Excelentíssimo Senhor Ministro das Relações Exteriores. Excelentíssima Senhora Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Excelentíssimo Senhor Ministro das Relações Exteriores. Excelentíssima Senhora Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello"

Transcrição

1 Excelentíssimo Senhor Ministro das Relações Exteriores Embaixador Antônio de Aguiar Patriota Excelentíssima Senhora Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello Excelentíssimo Senhor Ministro do Trabalho e Emprego Carlos Daudt Brizola Excelentíssimo Senhor Ministro do Tribunal Superior do Trabalho e Membro do Comitê de Peritos da OIT Ministro Lélio Bentes Corrêa Excelentíssimo Senhor Procurador-Geral do Trabalho do Ministério Público do Trabalho Dr. Luís Antônio Camargo de Melo Excelentíssima Presidente da Frente Parlamentar Mista de Direitos Humanos da Criança e do Adolescente Deputada Érika Kokay

2 Respeitada Senhora Secretária Executiva do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil Sra. Isa Maria de Oliveira Senhoras e Senhores representantes das Organizações de Empregadores e de Trabalhadores Autoridades do Estado Brasileiro aqui presentes, Senhoras e Senhores, É com grande satisfação e honra que estou presente nesta sessão de instalação e primeira reunião da Comissão Organizadora Nacional da III Conferência Global sobre o Trabalho Infantil. Sou portadora, nesta ocasião, da saudação especial do Diretor Geral da OIT, Sr. Guy Ryder e de sua Diretora Regional para a América Latina e Caribe, Sra. Elizabeth Tinoco. É uma honra para a OIT participar deste momento histórico onde os constituintes da OIT no Brasil e demais atores sociais se unem para reafirmar seu compromisso e assumir novas responsabilidades na construção das políticas e estratégias dirigidas à prevenção e eliminação do trabalho infantil

3 Três palavras podem resumir esta responsabilidade: Solidariedade, diálogo social e liderança. - Solidariedade com outros países e sociedades que ainda estão ou vão percorrer o caminho já iniciado pelo Brasil, cuja experiência é reconhecida pela OIT. -A necessidade de aprofundar as formas de diálogo social entre iguais e criar um espaço de reflexão conjunta e troca de experiências que possibilite analisar e compartilhar tanto as conquistas e as boas práticas desenvolvidas nessa trajetória, quanto identificar e discutir formas de enfrentar e superar as insuficiências, problemas e desafios que ainda persistem e, em especial, nos países em desenvolvimento. A atual crise econômica agrava o quadro do mercado de trabalho e, por isso, formas degradantes de trabalho têm voltado a aparecer. Liderança para repactuar, no seio da comunidade internacional, o compromisso pela proteção integral de milhões de crianças e adolescentes ainda órfãos de políticas públicas. Compromissos estes já previstos nas Convenções da OIT Nº 138 sobre a idade mínima e Nº 182 sobre as piores formas de trabalho infantil e também no Roteiro de Haia de Mas quem e onde estão estas crianças?

4 São 215 milhões em situação de trabalho infantil, 115 das quais em atividades perigosas, conforme o Relatório Global da OIT de Entre 2004 e 2008, a determinação política permitiu que muitas delas pudessem superar essa condição: no grupo de 5 a 14 anos, houve uma redução de 10% no trabalho infantil (15% no caso das meninas, o que significa que entre elas a decréscimo foi mais acentuado). A diminuição do número de crianças em atividades perigosas foi mais intensa: da ordem de 31%. No entanto, destacamos que o trabalho infantil aumentou em 20% no grupo de 15 a 17 anos, especialmente entre os meninos. São estas as crianças que chegam à idade mínima para admissão ao trabalho ou emprego já envolvidas em atividades perigosas e, portanto, em piores formas de trabalho infantil.

5 58 milhões destas crianças e adolescentes estão na África Subsaariana, 6 milhões na Ásia e 10 milhões na América Latina e no Caribe. O Relatório Global da OIT de 2010 também constatou que o trabalho infantil mundial continua a diminuir, porém não tanto quanto antes. A redução entre foi de 3% comparado aos 10% entre Senhores e Senhores, se a tendência atual persistir, a meta de eliminar as piores formas de trabalho infantil até 2016 não será alcançada. Isso significa que as estratégias atuais não estão sendo suficientes para atingir esse compromisso internacional. Esta situação nos impõe imperativos éticos, legais e de justiça social, e demanda uma ação imediata, em caráter de urgência, com o objetivo de atualizar e aprimorar as estratégias que permitam acelerar o ritmo de redução do trabalho infantil.

6 Estes imperativos, Senhoras e Senhores, devem orientar os trabalhos que hoje se instalam, devem ser o norte para buscar, em nossas diferenças, a complementariedade e a sinergia representadas no catavento, o símbolo do movimento mundial para a eliminação do trabalho infantil. Reafirmamos aqui, uma vez mais, o compromisso da OIT em contribuir para esse esforço e a essa grande tarefa. Bom inicio dos trabalhos

Panorama Mundial do Trabalho Infantil e a Experiência Brasileira

Panorama Mundial do Trabalho Infantil e a Experiência Brasileira Panorama Mundial do Trabalho Infantil e a Experiência Brasileira Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Forum Mundial de Direitos Humanos Brasília, 12 dezembro 2013 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO

Leia mais

NACIONAL DE TRABALHO DECENTE - PNTD

NACIONAL DE TRABALHO DECENTE - PNTD SEMINÁRIO SINDICAL SOBRE O PLANO NACIONAL DE TRABALHO DECENTE - PNTD Paulo Sergio Muçouçah Coordenador dos Programas de Trabalho Decente e Empregos Verdes Escritório da OIT no Brasil Roteiro da apresentação

Leia mais

Também gostaria de reconhecer, como estrangeiro, o extraordinário compromisso do Brasil com o trabalho

Também gostaria de reconhecer, como estrangeiro, o extraordinário compromisso do Brasil com o trabalho Depoimento/Palestra de Stanley Gacek, Diretor Adjunto/Oficial Encarregado do Escritório da OIT no Brasil, sobre a PEC No. 18/2011, redução da idade mínima dos 16 para os 14 anos, 14 de julho de 2015, às

Leia mais

O conceito de Trabalho Decente

O conceito de Trabalho Decente O Trabalho Decente O conceito de Trabalho Decente Atualmente a metade dos trabalhadores de todo o mundo (1,4 bilhão de pessoas) vive com menos de 2 dólares ao dia e portanto, é pobre quase 20% é extremamente

Leia mais

Ações Reunião realizada nos dias 13 a 16 de outubro de 2014

Ações Reunião realizada nos dias 13 a 16 de outubro de 2014 R E L A Ç Õ E S I N T E R N A C I O N A I S Órgão Organização Internacional do Trabalho (OIT) Representação Eventual 18ª Reunião Regional Americana da OIT Representante Lidiane Duarte Nogueira Advogada

Leia mais

Dia 12 de junho 2012 Eliminar o Trabalho Infantil em defesa dos direitos humanos e da justiça social

Dia 12 de junho 2012 Eliminar o Trabalho Infantil em defesa dos direitos humanos e da justiça social Dia 12 de junho 2012 Eliminar o Trabalho Infantil em defesa dos direitos humanos e da justiça social O lema do dia mundial que convoca a comunidade internacional a se mobilizar para proteger a milhões

Leia mais

Prefácio e Argumento Básico

Prefácio e Argumento Básico Palestra de Stanley Gacek Congresso Internacional de Direito Sindical, Fortaleza, Ceará Sindicalismo, Estado e Serviço Público Sindicalismo e Estado: A Visão da OIT 14 horas, 11 de abril do 2013 Introdução

Leia mais

Senhor Presidente do Supremo Tribunal. Senhoras e Senhores Vice-Presidentes da. Senhora Procuradora-Geral da República,

Senhor Presidente do Supremo Tribunal. Senhoras e Senhores Vice-Presidentes da. Senhora Procuradora-Geral da República, Senhor Presidente do Supremo Tribunal Administrativo, Senhores Ministros, Senhoras e Senhores Vice-Presidentes da Assembleia da República, Senhora Procuradora-Geral da República, Senhoras e Senhores Deputados,

Leia mais

Plano Nacional de Trabalho Decente -

Plano Nacional de Trabalho Decente - Plano Nacional de Trabalho Decente - PNTD Ministério do Trabalho e Emprego Setembro de 2009 Trabalho Decente Contar com oportunidades de um trabalho produtivo com retribuição digna, segurança no local

Leia mais

Agenda Nacional do. Novembro 2008

Agenda Nacional do. Novembro 2008 Agenda Nacional do Trabalho Decente Novembro 2008 Prioridades Gerar mais e melhores empregos, com igualdade de oportunidades e de tratamento Erradicar o trabalho escravo e eliminar o trabalho infantil,

Leia mais

Aprimoramento do Programa diante dos avanços da cobertura e da qualificação da

Aprimoramento do Programa diante dos avanços da cobertura e da qualificação da 1. Redesenho do PETI Fortalecer a Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil por meio de ações estratégicas intersetoriais voltadas ao enfrentamento das novas incidências de atividades identificadas

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro Intervenção de Sua Excelência Georges Rebelo Pinto Chikoti, Ministro das Relações Exteriores, na Reunião de Alto Nível do Comité

Leia mais

RESOLUÇÃO ADOTADA PELA ASSEMBLEIA GERAL. [sobre o relatório do 3 o Comitê (A/54/595)] 54/120. Políticas e programas envolvendo os jovens

RESOLUÇÃO ADOTADA PELA ASSEMBLEIA GERAL. [sobre o relatório do 3 o Comitê (A/54/595)] 54/120. Políticas e programas envolvendo os jovens NAÇÕES UNIDAS A Assembleia Geral Distribuição GERAL A/RES/54/120 20 de janeiro de 2000 54 a sessão Item 106 da pauta RESOLUÇÃO ADOTADA PELA ASSEMBLEIA GERAL [sobre o relatório do 3 o Comitê (A/54/595)]

Leia mais

Resolução adotada pela Assembleia Geral. [sobre o relatório do 3 o Comitê (A/56/572)] 56/117. Políticas e programas envolvendo a juventude

Resolução adotada pela Assembleia Geral. [sobre o relatório do 3 o Comitê (A/56/572)] 56/117. Políticas e programas envolvendo a juventude Nações Unidas A/RES/56/117 Assembleia Geral Distribuição: Geral 18 de janeiro de 2002 56 a sessão Item 108 da pauta Resolução adotada pela Assembleia Geral [sobre o relatório do 3 o Comitê (A/56/572)]

Leia mais

Excelentíssima Senhora Bruna Furlan, Presidente da Comissão, Excelentíssimo Senhor Pedro Vilela, Primeiro Vice-Presidente,

Excelentíssima Senhora Bruna Furlan, Presidente da Comissão, Excelentíssimo Senhor Pedro Vilela, Primeiro Vice-Presidente, Palavras do Embaixador do Japão no Brasil, Sr. Satoru Satoh 21 de junho de 2017, Audiência Pública sobre o Dia da Imigração Japonesa, Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, Câmara dos Deputados

Leia mais

Centro de Direitos Humanos Faculdade de Direito Universidade de Coimbra. Direito ao Trabalho. Federal Ministry for Foreign Affairs of Austria

Centro de Direitos Humanos Faculdade de Direito Universidade de Coimbra. Direito ao Trabalho. Federal Ministry for Foreign Affairs of Austria Direito ao Trabalho Federal Ministry for Foreign Affairs of Austria Direito ao Trabalho (...) só se pode fundar uma paz universal e duradoura com base na justiça social (...) Constituição da Organização

Leia mais

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente

A visão da OIT sobre o Trabalho Decente Boletim Econômico Edição nº 61 maio de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico A visão da OIT sobre o Trabalho Decente 1 1. CONCEITO DE TRABALHO DECENTE O conceito de Trabalho

Leia mais

Contexto do Trabalho Infantil e Trabalho Forçado no Marco da Busca do Trabalho Decente para Todos e Todas

Contexto do Trabalho Infantil e Trabalho Forçado no Marco da Busca do Trabalho Decente para Todos e Todas Contexto do Trabalho Infantil e Trabalho Forçado no Marco da Busca do Trabalho Decente para Todos e Todas Laís Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil 24 de junho de 2013 O conceito de Trabalho

Leia mais

NR 31 (Rural) Norma de Segurança e Saúde mais rígida do mundo. NR 31 (Rural) 31,69 % Dados do Mercado de Trabalho Campesino

NR 31 (Rural) Norma de Segurança e Saúde mais rígida do mundo. NR 31 (Rural) 31,69 % Dados do Mercado de Trabalho Campesino Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Inadequação da legislação trabalhista nacional RODOLFO TAVARES Goiânia, 11 de setembro de 2006 Dados do Mercado de Trabalho Campesino 17.733.835 milhões

Leia mais

Documento Preliminar para Consulta Pública Outubro de Atendimento de crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados:

Documento Preliminar para Consulta Pública Outubro de Atendimento de crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados: Documento Preliminar para Consulta Pública Outubro de 2010 2.4 Atendimento de crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados: 2.4.6 Trabalho infantil A exploração do trabalho é uma violação

Leia mais

MATRIZ 4: ESTRATÉGIA NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL

MATRIZ 4: ESTRATÉGIA NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS SECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE MATRIZ 4: ESTRATÉGIA NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL CARTA

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE

RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE Realizada de 08 a 11 de agosto de 2012 MÁRIO DOS SANTOS BARBOSA Assessor Especial para Assuntos Internacionais Coordenador da I CNETD

Leia mais

Lidiane Duarte Nogueira Advogada Divisão Sindical da CNC

Lidiane Duarte Nogueira Advogada Divisão Sindical da CNC RELAÇÕES INTERNACIONAIS Órgão Organização Internacional do Trabalho (OIT) Representação Eventual 105ª Conferência Internacional do Trabalho Representante Lidiane Duarte Nogueira Advogada Divisão Sindical

Leia mais

Desenvolvimento, Trabalho Decente e Igualdade Racial

Desenvolvimento, Trabalho Decente e Igualdade Racial Desenvolvimento, Trabalho Decente e Igualdade Racial Lais Abramo Diretora do Escritório da OIT no Brasil Brasília, julho de 2012 Esquema da Apresentação 1. Trabalho decente e estratégia de desenvolvimento

Leia mais

AGENDA ESTADUAL DO TRABALHO DECENTE

AGENDA ESTADUAL DO TRABALHO DECENTE AGENDA ESTADUAL DO TRABALHO DECENTE Segundo definição da OIT, Trabalho Decente é um trabalho adequadamente remunerado, exercido em condições de liberdade, eqüidade e segurança, capaz de garantir uma vida

Leia mais

Nome do palestrante: Ida Pietricovsky de Oliveira Trabalho Infantil: avanços e desafios. Amazônia Rural Trabalho precário 4 e 5 de dezembro de 2014

Nome do palestrante: Ida Pietricovsky de Oliveira Trabalho Infantil: avanços e desafios. Amazônia Rural Trabalho precário 4 e 5 de dezembro de 2014 Nome do palestrante: Ida Pietricovsky de Oliveira Trabalho Infantil: avanços e desafios Amazônia Rural Trabalho precário 4 e 5 de dezembro de 2014 Contexto/Introdução O Brasil é referência mundial em relação

Leia mais

Senhora Secretária Geral do fundo das Nações Unidas para a população (FNUAP)

Senhora Secretária Geral do fundo das Nações Unidas para a população (FNUAP) Senhor Ministro da Presidência de Portugal Senhora Ministra da Saúde de Portugal Senhor Secretário Executivo da CPLP Senhora Secretária Geral do fundo das Nações Unidas para a população (FNUAP) Excelências,

Leia mais

Circuito Paulista: Mobilização social e articulação de Políticas Públicas para o Enfrentamento e Erradicação do Trabalho Infantil

Circuito Paulista: Mobilização social e articulação de Políticas Públicas para o Enfrentamento e Erradicação do Trabalho Infantil Públicas para o Enfrentamento e Erradicação do Trabalho Infantil OBJETIVOS: Intensificar a mobilização, a sensibilização e a articulação social; Fortalecer a atuação dos diversos atores que compõem a rede

Leia mais

O QUE É O FÓRUM DE SAÚDE MENTAL INFANTOJUVENIL?

O QUE É O FÓRUM DE SAÚDE MENTAL INFANTOJUVENIL? O QUE É O FÓRUM DE SAÚDE MENTAL INFANTOJUVENIL? O Fórum Nacional de Saúde Mental Infantojuvenil foi criado em 2004, como espaço de discussão que visa debater as diferentes questões relacionadas à saúde

Leia mais

III SEMINÁRIO INTERNACIONAL

III SEMINÁRIO INTERNACIONAL III SEMINÁRIO INTERNACIONAL QUALIDADE DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES O cuidado como um direito humano 9, 10 e 11 de Novembro de 2015 PROGRAMA PRELIMINAR Realização 9h00 12h00 -

Leia mais

DECLARAÇÃO DE CASCAIS

DECLARAÇÃO DE CASCAIS DECLARAÇÃO DE CASCAIS 30.10.2004 INTRODUÇÃO Considerando a vontade de continuar a estreitar laços e a desenvolver formas de cooperação em matéria de desenvolvimento sustentável e protecção do ambiente

Leia mais

O SINAIT tem um Conselho de Administração organizado conforme seu Estatuto e documentos que seguem em anexo.

O SINAIT tem um Conselho de Administração organizado conforme seu Estatuto e documentos que seguem em anexo. Carta SINAIT nº 209/2017 Brasília-DF, 26 de julho de 2017. Organização Internacional do Trabalho (OIT) Departamento de Normas Sra. Corinne Vargha, Diretora de NORMAS Route des Morillons 4 CH-1211, Genebra,

Leia mais

CONVENÇÃO OIT 170 Segurança na Utilização de Produtos Químicos no Trabalho

CONVENÇÃO OIT 170 Segurança na Utilização de Produtos Químicos no Trabalho SEMINÁRIO DE MEIO AMBIENTE CONVENÇÃO OIT 170 Segurança na Utilização de Produtos Químicos no Trabalho GERALDO FONTOURA BAYER S.A. 11 de junho de 2002 ROTEIRO A Organização Internacional do Trabalho - OIT

Leia mais

A Cooperação na Área do Trabalho Infantil nos Estados membros da CPLP

A Cooperação na Área do Trabalho Infantil nos Estados membros da CPLP A Cooperação na Área do Trabalho Infantil nos Estados membros da CPLP Documento de Projecto Âmbito geográfico: Estados membros da CPLP. Data de início das actividades: 15 de Fevereiro de 2007. Entidades

Leia mais

COPIA - STF MS 29039 - CPF 15359783842-06/06/2013 10:10:53

COPIA - STF MS 29039 - CPF 15359783842-06/06/2013 10:10:53 Excelentíssimo Senhor Doutor Ministro Gilmar Mendes Egrégio Supremo Tribunal Federal M a n d a d o d e S e g u r a n ç a n º : 2 9 7 23 O b j e t o : P e d i d o d e R e c o n s i d e r a ç ã o I n f o

Leia mais

Luanda, 14 de Junho de 2016 EXCELÊNCIAS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL, SENHORES MINISTROS, DISTINTOS DELEGADOS,

Luanda, 14 de Junho de 2016 EXCELÊNCIAS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO, SENHOR SECRETÁRIO-GERAL, SENHORES MINISTROS, DISTINTOS DELEGADOS, DISCURSO PRONUNCIADO POR SUA EXCELÊNCIA JOSÉ EDUARDO DOS SANTOS, PRESIDENTE DA REPÚBLICA DE ANGOLA, POR OCASIÃO DA 6ª CIMEIRA ORDINÁRIA DOS CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL SOBRE

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente do Estado de Santa Catarina Camboriú, 31 de outubro de 2011 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. O conceito de

Leia mais

ASSEMBLEIA NACIONAL. Senhores Presidentes dos Parlamentos Nacionais. Senhoras e senhores profissionais da Comunicação Social

ASSEMBLEIA NACIONAL. Senhores Presidentes dos Parlamentos Nacionais. Senhoras e senhores profissionais da Comunicação Social ASSEMBLEIA NACIONAL DISCURSO DO PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL, ENGº JORGE PEDRO MAURÍCIO DOS SANTOS, NA 9ª CONFERÊNCIA DOS PRESIDENTES DOS PARLAMENTOS AFRICANOS Senhor Presidente do PAP, Dr. Roger

Leia mais

CONSIDERANDO: A Declaração sobre VIH/SIDA assinada durante a Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, em Maputo em 2000;

CONSIDERANDO: A Declaração sobre VIH/SIDA assinada durante a Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, em Maputo em 2000; MEMORANDO DE ENTENDIMENTO ENTRE O PROGRAMA CONJUNTO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE VIH/SIDA (ONUSIDA) E A COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) RELATIVO A APOIO PARA A REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE

Leia mais

TENDÊNCIAS GLOBAIS DE EMPREGO JOVEM

TENDÊNCIAS GLOBAIS DE EMPREGO JOVEM TENDÊNCIAS GLOBAIS DE EMPREGO JOVEM UMA GERAÇÃO EM RISCO maio 2013 Estrutura da apresentação O que é a OIT. Origem e importância Emprego jovem Breve descrição. Porquê centrar a atenção nos jovens. Começar

Leia mais

AGENDA DA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICAS PARA POPULAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. Rio de Janeiro, julho 2013

AGENDA DA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICAS PARA POPULAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. Rio de Janeiro, julho 2013 AGENDA DA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICAS PARA POPULAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Rio de Janeiro, julho 2013 1. PROGRESSO BRASILEIRO RECENTE 1.1 Crescimento inclusivo 1. PROGRESSO BRASILEIRO RECENTE 1.1 Crescimento

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, 14 de dezembro de 2011 ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO 1. O conceito

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO REUNIÃO FINAL DO PROCESSO DE PLANIFICAÇÃO DO QUADRO DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PARA 2012 Intervenção de Sua Excelência, Aiuba Cuereneia

Leia mais

Seminário Internacional de Boas Práticas sobre Trabalho Decente Brasília DF e Cuiabá-Mato Grosso, Brasil 24 a 27 de junho de 2013

Seminário Internacional de Boas Práticas sobre Trabalho Decente Brasília DF e Cuiabá-Mato Grosso, Brasil 24 a 27 de junho de 2013 Seminário Internacional de Boas Práticas sobre Trabalho Decente Brasília DF e Cuiabá-Mato Grosso, Brasil 24 a 27 de junho de 2013 Domingo 23 de junho. Chegada a Brasília de delegações internacionais e

Leia mais

Excelência Jorge Carlos de Almeida Fonseca, Presidente da República de Cabo-Verde e Presidente em Exercício dos PALOP,

Excelência Jorge Carlos de Almeida Fonseca, Presidente da República de Cabo-Verde e Presidente em Exercício dos PALOP, Discurso pronunciado por Sua Excelência José Eduardo dos Santos, Presidente da República de Angola, por ocasião da Cimeira dos PALOP Luanda, 30 de Junho de 2014 Excelência Jorge Carlos de Almeida Fonseca,

Leia mais

A S S E M B L E I A D A R E P Ú B L I C A. O Presidente

A S S E M B L E I A D A R E P Ú B L I C A. O Presidente Conferência Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas da COP 21 (Paris, 2015) à COP 22 (Marrakech, 2016) Auditório do Novo Edifício da Assembleia da República 25 de Outubro de 2016

Leia mais

Kuala Lumpur, 8 de setembro de 2015

Kuala Lumpur, 8 de setembro de 2015 Breves palavras de Sua Excelência o Presidente do Parlamento Nacional, Vicente da Silva Guterres por ocasião da Sessão de Abertura da 36.ª Assembleia Interparlamentar da ASEAN Câmara dos Representantes

Leia mais

8:30 20:00 hs Registro e credenciamento dos participantes. 15:30 18:00 hs Encontro Preparatório de Crianças e Adolescentes (1)

8:30 20:00 hs Registro e credenciamento dos participantes. 15:30 18:00 hs Encontro Preparatório de Crianças e Adolescentes (1) XX CONGRESSO PAN-AMERICANO DA CRIANÇA E ADOLESCENTES PRIMEIRO FORO PAN-AMERICANO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES 21 ao 25 de setembro de 2009. Lima, Peru CPNNA/FORO/doc.2/09 17 setembro 2009 PROJETO DE CALENDÁRIO

Leia mais

Política Europeia de Imigração: Evolução e Perspectivas. Constança Urbano de Sousa

Política Europeia de Imigração: Evolução e Perspectivas. Constança Urbano de Sousa Política Europeia de Imigração: Evolução e Perspectivas Constança Urbano de Sousa Notas preliminares Imigração e Asilo Conceito comunitário de estrangeiro Cidadão comunitário Estrangeiro: nacional de Estado

Leia mais

Discurso de Boas-Vindas Secretário Executivo da CPLP Embaixador Murade Murargy

Discurso de Boas-Vindas Secretário Executivo da CPLP Embaixador Murade Murargy VISITA DO VICE-PRESIDENTE DO BRASIL E SUA DELEGAÇÃO À SEDE DA CPLP (21 de abril de 2015) Discurso de Boas-Vindas Secretário Executivo da CPLP Embaixador Murade Murargy É com grande emoção e enorme satisfação,

Leia mais

Convenção No. 182 VERSÃO LIVRE EM PORTUGUÊS VERSÃO OFICIAL EM INGLÊS VER:

Convenção No. 182 VERSÃO LIVRE EM PORTUGUÊS VERSÃO OFICIAL EM INGLÊS VER: Convenção No. 182 VERSÃO LIVRE EM PORTUGUÊS VERSÃO OFICIAL EM INGLÊS VER: http://ilolex.ilo.ch:1567/public/english/docs/convdisp.htm CONVENÇÃO 182, DE 1999, SOBRE AS PIORES FORMAS DE TRABALHO INFANTIL

Leia mais

Intervenção do Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Murargy

Intervenção do Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Murargy Lançamento da Campanha Juntos Contra a Fome! Maputo, 20 de Fevereiro de 2014 Intervenção do Secretário Executivo da CPLP, Embaixador Murade Murargy (só faz fé a versão efectivamente proferida) Excelência,

Leia mais

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD

A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD A Agenda do Trabalho Decente no Brasil e a I CNETD Ana Lúcia Monteiro Organização Internacional do Trabalho 28 de outubro de 2011 ESQUEMA DA APRESENTAÇÃO 1. O Conceito de Trabalho Decente 2. O compromisso

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 347/XII/2.ª FUNDO DE GARANTIA SALARIAL

PROJETO DE LEI N.º 347/XII/2.ª FUNDO DE GARANTIA SALARIAL Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º 347/XII/2.ª FUNDO DE GARANTIA SALARIAL Exposição de motivos Apesar de ter sido criado há já mais de 10 anos e muito embora esteja previsto no artigo 336.º do Código

Leia mais

Agenda 2030 ODS: Adequação e gestão integrada das políticas públicas, instrumentos de monitoramento e participação social

Agenda 2030 ODS: Adequação e gestão integrada das políticas públicas, instrumentos de monitoramento e participação social Agenda 2030 ODS: Adequação e gestão integrada das políticas públicas, instrumentos de monitoramento e participação social Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 Filomena Siqueira - Ação

Leia mais

PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS

PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS X CONFERÊNCIA DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PLANOS DECENAIS DOS DIREITOS HUMANOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: FORTALECENDO OS CONSELHOS DE DIREITOS Objetivos do encontro Esclarecer sobre

Leia mais

Conferência Internacional do Trabalho

Conferência Internacional do Trabalho Conferência Internacional do Trabalho PROTOCOLO À CONVENÇÃO 29 PROTOCOLO À CONVENÇÃO SOBRE TRABALHO FORÇADO, 1930, ADOTADA PELA CONFERÊNCIA EM SUA CENTÉSIMA TERCEIRA SESSÃO, GENEBRA, 11 DE JUNHO DE 2014

Leia mais

Per spetivas do Emprego e das questo es Soci ais no Mundo Sumário executivo Te nde ncias 2016

Per spetivas do Emprego e das questo es Soci ais no Mundo Sumário executivo Te nde ncias 2016 Per spetivas do Emprego e das questo es Soci ais no Mundo Sumário executivo Te nde ncias 2016 ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO DEPARTAMENTO DE INVESTIGAÇÃO 1 Sumário executivo A economia global está

Leia mais

Intervenção de Sua Excelência Aiuba Cuereneia Ministro da Planificação e Desenvolvimento

Intervenção de Sua Excelência Aiuba Cuereneia Ministro da Planificação e Desenvolvimento REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE REUNIÃO FINAL DO PROCESSO DA REVISÃO ANUAL 2014 Intervenção de Sua Excelência Aiuba Cuereneia Ministro da Planificação e Desenvolvimento Maputo, 16 de Maio de 2014 SENHORES MEMBROS

Leia mais

DR. AUGUSTO POMBAL CENTRO POLIVALENTE DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO MAPTSS 26 DE JUNHO DE 2015

DR. AUGUSTO POMBAL CENTRO POLIVALENTE DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DO MAPTSS 26 DE JUNHO DE 2015 O REGIME DOS TRABALHADORES DOMÉSTICOS NO ÂMBITO DA CONVENÇÃO E DA RECOMENDAÇÃO SOBRE O TRABALHO DECENTE PARA OS TRBALHADORAS E OS TRABALHADORES DOMÉSTICOS DR. AUGUSTO POMBAL CENTRO POLIVALENTE DE FORMAÇÃO

Leia mais

Agricultura e Alimentação (JA)

Agricultura e Alimentação (JA) O SR. INOCÊNCIO OLIVEIRA (PL/PE pronuncia o seguinte discurso.) Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados: Relatório da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), organismo da ONU,

Leia mais

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil (doravante denominado Ministério da Saúde)

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil (doravante denominado Ministério da Saúde) MEMORANDUM DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA SAÚDE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O SECRETARIADO DO PROGRAMA CONJUNTO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE HIV/AIDS (UNAIDS) PARA CONSTITUIÇÃO DO CENTRO INTERNACIONAL

Leia mais

Enfrentamento aotráfico de Pessoas: Boas Práticas e Cooperação Jurídica. O trabalho forçado é a antítese do trabalho decente

Enfrentamento aotráfico de Pessoas: Boas Práticas e Cooperação Jurídica. O trabalho forçado é a antítese do trabalho decente Enfrentamento aotráfico de Pessoas: Boas Práticas e Cooperação Jurídica O trabalho forçado é a antítese do trabalho decente Trabalho Forçado Convenção sobre trabalho forçado, 1930 (29). todo trabalho ou

Leia mais

Excelência Senhor Pier Paolo Balladelli, Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas e Representante do PNUD em Angola;

Excelência Senhor Pier Paolo Balladelli, Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas e Representante do PNUD em Angola; REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES Gabinete do Ministro Excelência Senhor Pier Paolo Balladelli, Coordenador Residente do Sistema das Nações Unidas e Representante do PNUD em Angola;

Leia mais

SUBCOMISSÃO DE COMBATE AO CONTRABANDO DE CIGARROS RELATÓRIO

SUBCOMISSÃO DE COMBATE AO CONTRABANDO DE CIGARROS RELATÓRIO SUBCOMISSÃO DE COMBATE AO CONTRABANDO DE CIGARROS RELATÓRIO Combater a prática criminosa do contrabando de cigarros vai muito além de uma ação de segurança pública e de persecução penal. No momento atual

Leia mais

III REUNIÃO DE MINISTROS/AS RESPONSÁVEIS PELA IGUALDADE DE GÉNERO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

III REUNIÃO DE MINISTROS/AS RESPONSÁVEIS PELA IGUALDADE DE GÉNERO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA III REUNIÃO DE MINISTROS/AS RESPONSÁVEIS PELA IGUALDADE DE GÉNERO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Maputo, 14 de Fevereiro de 2014 Declaração de Maputo As Ministras responsáveis pela Igualdade

Leia mais

DÉLÉGATION PERMANENTE DU PORTUGAL AUPRÈS DE L'UNESCO. Portugal. Debate de Política Geral da 39ª Sessão da Conferência Geral da UNESCO

DÉLÉGATION PERMANENTE DU PORTUGAL AUPRÈS DE L'UNESCO. Portugal. Debate de Política Geral da 39ª Sessão da Conferência Geral da UNESCO Portugal Debate de Política Geral da 39ª Sessão da Conferência Geral da UNESCO Intervenção do Senhor Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues (1 de novembro de 2017- de tarde) Senhora Presidente da

Leia mais

DIÁLOGO SOCIAL E TRIPARTISMO NO BRASIL

DIÁLOGO SOCIAL E TRIPARTISMO NO BRASIL DIÁLOGO SOCIAL E TRIPARTISMO NO BRASIL Diálogo social e Tripartismo no Brasil Conceito de Diálogo Social Diálogo social é o processo no qual atores sociais, econômicos, políticos, ou grupos sociais, legitimamente

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF A energia elétrica não é uma mercadoria como outra qualquer. É por isso que sua geração, transmissão, distribuição e comercialização são assuntos do interesse de todos. Desde

Leia mais

COPA E LOUVOR DA PAZ PROJETOS COPA DA PAZ LOUVOR E PAZ 1 / 8

COPA E LOUVOR DA PAZ PROJETOS COPA DA PAZ LOUVOR E PAZ 1 / 8 PROJETOS COPA DA PAZ & LOUVOR E PAZ 1 / 8 OBJETIVO GERAL OBJETIVO ESPECÍFICO JUSTIFICATIVA COPA DA PAZ PROGRAMAÇÃO A COMENDA DA PAZ INFORMAÇÕES GERAIS Baixada Fluminense - Rio de Janeiro 2 / 8 Vem aí mais

Leia mais

Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos,

Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos, Sua Excelência Presidente da República de Angola, Engenheiro José Eduardo dos Santos, Excelentíssima Primeira-Dama da República de Angola, Drª Ana Paula dos Santos, Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente

Leia mais

Sua Excelência, Sr. Hailemariam Desalegn, Primeiro-Ministro da Etiópia,

Sua Excelência, Sr. Hailemariam Desalegn, Primeiro-Ministro da Etiópia, Discurso do Sr. Robério Oliveira Silva, Diretor-Executivo da Organização Internacional do Café 4. a Conferência Mundial do Café Cerimônia de abertura Adis Abeba, 7 de março de 2016 Sua Excelência, Sr.

Leia mais

Dirijo uma palavra de reconhecimento ao professor Emídio Gomes, pelo seu. envolvimento, pessoal e enquanto Presidente da Comissão de Coordenação de

Dirijo uma palavra de reconhecimento ao professor Emídio Gomes, pelo seu. envolvimento, pessoal e enquanto Presidente da Comissão de Coordenação de As minhas primeiras palavras são de reconhecimento, ao senhor Primeiro Ministro, estimado Dr. Pedro Passos Coelho, e restantes membros do Governo, por se terem associado a esta cerimónia, um marco de grande

Leia mais

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE)

COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) COMITÊ INTERAMERICANO CONTRA O TERRORISMO (CICTE) DÉCIMO QUARTO PERÍODO ORDINÁRIO DE SESSÕES OEA/Ser.L/X.2.14 20 e 21 de fevereiro de 2014 CICTE/INF.6/14 Washington, D.C. 25 fevereiro 2014 Original: espanhol

Leia mais

A Experiência do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social CDES

A Experiência do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social CDES A Experiência do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social CDES Construção de Governança para o Projeto Nacional de Desenvolvimento Apresentação : Jaques Wagner Governador da Bahia CDES situação atual

Leia mais

Objetivo Geral. Objetivos Específicos

Objetivo Geral. Objetivos Específicos Apresentação A promoção do trabalho decente é condição para um crescimento econômico inclusivo, redutor da pobreza e das desigualdades sociais e promotor do desenvolvimento humano. O trabalho decente significa

Leia mais

Eixo II MECANISMOS DE CONTROLE SOCIAL, ENGAJAMENTO E CAPACITAÇÃO DA SOCIEDADE PARA O CONTROLE DA GESTÃO PÚBLICA

Eixo II MECANISMOS DE CONTROLE SOCIAL, ENGAJAMENTO E CAPACITAÇÃO DA SOCIEDADE PARA O CONTROLE DA GESTÃO PÚBLICA 5 Eixo II MECANISMOS DE CONTROLE SOCIAL, ENGAJAMENTO E CAPACITAÇÃO DA SOCIEDADE PARA O CONTROLE DA GESTÃO PÚBLICA 1 CONTROLE SOCIAL: O controle social é entendido como a participação do cidadão na gestão

Leia mais

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira Advogado Divisão Sindical da CNC. Ações Reunião Ordinária realizada nos dias 5 e 6 de abril de 2016.

Suplente Roberto Luis Lopes Nogueira Advogado Divisão Sindical da CNC. Ações Reunião Ordinária realizada nos dias 5 e 6 de abril de 2016. RELAÇÕES DO TRABALHO Órgão Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) Representação Efetiva Comissão Tripartite de Revisão do Plano Nacional de Emprego e Trabalho Decente (PNETD) Representantes

Leia mais

Deputada Maria Fernanda Lay

Deputada Maria Fernanda Lay Deputada Maria Fernanda Lay Timor Leste PERCENTAGEM DAS VÍTIMAS DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO MUNDO OMS 33% das mulheres no mundo têm sido fisica i ou sexualmente agredidas por um parceiro antigo ou atual.

Leia mais

X REUNIÃO DOS MINISTROS DO TRABALHO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP

X REUNIÃO DOS MINISTROS DO TRABALHO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS DA CPLP As Ministras e os Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), reunidos na cidade de Fortaleza, no período de 22 a 24 de fevereiro de 2010, Considerando:

Leia mais

Convenção 174 da OIT: Melhorando a comunicação de risco. a experiência de Diadema

Convenção 174 da OIT: Melhorando a comunicação de risco. a experiência de Diadema Convenção 174 da OIT: Melhorando a comunicação de risco no nível local - a experiência de Diadema Nilton Freitas Sindicato dos Químicos do ABC ICEM América Latina e Caribe Incêndio seguido de explosões

Leia mais

Seminário Nacional sobre a Avaliação do Programa do FIDA em Moçambique nos últimos 10 anos

Seminário Nacional sobre a Avaliação do Programa do FIDA em Moçambique nos últimos 10 anos REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA PLANIFICAÇÃO E DESENVOLVIMENTO Seminário Nacional sobre a Avaliação do Programa do FIDA em Moçambique nos últimos 10 anos Discurso de Abertura de Sua Excelência o

Leia mais

Acelerar a resposta para pôr um fim à SIDA Estratégia ONUSIDA

Acelerar a resposta para pôr um fim à SIDA Estratégia ONUSIDA Acelerar a resposta para pôr um fim à SIDA Estratégia ONUSIDA 2016 2021 Apresentado por: Dr.ª Hellen Magutu Amakobe, Ponto Focal para o VIH e SIDA, OIT Quénia Síntese 1 2 3 4 Processo de elaboração da

Leia mais

DIREITOS HUMANOS DA CRIANÇA

DIREITOS HUMANOS DA CRIANÇA DIREITOS HUMANOS DA CRIANÇA Novas perspetivas e exigências de um sistema integrado para sua promoção e proteção ENCONTRO NACIONAL DE AVALIAÇÃO Programa Provisório 28 DE NOVEMBRO 10h00 12h30 14h00 14h30

Leia mais

PERÍODO DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 A 31 DE OUTUBRO DE A quem interessar possa,

PERÍODO DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 A 31 DE OUTUBRO DE A quem interessar possa, PERÍODO DE 31 DE OUTUBRO DE 2014 A 31 DE OUTUBRO DE 2016 A quem interessar possa, A cidade de Porto Alegre destaca-se nacionalmente por sua atuação em redes globais e regionais de cidades. Nosso ativo

Leia mais

SENADO FEDERAL PARECER N 1177, DE 2015. RELATORA: Senadora SIMONE TEBET RELATORA AD HOC : Senadora FÁTIMA BEZERRA I RELATÓRIO

SENADO FEDERAL PARECER N 1177, DE 2015. RELATORA: Senadora SIMONE TEBET RELATORA AD HOC : Senadora FÁTIMA BEZERRA I RELATÓRIO SENADO FEDERAL PARECER N 1177, DE 2015 Da COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E LEGISLAÇÃO PARTICIPATIVA, sobre o Ofício S nº 16, de 2015, encaminhado ao Senado Federal pelo Presidente da Câmara dos Deputados,

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Deputado Pedro Vilela Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Câmara dos Deputados

Excelentíssimo Senhor Deputado Pedro Vilela Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Câmara dos Deputados São Paulo, 19 de dezembro de 2016. Excelentíssimo Senhor Deputado Pedro Vilela Presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Câmara dos Deputados Ofício Conectas_PE_14_19dez16 Ref.

Leia mais

GESTÃO PLANEJAMENTO E PROPOSTAS. Alexandre Barreto de Souza Presidente do Cade

GESTÃO PLANEJAMENTO E PROPOSTAS. Alexandre Barreto de Souza Presidente do Cade GESTÃO 2017-2020 PLANEJAMENTO E PROPOSTAS Alexandre Barreto de Souza Presidente do Cade 5 anos da Lei 12.529/2011 e o Legado das gestões anteriores O atual desenho institucional da autoridade antitruste

Leia mais

Abertura V Seminário PAEC-OEA-GCUB 17/05/2017

Abertura V Seminário PAEC-OEA-GCUB 17/05/2017 Abertura V Seminário PAEC-OEA-GCUB 17/05/2017 DADOS GERAIS NOME OFICIAL SEDE ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Washington, DC FUNDAÇÃO 5/5/1948 PAÍSES MEMBROS IDIOMAS OFICIAIS ÓRGÃOS PRINCIPAIS SECRETÁRIO-GERAL

Leia mais

ALIANÇA DAS CIVILIZAÇÕES, INTERCULTURALISMO e DIREITOS HUMANOS

ALIANÇA DAS CIVILIZAÇÕES, INTERCULTURALISMO e DIREITOS HUMANOS CONFERÊNCIA INTERNACIONAL ALIANÇA DAS CIVILIZAÇÕES, INTERCULTURALISMO e DIREITOS HUMANOS Rio de Janeiro, Brasil 8 10 de dezembro de 2007 Organizada por: Com o apoio de: REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO

Leia mais

CHECK AGAINST DELIVERY DISCURSO CONFERÊNCIA OIT SÓ FAZ FÉ A VERSÃO, EFECTIVAMENTE, LIDA -

CHECK AGAINST DELIVERY DISCURSO CONFERÊNCIA OIT SÓ FAZ FÉ A VERSÃO, EFECTIVAMENTE, LIDA - DISCURSO CONFERÊNCIA OIT 08.06.2015 - SÓ FAZ FÉ A VERSÃO, EFECTIVAMENTE, LIDA - SENHORA PRESIDENTE SENHOR DIRECTOR GERAL SENHORAS E SENHORES DELEGADOS, SRA. PRESIDENTE, PORTUGAL GOSTARIA DESDE JÁ DE DESTACAR

Leia mais

Convenção 187 Convenção sobre o Quadro Promocional para a Segurança e Saúde no Trabalho. A Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho,

Convenção 187 Convenção sobre o Quadro Promocional para a Segurança e Saúde no Trabalho. A Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho, Convenção 187 Convenção sobre o Quadro Promocional para a Segurança e Saúde no Trabalho A Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho, Convocada em Genebra pelo Conselho de Administração

Leia mais

COMPROMISSOS DE ACELERAÇÃO DA RESPOSTA PARA ACABAR COM A EPIDEMIA DE AIDS ATÉ 2030

COMPROMISSOS DE ACELERAÇÃO DA RESPOSTA PARA ACABAR COM A EPIDEMIA DE AIDS ATÉ 2030 COMPROMISSOS DE ACELERAÇÃO DA RESPOSTA PARA ACABAR COM A EPIDEMIA DE AIDS ATÉ 2030 COMPROMISSOS DE ACELERAÇÃO DA RESPOSTA PARA ACABAR COM A EPIDEMIA DE AIDS ATÉ 2030 1 2 3 4 5 Garantir que 30 milhões de

Leia mais

Unidade-Disciplina-Trabalho MINISTÉRIO DO EMPREGO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS Gabinete do Ministro. 104ª Conferencia Internacional do Trabalho

Unidade-Disciplina-Trabalho MINISTÉRIO DO EMPREGO E DOS ASSUNTOS SOCIAIS Gabinete do Ministro. 104ª Conferencia Internacional do Trabalho 104ª Conferencia Internacional do Trabalho Discurso do Ministro do Emprego e dos Assuntos Sociais de São Tomé e Príncipe (08 de Junho 2015) Senhora Presidente da centésima quarta Conferencia Internacional

Leia mais

DECLARACAO. trocado experiências e partilhado opiniões sobre o progresso e desafios enfrentados pelos nossos países;

DECLARACAO. trocado experiências e partilhado opiniões sobre o progresso e desafios enfrentados pelos nossos países; DECLARACAO do Simpósio da CEDEAO/OIT sobre o Plano de Ação Regional da África Ocidental para a Eliminação do Trabalho Infantil, em Especialdas Piores Formas Acra, Gana, 27 a 29 de Maio de 2013 Nós, os

Leia mais

Fórum de Presidentes do Sistema Unimed

Fórum de Presidentes do Sistema Unimed Fórum de Presidentes do Sistema Unimed Agosto 2011 Situação dos Processos Judiciais e Administrativos da Unimed Grande Florianópolis Números Unimed Grande Florianópolis Clientes: 270.737 Cooperados: 1.667

Leia mais

CARTA DE BRASÍLIA DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA FINS COMERCIAIS.

CARTA DE BRASÍLIA DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA FINS COMERCIAIS. CARTA DE BRASÍLIA DO ENFRENTAMENTO À EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA FINS COMERCIAIS. A. PREÂMBULO I CONSIDERANDO que o Brasil é signatário da Declaração dos Direitos da Criança, adotada

Leia mais

PROJETO DE LEI N DE DE MARÇO DE 2009.

PROJETO DE LEI N DE DE MARÇO DE 2009. PROJETO DE LEI N DE DE MARÇO DE 2009. Autora: Vereadora Sandra Marrocos Cria o Conselho Municipal de Economia Popular e Solidária. Art. 1º Fica criado o Conselho Municipal de Economia Popular e Solidária,

Leia mais

8 o F Ó R U M M U N D I A L D A Á G U A B R A S Í L I A - B R A S I L, 1 8 A 2 3 D E M A R Ç O D E

8 o F Ó R U M M U N D I A L D A Á G U A B R A S Í L I A - B R A S I L, 1 8 A 2 3 D E M A R Ç O D E JUNTOS FAZEMOS A ÁGUA UMA PRIORIDADE GLOBAL O FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA Organizado pelo Conselho Mundial da Água, é o mais importante evento do setor água. A cada três anos, um país e uma cidade são anfitriões

Leia mais