Responsabilidade ambiental na produção agropecuária

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Responsabilidade ambiental na produção agropecuária"

Transcrição

1 Responsabilidade ambiental na produção agropecuária

2 Sumário Análise de conjuntura; Impactos das atividades agropecuárias sobre o meio ambiente; Responsabilidade ambiental; Boas práticas produtivas.

3 Organograma Gabinete do Ministro Assessoria de Comunicação Assessoria de Assuntos Internacionais Consultoria Jurídica Assessoria Parlamentar Secretaria Executiva Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Biodiversidade e Florestas Recursos Hídricos e Ambiente Urbano Articulação Institucional e Cidadania Ambiental Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável Departamento de Combate a Desertificação Departamento de Extrativismo Departamento de Zoneamento Territorial Departamento de Desenvolvimento Rural Sustentável

4 Análise de conjuntura

5 Contexto Mudanças climáticas Valor do U$ Valor do petróleo Valor das commodities Energias renováveis Certificação e rastreabilidade Responsabilidade socioambiental

6 Composição das Exportações do Agronegócio Brasileiro Café 6% Soja 14% Outros 31% Óleos vegetais 4% Açúcar 7% Bebidas 4% Farelos 6% Fumo 4% Papel e celulose 8% Carnes 16% Fonte: Secex/MDIC, elab. Cepea/Esalq-USP

7 Balança comercial do agronegócio JANEIRO Produtos Valor (US$ milhões) Quantidade (mil toneladas) Preço Médio (US$/t) % % % EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO Carnes , , ,3 Carne de Frango , , ,7 in natura , , ,8 industrializada , , ,9 Carne Bovina , , ,3 in natura , , ,0 industrializada , , ,1 Carne Suína in natura , , ,2 Carne de Peru , , ,3 industrializada , , ,9 in natura , , ,6 Fonte: AgroStat

8 Balança Comercial Exportação Importação Saldo % % Total Brasil , , Demais Produtos , , Agronegócio , , Participação % 42,4 34,9-7,5 8, Fonte: AgroStat

9 Índices de Atratividade das Exportações 50,00 40,00 30,00 20,00 10,00 0,00-10,00-20,00-30,00 46,20 40,52 35,78 27,00 17,48 16,25 6,13 5,67 2,86-3,18-4,17-7,14-21,28 S o ja Ó leo S o ja G rão S o ja F arelo Carn e S u ín a C arn e B o vin a C arn e d e F ran g o C afé P ap el e celu lo se F ru tas Á lco o l M ad eira e M o b iliário A çú car S u co d e L aran ja V ar (% ) Produtos Comparações entre jan-nov./2008 e jan-nov/2007. Fonte: Cepea/Esalq-USP

10 Projeções do Agronegócio Produto Carne de Frango Carne Bovina Carne Suína Unidade Mil ton. Equivalente Carcaça 2007/ / Variação 57% 49% 37% Fonte: AGE/MAPA, 2008

11 Importância das Atividades Rurais Participação significativa no PIB Exportações com geração de divisas para a balança comercial Função social da propriedade e distribuição de renda Oportunidades para energias renováveis

12 Impactos Ambientais

13 Impactos... Alteração do ciclo e da qualidade da água; Degradação do solo erosão e permeabilidade; Contaminação por agrotóxicos; Perda de biodiversidade.

14 Volume de resíduos com alta carga orgânica Rio Pojuca (Bahia) com problemas de eutrofização

15 Responsabilidade Ambiental

16 Desenvolvimento sustentável deve satisfazer as necessidades da geraçã ção o presente sem comprometer as necessidades das geraçõ ções futuras. Comissão o Brundtland (WCED, ( 1987

17

18 Adequação ambiental Licenciamento Ambiental Área de Preservação Permanente Reserva Legal Cadastro Técnico Federal Ato Declaratório Ambiental Licença de motosserra Utilização de recursos hídricos Autorização para desmatamento Autorização para queimada Utilização de agrotóxicos Utilização de transgênicos

19 Licenciamento Ambiental As atividades agropecuárias, por utilizarem recursos naturais e quando consideradas efetiva e potencialmente poluidoras, são passíveis de licenciamento ambiental. Cabe aos órgãos estaduais promoverem o licenciamento dos imóveis rurais. Marco legal: Lei Federal n 6.938/81, Resoluções CONAMA 01/86 e 237/97

20 Área de Preservação Permanente Área protegida nos termos dos arts. 2 o e 3 o desta Lei, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas: Código Florestal Lei Federal n 4.771/65

21 Reserva Legal Área localizada no interior de uma propriedade ou posse rural, excetuada a de preservação permanente, necessária ao uso sustentável dos recursos naturais, à conservação e reabilitação dos processos ecológicos, à conservação da biodiversidade e ao abrigo e proteção de fauna e flora nativas: Código Florestal Lei Federal n 4.771/65

22 Boas práticas produtivas

23 Boas práticas produtivas Utilização de consórcios agrícolas Integração lavoura-pecuária Técnicas de manejo e conservação do solo Plantio direto Rotação de culturas Controle de erosão Manejo integrado de pragas e doenças Uso racional de água Manejo adequado de resíduos

24 Iniciativas sustentáveis

25 Bons exemplos ProLegal GO Lucas do Rio Verde Legal MT Moratória da soja MT, RO e PA Soja responsável Santarém PA Produtor de Água Extrema MG Protocolo Agroambiental SP Instituto ARES

26 Pactos MMA e Setor Produtivo Pacto Madeira Legal FIEPA/AIMEX/MMA Moratória da Soja ABIOVE/ONGs/MMA Ação Madeira Legal CEF/MMA/IBAMA

27 Novas oportunidades de negócio

28 Novas oportunidades de negócio Agricultura orgânica Agroecologia Servidão florestal Ecoturismo e turismo rural Crédito de carbono Pagamento por serviços ambientais Certificação da produção Reserva particular do patrimônio natural

29 Encontrar o equilíbrio e soluções tecnológicas que permitam ao homem não apenas gerar riqueza, mas também repartir essa riqueza, contribuindo para a promoção do desenvolvimento integrado e sustentável dos recursos naturais, garantindo qualidade de vida às gerações presentes e futuras são alguns dos novos desafios deste milênio. Embrapa Cerrados.

30 Rodrigo Gonçalves Sabença Gerente de Sustentabilidade Ambiental do Agronegócio Departamento de Desenvolvimento Rural Sustentável Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável Ministério do Meio Ambiente Fone: (61)

Relações Brasil - China: oportunidades de negócios para o setor agropecuário

Relações Brasil - China: oportunidades de negócios para o setor agropecuário Relações Brasil - China: oportunidades de negócios para o setor agropecuário Eduardo Correa Riedel Vice-Presidente e Diretor da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil - CNA Relações Brasil -

Leia mais

Mercado Internacional

Mercado Internacional A Força do Agronegócio no Mercado Internacional O Brasil que alimenta o mundo 1 27 FEDERAÇÕES ESTADUAIS +2mil SINDICATOS RURAIS +5milhões PRODUTORES RURAIS Fundada em 1951, a Confederação da Agricultura

Leia mais

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio São Paulo, 22 de Setembro de 2015 Parece que estamos decolando ECONOMIA A BRASILEIR Agronegócio - Balança Comercial

Leia mais

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências AMCHAM 13 de Julho de 2016 Agronegócio - Balança Comercial - US$ Bilhões Fonte: WTO. Elaboração MBAGro. Brasil: Liderança Global no Agronegócio Suco de laranja

Leia mais

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios 47º Café com Sustentabilidade - Febraban Pecuária Sustentável: Agentes financeiros como indutores de boas práticas Modelos de financiamento e investimento: incentivos à adoção de boas práticas socioambientais

Leia mais

Treinamento: Gestão Ambiental da Propriedade Rural Cód. 294

Treinamento: Gestão Ambiental da Propriedade Rural Cód. 294 Código Ambiental Atualizado Santa Catarina Santa Catarina é o primeiro estado brasileiro em aprovar e fazer virar lei um código ambiental independente da legislação federal (é importante salientar que

Leia mais

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO QUEM SÃO OS TRABALHADORES BRASILEIROS E ONDE DESENVOLVEM SUAS ATIVIDADES ECONÔMICAS P. 37 PEA do Brasil: 100 milhões

Leia mais

VP Negócios Emergentes SN Agronegócios. Crédito Rural

VP Negócios Emergentes SN Agronegócios. Crédito Rural VP Negócios Emergentes SN Agronegócios Crédito Rural Agronegócio no Brasil fonte: SECEX/MDIC PIB Brasil 2013 R$ 4.838 bi Agronegócios R$ 1.020 bi * 21.08% US$ Bilhões 300 250 200 Exportações Brasileiras

Leia mais

As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio

As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio As Florestas Plantadas na Sustentabilidade do Agronegócio Junho de GILMAN VIANA RODRIGUES SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MATRIZ ENERGÉTICA MUNDIAL EVOLUÇÃO DO USO DE FONTES

Leia mais

Congresso Florestal Nova Prata Maio 2015

Congresso Florestal Nova Prata Maio 2015 Congresso Florestal Nova Prata Maio 2015 Apresentando a Ibá... PAPEL PISO LAMINADO PAINÉIS DE MADEIRA CELULOSE PRODUTORES INDEPENDENTES BIOMASSA PARA ENERGIA Uma associação com valores intrínsecos de desenvolvimento

Leia mais

ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO

ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO ZONEAMENTO AMBIENTAL E PRODUTIVO ZAP INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE EM AGROECOSISTEMAS -ISA PAULO AFONSO ROMANO SECRETÁRIO ADJUNTO C E N Á R I O S - A G R O N E G Ó C I O 2 3 CRESCIMENTO POPULACIONAL

Leia mais

AS FLORESTAS NO MUNDO

AS FLORESTAS NO MUNDO AS FLORESTAS NO MUNDO ÁREA - Naturais = 3,682 bilhões ha (95%) - Plantadas = 187 milhões ha (5%) - Total = 3,869 bilhões ha (100%) SUPRIMENTO DE MADEIRA - Naturais = 65% - Plantadas = 35% - Total = 100%

Leia mais

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio Diretoria de Agronegócios BB e o Agronegócio Importância do Agronegócio no Brasil + 35% nas exportações do país 197,9 40,9% 41,1% 37,4% 55,1 58,2 60,4 20,6 23,8 24,8 41,9% 73,1 30,6 160,6 40,4% 137,5 118,3

Leia mais

GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL

GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL EMENTA GESTÃO E EDUCAÇÃO AMBIENTAL DISCIPLINA: Educação Ambiental EMENTA: Educação ambiental no contexto histórico do desenvolvimento da sociedade capitalista. História contemporânea da questão ambiental.

Leia mais

O AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO

O AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO O AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO Sistema Famato Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso. Criada em 1965, é a representante máxima da estrutura que compõe o Sistema Sindical Rural do Estado

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso ÍNDICE 1 Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Instituto O Direito Por Um Planeta Verde Projeto "Direito e Mudanças Climáticas nos Países Amazônicos"

Instituto O Direito Por Um Planeta Verde Projeto Direito e Mudanças Climáticas nos Países Amazônicos Instituto O Direito Por Um Planeta Verde Projeto "Direito e Mudanças Climáticas nos Países Amazônicos" Tema: Agropecuária Legislação Federal Lei nº 1.283, de 18.12.1950, que dispõe sobre inspeção sanitária

Leia mais

O Presente e Futuro do Setor Florestal Brasileiro XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal

O Presente e Futuro do Setor Florestal Brasileiro XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal O Presente e Futuro do Setor Florestal Brasileiro XIV Seminário de Atualização sobre Sistemas de Colheita de Madeira e Transporte Florestal Miguel Sampol Pou Diretor Geral, Klabin S.A. Curitiba, PR Agosto

Leia mais

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos www.imea.com.br Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos Daniel Latorraca Superintendente Agenda Visão da cadeia de grãos nos últimos 10 anos Visão da pecuária nos últimos

Leia mais

V AVISULAT Porto Alegre/RS

V AVISULAT Porto Alegre/RS V AVISULAT Porto Alegre/RS Avanços e desafios para o agronegócio brasileiro no mercado externo. Eduardo Sampaio Marques Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio SRI/MAPA Panorama do Agronegócio

Leia mais

ANEXO-UNDER 2 ESTADO DE MATO GROSSO

ANEXO-UNDER 2 ESTADO DE MATO GROSSO ANEXO-UNDER 2 ESTADO DE MATO GROSSO CARACTERIZAÇÃO DO ESTADO O estado de Mato Grosso está localizado na região Centro-Oeste do Brasil, fazendo fronteira com os estados do Pará e Amazonas ao norte, Mato

Leia mais

Terminologia, Conceitos, definições e esclarecimentos...

Terminologia, Conceitos, definições e esclarecimentos... Terminologia, Conceitos, definições e esclarecimentos......para facilitar a comunicação sobre o Código Florestal Brasileiro!!! por Renata Evangelista de Oliveira FCA-UNESP- Doutorado em Ciência Florestal

Leia mais

Grãos no Brasil Desafios e Oportunidades Futuros Luiz Lourenço. Maringá (PR) Agosto 2012

Grãos no Brasil Desafios e Oportunidades Futuros Luiz Lourenço. Maringá (PR) Agosto 2012 Grãos no Brasil Desafios e Oportunidades Futuros Luiz Lourenço Maringá (PR) Agosto 2012 Evolução da Cadeia Produtiva do Agronegócio 1. Brasil e Grãos (1976/77 a 2012/13) Nesses anos: Recordes sucessivos

Leia mais

A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Luís Carlos Silva de Moraes

A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Luís Carlos Silva de Moraes A diferença entre o remédio e o veneno é a dose! Luís Carlos Silva de Moraes moraes.luis@terra.com.br Entendendo o problema 38%: prop. rurais 4%: urbano 58%: qual destinaçã ção? 58%: ponto de partida do

Leia mais

Cadastro Ambiental Rural CAR. Eng.ª Karine Rosilene Holler - AMVALI

Cadastro Ambiental Rural CAR. Eng.ª Karine Rosilene Holler - AMVALI Cadastro Ambiental Rural CAR Eng.ª Karine Rosilene Holler - AMVALI Legislação Lei Federal n 12.651/2012 - Código Florestal; Decreto Federal n 7.830/2012 - Dispõe sobre o Sistema de Cadastro Ambiental Rural;

Leia mais

A contribuição da regularização ambiental dos imóveis rurais na dinamização econômica dos municípios brasileiros.

A contribuição da regularização ambiental dos imóveis rurais na dinamização econômica dos municípios brasileiros. A contribuição da regularização ambiental dos imóveis rurais na dinamização econômica dos municípios brasileiros. ENCONTRO NACIONAL COM NOVOS PREFEITOS E PREFEITAS SETOR AGROPECUÁRIO PIB (%) BALANÇA COMERCIAL

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso ÍNDICE 1 Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

12 CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL. Política Agrícola para Florestas Plantadas

12 CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL. Política Agrícola para Florestas Plantadas 12 CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL Política Agrícola para Florestas Plantadas Florestas Plantadas Legislação Lei 12.187/2009 Institui a Política Nacional sobre Mudança do Clima - PNMC

Leia mais

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

UNIDADES DE CONSERVAÇÃO UNIDADES DE CONSERVAÇÃO As florestas e demais formas de vegetação são reconhecidas no Brasil como bens de interesse comum a todos os habitantes do país, sendo que algumas destas áreas, legalmente determinadas

Leia mais

Embrapa Agroenergia

Embrapa Agroenergia I Painel Setorial INMETRO sobre Biocombustíveis, Programa Brasileiro de Certificação em Biocombustíveis: Biocombustíveis: A Perspectiva do Sistema Produtivo, A Visão da área de Biocombustíveis sob os Aspectos

Leia mais

Metodologia. Modelos de Séries Temporais Específicos para previsão

Metodologia. Modelos de Séries Temporais Específicos para previsão Metodologia CONAB IBGE MAPA EMBRAPA FAPRI (Food and Agricultural Policy Research Institute ) USDA (United States Department of Agriculture) Modelos de Séries Temporais Específicos para previsão Foram usados

Leia mais

Novo Código Florestal: produção agropecuária e a sustentabilidade. Moisés Savian

Novo Código Florestal: produção agropecuária e a sustentabilidade. Moisés Savian Novo Código Florestal: produção agropecuária e a sustentabilidade Moisés Savian Esteio, 31 de agosto de 2012 Código Florestal Política Agroambiental Normativa Estabelece normas gerais com o fundamento

Leia mais

Cadeia Produtiva da Silvicultura

Cadeia Produtiva da Silvicultura Cadeia Produtiva da Silvicultura Silvicultura É a atividade que se ocupa do estabelecimento, do desenvolvimento e da reprodução de florestas, visando a múltiplas aplicações, tais como: a produção de madeira,

Leia mais

Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Cerrados

Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Cerrados Agenda de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Cerrados Definição A Agenda de P&D da Embrapa Cerrados é um documento de caráter estratégico, construído em consonância com o Sistema de Inteligência Estratégica

Leia mais

5 maiores Problemas da Humanidade até 2050

5 maiores Problemas da Humanidade até 2050 5 maiores Problemas da Humanidade até 2050 Água Energia Evolução da População Mundial 1950 2011 2050 2,5 bi 7,5 bi 9,3 bi Evolução dos Famintos 1950 2011 2050 0,5 bi 0,9 bi 1,3 bi Alimentos Lixo Pobreza

Leia mais

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Alinne B. Oliveira Superintendente de Relações Internacionais Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil CNA 17 de novembro de 2015. O agronegócio e

Leia mais

Visão de longo prazo e adequação ambiental para o setor agropecuário

Visão de longo prazo e adequação ambiental para o setor agropecuário Grãos, Proteína Animal, Floresta Plantada e Palma Visão de longo prazo e adequação ambiental para o setor agropecuário São Paulo 3/08/2015 Rodrigo C. A. Lima Leila Harfuch Luciane Chiodi Wilson Zambianco

Leia mais

Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono

Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DA AGRICULTURA DIVISÃO DE POLÍTICA, PRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO COORDENAÇÃO DO PLANO ABC NO RIO GRANDE DO SUL Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono -Plano

Leia mais

Transposição de água entre bacias, via economia. Carlos Roberto Azzoni Professor Titular de Economia FEAUSP

Transposição de água entre bacias, via economia. Carlos Roberto Azzoni Professor Titular de Economia FEAUSP Transposição de água entre bacias, via economia Carlos Roberto Azzoni Professor Titular de Economia FEAUSP Disponibilidade per capita de água, 2010 Fonte: Plano Estadual de Recursos Hídricos 2012-2015

Leia mais

População mundial crescerá 34% até 2050.

População mundial crescerá 34% até 2050. Agronegócio no Mundo Protagonista no Cenário Mundial População mundial crescerá 34% até 2050. 10.000 9.000 8.000 7.000 6.000 5.000 4.000 3.000 2.000 1.000-9.150 7.670 6.830 195 210 219 2009 2020 2050 Mundo

Leia mais

Pesquisador da Embrapa Florestas

Pesquisador da Embrapa Florestas -A CADEIA PRODUTIVA DAS FLORESTAS Edson Tadeu Id Iede- Pesquisador da Embrapa Florestas - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- EMBRAPA Criada em 26/04/1973 Tecnologias para a agricultura brasileira:

Leia mais

Geografia. Aspectos Físicos e Geográficos - CE. Professor Luciano Teixeira.

Geografia. Aspectos Físicos e Geográficos - CE. Professor Luciano Teixeira. Geografia Aspectos Físicos e Geográficos - CE Professor Luciano Teixeira www.acasadoconcurseiro.com.br Geografia ASPECTOS FÍSICOS E GEOGRÁFICOS - CE Clima: O clima do Ceará é predominantemente semiárido,

Leia mais

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG Alexandre Mendonça de Barros 05 de Agosto de 2013 1 Índice As transformações da economia agrícola internacional Vantagens

Leia mais

Banco do Brasil e o Agronegócio. Fevereiro 2012

Banco do Brasil e o Agronegócio. Fevereiro 2012 Banco do Brasil e o Agronegócio Fevereiro 2012 Banco do Brasil e o Agronegócio 61,6% do Crédito Rural/Agroindustrial no País (SNCR 31.09.2011); 77% dos valores aplicados no Pronaf (SNCR); 1,4 milhões de

Leia mais

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 1 Prof.º Cleverson Luis

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 1 Prof.º Cleverson Luis FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 1 Prof.º Cleverson Luis Competências a serem trabalhadas nesta aula Conhecer o segmento econômico da Agroindústria

Leia mais

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 2 o bimestre

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 2 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou à Unidade 2 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Geografia 4 o ano Avaliação 2 o bimestre 1 Avaliação Geografia NOME: ESCOLA:

Leia mais

Plano ABC & Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono

Plano ABC & Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono SECRETARIA DE MOBILIDADE SOCIAL, DO PRODUTOR RURAL E DO COOPERATIVISMO DEPARTAMENTO DE DESENVOLVIMENTO DE CADEIAS PRODUTIVAS, E DA PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL Plano ABC & Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono

Leia mais

Agronegócio em Mato Grosso. Abril 2013

Agronegócio em Mato Grosso. Abril 2013 Agronegócio em Mato Grosso Abril 2013 Brasil Visão Geral Brasil - Visão Geral Area 8,5 milhões km 2 (5º maior) População (2011) 195 milhões (6 º maior) PIB (2011) US$ 2,47 Trilhões (6 ª maior) Produção

Leia mais

SETOR DE CELULOSE E PAPEL

SETOR DE CELULOSE E PAPEL SETOR DE CELULOSE E PAPEL 7º Encontro da Cadeia Produtiva de Madeira e Móveis BENTO GONÇALVES 12/11/2008 Pedro Vilas Boas Dados Gerais Cadeia Produtiva do Setor Florestal Lenha Carvão Vegetal PRODUÇÃO

Leia mais

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Paulo Sérgio Passos Ministro de Estado dos Transportes Brasília, 16.07.2014 Brasil e China: Economias Complementares China

Leia mais

222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados. 2,2 milhões de hectares de área plantada para fins industriais

222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados. 2,2 milhões de hectares de área plantada para fins industriais II Encontro Brasileiro de Silvicultura (EBS) Setor de Celulose e Papel João Comério 11 de abril, 2011 Dados do Setor 222 empresas com atividade em 539 municípios, localizados em 18 Estados 2,2 milhões

Leia mais

Panorama Atual da Agricultura Brasileira e Desenvolvimento Sustentável: tá os Riscos do Risco

Panorama Atual da Agricultura Brasileira e Desenvolvimento Sustentável: tá os Riscos do Risco Risco e Gestão do Seguro Rural no Brasil Panorama Atual da Agricultura Brasileira e Desenvolvimento Sustentável: tá os Riscos do Risco Luís Carlos Guedes Pinto Vice-Presidente de Agronegócios do Banco

Leia mais

Sumário XVII. Índice Sistemático Novo Código Florestal Comentado... 5 Capítulo I Disposições gerais arts. 1 o a 3 o... 5 Art. 1 o A...

Sumário XVII. Índice Sistemático Novo Código Florestal Comentado... 5 Capítulo I Disposições gerais arts. 1 o a 3 o... 5 Art. 1 o A... Sumário Novo Código Florestal Comentado... 1 Índice Sistemático... 3 Novo Código Florestal Comentado... 5 Capítulo I Disposições gerais arts. 1 o a 3 o... 5 Art. 1 o... 5 Art. 1 o A... 6 MP n o 571...

Leia mais

Caminhos para o Agronegócio Sustentável. 13 de abril de 2010 Brasília (DF)

Caminhos para o Agronegócio Sustentável. 13 de abril de 2010 Brasília (DF) Caminhos para o Agronegócio Sustentável 13 de abril de 2010 Brasília (DF) REALIZAÇÃO PARCERIA O Focus Visão Brasil (Financiamento e Oportunidades de Conservação e Uso Sustentável) é uma iniciativa do Funbio

Leia mais

Esalq a vista 150,67-0,02 150,69

Esalq a vista 150,67-0,02 150,69 COTAÇÕES AGRÍCOLAS SEMANAL SEMANA: 43 sexta-feira, 21 de outubro de 216 BOI (contrato 33@) - Em R$/@ Esalq a vista 15,67 -,2 15,69 out/16 15,81 -,76 15,7 151, 263 9.546 151,57-25,8 nov/16 152,2 -,58 151,7

Leia mais

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira

O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira O Agronegócio e o Sucesso do Brasil no Mercado de Carnes Gedeão Silveira Pereira Vice Presidente FARSUL Terra arável disponível, por pessoa no mundo Brasil EUA Rússia Índia China União Européia Congo Austrália

Leia mais

~êunara Setorial, Bovinocultura Bubalinocultura. Mato Grosso do Sul

~êunara Setorial, Bovinocultura Bubalinocultura. Mato Grosso do Sul ~êunara Setorial, Bovinocultura Bubalinocultura Mato Grosso do Sul o comércio nacional e internacional de carnes requer dos seus fornecedores a implantação de processos de controle de qualidade, para certificar

Leia mais

Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes na Cultura do Café. Valter Casarin IPNI Programa Brasil

Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes na Cultura do Café. Valter Casarin IPNI Programa Brasil Boas Práticas para Uso Eficiente de Fertilizantes na Cultura do Café Valter Casarin IPNI Programa Brasil Ranking da produção e exportação mundial Suco de laranja Açúcar Café Carne Soja Frango Milho Porco

Leia mais

PHA 3001 ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE. Prof. Dr. Theo Syrto Octavio de Souza

PHA 3001 ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE. Prof. Dr. Theo Syrto Octavio de Souza PHA 3001 ENGENHARIA E MEIO AMBIENTE Prof. Dr. Theo Syrto Octavio de Souza (theos@usp.br) Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano (Conferência de Estocolmo) 1972, Estocolmo, Suécia 113

Leia mais

O Desenvolvimento da Agroenergia no Brasil: Plano Nacional de Agroenergia. Manoel Vicente Bertone Secretário de Produção e Agroenergia

O Desenvolvimento da Agroenergia no Brasil: Plano Nacional de Agroenergia. Manoel Vicente Bertone Secretário de Produção e Agroenergia O Desenvolvimento da Agroenergia no Brasil: Plano Nacional de Agroenergia Manoel Vicente Bertone Secretário de Produção e Agroenergia Tema Estratégico Independência Energética Soberania e Segurança Nacional

Leia mais

Rumo ao REDD+ Jurisdicional:

Rumo ao REDD+ Jurisdicional: Rumo ao REDD+ Jurisdicional: Pesquisa, Análises e Recomendações ao Programa de Incentivos aos Serviços Ambientais do Acre (ISA Carbono) Pesquisa, Análises e Recomendações 11 Figura 1. Zonas

Leia mais

Prof. Guilhardes de Jesus Júnior, MSc.

Prof. Guilhardes de Jesus Júnior, MSc. RESERVA LEGAL FLORESTAL Aspectos jurídicos Prof. Guilhardes de Jesus Júnior, MSc. O QUE É A RESERVA LEGAL FLORESTAL? Segundo o Código Florestal (Lei 4.771/65), é a área localizada no interior de uma propriedade

Leia mais

AULA 2. Aspectos Ambientais da Regularização Fundiária

AULA 2. Aspectos Ambientais da Regularização Fundiária Regularização Fundiária de Assentamentos Informais em Áreas Urbanas Disciplina: Regularização Fundiária e Plano Diretor Unidade 02 Professor(a): Laura Bueno e Pedro Monteiro AULA 2. Aspectos Ambientais

Leia mais

Bilhões de Pessoas. Cenário Global. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro

Bilhões de Pessoas. Cenário Global. Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro Maringá(PR) 18.05.2012 Bilhões de Pessoas Cenário Global Demanda População Mundial Mundial por Alimentos Fonte: ONU (dez/2010). Elaboração:FIEP-Deagro Cenário Global Urbanização 1,34 bi hab. 1,2 bi hab.

Leia mais

MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL

MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL MELHORES PRATICAS DE MANEJO DO ALGODÃO NO BRASIL Eleusio Curvelo Freire - Cotton Consultoria Wat sap 83-981555398 POR QUE USAR MELHORES PRATICAS DE MANEJO NO BRASIL? ASPECTOS TECNICOS Reduzir disparidades

Leia mais

INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA BRASILEIRA: SEUS IMPACTOS NO DESMATAMENTO EVITADO, NA PRODUÇÃO DE CARNE E NA REDUÇÃO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA

INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA BRASILEIRA: SEUS IMPACTOS NO DESMATAMENTO EVITADO, NA PRODUÇÃO DE CARNE E NA REDUÇÃO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA BRASILEIRA: SEUS IMPACTOS NO DESMATAMENTO EVITADO, NA PRODUÇÃO DE CARNE E NA REDUÇÃO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Coordenador: Eduardo Assad (Embrapa-CNPTIA) Equipe

Leia mais

INFORME RURAL ETENE EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO DO NORDESTE

INFORME RURAL ETENE EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO DO NORDESTE O nosso negócio é o desenvolvimento ESCRITÓRIO TÉCNICO DE ESTUDOS ECONÔMICOS DO NORDESTE ETENE INFORME RURAL ETENE EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO DO NORDESTE Ano 4 2010 Nº. 01 O nosso negócio é o desenvolvimento

Leia mais

Migração da Agricultura no Brasil

Migração da Agricultura no Brasil Migração da Agricultura no Brasil Expansão da Agricultura Dos Anos 1960 aos 1990 Fonte: MAPA,. Escola Superior de Guerra, Agosto de 2013 Evolução e Expansão da Soja no Brasil 1960 1975 2006 1960 1975 1980

Leia mais

Perspectivas Econômicas e Técnicas da Atividade Agropecuária com Adequação Ambiental

Perspectivas Econômicas e Técnicas da Atividade Agropecuária com Adequação Ambiental Perspectivas Econômicas e Técnicas da Atividade Agropecuária com Adequação Ambiental Perspectivas do mercado de grãos face à adequação ambiental: casos de sucesso em sustentabilidade no cultivo de soja

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Programa ABC Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas visando à Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura

Leia mais

SISEMA. Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Legislação Ambiental para Engenharia Ambiental e Sanitária - UFJF

SISEMA. Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Legislação Ambiental para Engenharia Ambiental e Sanitária - UFJF SISEMA Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Rolfe Pinho Dias - SUPRAM - NRRA - Juiz de Fora 1 Regularização Ambiental Rolfe Pinho Dias Técnico Ambiental SUPRAM -Zona da Mata NRRA Juiz

Leia mais

PORTARIA N o 29 DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 (publicada no DOU de 22/09/2006, seção I, página 105) ARIOSTO ANTUNES CULAU

PORTARIA N o 29 DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 (publicada no DOU de 22/09/2006, seção I, página 105) ARIOSTO ANTUNES CULAU PORTARIA N o 29 DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 (publicada no DOU de 22/09/2006, seção I, página 105) O SECRETÁRIO DE ORÇAMENTO FEDERAL, tendo em vista a autorização constante do art. 62, inciso III, da Lei

Leia mais

Painel II: A Força do Agronegócio Brasileiro no Mercado Internacional. Comércio Exterior Agrícola

Painel II: A Força do Agronegócio Brasileiro no Mercado Internacional. Comércio Exterior Agrícola Painel II: A Força do Agronegócio Brasileiro no Mercado Internacional Comércio Exterior Agrícola Comércio Agrícola Mundial 2016 Principais Produtos Produção Exportação Nº de destinos do Brasil Açúcar 1

Leia mais

Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015

Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015 Protagonismo do Agronegócio Brasileiro: Ameaças e Desafios Luiz Carlos Corrêa Carvalho Abag Porto Alegre, 16 de Novembro de 2015 Avião Brasil e a Recuperação da Economia Parece que estamos decolando DESEQUILÍBRIO

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA PECUÁRIA Dr. Celso Eduardo da Silva Diretor Administrativo e de Projetos Coordenador de Agronegócios - Instituto Aequitas CONCEITOS DIFERENTES e COMPLEMENTARES

Leia mais

Definição Bio Diversidade Brasil Biomas Brasileiros Mata Atlântica

Definição Bio Diversidade Brasil Biomas Brasileiros Mata Atlântica UC, SNUC e o MoNa Marcelo Andrade Biólogo Secretaria Municipal de Meio Ambiente - SMAC Gestor do Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e da Urca Gestor do Parque Natural Municipal Paisagem Carioca

Leia mais

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO COMO ENTENDER A SITUAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL? COMO ENTENDER A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO? Tipos de agropecuária: intensiva e extensiva Principais modelos

Leia mais

MATÉRIAS-PRIMAS PARA PRODUÇÃO DO BIODIESEL: PRIORIZANDO ALTERNATIVAS

MATÉRIAS-PRIMAS PARA PRODUÇÃO DO BIODIESEL: PRIORIZANDO ALTERNATIVAS MATÉRIAS-PRIMAS PARA PRODUÇÃO DO BIODIESEL: PRIORIZANDO ALTERNATIVAS SÍLVIO CRESTANA DIRETOR-PRESIDENTE SÃO PAULO AGOSTO, 2005 Cenários MATRIZ ENERGÉTICA MUNDIAL (%) Cenários MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA

Leia mais

Audiência Pública. Ocupação do Cerrado Brasileiro

Audiência Pública. Ocupação do Cerrado Brasileiro Audiência Pública Ocupação do Cerrado Brasileiro Senado Federal 10/04/2012 José Roberto Rodrigues Peres Embrapa Cerrados jrperes@cpac.embrapa.br RR AP Região do Cerrado AM PA MA CE RN PI PE PB AC RO MT

Leia mais

FAMURS Porto Alegre, 10 de maio de 2013

FAMURS Porto Alegre, 10 de maio de 2013 FAMURS Porto Alegre, 10 de maio de 2013 Marco legal CAR Instituído pela Lei nº 12.651, de 25 de maio de 2012 Art. 29. É criado o Cadastro Ambiental Rural - CAR, no âmbito do Sistema Nacional de Informação

Leia mais

Seminário de Lançamento do Guia de Financiamento da Agricultura de Baixa Emissão de Carbono

Seminário de Lançamento do Guia de Financiamento da Agricultura de Baixa Emissão de Carbono SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO E SUSTENTABILIDADE DEPROS COORDENAÇÃO DE MANEJO SUSTENTÁVEL DOS SISTEMAS PRODUTIVOS - CMSP Seminário

Leia mais

Projeto Palma Pará BRASIL. ADM do BRASIL Ltda.

Projeto Palma Pará BRASIL. ADM do BRASIL Ltda. Projeto Palma Pará BRASIL ADM do BRASIL Ltda. 2014 A Archer Daniels Midland Company (ADM) MUNDO A ADM é uma das maiores processadoras de grãos do mundo; 71 Países/30.000 funcionários/250 Unidades; Desenvolvimento

Leia mais

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE MECANISMOS DE POLÍTICAS DE CRÉDITO RURAL JOÃO CLAUDIO DA SILVA SOUZA SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Brasília, 31 de julho de 2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA,

Leia mais

SNUC - SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

SNUC - SISTEMA NACIONAL DE UNIDADES DE CONSERVAÇÃO Prof. Dr. Thiago Leite Engenheiro Florestal (UnB-DF) Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais com ênfase em Educação Ambiental (UnB-DF) Doutorado em Ciências Florestais com ênfase em Agroecologia (UnB-DF)

Leia mais

Programa Plante Árvore. Instituto Brasileiro de Florestas - IBF

Programa Plante Árvore. Instituto Brasileiro de Florestas - IBF Programa Plante Árvore Instituto Brasileiro de Florestas - IBF O que é? O Programa Plante Árvore é uma ação voluntária do Instituto Brasileiro de Florestas IBF que consiste no cadastro de proprietários

Leia mais

Proposta de reestruturação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos

Proposta de reestruturação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Proposta de reestruturação do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Secretário Gabinete COPAM e CERH Assessoria Jurídica Auditoria Setorial Assessoria de Comunicação Social Assessoria de

Leia mais

Mosaico Mantiqueira. Clarismundo Benfica. São Paulo, Maio de 2009

Mosaico Mantiqueira. Clarismundo Benfica. São Paulo, Maio de 2009 Mosaico Mantiqueira Integração de Ações Regionais Foto: Clarismundo Benfica Clarismundo Benfica São Paulo, Maio de 2009 Mosaicos de UCs rede formal de UCs trabalhando para melhorar as capacidades individuais

Leia mais

Agricultura no Brasil. Luciano Teixeira

Agricultura no Brasil. Luciano Teixeira LUCIANO TEIXEIRA Agricultura no Brasil Luciano Teixeira Agricultura Extensiva Caracterizada geralmente pelo uso de técnicas rudimentares ou tradicionais na produção. Normalmente é utilizada para mercado

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Adequação das Propriedades Rurais ao Código Florestal : Alternativas Econômicas e Novos Mercados criados pela Restauração Florestal

Adequação das Propriedades Rurais ao Código Florestal : Alternativas Econômicas e Novos Mercados criados pela Restauração Florestal Adequação das Propriedades Rurais ao Código Florestal : Alternativas Econômicas e Novos Mercados criados pela Restauração Florestal Dr. Sergius Gandolfi 2ª - Conferência do Desenvolvimento Instituto de

Leia mais

Instituto O Direito Por Um Planeta Verde Projeto "Direito e Mudanças Climáticas nos Países Amazônicos"

Instituto O Direito Por Um Planeta Verde Projeto Direito e Mudanças Climáticas nos Países Amazônicos Instituto O Direito Por Um Planeta Verde Projeto "Direito e Mudanças Climáticas nos Países Amazônicos" Tema: Desmatamento Legislação Federal Lei nº 4.771, de 15.09.1965, que institui o novo Código Florestal

Leia mais

AGROECOLOGIA TECNÓLOGO Oferta por meio do SiSU 2º semestre

AGROECOLOGIA TECNÓLOGO Oferta por meio do SiSU 2º semestre AGROECOLOGIA TECNÓLOGO Oferta por meio do SiSU 2º semestre DESCRIÇÃO DO CURSO: O Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia forma profissionais para desenvolver, de modo pleno e inovador, as atividades

Leia mais

Gerência de Assessoramento Técnico ao Agronegócio Gerag SP

Gerência de Assessoramento Técnico ao Agronegócio Gerag SP Gerência de Assessoramento Técnico ao Agronegócio Gerag SP Diretoria de Agronegócios Gerag São Paulo Safra 2012/2013 Programa ABC Agricultura de Baixo Carbono ABC - Mitigar a Emissões de GEE pela Agropecuária

Leia mais

AGENDA DE DESENVOLVIMENTO DA ZONA DA MATA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA ZONA DA MATA

AGENDA DE DESENVOLVIMENTO DA ZONA DA MATA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA ZONA DA MATA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO DA ZONA DA MATA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA ZONA DA MATA Eixos Temáticos: 1. Desenvolvimento Industrial 2. Desenvolvimento do Agronegócio 3. Desenvolvimento Ambiental

Leia mais

CADASTRO AMBIENTAL RURAL - CAR

CADASTRO AMBIENTAL RURAL - CAR CADASTRO AMBIENTAL RURAL - CAR Instituto Estadual do Ambiente - INEA Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas - DIBAP Gerência do Serviço Florestal - GESEF CADASTRO AMBIENTAL RURAL - CAR BASE LEGAL

Leia mais

2 Áreas de Preservação Permanente APPs. ATENÇÃO! A vegetação da APP deverá ser mantida!

2 Áreas de Preservação Permanente APPs. ATENÇÃO! A vegetação da APP deverá ser mantida! 2 Áreas de Preservação Permanente APPs CONCEITO: Considera-se APP a área, coberta ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

Princípios e critérios para a produção de carvão vegetal utilizado na produção de ferro gusa para a cadeia produtiva do aço sustentável brasileiro.

Princípios e critérios para a produção de carvão vegetal utilizado na produção de ferro gusa para a cadeia produtiva do aço sustentável brasileiro. Princípios e critérios para a produção de carvão vegetal utilizado na produção de ferro gusa para a cadeia produtiva do aço sustentável brasileiro. Introdução ao documento: Os Princípios e Critérios (P&C)

Leia mais

Diversificação de atividades na propriedade rural. 30 de junho de 2011 Uberlândia - Minas Gerais

Diversificação de atividades na propriedade rural. 30 de junho de 2011 Uberlândia - Minas Gerais Diversificação de atividades na propriedade rural 30 de junho de 2011 Uberlândia - Minas Gerais Roteiro da apresentação Apresentação da Campo Globalização e a demanda pelos serviços do agroecossistema

Leia mais