Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do"

Transcrição

1 Agora vamos assistir a uma Apresentação Narrada sobre o Positivismo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre as características do positivismo como forma de análise sociológica. Análise que pretende apreender o mundo social seguindo os métodos aplicados às ciências naturais e exatas e que, deste modo, procura encontrar regularidades e leis para o comportamento humano e da sociedade

2 No Brasil Consolidação Regime Republicano Presente na Bandeira do Brasil Ao final do século XIX Linguagem corrente

3 CONTEXTUALIZAÇÃO A disciplina está organizada nos seguintes tópicos Primeiros Movimentos Sociológicos Revoluções, Caos e a Necessidade de Harmonia Comte e o Positivismo Durkheim: Fatos Sociais, Solidariedade e Coesão

4 Primeiros Movimentos Sociológicos CIENTIFICISMO SUBSTITUI A RELIGIÃO E A TRADIÇÃO POSSIBILIDADE DE TRADUZIR A REALIDADE EM LEIS NATURAIS CONDORCET E A MATEMÁTICA SOCIAL PARA CONDORCET A CIÊNCIA SOCIAL DEVE SER RIGOROSA E LIVRE DE PRECONCEITOS

5 Primeiros Movimentos Sociológicos SAINT-SIMON: PRIMEIRO A USAR O TERMO POSITIVO ISPIRAÇÃO NOS MODELOS DA BIOLOGIA ARISTOCRACIA E CLERO SÃO PARASITAS DO ORGANISMO SOCIAL CIÊNCIA SOCIAL É UMA CIÊNCIA CRÍTICA

6 Revoluções, caos e a necessidade de harmonia CIÊNCIA E RAZÃO SUBSTITUEM TRADIÇÃO E RELIGIÃO SOCIEDADES TOMADAS PELO CAOS E AUSÊNCIA DE MORALIDADE ANARQUIA E DESORDEM X COESÃO E SOLIDARIEDADE COMPROMISSO DE RESTABELECER A ORDEM E O PROGRESSO

7 Comte e o Positivismo DISCÍPULO DIRETO DE SAINT-SIMON POSITIVISMO: DE FILOSOFIA CRÍTICA A FILOSOFIA DA ORDEM PRIMEIRO A SISTEMATIZAR O PENSAMENTO SOCIOLÓGICO ACREDITAVA NO PODER EXCLUSIVO DA RAZÃO, NA CAPACIDADE DE CONHECER A REALIDADE E TRADUZÍ-LA NA FORMA DE LEIS NATURAIS

8 Comte e o Positivismo POSSIBILIDADE DE CONTROLAR E REGULAR O COMPORTAMENTO SOCIAL SOCIEDADE REGULADA POR LEI NATURAIS MÉTODOS IDÊNTICOS AOS DAS CIÊNCIAS NATURAIS CIÊNCIA SOCIAL VISTA COMO OBJETIVA

9 Comte e o Positivismo CIÊNCIAS SOCIAIS SEM VÍNCULOS COM CLASSES IDEOLOGIAS OU POSIÇÕES POLÍTICAS LEI DOS TRÊS ESTADOS HISTÓRICOS ESTADO TEOLÓGICO ESTADO METAFÍSICO ESTADO POSITIVO ILUMINISMO UMA CIÊNCIA NEGATIVA

10 Durkheim e a coesão social RESPONSÁVEL PELA CONSOLIDAÇÃO ACADÊMICA DA SOCIOLOGIA SOCIOLOGIA NEUTRA E OBJETIVA FATOS SOCIAIS OBJETO PRÓPRIO DA SOCIOLOGIA EXTERIORES AO INDIVÍDUO COERCITIVOS

11 Durkheim e a coesão social REGRAS PARA OBSERVAÇÃO DOS FATOS SOCIAIS CONSIDERÁ-LOS COMO COISAS AFASTAR OS PRECONCEITOS DEFINÍ-LOS PELAS CARACTERÍSTICAS EXTERIORES NÃO CONSIDERAR SUAS MANIFESTAÇÕES INDIVIDUAIS

12 Durkheim e a coesão social PREOCUPAÇÃO COM A ORDEM COESÃO DEVIDO À SOLIDARIEDADE SOCIAL SOLIDARIEDADE MECÂNICA SOLIDARIEDADE ORGÂNICA

13 Mapa conceitual do Positivismo POSITIVISMO Século XVIII: ILUMINISMO Razão Cientificismo Ciência da sociedade fundada no modelo científico CONDORCET: a ciência da sociedade deve se estruturar conforme o modelo das ciências naturais, deve ser uma matemática social SAINT-SIMON: a ciência da sociedade tem por modelo a fisiologia. Primeiro a propor uma ciência positiva Revoluções sociais: na visão de pensadores conservadores o Caos Social Necessidade de Ordem COMTE: propõe estudar a história da humanidade para compreender melhor as leis que regulam seu desenvolvimento, tais leis permitiriam regular e controlar o comportamento e a vida humana DURKHEIM: a sociologia tem como objetivo estudar fatos que obedecem às leis sociais, leis invariáveis do mesmo tipo que as naturais. O método sociológico deve ser semelhante ao adotado nas ciências naturais, com as adaptações necessárias ao reino social

14 OBRIGADO..

Professor Ricardo da Cruz Assis Sociologia - Ensino Médio. Positivismo

Professor Ricardo da Cruz Assis Sociologia - Ensino Médio. Positivismo Professor Ricardo da Cruz Assis Sociologia - Ensino Médio Positivismo 1 Contexto histórico: O cientificismo do século XVIII Séc XVIII Revolução Industrial; Nova mentalidade; A ciência é considerada o único

Leia mais

CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA. Profº Ney Jansen Sociologia

CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA. Profº Ney Jansen Sociologia CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA Profº Ney Jansen Sociologia Ao problematizar a relação entre indivíduo e sociedade, no final do século XIX a sociologia deu três matrizes de respostas a essa questão: I-A sociedade

Leia mais

CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO. AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013

CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO. AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013 CURSO E COLÉGIO ESPECÍFICO AUGUSTE COMTE E O PENSAMENTO POSITIVISTA Disciplina: Sociologia Professor: Waldenir do Prado 2013 A Sociologia enquanto ciência Augusto Comte (1798 1857) francês, autor de Catecismo

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE FILOSOFIA POSITIVA DE AUGUSTE COMTE

REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE FILOSOFIA POSITIVA DE AUGUSTE COMTE 146 REFLEXÕES SOBRE O CURSO DE FILOSOFIA POSITIVA DE AUGUSTE COMTE Mariluce Bittar Para se compreender as idéias básicas do positivismo, a leitura do Curso de Filosofia Positiva é condição indispensável.

Leia mais

Positivismo ou sociologia da ordem. Comte e Durkheim

Positivismo ou sociologia da ordem. Comte e Durkheim Positivismo ou sociologia da ordem Comte e Durkheim Por que a palavra positivismo? Positivo: o que é palpável, baseado nos fatos; o que pode ser observado. Para Comte, o termo positivo designa o real em

Leia mais

Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares

Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares AULA 1 - Sociologia Filosofia e Sociologia PROFESSOR: Alexandre Linares 1 Sociologia Uma ciência que tem a totalidade da vida social do homem como sua esfera. Leonard Hobhouse (1864-1929) Sociologia Origens

Leia mais

O CONTEXTO HISTÓRICO DO SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA

O CONTEXTO HISTÓRICO DO SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA O CONTEXTO HISTÓRICO DO SURGIMENTO DA SOCIOLOGIA CENÁRIO HISTÓRICO A Sociologia surge como conseqüência das mudanças trazidas por duas grandes revoluções do século XVIII. As mudanças trazidas pelas duas

Leia mais

CONTEÚDO 3ºBIMESTRE CONTEÚDO CONTEÚDO CONTEÚDO CONTEÚDO 18/08/2016 AS PRINCIPAIS CORRENTES TEÓRICAS DA SOCIOLOGIA CLÁSSICA E A INVESTIGAÇÃO SOCIAL

CONTEÚDO 3ºBIMESTRE CONTEÚDO CONTEÚDO CONTEÚDO CONTEÚDO 18/08/2016 AS PRINCIPAIS CORRENTES TEÓRICAS DA SOCIOLOGIA CLÁSSICA E A INVESTIGAÇÃO SOCIAL AS PRINCIPAIS CORRENTES TEÓRICAS DA SOCIOLOGIA CLÁSSICA E A INVESTIGAÇÃO SOCIAL 3ºBIMESTRE SOCIOLOGIA 1º ANO Augusto Comte e o pensamento positivista a concepção de Ordem e Progresso Durkheim e o Fato

Leia mais

Modernidade: o início do pensamento sociológico

Modernidade: o início do pensamento sociológico Modernidade: o início do pensamento sociológico Os dois tipos de solidariedade Solidariedade Mecânica Solidariedade Orgânica Laço de solidariedade Consciência Coletiva Divisão social do trabalho Organização

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS: SOCIOLOGIA - AUGUSTE COMTE

LISTA DE EXERCÍCIOS: SOCIOLOGIA - AUGUSTE COMTE 1. (Ueg 2013) A sociologia nasce no séc. XIX após as revoluções burguesas sob o signo do positivismo elaborado por Augusto Comte. As características do pensamento comtiano são: a) a sociedade é regida

Leia mais

SOCIOLOGIA. Professor Gilson Azevedo.

SOCIOLOGIA. Professor Gilson Azevedo. SOCIOLOGIA. Professor Gilson Azevedo. 1. (Ueg 2013) A sociologia nasce no séc. XIX após as revoluções burguesas sob o signo do positivismo elaborado por Augusto Comte. As características do pensamento

Leia mais

Augusto Comte e o Positivismo

Augusto Comte e o Positivismo Augusto Comte e o Positivismo Reis, Camila Oliveira. R375a Augusto Comte e o positivismo / Camila Oliveira Reis. Varginha, 2015. 10 slides. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World

Leia mais

Música R.Stones...5:00. Chegaram BD RJ...4:05

Música R.Stones...5:00. Chegaram BD RJ...4:05 Música R.Stones...5:00 https://www.youtube.com/watch?v=lyv39uasola Chegaram BD RJ...4:05 http://globoplay.globo.com/v/4821593/ Rolling Stones no Brasil... Formada em Londres em 1962, é considerada um dos

Leia mais

O Positivismo de Augusto Comte. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior

O Positivismo de Augusto Comte. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior O Positivismo de Augusto Comte Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior Augusto Comte (1798-1857). Um dos pais fundadores da Sociologia. Obras principais: Curso de Filosofia Positiva. 6 volumes. (1830-1842).

Leia mais

Positivismo de Augusto Comte, Colégio Ser Ensino Médio Introdução à Sociologia Prof. Marilia Coltri

Positivismo de Augusto Comte, Colégio Ser Ensino Médio Introdução à Sociologia Prof. Marilia Coltri Positivismo de Augusto Comte, Émile Durkheim e Karl Marx Colégio Ser Ensino Médio Introdução à Sociologia Prof. Marilia Coltri Problemas sociais no século XIX Problemas sociais injustiças do capitalismo;

Leia mais

SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIOM. Prof. Dieikson de Carvalho

SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIOM. Prof. Dieikson de Carvalho SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIOM Prof. Dieikson de Carvalho O estudo da Sociologia Por que estudar a sociedade em que vivemos? Não basta vivê-la? É possível conhecer a sociedade cientificamente? A sociologia

Leia mais

SOCIOLOGIA PRINCIPAIS CORRENTES.

SOCIOLOGIA PRINCIPAIS CORRENTES. SOCIOLOGIA PRINCIPAIS CORRENTES Augusto Comte 1798-1 857 Lei dos três estados: 1ª) Explicação dos fenômenos através de forças comparáveis aos homens. 2ª) Invocação de entidades abstratas (natureza). 3ª)

Leia mais

Sociologia I Prof.: Romero. - Definição - Contexto - A. Comte - Durkheim

Sociologia I Prof.: Romero. - Definição - Contexto - A. Comte - Durkheim Sociologia I Prof.: Romero - Definição - Contexto - A. Comte - Durkheim Quem não se movimenta não sente as correntes que o prendem Rosa Luxemburgo (1871-1919) [imaginação Sociológica] Ao utilizar este

Leia mais

Fil. Semana. Lara Rocha (Debora Andrade)

Fil. Semana. Lara Rocha (Debora Andrade) Fil. Semana 2 Lara Rocha (Debora Andrade) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados. CRONOGRAMA 17/02

Leia mais

Corrente de pensamento filosófico, sociológico e político Surgiu em meados do século XIX, na França Positivismo X Idealismo Primado da ciência único

Corrente de pensamento filosófico, sociológico e político Surgiu em meados do século XIX, na França Positivismo X Idealismo Primado da ciência único Corrente de pensamento filosófico, sociológico e político Surgiu em meados do século XIX, na França Positivismo X Idealismo Primado da ciência único método de conhecimento Concepções idealistas e espiritualistas:

Leia mais

FILOSOFIA - 2 o ANO MÓDULO 14 O POSITIVISMO DE COMTE

FILOSOFIA - 2 o ANO MÓDULO 14 O POSITIVISMO DE COMTE FILOSOFIA - 2 o ANO MÓDULO 14 O POSITIVISMO DE COMTE Fixação 1) Para Comte, o que define a sociedade? Fixação 2) A filosofia de Comte considera a humanidade como uma unidade essencial; para compreender

Leia mais

Introdução. 1. Sociedade e Sociologia.

Introdução. 1. Sociedade e Sociologia. SOCIOLOGIA I 1 Introdução Você já parou para pensar por que você se veste desta maneira? Por que gosta de tal estilo de música e não gosta de outro por que fala português e não outra língua ou ainda, por

Leia mais

Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas

Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas 1 Produção de conhecimento: uma característica das sociedades humanas Os seres humanos sempre buscaram formas de compreender os fenômenos que ocorrem em seu dia a dia, de modo a procurar soluções para

Leia mais

Unidade: Introdução à Sociologia

Unidade: Introdução à Sociologia Unidade: Introdução à Sociologia Construção do conhecimento em sociologia Senso comum: conjunto de opiniões, recomendações, conselhos, práticas e normas fundamentadas na tradição, nos costumes e vivências

Leia mais

09/05/2012. Os Clássicos da Sociologia. Os Clássicos da Sociologia. Características de um clássico EMILE DURKHEIM Objeto da Sociologia

09/05/2012. Os Clássicos da Sociologia. Os Clássicos da Sociologia. Características de um clássico EMILE DURKHEIM Objeto da Sociologia OS CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA : MARX, DURKHEIM E WEBER OS CLÁSSICOS DA SOCIOLOGIA: DURKHEIM, WEBER E MARX Características de um clássico Seja considerado interprete autêntico e único de seu tempo, cuja obra

Leia mais

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah

3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah 3º ANO / PRÉVEST PROF. Abdulah QUEM FOI DURKHEIM? BIOGRAFIA Francês, nascido em Épinal, em 1858. Inaugurou o estudo da Sociologia. CONTEXTO / INFLUÊNCIAS Revolução Industrial / Neocolonialismo. Influenciado

Leia mais

Aula 5: Precursores e modelos clássicos de análise e compreensão da sociedade: o Darwinismo social e o pensamento de Augusto Comte.

Aula 5: Precursores e modelos clássicos de análise e compreensão da sociedade: o Darwinismo social e o pensamento de Augusto Comte. Aula 5: Precursores e modelos clássicos de análise e compreensão da sociedade: o Darwinismo social e o pensamento de Augusto Comte. CCJ0001 - Fundamentos de Ciências Sociais Profa. Ivana Schnitman Centro

Leia mais

Comte, Marx, Durkheim e Weber

Comte, Marx, Durkheim e Weber Comte, Marx, Durkheim e Weber Texto e atividade extraída no blog Sociologia aplicada ao aluno Mestres das Ciências Sociais MESTRES DAS CIÊNCIAS SOCIAIS A Sociologia e as demais ciências sociais têm sido

Leia mais

Biografia de Augusto Comte

Biografia de Augusto Comte Biografia de Augusto Comte Augusto Comte nasceu em 19 de janeiro de 1798, em Montpellier, e faleceu em 5 de setembro de 1857, em Paris. Filósofo e auto-proclamado líder religioso, deu à ciência da Sociologia

Leia mais

Aula ao vivo 21/03/2014 Pensamento Sociológico

Aula ao vivo 21/03/2014 Pensamento Sociológico Aula ao vivo 21/03/2014 Pensamento Sociológico 1) Através dos tempos o homem pensou sobre si mesmo e sobre o universo. Contudo, foi apenas no século XVIII que uma confluência de eventos na Europa levou

Leia mais

A SOCIOLOGIA COMO PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DE HOMENS E MULHERES À SOCIEDADE INDUSTRIAL

A SOCIOLOGIA COMO PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DE HOMENS E MULHERES À SOCIEDADE INDUSTRIAL RESUMO A SOCIOLOGIA COMO PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO DE HOMENS E MULHERES À SOCIEDADE INDUSTRIAL LIMA, Silvia Leni Auras (13) Universidade Federal de Santa Catarina Parte I O interesse em conhecer a história

Leia mais

Unidade 2: Teoria Sociológica de Durkheim. Sociologia Geral - Psicologia Igor Assaf Mendes

Unidade 2: Teoria Sociológica de Durkheim. Sociologia Geral - Psicologia Igor Assaf Mendes Unidade 2: Teoria Sociológica de Durkheim Sociologia Geral - Psicologia Igor Assaf Mendes Teorias e Perspectivas Sociológicas Funcionalismo: enfatiza que o comportamento humano é governado por estruturas

Leia mais

SOCIOLOGIA 1 ANO PROF. DARIO PINHEIRO PROF. JOSINO MALAGUETA ENSINO MÉDIO

SOCIOLOGIA 1 ANO PROF. DARIO PINHEIRO PROF. JOSINO MALAGUETA ENSINO MÉDIO SOCIOLOGIA 1 ANO PROF. DARIO PINHEIRO PROF. JOSINO MALAGUETA ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Os clássicos da Sociologia 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 3.2 Conteúdo Max Weber 3 CONTEÚDOS

Leia mais

Sociologia UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO

Sociologia UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO Sociologia UNIDADE DE REVISÃO E RECUPERAÇÃO Organizamos esta unidade para orientá-lo na revisão dos conteúdos trabalhados ao longo da disciplina. Siga as orientações desta apresentação, reveja os conteúdos

Leia mais

1893: Da divisão do trabalho social 1895: As regras do método sociológico

1893: Da divisão do trabalho social 1895: As regras do método sociológico 1 CCD II 9 e 11 de Março de 2010 2 Émile Durkheim (1858-1917) Influências 3 Tradição intelectual francesa Saint-Simon e Comte: a constituição da sociedade moderna Montesquieu e Rousseau Organicismo e Darwin:

Leia mais

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014

Gabarito Avaliação Nacional 1/2014 4 o ano Ensino Fundamental 1 C Matemática 7 B Matemática 13 A Ciências 19 C Português 25 B História 2 E Matemática 8 C Matemática 14 C Ciências 20 A Português 26 C História 3 D Matemática 9 E Matemática

Leia mais

Sociologia. Surgimento e principais tópicos. Prof. Alan Carlos Ghedini

Sociologia. Surgimento e principais tópicos. Prof. Alan Carlos Ghedini Sociologia Surgimento e principais tópicos Prof. Alan Carlos Ghedini Podemos entender a sociologia, de modo geral, como a área de estudo que se dedica a entender o comportamento humano em sociedade. São

Leia mais

DEMOCRACIA X DITADURA. Prof. Dieikson de Carvalho

DEMOCRACIA X DITADURA. Prof. Dieikson de Carvalho DEMOCRACIA X DITADURA Prof. Dieikson de Carvalho Característica da Democracia Sufrágio Universal o voto é um direito da maioria da população. O parlamento ou o Congresso é eleito diretamente pelo povo.

Leia mais

P L A N O DE C U R S O DISCIPLINA SOCIOLOGIA I. CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30 horas Total: 80 horas. Professora Doutora Márcia Maria de Oliveira

P L A N O DE C U R S O DISCIPLINA SOCIOLOGIA I. CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30 horas Total: 80 horas. Professora Doutora Márcia Maria de Oliveira Curso: LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO CÓDIGO DRP30156 P L A N O DE C U R S O DISCIPLINA SOCIOLOGIA I HABILITAÇÃO: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS PERÍODO 3 CRÉDITOS 06 CARGA HORÁRIA TU: 50 horas TC: 30 horas

Leia mais

1º Anos IFRO. Aula: Conceitos e Objetos de Estudos

1º Anos IFRO. Aula: Conceitos e Objetos de Estudos 1º Anos IFRO Aula: Conceitos e Objetos de Estudos Contextualização Os clássicos da sociologia: 1. Émile Durkhiem 2. Max Weber 3. Karl Marx Objeto de estudo de cada teórico Principais conceitos de cada

Leia mais

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos. 3/6/5AD836_1.jpg

Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos.  3/6/5AD836_1.jpg Gêneros Textuais Acadêmicocientíficos http://images.quebarato.com.br/photos/thumbs/ 3/6/5AD836_1.jpg Olá, Pessoal, Vamos acompanhar mais uma aula da prof. Alessandra. Hoje falaremos sobre alguns gêneros

Leia mais

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes

Unidade 2: História da Filosofia. Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Unidade 2: História da Filosofia Filosofia Serviço Social Igor Assaf Mendes Períodos Históricos da Filosofia Filosofia Grega ou Antiga (Séc. VI a.c. ao VI d.c.) Filosofia Patrística (Séc. I ao VII) Filosofia

Leia mais

Aula5 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE EM GEOGRAFIA HUMANA E FÍSICA. Rosana de Oliveira Santos Batista

Aula5 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE EM GEOGRAFIA HUMANA E FÍSICA. Rosana de Oliveira Santos Batista Aula5 MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO E ANÁLISE EM GEOGRAFIA HUMANA E FÍSICA META Conhecer os métodos de investigação e análise da Geografia humana e física OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: Compreender

Leia mais

22/08/2014. Tema 6: Ciência e Filosofia. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes. Ciência e Filosofia

22/08/2014. Tema 6: Ciência e Filosofia. Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes. Ciência e Filosofia Tema 6: Ciência e Filosofia Profa. Ma. Mariciane Mores Nunes Ciência e Filosofia Ciência: vem do latim scientia. Significa sabedoria, conhecimento. Objetivos: Conhecimento sistemático. Tornar o mundo compreensível.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: SOCIOLOGIA GERAL E JURÍDICA Código da Disciplina: Curso: DIREITO Semestre de oferta da disciplina: 2º Faculdade responsável: DIREITO Programa em vigência a partir de:

Leia mais

TRÊS VISÕES SOBRE A SOCIEDADE MODERNA: positivismo, racionalismo, materialismo-histórico SOCIOLOGIA DE ÉMILE DURKHEIN ( )

TRÊS VISÕES SOBRE A SOCIEDADE MODERNA: positivismo, racionalismo, materialismo-histórico SOCIOLOGIA DE ÉMILE DURKHEIN ( ) TRÊS VISÕES SOBRE A SOCIEDADE MODERNA: positivismo, racionalismo, materialismo-histórico SOCIOLOGIA DE ÉMILE DURKHEIN (1858-1917) Compreender a sociedade moderna = observar as diferentes contribuições

Leia mais

Indicadores/ Descritores. Identificar a origem da sociologia e da sociologia das organizações.

Indicadores/ Descritores. Identificar a origem da sociologia e da sociologia das organizações. P L A N O D E E N S I N O A N O D E 2 0 1 3 ÁREA / DISCIPLINA: Sociologia Área de Humanas Professor(a): Eduardo Monteiro SÉRIE: 1º Nº DE HORAS/AULA SEMANAL: 01 TOTAL DE HORAS/AULA/ANO: 40 COMPETÊNCIA GERAL:

Leia mais

Estratificação, Classes Sociais e Trabalho. Sociologia Profa. Maria Thereza Rímoli

Estratificação, Classes Sociais e Trabalho. Sociologia Profa. Maria Thereza Rímoli Estratificação, Classes Sociais e Trabalho Sociologia Profa. Maria Thereza Rímoli Estratificação social, classes sociais e trabalho Objetivos da aula: O que é estratificação? O que é classes sociais? Conceitos

Leia mais

Currículo - Versão para Imprimir

Currículo - Versão para Imprimir Currículo BACHARELADO EM FILOSOFIA s Obrigatorios: 144 s Eletivos: 28 s Complementares: 6 Semestre selecionado: 2013/1 Etapa 1 HUM01059 HUM01502 HUM01060 HISTÓRIA DA FILOSOFIA GREGA LÓGICA I - A Etapa

Leia mais

2. Explique o conceito de fato social e dê um exemplo da nossa realidade social que o represente.

2. Explique o conceito de fato social e dê um exemplo da nossa realidade social que o represente. Lista de Exercícios 1 - A Sociologia de Émile Durkheim 1. Cite e explique as características dos fatos sociais. 2. Explique o conceito de fato social e dê um exemplo da nossa realidade social que o represente.

Leia mais

Empirismo. Principais ideias e autores

Empirismo. Principais ideias e autores Empirismo Principais ideias e autores EMPIRISMO Empeiria (grego): forma de saber derivado da experiência sensível e de dados acumulados com base nessa experiência. Nada esta no intelecto que não tenha

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO DO PARÁGRAFO:

A CONSTITUIÇÃO DO PARÁGRAFO: A CONSTITUIÇÃO DO PARÁGRAFO: Olá a todos! Vamos assistir a uma Apresentação da Profa. Dra. Marcela Silvestre sobre a Constituição do Parágrafo. Ao final desta espera-se que você aprenda sobre a construção

Leia mais

Componente Curricular: Ciências da Natureza

Componente Curricular: Ciências da Natureza Componente Curricular: Ciências da Natureza Base Nacional Comum Curricular 2ª Versão souzahv@gmail.com Componente Curricular: Ciências da Natureza Mudanças Específicas... Ciências da Natureza Eixos formativos

Leia mais

A sociologia de Emile Durkheim o enfoque social e cultural do Positivismo Clássico. O enfoque sócio cultural de Max Weber

A sociologia de Emile Durkheim o enfoque social e cultural do Positivismo Clássico. O enfoque sócio cultural de Max Weber Aula 03 A sociologia de Emile Durkheim o enfoque social e cultural do Positivismo Clássico. O enfoque sócio cultural de Max Weber A sociologia é uma das inovações do pensamento moderno, é a ciência da

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM FILOSOFIA 1º PERÍODO FIL02457 - FILOSOFIA POLÍTICA I (60 h, OBR) O homem e sua ação política. A noção de polis no pensamento grego antigo e seus desdobramentos

Leia mais

CONTEÚDOS DA RECUPERAÇÃO 2014

CONTEÚDOS DA RECUPERAÇÃO 2014 CONTEÚDOS DA RECUPERAÇÃO 2014 CONTEÚDOS DOS TESTES - MARCADOS EM AZUL CONTEÚDOS DAS PROVAS - TODO O CONTEÚDO Peso das Avaliações : Teste 10,0 peso 4 Prova 10,0 peso 6 REDAÇÃO TODO O CONTEÚDO PARA TESTE

Leia mais

Sociologia. Lucas Analise as afirmações sobre a relação entre a Revolução industrial e o surgimento da Sociologia como ciência e

Sociologia. Lucas Analise as afirmações sobre a relação entre a Revolução industrial e o surgimento da Sociologia como ciência e Sociologia Lucas 1 1 10 01 Analise as afirmações sobre a relação entre a Revolução industrial e o surgimento da Sociologia como ciência e assinale a que for incorreta. a) A consolidação do modelo econômico

Leia mais

Clóvis de Barros Filho

Clóvis de Barros Filho Clóvis de Barros Filho Sugestão Formação: Doutor em Ciências da Comunicação pela USP (2002) Site: http://www.espacoetica.com.br/ Vídeos Produção acadêmica ÉTICA - Princípio Conjunto de conhecimentos (filosofia)

Leia mais

Fechando as teorias clássicas americanas: Teoria da Informação

Fechando as teorias clássicas americanas: Teoria da Informação Fechando as teorias clássicas americanas: Teoria da Informação A Teoria da Informação (Teoria Matemática da Comunicação) é uma das vertentes que estudam a Comunicação de maneira mecanicista, ou seja, como

Leia mais

CEAP Curso de Direito Disciplina Introdução ao Direito. Aula 04. DIREITO NATURAL E DIREITO POSITIVO Prof. Milton Correa Filho

CEAP Curso de Direito Disciplina Introdução ao Direito. Aula 04. DIREITO NATURAL E DIREITO POSITIVO Prof. Milton Correa Filho CEAP Curso de Direito Disciplina Introdução ao Direito Aula 04 DIREITO NATURAL E DIREITO POSITIVO Prof. Milton Correa Filho 1.Motivação: O que é o que é (Gonzaguinha) -Dialógo de Antigona 2.Apresentação

Leia mais

2016 ESTATÍSTICAS ENEM

2016 ESTATÍSTICAS ENEM ESTATÍSTICAS ENEM 2016 VISÃO GERAL FÍSICA QUÍMICA BIOLOGIA HISTÓRIA GEOGRAFIA FILOSOFIA SOCIOLOGIA PORTUGUÊS MATEMÁTICA Gráficos estatísticos de conteúdos do Enem Área do conhecimento: Ciências da Natureza

Leia mais

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia

CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia CONCEPÇÕES ÉTICAS Mito, Tragédia e Filosofia O que caracteriza a consciência mítica é a aceitação do destino: Os costumes dos ancestrais têm raízes no sobrenatural; As ações humanas são determinadas pelos

Leia mais

Currículo - Versão para Imprimir

Currículo - Versão para Imprimir Currículo LICENCIATURA EM FILOSOFIA - NOTURNO s Obrigatorios: 164 s Eletivos: 12 s Complementares: 14 Semestre selecionado: 2013/1 Etapa 1 HUM01059 HUM01502 HUM01060 HISTÓRIA DA FILOSOFIA GREGA INTRODUÇÃO

Leia mais

Quem criou o termo e desenvolveu a sociologia como ciência autônoma foi Auguste Comte. Sua obra inicia-se no início do século XIX e é central a noção

Quem criou o termo e desenvolveu a sociologia como ciência autônoma foi Auguste Comte. Sua obra inicia-se no início do século XIX e é central a noção Quem criou o termo e desenvolveu a sociologia como ciência autônoma foi Auguste Comte. Sua obra inicia-se no início do século XIX e é central a noção de evolução social na compreensão deste sociólogo sobre

Leia mais

SOCIOLOGIA - INTRODUÇÃO & CONCEITOS

SOCIOLOGIA - INTRODUÇÃO & CONCEITOS 1. (Unimontes 2016) Norbert Elias (1897-1990), alemão de origem judaica, é considerado, na atualidade, um dos mais importantes representantes da Sociologia. Elias ganhou notoriedade, entre outros motivos,

Leia mais

Teoria da Atividade: Um Paradigma Possível para Elicitação de Requisitos de Software. Luiz Eduardo Galvão Martins

Teoria da Atividade: Um Paradigma Possível para Elicitação de Requisitos de Software. Luiz Eduardo Galvão Martins Teoria da Atividade: Um Paradigma Possível para Elicitação de Requisitos de Software Luiz Eduardo Galvão Martins lgmartin@unimep.br FACEN - UNIMEP Estrutura da Apresentação Objetivo do trabalho Contextualização

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM FILOSOFIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 140 Optativos: 20.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : LICENCIATURA EM FILOSOFIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 140 Optativos: 20. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:23:01 Curso : LICENCIATURA

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

TÍTULO: A PRESENÇA DO PENSAMENTO POSITIVISTA NA HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA E A SEUS IMPACTOS NA CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA NACIONAL

TÍTULO: A PRESENÇA DO PENSAMENTO POSITIVISTA NA HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA E A SEUS IMPACTOS NA CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA NACIONAL TÍTULO: A PRESENÇA DO PENSAMENTO POSITIVISTA NA HISTORIOGRAFIA BRASILEIRA E A SEUS IMPACTOS NA CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA NACIONAL CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: HISTÓRIA

Leia mais

Durkheim, Weber, Marx e as modernas sociedades industriais e capitalistas

Durkheim, Weber, Marx e as modernas sociedades industriais e capitalistas Durkheim, Weber, Marx e as modernas sociedades industriais e capitalistas Curso de Ciências Sociais IFISP/UFPel Disciplina: Fundamentos de Sociologia Professor: Francisco E. B. Vargas Pelotas, abril de

Leia mais

A História da Psicologia Social

A História da Psicologia Social Então estamos falando de duas Psicologias Sociais? A História da Psicologia PSICOLOGIA SOCIAL I PROFA. DRA. ROSANA CARNEIRO TAVARES Psicologia Tradicional: descreve, nomeia e conceitua os fenômenos psicossociais,

Leia mais

METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA

METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação METODOLGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Prof. José Geraldo Mill Diretor de Pós-Graduação A origem do conhecimento Conhecer: É buscar explicações para os fatos que podem

Leia mais

Metodologia da Pesquisa

Metodologia da Pesquisa Metodologia da Pesquisa Apresentação Nome Área de atuação Tema de interesse para pesquisa O SABER CIENTÍFICO O SER HUMANO TEM UMA NECESSIDADE DE CONSTRUIR SABER POR SI SÓ. O PRINCIPAL OBJETIVO DA PESQUISA

Leia mais

COMPOSIÇÃO CURRICULAR SERIADO ANUAL TURNO DIURNO I ANO HORAS/ANO CARGA HORÁRIA SEMANAL

COMPOSIÇÃO CURRICULAR SERIADO ANUAL TURNO DIURNO I ANO HORAS/ANO CARGA HORÁRIA SEMANAL Universidade Estadual da Paraíba UEPB - Campus I Campina Grande Curso de Licenciatura Plena em Filosofia Resolução de Aprovação do Projeto Pedagógico UEPB/CONSEPE/024/2006 Carga horária alterada de 33h

Leia mais

Os Sociólogos Clássicos Pt.2

Os Sociólogos Clássicos Pt.2 Os Sociólogos Clássicos Pt.2 Max Weber O conceito de ação social em Weber Karl Marx O materialismo histórico de Marx Teoria Exercícios Max Weber Maximilian Carl Emil Weber (1864 1920) foi um intelectual

Leia mais

Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal

Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal Informação - de Exame de Equivalência à Frequência de História e Geografia de Portugal 2.º Ciclo do Ensino Básico 2015 Prova 05 5 Páginas 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as caraterísticas

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Unidade 04. Prof.ª Fernanda Mendizabal Instituto de Educação Superior de Brasília

Unidade 04. Prof.ª Fernanda Mendizabal Instituto de Educação Superior de Brasília Unidade 04 Prof.ª Fernanda Mendizabal Instituto de Educação Superior de Brasília Apresentar o período moderno da filosofia que contribuiu como base pré-científica para o desenvolvimento da Psicologia.

Leia mais

METODOLOGIA DO TRABALHO ACADÊMICO 1

METODOLOGIA DO TRABALHO ACADÊMICO 1 METODOLOGIA DO TRABALHO ACADÊMICO 1 A Redação Quando se fala em redação, em geral se associa a uma composição literária ou a uma dissertação de tese. No primeiro caso, relaciona-se a um trabalho fantasioso;

Leia mais

Tema IV Conhecimento e Racionalidade Científica e Tecnológica

Tema IV Conhecimento e Racionalidade Científica e Tecnológica Tema IV Conhecimento e Racionalidade Científica e Tecnológica 2. ESTATUTO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO 2.3 A Racionalidade Científica e a Questão da Objectividade IV Conhecimento e Racionalidade Científica

Leia mais

FRANCIS BACON E A TRADIÇÃO EMPIRISTA. Universidade Estadual de Ponta Grossa Programa de Pós-Graduação em Educação Professora Gisele Masson

FRANCIS BACON E A TRADIÇÃO EMPIRISTA. Universidade Estadual de Ponta Grossa Programa de Pós-Graduação em Educação Professora Gisele Masson FRANCIS BACON E A TRADIÇÃO EMPIRISTA Universidade Estadual de Ponta Grossa Programa de Pós-Graduação em Educação Professora Gisele Masson O pensamento moderno e a crise generalizada de autoridade - A autoridade

Leia mais

ÉMILE DURKHEIM ( )

ÉMILE DURKHEIM ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos dos temas RUBENS expostos. RAMIRO Todo exemplo JR (TODOS citado

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO. Abreviaturas e siglas usadas. Apresentação

ÍNDICE SISTEMÁTICO. Abreviaturas e siglas usadas. Apresentação ÍNDICE SISTEMÁTICO Abreviaturas e siglas usadas Apresentação Capítulo 1 Gênese do direito 1. Escola jusnaturalista ou do direito natural 1.1. Origem do jusnaturalismo 2. Escola teológica 2.1. Origem da

Leia mais

AULA 02 O Conhecimento Científico

AULA 02 O Conhecimento Científico 1 AULA 02 O Conhecimento Científico Ernesto F. L. Amaral 06 de agosto de 2010 Metodologia (DCP 033) Fonte: Aranha, Maria Lúcia de Arruda; Martins, Maria Helena Pires. 2003. Filosofando: introdução à filosofia.

Leia mais

Marina de Neiva Borba Advogada e Mestranda em Bioética

Marina de Neiva Borba Advogada e Mestranda em Bioética Marina de Neiva Borba Advogada e Mestranda em Bioética marinaborba@globo.com 1ª PARTE: Filosofia e Ciência Nascimento da Filosofia e da Ciência Revolução Científica Cientificismo e Crise das Ciências Humanas

Leia mais

Matemática. 1 Semestre. Matemática I 75h. Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica.

Matemática. 1 Semestre. Matemática I 75h. Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica. Matemática 1 Semestre Matemática I 75h Ementa: Estuda as noções de conjuntos e de funções polinomial, modular, racional, exponencial e logarítmica. Lógica 60h Ementa: Estuda proposições, análise e discussões

Leia mais

O estudo. O que significa a palavra estudar?

O estudo. O que significa a palavra estudar? O estudo O que significa a palavra estudar? O estudo Aurélio Buarque de Holanda: - Estudar é "aplicar a inteligência para aprender (...) é aplicar o espírito, a memória e a inteligência para adquirir conhecimento".

Leia mais

Professora: Susana Rolim S. Silva

Professora: Susana Rolim S. Silva Professora: Susana Rolim S. Silva Sociólogo, filósofo e antropólogo francês. Conferiu a Sociologia o reconhecimento acadêmico. Considerado por muitos o pai da Sociologia. Sua grande preocupação: estabelecer

Leia mais

Propostas e projetos para o ensino de física

Propostas e projetos para o ensino de física Propostas e projetos para o ensino de física Análise: Física Integração e Tecnologia X Coleção Ser Protagonista Integrantes: Jorge Eduardo Ribeiro, Fernanda Ribeiro e Evandro Nonato Analise do Livro Física

Leia mais

Ciência, Tecnologia e sociedade

Ciência, Tecnologia e sociedade Ciência, Tecnologia e sociedade [Aula 2] Qual conhecimento? profa. Maria Caramez Carlotto SCB 2 quadrimestre de 2016 Qual conhecimento? [Aula 2] Quinta-feira, 09 de junho de 2016 Qual conhecimento? Texto

Leia mais

2. PROCEDIMENTOS E AVALIAÇÃO

2. PROCEDIMENTOS E AVALIAÇÃO 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA DISCIPLINA: TEORIA SOCIOLÓGICA I CÓDIGO: 134473 2º SEMESTRE/ 2016 TURMA A PROFESSORA: MARIA FRANCISCA PINHEIRO COELHO coelhofrancisca@gmail.com PROGRAMA

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - Janeiro ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 52

Processo Seletivo/UFU - Janeiro ª Prova Comum - PROVA TIPO 1 SOCIOLOGIA QUESTÃO 52 SOCIOLOGIA QUESTÃO 51 Na história do surgimento da Sociologia, a primeira corrente teórica consolidada foi o positivismo. Assinale a alternativa INCORRETA sobre essa corrente de pensamento. A) O positivismo

Leia mais

Cronograma do Projeto de Iniciação Científica 6º ano do EF

Cronograma do Projeto de Iniciação Científica 6º ano do EF Cronograma do Projeto de Iniciação Científica 6º Entrega dos slides de apresentação do préprojeto no Bancas do pré-projeto dos Anos Finais do EF e EM - 30 de abril Entrega do pré-projeto escrito - 8 de

Leia mais

Aspectos de conteúdo. A Psicologia Social é a ciência dos fenómenos do comportamento inter-pessoal e inter-grupal

Aspectos de conteúdo. A Psicologia Social é a ciência dos fenómenos do comportamento inter-pessoal e inter-grupal Aspectos introdutórios rios Aspectos de conteúdo Copyright, 2005 José Farinha Natureza, objecto e âmbito da Psicologia Social Natureza A Psicologia Social é a ciência dos fenómenos do comportamento inter-pessoal

Leia mais

QUADRO DE EQUIVALÊNCIAS ESTRUTURAS CURRICULARES 2001 E 2009 CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS IDEAL

QUADRO DE EQUIVALÊNCIAS ESTRUTURAS CURRICULARES 2001 E 2009 CURSO DE CIÊNCIAS SOCIAIS IDEAL DISCIPLINAS DE FORMAÇÃO GERAL BÁSICA FORMAÇÃO ESPECÍFICA Introdução à História 08 1º. Introdução à História 08 1º. História do Brasil I 04 2º. História do Brasil I 06 2º. História do Brasil II 04 2º. História

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Teorias Sociológicas Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular Teorias Sociológicas Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular Teorias Sociológicas Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Serviço Social (1º Ciclo) 2. Curso Serviço Social 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular Teorias Sociológicas

Leia mais

A RECEPÇÃO DO DARWINISMO NA OBRA DE CRUZ E SOUSA: LEVANTAMENTO DE FONTES E ANÁLISE PRELIMINAR

A RECEPÇÃO DO DARWINISMO NA OBRA DE CRUZ E SOUSA: LEVANTAMENTO DE FONTES E ANÁLISE PRELIMINAR A RECEPÇÃO DO DARWINISMO NA OBRA DE CRUZ E SOUSA: LEVANTAMENTO DE FONTES E ANÁLISE PRELIMINAR Wendell Seles Borges (PIBIC/CNPq/Uem), Luzia Marta Bellini (Orientadora), Cristina de Amorim Machado (coorientadora)

Leia mais

INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA Turma I - 3as e 5as feiras, às 8 h

INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA Turma I - 3as e 5as feiras, às 8 h UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE SOCIOLOGIA Disciplina: INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA Turma I - 3as e 5as feiras, às 8 h Professor: Prof. Dr. Sergio B. F. Tavolaro sergiotavolaro@unb.br

Leia mais

O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS

O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS O CONHECIMENTO E SEUS NÍVEIS 1. O CONHECIMENTO é uma relação que se estabelece entre o sujeito que conhece e o objeto conhecido. O sujeito que conhece se apropria, de certo modo, do objeto conhecido. Através

Leia mais

ESCOLA DA LIVRE INVESTIGAÇÃO

ESCOLA DA LIVRE INVESTIGAÇÃO Iniciada por François Gény, contra o exagerado normativismo e literalismo da Escola da Exegese, defendendo a função social do Direito. Já haviam se passado mais de 100 anos da Revolução Francesa, várias

Leia mais