1. DADOS DA EMPRESA. Nome do contato: do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: CEP:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. DADOS DA EMPRESA. Nome do contato: do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: CEP:"

Transcrição

1 PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL Dados, informações, fatos, análises. Este questionário em PDF é para auxiliar na coleta de dados. As perguntas devem ser respondidas no link: 1. DADOS DA EMPRESA Nome do contato: do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: CEP: Por favor, responda livremente às próximas questões. 2. A qual setor pertence sua organização: Indústria Serviços Comércio Organização Sem Fins Lucrativos (ONG) Administração Pública Direta Outros (especificar): 3. Qual a Origem de Capital: Nacional Multinacional 1 de 7

2 4. Qual o Mercado de atuação: Administração Pública Agronegócio Artes e Entretenimento Atacadista Comunicação (Internet, Telefonia, Televisão e Meio Impresso) Construção Civil Consultoria Financeiro Hospedagem e Alimentação Indústria Automotiva Indústria Eletrônica Indústria Farmacêutica Mineração Seguradora Serviços de Saúde Serviços Educacionais Tecnologia da Informação Transporte Aéreo Transporte de Carga / Logística Varejo Outros (especificar): 5. Número total de Funcionários: Indique na caixa ao lado e depois classifique abaixo: Até 10 De 11 a 50 De 51 a 100 De 101 a 500 De 501 a De 1001 a Acima de Valor da Folha de Pagamento Mensal - Não incluir encargos sociais. Indique na caixa ao lado e depois classifique abaixo: Até R$ 50 mil Mais de 50mil até R$ 300 mil Mais de R$ 300 mil até R$ 1 milhão Mais de R$ 1 milhão até R$ 10 milhões Mais de R$ 10 milhões 2 de 7

3 7. Faturamento bruto anual da Organização. (considerar período de 12 meses considerado por sua empresa, exemplos: (ano conforme calendário ano fiscal, últimos 12 meses). Em caso de empresas que não apuram lucro, como Administração pública, indicar o orçamento anual. Nota: empresa pública pode ser 0. Indique na caixa ao lado e depois classifique abaixo: Até R$ 1 milhão Mais de R$ 1 milhão até R$ 10 milhões Mais de R$ 10 milhões até R$ 100 milhões Mais de R$ 100 milhões até R$ 500 milhões Mais de R$ 500 milhões 8. Indique qual é o mês de definição do seu orçamento anual de T&D. jan fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez Não tenho Planejamento Anual de T&D DADOS FINANCEIROS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 9. Investimento ANUAL da Organização em Treinamento e Desenvolvimento. (considerar período de 12 meses considerado por sua empresa, exemplos: (ano conforme calendário ano fiscal, últimos 12 meses). Inclui: Salário de Staff interno exclusivo para T&D Gastos com viajem para professores e equipe de T&D Gastos com projetos de Desenvolvimento Gastos com sala de aula, infra estrutura, tecnologia Remuneração de professores externos ou internos Cursos curriculares, como Ensino Fundamental, Médio, Graduação, Pós-Graduação, MBA, Mestrado, Doutorado Idiomas Não inclui Gastos com viagens e despesas dos alunos Custo do tempo não produtivo do aluno, quando este estiver em treinamento. Indique na caixa ao lado e depois classifique abaixo: Até R$ 50 mil Mais de R$ 50 mil até R$ 200 mil Mais de R$ 200 mil até R$ 1 milhão 3 de 7

4 Mais de R$ 1 milhão até R$ 10 milhões Mais de R$ 10 milhão até R$ 100 milhões Mais de 100 milhões 10. Percentual destas despesas com os seguintes tipos de solução: % - Treinamento Formal (Qualquer treinamento em sala de aula, ao vivo, virtual, eleanring, remoto, materiais on line e off line, vídeos, áudios e conteúdo impresso). % - Treinamento no ambiente de trabalho (treinamento on the job, coaching, materiais de apoio ao desempenho suportando processos, materiais de auxílio no trabalho, ferramentas auto direcionáveis como sistemas de pesquisa na web, wikis, fóruns, jornais). % - Despesas não relacionadas ao Treinamento (como desenvolvimento organizacional e análise de processos). 11. Percentual destas despesas gastas com atividades terceirizadas (valor em porcentagem: %). Inclui: Consultores, Professores e serviços Desenvolvimento de conteúdo e licenças Cursos e seminários realizados por empresas de serviços Cursos de Idiomas Não Inclui: Gastos com Ensino Fundamental, Médio, Graduação, Pós-Graduação, MBA, Mestrado, Doutorado 12. Percentual destas despesas gastas com cursos curriculares. (valor em porcentagem: %). Inclui: Gastos com Ensino Fundamental, Médio, Graduação, Pós-Graduação, MBA, Mestrado, Doutorado DADOS NÃO FINANCEIROS DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO 13. Total de funcionários da equipe de Treinamento e Desenvolvimento (somente números). Inclui: Gestor de Treinamento, Equipe administrativa de treinamento, Especialistas, Não Inclui :Toda a equipe de RH 4 de 7

5 14. Número total de horas de Treinamento Formal realizado pelos funcionários em 12 meses (somente números). (total de horas de treinamentos realizados por todos os colaboradores, inclusive RH, exemplo: se 100 colaboradores participaram de um curso de 8 horas, o resultado é 800) 15. Sua empresa possui Universidade Corporativa? Sim Não 16. Qual o percentual de absenteísmo nas ações formais de treinamento? (valor em porcentagem %). Não inclui Cursos curriculares como Ensino Fundamental, Médio, Graduação, Pós-Graduação, MBA, Mestrado, Doutorado, Cursos de Idiomas DISTRIBUIÇÃO DE CONTEÚDO 17. Percentual de Treinamento Formal destinado para as seguintes áreas: (valor em porcentagem %), soma de tudo = 100%. %- Alta liderança %- Gerência e Supervisão %- Não líderes 18. Percentual de Treinamento Formal para os não líderes: %- Treinamento comportamental %- Formação Técnica (que gera uma Qualificação Técnica) %- Treinamento Operacional (treinamento ligado ao produto ou a sua operação de negócio, por exemplo capacitação para expansão de loja, de fábrica, operação dos equipamentos. O que estiver atrelado diretamente a operação do negócio e não as atividades do back office) %- Capacitação (Capacitação de atividades de back office) %- Treinamentos obrigatórios (Segurança do trabalho, NRs, CIPA, etc.) 19. Assinale até três principais assuntos que farão parte de seu programa de treinamento no próximo ano: Administração do tempo Atendimento ao Cliente Coaching Comportamental Comunicação Gestão de competências Gestão de pessoas Gestão de processos Informática 5 de 7

6 Inovação Integração Liderança Motivacional Qualidade Qualidade de vida Segurança Sustentabilidade Trabalho em equipe Treinamentos obrigatórios Treinamentos Técnicos Vendas Outros, especifique: FORMA DE ENTREGA 20. Percentual de treinamentos realizados conforme a forma de entrega: (soma deve ser = 100%). %- Treinamento presencial %- e-learning (internet, intranet, online, web conferência, EAD) %- Treinamento misto ("blended", misto com presencial e e-learning) %- Treinamento prático no local de trabalho (on the job) 21. Percentual de e-learning (EAD) realizados conforme a forma de entrega: (soma deve ser = 100%). %-e-learning não ao vivo (treinamento por internet, intranet, On Line, EAD, não ao vivo) %-e-learning ao vivo (EAD ao vivo via Web, ex: webinar, webconferência) % - Treinamento remoto ao vivo, mas não online (satellite, video-conf, tele-conf, etc.) % - Tecnologia móvel (e.g., PDA, Tablet, MP3, Celular) % - Outro tipo de tecnologia não mencionada (ex., videocassete, CD) % - Treinamento sem utilização de tecnologia (ex. apostilas, manuais) INDICADORES E RESULTADOS EM T&D 22. Assinale até 3 critério que você utiliza para definição da verba anual para T&D: % sobre o faturamento % sobre a folha de pagamento Valor fixado, independente do faturamento Previsão, considerando valores dos anos anteriores Previsão considerando planejamento futuro Quantidade de horas de treinamento, por treinando Quantidade de horas de treinamento, por efetivo da empresa Outros: (especifique) 6 de 7

7 23. Assinale até 5 indicadores que você utiliza na avaliação de efetividade da área de T&D: Faturamento per capta Quantidade de projetos, melhorias ou inovações decorrentes do treinamento Aumento de Produtividade Qualidade dos Serviços prestados Atender normas que exigem treinamento Aumento de vendas Índice de retrabalho (índice de não conformidade) Melhoria de Processos Melhoria da Qualidade Redução de Turn Over Melhoria do Clima Organizacional Redução de absenteísmo Reflexo na Avaliação de Desempenho Reflexo na avaliação de Competências Redução de Acidentes Obtenção ou manutenção de Certificações Indicador de Satisfação de Cliente Qualidade da Liderança Não tenho indicadores Outros (especificar): 24. Qual a porcentagem dos projetos de treinamento que são avaliados em: (valor em porcentagem %). % das ações de treinamento formal tem Avaliação de Reação % das ações de treinamento formal tem Avaliação de Aprendizado % das ações de treinamento formal tem Avaliação de Aplicabilidade % das ações de treinamento formal tem Avaliação de Resultados (impacto no negócio) % das ações de treinamento formal tem Avaliação de Retorno sobre o Investimento 25. Cite 3 tendências em treinamento & Desenvolvimento para o próximo ano. 7 de 7

1. DADOS DA EMPRESA. Nome do contato: do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: Estado: CEP:

1. DADOS DA EMPRESA. Nome do contato:  do contato: Telefone do contato: Nome da Empresa: Endereço: Cidade: Estado: CEP: PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL - 2016 Dados, informações, fatos, análises. Este questionário em PDF é para auxiliar na coleta de dados. As perguntas devem ser respondidas no link: www.cmpesquisa.com.br/t&d

Leia mais

PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL Dados, informações, fatos, análises.

PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL Dados, informações, fatos, análises. PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL - 2017 Dados, informações, fatos, análises. Este questionário em PDF é para auxiliar na coleta de dados. As perguntas devem ser respondidas no link: www.cmpesquisa.com.br/t&d

Leia mais

77% 51% 788,00 12ª EDIÇÃO O PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL. Fatos, Indicadores, Tendências e Análises. investimento em T&D por colaborador

77% 51% 788,00 12ª EDIÇÃO O PANORAMA DO TREINAMENTO NO BRASIL. Fatos, Indicadores, Tendências e Análises. investimento em T&D por colaborador 788,00 investimento em T&D por colaborador 21 horas de T&D por colaborador 77% das empresas utilizam EAD/ e-learning 51% do investimento em T&D tem como foco as lideranças 738 respondentes 12ª EDIÇÃO O

Leia mais

Tendências na área de Recursos Humanos

Tendências na área de Recursos Humanos Tendências na área de Recursos Humanos Confira a 6ª edição do maior censo de Recursos Humanos, realizado pelo RH Portal em 2016. Veja o que os profissionais estão falando sobre a realidade do RH no mercado

Leia mais

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de

10/8/2011. Administração de Recursos Humanos TREINAMENTO: DESENVOLVIMENTO: Concluindo: T&D é o processo educacional aplicado de TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAL Administração de Recursos Humanos É o processo de desenvolver qualidades nos RHs para habilitá-los a serem mais produtivos e contribuir melhor para o alcance dos

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

MBA em Gestão Pública

MBA em Gestão Pública MBA em Gestão Pública Legenda: Aulas ao vivo Avaliações Desafio Profissional Feriados Importantes MBA EM GESTÃO PÚBLICA INFORMAÇÕES GERAIS IMPORTANTES - Os temas e Professores específicos de cada aula

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Refletir sobre o impacto da capacitação no aumento da produtividade. Identificar e discutir alternativas e soluções

Leia mais

MBA EM GESTÃO PÚBLICA

MBA EM GESTÃO PÚBLICA Versão 2 Legenda: Aulas ao vivo Avaliações Desafio Profissional MBA EM GESTÃO PÚBLICA Turma 2013-1 Feriados Importantes Aulas ao vivo: Quinta-feira INFORMAÇÕES GERAIS IMPORTANTES 1- Os temas e Professores

Leia mais

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho O QUE É O MODELO O Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho é uma ferramenta de diagnóstico e auto-avaliação que propõe às indústrias brasileiras uma reflexão

Leia mais

Título principal. Modelo_2. Texto

Título principal. Modelo_2. Texto Informações de Treinamento ICESP Joed Júnior Gerente de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas Título Índice de Treinamento principal 25 20 15 22,3 17,47 14,5 20,55 17,75 Índice de Treinamento 21,51 20,74

Leia mais

MBA em Gestão de Pessoas

MBA em Gestão de Pessoas MBA em Gestão de Pessoas Legenda: Aulas ao vivo Avaliações Desafio Profissional Feriados Importantes MBA EM GESTÃO DE PESSOAS INFORMAÇÕES GERAIS IMPORTANTES - Os temas e Professores específicos de cada

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos

Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Calendário Pós-graduação 2014 - MBA em Gestão de Projetos Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Análise de Cenários Econômicos (Disciplina

Leia mais

Versão online:

Versão online: Versão online: www.profissionalenegocios.com.br Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Proporção RH x Total 1,8% Perfil das Empresas Participantes Proporção

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013

Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013 Conferência de Resultados 2T13 15 de agosto, 2013 Operacionais & Financeiros Receita bruta de R$845,4 milhões, um crescimento de 13,2% ante o 2T12 Margem bruta de 31,5%, 1,4p.p acima do 2T12 SSS de 9,8%

Leia mais

Talentos Administrativos

Talentos Administrativos Programa de Desenvolvimento dos Administrativos Talentos Administrativos Turma 2015/16 Talentos Administrativos 1 Objetivo Geral Desenvolver os Assistentes e Auxiliares Administrativos de forma a prepará-los

Leia mais

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade

Objetivo do programa. Desenvolvimento competitivo e sustentável. Promoção de parcerias estratégicas. Produtividade. Valor agregado. Ganho de qualidade Objetivo do programa Desenvolvimento competitivo e sustentável Produtividade Promoção de parcerias estratégicas Valor agregado Ganho de qualidade Contextualização Os 3 Pilares para o desenvolvimento da

Leia mais

Igor Fernando Ferreira Reitor McDonald s University América Latina, desde Junho/2015

Igor Fernando Ferreira Reitor McDonald s University América Latina, desde Junho/2015 Igor Fernando Ferreira Reitor McDonald s University América Latina, desde Junho/2015 Formado em: Comunicação Social Jornalismo Universidade Positivo - 2003 Especialização em Inovação Estratégica HSM 2012

Leia mais

CONERGE Mercado Brasil. Brasil, 16 de Junho de 2016

CONERGE Mercado Brasil. Brasil, 16 de Junho de 2016 CONERGE Mercado Brasil Brasil, 16 de Junho de 2016 Diretoria de Mercado Coelce O que fazemos Arrecadação Atendimento ao Cliente Cobranças 2 Diretoria de Mercado O que fazemos? Cuidamos de todo o processo

Leia mais

PATROCINAR A FNQ É INVESTIR NA GESTÃO

PATROCINAR A FNQ É INVESTIR NA GESTÃO PATROCINAR A FNQ É INVESTIR NA GESTÃO Sobre nós 2 Instituição sem fins lucrativos Criada em 1991, por representantes dos setores público e privado Responsável pela organização, promoção e avaliação do

Leia mais

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA

CAMINHOS DA INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA GAÚCHA PRONEX PROGRAMA DE APOIO A NÚCLEOS DE EXCELÊNCIA Dado que as atividades de inovação podem estar tanto reunidas como espalhadas pelas mais diversas áreas da empresa, concentramos nossa atenção em quatro áreas: (1) Desenvolvimento, (2) Operações, (3) Administração,

Leia mais

Termo de Referência Solicitação de orçamento para consultoria técnica ao Guia Temático Fórum Clima de mudança do clima

Termo de Referência Solicitação de orçamento para consultoria técnica ao Guia Temático Fórum Clima de mudança do clima Termo de Referência Solicitação de orçamento para consultoria técnica ao Guia Temático Fórum Clima de mudança do clima 1. INTRODUÇÃO Este documento tem o propósito de estabelecer condições para a contratação

Leia mais

Seminário GVcev Varejo Baixa Renda: oportunidades e desafios

Seminário GVcev Varejo Baixa Renda: oportunidades e desafios Seminário GVcev Varejo Baixa Renda: oportunidades e desafios JOSÉ ROBERTO RESENDE BANCO Focado no público A, B e, eventualmente, C ; Pouca possibilidade de expansão no público atual; Sem acesso ao público

Leia mais

Soluções Corporativas Eduardo Pitombo

Soluções Corporativas Eduardo Pitombo Soluções Corporativas Eduardo Pitombo Nossa Missão Desenvolver soluções de educação customizadas para empresas públicas e privadas, que contribuam diretamente para a melhoria das competências de seus funcionários

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012 PREMISSAS I RECEITAS E DESPESAS DE CERTIFICAÇÃO 1.1 RECEITAS DE CERTIFICAÇÃO Taxas de inscrição: Certificação por experiência:

Leia mais

A Unipessoa é uma organização que concebe soluções em educação profissional e continuada, projetos, pesquisas e consultorias, visando assegurar a

A Unipessoa é uma organização que concebe soluções em educação profissional e continuada, projetos, pesquisas e consultorias, visando assegurar a A Unipessoa é uma organização que concebe soluções em educação profissional e continuada, projetos, pesquisas e consultorias, visando assegurar a competitividade e a capacitação de seus clientes. Através

Leia mais

MBA em Gestão Estratégica de Negócios

MBA em Gestão Estratégica de Negócios MBA em Gestão Estratégica de Negócios Legenda: Aulas ao vivo Avaliações Desafio Profissional Feriados Importantes MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS INFORMAÇÕES GERAIS IMPORTANTES 1- Os temas e Professores

Leia mais

Outubro 2008 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos

Outubro 2008 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Outubro 2008 Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos Marca de confiança Conteúdo IV Encontro do GIGCI Institucional Inovação GC para Inovação GC Corporativa Correios em números 110 mil empregados 12

Leia mais

.:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento. Profª Daniela Cartoni

.:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento. Profª Daniela Cartoni .:. Aula 6.:. Levantamento de Necessidades de Treinamento Profª Daniela Cartoni daniela_cartoni@yahoo.com.br T,D&D Antes: somente conceito de treinamento Hoje: ampliação para desenvolvimento e educação

Leia mais

Palestra Palestrante Simone Nascimento

Palestra Palestrante Simone Nascimento Palestra Inovação para Sustentabilidade da Marcenaria Palestrante Simone Nascimento Jornalista, especialista em Gestão de Projetos de Inovação pela USP e MBA Gestão Educacional Ganhadora 4º Prêmio FGV

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 4º Semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 4º Semestre EMENTA Plano de Ensino EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

1. Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior:

1. Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior: LISTA DE CURSOS DE TECNOLOGIA APTOS AO REGISTRO NO CRA-GO 1. Curso Superior de Tecnologia em Comércio Exterior: 1.1. Tecnologia em Exportação e Importação; 1.2. Tecnologia em Gerência de Comércio Exterior;

Leia mais

Pesquisa de Clima Organizacional

Pesquisa de Clima Organizacional Pesquisa de Clima Organizacional As pessoas representam alto investimento para as organizações. É evidente que o sucesso de um empreendimento não depende somente da competência dos gestores em reconhecer

Leia mais

Formulário Para Criação de Curso FORMULÁRIO Nº 1: ESPECIALIZAÇÃO - CURSO NOVO

Formulário Para Criação de Curso FORMULÁRIO Nº 1: ESPECIALIZAÇÃO - CURSO NOVO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, INOVAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO Formulário Para Criação de Curso FORMULÁRIO Nº 1: ESPECIALIZAÇÃO - CURSO NOVO Campus:

Leia mais

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA Certificação Dados obtidos até: Relatório Gerado em:

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA Certificação Dados obtidos até: Relatório Gerado em: Sumário Estatístico dos s ANBIMA Certificação Dados obtidos até: 31.12.2014 Relatório Gerado em: 22.01.2015 NÚMEROS CONSOLIDADOS DOS EXAMES DE CERTIFICAÇÃO CPA-10 CPA-20 *CGA CEA Total Inscrições 555.157

Leia mais

Estar Mais Próximo do Cliente REUNIÃO PÚBLICA 2014

Estar Mais Próximo do Cliente REUNIÃO PÚBLICA 2014 Estar Mais Próximo do Cliente REUNIÃO PÚBLICA 2014 AGENDA Modelo de Negócios Evolução do Negócio Conquistas 2014 Resultados 9M14 Novos Serviços ao Cliente Atendimento ao Cliente 2 B2W DIGITAL: VISÃO Ser

Leia mais

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA

RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DA EXECUÇÃO FINANCEIRA CONTRATO 07/2013 EXERCÍCIO 2013 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 Número da Nota Fiscal emitida - - - - - - 92 99 110 121/133-157 - - Depósitos realizados

Leia mais

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Franchising: Tendências e Desafios. Experiência Profissional. Formação. Tópicos da Apresentação

Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios. Franchising: Tendências e Desafios. Experiência Profissional. Formação. Tópicos da Apresentação Experiência Profissional Juarez Augusto Barbosa Leão Seminário GVcev Franchising: Tendências e Desafios Caso de Sucesso: Portobello Shop Juarez Augusto Barbosa Leão Quinze anos de experiência em varejo.

Leia mais

MBA em Gestão Estratégica de Negócios

MBA em Gestão Estratégica de Negócios MBA em Gestão Estratégica de Negócios Legenda: Aulas ao vivo Avaliações Desafio Profissional Feriados Importantes MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS INFORMAÇÕES GERAIS IMPORTANTES - Os temas e Professores

Leia mais

2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO :

2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO : 2º SEMINÁRIO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA REALIZAÇÃO : QUEM SOMOS HISTÓRIA DA FORNO DE MINAS Fundação da empresa em julho/1990, por D. Dalva e seus filhos Hélida e Helder Início da produção em uma pequena

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Objetivos do Curso O curso tem como objetivo geral capacitar profissionais na área de Desenvolvimento e Gestão de Pessoas com capacidade de

Leia mais

MARKETING AVANÇADO WORKSHOP. Criatividade na Perspectiva da Liderança CONHECIMENTO

MARKETING AVANÇADO WORKSHOP. Criatividade na Perspectiva da Liderança CONHECIMENTO Criatividade na Perspectiva da Liderança Desenvolvimento de pessoas e negócios. A área de Conhecimento ADVB/RS desenvolve pessoas e empresas por meio da disseminação de conceitos e boas práticas em gestão

Leia mais

Atendimento de Saúde Ocupacional e Acidente do Trabalho no Sistema Unimed

Atendimento de Saúde Ocupacional e Acidente do Trabalho no Sistema Unimed Atendimento de Saúde Ocupacional e Acidente do Trabalho no Sistema Unimed ESTUDO REALIZADO PELA ÁREA DE INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DA UNIMED DO BRASIL: José Carlos de Barros Gerente Paulo José Especialista

Leia mais

PROPOSTA DE REVISÃO ORÇAMENTÁRIA PARA 2012

PROPOSTA DE REVISÃO ORÇAMENTÁRIA PARA 2012 PROPOSTA DE REVISÃO ORÇAMENTÁRIA PARA 2012 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 3 DE MAIO DE 2012 PREMISSAS I RECEITAS E DESPESAS DE CERTIFICAÇÃO 1.1 RECEITAS DE CERTIFICAÇÃO Taxas de inscrição Administradores

Leia mais

MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO. Uma visão. gestão organizacional.

MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO. Uma visão. gestão organizacional. MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO Uma visão sistêmica da gestão organizacional. FUNDAMENTOS DA EXCELÊNCIA Pensamento Sistêmico Aprendizado organizacional Cultura de inovação Liderança e constância de propósitos

Leia mais

Clientes fidelizados e satisfeitos

Clientes fidelizados e satisfeitos GESTÃO DE PESSOAS NAS EMPRESAS CONTÁBEIS Uma abordagem prática O QUE TODO EMPRESÁRIO SONHA... Pessoas qualificadas, motivadas e produtivas Baixa rotatividade Clientes fidelizados e satisfeitos PLANEJAMENTO

Leia mais

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho

Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores. Plano de trabalho Programa de Cooperação Científica e Tecnológica Subprograma de Empresas Juniores Plano de trabalho 2016-2017 1. JUSTIFICATIVA O Subprograma de Empresas Juniores, vinculado ao PDI PROGRAMA 10 PROGRAMA UNESP

Leia mais

EMPREGO E SALÁRIO DE SERVIÇOS DE SALVADOR (BA) - AGOSTO

EMPREGO E SALÁRIO DE SERVIÇOS DE SALVADOR (BA) - AGOSTO EMPREGO E SALÁRIO DE SERVIÇOS DE SALVADOR (BA) - AGOSTO 2010 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico AD HOC Revisão Técnica: José Varela Donato SUMÁRIO 1. RESULTADOS SINTÉTICOS

Leia mais

PILARES ESTRATÉGICOS DO MAGAZINE LUIZA DESTAQUES DE 2013 PERSPECTIVAS

PILARES ESTRATÉGICOS DO MAGAZINE LUIZA DESTAQUES DE 2013 PERSPECTIVAS BTG Pactual XV Brazil CEO Conference 2014 26 de fevereiro de 2014 PILARES ESTRATÉGICOS DO MAGAZINE LUIZA DESTAQUES DE 2013 PERSPECTIVAS PILARES ESTRATÉGICOS DO MAGAZINE LUIZA 1 Forte cultura corporativa,

Leia mais

EMPREGO E SALÁRIO DO COMERCIO VAREJISTA DE MACEIÓ (AL) - AGOSTO

EMPREGO E SALÁRIO DO COMERCIO VAREJISTA DE MACEIÓ (AL) - AGOSTO EMPREGO E SALÁRIO DO COMERCIO VAREJISTA DE MACEIÓ (AL) - AGOSTO 2010 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico AD HOC Revisão Técnica: José Varela Donato SUMÁRIO 1. RESULTADOS SINTÉTICOS

Leia mais

Política de Treinamento & Desenvolvimento

Política de Treinamento & Desenvolvimento 1. Objetivo Padronizar e estabelecer regras referentes de Treinamento & para colaboradores da Omnilink. 2. Abrangência Todas as filiais da Omnilink. 3. Diretrizes Todas as diretrizes desta política são

Leia mais

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA. Certificação Dados obtidos até: Relatório Gerado em:

Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA. Certificação Dados obtidos até: Relatório Gerado em: Sumário Estatístico dos Exames ANBIMA Certificação Dados obtidos até: 31.12.2016 Relatório Gerado em: 13.01.2017 Números consolidados dos Exames de Certificação ANBIMA CPA-10 CPA-20 CGA** CEA Total Inscrições

Leia mais

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012

PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012 PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA PARA 2013 REUNIÃO DO CONSELHO DIRETOR 19 DE DEZEMBRO DE 2012 1.000 800 600 400 729 CERTIFICAÇÃO ADM. EM GERAL E PROFISSIONAIS DE INVESTIMENTOS Número de Inscritos Clique para 816

Leia mais

Novadelta, Delta Serviços e Outros

Novadelta, Delta Serviços e Outros Relatóriode Acompanhamento Social (RAS) Novadelta, Delta Serviços e Outros Ano 6 DRH Índice. Organigrama Estrutura da Fábrica. Caracterização RH. Habilitações Literárias. Nível Profissional 3. Distribuição

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS. Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015 1 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS Indicadores de Recursos Humanos- SES/SP Observatório de Recursos Humanos em Saúde SETEMBRO / 2015 Equipe Técnica: Adriana R. L. Carro -

Leia mais

EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico

EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico EMPREGO DO COMÉRCIO VAREJISTA AMPLIADO DO ESTADO DO CEARÁ (CE) - DEZEMBRO 2016 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico SUMÁRIO 1. RESULTADOS SINTÉTICOS DA PESQUISA... 3 Ilustração

Leia mais

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação

MBA em Gestão de Tecnologia da Informação MBA em Gestão de Tecnologia da Informação Legenda: Aulas ao vivo Avaliações Desafio Profissional MBA EM GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Feriados Importantes INFORMAÇÕES GERAIS IMPORTANTES - Os temas

Leia mais

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 -

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 - PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - MARÇO 2016 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Coordenação de Campo: Roberto Guerra SUMÁRIO

Leia mais

Gestão de Pessoas HCM

Gestão de Pessoas HCM Gestão de Pessoas HCM Com o Gestão de Pessoas da Senior, você terá uma das ferramentas mais completas do mercado para gerenciar pessoas de forma integrada e atualizada às obrigações trabalhistas, previdenciárias

Leia mais

Orçamento e Finanças 2016

Orçamento e Finanças 2016 Orçamento e Finanças 2016 Orçamento O orçamento total do Grupo Hospitalar Conceição é dividido em duas unidades orçamentárias. Na primeira estão os créditos consignados no Orçamento Geral da União - OGU,

Leia mais

CURSO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE SAÚDE UNIMED

CURSO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE SAÚDE UNIMED CURSO PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DE SAÚDE UNIMED PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS FGV CORPORATIVO 12.227/14_v3 QUADRO DE DISCIPLINAS Disciplinas (**) Carga Horária (*) 1. Cooperativismo e Administração de Serviços

Leia mais

PIB BRASILEIRO (variação anual, %)

PIB BRASILEIRO (variação anual, %) PIB PIB BRASILEIRO (variação anual, %) 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 7.5 7.0 5.0 3.0 1.0 4.4 1.4 3.1 1.1 5.8 3.2 4.0 6.1 5.1 4.0 1.9 3.0

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Capítulo 6: Os Sistemas de Informação para as Operações das Empresas e o Comércio Eletrônico 6-1 Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na era da Internet James A. O'Brien Saraiva S/A Livreiros

Leia mais

D. (49) N, 2º

D. (49) N, 2º CONTROLLER (CÓDIGO 1896) Para empresa de médio porte Atividades a serem desenvolvidas: - Análise de produtividade da fábrica; - Elaborar e apresentar as análises de indicadores de resultados; - Análise

Leia mais

_PRÁTICAS DE GESTÃO DA PERFORMANCE

_PRÁTICAS DE GESTÃO DA PERFORMANCE _PRÁTICAS DE GESTÃO DA PERFORMANCE Conheça os resultados deste estudo inédito no Brasil: uma análise sobre a eficácia de um dos processos de RH mais importantes para as organizações. _Carreira _Performance

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Eficiência Operacional e Qualidade de Serviços CASE: A Grande Jornada CAP - Club Athletico Paulistano Renato Maio EMPRESAS / ATUAÇÃO Lozinsky Consultoria de Negócios Consultoria

Leia mais

Evolução recente da indústria e importância do varejo de materiais de construção

Evolução recente da indústria e importância do varejo de materiais de construção Evolução recente da indústria e importância do varejo de materiais de construção Walter Cover (Presidente Executivo - ABRAMAT) Evento Fórum Momentos e Tendências do Varejo Brasileiro Para Materiais de

Leia mais

Orçamento Empresarial PROFA. DRA. NATÁLIA DINIZ MAGANINI

Orçamento Empresarial PROFA. DRA. NATÁLIA DINIZ MAGANINI Orçamento Empresarial PROFA. DRA. NATÁLIA DINIZ MAGANINI Agenda Orçamento de caixa Projeção da DRE Novas Técnicas Orçamentárias 2 Vendas Estrutura Orçamento Empresarial Produção Compras Orçamento Operacional

Leia mais

COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA

COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA COBRANÇA PELO USO DA ÁGUA Aplicação dos recursos arrecadados e sustentabilidade financeira da entidade delegatária CBH- PARANAIBA 31/07/2014 - Brasília DF SERGIO RAZERA Diretor-Presidente Fundação Agência

Leia mais

Otimizando a Gestão de Estoques

Otimizando a Gestão de Estoques Otimizando a Gestão de Estoques Curso de Gestão de Estoques Descontrole de estoques é um problema crônico da grande maioria das empresas de Bens de Consumo. Enquanto alguns produtos faltam, outros sobram.

Leia mais

REMUNERAÇÃO APLICÁVEL AOS ÓRGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO

REMUNERAÇÃO APLICÁVEL AOS ÓRGÃOS DE ADMINISTRAÇÃO POLÍTICA CORPORATIVA Política de Remuneração de Administradores POLITICA CORPORATIVA Versão: 1 POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DE ADMINISTRADORES I. OBJETIVOS O objetivo da presente Política de Remuneração de

Leia mais

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem

P-02 Case Carrefour. Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem P-02 Case Carrefour Desenvolvimento de Liderança nas Operações Magda Santana Carrefour Rolando Pelliccia Contexto Ambientes de Aprendizagem Assuntos de hoje 1. Quem é o Carrefour? 2. Por que este programa?

Leia mais

Gestão da Produção. Análise SWOT Balanced Scorecard Mapa Estratégico. Prof. Dr. Marco Antonio Pereira Empresas Classe Mundial

Gestão da Produção. Análise SWOT Balanced Scorecard Mapa Estratégico. Prof. Dr. Marco Antonio Pereira Empresas Classe Mundial Gestão da Produção Análise SWOT Balanced Scorecard Mapa Estratégico Prof. Dr. Marco Antonio Pereira marcopereira@usp.br Empresas Classe Mundial ESTRATÉGIA PRODUTIVIDADE QUALIDADE Balanced ScoreCard Lean

Leia mais

"DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL"

DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL "DESENVOLVIMENTO E RETENÇÃO DE TALENTOS EM TEMPOS DE ALTA DEMANDA POR QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL" Gestão Engajamento e Retenção nas Mãos das Lideranças Pessoas: O ativo mais importante das organizações?!?!

Leia mais

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP

BALANCED SCORECARD. Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP BALANCED SCORECARD Prof. Dr. Adilson de Oliveira Doutor em Engenharia de Computação Poli USP Mestre em Ciência da Informação PUCCAMP Gestão Estratégica e BSC Balanced Scoredcard GESTÃO ESTRATÉGICA GESTÃO

Leia mais

FÓRUM TECNICO DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS SEGMENTO PAIS DE ALUNOS. Bauru/SP 20 de Outubro 2016

FÓRUM TECNICO DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS SEGMENTO PAIS DE ALUNOS. Bauru/SP 20 de Outubro 2016 FÓRUM TECNICO DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS SEGMENTO PAIS DE ALUNOS Bauru/SP 20 de Outubro 2016 ENCONTRO DE DIRIGENTES DAS COOPERATIVAS EDUCACIONAIS 2015 Dificuldades Inadimplência Marketing Integração

Leia mais

Claudemir Oribe

Claudemir Oribe P-25 - Como Escolher o Melhor Método de Avaliação para cada Tipo de Treinamento Claudemir Oribe claudemir@qualypro.com.br 31 3391-7646 Claudemir Oribe Consultor e Instrutor de T&D e Problem Solving Coordenador

Leia mais

Princípios de Finanças MBA Estácio 13/07/2017

Princípios de Finanças MBA Estácio 13/07/2017 Princípios de Finanças MBA Estácio 13/07/2017 Prof. Lucas S. Macoris PLANO DE AULA Princípios de Finanças Aula 1 Boas vindas e Introdução Aula 5 Contabilidade Gerencial Aula 2 Conceitos de Contabilidade

Leia mais

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil

Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Calendário Pós-graduação 2014 - Educação Infantil Disciplina Data Início Data fim Atividade acadêmica ENTRADA 1 10/03/2014 20/12/2014 17/03/2014 24/03/2014 Gestão criativa e inovadora nas instituições

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

CÂMARA BRITÂNICA DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO NO BRASIL TELETRABALHO CONCEITOS, PROPÓSITOS E PRÁTICAS DE IMPLANTAÇÃO

CÂMARA BRITÂNICA DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO NO BRASIL TELETRABALHO CONCEITOS, PROPÓSITOS E PRÁTICAS DE IMPLANTAÇÃO CÂMARA BRITÂNICA DE INDÚSTRIA E COMÉRCIO NO BRASIL TELETRABALHO CONCEITOS, PROPÓSITOS E PRÁTICAS DE IMPLANTAÇÃO 12 de setembro 2013 Álvaro Melo / Cleo Carneiro OBJETIVOS DA APRESENTAÇÃO Demonstrar a contribuição

Leia mais

Governança de TI aplicada a uma Central de Serviços Compartilhados. Case Empresas Randon

Governança de TI aplicada a uma Central de Serviços Compartilhados. Case Empresas Randon Governança de TI aplicada a uma Central de Serviços Compartilhados Case Empresas Randon Douglas Bortolozzo 15 anos de experiência na área de TI Certificado ITIL V3 e ISO20000 Projetos, Modelos de Governança

Leia mais

Estar Mais Próximo do Cliente. Divulgação dos Resultados 3T14

Estar Mais Próximo do Cliente. Divulgação dos Resultados 3T14 Estar Mais Próximo do Cliente Divulgação dos Resultados 3T14 CONQUISTAS DO ANO DE 2014 Anúncio Aumento de Capital R$ 2,38 Bi Divulgação 4T13 +29% RB Divulgação 1T14 +30% RB Lançamento Marketplace Americanas.com

Leia mais

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14

Série 34 E 35 Relatório de Acompanhamento do CRI 31-jan-14 31-jan-14 a - Juros 6.691.919,50 a - Juros 1.672.979,81 b - Amortização 3.757.333,97 b - Amortização 939.333,65 a - Saldo atual dos CRI Seniors (984.936.461,48) b - Saldo atual dos CRI Junior (246.234.105,79)

Leia mais

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - JULHO

PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - JULHO PESQUISA MENSAL DO COMERCIO VAREJISTA DA REGIÃO METROPOLITANA DE FORTALEZA (CE) - JULHO 2014 - Elaboração: Francisco Estevam Martins de Oliveira, Estatístico Coordenação de Campo: Roberto Guerra SUMÁRIO

Leia mais

Human Opus ng eti mark

Human Opus ng eti mark Assessment Assessment Ferramenta Conhecer com maior eficiência e critério as pessoas, avaliar competências, buscar o autoconhecimento e o desenvolvimento. As melhores ferramentas de análise de perfil comportamental

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS As ações da UFAL para apoio aos funcionários, visando sua capacitação externa (participação em eventos e cursos fora da UFAL), são... Página 1141 de 1590 As ações da UFAL para assistência aos funcionários,

Leia mais

Teleconferência Resultados 2T de agosto de 2017

Teleconferência Resultados 2T de agosto de 2017 Teleconferência Resultados 2T17 10 de agosto de 2017 1 Histórico 2 Histórico 3 Portobello Grupo Líder em INOVAÇÃO e DESIGN 2 Sites de PRODUÇÃO Rede com 148 lojas 8 Lojas PRÓPRIAS Cerca de 3 mil funcionários

Leia mais

Questionário Simplificado

Questionário Simplificado Contrato BNDES/FINEP/FUJB Arranjos e Sistemas Produtivos Locais e as Novas Políticas de Desenvolvimento Industrial e Tecnológico Questionário Simplificado A ser aplicado nas pequenas empresas Fevereiro/2000

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 T&D e Estratégia de RH Treinamento & Desenvolvimento 3 4 Coaching & Mentoring Desenvolvimento de Lideranças 1 T&D e Estratégia de RH Relembrando... Os processos

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL US$ MILHÕES FONTE: BACEN ELABORAÇÃO E ESTIMATIVA: BRADESCO

BALANÇA COMERCIAL US$ MILHÕES FONTE: BACEN ELABORAÇÃO E ESTIMATIVA: BRADESCO BALANÇA COMERCIAL 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 BALANÇA COMERCIAL US$ MILHÕES 50.000 44.703 46.457 45.166 40.000 30.000 24.794

Leia mais

Inovação. Varejo de Belo Horizonte setembro de Área de Estudos Econômicos

Inovação. Varejo de Belo Horizonte setembro de Área de Estudos Econômicos Inovação Varejo de Belo Horizonte setembro de 2017 Área de Estudos Econômicos Inovação Em um ambiente altamente competitivo como o setor do comércio, o diferencial de um estabelecimento pode garantir aos

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. "Plano de Negócios" Empreendedor(a): WALKYRIA NOBREGA DE OLIVIRA

PLANO DE NEGÓCIOS. Plano de Negócios Empreendedor(a): WALKYRIA NOBREGA DE OLIVIRA PLANO DE NEGÓCIOS "Plano de Negócios" Empreendedor(a): WALKYRIA NOBREGA DE OLIVIRA Março/2013 SUMÁRIO 1 SUMÁRIO EXECUTIVO 1.1 Resumo dos principais pontos do plano de negócio 1.2 Empreendedores 1.3 Empreendimento

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL US$ MILHÕES FONTE: BACEN ELABORAÇÃO E ESTIMATIVA: BRADESCO 60,000 50,000 47,284 47,842 44,703 46,457 40,032 37,841 40,000 33,641

BALANÇA COMERCIAL US$ MILHÕES FONTE: BACEN ELABORAÇÃO E ESTIMATIVA: BRADESCO 60,000 50,000 47,284 47,842 44,703 46,457 40,032 37,841 40,000 33,641 BALANÇA COMERCIAL 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 BALANÇA COMERCIAL US$ MILHÕES 60,000 50,000 24,794 33,641 44,703 46,457 40,032

Leia mais