REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia"

Transcrição

1 REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia 1

2 Artigo 1º Organização 1.1. A FPF organiza a competição designada: Campeonato Nacional de Futebol de Praia, para a categoria sénior O Campeonato Nacional de Futebol de Praia tem como entidades organizadoras a FPF e as Associações Distritais ou Regionais (ADR) Podem participar na competição supra referida os clubes que confirmem a sua participação nos termos definidos pela FPF. (alterado pelo Comunicado Oficial nº 356 de 30 de abril de 2014) 1.4. As competências de organização das ADR são: a. Organização logística da primeira e segunda fase da prova b. Planeamento e angariação de todos os recursos da prova c. Montagem dos recintos desportivos d. Escolha dos locais de realização da primeira e segunda fase da prova. e. Oficialização e regulação das inscrições de todos os elementos f. Elaboração do Calendário competitivo da primeira e segunda fase da prova g. Promoção e Divulgação da primeira e segunda fase da prova h. Promoção e implementação de serviços de comunicação na primeira fase da prova i. Da organização ii. Dos agentes desportivos e parceiros da prova i. Indicar um campo na sua área de jurisdição para a realização dos jogos. (alterado pelo Comunicado Oficial nº 356 de 30 de abril de 2014) 1.5. Os Regulamentos e Regras do Campeonato Nacional de Futebol de Praia têm como fundamento e oficialização os documentos emanados pelas seguintes Organizações Desportivas: a. F.I.F.A. - Federação Internacional de Futebol Amador b. F.P.F. - Federação Portuguesa de Futebol c. BSWW - Beach Soccer Worldwide 2

3 Artigo 2º Organização Técnica 2.1. As equipas são pontuadas conforme os resultados desportivos da seguinte forma: a. Vitória, 3 pontos b. Vitória após prolongamento ou grandes penalidades, 2 pontos c. Derrota, 0 pontos. (alterado pelo Comunicado Oficial nº 356 de 30 de abril de 2014) 2.2. A Direção da FPF aprova o formato da Prova e publica através de Comunicado Oficial o número de Clubes participantes O Comunicado Oficial referido no número anterior faz parte integrante do presente Regulamento, relativamente à época desportiva para a qual foi emitido, constituindo o seu Anexo I A classificação geral dos clubes que, no final das fases ou das provas disputadas por pontos, se encontrem com igual número de pontos depende, para efeito de desempate, das seguintes disposições, segundo a ordem de prioridade: a. O maior número de pontos alcançados pelos clubes empatados, nos jogos que entre si realizaram. b. A maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes empatados, nos jogos que entre si realizaram. c. O maior número de golos marcados nos jogos que entre si realizaram. d. A maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelos clubes empatados, nos jogos realizados em toda a fase ou prova. e. O maior número de golos marcados em toda a fase ou prova. f. Um sorteio realizado pela FPF Em caso de igualdade de golos marcados no final do tempo regulamentar dos jogos, o desempate será feito através de um prolongamento de 3 minutos seguido da marcação de pontapés da marca de grande penalidade de acordo com o disposto nas Leis de Jogo de Futebol de Praia da FIFA. 3

4 Artigo 3º Elegibilidade de Jogadores 3.1. Os processos de inscrição dos jogadores são remetidos à FPF via Associação Regional/Distrital onde o clube está filiado A inscrição dos jogadores no Campeonato Nacional de Futebol de Praia deve ser instruída com os seguintes documentos: a) Boletim de inscrição (modelo específico para esta prova); b) Cópia do documento de identificação; c) Documento comprovativo de aptidão física do jogador de acordo com a Lei; d) Duas fotografias tipo passe, para emissão do cartão licença e registo na Associação; e) Declaração da Companhia Segurada que atesta a existência de seguro de acidentes pessoais/desportivo, no caso de o atleta não aderir ao seguro de grupo da FPF A inscrição dos jogadores no Campeonato Nacional de Futebol de Praia fica exclusivamente condicionada a esta competição, não contando para efeitos nem de acumulação de inscrições nem movimento de registo desportivo previsto no Regulamento do Estatuto, da Categoria, da Inscrição e Transferências de Jogadores Não são permitidas transferências de jogadores inscritos para participar no Campeonato Nacional de Futebol de Praia Cada equipa deverá inscrever um mínimo de 10 jogadores e um máximo de 15 jogadores. Artigo 4º Disciplina 4.1. O relatório do árbitro e do delegado da FPF é presente ao Conselho de Disciplina da FPF, Secção Não profissional, para análise disciplinar Os atletas, treinadores e dirigentes castigados não poderão circular nas zonas técnicas (balneários, zona de aquecimento e banco de suplentes). Estes só poderão assistir aos jogos nas bancadas. Artigo 5º 4

5 Dos Jogos 5.1. A primeira e segunda fases são organizadas pelas ADR, segundo os modelos e os requisitos previamente estabelecidos pela FPF. A terceira fase é organizada pela FPF As provas da FPF não são interrompidas por realização de jogos internacionais de carácter particular, ficando todavia reservado aos clubes que tenham um ou mais jogadores convocados, o direito de pedir adiamento dos jogos que lhes tenham sido marcados para as datas em que, pelo efeito acima se verifique a impossibilidade de os poderem utilizar As ADR ou a FPF comunicam com a devida antecedência aos clubes contendores a indicação dos locais e das horas dos encontros. Entende-se por devida antecedência o prazo de, pelo menos, 48 horas, a contar da receção da comunicação antes da data marcada para os jogos Apenas se podem realizar jogos em recintos que cumpram as disposições estipuladas nas Leis de Jogo da FIFA para o Futebol de Praia A duração dos jogos será respeitada seguindo as disposições das Leis de Jogo da FIFA para o Futebol de Praia A transmissão televisiva ou por qualquer outro suporte técnico, total ou parcial, em direto ou diferido, de jogos organizados pela FPF, pelos sócios ordinários da FPF ou pelos clubes filiados nestes, só pode realizar-se mediante prévia autorização da direção da Federação Portuguesa de Futebol. Artigo 6º Organização financeira 6.1. Não há organização financeira dos jogos do Campeonato Nacional de Futebol de Praia A FPF suporta as despesas com arbitragem e policiamento A FPF é detentora de todos os direitos económicos da competição: Campeonato Nacional de Futebol de Praia Todos os jogos serão realizados sem entradas pagas Os clubes são obrigados a fixar, nas mangas do equipamento de jogo, a publicidade fornecida pela FPF. Artigo 7º 5

6 Publicidade 7.1. É autorizado o uso de publicidade nas provas da FPF É admitida a publicidade de seis anunciados no equipamento dos clubes que participam no Campeonato nacional de Futebol de Praia. (alterado pelo Comunicado Oficial nº 356 de 30 de abril de 2014) 7.3. A publicidade poderá ser colocada na frente da camisola (dois anunciados), atrás da camisola (dois anunciados) e no calção (dois anunciados). (alterado pelo Comunicado Oficial nº 356 de 30 de abril de 2014) 7.4. A área de publicidade não pode exceder: 800 CM 2 na parte da frente da camisola, 450 CM 2 na parte de trás da camisola e 300 CM 2 no calção A publicidade deve enquadrar-se com as cores originais do equipamento e não pode ter efeito crítico para os jogadores, árbitros, cronometristas, dirigentes e espetadores. Artigo 8º Outras disposições 8.1. A numeração nas camisolas dos jogadores é obrigatória, de acordo com as normas seguintes: a. A numeração das camisolas dos jogadores é obrigatória nas costas e na frente da camisola, facultando-se, no entanto, a sua aplicação nos calções. b. Os números devem ser em cor que contraste com as cores próprias das camisolas e dos calções. c. Nas costas da camisola os números devem ter, pelo menos, 25 cm de altura, nos calções e na frente da camisola devem ter pelo menos 10 cm de altura. d. A numeração das camisolas é do 1 ao 18, devendo, no entanto, o número 1 estar reservado para um guarda-redes Com a antecedência mínima de sessenta minutos antes do início de cada jogo, os delegados entregarão ao árbitro principal a relação dos jogadores e técnicos (modelo FPF para futebol de praia), acompanhada dos cartões licença, não podendo ser mencionados nessa relação mais do que 12 jogadores À organização dos jogos compete fornecer as bolas de jogo (ADR e FPF) A entrada das três equipas no terreno de jogo deverá ser efetuada de acordo com o previso nos regulamentos, mas com a presença de todos os jogadores. 6

7 8.5. Com o objetivo de permitir iniciar os jogos à hora prevista, as equipas deverão estar junto da equipa de arbitragem, preparadas para entrar no terreno de jogo, 3 minutos antes da hora prevista para o início do mesmo Quando dois clubes utilizarem equipamentos semelhantes ou de difícil destrinça, é obrigado a mudar de equipamento o clube que constar em primeiro lugar no sorteio No banco de suplentes podem permanecer até um máximo de 5 elementos oficiais: Treinador, Treinador Adjunto, Delegado, Médico, Enfermeiro/fisioterapeuta Em todos os casos não previstos no presente regulamento são aplicáveis todos os regulamentos da FPF, com as devidas adaptações O conselho de arbitragem da FPF nomeará para cada jogo as respetivas equipas de arbitragem que serão compostas por dois árbitros e um cronometrista. Artigo 9º Prémios A FPF atribui uma Taça e 20 medalhas à equipa campeã, 20 medalhas à equipa finalista e 20 medalhas à equipa classificada em 3º lugar. 7

REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia

REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia 1 Artigo 1º Organização 1.1. A FPF organiza a competição designada: Campeonato Nacional de Futebol de Praia, para a categoria sénior. 1.2. O Campeonato

Leia mais

REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia

REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia REGULAMENTO Campeonato Nacional de Futebol de Praia 0 ÍNDICE CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS.. 2 1º - Norma habilitante 2º - Objeto 3º - Disposições prévias 4º - Princípios gerais 5º - Regras e integração

Leia mais

REGULAMENTO. Campeonato Nacional de Futebol de Praia

REGULAMENTO. Campeonato Nacional de Futebol de Praia Índice CAPÍTULO I Disposições Gerais... 2 Artigo 1º Norma habilitante... 2 Artigo 2.º Objeto... 2 Artigo 3.º Disposições prévias... 2 Artigo 4.º Princípios Gerais... 2 Artigo 5º Regras e integração de

Leia mais

REGULAMENTO. Campeonato Elite de Futebol de Praia

REGULAMENTO. Campeonato Elite de Futebol de Praia Índice Título I Disposições Gerais... 3 Artigo 1º Norma habilitante... 3 Artigo 2.º Objeto... 3 Artigo 3.º Disposições prévias... 3 Artigo 4.º Princípios Gerais... 3 Artigo 5º Regras e integração de lacunas...

Leia mais

TAÇA DE PROMOÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA

TAÇA DE PROMOÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA ÉPOCA 2014-2015 TAÇA DE PROMOÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA REGULAMENTO Regulamento da Taça de Promoção da Associação de Futebol da Guarda Época 2014-2015 Artigo 1.º Objeto 1. O presente Regulamento

Leia mais

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO)

SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 155 DATA: 27.02.2017 SORTEIO DA TAÇA DA MADEIRA DE JUVENIS E INICIADOS DE FUTEBOL DE 11 (MASCULINO) ÉPOCA 2016/2017 Para conhecimento de todos os

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 179 = 2016/2017= FUTSAL Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

I TORNEIO BENJAMINS SUB -11

I TORNEIO BENJAMINS SUB -11 I TORNEIO BENJAMINS SUB -11 AMARANTE FUTEBOL CLUBE 1 de Maio de 2012 ESTÁDIO MUNICIPAL REGULAMENTO E ESTRUTURA ORANIZACIONAL 1 REGULAMENTO 1. ÂMBITO DO TORNEIO O presente documento visa apresentar detalhadamente

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis (Futebol) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO FAIAL ANGÚSTIAS ATLÉTICO CLUBE FAYAL SPORT CLUB CLUBE FLAMENGOS GRUPO DESPORTIVO CEDRENSE

Leia mais

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA Art.º 1 Objeto 1. O presente regulamento estabelece as regras

Leia mais

APURAMENTO DO CAMPEÃO DA AFAH

APURAMENTO DO CAMPEÃO DA AFAH ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE ANGRA DO HEROÍSMO APURAMENTO DO CAMPEÃO DA Velas 17, 18 e 19 de Fevereiro de 2017 ESTRUTURA ORGÂNICA DIREÇÃO CARLOS FONTES 969 148 800 CARLOS GOMES 965 708 520 GABINETE TÉCNICO

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96/100 4100.068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 112 = 2015/2016= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

Município de Bombarral

Município de Bombarral Município de Bombarral II Jogos Desportivos do Concelho de Bombarral NORMAS ORIENTADORAS DO FUTSAL CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO TÉCNICA 01 - GENERALIDADES 1. A elaboração do calendário, organização e administração

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futsal

Regulamento de Prova Oficial Futsal ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96/100 4100.068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 79 = 2014/2015= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO

Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO O Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 é organizado e regulamentado pelo Grupo Desportivo e Cultural da Pelouro Desportivo e destina-se exclusivamente

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futebol

Regulamento de Prova Oficial Futebol Regulamento de Prova Oficial Futebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU. R egula mento Específico Futebol de Sete

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU. R egula mento Específico Futebol de Sete ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE VISEU R egula mento Específico Futebol de Sete 2016 2 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTEBOL DE SETE REGULAMENTO DA PROVA NORMAS ORIENTADORAS DOS JOGOS DESPORTIVOS DE TONDELA CAPÍTULO

Leia mais

Regulamento da Taça de Portugal Sevens Feminino 2016/2017 2

Regulamento da Taça de Portugal Sevens Feminino 2016/2017 2 REGULAMENTO DA TAÇA DE PORTUGAL SEVENS FEMININO 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) À Taça de Portugal de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Leia mais

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE ANGRA DO HEROÍSMO Angra do Heroísmo 10, 11 e 12 de Fevereiro de 2017 ESTRUTURA ORGÂNICA DIREÇÃO ABÍLIO GOMES 963 988 511 GABINETE TÉCNICO SAÚL NEVES 925 133 554 DUARTE ALVES 913

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE (Futsal) Época 2016-2017 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DAS FLORES GRUPO DESPORTIVO FAZENDENSE (A e B) GRUPO

Leia mais

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, PORTO RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 87 = 2015/2016= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social e demais

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96/100 4100.068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 77 = 2014/2015= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 de 11 Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

Calendário de Jogos da LIGA ALGARVE GOLFINHOS 2006

Calendário de Jogos da LIGA ALGARVE GOLFINHOS 2006 Calendário de Jogos da LIGA ALGARVE GOLFINHOS 2006 GRUPO I Jornadas Datas 1ª Fase 1ª 15 Dezembro - Tarde 2ª 23 Fevereiro - Manhã 3ª 23 Março - Tarde 2ª Fase 1ª 4 Maio - Manhã 2ª 25 Maio - Tarde 3ª 8 Junho

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 215 = 2016/2076= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social e

Leia mais

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal FCUP Liga 2013/2014 Regulamento de Prova Oficial ÍNDICE Artigo 1º - Âmbito Artigo 2º - Estrutura Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Duração de Jogos Artigo 5º - Período de Aquecimento Artigo 6º

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL FUTEBOL DE SETE / CINCO Circular n.º 167 (RECTIFICADA) = 2016/2017= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros,

Leia mais

MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto

MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto 5º CAMPEONATO CONCELHIO DE FUTSAL 2009/10 (Seniores Masculinos) Normas de Participação 1- PARTICIPAÇÃO 1.1- Todas Associações

Leia mais

Calendário de Jogos da LIGA ALGARVE GOLFINHOS 2006

Calendário de Jogos da LIGA ALGARVE GOLFINHOS 2006 Calendário de Jogos da LIGA ALGARVE GOLFINHOS 2006 GRUPO I Jornadas Datas 1ª Fase 1ª 15 Dezembro - Tarde 2ª 23 Fevereiro - Manhã 3ª 23 Março - Tarde 2ª Fase LIGA EUROPA 1ª 4 Maio - Manhã 2ª 25 Maio - Tarde

Leia mais

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003;

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003; REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO A organização do Santarém Cup é da responsabilidade da Associação Académica de Santarém e conta com o apoio da Câmara Municipal de Santarém. 2. DATA E LOCAL DA REALIZAÇÃO DOS

Leia mais

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas Normas Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Núcleo de Actividades Desportivas Índice 1 Organização... 3 2 Calendarização e Local de Realização dos Jogos... 3 3 Inscrição... 3 3.1 Período de Inscrição...

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis-Benjamins (Futsal) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DO FAIAL CLUBE FLAMENGOS ILHA DAS

Leia mais

Regulamento do Torneio Regional de Tens Feminino 2016/2017 2

Regulamento do Torneio Regional de Tens Feminino 2016/2017 2 REGULAMENTO DO TORNEIO REGIONAL DE TENS FEMININO 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Regional de Tens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Leia mais

Torneio Masculino de Fut3 REGULAMENTO

Torneio Masculino de Fut3 REGULAMENTO REGULAMENTO CAPÍTULO I 1. Generalidades 1.1. Todos os jogos serão realizados no Salão da Associação Cultural e Recreativa de Maceirinha; 1.2. Não são permitidas alterações de horários ou adiamento de jogos;

Leia mais

5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento

5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento 5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS Normas de Funcionamento Normas de Funcionamento Considerando a importância que a promoção da dinâmica desportiva assume no concelho, a Câmara Municipal da Lourinhã,

Leia mais

Regulamento 1. APRESENTAÇÃO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL Regulamento Campos de Jogos e Bola de Jogo

Regulamento 1. APRESENTAÇÃO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL Regulamento Campos de Jogos e Bola de Jogo Regulamento 1. APRESENTAÇÃO A Amarante F.C. Cup 2016 Fut 7 realizar-se-á no Complexo Desportivo de Amarante, nas instalações do Amarante Futebol Clube e decorre entre os dias 25 e 26 Março de 2016 nos

Leia mais

IV Torneio Internacional St. M. Claret 26,27 e 28 de Março IV Torneio Internacional St. M. Claret

IV Torneio Internacional St. M. Claret 26,27 e 28 de Março IV Torneio Internacional St. M. Claret IV Torneio Internacional St. M. Claret 26,27 e 28 Março 2013 Regulamento da Prova Equipas Participantes RK FALK HANDBALL FUTEBOL CLUBE DO PORTO AD ISMAI COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS ACADÉMICO BASKET

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

AND PRAIA ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO

AND PRAIA ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO AND PRAIA 2016 18ª Edição REGULAMENTO DO CIRCUITO 1 Organização: A organização deste conjunto de eventos é da responsabilidade da Associação de Andebol do Porto, em colaboração com diversas entidades.

Leia mais

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt Web:

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Voleibol

Regulamento de Prova Oficial Voleibol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2001/2002 INDICE INTRODUÇÃO... 2 1. CONSTITUIÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DAS EQUIPAS... 3 2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 3 3. A BOLA... 5 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR

XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR XIX TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2016 DOCUMENTO ORIENTADOR Montemor-o-Velho, Abril de 2016 Índice 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS... 3 3. INSCRIÇÕES... 3 4. LOCAL DO TORNEIO... 3 5.

Leia mais

Junta de Freguesia de Ançã

Junta de Freguesia de Ançã III TORNEIO FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE CANTANHEDE REGULAMENTO 1. INTRODUÇÃO 1.1 O presente regulamento aplica-se ao III Torneio de Futsal Inter-Freguesias do concelho de Cantanhede. 1.2. A

Leia mais

ÉPOCA 2015/2016 REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 1 Prémios. 2. Ao Campeão Nacional será atribuído uma Taça e vinte e cinco medalhas.

ÉPOCA 2015/2016 REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 1 Prémios. 2. Ao Campeão Nacional será atribuído uma Taça e vinte e cinco medalhas. PO40 CAMPEONATO NACIONAL DE VETERANOS MASCULINOS (Regulamento aprovado em Reunião de Direção de 06-05-15) REGULAMENTO DA PROVA Artigo 1 Prémios 1. O vencedor é declarado CAMPEÃO NACIONAL 2. Ao Campeão

Leia mais

Regulamento Específico de Andebol

Regulamento Específico de Andebol Regulamento Específico de Andebol Regulamento Andebol 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS / BOLA DE JOGO... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 4 4. MESA DE JOGO... 4 5. ARBITRAGEM... 5 6. DURAÇÃO

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS -SÃO JORGE-

REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS -SÃO JORGE- REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS -SÃO JORGE- - FUTEBOL - 2016 / 2017 CAPÍTULO I NOMENCLATURA CAPÍTULO II ORGANIZAÇÃO TÉCNICA CLASSIFICAÇÕES E DESEMPATES JOGOS CAMPOS JOGADORES EQUIPAMENTOS SORTEIOS E CALENDÁRIOS

Leia mais

VIII TORNEIO MADEIRA JOVEM SUB/14

VIII TORNEIO MADEIRA JOVEM SUB/14 ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 181 DATA: 05.04.2017 VIII TORNEIO MADEIRA JOVEM SUB/14 Madeira, de 7 a 9 de Abril de 2017 ÉPOCA 2016/2017 Para conhecimento de todos os Clubes filiados

Leia mais

Associação de Futebol de Lisboa Instituição de Utilidade Pública

Associação de Futebol de Lisboa Instituição de Utilidade Pública ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA AVISO CONVOCATÓRIO Ao abrigo dos artigos 24.º, n.º 1, 27.º, n.º 1 e 37.º dos Estatutos da Associação de Futebol de Lisboa (A.F.L.), convoco todos os Sócios Efetivos, na

Leia mais

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA.

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. Ponto I Organização 1. O presente Regulamento define as regras da I Maratona de Futebol de Praia do Centro de Apoio ao Sem-Abrigo; 2. A

Leia mais

ÉPOCA 2016/2017 PO02 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2ª DIVISÃO REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 2 Participantes

ÉPOCA 2016/2017 PO02 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2ª DIVISÃO REGULAMENTO DA PROVA. Artigo 2 Participantes PO02 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 2ª DIVISÃO (Regulamento aprovado em Reunião de Direção de 21-06-2016) REGULAMENTO DA PROVA Artigo 1 Prémios 1. Os primeiros classificados

Leia mais

Regulamentos de Provas Oficiais Futebol 11 Seniores Masculinos

Regulamentos de Provas Oficiais Futebol 11 Seniores Masculinos Regulamentos de Provas Oficiais Futebol 11 Seniores Masculinos Associação de Futebol de Aveiro I REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS CAMPEONATOS DISTRITAIS DE FUTEBOL 11 SENIORES 1 CAMPEONATO DISTRITAL DA I

Leia mais

ÉPOCA 2016/2017 PO01 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 1ª DIVISÃO REGULAMENTO DA PROVA.

ÉPOCA 2016/2017 PO01 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 1ª DIVISÃO REGULAMENTO DA PROVA. PO01 - A PROVA DE APURAMENTO AO CAMPEONATO NACIONAL SENIORES MASCULINOS 1ª DIVISÃO (Regulamento aprovado em Reunião de Direção de 21-06-2016) REGULAMENTO DA PROVA Artigo 1 Prémios 1. Os dois primeiros

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO. Campeonato de Abertura CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO. Campeonato de Abertura CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO Campeonato de Abertura CORFEBOL CAMPEONATO DE ABERTURA ENQUADRAMENTO O Campeonato de Abertura surge como complemento às competições seniores da Federação Portuguesa de Corfebol:

Leia mais

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 1 ORGANIZAÇÃO DAS PROVAS 2 REGULAMENTO GERAL 3 REGULAMENTO ESPECÍFICO * 4 FICHA DE INSCRIÇÃO DA EQUIPA 5 BOLETIM DE JOGO A Direcção da FPR pretende instituir e coordenar

Leia mais

Para conhecimento de todos os nossos filiados, Conselho de Arbitragem, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunicamos o seguinte:

Para conhecimento de todos os nossos filiados, Conselho de Arbitragem, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunicamos o seguinte: Para conhecimento de todos os nossos filiados, Conselho de Arbitragem, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados, comunicamos o seguinte: ALTERAÇÃO REGULAMENTO PROVAS OFICIAIS (Art.º 102.05, Art.º

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 177 = = Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social e demais interessados,

Leia mais

XVI Torneio de Futebol 11 Sénior 2011

XVI Torneio de Futebol 11 Sénior 2011 Regulamento Geral Introdução Para a realização da XVI edição deste Torneio, no qual participam todos os 6 Clubes do Concelho com Futebol de 11 Sénior não profissional devidamente inscritos na Associação

Leia mais

TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DO FOLHADAL C.S.C.R. REGULAMENTO

TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DO FOLHADAL C.S.C.R. REGULAMENTO TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DO FOLHADAL C.S.C.R. REGULAMENTO ARTIGO 1º PONTUAÇÃO E APURAMENTO 1. A pontuação será como a seguir se indica : Vitória 3 Pontos Empate 2 Pontos Derrota 1 Ponto Falta de comparência

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 07 DE FEVEREIRO DE 2007 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 371 4440-505 VALONGO

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Basquetebol Masculino e Feminino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA AVISO CONVOCATÓRIO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA AVISO CONVOCATÓRIO Rua Nova da Trindade, 2-2º. 1249-250 Lisboa Tel.: + 351 213 224 870 Fax: + 351 213 224 885 direccao@afl.pt www.afl.pt ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA AVISO CONVOCATÓRIO Ao abrigo dos artigos 24.º, n.º

Leia mais

Época 2014/15. Associação de Futebol da Guarda Gabinete Técnico e de Formação. Regulamento e normas de conduta

Época 2014/15. Associação de Futebol da Guarda Gabinete Técnico e de Formação. Regulamento e normas de conduta Época 2014/15 Associação de Futebol da Guarda Regulamento e normas de conduta FILOSOFIA: As Escolas de Futebol, deverão ter como principal objetivo, proporcionar momentos lúdicodesportivos orientados e

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Voleibol Feminino e Masculino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

CIRCUITO NACIONAL DE RUGBY de 7 Sub 16 e Sub / 2011

CIRCUITO NACIONAL DE RUGBY de 7 Sub 16 e Sub / 2011 CIRCUITO NACIONAL DE RUGBY de 7 Sub 16 e Sub 18 2010 / 2011 O Departamento de Competições da FPR vai organizar o Circuito Nacional de Rugby de 7, para os escalões Sub 16 e Sub 18. Este Circuito realiza-se

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. QUADRO COMPETITIVO E CRITÉRIOS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE AVEIRO REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTEBOL 11 / 7 CAMPEONATOS DISTRITAIS

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE AVEIRO REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTEBOL 11 / 7 CAMPEONATOS DISTRITAIS ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE AVEIRO REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTEBOL 11 / 7 CAMPEONATOS DISTRITAIS Aprovado nas Assembleias Gerais da AFA de 03.07.2000, 25.10.2002, 06.12.2004 e 28.01.2005 I REGULAMENTO

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTEBOL 5 SOLIDÁRIO DA FUNDAÇÃO PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA

REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTEBOL 5 SOLIDÁRIO DA FUNDAÇÃO PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA 1. INTRODUÇÃO No âmbito das comemorações do mês de Maio, Mês do Coração, em 2017 dedicado à temática Coração no Desporto, a Fundação Portuguesa de Cardiologia organiza o 1º Torneio de Futebol 5 Solidário.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE AVEIRO REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTSAL CAMPEONATOS DISTRITAIS

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE AVEIRO REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTSAL CAMPEONATOS DISTRITAIS ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE AVEIRO REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTSAL CAMPEONATOS DISTRITAIS Aprovado na Assembleia Geral da AFA de 06 de Dezembro de 2010 REGULAMENTO DE PROVAS OFICIAIS FUTSAL CAPÍTULO

Leia mais

Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter-Freguesias, concelho de Caminha

Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter-Freguesias, concelho de Caminha Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter- ÍNDICE I. INTRODUÇÃO -------------------------------------------------------------- 3 II. ORGANIZAÇÃO ------------------------------------------------------------

Leia mais

I.INTRODUÇÃO II.ORGANIZAÇÃO

I.INTRODUÇÃO II.ORGANIZAÇÃO I.INTRODUÇÃO Com a organização do Torneio de Futsal Inter-Freguesias do Nordeste 2016, a Câmara Municipal de Nordeste, através do seu Gabinete do Desporto, pretende proporcionar à população concelhia um

Leia mais

I Torneio Pedro Alvares Cabral Belmonte 17 e 18 junho Regulamento. I Torneio Internacional Pedro Alvares Cabral

I Torneio Pedro Alvares Cabral Belmonte 17 e 18 junho Regulamento. I Torneio Internacional Pedro Alvares Cabral Regulamento I Torneio Internacional Pedro Alvares Cabral Introdução Com a organização do Torneio Pedro Alvares Cabral, para jovens dos escalões de Traquinas, Benjamins e Infantis, a União Desportiva de

Leia mais

PROVA DE LICENCIAMENTO DE JOGADORES, TREINADORES E ENQUADRAMENTO HUMANO

PROVA DE LICENCIAMENTO DE JOGADORES, TREINADORES E ENQUADRAMENTO HUMANO COMUNICADO DO CONSELHO DE ARBITRAGEM COMUNICADO Nº 09 ÉPOCA: 2015/2016 DATA: 16/09/2015 Para conhecimento geral, a seguir se informa: PROVA DE LICENCIAMENTO DE JOGADORES, TREINADORES E ENQUADRAMENTO HUMANO

Leia mais

Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas

Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas Torneio de Snooker bola oito Regulamento 2 CAMPEONATO INTERBANCÁRIO DE SNOOKER REGULAMENTO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO E FINS Artigo 1.º ORGANIZAÇÃO 1. A comissão Organizadora

Leia mais

XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015

XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015 XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015 Montemor-o-Velho, Maio de 2015 Índice 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS... 3 3. INSCRIÇÕES... 3 4. LOCAL DO TORNEIO... 3 5. COMPETIÇÃO... 4 6.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA REGULAMENTO DO CAMPEONATO DIVISÃO HONRA REGIONAL DE INFANTIS E BENJAMINS FUTEBOL DE 7 (SETE) ÉPOCA 2016/2017 CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO TÉCNICA 01 GENERALIDADES 1. Esta prova

Leia mais

2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores

2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores Uma Organização da 2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores INTRODUÇÃO O TORNEIO realizar-se-á no dia 4 de Junho, de acordo com as regras da FIFA-FPF e Associação Futebol Lisboa.

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTEBOL DE PRAIA REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futebol de Praia, nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE DUPLAS DE VOLEIBOL DE PRAIA - JUNIORES SUB/20

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE DUPLAS DE VOLEIBOL DE PRAIA - JUNIORES SUB/20 REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE DUPLAS DE VOLEIBOL DE PRAIA - JUNIORES SUB/20 ARTIGO 1º O Campeonato Nacional de Juniores Sub/20 é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada

Leia mais

SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira

SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira REGULAMENTO ÍNDICE Pontos: I Introdução.. II Organização. III Regulamento Geral IV Regulamento do Torneio....... V Disciplina..... VI Prémios...

Leia mais

Regulamento Taça dos Campeonatos Académicos do Porto

Regulamento Taça dos Campeonatos Académicos do Porto Regulamento Taça dos Campeonatos Académicos do Porto I. Disposições Iniciais Artigo 1º (Âmbito) O presente regulamento estabelece o funcionamento da Taça dos Campeonatos Académicos do Porto, organizados

Leia mais

4 Torneio de Andebol Cidade de Castelo Branco-Páscoa REGULAMENTO

4 Torneio de Andebol Cidade de Castelo Branco-Páscoa REGULAMENTO REGULAMENTO. ORGANIZAÇÃO. Associação Desportiva Albicastrense. Associação de Andebol de Castelo Branco. Federação Portuguesa de Andebol.Câmara Municipal de Castelo Branco. PARTICIPANTES. As equipas participantes

Leia mais

REGULAMENTO DAS PROVAS DESPORTIVAS

REGULAMENTO DAS PROVAS DESPORTIVAS REGULAMENTO DAS PROVAS DESPORTIVAS CAPÍTULO I GENERALIDADES Artigo 1º Definições Para efeitos das provas organizadas pela Federação de Futebol Popular do Norte, entende-se por: a) FFPN Federação de Futebol

Leia mais

Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7)

Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7) Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7) Título I Disposições Gerais Artigo 1.º O Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7) visa disciplinar o funcionamento desta e as relações entre

Leia mais

REGULAMENTO DESPORTIVO DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE GOLFE

REGULAMENTO DESPORTIVO DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE GOLFE REGULAMENTO DESPORTIVO DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE GOLFE Regulamento Desportivo da Federação Portuguesa de Golfe CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS SECÇÃO I REGIME DE INSCRIÇÃO DE PRATICANTES CAPÍTULO II DISPOSIÇÕES

Leia mais

id pdfmachine by Broadgun Software - a great PDF writer! - a great PDF creator! -

id pdfmachine by Broadgun Software - a great PDF writer! - a great PDF creator! - FUTEBOL 01. OBJECTIVOS 01.1. Promover o gosto pela prática desportiva, tentando incutir nas crianças a percepção dos seus benefícios ao longo de uma vida saudável. 01.2. Favorecer o desenvolvimento da

Leia mais

Torneio Futebol 7 Organização: Clube Desportivo os Águias de Alpiarça Regulamento:

Torneio Futebol 7 Organização: Clube Desportivo os Águias de Alpiarça Regulamento: Torneio Futebol 7 Organização: Clube Desportivo os Águias de Alpiarça Regulamento: ORGANIZAÇÃO O presente regulamento define as regras do Torneio de Futebol 7, a ser disputado em Alpiarça. A Organização

Leia mais

REGULAMENTO DO TORNEIO DE FUTEBOL INDOOR

REGULAMENTO DO TORNEIO DE FUTEBOL INDOOR REGULAMENTO DO TORNEIO DE FUTEBOL INDOOR 1. ORGANIZAÇÃO O Clube Desportivo e Recreativo do Fogueteiro, com a colaboração da Junta de Freguesia de Amora e Câmara Municipal do Seixal. a) REGRAS: As regras

Leia mais

CALENDÁRIO DE JOGOS (Nasc. em 2003)

CALENDÁRIO DE JOGOS (Nasc. em 2003) CALENDÁRIO DE JOGOS (Nasc. em 2003) 1ª JORNADA (24/10/2010) 0001 13H00 U.D. Messinense E.R. Portimonense S.C. 4 8 0002 14H00 C.D. Odiárexe Marítimo Olhanense 1 18 0003 15H00 E.F. Benfica Portimão A.A.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DO DISTRITO DE SETÚBAL REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DO DISTRITO DE SETÚBAL REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DO DISTRITO DE SETÚBAL REGULAMENTO DE COMPETIÇÕES Aprovado em Assembleia Geral de 13 de Outubro de 2014 PRIMEIRA PARTE Disposições Gerais Artigo 1 (Âmbito de Aplicação) 1. O presente

Leia mais

Art.º 2.º - Participam todas as Clubes que se inscreverem. Têm que inscrever no mínimo 12 jogadores nascidos em 1999 ou 2000.

Art.º 2.º - Participam todas as Clubes que se inscreverem. Têm que inscrever no mínimo 12 jogadores nascidos em 1999 ou 2000. 1. CLUBES PARTICIPANTES PO.15 CAMPEONATO NACIONAL INFANTIS MASCULINOS 1ª FASE Art.º 2.º - Participam todas as Clubes que se inscreverem. Têm que inscrever no mínimo 12 jogadores nascidos em 1999 ou 2000.

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL Nº

COMUNICADO OFICIAL Nº COMUNICADO OFICIAL Nº 1 2015-2016 1. ABERTURA DE ÉPOCA 2015-2016 - TÍTULO 8 - ARTº 2º Para efeitos regulamentares considera-se "ÉPOCA DESPORTIVA OFICIAL" o período compreendido entre a data do 1º Jogo

Leia mais