NORME EUROPÉENNE pren EUROPÄISCHE NORM NORMA EUROPEIA Setembro 2004

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORME EUROPÉENNE pren 15038 EUROPÄISCHE NORM NORMA EUROPEIA Setembro 2004"

Transcrição

1 EUROPEAN STANDARD PROJECTO NORME EUROPÉENNE pren EUROPÄISCHE NORM NORMA EUROPEIA Setembro 2004 ICS Versão portuguesa Serviços de tradução Requisitos para a prestação de serviços Übersetzungs-Dienstleistungen - Dienstleistungsanforderungen O presente projecto de Norma Europeia é submetido aos membros do CEN para análise. Foi redigido pelo Comité Técnico CEN/SS A07. Se o presente projecto se tornar numa Norma Europeia, os membros do CEN são obrigados a cumprir os regulamentos internos do CEN/CENELEC que definem as condições de atribuição do estatuto de norma nacional a esta Norma Europeia, sem qualquer modificação. O presente projecto de Norma Europeia foi estabelecido pelo CEN em três versões oficiais (inglês, francês, alemão). Uma versão numa outra língua, feita por tradução sob a responsabilidade de um membro do CEN na sua língua nacional e notificada ao Centro de Gestão, tem o mesmo estatuto que as versões oficiais. Os membros do CEN são os organismos nacionais de normalização da Áustria, Bélgica, Chipre, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Noruega, Polónia, Portugal, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido. Atenção: o presente documento não é uma Norma Europeia. É distribuído para análise e comentários. Está sujeito a alterações sem aviso prévio e não poderá ser mencionado como uma Norma Europeia. EUROPEAN COMMITTEE FOR STANDARDIZATION COMITÉ EUROPÉEN DE NORMALISATION EUROPÄISCHES KOMITEE FÜR NORMUNG COMITÉ EUROPEU DE NORMALIZAÇÃO Centro de Gestão: rue de Stassart, 36 B-1050 Brussels 2004 CEN Todos os direitos de exploração sob qualquer forma e por quaisquer meios reservados em todo o mundo aos membros nacionais do CEN. Ref. nº pren 15038:2004: P

2 Índice Página Prefácio...3 Introdução Âmbito Termos e definições Requisitos básicos Relação cliente-pst (Prestador de serviços de tradução) Procedimentos aplicáveis aos serviços de tradução Serviços de valor acrescentado...12 Anexo A (informativo) Detalhes de registo dos projectos. Registo dos projectos...13 Anexo B (informativo) Processamento técnico antes da tradução...14 Anexo C (informativo) Análise do texto de partida...15 Anexo D (informativo) Manual de estilo...16 Anexo E (informativo) Lista de serviços de valor acrescentado...17 Bibliografia

3 Prefácio O presente documento (pren 15038:2004) foi elaborado pelo Comité Técnico CEN/BTTF 138 SERVIÇOS DE TRADUÇÃO, cujo secretariado é presidido pela AENOR. O presente documento está actualmente em fase de apreciação pelo CEN. Introdução O objectivo da presente Norma Europeia é o de estabelecer e definir os requisitos para a prestação de serviços de tradução de qualidade. Engloba o processo de tradução e todos os outros passos que implicam a prestação do serviço respectivo. A garantia da qualidade e a capacidade de registo da sua evolução são alguns dos elementos fundamentais da presente Norma. Esta norma descreve e define de forma clara todo o processo aos prestadores de serviços de tradução e aos seus clientes. Ao mesmo tempo, proporciona aos prestadores de serviços de tradução um conjunto de procedimentos e requisitos normalizados para que possam fazer face às exigências do mercado. Está prevista uma certificação para os prestadores de serviços de tradução que satisfaçam os requisitos da presente Norma. 3

4 1 Âmbito A presente Norma Europeia especifica os requisitos para os prestadores de serviços de tradução (PST), abrangendo recursos humanos e técnicos, gestão da qualidade e de projectos, enquadramento contratual, procedimentos, serviços de valor acrescentado e definições de termos. Qualquer terceiro, encarregado por um PST de realizar um projecto ou parte dele, será considerado um PST por direito próprio, estando sujeito aos requisitos a que respeita a presente norma. A presente Norma não se aplica à interpretação. 4

5 2 Termos e definições Para os fins da presente Norma aplicam-se os seguintes termos e definições. 2.1 serviços de valor acrescentado serviços que podem ser prestados por um PST, além dos serviços de tradução básicos. 2.2 competência capacidade demonstrada para aplicar conhecimentos e qualificações [ISO 9000:2000, definição ]. 2.3 linguagem controlada subconjunto de uma língua que impõe uma gramática restrita e um vocabulário específico de uma área. 2.4 documento informação e respectivo suporte [ISO 9000:2000, definição 3.7.2]. 2.5 revisão análise de um texto na língua de chegada para determinar a sua adequação ao objectivo. NOTA Esta operação inclui a verificação da ortografia, da gramática, da pontuação, da terminologia, do registo de língua, do estilo, etc. e pode implicar a reestruturação do texto (alinhamento do texto para fazer corresponder gráficos, ilustrações, etc.). Também pode incluir a redução ou o aumento do texto, de acordo com o espaço disponível. 2.6 interpretação acto que consiste em passar oralmente a informação verbal da língua de partida para a língua de chegada. 2.7 particularidades locais convenções linguísticas, culturais, técnicas e geográficas de um determinado público. 2.8 localização passagem de um conceito na língua de partida, que pertence a uma convenção da mesma língua, para uma convenção da língua de chegada equivalente ou adequada. A localização de software implica seleccionar um produto e torná-lo linguística, cultural e tecnicamente adequado ao local de chegada (país/região e língua), onde será utilizado e vendido. 2.9 pós-edição análise e correcção do texto processado por um sistema de tradução automática ou semi-automática (tradução automática, memória de tradução), para garantir a respectiva conformidade com as regras naturais da gramática, pontuação, ortografia, semântica, etc pré-edição preparação do texto para tradução através de um sistema de tradução automática ou semi-automática (tradução automática, memória de tradução) revisão de provas revisão de provas do texto impresso, por oposição à revisão de um texto traduzido serviço serviço ou conjunto de serviços definidos, oferecidos pelo PST aos clientes língua de partida língua em que é escrito o texto de partida documento de partida 5

6 documento a traduzir documento de chegada resultado do processo de tradução na língua de chegada língua de chegada língua para a qual é traduzido o documento de partida prestador de serviços de tradução (PST) pessoa ou organismo que presta ao cliente serviços de tradução acordados tradutor pessoa que cumpre os requisitos de qualificação de acordo com a sub-cláusula

7 3 Requisitos básicos 3.1 Recursos humanos Gestão de recursos humanos Os PST devem ter um procedimento documentado que lhes permita seleccionar as pessoas para os projectos de tradução, para garantir que as mesmas têm as competências e qualificações necessárias. Os tradutores estarão em conformidade com os requisitos de competência profissional, como especificado em Os revisores e os revisores técnicos devem cumprir os requisitos definidos em e 3.1.4, respectivamente Competências profissionais dos tradutores Os tradutores devem ter as competências apresentadas abaixo, de preferência adquiridas através de: uma formação superior oficial em tradução (diploma reconhecido) ou um diploma universitário ou equivalente, além de um mínimo de dois anos de experiência documentada em tradução, ou pelo menos cinco anos de experiência profissional documentada em tradução. Competência na tradução: competência que permite traduzir textos a nível profissional. Inclui a capacidade de avaliar os problemas de compreensão e produção de um texto, bem como a capacidade de produzir o texto de chegada conforme o acordo entre o cliente e o PST (ver subcláusula 4.4) e explicar as razões para as opções tomadas. Competência linguística e textual nas línguas de partida e chegada: competência que inclui a capacidade de compreender a língua de partida e dominar por completo a língua de chegada. A competência textual requer o conhecimento de convenções ao nível dos tipos de texto para a maior variedade possível de textos em língua corrente e especializada, e inclui a capacidade de aplicar este conhecimento durante a produção de textos. Competência na pesquisa, aquisição e tratamento de informações: competência que inclui a capacidade de adquirir eficientemente os conhecimentos linguísticos e especializados adicionais, necessários à compreensão do texto de partida e à elaboração do texto de chegada. A competência na pesquisa também requer experiência na utilização de ferramentas de pesquisa e capacidade para desenvolver estratégias adequadas à utilização eficiente das fontes de informação disponíveis. Competência cultural: competência que inclui a capacidade de utilizar as informações sobre a base de conhecimentos e as particularidades locais (ou seja, o ambiente cultural), as normas de comportamento e os sistemas de valores que caracterizam as culturas de partida e chegada. Competência técnica: competência que inclui as capacidades e a especialização necessárias à preparação profissional e execução de traduções. Esta competência abrange a capacidade de utilizar ferramentas actuais de tecnologia de informação e de recolha de terminologia Competências profissionais dos revisores Os revisores devem ter as competências definidas na sub-cláusula Deverão também ter experiência de tradução numa determinada área Competências profissionais dos revisores técnicos Os revisores técnicos devem ser especialistas numa determinada área, na língua de chegada. 7

8 3.1.5 Desenvolvimento profissional contínuo Os PST devem assegurar o desenvolvimento profissional contínuo de todas as pessoas envolvidas no processo de tradução. Para os tradutores e revisores, este desenvolvimento profissional contínuo deve incluir: competências profissionais em conformidade com 3.1.2; campos de especialização e línguas especializadas; questões e tecnologias relacionadas com a profissão. Os PST devem assegurar a análise regular das necessidades de formação e documentar adequadamente actividades relacionadas com a formação e o desenvolvimento profissional contínuo. 3.2 Recursos técnicos Os PST devem garantir a disponibilidade de: equipamento necessário à execução adequada dos projectos de tradução e ao tratamento, armazenamento, obtenção, arquivo e eliminação, de forma segura e confidencial, de documentos e informação; equipamento de comunicações necessário, bem como hardware e software; acesso a fontes e suportes de informação necessários. 3.3 Gestão da qualidade Generalidades Os PST devem ter um sistema de gestão da qualidade documentado, proporcional à respectiva dimensão e estrutura organizacional Controlo da qualidade Os PST devem assegurar o cumprimento das medidas de controlo da qualidade ao longo de todo o processo Revisão da gestão da qualidade Os PST devem rever, em intervalos regulares, os respectivos processos de gestão da qualidade para garantir a sua constante conformidade com o disposto na presente Norma e modificar, de modo adequado, o procedimento documentado correspondente. Os PST devem determinar regularmente se os objectivos da qualidade definidos foram atingidos. 3.4 Gestão de projectos Cada projecto de tradução será supervisionado por um gestor de projectos que se responsabilizará pela realização do projecto de acordo com os procedimentos do PST e os termos acordados com o cliente (ver sub-cláusula 5.3.1). 8

9 4 Relação cliente-pst (prestador de serviços de tradução) 4.1 Generalidades O PST deve ter procedimentos documentados para tratar dos pedidos, determinar a exequibilidade do projecto, incluindo a disponibilização de recursos humanos e técnicos, analisar e fazer orçamentos, chegar a um acordo com o cliente, bem como facturar e registar o pagamento. 4.2 Tratamento de pedidos e análise de exequibilidade O PST deve ter um procedimento documentado que lhe permita analisar as exigências do serviço e as necessidades do cliente. O PST deve determinar se todos os recursos humanos e técnicos estão disponíveis para executar o serviço e entregar o seu produto de acordo com os requisitos definidos. 4.3 Orçamento O PST deve entregar um orçamento ao cliente, detalhando as condições de preço e entrega. 4.4 Acordo entre o cliente e o PST Com base no orçamento entregue, o PST deve chegar a um acordo com o cliente, tendo em vista a prestação do serviço. O acordo incluirá, pelo menos, os termos comerciais e as especificações do serviço. O acordo também pode incluir os seguintes itens: direitos de autor responsabilidade confidencialidade regulação de litígios garantia da qualidade 4.5 Tratamento de informações do cliente sobre o projecto O PST deve fazer o possível para obter informações suplementares e clarificar ambiguidades no documento de partida, contactando o cliente. Todas as informações e todo o material que o cliente forneceu estarão sujeitos ao disposto no sistema de gestão da qualidade do PST (ver sub-cláusula 3.3). 4.6 Conclusão do projecto O PST deve ter procedimentos documentados, relacionados com a verificação final, arquivo, capacidade de registo, rastreabilidade e garantia da satisfação das necessidades do cliente. 9

10 5 Procedimentos aplicáveis aos serviços de tradução 5.1 Generalidades O PST deve garantir a conformidade com os termos e condições acordados com o cliente através da gestão adequada do serviço de tradução, desde a recepção da ordem de compra até ao final do período mínimo de arquivo, conforme mencionado na documentação do PST. Para este fim, o PST deve ter procedimentos comerciais documentados, relativamente à utilização ideal dos recursos humanos para realizar o projecto de tradução e serviços correlatos. 5.2 Preparação A preparação deve abranger aspectos administrativos, técnicos e linguísticos adequados às exigências específicas de cada projecto de tradução. Após a recepção do documento efectivo para tradução, o PST certificar-se-á de que o mesmo satisfaz os requisitos acordados com o cliente, segundo a cláusula 4. Quaisquer alterações ao acordo original (ver sub-cláusula 4.4) deverão ser aprovadas por todas as partes e documentadas Aspectos administrativos Registo O PST deve registar os projectos de tradução aceites e manter um registo actualizado. O registo permitirá a identificação e localização do serviço, bem como a determinação do seu estado actual em qualquer momento. (ver Anexo A) Atribuição de projectos O PST atribuirá projectos aos recursos internos e/ou externos adequados para garantir o cumprimento das especificações descritas no acordo (ver 4.4). Todas as atribuições serão documentadas Aspectos técnicos Hardware e software O PST deve disponibilizar a tecnologia necessária ao projecto específico, de acordo com o estudo de exequibilidade (ver 4.2) Processamento antes da tradução O PST executará todas as tarefas de processamento antes da tradução e técnicas necessárias, para preparar os documentos a traduzir. O processamento antes da tradução pode incluir aspectos técnicos, como os mencionados no Anexo B Aspectos linguísticos O PST deve registar as informações sobre quaisquer requisitos linguísticos específicos do projecto de tradução. Tais informações podem incluir requisitos de conformidade com o manual de estilo de um cliente, adaptação da tradução ao grupo-alvo acordado, objectivo e/ou finalidade, utilização da terminologia existente e actualização de glossários Análise do texto de partida O PST deve analisar o texto de partida para antecipar possíveis problemas e dificuldades na tradução (ver Anexo C) Pesquisa de terminologia Se não estiver disponível terminologia específica para o projecto, o PST e o cliente deverão acordar as condições de pesquisa de terminologia a realizar antes de se proceder à tradução. 10

11 Manual de estilo Se o cliente não fornecer um manual de estilo, o PST utilizará um manual de estilo próprio ou adequado (ver Anexo D). 5.3 Processo de tradução O PST deve ter procedimentos documentados que lhe permitam tratar dos projectos de tradução e contactar o cliente durante o processo de tradução. O PST deve igualmente ter um sistema interno de garantia da qualidade para verificar a exactidão e a integridade do serviço, bem como a conformidade com o acordo estabelecido entre o cliente e o próprio PST (ver sub-cláusula 4.4) Gestão de projectos A gestão de projectos (ver 3.4) deve incluir: 1) Controlo e supervisão do processo de preparação (ver sub-cláusula 5.2) 2) Designação de tradutores para o projecto 3) Designação de verificadores, revisores e revisores técnicos 4) Designação de quaisquer outros especialistas envolvidos em quaisquer serviços de valor acrescentado para o projecto 5) Envio de instruções a todas as partes envolvidas no projecto 6) Controlo e supervisão do calendário relativo ao processo 7) Comunicação estreita entre todas as partes envolvidas no processo, incluindo o cliente 8) Autorização da entrega do serviço concluído Trabalho de tradução O tradutor deve transferir o significado da língua de partida para a língua de chegada, para produzir um texto que esteja de acordo com as normas do sistema linguístico da língua de chegada e que respeite as instruções recebidas. Este processo pode envolver serviços de valor acrescentado descritos no Anexo E. Em todo este processo, o tradutor dará especial atenção ao seguinte: a) Terminologia: conformidade com a área específica e a terminologia do cliente ou com qualquer outra terminologia fornecida, bem como coerência terminológica em toda a tradução b) Gramática: sintaxe, ortografia, pontuação, ortotipografia, marcas diacríticas c) Léxico: coerência lexical e fraseologia d) Estilo: conformidade com o manual de estilo próprio ou do cliente, incluindo variantes de registo e de linguagem e) Particularidades locais: convenções locais e normas regionais f) Formatação (ver Anexo D) Verificação O tradutor deve verificar se há omissões na tradução e confirmar se os parâmetros definidos (ver 5.3.2) foram respeitados. O tradutor fará as correcções necessárias Revisão linguística O PST deve assegurar a revisão da tradução. O revisor será outra pessoa que não o tradutor e deve ter as devidas competências nas línguas de partida e chegada. O revisor deve analisar a tradução para verificar a sua adequação relativamente ao objectivo. Este procedimento incluirá, segundo as exigências do projecto, a comparação entre os textos de partida e chegada para assegurar a coerência da terminologia, bem como a adequação do 11

12 registo e estilo. O PST deve tomar as medidas correctivas necessárias para, quando aplicável, alterar a tradução ou retraduzir de acordo com os procedimentos do próprio PST Revisão técnica Se as especificações do serviço (ver sub-cláusula 4.4) incluírem uma revisão técnica, o revisor técnico, com competência na área específica, deve efectuar uma revisão monolingue para avaliar a adequação da tradução final relativamente ao objectivo acordado (por exemplo, avaliando o registo da tradução e assegurando que o mesmo respeita as convenções da área em questão) Revisão de provas Se as especificações do serviço (ver sub-cláusula 4.4) incluírem a revisão de provas monolingue, o PST deve assegurar a revisão de provas do serviço Verificação final O PST deve verificar se o serviço de tradução e respectiva entrega estão em conformidade com as especificações do cliente (ver sub-cláusula 4.4). 12

13 6 Serviços de valor acrescentado O PST pode oferecer serviços de valor acrescentado. Para obter uma lista informativa desses serviços, ver Anexo E. 13

14 Anexo A (informativo) Detalhes de registo dos projectos. Registo dos projectos Os detalhes de registo podem incluir, conforme necessário: Identificador exclusivo do projecto Nome do cliente e pessoa a contactar Ordem de compra do cliente e qualquer acordo adicional, incluindo um acordo de confidencialidade Equipa do PST encarregada do projecto Condições comerciais Data de recepção do material a traduzir Detalhes relativos à entrega, incluindo o volume, os prazos e os formatos de entrega Língua(s) de partida e chegada Nome e descrição do material a traduzir Objectivo e utilização da tradução Terminologia do cliente ou interna, ou outro material de consulta a utilizar Manual(ais) de estilo do cliente ou do PST Quaisquer alterações no decurso do projecto Referência a detalhes relativos a acordos Outras informações pertinentes para o projecto. Quaisquer reclamações relativas à não conformidade dos produtos Medidas correctivas tomadas Folha do estado da tradução 14

15 Anexo B (informativo) Processamento técnico antes da tradução O processamento técnico antes da tradução pode incluir, conforme necessário: Preparação do documento e/ou segmentação do texto para tradução assistida por computador (Computer Assisted Translation CAT). Conversão de formatos e tipos de letra. Alinhamento do documento para tradução assistida por computador (CAT). Folhas de estilo a aplicar ou criar. Ficheiros de definição do tipo de dados (DTD) (XML, SGML). Obtenção dos tipos de letra necessários. Convenção acordada sobre o tipo de texto. Adequação da linguagem controlada seleccionada Recolha e preparação do material de consulta (terminologia específica, terminologia do cliente, material técnico-didáctico, hiperligações da Internet, etc.) para melhorar a conformidade qualitativa com os requisitos do projecto. 15

16 Anexo C (informativo) Análise do texto de partida A análise do texto de partida pode incluir, conforme necessário: a) Factores extratextuais e intratextuais (tipo de texto): indicações de tradução ou especificações do cliente contexto e co-texto. b) Macroestrutura (público visado pelos textos de partida e chegada): assunto género e registo função e tipo de texto superstrutura (modelos e figuras de retórica) elementos não verbais (ilustrações, gráficos, etc.). c) Microestrutura (nível de língua): pragmática (pressuposições, implicaturas e conhecimento partilhado) gramática e sintaxe (coerência gramatical, homogeneidade, conectividade) léxico e semântica (coerência lexical, terminologia e fraseologia) supra-segmentais (tom, rima e ritmo, aliteração, assonância, prosódia, etc.). 16

17 Anexo D (informativo) Manual de estilo Um manual de estilo pode incluir instruções ou opções relativamente ao seguinte: Pontuação: espaços, pontos finais, vírgulas, pontos e vírgulas, dois pontos, travessões, parêntesis, pontos de interrogação, pontos de exclamação, aspas, apóstrofes e acentos, códigos UNICODE/ASCII. Ortografia: utilização de maiúsculas, convenções, nomes de pessoas e cargos, topónimos, nomes de empresas e produtos, marcas, nomes científicos, números (fracções, séries, numeração romana, datas, horas) e unidades de medida, símbolos matemáticos e científicos, abreviaturas, siglas e acrónimos, estrangeirismos (palavras e frases estrangeiras), hífenes e palavras compostas, orientações sobre a hifenização, sistemas de transliteração e romanização. Formatação, estilo e tipos de letra: redondo, negrito, itálico, sublinhado, opções de tipos de letra, símbolos gerais (ou seja,,, &, %, tm, #). Diversos: listas e tabelas, formato de papel, utilização da forma neutra relativamente ao género, tempos verbais, notas de rodapé, bibliografias, citações, diagramas, gráficos e ilustrações, tradução de tags (marcadores) e atributos. Adaptações: palavras e referências culturais, formas de tratamento, detalhes predeterminados (preço, ofertas, endereços postais, endereços electrónicos, números de fax e telefone, etc.), unidades monetárias e conversões métricas, elementos gráficos, outros elementos culturais. No caso de localização de software, nomes de teclas, convenções morfo-sintácticas para componentes da interface do utilizador: menus, caixas de diálogo e mensagens de erro. Opções de terminologia, linguagens controladas, expressões inadequadas, preferências específicas da língua e do cliente. Erros comuns a evitar (ex.: falsos amigos, cognatos, interferências linguísticas, erros de registo, etc.). 17

18 Anexo E (informativo) Lista de serviços de valor acrescentado Legalização, autenticação notarial, etc., de acordo com os requisitos nacionais Adaptação Reescrita Actualização Localização Internacionalização Globalização Criação e gestão de bases de dados de terminologia Transcrição Transliteração DTP, design gráfico e criação de páginas Web, arte final Redacção técnica Consultadoria no domínio da língua e cultura Concordância terminológica Alinhamento de memórias de tradução Pré-edição e pós-edição Legendagem Locução Revisão técnica e/ou revisão das traduções por terceiros 18

19 Bibliografia ÖNORM D 1200 Edition: Translation and interpretation services. Translation services. Requirements for the service and the provision of the service ÖNORM D 1201 Edition: Translation services. Translation contracts. Translation and interpretation services. DIN 2345 : Translation contracts UNI Abril Definition of services and activities of translation and interpreting of enterprises. 19

Norma Portuguesa. Sistemas de gestão da qualidade Requisitos (ISO 9001:2008) NP EN ISO 9001 2008

Norma Portuguesa. Sistemas de gestão da qualidade Requisitos (ISO 9001:2008) NP EN ISO 9001 2008 Norma Portuguesa NP Sistemas de gestão da qualidade Requisitos (ISO 9001:) Systèmes de management de la qualité Exigences (ISO 9001:) Quality management systems Requirements (ISO 9001:) ICS 03.120.10 DESCRITORES

Leia mais

Requisitos gerais de competência para laboratórios de ensaio e calibração (ISO/IEC 17025:2005)

Requisitos gerais de competência para laboratórios de ensaio e calibração (ISO/IEC 17025:2005) Norma Portuguesa NP Requisitos gerais de competência para laboratórios de ensaio e calibração (ISO/IEC 17025:) Exigences générales concernant la compétence des laboratoires d'étalonnages et d'essais (ISO/IEC

Leia mais

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO 7.6.2008 C 141/27 V (Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO Convite à apresentação de propostas de 2008 Programa Cultura (2007-2013) Execução das seguintes acções do programa: projectos plurianuais

Leia mais

Notas sobre o formulário Acto de Oposição

Notas sobre o formulário Acto de Oposição INSTITUTO DE HARMONIZAÇÃO NO MERCADO INTERNO (IHMI) Marcas, Desenhos e Modelos Notas sobre o formulário Acto de Oposição 1. Observações gerais 1.1 Utilização do formulário O formulário pode ser obtido

Leia mais

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS:

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: Acesso a cuidados de saúde programados na União Europeia, Espaço Económico Europeu e Suiça. Procedimentos para a emissão do Documento

Leia mais

SEPA - Single Euro Payments Area

SEPA - Single Euro Payments Area SEPA - Single Euro Payments Area Área Única de Pagamentos em euros APOIO PRINCIPAL: APOIO PRINCIPAL: Contexto O que é? Um espaço em que consumidores, empresas e outros agentes económicos poderão efectuar

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Ministério da Saúde Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Cartão Europeu de Seguro de Doença Nº: 20/DSPCS DATA: 18/05/04 Para: Todos os serviços dependentes do Ministério da Saúde Contacto

Leia mais

Norma Portuguesa. Sistemas de gestão ambiental Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização (ISO 14001:2004) NP EN ISO 14001 2004

Norma Portuguesa. Sistemas de gestão ambiental Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização (ISO 14001:2004) NP EN ISO 14001 2004 Norma Portuguesa NP Sistemas de gestão ambiental Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização (ISO 14001:) Systèmes de management environnemental Exigences et lignes directrices pour son utilisation

Leia mais

Fusões e cisões transfronteiras

Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Consulta organizada pela Comissão Europeia (DG MARKT) INTRODUÇÃO Observações preliminares O presente questionário tem por objetivo recolher

Leia mais

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos ESTE ANO VOU CONHECER NOVAS PESSOAS ESTE ANO VOU ALARGAR CONHECIMENTOS ESTE ANO VOU FALAR OUTRA LÍNGUA ESTE ANO VOU ADQUIRIR NOVAS COMPETÊNCIAS ESTE ANO VOU VIAJAR ESTE ANO VOU SER ERASMUS Guia do Estudante

Leia mais

Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-Abr-2015

Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 27-Abr-2015 Preçário AGENCIA DE CAMBIOS CENTRAL, LDA AGÊNCIAS DE CÂMBIOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS O Preçário completo da Agência de Câmbios Central, Lda., contém o Folheto de e Despesas (que incorpora

Leia mais

Âmbito dos serviços de controlo de saúde da Compellent

Âmbito dos serviços de controlo de saúde da Compellent Descrição do serviço Controlo de Saúde de SAN Dell Compellent Visão geral do serviço A presente Descrição do Serviço ( Descrição do Serviço ) é celebrada entre si, o cliente ( você ou Cliente ), e a entidade

Leia mais

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 Esclarecimentos de dúvidas/informações adicionais: Carolina Peralta/Isabel Silva Gabinete de Relações Internacionais - GRI Rua de Santa Marta, 47, 1º Piso sala 112-1169-023

Leia mais

Linhas de orientação para auditorias a sistemas de gestão da qualidade e/ou de gestão ambiental (ISO 19011:2002)

Linhas de orientação para auditorias a sistemas de gestão da qualidade e/ou de gestão ambiental (ISO 19011:2002) Norma Portuguesa NP Linhas de orientação para auditorias a sistemas de gestão da qualidade e/ou de gestão ambiental (ISO 19011:2002) Lignes directrices pour l'audit des systèmes de management de la qualité

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES Porque devemos utilizar a empresa Tungsten-Network para enviar as nossas facturas? Para além das vantagens indicadas anteriormente, a facturação electrónica é o método preferido pela

Leia mais

Transição da escola para o emprego: Princípios-chave e Recomendações para Responsáveis Políticos

Transição da escola para o emprego: Princípios-chave e Recomendações para Responsáveis Políticos Transição da escola para o emprego: Princípios-chave e Recomendações para Responsáveis Políticos No final do ano de 1999 a Agência Europeia iniciou um projecto de investigação, a nível Europeu, sobre o

Leia mais

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes Este folheto explica as regras que se aplicam ao Benefício de

Leia mais

GR-Tessalónica: Ministração de formação em TIC para o pessoal do Cedefop 2012/S 213-351312. Anúncio de concurso. Serviços

GR-Tessalónica: Ministração de formação em TIC para o pessoal do Cedefop 2012/S 213-351312. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:351312-2012:text:pt:html GR-Tessalónica: Ministração de formação em TIC para o pessoal do Cedefop 2012/S 213-351312 Anúncio

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:256532-2013:text:pt:html Grécia-Tessalónica: Serviços de manutenção, apoio e desenvolvimento Web para o sítio Web oficial

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado. Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado Programa ERASMUS+ Acção-chave 1 Mobilidade para aprendizagem GUIA DE CANDIDATURA PARA MOBILIDADE DE ESTUDANTES PARA ESTÁGIOS ERASMUS+ (SMP)

Leia mais

Política de Registo do Nome de Domínio.eu

Política de Registo do Nome de Domínio.eu Política de Registo do Nome de Domínio.eu 1/14 ÍNDICE Índice... 2 Definições... 3 Objecto e Âmbito... 3 Secção 1. O Titular do Registo tem de determinar se cumpre os Critérios Gerais de Elegibilidade...

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apoio no âmbito do trabalho preparatório de medidas de conceção ecológica

Leia mais

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit A solução para os seus problemas na Europa ec.europa.eu/solvit CONHEÇA OS SEUS DIREITOS Viver, trabalhar ou viajar em qualquer país da UE é um direito fundamental dos cidadãos europeus. As empresas também

Leia mais

INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA SERVIÇO DE SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET ATRAVÉS DE BANDA LARGA

INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA SERVIÇO DE SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET ATRAVÉS DE BANDA LARGA http://www.anacom.pt/template12.jsp?categoryid=168982 INFORMAÇÃO ESTATÍSTICA DO SERVIÇO DE SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET ATRAVÉS DE BANDA LARGA 3º TRIMESTRE DE 2005 NOTA: O presente documento constitui

Leia mais

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL Changing lives. Opening minds. Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL ERASMUS + Uma porta aberta para a Europa : O novo programa

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:267125-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Estudo sobre a legislação aplicável aos contratos de seguro 2014/S 149-267125

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427 NOTA de: para: Assunto: Presidência Grupo de Avaliação de Schengen Projecto de decisão do

Leia mais

hp hardware support On-Site - GLOBAL

hp hardware support On-Site - GLOBAL hp hardware support On-Site - descrição geral do O de resposta global no dia útil seguinte da HP proporciona aos utilizadores de computadores portáteis uma solução de suporte de hardware para Produtos

Leia mais

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas

Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Os Cursos de Especialização Tecnológica Em Portugal Nuno Mangas Fórum novo millenium Nuno Mangas Covilhã, 22 Setembro 2011 Índice 1 Contextualização 2 Os CET em Portugal 3 Considerações Finais 2 Contextualização

Leia mais

Política de Registo do Nome de Domínio.eu

Política de Registo do Nome de Domínio.eu Política de Registo do Nome de Domínio.eu 1/16 ÍNDICE Índice...2 Definições...3 Objecto e Âmbito...3 Secção 1. O Titular do Registo tem de determinar se os Critérios Gerais de Elegibilidade estão reunidos...3

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação Banco BPI, Sociedade

Leia mais

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005

Regras de Atribuição de DNS. 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 Regras de Atribuição de DNS 21 de Abril de 2005 Luisa Lopes Gueifão CRSC 2005 O DNS em Portugal O nome de domínio.pt Como registar um nome de domínio em.pt As regras As novas possibilidades de registo

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-73-9 Depósito legal: 201828/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-73-9 Depósito legal: 201828/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

Marina Rodrigues Career and University Counsellor Consultora

Marina Rodrigues Career and University Counsellor Consultora Marina Rodrigues Career and University Counsellor Consultora Auto conhecimento Tomar decisões Ter em conta as oportunidades Juntar Informação Planear e tomar providências As qualificações academicas são

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: TM14-EN Serviços de tradução 2014/S 206-363883. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: TM14-EN Serviços de tradução 2014/S 206-363883. Anúncio de concurso. Serviços 1/11 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:363883-2014:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: TM14-EN Serviços de tradução 2014/S 206-363883 Anúncio de concurso Serviços

Leia mais

Informação ao Utente sobre Preço dos Medicamentos Situação Europeia

Informação ao Utente sobre Preço dos Medicamentos Situação Europeia que não requerem PVP na embalagem dos medicamentos Alemanha Informação sobre preços é fornecida às farmácias e seguradoras pelo IFA (Information Centre for Pharmaceutical Specialities). Identificação do

Leia mais

O contributo do Sistemas de Informação Geográfica na Gestão da Informação Estatística

O contributo do Sistemas de Informação Geográfica na Gestão da Informação Estatística O contributo do Sistemas de Informação Geográfica na Gestão da Informação Estatística 31 de Maio e 1 de Junho de 2007 Angra do Heroísmo ana.oliveira@ine.pt AGENDA 1. Enquadramento 2. Informação Geográfica

Leia mais

MNE DGAE. Tratado de Lisboa. A Europa rumo ao século XXI

MNE DGAE. Tratado de Lisboa. A Europa rumo ao século XXI Tratado de Lisboa A Europa rumo ao século XXI O Tratado de Lisboa Índice 1. Contextualização 1.1. Porquê um novo Tratado? 1.2. Como surgiu o Tratado de Lisboa? 2. O que mudará com o Tratado de Lisboa?

Leia mais

UK-Bramshill: Prestação de um serviço de linha de Internet alugada 2012/S 175-288060. Anúncio de concurso. Serviços

UK-Bramshill: Prestação de um serviço de linha de Internet alugada 2012/S 175-288060. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:288060-2012:text:pt:html UK-Bramshill: Prestação de um serviço de linha de Internet alugada 2012/S 175-288060 Anúncio

Leia mais

Reembolso em espécie das prestações acumuladas na Previdência Profissional ao deixar definitivamente a Suíça a partir de 1 de Junho de 2007

Reembolso em espécie das prestações acumuladas na Previdência Profissional ao deixar definitivamente a Suíça a partir de 1 de Junho de 2007 Sicherheitsfonds BVG Geschäftsstelle Postfach 1023 3000 Bern 14 Tel. +41 31 380 79 71 Fax +41 31 380 79 76 Fonds de garantie LPP Organe de direction Case postale 1023 3000 Berne 14 Tél. +41 31 380 79 71

Leia mais

A difícil concretização do processo de Bolonha no Ensino Superior

A difícil concretização do processo de Bolonha no Ensino Superior A difícil concretização do processo de Bolonha no Ensino Superior O SNESup e o Núcleo de Estudantes de Sociologia da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra realizaram mais um debate integrado

Leia mais

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde

Regras gerais. Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Entidades Utilizadoras de produto de software de prescrição electrónica de medicamentos no Sistema de Saúde Unidade Operacional de Normalização e Certificação de Sistemas e Tecnologias da Informação Os

Leia mais

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP)

GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) GUIA DE CANDIDATURA ESTÁGIO ERASMUS - ERASMUS PLACEMENTS (SMP) INFORMAÇÃO GERAL 1. O que é um estágio Erasmus? O Estágio Erasmus é uma parte da sua formação académica (curricular ou extracurricular) efectuada

Leia mais

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos. Gestão da Qualidade 2005

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos. Gestão da Qualidade 2005 ISO 9001:2001 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Gestão da Qualidade 2005 Estrutura da Norma 0. Introdução 1. Campo de Aplicação 2. Referência Normativa 3. Termos e Definições 4. Sistema de Gestão

Leia mais

HOPE PORTUGAL. Regulamento do Programa de Intercâmbio

HOPE PORTUGAL. Regulamento do Programa de Intercâmbio HOPE PORTUGAL Regulamento do Programa de Intercâmbio Disposições aplicáveis 1- Os procedimentos e normas que regem o programa acima referido e abaixo denominado Intercâmbio, constam do presente documento,

Leia mais

CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA

CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA CRONOLOGIA DA INTEGRAÇÃO EUROPEIA 1950 9 de Maio Robert Schuman, Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, profere um importante discurso em que avança propostas inspiradas nas ideias de Jean Monnet.

Leia mais

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós»

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 28.5.2014 COM(2014) 355 final ANNEXES 1 to 5 ANEXOS à COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» PT PT ANEXO I: ASPETOS PROCESSUAIS DA INICIATIVA

Leia mais

INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA (IPI) ORIENTAÇÕES PARA AS POLÍTICAS

INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA (IPI) ORIENTAÇÕES PARA AS POLÍTICAS INTERVENÇÃO PRECOCE NA INFÂNCIA (IPI) ORIENTAÇÕES PARA AS POLÍTICAS Introdução O presente documento pretende apresentar uma visão geral das principais conclusões e recomendações do estudo da European Agency

Leia mais

NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA

NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 31 de Março de 2005 (OR. en) AA 23/2/05 REV 2 TRATADO DE ADESÃO: ACTA FINAL PROJECTO DE ACTOS LEGISLATIVOS E OUTROS INSTRUMENTOS

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA A CRIAÇÃO EUROPEIA. Maria do Rosário Baeta Neves Professora Coordenadora

UNIÃO EUROPEIA A CRIAÇÃO EUROPEIA. Maria do Rosário Baeta Neves Professora Coordenadora UNIÃO EUROPEIA A CRIAÇÃO EUROPEIA 1952 CECA (TRATADO DE PARIS 18 de Abril 1951) Países aderentes: França Alemanha Bélgica Holanda Luxemburgo Itália Objectivos do Tratado de Paris: Criação do Mercado Comum

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1 / 5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:433388-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apólice de seguro de assistência e de vida/invalidez a favor dos membros,

Leia mais

Seminário. Regulamento dos Produtos de Construção: Novas exigências para a marcação CE. O que muda em 1 de julho de 2013?

Seminário. Regulamento dos Produtos de Construção: Novas exigências para a marcação CE. O que muda em 1 de julho de 2013? Seminário Regulamento dos Produtos de Construção: Novas exigências para a marcação CE. O que muda em 1 de julho de 2013? Ordem Dos Engenheiros, 2012-09-27 O Subsistema da Normalização do SPQ (Sistema Português

Leia mais

1. Um trabalho de investigação 20 2. A estrutura 21. 1. Questões de estilo 26 2. Conselhos para a redação 27

1. Um trabalho de investigação 20 2. A estrutura 21. 1. Questões de estilo 26 2. Conselhos para a redação 27 SUMÁRIO Agradecimentos 15 Introdução 17 Capítulo 1 Estrutura de uma tese 1. Um trabalho de investigação 20 2. A estrutura 21 Capítulo 2 O estilo de escrita de uma tese 1. Questões de estilo 26 2. Conselhos

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Alojamento do sítio Internet do Comité das Regiões (CR) 2015/S 086-154249. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Alojamento do sítio Internet do Comité das Regiões (CR) 2015/S 086-154249. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:154249-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Alojamento do sítio Internet do Comité das Regiões (CR) 2015/S 086-154249

Leia mais

Anúncio de concurso. Fornecimentos

Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:268336-2015:text:pt:html Itália-Ispra: Fornecimento, instalação e manutenção de 2 sistemas de armazenamento por baterias

Leia mais

TABELA DE VALORES DE BOLSAS NO EXTERIOR

TABELA DE VALORES DE BOLSAS NO EXTERIOR Revogada pela RN 020/06 Resolução Normativa RN-007/2006 Revoga a RN 001/05 TABELA DE VALORES DE BOLSAS NO EXTERIOR O Presidente do CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO - CNPq,

Leia mais

3. Substituiçã o de cartão. 4. Inibição do cartão. 2. Emissão do Cartão. Isento Isento -- -- 25,00 (4) Ver Nota (2).

3. Substituiçã o de cartão. 4. Inibição do cartão. 2. Emissão do Cartão. Isento Isento -- -- 25,00 (4) Ver Nota (2). 3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (CLIENTES PARTICULARES) - FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 04-agosto-2015 3.1. Cartões de Crédito Designação do cartão Redes onde o cartão é aceite Barclays

Leia mais

B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907. Anúncio de concurso. Serviços

B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:140907-2013:text:pt:html B-Bruxelas: Estudo comparativo relativo a contratos de computação em nuvem 2013/S 084-140907

Leia mais

E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863. Anúncio de concurso.

E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863. Anúncio de concurso. 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:254863-2012:text:pt:html E-Alicante: Serviços de peritos financeiros relacionados com a gestão da tesouraria 2012/S 153-254863

Leia mais

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV

CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV CASSTM NOTA 376/03 ANEXO 2REV DOCUMENTO 3 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DOS TITULARES DOS CARTÕES EUROPEUS DE SEGURO DE DOENÇA OU DE DOCUMENTOS EQUIVALENTES NA SEQUÊNCIA DAS ALTERAÇÕES DO PONTO I DA ALÍNEA A)

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:80600-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:80600-2013:text:pt:html 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:80600-2013:text:pt:html I-Parma: Implementação e teste de envios eletrónicos nos formatos XML, Excel e CSV de dados relativos

Leia mais

Agência - Contrato de prestação de serviços - Anúncio de concurso - Concurso público

Agência - Contrato de prestação de serviços - Anúncio de concurso - Concurso público 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:42434-2015:text:pt:html Irlanda-Dublim: Prestação de serviços para a formação e desenvolvimento do pessoal da Eurofound

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:279505-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Serviços de tradução para inglês 2015/S 152-279505 Anúncio de concurso

Leia mais

E-Vigo: Realização de cursos de línguas e testes de proficiência a favor da AECP 2013/S 107-182370. Anúncio de concurso. Serviços

E-Vigo: Realização de cursos de línguas e testes de proficiência a favor da AECP 2013/S 107-182370. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:182370-2013:text:pt:html E-Vigo: Realização de cursos de línguas e testes de proficiência a favor da AECP 2013/S 107-182370

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:190978-2014:text:pt:html Áustria-Viena: Serviços de limpeza a favor das instalações da Casa da União Europeia em Viena

Leia mais

PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL PROGRAMAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 1) Se eu pretender realizar mobilidade apenas no 2º semestre do próximo ano académico, quando é que devo apresentar a candidatura? 2) Quando é que devo efectuar o

Leia mais

ACTA FINAL. FA/TR/EU/HR/pt 1. 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische Schlussakte (Normativer Teil) 1 von 20

ACTA FINAL. FA/TR/EU/HR/pt 1. 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische Schlussakte (Normativer Teil) 1 von 20 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische Schlussakte (Normativer Teil) 1 von 20 ACTA FINAL FA/TR/EU/HR/pt 1 2 von 20 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische

Leia mais

DUPLA TRIBUTAÇÃO INTERNACIONAL EM PORTUGAL

DUPLA TRIBUTAÇÃO INTERNACIONAL EM PORTUGAL PLMJ Advogamos com Valor Julho 2009 DUPLA TRIBUTAÇÃO INTERNACIONAL EM PORTUGAL A dupla tributação jurídica internacional é um obstáculo às relações comerciais e à circulação bens e serviços e pessoas e

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Digitalização de documentos analógicos em suporte magnético 2014/S 180-316768. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Digitalização de documentos analógicos em suporte magnético 2014/S 180-316768. Anúncio de concurso. Serviços 1/7 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:316768-2014:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Digitalização de documentos analógicos em suporte magnético 2014/S 180-316768

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html Polónia-Varsóvia: Contrato-quadro para desenvolvimento de Intranet com base em SharePoint, sistema

Leia mais

UK-Londres: Prestação de serviços de organização de viagens 2012/S 96-158472. Anúncio de concurso. Serviços

UK-Londres: Prestação de serviços de organização de viagens 2012/S 96-158472. Anúncio de concurso. Serviços 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:158472-2012:text:pt:html UK-Londres: Prestação de serviços de organização de viagens 2012/S 96-158472 Anúncio de concurso

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697. Anúncio de concurso. Serviços

Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697. Anúncio de concurso. Serviços 1/12 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:65697-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: FL/SCIENT15 Serviços de tradução 2015/S 039-065697 Anúncio de concurso

Leia mais

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO Portugal situa-se no extremo sudoeste da Europa e é constituído por: Portugal Continental ou Peninsular (Faixa Ocidental da Península Ibérica) Parte do território

Leia mais

Prémios europeus de iniciativa empresarial 2010 2 / 10

Prémios europeus de iniciativa empresarial 2010 2 / 10 MANUAL OPERACIONAL Prémios europeus de iniciativa empresarial 2010 2 / 10 Julho 2010 ÍNDICE 1. DEFINIÇÃO E JUSTIFICAÇÃO... 3 1.1. Um prémio que reconhece a excelência na iniciativa empresarial... 3 1.2.

Leia mais

Itália-Ispra: Fornecimento de uma ambulância de emergência 2013/S 164-284879. Anúncio de concurso. Fornecimentos

Itália-Ispra: Fornecimento de uma ambulância de emergência 2013/S 164-284879. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:284879-2013:text:pt:html Itália-Ispra: Fornecimento de uma ambulância de emergência 2013/S 164-284879 Anúncio de concurso

Leia mais

+52722 167 2365 (Mex) 01800 841 7190 (Mex) 1-855 202 1821 (USA) contacto@estudio27.com.mx www.estudio27.com.mx

+52722 167 2365 (Mex) 01800 841 7190 (Mex) 1-855 202 1821 (USA) contacto@estudio27.com.mx www.estudio27.com.mx Folheto Executivo E27 Serviços Linguísticos +52722 167 2365 (Mex) 01800 841 7190 (Mex) 1-855 202 1821 (USA) contacto@estudio27.com.mx Nossa promessa e o nosso foco comprovam a paixão ultramoderna e a energia

Leia mais

Jabra LINK 220 Jabra LINK 220a

Jabra LINK 220 Jabra LINK 220a Jabra LINK 220 Jabra LINK 220a MANUAL DO UTILIZADOR www.jabra.com 1 2009 GN Netcom A/S. Todos os direitos reservados. Este manual do utilizador foi publicado pela GN Netcom A/S. A informação incluída neste

Leia mais

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO. sobre os passivos implícitos com impacto potencial nos orçamentos públicos

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO. sobre os passivos implícitos com impacto potencial nos orçamentos públicos COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30.6.2015 COM(2015) 314 final RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO sobre os passivos implícitos com impacto potencial nos orçamentos públicos PT PT RELATÓRIO

Leia mais

I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516. Anúncio de concurso. Fornecimentos

I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:306516-2012:text:pt:html I-Ispra: Fornecimento de um grupo electrogéneo trifásico 2012/S 187-306516 Anúncio de concurso

Leia mais

Manual do Nero ControlCenter

Manual do Nero ControlCenter Manual do Nero ControlCenter Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas O manual do Nero ControlCenter e todo o seu conteúdo estão protegidos pelos direitos de autor e são propriedade da Nero

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Materiais descartáveis para a restauração 2015/S 175-317517. Anúncio de concurso. Fornecimentos

Luxemburgo-Luxemburgo: Materiais descartáveis para a restauração 2015/S 175-317517. Anúncio de concurso. Fornecimentos 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:317517-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Materiais descartáveis para a restauração 2015/S 175-317517 Anúncio de

Leia mais

Portable Hard Drive USB 2.0 Manual do Utilizador

Portable Hard Drive USB 2.0 Manual do Utilizador Portable Hard Drive USB 2.0 Manual do Utilizador Português Unidade de Disco Rígido USB 2.0 Portátil Manual do Utilizador Português Índice Introdução 3 Ligar a Unidade de Disco 3 Activar a Unidade de Disco

Leia mais

Análise de Sistemas. Conceito de análise de sistemas

Análise de Sistemas. Conceito de análise de sistemas Análise de Sistemas Conceito de análise de sistemas Sistema: Conjunto de partes organizadas (estruturadas) que concorrem para atingir um (ou mais) objectivos. Sistema de informação (SI): sub-sistema de

Leia mais

ISO 9001:2008. A International Organization for Standardization (ISO) publicou em 2008-11- 14 a nova edição da Norma ISO 9000:

ISO 9001:2008. A International Organization for Standardization (ISO) publicou em 2008-11- 14 a nova edição da Norma ISO 9000: A International Organization for Standardization (ISO) publicou em 2008-11- 14 a nova edição da Norma ISO 9000: ISO 9001:2008 Esta nova edição decorre do compromisso da ISO em rever e actualizar as Normas,

Leia mais

Janelas e portas Resistência à carga de vento Método de teste

Janelas e portas Resistência à carga de vento Método de teste NORMA BRITÂNICA BS EN 12211:2000 [Consta na margem esquerda de todas as páginas do documento o teor: VERSÃO OFICIAL. Reproduzida com permissão do detentor dos direitos autorais. Outra reprodução violará

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A PEQUENOS PROJETOS DO DOMÍNIO DE ATUAÇÃO C: «REFORÇO DA EFICÁCIA DA AÇÃO DAS ONG»

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A PEQUENOS PROJETOS DO DOMÍNIO DE ATUAÇÃO C: «REFORÇO DA EFICÁCIA DA AÇÃO DAS ONG» AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A PEQUENOS PROJETOS DO DOMÍNIO DE ATUAÇÃO C: «REFORÇO DA EFICÁCIA DA AÇÃO DAS ONG» NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA A aplicação em Portugal do Fundo para as

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1/10 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:387511-2013:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Celebração de contratos-quadro múltiplos para a tradução de textos jurídicos

Leia mais

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE ECC-Net: Travel App Uma nova aplicação para telemóveis destinada aos consumidores europeus que se deslocam ao estrangeiro. Um projeto conjunto da Rede de Centros Europeus do Consumidor Nome da app: ECC-Net:

Leia mais

B-Bruxelas: Estudo sobre a situação do mercado de encomendas da UE, com especial ênfase no comércio electrónico 2012/S 99-163950. Anúncio de concurso

B-Bruxelas: Estudo sobre a situação do mercado de encomendas da UE, com especial ênfase no comércio electrónico 2012/S 99-163950. Anúncio de concurso 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:163950-2012:text:pt:html B-Bruxelas: Estudo sobre a situação do mercado de encomendas da UE, com especial ênfase no comércio

Leia mais

I-Ispra: Fornecimento e manutenção de um sistema automatizado de imagiologia celular 2013/S 093-157518. Anúncio de concurso.

I-Ispra: Fornecimento e manutenção de um sistema automatizado de imagiologia celular 2013/S 093-157518. Anúncio de concurso. 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:157518-2013:text:pt:html I-Ispra: Fornecimento e manutenção de um sistema automatizado de imagiologia celular 2013/S

Leia mais

Bélgica-Bruxelas: Serviços bancários S2R/BANK/2015/02 2015/S 149-274501. Anúncio de concurso. Serviços

Bélgica-Bruxelas: Serviços bancários S2R/BANK/2015/02 2015/S 149-274501. Anúncio de concurso. Serviços 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:274501-2015:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Serviços bancários S2R/BANK/2015/02 2015/S 149-274501 Anúncio de concurso

Leia mais

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos

Estrutura da Norma. 0 Introdução 0.1 Generalidades. ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos ISO 9001:2008 Sistemas de Gestão da Qualidade Requisitos Gestão da Qualidade e Auditorias (Mestrado em Engenharia Alimentar) Gestão da Qualidade (Mestrado em Biocombustívies) ESAC/João Noronha Novembro

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:173161-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:173161-2015:text:pt:html 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:173161-2015:text:pt:html Portugal-Lisboa: Canal de aquisição para computadores híbridos 2 em 1, leves e para utilização

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:184783-2015:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:184783-2015:text:pt:html 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:184783-2015:text:pt:html Reino Unido-Londres: Prestação de serviços de colocalização, serviços de fornecimento de serviços

Leia mais

OCDE/ITF - IRTAD 5 6 6.1 6.2 A ANSR

OCDE/ITF - IRTAD 5 6 6.1 6.2 A ANSR Jorge Jacob Agenda: 1 Sinistralidade Rodoviária um flagelo mundial 2 Organização Mundial MACRO 3 WHO The Decade of Action for Road Safety 4 OCDE/ITF - IRTAD 5 UE/Comissão Europeia 6 Portugal: 6.1 Situação

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Ano letivo 2014/2015 Ensino Secundário - 1ª e 2ª Fase Disciplina de ESPANHOL (INICIAÇÃO BIENAL) - 375 Informação Prova de Equivalência à Frequência 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Proposta de DECISÃO DO CONSELHO PT PT PT COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 3.8.2009 COM(2009) 411 final Proposta de DECISÃO DO CONSELHO relativa à assinatura do Acordo sobre certos aspectos dos serviços aéreos entre a Comunidade

Leia mais