordenacional Ficha Técnica Título Autor de Segurança Social Regime Contraordenacional Conceção gráfica Edição Direção de Serviços de Instrumentos de Aplicação http://www.seg-social.pt/dgss-direccao-geral-da-seguranca-social

Leia mais

Página 1 de 6 Instrução Normativa RFB nº 1.027, de 22 de abril de 2010 DOU de 23.4.2010 Altera a Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro de 2009, que dispõe sobre normas gerais de tributação

Leia mais

DECRETO N.º 458/XII. Décima quarta alteração ao Código da Estrada, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 114/94, de 3 de maio

DECRETO N.º 458/XII. Décima quarta alteração ao Código da Estrada, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 114/94, de 3 de maio DECRETO N.º 458/XII Décima quarta alteração ao Código da Estrada, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 114/94, de 3 de maio A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição,

Leia mais

V Fórum de Medicina do Trabalho. Reforma Trabalhista Teletrabalho/Home Office

V Fórum de Medicina do Trabalho. Reforma Trabalhista Teletrabalho/Home Office V Fórum de Medicina do Trabalho Reforma Trabalhista Teletrabalho/Home Office Cenário das Relações do Trabalho no Brasil Cenário das Relações do Trabalho do Brasil Eficiência do mercado de trabalho (138

Leia mais

Contribuição da Contabilidade na Auditoria Fiscal do ICMS na Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará

Contribuição da Contabilidade na Auditoria Fiscal do ICMS na Secretaria da Fazenda do Estado do Ceará José Rodrigues de Almeida, Ms. Glória Arrais, Dra. Marcus Machado, Ph.D. Amanda Gomes, Mestranda II Congresso Nacional de Administração e Ciências Contábeis - AdCont 2011 Contribuição da Contabilidade

Leia mais

Experiência na preparação do Grupo Marista para o ambiente do esocial

Experiência na preparação do Grupo Marista para o ambiente do esocial Experiência na preparação do Grupo Marista para o ambiente do esocial Sistema de Gestão de RH Data para estar no esocial: jan/2016 Versão antiga de sistema Necessidade de implantar novamente Diferentes

Leia mais

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários:

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários: CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL Proposta de programa a desenvolver em sumários: I Do inicio do processo o crime e sua natureza. - Crimes públicos, semi-públicos e particulares;

Leia mais

Contraordenações Rodoviárias Advogados

Contraordenações Rodoviárias Advogados Francisco Marques Vieira Santa Maria da Feira 18 de setembro de 2015 Contraordenações Rodoviárias Advogados Defesa do Arguido Impugnação Judicial Recurso 2 Dinâmica do Processo Fiscalização Auto de notícia

Leia mais

TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO 20 ANOS DE COMBATE

TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO 20 ANOS DE COMBATE TRABALHO ESCRAVO CONTEMPORÂNEO 20 ANOS DE COMBATE [1995-2015] Renato Bignami Desde 1995, quando o governo brasileiro reconheceu a existência do trabalho escravo no Brasil, foram libertados mais de 47 mil

Leia mais

SIPAT MOSTEIRO DE SÃO BENTO. PAULO FARROCO 04/05/2009

SIPAT MOSTEIRO DE SÃO BENTO. PAULO FARROCO 04/05/2009 SIPAT -2009 MOSTEIRO DE SÃO BENTO PAULO FARROCO pfarroco@osb.org.br 04/05/2009 RESPONSABILIDADE CIVIL E CRIMINAL DECORRENTE DO ACIDENTE DO TRABALHO CF/88 - ARTIGO 7º - São direitos dos Trabalhadores urbanos

Leia mais

RECENTES DECISÕES TRIBUTÁRIAS DE GRANDE IMPACTO

RECENTES DECISÕES TRIBUTÁRIAS DE GRANDE IMPACTO RECENTES DECISÕES TRIBUTÁRIAS DE GRANDE IMPACTO IPI REVENDA DE IMPORTADOS IPI REVENDA DE IMPORTADOS Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI Constituição Federal: Outorga à União a competência para

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2015.0000933302 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0004526-12.2012.8.26.0318, da Comarca de Leme, em que é apelante LUCIANO TESSARI, é apelado MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 1, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2015

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 1, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2015 INSTRUÇÃO NORMATIVA N 1, DE 23 DE FEVEREIRO DE 2015 A PRESIDENTE DO INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS - IBAMA, nomeada por Decreto de 5 de maio de 2015, publicado

Leia mais

Legal Letter. Destaques. Supremo afasta IPI sobre importações. Justiça exclui ICMS da nova base de. Teto para lucro presumido passa de

Legal Letter. Destaques. Supremo afasta IPI sobre importações. Justiça exclui ICMS da nova base de. Teto para lucro presumido passa de Legal Letter Vila Velha - ES Destaques Supremo afasta IPI sobre importações feitas por não contribuintes Justiça exclui ICMS da nova base de contribuições previdenciárias Teto para lucro presumido passa

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL, PENAL, PROFISSIONAL E PREVENÇÕES

RESPONSABILIDADE CIVIL, PENAL, PROFISSIONAL E PREVENÇÕES RESPONSABILIDADE CIVIL, PENAL, PROFISSIONAL E PREVENÇÕES Palestrante: Marcio Massao Shimomoto Vice-Presidente Administrativo do SESCON-SP 12/11/2011 1 Somos mais de 489 mil profissionais no Brasil 290

Leia mais

ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras

ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras Apresentação: Samyr Qbar Conceito A operação de remessa de mercadorias para feiras de amostras ou exposição ocorre quando o contribuinte do ICMS remete mercadorias

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Associação ocasional (artigo 18, III, da Lei nº. 6.368/76) Eloísa de Souza Arruda, César Dario Mariano da Silva* Com o advento da nova Lei de Drogas (Lei 11.343/06) uma questão interessante

Leia mais

PORTARIA Nº 290, DE 11 DE ABRIL DE 1997 (*)

PORTARIA Nº 290, DE 11 DE ABRIL DE 1997 (*) PORTARIA Nº 290, DE 11 DE ABRIL DE 1997 (*) Aprova normas para a imposição de multas administrativas previstas na legislação trabalhista. O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO, no uso da atribuição que lhe

Leia mais

CRIMINALIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR. 23 de junho de 2016 Por: Mariana Nogueira Michelotto - OAB/PR

CRIMINALIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR. 23 de junho de 2016 Por: Mariana Nogueira Michelotto - OAB/PR CRIMINALIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR 23 de junho de 2016 Por: Mariana Nogueira Michelotto - OAB/PR 65.829 APROPRIAÇÃO INDÉBITA PREVIDENCIÁRIA Art. 168-A. Deixar de repassar à previdência social as contribuições

Leia mais

Ofício Circular nº 01/2014 CGMP Curitiba, 17 de janeiro de Senhor(a) Promotor(a) de Justiça:

Ofício Circular nº 01/2014 CGMP Curitiba, 17 de janeiro de Senhor(a) Promotor(a) de Justiça: Ofício Circular nº 01/2014 CGMP Curitiba, 17 de janeiro de 2014. Senhor(a) Promotor(a) de Justiça: Tendo sido detectado problemas de ordem técnica, por ocasião da geração do CD anteriormente apresentado

Leia mais

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 336/XII. Exposição de Motivos

PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS. Proposta de Lei n.º 336/XII. Exposição de Motivos Proposta de Lei n.º 336/XII Exposição de Motivos A presente proposta de lei destina-se a alterar o Código da Estrada, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 114/94, de 3 de maio, implementando o regime da carta

Leia mais

Painel SUSEP: tendências em processo administrativo. Outubro/2017

Painel SUSEP: tendências em processo administrativo. Outubro/2017 Painel SUSEP: tendências em processo administrativo Outubro/2017 Temas em processo administrativo Do trâmite e dos prazos processuais SUSEP CRSNSP Prazo: 30 dias Memoriais Sustentação oral Intimação Prazo:

Leia mais

Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda. Declaração do Simples Cadastro do Contribuinte

Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda. Declaração do Simples Cadastro do Contribuinte Cadastro do Local ALAMEDA CONDE DE PORTO ALEGRE Bairro SANTA MARIA CEP 09561-001 e-mail UF SP Telefone 4220-4242 Número 2382 Complemento Município SÃO CAETANO DO SUL Home Page FAX Data do Cadastramento

Leia mais

NR 3 EMBARGO OU INTERDIÇÃO. Portaria de 08 de junho de 1978

NR 3 EMBARGO OU INTERDIÇÃO. Portaria de 08 de junho de 1978 NR 3 EMBARGO OU INTERDIÇÃO Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978 A Norma Regulamentadora 3, cujo título é Embargo ou Interdição, estabelece as situações em que as empresas se sujeitam a sofrer paralisação

Leia mais