SINTAXE DA ORAÇÃO E PERÍODO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SINTAXE DA ORAÇÃO E PERÍODO"

Transcrição

1 SINTAXE DA ORAÇÃO E PERÍODO Frase, oração e período. Frase: É o enunciado com sentido completo, capaz de fazer uma comunicação - Atenção! -Ontem choveu. - Cuidado! - A moça atravessava a rua. Nem toda frase possui um verbo, são as Frases Nominais. As frases com verbo são as Frases Verbais, Também chamadas de Oração.

2 Oração: É o enunciado com sentido que se estrutura com base em um verbo. Na oração é preciso usar verbo ou locução verbal. - A fábrica, hoje, produziu bem. - Homens e mulheres são iguais perante a lei. A oração é organizada em Períodos.

3 Período: É a oração composta por um ou mais verbos. O período classifica-se em: Simples: tem apenas uma oração. - Estudei muito. Composto: tem duas ou mais orações. - Estudei muito e passei no concurso.

4 (Questão) "Vais encontrar o mundo, disse-me meu pai, à porta do Ateneu." Considerando a possibilidade de várias organizações sintáticas para os períodos compostos, assinale a alternativa em que não há alteração de sentido em relação ao período anteriormente indicado: a) Meu pai disse-me, à porta do Ateneu, que lá eu encontraria o mundo. b) À porta do Ateneu, meu pai disse-me que lá eu teria de encontrar o mundo.

5 c) Disse-me meu pai, à porta do Ateneu, que somente lá eu encontraria o mundo. d) Quando chegamos à porta do Ateneu, meu pai disse-me que lá eu precisaria descobrir o mundo. e) Ao chegarmos à porta do Ateneu, meu pai orientou-me para que lá eu encontrasse o mundo.

6 As orações são compostas por dois termos essenciais, ou seja, aqueles que compõem a estrutura básica da oração, que são necessários para que a oração tenha significado. São eles: sujeito e predicado.

7 Sujeito: É o termo da oração do qual informamos alguma coisa. A menina de amarelo era a mais esperta da turma. Núcleo do sujeito: É a palavra mais importante do sujeito. A menina de amarelo era a mais esperta da turma. Tipos de sujeito: 1- Simples: possui apenas 1 núcleo. Maria chegou cedo.

8 2- Composto: possui 2 ou mais núcleos. Maria e Pedro chegaram cedo 3- Desinencial: não está explícito na frase, mas é facilmente identificado pela terminação do verbo. Falei com ele ontem. Suj. des. eu. O sujeito desinencial também é conhecido como elíptico ou oculto.

9 4- Indeterminado: não podermos identificá-lo: entregaram a pizza., Precisa-se de funcionários. ORAÇÕES SEM SUJEITO: São orações constituídas apenas pelo predicado, pois a informação fornecida não se refere a nenhum sujeito. As principais são: I) Verbos que exprimem fenômenos da natureza: Choveu muito hoje pela manhã. Nevou bastante durante o inverno.

10 II)O verbo haver no sentido de existir ou indicação de tempo transcorrido. Houve sérios problemas na rede da empresa. Há vários anos não viajamos juntos. III)O verbo fazer, ser e estar indicando tempo transcorrido ou tempo que indique fenômeno da natureza. Faz duas semanas que não viajamos. Está muito quente hoje. Era noite quando ele chegou.

11 Questões (UF-UBERLÂNDIA) Éramos três velhos amigos na praia quase deserta. O sujeito desta oração é: a) subentendido b) claro, composto e determinado c) indeterminado d) inexistente e) claro, simples e determinado

12 "Em 1949 reuniram-se em Perúgia, Itália, a convite da quase totalidade dos cineastas italianos, seus colegas de diversas partes do mundo." O núcleo do sujeito de "reuniram-se" é: a) cineastas b) convite c) colegas d) totalidade e) se

13 Na oração: Foram chamados às pressas todos os vaqueiros da fazenda vizinha, o núcleo do sujeito é: a) todos; b) fazenda; c) vizinha; d) vaqueiros; e) pressas.

14 Assinale a alternativa em que o sujeito está incorretamente classificado: a) chegaram, de manhã, o mensageiro e o guia (sujeito composto); b) fala-se muito neste assunto (sujeito indeterminado); c) vai fazer frio à noite (sujeito inexistente); d) haverá oportunidade para todos (sujeito inexistente); e) não existem flores no vaso (sujeito inexistente).

RESUMÃO LÍNGUA PORTUGUESA AO VIVO 07/06/13 LUCIA DEBORAH SINTAXE: TIPOS DE SUJEITO E DE PREDICADO SUJEITO

RESUMÃO LÍNGUA PORTUGUESA AO VIVO 07/06/13 LUCIA DEBORAH SINTAXE: TIPOS DE SUJEITO E DE PREDICADO SUJEITO LÍNGUA PORTUGUESA AO VIVO 07/06/13 LUCIA DEBORAH SINTAXE: TIPOS DE SUJEITO E DE PREDICADO RESUMÃO SUJEITO -QUANTO À EXPLICITUDE NÃO EXISTE, PORQUE O VERBO É IMPESSOAL= INEXISTENTE EXISTE, MAS NÃO PODE

Leia mais

Sujeito determinado: ocorre quando a terminação do verbo e o contexto permitem: - reconhecer que existe um elemento ao qual o predicado se refere;

Sujeito determinado: ocorre quando a terminação do verbo e o contexto permitem: - reconhecer que existe um elemento ao qual o predicado se refere; Tipos de sujeito Sujeito determinado: ocorre quando a terminação do verbo e o contexto permitem: - reconhecer que existe um elemento ao qual o predicado se refere; - indicar quem é esse elemento. Exemplo:

Leia mais

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe

Nº da aula 02. Estudo da Sintaxe Página1 Curso/Disciplina: Português para Concurso. Aula: Estudo da Sintaxe: Sujeito. Conceito; Classificações: sujeito determinado e indeterminado - 02 Professor (a): Rafael Cunha Monitor (a): Amanda Ibiapina

Leia mais

CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal.

CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução verbal. CONCEITOS GRAMATICAIS PARA ESTUDO CARLA FRASE É uma enunciado (uma mensagem) de sentido completo que estabelece comunicação. Toda frase deve ser pontuada. FRASE VERBAL: é frase que apresenta verbo ou locução

Leia mais

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL AULA 3: SINTAXE TERMOS ESSENCIAIS. Tutora: Ariana de Carvalho

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL AULA 3: SINTAXE TERMOS ESSENCIAIS. Tutora: Ariana de Carvalho APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL AULA 3: SINTAXE TERMOS ESSENCIAIS Tutora: Ariana de Carvalho O QUE É SINTAXE? É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro

Leia mais

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito.

: é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. feita através do predicado. : é o termo da oração que funciona como suporte de uma afirmação : é o termo da oração que, através de um verbo, projeta alguma afirmação sobre o sujeito. A pequena criança

Leia mais

Revisão:Tipos de sujeito

Revisão:Tipos de sujeito Revisão:Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo. Exemplos: - Deus é perfeito! - A cegueira lhe torturava os últimos dias de vida. Sujeito Composto: possui dois ou mais núcleos. Exemplos:

Leia mais

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1. Profª Raquel Sampaio

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1. Profª Raquel Sampaio PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1 Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA SINTAXE 1 Profª. Raquel Freitas Sampaio É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro

Leia mais

Sujeito. Estudo do sujeito. Como identificar o sujeito? 29/12/ É o elemento a respeito de quem se diz alguma coisa.

Sujeito. Estudo do sujeito. Como identificar o sujeito? 29/12/ É o elemento a respeito de quem se diz alguma coisa. Eu Palavra Cantada Estudo do Professor Jailton Gêiser Fountain Sujeito - É o elemento a respeito de quem se diz alguma coisa. - É o termo da oração sobre o qual incide a informação prestada pelo. Como

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Predicação verbal e sintaxe do período simples

Leia mais

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO

REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO REVISÃO CONCEITOS GRAMATICAIS 9º ANO Observe os exemplos... Marisa comprou um carro. São termos essenciais da oração: Sujeito É o termo da oração sobre quem se declara alguma coisa Predicado É tudo aquilo

Leia mais

MATERIAL N. 1 AULA 01 SUJEITO: OS PRIMEIROS DIAS DE PAZ SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES NÚCLEO DO SUJEITO: DIAS CONCEITOS FUNDAMENTAIS SUJEITO COMPOSTO

MATERIAL N. 1 AULA 01 SUJEITO: OS PRIMEIROS DIAS DE PAZ SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES NÚCLEO DO SUJEITO: DIAS CONCEITOS FUNDAMENTAIS SUJEITO COMPOSTO AULA 01 SINTAXE DO PERÍODO SIMPLES CONCEITOS FUNDAMENTAIS FRASE Frase é todo enunciado capaz de transmitir nossas idéias. Uma lua clara iluminava o céu. Socorro! ORAÇÃO É toda frase construída em torno

Leia mais

Obs: *Predicativo do sujeito Ex.: A situação parece perfeita. * Predicativo do objeto Ex.: Os presos acharam a comida péssima.

Obs: *Predicativo do sujeito Ex.: A situação parece perfeita. * Predicativo do objeto Ex.: Os presos acharam a comida péssima. Obs: *Predicativo do sujeito Ex.: A situação parece perfeita. * Predicativo do objeto Ex.: Os presos acharam a comida péssima. Termos essenciais 1) Sujeito: é o termo a respeito do qual se declara alguma

Leia mais

Lista 3 - Língua Portuguesa 1

Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Lista 3 - Língua Portuguesa 1 Frase, oração e período; sujeito e predicado LISTA 3 - LP 1 - FRASE, ORAÇÃO E PERÍODO; SUJEITO E PREDICADO Frase, oração e período; sujeito e predicado Na fala ou na escrita,

Leia mais

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é

Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é Há dois sintagmas essenciais: o sintagma nominal (SN), cujo núcleo é um nome ou palavra que seja equivalente; e o sintagma verbal (SV) cujo núcleo é uma forma verbal. Existem também o sintagma adjetival

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS LÍNGUA PORTUGUESA PROFª.: THAÍS AULA 8 O VERBO E SEUS COMPLEMENTOS pág. 57 A ORAÇÃO E SUA ESTRUTURA BÁSICA Sujeito = o ser sobre o qual se declara alguma coisa. Predicado = o que se declara sobre o sujeito.

Leia mais

Sujeitos. Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria. Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013

Sujeitos. Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria. Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013 Sujeitos Siene Alves Moreira Lucilene Eidna Faria Faculdade Iseib BH Letras, 2º semestre/2013 Sujeitos Tipos de sujeitos: Sujeito simples Sujeito composto Sujeito indeterminado Sujeito inexistente O que

Leia mais

REVISÃO DA SINTAXE. Elementos da análise sintática Problemas de concordância verbal. Prof. Paola C. Buvolini Freitas

REVISÃO DA SINTAXE. Elementos da análise sintática Problemas de concordância verbal. Prof. Paola C. Buvolini Freitas REVISÃO DA SINTAXE Elementos da análise sintática Problemas de concordância verbal Prof. Paola C. Buvolini Freitas paolabuvolini@gmail.com PREPOSIÇÕES palavras invariáveis DE (do, da, dos, das) indica

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho Bimestral 1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Fernanda Disciplina: L.Portuguesa Turma: 2ª Série E. Médio Nome: Nº: Atividade deverá ser entregue

Leia mais

Leia a tira para responder às questões.

Leia a tira para responder às questões. GOIÂNIA, / / 2017. PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Gramática SÉRIE: 2 ano ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA (PERÍODO SIMPLES) adnominal;

EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA (PERÍODO SIMPLES) adnominal; EXERCÍCIOS DE ANÁLISE SINTÁTICA (PERÍODO SIMPLES) 1. Considere a frase Ele andava triste porque não encontrava a companheira os verbos grifados são a) transitivo direto de ligação; b) de ligação intransitivo;

Leia mais

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar

Revisão sujeito e predicado. Prof.ª Lucimar Revisão sujeito e predicado Prof.ª Lucimar Tipos de sujeito Sujeito Simples: possui apenas um núcleo e este vem escrito. Exemplos: - Deus é perfeito! Sujeito simples Deus Núcleo do sujeito simples Deus

Leia mais

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu.

- Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu. - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. - Transitivo direto e indireto O garoto ofereceu - Verbo intransitivo Ele morreu. A criança dormiu. COMPLEMENTO NOMINAL É o termo que completa o sentido de uma palavra que não seja verbo. Assim, pode referir-se

Leia mais

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. Professora: Caliana Medeiros.

COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE. Professora: Caliana Medeiros. COLÉGIO DIOCESANO SERIDOENSE Professora: Caliana Medeiros. PREDICAÇÃO VERBAL Em função da relação que os verbos estabelecem com outras palavras, podemos dividi-los de duas maneiras: verbos de ligação verbos

Leia mais

1. (EsPCEx 2010) No trecho, É tarde respondeu Santos. (linha 36), o sujeito do verbo sublinhado é

1. (EsPCEx 2010) No trecho, É tarde respondeu Santos. (linha 36), o sujeito do verbo sublinhado é SUJEITO 1. (EsPCEx 2010) No trecho, É tarde respondeu Santos. (linha 36), o sujeito do verbo sublinhado é [A] indeterminado. [B] indefinido. [C] inexistente. [D] oculto. [E] simples. 2. (EsPCEx 2010) Leia

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA P1-2º BIMESTRE 7º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Saber o que é frase, oração. Reconhecer os predicativos do sujeito

Leia mais

Cap. 5 Sujeito indeterminado e oração sem sujeito

Cap. 5 Sujeito indeterminado e oração sem sujeito Cap. 5 Sujeito indeterminado e oração sem sujeito Sujeito indeterminado Sujeito indeterminado é aquele que não é nomeado na oração, ou por não se querer nomeá-lo ou por se desconhecer quem pratica a ação.

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª LÍVIA GUEDES 8º ANO

LÍNGUA PORTUGUESA PROFª LÍVIA GUEDES 8º ANO LÍNGUA PORTUGUESA PROFª LÍVIA GUEDES 8º ANO Vamos estudar sintaxe? O que é sintaxe? Sintaxe é o estudo das relações que as palavras estabelecem entre si nas orações e das relações que se estabelecem entre

Leia mais

Exercícios sobre tipos de predicado

Exercícios sobre tipos de predicado Exercícios sobre tipos de predicado Exercício 1: Identifique a alternativa em que aparece um predicado verbo-nominal: Os viajantes chegaram cedo ao destino. Demitiram o secretário da instituição. Nomearam

Leia mais

Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA.

Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA. Exemplos adicionais: CERVEJA É BOM. A CERVEJA É BOA. ENTRADA É PROIBIDO. A ENTRADA É PROIBIDA. 11) Haja vista. Ex.: Haja vista os resultados. (invariável) Obs.: Admitem-se também duas outras construções.

Leia mais

Português. Sujeito. Professor Arthur Scandelari.

Português. Sujeito. Professor Arthur Scandelari. Português Sujeito Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português SUJEITO PARTE 1 1. (ESAF MPOG 2015) Quando, em 2001, Facundo Manes regressou a seu país, a Argentina, depois de concluir

Leia mais

Nivelamento de Português. Crase. Profa. Ivanilda Maria e Silva Bastos 2015

Nivelamento de Português. Crase. Profa. Ivanilda Maria e Silva Bastos 2015 Nivelamento de Português Crase Profa. Ivanilda Maria e Silva Bastos 2015 Crase é: Fusão de uma preposição A com : artigo definido feminino ( a, as): Refiro-me a + a prova de ontem. Refiro-me à prova de

Leia mais

I. Sujeito e predicado: termos essenciais?

I. Sujeito e predicado: termos essenciais? Nome Nº Ano Turma Ensino Gabarito 8º Fund. II Disciplina Professora Natureza Código / Tipo Data Português Claudia Material de Apoio 5 MA5 2º / 2012 24/04/2012 Tema Estudos linguísticos: termos essenciais

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: língua Apinayé, sintaxe, educação escolar indígena.

PALAVRAS-CHAVE: língua Apinayé, sintaxe, educação escolar indígena. ASPECTOS SINTÁTICOS DA LÍNGUA APINAYÉ Loureane Rocha de SOUZA 1 Francisco Edviges ALBUQUERQUE 2 1 Aluna do curso de Licenciatura em Letras; Universidade Federal do Tocantins, campus de Araguaína; e- mail:

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

405. Assinale a alternativa onde o verbo haver não admite plural e, por isso, está errado:

405. Assinale a alternativa onde o verbo haver não admite plural e, por isso, está errado: CONCORDÂNCIA 405. Assinale a alternativa onde o verbo haver não admite plural e, por isso, está errado: a) os soldados se houveram como herói; b) os condenados houveram o perdão para seus erros; c) se

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO Sujeito e Predicado Para que a oração tenha

Leia mais

Mapa Mental de Português Verbos Haver e Reaver

Mapa Mental de Português Verbos Haver e Reaver Mapa Mental de Português Verbos Haver e Reaver Mapa Mental de Português Verbos Haver e Reaver Mapa Mental de Português - Verbos Haver e Reaver Mapa Mental de Português Verbos Mapa Mental de Português Verbos

Leia mais

Leia: É uma Partida de Futebol

Leia: É uma Partida de Futebol ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO PARALELA LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR (A): Juliana B. Stoll TURMA: 7º Ano Matutino REVISÃO Leia: É uma Partida de Futebol Bola na trave não altera o placar Bola na área sem ninguém

Leia mais

CRASE 3 EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO

CRASE 3 EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO SUMÁRIO CRASE 3 EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO 9 2 CRASE CRASE é um fenômeno fonético e sintático; fonético, porque simboliza a soma de dois sons iguais (A + A), sintático, porque sua ocorrência depende da

Leia mais

Língua Portuguesa. (Adaptado de "O Estado de São Paulo", 22/08/93)

Língua Portuguesa. (Adaptado de O Estado de São Paulo, 22/08/93) Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Patrícia Série: 2º Ano Disciplina: Português Data da prova: 1.Leia com atenção o enunciado: Língua Portuguesa "A Polícia Federal

Leia mais

Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe substantivo, verbo, Morfologia. Morfologia classes gramaticais

Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe substantivo, verbo, Morfologia. Morfologia classes gramaticais Língua Portuguesa Nesta bimestral você aprendeu sobre diversos conceitos como Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe, e partir desses conceitos vamos revisar os principais assuntos estudados. Quando falamos

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. INTRODUÇÃO À SINTAXE Frase Frase é todo enunciado de sentido completo, podendo

Leia mais

Adjetivos e advérbios

Adjetivos e advérbios Adjetivos e advérbios Adjetivo Palavra pertencente a uma classe aberta de palavras. Varia em género, número e em grau. É o núcleo do grupo adjetival. Adjetivo relacional Deriva de uma base nominal e, tipicamente,

Leia mais

TUTORIAL 2B. Data: Aluno (a): Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa. Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem NANDA/MARÇO/

TUTORIAL 2B. Data: Aluno (a): Equipe de Língua Portuguesa. Língua Portuguesa. Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem NANDA/MARÇO/ Aluno (a): Série: 3ª TUTORIAL 2B Ensino Médio Data: Turma: Equipe de Língua Portuguesa Língua Portuguesa Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem - 1 - NANDA/MARÇO/2014-262 ] Colégio A. LIESSIN Scholem Aleichem

Leia mais

Recuperação. Nome: Nº 8º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina(s): Português

Recuperação. Nome: Nº 8º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina(s): Português TIPO DE AVALIAÇÃO: Lista de Exercícios Recuperação Nome: Nº 8º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina(s): Português Data: Professor(a): Érica Beatriz Nota: Leia o texto de Clarice Lispector e veja

Leia mais

666. Na oração: Foram chamados às pressas todos os vaqueiros da fazenda vizinha, o núcleo do sujeito é:

666. Na oração: Foram chamados às pressas todos os vaqueiros da fazenda vizinha, o núcleo do sujeito é: SINTAXE: 666. Na oração: Foram chamados às pressas todos os vaqueiros da fazenda vizinha, o núcleo do sujeito é: a) todos; b) fazenda; c) vizinha; d) vaqueiros; e) pressas. 667. Assinale a alternativa

Leia mais

9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos

9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos 9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos indivíduos são controlados por um sistema de televisão.

Leia mais

Conheça também nossa loja:

Conheça também nossa loja: O curso Agora Vou Aprender lhe dá todo suporte para que você aprenda bastante em nosso curso online. Caso tenha dúvidas, conte com o apoio do Professor Leo pelo email cursodoprofleo@gmail.com ou pelo Whatsapp

Leia mais

Questão 01 Os hobbits

Questão 01 Os hobbits Educador: Angela Régia C. Curricular: Língua Portuguesa Data: / /2013 Estudante: 7º Ano Questão 01 Os hobbits Os hobbits são um povo discreto, mas muito antigo, que já foi mais numeroso do que é hoje.

Leia mais

Língua Portuguesa. Professoras: Fernanda e Danúzia

Língua Portuguesa. Professoras: Fernanda e Danúzia Língua Portuguesa Professoras: Fernanda e Danúzia Nesta bimestral você aprendeu sobre diversos conceitos como Morfologia, Sintaxe e Morfossintaxe, e partir desses conceitos vamos revisar os principais

Leia mais

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação.

MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL. SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais, irracionais a fim de identificação. PREPOSIÇÃO É a classe de palavras que liga palavras entre si;

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais.

Os alunos fizeram uma visita ao zoológico, onde puderam observar várias espécies de animais. Uso do onde e aonde O advérbio é uma classe de palavras cuja função gramatical é acompanhar e modificar um verbo, exprimindo a circunstância da ação verbal, por isso o nome ad-vérbio, ou seja, a palavra

Leia mais

DISCIPLINA: Língua Portuguesa (Gramática) 2ª Unidade Letiva / 2016 TURMA: PROFESSORA: Luciana Rebequi Merino DATA: 06/06/2016

DISCIPLINA: Língua Portuguesa (Gramática) 2ª Unidade Letiva / 2016 TURMA: PROFESSORA: Luciana Rebequi Merino DATA: 06/06/2016 DISCIPLINA: Língua Portuguesa (Gramática) 2ª Unidade Letiva / 2016 TURMA: PROFESSORA: Luciana Rebequi Merino DATA: 06/06/2016 7º ANO ASSUNTO: Gabarito dos exercícios de revisão para a PO Anglo 2 Exercício

Leia mais

Como tirar nota máxima em Transitividade Verbal

Como tirar nota máxima em Transitividade Verbal Vamos analisar esta oração. Como tirar nota máxima em Transitividade Verbal Ex.: O carteiro pegou o selo da carta. Passo 1 Ao se deparar com uma oração (frase), como esta, sua primeira ação deve ser a

Leia mais

USO DA CRASE. Bruna Camargo

USO DA CRASE. Bruna Camargo USO DA CRASE Bruna Camargo Conceito Fusão entre duas vogais idênticas. A + A = À Justificativa Sua correta utilização é, sobretudo, sinal de competência linguística em regência nominal e verbal, em se

Leia mais

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as.

1. ARTIGO É uma palavra que determina outra classe de palavra chamada de substantivo. Divide-se em: - Artigo definido: o, a, os, as. CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 11/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 06 CLASSES GRAMATICAIS Ementa Na aula de hoje serão abordados

Leia mais

Português. Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli.

Português. Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli. Português Sintaxe da Oração (Análise Sintática) Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português SINTAXE DA ORAÇÃO (ANÁLISE SINTÁTICA) Frase: é o enunciado com sentido completo, capaz

Leia mais

Português 3º ano João J. Concordância Verbal

Português 3º ano João J. Concordância Verbal Português 3º ano João J. Concordância Verbal Concordância Verbal Concordância do verbo com o sujeito composto I. Quando o sujeito composto estiver posicionado antes do verbo, este ficará no plural. Ex.:

Leia mais

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA A. Gomes Ferreira J. Nunes de Figueiredo 2. CICLO Oo Introdução I. ONDE SE FALA A LÍNGUA PORTUGUESA II. A PALAVRA. A FRASE. SINTAXE E MORFOLOGIA MATÉRIA DAS UNIDADES

Leia mais

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE SÃO MATEUS RESPOSTA AO RECURSO DA PROVA OBJETIVA

FUNDAÇÃO EUCLIDES DA CUNHA CONCURSO PÚBLICO DE SÃO MATEUS RESPOSTA AO RECURSO DA PROVA OBJETIVA CONCURSO PÚBLICO DE SÃO MATEUS CARGO: Fonoaudiólogo S 43 QUESTÃO NÚMERO: 03 Embora a candidata não tenha apresentado fundamentação teórica, para dar origem ao presente recurso, esta Banca informa que a

Leia mais

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura.

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. O USo da VírGULA USo da VírGULA Observe o sentido destas duas frases: Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria

Leia mais

CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 12/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS

CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 12/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 12/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 07 CONCORDÂNCIA Ementa Na aula de hoje serão abordados os seguintes

Leia mais

Língua Portuguesa. 2. (UE PONTA GROSSA-PR) Em "É possível que comunicassem sobre políticos", a segunda oração é:

Língua Portuguesa. 2. (UE PONTA GROSSA-PR) Em É possível que comunicassem sobre políticos, a segunda oração é: Lista de Exercícios Pré Universitário Uni-Anhanguera Aluno(a): Nº. Professor: Patrícia Série: 3º Ano Disciplina: Português Data da prova: 1.Leia com atenção o texto abaixo: Língua Portuguesa Como podemos

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Prof. Albert Iglésia

LÍNGUA PORTUGUESA. Prof. Albert Iglésia LÍNGUA PORTUGUESA Prof. Albert Iglésia 1 - Sujeito 2 - Predicado Essenciais 1 Complemento verbal 2 Complemento nominal 3 Agente da passiva Integrantes 1 Adjunto adverbial 2 Adjunto adnominal 3 Aposto Acessórios

Leia mais

PROFESSORA: VERBENE LIMA

PROFESSORA: VERBENE LIMA PROFESSORA: VERBENE LIMA É a fusão (junção) da preposição a exigida pela regência do verbo ou do nome mais o artigo definido a, os pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), aquilo e o pronome demonstrativo

Leia mais

Concordância verbal. Temos que o verbo se apresenta na terceira pessoa do singular, pois faz referência a um sujeito, assim também expresso (ele).

Concordância verbal. Temos que o verbo se apresenta na terceira pessoa do singular, pois faz referência a um sujeito, assim também expresso (ele). Concordância verbal Ao falarmos sobre a concordância verbal, estamos nos referindo à relação de dependência estabelecida entre um termo e outro mediante um contexto oracional. Desta feita, os agentes principais

Leia mais

SINTAXE. Acesse e veja nossos produtos:

SINTAXE. Acesse e veja nossos produtos: SINTAXE Veja várias dicas de português para facilitar seu aprendizado. Saiba de forma clara e objetiva muitos termos da sintaxe e tire suas dúvidas sobre os principais temas voltados à sintaxe. Este material

Leia mais

Termos ligados ao nome. adnominal e aposto) e o vocativo. Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone

Termos ligados ao nome. adnominal e aposto) e o vocativo. Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone Termos ligados ao nome (complemento nominal, adjunto adnominal e aposto) e o vocativo Apostila 2, Capítulo 4 Unidades 21 a 24 (pág. 407 a 417) Professora Simone 2 Regência Nominal Designa a relação existente

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A1 Prova A (13A1AE) 60 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

REVISÃO FINAL DELEGADO DE POLÍCIA

REVISÃO FINAL DELEGADO DE POLÍCIA REVISÃO FINAL DELEGADO DE POLÍCIA Com base no Edital n º 007 SEGPLAN/SSPAP/PCGO, de 4/11/2016 Revisão ponto a ponto POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE GOIÁS COORDENAÇÃO Leandro Bortoleto Paulo Lépore Rogério Sanches

Leia mais

Concordância. 1

Concordância.  1 Sumário Concordância Visão Geral... 4 Concordância verbal - Visão Geral... 5 Verbo fazer haver e ser visão geral... 6 Visc - HFs - Haver e fazer indicando tempo... 7 Visc - Hfs - Verbo haver - existência

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 Aulas Aula Conteúdo Página 1 Emprego das classes e palavras

Leia mais

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Funções sintáticas a nível da frase. Profª Maria Rodrigues

FUNÇÕES SINTÁTICAS. Funções sintáticas a nível da frase. Profª Maria Rodrigues FUNÇÕES SINTÁTICAS Funções sintáticas a nível da frase Profª Maria Rodrigues FUNÇÕES SINTÁTICA (ESQUEMA SÍNTESE) Sujeito Complementos: -direto -indireto -oblíquo -Agente da passiva Frase Funções internas

Leia mais

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli

Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal. Prof Carlos Zambeli Classes de Palavras (Morfologia) Flexão Nominal e Verbal Prof Carlos Zambeli A morfologia está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo,

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

Pra começo de conversa... ORAÇÃO PERÍODO

Pra começo de conversa... ORAÇÃO PERÍODO Orações Coordenadas Pra começo de conversa... FRASE ORAÇÃO PERÍODO FRASE Enunciado com sentido completo... Socorro! Socorro! Silêncio! A aula da professora Marisa é maravilhosa. Nós adoramos Gramática.

Leia mais

No 1. verso do poema, há a interpelação direta a um ser inanimado a quem são atribuídos traços humanos. Assinale a alternativa que designa

No 1. verso do poema, há a interpelação direta a um ser inanimado a quem são atribuídos traços humanos. Assinale a alternativa que designa 4. (PUC-SP) Mar português Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses

Leia mais

Identifique o sujeito nas orações:

Identifique o sujeito nas orações: DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR: João de Oliveira ANO: 8º TURMA: TURNO: MATUTINO ASSUNTO: Exercício de Fixaçao BIMESTRE: II ALUNO: DATA: Identifique o sujeito nas orações: Questão: 01 Roubaram

Leia mais

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL

INSTITUTO GEREMARIO DANTAS COMPONENTE CURRICULAR: LÍNGUA PORTUGUESA EXERCÍCIOS DE RECUPERAÇÃO PARCIAL INSTITUTO GEREMARIO DANTAS Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Fone: (21) 21087900 Rio de Janeiro RJ www.igd.com.br Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor: Angélica Teodoro Data: / /2016 COMPONENTE CURRICULAR:

Leia mais

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO SUJEITO 01 1. comemorações 2. imagem 3. rio 4. soldados 5. major/coronel 6. quem 7. ninguém 8. alto-falantes 9. trocos 10. Tio 02 1. (3) 2. (2) 3. (1) 4. (2) 5.

Leia mais

Emprego da crase. Cheirar à gasolina (feder a) Cheirar a gasolina (aspirar)

Emprego da crase. Cheirar à gasolina (feder a) Cheirar a gasolina (aspirar) Emprego da crase A palavra crase é de origem grega e significa "fusão", "mistura". Na língua portuguesa, é o nome que se dá à "junção" de duas vogais idênticas. É de grande importância a crase da preposição

Leia mais

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê?

Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? Usa-se ainda, neste caso, sujeito antes do verbo ou a palavra interrogativa no fim da oração: De quem você falava? Ele comprou o quê? 7. ) Nas orações exclamativas, de sentido optativo ou não, é frequente

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM

APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM GRAMÁTICA TRADICIONAL SINTAXE II: TERMOS INTEGRANTES E TERMOS ACESSÓRIOS Tutora: Ariana de Carvalho TERMOS INTEGRANTES A nomenclatura está relacionada com a função dos

Leia mais

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra o erro: Neymar não admitiu o erro do juiz. suj VTD função: núcleo do direto classe: substantivo

Leia mais

7 - CESGRANRIO TRANSPETRO - Técnico de Enfermagem do Trabalho Considere a frase. O chefe de vários departamentos identifica a mudança no

7 - CESGRANRIO TRANSPETRO - Técnico de Enfermagem do Trabalho Considere a frase. O chefe de vários departamentos identifica a mudança no 7 - CESGRANRIO - 2011 - TRANSPETRO - Técnico de Enfermagem do Trabalho Considere a frase. O chefe de vários departamentos identifica a mudança no cenário da informática. A palavra identifica pode ser substituída,

Leia mais

Período simples: conceitos e exemplos

Período simples: conceitos e exemplos Período simples: conceitos e exemplos Frase é todo enunciado (palavra ou conjunto de palavras) que apresente sentido completo. Ei! Olá! Até logo. Oração é a frase ou fragmento de frase que contém um verbo

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA 3 º TRIMESTRE 2011

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA 3 º TRIMESTRE 2011 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA 3 º TRIMESTRE 2011 PROF. MARCUS NOME N o 9 a ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou

Leia mais

BATERIA DE EXERCÍCIOS - PORTUGUÊS I

BATERIA DE EXERCÍCIOS - PORTUGUÊS I Nome: nº Professor(a): Ano: 7º Turma: Data: / /2013 Desconto Ortográfico: Sem limite para crescer BATERIA DE EXERCÍCIOS - PORTUGUÊS I 3º Trimestre Leia o poema a seguir. À primeira vista corpo de Capela

Leia mais

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco SEXTA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco 1. Aposto e a vírgula. 2. Adjunto Adverbial e a vírgula. 3. Vocativo e a vírgula. 4. Uso da Vírgula. Resumo. 5. Exercícios. 1. Aposto e a vírgula.

Leia mais

PARECER SOBRE RECURSOS GABARITO OFICIAL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 01/2015.

PARECER SOBRE RECURSOS GABARITO OFICIAL CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 01/2015. LÍNGUA PORTUGUESA ESCOLARIDADE ALFABETIZADO CARGO VIGIA QUESTÕES Nº 01 / 04 / 07 RECURSO DEFERIDO Questões anuladas. LÍNGUA PORTUGUESA ESCOLARIDADE NÍVEL MÉDIO CARGO AUXILIAR ADMINISTRATIVO QUESTÃO Nº

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA MÓDULO 7 SINTAXE I. Professora Rosane Reis

LÍNGUA PORTUGUESA MÓDULO 7 SINTAXE I. Professora Rosane Reis LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 7 SINTAXE I é relação, concatenação de categorias. Aquela bola amarela caiu no terreno da vizinha pronome substantivo adjetivo verbo preposição EM + artigo

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO LÍNGUA PORTUGUESA

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO  LÍNGUA PORTUGUESA CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 3 o DESAFIO CENM - 2015 LÍNGUA PORTUGUESA 1. Explique o uso do pronome demonstrativo na tira abaixo. Direção: ANO : 5 EF Complete as frases usando adequadamente

Leia mais

PROFESSOR FELIPE OBERG

PROFESSOR FELIPE OBERG Conteúdo programático: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase.

Leia mais

CENTRO DE ESTUDOS SOMA

CENTRO DE ESTUDOS SOMA FICHA DE TRABALHO FUNÇÕES SINTÁTICAS E SUBCLASSE DOS VERBOS 1. Identifica as funções sintáticas presentes nas frases, usando os números apresentados: 1- sujeito 2- predicado 3-complemento direto 4 - complemento

Leia mais

Exemplos de exercícios

Exemplos de exercícios Sintaxe Exemplos de exercícios Complemento oblíquo Percurso: 1. Constatação da existência de constituintes do GV selecionados pelo verbo (complemento direto, indireto e oblíquo). 2. Treino de reconhecimento

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE A CRASE INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA CRASE Dizem que a crase não foi inventada para humilhar ninguém. No entanto, sabemos muito bem que seu uso adequado dá um certo trabalho a todos que escrevemos. O primeiro

Leia mais

JOSÉ ALMIR FONTELLA DORNELLES

JOSÉ ALMIR FONTELLA DORNELLES JOSÉ ALMIR FONTELLA DORNELLES Edição comemorativa de 20 anos. Revista, ampliada, novos exercícios e questões. 20ª edição Brasília 2014 2014 Vestcon Editora Ltda. Todos os direitos autorais desta obra são

Leia mais