Literatura Brasileira Código HL ª: 10h30-12h30

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Literatura Brasileira Código HL ª: 10h30-12h30"

Transcrição

1 Código HL 012 Nome da disciplina VI Turma A 3ª: 07h30-09h30 6ª: 10h30-12h30 Pedro Dolabela Programa resumido Falaremos do romance no Brasil entre 1964 e 1980 sob uma série de perspectivas simultâneas: o incremento da sua variação temática e estilística (em comparação com o período imediatamente anterior), as mudanças nas expectativas da crítica e na distribuição geográfica da produção, as transformações em curso no Brasil e na interpretação do país pelas humanidades (em suas repercussões sobre o romance), o peso do presente e o sentido de urgência impostos pela ditadura militar. Este quadro revela uma produção que, vista à distância e em bloco, não se circunscreve com docilidade às proposições que pretendem a atribuir um sentido unívoco às transições históricas do Brasil no período, propondo a remissão à política como o eixo unificador da produção romanesca, sob a sombra permanente da censura. Sob aquelas quatro perspectivas e num diálogo com a teoria do romance, debateremos as condições para uma descrição sistêmica que se mostre mais abrangente na seleção da matéria analisada, e menos comprometida com o juízo sobre a memória política da época. Requisitos Nenhum Código HL 048 Nome da disciplina VII Turma A 3ª: 18h30-20h30

2 Programa resumido Requisitos 6ª: 20h30-22h30 Fernando Gil e a dimensão social como fator de arte e elemento distintivo de nossas letras. Literatura e cultura nacionais e a sua posição no desenvolvimento da comunidade. Momentos decisivos da formação e evolução da literatura brasileira: autores e obras significativos; formas literárias e temas expressivos. e Teoria da Literatura Código HL 082 Nome da disciplina Literatura Infanto-Juvenil I Turmas A e B Turma A: 4ª: 10h30-12h30 6ª: 10h30-12h30 Turma B: 4ª: 18h30-20h30 5ª: 20h30-22h30 Milena Ribeiro Martins Programa resumido Posição da literatura infanto-juvenil no contexto da literatura em geral. História do texto para criança. A literatura, o jovem e a sociedade. Aspectos editoriais dos livros para crianças e jovens. Leitura e análise de textos literários produzidos como infantis e/ou juvenis ou transformados em textos para infância e juventude. Leitura de obras da literatura infantil brasileira e estrangeira. Requisitos Código HL 103

3 Nome da disciplina Programa resumido Requisitos Tópicos da do Século XX Turmas A e B Turma A: Sáb: 08h30-12h30 Turma B: 5ª: 10h30-12h30 6ª: 10h Waltencir Alves de Oliveira A disciplina se propõe a discutir as figurações do eu na poesia brasileira do século XX, analisando, especificamente, a obra de três poetas fundamentais do período: Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade e João Cabral de Melo Neto. O curso analisa algumas questões centrais da reflexão teórica sobre a poesia, tais como: as figurações do sujeito, a representação do autobiográfico e as modulações do discurso lírico na poesia do século XX. A reflexão teórica será pautada pela análise efetiva de textos poéticos dos três autores enfocados. Deste modo, objetiva-se instrumentalizar o aluno para a leitura de poesia e, ao mesmo tempo, aprofundar algumas questões teóricas pertinentes ao percurso histórico de surgimento e fixação das instâncias modernas e/ou contemporâneas de criação e recepção da poesia. Teoria Literária II Código HL 263 Nome da disciplina A Prática da Crítica Literária Turma A 2ª: 09h30-12h30 Benedita de Cássia Lima Sant Anna Programa resumido A disciplina tem por objetivo investigar o surgimento, a disseminação e a própria configuração da crítica literária brasileira no decorrer do século XIX, sobretudo na fase inaugural de nossa imprensa literária, bem como analisar textos de cunho críticos

4 Pré-Requisitos divulgados em publicações periódicas da época como a Revista da Sociedade Filomática (1833), Niterói-Revista Brasilense (1836), Minerva Brasiliense ( ) e Guanabara ( ). e Teoria da Literatura Código HL 801 Nome da disciplina Tópicos de Estudos Literários II Turma A 2ª: 18h30-20h30 4ª: 18h30-20h30 Raquel Illescas Bueno Programa resumido Escritores-viajantes no Brasil: literatura e antropologia na primeira metade do século 20. Objetivos: - estabelecer aproximações entre a literatura e a antropologia; - ler e comparar narrativas de viagem com visada antropológica; - estudar interpretações da cultura brasileira apresentadas por escritores-viajantes na primeira metade do século 20. Bibliografia mínima ANDRADE, Mário de. Danças dramáticas do Brasil. Org. Oneyda Alvarenga. 2ª ed. Belo Horizonte: Itatiaia; Brasília, INL / Fundação Nacional Pró-Memória, v.. Macunaíma. Ed. crítica coord. por Telê P. Ancona Lopez. Paris, AALC; Brasília, CNPQ, O turista aprendiz. São Paulo: Duas Cidades, CARDOSO, Sérgio. O olhar viajante (do etnólogo). In. NOVAES, A., Org. O olhar. São Paulo: Companhia das Letras, s.d. CLIFFORD, JAMES L. A experiência etnográfica: antropologia e literatura no século XX. Rio de Janeiro: UFRJ, LÉVI-STRAUSS, Claude. De perto e de longe. São Paulo: Cosac Naify, Longe do Brasil. São Paulo: Editora Unesp,

5 Requisitos Tristes trópicos. Trad. Rosa Freire D'Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras, NITRINI, Sandra. Viagens reais, viagens literárias. (Escritores brasileiros na França). Literatura e Sociedade. São Paulo: USP, n. 3. pp ONFRAY, Michel. Teoria da viagem; poética da geografia. Porto Alegre: L&PM, TODOROV, Tzvetan. A viagem e seu relato. Revista de Letras. n. 39. São Paulo, UNESP, p

PERÍODO 83.1 / 87.2 PROGRAMA EMENTA:

PERÍODO 83.1 / 87.2 PROGRAMA EMENTA: UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PERÍODO 83.1 / 87.2 EMENTA: Os gêneros literários: divisão e evolução. Caracterização segundo critérios intrínsecos e / ou extrínsecos. A teoria clássica e as teorias modernas

Leia mais

LITERATURA INFANTIL E JUVENIL

LITERATURA INFANTIL E JUVENIL LITERATURA INFANTIL E JUVENIL Ementa Considerações sobre a especificidade da literatura infantil. Relação texto e ilustração. Memória e formas de narrar no passado e no presente. Literatura e performance:

Leia mais

DISCIPLINA DE LITERATURA OBJETIVOS: 1ª Série

DISCIPLINA DE LITERATURA OBJETIVOS: 1ª Série DISCIPLINA DE LITERATURA OBJETIVOS: 1ª Série Possibilitar reflexões de cunho histórico-cultural por meio da literatura, entendendo o processo de formação desta no Brasil e no ocidente. Explorar variedades

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas ANDRADE, Carlos Drummond de (org.). A lição do amigo: cartas de Mário de Andrade a Carlos Drummond de Andrade. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1982.. Antologia Poética.

Leia mais

DISCIPLINA: HISTÓRIA E CRÍTICA LITERÁRIA: RELAÇÕES CULTURAIS ENTRE BRASIL E PORTUGAL

DISCIPLINA: HISTÓRIA E CRÍTICA LITERÁRIA: RELAÇÕES CULTURAIS ENTRE BRASIL E PORTUGAL DISCIPLINA: HISTÓRIA E CRÍTICA LITERÁRIA: RELAÇÕES CULTURAIS ENTRE BRASIL E PORTUGAL NÚMERO DE CRÉDITOS: 08 créditos CARGA HORÁRIA: 120 h/a DOCENTE RESPONSÁVEL: Dr. Marcio Roberto Pereira EMENTA A proposta

Leia mais

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: a Literatura no Enem. Literatura Brasileira 3ª série EM Prof.: Flávia Guerra

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: a Literatura no Enem. Literatura Brasileira 3ª série EM Prof.: Flávia Guerra Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: a Literatura no Enem Literatura Brasileira 3ª série EM Prof.: Flávia Guerra Competência de área 4 Compreender a arte como saber cultural e estético gerador de significação

Leia mais

Cultura e política: debates contemporâneos sobre Ementa conceito de cultura, etnocentrismo, identidade e Requ DOCENTE(S) VALIDADE

Cultura e política: debates contemporâneos sobre Ementa conceito de cultura, etnocentrismo, identidade e Requ DOCENTE(S) VALIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS SCH DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA EMENTA DE DISCIPLINA Codigo HS 099 Carga Horária Disciplina ANTROPOLOGIA E DINÂMICAS DA CULTURA Teóricas Práticas

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS CLÁSSICAS E VERNÁCULAS DISCIPLINAS DE PÓS-GRADUAÇÃO OFERECIDAS NO 2º SEMESTRE DE 2017 Programa: 8156 ESTUDOS

Leia mais

Bárbara da Silva. Literatura. Modernismo II

Bárbara da Silva. Literatura. Modernismo II Bárbara da Silva Literatura Modernismo II Em 1930 tiveram início os 15 anos de ditadura da ditadura de Getúlio Vargas. Com o intuito de obter o apoio das massas, Vargas adota uma série de medidas populistas,

Leia mais

9 Referências bibliográficas

9 Referências bibliográficas 9 Referências bibliográficas ANDRADE, Carlos Drummond de. Poesia Completa, Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2002.. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1982.. Carta a Alphonsus de Guimaraens, em 03

Leia mais

Os autores. Marilene Weinhardt

Os autores. Marilene Weinhardt Os autores Marilene Weinhardt SciELO Books / SciELO Livros / SciELO Libros WEINHARDT, M., org. Os autores. In: Ficções contemporâneas: histórias e memórias [online]. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2015, pp.

Leia mais

Mário de Andrade escritor/leitor e sua enciclopédia particular

Mário de Andrade escritor/leitor e sua enciclopédia particular Mário de Andrade escritor/leitor e sua enciclopédia particular Marcos Antonio de Moraes (Coordenador) Tatiana Longo Figueiredo (Ministrante) PROGRAMA 12 de novembro Mário de Andrade escritor/leitor, sua

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS 2017 / 2018

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS 2017 / 2018 DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS 2017 / 2018 PLANIFICAÇÃO PORTUGUÊS -12º ANO Unidade 0 Diagnose. Artigo de opinião..texto de opinião. Identificar temas e ideias principais. Fazer inferências. Texto poético: estrofe,

Leia mais

FACULDADE INTERDISCIPLINAR DE HUMANIDADES CURSO: BACHARELADO EM HUMANIDADES CURSOS: LICENCIATURAS GEOGRAFIA, HISTÓRIA, LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS,

FACULDADE INTERDISCIPLINAR DE HUMANIDADES CURSO: BACHARELADO EM HUMANIDADES CURSOS: LICENCIATURAS GEOGRAFIA, HISTÓRIA, LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS, FACULDADE INTERDISCIPLINAR DE HUMANIDADES CURSO: BACHARELADO EM HUMANIDADES CURSOS: LICENCIATURAS GEOGRAFIA, HISTÓRIA, LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS, LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL, PEDAGOGIA EIXO DE FORMAÇÃO DE

Leia mais

No elevador penso na roça, na roça penso no elevador. (Carlos Drummond)

No elevador penso na roça, na roça penso no elevador. (Carlos Drummond) FIGURAS DE LINGUAGEM No elevador penso na roça, na roça penso no elevador. A roda anda e desanda, e não pode parar. Jazem no fundo, as culpas: morrem os justos, no ar. (Cecília Meireles) Ganhei (perdi)

Leia mais

Referências biliográficas

Referências biliográficas Referências biliográficas Adorno, Theodor. O fetichismo na música e a regressão da audição. Os Pensadores. Volume XLVIII. São Paulo: Abril Cultural e Industrial, 1975. Agostinho, Santo. Confissões. Os

Leia mais

PROPOSTA CURSO DE LETRAS HORÁRIO 2017

PROPOSTA CURSO DE LETRAS HORÁRIO 2017 CURSO DE LETRAS 1 ANO - 1º SEMESTRE - PERÍODO DIURNO E NOTURNO Estudos Literários I LTE5028 Variação e Mudança Linguísticas LNG5027 Língua Alemã I *LEM5108 Introdução à Língua Italiana: noções gerais *LEM5152

Leia mais

O DIÁLOGO ENTRE LITERATURA E FILOSOFIA NA FICÇÃO BRASILEIRA DO SÉCULO XX

O DIÁLOGO ENTRE LITERATURA E FILOSOFIA NA FICÇÃO BRASILEIRA DO SÉCULO XX PROJETO DE PESQUISA O DIÁLOGO ENTRE LITERATURA E FILOSOFIA NA FICÇÃO BRASILEIRA DO SÉCULO XX Profª. Ms. Patrícia Chanely da Silva Ricarte Coordenadora Prof. Paulo Alberto da Silva Sales Colaborador Acadêmica:

Leia mais

Paradidático DESAFIOS DE CORDEL (ILUSTRAÇÕES FERNANDO VILELA) AUTOR: CÉSAR OBEID / EDITORA: FTD

Paradidático DESAFIOS DE CORDEL (ILUSTRAÇÕES FERNANDO VILELA) AUTOR: CÉSAR OBEID / EDITORA: FTD Segue a lista de livros paradidáticos que serão utilizados pelos alunos do 5º ano no decorrer do Paradidático DESAFIOS DE CORDEL (ILUSTRAÇÕES FERNANDO VILELA) AUTOR: CÉSAR OBEID / Mês MARÇO Realizar a

Leia mais

Literatura e Turismo: Viagens, relatos e itinerários

Literatura e Turismo: Viagens, relatos e itinerários Literatura e Turismo: Viagens, relatos e itinerários N. DL: 410644/16 Título: Literatura e Turismo: Viagens, relatos e itinerários Autor: Rita Baleiro, Sílvia Quinteiro e Isabel Dâmaso Santos Tipo: Monografia

Leia mais

HORÁRIO DO CURSO DE LETRAS PERÍODOS DIURNO E NOTURNO ANO LETIVO DE º ANO/1º SEMESTRE

HORÁRIO DO CURSO DE LETRAS PERÍODOS DIURNO E NOTURNO ANO LETIVO DE º ANO/1º SEMESTRE HORÁRIO DO CURSO DE LETRAS PERÍODOS DIURNO E NOTURNO ANO LETIVO DE 2014 1º ANO/1º SEMESTRE 2 aulas) Observação: Leitura e Produção de Textos I * * (LNG1050) Habilidades Básicas Integradas do Inglês: Produção

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: DIREITO, ECONOMIA E PEDAGOGIA 2. EMENTA 3.

1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: DIREITO, ECONOMIA E PEDAGOGIA 2. EMENTA 3. 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA NOME DO CURSO: DIREITO, ECONOMIA E PEDAGOGIA 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 A construção do conhecimento

Leia mais

CARGA HORÁRIA TOTAL: 45h DOCENTE RESPONSÁVEL: GOLBERY DE OLIVEIRA CHAGAS AGUIAR RODRIGUES

CARGA HORÁRIA TOTAL: 45h DOCENTE RESPONSÁVEL: GOLBERY DE OLIVEIRA CHAGAS AGUIAR RODRIGUES PLANO DE DISCIPLINA IDENTIFICAÇÃO CURSO: LICENCIATURA EM LETRAS A DISTÂNCIA COM HABILITAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA: LITERATURA PORTUGUESA II PRÉ-REQUISITO: LITERATURA PORTUGUESA I UNIDADE CURRICULAR:

Leia mais

Nádina Aparecida Moreno. Berenice Quinzani Jordão. Editora da Universidade Estadual de Londrina. Maria Helena de Moura Arias

Nádina Aparecida Moreno. Berenice Quinzani Jordão. Editora da Universidade Estadual de Londrina. Maria Helena de Moura Arias Reitora Vice-Reitora Nádina Aparecida Moreno Berenice Quinzani Jordão Editora da Universidade Estadual de Londrina Diretora Conselho Editorial Maria Helena de Moura Arias Ângela Pereira Teixeira Victória

Leia mais

ISSN. Revista de Literatura, História e Memória

ISSN. Revista de Literatura, História e Memória ISSN 1809-5313 Revista de Literatura, 444 < < < < < = = = = = > > > > >????? @@@@@ AAAAA B B B B B > > > > > CCCCC DDDDD C C C C C @@@@@ @@@@@ BBBBB EEEEE DDDDD C C C C C < < < < < DDDDD FFFFF CCCCC GGGGG

Leia mais

FACULDADE SUMARÉ PLANO D ENSINO

FACULDADE SUMARÉ PLANO D ENSINO FACULDADE SUMARÉ PLANO D ENSINO Cursos: Licenciatura em Letras Língua Portuguesa Disciplina: Literatura Brasileira III Carga Horária: 50h Semestre Letivo / Turno: 5º semestre Professora: Jucimeire Ramos

Leia mais

LINHA DE PESQUISA: Práticas Educativas, Políticas Educacionais e Inclusão

LINHA DE PESQUISA: Práticas Educativas, Políticas Educacionais e Inclusão 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS CATALÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO Av. Lamartine P. Avelar, 1.120. Setor Universitário

Leia mais

Plano de Ensino. Seriação ideal 1

Plano de Ensino. Seriação ideal 1 Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas Ênfase Identificação Disciplina 0003208 - Filosofia Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento Departamento de Ciências Humanas

Leia mais

ANTROPOLOGIA. CIÊNCIAS SOCIAIS - Licenciatura LADY SELMA FERREIRA ALBERNAZ MONITOR RICARDO BANDEIRA DE MELO

ANTROPOLOGIA. CIÊNCIAS SOCIAIS - Licenciatura LADY SELMA FERREIRA ALBERNAZ MONITOR RICARDO BANDEIRA DE MELO UFPE PROACAD DCA PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA PERÍODO LETIVO: 2012.2 DEPARTAMENTO: Antropologia e Museologia DISCIPLINA CÓDIGO AM076 ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA TEÓRICA 60 H PRÁTICA CRÉD 04 TURMA IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

A construção do tempo nacional na historiografia brasileira do século XIX Estágio docente da doutoranda Nathália Sanglard

A construção do tempo nacional na historiografia brasileira do século XIX Estágio docente da doutoranda Nathália Sanglard UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA A construção do tempo nacional na historiografia brasileira do século XIX Estágio docente da doutoranda Nathália Sanglard Ementa:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES MESTRADO EM LITERATURA E INTERCULTURALIDADE PLANO DE CURSO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES MESTRADO EM LITERATURA E INTERCULTURALIDADE PLANO DE CURSO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA UEPB CENTRO DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE LETRAS E ARTES MESTRADO EM LITERATURA E INTERCULTURALIDADE Componente Curricular: MITOCRÍTICA E MITANÁLISE Carga Horária: 45 HORAS

Leia mais

A recepção televisiva em pesquisas historiográficas: apontamentos teóricos-metodológicos

A recepção televisiva em pesquisas historiográficas: apontamentos teóricos-metodológicos A recepção televisiva em pesquisas historiográficas: apontamentos teóricos-metodológicos Monise Cristina Berno Mestranda Unesp/Assis Resumo Esta comunicação busca apresentar minhas reflexões sobre trabalhos

Leia mais

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro;

2. 1 A poesia trovadoresca - Leitura de cantigas de amor e de amigo semântico, sintático, lexical e sonoro; EIXO TEMÁTICO: 1 TEXTO LITERÁRIO E NÃO LITERÁRIO 1) Analisar o texto em todas as suas dimensões: semântica, sintática, lexical e sonora. 1. Diferenciar o texto literário do não-literário. 2. Diferenciar

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: 1º

1. IDENTIFICAÇÃO CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: 1º 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 1º CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/DIREITO 2. EMENTA A evolução do conhecimento antropológico.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE TEORIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO DISCIPLINAS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO. 2011/2º semestre 1º

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE TEORIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO DISCIPLINAS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO. 2011/2º semestre 1º UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS DEPARTAMENTO DE TEORIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO DISCIPLINAS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA Cultura e Informação PROFESSOR Rubens Alves da Silva DEPARTAMENTO Teoria

Leia mais

CURSO DE DIREITO - UNIFACISA GABARITO OFICIAL - PROVA UNIFICADA 6º PERÍODO NOITE SEMESTRE

CURSO DE DIREITO - UNIFACISA GABARITO OFICIAL - PROVA UNIFICADA 6º PERÍODO NOITE SEMESTRE GABARITO OFICIAL - PROVA UNIFICADA 6º PERÍODO NOITE SEMESTRE 2017.2 DISCIPLINA: DIREITO CIVIL V DIREITOS REAIS CÓD. DISCIPLINA: 305610 PROFESSOR (A): CAROLINE SÁTIRO DE HOLANDA C B D D A C B DISCIPLINA:

Leia mais

Escola Secundária de Manuel da Fonseca, Santiago do Cacém Disciplina: Língua Portuguesa Planificação do Ano Lectivo 2008/2009 Ano: 9º

Escola Secundária de Manuel da Fonseca, Santiago do Cacém Disciplina: Língua Portuguesa Planificação do Ano Lectivo 2008/2009 Ano: 9º Relativos ao programa dos anos transactos e do ciclo de estudos. A História da Língua Portuguesa: do indo-europeu ao português moderno. alguns processos de transformação. o mundo lusófono O Texto Dramático:

Leia mais

Universidade Técnica de Angola

Universidade Técnica de Angola Universidade Técnica de Angola CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS TÓPICOS PARA O EXAME DE PORTUGUÊS ANO ACADÉMICO 2012 I. MORFOLOGIA o Classes de palavras: Determinantes, conjunções e pronominalização. o

Leia mais

O LUGAR DA INTERPRETAÇÃO E DA REFLEXÃO NA ANTROPOLOGIA

O LUGAR DA INTERPRETAÇÃO E DA REFLEXÃO NA ANTROPOLOGIA Universidade de Brasília Instituto de Ciências Sociais Departamento de Antropologia Disciplina: 135437 - Tópicos Especiais em Antropologia 5 (Perspectivas Interpretativas na Antropologia: uma disciplina

Leia mais

A vista incerta, Os ombros langues, Pierrot aperta As mãos exangues De encontro ao peito. (Manuel Bandeira)

A vista incerta, Os ombros langues, Pierrot aperta As mãos exangues De encontro ao peito. (Manuel Bandeira) SONORIDADE: FIGURAS E SENTIDO Alma minha gentil, que te partiste Tão cedo desta vida, descontente, Repousa lá no Céu eternamente E viva eu cá na terra sempre triste. (Luís de Camões) A vista incerta, Os

Leia mais

6. Referências Bibliográficas

6. Referências Bibliográficas 84 6. Referências Bibliográficas ALMEIDA, P. M. de. Carta para Carlos Drummond de Andrade. São Paulo, 10 de nov. de 1977. 5 f. Arquivo-Museu de Literatura Brasileira. Fundação Casa de Rui Barbosa. ANDRADE,

Leia mais

7. Referências Bibliográficas

7. Referências Bibliográficas 102 7. Referências Bibliográficas ANSERMET, François. Clínica da Origem: a criança entre a medicina e a psicanálise. [Opção Lacaniana n 02] Rio de Janeiro: Contra capa livraria, 2003. ARAÚJO, Marlenbe

Leia mais

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO

Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: Departamento de Geografia ANO/SEMESTRE: 2014.2 CURSO: Geografia FASE: 6ª DISCIPLINA:

Leia mais

Artigo 2 - O Curso de Letras habilitará o aluno em Português e uma Língua Estrangeira e suas respectivas literaturas.

Artigo 2 - O Curso de Letras habilitará o aluno em Português e uma Língua Estrangeira e suas respectivas literaturas. Resolução Unesp-41, de 12-7-2007 Publicada no D.O.E. de 13/07/2007 - Seção I pag 53 (Alterada pela Resolução UNESP 20 de 31-3-2009 Publicada no D.O.E. de 01/04/2009, Seção I, página 42 e Resolução UNESP

Leia mais

EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS. (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014).

EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS. (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014). EDITAL nº 020/2015 MESTRADO EM LETRAS (Recomendado pela CAPES na 156ª Reunião do CTC - dezembro/2014). DISCIPLINA ISOLADA 1º semestre de 2016 A Reitoria do CES/JF, no uso das atribuições que lhe foram

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PROGRAMA DE DISCIPLINA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO PRÓ-REITORIA DE ENSINO - Proen Av. José de Sá Maniçoba, s/nº. Centro - Caixa Postal 252 56304-205 - Petrolina-PE Telefone: (87) 21016758.

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Dados de Identificação Curso: JALPEAD Letras Português a Distância Código: JLEAD008. CH Prática: 15h

PLANO DE ENSINO. Dados de Identificação Curso: JALPEAD Letras Português a Distância Código: JLEAD008. CH Prática: 15h PLANO DE ENSINO Campus: Jaguarão Componente Curricular: Dados de Identificação Curso: JALPEAD Letras Português a Distância Código: JLEAD008 CCCG LEITURAS DO FATO LITERÁRIO II Pré-requisito(s): NÃO Docente:

Leia mais

NA PÁGINA 3 DO EDITAL ONDE SE LÊ: DO NÚMERO DE VAGAS

NA PÁGINA 3 DO EDITAL ONDE SE LÊ: DO NÚMERO DE VAGAS Errata 01 que insere vagas no Doutorado para a professora Maria de Fátima do Nascimento e altera as condições das vagas da professora Tânia Maria Pereira Sarmento Pantoja NA PÁGINA 3 DO EDITAL ONDE SE

Leia mais

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO. Professores: 2º SEMESTRE / 2014

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO. Professores: 2º SEMESTRE / 2014 FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO Curso: Licenciatura em Letras Língua ESpanhola Componente Curricular: Teoria da Literatura II Carga Horária: 50h Semestre/ Módulo: 2º semestre Professores: Período: 2º

Leia mais

LISTA DE MATERIAL º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

LISTA DE MATERIAL º ANO ENSINO FUNDAMENTAL LISTA DE MATERIAL 2017 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL 1 pasta fina de elástico para Ciências 8ª edição reformulada 2015 Gramática Texto Reflexão e uso 5ª edição reformulada Choice for teens, 6 Richmond - 2011

Leia mais

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP PLANO DE ENSINO Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo FESPSP I. IDENTIFICAÇÃO DISCIPLINA PLANO DE ENSINO SOCIOLOGIA VIII - Pensamento Sociológico Brasileiro CARGA HORÁRIA CURSO Sociologia e Política SEMESTRE

Leia mais

COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES: CH Teórica 60. CH Prática

COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES: CH Teórica 60. CH Prática COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES: Teórica Prática EAD Pré-requisitos 1. Aquisição do Português por Lusofalantes 2. Discurso e Educação Ambiental 3. Drama em Língua a 4. Drama em Língua Inglesa 5.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL PLANO DE ENSINO 2012-1 DISCIPLINA: Antropologia PROFESSOR: Ms. Clóvis Da Rolt I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h II EMENTA A partir de uma perspectiva histórico-evolutiva, a disciplina

Leia mais

Dossiê Indivíduo, Individualismo e Cultura

Dossiê Indivíduo, Individualismo e Cultura ISSN 1517-6916 CAOS Revista Eletrônica de Ciências Sociais Número 7 Setembro de 2004 Pág. 1-6 Dossiê Indivíduo, Individualismo e Cultura Apresentação Antropologia das Sociedades Contemporâneas: resultados

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DAN261 Folclore e Danças Brasileiras III

Programa Analítico de Disciplina DAN261 Folclore e Danças Brasileiras III Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Artes e Humanidades - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de História

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de História MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de História Laboratório de Pesquisa e Ensino em História Contemporânea II (HH 130) Créditos:

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2012/1º SEMESTRE (Aprovada pela Resolução CONSEPE nº 09, de 09 de fevereiro de 2012)

ESTRUTURA CURRICULAR 2012/1º SEMESTRE (Aprovada pela Resolução CONSEPE nº 09, de 09 de fevereiro de 2012) UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE INTERDISICPLINAR DE HUMANIDADES CURSO DE GRADUAÇÃO: PEDAGOGIA ESTRUTURA CURRICULAR 2012/1º SEMESTRE (Aprovada pela Resolução CONSEPE nº

Leia mais

DEPTO. CIÊNCIAS SOCIAIS

DEPTO. CIÊNCIAS SOCIAIS UNIDADE 1 - DESENVOLVIMENTO HISTÓRICO E CARACTERÍSTICAS ESPECÍFICAS DAS CIÊNCIAS SOCIAIS 1.1 - Surgimento, evolução e classificação das Ciências Sociais no decurso histórico. 1.2 - "Ciências Sociais" versus

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: I

1. IDENTIFICAÇÃO 2. EMENTA 3. OBJETIVOS CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 PERÍODO: I 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: I CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: ANTROPOLOGIA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 NOME DO CURSO: DIREITO/ECONOMIA/PEDAGOGIA 2. EMENTA A evolução do conhecimento antropológico.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. curso: BACHARELADO EM ESTÉTICA E TEORIA DO TEATRO. disciplina: ESTUDOS DO LUGAR TEATRAL. eixo: EIXO CÊNICO-DRAMATÚRGICO

PROGRAMA DE DISCIPLINA. curso: BACHARELADO EM ESTÉTICA E TEORIA DO TEATRO. disciplina: ESTUDOS DO LUGAR TEATRAL. eixo: EIXO CÊNICO-DRAMATÚRGICO PROGRAMA DE DISCIPLINA curso: BACHARELADO EM ESTÉTICA E TEORIA DO TEATRO disciplina: ESTUDOS DO LUGAR TEATRAL departamento: TEORIA DO TEATRO eixo: EIXO CÊNICO-DRAMATÚRGICO código: ATT0037 período recomendado:

Leia mais

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1

PROGRAMA GERAL DO COMPONENTE CURRICULAR- PGCC 1 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - SEEC UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE - UERN Pró-Reitoria de Ensino de Graduação PROEG Home Page: http://www.uern.br

Leia mais

difusão cdie bibliográfica setembro 2016 centro de documentação e informação em educação

difusão cdie bibliográfica setembro 2016 centro de documentação e informação em educação dge difusão 72 bibliográfica setembro 2016 cdie centro de documentação e informação em educação Travessa das Terras de Sant Ana, 15 1250-269 Lisboa tel: 213 895 117/8 fax: 213 895 299 Estes registos bibliográficos

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Período: 88.2 89.2 EMENTA: Linhas gerais da Vanguarda Européia; coordenadas históricas do Brasil do século XX. Antecedentes da Semana de Arte Moderna e aspectos estético e ideológicos do Movimento Modernista

Leia mais

Literatura e Turismo: Turistas, viajantes e lugares literários

Literatura e Turismo: Turistas, viajantes e lugares literários Literatura e Turismo: Turistas, viajantes e lugares literários N. DL: 410643/16 Título: Literatura e Turismo: Turistas, viajantes e lugares literários Autor: Sílvia Quinteiro, Rita Baleiro e Isabel Dâmaso

Leia mais

Os Novos do Suplemento: Liberdade e Experimentalismo Viviane Monteiro Maroca (UFMG) Leituras rosianas Moderadora: Claudia Campos Soares (UFMG)

Os Novos do Suplemento: Liberdade e Experimentalismo Viviane Monteiro Maroca (UFMG) Leituras rosianas Moderadora: Claudia Campos Soares (UFMG) VI SEMINÁRIO DE PESQUISA DE LITERATURA BRASILEIRA II SEMINÁRIO MINAS GERAIS - DIÁLOGOS MINAS GERAIS: ITINERÁRIOS E CAMINHOS 09:00 10:30 Auditório 1007 29 de agosto de 2013 Palestra Minas Gerais e a sede

Leia mais

Unesp PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA - ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ENSINO DE CIÊNCIAS. Plano de Ensino

Unesp PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA - ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ENSINO DE CIÊNCIAS. Plano de Ensino Unesp PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA - ÁREA DE CONCENTRAÇÃO ENSINO DE CIÊNCIAS Plano de Ensino Designação da Disciplina: Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência Domínio Específico ( X )

Leia mais

FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO DE DISCIPLINAS

FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO DE DISCIPLINAS Ministério da Educação e do Desporto Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação FORMULÁRIO PARA CRIAÇÃO DE DISCIPLINAS 1 2 Curso Geografia Código: 35 3 4 Modalidade(s): Licenciatura/Bacharelado

Leia mais

O ROMANTISMO. O Romantismo é um movimento surgido na Europa e, a partir dela, no Brasil, no fim do

O ROMANTISMO. O Romantismo é um movimento surgido na Europa e, a partir dela, no Brasil, no fim do ROMANTISMO O ROMANTISMO O Romantismo é um movimento surgido na Europa e, a partir dela, no Brasil, no fim do século XVIII. Perdura até meados do século XIX. Opunhase ao classicismo, ao racionalismo e Iluminismo.

Leia mais

PROGRAMA. Fundamentos da pesquisa de campo a partir do estudo dos autores clássicos;

PROGRAMA. Fundamentos da pesquisa de campo a partir do estudo dos autores clássicos; Disciplina: Pesquisa de campo em Antropologia FLA 0306. Profas. Ana Claudia Duarte Rocha Marques 2º semestre de 2015. Vespertino e Noturno (segundas-feiras à tarde e à noite) PROGRAMA A disciplina tem

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE GEOGRAFIA/2014 1

PLANO DE ENSINO DE GEOGRAFIA/2014 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE ENSINO E PESQUISA APLICADA À EDUCAÇÃO ÁREA DE CIÊNCIAS HUMANAS E FILOSOFIA SUBÁREA DE GEOGRAFIA PLANO DE ENSINO DE GEOGRAFIA/2014 1 Série:

Leia mais

Tópicos Especiais em Museologia I 60 4

Tópicos Especiais em Museologia I 60 4 UFPE PROACAD DCA PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA PERÍODO LETIVO:2013.1 DEPARTAMENTO: Departamento de Antropologia e Museologia DISCIPLINA CARGA HORÁRIA CRÉD CÓDIGO NOME TEÓRICA PRÁTICA MUSL 0013 Tópicos

Leia mais

IV Encontro Nacional de História do Pensamento Geográfico & II Encontro Nacional de Geografia Histórica

IV Encontro Nacional de História do Pensamento Geográfico & II Encontro Nacional de Geografia Histórica IV Encontro Nacional de História do Pensamento Geográfico & II Encontro Nacional de Geografia Histórica Colégio Técnico da UFMG 5 a 9 de dezembro de 2016 PROGRAMAÇÃO É com grande alegria apresentamos a

Leia mais

PRODUÇÃO EDITORIAL E ENSINO DE HISTÓRIA ( )

PRODUÇÃO EDITORIAL E ENSINO DE HISTÓRIA ( ) PRODUÇÃO EDITORIAL E ENSINO DE HISTÓRIA (1982-2016) Vitória Azevedo da Fonseca Neste trabalho, apresentamos um mapeamento da produção editorial relacionada ao ensino de História, no período de 1982 a 2016.

Leia mais

NSTITUTO DE ILOSOFIA & IÊNCIAS UMANAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS - 44

NSTITUTO DE ILOSOFIA & IÊNCIAS UMANAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS - 44 NSTITUTO DE ILOSOFIA & IÊNCIAS UMANAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS - 44 2 o. Semestre de 2006 DISCIPLINA CÓDIGO / TURMA HZ 242B NOME Pensamento Político Clássico PRÉ-REQUISITOS HZ141 CARGA HORÁRIA:

Leia mais

SESSÃO 5 LITERATURA E IDENTIDADE

SESSÃO 5 LITERATURA E IDENTIDADE SESSÃO 5 LITERATURA E IDENTIDADE ESQUECER, RECORDAR: A LITERATUA E A FORMAÇÃO IDENTITÁRIA NACIONAL Davi Santana de Lara 1 A presente comunicação se propõe fazer uma reflexão sobre o papel da memória no

Leia mais

88 R E V I S T A U S P, S Ã O P A U L O ( 3 8 ) : , J U N H O / A G O S T O

88 R E V I S T A U S P, S Ã O P A U L O ( 3 8 ) : , J U N H O / A G O S T O A presente bibliografia foi elaborada por ROGÉRIO FAUSTTINO, graduando em Ciências Sociais da FFLCH-USP e ex-pesquisador do Acervo José Honório Rodrigues no Centro de Documentação do Instituto de Estudos

Leia mais

09 DE OUTUBRO (QUINTA-FEIRA)

09 DE OUTUBRO (QUINTA-FEIRA) 09 DE OUTUBRO (QUINTA-FEIRA) PALESTRAS PALESTRA PALESTRANTE O artesanato em Mato Grosso do Sul Gilberto Luiz Alves 10h30 Leitura e Literatura: Estratégia de Compreensão Renata Junqueira 16h PAVILHÃO DO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓREITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓREITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PLANO DE ENSINO UNIDADE ACADÊMICA: Faculdade de Ciências Sociais CURSO: DISCIPLINA: Antropologia 1 CARGA HORÁRIA SEMANAL: CARGA HORÁRIA TOTAL: 64 ANO/SEMESTRE: 2017/1

Leia mais

O curso não tem qualquer pretensão de completude, apenas pretende pensar alguns tópicos sobre o pensamento conceitual no Brasil, sobre o Brasil.

O curso não tem qualquer pretensão de completude, apenas pretende pensar alguns tópicos sobre o pensamento conceitual no Brasil, sobre o Brasil. Universidade de Brasília Departamento de Filosofia Curso de Filosofia Disciplina: História da Filosofia no (optativa grupo 3, currículo antigo/optativa para o currículo novo) Professora: Priscila Rufinoni...ou

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Flávia de Mattos Motta

PLANO DE ENSINO. Flávia de Mattos Motta Universidade do Estado de Santa Catarina UDESCCentro de Ciências Humanas e da Educação FAED PLANO DE ENSINO DEPARTAMENTO: Departamento de Ciências Humanas ANO/SEMESTRE 2013.2 CURSO: Pedagogia FASE: 2ª

Leia mais

FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO

FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO AUH-119 "HISTÓRIA DA PAISAGEM BRASILEIRA" Prof. José Pedro de Oliveira Costa

Leia mais

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE:

Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: PLANO DA DISCIPLINA COMPONENTE CURRICULAR: Língua Portuguesa e Literatura Brasileira CURSO: Técnico Integrado em Controle Ambiental SÉRIE: 1º Ano CARGA HORÁRIA: 100 h.r. EMENTA Estudos de Fonética e Fonologia

Leia mais

O livro na sociedade, a sociedade no livro: pensando sociologicamente a literatura

O livro na sociedade, a sociedade no livro: pensando sociologicamente a literatura O livro na sociedade, a sociedade no livro: pensando sociologicamente a literatura Laura Garbini Both Mestre em Antropologia Social UFPR Profa. da UNIBRASIL laura.both@unibrasil.com.br No nosso dia-a-dia

Leia mais

III COLÓQUIO DE HUMANIDADES: OLHARES SOBRE A EFLCH E SEU PROJETO PEDAGÓGICO

III COLÓQUIO DE HUMANIDADES: OLHARES SOBRE A EFLCH E SEU PROJETO PEDAGÓGICO III COLÓQUIO DE HUMANIDADES: OLHARES SOBRE A EFLCH E SEU PROJETO PEDAGÓGICO Prof. Dr. Daniel Arias Vazquez Profa. Dra. Marineide de Oliveira Gomes (Direção Acadêmica) APRESENTAÇÃO I Processo de revisão

Leia mais

A constituição da Antropologia como ciência. Diversidade cultural, relativismo e etnocentrismo. Evolucionismo. Críticas ao Evolucionismo.

A constituição da Antropologia como ciência. Diversidade cultural, relativismo e etnocentrismo. Evolucionismo. Críticas ao Evolucionismo. Disciplina: Introdução à Antropologia (Antropologia I) Período: 2006/1 Profa. Sandra Jacqueline Stoll EMENTA A constituição da Antropologia como ciência. Diversidade cultural, relativismo e etnocentrismo.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL PLANO DE ENSINO 2012-1 DISCIPLINA: Ciência Política PROFESSOR: Alan Dutra de Melo I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h II EMENTA O estudo da ciência política. A sociedade e o Estado. A população

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA/PROGRAMA

FICHA DE DISCIPLINA/PROGRAMA Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Educação Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado/Doutorado E-Mail : ppged@faced.ufu.br Av. João Naves de Ávila, nº 2121 Campus Stª Mônica Bloco G.

Leia mais

Revista Metalinguagens, ISSN , n. 5, Maio 2016, pp Entrevista com Norma Seltzer Goldstein, por Eliana Roda Pessoa Ferreira.

Revista Metalinguagens, ISSN , n. 5, Maio 2016, pp Entrevista com Norma Seltzer Goldstein, por Eliana Roda Pessoa Ferreira. ENTREVISTA Por: Eliana Roda Pessoa Ferreira 1 NORMA SELTZER GOLDSTEIN 2 Doutora em Letras FFLCH USP Docente do Programa de Pós-graduação em Filologia e Língua Portuguesa FFLCH USP São Paulo SP Brasil Professora

Leia mais

BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015

BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015 BIBLIOTECA IRMÃ AGLAÉ Mostra Literária 29 e 30 de Abril de 2015 Infantil II Releitura dos livros: - Muitas Bolhas - Água Viva - A chuvarada Educação Infantil Infantil III Releitura dos livros: - O mistério

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS PLANO DE ENSINO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO CÓDIGO UNIDADE 042 CÓD. CURSO CURSO 42501 COMUNICAÇÃO SOCIAL HAB: JORNALISMO CÓD. DISC. DISCIPLINA ETAPA CH SEM CH TOTAL SEM/ANO 121.3211.1 HISTÓRIA DA ARTE E DA CULTURA PROFESSOR (A) OBJETIVOS 2ª 02 34

Leia mais

EDITAL Nº 01/2017 ML/PNPD SELEÇÃO DE BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO MODALIDADE PNPD/CAPES

EDITAL Nº 01/2017 ML/PNPD SELEÇÃO DE BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO MODALIDADE PNPD/CAPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS COORDENAÇÃO DO MESTRADO ACADÊMICO EM LETRAS Campus Universitário Poeta Torquato Neto Bairro Pirajá Teresina-PI

Leia mais

A HORA DOS ESCRITORES PERNAMBUCANOS: MOTIVANDO A LEITURA LITERÁRIA NA ESCOLA MYLLENA KARINA MIRANDA DOS SANTOS

A HORA DOS ESCRITORES PERNAMBUCANOS: MOTIVANDO A LEITURA LITERÁRIA NA ESCOLA MYLLENA KARINA MIRANDA DOS SANTOS 1 A HORA DOS ESCRITORES PERNAMBUCANOS: MOTIVANDO A LEITURA LITERÁRIA NA ESCOLA MYLLENA KARINA MIRANDA DOS SANTOS Introdução Neste trabalho, pretende-se relatar a experiência que está sendo vivenciada por

Leia mais

2016 O Lugar do Outro. Múltiplo Espaço de Arte, Rio de Janeiro, Brasil Modulações, Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, Brasil

2016 O Lugar do Outro. Múltiplo Espaço de Arte, Rio de Janeiro, Brasil Modulações, Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, Brasil CASSIO MICHALANY São Paulo, SP, 1949 vive e trabalha em São Paulo EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS 2016 O Lugar do Outro. Múltiplo Espaço de Arte, Rio de Janeiro, Brasil 2014 Pintura-objeto. Galeria Raquel Arnaud,

Leia mais

II Partilhar para Crescer: Encontro de Bibliotecas do Distrito de Coimbra. Apresentação da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital

II Partilhar para Crescer: Encontro de Bibliotecas do Distrito de Coimbra. Apresentação da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital II Partilhar para Crescer: Encontro de Bibliotecas do Distrito de Coimbra Apresentação da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital A Biblioteca Pública deve estar centrada nas pessoas: instituição

Leia mais

PLANO DE ENSINO. [Digite aqui] Copyrights Direito de uso reservado à Faculdade Sumaré

PLANO DE ENSINO. [Digite aqui] Copyrights Direito de uso reservado à Faculdade Sumaré PLANO DE ENSINO Curso: Pedagogia Disciplina: História da Educação Carga Horária: 50 horas Semestre Letivo / Turno: 1º Semestre Professoras: Período: 1º semestre de 2015 Dados de acordo com o Projeto do

Leia mais

CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA

CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA CURSO ANO LETIVO PERIODO/ANO Departamento de Letras 2017 4º CÓDIGO DISCIPLINA CARGA HORÁRIA Literatura Brasileira III 04h/a xxx xxx 60 h/a xxx xxx EMENTA Visão das estéticas modernas do pré-modernismo

Leia mais

Universidade Federal Fluminense Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de História

Universidade Federal Fluminense Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de História 1 Universidade Federal Fluminense Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de História Curso: GHT00548 - PROCESSO DE CENTRALIZAÇÃO MONÁRQUICA NA BAIXA IDADE MÉDIA Turma: A1 Horário: 3as e

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas. Ênfase

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas. Ênfase Curso 1903N - Comunicação Social: Relações Públicas Ênfase Identificação Disciplina 0003202A - História da Comunicação Docente(s) Maria Cristina Gobbi Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Unidade II: O modernismo no Brasil

PLANO DE ENSINO. Unidade II: O modernismo no Brasil PLANO DE ENSINO CURSO: Letras PERÍODO: 2 /2009 DISCIPLINA: Literatura Brasileira Moderna e Contemporânea CARGA HORÁRIA: 60 horas CRÉDITOS: 03 PROFESSOR: Marcos de Jesus Oliveira (Mestre em Literatura/UnB.

Leia mais