UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE RESPONSABILIDADE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE RESPONSABILIDADE"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE RESPONSABILIDADE Termo de Responsabilidade que entre si celebram a... (Escola/Faculdade da UFMG)... e o(a)... (Órgão/Unidade da UFMG)..., para realização de estágio curricular. A... (Escola/Faculdade da UFMG), doravante denominada UNIDADE DE ENSINO, neste ato representada por seu Diretor, Prof , CI nº..., CPF nº..., Matrícula UFMG nº..., Portaria de delegação de competência nº..., de... /... /..., e, de outro lado, o(a)... (Órgão/Unidade da UFMG), doravante denominado(a) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE, neste ato representado(a) por seu Diretor Prof...., CI nº..., CPF nº..., Matrícula UFMG nº..., Portaria de delegação de competência nº..., de... /... /..., resolvem firmar o presente Termo de Responsabilidade, sujeitando-se os partícipes, no que couber, ao disposto na Lei nº 6.494/77, alterada pela Lei nº 8.859/94, no Decreto nº /82, alterado pelo Decreto nº 2.080/96, na Portaria nº 8/2001, do Ministério do Planejamento e Gestão, nas normas internas corporis da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e nas demais disposições aplicáveis, mediante as condições estabelecidas nas seguintes cláusulas: CLÁUSULA PRIMEIRA - Do Objeto Constitui objeto do presente Termo de Responsabilidade a cooperação recíproca entre a UNIDADE DE ENSINO e o(a) ÓRGÃO/UNIDADE 1

2 CONCEDENTE, visando estabelecer as condições indispensáveis para a concessão de estágio curricular aos estudantes matriculados nos Cursos de Graduação (ou Profissionalizantes)da UFMG. Parágrafo único. São partes integrantes deste Termo de Responsabilidade o(s) Plano(s) de Trabalho e o(s) Termo(s) de Compromisso, para a realização de estágio curricular no âmbito da UFMG. CLÁUSULA SEGUNDA - Da Modalidade de Estágio A realização da atividade de estágio será sempre curricular, sob a coordenação e supervisão da UFMG, configurando-se como Ato Educativo, que deve proporcionar, de acordo com o currículo do curso, a complementação do ensino e da aprendizagem em termos de treinamento prático, de aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e de relacionamento humano, devendo assegurar a integração entre teoria e prática em situações reais de vida e trabalho, com o desenvolvimento de ações relacionadas à formação acadêmica e cidadã do estudante, com vistas ao aprimoramento profissional. Parágrafo único. Fica caracterizado e definido neste Instrumento que as ações de cooperação entre os partícipes, ora pactuadas, visam, unicamente, possibilitar a realização da atividade de estágio curricular, como procedimento didáticopedagógico. CLÁUSULA TERCEIRA - Do Plano de Trabalho Para alcançar o objeto do presente Termo de Responsabilidade, os partícipes cumprirão o Plano de Trabalho, que foi elaborado em conformidade com as especificidades do Curso, e que, acompanhado de minuta de Termo de Compromisso, foi aprovado pelo Colegiado de Curso ou pela autoridade competente. CLÁUSULA QUARTA - Do Termo de Compromisso Nos termos do 1º, do art. 6º, do Decreto nº /82, a concessão de estágio curricular tornar-se-á efetiva mediante a celebração de Termo de Compromisso entre o(a) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE e o ESTUDANTE, doravante denominado ESTAGIÁRIO, com a intervenção obrigatória e anuência da UNIDADE DE ENSINO, devendo ficar estabelecido, de comum acordo, as condições necessárias à realização do estágio curricular. CLÁUSULA QUINTA - Do Seguro Para a realização de estágio curricular, caberá à UFMG o ônus e a responsabilidade de providenciar a contratação e manutenção de seguro de acidentes pessoais, de caráter obrigatório, em favor do ESTAGIÁRIO, nos 2

3 termos do art. 8º, do Decreto nº /82, com a alteração complementar dada pela redação do Decreto nº 2.080/96, ressaltando que deverão constar no Termo de Compromisso: o número da Apólice de Seguro e a Razão Social da Seguradora. CLÁUSULA SEXTA - Do Vínculo Empregatício Nos termos do disposto no art. 4º, da Lei nº 6.494/77, e no art. 6º, do Decreto nº /82, o estágio curricular não cria vínculo empregatício de qualquer natureza entre o ESTAGIÁRIO, o(a) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE e a UNIDADE DE ENSINO da UFMG. CLÁUSULA SÉTIMA - Da Bolsa de Estágio O(A) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE concederá (ou poderá conceder) ao ESTAGIÁRIO um auxílio financeiro, a título de Bolsa de Estágio, no valor que será acordado e explicitado no Termo de Compromisso, com pagamento mensal que terá por base de cálculo o número de horas efetivamente dedicadas ao estágio curricular. (ou, se for o caso) O ESTAGIÁRIO não receberá qualquer valor a título de Bolsa de Estágio, nem qualquer outra forma de contraprestação pecuniária. CLÁUSULA OITAVA - Do Prazo de Estágio A realização de estágio curricular será sempre por prazo determinado, com duração não inferior a 01 (um) semestre letivo e não superior a 04 (quatro) semestres letivos, conforme o espaço de tempo previsto no currículo do curso, ressaltando que deverão constar no Termo de Compromisso: o período de duração, a data de início e término. CLÁUSULA NONA - Da Carga Horária da Jornada de Atividades A carga horária da jornada de atividades de estágio curricular deverá ser de 20 (vinte) horas por semana, de segunda a sexta-feira, e o ESTAGIÁRIO deverá cumprir 04 (quatro) horas por dia, em período compatível com o seu horário escolar, salvo o estágio realizado no período de férias, desde que previsto no projeto pedagógico do curso. Parágrafo único. A carga horária da jornada de atividades de estágio curricular deverá ser explicitada no Termo de Compromisso, ressaltando que poderá ser alterada, quando não prejudicar o horário escolar do ESTAGIÁRIO, nos termos da legislação e demais normas vigentes e de acordo com conveniência da UNIDADE DE ENSINO e do(a) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE. 3

4 CLÁUSULA DÉCIMA - Das Obrigações Para a consecução da atividade de estágio curricular caberá, ainda: I - Ao(À) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE a) informar à UNIDADE DE ENSINO as oportunidades de estágios curriculares e as quantidades de vagas ofertadas; b) solicitar a indicação de ESTAGIÁRIO, mencionando o curso ou a área de atuação ou de formação do conhecimento; c) indicar Servidor do seu quadro de pessoal, para atuar como Orientador de Estágio; d) assinar, na qualidade de concedente de estágio curricular, o Termo de Compromisso elaborado sob a coordenação da UNIDADE DE ENSINO; e) permitir o início das atividades de estágio curricular somente após a assinatura do Termo de Compromisso pelo ESTAGIÁRIO e também pelo seu Responsável Legal, no caso de menor de 18 anos de idade; f) receber o ESTAGIÁRIO encaminhado pela UNIDADE DE ENSINO; g) propiciar ao ESTAGIÁRIO as oportunidades e condições para vivenciar o aprendizado e adquirir experiências práticas na linha de sua formação; h) exigir do ESTAGIÁRIO a execução das atividades programadas; i) encaminhar à UNIDADE DE ENSINO os relatórios, avaliações e freqüência do ESTAGIÁRIO, assinados pelo Orientador de Estágio; j) comunicar à UNIDADE DE ENSINO, imediatamente, por escrito, o desligamento do ESTAGIÁRIO ou a ocorrência de qualquer ato ou fato relevante relacionado à realização do estágio curricular; II - À UNIDADE DE ENSINO a) divulgar as oportunidades de estágios curriculares e as quantidades de vagas ofertadas pelo(a) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE; b) encaminhar o ESTAGIÁRIO ao(à) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE, observando a compatibilidade do currículo de seu Curso com os requisitos necessários para o preenchimento da vaga ofertada; c) disponibilizar dados pessoais e escolares do ESTAGIÁRIO; d) fornecer informações referentes ao currículo e carga horária do curso; e) coordenar as ações concernentes ao estágio curricular; f) indicar Professor do seu quadro de servidores docentes, para atuar como Supervisor de Estágio; 4

5 g) supervisionar e avaliar as atividades inerentes ao estágio curricular desenvolvido pelo ESTAGIÁRIO; h) providenciar a elaboração do Termo de Compromisso, que deverá ser assinado pelo representante do(a) ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE e pelo ESTAGIÁRIO e também pelo seu Responsável Legal, no caso de menor de 18 anos de idade; i) assinar Termo de Compromisso, na qualidade de interveniente; j) comunicar, de imediato e por escrito, o desligamento do ESTAGIÁRIO de seu curso; k) observar a legislação e demais dispositivos sobre o estágio curricular e exigir o cumprimento das cláusulas acordadas neste Termo de Responsabilidade; CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA - Da Vigência e do Aditamento O presente Instrumento terá vigência de 05 (cinco) anos, a contar da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado e/ou alterado, com exceção de seu objeto, por acordo entre os partícipes, mediante Termo Aditivo. CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA - Da Denúncia Este Termo de Responsabilidade poderá ser denunciado pelos partícipes, a qualquer tempo, desde que haja comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias. E, por estarem de acordo, os partícipes firmam o presente Termo de Responsabilidade em 02 (duas) vias de igual teor e forma, na presença das testemunhas abaixo identificadas. Belo Horizonte,... de... de UNIDADE DE ENSINO:... ÓRGÃO/UNIDADE CONCEDENTE:... Testemunhas: Nome: Nome: CI: CI: CPF: CPF: 5

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO MODELO DO TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO. 2 vias EM PAPEL TIMBRADO DA UNIDADE CONCEDENTE DO ESTÁGIO CÓPIA DO CNPJ - CÓPIA DO ATO DE NOMEAÇÃO DO REPRESENTANTE LEGAL E/OU CONTRATO SOCIAL E ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

DIRETORIA ACADÊMICA COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

DIRETORIA ACADÊMICA COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Termo de Compromisso de Estágio que celebram entre si a (nome da instituição) e o Estudante (nome do estudante), com a interveniência do Instituto Federal Baiano Campus Guanambi, para realização de Estágio,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. ORGANIZAÇÃO CONCEDENTE Razão Social: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Tel.: Supervisor Técnico do Estágio:

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. ORGANIZAÇÃO CONCEDENTE Razão Social: Endereço: Cidade: Estado: CEP: Tel.:   Supervisor Técnico do Estágio: TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Neste ato, celebram acordo entre a parte concedente do estágio, a instituição de ensino, agente de integração e o estagiário, conforme Lei n. 11.788/08, o Termo de Compromisso

Leia mais

Câmpus Experimental de Itapeva

Câmpus Experimental de Itapeva CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO E A EMPRESA INSERIR O NOME COMPLETO DA EMPRESA Nome completo da empresa Logradouro (Av., Rua etc) e número Por este

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre si celebram a/o

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre si celebram a/o 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre

Leia mais

A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº, sediada na Rua neste ato representada,, brasileiro,, RG nº, CPF n º, doravante denominada

A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº, sediada na Rua neste ato representada,, brasileiro,, RG nº, CPF n º, doravante denominada SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS E ESTÁGIOS CENTRO DE SAÚDE E TECNOLOGIA RURAL TERMO DE CONVÊNIO OBJETIVANDO A CONCESSÃO DE

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Estudante realizando estágio curricular nas dependências da UFG- TCE coletivo com o mesmo supervisor) 1. Modalidade do estágio: Estágio Curricular Obrigatório N.º da Apólice

Leia mais

ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO Pelo presente instrumento, de um lado, (NOME DA CONCEDENTE), inscrita no (TIPO E NÚMERO DO DOCUMENTO),

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Coordenação de Estágio, Monitoria e Egressos

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Coordenação de Estágio, Monitoria e Egressos TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DA LEGISLAÇÃO DE REGÊNCIA, DA CONCEITUAÇÃO E DOS PRÉ-REQUISITOS LEGAIS. 1. O presente TCE é regido pela Lei n.º 11.788, de 25 de setembro de 2008 e, no

Leia mais

Termo de Compromisso de Estágio TCE A (Pessoa Jurídica Profissional Liberal)

Termo de Compromisso de Estágio TCE A (Pessoa Jurídica Profissional Liberal) Termo de Compromisso de Estágio TCE A (Pessoa Jurídica Profissional Liberal) A Instituição (Razão social da empresa), situada à (Endereço da empresa), CNPJ nº (CNPJ da empresa), ou O Profissional Liberal

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO 1.CONCEDENTE CNPJ nº Natureza jurídica: Endereço: Representada por : CPF: RG: Supervisor do Estágio: Cargo/Função: adiante CONCEDENTE 2.ESTAGIÁRIO, adiante ESTAGIÁRIO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DIRETORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS DREC ASSISTÊNCIA DE ESTÁGIOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DIRETORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS DREC ASSISTÊNCIA DE ESTÁGIOS Página 1 CONVÊNIO /20 TERMO DE CONVÊNIO PARA CONCESSÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM O INSTITUTO FEDERAL MINAS GERAIS OURO PRETO E A ENTIDADE CONCEDENTE DE ESTÁGIO Pelo presente instrumento

Leia mais

CONSIDERANDO a Orientação Normativa nº 7, de 30 de outubro de 2008, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão,

CONSIDERANDO a Orientação Normativa nº 7, de 30 de outubro de 2008, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, RESOLUÇÃO nº 04 DE 08 DE JUNHO DE 2009 Dispõe sobre a realização de Estágios obrigatórios e não obrigatórios por alunos da UFPel O Presidente do Conselho Coordenador do Ensino, da Pesquisa e da Extensão

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CONVÊNIO.../2010 Convênio que entre si celebram a FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA e a..., visando o desenvolvimento de estágios obrigatórios e não obrigatórios conforme a Lei nº 11.788, de 25 de

Leia mais

INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO

INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO O Termo de Compromisso de Estágio (TCE) é um documento firmado pela Instituição Concedente, o Estagiário e a Faculdade Dinâmica, para formalização do Estágio, que deverá atender

Leia mais

TIMBRE DA CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TIMBRE DA CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TIMBRE DA CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO CELEBRADO ENTRE A CONCEDENTE_EMPRESA LATICÍNIOS LTDA E O(A) ESTAGIÁRIO(A) JOÃO DA SILVA COM

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO O PRESENTE TERMO OBJETIVA COMPROMETER O ESTAGIÁRIO, A CONCEDENTE E A UFFS NA REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NÃO-OBRIGATÓRIO.

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO - UNIFESP e a UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS, PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO NÃO REMUNERADO A ESTUDANTE

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO A Parte Concedente e o Estagiário com a interveniência da Instituição de Ensino celebram este Termo de Compromisso de Estágio, sem vínculo empregatício, comprometendo-se

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Estudante da UFG realizando estágio curricular em Empresas/Instituições/Profissional Liberal) 1. Modalidade do estágio: [X] Estágio Curricular Obrigatório N.º da Apólice

Leia mais

Resolução nº 014, de 06 de dezembro de 2010.

Resolução nº 014, de 06 de dezembro de 2010. Resolução nº 014, de 06 de dezembro de 2010. Resolução nº 014, de 06 de dezembro de 2010. A Presidenta do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal do Acre, no uso de suas atribuições

Leia mais

CONSEPE RESOLUÇÃO Nº. 03-CONSEPE, DE 19 DE OUTUBRO DE 2007.

CONSEPE RESOLUÇÃO Nº. 03-CONSEPE, DE 19 DE OUTUBRO DE 2007. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DIAMANTINA - MINAS GERAIS CONSEPE RESOLUÇÃO Nº. 03-CONSEPE, DE 19 DE OUTUBRO DE 2007. Art. 1º. Aprova o Regulamento de Estágios

Leia mais

PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010

PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010 PORTARIA GD Nº 06, DE 23/04/2010 Aprova o Regulamento do Programa de Estágios da Faculdade de Engenharia da UNESP - Campus de Ilha Solteira. O Diretor da Faculdade de Engenharia do Campus de Ilha Solteira,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO O PRESENTE TERMO OBJETIVA COMPROMETER O ESTAGIÁRIO, A CONCEDENTE E A UFFS PARA REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO. O ESTAGIÁRIO (A) matriculado

Leia mais

Considerando que a Faculdade Pilares está em plena reforma acadêmica que será implementada a partir de 2009 e;

Considerando que a Faculdade Pilares está em plena reforma acadêmica que será implementada a partir de 2009 e; RESOLUÇÃO CONSEPE 01/2009 REFERENDA A PORTARIA DG 04/2008 QUE APROVOU A INSERÇÃO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS NÃO OBRIGATÓRIOS NOS PROJETOS PEDAGÓGICOS DOS CURSOS OFERTADOS PELA. O Presidente do Conselho

Leia mais

(Papel timbrado da empresa) ACORDO DE COOPERAÇÃO

(Papel timbrado da empresa) ACORDO DE COOPERAÇÃO (Papel timbrado da empresa) ACORDO DE COOPERAÇÃO Pelo presente instrumento jurídico celebrado entre (Empresa/Instituição/Órgão Municipal/Estadual) (endereço completo), neste ato representada por (nome

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ) ESTAGIÁRIO(A) CONCEDENTE

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ) ESTAGIÁRIO(A) CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO Termo de Compromisso de Estágio que celebram entre si, o (a) ESTAGIÁRIO(A) e a CONCEDENTE, com a interveniência da FACULDADE BATISTA DE MINAS GERAIS, instituição

Leia mais

RESOLUÇÃO 036/2011 CEPE/UENP

RESOLUÇÃO 036/2011 CEPE/UENP RESOLUÇÃO 036/2011 CEPE/UENP Súmula Aprova o Regulamento de Estágio Supervisionado Não Obrigatório dos estudantes dos cursos de graduação da UENP. CONSIDERANDO os artigos 61 e 82 da Lei de Diretrizes e

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Para uso exclusivo do Curso de PSICOLOGIA 3º, 4º e 5º ano) Pelo presente instrumento particular, de um lado,, estabelecida nesta Capital do Estado de São Paulo, na Rua,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO O PRESENTE TERMO OBJETIVA COMPROMETER O ESTAGIÁRIO, A CONCEDENTE E A UFFS PARA REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO. O ESTAGIÁRIO (A) matriculado

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO CONVÊNIO Nº / QUE ENTRE SI CELEBRAM CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG, MANTENEDOR DA FACULDADE GUANAMBI FG, E A(O) PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Aos (dia) dias do mês de (mês/ano), no município de (cidade) neste ato, as partes a seguir nomeadas: INSTITUIÇÃO DE ENSINO Razão Social: UNIVERSIDADE

Leia mais

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO CELEBRADO ENTRE A SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA S/S LTDA., MANTENEDORA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA,

Leia mais

UniBrasil Centro Universitário

UniBrasil Centro Universitário 1 UniBrasil Centro Universitário REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA CURITIBA MARÇO DE 2014 2 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 Do estágio e sua finalidade...3 CAPÍTULO 2 Das condições...3

Leia mais

UniBrasil Centro Universitário

UniBrasil Centro Universitário 1 UniBrasil Centro Universitário REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CURITIBA ABRIL DE 2014 2 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 Do estágio e sua finalidade...3 CAPÍTULO 2 Das condições...3

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Estudantes da UFG realizando estágio curricular em Empresas/Instituições/Profissional Liberal 1. Modalidade do Estágio [ ] Estágio Curricular Obrigatório [ ] Estágio Curricular

Leia mais

Termo de Compromisso de Estágio Unidade 1

Termo de Compromisso de Estágio Unidade 1 Preâmbulo Termo de Compromisso que entre si celebram o ESTAGIÁRIO e a CONCEDENTE, com a interveniência da Escola de Educação Básica da FITO, inscrita no CNPJ sob o nº. 73.050.536/0001-95, sediada na Rua

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2008 REGULAMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL OBRIGATÓRIO DOS CURSOS TÉCNICOS

RESOLUÇÃO Nº 01/2008 REGULAMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL OBRIGATÓRIO DOS CURSOS TÉCNICOS RESOLUÇÃO Nº 01/2008 REGULAMENTO DO ESTÁGIO PROFISSIONAL OBRIGATÓRIO DOS CURSOS TÉCNICOS CAPÍTULO I DO ESTÁGIO PROFISSINAL OBRIGATÓRIO E SUAS FINALIDADES Art. 1º - O Estágio Profissional Obrigatório, previsto

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CLÁUSULA SEGUNDA: DIREITOS E OBRIGAÇÕES DO ESTAGIÁRIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CLÁUSULA SEGUNDA: DIREITOS E OBRIGAÇÕES DO ESTAGIÁRIO (Advogado/ Escritório de Advocacia/Pessoa Jurídica de Direito Privado, por seu setor jurídico/órgão da Administração Pública direta ou indireta), inscrito na OAB sob nº (se houver) ou inscrito no CNPJ

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO DURAÇÃO: DE A RECESSO: DE A. Termo de Compromisso de Estágio, nos Termos da Lei de 25 de setembro de 2008.

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO DURAÇÃO: DE A RECESSO: DE A. Termo de Compromisso de Estágio, nos Termos da Lei de 25 de setembro de 2008. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS GARANHUNS DIRETORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO DIVISÃO DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS E EGRESSOS Rua Padre

Leia mais

INSTITUIÇÃO DE ENSINO

INSTITUIÇÃO DE ENSINO CONVÊNIO DE ESTÁGIO UNIDADE CONCEDENTE Nome Fantasia: CRC-CE Razão Social: CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO CEARÁ CNPJ: 07.093.503/0001-06 Endereço: Av. da Universidade, 3057, Benfica. Fortaleza-CE

Leia mais

DEVE SER RENOVADO A CADA 6 MESES PARA EVITAR PROBLEMAS DE ORDEM JURÍDCA

DEVE SER RENOVADO A CADA 6 MESES PARA EVITAR PROBLEMAS DE ORDEM JURÍDCA MODELO DO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO ( EM 3 VIAS em papel timbrado da Unidade Concedente do Estágio Quando for imprimir retirar essa informação) Obs.: DEVE SER RENOVADO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CAMPUS ARAPIRACA CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO Nº 04/2011 Dispõe sobre as normas para Estágio Curricular Supervisionado e Extracurricular do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal de Alagoas/Campus Arapiraca.

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI CIMATEC NÚCLEO DE CARREIRA PROFISSIONAL MAIO 2012 CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º. Este regulamento tem por finalidade disciplinar as atividades

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL-FACIMED Autorizado Portaria Nº 306, de 20 de maio de Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL-FACIMED Autorizado Portaria Nº 306, de 20 de maio de Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL-FACIMED Autorizado Portaria Nº 306, de 20 de maio de 2014 CURSO DE BACHARELADO EM ARQUITETURA E URBANISMO Cacoal - RO 2016 2 REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

Fundamento Legal Lei nº , de 25 de setembro de 2008.

Fundamento Legal Lei nº , de 25 de setembro de 2008. 128 TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TCE Fundamento Legal Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Com base na legislação vigente, as partes a seguir nomeadas acordam e estabelecem entre si as cláusulas

Leia mais

REGIMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO, E DE ENSINO TÉCNICO TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS CAPÍTULO I DA NATUREZA

REGIMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO, E DE ENSINO TÉCNICO TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS CAPÍTULO I DA NATUREZA 1 REGIMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DE CURSOS DE GRADUAÇÃO, E DE ENSINO TÉCNICO TÍTULO I DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º. Estas normas regulamentam os estágios dos cursos

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO Disciplinas de Estágio Supervisionado Art. 1º De acordo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS SÃO JOÃO DEL-REI DIREÇÃO DE EXTENSÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS SÃO JOÃO DEL-REI DIREÇÃO DE EXTENSÃO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (De acordo com o disposto na Lei nº 11.788/2008) Pelo presente instrumento, celebram entre si o Termo de Compromisso de Estágio, sendo de um lado,, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró-Reitoria de Planejamento Coordenadoria de Projetos e Convênios

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró-Reitoria de Planejamento Coordenadoria de Projetos e Convênios CONVÊNIO DE ESTÁGIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA E A INSTITUIÇÃO DE ENSINO X A, Instituição de Ensino Superior, sob forma de Autarquia Federal criada pela Lei nº.

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA XXXXXXXXX

TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA XXXXXXXXX TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA QUE ENTRE SI CELEBRAM, O INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇAO ISE E A XXXXXXXX XXXXXXXXX Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado

Leia mais

Instituto Superior de Tecnologia de Petrópolis - ISTCC-P. Índice

Instituto Superior de Tecnologia de Petrópolis - ISTCC-P. Índice Índice I. Apresentação... 2 II. Caracterização do Estágio... 2 II.1. O que é o Estágio Supervisionado... 2 II.2. Quem pode contratar o Estagiário... 2 II.3. Quais os pré-requisitos para o Estágio Supervisionado...

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente Regulamento fixa diretrizes e normas

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Inscrição. Estadual nº:

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Inscrição. Estadual nº: INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Cidade: UF: Endereço: nº: Bairro: Complemento: CNPJ nº: Inscrição. Estadual nº: Nome do Responsável: Cargo/função:

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS INSTITUTO DE QUÍMICA E GEOCIÊNCIAS CURSO DE BACHARELADO EM QUÍMICA COMISSÃO DE ESTÁGIO E MONOGRAFIA NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Pelotas, maio de 2009. NORMAS DOS ESTÁGIOS

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO MANUAL DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO Curso de Engenharia Civil Ituverava SP 1- FINALIDADE 1.2 Introdução Este manual tem por finalidade orientar o acadêmico do Curso de Engenharia Civil da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Seção I Das Modalidades e seu desenvolvimento Art. 1º O Estágio Supervisionado constitui-se em meio para que o aluno,

Leia mais

Orientações Gerais. d) Distribuição das vias 1ª Via: Via da Empresa. 2ª Via: Via do Aluno 3ª Via: Via da Escola

Orientações Gerais. d) Distribuição das vias 1ª Via: Via da Empresa. 2ª Via: Via do Aluno 3ª Via: Via da Escola Orientações Gerais a) Critérios para o início do estágio A documentação de estágio deverá ser entregue na Faculdade de Tecnologia SENAI Anchieta, no mínimo, uma semana de antes da data de início do processo

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD DEPARTAMENTO DE APOIO ACADÊMICO - DAA DIVISÃO DE ESTÁGIOS

PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD DEPARTAMENTO DE APOIO ACADÊMICO - DAA DIVISÃO DE ESTÁGIOS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAD DEPARTAMENTO DE APOIO ACADÊMICO - DAA DIVISÃO DE ESTÁGIOS Do Estágio O Estágio Supervisionado Curricular é um momento de aprendizagem e um componente curricular integrante

Leia mais

CONVÊNIO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR

CONVÊNIO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR CONVÊNIO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR Pelo presente instrumento particular de convênio que entre si celebram, de um lado, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n., com sede

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REMUNERADO PARA CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REMUNERADO PARA CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REMUNERADO PARA CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO Pelo presente instrumento, firmado nos termos da Lei nº 11.788, de 25 de setembro de

Leia mais

ANEXO 2 NORMAS GERAIS ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECATRÔNICA

ANEXO 2 NORMAS GERAIS ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECATRÔNICA ANEXO 2 NORMAS GERAIS ESTÁGIO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECATRÔNICA A2-121 ESTÁGIO OBRIGATÓRIO A atual Resolução CNE/CES n o 11, de 11 de março de 2002, do Conselho Nacional de Educação

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Coordenadoria de Projetos e Convênios

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Coordenadoria de Projetos e Convênios CONVÊNIO DE ESTÁGIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA E A XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX. A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Instituição de Ensino Superior,

Leia mais

Perguntas Frequentes (Lei /2008)

Perguntas Frequentes (Lei /2008) Perguntas Frequentes (Lei 11.788/2008) O que é o estágio? Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de estudantes.

Leia mais

COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PAULO GISSONI COLÉGIO CASTELO BRANCO

COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PAULO GISSONI COLÉGIO CASTELO BRANCO COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PA ULO GISSONI COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PAULO GISSONI Componentes do KIT ESTÁGIO CAP o Documento para realização de convênio; o Ficha de cadastro; o Carta de apresentação; o Carta-resposta;

Leia mais

Normatização de estágio do IFC

Normatização de estágio do IFC ESTÁGIOS Normatização de estágio do IFC Nacional: Lei nº11.788, de Setembro de 2008; Institucional: RESOLUÇÃO Ad Referendum Nº 014/2013 CONSELHO SUPERIOR 17/05/2013; Campus Santa Rosa do Sul: Projeto Pedagógico

Leia mais

NORMAS PARA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO EM JORNALISMO

NORMAS PARA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO EM JORNALISMO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO COLEGIADO DO CURSO JORNALISMO NORMAS PARA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

Leia mais

Coordenadoria Projetos e Convênios

Coordenadoria Projetos e Convênios CONVÊNIO DE ESTÁGIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA E A INSTITUIÇÃO DE ENSINO X A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Instituição de Ensino Superior, sob forma

Leia mais

PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015.

PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015. PORTARIA CE Nº 48, de 04 de novembro de 2015. Regulamenta a realização de estágios dos alunos dos Cursos de Graduação do Campus de Itapeva. O Coordenador Executivo no uso de suas atribuições legais, expede

Leia mais

ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS COMO PREENCHER OS FORMULÁRIOS. Você necessitará dos seguintes dados para preencher os formulários:

ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS COMO PREENCHER OS FORMULÁRIOS. Você necessitará dos seguintes dados para preencher os formulários: ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS Inicialmente, o estudante deve combinar com a empresa se o seu estágio será feito com bolsa ou sem bolsa, para que no sistema possa informar em qual modalidade

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO TÍTULO I DO ESTÁGIO E SEUS FINS

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO TÍTULO I DO ESTÁGIO E SEUS FINS ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO TÍTULO I DO ESTÁGIO E SEUS FINS Art. 1º - O ESTÁGIO SUPERVISIONADO visa complementar a formação acadêmica e efetivar a habilitação profissional, exigida por lei, para

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular

REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular CAPITULO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR E SUAS FINALIDADES Art. 1º Este regulamento tem por finalidade orientar a operacionalização do Estágio Curricular

Leia mais

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ Reconhecida pelo Decreto Governamental n.º 70.906 de 01/08/72 e Portaria n.º 1.062

Leia mais

Parágrafo único. A jornada de atividade em estágio não deverá ultrapassar 6 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais.

Parágrafo único. A jornada de atividade em estágio não deverá ultrapassar 6 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS BARBACENA REGIMENTO PARA ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

Rua Clarimundo de Melo, 79 - Encantado - Rio de Janeiro - RJ - Tel.: (21) sjt.com.br

Rua Clarimundo de Melo, 79 - Encantado - Rio de Janeiro - RJ - Tel.: (21) sjt.com.br O Diretor Geral da Faculdade São Judas Tadeu, no uso de suas atribuições regimentais, institui o Regulamento de conforme aprovação do Conselho Superior. Art. 1º O estágio é o ato educativo desenvolvido

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO FACULDADE DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ REGULAMENTO DO ESTÁGIO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ENGENHARIA DO CAMPUS DE GUARATINGUETÁ DA UNESP

Leia mais

PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010

PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010 PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010 REGULAMENTA A CONCESSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO REMUNERADO A ESTUDANTES DE INSTITUIÇÕES NACIONAIS DE ENSINO NA FACULDADE DE MEDICINA

Leia mais

Resolução nº 004/2015

Resolução nº 004/2015 Resolução nº 004/2015 Dispõe sobre estágio de prática docente para os alunos do Mestrado em Direito e Instituições do Sistema de Justiça. Art. 1º O Estágio de Prática Docente (EPD) tem por objetivo aperfeiçoar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS Escola de Engenharia Civil RESOLUÇÃO N 01/2008 Regulamenta as atividades de Estágio Curricular Obrigatório e Não-obrigatório do Curso de Graduação da Escola de Engenharia

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG. Seção I Da modalidade e desenvolvimento

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG. Seção I Da modalidade e desenvolvimento REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG Seção I Da modalidade e desenvolvimento Art.1 - O Estágio Curricular Supervisionado constitui-se em uma forma para que o discente vivencie

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO COLETIVO ORIENTAÇÕES IMPORTANTES

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO COLETIVO ORIENTAÇÕES IMPORTANTES TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO COLETIVO ORIENTAÇÕES IMPORTANTES Sugere-se que o modelo de Termo de Compromisso de Estágio Curricular Obrigatório Coletivo (TCE) seja utilizado com

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA. Resolução Nº 010/2008 da Pró-reitoria de Graduação

REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA. Resolução Nº 010/2008 da Pró-reitoria de Graduação REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA Resolução Nº 010/2008 da Pró-reitoria de Graduação Capítulo I - Dos Objetivos Art. 1º- O estágio tem por objetivo

Leia mais

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE

2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE 2 Cartilha de Estágio Univale CARTILHA DE ESTÁGIO UNIVALE Apresentação 3 Prezados alunos da UNIVALE, Com o objetivo de socializar as informações sobre estágio obrigatório e não obrigatório na UNIVALE,

Leia mais

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 LEI 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Artigo 2º, parágrafo 1º, estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Artigo

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR

PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR TERMO DE COMPROMISSO ÓRGÃO CONCEDENTE Razão Social: Secretaria da Saúde do Estado da Bahia 4ª Avenida n 400 Plataforma VI Bairro: CAB 41.750-300 Salvador

Leia mais

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

Licenciatura em Ciências Exatas Revisão 3 REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REGULAMENTO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas do Setor Palotina da UFPR prevê a realização de estágios nas modalidades de estágio obrigatório e

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA REGULAMENTO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO E NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO DE TURISMO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º O Projeto Pedagógico do Curso Turismo da UFPR prevê a realização de estágio nas modalidades de obrigatório

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art. 1º. Os Estágios Supervisionados do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Pará

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO BACHARELADO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS O Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório está organizado em duas etapas, uma no sétimo e outra

Leia mais

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD

REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD REGULAMENTO GERAL PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO-OBRIGATÓRIO EM ADMINISTRAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EAD O presente Regulamento tem o intuito de estabelecer normas gerais para cumprimento da Lei nº.

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE BACHARELADO EM OCEANOGRAFIA

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES DO CURSO DE BACHARELADO EM OCEANOGRAFIA U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E P E R N A M B U C O P R Ó R E I T O R I A P A R A A S S U N T O S A C A D Ê M I C O S C E N T R O D E T E C N O L O G I A E G E O C I Ê N C I A S D E P A R T A

Leia mais

APÊNDICE B REGULAMENTO DE ESTÁGIO

APÊNDICE B REGULAMENTO DE ESTÁGIO APÊNDICE B REGULAMENTO DE ESTÁGIO Regulamentação do Componente Curricular ATIVIDADES DE ESTÁGIO Esta norma estabelece as linhas gerais para a atividade de Estágio Supervisionado Obrigatório e Estágio Supervisionado

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS 0BRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS 0BRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS 0BRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. o - Este regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Capítulo I DA NATUREZA Art. 1º. O Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Computação do Câmpus Jandaia do Sul da UFPR prevê a realização

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E TECNOLÓGICOS DE NÍVEL SUPERIOR Canoas, RS 2012 CAPÍTULO I DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - O Estágio Supervisionado dos alunos

Leia mais