Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A."

Transcrição

1 Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010

2 Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Conteúdo Balanços patrimoniais regulatórios e societários 3 Demonstrações regulatórias de resultados 4 Notas explicativas às demonstrações contábeis regulatórias 5-12 Quadros.xlsx 2

3 Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. Notas explicativas às demonstrações contábeis regulatórias Exercícios findos em 31 de dezembro 2011 e 2010 (Em milhares de Reais) 1 Contexto operacional A Empresa de Transmissão do Alto Uruguai S.A. ( ETAU ou Companhia ) é uma sociedade anônima de capital fechado constituída em 7 de maio de 2002, que tem como objeto principal a exploração da concessão de serviços públicos de transmissão relativos à linha de transmissão de energia elétrica denominada Campos Novos/Santa Marta de 230 kv, bem como das entradas de linhas e instalações associadas a esta, localizadas nas subestações de Santa Marta - RS, Lagoa Vermelha - RS, Barra Grande - RS e Campos Novos - SC, conforme estabelecido no Edital de Leilão nº 002/2002, emitido pela Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL. Em 18 de dezembro de 2002 a Companhia assinou, junto à ANEEL, o contrato de concessão nº 082/2002 para construção, operação e manutenção da linha de transmissão pelo prazo de 30 anos. A linha de transmissão de 230 kv tem extensão aproximada de 188 km, com origem na subestação de Lagoa Vermelha - RS e término na subestação Santa Marta - RS, fazendo parte do Sistema Interligado Nacional (SIN). A construção da linha de transmissão foi iniciada ao longo do exercício de 2002 e foi concluída em 1º de setembro de Controladores - Possuem o controle compartilhado, através de acordo de acionistas, da Companhia os acionistas: Transmissora Aliança de Energia Elétrica S.A ( Taesa ), Eletrosul Centrais Elétricas S.A. ( Eletrosul ), DME Energética S.A. ( DME ) e Companhia Estadual de Energia Elétrica ( CEEE ). 2 Base de elaboração 2.1 Declaração de conformidade A Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL ainda não reconheceu as novas práticas relacionadas às interpretações contidas no IFRIC 12 - Service Concession Arrangements, referente a contabilização nas concessões de serviço público (correlacionada à interpretação técnica brasileira ICPC 01 (R1) - Contratos de Concessão), como também, discordou do não reconhecimento dos ativos e passivos regulatórios, por não se enquadrarem ao IASB (CPC 00 - Estrutura Conceitual). Com isso, a ANEEL publicou a Resolução Normativa nº 396/2010, instituindo a contabilidade regulatória e aprovando alterações no Manual de Contabilidade do Setor Elétrico, instituído pela Resolução ANEEL n 444, que entrou em vigor a partir de 1º de

4 janeiro de Tal resolução está fundamentada no entendimento que as novas práticas contábeis não refletem consistentemente com as práticas e disposições regulatórias da ANEEL, além de dificultar a aplicação da fiscalização econômico financeira. Em consequência, as concessionárias, além de efetuarem registros contábeis societários de acordo com o BRGAAP, deverão ainda manter os registros e demonstrações contábeis regulatórias de acordo com a Resolução Normativa N 396. A ANEEL publicou o Despacho nº 4.991, de 29 de dezembro de 2011, determinando às concessionárias do serviço público de energia elétrica a elaborarem e publicarem as informações contábeis e econômico-financeiras para as demonstrações contábeis relativas ao exercício de 2011 para fins regulatórios de acordo com o Manual de Contabilidade do Setor Elétrico, instituído pela Resolução ANEEL n 444. Em atendimento ao despacho citado, a Companhia elaborou as demonstrações contábeis regulatórias e as notas explicativas que devem ser lidas em conjunto com as demonstrações societárias, que contém informações adicionais às divulgadas neste relatório e que foram publicadas na Imprensa Oficial em 27 de fevereiro de Bases de preparação e apresentação das demonstrações contábeis regulatórias As demonstrações contábeis regulatórias estão sendo apresentadas de acordo com as disposições contidas no Manual de Contabilidade do Setor elétrico, instituído pela Resolução nº 444 de 26 de outubro de 2011, Resolução normativa nº 396 de 23 de fevereiro de 2010 e Despacho nº de 29 de dezembro de Todos os valores apresentados nestas demonstrações contábeis estão expressos em milhares de reais, exceto quando indicado de outro modo. O objetivo desse relatório é demonstrar as principais diferenças entre as demonstrações societárias e regulatórias. 3 Ativo financeiro A Companhia registrou um ativo financeiro a receber do Poder Concedente devido ao direito incondicional de receber caixa ao final da concessão, conforme previsto em contrato, a título de indenização pelos serviços de construção efetuados e não recebidos pela prestação de serviços relacionados à concessão. Ativo financeiro - Circulante (17.826) (15.813) Ativo financeiro - Não circulante ( ) (95.222) ( ) ( ) Para fins regulatórios, os saldos do ativo financeiro foram ajustados, eliminando assim os efeitos do ICPC 01. 6

5 4 Impostos e contribuições diferidos Ativo - Não circulante IR - (25) CSLL - (13) - (38) Passivo - Não circulante IR (176) - CSLL (95) - (271) - Para fins regulatórios, foram ajustados saldos no ativo e no passivo de imposto de renda e contribuições sociais diferidos oriundos dos efeitos do ICPC Imobilizado Em 31 de dezembro de 2011, foi ajustado o montante de R$ (R$ em 31 de dezembro de 2010), cujos valores foram transferidos do Ativo financeiro para o Ativo Imobilizado, visando a reversão dos efeitos do ICPC 01 (R1). O quadro abaixo representa o imobilizado regulatório, isento de qualquer efeito do ICPC 01 (R1). Em serviço Terrenos Edif., obras civis e benfeitorias Máquinas e equipamentos Móveis e utensílios (-) Reintegração acumulada Edif., obras civis e benfeitorias (334) (280) Máquinas e equipamentos (20.795) (17.590) Moveis e utensílios (27) (22) (21.156) (17.892) Em curso Faixa de servidão Móveis e utensílios Máquinas e equipamentos A ratear - - 7

6 Material em depósito Adiantamento a fornecedores Depósitos judiciais Subtotal Obrigações vinc.ao serviço público (3.375) (3.476) Total do imobilizado Intangível Em 31 de dezembro de 2011, foi ajustado o montante de R$ 604 (R$ 605 em 31 de dezembro de 2010), cujos valores foram transferidos do Ativo financeiro para o Ativo Intangível, visando a reversão dos efeitos do ICPC 01 (R1) - contratos de concessão. O quadro abaixo representa o intangível regulatório, isento de qualquer efeito do ICPC 01 (R1). Em serviço Intangíveis (-) Reintegração acumulada Intangíveis (3) (2) Total do intangível Tributos diferidos Passivo - não circulante PIS (55) (4) Cofins (251) (18) (306) (22) Para fins regulatórios, foram ajustados saldos no passivo de PIS e COFINS diferidos oriundos dos efeitos do ICPC 01 (R1). 8

7 8 Patrimônio líquido Reservas de lucros (18.872) (7.710) (18.872) (7.710) Para fins regulatórios, foram ajustados saldos nas contas de patrimônio líquido, eliminando assim os efeitos do ICPC 01 (R1). Tais ajustes surgem pelo fato de o resultado regulatório ser diferente do resultado societário, gerando assim diferentes distribuições do resultado. 9 Receita operacional bruta Disponibilização do sistema de Transmissão Operação e manutenção (11.698) (11.593) Remuneração do ativo financeiro (26.683) (17.092) (8.808) (623) Para fins regulatórios, foram ajustados saldos referentes às receitas de Operação e manutenção, Remuneração do ativo financeiro e foi constituído um saldo da Receita de Disponibilização do sistema de transmissão, eliminando assim os efeitos do ICPC 01 (R1). Refere-se à tarifa cobrada dos agentes do setor elétrico, incluindo os consumidores livres ligados na alta tensão, pela disponibilização da rede básica de transmissão, de propriedade da Companhia, associada ao sistema interligado brasileiro. Os valores a serem recebidos estão registrados no ativo, na rubrica de Consumidores, concessionárias e permissionárias. 10 Custos operacionais Material - Custo de operação e manutenção Depreciação (3.163) (3.163) Amortização (1) (1) Outros - (270) (2.947) (3.434) Para fins regulatórios, foram ajustados saldos de contas contábeis no grupo de Custos Operacionais no resultado, visando eliminar os efeitos do ICPC 01 (R1). Os ajustes foram aplicados nas contas de Custo de operação e manutenção, depreciação e amortização. Os custos de construção foram desreconhecidos para fins regulatórios. As despesas com depreciação e amortização foram reconhecidas para fins regulatórios. 9

8 11 Impostos e contribuições diferidos Imposto de renda Contribuição social Foram ajustados saldos no resultado de IR e CSLL diferidos oriundos dos efeitos do ICPC 01 (R1). 10

Nordeste Transmissora de Energia S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010

Nordeste Transmissora de Energia S.A. Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Demonstrações contábeis regulatórias em 31 de dezembro de 2011 e 2010 Conteúdo Balanços patrimoniais Demonstrações de resultados 2

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS DEZEMBRO 2013 Exercícios findos em 31 de Dezembro de 2013 e 2012. Valores expressos em milhares de reais. SUMÁRIO Demonstrações Financeiras Regulatórias Balanços Patrimoniais

Leia mais

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011

Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011 Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S.A. Demonstrações Financeiras Regulatórias em 31 de Dezembro de 2012 e 2011 EMPRESA DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA VALE PARANAPANEMA S.A. DEMONSTRAÇÕES

Leia mais

COMPANHIA LUZ E FORÇA DE MOCOCA

COMPANHIA LUZ E FORÇA DE MOCOCA Concessionária: COMPANHIA LUZ E FORÇA DE MOCOCA Balanço patrimonial societário e regulatório em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 (Em milhares de reais) ATIVO Circulante Societário Regulatória Regulatório

Leia mais

Societário. Societário

Societário. Societário Concessionária: COMPANHIA SUL PAULISTA DE ENERGIA Balanço patrimonial societário e regulatório em 31 de dezembro de 2011 e de 2010 (Em milhares de reais) ATIVO Circulante Societário Regulatória Regulatório

Leia mais

AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias

AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias 31 de dezembro de 2012 e 2011 31 de dezembro de 2012 e 2011 Índice Demonstrações contábeis regulatórias Balanços patrimoniais

Leia mais

Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias

Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias 31 de dezembro de 2011 e 2010 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS 31 de dezembro de 2011 e 2010 Índice Demonstrações

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS ENERGIA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS Endereço: Rua Albino Pinto, 292 - Santo Antônio CEP 95860-000 Taquari-RS Fone/Fax: (51) 3653.6600 - Disque-Certaja: 0800 541 6185 certaja@certaja.com.br - www.certaja.com.br

Leia mais

ESDE - Empresa Santos Dumont de Energia S/A

ESDE - Empresa Santos Dumont de Energia S/A BALANÇO PATRIMONIAL REGULATÓRIO 31 de dezembro de 2013 e 2012 Nota 2013 2012 Ativo Circulante Caixa e equivalentes de caixa 11.209 11.696 Títulos e valores mobiliários 1.215 - Contas a receber ativo financeiro

Leia mais

414 ECTE - Empresa Catarinense de Transmissão de Energia S.A

414 ECTE - Empresa Catarinense de Transmissão de Energia S.A 414 ECTE - Empresa Catarinense de Transmissão de Energia S.A Balanços patrimoniais regulatórios 31 de dezembro de 2012 e 2011 (Valores expressos em milhares de reais) Nota 31/12/12 31/12/11 Ativo Circulante

Leia mais

STC Sistema de Transmissão Catarinense S.A. BALANÇOS PATRIMONIAIS REGULATÓRIOS 31 de dezembro de 2011 e 2010 (Valores expressos em milhares de reais)

STC Sistema de Transmissão Catarinense S.A. BALANÇOS PATRIMONIAIS REGULATÓRIOS 31 de dezembro de 2011 e 2010 (Valores expressos em milhares de reais) STC Sistema de Transmissão Catarinense S.A BALANÇOS PATRIMONIAIS REGULATÓRIOS 31 de dezembro de 2011 e 2010 (Valores expressos em milhares de reais) 7 STC Sistema de Transmissão Catarinense S.A DEMONSTRAÇÃO

Leia mais

CNPJ /

CNPJ / 1 CNPJ 07.522.669/0001-92 Demonstrações Contábeis Regulatórias dos Exercícios findos em 31 de dezembro de 2012 e 2011 Conteúdo Balanço Patrimonial Regulatório 3 Demonstração do Resultado Regulatória 5

Leia mais

RIO GRANDE ENERGIA S.A. NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E DE

RIO GRANDE ENERGIA S.A. NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E DE RIO GRANDE ENERGIA S.A. NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS PARA OS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E DE 2012 (Valores expressos em milhares de reais, exceto quando indicado

Leia mais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.431 27.730 Fornecedores

Leia mais

COPEL. Copel Distribuição S.A.

COPEL. Copel Distribuição S.A. COPEL Copel Distribuição S.A. CNPJ/MF 04.368.898/0001-06 Inscrição Estadual 90.233.073-99 Subsidiária Integral da Companhia Paranaense de Energia Copel www.copel.com copel@copel.com Rua José Izidoro Biazetto,

Leia mais

COPEL. Copel Distribuição S.A.

COPEL. Copel Distribuição S.A. CNPJ/MF 04.368.898/0001-06 Inscrição Estadual 90.233.073-99 Subsidiária Integral da Companhia Paranaense de Energia Copel www.copel.com copel@copel.com Rua José Izidoro Biazetto, 158 Bloco C - Mossunguê

Leia mais

Empresa Amazonense de Transmissão de Energia S.A EATE

Empresa Amazonense de Transmissão de Energia S.A EATE Empresa Amazonense de Transmissão de Energia S.A EATE BALANÇOS PATRIMONIAIS REGULATÓRIOS 31 de dezembro de 2011 e 2010 (Valores expressos em milhares de reais) 7 Empresa Amazonense de Transmissão de Energia

Leia mais

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005

ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. ELETRONUCLEAR CNPJ: / DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 ELETROBRÁS TERMONUCLEAR S.A. CNPJ: 42.540.2 11/000 1-6 7 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/09/2005 BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO A T I V O 2005 2004 CIRCULANTE Numerário disponível 805 12.378 Aplicações

Leia mais

Energisa Paraíba Distribuidora de Energia S/A

Energisa Paraíba Distribuidora de Energia S/A Energisa Paraíba Distribuidora de Energia S/A Demonstrações Contábeis Regulatórias de 2012 Índice: I Demonstrações contábeis regulatórias 3-6 II Notas Explicativas 7-14 Energisa Paraíba Distribuidora de

Leia mais

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A.

A Geradora Aluguel de Máquinas S.A. Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo Passivo e patrimônio líquido Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.888 67.330 Fornecedores 4.797 8.340 Aplicações financeiras 3.341

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 ATIVO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades

Leia mais

SBC Valorização de Resíduos S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e de 2013

SBC Valorização de Resíduos S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e de 2013 SBC Valorização de Resíduos S.A. 31 de dezembro de 2014 e 2013 Notas explicativas às demonstrações financeiras (Valores expressos em milhares de Reais) 1 Contexto operacional A SBC Valorização de Resíduos

Leia mais

Companhia de Energia do Estado do Tocantins - CELTINS

Companhia de Energia do Estado do Tocantins - CELTINS Companhia de Energia do Estado do Tocantins - CELTINS Relatório sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados conforme determinado no Manual de Orientação dos Trabalhos de Auditoria das Demonstrações

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS. Períodos findos em 31 de Dezembro de 2012 e Valores expressos em milhares de reais.

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS. Períodos findos em 31 de Dezembro de 2012 e Valores expressos em milhares de reais. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS Períodos findos em 31 de Dezembro de 2012 e 2011. Valores expressos em milhares de reais. SUMÁRIO Demonstrações Contábeis Regulatórias Balanços Patrimoniais Regulatórios...03

Leia mais

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Elekeiroz S.. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Balanço patrimonial tivo Circulante Nota 31 de dezembro de 2013 31 de

Leia mais

ESTUDO DE CASO. Os Novos Ajustes da Lei

ESTUDO DE CASO. Os Novos Ajustes da Lei ESTUDO DE CASO Os Novos Ajustes da Lei 11.638 Os Novos Ajustes da Lei 11.638 As demonstrações financeiras foram elaboradas com base nas práticas contábeis adotadas no Brasil e normas da Comissão de Valores

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ FRAS-LE SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 3 Demonstração do Resultado Abrangente 4 Demonstração do Fluxo de Caixa 5 Demonstração das Mutações

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 ATIVO NE 31/12/2013 31/12/2012 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 85.142.911 86.881.544

Leia mais

https://www.rad.cvm.gov.br/enet/frmprotocolo.aspx?codigoinstituicao=1&numero...

https://www.rad.cvm.gov.br/enet/frmprotocolo.aspx?codigoinstituicao=1&numero... ENET Protocolo Página 1 de 1 https://www.rad.cvm.gov.br/enet/frmprotocolo.aspx?codigoinstituicao=1&numero... 15/08/2011 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial

Leia mais

ATIVO

ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL DOS SEMESTRES FINDOS EM 30 DE JUNHO CONTROLADORA CONSOLIDADO ATIVO CIRCULANTE Numerário disponível 5.803 1.361 17.311 8.292 Aplicações no mercado aberto 1.216.028 665.948 1.216.530

Leia mais

Os impactos da convergência contábil (IFRS) no setor elétrico. Leonardo George de Magalhães Superintendente de Controladoria

Os impactos da convergência contábil (IFRS) no setor elétrico. Leonardo George de Magalhães Superintendente de Controladoria Os impactos da convergência contábil (IFRS) no setor elétrico Leonardo George de Magalhães Superintendente de Controladoria Convergência brasileira para o IFRS uma tsunami Até 2006 O IFRS era utilizado

Leia mais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais

Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Restoque Comércio e Confecções de Roupas S.A. Balanço Patrimonial Consolidado em 31 de dezembro de 2014 Em milhares de reais Ativo Passivo e Patrimônio Líquido Circulante R$ Circulante R$ Caixa e equivalentes

Leia mais

FATO RELEVANTE CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A CNPJ: / COMPANHIA ABERTA

FATO RELEVANTE CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A CNPJ: / COMPANHIA ABERTA CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS S/A CNPJ: 00.001.180/0001-26 COMPANHIA ABERTA Centrais Elétricas Brasileiras S/A ( Companhia ou Eletrobras ) esclarece aos seus acionistas e ao mercado em geral que, conforme

Leia mais

BANDEIRANTE ENERGIA S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E Sumário

BANDEIRANTE ENERGIA S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E Sumário BANDEIRANTE ENERGIA S.A. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS REGULATÓRIAS 31 DE DEZEMBRO DE 2014 E 2013 Sumário Demonstrações contábeis regulatórias... 2 Balanços patrimoniais regulatório e societário... 2 Demonstrações

Leia mais

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016

Energisa Borborema - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2016 Resultados do 1º trimestre de 2016 Cataguases, 13 de maio de 2016 A Administração da ( Energisa Borborema ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras

Leia mais

ATIVO Nota PASSIVO Nota

ATIVO Nota PASSIVO Nota Balanços patrimoniais ATIVO Nota 2016 2015 PASSIVO Nota 2016 2015 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa 165 528 Recursos a serem aplicados em projetos 7 23.836 23.413 Caixa e equivalentes

Leia mais

Mudanças significativas nas práticas contábeis e efeitos significativos das alterações em práticas contábeis 1. - Efeitos da adoção das IFRS

Mudanças significativas nas práticas contábeis e efeitos significativos das alterações em práticas contábeis 1. - Efeitos da adoção das IFRS Mudanças significativas nas práticas contábeis e efeitos significativos das alterações em práticas contábeis 1. - Efeitos da adoção das IFRS nas demonstrações contábeis consolidadas 2. - Aplicação do IFRS

Leia mais

I - Balanço Patrimonial

I - Balanço Patrimonial Demonstrações Contábeis em 31 de Dezembro de 2014 e 2013 I - Balanço Patrimonial ATIVO 2014 2013 Circulante 710.267,47 1.103.060,67 Caixa e Equivalentes de Caixa 469.524,27 676.608,73 Consumidores, Concessionárias

Leia mais

Acer Consultores em Imóveis S/A

Acer Consultores em Imóveis S/A Acer Consultores em Imóveis S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e 31 de Dezembro de 2006 e 2005 Parecer dos auditores independentes Aos

Leia mais

Cachoeira Paulista Transmissora de Energia S.A. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO REFERENTE AO PERÍODO FINDO EM 30 DE SETEMBRO DE 2016

Cachoeira Paulista Transmissora de Energia S.A. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO REFERENTE AO PERÍODO FINDO EM 30 DE SETEMBRO DE 2016 Cachoeira Paulista Transmissora de Energia S.A. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO REFERENTE AO PERÍODO FINDO EM 30 DE SETEMBRO DE 2016 (Em milhares de reais, exceto quando especificado) Carta do Diretor de Relações

Leia mais

31/03/ /12/ /03/ /12/2015 Caixa e Bancos Aplicações financeiras

31/03/ /12/ /03/ /12/2015 Caixa e Bancos Aplicações financeiras NOTAS EXPLICATIVAS DAS INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS - ITR (Em milhares de Reais, exceto quando indicado de outra forma) 1 - CONTEXTO OPERACIONAL Bicicletas Monark S.A. ( Companhia ) tem por objetivo a industrialização

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS - CEAL CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO

COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS - CEAL CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO Legislação Societária CIRCULANTE Numerário disponível 8.081 6.646 Consumidores e revendedores 83.995 67.906 Devedores

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 ATIVO NE 31/12/2015 31/12/2014 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2015 31/12/2014 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 90.705.601 82.095.096

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 28 DE FEVEREIRO DE 2011 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 46 Fornecedores 41.785 Aplicações Financeiras 5.541 Provisão

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JULHO DE 2013 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Bancos 314 Fornecedores 36.047 Aplicações Financeiras 2.323 Provisão Férias

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BICICLETAS MONARK SA Versão : 3. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BICICLETAS MONARK SA Versão : 3. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 7 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/ LOJAS AMERICANAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1. Balanço Patrimonial Passivo 2 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 2 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 6 Demonstração do Fluxo de Caixa 7 Demonstração das Mutações

Leia mais

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 (Em R$ Mil)

CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 (Em R$ Mil) CNPJ 47.902.648/0001-17 CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE NOVEMBRO DE 2009 ATIVO PASSIVO CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e Bancos 207 Fornecedores 34.860 Aplicações Financeiras 4.887 Provisão Férias e Encargos

Leia mais

Nivelamento de Conceitos Contábeis

Nivelamento de Conceitos Contábeis Nivelamento de Conceitos Contábeis Demonstrações Contábeis Balanço Patrimonial - BP Demonstração de Resultado do Exercício - DRE Demonstração dos Fluxos de Caixa DFC Substituiu a Demonstração das Origens

Leia mais

Odebrecht Serviços e Participações S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009

Odebrecht Serviços e Participações S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 Odebrecht Serviços e Participações S.A. Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 Balanço patrimonial em 31 de dezembro de 2009 Em milhares de reais Ativo Passivo e patrimônio líquido Não circulante

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ CPFL GERAÇÃO DE ENERGIA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ CPFL GERAÇÃO DE ENERGIA S/A Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE DFC. As demonstrações contábeis da Empresa Cosmos, sociedade anônima de capital aberto, em X2, eram os seguintes:

EXERCICIOS SOBRE DFC. As demonstrações contábeis da Empresa Cosmos, sociedade anônima de capital aberto, em X2, eram os seguintes: EXERCICIOS SOBRE DFC As demonstrações contábeis da Empresa Cosmos, sociedade anônima de capital aberto, em 31.12.X2, eram os seguintes: ATIVO X1 X2 PASSIVO X1 X2 Disponível 3.000 1.500 Fornecedores 54.000

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2016 e 2015: Descrição 1T16 1T15 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2016 e 2015: Descrição 1T16 1T15 Variação % Resultados do 1º trimestre de 2016 Guarapuava, 13 de maio de 2016 A Administração da ( CFLO ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre (1T16). As informações financeiras e operacionais

Leia mais

EARNINGS RELEASE 3T17

EARNINGS RELEASE 3T17 Recuperação do Lucro Líquido e margem EBITDA crescendo em torno de 10 p.p.. São Paulo, 31 de Outubro de 2017 - A Inbrands S.A. ( Inbrands ou Companhia ), uma empresa brasileira consolidadora e operadora

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ CENTRAIS ELETRICAS BRASILEIRAS SA Versão : 1. Balanço Patrimonial Ativo 1 Índice DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 1 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente 8 Demonstração do Fluxo de Caixa 9 Demonstração das Mutações

Leia mais

PRINCIPAIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

PRINCIPAIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS PRINCIPAIS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Prof. Flávio Smania Ferreira 5 termo ADMINISTRAÇÃO GERAL e-mail: flavioferreira@live.estacio.br blog: http://flaviosferreira.wordpress.com Demonstrações Contábeis: Representa

Leia mais

FUNDAÇÃO DE APOIO A EDUCAÇÃO PESQUISA DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO FLUMINENSE-PRO-IFF CNPJ SOB O Nº /

FUNDAÇÃO DE APOIO A EDUCAÇÃO PESQUISA DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO FLUMINENSE-PRO-IFF CNPJ SOB O Nº / FUNDAÇÃO DE APOIO A EDUCAÇÃO PESQUISA DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO FLUMINENSE-PRO-IFF 1 Contexto operacional CNPJ SOB O Nº 04.016.579/0001-31 NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM

Leia mais

Tribunais - Exercícios AFO e Direito Financeiro Exercício - Contabilidade Alexandre Américo

Tribunais - Exercícios AFO e Direito Financeiro Exercício - Contabilidade Alexandre Américo Tribunais - Exercícios AFO e Direito Financeiro Exercício - Contabilidade Alexandre Américo 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MÓDULO DE QUESTÕES DE CONTABILIDADE

Leia mais

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 (Em R$ Mil)

CNPJ / CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 (Em R$ Mil) CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE JUNHO DE 2017 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 23.605 Fornecedores 29.103 Contas a Receber 7.623 Provisão Férias

Leia mais

CPC 26 Apresentações de Demonstrações Contábeis-Balanço

CPC 26 Apresentações de Demonstrações Contábeis-Balanço CPC CPC 26 Apresentações de Demonstrações Contábeis-Balanço Este Pronunciamento Técnico não prescreve a ordem ou o formato que deva ser utilizado na apresentação das contas do balanço patrimonial, mas

Leia mais

Demonstrações Contábeis Regulatórias elaboradas de acordo com o Manual de Contabilidade do Setor Elétrico Interligação Elétrica Garanhuns S.A.

Demonstrações Contábeis Regulatórias elaboradas de acordo com o Manual de Contabilidade do Setor Elétrico Interligação Elétrica Garanhuns S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias elaboradas de acordo com o Manual de Contabilidade do Setor Elétrico Interligação Elétrica Garanhuns S.A. 31 de dezembro de 2015 com Relatório dos Auditores Independentes

Leia mais

NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PARA AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PARA AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS NORMAS INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE PARA AS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS Antônio Carlos Palácios Vice Presidente Técnico CRCRS O tema no contexto da CONVERGÊNCIA das Normas Contábeis A CRONOLOGIA DA CONVERGÊNCIA

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE MAIO DE 2016 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 7.061 Fornecedores 33.947 Contas a Receber 41.832

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ MULTIPLUS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/ MULTIPLUS SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2. Balanço Patrimonial Ativo 3 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL AÇÃO SOCIAL NOSSA SENHORA APARECIDA DO MANTIQUEIRA CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL AÇÃO SOCIAL NOSSA SENHORA APARECIDA DO MANTIQUEIRA CNPJ: Folha 59 BALANÇO PATRIMONIAL (Valores expressos em milhares de reais) ATIVO 2009 2008 PASSIVO 2009 2008 CIRCULANTE CIRCULANTE Caixa 13 2.938 Empréstimos e financiamentos Banco 3.874 6.202 Fornecedores

Leia mais

CENTRAL EÓLICA SANTA MÔNICA SPE S.A.

CENTRAL EÓLICA SANTA MÔNICA SPE S.A. CENTRAL EÓLICA SANTA MÔNICA SPE S.A. Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31 de dezembro de 2016 e 2015 CNPJ n.º 16.849.271/0001-56 NIRE 42 3 0004280-3 Endereço: Rua

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL MOVIMENTO COMUNITARIO DA SEARA CNPJ:

BALANÇO PATRIMONIAL MOVIMENTO COMUNITARIO DA SEARA CNPJ: Folha 126 BALANÇO PATRIMONIAL MOVIMENTO COMUNITARIO DA SEARA Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de MOVIMENTO COMUNITARIO DA SEARA Demontrações Contabeis em 31 de Dezembro de (Valores expressos em

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras 75º edição 1 de Abril de 214 à 31 de março de 215 Balanço Anual Ativos Ativos circulante Caixa Títulos a receber Contas a receber mobiliários Produtos Materia-Prima Trabalhos

Leia mais

Oxiteno S. A. Indústria e Comércio e Sociedades Controladas

Oxiteno S. A. Indústria e Comércio e Sociedades Controladas O x i t e n o Balanço patrimonial em 31 de dezembro C o n s o l i d a d o A t i v o 2001 2000 C i r c u l a n t e Caixa e bancos 8. 469 5. 522 Aplicações financeiras 380. 134 376. 287 Contas a receber

Leia mais

CENTRAL EÓLICA CACIMBAS S.A.

CENTRAL EÓLICA CACIMBAS S.A. CENTRAL EÓLICA CACIMBAS S.A. Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31 de dezembro de 2015 e 2014 CNPJ n.º 13.389.543/0001-94 NIRE 42 3 0004269-2 Endereço: Rua Paschoal

Leia mais

CENTRAL EÓLICA ESTRELA S.A.

CENTRAL EÓLICA ESTRELA S.A. CENTRAL EÓLICA ESTRELA S.A. Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31 de dezembro de 2015 e 2014 CNPJ n.º 09.265.464/0001-02 NIRE 42 3 0004268-4 Endereço: Rua Paschoal

Leia mais

Transparência Brasil. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Transparência Brasil. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Transparência Brasil Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes 31 de Dezembro de 2006 e de 2005 1 Parecer dos auditores independentes Aos conselheiros da Transparência

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/2003

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/2003 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31/03/ BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO MARÇO DEZEMBRO 2002 CIRCULANTE Numerário disponível 22.737 3.583 Aplicações no mercado aberto 35.350 67.299 Consumidores e revendedores 562.440

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2017 2016 Passivo e patrimônio líquido 2017 2016 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 50.383 78.050 Fornecedores 22.725 23.096 Contas

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ AMBEV S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 5 Demonstração do Resultado 8 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Energisa Tocantins - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2015

Energisa Tocantins - Distribuidora de Energia S/A Resultados do 1º trimestre de 2015 Resultados do 1º trimestre de 2015 Palmas, 15 de maio de 2015 A Administração da ( Energisa Tocantins ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre de 2015 (1T15). As informações financeiras

Leia mais

MATRINCHÃ TRANSMISSORA DE ENERGIA (TP NORTE) S.A.

MATRINCHÃ TRANSMISSORA DE ENERGIA (TP NORTE) S.A. MATRINCHÃ TRANSMISSORA DE ENERGIA (TP NORTE) S.A. RELATÓRIO SOBRE A APLICAÇÃO DE PROCEDIMENTOS PREVIAMENTE ACORDADOS PARA ATENDIMENTO AO DESPACHO ANEEL Nº 4.991/11 E OFÍCIO 507/12, RELATIVO AO MANUAL DE

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS CONTABILIDADE AVANÇADA 1/2017 Exercício de Fixação 1

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS CONTABILIDADE AVANÇADA 1/2017 Exercício de Fixação 1 Exercício de Fixação 1 Questão 1: (Auditor Fiscal da Receita Estadual SEFAZ-RJ, 2014): Determinada empresa comercial apresentava as seguintes informações referentes ao primeiro semestre de 2013: Sabe-se

Leia mais

Gas Brasiliano Distribuidora S.A.

Gas Brasiliano Distribuidora S.A. Balanço patrimonial em 31 de março (não auditado) Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 78.050 132.536 Fornecedores 23.096 19.064 Contas

Leia mais

CENTRAL EÓLICA OURO VERDE S.A.

CENTRAL EÓLICA OURO VERDE S.A. CENTRAL EÓLICA OURO VERDE S.A. Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31 de dezembro de 2015 e 2014 CNPJ n.º 16.849.271/0001-56 NIRE 42 3 0004280-3 Endereço: Rua Paschoal

Leia mais

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2015 e 2014: Descrição 1T15 1T14 Variação %

Resume-se a seguir o desempenho econômico-financeiro da Companhia no primeiro trimestre de 2015 e 2014: Descrição 1T15 1T14 Variação % Resultados do 1º trimestre de 2015 São Paulo, 15 de maio de 2015 A Administração da Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A ( EDEVP ou Companhia ) apresenta os resultados do primeiro trimestre

Leia mais

Informe aos Investidores 1T16 Anexo

Informe aos Investidores 1T16 Anexo Informe aos Investidores 1T16 Anexo Versão 1.0 11/05/2016 1 Sumário Página IV.Informações das Empresas Eletrobras 03 V.Dados de Mercado das Empresas Eletrobras 51 VI. Dados de Geração 52 VII. Dados de

Leia mais

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO CET - BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE JANEIRO DE 2016 CNPJ 47.902.648/0001-17 ATIVO PASSIVO ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 2.956 Fornecedores 38.696 Contas a Receber 53.851

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

USINA TERMELÉTRICA PAMPA SUL S.A.

USINA TERMELÉTRICA PAMPA SUL S.A. USINA TERMELÉTRICA PAMPA SUL S.A. Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis dos exercícios findos em 31 de dezembro de 2015 e 2014 CNPJ nº 04.739.720/0001-24 NIRE 42 3 0002610-7 Endereço: Rua

Leia mais

INSTITUTO ETHOS DE EMPRESAS E RESPONSABILIDADE SOCIAL DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. 31 de dezembro de 2003 e Índice

INSTITUTO ETHOS DE EMPRESAS E RESPONSABILIDADE SOCIAL DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS. 31 de dezembro de 2003 e Índice INSTITUTO ETHOS DE EMPRESAS E RESPONSABILIDADE SOCIAL DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Índice Parecer dos Auditores Independentes...1 Demonstrações Financeiras Auditadas Balanços Patrimoniais...2 Demonstrações

Leia mais

Demonstrações Contábeis Regulatórias - DCR Matrinchã Transmissora de Energia (TP Norte) S.A.

Demonstrações Contábeis Regulatórias - DCR Matrinchã Transmissora de Energia (TP Norte) S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias - DCR Matrinchã Transmissora de Energia (TP Norte) S.A. 31 de Dezembro de 2015 e 2014 Com o Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Contábeis Regulatórias

Leia mais

Disciplina: Economia Para Engenharia Elétrica (TE142) Cap. III AVALIAÇÃO DE PROJETOS E NEGÓCIOS Capítulo III.a. Depreciação do Ativo Imobilizado

Disciplina: Economia Para Engenharia Elétrica (TE142) Cap. III AVALIAÇÃO DE PROJETOS E NEGÓCIOS Capítulo III.a. Depreciação do Ativo Imobilizado Universidade Federal de Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Elétrica Disciplina: Economia Para Engenharia Elétrica (TE142) Cap. III AVALIAÇÃO DE PROJETOS E NEGÓCIOS Capítulo III.a. Depreciação

Leia mais

Associação dos Apoiadores do Comitê de Aquisições e Fusões - ACAF Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores

Associação dos Apoiadores do Comitê de Aquisições e Fusões - ACAF Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores Associação dos Apoiadores do Comitê de Aquisições e Fusões - ACAF Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores independentes Relatório dos auditores independentes sobre

Leia mais

Geovane Camilo dos Santos

Geovane Camilo dos Santos Exercício de Fixação 1 Questão 1: (Auditor Fiscal da Receita Estadual SEFAZ-RJ, 2014): Determinada empresa comercial apresentava as seguintes informações referentes ao primeiro semestre de 2013: Sabe-se

Leia mais

CENTRAL EÓLICA SANTA MÔNICA SPE S.A.

CENTRAL EÓLICA SANTA MÔNICA SPE S.A. CENTRAL EÓLICA SANTA MÔNICA SPE S.A. Relatório da Administração e Demonstrações Contábeis do exercício findo em 31 de dezembro de 2015 e 2014 CNPJ n.º 16.849.271/0001-56 NIRE 42 3 0004280-3 Endereço: Rua

Leia mais

Capacitação em IFRS e CPCS. (Aspectos Práticos e Operacionais) Exercícios Módulo I

Capacitação em IFRS e CPCS. (Aspectos Práticos e Operacionais) Exercícios Módulo I Capacitação em IFRS e CPCS (Aspectos Práticos e Operacionais) Exercícios Módulo I 1. Publicação das Demonstrações Contábeis - A empresa Rio Preto Softwares S.A. é de capital fechado, está sediada no interior

Leia mais

IMPACTOS TRIBUTÁRIOS DA LEI /2014 NO SETOR ELÉTRICO

IMPACTOS TRIBUTÁRIOS DA LEI /2014 NO SETOR ELÉTRICO IMPACTOS TRIBUTÁRIOS DA LEI 12.973/2014 NO SETOR ELÉTRICO Sumário: Contratos de Concessão de Serviço Público (OCPC 05 e ICPC 01): PIS/Pasep e Cofins Regime Cumulativo e não-cumulativo: Atividade de Distribuição;

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BICICLETAS MONARK SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BICICLETAS MONARK SA Versão : 1. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 4 Demonstração do Resultado 6 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Balanço Patrimonial da Cia Salve&Kana

Balanço Patrimonial da Cia Salve&Kana Elaboração da DFC Método Direto A fim de possibilitar melhor entendimento, vamos desenvolver um exemplo passo a passo da montagem da DFC pelo método direto, tomando por base as informações a seguir: Balanço

Leia mais

Demonstrações Contábeis Regulatórias - DCR Ampla Energia e Serviços S.A.

Demonstrações Contábeis Regulatórias - DCR Ampla Energia e Serviços S.A. Demonstrações Contábeis Regulatórias - DCR Ampla Energia e Serviços S.A. 31 de dezembro de 2014 Com o Relatório dos Auditores Independentes sobre a Aplicação de Procedimentos Previamente Acordados para

Leia mais

Rumo S.A. Relatório de procedimentos previamente acordados

Rumo S.A. Relatório de procedimentos previamente acordados Relatório de procedimentos previamente acordados KPMG Auditores Independentes Maio de 2017 KPMG Auditores Independentes Rua Arquiteto Olavo Redig de Campos, 105, 6º andar - Torre A 04711-904 - São Paulo/SP

Leia mais

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia.

DESTAQUES. Após tornar-se efetiva a operação, a EDF Internacional remanescerá com 10% das ações da Companhia. Rio de Janeiro, Brasil, 25 de Julho de 2006 - A LIGHT S.A. ( LIGT3 ), controladora das empresas do GRUPO LIGHT, anuncia seu resultado relativo ao 1 Semestre de 2006. A cotação do dólar em 30/06/2006 era

Leia mais