COP COMUNICCATION ON PROGRESS PRINCÍPIOS DE DIREITOS HUMANOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COP COMUNICCATION ON PROGRESS PRINCÍPIOS DE DIREITOS HUMANOS"

Transcrição

1 COP COMUNICCATION ON PROGRESS PRINCÍPIOS DE DIREITOS HUMANOS O Capital Humano é o principal ativo da Porto Brasil. A ÉTICA e o RESPEITO ÀS PESSOAS são nossos valores principais. Procuramos orientar e apoiar as nossas ações no sentido de respeitarmos e cumprirmos as prerrogativas relacionadas aos Princípios de Direitos Humanos proclamados internacionalmente, ao mesmo tempo em que procuramos nos certificar para não sermos cúmplices de abusos dos referidos direitos. - Caixa de sugestões e portas abertas para comunicação com toda a equipe e liberdade de opinião; - Avaliação permanente de fornecedores, com cobrança de documentação que comprove adoção aos princípios dos Direitos Humanos; - Confeccionamos o PB Land, uma cartilha onde consta o treinamento básico sobre Direitos Humanos, que é entregue a cada colaborador no momento da admissão; Nunca nos deparamos com nenhuma situação, seja interna ou com parceiros de violação de Direitos Humanos. Rua Hilário Ribeiro, 202/903 - Moinhos de Vento - Porto Alegre / RS

2 COP COMUNICCATION ON PROGRESS PRINCÍPIOS DO TRABALHO A Porto Brasil se compromete a estar rigorosamente de acordo com toda a legislação trabalhista vigente. Toda a política de RH é divulgada através do PB Land, documento entregue a cada colaborador no momento de sua admissão. Seus principais pontos são garantir a cada colaborador: - A sua integração numa organização que valoriza e potencializa os princípios de igualdade, segurança, responsabilidade social e desenvolvimento profissional; - As condições de trabalho adequadas e compatíveis com as funções que cada um vai desempenhar; - A compatibilização entre a vida profissional e familiar; - O apoio aos seus planos de desenvolvimento de competências individuais e profissionais; - Elevados níveis de segurança, bem-estar e respeito mútuo entre toda a equipe Porto Brasil; - O cumprimento de todas as normas legais e de regulamentações aplicáveis à atividade e negócios da Porto Brasil, em matéria de legislação laboral, higiene e segurança no trabalho; - Liberdade de associação; - Atenção às suas sugestões e reclamações; - A rejeição de práticas discriminatórias, o trabalho infantil e trabalho forçado, respeitando as prescrições da OIT e dos Direitos Humanos. - Constante investimento em treinamento da pessoa responsável pelo RH da empresa; - Ampla liberdade de associação, inclusive mediando acordos especiais com o sindicato para os colaboradores; - Esclarecimento constante de dúvidas de colaboradores sobre a legislação trabalhista; - Implementação da descrição de cargos e funções, com remuneração equivalente para funções equivalentes; - Caixa de sugestões e portas abertas para comunicação com toda a equipe; - Nenhuma ação trabalhista nos últimos 5 anos. COP COMUNICCATION ON PROGRESS Rua Hilário Ribeiro, 202/903 - Moinhos de Vento - Porto Alegre / RS

3 PRINCÍPIOS AMBIENTAIS Nossa atividade não tem um impacto direto no ambiente. Trabalhamos com o princípio de ECOEFICIÊNCIA, também divulgado em nosso PB Land. Detalhamos procedimentos quanto a coleta seletiva, minimização de resíduos, economia de papel, e descarte de baterias, pilhas e eletrônicos. - Contínuo treinamento em Ecoeficiência para todos os colaboradores. Até o momento não tivermos nenhuma reclamação quanto ao descarte de nossos resíduos. PRINCÍPIOS ANTICORUPÇÃO A Ética é o nosso principal valor. Os princípios anticorrupção que norteiam as atividades desempenhadas pela nossa organização estão em harmonia com as prerrogativas descritas na Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, e têm como cerne o Princípio 10 do Pacto Global que descreve que as empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina. - Treinamento de funcionários quanto a importância deste quesito, inclusive formalizando uma política interna, PB LAND, que não permite recebimento de nenhum brinde/prêmio/viagem individual de fornecedores/parceiros. - Comunicação a empresas clientes registrando que não compactuamos com pedidos de cortesias para uso particular ou qualquer outro tipo de vantagem. - Respeito a políticas de compliance de todos os clientes. - Não houve registro de nenhuma situação nesta área nos últimos anos. Rua Hilário Ribeiro, 202/903 - Moinhos de Vento - Porto Alegre / RS

4 Rua Hilário Ribeiro, 202/903 - Moinhos de Vento - Porto Alegre / RS

5 Rua Hilário Ribeiro, 202/903 - Moinhos de Vento - Porto Alegre / RS

6 Rua Hilário Ribeiro, 202/903 - Moinhos de Vento - Porto Alegre / RS

COP UNIFORMES PARANÁ 2016/2017 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRESSO

COP UNIFORMES PARANÁ 2016/2017 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRESSO COP UNIFORMES PARANÁ 2016/2017 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRESSO CARTA DO GESTOR Lucas Peron O ano de 2016 foi de grandes conquistas para a Uniformes Paraná. Fizemos alterações em nossa planta fabril

Leia mais

Política de Direitos Humanos

Política de Direitos Humanos Política de Direitos Humanos Publicada em 23/11/2016 Resumo do documento: Esta política descreve as regras e diretrizes gerais da atuação dos funcionários do Banco para garantir a proteção e preservação

Leia mais

Declaração de Apoio Contínuo Amostra

Declaração de Apoio Contínuo Amostra Geral Período coberto pela sua Comunicação de Progresso (COP) De: A: Declaração de apoio continuado pelo Diretor Executivo (CEO) Forneça uma declaração do diretor executivo da sua empresa expressando apoio

Leia mais

POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS

POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir uns para com os outros com espírito de fraternidade.

Leia mais

Pacto Global das Nações Unidas - Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report)

Pacto Global das Nações Unidas - Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) Direitos Humanos 1 - Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos proclamados internacionalmente Assistência médica e odontológica A empresa oferece um plano de assistência médica e odontológica

Leia mais

RIEN SERVIÇOS MÉDICOS E NEFROLÓGICOS LTDA. COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COP PACTO GLOBAL PERÍODO: DE 24/12/2015 À 24/12/2016

RIEN SERVIÇOS MÉDICOS E NEFROLÓGICOS LTDA. COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COP PACTO GLOBAL PERÍODO: DE 24/12/2015 À 24/12/2016 RIEN SERVIÇOS MÉDICOS E NEFROLÓGICOS LTDA. COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COP PACTO GLOBAL PERÍODO: DE 24/12/2015 À 24/12/2016 DEZEMBRO DE 2016 DECLARAÇÃO DE APOIO CONTINUADO PELO DIRETOR EXECUTIVO Rio de Janeiro,

Leia mais

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) BPN Brasil Banco Múltiplo S.A. Ano: 2010

PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) BPN Brasil Banco Múltiplo S.A. Ano: 2010 PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS Relatório de Comunicação de Progresso (COP Report) BPN Brasil Banco Múltiplo S.A. Ano: 2010 P 1/8 BREVE DESCRITIVO DA NATUREZA DO NEGÓCIO BPN Brasil Banco Múltiplo S.A.

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO FORNECEDOR

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO FORNECEDOR CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DO FORNECEDOR Setembro de 2017. Código de Ética e Conduta do Fornecedor Prezado Fornecedor, Apresentamos o Código de Ética e Conduta do Fornecedor Wald. Ele tem por objetivo orientá-lo

Leia mais

Política de Compliance

Política de Compliance Política de Compliance 1 Objetivo O objetivo desta Política é estabelecer diretrizes e procedimentos que assegurem o cumprimento das normas de Compliance definidas pelo Grupo VEOLIA e, que essas normas

Leia mais

POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO

POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE E NÃO DISCRIMINAÇÃO A Petrol Industrial S/A está entre aquelas empresas que estão preocupadas com as questões trabalhistas, procurando adotar os Princípios de Direito

Leia mais

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016 1. OBJETIVOS Estabelecer os princípios e diretrizes que norteiam as ações de práticas socioambientais da Getnet nos negócios e na relação com todas as partes interessadas, incluindo as diretrizes para

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Página 1 de 6 Introdução O da Rotta Paletes busca o compromisso de alcançar seus objetivos empresariais com visão sempre na responsabilidade social, valorização do seu relacionamento com clientes, fornecedores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO EDF A energia elétrica não é uma mercadoria como outra qualquer. É por isso que sua geração, transmissão, distribuição e comercialização são assuntos do interesse de todos. Desde

Leia mais

Código de conduta empresarial. The Binding Site Group Limited. Março de 2017

Código de conduta empresarial. The Binding Site Group Limited. Março de 2017 Código de conduta empresarial The Binding Site Group Limited Março de 2017 O presente Código de conduta empresarial aplica-se a todos na The Binding Site Group Limited, incluindo as suas subsidiárias e

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental Página 1 de 7 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 2.1 BASE LEGAL... 3 2.2 DEFINIÇÕES... 3 2.3 ESCOPO DE AVALIAÇÃO... 4 2.4 GOVERNANÇA... 4 2.5 GERENCIAMENTO

Leia mais

Política de direitos humanos

Política de direitos humanos Política de direitos humanos Quando qualquer pessoa relacionada ao Grupo Enel, seja um funcionário, seja uma pessoa externa, considere que há uma situação contrária ao aqui exposto, pode comunicar o fato

Leia mais

Código de Conduta do Fornecedor da Novelis

Código de Conduta do Fornecedor da Novelis Código de Conduta do Fornecedor da Novelis Introdução A Novelis é o principal produtor mundial de laminados de alumínio e o líder global em reciclagem de alumínio. Ao fornecer uma vantagem material, estimular

Leia mais

1 Código de Conduta do Fornecedor

1 Código de Conduta do Fornecedor 1 Código de Conduta do Fornecedor 2 Código de Conduta do Fornecedor Índice 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS...03 2. DIRETRIZES...03 2.1. QUANTO À INTEGRIDADE NOS NEGÓCIOS...03 2.2. QUANTO À CORRUPÇÃO... 04 2.3.

Leia mais

1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO DO DIRETOR EXECUTIVO (PROPRIETÁRIO OU PRESIDENTE NO CASO DE PEQUENAS EMPRESAS)

1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO DO DIRETOR EXECUTIVO (PROPRIETÁRIO OU PRESIDENTE NO CASO DE PEQUENAS EMPRESAS) H.E. BanKi-moon Secretário Geral Nações Unidas Nova York, NY10017 EUA Referência: COMUNICAÇÃO DO PROGRESSO (COP - Communication on Progress) Período: 07/2015 à 06/2016 1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO

Leia mais

Comunicação sobre Progresso (Communication on Progress COP) 2017 para o Pacto Global das Nações Unidas (UN Global Compact)

Comunicação sobre Progresso (Communication on Progress COP) 2017 para o Pacto Global das Nações Unidas (UN Global Compact) Comunicação sobre Progresso (Communication on Progress COP) 2017 para o Pacto Global das Nações Unidas (UN Global Compact) Endura Partners Consultoria e Participações Ltda. Brasil Setor de Consultoria

Leia mais

VISÃO Ser referência em gestão de saúde e a maior em nossa região, até 2018.

VISÃO Ser referência em gestão de saúde e a maior em nossa região, até 2018. UNIMED VALE DAS ANTAS, RS - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE LTDA Ramo: Cooperativa Médica de Serviços de Saúde Período de Relato: de 25/02/2015 a 24/02/2016 E-mail: rh@valedasantas.unimed.com.br / gerencia@valedasantas.unimed.com.br

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO PARCEIRO DE NEGÓCIOS

CÓDIGO DE CONDUTA DO PARCEIRO DE NEGÓCIOS CÓDIGO DE CONDUTA DO PARCEIRO DE NEGÓCIOS A LORD Corporation ( LORD ) tem como compromisso conduzir os negócios com integridade e padrões éticos elevados. Também deve respeitar todas as leis e regulamentações

Leia mais

Pacto Global Comunicação de Progresso COP 2012

Pacto Global Comunicação de Progresso COP 2012 Pacto Global Comunicação de Progresso COP 2012 Prezado Secretário Geral, A sustentabilidade é a capacidade de conservar o capital natural, permitir que se refaça e ainda, através do gênio humano, possa

Leia mais

Código de Conduta Empresarial. The Binding Site Group Limited. Março de 2017

Código de Conduta Empresarial. The Binding Site Group Limited. Março de 2017 Código de Conduta Empresarial The Binding Site Group Limited Março de 2017 Este Código de Conduta Empresarial se aplica a todos na Binding Site Group Limited, incluindo suas subsidiárias e filiais globais

Leia mais

Zell Ambiental CÓDIGO DE CONDUTA

Zell Ambiental CÓDIGO DE CONDUTA Zell Ambiental CÓDIGO DE CONDUTA Código de Conduta Zell Ambiental A Zell Ambiental tem como filosofia a excelência contínua de seus produtos e processos. Com base nessa filosofia, criamos o Código de Conduta,

Leia mais

Sumário. 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz Objetivos Abrangência Diretrizes...2

Sumário. 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz Objetivos Abrangência Diretrizes...2 Rede D Or São Luiz Sumário 1. Política de Sustentabilidade da Rede D Or São Luiz...2 1.1. Objetivos...2 1.2. Abrangência...2 1.3. Diretrizes...2 Diretriz Econômica...2 Diretriz Social...3 Diretriz Ambiental...4

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MERCUR

GUIA DE RELACIONAMENTO MERCUR A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se preocupa em conduzir as suas relações de acordo com padrões éticos e comerciais, através do cumprimento da legislação e das referências deste Guia. Seu

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental - PRSA

Política de Responsabilidade Socioambiental - PRSA Política de Responsabilidade Socioambiental - PRSA Versão Consolidada: 2.0 Data da Aprovação: 29/12/2015 Aprovado por: Diretoria Data da última revisão 09/11/2016 ÍNDICE OBJETIVO E ABRANGÊNCIA... 3 VIGÊNCIA...

Leia mais

Dados em fins de dezembro de 2014

Dados em fins de dezembro de 2014 (Carta de Etica) No dia 19 de Outubro de 2009, Casino assinou o Pacto Mundial das Nações Unidas, comprometendo-se assim com 10 princípios universais relacionados com os direitos humanos, direitos do trabalho,

Leia mais

COMUNICAÇÃO DO PROGRESSO (COP) MODELO BÁSICO

COMUNICAÇÃO DO PROGRESSO (COP) MODELO BÁSICO COMUNICAÇÃO DO PROGRESSO (COP) MODELO BÁSICO Período coberto pela sua comunicação do progresso (Communication on Progress, COP) De: 28 de julho de 2015 A: 28 de julho de 2016 1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO COMPASS

CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO COMPASS CÓDIGO DE ÉTICA DO GRUPO COMPASS Versão nº 0 Página 1 de 7 Data: 14/12/2009 Código de Ética do Grupo Compass & Global Compact das Nações Unidas Como líder mundial na nossa actividade devemos estabelecer

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL 2 1. Introdução A Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores Públicos dos Municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória COOPMETRO é uma entidade

Leia mais

Código de Conduta da SKF. para fornecedores e subcontratantes

Código de Conduta da SKF. para fornecedores e subcontratantes Código de Conduta da SKF para fornecedores e subcontratantes Código de Conduta da SKF para fornecedores e subcontratantes Os fornecedores e subcontratantes da SKF desempenham um papel importante em nossa

Leia mais

Código de Conduta de Terceiros

Código de Conduta de Terceiros Código de Conduta de Terceiros ÍNDICE APRESENTAÇÃO...4 COMPROMISSO COM A INTEGRIDADE...5 CONFORMIDADE COM LEIS E NORMAS APLICÁVEIS...6 INTOLERÂNCIA ÀS PRÁTICAS DE CORRUPÇÃO E SUBORNO...6 RESPEITO AOS

Leia mais

COP UNIFORMES PARANÁ - 2014 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRESSO

COP UNIFORMES PARANÁ - 2014 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRESSO COP UNIFORMES PARANÁ - 2014 RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DE PROGRESSO CARTA DO GESTOR Lucas Peron Nesse primeiro ano como signatário do Pacto Global percebemos grandes avanços na empresa. Quando paramos

Leia mais

EDIÇAONº1 OUTUBRODE2012

EDIÇAONº1 OUTUBRODE2012 Códigode Conduta EDIÇAONº1 OUTUBRODE2012 2 Manual de conduta lamil Códigode Conduta Manual de conduta lamil 3 APRESENTAÇÃO O presente manual deve servir como orientação aos colaboradores da Lamil quanto

Leia mais

Código de Conduta e Ética Empresarial. Grupo Visium Build

Código de Conduta e Ética Empresarial. Grupo Visium Build Código de Conduta e Ética Empresarial Grupo Visium Build 1 Índice 2 Âmbito 3 Missão e Visão 4 Valores 4 Compromisso com as partes interessadas 5 Cumprimento deste Código 9 2 ÂMBITO Este Código de Conduta

Leia mais

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO

POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO POLÍTICA DE PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE À CORRUPÇÃO > VERSÃO 2 / 8 1. INTRODUÇÃO A Política de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Combate à Corrupção ( Política ) visa promover a adequação

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO

COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COMUNICAÇÃO DE PROGRESSO COMUNICATTION ON PROGRESS - COP São Paulo 2016 1.Apresentação Situada em posição estratégica na Vila Guilherme - Zona Norte de São Paulo a A.S. Transportes Ltda. é uma empresa

Leia mais

Cultura Organizacional

Cultura Organizacional Cultura Organizacional Pacto Global das Nações Unidas (UNGC) desempenha um relevante papel para estabelecer parâmetros centrais para o desenvolvimento de ações relacionadas à gestão da sustentabilidade,

Leia mais

COP- Arrow Serviços de Tecnologia Ltda.

COP- Arrow Serviços de Tecnologia Ltda. COP- Arrow Serviços de Tecnologia Ltda. Período coberto pela sua Comunicação de Progresso (COP) De: 02/02/2016 A: 31/12/2016 Declaração de Apoio 02/02/2015 Aos participantes do Pacto Global: Tenho o prazer

Leia mais

COMUNICADO DE PROGRESSO 2015/2016 (COP)PACTO GLOBAL ONU

COMUNICADO DE PROGRESSO 2015/2016 (COP)PACTO GLOBAL ONU COMUNICADO DE PROGRESSO 2015/2016 (COP)PACTO GLOBAL ONU Sumário SUMÁRIO Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global 03 Quem Somos 04 Missão e Valores 05 Pacto Global ONU 06 Direitos Humanos 07 Respeito

Leia mais

Rua Hugo Carotini, 661 Inst. da Previdência - CNPJ 03.634.047/0001-03 CCM 2.874.479-9 Insc. Est. 115.662.060.118. Comunicação de Progresso (COP)

Rua Hugo Carotini, 661 Inst. da Previdência - CNPJ 03.634.047/0001-03 CCM 2.874.479-9 Insc. Est. 115.662.060.118. Comunicação de Progresso (COP) Comunicação de Progresso (COP) Período avaliado 20/09/2013 a 20/09/2014 São Paulo, 19 de setembro de 2014 Aos nossos participantes: Tenho o prazer de confirmar que Demolidora Solon reafirma o seu apoio

Leia mais

PRINCIPAIS NORTEADORES ESTRATÉGICOS DA UNIMED VALE DAS ANTAS/RS

PRINCIPAIS NORTEADORES ESTRATÉGICOS DA UNIMED VALE DAS ANTAS/RS UNIMED VALE DAS ANTAS, RS - COOPERATIVA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE LTDA Ramo: Cooperativa Médica de Serviços de Saúde Período de Relato: de 25/02/2016 a 24/02/2017 E-mail: rh@valedasantas.unimed.com.br / gerencia@valedasantas.unimed.com.br

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE TERCEIROS

CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE TERCEIROS CÓDIGO DE CONDUTA E INTEGRIDADE DE TERCEIROS 1. Introdução O Grupo Micromazza é formado a partir de princípios éticos que orientam sua atuação e são base da imagem de empresa sólida e confiável. Este Código

Leia mais

Código de Conduta da ERICSSON

Código de Conduta da ERICSSON Código de Conduta da ERICSSON Objetivo Este Código de Conduta foi desenvolvido com o objetivo de proteger os direitos humanos, de promover as condições de emprego justas, as condições de trabalho seguras,

Leia mais

NP Sistema de gestão da responsabilidade social: Parte I: Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização

NP Sistema de gestão da responsabilidade social: Parte I: Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização NP 4469-1 Sistema de gestão da responsabilidade social: Parte I: Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização Sonia Pires APEE soniapires@apee.pt Relação com a ISO 26000 Segue o mesmo espírito:

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: CST EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Missão A missão do Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Universidade Estácio de Sá consiste em formar profissionais

Leia mais

Código de Conduta e Integridade de Terceiros

Código de Conduta e Integridade de Terceiros 1. Introdução A Tecnoeurobras é formada a partir de princípios éticos que orientam sua atuação e são base de uma imagem de empresa sólida e confiável. Este Código de Conduta de Terceiros da Tecnoeurobras,

Leia mais

PROGRAMA DE COMPLIANCE

PROGRAMA DE COMPLIANCE PROGRAMA DE COMPLIANCE VERSÃO 1.0 SETEMBRO/2016 1. NOME DO PROGRAMA Programa de Compliance criado em 30.09.2015 2. OBJETIVO Mitigar os riscos das operações e os negócios atuais e futuros, sempre em conformidade

Leia mais

PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO NOVO BANCO GRUPO NOVO BANCO

PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO NOVO BANCO GRUPO NOVO BANCO PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO NOVO BANCO GRUPO NOVO BANCO PRINCÍPIOS DE RELACIONAMENTO COM OS FORNECEDORES DO GRUPO NOVO BANCO ANTI-CORRUPÇÃO O meio empresarial deve lutar contra

Leia mais

código de conduta para fornecedores da Quintiles

código de conduta para fornecedores da Quintiles código de conduta para fornecedores da Quintiles 2 A Quintiles está comprometida em executar práticas de negócios sustentáveis. Com base em padrões reconhecidos internacionalmente, este Código de conduta

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA FUNDAÇÃO VISABEIRA INSTITUIÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL CÓDIGO DE CONDUTA

CÓDIGO DE CONDUTA DA FUNDAÇÃO VISABEIRA INSTITUIÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL CÓDIGO DE CONDUTA CÓDIGO DE CONDUTA DA FUNDAÇÃO VISABEIRA INSTITUIÇÃO DE SOLIDARIEDADE SOCIAL (Aprovado em reunião do Conselho de Administração de 28 de Março de 2014) PREÂMBULO As fundações são instituições privadas sem

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 2 ÍNDICE 3 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA MISSÃO E VALORES 3.1. A Nossa Missão 3.2. Os Nossos Valores

CÓDIGO DE CONDUTA 2 ÍNDICE 3 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA MISSÃO E VALORES 3.1. A Nossa Missão 3.2. Os Nossos Valores CÓDIGO DE CONDUTA 2 ÍNDICE 3 1. OBJETIVO 2. ABRANGÊNCIA 4 3. MISSÃO E VALORES 3.1. A Nossa Missão 3.2. Os Nossos Valores 5 4. RELAÇÃO COM OS CLIENTES 5. RELAÇÃO COM OS FORNECEDORES 6. RELAÇÃO COM OS CONCORRENTES

Leia mais

AMMPL (BME) Código de Conduta

AMMPL (BME) Código de Conduta AMMPL (BME) Código de Conduta 1 Código de Conduta da AMMPL (BME) I Introdução A Association Materials Management, Purchasing and Logistics (Associação de Gestão de Materiais, Compras e Logística, AMMPL

Leia mais

Política Empresarial e Direitos Humanos. 1 Introdução 2 Compromisso 3 Aplicação 4 Governação

Política Empresarial e Direitos Humanos. 1 Introdução 2 Compromisso 3 Aplicação 4 Governação Política Empresarial e Direitos Humanos 1 Introdução 2 Compromisso 3 Aplicação 4 Governação BP 2013 Política Empresarial e Direitos Humanos 1. Introdução Distribuímos energia por todo o mundo. Localizamos,

Leia mais

Avaliação socioambiental de fornecedores

Avaliação socioambiental de fornecedores Avaliação socioambiental de fornecedores IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: CNPJ: Material/serviço que fornece: Responsável pelas informações: Cargo: Telefone: E-mail: Questionário Gostaríamos de conhecer

Leia mais

O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social

O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social Securitas Portugal O Sistema de Gestão de Responsabilidade Social Agosto de 2016 1 O Sistema de Gestão da Responsabilidade Social A SECURITAS desenvolveu e implementou um Sistema de Gestão de aspetos de

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA PREVI NOVARTIS - SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

CÓDIGO DE ÉTICA PREVI NOVARTIS - SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CÓDIGO DE ÉTICA PREVI NOVARTIS - SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A Previ Novartis Sociedade de Previdência Complementar ( Previ Novartis ) adotou este Código de Ética com a finalidade

Leia mais

PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL INFINITY CCTVM S/A

PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL INFINITY CCTVM S/A PRSA - POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL INFINITY CCTVM S/A Data: Julho 2015 OUVIDORIA INFINITY: 0800-770 5266 1 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVOS... 3 3. PRINCÍPIOS E DIRETRIZES... 3 4.

Leia mais

Ordem de Serviço Nº 14/2012

Ordem de Serviço Nº 14/2012 Assunto: Política de Direitos Humanos dos Colaboradores SCC Para: Divulgação Geral Data : 11.06.2012 Introdução Num mundo em globalização, o papel na sociedade dos grandes Grupos internacionais como a

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES

CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES CÓDIGO DE ÉTICA DE FORNECEDORES A Malwee está comprometida com a atuação ética. Por essa razão, necessita garantir que, todos com quem realiza negócios, incluindo fornecedores, indústrias, prestadores

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS

CÓDIGO DE ÉTICA. Senac-RS CÓDIGO DE ÉTICA Senac-RS APRESENTAÇÃO Reconhecida como uma das maiores instituições de ensino profissionalizante do país, o Senac-RS adota uma postura clara e transparente no que diz respeito aos objetivos

Leia mais

AGUIAR CÓDIGO DE CONDUTA

AGUIAR CÓDIGO DE CONDUTA COMISSARIA de Despachos Ltda. CÓDIGO DE CONDUTA COMISSARIA de Despachos Ltda. INTRODUÇÃO Aguiar COMISSÁRIA de Despachos Ltda., presta serviços de despachos aduaneiros junto a alfândega brasileira desde

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL PRSA 2ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 3.1 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 2 3.1.1 DIRETOR RESPONSÁVEL - RESOLUÇÃO 4.327/14... 2 3.1.2 COORDENADOR ESPONSÁVEL PRSA

Leia mais

COMUNICADO DE PROGRESSO 2012/2013 (COP) PACTO GLOBAL ONU

COMUNICADO DE PROGRESSO 2012/2013 (COP) PACTO GLOBAL ONU COMUNICADO DE PROGRESSO 2012/2013 (COP) PACTO GLOBAL ONU SUMÁRIO 03 Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global 04 Quem Somos 05 Nossa Missão, Visão e Valores 06 Pacto Global - ONU 07 Direitos Humanos

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados do Banrisul Sumário: 1. Introdução... 1 2. Objetivo... 1 3. Princípios e Diretrizes... 1 4. Governança...

Leia mais

Relatório Pacto Global. Princípio 1: As empresas devem dar apoio e respeitar a proteção aos direitos humanos proclamados internacionalmente;

Relatório Pacto Global. Princípio 1: As empresas devem dar apoio e respeitar a proteção aos direitos humanos proclamados internacionalmente; Relatório Pacto Global Princípios de Direitos Humanos Princípio 1: As empresas devem dar apoio e respeitar a proteção aos direitos humanos proclamados internacionalmente; Um dos valores que sustentam a

Leia mais

Manual de Combate ao Suborno e Corrupção

Manual de Combate ao Suborno e Corrupção Manual de Combate ao Suborno e Corrupção Este Manual destina-se à administração, colaboradores, associados, fornecedores, parceiros estratégicos e clientes. Deve ser de conhecimento público e adoção mandatória.

Leia mais

COMUNICADO DE PROGRESSO 2013/2014 (COP)PACTO GLOBAL ONU

COMUNICADO DE PROGRESSO 2013/2014 (COP)PACTO GLOBAL ONU COMUNICADO DE PROGRESSO 2013/2014 (COP)PACTO GLOBAL ONU Sumário SUMÁRIO Declaração de apoio contínuo ao Pacto Global 03 Quem Somos 04 Missão, Visão e Valores 05 Pacto Global ONU 06 Direitos Humanos 07

Leia mais

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS

COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS COP 2013 COMMUNICATION ON PROGRESS PACTO GLOBAL DAS NAÇÕES UNIDAS 2003 É criada a G-COMEX ÓLEO & GÁS com o objetivo de prover soluções logísticas sob medida para o mercado de óleo, gás, energia e indústria

Leia mais

MANUAL ANTICORRUPÇÃO

MANUAL ANTICORRUPÇÃO MQ.03 rev.00 Pagina 1 MANUAL ANTICORRUPÇÃO MQ.03 rev.00 Pagina 2 SUMÁRIO 1.Introdução... 3 2.Da abrangência... 3 3. Das condutas a serem observadas... 3 3.1 Vantagem indevida:... 3 3.2 Participação em

Leia mais

CODIGO DE ÉTICA 1- OBJETIVO

CODIGO DE ÉTICA 1- OBJETIVO CODIGO DE ÉTICA 1- OBJETIVO Para se construir e manter uma grande empresa é preciso muito mais do que recursos,máquinas, equipamentos e instalações. É necessário contar com pessoas. Preocupado em nortear

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA)

Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) 1. CONTEÚDO E INTRODUÇÃO O estabelecimento da Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) visa a melhoria da Governança Corporativa e considera,

Leia mais

Política de Recrutamento e Seleção. Estabelecer critérios para o recrutamento e seleção de profissionais para a empresa.

Política de Recrutamento e Seleção. Estabelecer critérios para o recrutamento e seleção de profissionais para a empresa. Política de Recrutamento e Seleção 1. OBJETIVO: Estabelecer critérios para o recrutamento e seleção de profissionais para a empresa. 2. ABRANGÊNCIA: Abrange todas as contratações de profissionais da empresa.

Leia mais

Possibilidade de ocorrência de perdas decorrentes de danos socioambientais.

Possibilidade de ocorrência de perdas decorrentes de danos socioambientais. 1. Conteúdo e Introdução O estabelecimento da Política de Responsabilidade Socioambiental (PRSA) visa a melhoria da Governança Corporativa e considera, de forma integrada, as dimensões econômica, social

Leia mais

ZVEI - Code of conduct sobre a responsabilidade social

ZVEI - Code of conduct sobre a responsabilidade social ZVEI - Code of conduct sobre a responsabilidade social Preâmbulo A Associação Central das Indústrias Electrónicas e Electrotécnicas, associação registada, (ZVEI) e as suas empresas afiliadas reconhecem

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta INTRODUÇÃO O Código de Ética e conduta da Damasco Penna é dirigido à todos os colaboradores, estagiários e membros da administração para servir de referência da atuação pessoal

Leia mais

Código. de Conduta do Fornecedor

Código. de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor Código de Conduta do Fornecedor da Odebrecht Óleo e Gás 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS A atuação no mercado nacional e internacional e em diferentes unidades de negócios, regiões

Leia mais

Política de Compras da Altranportugal

Política de Compras da Altranportugal Política de Compras da Altranportugal Índice 1. POLÍTICA DE COMPRAS..3 1.1 Expetativas da Altran perante os fornecedores... 3 1.1.1 No âmbito da Segurança e Saúde no Trabalho (SST).... 3 1.1.2 No âmbito

Leia mais

Princípios e critérios para a produção de carvão vegetal utilizado na produção de ferro gusa para a cadeia produtiva do aço sustentável brasileiro.

Princípios e critérios para a produção de carvão vegetal utilizado na produção de ferro gusa para a cadeia produtiva do aço sustentável brasileiro. Princípios e critérios para a produção de carvão vegetal utilizado na produção de ferro gusa para a cadeia produtiva do aço sustentável brasileiro. Introdução ao documento: Os Princípios e Critérios (P&C)

Leia mais

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Samba Investimentos Página1 Este manual de operações estabelece princípios e regras de conduta aplicáveis a todos colaboradores da Samba Investimentos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA

CÓDIGO DE ÉTICA RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA CÓDIGO DE ÉTICA RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA 1. INTRODUÇÃO 1.1 A RECKITTPREV RECKITT BENCKISER SOCIEDADE PREVIDENCIÁRIA ( RECKITTPREV ) adotou este Código de Ética com a finalidade

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL PRSA 1ª 1 / 6 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 4. DIRETRIZES... 2 5. GOVERNANÇA... 3 5.1 De Gerenciamento do Risco Socioambiental... 3 5.2 Das Atividades Internas... 4 5.3 Das

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA M D - 00 CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA Revisão 00 Página 1 de 6 CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA 1 OBJETIVO - Orientar ações e nortear a postura da empresa nas interações com os diferentes públicos, relacionados

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA SETEMBRO

CÓDIGO DE ÉTICA SETEMBRO CÓDIGO DE ÉTICA SETEMBRO 2016 www.apcergroup.com MISSÃO, VISÃO E VALORES MISSÃO, VISÃO 1 E VALORES O sucesso da APCER assenta na confiança que os seus vários stakeholders, designadamente clientes, colaboradores

Leia mais

Manual de Compliance, Regras, Procedimentos e Controles Internos

Manual de Compliance, Regras, Procedimentos e Controles Internos MANUAL - ECO GESTÃO DE ATIVOS PAG.: 1 de 7 Manual de Compliance, Regras, Procedimentos e MANUAL - ECO GESTÃO DE ATIVOS PAG.: 2 de 7 ÍNDICE 1) Introdução...3 2) Responsabilidade da Área...3 3) Monitoramento

Leia mais

Código de Ética e de Conduta da Altranportugal

Código de Ética e de Conduta da Altranportugal Código de Ética e de Conduta da Altranportugal Índice 1. Codigo de Ética e de Conduta... 3 1.1. Introdução...3 1.1.1. Âmbito de Aplicação e Objetivos... 3 1.1.2. Cumprimento... 4 2. Relações com os Grupos

Leia mais

Gestor Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle (DPOC)

Gestor Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle (DPOC) Título Norma de Responsabilidade Socioambiental Gestor Departamento de Planejamento, Orçamento e Controle (DPOC) Abrangência Agências, Departamentos, Empresas Ligadas e Unidades no Exterior Sinopse Diretrizes

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA PROSYS ENGENHARIA

CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA PROSYS ENGENHARIA CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA PROSYS ENGENHARIA Página 1 de 7 Código: PA05-IT01-A Data: 31/03/2016 Elaboração: Cibele de Souza (Analista Administrativo) Assinatura: Aprovação: Alexandre Zamith (Diretor

Leia mais

Conferência Internacional do Trabalho

Conferência Internacional do Trabalho Conferência Internacional do Trabalho PROTOCOLO À CONVENÇÃO 29 PROTOCOLO À CONVENÇÃO SOBRE TRABALHO FORÇADO, 1930, ADOTADA PELA CONFERÊNCIA EM SUA CENTÉSIMA TERCEIRA SESSÃO, GENEBRA, 11 DE JUNHO DE 2014

Leia mais

Implantação e Gestão de Política de RH

Implantação e Gestão de Política de RH Implantação e Gestão de Política de RH Ribeirão Preto 2012 Abordagens Pessoas / Gente Política de Recursos Humanos Resultados Esclarecimentos Sugestões Bibliográficas Base do Nosso Encontro O ÓBVIO: Pessoas

Leia mais

PROCEDIMENTO DE TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E COMPETÊNCIA

PROCEDIMENTO DE TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E COMPETÊNCIA APROVAÇÃO: DATA: 28.06.07 PÁGINA : 1/7 CONTROLE DE REVISÕES: Revisão Data Itens modificados Observações 00 23.02.2006 - - 01 18.06.2007 Anexo 01 Alteração de Documentos a serem treinados para Documentos

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL DA FERROVIAL. Código de Ética Empresarial

CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL DA FERROVIAL. Código de Ética Empresarial CÓDIGO DE ÉTICA EMPRESARIAL DA FERROVIAL Código de Ética Empresarial O nosso compromisso total com a ética e integridade dos nossos trabalhadores destaca-nos como uma empresa séria e comprometida com os

Leia mais

Política de Rateio e Divisão de Ordens entre Carteiras de Valores Mobiliários

Política de Rateio e Divisão de Ordens entre Carteiras de Valores Mobiliários CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Apresentação 1.1. A ABM Gestora de Recursos Ltda. ( ABM Capital ) é uma sociedade limitada dedicada à prestação de serviços de administração de carteiras de valores mobiliários, notadamente

Leia mais

ESTIMADOS PARCEIROS. Código de conduta dos fornecedores da Sanofi

ESTIMADOS PARCEIROS. Código de conduta dos fornecedores da Sanofi ESTIMADOS PARCEIROS Código de conduta dos fornecedores da Sanofi Ao aderir ao Pacto Global da Organização das Nações Unidas, a Sanofi comprometeu-se em apoiar e aplicar seus princípios fundamentais nas

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DO PARCEIRO DA MICROSOFT

CÓDIGO DE CONDUTA DO PARCEIRO DA MICROSOFT CÓDIGO DE CONDUTA DO PARCEIRO DA MICROSOFT 1 Sumário Valores e Expectativas da Microsoft... 4 Práticas Comerciais, Ética e Conformidade... 5 Direitos Humanos e Práticas Laborais Justas... 7 Proteções e

Leia mais

Código de Conduta e ÉtiCa de FoRneCedoReS CopeRSuCaR

Código de Conduta e ÉtiCa de FoRneCedoReS CopeRSuCaR Código de Conduta e Ética DE FORNECEDORES Copersucar Introdução A Copersucar está comprometida em manter elevados padrões de integridade, ética e profissionalismo, com foco na geração de valor para o nosso

Leia mais

COMUNICATION ON PROGRESS 2013-2014

COMUNICATION ON PROGRESS 2013-2014 DECLARAÇÃO DE APOIO CONTÍNUO PELO CHEFE EXECUTIVO A RRV Engenharia confirma o apoio contínuo aos Dez Princípios do Pacto Global, relacionados aos Direitos Humanos, Direitos do Trabalho, Proteção do Meio

Leia mais

ISO Sistemas de gestão antissuborno

ISO Sistemas de gestão antissuborno ISO 37001 ISO 37001 Sistemas de gestão antissuborno ISO 37001 Suborno é um dos problemas mais destrutivos e complexos de nossa época e, apesar dos esforços em âmbito nacional e internacional para combatê-lo,

Leia mais