CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( )"

Transcrição

1 BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO = (84+85) ATIVO FINANCEIRO = ( ) DISPONÍVEL = ( ) EM MOEDA NACIONAL = (5+6+7) Caixa Bancos c/ Movimento Aplicações Financeiras = ( ) Títulos 9 Fundos de Aplicação Financeira 10 Poupanças 11 Outras aplicações EM MOEDA ESTRANGEIRA 13 DEMAIS DISPONIBILIDADES 14 CRÉDITOS EM CIRCULAÇÃO - Disponível = ( ) Créditos a Receber - Em Circulação Depósitos Realizáveis a Curto Prazo 17 Outros Valores Realizáveis Valores Diferidos 19 VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO 20 INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA = ( ) 21 Investimentos em Segmento de Renda Fixa 22 Investimentos em Segmento de Renda Variável 23 Títulos e Valores Mobiliários 24 Investimentos com a Taxa de Administração do RPPS 25 Empréstimos com Recursos Previdenciários a Receber 26 (-) Provisão para Perdas em Investimentos 27 ATIVO FINANCEIRO A LONGO PRAZO 28 ATIVO FINANCEIRO = ( ) REALIZÁVEL A CURTO PRAZO = (30+40) Créditos em Circulação - Curto Prazo = ( ) Fornecimentos a Receber 32 ( - ) Provisão p/ Devedores Duvidosos - Fornecimentos a Receber 33 Créditos Parcelados 34 Diversos Responsáveis Empréstimos e Financiamentos - Curto Prazo 36 Adiantamentos Concedidos Recursos Vinculados - Curto Prazo 38 Outros Créditos em Circulação ( - ) Provisão p/ Devedores Duvidosos 40 Bens e Valores em Circulação = ( ) Estoques Títulos e Valores 43 Outros Bens e Valores em Circulação 44 ( - ) Provisão p/ Perdas Prováveis - Outros Bens e Valores 45 VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro = (46+47) Despesas Antecipadas Outros Valores Pendentes a Curto Prazo INVESTIMENTOS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA. = (49) 49 Investimentos em Segmento de Imóveis 50 REALIZÁVEL A LONGO PRAZO = (51+54) Depósitos Realizáveis a Longo Prazo = (52+53) Pag. 1/ 32

2 BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO 52 Depósitos Compulsórios Recursos Vinculados - Longo Prazo 54 Créditos Realizáveis a Longo Prazo = ( ) Dívida Ativa ( - ) Provisão p/ Perdas de Dívida Ativa 57 Devedores - Entidades e Agentes 58 Empréstimos e Financiamentos - Longo Prazo Créditos a Receber - Longo Prazo ( - ) Provisão p/ Perdas Prováveis - Outros Créditos Realizáveis LP 61 (-) Provisão para devedores duvidosos - LP 62 PERMANENTE = ( ) Investimentos = ( ) Participação Societária Participação Societária em Empresas Dependentes 66 Outros Investimentos ( - ) Provisão p/ Perdas Prováveis - Investimentos 68 Imobilizado = ( ) Bens Móveis = (70+71) Máquinas e Equipamentos Outros Bens Móveis Bens Imóveis = ( ) Edifícios e Instalações Terras e Terrenos 75 Outros Bens Imóveis Títulos e Valores. 77 ( - ) Depreciação, Amortização e Exaustão Acumulados Intangível = (79-80) 79 Bens Intangíveis 80 (-) Depreciação, Amortização e Exaustão Acumulados. 81 Diferido = (82-83) 82 Despesas Diferidas 83 ( - ) Amortização Acumulada 84 ATIVO REAL = (2+28) ATIVO COMPENSADO = ( ) Responsabilidade por Títulos e Valores 87 Garantias de Valores Pag. 2/ 32

3 BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO 88 Convênios e Contratos 89 Outras Compensações Declaramos que os dados acima foram extraídos dos balanços gerais consolidados do município. Fonte: Nota: VOLTA REDONDA, 09/05/2013 ANTÔNIO FRANCISCO NETO JOSÉ CARLOS DE ABREU PREFEITO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA CPF.: CPF.: FLÁVIO HENRIQUE DE SÁ CONTADOR CRC.: /O-8 Pag. 3/ 32

4 BALANÇO PATRIMONIAL - PASSIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 PASSIVO = ( ) PASSIVO FINANCEIRO = ( ) DEPÓSITOS = (4+5) Consignações Depósitos de Diversas Origens OBRIGAÇÕES EM CIRCULAÇÃO - PF = ( ) Restos a Pagar Processados = ( ) Fornecedores - Do Exercício 9 Fornecedores - De Exercícios Anteriores 10 Convênios a Pagar 11 Pessoal a Pagar - Do Exercício 12 Pessoal a Pagar - De Exercícios Anteriores 13 Precatórios - Passivo Financeiro 14 Encargos Sociais a Recolher Provisões Diversas Obrigações Tributárias Débitos Diversos a Pagar Restos a Pagar Não Processados = (19) A Liquidar Credores Diversos Adiantamentos Recebidos Outras Obrigações a Pagar Valores Diferidos 24 VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - PF 25 PASSIVO FINANCEIRO A LONGO PRAZO 26 PASSIVO FINANCEIRO = ( ) OBRIGAÇÕES EM CIRCULAÇÃO = ( ) 28 Provisões 29 Operações de Crédito Internas - Em Circulação = ( ) 30 Em Títulos 31 Em Contratos 32 Financiamentos e Outras 33 Operações de Crédito Externas - Em Circulação = ( ) 34 Em Títulos. 35 Em Contratos. 36 Financiamentos e Outras. 37 Obrigações a Pagar - Em Circulação 38 Adiantamentos Diversos Recebidos 39 Precatórios - Passivo Não Financeiro = ( 40+41) 40 Precatórios Anteriores a 05/05/ Precatórios a Partir de 05/05/ Outros Débitos a Pagar 43 VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - PNF 44 EXIGÍVEL A LONGO PRAZO = (45+46) Depósitos Exigíveis a Longo Prazo 46 Obrigações Exigíveis a Longo Prazo = ( ) Operações de Crédito Internas - Longo Prazo =( ) Em Títulos 49.Em Contratos 50.Financiamentos e Outras Operações de Crédito Externas - Longo Prazo =( ) 52.Em Títulos. 53.Em Contratos. Pag. 4/ 32

5 BALANÇO PATRIMONIAL - PASSIVO 54.Financiamentos e Outras. 55 Obrigações Legais e Tributárias Obrigações a Pagar 57 Provisões Matemáticas Previdenciárias = ( ) 58 Provisões para Benefícios Concedidos 59 Provisões para Benefícios a Conceder 60 ( - ) Provisões Amortizadas 61 Provisões Atuariais para Ajustes do Plano 62 Outras Exigibilidades RESULTADO DE EXERCÍCIOS FUTUROS 64 PASSIVO REAL = (2+26) PATRIMÔNIO LÍQUIDO = ( ) Patrimônio/Capital Reservas Resultado Acumulado PASSIVO COMPENSADO Declaramos que os dados acima foram extraídos dos balanços gerais consolidados do município. Fonte: Nota: VOLTA REDONDA, 09/05/2013 ANTÔNIO FRANCISCO NETO JOSÉ CARLOS DE ABREU PREFEITO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA CPF.: CPF.: FLÁVIO HENRIQUE DE SÁ CONTADOR CRC.: /O-8 Pag. 5/ 32

6 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS CAMPO CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 Receita Total = ( ) Receitas Correntes = ( ) Receita Tributária = ( ) Impostos = (5+11) Impostos sobre o Patrimônio e a Renda = (6+7+10) Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana - IPTU Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza - IR = (8+9) Imposto de Renda Retido na Fonte sobre os Rendimentos do Trabalho - IRRF Imposto de Renda Retido nas Fontes sobre Outros Rendimentos Imposto sobre Transmissão "Inter Vivos" de Bens Imóveis e de Direitos Reais sobre Imóveis - ITBI Impostos sobre a Produção e a Circulação = (12) Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISSQN Taxas = (14+15) Taxas pelo Exercício do Poder de Polícia Taxas pela Prestação de Serviços Contribuição de Melhoria Receitas de Contribuições = (18+36) Contribuições Sociais = ( ) Contribuições para o Regime Próprio de Previdência do Servidor Público = ( ) Contribuição Patronal de Servidor Ativo Civil para o Regime Próprio Contribuição Patronal de Servidor Ativo Militar Contribuição Patronal - Inativo Civil Contribuição Patronal - Inativo Militar Contribuição Patronal - Pensionista Civil Contribuição Patronal - Pensionista Militar Contribuição do Servidor Ativo Civil para o Regime Próprio Contribuição de Servidor Ativo Militar Contribuições do Servidor Inativo Civil para o Regime Próprio Contribuições de Servidor Inativo Militar Contribuições de Pensionista Civil para o Regime Próprio Contribuições de Pensionista Militar Contribuição Previdenciária para Amortização do Déficit Atuarial Contribuição Previdenciária em Regime de Parcelamento de Débitos Outras Contribuições Sociais XX.XX Demais Contribuições Sociais Contribuições Econômicas Receita Patrimonial = ( ) Receitas Imobiliárias = ( ) Aluguéis Arrendamentos Foros Laudêmios Taxa de Ocupação de Imóveis Outras Receitas Imobiliárias Receitas de Valores Mobiliários = ( ) Juros de Títulos de Renda Dividendos Participações Remuneração de Depósitos Bancários Remuneração de Depósitos Especiais Pag. 6/ 32

7 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS Remuneração de Saldos de Recursos Não Desembolsados Remuneração dos Investimentos do Regime Próprio de Previdência do Servidor Outras Receitas de Valores Mobiliários Receitas de Concessões e Permissões Compensações Financeiras Outras Receitas Patrimoniais Receita Agropecuária Receita Industrial Receita de Serviços = ( ) Serviços Financeiros Serviços de Transporte Serviços de saúde Serviços de Processamento de Dados Serviços Administrativos Serviços Educacionais Serviços de Fornecimento de Água XX.XX Demais receitas de serviços Transferências Correntes = ( ) Transferências Intergovernamentais = ( ) Transferências da União = ( ) Participação na Receita da União = ( ) Cota-Parte do Fundo de Participação dos Municípios - FPM Cota-Parte do Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural - ITR Cota-Parte do Imposto Sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou Relativas a Títulos ou Valores Mobiliários - Comercialização do Ouro Transferências da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Naturais = ( ) Cota-parte da Compensação Financeira de Recursos Hídricos Cota-parte da Compensação Financeira de Recursos Minerais - CFEM Cota-parte Royalties - Compensação Financeira pela Produção de Petróleo - Lei n 7.990/ Cota-Parte Royalties pelo Excedente da Produção do Petróleo - Lei nº 9.478/97, artigo 49, I e II Cota-Parte Royalties pela Participação Especial - Lei nº 9.478/97, artigo Cota-Parte do Fundo Especial do Petróleo - FEP Outras Transferências Decorrentes de Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Naturais Transferências de Recursos do Sistema Único de Saúde - SUS - Repasses Fundo a Fundo Transferências de Recursos do Fundo Nacional de Assistência Social - FNAS Transferências de Recursos do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação - FNDE Transferências Financeira do ICMS - Desoneração - L.C. Nº 87/ Transferências a Consórcios Públicos Outras Transferências da União Transferências dos Estados = ( ) Participação na Receita dos Estados = ( ) Cota-Parte do ICMS Cota-Parte do IPVA Cota-Parte do IPI sobre Exportação Cota-Parte da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico Outras Participações na Receita dos Estados Pag. 7/ 32

8 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS Transferências da Cota-Parte da Compensação Financeira (25%) = ( ) Cota-Parte da Compensação Financeira de Recursos Hídricos Cota-Parte da Compensação Financeira de Recursos Minerais - CFEM Cota-Parte Royalties - Compensação Financeira pela Produção de Petróleo - Lei nº 7.990/89, artigo 9º Outras Transferências Decorrentes de Compensações Financeiras Transferências de Recursos do Estado para Programas de Saúde - Repasse Fundo a Fundo Transferências a Consórcios Públicos Outras Transferências dos Estados Transferências dos Municípios = ( ) Transferências de Recursos do Sistema Único de Saúde - SUS Transferências a Consórcios Públicos Outras Transferências dos Municípios Transferências Multigovernamentais = ( ) Transferências de Recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação FUNDEB Transferências de Recursos da Complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB Outras Transferências Multigovernamentais Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Convênios = ( ) Transferências de Convênios da União e de Suas Entidades = ( ) Transferências de Convênios da União para o Sistema Único de Saúde - SUS Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Educação Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Assistência Social Transferências de Convênios da União Destinadas aos Programas de Combate à Fome Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Saneamento Básico Outras Transferências de Convênios da União Transferências de Convênios dos Estados e do Distrito Federal e de Suas Entidades = ( ) Transferências de Convênios dos Estados para o Sistema Único de Saúde - SUS Transferências de Convênios dos Estados Destinadas a Programas de Educação Outras Transferências de Convênios dos Estados Transferências de Convênios dos Municípios e de Suas Entidades = ( ) Transferências de Convênios dos Municípios para o Sistema Único de Saúde - SUS Transferências de Convênios dos Municípios Destinadas a Programas de Educação Outras Transferências de Convênios dos Municípios Transferências de Convênios de Instituições Privadas Pag. 8/ 32

9 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS Transferências de Convênios do Exterior Transferências para o Combate à Fome = ( ) Provenientes do Exterior Provenientes de Pessoas Jurídicas Provenientes de Pessoas Físicas Provenientes de Depósitos não Identificados Outras Receitas Correntes = ( ) Multas e Juros de Mora = ( ) Multas e Juros de Mora dos Tributos Multas e Juros de Mora das Contribuições Multas e Juros de Mora da Dívida Ativa dos Tributos Multas e Juros de Mora da Dívida Ativa das Contribuições Multas e Juros de Mora da Dívida Ativa de Outras Receitas Multas e Juros de Mora de Outras Receitas Multas de Outras Origens Indenizações e Restituições Receita da Dívida Ativa = ( ) Receita da Dívida Ativa Tributária Receita da Dívida Ativa não tributária Receitas Diversas Receitas de Capital = ( ) Operações de Crédito = ( ) Operações de Crédito Internas Operações de Crédito Externas Alienação de Bens = ( ) Alienação de Bens Móveis Alienação de Bens Imóveis Amortização de Empréstimos Transferências de Capital = ( ) Transferências Intergovernamentais = ( ) Transferências da União = ( ) Transferências de Recursos do Sistema Único de Saúde - SUS Transferências de Recursos Destinados a Programas de Educação Transferências a Consórcios Públicos Outras Transferências da União Transferências dos Estados = ( ) Transferências de Recursos do Sistema Único de Saúde - SUS Transferências de Recursos Destinados a Programas de Educação Transferências a Consórcios Públicos Outras Transferências dos Estados Transferências dos Municípios = ( ) Transferências de Recursos Destinados a Programas de Saúde Transferências de Recursos Destinados a Programas de Educação Transferências a Consórcios Públicos Outras Transferências dos Municípios Transferências de Instituições Privadas Transferências do Exterior Transferências de Pessoas Transferências de Outras Instituições Públicas Transferências de Convênios = ( ) Transferências de Convênios da União e de suas Entidades = ( ) Transferências de Convênios da União para o Sistema Único de Saúde - SUS Pag. 9/ 32

10 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Educação Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Saneamento Básico Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Meio Ambiente Transferências de Convênios da União Destinadas a Programas de Infra- Estrutura em Transporte Outras Transferências de Convênios da União Transferências de Convênios dos Estados e do Distrito Federal e de suas Entidades = ( ) Transferências de Convênios dos Estados para o Sistema Único de Saúde - SUS Transferências de Convênios dos Estados Destinadas a Programas de Educação Transferências de Convênios dos Estados Destinadas a Programas de Saneamento Básico Transferências de Convênios dos Estados Destinadas a Programas de Meio Ambiente Transferências de Convênios dos Estados Destinadas a Programas de Infra- Estrutura em Transporte Outras Transferências de Convênios dos Estados Transferências de Convênios dos Municípios e de suas Entidades = ( ) Transferências de Convênios dos Municípios Destinados a Programas de Saúde Transferências de Convênios dos Municípios Destinadas a Programas de Educação Outras Transferências de Convênios dos Municípios Transferências de Convênios de Instituições Privadas Transferências de Convênios do Exterior Transferências para o Combate à Fome = ( ) Provenientes do Exterior Provenientes de Pessoas Jurídicas Provenientes de Pessoas Físicas Provenientes de Depósitos não Identificados Outras Receitas de Capital Deduções da Receita Corrente = ( ) Dedução das Receitas de Transferências da União = ( ) Dedução de Receita do FPM - FUNDEB e Redutor Financeiro Dedução de Receita para a Formação do FUNDEB - ITR Dedução de Receita para a Formação do FUNDEB - ICMS Desoneração - Lei Complementar 87/ Dedução das Receitas de Transferências dos Estados = ( ) Dedução de Receita para a Formação do FUNDEB - ICMS Dedução de Receita para a Formação do FUNDEB - IPVA Dedução de Receita para a Formação do FUNDEB - IPI - Exportação X.XX.XX.X X Demais Deduções da Receita Pag. 10/ 32

11 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS Receitas Correntes Intra-Orçamentárias Receitas de Capital Intra-Orçamentárias Declaramos que os dados acima foram extraídos dos balanços gerais consolidados do município. Fonte: Nota: VOLTA REDONDA, 09/05/2013 ANTÔNIO FRANCISCO NETO JOSÉ CARLOS DE ABREU PREFEITO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA CPF.: CPF.: FLÁVIO HENRIQUE DE SÁ CONTADOR CRC.: /O-8 Pag. 11/ 32

12 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS CAMPO CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO DESPESAS EMPENHADAS DESPESAS LIQUIDADAS ORÇAMENTO DO EXERCÍCIO INSCRIÇÃO DE RP INSCRIÇÃO DE RP DESPESAS PAGAS PROCESSADOS PROCESSADOS 1 Despesa Total = ( ) Despesas Correntes = ( ) Pessoal e Encargos Sociais = ( ) Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Financeiras Sem Fins Lucrativos Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Aposentadorias e Reformas Pensões Contratação por Tempo Determinado Outros Benefícios Previdenciários Contribuição a Entidades Fechadas de Previdência Outros Benefícios Assistenciais Salário-Família Vencimentos e Vantagens Fixas - Pessoal Civil Vencimentos e Vantagens Fixas - Pessoal Militar Obrigações Patronais = ( ) FGTS Contribuições Previdenciárias - INSS Plano de Seg. Soc. do Servidor - Pes. Ativo Outras Obrigações Patronais X X Demais Obrigações Patronais Outras Despesas Variáveis - Pessoal Civil Outras Despesas Variáveis - Pessoal Militar Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização Depósitos Compulsórios Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações Restituições Trabalhistas Ressarcimento de Despesas de Pessoal Requisitado XX. XX Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social = (36+40) Obrigações Patronais Intraorçamentária = ( ) Contribuição Patronal para o RPPS Intraorçamentária Outras Obrigações Patronais Intraorçamentária X X Demais Obrigações Patronais Intraorçamentária XX. XX Demais Despesas Pessoal Intraorçamentária Juros e Encargos da Dívida = (42) Aplicações Diretas = ( ) Juros sobre a Dívida por Contrato Outros Encargos sobre a Dívida por Contrato Juros, Deságios e Descontos da Dívida Mobiliária Outros Encargos sobre a Dívida Mobiliária Encargos sobre Operações de Crédito por Antecipação da Receita Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX. XX Demais Aplicações Diretas Outras Despesas Correntes = ( ) Pag. 12/ 32

13 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências a Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências a Instituições Multigovernamentais Nacionais Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Aposentadorias e Reformas Pensões Contratação por Tempo Determinado Outros Benefícios Previdenciários Benefício Mensal ao Deficiente e ao Idoso Outros Benefícios Assistenciais Salário-Família Outros Benefícios de Natureza Social Diárias - Civil Diárias - Militar Auxílio Financeiro a Estudantes Auxílio-Fardamento Auxílio Financeiro a Pesquisadores Obrigações decorrentes de Política Monetária Encargos pela Honra de Avais, Garantias, Seguros e Similares Remuneração de Cotas de Fundos Autárquicos Material de Consumo Premiações Culturais, Artísticas, Científicas, Desportivas e Outras Material de Distribuição Gratuita Passagens e Despesas com Locomoção Serviços de Consultoria Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física Locação de Mão-de-Obra Arrendamento Mercantil Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Contribuições Subvenções Sociais Equalização de Preços e Taxas Auxílio-Alimentação Obrigações Tributárias e Contributivas Outros Auxílios Financeiros a Pessoas Físicas Auxílio-Transporte Depósitos Compulsórios Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições Indenização pela Execução de Trabalhos de Campo XX. XX Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Despesas de Capital = ( ) Investimentos =( ) Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências a Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências a Instituições Multigovernamentais Nacionais Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Pag. 13/ 32

14 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS Contratação por Tempo Determinado Diárias - Civil Outras Despesas Variáveis - Pessoal Militar Auxílio Financeiro a Pesquisadores Material de Consumo Passagens e Despesas com Locomoção Serviços de Consultoria Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física Locação de Mão-de-Obra Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Obras e Instalações = ( ) Obras em Andamento X X Demais Obras e Instalações Equipamentos e Material Permanente Aquisição de Imóveis Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX. XX Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Inversões Financeiras = ( ) Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências a Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Aquisição de Imóveis Aquisição de Produtos para Revenda Aquisição de Títulos de Crédito Aquisição de Títulos Representativos de Capital já Integralizado Constituição ou Aumento de Capital de Empresas Concessão de Empréstimos e Financiamentos Depósitos Compulsórios Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX. XX Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Amortização da Dívida = ( 154) Aplicações Diretas = ( ) Principal da Dívida Contratual Resgatado Principal da Dívida Mobiliária Resgatado Correção Monetária ou Cambial da Dívida Contratual Resgatada Correção Monetária ou Cambial da Dívida Mobiliária Resgatada Correção Monetária da Dívida de Operações de Crédito por Antecipação da Receita Principal Corrigido da Dívida Mobiliária Refinanciado Principal Corrigido da Dívida Contratual Refinanciado Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX. XX Demais Aplicações Diretas Pag. 14/ 32

15 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS Reserva do RPPS Reserva de Contingência Declaramos que os dados acima foram extraídos dos balanços gerais consolidados do município. Fonte: Nota: VOLTA REDONDA, 09/05/2013 ANTÔNIO FRANCISCO NETO JOSÉ CARLOS DE ABREU PREFEITO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA CPF.: CPF.: FLÁVIO HENRIQUE DE SÁ CONTADOR CRC.: /O-8 Pag. 15/ 32

16 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS SUB QUADRO - EXECUÇÃO DE RESTOS A PAGAR CAMPO CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO RESTOS A PAGAR PROCESSADOS RESTOS A PAGAR PROCESSADOS PAGOS CANCELADOS PAGOS. CANCELADOS. 1 Despesa Total = ( ) Despesas Correntes = ( ) Pessoal e Encargos Sociais = ( ) Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Financeiras Sem Fins Lucrativos Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Aposentadorias e Reformas Pensões Contratação por Tempo Determinado Outros Benefícios Previdenciários Contribuição a Entidades Fechadas de Previdência Outros Benefícios Assistenciais Salário-Família Vencimentos e Vantagens Fixas - Pessoal Civil Vencimentos e Vantagens Fixas - Pessoal Militar Obrigações Patronais = ( ) FGTS Contribuições Previdenciárias - INSS Plano de Seg. Soc. do Servidor - Pes. Ativo Outras Obrigações Patronais X X Demais Obrigações Patronais Outras Despesas Variáveis - Pessoal Civil Outras Despesas Variáveis - Pessoal Militar Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização Depósitos Compulsórios Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações Restituições Trabalhistas Ressarcimento de Despesas de Pessoal Requisitado XX.X X Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social = (36+40) Obrigações Patronais Intraorçamentária = ( ) Contribuição Patronal para o RPPS Intraorçamentária Outras Obrigações Patronais Intraorçamentária X X Demais Obrigações Patronais Intraorçamentária XX.X X Demais Despesas Pessoal Intraorçamentária Juros e Encargos da Dívida = (42) Aplicações Diretas = ( ) Juros sobre a Dívida por Contrato Outros Encargos sobre a Dívida por Contrato Juros, Deságios e Descontos da Dívida Mobiliária Outros Encargos sobre a Dívida Mobiliária Encargos sobre Operações de Crédito por Antecipação da Receita Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Pag. 16/ 32

17 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS SUB QUADRO - EXECUÇÃO DE RESTOS A PAGAR Indenizações e Restituições XX.X X Demais Aplicações Diretas Outras Despesas Correntes = ( ) Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências a Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências a Instituições Multigovernamentais Nacionais Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Aposentadorias e Reformas Pensões Contratação por Tempo Determinado Outros Benefícios Previdenciários Benefício Mensal ao Deficiente e ao Idoso Outros Benefícios Assistenciais Salário-Família Outros Benefícios de Natureza Social Diárias - Civil Diárias - Militar Auxílio Financeiro a Estudantes Auxílio-Fardamento Auxílio Financeiro a Pesquisadores Obrigações decorrentes de Política Monetária Encargos pela Honra de Avais, Garantias, Seguros e Similares Remuneração de Cotas de Fundos Autárquicos Material de Consumo Premiações Culturais, Artísticas, Científicas, Desportivas e Outras Material de Distribuição Gratuita Passagens e Despesas com Locomoção Serviços de Consultoria Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física Locação de Mão-de-Obra Arrendamento Mercantil Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Contribuições Subvenções Sociais Equalização de Preços e Taxas Auxílio-Alimentação Obrigações Tributárias e Contributivas Outros Auxílios Financeiros a Pessoas Físicas Auxílio-Transporte Depósitos Compulsórios Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições Indenização pela Execução de Trabalhos de Campo XX.X X Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Despesas de Capital = ( ) Investimentos = ( ) Transferências à União Pag. 17/ 32

18 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS SUB QUADRO - EXECUÇÃO DE RESTOS A PAGAR Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências a Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências a Instituições Multigovernamentais Nacionais Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Contratação por Tempo Determinado Diárias - Civil Outras Despesas Variáveis - Pessoal Militar Auxílio Financeiro a Pesquisadores Material de Consumo Passagens e Despesas com Locomoção Serviços de Consultoria Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Física Locação de Mão-de-Obra Outros Serviços de Terceiros - Pessoa Jurídica Obras e Instalações = ( ) Obras em Andamento X X Demais Obras e Instalações Equipamentos e Material Permanente Aquisição de Imóveis Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX.X X Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Inversões Financeiras = ( ) Transferências à União Transferências a Estados e ao Distrito Federal Transferências a Municípios Transferências a Instituições Privadas sem Fins Lucrativos Transferências a Instituições Privadas com Fins Lucrativos Transferências a Consórcios Públicos Transferências ao Exterior Aplicações Diretas = ( ) Aquisição de Imóveis Aquisição de Produtos para Revenda Aquisição de Títulos de Crédito Aquisição de Títulos Representativos de Capital já Integralizado Constituição ou Aumento de Capital de Empresas Concessão de Empréstimos e Financiamentos Depósitos Compulsórios Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX.X X Demais Aplicações Diretas Aplicação Direta Decorrente de Operação entre Órgãos, Fundos e Entidades Integrantes dos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social Amortização da Dívida = (154) Pag. 18/ 32

19 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS SUB QUADRO - EXECUÇÃO DE RESTOS A PAGAR Aplicações Diretas = ( ) Principal da Dívida Contratual Resgatado Principal da Dívida Mobiliária Resgatado Correção Monetária ou Cambial da Dívida Contratual Resgatada Correção Monetária ou Cambial da Dívida Mobiliária Resgatada Correção Monetária da Dívida de Operações de Crédito por Antecipação da Receita Principal Corrigido da Dívida Mobiliária Refinanciado Principal Corrigido da Dívida Contratual Refinanciado Sentenças Judiciais Despesas de Exercícios Anteriores Indenizações e Restituições XX.X X Demais Aplicações Diretas Reserva do RPPS Reserva de Contingência Declaramos que os dados acima foram extraídos dos balanços gerais consolidados do município. Fonte: Nota: VOLTA REDONDA, 09/05/2013 ANTÔNIO FRANCISCO NETO JOSÉ CARLOS DE ABREU PREFEITO SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FAZENDA CPF.: CPF.: FLÁVIO HENRIQUE DE SÁ CONTADOR CRC.: /O-8 Pag. 19/ 32

20 QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS POR FUNÇÃO ORÇAMENTO DO EXERCÍCIO INSCRIÇÃO DE RP CAMPO CÓDIGO DISCRIMINAÇÃO DESPESAS DESPESAS INSCRIÇÃO DE RP DESPESAS PAGAS EMPENHADAS LIQUIDADAS PROCESSADOS PROCESSADOS Total da Despesa por Função = ( ) ( Exceto INTRA- ORÇAMENTÁRIAS) Legislativa = (3+4+5) Ação Legislativa Controle Externo Demais Subfunções - Legislativa Judiciária = (7+8+9) Ação Judiciária Defesa do Interesse Público no Processo Judiciário Demais Subfunções - Judiciária Essencial à Justiça = ( ) Defesa da Ordem Jurídica Representação Judicial e Extrajudicial Demais Subfunções - Essencial à Justiça Administração = ( ) Planejamento e Orçamento Administração Geral Administração Financeira Controle Interno Normatização e Fiscalização Tecnologia da Informação Ordenamento Territorial Formação de Recursos Humanos Administração de Receitas Administração de Concessões Comunicação Social Demais Subfunções - Administração Defesa Nacional = ( ) Defesa Aérea Defesa Naval Defesa Terrestre Demais Subfunções - Defesa Nacional Segurança Pública = ( ) Policiamento Defesa Civil Informação e Inteligência Demais Subfunções - Segurança Pública Relações Exteriores = ( ) Relações Diplomáticas Cooperação Internacional Demais Subfunções - Relações Exteriores Assistência Social = ( ) Assistência ao Idoso Assistência ao Portador de Deficiência Assistência à Criança e ao Adolescente Assistência Comunitária Demais Subfunções - Assistência Social Previdência Social = ( ) Previdência Básica Previdência do Regime Estatutário Previdência Complementar Previdência Especial Demais Subfunções - Previdência Social Saúde = ( ) Atenção Básica Assistência Hospitalar e Ambulatorial Suporte Profilático e Terapêutico Vigilância Sanitária Vigilância Epidemiológica Alimentação e Nutrição Demais Subfunções - Saúde Trabalho = ( ) Proteção e Benefício ao Trabalhador Pag. 20/ 32

21 QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO - DESPESAS POR FUNÇÃO Relações de Trabalho Empregabilidade Fomento ao Trabalho Demais Subfunções - Trabalho Educação = ( ) Ensino Fundamental Ensino Médio Ensino Profissional Ensino Superior Educação Infantil Educação de Jovens e Adultos Educação Especial Demais Subfunções - Educação Cultura = ( ) Patrimônio Histórico, Artístico e Arqueológico Difusão Cultural Demais Subfunções - Cultura Direitos da Cidadania = ( ) Custódia e Reintegração Social Direitos Individuais, Coletivos e Difusos Assistência aos Povos Indígenas Demais Subfunções - Direitos da Cidadania Urbanismo = ( ) Infra-Estrutura Urbana Serviços Urbanos Transportes Coletivos Urbanos Demais Subfunções - Urbanismo Habitação = ( ) Habitação Rural Habitação Urbana Demais Subfunções - Habitação Saneamento = ( ) Saneamento Básico Rural Saneamento Básico Urbano Demais Subfunções - Saneamento Gestão Ambiental = ( ) Preservação e Conservação Ambiental Controle Ambiental Recuperação de Áreas Degradadas Recursos Hídricos Meteorologia Demais Subfunções - Gestão Ambiental Ciência e Tecnologia = ( ) Desenvolvimento Científico Desenvolvimento Tecnológico e Engenharia Difusão do Conhecimento Científico e Tecnológico Demais Subfunções - Ciência e Tecnologia Agricultura = ( ) Promoção da Produção Vegetal Promoção da Produção Animal Defesa Sanitária Vegetal Defesa Sanitária Animal Abastecimento Extensão Rural Irrigação Demais Subfunções - Agricultura Organização Agrária = ( ) Reforma Agrária Colonização Demais Subfunções - Organização Agrária Indústria = ( ) Promoção Industrial Produção Industrial Mineração Propriedade Industrial Normalização e Qualidade Demais Subfunções - Indústria Comércio e Serviços = ( ) Promoção Comercial Comercialização Pag. 21/ 32

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR. Créditos em Circulação - Ativo Não Financeiro =( )

CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR. Créditos em Circulação - Ativo Não Financeiro =( ) QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO =(58+59) 2.124.771,48 2 ATIVO FINANCEIRO =(3+7+11+12) 93.165,19 3 DISPONÍVEL =(4+5+6) 93.165,19

Leia mais

VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro =(33+34)

VALORES PENDENTES A CURTO PRAZO - Ativo Não Financeiro =(33+34) QUADRO DE DADOS CONTÁBEIS CONSOLIDADOS MUNICIPAIS BALANÇO PATRIMONIAL - ATIVO CAMPO DISCRIMINAÇÃO VALOR 1 ATIVO =(59+60) 2.395.359,36 2 ATIVO FINANCEIRO =(3+8+13+14) 76.650,19 3 DISPONÍVEL =(4+5+6+7) 76.650,19

Leia mais

Nº 39, terça-feira, 27 de fevereiro de ISSN

Nº 39, terça-feira, 27 de fevereiro de ISSN Nº 39, terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 1 ISSN 1677-7042 43 44 ISSN 1677-7042 1 Nº 39, terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 Nº 39, terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 1 ISSN 1677-7042

Leia mais

RREO-Anexo 01 Tabela Balanço Orçamentário Padrao

RREO-Anexo 01 Tabela Balanço Orçamentário Padrao RREO-Anexo 01 Tabela 1.0 - Balanço Orçamentário Padrao Estágios da Receita Orçamentária Receitas Orçamentárias RECEITAS REALIZADAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) % (b/a) Até o

Leia mais

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016

Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segunda-feira, 28 de março de 2016 PÁGINA 6 Diário Oficial do Distrito Federal Nº 58, segundafeira, 28 de março de 2016 SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA PORTARIA Nº 50, DE 23 DE MARÇO DE 2016. O SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA DO, no uso

Leia mais

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº /

PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Praça São João, nº / PREFEITURA MUNIC MONTE APRAZÍVEL Balanço Orçamentário LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I Receitas Previsão p/ o Exercício Receitas Realizadas até RECEITAS CORRENTES 36.336,00 31.631,99

Leia mais

1 Despesa Total = (2+79) Despesas Correntes = ( ) Pessoal e Encargos Sociais = (4+5+6)

1 Despesa Total = (2+79) Despesas Correntes = ( ) Pessoal e Encargos Sociais = (4+5+6) CODIGO Portaria 163 DESCRICAO 1 Despesa Total = (2+79) 2 3.0.00.00.00 Despesas Correntes = (3+23+33) 3 3.1.00.00.00 Pessoal e Encargos Sociais = (4+5+6) 4 3.1.30.00.00 Transferências a Estados e ao Distrito

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - CONSOLIDADO BALANÇO PATRIMONIAL. Exercício : 2016 em R$ ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - CONSOLIDADO BALANÇO PATRIMONIAL. Exercício : 2016 em R$ ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO CONTA SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL - CONSOLIDADO BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO ESPECIFICAÇÃO ESPECIFICAÇÃO Ativo Circulante 4.308.121.585,05 4.119.026.030,21 Passivo Circulante - 931.748.272,24-917.833.735,13

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL BALANÇO FINANCEIRO - TODOS OS ORÇAMENTOS 1 INGRESSOS DISPÊNDIOS ESPECIFICAÇÃO 2014 ESPECIFICAÇÃO 2014 Receitas Orçamentárias - - Despesas Orçamentárias 7.583.637,48 - Ordinárias - - Ordinárias 2.011.924,00

Leia mais

Municipio de Santa Vitória

Municipio de Santa Vitória Estado de Minas Gerais 000 - CONSOLIDADO Período: 01-10-2013 a 31-10-2013 01021 03-12-2013 08:12:05 1.0.0.0.00.00.00 Receitas Correntes 7.646.732,06 67.437.301,44 1.1.0.0.00.00.00 Receita Tributária 834.156,32

Leia mais

Diário Oficial. Índice do diário Outros. Prefeitura Municipal de Ribeira do Amparo. Outros - BALANÇO ANUAL Páginas:

Diário Oficial. Índice do diário Outros. Prefeitura Municipal de Ribeira do Amparo. Outros - BALANÇO ANUAL Páginas: Páginas: 48 Índice do diário Outros Outros - BALANÇO ANUAL 2015 Página 1 Outros Outros BALANÇO ANUAL 2015 - BA (Poder Executivo) DCA-Anexo I-AB Balanço Patrimonial - Ativo e Passivo Padrao Balanço Patrimonial

Leia mais

LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO

LRF, Art.52, inciso I, alíneas a e b - Anexo I PREVISÃO P/ O EXERCÍCIO LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" - Anexo I RECEITAS PREVISÃO P/ O RECEITAS REALIZADAS ATÉ O MÊS SALDO R$1,00 RECEITAS CORRENTES 30,118,600 14,711,229 15,407,371 Receita Tributária 1,075,000 438,954

Leia mais

RECEITA TRIBUTÁRIA

RECEITA TRIBUTÁRIA 10000000000 RECEITAS CORRENTES 102.390.600,00 11000000000 RECEITA TRIBUTÁRIA 7.454.000,00 11100000000 IMPOSTOS 6.8 11120000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO E A RENDA 2.280.000,00 11120200000 IMPOSTO SOBRE

Leia mais

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público. Luiz Carlos Wisintainer

Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público. Luiz Carlos Wisintainer Análise das Demonstrações Contábeis Aplicadas ao Setor Público Luiz Carlos Wisintainer Sistemas da Contabilidade Pública SUBSISTEMAS DE CONTAS ORÇAMENTÁRIO PATRIMONIAL CUSTOS COMPENSAÇÃO Fonte: MCASP Subsistema

Leia mais

Variações Patrimoniais Quantitativas

Variações Patrimoniais Quantitativas : 2015 Quantitativas VARIAÇÃO PATRIMONIAL AUMENTATIVA 254.357.617,98 IMPOSTOS, TAXAS E CONTRIBUIÇÕES DE MELHORIA 7.926.292,10 IMPOSTOS 7.769.372,44 IMPOSTOS SOBRE PATRIMÔNIO E A RENDA 3.809.542,30 IMPOSTOS

Leia mais

Prefeitura Municipal de Guarapuava Exercicio de 2016 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Natureza Codigo Especificacao

Prefeitura Municipal de Guarapuava Exercicio de 2016 - Anexo 2, da Lei 4.320/64 Unidade Gestora: CONSOLIDADO Natureza Codigo Especificacao 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 327.198.765,92 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 54.932.798,74 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 46.219.482,29 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A

Leia mais

Tabela 1 - Balanço Orçamentário

Tabela 1 - Balanço Orçamentário Tabela 1 Balanço Orçamentário PREFEITURA MUNICIPAL DE VITORIA DA CONQUISTA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO SETEMBRO/OUTUBRODE 2012 RREO Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) R$ 1,00

Leia mais

Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.

Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL. Anexo I - Balanço Orçamentário Page 1 of 1 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A OUTUBRO 2010 / BIMESTRE SETEMBRO-OUTUBRO RREO - Anexo I (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TANGARA DA SERRA

PREFEITURA MUNICIPAL DE TANGARA DA SERRA Página: 1 de 9 000001 1 0 0 0 0 00 00 00 ATIVO 69.855.136,11 D 18.737.242,74 20.259.144,48 000002 1 1 0 0 0 00 00 00 ATIVO CIRCULANTE 57.737.284,92 D 18.734.365,74 20.259.144,48 000003 1 1 1 0 0 00 00

Leia mais

7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas

7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas 7.7 - Demonstrações contábeis exigidas pela Lei 4.320/64 e notas explicativas MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL TITULO BALANÇO FINANCEIRO - TODOS OS ORÇAMENTOS SUBTITULO 70013 - TRIBUNAL

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE POÇÕES ESTADO DA BAHIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE POÇÕES ESTADO DA BAHIA 21 PREFEITURA MUNICIPAL DE POÇÕES ESTADO DA LEI Nº 1144/2015 DE 18 de dezembro de 2015. EMENTA: Estima a Receita e fixa a Despesa do Orçamento Anual do Município de Poções, para o exercício financeiro

Leia mais

RECEITAS DE CONTRIBUICOES , CONTRIBUICOES SOCIAIS ,71

RECEITAS DE CONTRIBUICOES , CONTRIBUICOES SOCIAIS ,71 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 7.959.410,31 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 358.666,34 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 262.922,72 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 182.921,52

Leia mais

SANTA CATARINA CAMARA DE VEREADORES DO MUNICIPIO DE NOVA ERECHIM Balancete de Verificação

SANTA CATARINA CAMARA DE VEREADORES DO MUNICIPIO DE NOVA ERECHIM Balancete de Verificação Página: 1/9 1 ATIVO 972.584,70D 71.90 62.591,11 1.1 ATIVO CIRCULANTE 46.803,13D 71.90 62.036,57 1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA 46.803,13D 71.90 62.036,57 1.1.1.1 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA EM MOEDA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO

Leia mais

ANEXO I CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

ANEXO I CONCILIAÇÃO BANCÁRIA ANEXO I CONCILIAÇÃO BANCÁRIA Resolução TCE nº 905/2009 Período de Referência: Nº DA CONTA / BANCO: SALDO INICIAL: DOCUMENTO DATA VALOR R$ SOMA: Depósitos Contabilizados e não creditados em banco TOTAL

Leia mais

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , ,06

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , ,06 CRESS/SC - 12ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 76.557.099/0001-99 Período: 01/08/2014 à 31/08/2014 Balancete Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo CRESS/SC - 12ª Região Período:

Leia mais

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , , , ,

Balancete. Saldo Anterior. Saldo Anterior , , , , , , , , , CRESS/SC - 12ª Região Conselho Regional de Serviço Social CNPJ: 76.557.099/0001-99 Período: 01/10/2014 à 31/10/2014 Balancete Conta Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo CRESS/SC - 12ª Região Período:

Leia mais

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2017 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2017 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA 100000000000 RECEITAS CORRENTES 16.060.924,10 110000000000 RECEITA TRIBUTARIA 295.460,62 111000000000 IMPOSTOS 111200000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 111202000000 IPTU - DO EXERCICIO 111202010000

Leia mais

F/F150/REL/5770 PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EMISSAO : 29/12/2003

F/F150/REL/5770 PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EMISSAO : 29/12/2003 REFERENCIA NOVEMBRO/2003 DIRETA + INDIRETAS CONSOLIDADAS 10/207405-2 PAGINA : 1 RECEITAS CORRENTES 8.374.003.106,00 509.918.735,21 6.067.756.298,82 2.306.246.807,18 RECEITA TRIBUTARIA 2.558.756.194,00

Leia mais

Plano de Contas Referencial Imunes e Isentas até 2014

Plano de Contas Referencial Imunes e Isentas até 2014 Plano de Contas Referencial Imunes e Isentas até 2014 CÓDIGO DESCRIÇÃO DT_INI DT_FIM TIPO CONTA SUPERIOR NÍVEL NATUREZA 1 ATIVO 01012014 S 1 01 1.01 ATIVO CIRCULANTE 01012014 S 1 2 01 1.01.01 DISPONIBILIDADES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORMAÇO/RS 4º - Exercício: 2015 EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO DA RECEITA Código da Receita Discriminação das Contas da Receita 1100.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 60.213,03 261.361,22 1110.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 48.119,00

Leia mais

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES ,47 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA

RECEITAS CORRENTES DESPESAS CORRENTES ,47 PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS JUROS E ENCARGOS DA DIVIDA ANEXO 1 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA E DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS Outubro / 2011 Orçamento Fiscal, da Seguridade Social e de Investimentos. Adendo II à

Leia mais

FIP Balancete Mensal de Verificação

FIP Balancete Mensal de Verificação 1.0.0.0.0.00.00.00 ATIVO 1.005.472,68 D 1.160.936,76 1.191.738,90 974.670,54 D 1.1.0.0.0.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE 325.323,28 D 1.160.936,76 1.191.738,90 294.521,14 D 1.1.1.0.0.00.00.00 CAIXA E EQUIVALENTES

Leia mais

ANEXO 02 RECEITAS SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS

ANEXO 02 RECEITAS SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS MUNICÍPIO DE GUARATUBA Estado do Paraná ANEXO 02 RECEITAS SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONÔMICAS Rua Dr. João Cândido, nº 380, centro, CEP 83.280-000 GUARATUBA PARANÁ Fone: 41 3472-8500 Página: 1 1.0.0.0.00.0.0.00.00.00.00.00

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAAPIRANGA PRAÇA 28 DE DEZEMBRO, CNPJ: / Orçamento Programa - Exercício de 2017

MUNICÍPIO DE CAAPIRANGA PRAÇA 28 DE DEZEMBRO, CNPJ: / Orçamento Programa - Exercício de 2017 NATUREZA DA DESPESA POR Page 1 01 LEGISLATIVO 01 CAMARA MUNICIPAL 1.052.000,00 779.000,00 779.000,00 3. 1. 90. 05 OUTROS BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS 0.01.010 1.000,00 3. 1. 90. 11 VENCIMENTOS E VANTAGENS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO/RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO/RS Código da Receita Descrição da Receita PREFEITURA MUNICIPAL DE PLANALTO/RS ORÇAMENTO DA RECEITA Receita Prevista 11000000000000 RECEITA TRIBUTARIA 2.288.643,00 11100000000000 Impostos 2.115.750,00 11200000000000

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA DA CONQUISTA RREO - ANEXO I (LRF, Art.52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º R$ 1,00 RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2008 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL SALDO A REALIZAR No Bimestre

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL DO MUNICIPIO DE BAIA DA TRAIÇÃO

DIÁRIO OFICIAL DO MUNICIPIO DE BAIA DA TRAIÇÃO RECEITA RESULTANTE DE IMPOSTOS (caput do art. 212 da CF) RECEITAS DO ENSINO Continua (1/5) 1 - RECEITAS DE IMPOSTOS 360.720,00 360.720,00 202.602,88 56,17 1.1 - Receita Resultante do Imposto sobre a Propriedade

Leia mais

Recebido Classificação Descrição No Bimestre Até o Bimestre

Recebido Classificação Descrição No Bimestre Até o Bimestre 1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.315.593,35 8.842.106,89 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 33.030,61 202.620,37 1.1.1.0.00.00.00.00.00 IMPOSTOS 29.822,35 182.289,31 1.1.1.2.00.00.00.00.00

Leia mais

Movimento Orcamentário. Despesas. Receitas. No Mês Até o Mês No Mês Até o Mês

Movimento Orcamentário. Despesas. Receitas. No Mês Até o Mês No Mês Até o Mês Movimento Orcamentário 1000.00.00.00 Receita Correntes 5.076.492,56 20.852.992,42 3000.00 DESPESAS CORRENTES 3.391.523,30 11.150.565,01 1100.00.00.00 Receita Tributária 201.960,74 807.802,56 3100.00 PESSOAL

Leia mais

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos

Prática - desenvolvimento de sistemas Av. Assis Brasil 1800/302 - Porto Alegre - RS - CEP: Empresa: Plano referencial 9 - Partidos Políticos 1 ATIVO 1.01 ATIVO CIRCULANTE 1.01.01 ATIVO CIRCULANTE - FUNDO PARTIDÁRIO 1.01.01.01 DISPONÍVEL 1.01.01.01.02 BANCO CONTA MOVIMENTO 1.01.01.01.02.01 Bancos - Conta específica do Fundo Partidário 1.01.01.01.03

Leia mais

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009)

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009) GOVERNO MUNICIPAL PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE TRIZIDELA DO VALE MARANHÃO 01.558.070/000122 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA MAIO A JUNHO 2016 INFORMAÇÕES INICIAIS DADOS DO GESTOR

Leia mais

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Financeiro Exercício : 01/2016

Estado de Alagoas FUNPREV - Fundo de Previdência Social do Município de Mar Vermelho Balancete Financeiro Exercício : 01/2016 Pág. 1 Balancete Financeiro R E C E I T A D E S P E S A Conta Descrição Valor Conta Descrição Valor R E C E I T A S O R Ç A M E N T Á R I A S 97.490,76 D E S P E S A S O R Ç A M E N T Á R I A S 27.765,63

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14 ATIVO Exercício Atual PASSIVO Exercício Atual ATIVO CIRCULANTE Caixa e Equivalentes de Caixa 4.161.540,37 Créditos a Curto Prazo PASSIVO CIRCULANTE Obrigações Trabalhistas, Previdenciárias e Assistenciais

Leia mais

BALANCETE MÊS JANEIRO

BALANCETE MÊS JANEIRO FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE APIACÁS MT. CNPJ: 03.094.874/0001-43 BALANCETE MÊS JANEIRO 2015 ESTADO DE MATO GROSSO - FUNDO MUNICIPAL DE PREV. DOS SERV. MUN. APIACAS ANEXO

Leia mais

Prefeitura Municipal de Camargo - Prefeitura Municipal Receita Realizada - Agosto/2016

Prefeitura Municipal de Camargo - Prefeitura Municipal Receita Realizada - Agosto/2016 Página: 1 TOTAL DA RECEITA ORÇAMENTÁRIA 1.106.958,82 9.108.753,40 1.0.0.0.00.00.00.00.00 RECEITAS CORRENTES 1.283.660,23 10.659.277,33 1.1.0.0.00.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 49.656,94 474.298,83 1.1.1.0.00.00.00.00.00

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 2012 ATIVO NE 31/12/2013 31/12/2012 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2013 31/12/2012 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 85.142.911 86.881.544

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO BR 174 KM 107 C.N.P.J. : 04.628.681/000198 RECEITA VALORES ARRECADADOS RECEITA TRIBUTÁRIA (1) 978.588,57 9.148.299,29 IMPOSTOS 973.260,89 9.044.199,14 IPTU Imp. s/ a Prop. Territ. Urbana 39.094,96 369.781,82

Leia mais

OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS

OTÁVIO LADEIRA DE MEDEIROS ANEXOS 30 ISSN 677-7042 Nº PROCESSO NOME CPF 0 7 7. 7 2 0 0 8 / 2 0 6 - FERNANDA RODRIGUES RIQUELME 00.45.790-5 Art. 2º. Este Ato entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. FÁBIO LEMES

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2015 E 2014 ATIVO NE 31/12/2015 31/12/2014 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO NE 31/12/2015 31/12/2014 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades 4 90.705.601 82.095.096

Leia mais

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais)

BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Valores expressos em reais) BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 ATIVO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO Explicativa n o 31/12/2011 31/12/2010 CIRCULANTE CIRCULANTE Disponibilidades

Leia mais

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba

SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE. MUNICÍPIO:Barra de Guabiraba UF:Pernambuco SIOPS - SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE ORÇAMENTOS PÚBLICOS EM SAÚDE RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA DE IMPOSTOS LÍQUIDA E DAS DESPESAS PRÓPRIAS COM AÇÕES

Leia mais

Balancete Analítico GOVERNO DE ESTADO DO AMAZONAS. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico GOVERNO DE ESTADO DO AMAZONAS. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 157.123.471,49 757.532.824,27 212.013.058,18 702.643.237,58 D 110000000 - Ativo Circulante 37.605.161,54 60.284.824,22 49.434.231,84 48.455.753,92 D 111000000 - Disponivel 37.237.502,93

Leia mais

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009)

DADOS DO GESTOR DADOS DO RELATÓRIO. Endereço Eletrônico do Portal da Transparência (Lei 131/2009) GOVERNO MUNICIPAL PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE TRIZIDELA DO VALE MARANHÃO 01.558.070/000122 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA JANEIRO A FEVEREIRO INFORMAÇÕES INICIAIS DADOS DO GESTOR

Leia mais

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2015 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA

ANEXO 2 da Lei nº 4.320, de 17 de março de 1964 Exercício de 2015 DEMONSTRAÇÃO DA RECEITA POR CATEGORIA ECONÔMICA 100000000000 RECEITAS CORRENTES 14.567.731,50 110000000000 RECEITA TRIBUTARIA 267.991,50 111000000000 IMPOSTOS 111200000000 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMONIO E A RENDA 111202000000 IPTU - DO EXERCICIO 111202010000

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO BR 174 KM 107 C.N.P.J. : 04.628.681/000198 RECEITA VALORES ARRECADADOS RECEITA TRIBUTÁRIA (1) 864.597,74 4.871.014,01 IMPOSTOS 860.348,21 4.807.245,87 IPTU Imp. s/ a Prop. Territ. Urbana 114.924,21 216.122,86

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14

BALANÇO PATRIMONIAL - ANEXO 14 ATIVO Exercício Atual PASSIVO Exercício Atual ATIVO CIRCULANTE 652.201,35 PASSIVO CIRCULANTE 236.288,68 Caixa e Equivalentes de Caixa 652.201,35 Obrigações Trabalhistas, Previdenciárias e Assistenciais

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 30 de Abril de 2016 Folha: 1 Prefeitura Municipal Demonstracao. Unidade Gestora: CONSÓRCIO - CISGA

Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 30 de Abril de 2016 Folha: 1 Prefeitura Municipal Demonstracao. Unidade Gestora: CONSÓRCIO - CISGA Estado do Rio Grande do Sul Plano de Contas 01 a 30 de Abril de 2016 Folha: 1 1.0.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO 994.183,15 D 181.380,01 162.761,34 1.012.801,82 D 1.1.0.0.0.00.00.00.00.00 ATIVO CIRCULANTE

Leia mais

BALANÇO GERAL DO MUNICÍPIO EXERCÍCIO DE 2013

BALANÇO GERAL DO MUNICÍPIO EXERCÍCIO DE 2013 BALANÇO GERAL DO MUNICÍPIO EXERCÍCIO DE 213 Sequencial: 1 Fênix Processamento de Dados Ltda 1 - Balanço Financeiro BALANÇO GERAL DE 213 O Classificação R G. Econômica Especificação RECEITA ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013

Elekeiroz S.A. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Elekeiroz S.. Demonstrações contábeis de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com o IFRS em 31 de dezembro de 2013 Balanço patrimonial tivo Circulante Nota 31 de dezembro de 2013 31 de

Leia mais

Imprimir a Matéria ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMINO AFONSO

Imprimir a Matéria ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE ALMINO AFONSO Imprimir a Matéria ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE GABINETE DO PREFEITO DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO RREO 6 BIMESTRE 2016 DEMONSTRATIVO SIMPLIFICADO DO RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA ORÇAMENTOS

Leia mais

Lista Date,

Lista Date, Lista Date, 03.03.2017 Rubrica Classificacao ValorOrcado ValorRealizado RECEITAS CORRENTES 1000000000 110463200 18633143,71 RECEITA TRIBUTÁRIA 1100000000 13714550 1162071,27 IMPOSTOS SOBRE O PATRIMÔNIO

Leia mais

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público. Prof. Giovanni Pacelli 1 de 5

Plano de Contas Aplicado ao Setor Público. Prof. Giovanni Pacelli 1 de 5 1. Ativo 2. Passivo 1.1. Ativo Circulante 2.1. Passivo Circulante Bancos/Caixa (F) Créditos a receber (P) Dívida Ativa Estoques (P) almoxarifado Adiantamentos concedidos a pessoal e terceiros (P) Suprimento

Leia mais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais

Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Balanço patrimonial em 31 de dezembro Em milhares de reais Ativo 2016 2015 Passivo e patrimônio líquido 2016 2015 Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa (Nota 6) 25.431 27.730 Fornecedores

Leia mais

Balanço Geral Município de Tibau

Balanço Geral Município de Tibau Balanço Geral 2014 Município de Tibau Receita e Despesa por Categoria Econômica Anexo 1, da Lei nº 4.320/64 Exercício:2014 - Em R$ 1,00 R E C E I T A Descrição R$ R$ RECEITAS CORRENTES 29.786.092,97 RECEITA

Leia mais

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA , ,01

Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA , ,01 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS 408.377.447,62 395.630.624,01 Receitas derivadas e originárias 5.555.252,62 5.259.708,60 Transferências correntes recebidas

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 33.116.209,56 12.143.097,36 11.212.070,16-34.047.236,76 11 - ATIVO CIRCULANTE 21.518.018,92 11.760.886,15

Leia mais

São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 Prefeitura Municipal de Paranapanema

São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 Prefeitura Municipal de Paranapanema São Paulo Balancete da Receita Julho/2015 Folha: 1 1.0.0.0.00.00.00.00 Receitas Correntes 68.354.025,44 4.701.262,71 40.825.761,37-27.528.264,07 1.1.0.0.00.00.00.00 Receita Tributária 9.998.225,44 424.168,30

Leia mais

Balanço Geral Prefeitura Municipal de Ouro Branco

Balanço Geral Prefeitura Municipal de Ouro Branco Balanço Geral 2015 Prefeitura Municipal de Ouro Branco Receita e Despesa por Categoria Econômica Anexo 1, da Lei nº 4.320/64 Exercício:2015 - Em R$ 1,00 R E C E I T A Descrição R$ R$ RECEITAS CORRENTES

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PARATINGA RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JANEIRO A

Leia mais

CONRERP/MG - 3ª Regi CONSELHO REGIONAL DE PROFISSIONAIS DE RELAÇÕES PUBLICAS DE MINAS GERAIS CNPJ: /

CONRERP/MG - 3ª Regi CONSELHO REGIONAL DE PROFISSIONAIS DE RELAÇÕES PUBLICAS DE MINAS GERAIS CNPJ: / CONSELHO REGIONAL DE PROFISSIONAIS DE RELAÇÕES PUBLICAS DE MINAS GERAIS CNPJ: 16.578.551/0001-77 Balancete Conta Anterior Débitos Créditos 1 - ATIVO 302.629,19D 29.935,38 53.624,54 278.940,03D 1.1 - ATIVO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO FORMOSO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO FORMOSO BALANCETE RECEITA ORÇAMENTÁRIA RECEITA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA DÉBITO 3,705,841.01 662,397.70 NO MÊS CRÉDITO DESPESA ORÇAMENTÁRIA DESPESA EXTRA-ORÇAMENTÁRIA REPASSE PREVIDENCIARIO CONCEDIDO 3,419,927.82 578,896.15

Leia mais

Detalhamento da Receita

Detalhamento da Receita Detalha da Receita 1.0.0.0.00.00 RECEITAS CORRENTES 4.922.905.00 1.1.0.0.00.00 RECEITA TRIBUTÁRIA 1.1.1.0.00.00 IMPOSTOS 132.200.00 1.1.1.2.00.00 Impostos sobre o Patrimônio e a Renda 1.1.1.2.02.00 Imposto

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL DE CACOAL Estado de Rondônia BALANÇO ORÇAMENTÁRIO

CAMARA MUNICIPAL DE CACOAL Estado de Rondônia BALANÇO ORÇAMENTÁRIO PÁGINA:1 RECEITAS ORÇAMENTÁRIAS PREVISÃO INICIAL PREVISÃO ATUALIZADA (a) RECEITAS REALIZADAS (b) SALDO c=(ba) RECEITAS CORRENTES RECEITA TRIBUTÁRIA Impostos Taxas Contribuição de Melhoria RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL

SECRETARIA DO TESOURO NACIONAL Nº 62, quinta-feira, 30 de março de 2017 1 ISSN 1677-7042 63 A venda de veículos em consignação, mediante contrato de comissão ou contrato estimatório, é feita em nome próprio, motivo pelo qual não caracteriza

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2016 - BANCO BRADESCO S.A. Versão : 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo

Leia mais

PLANO DE CONTAS Critérios Para Elaboração Com base nas Leis nºs /2007 e /2009

PLANO DE CONTAS Critérios Para Elaboração Com base nas Leis nºs /2007 e /2009 Sumário PLANO DE CONTAS Critérios Para Elaboração Com base nas Leis nºs 11.638/2007 e 11.941/2009 1. Introdução 2. Codificação 3. Abertura de Contas Novas 4. Manual de Contas 5. Estrutura e Classificação

Leia mais

Programa de Trabalho por Função/SubFunção/Programa

Programa de Trabalho por Função/SubFunção/Programa Programa de Trabalho por //Programa 03 ESSENCIAL À JUSTIÇA 0,00 574.708,77 0,00 574.708,77 03 092 REPRESENTAÇÃO JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL 0,00 574.708,77 0,00 574.708,77 03 092 0406 GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS %

VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS % VINCULAÇÃO RECEITA PLANO DE CONTAS CODIGO RECEITA PLANO DE CONTAS % 1.1.1.2.02.00.00 Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana 4.1.1.1.2.02.00.01 - IPTU - PROPRIO 60 4.1.1.1.2.02.00.02 -

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA GOIAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPIRANGA GOIAS Página 1 de 26 ESTADO DE GOIÁS PÁG: 001 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO RREO ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas a e b do inciso II e 1º) R$ RECEITAS RECEITAS REALIZADAS NO BIMESTRE ATÉ BIMESTRE RECEITAS (I)

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE AVARÉ PRAÇA JUCA NOVAES, CNPJ: / Orçamento Programa - Exercício de 2016

PREFEITURA MUNICIPAL DE AVARÉ PRAÇA JUCA NOVAES, CNPJ: / Orçamento Programa - Exercício de 2016 PRAÇA JUCA NOVAES, 1169 - CNPJ:46634168/01-50 DEMONSTRATIVO DA RECEITA E DESPESA SEGUNDO AS CATEGORIAS ECONOMICAS (Inc.II, 1º, Art.2º) Anexo 01 Page 1 Lei: 2, Data: 01/09/2015 R E C E I T A R$ R$ RECEITAS

Leia mais

Administração Financeira e Orçamentária

Administração Financeira e Orçamentária Administração Financeira e Orçamentária Professor Fábio Furtado www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Financeira e Orçamentária BALANÇO PATRIMONIAL Segundo a Lei nº 4.320/64 O demonstrará: o Ativo

Leia mais

Execuçao dos Orçamentos (Art.2º, Inciso XII) - Receitas Realizadas Prefeitura Municipal de Echapora Janeiro de 2017 Realizada no Realizada até o

Execuçao dos Orçamentos (Art.2º, Inciso XII) - Receitas Realizadas Prefeitura Municipal de Echapora Janeiro de 2017 Realizada no Realizada até o 1.0.0.0.00.00.00.00 RECEITA CORRENTE 2.192.495,71 2.192.495,71 1.1.0.0.00.00.00.00 RECEITA TRIBUTARIA 53.816,27 53.816,27 1.1.1.0.00.00.00.00 IMPOSTOS 47.413,70 47.413,70 1.1.1.2.00.00.00.00 IMPOSTOS SOBRE

Leia mais

No Mês Até o Mês No Mês Até o Mês

No Mês Até o Mês No Mês Até o Mês Secretaria das Finanças, Orçamentos e Controle das Movimento Orcamentário 1000.00.00.00 Receita Correntes 1.795.072,27 3.595.125,55 3000.00 DESPESAS CORRENTES 1.086.940,46 1.825.447,50 1100.00.00.00 Receita

Leia mais

Ativo circulante ,80 0,00 Caixa e equivalentes de caixa ,80 0,00 Caixa e equivalentes de caixa em moeda nacional

Ativo circulante ,80 0,00 Caixa e equivalentes de caixa ,80 0,00 Caixa e equivalentes de caixa em moeda nacional Página : 1 / 5 1.1 1.1.1 1.1.1.1 1.1.1.1.1.01.00 1.1.1.1.1.02.00 1.1.2 1.1.2.1 1.1.2.3 1.1.3 1.1.3.8 1.1.5 1.1.5.6 ATIVO Ativo circulante 2.947.936,80 0,00 Caixa e equivalentes de caixa 2.947.936,80 0,00

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI

PREFEITURA MUNICIPAL DE JABORANDI RREO - ANEXO 1 (LRF, Art 52, inciso I, alíneas "a" e "b" do inciso II e 1º) RECEITAS BALANÇO ORÇAMENTÁRIO JANEIRO A DEZEMBRO 2016 / BIMESTRE NOVEMBRO - DEZEMBRO INICIAL ATUALIZADA (a) No Bimestre (b) RECEITAS

Leia mais

BALANÇO PATRIMONIAL. Saldos em 31/12/2013

BALANÇO PATRIMONIAL. Saldos em 31/12/2013 PARTIDO: BALANÇO PATRIMONIAL ORGÃO DO PARTIDO UF EXERCÍCIO CÓDIGO CONTA Saldos em 31/12/2014 Saldos em 31/12/2013 CÓDIGO 1.1. ATIVO CIRCULANTE 2.1. PASSIVO CIRCULANTE 1.1.1. ATIVO CIRCULANTE - FUNDO PARTIDÁRIO

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/ PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS Versão : 2. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 3 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais

Dersa Desenvolvimento Rodoviário S.A. Balanços patrimoniais Balanços patrimoniais em 31 de dezembro de 2014 e 2013 Ativo Nota 2014 2013 Passivo Nota 2014 2013 (Ajustado) (Ajustado) Circulante Circulante Caixa e equivalentes de caixa 5 48.650 835 Fornecedores 10

Leia mais

BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - SINTÉTICO PELO GRAU 5

BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - SINTÉTICO PELO GRAU 5 Pág.: 1/ 1 ATIVO 477.187.977,21 1.1 ATIVO CIRCULANTE 18.143.351,30 1.1.1 DISPONÍVEL 12.187.30,15 1.1.1.1 DISPONIBILIDADES EFETIVAS 125.825.254,25 1.1.1.1.1 Caixa 75.133,09 1.1.1.1.2 Bancos - C/Movimento

Leia mais

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada

Balancete Analítico. Governo de Estado do Amazonas. Administração Financeira Integrada 100000000 - Ativo 131.353.062,65 1.295.151.957,40 579.739.147,23 846.765.872,82 D 110000000 - Ativo Circulante 25.564.025,70 285.036.510,72 282.888.839,83 27.711.696,59 D 111000000 - Disponivel 25.559.462,12

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: Receita Pública

Resumo Aula-tema 03: Receita Pública Resumo Aula-tema 03: Receita Pública A fim de fazer face às próprias necessidades de manutenção e investimentos, o Estado dispõe de recursos ou rendas que lhe são entregues pela contribuição da coletividade.

Leia mais

Receitas - João Costa Detalhadas

Receitas - João Costa Detalhadas 4 de Março de 2017 às 10:52 Receitas - João Costa - 2013 - Detalhadas Busca Detalhada Tipo Valor Orçado(R$) Valor Arrecadado(R$) (%) Realizado Deducoes da receita R$ 1.216.080,00 R$ 1.189.492,56 97.81

Leia mais

ATIVO

ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL DOS SEMESTRES FINDOS EM 30 DE JUNHO CONTROLADORA CONSOLIDADO ATIVO CIRCULANTE Numerário disponível 5.803 1.361 17.311 8.292 Aplicações no mercado aberto 1.216.028 665.948 1.216.530

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - PARANA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Novembro / 2016.

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE - PARANA Sistema de Contabilidade BALANCETE DE VERIFICAÇÃO - PATRIMONIAL ATIVO Novembro / 2016. ATIVO Pág. : 1 Anterior... Débito...... Crédito... 1 ATIVO 43.958.761,78 1.844.249,50 2.782.292,85 43.020.718,43 D 1.1 ATIVO CIRCULANTE 19.160.546,58 1.449.176,24 2.354.991,47 18.254.731,35 D 1.1.1 CAIXA

Leia mais

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual

Código da Conta Descrição Saldo Anterior Débitos Créditos Saldo Atual ISG - Instituto Socrates B A L A N C E T E D E V E R I F I C A Ç Ã O EM BRL Folha : 1 1 - A T I V O 29.031.312,06 19.432.382,85 18.277.805,85-30.185.889,06 11 - ATIVO CIRCULANTE 17.463.277,42 17.841.176,56

Leia mais

A Tabela Interna ESPECIFICAÇÃO_RECEITA foi ajustada em decorrência das alterações no Elenco de Contas, conforme abaixo descrita:

A Tabela Interna ESPECIFICAÇÃO_RECEITA foi ajustada em decorrência das alterações no Elenco de Contas, conforme abaixo descrita: Senhores gestores: A Tabela Interna ESPECIFICAÇÃO_RECEITA foi ajustada em decorrência das alterações no Elenco de Contas, conforme abaixo descrita: ESPRC_CODIGO ESPRC_DESCRICAO 1.0.0.0.00.00.00 RECEITAS

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA

DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA FLUXOS DE CAIXA DAS ATIVIDADES OPERACIONAIS Ingressos 10.259.869,68 Receitas derivadas e originárias 9.582.366,64 Transferências correntes recebidas Outros ingressos operacionais

Leia mais

TOTAL DO ATIVO , ,49 TOTAL DO PASSIVO , ,49 CPF: CPF:

TOTAL DO ATIVO , ,49 TOTAL DO PASSIVO , ,49 CPF: CPF: BALANÇO PATRIMONIAL DOS EXERCÍCIOS DE 2017 E 2016 A T I V O P A S S I V O JUNHO / 2017 DEZEMBRO / 2016 JUNHO / 2017 DEZEMBRO / 2016 R$ R$ R$ R$ CIRCULANTE 1.1... 532.913.033,78 448.411.499,81 CIRCULANTE

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS - CEAL CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO

COMPANHIA ENERGÉTICA DE ALAGOAS - CEAL CNPJ / BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2000 E DE 1999 (Em Milhares de Reais) ATIVO Legislação Societária CIRCULANTE Numerário disponível 8.081 6.646 Consumidores e revendedores 83.995 67.906 Devedores

Leia mais