MANUAL DE CONFIGURAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE CONFIGURAÇÃO"

Transcrição

1 MANUAL DE CONFIGURAÇÃO CONTMATIC PHOENIX

2 SUMÁRIO CAPÍTULO I APRESENTAÇÃO DO ACESSO REMOTO O que é o ACESSO REMOTO Como utilizar o ACESSO REMOTO Quais as vantagens em usar o PHOENIX REMOTO... 3 CAPÍTULO II COMO IMPLANTAR O ACESSO VIA INTERNET Implantação Requisitos Mínimos... 4 CAPÍTULO III TERMINAL SERVICE NO WINDOWS 2000 SERVER Instalação o Windows 2000 Server Instalando o Terminal Service Configurando os serviços Adicionando usuários Permissões na conexão RDP CAPÍTULO IV TERMINAL SERVICE NO WINDOWS 2003 SERVER Instalando o Terminal Service Adicionando usuários Permissões na conexão RDP CAPÍTULO V IMPRIMINDO EM MATRICIAIS NO TERMINAL SERVICE Acessando o Terminal Service de uma estação de trabalho Impressoras locais Impressoras em rede Primeira etapa do processo de instalação Segunda etapa do processo de instalação CAPÍTULO VI ACESSANDO O TERMINAL SERVICE DE UM THIN CLIENT Thin Client Impressoras instaladas diretamente no Thin Client Após a instalação Impressora instalada em outro terminal, mas na mesma rede do Servidor Impressora instalada em outro terminal, rede diferente do Servidor Terminal Service CAPÍTULO VII PERMISSÕES NO WINDOWS 2000 E 2003 SERVER Finalizando a sessão Acessando o Terminal Service Windows 98, ME e Windows XP GLOSSÁRIO

3 CAPÍTULO I - APRESENTAÇÃO DO ACESSO REMOTO 1.1 O que é o ACESSO REMOTO É uma tecnologia que permite o usuário acessar através de seu computador a programas que estejam em outro computador, em qualquer lugar do mundo, conectando-se via Internet. 1.2 Como utilizar o ACESSO REMOTO Os Sistemas Operacionais Windows XP e Windows 2000 vêm com a opção de comunicação remota, basta que sejam configurados. Para tanto, a CONTMATIC desenvolveu em seus Sistemas da linha PHOENIX, uma metodologia de senhas, que permite quando do cadastro dos usuários, que seja habilitado, através da senha Administradora, somente os acessos que forem necessários para utilização dos módulos desejados, assim cada cliente acessará somente o seu conteúdo respectivo. 1.3 Quais as vantagens em usar o PHOENIX REMOTO a) Consultar os relatórios dos sistemas CONTMATIC Phoenix sem estar no escritório; b) Possibilidade de utilização dos sistemas CONTMATIC Phoenix direto da máquina do seu cliente; c) Imprimir relatórios remotamente. 3

4 CAPÍTULO II - COMO IMPLANTAR O ACESSO VIA INTERNET 2.1 Implantação Para implantação da solução CONTMATIC Phoenix ACESSO REMOTO, são necessários conhecimentos da plataforma Windows 2000 ou 2003 Server, bem como conhecimentos nas configurações para Internet. Disponibilizamos abaixo o manual com sugestões para configuração. Caso o cliente queira optar pela contratação da implantação deste serviço, temos uma equipe treinada para instalação e configuração em nosso serviço de Suporte Delivery. 2.2 Requisitos mínimos Servidor: Windows 2000 ou 2003 Server 4

5 Hardware: Devemos lembrar que cada acesso que será feito é aberto uma sessão no servidor, portanto quanto melhor o Hardware do servidor, melhor será o desempenho. Servidor: Pentium IV GHz - 1GB RAM (para até 10 estações). Conexão: IP 1 fixo (Consulte seu Provedor), acesso a Banda Larga 2 de 256Kbps no mínimo, mas sugerimos 512Mbps para um melhor desempenho. Terminais: Windows 2000 ou XP Conexão: Banda Larga de 256Kbps no mínimo, mas sugerimos 512Kbps para um melhor desempenho. CAPÍTULO III - TERMINAL SERVICE NO WINDOWS 2000 SERVER 3.1 Instalação do Windows 2000 Server O Windows 2000 Server, deverá ser instalado no modo de servidor de aplicativo, com o Terminal Service e atualizado com todos o Service Packs 4, obrigatoriamente do 1 ao 4, e não apenas com o Instalando o Terminal Service 1 IP: O Internet Protocol (IP) é o protocolo responsável pelo roteamento de pacotes entre dois sistemas que utilizam a família de protocolos TCP/IP, desenvolvida e usada na Internet. O roteamento de pacotes permite dividir a informação em blocos que podem ser enviados separadamente e depois reagrupados no destino. 2 Banda Larga: é o nome usado para definir qualquer conexão acima da velocidade padrão dos modems analógicos (56 Kbps). Usando linhas analógicas convencionais, a velocidade máxima de conexão é de 56 Kbps. Para obter velocidade acima desta tem-se obrigatoriamente de optar por uma outra maneira de conexão do computador com o provedor. Atualmente possuímos no Brasil as conexões em Banda Larga ISN/DSL, Cabo CATV (Virtua, Ajato...), Wirelless/Radio, Satélite. 3 Terminal Service: É um serviço do Windows para que outros computadores utilizem recursos do servidor remotamente. 4 Service Pack: Pacotes de atualização do Sistema Operacional (Windows). 5

6 Logo após a instalação, precisaremos instalar o Terminal Service e as licenças do mesmo, proceder: \ Painel de controle \ Adicionar ou Remover Programas \ Adicionar ou Remover Componentes do Windows. Devemos selecionar \ Serviços de Terminal \ e \ Licenciamento de serviços de terminal, conforme demonstrado na figura : ATENÇÃO: A opção Internet Information Services (IIS), estará instalada automaticamente, caso não for utilizar para hospedagem de páginas de Internet no servidor, poderá ser desmarcada. 3.3 Configurando os serviços O primeiro serviço a ser iniciado ao instalar o Windows 2000 Server, será o Active Directory 5 acessar \ Ferramentas Administrativas \ Configurar o Servidor \ Active Directory \ Iniciar o Assistente do Active Directory. 5 Active Directory: Serviço do Windows utilizado para acesso remoto. 6

7 Clicar em \ Avançar \ até que seja solicitado o nome do DNS 6 (não altere as opções, a menos que, tenha o devido conhecimento sobre as configurações do Windows). 6 DNS: O Domain Name System (DNS) converte nomes Internet em seus números correspondentes e vice versa. Originalmente, os computadores da Internet eram identificados apenas por números, como Com o DNS, foi possível dar nomes aos computadores, como 7

8 Colocar um nome para o Domínio, poderá ser escolhido qualquer nome, seguido de.com. Exemplo: Contmatic.com Em seguida clicar em \ Avançar, até que seja pedido uma senha. Continuar avançando, até que será iniciada a instalação. Concluir e em seguida reiniciar a máquina. 8

9 3.4 Adicionando usuários Agora devemos adicionar os usuários do sistema. O programa não funcionará, se houver duas pessoas logadas no servidor com o mesmo usuário. Para adicionar usuários vá em: Iniciar / Configurações / Painel de Controle / Ferramentas Administrativas / Usuários e Computadores do Active Directory. Acessar a Pasta \ Users e adicionar os usuários. Após adicioná-los, acessar a pasta \ Builtin, clicar duas vezes em \ Administradores. Em seguida selecionar a opção \ Membros, adicionando os usuários criados anteriormente. 9

10 3.5 Permissões na conexão RDP Neste ponto serão configuradas as permissões das seções dos usuários. Acessar: \ Ferramentas Administrativas \ Configuração de Serviços de Terminal. Acessar a pasta \ Conexões, clicar com o botão direito do mouse, na conexão RDP 7 - TCP 5.0, entrar em propriedades. Acessar a opção \ Configurações do cliente, marcar os itens conforme a figura: 7 Conexão RDP: Remote Desktop Protocol, é o protocolo de comunicação utilizado para fazer conexão remota. 1

11 Acessar a opção \ Controle Remoto 8, deixar os itens marcados conforme a figura: 8 Controle Remoto: Em geral utiliza-se aplicativos (Programas) para fazer acesso remoto onde tem-se completo controle do computador que esta sendo acessado 1

12 CAPÍTULO IV - TERMINAL SERVICE NO WINDOWS 2003 SERVER 4.1 Instalando o Terminal Service Acessar: \ Iniciar \ Configurações \ Painel de Controle \ Adicionar ou Remover Programas \ Adicionar Remover componentes do Windows. Selecionar as opções \ Terminal Service \ Licenciamento de Serviços de Terminal. Observação importante segundo o próprio site da Microsoft 9 : Não devemos no 2003 Server instalar o Terminal Service em um Controlador de Domínio, pois esta configuração não dá acesso a alguns serviços. Ao clicar em avançar, será efetuada a instalação e o sistema perguntará sobre as licenças, onde neste ponto deverá ser configurado conforme as licenças possuídas pelos clientes. 9 Site Microsoft: 1

13 Sobre o tipo de segurança a ser utilizada, deve-se selecionar \ Segurança Reduzida, ou seja, os usuários de acesso a este servidor terão direitos de gravação, exclusão, execução e modificação 4.2 Adicionando usuários Deverão ser adicionados os usuários do sistema, porém, o programa não irá funcionar se houver duas pessoas logadas no servidor com o mesmo usuário. Para adicionar usuários acessar: \ Iniciar \ Configurações \ Painel de Controle \ Ferramentas Administrativas \ Gerenciamento do Computador. Acessar a pasta \ Usuários e grupos locais \, clicar com o botão direito do mouse na pasta \ Usuários, seguidamente clicar em \ Novo Usuário. 1

14 Criados os usuários e definidas suas senhas, eles aparecerão dentro da pasta \ Usuários. Clicar duas vezes no usuário criado, acessar a opção \ Membro de, adicionar ao grupo \ Administradores. 4.3 Permissões na conexão RDP Aqui serão configuradas as permissões das sessões dos usuários. Acessar \ Ferramentas Administrativas \ Configuração de Serviços de Terminal. Acessar a pasta \ Conexões, clicar com botão direito do mouse na conexão RDP - TCP 5.2, acessar propriedades. Na aba \ Ambiente, alterar as opções conforme figura: 1

15 Acessar opção \ Configurações do cliente, marcar os itens conforme a figura: 1

16 Acessar a opção \ Controle Remoto, deixar os itens conforme a figura: 1

17 CAPÍTULO V - IMPRIMINDO EM MATRICIAIS NO TERMINAL SERVICE 5.1 Acessando o Terminal Service de uma estação de trabalho No Windows 2000 Server quanto no Windows 2003 Server, será utilizado o mesmo mecanismo para impressão em impressoras matriciais. 5.2 Impressoras locais Quando a impressora for local, deverá entrar no Terminal Service \ Configurações de Impressoras. Deverá ser compartilhada a própria impressora com um nome sem quaisquer caracteres especiais, tais como -, / }{ } [ ]?, espaços, etc. Além disso, o nome não deverá possuir mais de 8 caracteres. Na figura acima o terminal denominado (E) busca os dados no Servidor Remoto e imprime na impressora conectada fisicamente no terminal denominado (E). 1

18 Após terminar o compartilhamento, devemos capturar a impressora na Porta LPT1 10, utilizando o seguinte comando, a saber: Net use lpt1: \\Nome do Servidor Remoto\compartilhamento da impressora /persistent:yes 5.3 Impressoras em rede Neste caso, o terminal denominado (C) acessando o Servidor, imprimirá no terminal denominado (E). A impressora do terminal denominado (E) deverá estar instalada no terminal denominado (C) como impressora de rede. 10 Porta LPT1 ou Paralela: Porta física, ou saída local, onde em geral é conectada uma impressora. 1

19 5.4 Primeira etapa do processo de instalação. Instalar a impressora do terminal denominado (E), no terminal denominado (C), normalmente, como uma impressora de rede, após a instalação deve-se capturar a porta com o comando net use. Net use lpt1: \\Nome do terminal E\compartilhamento da impressora /persistent:yes Desta vez o nome do terminal denominado (E), será o servidor da impressora, ou seja, a máquina que estiver com a impressora instalada fisicamente. Novamente devemos evitar caracteres como -, / }{ } [ ]?, espaços, etc. Além disso, o nome não deverá possuir mais de 8 caracteres. 5.5 Segunda etapa do processo de instalação Após a captura, o restante do processo será igual o da impressora local. Devemos entrar na sessão do Terminal Service, em Configurações de impressoras, aparecerá a impressora, clicar com o botão direito do mouse e entrar em compartilhamento, compartilhar a impressora com um nome sem quaisquer caracteres como -., / }{ } [ ]?, espaços, etc. Além disso, o nome não deverá possuir mais de 8 caracteres. Após terminar o compartilhamento, devemos capturar novamente esta impressora na porta LPT1: com o seguinte comando. 1

20 Net use lpt1: \\Nome do terminal E\compartilhamento da impressora /persistent:yes 2

21 CAPÍTULO VI ACESSANDO O TERMINAL SERVICE DE UM THIN CLIENT 6.1 Thin Client Alguns modelos de Thin Client 11 possuem uma porta paralela no qual podemos ligar uma impressora. Nota: Thin Client é uma tecnologia onde através de um aparelho parecido com um modem ou roteador, faz acesso a um servidor de dados não sendo necessário dessa forma o uso da CPU. 6.2 Impressoras instaladas diretamente no Thin Client Neste caso, primeiramente antes de acessar o Terminal Service, devemos instalar a impressora nas configurações do Thin Client. Essa configuração poderá mudar conforme o modelo do Thin Client. Após instalar a impressora no Thin Client inicie o Terminal Service a impressora irá automaticamente aparecer no terminal Após a instalação Deveremos compartilhar a impressora com um nome sem quaisquer caracteres, tais como -, / }{ } [ ]?, espaços, etc. Além disso, o nome não deverá possuir mais de 8 caracteres. Após terminar o compartilhamento, devemos capturar a impressora na porta LPT1 com o comando Net Use. 11 Thin Client: Aparelho utilizado para fazer a conexão com um servidor, este acesso pode ser em rede local ou remota, existem vários modelos no mercado. 2

22 Observação: Utilizar o Prompt 12 do Ms-DOS, para imputar este comando, utilizando o mouse, clicar em \ Iniciar \ Programas \ Acessórios \ Promp de Comando \, ou clicar em \ Iniciar \ Executar, digitar CMD seguido de Enter. Net use lpt1: \\nome do computador\compartilhamento da impressora /persistent:yes Onde nome do computador, será o nome do servidor do Terminal Service 6.3 Impressora instalada em outro terminal, mas na mesma rede do Servidor A captura deverá ser feita no próprio servidor do Terminal Service. 6.4 Impressora instalada em outro terminal, rede diferente do Servidor de Terminal Service. 12 Prompt de comando: Emulação do ambiente DOS dentro da plataforma Windows, onde são digitados comandos de uma instrução. 2

23 Será imprescindível que, o Thin Client tenha Porta de impressora, ou permita instalação da impressora antes do acesso ao Terminal Service. Devemos instalar a impressora nas configurações do Thin Client, essa configuração mudará conforme o modelo do Thin Client. Após instalar a impressora no Thin Client, iniciar o Terminal Service, a impressora aparecerá automaticamente no terminal. Deveremos compartilhar a impressora com um nome sem quaisquer caracteres, tais como -., / }{ } [ ]?, espaços, etc. Além disso, o nome não deverá possuir mais de 8 caracteres. Após terminar o compartilhamento, devemos capturar a impressora na porta LPT1, com o seguinte comando. Observação: Utilizar o Prompt do Ms-DOS, para imputar este comando, utilizando o mouse, clicar em \ Iniciar \ Programas \ Acessórios \ Promp de Comando \, ou clicar em \ Iniciar \ Executar, digitar CMD seguido de Enter. Net use lpt1: \\nome do computador\compartilhamento da impressora /persistent:yes Onde nome do computador, será o nome do servidor do Terminal Service. CAPÍTULO VII PERMISSÕES NO WINDOWS 2000 E 2003 SERVER Uma das principais preocupações nos Serviços de Terminal Service, com relação as Permissões dos Usuários, não será seguro deixarmos os usuários como Administradores do Servidor, para tanto, uma boa forma de resolver este problema será configurando as permissões dos usuários, invés de deixá-los como Administradores, cadastra-los como Usuários Avançados, com isso eles não poderão excluir arquivos do sistema. Quando um usuário for adicionado ao grupo Usuários Avançados, não terá direitos em acessar o sistema Phoenix, para conceder esta permissão, devemos selecionar a pasta desejada para dar permissão, bastará clicar com o botão direito do mouse, acessar \ Compartilhamento e Segurança. 2

24 Na opção \ Segurança \ devemos adicionar os usuários criados no Terminal Service ou os \ Usuários Avançados \. DICA IMPORTANTE: Para os Sistemas da linha Phoenix sugerimos a seguinte configuração: Pasta \ Phoenix = Ler & executar \ Listar conteúdo da pasta \ leitura e gravar. Deverá ser atribuído às pastas e sub-pastas. 7.1 Finalizando a sessão Quando o usuário estiver acessando o servidor remotamente, e quiser finalizar a sessão, não deverá clicar em \ Iniciar \ Desligar. Pois, se o fizer, o usuário estará desligando o Servidor, invés da sessão que está conectado. O correto será: Clicar em \ Iniciar e fazer o Logoff 13 da sessão. 13 Logoff: Trata-se da desconexão de um sistema de computação, geralmente, selecionando um item de menu ou digitando exit, bye ou logout. 2

25 7.2 Acessando o Terminal Service Windows 98, ME e Os Windows 98, Me e 2000, originalmente não possuem um programa para acessar um servidor remoto, porém com a instalação de um programa distribuído pela própria Microsoft conseguiremos acessar via Windows 98. Segue o link do download do programa, a saber: 96c2-08aa2bd23a49&DisplayLang=en Após a instalação acessar \ Iniciar \ Programas \ Acessórios \ Comunicação \ Conexão de área de trabalho remota. Ao abrir a Janela acima, devemos colocar o endereço IP da máquina, o qual se encontra instalado o Terminal Service Windows XP O Windows XP já vem com esta rotina na própria instalação, não será necessário instalar o programa de acesso remoto como nos Windows acima. Acessar: \ Iniciar \ Programas \ Acessórios \ Comunicação \ Conexão de área de trabalho remota. 2

26 Pronto agora é só colocar o IP do servidor remoto. GLOSSÁRIO ADSL (Asymmetric Digital Subscriber Line): é um formato de DSL, uma tecnologia de comunicação de dados que permite uma transmissão de dados mais rápida através de linhas de telefone do que um modem convencional pode oferecer. Active Directory: Serviço do Windows utilizado para acesso remoto. Banda Larga: é o nome usado para definir qualquer conexão acima da velocidade padrão dos modems analógicos (56 Kbps). Usando linhas analógicas convencionais, a velocidade máxima de conexão é de 56 Kbps. Para obter velocidade acima desta tem-se obrigatoriamente de optar por uma outra maneira de conexão do computador com o provedor. Atualmente possuímos no Brasil as conexões em Banda Larga ISN/DSL, Cabo CATV (Virtua, Ajato...), Wirelless/Radio, Satélite. Cabo: Através da transmissão de sinais via meio físico, por uma rede de cabos coaxiais e/ou fibra ótica, ele leva até você a prestação do serviço de Internet em alta velocidade com alta qualidade de transmissão de dados. Controle Remoto: Em geral utiliza-se aplicativos (Programas) para fazer acesso remoto onde tem-se completo controle do computador que esta sendo acessado. 2

27 Controlador de Domínio: Controlador de domínio é um serviço do Windows que se destina a centralizar todos os direitos de uma rede. Conexão RDP: Remote Desktop Protocol, é o protocolo de comunicação utilizado para fazer conexão remota. DNS: O Domain Name System (DNS) converte nomes Internet em seus números correspondentes e vice versa. Originalmente, os computadores da Internet eram identificados apenas por números, como Com o DNS, foi possível dar nomes aos computadores, como Endereço IP: Número especialmente desenvolvido para acessar um computador na Internet. IP: O Internet Protocol (IP) é o protocolo responsável pelo roteamento de pacotes entre dois sistemas que utilizam a família de protocolos TCP/IP, desenvolvida e usada na Internet. O roteamento de pacotes permite dividir a informação em blocos que podem ser enviados separadamente e depois reagrupados no destino. LAN (Rede Local): Sigla para Local Area Network, rede de computadores em geral, limitada a um prédio ou conjunto de prédios de uma instituição. Login: No endereço eletrônico o login é o nome que o usuário usa para acessar a rede, neste caso joao. Quando você entra na rede, precisa digitar o seu login, seguido de uma senha (password). Logoff: Trata-se da desconexão de um sistema de computação, geralmente, selecionando um item de menu ou digitando exit, bye ou logout. Prompt de comando: Emulação do ambiente DOS dentro da plataforma Windows, onde são digitados comandos de uma instrução. Porta LPT1 ou Paralela: Porta física ou saída local, onde em geral é conectado uma impressora. 2

28 Terminal Service: É um serviço do Windows para que outros computadores utilizem recursos do servidor remotamente. Thin Client: Aparelho utilizado para fazer a conexão com um servidor, este acesso pode ser em rede local ou remota, existem vários modelos no mercado. Service Pack: Pacotes de atualização do Sistema Operacional (Windows). 2

STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll)

STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll) STK (Start Kit DARUMA) Realizando Comunicação através do TERMINAL SERVER Windows 2008 (Utilizando a DarumaFramework.dll) Este STK dividiu-se em três etapas, que são: Configuração do Windows 2008 server;

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View

Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View www.cali.com.br - Manual de Instalação e Configuração do Sistema Cali LAB View - Página 1 de 29 Índice INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (FIREBIRD E

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

Manual de Instalação ProJuris8

Manual de Instalação ProJuris8 Manual de Instalação ProJuris8 Sumário 1 - Requisitos para a Instalação... 3 2 - Instalação do Firebird.... 4 3 - Instalação do Aplicativo ProJuris 8.... 8 4 - Conexão com o banco de dados.... 12 5 - Ativação

Leia mais

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM

Solicitação de Manutenção de Veículo. Manual SRM Manual SRM 1 Índice 1. Requerimentos Técnicos para Utilização do Sistema... 4 1.1 Hardware... 4 1.2 Software... 5 1.3 Conexão à Internet... 9 2. Desabilitação do Bloqueio Automático de Pop-ups...10 3.

Leia mais

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB.

O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. O Servidor de impressão DP-300U atende a seguinte topologia: Podem ser conectadas 2 impressoras Paralelas e 1 USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-300U deve ser conectado via cabo

Leia mais

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Como instalar o Serviço DHCP Antes de poder configurar o serviço DHCP, é necessário instalá lo no servidor. O DHCP não é instalado por padrão durante

Leia mais

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL Documento: Tutorial Autor: Iuri Sonego Cardoso Data: 27/05/2005 E-mail: iuri@scripthome.cjb.net Home Page: http://www.scripthome.cjb.net ALTERNATIVA PARA CONEXÃO VIA INTERNET DE IP MASCARADO A IP REAL

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS)

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS) Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 Sumário... 2 Criando as Unidades Organizacionais... 16 Criando Grupos... 17 Criação de Usuários.... 20 Habilitando a Lixeira do AD DS.... 24

Leia mais

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04

Guia de Prática. Windows 7 Ubuntu 12.04 Guia de Prática Windows 7 Ubuntu 12.04 Virtual Box e suas interfaces de rede Temos 04 interfaces de rede Cada interface pode operar nos modos: NÃO CONECTADO, que representa o cabo de rede desconectado.

Leia mais

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98

Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 Guia DIE-100 para ADSL e sistema operacional Windows 98 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande velocidade

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-control MSI Versão: 4.6 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 17/06/2011 Público-alvo: Clientes e Parceiros NDDigital Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

Requisitos do Sistema

Requisitos do Sistema PJ8D - 017 ProJuris 8 Desktop Requisitos do Sistema PJ8D - 017 P á g i n a 1 Sumario Sumario... 1 Capítulo I - Introdução... 2 1.1 - Objetivo... 2 1.2 - Quem deve ler esse documento... 2 Capítulo II -

Leia mais

Manual. Rev 2 - junho/07

Manual. Rev 2 - junho/07 Manual 1.Desbloquear o software ------------------------------------------------------------------02 2.Botões do programa- --------------------------------------------------------------------- 02 3. Configurações

Leia mais

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0

INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 CAPÍTULO 18 INSTALANDO E CONFIGURANDO O MICROSOFT OFFICE PROJECT SERVER 2003 INSTALAÇÃO DO MICROSOFT WINDOWS SHAREPOINT SERVICES 2.0 Antes de começar a instalação do Microsoft Office Project Server 2003

Leia mais

Neste tutorial apresentarei o serviço DFS Distributed File System. Veremos quais as vantagens

Neste tutorial apresentarei o serviço DFS Distributed File System. Veremos quais as vantagens Neste tutorial apresentarei o serviço DFS Distributed File System. Veremos quais as vantagens em utilizar este serviço para facilitar a administração de pastas compartilhadas em uma rede de computadores.

Leia mais

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02

ArpPrintServer. Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 ArpPrintServer Sistema de Gerenciamento de Impressão By Netsource www.netsource.com.br Rev: 02 1 Sumário INTRODUÇÃO... 3 CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO SISTEMA... 3 REQUISITOS DE SISTEMA... 4 INSTALAÇÃO

Leia mais

1. Um servidor rodando Windows 7 (um computador onde o SIPAR ficará instalado e com os dados neste computador);

1. Um servidor rodando Windows 7 (um computador onde o SIPAR ficará instalado e com os dados neste computador); Manual informativo para configuração do SIPAR por acesso via Área de Trabalho Remota (ATR) do Windows 7 Página: 1 / 5 COMO CONFIGURAR O SIPAR PARA ACESSO VIA INTERNET Você vai precisar de: 1. Um servidor

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

WinGate - Passo a passo

WinGate - Passo a passo WinGate - Passo a passo Configurando os Computadores de sua rede Nesta etapa, mostraremos como preparar os computadores de sua rede para a instalação do WinGate. 1ª Parte É necessário que os computadores

Leia mais

Instalação e utilização do Document Distributor

Instalação e utilização do Document Distributor Para ver ou fazer o download desta ou de outras publicações do Lexmark Document Solutions, clique aqui. Instalação e utilização do Document Distributor O Lexmark Document Distributor é composto por pacotes

Leia mais

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7

Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Configurando um Grupo Doméstico e Compartilhando arquivos no Windows 7 Para criar um grupo doméstico e compartilhar arquivos é necessário que tenhamos pelo menos dois computadores ligados entre si (em

Leia mais

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2

SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 SUMÁRIO 1. AULA 7 INTRODUÇÃO À REDES PONTO A PONTO = PARTE 1:... 2 1.1 Introdução... 2 1.2 Montando Redes Ponto-a-Ponto... 3 1.2.1 Parte lógica... 3 1.2.2 Escolhendo o sistema operacional... 3 1.2.3 Instalação

Leia mais

Manual de Instalação SIM/SINASC

Manual de Instalação SIM/SINASC Manual de Instalação SIM/SINASC Agosto/2009 Versão 2.2 Índice CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO... 4 CAPÍTULO 02 - PERFIL DO HARDWARE... 5 CAPÍTULO 03 INSTALADOR SIM SINASC 2.2... 6 CAPÍTULO 04 - MODO DE INSTALAÇÃO...

Leia mais

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB.

O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. O Servidor de impressão DP-301U atende a seguinte topologia: Com o DP-301U pode ser conectada uma impressora USB. 1 1- Para realizar o procedimento de configuração o DP-301U deve ser conectado via cabo

Leia mais

AULA 7: Remote Desktop

AULA 7: Remote Desktop AULA 7: Remote Desktop Objetivo: Praticar a aplicação de acesso remoto via protocolo RDP (Remote Desktop) em ambientes Microsoft Windows. Ferramentas: Máquina Virtual Windows 2003 Server; Máquina Virtual

Leia mais

Compartilhamento de pasta/arquivos/impressora no Windows XP SP2

Compartilhamento de pasta/arquivos/impressora no Windows XP SP2 1 Compartilhamento de pasta/arquivos/impressora no Windows XP SP2 Quando se loga no Windows XP através de um domínio o procedimento de compartilhamento de pasta/arquivos e impressora é realizado de uma

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

1 Realizando testes de conexão

1 Realizando testes de conexão Manual para Instalação do Terminal de Acesso ao SIAFEM 2006 Última atualização: 16/março/2012 1 Realizando testes de conexão O computador que será usado para acesso ao SIAFEM, deve ter o servidor DNS configurado.

Leia mais

Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006

Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006 Boolean Sistemas 2 MANUAL DA ROTINA DE MENU DOS SISTEMAS Atualizado em Maio/2006 Empresas Especiais Suporte 2.01. Cadastro das empresas 2.02. Relação das empresas 2.03. Controle das emissões 2.04. Exclusão

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico

MANUAL DE INSTALAÇÃO. LSoft Ponto Eletrônico MANUAL DE INSTALAÇÃO LSoft Ponto Eletrônico SUPORTE TÉCNICO AO USUÁRIO: Atendimento On-line: www.lsoft.com.br E-Mail: suporte@lsoft.com.br (37) 3237-8900 Versão 1.0-2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-client MSI Versão: 4.2.3 Versão do Doc.: 1.0 Autor: Aline Della Justina Data: 19/11/2010 Documento destinado à: Clientes e Parceiros Alterado por: Release Note: Detalhamento

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Conteúdo Programático! Introdução ao Active Directory (AD)! Definições! Estrutura Lógica! Estrutura Física! Instalação do Active Directory (AD)!

Leia mais

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012).

Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Manual de Instalação de SQL Server (2005, 2008, 2012). Instalação do SQL 2005. - Primeiro baixo o instalador do SQL nesse link: http://www.microsoft.com/pt-br/download/details.aspx?id=184 - Execute o arquivo

Leia mais

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48 1.1 Roteiro para Instalação do Software 1.1.1 Servidor 1.1.1.1 Requisitos de Hardware Servidor de pequeno porte Servidor dedicado: Processador: 500Mhz Memória RAM: 256MB Hard Disk: 20 ou 40GB (7.500rpm)

Leia mais

Instalação, configuração e manual

Instalação, configuração e manual Cardápio Moura Instalação, configuração e manual Conteúdo Instalação... 4 Requisitos mínimos... 4 Windows 8... 5 Instalação do IIS no Windows 8... 5 Configuração do IIS no WINDOWS 8... 15 Windows 7...

Leia mais

Guia de conexão na rede wireless

Guia de conexão na rede wireless 1 Guia de conexão na rede wireless Este documento tem por objetivo orientar novos usuários, não ambientados aos procedimentos necessários, a realizar uma conexão na rede wireless UFBA. A seguir, será descrito

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Administração do Windows Server 2003

Administração do Windows Server 2003 Administração do Windows Server 2003 Visão geral O Centro de Ajuda e Suporte do Windows 2003 Tarefas do administrador Ferramentas administrativas Centro de Ajuda e Suporte do 2003 Usando o recurso de pesquisa

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

O que é conexão de área de trabalho remoto?

O que é conexão de área de trabalho remoto? O que é conexão de área de trabalho remoto? Conexão de Área de Trabalho Remota é uma tecnologia que permite sentar-se ao computador e conectar-se a um computador remoto em um local diferente. Por exemplo,

Leia mais

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows XP O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande

Leia mais

Winco VPN - SSL Manual do Usuário

Winco VPN - SSL Manual do Usuário Winco VPN - SSL Manual do Usuário 1 1. Introdução...3 1.1. Características Técnicas...3 1.2. Vantagens da Winco VPN - SSL...4 2. Requisitos de Instalação...5 2.1. Sistemas Operacionais com suporte...5

Leia mais

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama

Manual do Remote Desktop Connection. Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama Manual do Remote Desktop Connection Brad Hards Urs Wolfer Tradução: Marcus Gama 2 Conteúdo 1 Introdução 5 2 O protocolo do Buffer de Quadro Remoto (Buffer de Quadro Remoto) 6 3 Usando o Remote Desktop

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 )

SCPIWeb. SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) 2010 SCPIWebDespRec Aplicação Web para Consulta de Despesas e Receitas ( Lei Complementar nº 131 de 27 Maio de 2009 ) SCPIWebCotacao Aplicação Web para Cotação de Preços via Internet Resumo de Instruções

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma

STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma STK (Start Kit DARUMA) Conectando-se diretamente a sua aplicação via TS com o MT1000 Daruma Neste STK apresentaremos como configurar seu servidor Windows 2008 R2 para abrir diretamente sua aplicação ao

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br

Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Data: 22 de junho de 2004. E-mail: ana@lzt.com.br Manual do Suporte LZT LZT Soluções em Informática Sumário VPN...3 O que é VPN...3 Configurando a VPN...3 Conectando a VPN... 14 Possíveis erros...16 Desconectando

Leia mais

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito

GUIA RÁPIDO. DARUMA Viva de um novo jeito GUIA RÁPIDO DARUMA Viva de um novo jeito Dicas e Soluções para IPA210 Leia atentamente as dicas a seguir para configurar seu IPA210. Siga todos os tópicos para que seja feita a configuração básica para

Leia mais

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC

Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Executando o Modo Windows XP com Windows Virtual PC Um guia para pequenas empresas Conteúdo Seção 1: Introdução ao Modo Windows XP para Windows 7 2 Seção 2: Introdução ao Modo Windows XP 4 Seção 3: Usando

Leia mais

Volume ACRONUS SOFTWARE GUIA DE UTILIZAÇÃO DO ACRONUS SYSTEM. Manual Técnico 4.28

Volume ACRONUS SOFTWARE GUIA DE UTILIZAÇÃO DO ACRONUS SYSTEM. Manual Técnico 4.28 Volume 1 ACRONUS SOFTWARE GUIA DE UTILIZAÇÃO DO ACRONUS SYSTEM Manual Técnico 4.28 P A C O T E I N S T I T U I Ç Õ E S D E E N S I N 0 - E M P R E S A S Manual Técnico 4.28 ACRONUS SOFTWARE 08.104.732/0001-33

Leia mais

guia do usuário instalação do aparelho configuração do computador ativação do serviço efetuando ligações

guia do usuário instalação do aparelho configuração do computador ativação do serviço efetuando ligações guia do usuário instalação do aparelho ativação do serviço efetuando ligações instalação do aparelho montagem inicial 1. Retire o cabo da internet ligado ao seu computador e ligue à porta WAN do aparelho

Leia mais

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 FileMaker Pro 13 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 2007-2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE REDES E FIREWALL

CONCEITOS BÁSICOS DE REDES E FIREWALL Secretaria Municipal de Educação SME Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação CTIC Núcleo de Tecnologia Municipal NTM CONCEITOS BÁSICOS DE REDES E FIREWALL Amauri Soares de Brito Mário Ângelo

Leia mais

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13

VESOFTWARE - DESENVOLIMENTO DE SISTEMAS E WEBSITES Fone: (11) 4036-6980 VIVO(11)9607-5649 TIM(11)7013-8480 1-13 1-13 INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP

MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP MANUAL DE INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO VOIP 1 INDICE 1. Identifique seu tipo de conexão à internet:... 3 1.1 Como Identificar sua Conexão Banda Larga... 3 1.1.1 Conexão ADSL... 3 1.1.2 Conexão a Cabo... 3

Leia mais

Passo a Passo da instalação da VPN

Passo a Passo da instalação da VPN Passo a Passo da instalação da VPN Dividiremos este passo a passo em 4 partes: Requisitos básicos e Instalação Configuração do Servidor e obtendo Certificados Configuração do cliente Testes para saber

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Sistemas de Informação Processamento de Dados

Sistemas de Informação Processamento de Dados Sistemas de Informação Processamento de Dados Ferramentas e serviços de acesso remoto VNC Virtual Network Computing (ou somente VNC) é um protocolo desenhado para possibilitar interfaces gráficas remotas.

Leia mais

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO

SUAP MÓDULO PROTOCOLO SUAP MÓDULO PROTOCOLO MANUAL DO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.0 2010 1 1. INTRODUÇÃO Administradores públicos defrontam-se diariamente com grandes dificuldades para fazer com que processos administrativos, documentos, pareceres e informações

Leia mais

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee

Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos para instalação do Antivírus McAfee Requisitos Mínimos do computador: Microsoft Windows 2000 (32 bits) com Service Pack 4 (SP4) ou superior, Windows XP (32 bits) com Service Pack 1 (SP1)

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação Manual de Instalação Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 09/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

Manual de Instalação do Sistema Audatex Servidor/ Estação Nova Plataforma. 1 P á g i n a

Manual de Instalação do Sistema Audatex Servidor/ Estação Nova Plataforma. 1 P á g i n a Manual de Instalação do Sistema Audatex Servidor/ Estação Nova Plataforma 1 P á g i n a SUMÁRIO 1. Informações Gerais... 3 1.1. Pré-Requisitos... 3 1.2. Liberações Necessárias... 3 1.3. Perfil Administrador...

Leia mais

Manual do usuário. Mobile Auto Download

Manual do usuário. Mobile Auto Download Manual do usuário Mobile Auto Download Mobile Auto Download Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para a sua instalação e

Leia mais

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte)

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) 1 Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como testar a conectividade de uma

Leia mais

Configurando DDNS no Stand Alone

Configurando DDNS no Stand Alone Configurando DDNS no Stand Alone Abra o seu navegador de internet e acesse o endereço http://www.advr.com.tw(ou, http://59.124.143.151 ). Clique em Register para efetuar o cadastro de um novo grupo.(foto

Leia mais

Acesso Remoto Placas de captura

Acesso Remoto Placas de captura Acesso Remoto Placas de captura 1 instalar o DVR Siga os passos de instalação informados na caixa do produto, após seu perfeito funcionamento vá para próximo passo. 2 Configurá-lo na rede Local O computador

Leia mais

FAQ Como compartilhar arquivos e pastas? Compartilhamento no Windows 7

FAQ Como compartilhar arquivos e pastas? Compartilhamento no Windows 7 FAQ Como compartilhar arquivos e pastas? v.1.1 01 de setembro de 2015 Compartilhamento no Windows 7 1. Crie uma nova pasta: 1. Vá até o local (Por exemplo, unidade Documentos (D:) ou Área de Trabalho)

Leia mais

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede

Usar Atalhos para a Rede. Logar na Rede GUIA DO USUÁRIO: NOVELL CLIENT PARA WINDOWS* 95* E WINDOWS NT* Usar Atalhos para a Rede USAR O ÍCONE DA NOVELL NA BANDEJA DE SISTEMA Você pode acessar vários recursos do software Novell Client clicando

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes.

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes. ACESSO REMOTO Através do Acesso Remoto o aluno ou professor poderá utilizar em qualquer computador que tenha acesso a internet todos os programas, recursos de rede e arquivos acadêmicos utilizados nos

Leia mais

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000

Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000 Guia DIE-100 para Cable Modem e sistema operacional Windows 2000 O Express First Net Internet Kit da D-Link permitirá que você conecte seu escritório com o mundo, compartilhe o acesso à Internet com grande

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express

Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Manual de Instalação e Configuração do SQL Express Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: Acesse o seguinte endereço e faça o download gratuito do SQL SRVER EXPRESS, conforme a sua plataforma x32 ou

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Introdução ao Active Directory AD

Introdução ao Active Directory AD Introdução ao Active Directory AD Curso Técnico em Redes de Computadores SENAC - DF Professor Airton Ribeiro O Active Directory, ou simplesmente AD como é usualmente conhecido, é um serviço de diretórios

Leia mais

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0 1 pág. PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DO SGCOM ATENÇÃO: É OBRIGATÓRIO UMA CONEXÃO COM A INTERNET PARA EXECUTAR A INSTALAÇÃO DO SGCOM. Após o Download do instalador do SGCOM versão Server e Client no site www.sgcom.inf.br

Leia mais

Kerio Exchange Migration Tool

Kerio Exchange Migration Tool Kerio Exchange Migration Tool Versão: 7.3 2012 Kerio Technologies, Inc. Todos os direitos reservados. 1 Introdução Documento fornece orientações para a migração de contas de usuário e as pastas públicas

Leia mais

Roteiro 5: Responsabilidades do AD / Gerenciamento de usuários

Roteiro 5: Responsabilidades do AD / Gerenciamento de usuários Roteiro 5: Responsabilidades do AD / Gerenciamento de usuários Objetivos: Detalhar e Definir responsabilidades em controladores de domínio; Configurar propriedades de contas de usuários; Gerenciar perfis

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade

Follow-Up Acompanhamento Eletrônico de Processos (versão 3.0) Manual do Sistema. 1. Como acessar o sistema Requisitos mínimos e compatibilidade do Sistema Índice Página 1. Como acessar o sistema 1.1 Requisitos mínimos e compatibilidade 03 2. Como configurar o Sistema 2.1 Painel de Controle 2.2 Informando o nome da Comissária 2.3 Escolhendo a Cor

Leia mais

Guia Rápido de Instalação. Modelo M151RW

Guia Rápido de Instalação. Modelo M151RW Guia Rápido de Instalação Modelo M151RW 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 3 DICAS DE INSTALAÇÃO 3 CONFIGURAÇÃO 4 3 Parabéns! Você acaba de adquirir o Roteador M151RW2 com qualidade e garantia Pixel TI. Este guia rápido

Leia mais

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA

ETEC Campo Limpo AULA 07. 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA AULA 07 1. Interpretando informações do UTILITÁRIO DE CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA O Utilitário de configuração do sistema, o famoso "msconfig" está disponível nas versões recentes do Windows. Para abrir o

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO. Professor Carlos Muniz

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO. Professor Carlos Muniz ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS SERVIÇOS IMPRESSÃO Serviços de impressão Os serviços de impressão permitem compartilhar impressoras em uma rede, bem como centralizar as tarefas de gerenciamento

Leia mais

Group Policy (política de grupo)

Group Policy (política de grupo) Group Policy (política de grupo) Visão Geral As Diretiva de Grupo no Active Directory servem para: Centralizar o controle de usuários e computadores em uma empresa É possível centralizar políticas para

Leia mais

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais são programas que como o próprio nome diz tem a função de colocar o computador em operação. O sistema Operacional

Leia mais

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Sistemas Operacionais Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Conteúdo Programático Virtual Box Instalação do Virtual Box Instalação do Extension Pack Criando uma Máquina Virtual Instalando o Windows

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Passo 1: Abra seu navegador e digite http://www.no-ip.com. Passo 2: Na tela que surgir, clique em Get Started.

Passo 1: Abra seu navegador e digite http://www.no-ip.com. Passo 2: Na tela que surgir, clique em Get Started. 1 - Como obter seu DNS Dinâmico no No-IP O No-IP, é um sistema de DNS (Domain Name Server), que converte o seu endereço IP em um nome. O que o No-IP faz, é converter o nome do tipo minhacameraip.no-ip.org

Leia mais

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado)

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado) Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado) Índice Instruções de Instalação....... 1 Requisitos do sistema........... 1 Código de autorização.......... 1 Instalando...............

Leia mais

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna

Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Guia de informações sobre os pré-requisitos para implantação do sistema Varuna Varuna Tecnologia Ltda. Av. Antônio Olímpio de Morais, 545 - Sala 1305. Centro. Divinópolis, MG. suporte@varuna.com.br 37

Leia mais

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados.

Redes Ponto a Ponto. Os drivers das placas de rede devem estar instalados. Redes Ponto a Ponto É fácil configurar uma rede ponto-a-ponto em qualquer versão do Windows. Antes entretanto é preciso tomar algumas providências em relação ao hardware: Todos os computadores devem estar

Leia mais