CURSO DE TEOLOGIA Forania Santana Arquidiocese de Campinas. Estudo da Teologia E Metodologia Teológica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE TEOLOGIA Forania Santana Arquidiocese de Campinas. Estudo da Teologia E Metodologia Teológica"

Transcrição

1 CURSO DE TEOLOGIA Forania Santana Arquidiocese de Campinas Estudo da Teologia E Metodologia Teológica

2 INTRODUÇÃO

3 1 - Vivemos tempos difíceis para a fé e portanto para a Teologia. Porém este desafio é nosso, devemos enfrentá-lo. Fazer Teologia nos ajudará a vencê-lo.

4 2 - Vivemos um tempo do eclipse de Deus. Nossa sociedade não nega mais a existência de Deus. Vive como se ele não existisse. Globalização da indiferença (Papa Francisco)

5 3 - Do antropocentrismo renascentista se passou ao deísmo ilustrado e deste ao ateísmo moderno e enfim ao indiferentismo pós-moderno.

6 4- Temos de um lado um sincretismo religioso de outro religiosidade sem Deus. Ambos pretendem formar uma religião universal acima das religiões tradicionais, espécie de uma Nova Era, onde cabe tudo à medida do homem...

7 5 - As esperanças de um futuro com Deus, religioso, vem da parte de um cristianismo com um novo rosto, e que saiba dialogar com a sociedade laicista (e com a nova religiosidade) que está se formando.

8 6 - Laicidade (sociedade laica): autonomia da esfera civil e política a respeito da esfera religiosa e eclesiástica. Laicismo (sociedade laicista): tem como meta tirar Deus e a Religião da sociedade, anulando-lhes qualquer influência.

9 7 - É preciso voltar aos temas fundamentais da fé: Back to basic. Voltar ao essencial como propunha São João Paulo II e o Documento de Aparecida: A partir de Jesus Cristo e seu Evangelho...

10 8- Temos hoje os problemas internos da Igreja, mas também o problema dos que desejam acabar com a Igreja que vive o caminho traçado por Jesus Cristo (ou domesticá-la).

11 9- Infelizmente a paixão dos laicistas para fazer esquecer Deus em nossa sociedade, é maior que a do crente por fazêlo presente

12 1. O QUE É TEOLOGIA?

13 10- Hum...! É o estudo dos padres... Não tenho a mínima ideia... Penso que é o estudo das coisas de Deus, da Bíblia Sagrada

14 11- Para muitos cristãos Teologia é algo misterioso, um conjunto de idéias e palavras sobre religião, inacessível à pessoa comum... Será?

15 12 - O vocábulo TEOLOGIA compõese de dois termos do grego: THÉOS (Deus) e LOGIA (palavra sobre) = Palavra (discurso) sobre Deus Originariamente significava invocação ou anúncio

16 13 - Teologia é a explanação e explicação consciente e metodológica da Revelação divina, recebida e aprendida na fé (K. Rahner)

17 14 - Teologia é ciência da fé, é o esforço humano para compreender e interpretar a experiência de fé de uma comunidade e comunicá-la em linguagem e símbolo.

18 15 - Teologia é a fé de olhos abertos. A Teologia nasce da fé, é seu desdobramento teórico.

19 16 - DEUS que se revela e se faz conhecer na história é o objeto primeiro da Teologia e, a partir daí tudo o que existe. A Teologia é totalizante.

20 17 - A FÉ iluminada pela RAZÃO e a RAZÃO iluminada pela fé = Teologia. A fé que procura entender. Teologia é inteligência da fé!

21 18 - A Teologia sendo reflexão sobre a FÉ, é eclesial. A FÉ pertence à comunidade à Igreja e não a indivíduos. Por isso a Teologia é Eclesial: A Teologia se faz dentro da Comunidade eclesial e como serviço ao povo de Deus.

22 2. BASE OU FONTE DA TEOLOGIA

23 19 - A Revelação constitui a fonte-base da Teologia. A Sagrada Escritura é a alma da Teologia

24 20 - A fé cristã não é religião do Livro, mas da PALAVRA DE DEUS revelada, nossa fé se baseia na Palavra (Verbo) Encarnada, Jesus Cristo. Ele é verbo vivo e não verbo escrito e mudo.

25 21 - A FÉ-PALAVRA é princípio fundamental e determinante da Teologia

26 22 - Jesus Cristo é o centro, o objetivo e a plenitude da revelação.

27 23 - Deus se revela, o homem responde através da fé, esta fé pensada é a teologia...

28 24 - Na Revelação Deus revela seu MISTÉRIO. Mistério é algo tão imenso que jamais poderemos compreender totalmente. No mistério nós vamos de começo em começo, por começos que não tem fim

29

30 26 - A Revelação divina não se restringe a palavras escritas, mas manifesta-se em eventos salvíficos, manifesta-se na história da comunidade, que acredita e vive sua fé ontem e hoje.

31 27 A TRADIÇÃO é a féexperiência/prática, como princípio existenciale verificador da Teologia. Tradição expressa na Liturgia, nos Dogmas, no testemunho dos Santos Padres e dos teólogos mais reconhecidos pela Igreja e na caminhada do Povo de Deus

32 28 - Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que o mundo inteiro não teria lugar para os livros que precisariam ser escritos (Jo 21,25). São estas as coisas que eu tenho dito enquanto estou com vocês. Mas o Advogado, o Espírito Santo, que o Pai vai enviar em meu nome, ele ensinará a vocês todas as coisas e lembrará a vocês tudo o que eu lhes tenho dito (Jo 14, 25-26).

33 29 - O que é o MAGISTÉRIO na Igreja? Quem vos ouve a mim ouve (Lc 10,16) disse Jesus aos apóstolos. O ofício de interpretar autenticamente a Palavra de Deus escrita e transmitida foi confiado unicamente ao Magistério vivo da Igreja, cuja autoridade se exerce em nome de Jesus, isto é foi confiado aos bispos em comunhão com o sucessor de Pedro, o bispo de Roma (Catecismo n. 85)

34 30 - A Igreja é coluna e sustentáculo da verdade (1Tm 3,15). Na Igreja, os bispos, como sucessores dos Apóstolos tem o encargo de preservar a verdade da fé contida na Revelação e na Tradição e ensinar corretamente, interpretando autenticamente a Palavra de Deus.

35 31 - A Revelação, unitária e dinâmica ao mesmo tempo, se faz mediante a Escritura e a Tradição explicitadas pelo Magistério.

36 3. QUEM FAZ TEOLOGIA?

37 32 - Quem faz Teologia? Todo batizado é convidado a dar as razões de sua esperança (cf. 1pd 3,15).

38 33 - As Dimensões da fé: Teológica Cristológica F É Eclesial Antropológica

39 34 - Podemos distinguir três maneiras de fazer Teologia que no fundo se completam: a) Teologia Popular. Parte do dia a dia da vida. É um discurso, um falar espontâneo e imediato sobre a fé a partir da realidade. b) Teologia Profissional. Procura iluminar e inspirar a ação evangelizadora, a partir da palavra de Deus, interpretada em sintonia com a tradição viva da Igreja. Julga a realidade a partir da fé na Revelação. c) Teologia Pastoral. Falar a partir da fé em vista da organização pastoral da Igreja e da explicitação da Mensagem. É a teologia dos pastores, os documentos do Magistério da Igreja em vista do agir cristão.

40 35 - Para ser bom teólogo é indispensável que se escute o povo fiel, porque é neles (nos que respondem à Revelação com a fé vivida em comunidade), que atua o grande Mestre de todos os teólogos: o Espírito Santo. O Povo de Deus tem o sensus fidei que os ajuda a refletir sua fé (cf. LG 12).

41 36 - Através da reflexão teológica podemos crescer na compreensão da fé, graças à assistência do Espírito Santo (cf. Catecismo n. 94). Esta é a finalidade da Teologia.

42 37 - A Teologia antes era exclusiva do clero. Hoje os leigos estão mais interessados nela que os clérigos: A teologia transfere-se assim das mãos do clero para estudiosos leigos e leigas (LIBÂNIO-MURAD in Introdução à Teologia, Loyola, S. Paulo, 1996, p. 24).

43 40 - Aprender Teologia, aprender a fazer teologia, fazer teologia, viver (celebração, oração) a Teologia.

44 CONCLUSÃO

45 Conselho aos que desejam fazer Teologia:

46 41 - Antes de falar de Deus, ponha-se de joelhos e fale com Deus.

47 42 - Nunca perca de vista o mistério central da Teologia: o mistério de Deus revelado em Jesus Cristo.

48 43 - Seja a Sagrada Escritura o principal texto de referência de sua Teologia.

49 44 - Sua Teologia deve permanecer vitalmente ligada á comunidade de fé: a Igreja.

50 45 - Mantenha sempre viva a consciência da pobreza da linguagem humana frente ao Mistério.

51 46 - Tenha paixão pelo conhecimento de Deus e pelas coisas de Deus.

52 47- Faça uma Teologia que esteja a serviço do Povo de Deus, eclesial.

53 48- Que sua teologia leve sempre em conta a realidade.

54 49- Não se esqueça de desdobrar a dimensão sóciolibertadora da fé.

55 50- Faça Teologia com o ouvido aberto ao povo, ao pobre e sofredor.

56 Orent ut inteligant (rezar para compreender) (Santo Agostinho, in Doctrina III, 56, PL 34,89)

57 FIM Pe. Wilson Enéas Maximiano

A TRANSMISSÃO DA REVELAÇÃO DIVINA Catequese com adultos Chave de Bronze

A TRANSMISSÃO DA REVELAÇÃO DIVINA Catequese com adultos Chave de Bronze A TRANSMISSÃO DA REVELAÇÃO DIVINA 12-11-2011 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Semana Passada Transmitir 1.enviar de um lugar a outro 2. fazer chegar a; conduzir; transportar 3. transferir para

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério

Propedêutica Bíblica. 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério Propedêutica Bíblica 20 de Janeiro de 2014 Bíblia e Magistério ORAÇÃO Hebreus 1 Muitas vezes e de muitos modos, falou Deus aos nossos pais, nos tempos antigos, por meio dos profetas. 2 Nestes dias, que

Leia mais

Métodos Teológicos. Prof. Me. Joerley Cruz

Métodos Teológicos. Prof. Me. Joerley Cruz Prof. Me. Joerley Cruz O objeto e o sujeito... O objeto do método teológico, do estudo teológico é a teologia é sobre quem nos debruçamos, e com imenso respeito, observamos com total cuidado O sujeito

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 13 de Janeiro de 2014 Bíblia na Vida da Igreja

Propedêutica Bíblica. 13 de Janeiro de 2014 Bíblia na Vida da Igreja Propedêutica Bíblica 13 de Janeiro de 2014 Bíblia na Vida da Igreja ORAÇÃO Lucas 4, 16-30 Impelido pelo Espírito Santo, Jesus veio a Nazaré, onde se tinha criado. Segundo o seu costume, entrou em dia de

Leia mais

Módulo III O que anuncia a Catequese?

Módulo III O que anuncia a Catequese? Módulo III O que anuncia a Catequese? Diocese de Aveiro Objectivos Tomar consciência da realidade complexa do ser humano a quem levamos, hoje, uma Boa Nova. Compreender a importância da Sagrada Escritura

Leia mais

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Três eixos temáticos I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Um eixo transversal: A Igreja em saída na perspectiva ad gentes - Segue o método ver, julgar e agir

Leia mais

ENCONTRAMOS O SENHOR! VEM E VÊ!

ENCONTRAMOS O SENHOR! VEM E VÊ! ENCONTRAMOS O SENHOR! VEM E VÊ! CATEQUESE: PERSPECTIVA CRISTOLÓGICO-BÍBLICA 1 Viram o Senhor e conheceram coisas maravilhosas: que coisas são estas? A catequese visa ajudar outros a encontrarem o Senhor

Leia mais

Conselho Arquidiocesano de Pastoral

Conselho Arquidiocesano de Pastoral Conselho Arquidiocesano de Pastoral Capítulo 1 Marco histórico-eclesial Marco Histórico-Eclesial (VER-JULGAR-AGIR) OS LEIGOS NA ÉPOCA DA CRISTANDADE... A presença e organização dos leigos buscou sempre

Leia mais

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial

Roteiro de leitura e síntese para compreender. o significado da Comunidade Eclesial Roteiro de leitura e síntese para compreender o significado da Comunidade Eclesial Comunidade Eclesial Sinal do Reino no presente e no futuro O livro está dividido em 4 capítulos: Refletindo sobre Comunidade

Leia mais

Nos Atos dos Apóstolos, além do primeiro Pentecostes, há vários outros pentecostes e pentecostinhos. Por exemplo:-

Nos Atos dos Apóstolos, além do primeiro Pentecostes, há vários outros pentecostes e pentecostinhos. Por exemplo:- Nos Atos dos Apóstolos, além do primeiro Pentecostes, há vários outros pentecostes e pentecostinhos. Por exemplo:- - quando a comunidade está em oração durante a perseguição (At 4,31); - quando Pedro acolhe

Leia mais

No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura.

No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura. Franklin Ferreira No contexto da fé cristã, a teologia não é o estudo de Deus como algo abstrato, mas é o estudo do Deus pessoal revelado na Escritura. Necessariamente isso inclui tudo o que é revelado

Leia mais

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus

Paróquia missionária comunidades de comunidades. Animada pela Palavra de Deus Paróquia missionária comunidades de comunidades Animada pela Palavra de Deus Renovação paroquial Toda paróquia é chamada a ser o espaço onde se recebe e se acolhe a Palavra (172). Sua própria renovação

Leia mais

Escutar a Palavra do Senhor

Escutar a Palavra do Senhor EMBARGO ATÉ ÀS 18H30M DO DIA 20 DE MARÇO DE 2011 Escutar a Palavra do Senhor Catequese do 2º Domingo da Quaresma Sé Patriarcal, 20 de Março de 2011 Introdução 1. Na primeira Catequese vimos que Deus, ao

Leia mais

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra);

1.1 Recuperar a comunidade (Base do Antigo Israel); 1.2 A nova experiência de Deus: o Abbá (Oração e escuta comunitária da Palavra); Uma nova paróquia Introdução DA: Conversão Pastoral Escolha de outro caminho; Transformar a estrutura paroquial retorno a raiz evangélica; Jesus: modelo (vida e prática); Metodologia: Nele, com Ele e a

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÁTÃO CURRÍCULO DISCIPLINAR 3º ANO EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA (EMRC) (SNEC) 2015-16 3 º ANO Unidade Letiva 1 A Dignidade das Crianças 1. Tomar consciência de que as crianças

Leia mais

O MAGISTÉRIO DA IGREJA NA FORMAÇÃO

O MAGISTÉRIO DA IGREJA NA FORMAÇÃO O MAGISTÉRIO DA IGREJA NA FORMAÇÃO ENCONTRO NACIONAL DO MINISTÉRIO DE FORMAÇÃO - 2013 3 PILARES DA REVELAÇÃO PÚBLICA (Catec. 65) Sagrada Escritura - Palavra de Deus dirigida ao Homem por inspiração e escrita

Leia mais

Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento

Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento Itinerários e catequese Itinerário de conversão e de crescimento Imersão progressiva na onda do Espírito, acompanhada por testemunhas feita de escuta, encontros e experiências no coração do REINO/COMUNIDADE

Leia mais

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português

Catequese Paroquial e CNE Escutismo Católico Português 1º Ano Paroquial e CNE Escutismo Católico Português JESUS GOSTA DE MIM Proporcionar às crianças um bom acolhimento eclesial, pelos catequistas e por toda a comunidade cristã (cf CT 16 e 24). Ajudá-las

Leia mais

1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio

1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio 1- ASSUNTO: Curso de liturgia na Paróquia Santo Antônio 2- TEMA: Liturgia 3- OBJETIVO GERAL Assessorar as 12 comunidades pertencentes à Paróquia Santo Antônio, motivando-as a celebrar com fé o Mistério

Leia mais

Teologia Sistemática

Teologia Sistemática Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Tema da sessão Lumen Gentium 1. Aspetos

Leia mais

«Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino». Ele respondeu-lhe : «Em verdade te digo : Hoje estarás comigo no Paraíso».(Lc.23,42-43).

«Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino». Ele respondeu-lhe : «Em verdade te digo : Hoje estarás comigo no Paraíso».(Lc.23,42-43). «Jesus, lembra-te de mim quando entrares no Teu reino». Ele respondeu-lhe : «Em verdade te digo : Hoje estarás comigo no Paraíso».(Lc.23,42-43). ********************** Como definição simples, a Graça é

Leia mais

Vocação é missão do cristão leigo no Mundo

Vocação é missão do cristão leigo no Mundo Vocação é missão do cristão leigo no Mundo Paróquia Santa Rita de Cássia - Linhares - 11/06/2016 Assessora: Patrícia Teixeira Moschen Lievore O material utilizado é baseado no trabalho do Professor Dr.

Leia mais

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES MARCO SITUACIONAL - DIOCESE DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES V Conferência Geral do Episcopado da América Latina e Caribe Aparecida, 13 a 31 de

Leia mais

O Sacramento da Ordem - V Seg, 29 de Dezembro de :26 - Pe. Henrique Soares da Costa

O Sacramento da Ordem - V Seg, 29 de Dezembro de :26 - Pe. Henrique Soares da Costa Pe. Henrique Soares da Costa No artigo passado vimos em que sentido o sacramento da Ordem confere um modo especial de participar do único sacerdócio de Cristo. Veremos, agora como é celebrado este sacramento,

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA COMPÊNDIO Copyright 2005 - Libreria Editrice Vaticana «Motu Proprio» Introdução PRIMEIRA PARTE - A PROFISSÃO DA FÉ Primeira Secção: «Eu

Leia mais

Maria e a VOCAÇÃO LAICAL

Maria e a VOCAÇÃO LAICAL Maria e a VOCAÇÃO LAICAL João Luis Fedel Gonçalves Maria e a Vocação Laical 1 REFLETINDO Simplesmente cristãs e cristãos... eis a condição comum e fundamental de todos os batizados. Formamos o povo de

Leia mais

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE

A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE A DINÂMICA DA EVANGELIZAÇÃO NA ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE INTRODUÇÃOODUÇÃO Só uma Igreja missionária e evangelizadora experimenta a fecundidade e a alegria de quem realmente realiza sua vocação. Assumir

Leia mais

PRIMEIRO DIA LADAINHA. MEDITAÇÃO Nosso Compromisso: Rede de Comunidades. Animador das primeiras comunidades, Caridoso com os mais empobrecidos,

PRIMEIRO DIA LADAINHA. MEDITAÇÃO Nosso Compromisso: Rede de Comunidades. Animador das primeiras comunidades, Caridoso com os mais empobrecidos, PRIMEIRO DIA LADAINHA São Judas Tadeu, Apóstolo de Cristo, Eleito por Jesus, Seguidor do Evangelho, Testemunha do Ressuscitado, Animador das primeiras comunidades, Fiel pregador do Evangelho, Zeloso ministro

Leia mais

CONGRESSO INTERNACIONAL DE CATEQUESE

CONGRESSO INTERNACIONAL DE CATEQUESE CONGRESSO INTERNACIONAL DE CATEQUESE Roma, 26 de Setembro de 2013 Hoje teve início o Congresso Internacional de Catequese na cidade do Vaticano, com o tema: O Catequista, Testemunha da Fé, com a participação

Leia mais

Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do

Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do Quando para-se para refletir sobre o significado da palavra MARIA na vida dos cristãos, por diversas formas pode-se entendê-la: seja como a Mãe do Deus feito Homem Jesus Cristo, Mãe da Igreja ou ainda

Leia mais

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10

Princípios para uma Catequese Renovada. Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Princípios para uma Catequese Renovada Eu vim para que tenham a vida Jo 10,10 Por que Renovada? Podemos renovar o que ainda não existe? Como renovar? Introdução A renovação atual da catequese nasceu para

Leia mais

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade

ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORA: uma nova mentalidade Tanto o Documento de Aparecida (248) como a Exortação Apostólica Verbum Domini (73) se referem à uma nova linguagem e a um novo passo na questão bíblica:

Leia mais

Celebração Dominical da Palavra. Cap. 07 Ione Buyst

Celebração Dominical da Palavra. Cap. 07 Ione Buyst Celebração Dominical da Palavra Cap. 07 Ione Buyst A Igreja de Cristo, desde o dia de Pentecostes, após a descida do Espírito Santo, sempre se reuniu fielmente para celebrar o mistério pascal, no dia que

Leia mais

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto.

Quero afirmar ao Papa Francisco a comunhão filial e a presença orante da Igreja do Porto. Dia 20 de Setembro Dia de oração pela Paz Foi há precisamente 30 anos que o Papa João Paulo II se reuniu em Assis, Itália, com os Responsáveis das principais religiões do Mundo para rezar pela paz. Trinta

Leia mais

A DIMENSÃO MISSIONÁRIA DA PRNM

A DIMENSÃO MISSIONÁRIA DA PRNM A DIMENSÃO MISSIONÁRIA DA PRNM A DM tem seu eixo na opção fundamental feita pela nossa IGREJA: EVANGELIZAR... com RENOVADO ARDOR MISSIONÁRIO FAZ-SE NECESSÁRIO FORMAÇÃO ESPECÍFICA E PERMANENTE: de todos

Leia mais

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo.

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo. A Bíblia A Bíblia chegou e chega até nós, sendo Palavra de Deus e Fruto da revelação direta de Deus. Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a

Leia mais

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4.

Prefácio. Santo Tomás de Aquino. Suma Teológica, II-II, q. 28, a. 4. Prefácio A vida de São Francisco de Assis foi e continua sendo fonte de inspiração para tantos homens e mulheres de boa vontade que, percebendo a beleza que emana do amor, desejam experimentar também a

Leia mais

A Santa Sé AD TUENDAM FIDEM, Igrejas Orientais, sejam acrescentadas normas, pelas quais expressamente se imponha o dever

A Santa Sé AD TUENDAM FIDEM, Igrejas Orientais, sejam acrescentadas normas, pelas quais expressamente se imponha o dever A Santa Sé CARTA APOSTÓLICA DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II SOB A FORMA DE MOTU PROPRIO AD TUENDAM FIDEM, COM A QUAL SÃO INSERIDAS ALGUMAS NORMAS NO CÓDIGO DE DIREITO CANÓNICO E NO CÓDIGO DOS CÂNONES DAS

Leia mais

Teologia Sistemática

Teologia Sistemática Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Tema da sessão A Igreja 1. Identidade e

Leia mais

ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 7: Jesus, o Filho de Deus - 2ª parte.

ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 7: Jesus, o Filho de Deus - 2ª parte. ESCOLA DA FÉ Paróquia Santo Antonio do Pari Aula 7: Jesus, o Filho de Deus - 2ª parte. Frei Hipólito Martendal, OFM. São Paulo-SP, 31 de maio de 2012. revisão, comentários e dúvidas sobre as aulas anteriores.

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO

ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO ORIENTAÇÕES PARA A PASTORAL DO DÍZIMO Sumário Introdução 1. A compreensão do dízimo 1.1 Os fundamentos do dízimo 1.2 O que é o dízimo? 1.3 As dimensões do dízimo 1.4 As finalidades do dízimo 2. Orientações

Leia mais

ANO MARIANO ANO MARIANO É PARA CELEBRAR, COMEMORAR E REAPRENDER EM NOSSA SENHORA

ANO MARIANO ANO MARIANO É PARA CELEBRAR, COMEMORAR E REAPRENDER EM NOSSA SENHORA A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou oficialmente o Ano Mariano, no último dia 21 de setembro, com um celebração na sede da entidade, em Brasília (DF). A celebração dos 300 anos é

Leia mais

PROVA FINAL DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À TEOLOGIA BÍBLICA

PROVA FINAL DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À TEOLOGIA BÍBLICA INSTITUTO EDUCACIONAL DE TEOLOGIA EVANGÉLICA[1] PROVA FINAL DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO À TEOLOGIA BÍBLICA SISTEMA EAD DE NATUREZA JURÍDICA LIVRE ALUNO (A): MAT: 000/2014 MATÉRIA: INTRODUÇÃO À TEOLOGIA

Leia mais

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo,

Coleção Chamados à Vida Chamados À Vida, Chamados À Vida Em Jesus Cristo, Coleção Chamados à Vida Em preparação à Eucaristia 1ª Etapa: Chamados à vida 2ª Etapa: Chamados à vida em Jesus Cristo 3ª Etapa: Chamados à vida em Comunidade. 4ª Etapa: Chamados à vida para amar e servir.

Leia mais

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo

Três eixos temáticos. I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Três eixos temáticos I. A alegria do Evangelho II. Sinodalidade e Comunhão III. Testemunho e Profetismo Um eixo transversal: A Igreja em saída na perspectiva ad gentes - Segue o método ver, julgar e agir

Leia mais

Propedêutica Bíblica 22 Out 2012 Inspiração Bíblica

Propedêutica Bíblica 22 Out 2012 Inspiração Bíblica Propedêutica Bíblica 22 Out 2012 Inspiração Bíblica Paróquia do Algueirão P. Hugo Gonçalves ORAÇÃO Deus dos nossos pais e Senhor de misericórdia, Que tudo criaste pela Tua Palavra, Que formaste o homem

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA INTRODUÇÃO Guardar o depósito da fé é MISSÃO confiada pelo Senhor a Igreja. O Vaticano II quis evidenciar a MISSÃO APOSTÓLICA E PASTORAL DA IGREJA. A Lumen Gentium (Luz dos

Leia mais

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Os Outros Seis Dias. Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Os Outros Seis Dias Aula 02/08/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S Vivendo Teologicamente S O que a teologia tem a ver com a vida diária? S A teologia geralmente é considerada como algo abstrato.

Leia mais

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão.

Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Os bispos, como pastores e guias espirituais das comunidades a nós encomendadas, somos chamados a fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animadores da comunhão, temos a missão de acolher,

Leia mais

CATECISMO do Século XXI

CATECISMO do Século XXI CATECISMO do Século XXI IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL IGREJA ANGLICANA REFORMADA DO BRASIL Sumário Introdução 1 Prefácio 3 A Chamada de Deus 7 A Fé Cristã 11 A Obediência Cristã 17 O Crescimento

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 049-PROEC/UNICENTRO, DE 27 DE MARÇO DE 2014. Altera o anexo I E II da Resolução nº035- PROEC/UNICENTRO, de 06 de maio de 2013 e aprova o Relatório Final. O PRÓ-REITOR DE EXTENSÃO E CULTURA

Leia mais

Fiéis em cristo. Direitos e deveres dos fiéis leigos. Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015

Fiéis em cristo. Direitos e deveres dos fiéis leigos. Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015 Fiéis em cristo Direitos e deveres dos fiéis leigos Paróquia São Francisco de Assis Ribeirão Preto 05/08/2015 A igreja Necessidade de se fazer a distinção quando usamos o termo IGREJA. Quando falamos em

Leia mais

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA?

EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? EM RESUMO, QUE LUZES NOS TRAZ O DOCUMENTO DE APARECIDA? O documento Conclusivo da V Conferência contém inúmeras e oportunas indicações pastorais, motivadas por ricas reflexões à luz da fé e do atual contexto

Leia mais

Documento 99 da CNBB. Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Pastoral da Comunicação Araucária, 11 de Fevereiro de 2017

Documento 99 da CNBB. Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Pastoral da Comunicação Araucária, 11 de Fevereiro de 2017 Documento 99 da CNBB Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Pastoral da Comunicação Araucária, 11 de Fevereiro de 2017 Pauta Documento 99 da CNBB no âmbito PAROQUIAL Planejamento integrado de 2017

Leia mais

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado

RESUMO. Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado UMA TENTATIVA RESUMO Apresentação abreviada Recapitulação breve = repetição do que foi apresentado Para transmitir uma ideia geral do que foi apresentado SÍNTESE Mostra e revela as relações entre elementos

Leia mais

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo.

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo. A Bíblia A Bíblia chegou e chega até nós, sendo Palavra de Deus e Fruto da revelação direta de Deus. Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a

Leia mais

Procurar o modelo na Virgem Mãe de Deus e nos Santos

Procurar o modelo na Virgem Mãe de Deus e nos Santos A evangelização e, portanto, a Nova Evangelização comporta também o anúncio e a proposta moral. O próprio Jesus, precisamente ao pregar o Reino de Deus e o seu amor salvífico, fez apelo à fé e à conversão

Leia mais

Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. (Sl

Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. (Sl 41,3) Assim como o povo de Deus no deserto, experimentou a provação, particularmente da sede. Jesus nos convida a saciarmos com água viva. Minha alma tem sede de Deus e deseja o Deus vivo. (Sl Todos nós

Leia mais

MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS

MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS MINISTÉRIOS DO POVO DE DEUS Novas condições eclesiais A Igreja é como uma família, a filha da mãe Maria. A Igreja, de fato, não é uma instituição fechada em si mesma ou uma associação privada, uma ONG,

Leia mais

SER CATEQUISTA NOS DIAS DE HOJE

SER CATEQUISTA NOS DIAS DE HOJE Quem é o leigo catequista? SER CATEQUISTA NOS DIAS DE HOJE Pessoas que descobrem, na experiência de fé e na inserção na comunidade, a vocação de catequista. Exercem essa missão com esmero, com doação e

Leia mais

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos.

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos. Nas quintas-feiras do mês de Maio, decorreram na Igreja de Oliveira de Azemeis, encontros de formação litúrgica, organizados pela vigararia sul da Diocese do Porto e orientados pelo P. Frei Bernardino

Leia mais

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses:

Também foram apresentadas sugestões de temáticas para alguns encontros que já fazem parte da vida do movimento nos estados e dioceses: O Conselho Nacional da RCCBRASIL, que está reunido em Brasília desde a última quarta-feira, dia 21, discerniu a temática que deverá acompanhar as missões, encontros e ser trabalhada nas reuniões de oração

Leia mais

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017

Roteiro Celebrativo Mês Diocesano do Dízimo 2017 02 de julho de 2017 13º Domingo do Tempo Comum Sejam bem-vindos à celebração eucarística. Convocados pelo Pai, incorporados a Cristo e movidos pelo Espírito Santo, tornamo-nos assembleia celebrativa para

Leia mais

LECTIO DIVINA MARIANA MARIA: PORTA JESUS NA MINHA VIDA

LECTIO DIVINA MARIANA MARIA: PORTA JESUS NA MINHA VIDA LECTIO DIVINA MARIANA MARIA: PORTA JESUS NA MINHA VIDA Lectio Divina - Rota300.indd Página espelhada 1 de 6 Páginas(1) 04/08/2015 23:42:58 9 - A PALAVRA DE DEUS NOS FAZ AGIR O que o texto me leva a fazer?

Leia mais

Paróquia missionária. O novo povo de Deus em forma de missão que participa da caminhada junto à humanidade.

Paróquia missionária. O novo povo de Deus em forma de missão que participa da caminhada junto à humanidade. Paróquia missionária O novo povo de Deus em forma de missão que participa da caminhada junto à humanidade. Renovação das paróquias As paróquias são células vivas da Igreja e o lugar privilegiado no qual

Leia mais

Teologia Sistemática

Teologia Sistemática Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Tema da sessão A Iniciação cristã Noção

Leia mais

Santificação dos Sacerdotes

Santificação dos Sacerdotes No dia 27 de junho, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, é celebrado o Dia de Oração pela Santificação dos Sacerdotes. Em preparação para a data, o Arcebispo de Palmas (TO), Dom Pedro Brito Guimarães,

Leia mais

Prefácio aos alunos...7 APRESENTAÇÃO À IGREJA...9. Lição 25 A identidade da Igreja Lição 28 As celebrações da Igreja Batismo nas Águas...

Prefácio aos alunos...7 APRESENTAÇÃO À IGREJA...9. Lição 25 A identidade da Igreja Lição 28 As celebrações da Igreja Batismo nas Águas... SUMÁRIO Prefácio aos alunos...7 APRESENTAÇÃO À IGREJA...9 Lição 25 A identidade da Igreja... 10 Lição 26 As marcas da Igreja... 15 Lição 27 Os ministérios da Igreja...19 Lição 28 As celebrações da Igreja

Leia mais

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15

Sumário. Prefácio, 13. Primeira parte - Fundamentação, 15 Sumário Prefácio, 13 Primeira parte - Fundamentação, 15 I. A teologia fundamental como ciência teológica básica, 17 1 Teologia como "fala de Deus", 17 1.1 Tipos básicos de teologia, 17 a) A teologia como

Leia mais

Propriedades essenciais da Igreja: a unidade, a catolicidade, a santidade e a apostolicidade

Propriedades essenciais da Igreja: a unidade, a catolicidade, a santidade e a apostolicidade O Instituto de Educação a Distância, IEAD RCCBRASIL, oferece aos carismáticos a oportunidade de se aprofundarem na História da Igreja. O curso tem o objetivo de estudar os modelos eclesiológicos e missionários,

Leia mais

Formação para leitores e comentaristas. O Serviço da Palavra na Liturgia

Formação para leitores e comentaristas. O Serviço da Palavra na Liturgia Formação para leitores e comentaristas O Serviço da Palavra na Liturgia Os encontros oferecem um quadro geral do valor e importância da Palavra de Deus na liturgia. Elaboram indicações e sugestões de como

Leia mais

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral

Diocese de Criciúma. Plano. Diocesano. de Pastoral Diocese de Criciúma Plano Diocesano de Pastoral 2012-2016 OBJETIVO GERAL Nós, povo de Deus da Diocese de Criciúma, animados pela Santíssima Trindade, queremos: Evangelizar vivendo em comunidade, como Igreja

Leia mais

Nota: As palavras do Papa estão em negrito e os nossos acréscimos estão em itálico. CIC significa Catecismo da Igreja Católica.

Nota: As palavras do Papa estão em negrito e os nossos acréscimos estão em itálico. CIC significa Catecismo da Igreja Católica. A luz da Fé O Papa Francisco presenteia para todos nós sua primeira Encíclica, titulada Lumen Fidei (Luz da Fé). Logo abaixo apresentamos um trecho da referida Carta. O que seria a Luz da Fé? Nós precisamos

Leia mais

Propedêutica Bíblica. 6 de Março de 2013 Revelação e Tradição

Propedêutica Bíblica. 6 de Março de 2013 Revelação e Tradição Propedêutica Bíblica 6 de Março de 2013 Revelação e Tradição ORAÇÃO Deus se compadeça de nós e nos dê a sua bênção, Resplandeça sobre nós a luz do seu rosto. Na terra se conhecerão os vossos caminhos E

Leia mais

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO ITINERÁRIO CATEQUÉTICO PORQUÊ E PARA QUÊ!? P A R A Q U E A C R E D I T E M E T E N H A M V I D A CAUSAS/REALIDADE Contexto Sócio-cultural e religioso actual; Realidade diversificada - idade/percurso Identidade

Leia mais

Comissão Episcopal da Educação Cristã M E N S A G E M. Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso

Comissão Episcopal da Educação Cristã M E N S A G E M. Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso M E N S A G E M Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso 1. A educação é tão importante na vida do ser humano que, sem ela, ninguém cresce harmoniosamente e ultrapassa um estilo de vida marcado pela

Leia mais

PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas

PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas PLANO TRIENAL DE FORMAÇÃO PERMANENTE para Catequistas Crescer em humanidade e na fé através de processos ricos em humanidade e fé João Paulo II XV jornadas da Juventude Tor Vergata -2000 «Evangelizar constitui,

Leia mais

Quem somos e no que cremos?

Quem somos e no que cremos? Vivendo e compartindo o caminho de Jesús Quem somos e no que cremos? Igreja Evangélica Paseo de Extremadura 179 Tel: 91 813 67 05; 626 468 629 http://www.comuniondelagracia.es E-mail: iduespana@yahoo.es

Leia mais

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações.

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações. Novena de Natal O tempo do Advento é constituído das quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor. É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 011/2007-PROEC/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 011/2007-PROEC/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 011/2007-PROEC/UNICENTRO Aprova o projeto de extensão Escola de Teologia para Leigos Nossa Senhora das Graças, na modalidade de curso de extensão, na categoria de projeto de extensão permanente,

Leia mais

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial Catedral Diocesana de Campina Grande Paróquia nossa Senhora da Conceição II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia Por suas chagas fomos curados, felizes aqueles que crêem sem terem visto.

Leia mais

A Santa Sé CONSTITUIÇÃO APOSTÓLICA DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II FIDEI DEPOSITUM

A Santa Sé CONSTITUIÇÃO APOSTÓLICA DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II FIDEI DEPOSITUM A Santa Sé CONSTITUIÇÃO APOSTÓLICA DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II FIDEI DEPOSITUM PARA A PUBLICAÇÃO DO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA REDIGIDO DEPOIS DO CONCÍLIO VATICANO II Aos veneráveis Irmãos Cardeais.

Leia mais

Coordenação Pastoral

Coordenação Pastoral Coordenação Pastoral Necessidade de um Coordenador Arquidiocesano de Pastoral. Dom Jaime colocou esta função como necessária. Diz ele: Falta um plano diocesano de Pastoral, com linhas de ação em comum..

Leia mais

Hino do Ano Sacerdotal

Hino do Ano Sacerdotal Hino e Comentário Pe. Ney Brasil Pereira* * O autor é Mestre em Ciências Bíblicas e Professor no ITESC., p. 167-171. 1 Hino 168 Ney Brasil Pereira Refrão: Ano sacerdotal, ano presbiteral, ano vocacional:

Leia mais

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ Material Estudo Bíblico Parte I Apresentação Pe Antônio 24/08 A BÍBLIA SAGRADA Palavra de Deus. Deus fala ao seu povo Deus se revela, se manifesta, intervém

Leia mais

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias

Catequese Adolescência Paróquia S. Salvador de Carregosa 8º ano/ º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos Estratégias Finalidade: Descobrir-se Cristão Objectivos: Participar na eucaristia Concretizar projecto comunitário (partilha fraterna) Tema do Período Em Diálogo 1 1º Período Objectivos Data Tema da catequese Objectivos

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal

ITINERÁRIO CATEQUÉTICO. Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal ITINERÁRIO CATEQUÉTICO Iniciação à vida cristã: Um processo de inspiração catecumenal COMO É PROPOSTO O PROCESSO CATEQUÉTICO NO ITINERÁRIO? O Itinerário orienta a construção do processo catequético conforme

Leia mais

4x7 AS RAZÕES DA NOSSA FÉ CURSO DE APROFUNDAMENTO DA FÉ A PARTIR DO YOUCAT CATECISMO JOVEM DA IGREJA CATÓLICA

4x7 AS RAZÕES DA NOSSA FÉ CURSO DE APROFUNDAMENTO DA FÉ A PARTIR DO YOUCAT CATECISMO JOVEM DA IGREJA CATÓLICA 4x7 AS RAZÕES DA NOSSA FÉ CURSO DE APROFUNDAMENTO DA FÉ A PARTIR DO YOUCAT CATECISMO JOVEM DA IGREJA CATÓLICA PAI, DAI-NOS SABEDORIA YOU PRAY Pai, dai-nos sabedoria para Vos reconhecer; desejo de Vos procurar;

Leia mais

O DOCUMENTO SOBRE A TEOLOGIA DA COMISSÃO TEOLÓGICA INTERNACIONAL CTI

O DOCUMENTO SOBRE A TEOLOGIA DA COMISSÃO TEOLÓGICA INTERNACIONAL CTI OUTROS TEMAS OTHER THEMES O DOCUMENTO SOBRE A TEOLOGIA DA COMISSÃO TEOLÓGICA INTERNACIONAL CTI Document about Theology of International Theological Commission CTI Geraldo Luiz Borges Hackmann O documento

Leia mais

Teologia Sistemática. Fernando Catarino

Teologia Sistemática. Fernando Catarino Teologia Sistemática Patriarcado de Lisboa Instituto Diocesano de Formação Cristã Escola de Leigos 1º Semestre 2014/2015 Docente: Juan Ambrosio Fernando Catarino Apresentação do Curso Sacramentologia Eclesiologia

Leia mais

As Revelações do Apocalipse

As Revelações do Apocalipse Page 1 of 5 As Revelações do Apocalipse Este estudo contém ao todo 24 lições. Para imprimir esta lição e respondê-la com auxílio de sua Bíblia CLIQUE AQUI. ESTUDO 01 O Apocalipse, um Livro Aberto A maioria

Leia mais

MEDIDAS DO UNIVERSO. No original hebraico a palavra princípio no Gênesis é traduzida por Reshit, que significa

MEDIDAS DO UNIVERSO. No original hebraico a palavra princípio no Gênesis é traduzida por Reshit, que significa MEDIDAS DO UNIVERSO OBRA CRIADORA: Até aqui, as medidas que limitam o universo da Obra Criadora, segundo a física moderna, são as 4 (quatro) já conhecidas: comprimento, altura, largura e tempo. Nessas

Leia mais

Lectio Divina. Paróquia Divino Espírito Santo

Lectio Divina. Paróquia Divino Espírito Santo Lectio Divina Paróquia Divino Espírito Santo Lâmpada para os meus pés... A prática cristã ancestral de Oração Centrante tem suas raízes e é alimentada pela oração de escuta da Palavra de Deus na Sagrada

Leia mais

Quaresma. Tempo de Misericórdia. QUANDO ELE NOS ABRE AS ESCRITURAS Domingo após Domingo - Uma leitura bíblica do lecionário - Ano C

Quaresma. Tempo de Misericórdia. QUANDO ELE NOS ABRE AS ESCRITURAS Domingo após Domingo - Uma leitura bíblica do lecionário - Ano C QUANDO ELE NOS ABRE AS ESCRITURAS Domingo após Domingo - Uma leitura bíblica do lecionário - Ano C Quaresma Este livro apresenta as reflexões de D. António Couto biblista e bispo de Lamego sobre os textos

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM arta-feira da 3ª Semana da Páscoa Qu 1) Oração Permanecei,

Leia mais

Evangelhos e atos. Observações

Evangelhos e atos. Observações NOVO TESTAMENTO Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho (Hebreus 1,1-2) EVANGELHOS E ATOS Evangelhos e atos Os melhores recursos

Leia mais

O ANO LITÚRGICO. Quando se inicia o Ano Litúrgico?

O ANO LITÚRGICO. Quando se inicia o Ano Litúrgico? O ANO LITÚRGICO Chama-se Ano Litúrgico o tempo em que a Igreja celebra todos os feitos salvíficos operados por Deus em Jesus Cristo. "Através do ciclo anual, a Igreja comemora o mistério de Cristo, desde

Leia mais

A Santa Sé HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II. Igreja do "Gesù" 31 de Dezembro de 1982

A Santa Sé HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II. Igreja do Gesù 31 de Dezembro de 1982 A Santa Sé TE DEUM DE AGRADECIMENTO NO ENCERRAMENTO DO ANO 1982 HOMILIA DO PAPA JOÃO PAULO II Igreja do "Gesù" 31 de Dezembro de 1982 1. "Filhinhos, é a última hora" (1 Jo. 2, 18). Com estas palavras inicia

Leia mais

Maria e a educação NA FÉ

Maria e a educação NA FÉ Maria e a educação NA FÉ Irmão Aloísio Kuhn, fms Maria e a educação na fé 1 REFLETINDO O tema da fé é fundamental para o cristão. A adesão a Deus pela fé é dom divino e condiciona a vida de união com Deus

Leia mais