REGULAMENTO ESPECÍFICO DE NATAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO ESPECÍFICO DE NATAÇÃO"

Transcrição

1 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE NATAÇÃO

2 Índice 1. Introdução Calendarização Escalões Etários Competições Quadro de provas Inscrição Classificação Equipamento Desportivo Programa/Horário das Competições Prémios Acompanhamento dos Alunos Regulamento Técnico Específico Partida Costas Bruços Mariposa Casos Omissos... 7 eixod_v.3_10abr12 Câmara Municipal de Ílhavo 2

3 1. Introdução Este regulamento específico aplica-se à competição de Natação realizadas no âmbito do Programa Municipal OlimpÍlhavo, em conformidade com o estipulado no regulamento geral de provas e normas para da organização. O regulamento técnico rege-se pelas regras oficiais em vigor da Federação Portuguesa de Natação (FPN), contudo, devido às características da modalidade no meio escolar, aos espaços e aos recursos humanos, poderão verificar-se adaptações ao nível da arbitragem. 2. Calendarização As provas realizam-se no dia 18 de abril de 2012, na Piscina Municipal de Ílhavo. 3. Escalões Etários ANO LECTIVO ANO DE NASCIMENTO INFANTIL A INFANTIL B INICIADO JUVENIL JÚNIOR 2011/ / / / / e anteriores 4. Competições 4.1. Quadro de provas Aquecimento: 09:30h Início das Provas: 10:00h Prova Distância Estilo Sexo Escalão 1ª Prova 25 mts Crol Fem Infantil A 2ª Prova 25 mts Crol Masc Infantil A 3ª Prova 25 mts Costas Fem Infantil A 4ª Prova 25 mts Costas Masc Infantil A 5ª Prova 25 mts MI Crol Fem Infantil A 6ª Prova 25 mts MI Crol Masc Infantil A 7ª Prova 25 mts MI Costas Fem Infantil A 8ª Prova 25 mts MI Costas Masc Infantil A 9ª Prova 4x25mts Crol Mistos Infantil A eixod_v.3_10abr12 Câmara Municipal de Ílhavo 3

4 10ª Prova 25 mts Crol Fem Infantil B 11ª Prova 25 mts Crol Masc Infantil B 12ª Prova 25 mts Costas Fem Infantil B 13ª Prova 25 mts Costas Masc Infantil B 14ª Prova 25 mts Bruços Fem Infantil B 15ª Prova 25 mts Bruços Masc Infantil B 16ª Prova 4x25mts Crol Mistos Infantil B 17ª Prova 25 mts Crol Fem Iniciados 18ª Prova 25 mts Crol Masc Iniciados 19ª Prova 25 mts Costas Fem Iniciados 20ª Prova 25 mts Costas Masc Iniciados 21ª Prova 25 mts Bruços Fem Iniciados 22ª Prova 25 mts Bruços Masc Iniciados 23ª Prova 4x25 mts Crol Fem Iniciados 24ª Prova 4x25 mts Crol Masc Iniciados 25ª Prova 50 mts Livres Fem Juvenis 26ª Prova 50 mts Livres Masc Juvenis 27ª Prova 50 mts Costas Fem Juvenis 28ª Prova 50 mts Costas Masc Juvenis 29ª Prova 50 mts Bruços Fem Juvenis 30ª Prova 50 mts Bruços Masc Juvenis 31ª Prova 4x25 mts Crol Fem Juvenis 32ª Prova 4x25 mts Crol Masc Juvenis 33ª Prova 50 mts Crol Fem Juniores 34ª Prova 50 mts Crol Masc Juniores 35ª Prova 50 mts Costas Fem Juniores 36ª Prova 50 mts Costas Masc Juniores 37ª Prova 50 mts Bruços Fem Juniores 38ª Prova 50 mts Bruços Masc Juniores 39ª Prova 25 mts Mariposa Fem Juniores 40ª Prova 25 mts Mariposa Masc Juniores 41ª Prova 4x25 mts Crol Fem Juniores 42ª Prova 4x25 mts Crol Masc Juniores eixod_v.3_10abr12 Câmara Municipal de Ílhavo 4

5 4.2. Inscrição Cada nadador poderá participar no máximo em quatro provas (três provas individuais e uma de estafeta), e a sua inscrição deve ser efetuada na respetiva ficha de inscrição e enviada para a CMI, até ao dia 16 de abril. Na ficha de inscrição dever-se-á repetir o nome do aluno, tantas vezes conforme o número de provas em que se inscreve Classificação Será efetuada uma classificação individual por ordem crescente do tempo obtido pelos alunos em cada prova/escalão/sexo Equipamento Desportivo Os alunos participantes deverão ser portadores de equipamento desportivo adequado à prática da modalidade, nomeadamente fato de banho ou calção de banho, touca e chinelos. Sugere-se a utilização de T-shirt durante o decorrer do Encontro. 5. Programa/Horário das Competições O Programa/horário é definido pela organização da prova, tendo no entanto sempre em consideração que cada sessão de provas deverá contemplar os seguintes períodos: Receção dos participantes e entrega do calendário de provas; Período de aquecimento dos nadadores; Reunião técnica com os Professores dos grupos/equipas e organização; Início e desenvolvimento das provas, atendendo a que as provas de estafetas devem ser realizadas no final do calendário de provas. 6. Prémios Serão entregues medalhas e diploma de classificação aos alunos melhores classificados (3 primeiros lugares), diplomas de participação aos restantes participantes 7. Acompanhamento dos Alunos Os Professores acompanhantes são os responsáveis pelo devido enquadramento e orientação dos alunos durante a realização das provas, pelo que devem orientar os alunos no período de aquecimento, propondo e controlando os exercícios de aquecimento. eixod_v.3_10abr12 Câmara Municipal de Ílhavo 5

6 No decorrer das provas, devem também permanecer sempre junto dos seus alunos na bancada, devendo encaminhá-los para a câmara de chamada com a devida antecedência (três séries relativamente ao decorrer do calendário de provas), pois os alunos que não responderem à chamada não efetuarão a sua prova, sendo-lhes atribuída falta. 8. Regulamento Técnico Específico As regras em vigor regem-se de acordo com as Regras Técnicas de Natação Pura Desportiva da Federação Portuguesa de Natação, nomeadamente para as partidas, para cada uma das técnicas de nado, estilos e prova, pelo que este Regulamento faz referência a alguns pontos que necessitam de maior atenção Partida A partida de Livres, Bruços e Mariposa será efetuada por meio de salto, enquanto a partida de Costas será efetuada dentro da água. Ao apito prolongado os nadadores devem subir para o bloco de partida (Livres, Bruços, Mariposa) ou entrar na água (Costas), quando soar a voz de aos seus lugares os nadadores deverão colocar-se na posição de partida e quando estes estiverem totalmente imóveis o Juiz dará o sinal de partida Costas O nadador deverá sair da parede e nadar em posição dorsal durante toda a prova. Na viragem o nadador poderá tocar a parede mantendo a posição dorsal ou efetuar cambalhota, em que os ombros poderão rodar para além da vertical para bruços, após o que um movimento contínuo de um braço, ou um movimento contínuo dos dois braços pode ser utilizado para fazer a viragem. Uma vez que o corpo tenha perdido a posição de costas, não poderá haver nenhum movimento de pernas ou braços, que seja independente do movimento contínuo da viragem. Ao terminar a prova, o nadador deve tocar a parede na posição de costas Bruços O corpo deve permanecer sempre na posição de bruços e todos os movimentos de braços devem ser simultâneos e no mesmo plano horizontal, sem movimentos alternados, sendo feita a mesma exigência para os movimentos das pernas. As mãos não devem ser puxadas atrás para além da linha das ancas, exceto durante a primeira braçada após a partida e após cada viragem. Em cada viragem e no final da prova, o toque na parede deve ser efetuado com ambas as mãos simultaneamente. Durante cada ciclo completo de uma braçada e de uma pernada, por essa ordem, alguma parte da cabeça do nadador deve quebrar a superfície da água, eixod_v.3_10abr12 Câmara Municipal de Ílhavo 6

7 exceto depois da partida e após cada viragem, em que o nadador pode dar uma braçada completamente para trás até às pernas e uma pernada enquanto completamente submerso Mariposa O corpo deve permanecer na posição ventral e os ombros deverão estar em linha com a superfície normal da água. 9. Casos Omissos Os casos omissos neste Regulamento Específico serão analisados e resolvidos pela entidade organizadora do evento. eixod_v.3_10abr12 Câmara Municipal de Ílhavo 7

REGIMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Participação 5 Artigo 2.º Escalões Etários 5 Artigo 3.º Equipamento 6

Leia mais

Formação de Árbitros Natação

Formação de Árbitros Natação Formação de Árbitros Natação O árbitro é o indivíduo responsável por fazer cumprir as regras, o regulamento e o espírito do jogo ao qual estão submetidos e intervir sempre que necessário, no caso quando

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO. (Revisto em setembro de 2016)

REGULAMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO. (Revisto em setembro de 2016) REGULAMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO 2013 2017 (Revisto em setembro de 2016) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição de Equipas/Níveis Técnicos 3 3.1. Iniciação (Nível 1) 3 3.2. Elementar

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO

REGULAMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO REGULAMENTO ESPECÍFICO NATAÇÃO 2013-2014 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição de Equipas/Níveis Técnicos 3 3.1. Iniciação (Nível 1) 3 3.2. Elementar (Nível 2) 3 3.3. Avançado (Nível

Leia mais

Organização Local de Competição Programa Geral Acreditação Participação Inscrições Transportes...

Organização Local de Competição Programa Geral Acreditação Participação Inscrições Transportes... Póvoa de Varzim 5 de maio de 2012 Índice Organização... 3 Local de Competição... 3 Programa Geral... 3 Acreditação... 4 Participação... 4 Inscrições... 4 Transportes... 5 Regulamento Específico... 5 Sistema

Leia mais

PATINAGEM DE VELOCIDADE ÉPOCA 2015 PROTOCOLO. Alenquer Pavilhão Municipal de Alenquer. Balneários, casas de banho

PATINAGEM DE VELOCIDADE ÉPOCA 2015 PROTOCOLO. Alenquer Pavilhão Municipal de Alenquer. Balneários, casas de banho PATINAGEM DE VELOCIDADE ÉPOCA 2015 PROTOCOLO O Comité de Patinagem de Velocidade desta Associação vai levar a efeito a realização do 2º ENCONTRO REGIONAL INDOOR, pelo que informamos: Local: Alenquer Pavilhão

Leia mais

Regulamentos das Modalidades do INTERISCAS Coimbra 2015

Regulamentos das Modalidades do INTERISCAS Coimbra 2015 Regulamentos das Modalidades do INTERISCAS Coimbra 2015 Índice Matraquilhos... 6 1) Organização do Torneio:... 6 2) Fases dos jogos:... 6 3) Regras específicas:... 6 4) Faltas e penaltis:... 6 5) Duração

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2017

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2017 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2017 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 CATEGORIAS DE ATLETAS... 4 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO... 4 INSCRIÇÕES... 5 TRANSFERÊNCIA DE ATLETAS...

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2015

REGULAMENTO ESPECIFICO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2015 REGULAMENTO ESPECIFICO DO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA NATAÇÃO DE COMPETIÇÃO XIRA2015 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 CATEGORIAS DE ATLETAS... 4 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO... 4 INSCRIÇÕES... 5 TRANSFERÊNCIA DE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DO ALENTEJO REGULAMENTO REGIONAL DE COMPETIÇÕES NATAÇÃO PURA

ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DO ALENTEJO REGULAMENTO REGIONAL DE COMPETIÇÕES NATAÇÃO PURA ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DO ALENTEJO REGULAMENTO REGIONAL DE COMPETIÇÕES NATAÇÃO PURA ÉPOCA 2015/2016 DISPOSIÇÕES GERAIS 1 Introdução: O documento que se apresenta regulamentará todas as provas de Atletas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO REMO

REGULAMENTO ESPECÍFICO REMO REGULAMENTO ESPECÍFICO REMO 2014-2017 Índice 1. Introdução 2 2. Participação 2 3. Escalões Etários 2 4. Competições Encontros/Escolares 2 5. Regulamento Técnico 5 6. Casos Omissos 5 Regulamento Específico

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO REMO (Revisto em setembro de 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO REMO (Revisto em setembro de 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO REMO 2014-2017 (Revisto em setembro de 2015) Índice 1. Introdução 2 2. Participação 2 3. Escalões Etários 2 4. Competições Encontros/Escolares 2 5. Regulamento Técnico 5 6. Casos

Leia mais

Departamento de Educação Física REGULAMENTO

Departamento de Educação Física REGULAMENTO Departamento de Educação Física REGULAMENTO Ano Letivo 2016/2017 1. ORGANIZAÇÃO A organização do Corta Mato do Agrupamento Agualva Mira Sintra é da responsabilidade do Departamento de Educação Física com

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DA REGIÃO AÇORES

ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DA REGIÃO AÇORES ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DA REGIÃO AÇORES REGULAMENTOS DAS PROVAS DE NATAÇÃO PURA ÉPOCA 2015/2016 Indice DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 CATEGORIAS ÉPOCA 2015/2016... 4 MÍNIMOS REGIONAIS ÉPOCA 2015/2016... 6 TORNEIO

Leia mais

CALENDÁRIO E REGULAMENTO REGIONAL NATAÇÃO PURA

CALENDÁRIO E REGULAMENTO REGIONAL NATAÇÃO PURA CALENDÁRIO E REGULAMENTO REGIONAL NATAÇÃO PURA 2013/2014 Calendário 2013/2014 OUTUBRO Fim de Semana Dias Descrição da Prova Local 1 2 3 4 5 6 12 13 19 20 26 27 Torneio Regional de Abertura - INF Torneio

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DO ALENTEJO REGULAMENTO REGIONAL DE COMPETIÇÕES NATAÇÃO PURA

ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DO ALENTEJO REGULAMENTO REGIONAL DE COMPETIÇÕES NATAÇÃO PURA ASSOCIAÇÃO DE NATAÇÃO DO ALENTEJO REGULAMENTO REGIONAL DE COMPETIÇÕES NATAÇÃO PURA ÉPOCA 2014/2015 DISPOSIÇÕES GERAIS 1 Introdução: O documento que se apresenta regulamentará todas as provas de Atletas

Leia mais

Regulamento de prova Corta-Mato 15

Regulamento de prova Corta-Mato 15 Regulamento de prova Corta-Mato 15 SALESIANOS LISBOA Introdução O corta-mato é uma atividade anual de escola, dinamizada pelo grupo disciplinar de educação física. Esta prova de atletismo faz parte das

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA

REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO ESGRIMA Índice Introdução 3 Capítulo I Regulamentação Geral 4 1. Condições Gerais de Participação 4 2. Escalões Etários 4 Capítulo II Participação / Organização 4 3. Formas de Competição

Leia mais

Corta Mato Morávia Moreira a Correr

Corta Mato Morávia Moreira a Correr Corta Mato Morávia Moreira a Correr Artigo 1.º Introdução 1. O Corta Mato Morávia Moreira a Correr é uma iniciativa organizada pela Morávia Associação Juvenil de Moreira de Cónegos, com a parceria da Run4Fun

Leia mais

I FESTIVAL DE NATAÇÃO SPEEDY GONZALEZ

I FESTIVAL DE NATAÇÃO SPEEDY GONZALEZ I FESTIVAL DE NATAÇÃO SPEEDY GONZALEZ Comemoração do 11º Aniversário do Clube Escola O Liceu - TANQUE INFANTIL E PISCINA DE 25 METROS - Funchal, 4 de Fevereiro de 2017 Época Desportiva 2016/2017 1 FESTIVAL

Leia mais

10. FESTIVAL DE NATAL - ESCOLAS Piscina de Machico / Piscina de 25 metros

10. FESTIVAL DE NATAL - ESCOLAS Piscina de Machico / Piscina de 25 metros 10. FESTIVAL DE NATAL - ESCOLAS Piscina de Machico / Piscina de 25 metros Funchal, 17 de dezembro 2016 Época Desportiva 2016/2017 1 FESTIVAL DE NATAL Portugal a Nadar / Escolas 1. DATA: Machico, 17 de

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL Índice 1. Introdução 3 2. Escalões Etários/Bola de Jogo/Duração de Jogo 3 3. Constituição da Equipa 4 4. Classificação/Pontuação 4 5. Arbitragem 5 6. Mesa de Secretariado

Leia mais

CIRCUITO DE ÁGUAS ABERTAS DOS AÇORES 2014

CIRCUITO DE ÁGUAS ABERTAS DOS AÇORES 2014 1. Organização CIRCUITO DE ÁGUAS ABERTAS DOS AÇORES 2014 REGULAMENTO DA PROVA DAS SANJOANINAS ANARA Associação de Natação da Região Açores Comissão de Festas das Sanjoaninas -2014 2. Data 24 de junho de

Leia mais

32º TORNEIO CIDADE DA AMADORA EM ATLETISMO 4ª Corrida de Santo António 4 de Junho

32º TORNEIO CIDADE DA AMADORA EM ATLETISMO 4ª Corrida de Santo António 4 de Junho 2017 32º TORNEIO CIDADE DA AMADORA EM ATLETISMO 4ª Corrida de Santo António 4 de Junho Desportivo Operário do Rangel Rua Elias Garcia, 41 Loja 10 2700-312 Amadora 10 de Maio de 2017 32º TORNEIO CIDADE

Leia mais

Madeira Island International Swim Marathon II. Prova Aberta

Madeira Island International Swim Marathon II. Prova Aberta Madeira Island International Swim Marathon II Prova Aberta 1. ORGANIZAÇÃO Clube Naval do Funchal Associação de Natação da Madeira Federação Portuguesa de Natação 2. APOIOS Câmara Municipal do Funchal Protecção

Leia mais

XL Mini Olimpíadas Concelhias de Santa Maria da Feira 2016

XL Mini Olimpíadas Concelhias de Santa Maria da Feira 2016 XL Mini Olimpíadas Concelhias de Santa Maria da Feira 2016 REGULAMENTO DE ATLETISMO 1º - As provas de Atletismo serão realizadas no Estádio do Caldas de São Jorge Sport Clube, nos dias 9 e 10 de Julho

Leia mais

Ginástica de Trampolins

Ginástica de Trampolins ÍNDICE 1 Programa de competição... 2 Escalões etários... 2 Generalidades... 3 2 Pontuação... 4 Deveres dos Juízes de Dificuldade... 4 Deveres dos Juízes de Execução... 5 Deduções por execução incorrecta...

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL 2013 2017 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição das Equipas 3 3.1. Infantis (andebol de 5) 3 3.2. Iniciados, Juvenis e Juniores (andebol de 7) 3 4.

Leia mais

[Type text] [Type text] [Type text] FESTIVAL ESTRELAS DO MAR 10 E 11 DE JUNHO 2017 FPN CADERNO DE ENCARGOS FESTIVAL DE ESTRELAS 1

[Type text] [Type text] [Type text] FESTIVAL ESTRELAS DO MAR 10 E 11 DE JUNHO 2017 FPN CADERNO DE ENCARGOS FESTIVAL DE ESTRELAS 1 [Type text] [Type text] [Type text] FPN FESTIVAL ESTRELAS DO MAR 10 E 11 DE JUNHO 2017 CADERNO DE ENCARGOS FESTIVAL DE ESTRELAS 1 REGULAMENTO ÂMBITO O presente regulamento aplica-se ao 12º Festival de

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA NATAÇÃO 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA NATAÇÃO 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA NATAÇÃO 2016 Art. 1º. A Competição de Natação será realizada de acordo com as regras oficiais da Federação Internacional de Natação (FINA), da Confederação Brasileira de Desportos

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF. (Revisto em setembro de 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF. (Revisto em setembro de 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF 2013 2017 (Revisto em setembro de 2015) ÍNDICE Introdução 3 1- Participação 4 2- Escalões etários 4 3- Modelo de competição 5 3.1. Competição Formal 5 3.2. Classificações 6

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo Artigo 1.º Participação Artigo 2.º Escalões Etários Artigo 3.º Constituição das Equipas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ. (Revisto em janeiro de 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ. (Revisto em janeiro de 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ 2013 2017 (Revisto em janeiro de 2015) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO P.2 2. ESCALÕES ETÁRIOS P.3 3. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS P.3 4. REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO P.3 4.1. FASE LOCAL

Leia mais

Regulamento Específico GINÁSTICA ARTÍSTICA

Regulamento Específico GINÁSTICA ARTÍSTICA ÍNDICE Programa de competição... 3 Escalões etários... 3 Generalidades... 3 Desenrolar da competição... 3 Equipamento... 4 Pontuação... 4 Solo... 4 Barra fixa, Paralelas e Trave... 4 Saltos de Plinto...

Leia mais

Estafeta Run & Bike da Chamusca

Estafeta Run & Bike da Chamusca 1 Estafeta Run & Bike da Chamusca Domingo, 6 de Setembro de 2015 10.30h 1. Organização e descrição geral do evento A Estafeta Run and Bike da Chamusca é uma organização do Gabinete de Desporto da Câmara

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL -

REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL - REGULAMENTO ESPECÍFICO - VOLEIBOL - INTRODUÇÃO Este Regulamento aplica-se a todas as competições de Voleibol realizadas no âmbito dos XXIV Jogos Nacionais Salesianos, em conformidade com o estipulado no

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF. ( Revisto em setembro de 2016)

REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF. ( Revisto em setembro de 2016) REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF 2013 2017 ( Revisto em setembro de 2016) ÍNDICE Introdução 3 1- Participação 4 2- Escalões etários 4 3- Modelo de competição 5 3.1. Competição Formal 5 3.2. Classificações 6

Leia mais

Campeonato Nacional de Corrida em Montanha / Grande Prémio de Montanha Senhora da Graça

Campeonato Nacional de Corrida em Montanha / Grande Prémio de Montanha Senhora da Graça Campeonato Nacional de Corrida em Montanha / Grande Prémio de Montanha Senhora da Graça Mondim de Basto Dia 15 de Junho de 2013 16H00 Organização: Câmara Municipal de Mondim de Basto, AA Vila Real e FPA

Leia mais

Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016

Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016 Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016 1. Definição O Troféu de Atletismo do Seixal (também designado por T.A.S. ), compreende um conjunto de provas organizadas, no ano 2016, pelas Coletividades

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF. (Revisto em outubro 2014)

REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF. (Revisto em outubro 2014) REGULAMENTO ESPECÍFICO SURF 2013 2017 (Revisto em outubro 2014) ÍNDICE Introdução 3 1- Participação 4 2- Escalões etários 4 3- Modelo de competição 5 3.1. Competição Formal 5 3.2. Classificações 6 3.2.1

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. QUADRO COMPETITIVO E CRITÉRIOS

Leia mais

Índice. Final Nacional Mega Sprinter Vagos, 13 e 14 de abril de 2012

Índice. Final Nacional Mega Sprinter Vagos, 13 e 14 de abril de 2012 Índice Índice... 1 Organização... 2 Organograma da Organização... 3 Programa Geral... 3 Escalões Etários... 4 Programa das Provas - Jornada 1... 4 Programa das Provas - Jornada 2... 5 Participantes...

Leia mais

9ª Milha Urbana de São Marcos

9ª Milha Urbana de São Marcos 9ª Milha Urbana de São Marcos 19 DE MARÇO DE 2016 UNIÃO DAS FREGUESIAS DO CACÉM E SÃO MARCOS Tel.: 21 912 93 80 Fax: 21 912 93 89 E-mail: secretariageral@uf-cacemsmarcos.pt 1 ORGANIZAÇÃO A União das Freguesias

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL 1. INTRODUÇÃO Este Regulamento aplica-se a todas as competições de Voleibol realizadas no âmbito dos XXIII Jogos Nacionais Salesianos, em conformidade com o estipulado

Leia mais

COMPETIÇÃO ÁGUAS ABERTAS FAFE Sala de Visitas do Minho 6ª EDIÇÃO BARRAGEM DA QUEIMADELA

COMPETIÇÃO ÁGUAS ABERTAS FAFE Sala de Visitas do Minho 6ª EDIÇÃO BARRAGEM DA QUEIMADELA COMPETIÇÃO ÁGUAS ABERTAS FAFE Sala de Visitas do Minho 6ª EDIÇÃO BARRAGEM DA QUEIMADELA 1. Organização: Associação de do Norte de Portugal 2. Apoios: Câmara Municipal de Fafe Associação Desportiva de Fafe

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO KARATÉ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO KARATÉ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO KARATÉ Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Participação 5 Artigo 2.º Provas Previstas 5 Artigo 3.º Escalões Etários

Leia mais

Circuito de Atletismo do Barreiro. 2ª Prova de Estrada Futebol Clube Beira Mar

Circuito de Atletismo do Barreiro. 2ª Prova de Estrada Futebol Clube Beira Mar 2ª Prova de Estrada Futebol Clube Beira Mar REGULAMENTO DE PROVA 1. Esta prova de estrada é aberta a atletas de ambos os sexos em representação de clubes, escolas, comissões de moradores, bairros, atletas

Leia mais

17h00 CAMINHEIROS 17H30 - ATLETAS

17h00 CAMINHEIROS 17H30 - ATLETAS 17h00 CAMINHEIROS 17H30 - ATLETAS Partida junto à Igreja Matriz da Aldeia Viçosa (altitude: 525m) Um aspecto da Calçada Romana do Tintinolho O ponto mais alto 1 056m Torre de Menagem do Castelo - Guarda

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. (Revisto em setembro de 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL. (Revisto em setembro de 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013 2017 (Revisto em setembro de 2015) ÍNDICE 1. Introdução 2 2. Escalões etários 3 3. Constituição das Equipas 4 4. Regulamento Técnico-Pedagógico 5 5. Classificação,

Leia mais

EQUIPA DE APOIO ÀS ESCOLAS DO SOUSA E BAIXO TÂMEGA REGIONAL DE NATAÇÃO. 2 e 3 de Maio Piscina Municipal de Penafiel

EQUIPA DE APOIO ÀS ESCOLAS DO SOUSA E BAIXO TÂMEGA REGIONAL DE NATAÇÃO. 2 e 3 de Maio Piscina Municipal de Penafiel EQUIPA DE APOIO ÀS ESCOLAS DO SOUSA E BAIXO TÂMEGA Iniciados e Juvenis Masculinos e Femininos REGIONAL DE NATAÇÃO 2 e 3 de Maio Piscina Municipal de Penafiel Índice Organização... 3 Introdução 4 Programa

Leia mais

Torneio de Atletismo de Pavilhão Local: Centro Escolar do Cávado - Monsul

Torneio de Atletismo de Pavilhão Local: Centro Escolar do Cávado - Monsul Local: Centro Escolar do Cávado - Monsul Data: 5 de março de 2016 Horário: 09h30 às 12h30 Organização: *Centro de Formação Desportiva de Atletismo Gonçalo Sampaio Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio

Leia mais

REGULAMENTO IX GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO INTERMACHÉ. CONCELHO DE MIRA / CCR PRAIA DE MIRA 11 de Junho de 2017

REGULAMENTO IX GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO INTERMACHÉ. CONCELHO DE MIRA / CCR PRAIA DE MIRA 11 de Junho de 2017 IX GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO INTERMACHÉ CONCELHO DE MIRA / CCR PRAIA DE MIRA 11 de Junho de 2017 1. ORGANIZAÇÃO E APOIOS I. O Centro Cultural da Praia de Mira, vai organizar no dia 11 de Junho de 2017

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL 2009-2013 (Reformulado) INDÍCE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS, DIMENSÕES DO CAMPO E ALTURA DA REDE... 4 3. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS... 5 4. REGULAMENTOS... 4

Leia mais

FPN REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES NACIONAIS 2015/2016 NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

FPN REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES NACIONAIS 2015/2016 NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1 FPN REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES NACIONAIS 2015/2016 NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Campeonato da Europa de Natação Adaptada 2016 Pág. 1 de SECTIONPAGES 1 Índice DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 1. Introdução...

Leia mais

DUATLO BTT DO BARREIRO 28 DE FEVEREIRO DE 2016

DUATLO BTT DO BARREIRO 28 DE FEVEREIRO DE 2016 DUATLO BTT DO BARREIRO 28 DE FEVEREIRO DE 2016 TAÇA DE PORTUGAL PORTERRA PROVA ABERTA REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO / ENQUADRAMENTO O Duatlo BTT do Barreiro é uma organização conjunta da Câmara Municipal

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES REGIONAIS CALENDÁRIO REGIONAL E NACIONAL

REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES REGIONAIS CALENDÁRIO REGIONAL E NACIONAL 1 REGULAMENTO COMPETIÇÕES REGIONAIS 2014/2015 2 Sumário CALENDÁRIO REGIONAL E NACIONAL REGULAMENTO / DISPOSIÇÕES GERAIS 1. INSCRIÇÕES 1.1 Local 1.2 Data 1.3 Forma 1.4 Taxas 2. COMPETIÇÕES 2.1 Local 2.2

Leia mais

CAMPEONATO DE ÁGUAS ABERTAS DA MADEIRA 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO ECO SWIM FUNCHAL terça-feira, 28 de junho de 2016

CAMPEONATO DE ÁGUAS ABERTAS DA MADEIRA 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO ECO SWIM FUNCHAL terça-feira, 28 de junho de 2016 CAMPEONATO DE ÁGUAS ABERTAS DA MADEIRA 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO ECO SWIM FUNCHAL terça-feira, 28 de junho de 2016 1. ENQUADRAMENTO No âmbito da realização do Campeonato de Águas Aberta da Madeira para

Leia mais

ORGANIZAÇÃO Comissão Organizadora Local (COL) 2. Receção das Comitivas

ORGANIZAÇÃO Comissão Organizadora Local (COL) 2. Receção das Comitivas ORGANIZAÇÃO www.desportoescolar.dge.mec.pt DSR Norte www.dgeste.mec.pt/nacionais2017 1. Comissão Organizadora Local (COL) Coordenador Nacional da Modalidade Sandra Monteiro Professor de apoio à Modalidade

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO XADREZ Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 2ª edição Índice Preâmbulo Artigo 1.º Participação Artigo 2.º Escalões Etários Artigo 3.º Constituição das Equipas

Leia mais

FARJ FEDERAÇÃO AQUÁTICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO CLASSE MASTER 2015 DAS COMPETIÇÕES DE MASTERS DA REGULAMENTAÇÃO

FARJ FEDERAÇÃO AQUÁTICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO CLASSE MASTER 2015 DAS COMPETIÇÕES DE MASTERS DA REGULAMENTAÇÃO Art. 1º - DA FAIXA ETÁRIA FARJ FEDERAÇÃO AQUÁTICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO REGULAMENTO CLASSE MASTER 2015 DAS COMPETIÇÕES DE MASTERS DA REGULAMENTAÇÃO 1 - Os nadadores serão divididos por faixa etária

Leia mais

15º CIRCUITO CONCELHIO CIDADE DE LAGOS, EM ATLETISMO 2015/16 REGULAMENTO GERAL A. ORGANIZAÇÃO:

15º CIRCUITO CONCELHIO CIDADE DE LAGOS, EM ATLETISMO 2015/16 REGULAMENTO GERAL A. ORGANIZAÇÃO: 15º CIRCUITO CONCELHIO CIDADE DE LAGOS, EM ATLETISMO 2015/16 REGULAMENTO GERAL A. ORGANIZAÇÃO: A Câmara Municipal de Lagos, com a colaboração da Associação de Atletismo do Algarve, das Juntas de Freguesia

Leia mais

Coordenação Local do Desporto Escolar do Tâmega. Regional Xadrez Escola Secundária de Paços de Ferreira

Coordenação Local do Desporto Escolar do Tâmega. Regional Xadrez Escola Secundária de Paços de Ferreira Coordenação Local do Desporto Escolar do Tâmega Regional Xadrez 2012 Escola Secundária de Paços de Ferreira 4 e 5 Maio 2012 Índice 1 ORGANIZAÇÃO 3 2 PROGRAMA GERAL 4 3 Local de Competição 4 4 Informações

Leia mais

Cross Country Olímpico XCO

Cross Country Olímpico XCO Cross Country Olímpico XCO Taça Regional de XCO - Algarve Campeonato Regional XCO - Algarve Actualização: 02/Set/2015 Taça Regional XCO Algarve - TRXCOA 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Taça regional de XCO do Algarve

Leia mais

BUCELAS CAPITAL DO ARINTO

BUCELAS CAPITAL DO ARINTO BUCELAS CAPITAL DO ARINTO A produção do vinho de qualidade acompanha a história de Bucelas, com referências desde o tempo dos romanos. A casta arinto que se alimenta de uma encosta soalheira, de bons ventos

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

[Type text] [Type text] [Type text] FPN FESTIVAL ESTRELAS DO MAR 25 E 26 DE JUNHO 2016 CADERNO DE ENCARGOS FESTIVAL DE ESTRELAS 1

[Type text] [Type text] [Type text] FPN FESTIVAL ESTRELAS DO MAR 25 E 26 DE JUNHO 2016 CADERNO DE ENCARGOS FESTIVAL DE ESTRELAS 1 [Type text] [Type text] [Type text] FPN FESTIVAL ESTRELAS DO MAR 25 E 26 DE JUNHO 2016 CADERNO DE ENCARGOS FESTIVAL DE ESTRELAS 1 REGULAMENTO ÂMBITO O presente regulamento aplica-se ao 11º Festival de

Leia mais

AND PRAIA ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO

AND PRAIA ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO AND PRAIA 2016 18ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO 1 Organização: A organização deste conjunto de eventos é da responsabilidade da Associação de Andebol do Porto, em colaboração com diversas entidades.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

DSRLVT Coordenação Local do Desporto Escolar de Lisboa Cidade. Regulamento de Perícias e Corridas de Patins

DSRLVT Coordenação Local do Desporto Escolar de Lisboa Cidade. Regulamento de Perícias e Corridas de Patins 2015-2016 DSRLVT Coordenação Local do Desporto Escolar de Lisboa Cidade Regulamento de Perícias e Corridas de Patins 1 INTRODUÇÃO Pretende-se que os eventos sejam momentos especiais de convívio entre alunos

Leia mais

Os alunos Federados não podem competir na modalidade em que são praticantes. Isto não quer dizer que não possam frequentar o núcleo.

Os alunos Federados não podem competir na modalidade em que são praticantes. Isto não quer dizer que não possam frequentar o núcleo. !1 1. Concentrações 1.1 Competição individual As competições individuais realizar-se-ão em forma de Concentração. O acto da inscrição nas concentrações deverá ser feito no prazo de até 8 dias úteis à data

Leia mais

IV Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina

IV Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina IV Prova de Águas Abertas do Grande Lago de Alqueva Amieira-Marina 1. ORGANIZAÇÃO Município de Portel Associação de Natação do Alentejo 2. APOIOS Federação Portuguesa de Natação Gestalqueva Amieira Marina

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS DE MESA

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS DE MESA REGULAMENTO ESPECÍFICO DE TÉNIS DE MESA Índice 1. Introdução 3 2. Escalões Etários/Material de Jogo 3 3. Constituição da Equipa 4 4. Sistema Classificativo 4 5. Classificação/Pontuação 5 6. Arbitragem

Leia mais

Campeonato Nacional de Salvamento Aquático Desportivo PRAIA

Campeonato Nacional de Salvamento Aquático Desportivo PRAIA Campeonato Nacional de Salvamento Aquático Desportivo PRAIA REGULAMENTO VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO 2015 MONTE GORDO Índice 1. Introdução... 3 2. Participação... 3 3. Calendário... 4 4. Inscrições... 5

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTSAL MASCULINO REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futsal masculino nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ. (Revisto em novembro de 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ. (Revisto em novembro de 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO XADREZ 2013 2017 (Revisto em novembro de 2015) ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO P.2 2. ESCALÕES ETÁRIOS P.3 3. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS P.3 4. REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO P.4 4.1. FASE LOCAL

Leia mais

Regulamento. Integrado nas comemorações da inauguração do quartel dos Bombeiros Voluntários do

Regulamento. Integrado nas comemorações da inauguração do quartel dos Bombeiros Voluntários do 4ª Corrida da Pêra Rocha e 4ª Corrida do Vinho 2013 Regulamento Organização: Integrado nas comemorações da inauguração do quartel dos Bombeiros Voluntários do Bombarral, irá decorrer no dia 9 de Junho

Leia mais

FEDERAÇÃO GAUCHA DE DESPORTOS AQUÁTICOS Fundada em 12 de Setembro de 1955 NATAÇÃO, ESSE ESPORTE SALVA VIDAS! REGULAMENTO DO TORNEIO VINCULADOS

FEDERAÇÃO GAUCHA DE DESPORTOS AQUÁTICOS Fundada em 12 de Setembro de 1955 NATAÇÃO, ESSE ESPORTE SALVA VIDAS! REGULAMENTO DO TORNEIO VINCULADOS REGULAMENTO DO TORNEIO VINCULADOS - 2016 DATA LOCAL REUNIÃO TÉCNICA 08 / 10 / 2016 Associação Cristã de Moços (ACM / POA) Rua 08 / 10 / 2016 às 14h20 (sábado) Washington Luiz, nº 1050 Centro, POA / RS

Leia mais

I Revezamento Gigante de Natação 18 de setembro de 2010 Colégio Elias Moreira Joinville-SC

I Revezamento Gigante de Natação 18 de setembro de 2010 Colégio Elias Moreira Joinville-SC I Revezamento Gigante de Natação 18 de setembro de 2010 Colégio Elias Moreira Joinville-SC REGULAMENTO Art. 01 - O Colégio Cenecista José Elias Moreira, realizará o I Revezamento Gigante de Natação, no

Leia mais

JOGOS DESPORTIVOS DA CHARNECA DE CAPARICA

JOGOS DESPORTIVOS DA CHARNECA DE CAPARICA ATLETISMO Integrado nos JOGOS DESPORTIVOS DA CHARNECA DE CAPARICA-SOBREDA, e no 43º Aniversário do 25 de Abril, vai realizar-se o DUATLO, de que farão parte as disciplinas de Salto em, Velocidade e Lançamento

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ REGULAMENTO ESPECÍFICO DE XADREZ 2009-2013 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. PARTICIPAÇÃO...4 3. ESCALÕES ETÁRIOS...4 4. COMPETIÇÕES/ENCONTROS ESCOLARES...4 4.1. FASE LOCAL...5 4.2. FASE REGIONAL...5 4.3. FASE

Leia mais

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS REGULAMENTO NOTA JUSTIFICATIVA A promoção e generalização da prática desportiva junto da população é um fator essencial de melhoria da qualidade de vida e de formação pessoal, social e desportiva. Neste

Leia mais

NORMAS ESPECIFICAS NATAÇÃO.

NORMAS ESPECIFICAS NATAÇÃO. NORMAS ESPECIFICAS NATAÇÃO www.inatel.pt NATAÇÃO NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

XIV TERRAS do INFANTE - LAGOS dos DESCOBRIMENTOS TAÇA da EUROPA 1ª Etapa 2017 REGULAMENTO

XIV TERRAS do INFANTE - LAGOS dos DESCOBRIMENTOS TAÇA da EUROPA 1ª Etapa 2017 REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO XIV TERRAS do INFANTE - LAGOS dos DESCOBRIMENTOS TAÇA da EUROPA 1ª Etapa 2017 REGULAMENTO O Torneio de Patinagem de Velocidade Terras do Infante é uma organização do Roller Clube de Patinagem.

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE VOLEIBOL 2001-2002 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 1. ESCALÕES ETÁRIOS... 4 2. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS... 5 2.1. INFANTIS VER REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO...

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SETÚBAL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SETÚBAL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SETÚBAL ------------------------------- REGULAMENTOS APROVADOS PARA A ÉPOCA 2011/2012 -------------------------------- CONVÍVIO BENJAMINS A TROFÉU REGIONAL DE BENJAMINS B CAMPEONATO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL 2009 2013 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, TEMPO DE JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 5 4. ARBITRAGEM... 5 5. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

Cross Country Olímpico XCO

Cross Country Olímpico XCO Cross Country Olímpico XCO Taça XCO Algarve Campeonato do Algarve XCO Atualização: 26/01/2017 Taça Regional XCO Algarve - TRXCOA 1. INTRODUÇÃO 1.1. A Taça do Algarve XCO é um troféu oficial da UVP/Federação

Leia mais

FPN REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES NACIONAIS 2014/2015 NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

FPN REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES NACIONAIS 2014/2015 NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1 FPN REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES NACIONAIS 2014/2015 NATAÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA Campeonato da Europa de Natação Adaptada 2016 Pág. 1 de SECTIONPAGES 1 Índice DISPOSIÇÕES GERAIS... 3 1. Introdução...

Leia mais

CADERNO DE PROVA: 22º GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO DE TREGOSA

CADERNO DE PROVA: 22º GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO DE TREGOSA CADERNO DE PROVA: 22º GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO DE TREGOSA 16 De Outubro de 2016 22º Grande Prémio de Atletismo de Tregosa 16 De Outubro de 2016 Troféu para os 3 Primeiros Individual e 1º Coletivo Juniores

Leia mais

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO)

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 155 DATA: 27.02.2017 SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ÉPOCA 2016/2017 Para conhecimento de todos os

Leia mais

CURSO ELEMENTAR DE ARBITRAGEM. NATAÇÃO PURA / ÁGUAS ABERTAS/NATAÇÃO ADAPTADA 9, 10, 16, 17, 21 e 22 de Novembro

CURSO ELEMENTAR DE ARBITRAGEM. NATAÇÃO PURA / ÁGUAS ABERTAS/NATAÇÃO ADAPTADA 9, 10, 16, 17, 21 e 22 de Novembro CURSO ELEMENTAR DE ARBITRAGEM NATAÇÃO PURA / ÁGUAS ABERTAS/NATAÇÃO ADAPTADA 9, 10, 16, 17, 21 e 22 de Novembro P R O G R A M A Dia 9 e 10 Apresentação do curso e seus objetivos Organização das entidades

Leia mais

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA Art.º 1 Objeto 1. O presente regulamento estabelece as regras

Leia mais

GesLoures, E.M. Quadro Normativo (Anexo IV) Área Desportiva Época 2015/2016

GesLoures, E.M. Quadro Normativo (Anexo IV) Área Desportiva Época 2015/2016 GesLoures, E.M. Artigo 1º Regime Especial de Frequência 1. O acesso às classes de pré-treino e treino constitui um benefício acrescido proporcionado aos alunos das aulas de natação, que se traduz no aumento

Leia mais

V GRANDE TORNEIO INTERNACIONAL DE CONDEIXA 28/29 MAIO PROVA CLASS. A FPTM - CADETES / JUNIORES / SENIORES PROVA EXTRA - INICIADOS / INFANTIS

V GRANDE TORNEIO INTERNACIONAL DE CONDEIXA 28/29 MAIO PROVA CLASS. A FPTM - CADETES / JUNIORES / SENIORES PROVA EXTRA - INICIADOS / INFANTIS REGULAMENTO 1 I REALIZAÇÃO Art.º 1º. A Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova e Os Ugas Associação Desportiva e Cultural da Ega levam a efeito nos dias 28 e 29 de Maio de 2016 o V Grande Torneio Internacional

Leia mais

Regulamento Específico Tenis de Mesa.

Regulamento Específico Tenis de Mesa. Regulamento Específico Tenis de Mesa Http://www02.madeira-edu.pt/dre 1. Concentrações 1.1 Competição individual As competições individuais realizar-se-ão em forma de Concentração. O acto da inscrição nas

Leia mais

22/05/2016 (domingo) Sport Club Corinthians Paulista

22/05/2016 (domingo) Sport Club Corinthians Paulista SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA IV TORNEIO TIMÃO DE NATAÇÃO TROFÉU MARIO XAVIER 1ª Etapa -2016 DATA LOCAL 22/05/2016 (domingo) Sport Club Corinthians Paulista INSCRIÇÕES Inscrições até o dia 01/05/2016

Leia mais