Questionário. Parte I. Solteira Casada Separada/divorciada Viúva. Avó materna Avó paterna. Sim Não

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Questionário. Parte I. Solteira Casada Separada/divorciada Viúva. Avó materna Avó paterna. Sim Não"

Transcrição

1 Questionário Parte I 1- Quantos anos tem? anos 2- Qual é o seu estado civil? Solteira Casada Separada/divorciada Viúva 3- Qual a sua condição? Avó materna Avó paterna 4- Os pais do seu neto/a vivem consigo? Sim Não 5- Quem vive consigo? Filhos menores Filhos maiores Outros familiares Outros Quantos Quantos Quem Quem 6- Qual é o seu nível de escolaridade? Não tem a 4ª classe Primário (4ª classe) Preparatório (6º ano) Ciclo Geral (9º ano) Ensino Secundário (12º ano) Bacharelato Licenciatura Outro

2 7- Qual a sua ocupação? Reformada Doméstica Trabalha fora Trabalha para fora Parte II A partir desta parte do questionário pode, para além de responder às perguntas feitas, explicar como costuma actuar nas situações referidas. Então, assinale a coluna com a pontuação que mais se adequa à sua situação. Durante o questionário, sempre que aparecerem quadros, considere que: Nunca = 1 Raramente = 2 Às vezes = 3 Muitas Vezes = 4 = 5 1. Actuação Quando actua com os seus netos/as Faz como fazia com os seus filhos Age em função dos tempos actuais Tem em conta o que os pais querem Tem em conta o que os pais pedem, mas não concorda Actua conforme acha melhor 2. Cuidar Sente-se capaz de cuidar do seu neto/a No dia-a-dia Quando ele/a está doente

3 Cuida do seu neto porque: Os pais são separados/divorciados Morte de um dos pais/pais A mãe /pai trabalham A mãe é doente Deliberação judicial Ajuda económica aos pais Os pais manifestaram esse desejo A avó manifestou esse desejo Neste caso, porquê É a 1ª vez que cuida de um neto? Tem mais netos ao seu cuidado? S N S N Se sim, quantos dos 0 aos 3 que a mãe trabalha dos 4 aos 6 Depois da escola/j.i. dos 7 aos 10 Depois da escola Com mais de 10 Depois da escola Se respondeu sempre, justifique 3. Saúde Pensando em si, considera-se Saudável Saudável mas com menos energia Pouco saudável, mas ainda capaz Pouco saudável Doente A. Tem algum tipo de doença? S N B. Se sim, qual? C. Faz medicação regularmente? S N

4 4.Netos Em relação ao seu neto/a, assinale: Sim Não É uma criança saudável? É uma criança com desenvolvimento normal? Tem algum tipo de problema? Se sim: A. Paralisia Cerebral B. Trissomia XXI ou Mongolismo C. Autismo D. Atraso de desenvolvimento E. Outro Adoece com muita frequência Quando adoece é que cuida dele/a? Já foi internado? Se sim, o motivo foi: A. Doença B. Cirurgia C. Fractura D. Intoxicação E. Queimadura Acompanhou-o/a durante o internamento? Já teve algum acidente consigo? Parte III As questões que colocamos são em relação ao seu neto/a. Depois de pensar nas situações descritas assinale a sua frequência numa das colunas, com a pontuação que lhe parecer indicada.

5 A. Alimentação Bebe água Bebe leite Bebe sumo Come iogurte Come papa Come sopa Come fruta Come carne Come peixe Come ovos Come massa Come arroz Come batata Come pão Come bolachas Come aperitivos Come guloseimas B. Higiene Lava as mãos Toma banho geral Lava-se quando se suja Lava os dentes Usa roupa lavada todos os dias Muda a fralda C. Sono Dorme depois das refeições Dorme quando tem sono Dorme durante muito tempo Dorme no quarto Dorme diante da televisão Adormece sozinho/a É a avó que o/a adormece Não dorme

6 D. Autonomia Veste-se sozinho/a Veste-se com ajuda Come sozinho/a Come com ajuda Come na mesa dos adultos Come na sua cadeira/mesa Come à frente da televisão Come com brinquedos para o/a distrair Bebe sozinho/a Bebe com ajuda Lava-se sozinho/a Lava-se com ajuda Realiza tarefas sem ajuda E. Actividade Física Brinca no quintal/pátio Dá passeios Vai ao parque ou ao jardim Anda de um lado para o outro Anda no triciclo/carro F. Brincar Brinca onde quer que a avó esteja Num lugar próprio No parque Diante da T.V. Na rua (quintal, pátio) Vê televisão Vê bonecos no Vídeo ou no D.V.D. Brinca no computador Brinca com brinquedos Brinca com os objectos da casa Vê livros Faz jogos Risca e pinta A avó brinca com ele/a Brinca com outras crianças Brinca com outros adultos

7 As questões que agora lhe colocamos são em relação a si. Depois de pensar na situação descrita assinale a sua frequência com a pontuação que lhe parecer indicada. G. Relação Conta-lhe histórias infantis Conta-lhe histórias do seu tempo Canta-lhe canções infantis Canta-lhe canções do seu tempo Conversa sobre as coisas Conta-lhe histórias da família Mostra-lhe as imagens dos livros Mostra-lhe fotografias Lê-lhe histórias Acarinha-o/a Faz-lhe brincadeiras para rir Zanga-se Bate-lhe Castiga-o/a H. Segurança Os medicamentos estão ao alcance da criança Os produtos tóxicos estão ao alcance da criança A criança tem acesso fácil à piscina /tanque /poço /lago As portas da rua estão trancadas As tomadas de electricidade estão protegidas As panelas quentes estão à frente do fogão A criança anda à sua volta enquanto cozinha As escadas estão protegidas Obrigada pela sua colaboração!

GUIÃO DA ENTREVISTA. A Perfil sociodemográfico do cuidador informal

GUIÃO DA ENTREVISTA. A Perfil sociodemográfico do cuidador informal Data da entrevista: 1 / 06 /012 GUIÃO DA ENTREVISTA Numero: 8 A Perfil sociodemográfico do cuidador informal 1) Género 2) Idade 3) Estado Civil Feminino Masculino 4) Composição do Agregado Familiar 80

Leia mais

GUIÃO DA ENTREVISTA. A Perfil sociodemográfico do cuidador informal

GUIÃO DA ENTREVISTA. A Perfil sociodemográfico do cuidador informal Data da entrevista: Numero: / / GUIÃO DA ENTREVISTA A Perfil sociodemográfico do cuidador informal 1) Género 2) Idade 3) Estado Civil Feminino Masculino 4) Composição do Agregado Familiar Anos Casado /União

Leia mais

Nome da Criança: Data Nascimento: / / Peso à nascença : gramas. 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Secundário. 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Secundário

Nome da Criança: Data Nascimento: / / Peso à nascença : gramas. 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Secundário. 1º Ciclo 2º Ciclo 3º Ciclo Secundário Código Data Caracterização da Criança Nome da Criança: Masc. Fem Data Nascimento: / / Peso à nascença : gramas Nunca Menos 6 meses 6 a 12 meses Mais 12 meses Há quanto tempo frequenta o Jardim de Infância?

Leia mais

Apêndice I Requerimento de Autorização Para a Colheita de Dados

Apêndice I Requerimento de Autorização Para a Colheita de Dados Apêndice I Requerimento de Autorização Para a Colheita de Dados Apêndice II- Declaração de Consentimento Informado DECLARAÇAO DE CONSENTIMENTO Este estudo tem como tema a Importância da Amamentação na

Leia mais

Nutricionista Carolina Cestari De Paoli Bortoletto_ CRN

Nutricionista Carolina Cestari De Paoli Bortoletto_ CRN Nutricionista Carolina Cestari De Paoli Bortoletto_ CRN4 04101236 AVALIE SUA ALIMENTAÇÃO Este teste é sobre a sua alimentação, isto é, aquilo que você come. Se você tiver alguma dificuldade para responder

Leia mais

Código QUESTIONÁRIO GERAL SOBRE CONDIÇÕES DE SAÚDE

Código QUESTIONÁRIO GERAL SOBRE CONDIÇÕES DE SAÚDE Código QUESTIONÁRIO GERAL SOBRE CONDIÇÕES DE SAÚDE Instruções: Assinale com um X a resposta que considera mais correta em relação a cada uma das perguntas. Em alguns casos a questão é de resposta múltipla.

Leia mais

QUESTIONÁRIO UPE/GPES IDENTIFICAÇÃO

QUESTIONÁRIO UPE/GPES IDENTIFICAÇÃO QUESTIONÁRIO UPE/GPES IDENTIFICAÇÃO º ano º ano Manhã RPA º ano º ano Tarde RPA º ano Integral RPA RPA RPA RPA DISPONIBILIDADE PARA COLABORAÇÃO COM O ESTUDO - Agradeça a atenção do entrevistado e pergunte

Leia mais

13. Já tiveste de ir a Conselho de Turma por teres tido mau comportamento? Não

13. Já tiveste de ir a Conselho de Turma por teres tido mau comportamento? Não (não preencher) N.º DO QUESTIONÁRIO 1. Escola 5º ano 6º ano Turma 2. N.º do aluno 3. Rapaz Rapariga 4. Ano de nascimento 5. Nasceste em Portugal? Sim Não Em que país nasceste? Vivo em Portugal há anos

Leia mais

Qualidade de vida em doentes com Esclerose Múltipla. Anexos

Qualidade de vida em doentes com Esclerose Múltipla. Anexos Anexos Anexo 1 Critérios de McDonald. Clínica (surtos) Sinais de localização 2 ou mais 2 ou mais 2 ou mais 1 1 2 ou mais 1 (monossintomático) Progressão desde o início 1 1 Requisitos adicionais para diagnóstico

Leia mais

Preocupação com a alimentação saudável

Preocupação com a alimentação saudável Preocupação com a alimentação saudável Projeto: Nossa alimentação nossa vida Você cuida da sua alimentação? Nosso objetivo é conhecer os alimentos e incentivar as pessoas a comerem alimentos mais saudáveis.

Leia mais

GUIÃO DA ENTREVISTA. A Perfil sociodemográfico do cuidador informal

GUIÃO DA ENTREVISTA. A Perfil sociodemográfico do cuidador informal Data da entrevista: Numero: 1 /06 /012 GUIÃO DA ENTREVISTA 7 A Perfil sociodemográfico do cuidador informal 1) Género 2) Idade 3) Estado Civil Feminino Masculino 4) Composição do Agregado Familiar 69 Anos

Leia mais

- - O MEU BEBÉ COM 2 ANOS I. ALIMENTAÇÃO. 1. Alguma vez alimentou o(a) seu(sua) filho(a) com leite materno?

- - O MEU BEBÉ COM 2 ANOS I. ALIMENTAÇÃO. 1. Alguma vez alimentou o(a) seu(sua) filho(a) com leite materno? ID O MEU BEBÉ COM 2 AO IQUIRIDOR (ÃO PREECHER) DATA DE PREECHIMETO - - QUETIOÁRIO REPODIDO POR Mãe Pai Avó Avô Outro I. ALIMETAÇÃO 1. Alguma vez alimentou o(a) seu(sua) filho(a) com leite materno? (e não,

Leia mais

O MEU ID BEBÉ AOS 6 MESES

O MEU ID BEBÉ AOS 6 MESES PREENCHER COM LETRA MAIÚSCULA O MEU ID BEBÉ AOS 6 MESES Antes de iniciar o questionário propriamente dito, por favor forneça-nos novamente os dados seguintes (para actualização): Relembramos que todas

Leia mais

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO

INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO Programa Rede Social Promotor INQUÉRITO POR QUESTIONÁRIO I Dados Demográficos 1.- Elementos relativos ao inquirido: 1.1. Concelho 1.2. Freguesia 1.3. Localidade/lugar 2.- Sexo Feminino Masculino 3.- Escalões

Leia mais

Sem Cerimónia nem Papéis Um estudo sobre as Uniões de facto em Portugal. Ficha de Caracterização dos Entrevistados e Cônjuges Parte I

Sem Cerimónia nem Papéis Um estudo sobre as Uniões de facto em Portugal. Ficha de Caracterização dos Entrevistados e Cônjuges Parte I Sem Cerimónia nem Papéis Um estudo sobre as Uniões de facto em Portugal Ficha de Caracterização dos Entrevistados e Cônjuges Parte I Q1. Sexo M F Concelho de Residência / Distrito --------------- Q2. Situação

Leia mais

PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO QUESTIONÁRIO

PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO QUESTIONÁRIO PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO QUESTIONÁRIO O presente questionário foi elaborado no âmbito da disciplina Estágio e Projecto de Graduação, do 4º ano, da licenciatura em Enfermagem da Faculdade de Ciências da

Leia mais

ESTUDO DO MEIO. Quais os meus hábitos de higiene? Observa as imagens. Numera-as de acordo com as frases.

ESTUDO DO MEIO. Quais os meus hábitos de higiene? Observa as imagens. Numera-as de acordo com as frases. Quais os meus hábitos de higiene? Comigo é assim! Cumpro regras para uma vida saudável: pratico desporto, faço uma alimentação saudável e tomo banho todos os dias. Olá! Com que então a praticar desporto?

Leia mais

RESULTADOS DA PESQUISA EQUIPE DA CENTRAL DE PROJETOS QUEM É VOCÊ. Menos de 13 10,36% 13 25,01% 14 25,82% 15 23,88% 16 11,91% 17 2,49% Mais de 17 0,50%

RESULTADOS DA PESQUISA EQUIPE DA CENTRAL DE PROJETOS QUEM É VOCÊ. Menos de 13 10,36% 13 25,01% 14 25,82% 15 23,88% 16 11,91% 17 2,49% Mais de 17 0,50% RESULTADOS DA PESQUISA EQUIPE DA CENTRAL DE PROJETOS Qual sua idade? QUEM É VOCÊ Menos de 13 10,36% 13 25,01% 14 25,82% 15 23,88% 16 11,91% 17 2,49% Mais de 17 0,50% Qual a sua série? 7.ª/8.º 26,72% 8ª

Leia mais

Parte 2 do programa 5 HORAS PARA O SEU CORPO. NÃO EXISTE NADA SAUDÁVEL QUE IRÁ ACELERAR SEUS RESULTADOS ALÉM DE DISCIPLINA E SEGUIR O PROGRAMA.

Parte 2 do programa 5 HORAS PARA O SEU CORPO. NÃO EXISTE NADA SAUDÁVEL QUE IRÁ ACELERAR SEUS RESULTADOS ALÉM DE DISCIPLINA E SEGUIR O PROGRAMA. Este programa gratuito que irá ajudar você a conquistar o corpo que deseja faz parte de uma série de 3 etapas. A primeira etapa foi gravada em vídeo, mas devido a baixa qualidade, resolvemos fazer o mesmo

Leia mais

E.S.S.A ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTO ANDRÉ BARREIRO QUINTA DA LOMBA

E.S.S.A ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTO ANDRÉ BARREIRO QUINTA DA LOMBA E.S.S.A ESCOLA SECUNDÁRIA DE SANTO ANDRÉ QUINTA DA LOMBA BARREIRO A ACTIVIDADE FÍSICA e AQUISIÇÃO DE UM ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL PROJECTO DE ESCOLA EDUCAÇÃO PARA A SAÚDE HÁBITOS DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Leia mais

ANEXO Nº 1. Questionário

ANEXO Nº 1. Questionário ANEXOS ANEXO Nº 1 Questionário ANEXO Nº 2 Cronograma de Actividades Cronograma do trabalho de Investigação Mês Fase Fev. Escolha e delimitação do tema Revisão bibliográfica Fase metodológica Pré-teste

Leia mais

Diana Mafalda Tavares e Pinho. Questionário. Conhecimentos dos Pais acerca das capacidades sensoriais do recém-nascido. Faculdade de Ciências da Saúde

Diana Mafalda Tavares e Pinho. Questionário. Conhecimentos dos Pais acerca das capacidades sensoriais do recém-nascido. Faculdade de Ciências da Saúde Diana Mafalda Tavares e Pinho Questionário Conhecimentos dos Pais acerca das capacidades sensoriais do recém-nascido Faculdade de Ciências da Saúde Universidade Fernando Pessoa Porto, 2009 Nota introdutória

Leia mais

CONTEÚDOS O PROGRAMA DE. Sistemas Aumentativos e Alternativos de Comunicação LINGUAGEM MAKATON 15/04/2015. Comunicação / Linguagem / Fala

CONTEÚDOS O PROGRAMA DE. Sistemas Aumentativos e Alternativos de Comunicação LINGUAGEM MAKATON 15/04/2015. Comunicação / Linguagem / Fala Terapia da Fala Andreia Gomes Clara Silva Diana Domingues Cristiana Couto O PROGRAMA DE LINGUAGEM MAKATON Sistemas Aumentativos e Alternativos de Comunicação Abril de 2015 CONTEÚDOS Comunicação / Linguagem

Leia mais

A Roda dos Alimentos LEITE

A Roda dos Alimentos LEITE LEITE A Roda dos Alimentos serve para nos ensinar o que devemos comer, quando e em que quantidades. Ajuda-nos a manter uma alimentação equilibrada, variada e completa, ou seja, mais saudável! A Roda dos

Leia mais

Questionário Dirigido a populações açoreanas

Questionário Dirigido a populações açoreanas Questionário Dirigido a populações açoreanas Este questionário é elaborado por uma estagiária da Universidade dos Açores com o objectivo de obter informação acerca de diversas aves marinhas e o meio onde

Leia mais

MELHORIA NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL ACONSELHAMENTO NUTRICIONAL DOMICILIAR QUESTIONÁRIO PARA AS VISITAS DE ACOMPANHAMENTO. VISITA No. INFORMAÇÕES DE BASE

MELHORIA NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL ACONSELHAMENTO NUTRICIONAL DOMICILIAR QUESTIONÁRIO PARA AS VISITAS DE ACOMPANHAMENTO. VISITA No. INFORMAÇÕES DE BASE MELHORIA NUTRICIONAL SUSTENTÁVEL ACONSELHAMENTO NUTRICIONAL DOMICILIAR QUESTIONÁRIO PARA AS VISITAS DE ACOMPANHAMENTO VISITA No. INFORMAÇÕES DE BASE Data: / / Hora de início: : Distrito: Localidade: Aldeia:

Leia mais

Questionário. A prevalência da obesidade nos alunos do 3.º e 4.º ano do 1.º ciclo das escolas do agrupamento D. Carlos I em Sintra

Questionário. A prevalência da obesidade nos alunos do 3.º e 4.º ano do 1.º ciclo das escolas do agrupamento D. Carlos I em Sintra 1 Questionário A prevalência da obesidade nos alunos do.º e 4.º ano do 1.º ciclo das escolas do agrupamento D. Carlos I em Sintra Código escola Código turma Código aluno(a) A1 Sexo Feminino Masculino A

Leia mais

Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ. Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado

Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ. Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado Tópicos Dar a conhecer a génese do projeto; Mostrar o percurso efetuado ; Apresentar os resultados e as conclusões obtidas; Apresentar

Leia mais

Licenciatura em Ciências da Nutrição. Projecto Final de Licenciatura. Anexos. Volume II. Elaborado por Cláudia Parreira. Aluno nº

Licenciatura em Ciências da Nutrição. Projecto Final de Licenciatura. Anexos. Volume II. Elaborado por Cláudia Parreira. Aluno nº Licenciatura em Ciências da Nutrição Avaliação dos conhecimentos e comportamentos nutricionais e alimentares e a imagem corporal de crianças em idade escolar no Concelho de Oeiras - Programa MUN-SI Projecto

Leia mais

ANAMNESE PSICOPEDAGÓGICA

ANAMNESE PSICOPEDAGÓGICA ANAMNESE PSICOPEDAGÓGICA DADOS PESSOAIS Nome: idade: anos Tem apelido? ( ) S ( ) N Qual? Ele(a) gosta? ( ) S ( ) N Por que tem esse apelido?_ Nascimento / / Sexo ( ) M ( ) F Naturalidade: End. Bairro:

Leia mais

Questionário sobre os exames de saúde da criança (exceto os ítens comuns com o questionário da província)

Questionário sobre os exames de saúde da criança (exceto os ítens comuns com o questionário da província) Questionário sobre os exames de saúde da criança (exceto os ítens comuns com o questionário da província) Criança de 1 mês 1 A criança está se alimentando (mamando) bem? Sim 2 A criança bate as mãos e

Leia mais

Inquérito Multi-Objectivo Contínuo

Inquérito Multi-Objectivo Contínuo Inquérito Multi-Objectivo Contínuo Modúlo Práticas Familiares Apresentação dos Resultados Praia, 09 de Maio de 2013 PLANO DE APRESENTAÇÃO I- INTRODUÇÂO II- METODOLOGIA III- PRINCIPAIS RESULTADOS AGREGADOS

Leia mais

Anexo I. Consentimento informado

Anexo I. Consentimento informado Anexo I Consentimento informado Eu, Tânia Guimarães, finalista da licenciatura em Fisioterapia da Universidade Fernando Pessoa, no Porto, venho por este meio solicitar a sua participação num estudo de

Leia mais

Nome do Estabelecimento:

Nome do Estabelecimento: Nome do Estabelecimento: 1. O Estabelecimento disponibiliza refeição completa? 1.1. Se respondeu não, indique as razões (neste caso não necessita responder às questões que se seguem) 2. O Estabelecimento

Leia mais

RELATÓRIO DO INQUÉRITO DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO SERVIÇO DO REFEITÓRIO

RELATÓRIO DO INQUÉRITO DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO SERVIÇO DO REFEITÓRIO RELATÓRIO DO INQUÉRITO DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO SERVIÇO DO REFEITÓRIO Janeiro de 215 CAI Comissão Avaliação Interna "Perigoso não é o homem que lê, é o que relê." Voltaire O relatório, agora apresentado,

Leia mais

A introdução da alimentação infantil

A introdução da alimentação infantil A introdução da alimentação infantil Turma do Giz de Cera O leite materno deve alimentar exclusivamente a criança até o 6 mês de vida, depois disso as necessidades nutricionais são outras e devemos introduzir

Leia mais

APÊNDICE A - TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE ESCLARECIDO ESCLARECIMENTOS

APÊNDICE A - TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE ESCLARECIDO ESCLARECIMENTOS 87 Apêndices 88 APÊNDICE A - TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE ESCLARECIDO ESCLARECIMENTOS Cara Mãe Uma sessão de orientações sobre manutenção de saúde bucal lhe será oferecida pelo Hospital das Clínicas de

Leia mais

Como fazer uma ementa equilibrada e económica

Como fazer uma ementa equilibrada e económica Como fazer uma ementa equilibrada e económica Alexandra Bento alexandrabento@apn.org.pt Tendência de consumo alimentar Consumo alimentar fora de casa, Marktest 2006: Essencialmente Almoço 36,5% durante

Leia mais

cultura: o que querem e fazem os cariocas

cultura: o que querem e fazem os cariocas cultura: o que querem e fazem os cariocas perfil cultural dos cariocas como foi feita a pesquisa 1.501 pessoas entrevistadas, a partir de 12 anos, de todos os níveis econômicos, em todas as regiões da

Leia mais

3.11 Os problemas do controle da urina e fezes na criança: a) A criança que molha a cama ou as calças (enurese)

3.11 Os problemas do controle da urina e fezes na criança: a) A criança que molha a cama ou as calças (enurese) Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.11 Os problemas do controle da urina e fezes na criança: a) A criança que molha a cama ou as calças (enurese) Introdução A maioria das crianças

Leia mais

Centro de Investigação em Saúde de Manhiça

Centro de Investigação em Saúde de Manhiça Centro de Investigação em Saúde de Manhiça Estudo MIPPAD - Componente Social (MipSoc) Guião de Entrevistas em Profundidade - participantes do ensaio clínico e mulheres da comunidade V4 ID no estudo: -

Leia mais

Questionário. O tempo previsto para o preenchimento do questionário é de 10 minutos.

Questionário. O tempo previsto para o preenchimento do questionário é de 10 minutos. Questionário Rita Mafalda Rodrigues de Matos, a frequentar o 4º ano da Licenciatura em Enfermagem da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Fernando Pessoa, encontra-se a elaborar o Projecto de

Leia mais

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO

BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO BALANÇO DA OCUPAÇÃO DO TEMPO DURANTE A SEMANA DE PREENCHIMENTO DA GRELHA - 1º ANO PROFESSORA Bom dia meninos, estão bons? TODOS Sim. PROFESSORA Então a primeira pergunta que eu vou fazer é se vocês gostam

Leia mais

Anexo 2 Caderno de recolha de dados 1 DESENHO DO ESTUDO

Anexo 2 Caderno de recolha de dados 1 DESENHO DO ESTUDO Anexo 2 Caderno de recolha de dados 1 DESENHO DO ESTUDO 1 A amostra será representativa da população com um mínimo de 323 participantes, devendo estes ser provenientes de toda a população Portuguesa. Os

Leia mais

ESCALA BEBÊ Questionário (3 18 meses) Código Data

ESCALA BEBÊ Questionário (3 18 meses) Código Data Nota: A validação (para pesquisa) e desenvolvimento de um sistema de pontuação (scoring) para o AHEMD-IS estão atualmente em progresso. Entretanto, o instrumento na sua forma atual é útil para avaliação

Leia mais

FICHA DE TRABALHO Nº3. Nome: Turma: Nº: Domínio de Referência 1 Contexto Privado Equipamentos Domésticos

FICHA DE TRABALHO Nº3. Nome: Turma: Nº: Domínio de Referência 1 Contexto Privado Equipamentos Domésticos ESCOLA SECUNDÁRIA COM 2º E 3º CICLOS ANSELMO DE ANDRADE Curso de Educação e Formação de Adultos (nível secundário) FICHA DE TRABALHO Nº3 Área: Sociedade, Tecnologia e Ciência NÚCLEO GERADOR 1: EQUIPAMENTOS

Leia mais

ROTEIRO DE ANAMNESE PEDIÁTRICA

ROTEIRO DE ANAMNESE PEDIÁTRICA AVALIAÇÃO NEUROLÓGICA FISIOTERAPIA ISSN: 2237-21991 ROTEIRO DE ANAMNESE PEDIÁTRICA N do Pront.: Nome Criança: DN: / / Idade: Nome do Responsável: Grau de Parentesco: Telefone do Responsável: ( ) Nome da

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 2.º ANO/EF 2017

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 2.º ANO/EF 2017 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO I ETAPA LETIVA CIÊNCIAS 2.º ANO/EF 2017 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

LIBRAS. Prof (a): () Julio Carmona e Fernando Rafaeli

LIBRAS. Prof (a): () Julio Carmona e Fernando Rafaeli LIBRAS Prof (a): () Julio Carmona e Fernando Rafaeli UNID 2.1 História da educação dos surdos As competências nas Problematizações das unidades d de aprendizagem Você conhece a história da educação do

Leia mais

SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL A ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA. Plano Individual de Atendimento - P.I.A.-

SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL A ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA. Plano Individual de Atendimento - P.I.A.- SERVIÇO DE PROTEÇÃO SOCIAL A ADOLESCENTES EM CUMPRIMENTO DE MEDIDA SOCIOEDUCATIVA Plano Individual de Atendimento - P.I.A.- Objetiva potencializar a construção de um novo projeto de vida, a ser planejado

Leia mais

b B LÍNGUA PORTUGUESA bebé bola bico bule banana ba be bi bo bu Ba Be Bi Bo Bu Eu sou a letra que se lê ba, be, bi, bo, bu. Completa.

b B LÍNGUA PORTUGUESA bebé bola bico bule banana ba be bi bo bu Ba Be Bi Bo Bu Eu sou a letra que se lê ba, be, bi, bo, bu. Completa. Data : / / Eu sou a letra que se lê ba, be, bi, bo, bu. Completa. bola bebé bico b B bule banana ba be bi bo bu Ba Be Bi Bo Bu É o balão. É o balão. b ba be bi bo bu Copia. Escreve os nomes. B Ba Be Bi

Leia mais

QUEM SOMOS? 1.2. Aproximadamente, quantas pessoas vivem na comunidade?

QUEM SOMOS? 1.2. Aproximadamente, quantas pessoas vivem na comunidade? 1 2 QUEM SOMOS? Parte 1: Perfil da comunidade. Nome da comunidade: Estado onde se localiza: Município onde se localiza: 1.1. A que distância a sua comunidade fica da cidade? 1.2. Aproximadamente, quantas

Leia mais

Apêndice 1 - Direção do Colégio São Martinho

Apêndice 1 - Direção do Colégio São Martinho Apêndice Apêndice 1 - Direção do Colégio São Martinho No âmbito da dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica, ramo de terapias de familiares e sistémicas do Instituto Superior Miguel Torga, estou a

Leia mais

O MEU BEBÉ COM 4 ANOS I. AMBIENTE QUE O RODEIA HORA DE INÍCIO : DATA DE PREENCHIMENTO QUESTIONÁRIO RESPONDIDO POR. Pai. Mãe. Avô. Avó.

O MEU BEBÉ COM 4 ANOS I. AMBIENTE QUE O RODEIA HORA DE INÍCIO : DATA DE PREENCHIMENTO QUESTIONÁRIO RESPONDIDO POR. Pai. Mãe. Avô. Avó. ID O MEU BEBÉ COM 4 ANOS HORA DE INÍCIO DATA DE PREENCHIMENTO - - INQUIRIDOR QUESTIONÁRIO RESPONDIDO POR Mãe Avó Outro Pai Avô Sexo da criança Feminino Masculino Antes de começar pode-me dizer qual a data

Leia mais

Gosto muito do pequeno-almoço!

Gosto muito do pequeno-almoço! Gosto muito do pequeno-almoço! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes Gosto muito do pequeno-almoço! Débora Cláudio, Nuno Pereira de Sousa, Rui Tinoco, Ângela Menezes Hoje, o

Leia mais

Semana da Alimentação

Semana da Alimentação Ano letivo 2011 / 2012 Agrupamento Escolas Aguada Cima Higiene e Saú: comportamentos Intificar alimentos promotores alimentação saudável e alimentação risco. Ajuda o cozinheiro a fazer o jantar. Pinta

Leia mais

5 Julho 2017 Quarta-feira

5 Julho 2017 Quarta-feira 3 Julho 2017 4 Julho 2017 5 Julho 2017 6 Julho 2017 7 Julho 2017 10h00-12h00 Piscina Colégio Acampamento Diurno Macela Insufláveis e Desporto Piscina Colégio 12h00-14h00 Almoço e Livres Almoço no Local

Leia mais

3 ºANO. Avaliação. Diagnóstica. Língua Portuguesa - Prova 2 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES A SEGUIR MANTENHA A ATENÇÃO E BOA AVALIAÇÃO!

3 ºANO. Avaliação. Diagnóstica. Língua Portuguesa - Prova 2 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES A SEGUIR MANTENHA A ATENÇÃO E BOA AVALIAÇÃO! 3 ºANO Avaliação Diagnóstica - Prova 2 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES A SEGUIR CARO (A) ALUNO (A), VOCÊ ESTÁ RECEBENDO UMA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA. INSTRUÇÕES: COMECE ESCREVENDO SEU NOME COMPLETO. LEIA

Leia mais

Alimentação com Saúde e Diversão. Porque comer de forma saudável não precisa ser complicado!

Alimentação com Saúde e Diversão. Porque comer de forma saudável não precisa ser complicado! Alimentação com Saúde e Diversão Porque comer de forma saudável não precisa ser complicado! Diz o ditado que A SAÚDE COMEÇA PELA BOCA. É por isso que uma de nossas primeira iniciativas é a de ajudar as

Leia mais

O cabo da panela virado para fora do fogão pode levar a sérias queimaduras.

O cabo da panela virado para fora do fogão pode levar a sérias queimaduras. O cabo da panela virado para fora do fogão pode levar a sérias queimaduras. Usar a panela na boca de trás do fogão, com o cabo voltado para dentro, é muito mais seguro. Fósforo e álcool são uma mistura

Leia mais

PERFIL DOS CANDIDATOS - VESTIBULAR 2009 PSICOLOGIA I - CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS

PERFIL DOS CANDIDATOS - VESTIBULAR 2009 PSICOLOGIA I - CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS I - CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS 01 - Sexo 17,05 % Masculino 135 17,05 Feminino 657 82,95 792 100 82,95 02 - Faixa etária M F % Menos de 16 anos 2 5 7 De 16 a 18 anos 77 495 572 72,22 De 19 a 21 anos

Leia mais

PERFIL DOS CANDIDATOS - VESTIBULAR 2009 ARQUITETURA E URBANISMO I - CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS

PERFIL DOS CANDIDATOS - VESTIBULAR 2009 ARQUITETURA E URBANISMO I - CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS I - CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS 01 - Sexo % Masculino 166 27,35 Feminino 441 72,65 607 100 72,65 27,35 02 - Faixa etária 0,99 2,14 M F % Menos de 16 anos 4 9 13 2,14 De 16 a 18 anos 116 366 482 79,41

Leia mais

2017 Brincando com os 3 R s

2017 Brincando com os 3 R s segunda - feira 23/01 SEGUNDA FEIRA 10:00 Oficina (Miçanga, Tatoo, Brinquedos Infláveis Gincana Sustentabilidade Gincana Sustentabilidade pintura) 11:00 Gincana Sustentabilidade Piscina Piscina Gincana

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Quinta da Escola CAMPOS DE FÉRIAS QUINTA DA ESCOLA. 1. Apresentação

CENTRO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Quinta da Escola CAMPOS DE FÉRIAS QUINTA DA ESCOLA. 1. Apresentação CAMPOS DE FÉRIAS QUINTA DA ESCOLA 1. Apresentação O Centro de Educação Ambiental Quinta da Escola é propriedade da Coopescola Cooperativa de Ensino da Penha de França, CRL, sediada em Lisboa e localiza-

Leia mais

Análise económica e mensuração da qualidade de vida em pessoas com DPOC submetidas a Reabilitação Respiratória

Análise económica e mensuração da qualidade de vida em pessoas com DPOC submetidas a Reabilitação Respiratória UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DEPARTAMENTO DE GESTÃO E ECONOMIA INVESTIGADOR : Paula Saraiva ORIENTADOR : Anabela Almeida CURSO: Mestrado em Gestão de Unidades

Leia mais

Semana da Alimentação

Semana da Alimentação Agrupamento de Escolas André Soares Bibliotecas Escolares do Agrupamento Projeto de Promoção e Educação para a Saúde PES Semana da Alimentação Alimentação e Saúde Investe em ti Alimentação saudável, o

Leia mais

ENQUANTO ESTOU NO HOSPITAL.

ENQUANTO ESTOU NO HOSPITAL. Simone Lopes de Mattos e Vívian Lopes de Mattos ENQUANTO ESTOU NO HOSPITAL. Para colorir o cenário. Ilustrações de Ana Kléa Moraes Simone Lopes de Mattos e Vívian Lopes de Mattos ENQUANTO ESTOU NO HOSPITAL.

Leia mais

Anexo 7 Questionário Sócio Econômico

Anexo 7 Questionário Sócio Econômico Anexo 7 Questionário Sócio Econômico Dados do candidato: Nome: RG: Data de emissão: Órgão emissor: CPF: Data de nascimento: Sexo: Endereço completo: e-mail do candidato: celular do candidato ( ) Escolaridade:

Leia mais

Descobre tudo sobre um...

Descobre tudo sobre um... Escola Básica 1,2,3/JI de Angra do Heroísmo Dia Mundial da Alimentação 16 de Outubro de 2010 Descobre tudo sobre um... PEQUENO-ALMOÇO PORQUÊ? Porque, após uma noite de sono, em que estivemos várias horas

Leia mais

CENSOS DA POPULAÇÃO E DA HABITAÇÃO DE TIMOR-LESTE JULHO 2004 INQUÉRITO ÀS FAMÍLIAS

CENSOS DA POPULAÇÃO E DA HABITAÇÃO DE TIMOR-LESTE JULHO 2004 INQUÉRITO ÀS FAMÍLIAS CENSOS DA POPULAÇÃO E DA HABITAÇÃO DE TIMOR-LESTE JULHO 2004 INQUÉRITO ÀS FAMÍLIAS Parte1. Informação sobre familia Identificação da Localização Código Lar Privado 1 1. Distrito 2. Sub-Distrito 3. Região

Leia mais

Quadro de competências - Grupo. Áreas Competências previstas e realizadas Adquiridas

Quadro de competências - Grupo. Áreas Competências previstas e realizadas Adquiridas Quadro de competências - Grupo Áreas Competências previstas e realizadas Adquiridas Sabe que a escrita e os desenhos transmitem informação Descreve pessoas, objetos e ações Faz perguntas e responde, demonstrando

Leia mais

DATA: 30 / 04 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: %

DATA: 30 / 04 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 8,0 MÉDIA: 4,8 RESULTADO: % SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 30 / 04 / 206 UNIDADE: I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE CIÊNCIAS 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

INFORMATIVO ESCOLAR. Período Integral. Aluno: Matrícula: Data: / /20. Colégio João Paulo I 1

INFORMATIVO ESCOLAR. Período Integral. Aluno: Matrícula: Data: / /20. Colégio João Paulo I 1 INFORMATIVO ESCOLAR Período Integral Aluno: Turma: Matrícula: Data: / /20. Colégio João Paulo I 1 INFORMATIVO DO HORÁRIO INTEGRAL O desenvolvimento de uma criança não acontece de forma linear. As mudanças

Leia mais

Questionário. Redes sociais e consumos culturais: Facebook como agenda cultural

Questionário. Redes sociais e consumos culturais: Facebook como agenda cultural Questionário Redes sociais e consumos culturais: Facebook como agenda cultural A aplicação deste questionário tem como objectivo estudar as práticas culturais e as redes sociais, no âmbito do mestrado

Leia mais

EXERCÍCIOS DA ATIVIDADE DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

EXERCÍCIOS DA ATIVIDADE DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL EXERCÍCIOS DA ATIVIDADE DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL 1 No texto que você recebeu e estudamos, sugere que uma alimentação saudável e equilibrada de vê ter um pouco de cada um dos nutrientes. Quais nutrientes

Leia mais

Obrigado por aceitar ser entrevistado neste estudo coordenado por.

Obrigado por aceitar ser entrevistado neste estudo coordenado por. ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DA EQUIPE TÉCNICA COM OS SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL (SATIS-BR) Bandeira, M., Pitta, AMF e Mercier,C (000). Escalas Brasileiras de Avaliação da Satisfação (SATIS-BR) e da

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE PROJECTO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR NAS EB1 DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALLIS LONGUS.

ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE PROJECTO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR NAS EB1 DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALLIS LONGUS. - ASSOCIAÇÃO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE PROJECTO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE ESCOLAR NAS EB1 DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALLIS LONGUS Relatório do Dia iagnóstico de Situação Realizado por: SEMEAR O AMANHÃ Valongo,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DIÁRIA 11/01/2011

PLANIFICAÇÃO DIÁRIA 11/01/2011 INSTITUIÇÃO FORMADORA: ISEC CURSO: Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º ciclo do ensino Básico PLANIFICAÇÃO DIÁRIA 11/01/2011 INSTITUIÇÃO DE INTERVENÇÃO: Jardim

Leia mais

HORÁRIO ESCOLAR 2016 BERÇÁRIO (manhã)

HORÁRIO ESCOLAR 2016 BERÇÁRIO (manhã) BERÇÁRIO (manhã) HORÁRIOS 7h30 às 8h 8h às 9h 9h 9h30 às 10h 10h às 11h 11h às 11h45 ATIVIDADES Recepção / DVD / Brinquedos Brincadeiras (Estimulação história) Lanche Parque / Banho de Sol Almoço / Higienização

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL PÉ DE MOLEQUE

CENTRO EDUCACIONAL PÉ DE MOLEQUE CENTRO EDUCACIONAL PÉ DE MOLEQUE Trav. 14 de Abril, 1541, 1541 (Gentil e Mag. Barata) São Brás Belém-Pa Fone: 3229-9774 / 3249-4785 E-mail: geral@cepm.com.br www.cepm.com.br Série: FICHA DE ANAMNESE Ano:

Leia mais

Acidentes: como preveni-los?

Acidentes: como preveni-los? Acidentes: como preveni-los? Mónica Oliva Ilustrações de António João 31 Janeiro 2009 Oliveira do Hospital 1 Sabia que... Os acidentes são a maior causa de morte, doença a e incapacidade definitiva e temporária

Leia mais

1. - Sexo Masculino Feminino (assinale a sua opção com (X) )

1. - Sexo Masculino Feminino (assinale a sua opção com (X) ) ANEXO I Pré-questionário EEs Ex.mo Senhor Encarregado de Educação: Este questionário faz parte de um trabalho de mestrado, em curso na Universidade do Algarve, cujo objectivo é saber se a actuação do Director

Leia mais

Redes sociais e consumos culturais: Facebook como agenda cultural

Redes sociais e consumos culturais: Facebook como agenda cultural Redes sociais e consumos culturais: Facebook como agenda cultural A aplicação deste questionário tem como objectivo realizar um estudo sobre as práticas culturais e as redes sociais, no âmbito do mestrado

Leia mais

CONDIÇÃO DE PRODUÇÃO VOCAL PROFESSOR

CONDIÇÃO DE PRODUÇÃO VOCAL PROFESSOR CONDIÇÃO DE PRODUÇÃO VOCAL PROFESSOR Prezado professor: O questionário CPV-P tem como objetivo fazer um levantamento das condições da voz do professor. Por gentileza, responda todas as questões marcando

Leia mais

A Qualidade dos Serviços Turísticos em Cabo Verde

A Qualidade dos Serviços Turísticos em Cabo Verde 7 Anexo Anexo 1 Inquérito Aplicado A Qualidade dos Serviços Turísticos em Cabo Verde Este inquérito visa obter a sua opinião sobre o turismo em Cabo Verde. Deste modo, solicita-se a sua colaboração no

Leia mais

Questionário: Liderança estratégica - Sucessão em empresas familiares

Questionário: Liderança estratégica - Sucessão em empresas familiares Questionário: Liderança estratégica - Sucessão em empresas familiares Estudo realizado no âmbito do Mestrado de Ciências Empresariais para elaboração do Trabalho Final de Mestrado. Este questionário está

Leia mais

BOLETIM DE MATRÍCULA

BOLETIM DE MATRÍCULA BOLETIM DE MATRÍCULA Educação Pré-Escolar ANO LETIVO DE 2017/2018 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS OLIVEIRA JÚNIOR Inscrição nº S. João da Madeira Processo nº Inscrição em / / Admissão em / / Renovação em / / Renovação

Leia mais

QUESTIONÁRIO UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE ESTUDOS DA CRIANÇA MESTRADO EM ESTUDOS DA CRIANÇA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE

QUESTIONÁRIO UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE ESTUDOS DA CRIANÇA MESTRADO EM ESTUDOS DA CRIANÇA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE QUESTIONÁRIO UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE ESTUDOS DA CRIANÇA MESTRADO EM ESTUDOS DA CRIANÇA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO MEIO AMBIENTE INVESTIGADORA: ISABEL ALVES ESTEVES ORIENTADORA: DOUTORA ZÉLIA ANASTÁCIO

Leia mais

9 a 12 MESES de idade

9 a 12 MESES de idade Dr(a) Para 9 a 12 MESES de idade ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DO SEU BEBÊ LINGUAGEM Presta mais atenção ao que se fala. Balbucia com inflexão (como se quizesse falar). Tenta imitar palavras. Entende o não,

Leia mais

PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES

PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES PREVENÇÃO DE ACIDENTES NA INFÂNCIA CAUSAS E SOLUÇÕES Introdução As crianças pequenas não têm a capacidade para avaliar o perigo, pelo que qualquer objeto que encontram em casa pode transformar-se num brinquedo

Leia mais

O CABO DA PANELA VIRADO PARA FORA DO FOGÃO PODE LEVAR A SÉRIAS QUEIMADURAS.

O CABO DA PANELA VIRADO PARA FORA DO FOGÃO PODE LEVAR A SÉRIAS QUEIMADURAS. FUNDAÇÃO ARCELORMITTAL CRIAÇÃO: MONDANA:IB ILUSTRAÇÕES: ANTÔNIO OLIVEIRA Com o baralho Vida + Segura, você tem diversão e segurança em dose dupla: JOGO DA MEMÓRIA e JOGO DO MICO. Enquanto exercita a memória

Leia mais

AHEMD (18-42 meses) Nome da Criança: Data Nascimento: / / Peso ao nascer: gramas

AHEMD (18-42 meses) Nome da Criança: Data Nascimento: / / Peso ao nascer: gramas AHEMD (18-42 meses) Características da Criança Código Data Nome da Criança: Masc. Fem Data Nascimento: / / Peso ao nascer: gramas Nunca Menos 6 meses 6 a 12 meses Mais 12 meses Há quanto tempo frequenta

Leia mais

ATENÇÃO INTEGRADA, COMPONENTE FAMILIAR E COMUNITÁRIO PARA MULHER GRÁVIDA E NO PÓS PARTO

ATENÇÃO INTEGRADA, COMPONENTE FAMILIAR E COMUNITÁRIO PARA MULHER GRÁVIDA E NO PÓS PARTO ATENÇÃO INTEGRADA, COMPONENTE FAMILIAR E COMUNITÁRIO PARA MULHER GRÁVIDA E NO PÓS PARTO Febre ou aquecimento do corpo. Perda de sangue ou outros líquidos através da vagina. Ataques, desmaios ou convulsões.

Leia mais

ANEXO II: TABELAS DE FREQUÊNCIA - DADOS DO QUESTIONÁRIO ELECTRÓNICO

ANEXO II: TABELAS DE FREQUÊNCIA - DADOS DO QUESTIONÁRIO ELECTRÓNICO ANEXO II: TABELAS DE FREQUÊNCIA - DADOS DO QUESTIONÁRIO ELECTRÓNICO 1. Género Valid masculino 45 43,3 43,3 43,3 feminino 59 56,7 56,7 100,0 100,0 Idade Valid

Leia mais

2- DESCREVA a função de cada um dos TIPOS de alimentos da questão anterior.

2- DESCREVA a função de cada um dos TIPOS de alimentos da questão anterior. Atividade de Estudo - Ciências 4º ano Nome: 1- A alimentação é muito importante para manter o corpo forte e saudável. Os alimentos podem ser classificados em 3 tipos: construtores, reguladores e energéticos.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA Cardápio Merenda Escolar - Regular Secretaria de Educação Fevereiro / 2015.

PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA Cardápio Merenda Escolar - Regular Secretaria de Educação Fevereiro / 2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMBAÚBA Cardápio Merenda Escolar - Regular Secretaria de Educação Fevereiro / 2015. 1ª Doce com Achocolatado Macarronada Sopa Cuscuz cm Ovos Feijão, Arroz e Carne 2ª Salgado com

Leia mais

O Guilherme vai à escola

O Guilherme vai à escola Lingua Portuguesa: enfoque leitura, escrita com correcção ortográfica (lha, lhe, lhi, lho e lhu), interpretação de texto e auto-avaliação dos alunos. O Guilherme vai à escola O Guilherme, ao acordar, esfrega

Leia mais

Competências Parentais

Competências Parentais ExpressARTE Recursos Didácticos para Aprender a Ser Mais Guia do Formador drmadorr1manda Competências Parentais Autor: Inês Eugénio Título: Competências Parentais Coordenação da Mala Formativa: Graça Pinto,

Leia mais

BANCO DIA DAS MÃES BANCO CERTO

BANCO DIA DAS MÃES BANCO CERTO BANCO DIA DAS MÃES BANCO CERTO Tenho 1 filho 130 56,5% Tenho 2 filhos 74 32,2% Tenho 3 filhos 19 8,3% Tenho mais de 3 filhos 7 3,0% Total 230 100,0% De 0 a 5 anos 92 40,0% De 6 a 11 anos 51 22,2% De

Leia mais