LP2 Laboratório de Programação 2 Ciência da Computação. Problema proposto

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "LP2 Laboratório de Programação 2 Ciência da Computação. Problema proposto"

Transcrição

1 Problema proposto Em um torneio de futebol a pontuação foi definida da seguinte maneira: vitória por goleada 6 pontos; vitória simples 3 pontos; empate 1 ponto. Como determinar a quantidade mínima de jogos necessários para que um time complete exatamente uma dada quantidade de pontos? 1

2 especificação objetivo: obter a quantidade mínima de jogos para que um time complete exatamente uma determinada quantidade de pontos. inf inicial: a quantidade de pontos (uma entrada ). inf final: a quantidade mínima de jogos necessários (uma saída ). 2

3 método de resolução realizar a entrada (quantidade de pontos); dividir a quantidade de pontos por 6 (o quociente será a quantidade de vitórias por goleada) e obter o resto dessa mesma divisão; dividir o resto obtido por 3 (o quociente será a quantidade de vitórias simples e o resto será a quantidade de empates); somar: quantidade de vitórias por goleada + quantidade de vitórias simples + quantidade de empates (o resultado será a resposta procurada: quantidade mínima de jogos); realizar a saída (quantidade mínima de jogos). proposta elabore e implemente um programa Java que represente esse método de resolução; utilize como modelo o programa comentado na aula anterior (tela 28 do módulo 1). 3

4 tipo real Tipo de dados real Elementos: conjunto dos números racionais Operações + adição - subtração * multiplicação / divisão Relações < menor > maior = igual diferente menor ou igual maior ou igual Constantes ponto fixo- representação usual: ponto flutuante E23 4.1E10 Domínio Depende da linguagem de programação (Java oferece dois tipos: float e double) 4

5 conversão de tipos observações - linguagem Java observação 1: numa operação aritmética em que um dos operandos é de tipo float e o outro é de tipo int, o sistema realiza a conversão do int para float. observação 2: numa atribuição em que o alvo é uma variável int e a expressão resulta um valor float, o sistema não realiza a conversão automática de float para int ( perdendo-se a parte fracionária do valor resultante), a conversão (se desejada) deverá ser explícita. observação 3: numa atribuição em que o alvo é uma variável float e a expressão resulta um valor int, o sistema realiza a conversão de int para float. 5

6 observação 1: numa operação aritmética em que um dos operandos é de tipo float e o outro é de tipo int, o sistema realiza a conversão do int para float. observação 2: numa atribuição em que o alvo é uma variável int e a expressão resulta um valor float, o sistema não realiza a conversão automática de float para int ( perdendo-se a parte fracionária do valor resultante), a conversão (se desejada) deverá ser explícita. observação 3: numa atribuição em que o alvo é uma variável float e a expressão resulta um valor int, o sistema realiza a conversão de int para float. import javax.swing.joptionpane; public class Aplicacao { void executar( ){ int a,b; float x,y; a=integer.parseint(joptionpane.showinputdialog("valor a? ")); x=float.parsefloat(joptionpane.showinputdialog("valor x? ")); b=(int)(a+x); y=a+x; JOptionPane.showMessageDialog(null," valor de b= " + b); JOptionPane.showMessageDialog(null," valor de y= " + y); 6

7 funções matemáticas - aritméticas abs(x) módulo ou valor absoluto do parâmetro x ( x ) algumas atan(x) medida do arco cuja tangente é o valor dado como argumento x (tangente inversa). cos(x) co-seno do parâmetro x (radianos). exp(x) valor de e elevado à potência x (e x ), onde e é o número de Napier, aproximadamente igual a 2, log(x) logaritmo natural de x (logaritmo com base e). pow(x,p) valor da potência x elevado a p. sin(x) valor do seno do parâmetro x (radianos). sqrt(x) raiz quadrada do parâmetro x. 7

8 exemplo (função matemática): import javax.swing.joptionpane; public class Aplicacao { void executar( ){ float x; double y; String entrada; radianos entrada=joptionpane.showinputdialog("medida do arco? "); x=float.parsefloat(entrada); y=math.sin(x); JOptionPane.showMessageDialog(null," valor do seno= " + y); 8

9 conversão explícita de tipo ( cast) exemplo forma geral: (tipo) expressão onde tipo é um tipo primitivo de dados import javax.swing.joptionpane; public class Aplicacao { void executar( ){ int m; double x,y; x=double.parsedouble(joptionpane.showinputdialog("valor x? ")); y=double.parsedouble(joptionpane.showinputdialog("valor y? ")); m= (int) x + (int) y; JOptionPane.showMessageDialog(null,"soma das partes inteiras " + m); 9

10 conversão de tipo (cast( cast) exemplo import javax.swing.joptionpane; public class Aplicacao { void executar( ){ int m; double x,y; x=double.parsedouble(joptionpane.showinputdialog("valor real x? ")); m= (int) x; y= x m; JOptionPane.showMessageDialog(null,"parte inteira " + m); JOptionPane.showMessageDialog(null,"parte fracionaria " + y); scr.println("parte inteira: "+ m); scr.println("parte fracionaria: "+ y); 10

11 Tipos primitivos numéricos - resumo Tipos inteiros byte 8 bits -128 a 127 short 16 bits a int 32 bits a long 64 bits a Tipos reais float 32 bits 7 dígitos significativos ordem de grandeza double 64 bits 15 dígitos significativos ordem de grandeza

12 Tarefa proposta Elabore um programa Java que receba as medidas dos dois catetos de um triângulo retângulo e exiba como resultados: a medida da área e a medida do perímetro desse triângulo. Observações: área= produto das medidas dos dois catetos hipotenusa= raiz quadrada da soma dos quadrados dos dois catetos perímetro= soma das medidas dos dois catetos mais a medida da hipotenusa. 12

13 Tarefa proposta Elabore um programa Java que receba os valores de preços de um produto antes e depois de um reajuste e exiba como resultado a taxa (%) de tal reajuste. Observação: a taxa deve ser calculada pela expressão: (preço novo preço anterior)/ preço anterior x

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Dr. Daniel Caetano

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Dr. Daniel Caetano LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA AMBIENTE DE PROGRAMAÇÃO Prof. Dr. Daniel Caetano 2013-1 Objetivos Entender como avaliar divisibilidade Conhecer as funções matemáticas prontas do C/C++ Capacitar o

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição

Leia mais

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com OPERADORES ARITMÉTICOS OPERAÇÃO OPERADOR SIGNIFICADO SOMA + Efetuar soma de duas

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (7º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º Período

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (7º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º Período ANO LETIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (7º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º Período Metas / Objetivos Conceitos / Conteúdos Aulas Previstas Números e

Leia mais

Métodos Numéricos. Turma CI-202-D. Josiney de Souza.

Métodos Numéricos. Turma CI-202-D. Josiney de Souza. Métodos Numéricos Turma CI-202-D Josiney de Souza josineys@inf.ufpr.br Agenda do Dia Aula 2 (06/08/15) Sistema decimal e binário Conversão de base Binário Decimal Decimal Decimal Binário Decimal

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Representação e aritmética binária

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Representação e aritmética binária Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Representação e aritmética binária Prof. Renato Pimentel 1 Tipos de informação Representação por meio de sequências binárias: 8 bits (byte) Também

Leia mais

Aritmética de Ponto Fixo

Aritmética de Ponto Fixo Aritmética de Ponto Fixo Prof. Paulo Fernando Seixas Prof. Marcos Antônio Severo Mendes http://www.delt.ufmg.br/~elt/docs/dsp/ Representação Numérica DSP Ponto fixo Ponto flutuante 6 bits 3 bits 0 bits

Leia mais

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA PRÉ AULA 31/08/2015

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA PRÉ AULA 31/08/2015 ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com PRÉ AULA De acordo com a sua compreensão acerca da representação das fórmulas

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Linguagem de Programação Java

Algoritmos I Aula 13 Linguagem de Programação Java Algoritmos I Aula 13 Linguagem de Programação Java Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação IDE Eclipse IDE (Integrated development environment) Criar um projeto

Leia mais

Programação de Computadores:

Programação de Computadores: Instituto de C Programação de Computadores: Introdução ao FORTRAN Luis Martí Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense lmarti@ic.uff.br - http://lmarti.com Introdução ao FORTRAN Cinco aspectos

Leia mais

Lista de Exercícios I. 01. Desenvolva um programa em Java que receba três valores numéricos inteiros e mostre a soma desses três números.

Lista de Exercícios I. 01. Desenvolva um programa em Java que receba três valores numéricos inteiros e mostre a soma desses três números. Lista de Exercícios I 01. Desenvolva um programa em Java que receba três valores numéricos inteiros e mostre a soma desses três números. public class Questao001 { public static void main(string[] args)

Leia mais

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões.

Estruturas da linguagem C. 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. 1 Estruturas da linguagem C 1. Identificadores, tipos primitivos, variáveis e constantes, operadores e expressões. Identificadores Os identificadores seguem a duas regras: 1. Devem ser começados por letras

Leia mais

Ambiente Scilab Variáveis, expressões, comando de atribuição Entrada e Saída básica

Ambiente Scilab Variáveis, expressões, comando de atribuição Entrada e Saída básica Universidade Federal de Ouro Preto -UFOP Departamento de Computação - DECOM Programação de Computadores I BCC701 www.decom.ufop.br/moodle Ambiente Scilab Variáveis, expressões, comando de atribuição Entrada

Leia mais

PROGRAMAÇÃO A. Estrutura Sequencial

PROGRAMAÇÃO A. Estrutura Sequencial PROGRAMAÇÃO A Estrutura Sequencial INTRODUÇÃO A estrutura mais simples que um algoritmo pode ter é conhecida como sequencial. Nessa estrutura os passos do algoritmo são executados, um a um, na ordem em

Leia mais

Modificadores de Tipos

Modificadores de Tipos Modificadores de Tipos Palavras reservadas: signed (com sinal) unsigned (sem sinal) long (expande faixa de valores) short (contrai faixa de valores) Exemplo: unsigned char letra; long int numero1, numero2;

Leia mais

Ambientação com a Sintaxe de Java: parte 1

Ambientação com a Sintaxe de Java: parte 1 Ambientação com a Sintaxe de Java: parte 1 Prof. Gustavo Wagner FATEC-PB Programas em Java Texto do programa: arquivo com extensão.java Arquivo contém ao menos uma classe Nome do arquivo deve ser IGUAL

Leia mais

Módulo 3. Métodos e String. Programação Orientada a Objetos I Java (Rone Ilídio)

Módulo 3. Métodos e String. Programação Orientada a Objetos I Java (Rone Ilídio) Módulo 3 Métodos e String Programação Orientada a Objetos I Java (Rone Ilídio) Métodos São módulos de programas, ou seja, trechos de código com determinada função. Cada método deve possuir um nome (identificador)

Leia mais

Programação imperativa. 3. Mais funções

Programação imperativa. 3. Mais funções Programação imperativa 3. Mais funções 3. Mais funções Funções. Escolha binária. Números inteiros. 2 3. Mais funções Funções. Escolha binária. Números inteiros. 3 As funções de cálculo As funções de cálculo

Leia mais

Aula 12- Variáveis e valores reais

Aula 12- Variáveis e valores reais Aula 12- Variáveis e valores reais Até agora todos os nossos problemas continham apenas valores inteiros e portanto variáveis do tipo int. Para resolver problemas que usam valores com parte fracionária,

Leia mais

AULA TEÓRICA 4. Tema 2. Introdução a programação em Java (Continuação) Tema 3. Instruções básicas de entrada e saída

AULA TEÓRICA 4. Tema 2. Introdução a programação em Java (Continuação) Tema 3. Instruções básicas de entrada e saída AULA TEÓRICA 4 Tema 2. Introdução a programação em Java (Continuação) Ø Expressões. Ø Operadores de incrementação e de decrementação unária de variáveis. Ø Classe Math. Ø Conversões de tipo. Ø Expressões

Leia mais

Fundamentos de Programação. Turma CI-240-EST. Josiney de Souza.

Fundamentos de Programação. Turma CI-240-EST. Josiney de Souza. Fundamentos de Programação Turma CI-240-EST Josiney de Souza josineys@inf.ufpr.br Agenda do Dia Aula 3 (12/08/15) Saídas Entradas Operadores Atribuição Aritméticos Expressões Aritméticas Saída Permite

Leia mais

Datas de Avaliações 2016

Datas de Avaliações 2016 ROTEIRO DE ESTUDOS MATEMÁTICA (6ºB, 7ºA, 8ºA e 9ºA) SÉRIE 6º ANO B Conteúdo - Sucessor e Antecessor; - Representação de Conjuntos e as relações entre eles: pertinência e inclusão ( ). - Estudo da Geometria:

Leia mais

Introdução à Computação MAC0110

Introdução à Computação MAC0110 Introdução à Computação MAC0110 Prof. Dr. Paulo Miranda IME-USP Aula 2 Variáveis e Atribuições Memória Principal: Introdução Vimos que a CPU usa a memória principal para guardar as informações que estão

Leia mais

Planificação anual Curso Técnico Vocacional Ofícios e Multimédia 1/1. Ano letivo 2015/2016

Planificação anual Curso Técnico Vocacional Ofícios e Multimédia 1/1. Ano letivo 2015/2016 Planificação anual Curso Técnico Vocacional Ofícios e Multimédia 1/1. Ano letivo 2015/2016 Departamento: Matemática e Ciências Experimentais Disciplina: Matemática A Ano: VOC Docentes: Carlos Correia Conteúdos

Leia mais

Aula 3. Objetivos Sequências de escapes ; Um aplicativo que adiciona inteiro; Aritmética.

Aula 3. Objetivos Sequências de escapes ; Um aplicativo que adiciona inteiro; Aritmética. Objetivos Sequências de escapes ; Um aplicativo que adiciona inteiro; Aritmética. Sequências de escape \n Nova linha. Posiciona o cursor de tela no início da próxima linha. \t Tabulação horizontal. Move

Leia mais

Introdução à Programação uma Abordagem Funcional

Introdução à Programação uma Abordagem Funcional Universidade Federal do Espírito Santo Introdução à Programação uma Abordagem Funcional Programação I Prof.ª Claudia Boeres boeres@inf.ufes.br CT VII - Sala 34 Departamento de Informática Centro Tecnológico

Leia mais

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados

Métodos Computacionais. Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Métodos Computacionais Operadores, Expressões Aritméticas e Entrada/Saída de Dados Tópicos da Aula Hoje aprenderemos a escrever um programa em C que pode realizar cálculos Conceito de expressão Tipos de

Leia mais

Introdução a JAVA. Variáveis, tipos, expressões, comandos e blocos

Introdução a JAVA. Variáveis, tipos, expressões, comandos e blocos + Introdução a JAVA Variáveis, tipos, expressões, comandos e blocos +Roteiro 2 Variáveis e tipos Operadores aritméticos, lógicos, relacionais e bit-a-bit Atribuição Comandos básicos Ler, Escrever, Condicional,

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/1. Estruturas Básicas. Aula Tópico 4

Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/1. Estruturas Básicas. Aula Tópico 4 Algoritmos e Estruturas de Dados I (DCC/003) 2013/1 Estruturas Básicas Aula Tópico 4 1 Problema 3 Exibir o maior número inteiro que pode ser representado no computador. 2 Qual o maior número inteiro? Para

Leia mais

Paradigmas de Linguagens

Paradigmas de Linguagens Paradigmas de Linguagens Aula 2: Tipos de dados Professora Sheila Cáceres Tipos de dados Dados são a matéria prima da computação junto com os programas. LPs precisam manipular dados. LPS utilizam os conceitos

Leia mais

Cálculo Numérico Conceitos Básicos

Cálculo Numérico Conceitos Básicos Cálculo Numérico Conceitos Básicos Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br MATERIAL ADAPTADO DOS SLIDES DA DISCIPLINA CÁLCULO NUMÉRICO DA UFCG - www.dsc.ufcg.edu.br/~cnum/ 1 Princípios usados

Leia mais

Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa

Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa Programação de Computadores I Conhecendo a Linguagem C Prof. Ramon Figueiredo Pessoa 1 Variáveis e tipos Variáveis são simplesmente posições de memória que o compilador aloca ao programa Mas quantas posições

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA:

DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: ANO LETIVO 2015/2016 DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA INFORMÁTICA DISCIPLINA: Matemática (7º Ano) METAS CURRICULARES/CONTEÚDOS... 1º Período Metas / Objetivos Conceitos / Conteúdos Aulas Previstas Números e

Leia mais

Programação. MEAer. Expressões e Instruções. Bertinho Andrade da Costa. Instituto Superior Técnico. 2011/2012 1º Semestre

Programação. MEAer. Expressões e Instruções. Bertinho Andrade da Costa. Instituto Superior Técnico. 2011/2012 1º Semestre Programação MEAer 2011/2012 1º Semestre Bertinho Andrade da Costa Instituto Superior Técnico Expressões e Instruções Programação 2011/2012 DEEC-IST Expressões 1 Sumário Expressões Formato Expressões de

Leia mais

7 Operadores e Expressões

7 Operadores e Expressões 7 Operadores e Expressões 7.1 Definição de operador, expressão e operando Um operador é um símbolo utilizado para identificar que uma determinada operação deve ser realizada sobre um ou mais parâmetros,

Leia mais

PARTE I I: ARITMÉTICA COMPUTACIONAL ARQUITETURA DE COMPUTADORES ANTONIO RAMOS DE CARVALHO JÚNIOR

PARTE I I: ARITMÉTICA COMPUTACIONAL ARQUITETURA DE COMPUTADORES ANTONIO RAMOS DE CARVALHO JÚNIOR PARTE I I: ARITMÉTICA COMPUTACIONAL ARQUITETURA DE COMPUTADORES ANTONIO RAMOS DE CARVALHO JÚNIOR Introdução Como representar números em memória? Como representar números negativos e de ponto flutuante?

Leia mais

EXPRESSÕES ARITMÉTICAS

EXPRESSÕES ARITMÉTICAS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 3 EXPRESSÕES ARITMÉTICAS Agora, como fazer cálculos matemáticos em nossos métodos. Um primeiro

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Professor: Diego Oliveira Conteúdo 05: Linguagem Java Conteúdo da Aula Linguagem Java Tipos Primitivos Operadores Aritiméticos Operadores Lógicos Precedência de Operadores

Leia mais

Java Variáveis e Controle Fluxo

Java Variáveis e Controle Fluxo Java Variáveis e Controle Fluxo 1 Variáveis primitivas p Todo bloco em java é delimitado por chaves ({ } ); p Dentro de um bloco, podemos declarar variáveis e usa las; p Em Java, toda variável tem um tipo

Leia mais

CÁLCULO NUMÉRICO. Profa. Dra. Yara de Souza Tadano

CÁLCULO NUMÉRICO. Profa. Dra. Yara de Souza Tadano CÁLCULO NUMÉRICO Profa. Dra. Yara de Souza Tadano yaratadano@utfpr.edu.br Aula 10 04/2014 Scilab Métodos para zeros reais de funções Algoritmo do Método da Bissecção Seja f (x) contínua em [a, b] e tal

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA - 7.º ANO DE MATEMÁTICA - 7.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de multiplicar e dividir números racionais relativos. No domínio da Geometria e Medida,

Leia mais

Introdução a Linguagem C

Introdução a Linguagem C Introdução a Linguagem C Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Histórico Estrutura básica de um programa em C Diretivas para o processador Bibliotecas Ambiente de desenvolvimento

Leia mais

Operadores e Estruturas de Decisão. Vanessa Braganholo

Operadores e Estruturas de Decisão. Vanessa Braganholo Operadores e Estruturas de Decisão Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Aula de hoje Operadores Aritméticos (usados em contas) Relacionais (usados em comparações numéricas) Lógicos (usados em comparações

Leia mais

Recursão PROGRAMAÇÃO EM LÓGICA. Recursão. Sonho Recursivo. Recursão. Recursão. Linguagem Prolog Parte IV

Recursão PROGRAMAÇÃO EM LÓGICA. Recursão. Sonho Recursivo. Recursão. Recursão. Linguagem Prolog Parte IV PROGRAMAÇÃO EM LÓGICA Recursão CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO FACAPE Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina Linguagem Prolog Parte IV Usado desde a arte (em figuras, telas, etc) como também em Matemática

Leia mais

Iteração e Pontos Fixos

Iteração e Pontos Fixos Iteração e Pontos Fixos Iteração é um dos pontos chave da programação numérica. Iterar consiste em repetir uma mesma operação diversas vezes levando a uma aproximação cada vez melhor da solução exata.

Leia mais

ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO DE FRAÇÕES 1A

ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO DE FRAÇÕES 1A ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO DE FRAÇÕES A Exemplos: 9 7 9 9 7 7 9 0 0 0 0 0 0 Denominadores iguais: Na adição e subtração de duas ou mais frações que têm denominadores iguais, conservamos o denominador comum e somamos

Leia mais

AULA TEÓRICA 3. Tema 2. Introdução a programação em Java (Continuação)

AULA TEÓRICA 3. Tema 2. Introdução a programação em Java (Continuação) AULA TEÓRICA 3 Tema 2. Introdução a programação em Java (Continuação) Ø Expressões. Ø Operadores de incrementação e de decrementação unária de variáveis. Ø Classe Math. Ø Conversões de tipo. Ø Expressões

Leia mais

É usual respeitarem-se as seguintes convenções: Nome de uma classe começa por maiúscula (e.g. Solido)

É usual respeitarem-se as seguintes convenções: Nome de uma classe começa por maiúscula (e.g. Solido) P. Fazendeiro & P. Prata POO TP01 / 1 JAVA.Identificadores Não podem começar por um dígito Podem ser constituídos por combinações de letras (língua Inglesa), dígitos e os caracteres _ e $ É usual respeitarem-se

Leia mais

7.º Ano. Planificação Matemática 2016/2017. Escola Básica Integrada de Fragoso 7.º Ano

7.º Ano. Planificação Matemática 2016/2017. Escola Básica Integrada de Fragoso 7.º Ano 7.º Ano Planificação Matemática 201/2017 Escola Básica Integrada de Fragoso 7.º Ano Geometria e medida Números e Operações Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Números racionais - Simétrico

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE MATEMÁTICA 7.º ANO DE MATEMÁTICA 7.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No domínio dos Números e Operações, o aluno deve ser capaz de multiplicar e dividir números racionais relativos. No domínio da Geometria e Medida,

Leia mais

1ª Lista de Exercícios

1ª Lista de Exercícios Universidade Federal do Rio de Janeiro Data: 26/04/05 Disciplina: Computação I 1ª Lista de Exercícios 1) Faça um programa, em pseudo-código, que peça ao usuário que informe n números reais e então calcule

Leia mais

Cap. 2 Expressões na linguagem C

Cap. 2 Expressões na linguagem C Programação de Computadores II Cap. 2 Expressões na linguagem C Livro: Waldemar Celes, Renato Cerqueira, José Lucas Rangel. Introdução a Estruturas de Dados, Editora Campus (24) Slides adaptados dos originais

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem Python

Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem Python Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem Python Exercícios: Funções 1. Crie uma função que recebe como parâmetro um número

Leia mais

Material Didático Unificado. Variáveis correspondem a nomes para endereços de memória que são gerenciados pelo Scilab.

Material Didático Unificado. Variáveis correspondem a nomes para endereços de memória que são gerenciados pelo Scilab. Universidade Federal de Ouro Preto -UFOP Departamento de Computação - DECOM Comissão da Disciplina Programação de Computadores I CDPCI Programação de Computadores I BCC701 www.decom.ufop.br/bcc701 Material

Leia mais

Java e sua Sintaxe. Estrutura mínima de um programa em Java: public class Exemplo { }

Java e sua Sintaxe. Estrutura mínima de um programa em Java: public class Exemplo { } Java e sua Sintaxe Java e sua Sintaxe Estrutura mínima de um programa em Java: public class Exemplo { } Como todo programa deve ter um início, convenciona-se que a primeira ação de um programa é a execução

Leia mais

Introdução à Linguagem C Variáveis e Expressões

Introdução à Linguagem C Variáveis e Expressões INF1005: Programação 1 Introdução à Linguagem C Variáveis e Expressões 08/03/10 (c) Paula Rodrigues 1 Tópicos Principais Programando em C Funções Variáveis Define Operadores e Expressões Entrada e Saída

Leia mais

Planificação Anual GR Disciplina Matemática 7.ºAno

Planificação Anual GR Disciplina Matemática 7.ºAno Planificação Anual GR 500 - Disciplina Matemática 7.ºAno Período letivo Conteúdos Objetivos Metas/descritores Recursos didáticos Avaliação Nº de tempos de 45 minutos Unidade- Números racionais 1º Adição

Leia mais

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I 6º Olímpico Matemática I Sistema de numeração romano. Situações problema com as seis operações com números naturais (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação). Expressões numéricas

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem C

Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem C Universidade Federal de Uberlândia - UFU Faculdade de Computação - FACOM Lista de exercícios de programação em linguagem C Exercícios: Funções 1. Crie uma função que recebe como parâmetro um número inteiro

Leia mais

Módulo Lógica Programação com aplicações em Java. Projeto khouse Profissionalizante Profª Larissa Brandão

Módulo Lógica Programação com aplicações em Java. Projeto khouse Profissionalizante Profª Larissa Brandão Educação Módulo Lógica e Ética de Programação com aplicações em Java Projeto khouse Profissionalizante Profª Larissa Brandão Educação e Ética Fundamentos da Programação Objetivos: Reconhecer as diferenças

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ SPAECE

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ SPAECE MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM MATEMÁTICA 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL SISTEMA PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA DO CEARÁ SPAECE TEMA I: INTERAGINDO COM OS NÚMEROS E FUNÇÕES N DESCRITOR

Leia mais

9. imprimir o fatorial do número 10. imprimir o sucessor e o anterior de um número lido 11. Imprimir se um número é primo ou não 12. Imprimir os 100 p

9. imprimir o fatorial do número 10. imprimir o sucessor e o anterior de um número lido 11. Imprimir se um número é primo ou não 12. Imprimir os 100 p Exercícios básicos: 1. Fazer um programa que imprime Hello World 2. Fazer um programa que imprime o seu nome 10 vezes 3. Fazer um programa que recebe uma String do usuário e imprime 10 vezes 4. Fazer um

Leia mais

12 Qua 16 mar Coordenadas retangulares, representação Funções vetoriais paramétrica

12 Qua 16 mar Coordenadas retangulares, representação Funções vetoriais paramétrica Aula Data Aula Detalhes 1 Qua 3 fev Introdução Apresentação e avisos 2 Sex 5 fev Revisão Resumo dos pré-requisitos Qua 10 fev Feriado Carnaval 3 Sex 12 fev Soma de Riemann Área, soma superior e inferior

Leia mais

Algoritmos RESUMO - LINGUAGEM C

Algoritmos RESUMO - LINGUAGEM C Algoritmos RESUMO - LINGUAGEM C 1 Sintaxe da linguagem C Componentes reconhecidos pela linguagem C (sintaxe da linguagem): tipos propriedades dos dados; declarações partes do programa, podendo dar significado

Leia mais

Laboratório de Programação

Laboratório de Programação Variáveis e Valores 1 Laboratório de Programação Dr. Italo Santiago Vega Curso de Graduação Ciência da Computação Pontifícia Universidade de São Paulo Copyright 1998-2004, Italo S. Vega Variáveis e Valores

Leia mais

Algoritmos e Programação de Computadores Profs: Ronaldo Castro de Oliveira Anilton Joaquim da Silva

Algoritmos e Programação de Computadores Profs: Ronaldo Castro de Oliveira Anilton Joaquim da Silva Algoritmos e Programação de Computadores Profs: Ronaldo Castro de Oliveira ronaldo.co@ufu.br Anilton Joaquim da Silva anilton@ufu.br 1 A linguagem C++ A linguagem C foi desenvolvida no fim da década de

Leia mais

UNIDADE I AULA II. Introdução à programação Java

UNIDADE I AULA II. Introdução à programação Java UNIDADE I AULA II Introdução à programação Java Java é uma linguagem sensível ao caixa, ou seja, distingue maiúsculas de minúsculas: nome é diferente de Nome, por exemplo. Comentários São os textos usados

Leia mais

5 Operações e Funções Matemáticas. Unesp Campus de Guaratinguetá

5 Operações e Funções Matemáticas. Unesp Campus de Guaratinguetá 5 Operações e Funções Matemáticas Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro Ministrado por: Prof. André Amarante 4.4.1 Avaliação de Expressões

Leia mais

Lista de Exercícios Revisão de Lógica. 01. Desenvolva um programa em C que receba três valores numéricos inteiros e mostre a soma desses três números.

Lista de Exercícios Revisão de Lógica. 01. Desenvolva um programa em C que receba três valores numéricos inteiros e mostre a soma desses três números. Lista de Exercícios Revisão de Lógica 01. Desenvolva um programa em C que receba três valores numéricos inteiros e mostre a soma desses três números. /*declaração de variáveis*/ int n1, n2, n3, soma; printf("digite

Leia mais

Quadro de conteúdos MATEMÁTICA

Quadro de conteúdos MATEMÁTICA Quadro de conteúdos MATEMÁTICA 1 Apresentamos a seguir um resumo dos conteúdos trabalhados ao longo dos quatro volumes do Ensino Fundamental II, ou seja, um panorama dos temas abordados na disciplina de

Leia mais

Introdução a Linguagem C. Prof. Me. Hélio Esperidião

Introdução a Linguagem C. Prof. Me. Hélio Esperidião Introdução a Linguagem C Prof. Me. Hélio Esperidião Características de um programa De forma geral a maioria dos programas são compostos por dados de entrada, processamento e dados de saída. Entrada de

Leia mais

EDITAL PROGRAMAS

EDITAL PROGRAMAS EDITAL 2018 - PROGRAMAS 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL ROSSI, Natércia et alii. Na ponta da língua, 1º ano. Rio de Janeiro: Ed. Access. Relações espaciais e temporais (em cima, embaixo, antes, depois etc.);

Leia mais

Base: número de símbolos empregados no sistema numérico.

Base: número de símbolos empregados no sistema numérico. Instituto Federal Catarinense IFC Campus - Sombrio Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio Disciplina: Introdução a Informática e Sistemas Operacionais Professor: Alexssandro C. Antunes

Leia mais

Matriz de referência de MATEMÁTICA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de referência de MATEMÁTICA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 17 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL Tópico Habilidade B1 B2 B3 ESPAÇO E FORMA GRANDEZAS E MEDIDAS TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO H01 H03 H04 H06 Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras

Leia mais

Prof. Leonardo Augusto Casillo

Prof. Leonardo Augusto Casillo UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Aula 1 Conceitos necessários Prof. Leonardo Augusto Casillo Sistema de numeração: conjunto de regras que nos permite escrever e ler

Leia mais

Processamento da informação. Prof. Fabrício Olivetti de França

Processamento da informação. Prof. Fabrício Olivetti de França Processamento da informação Prof. Fabrício Olivetti de França Informação Do latim, informatio onis, conceber ideia. Conceber Ideia Preciso que você encontre a derivada de log(x)! Conceber Ideia Encontre

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S PROGRAMAÇÃO I VA R I Á V E I S, C O N S TA N T E S, O P E R A D O R E S E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S Variáveis 2 Variáveis são locais onde são armazenados os valores na memória. Toda variável é

Leia mais

Disciplina de Algoritmos e Programação

Disciplina de Algoritmos e Programação Disciplina de Algoritmos e Programação Aula Passada 1º Programa: olamundo.c #include // biblioteca padrão de E/S /* Programa Olá Mundo */ int main(void) { printf( Olá mundo\n ); //exibe Olá mundo

Leia mais

Sistemas de Numeração. Exemplos de Sistemas de Numeração (1) Exemplos de Sistemas de Numeração (2) Sistemas de Numeração

Sistemas de Numeração. Exemplos de Sistemas de Numeração (1) Exemplos de Sistemas de Numeração (2) Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração Sistemas de Numeração (Aula Extra) Sistemas de diferentes bases Álgebra Booleana Roberta Lima Gomes - LPRM/DI/UFES Sistemas de Programação I Eng. Elétrica 27/2 Um sistema de numeração

Leia mais

Introdução à Linguagem C

Introdução à Linguagem C Introdução à Linguagem C 1 Histórico da Linguagem C Criada por Denis Ritchie, na década de 1970, para uso em um computador DEC PDP-11 em Unix C++ é uma extensão da linguagem C O sistema Unix é escrito

Leia mais

Fundamentos de Programação. Turma CI-240-EST. Josiney de Souza.

Fundamentos de Programação. Turma CI-240-EST. Josiney de Souza. Fundamentos de Programação Turma CI-240-EST Josiney de Souza josineys@inf.ufpr.br Agenda do Dia Aula 5 (18/09/15) Resolução de alguns problemas Aula anterior: soma-produto-media, amd2dias, segundos2hms

Leia mais

Sintaxe da linguagem Java

Sintaxe da linguagem Java Sintaxe da linguagem Java (PG) Centro de Cálculo Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Pedro Alexandre Pereira (palex@cc.isel.ipl.pt) Classe pública com método main Uma classe pública com nome A tem

Leia mais

Sobrecarga. Algoritmos e Programação II. Aula 3 Sobrecarga

Sobrecarga. Algoritmos e Programação II. Aula 3 Sobrecarga Algoritmos e Programação II Aula 3 Sobrecarga *Adaptado do material do Prof. Júlio Machado Sobrecarga Em várias linguagens é comum encontrarmos rotinas que fazem basicamente a mesma coisa, porém, com nomes

Leia mais

OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS

OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS ADIÇÃO DE NÚMEROS INTEIROS COM SINAIS IGUAIS OPERAÇÕES COM NÚMEROS INTEIROS 1º Caso: (+3 ) + (+4) = + 7 +3 + 4 = + 7 ADIÇÃO DE NÚMEROS INTEIROS Quando duas parcelas são positivas, o resultado da adição

Leia mais

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES SISTEMAS NUMÉRICOS

MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES SISTEMAS NUMÉRICOS MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES SISTEMAS NUMÉRICOS Professor Marlon Marcon Introdução Em nossa condição humana, geralmente realizamos cálculos utilizando o sistema numérico decimal, ou base 10. Isso provavelmente

Leia mais

Professor Jefferson Chaves Jefferson de Oliveira Chaves - IFC Araquari

Professor Jefferson Chaves Jefferson de Oliveira Chaves - IFC Araquari Professor Jefferson Chaves Jefferson.chaves@ifc-araquari.edu.br Tipos de dados; Operadores; Arrays; Por vezes, será importante saber o tipo de dados; Quando dissemos ao usuário, digite sua idade, por

Leia mais

Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Programação e Sistemas de Informação. Módulo 1. 3ª Parte Prof. Sandra Pais Soares

Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos. Programação e Sistemas de Informação. Módulo 1. 3ª Parte Prof. Sandra Pais Soares Curso Profissional de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Programação e Sistemas de Informação Módulo 1 3ª Parte Prof. Sandra Pais Soares Fundamentos de Programação 1. Palavras Reservadas 2.

Leia mais

Java 2 Standard Edition Tipos, literais, operadores e controle de fluxo

Java 2 Standard Edition Tipos, literais, operadores e controle de fluxo Java 2 Standard Edition Tipos, literais, operadores e controle de fluxo Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Operadores e controle de fluxo da execução Este módulo explora as estruturas procedurais da

Leia mais

7º Ano. Planificação Matemática 2014/2015. Escola Básica Integrada de Fragoso 7º Ano

7º Ano. Planificação Matemática 2014/2015. Escola Básica Integrada de Fragoso 7º Ano 7º Ano Planificação Matemática 2014/2015 Escola Básica Integrada de Fragoso 7º Ano Domínio Subdomínio Conteúdos Objetivos gerais / Metas Números e Operações Números racionais - Simétrico da soma e da diferença

Leia mais

C Operadores e Expressões

C Operadores e Expressões C Operadores e Expressões Adriano Cruz adriano@nce.ufrj.br Instituto de Matemática Departamento de Ciência da Computação UFRJ 15 de agosto de 2013 Adriano Cruz adriano@nce.ufrj.br (IM-DCC-UFRJ)C Operadores

Leia mais

TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Erros-Ponto Flutuante

TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Erros-Ponto Flutuante TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Erros-Ponto Flutuante Prof. Volmir Wilhelm Curitiba, 2015 Representação Numérica No sistema decimal X (10) = d 3 d 2 d 1 d 0 (número inteiro de 4 dígitos)

Leia mais

EDITAL PROGRAMAS

EDITAL PROGRAMAS EDITAL 2017 - PROGRAMAS 2º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Testes de Língua Portuguesa e Matemática - Material: o candidato deverá trazer: lápis apontados, apontador, borracha e o Compreensão e interpretação

Leia mais

Introdução da Linguagem C

Introdução da Linguagem C 1. Introdução a Linguagem C 1.1 História Entre 1969 e 1973, Dennis Ritchie inventou a linguagem C e foi o primeiro a implementá-la usando um computador DEC PDP-11, que utilizava o sistema operacional Unix.

Leia mais

araribá matemática Quadro de conteúdos e objetivos Quadro de conteúdos e objetivos Unidade 1 Números inteiros adição e subtração

araribá matemática Quadro de conteúdos e objetivos Quadro de conteúdos e objetivos Unidade 1 Números inteiros adição e subtração Unidade 1 Números inteiros adição e subtração 1. Números positivos e números negativos Reconhecer o uso de números negativos e positivos no dia a dia. 2. Conjunto dos números inteiros 3. Módulo ou valor

Leia mais

Programação de Conteúdos de Matemática SPE Ensino Médio REGULAR 2013

Programação de Conteúdos de Matemática SPE Ensino Médio REGULAR 2013 Programação de Conteúdos de Matemática SPE Ensino Médio REGULAR 2013 1ª série - volume 1 1. Conjuntos - Conceito de conjunto - Pertinência - Representação de um conjunto - Subconjuntos - União de conjuntos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL: ANO LETIVO 2013/2014 DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 7 º ANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL: ANO LETIVO 2013/2014 DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 7 º ANO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA E TECNOLOGIAS ÁREA DISCIPLINAR DE MATEMÁTICA PLANIFICAÇÃO ANUAL: ANO LETIVO 2013/2014 DISCIPLINA DE MATEMÁTICA 7 º ANO CALENDARIZAÇÃO DO ANO LETIVO Período Início Fim Nº Semanas

Leia mais

Conceitos básicos de programação

Conceitos básicos de programação Constantes class Exemplo { static void Main() { float fahr, celsius; int lower, upper, step; lower = 0; /* limite inferior da tabela de temperaturas */ upper = 300; /* limite superior */ step = 20; /*

Leia mais

TEMA I: Interagindo com os números e funções

TEMA I: Interagindo com os números e funções 31 TEMA I: Interagindo com os números e funções D1 Reconhecer e utilizar característictas do sistema de numeração decimal. D2 Utilizar procedimentos de cálculo para obtenção de resultados na resolução

Leia mais

Sistemas de Computação. Representação em Ponto Flutuante

Sistemas de Computação. Representação em Ponto Flutuante Representação em Ponto Flutuante Representação IEEE para ponto flutuante IEEE Standard 754 Estabelecido em 1985 como padrão uniforme para aritmética em ponto flutuante A maioria das CPUs suporta este padrão

Leia mais

TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Introdução. Prof. Volmir Wilhelm Curitiba, Paraná, Brasil

TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Introdução. Prof. Volmir Wilhelm Curitiba, Paraná, Brasil TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Introdução Prof. Volmir Wilhelm Curitiba, Paraná, Brasil TP062-Métodos Numéricos para Engenharia de Produção Ementa Matrizes. Sistemas lineares. Zeros

Leia mais