1. IDENTIFICAÇÃO Nome dos proponentes: Octavio Teles, Rodrigo Bonatto Dall Asta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. IDENTIFICAÇÃO Nome dos proponentes: Octavio Teles, Rodrigo Bonatto Dall Asta"

Transcrição

1 1 PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINAKOSICKI BELLOTTI SUPERVISOR: PROF. DANIEL JACOB NODARI COLÉGIO ESTADUAL D. PEDRO II AS MULHERES NO PERÍODO IMPERIAL 18/03/ IDENTIFICAÇÃO Nome dos proponentes: Octavio Teles, Rodrigo Bonatto Dall Asta 1. TEMA: As mulheres como sujeitos históricos dentro da escrita histórica sobre o Brasil imperial 1.1. CONTEÚDO: 1.2. Os temas: História das mulheres; uso de fontes na construção do saber histórico; Brasil imperial. 2. ETAPA DO ENSINO ANO/SÉRIE Ensino Fundamental ( ) 6 ano ( ) 7 ano ( x ) 8 ano ( ) 9 ano Ensino Médio ( x ) 1º ano ( ) 2º ano ( ) 3º ano 3. DURAÇÃO: 4 horas-aulas. 4. OBJETIVOS/JUSTIFICATIVA Ao considerar o trabalho das/os historiadoras/es e o uso das fontes históricas na construção do conhecimento, visamos apontar aos alunos questionamentos provenientes de novas historiografias que consideram as diferenças de gênero dentro da produção do saber histórico a partir do conceito de sujeito histórico e sua definição mais tradicional que exclui a agência de muitos grupos históricos (a população que não fazia parte de chamada elite e, principalmente no caso das teorias de gênero atuais, as mulheres) do que é chamado de História oficial. Para isso, foi escolhido um contexto específico, o Brasil imperial, e como fonte o periódico O Jornal das Senhoras publicado no Rio de Janeiro entre 1852 e Fonte que, mesmo restrita a uma parcela da população dessa época, possibilita a presença do estudo sobre as mulheres na ciência histórica. Outras fontes mais recentes serão utilizadas de forma a auxiliar o entendimento sobre a continuidade e as diferenças entre as épocas, como por exemplo a revista Cláudia, na década de 1960, e a revistas voltadas ao público adolescente atual, como a revista Capricho.

2 2 5. METODOLOGIA 5.1. Procedimentos metodológicos (passo-a-passo) Aula 1: Inicialmente, será discutido em sala de aula a produção do conhecimento histórico, o ensino da história dita como oficial dentro da sala de aula, seu sujeito histórico e quem foi excluído dentro dessa história, na forma de perguntas que permitam a exposição de ideias por parte das/os alunas/os. Utilizando-se do livro didático para um pequeno exercício relacionado às mulheres como sujeitos históricos. Posteriormente, ao anotar algumas ideias dos alunos no quadro, os bolsistas apresentarão questionamentos atuais dentro da produção dessa área do conhecimento tendo por base o Dia Internacional da Mulher focando-se nas mulheres como sujeitos históricos. De forma a sustentar essa discussão, será apresentado uma cena do filme Narradores de Javé. Esse trecho apresenta na trama - necessidade de escrever uma história para que a pequena cidade de Javé não seja destruída pelas águas de uma represa - o testemunho da fundação da cidade por uma mulher. Aula 2: Fazer uma apresentação do trabalho das/os historiadoras/es e focar-se no uso de fontes dentro da construção desse trabalho. De forma a aproximar com o cotidiano das/os estudantes, discutir sobre o que são fontes históricas, partindo de itens do dia-a-dia. Nessa ideia, propor um pequeno exercício sobre quais seriam as fontes que possibilitariam a alguém uma escrita histórica da vida das/os alunas/os de forma que possa ser entendido como nenhuma fonte compreende o todo, seja da vida de alguém, seja sobre uma categoria de sujeito histórico. O exercício consistirá em solicitar aos alunos, na primeira aula, que trouxessem itens ou objetos que possibilitariam contar suas histórias. Partindo dos exercícios das primeiras aulas propor a discussão sobre a construção histórica e a representação das mulheres. Aula 3: Nessa aula, a fonte o Jornal das Senhoras será trabalhada com o intuito de auxiliar o aluno na compreensão da fonte e possibilitar uma melhor dinâmica no desenvolvimento da atividade na outra aula. O periódico será contextualizado (temporalmente, geograficamente, a classe social das mulheres que participavam dessa produção) para que o aluno compreenda a fonte e o que permitiu o seu empreendimento, além de entender que uma conceitualização homogênea de mulher pode ser excludente quando se consideram outros fatores que influenciam, como a classe social, a etnia e outras. Aula 4: Nesta aula, será proposta a atividade. Para isso, serão apresentadas fontes de outros contextos (os primeiros anos da Revista Cláudia, que permanece em circulação até hoje, e uma reportagem online da Revista Capricho atual, periódico que surgiu também em períodos próximos ao da Cláudia. Será contextualizado o primeiro periódico rapidamente por se tratar de mais ou menos um século de diferença com a primeira fonte. Considerando a reportagem online atual, apenas uma pequena apresentação para manter o foco na atividade que se utilizará das três fontes para as respostas Recursos didáticos: Quadro negro, giz, trecho do filme Narradores de Javé, trechos do periódico Jornal das Senhoras, Revista Cláudia e Revista Capricho. 6. AVALIAÇÃO

3 Critério(s) o que o aluno deve saber ao final do período (em termos de conteúdos e/ou habilidades e competências) Serão divididos grupos com 4 ou 5 alunos. Cada grupo deverá responder o questionário a respeito do periódico Jornal das Senhoras. 1. No texto do periódico são citadas duas visões sobre o que é a mulher - a dos homens do período e das próprias mulheres que produziram o jornal. Qual a visão delas e quais características que a autora do texto aponta como visão dos homens? 2. As outras fontes apresentam questões semelhantes em épocas diferentes, escolham uma das outras trabalhadas (Revista Cláudia e Revista Capricho) e comparem com o periódico Jornal das Senhoras exibindo o que consideram que continuou igual ou mudou. 3. Como vocês acham que as mulheres, após conquistarem direitos e inclusive estarem presentes como chefes de Estado nos dias atuais, seriam estudadas no futuro com as produções atuais de mídia que tem o papel de fontes históricas? 7. ANEXO Exemplo de fonte 1:

4 4 Disponível em: <http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_periodicos/per700096/1852/per700096_1852.htm> Acesso em: 16/03/2015 Exemplo de fonte 2:

5 5 Exemplo de fonte 3: Reportagem online da Revista Capricho, em 08/09/2014: Mas, afinal, o que é feminismo? Disponível em: < > Acesso em: 20/03/2015

6 6 8. REFERÊNCIAS: CUNHA, M. de F. da, XAVIER, E. da S. Ensino e história: o uso das fontes históricas como ferramentas na produção do conhecimento histórico. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS, 8., 2010, Londrina. Disponível em: <http://www.uel.br/eventos/sepech/anais.htm>. Acesso em: 17/03/2015. SEIS formas de discutir gênero na sala de aula. Disponível em: <http://porvir.org/porfazer/6- formas-de-discutir-genero-na-sala-de-aula/ >. Acesso em: 17/03/2015. SILVA, T. M. G. Trajetória da historiografia das mulheres no Brasil. Politéia (UESB), v. 8, p , Disponível em: <http://periodicos.uesb.br/index.php/politeia/article/viewfile/276/311>. Acesso em: 17/03/2015. LIMA, J. V. Olhares femininos sobre a urbanização na corte. Trabalho apresentado no 9. Encontro Regional de História da Seção São Paulo da ANPUH, São Paulo, Disponível em: <http://www.anpuhsp.org.br/sp/downloads/cd%20xix/pdf/autores%20e%20artigos/joelm a%20varao%20lima.pdf>. Acesso em: 17/03/2015. LIMA, J. V. O Jornal das Senhoras, um projeto pedagógico: mulher, educação, maternidade e corpo (Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX). São Paulo: PUC-SP, 2012.

PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINA KOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: PROF. NÍVIA CELINE COLÉGIO ESTADUAL MARIA PEREIRA MARTINS

PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINA KOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: PROF. NÍVIA CELINE COLÉGIO ESTADUAL MARIA PEREIRA MARTINS PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINA KOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: PROF. NÍVIA CELINE COLÉGIO ESTADUAL MARIA PEREIRA MARTINS 1. IDENTIFICAÇÃO Nome dos proponentes: Bruna Boni, Luiz Filipe

Leia mais

PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINA KOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: PROFA. LORENA PANTALEAO ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO WISLINSKI

PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINA KOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: PROFA. LORENA PANTALEAO ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO WISLINSKI PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINA KOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: PROFA. LORENA PANTALEAO ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO WISLINSKI 1. IDENTIFICAÇÃO Nome dos proponentes: Eric Gruber, Fabiane

Leia mais

Compreender o que é Estrutura Geológica, identificar as camadas internas da Terra e atentar para a história e formação dos continentes (Pangeia).

Compreender o que é Estrutura Geológica, identificar as camadas internas da Terra e atentar para a história e formação dos continentes (Pangeia). UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) I. Plano de Aula: Produto

Leia mais

PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINAKOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: LORENA PANTALEAO ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO WISLINSKI

PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINAKOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: LORENA PANTALEAO ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO WISLINSKI PIBID HISTÓRIA 1 UFPR COORDENADORA: PROFA. DRA. KARINAKOSICKI BELLOTTI SUPERVISORA: LORENA PANTALEAO ESCOLA ESTADUAL PADRE JOÃO WISLINSKI 1. IDENTIFICAÇÃO Nome dos proponentes: Eric Gruber, Fabiane Hadas,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) PLANO DE AULA I. I. Plano

Leia mais

Programa de Conscientização da Sociedade Civil sobre uso e preservação das águas do Rio Paraíba do Sul em Campos dos Goytacazes RJ.

Programa de Conscientização da Sociedade Civil sobre uso e preservação das águas do Rio Paraíba do Sul em Campos dos Goytacazes RJ. Programa de Conscientização da Sociedade Civil sobre uso e preservação das águas do Rio Paraíba do Sul em Campos dos Goytacazes RJ. Programa de Conscientização da Sociedade Civil sobre uso e preservação

Leia mais

I. Plano de Aula: Data: 16/04/2014. Duração da aula: 2 aulas de 50 minutos. II. Dados de Identificação:

I. Plano de Aula: Data: 16/04/2014. Duração da aula: 2 aulas de 50 minutos. II. Dados de Identificação: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) I. Plano de Aula: Data:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS CAÇAPAVA DO SUL PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA SUBPROJETO QUÍMICA PORTFÓLIO Bolsista: Marcelo Fonseca Vivian DADOS DE IDENTIFICAÇÃO BOLSISTA: Marcelo Fonseca

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) I. Plano de Aula: Data:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 2ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar IV Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) Dimensões da participação: política,

Leia mais

Da notícia à crônica

Da notícia à crônica PIBID - Língua Portuguesa Escola Estadual Professor José Fernandes Machado Turma: 1º ano A Vespertino Bolsistas: Supervisor: Ladmires Carvalho Coordenadora de área: Érica Iliovtiz Sequência didática Crônica

Leia mais

NA GAVETA DA MEMÓRIA...

NA GAVETA DA MEMÓRIA... NA GAVETA DA MEMÓRIA... Adâni Corrêa Daniela Bortolon Uma vida sem memória, não é uma vida. Luis Buñel. 1) Leituras escolhidas e justificativa da escolha: # Gaveta dos guardados, Iberê Camargo; # Obras

Leia mais

III Seminário de Iniciação Científica Júnior e I Seminário docente de Iniciação Científica na Educação Básica

III Seminário de Iniciação Científica Júnior e I Seminário docente de Iniciação Científica na Educação Básica III Seminário de Iniciação Científica Júnior e I Seminário docente de Iniciação Científica na Educação Básica Pesquisadores e educadores têm defendido que a experiência com a produção do conhecimento científico

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Fundamentos e Metodologia nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental II Código da Disciplina: EDU 325 Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 5º Faculdade responsável:

Leia mais

Aula 6 Livro físico.

Aula 6 Livro físico. Conteúdos da aula 1. Material didático 2. Formatos 3. 2 1. Material didático Nessa aula, teremos como foco a apresentação do material didático da etb Material didático pode ser definido amplamente como

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio. Habilitação Profissional: Técnico em informática para Internet Integrado ao Ensino Médio Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Médio Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Matemática Componente Curricular: Matemática Série: 1ª Eixo Tecnológico:

Leia mais

Aula 1. Planejamento. Lilian R. Rios 18/02/16

Aula 1. Planejamento. Lilian R. Rios 18/02/16 Aula 1 Planejamento Lilian R. Rios 18/02/16 Planejamento de Ensino É um conjunto de conhecimentos práticos e teóricos ordenados de modo a possibilitar interagir com a realidade, programar as estratégias

Leia mais

APRESENTANDO O GÊNERO DIÁRIO

APRESENTANDO O GÊNERO DIÁRIO CAMPUS DE BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID - LETRAS APRESENTANDO O GÊNERO DIÁRIO Bolsista: Camila da Luz Peralta Kassandra dos Santos Pâmela Castro Melina Pereira Andréia Castro Coordenadora:

Leia mais

AS DIFICULDADES DO PROFESSOR NO ENSINO DA GEOMETRIA ESPACIAL NAS ESCOLAS ESTADUAIS NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ

AS DIFICULDADES DO PROFESSOR NO ENSINO DA GEOMETRIA ESPACIAL NAS ESCOLAS ESTADUAIS NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ AS DIFICULDADES DO PROFESSOR NO ENSINO DA GEOMETRIA ESPACIAL NAS ESCOLAS ESTADUAIS NO MUNICÍPIO DE SANTA CRUZ Rosângela Araújo da Silva Instituto Federal do Rio Grande do Norte rosangela.silva@ifrn.edu.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE DEPARTAMENTO INTERDISCIPLINAR DE RIO DAS OSTRAS PROJETO DE MONITORIA

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE DEPARTAMENTO INTERDISCIPLINAR DE RIO DAS OSTRAS PROJETO DE MONITORIA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE PROGRAMA DE MONITORIA DEPARTAMENTO INTERDISCIPLINAR DE RIO DAS OSTRAS 1. TÍTULO: PROJETO DE MONITORIA MONITORIA EM FUNDAMENTOS DO AUDIOVISUAL 1.1 - O projeto é um desenvolvimento

Leia mais

OFICINAS PEDAGOGICAS: COMO FORMA DE AUXILIO NO APRENDIZADO DOS EDUCANDOS NAS AULAS DE GEOGRAFIA

OFICINAS PEDAGOGICAS: COMO FORMA DE AUXILIO NO APRENDIZADO DOS EDUCANDOS NAS AULAS DE GEOGRAFIA OFICINAS PEDAGOGICAS: COMO FORMA DE AUXILIO NO APRENDIZADO DOS EDUCANDOS NAS AULAS DE GEOGRAFIA Angeline Batista da Cruz Universidade Estadual da Paraíba pibidcruz@bol.com.br Clara Mayara de Almeida Vasconcelos

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: NOME DOS NÚMEROS DIEGO DA SILVA NANTES

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: NOME DOS NÚMEROS DIEGO DA SILVA NANTES ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA: NOME DOS NÚMEROS DIEGO DA SILVA NANTES Angélica/MS Abril/2012 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MÜLLER PROJETO HISTÓRIA DA MATEMÁTICA:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CAMPUS JATAÍ 1 - DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Curso: Geografia Departamento/Setor: Geografia Disciplina: Didática para o ensino de Geografia II Código: Ano: 2012 Distribuição De

Leia mais

PIBID Biologia 3. Coordenadora: Professora Márcia Mendonça FUNÇÕES QUÍMICAS

PIBID Biologia 3. Coordenadora: Professora Márcia Mendonça FUNÇÕES QUÍMICAS PIBID Biologia 3 Coordenadora: Professora Márcia Mendonça UNIDADE DIDÁTICA Autor: Maíra Alexandre Peres. FUNÇÕES QUÍMICAS 1. INTRODUÇÃO A partir do 9º ano do ensino fundamentou inicia-se o estudo da química

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-2 DISCIPLINA: Educação e Relações Étnico-Raciais JP0053 PROFESSOR: Ms. Claudemir Madeira I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária:30 h II EMENTA Tratar os conceitos de etnia, raça, racialização,

Leia mais

Artefatos culturais e educação...

Artefatos culturais e educação... Artefatos culturais e educação... USO DAS TDIC NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES PROFª. JOICE ARAÚJO ESPERANÇA Vídeos: artefatos culturais? Vídeos Filmes Desenhos animados documentários Propagandas Telenovelas

Leia mais

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR

ANEXO PLANO DE AÇÃO PROFESSOR ANEXO 5.2.2. PLANO DE AÇÃO PROFESSOR Rua Bruxelas, nº 169 São Paulo - SP CEP 01259-020 Tel: (11) 2506-6570 escravonempensar@reporterbrasil.org.br www.escravonempensar.org.br O que é o plano de ação? O

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Introdução

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Introdução REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Introdução O presente regulamento constitui um documento interno do curso de Ciências Contábeis e tem por objetivo reger as atividades relativas ao Estágio Supervisionado.

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 PROFESSORA: Daianny de Azevedo Lehn DISCIPLINA: Geografia ANO: 7º A

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 PROFESSORA: Daianny de Azevedo Lehn DISCIPLINA: Geografia ANO: 7º A PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2015 PROFESSORA: Daianny de Azevedo Lehn DISCIPLINA: Geografia ANO: 7º A ESTRUTURANTES: Dimensão econômica do espaço geográfico; Dimensão política do espaço Geográfico; Dimensão

Leia mais

RESGATE CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR

RESGATE CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR RESGATE DA E CULTURA HISTÓRIA POTIGUAR I TEMA Resgate da Cultura e História Potiguar II CARACTERIZAÇÃO Segmento: Fundamental II e Ensino Médio PROFESSORES RESPONSÁVEIS: Fyedka Paula de Oliveira Profª de

Leia mais

ANEXO I Tabela de Pontuação das Atividades do Relatório Anual de Atividades Docente

ANEXO I Tabela de Pontuação das Atividades do Relatório Anual de Atividades Docente ANEXO I Tabela de Pontuação das Atividades do Relatório Anual de Atividades Docente 1. ENSINO PONTOS 1.1 Hora-aula semanal que conduza à obtenção de crédito (até 12 ) 10 1.2 Hora-aula, que conduza à obtenção

Leia mais

A OFB acredita que o aprendizado por meio das artes muda para melhor a vida das pessoas, sendo um poderoso instrumento para integração social

A OFB acredita que o aprendizado por meio das artes muda para melhor a vida das pessoas, sendo um poderoso instrumento para integração social O Viva Arte Viva - é um projeto de inclusão social que oferece oficinas gratuitas e permanentes de teatro, música e dança à comunidade do Distrito Federal e cidades do entorno. É o projeto mais atuante

Leia mais

PLANO DE AULA PARA INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS

PLANO DE AULA PARA INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS PLANO DE AULA PARA INTEGRAÇÃO DE RECURSOS DIGITAIS PROFESSOR Nome Email Instituição Márcia Mychelle Nogueira do Nascimento. marciamychelle1@gmail.com Escola Estadual Padre Cosme TÍTULO DA ATIVIDADE Conhecendo

Leia mais

PROJETO: CONTANDO CENTAVOS

PROJETO: CONTANDO CENTAVOS PIBID - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Escola Municipal Hermann Gmeiner Disciplina: Matemática Docentes: João Batista de Oliveira Neto Damião Xavier de Medeiros PROJETO: CONTANDO

Leia mais

METODOLOGIA DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR EMENTA OBJETIVOS

METODOLOGIA DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR EMENTA OBJETIVOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE METODOLOGIA DIDÁTICA DO ENSINO SUPERIOR PROFESSORES RESPONSÁVEIS:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA PIBID-FÍSICA 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA PIBID-FÍSICA 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM FÍSICA PIBID-FÍSICA 2014 PLANO DE AULA 01 Identificação Escola: Universidade Federal do Pampa Disciplina: Matemática Turno: Manhã Turma:

Leia mais

EXPERIÊNCIA COMO ORIENTADORA DO PACTO NACIONAL PELA IDADE CERTA EM CATALÃO-GO.

EXPERIÊNCIA COMO ORIENTADORA DO PACTO NACIONAL PELA IDADE CERTA EM CATALÃO-GO. EXPERIÊNCIA COMO ORIENTADORA DO PACTO NACIONAL PELA IDADE CERTA EM CATALÃO-GO. SILVA, Gislene de Sousa Oliveira 1 Universidade Federal de Goiás Regional Catalão-GO. FIRMINO, Janaina Karla Pereira da S.

Leia mais

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA

DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DIVISÃO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS Secretaria Geral de Cursos PROGRAMA DE DISCIPLINA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO CÓDIGO: EDU260 DISCIPLINA: ENSINO DA GEOGRAFIA CARGA HORÁRIA: 90h EMENTA: Geografia: conceitos

Leia mais

A cartografia na proposta curricular oficial do Estado do Rio de Janeiro

A cartografia na proposta curricular oficial do Estado do Rio de Janeiro A cartografia na proposta curricular oficial do Estado do Rio de Janeiro Miguel Filipe da Costa Silva Universidade Federal do Rio de Janeiro Bolsista PIBID/CAPES mgf.renascer@gmail.com INTRODUÇÃO A Secretaria

Leia mais

Dossiê: Livro Didático e Ensino de História

Dossiê: Livro Didático e Ensino de História Dossiê: Livro Didático e Ensino de História Luciana Rossato* Vanderlei Machado** O número 1 do volume 23 da Revista Cadernos do Aplicação aborda o livro didático de História. Busca situar sua historicidade,

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE TABULEIRO NA EVOLUÇÃO DA APRENDIZAGEM

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE TABULEIRO NA EVOLUÇÃO DA APRENDIZAGEM UNIFEOB Centro Universitário da Fundação de Ensino Octávio Bastos PROJETO DE PRÁTICAS BEM SUCEDIDAS EM SALA DE AULA MATEMÁTICA LICENCIATURA A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DE TABULEIRO NA EVOLUÇÃO DA APRENDIZAGEM

Leia mais

INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA. TIPOS DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS -Introdução -Trabalho Sistemático -Consolidação -Avaliação -Retomada

INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA. TIPOS DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS -Introdução -Trabalho Sistemático -Consolidação -Avaliação -Retomada INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA TIPOS DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS -Introdução -Trabalho Sistemático -Consolidação -Avaliação -Retomada O aprendizado e a progressão da criança dependerão do processo por ela desenvolvido,

Leia mais

O TEXTO JORNALÍSTICO NA SALA DE AULA TEMA: MUNDO DO TRABALHO

O TEXTO JORNALÍSTICO NA SALA DE AULA TEMA: MUNDO DO TRABALHO CAMPUS BAGÉ CURSO DE LICENCIATURA EM LETRAS PIBID LETRAS 2014 O TEXTO JORNALÍSTICO NA SALA DE AULA TEMA: MUNDO DO TRABALHO Bolsista: Pâmela Oliveira de Castro. Coordenadora: Fabiana Giovani Supervisora:

Leia mais

CURSO DE NUTRIÇÃO BACHARELADO

CURSO DE NUTRIÇÃO BACHARELADO CURSO DE BACHARELADO ATIVIDADES DO CURSO As Atividades Complementares visam complementar a formação realizada através das atividades realizadas em sala de aula, devendo se pautar, na sua oferta: Pela finalidade

Leia mais

Manual de Acesso ao Ambiente Virtual do Aluno AVA

Manual de Acesso ao Ambiente Virtual do Aluno AVA Manual de Acesso ao Ambiente Virtual do Aluno AVA Para realizar o acesso ao ambiente virtual do aluno digite no seu navegador a url abaixo: Como mostra a figura abaixo: eadgraduacao.unifeob.edu.br 1 Realizar

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE PLANEJAMENTO / 2016

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE PLANEJAMENTO / 2016 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE PLANEJAMENTO / 16 OBJETIVO GERAL: Mediar a atividade docente na área de Língua inglesa de maneira deleitosa e colaborativa para os princípios escolares, éticos e sociais,

Leia mais

PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM ORIENTAÇÕES GERAIS E ENCAMINHAMENTOS PARA A EQUIPE GESTORA 1

PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM ORIENTAÇÕES GERAIS E ENCAMINHAMENTOS PARA A EQUIPE GESTORA 1 M E G A Z I D N E R P A A P S I C O LO G I A D CAMINHAMENTOS EN E IS A ER G ES Õ Ç TA ORIEN RA PARA A EQUIPE GESTO 1 1 o DIA: 02/02/15 (segunda-feira) ORIENTAÇÕES GERAIS E ENCAMINHAMENTOS PARA A EQUIPE

Leia mais

PIBID 2011 SUBPROJETO LETRAS

PIBID 2011 SUBPROJETO LETRAS PIBID 2011 SUBPROJETO LETRAS PLANOS DE AULAS BOLSISTAS: Jéssica Pereira, Denise Oliveira e Taiana Azevedo DATA DA AULA: 10 /09/2012 AULA No.: 1 PLANO DE AULA CONTEÚDOS: Dinâmica de grupo OBJETIVO GERAL:

Leia mais

1ª edição Projeto Timóteo Como Pregar Mensagens Bíblicas Apostila do Orientador

1ª edição Projeto Timóteo Como Pregar Mensagens Bíblicas Apostila do Orientador Como Pregar Mensagens Bíblicas Projeto Timóteo Apostila do Orientador Como Pregar Mensagens Bíblicas Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Atualizado em janeiro de 2015 UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO Organização Vera Lucia Lima do Espírito Santo Colaboração Coordenadores de Cursos de Graduação 1 Sumário Lista de Anexos... 3 Apresentação... Fundamentação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Habilitação Profissional: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Qualificação:

Leia mais

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem

FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO. Ensino-aprendizagem FICHA IV - ESPECÍFICA POR SUBPROJETO Ensino-aprendizagem 1. Quais os materiais didáticos na área do(s) subprojeto(s) existentes na escola? Recursos didáticos, materiais diferenciados e/ou alternativos.

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DE UMA OFICINA SOBRE GENÊRO E SEXUALIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR

CONTRIBUIÇÕES DE UMA OFICINA SOBRE GENÊRO E SEXUALIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR CONTRIBUIÇÕES DE UMA OFICINA SOBRE GENÊRO E SEXUALIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR MARTINS, Beatriz Rodrigues 1 ; ROSINI, Alessandra Monteiro 2 ; CORRÊA, Alessandro Sousa 3 ; DE CARVALHO, Deborah Nogueira 4 ;

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Médio Etec Código: Município: Área de conhecimento: Componente Curricular: Série: C. H. Semanal: Professor: I Competências e respectivas habilidades e valores 1 1

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Jardim 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL TIA ANA

CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL TIA ANA CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BRUSQUE - UNIFEBE CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL TIA ANA Coordenador Institucional: Marcilene Pöpper Gomes Coordenadora de Área: Clarice Pires Professor(a) Supervisor(a): Fabiana Veríssimo

Leia mais

História do Brasil revisitada

História do Brasil revisitada Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada(FIC) em História do Brasil revisitada Modalidade: presencial Projeto Pedagógico do Curso de Formação Inicial e Continuada(FIC) em História do

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: : GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO Qualificação:

Leia mais

7.1. Discussão teórica A aula foi produzida a partir dos tópicos presentes no currículo nacional do Ensino Médio.

7.1. Discussão teórica A aula foi produzida a partir dos tópicos presentes no currículo nacional do Ensino Médio. 1. Escola: Aníbal de Freitas 2. Bolsista Aline Chinalia 3. Data: 05/08/2015 4. Atividade: Aula Tema: Equações do Segundo Grau 5. Duração: 1h20 min 6. Objetivo: O objetivo desta atividade é trabalhar um

Leia mais

REFLEXÃO SOBRE O ENSINO DE GEOGRAFIA: A IMPORTÂNCIA E AS DIFICULDADES DE ENSINAR GEOGRAFIA

REFLEXÃO SOBRE O ENSINO DE GEOGRAFIA: A IMPORTÂNCIA E AS DIFICULDADES DE ENSINAR GEOGRAFIA REFLEXÃO SOBRE O ENSINO DE GEOGRAFIA: A IMPORTÂNCIA E AS DIFICULDADES DE ENSINAR GEOGRAFIA OLIVEIRA, Divino José Lemes de 1 ; CHAGAS, Frank Luiz Rosa 2 ; ALVES, Washington Silva 3 Universidade Estadual

Leia mais

Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar no Ensino de Conceitos Químicos

Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar no Ensino de Conceitos Químicos UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE PIBID-PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA BOLSISTA: LIANE ALVES DA SILVA Avaliação dos Estudantes sobre o Uso de Imagens como Recurso Auxiliar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA PRESENCIAL DEB ANEXO II Edital Pibid n /2012 CAPES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO

Leia mais

TRILHANDO A CÉLULA EUCARIÓTICA: O LÚDICO NO ENSINO DE CITOLOGIA

TRILHANDO A CÉLULA EUCARIÓTICA: O LÚDICO NO ENSINO DE CITOLOGIA TRILHANDO A CÉLULA EUCARIÓTICA: O LÚDICO NO ENSINO DE CITOLOGIA Ana Karolina Marques de Lima 1, Jessica Aline Cardoso Gomes 2, Lúcia da Silva Fontes 3 1 Graduanda de Ciências Biológicas da Universidade

Leia mais

AÇÃO COLÉGIO E CURSO ATIVIDADE EXTRA DE GEOGRAFIA PROFESSOR: JULIANO MOREIRA TURMA: 6 ANO PONTOS EXTRAS:

AÇÃO COLÉGIO E CURSO ATIVIDADE EXTRA DE GEOGRAFIA PROFESSOR: JULIANO MOREIRA TURMA: 6 ANO PONTOS EXTRAS: AÇÃO COLÉGIO E CURSO ATIVIDADE EXTRA DE GEOGRAFIA PROFESSOR: JULIANO MOREIRA TURMA: 6 ANO PONTOS EXTRAS: até 3,0 na nota QUALITATIVA DATA DA ENTREGA DO TRABALHO COMPLETO: 15 DE MARÇO DE 2016 EQUIPE: ETAPAS:

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO

RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO RELATÓRIO FINAL ESTÁGIO SUPERVISIONADO O relatório final é o documento de caráter obrigatório que revela a experiência do aluno, deve retratar todas as suas reflexões sobre a prática vivenciada, estabelecer

Leia mais

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009)

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA Av. Bento Gonçalves 9500 - Agronomia - 91509-900 Porto Alegre - RS - BRASIL Tel: (051) 3308-6189/3308-6225 FAX: (051) 3308-7301 e-mail:

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO USO DE JOGOS DIDÁTICOS E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DE QUÍMICA

A IMPORTÂNCIA DO USO DE JOGOS DIDÁTICOS E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DE QUÍMICA A IMPORTÂNCIA DO USO DE JOGOS DIDÁTICOS E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA O ENSINO DE QUÍMICA Lillyane Raissa Barbosa da Silva 1 ; Renata Joaquina de Oliveira Barboza 2 ; José Geovane Jorge de Matos 3 ; Magadã

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ SEMINÁRIO DE DOCÊNCIA SUPERIOR AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM NO ENSINO SUPERIOR Profª Teresa Christina Torres S.Honório Teresina/2015 AGENDA DE APRESENTAÇÃO Elementos indispensáveis

Leia mais

Projeto Literatura Viva. Tema: Nacionalismo

Projeto Literatura Viva. Tema: Nacionalismo Projeto Literatura Viva Tema: Nacionalismo 2017 Justificativa Expressar-se oralmente é algo que requer confiança em si mesmo. Isso se conquista em ambientes favoráveis à manifestação do que se pensa, do

Leia mais

PIBID Ciências da Natureza/2011. Grupo de Química

PIBID Ciências da Natureza/2011. Grupo de Química PIBID Ciências da Natureza/2011 Grupo de Química TERRÁRIO COMO UNIDADE APRENDENTE Bolsistas: Adelaide Maldonado Cátia Carrazoni Lopes Emersom de Lima Soares Marli Spat Taha Sônia Flores Supervisora Química:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Médio Etec Etec: PROFESSORA NAIR LUCCAS RIBEIRO Código: 156 Município: TEODORO SAMPAIO Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias Componente

Leia mais

ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III

ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III ABORDAGEM HISTÓRICA DA TABELA PERIÓDICA NO 9º ANO: PERCEPÇÔES NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO III Modalidade: ( X ) Ensino ( ) Pesquisa ( ) Extensão Nível: ( ) Médio ( X ) Superior ( ) Pós-graduação Área: (

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente Qualificação: Técnico em Administração Módulo :III -A

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente Qualificação: Técnico em Administração Módulo :III -A Plano de Trabalho Docente 2013 ETEC PAULINO BOTELHO Ensino Técnico Código: 091 Município: São Carlos Eixo tecnológico: Gestão Habilitação Profissional: Técnico em Administração Qualificação: Técnico em

Leia mais

A FORMAÇÃO DOCENTE, SUAS FRAGILIDADES E DESAFIOS

A FORMAÇÃO DOCENTE, SUAS FRAGILIDADES E DESAFIOS A FORMAÇÃO DOCENTE, SUAS FRAGILIDADES E DESAFIOS Introdução Fernanda Oliveira Costa Gomes Pontifícia Universidade Católica de São Paulo fernanda.ocg@terra.com.br Este artigo apresenta parte de uma pesquisa

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados para Professores PAEBES Língua Portuguesa

Oficina de Apropriação de Resultados para Professores PAEBES Língua Portuguesa Oficina de Apropriação de Resultados para Professores PAEBES 2014 Língua Portuguesa Momentos de formação 1º Momento: Avaliação Externa e em Larga Escala. 2º Momento: Resultados. 2 1º Momento Avaliação

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA

PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA PIBID - RECURSOS DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA ENSINAR APRENDER HISTÓRIA Paulo Célio Soares 1 Luciano Alves Pereira, Flaviane Rezende De Almeida, Daniele Ouverney Francisco 2 Resumo Este artigo tem como objetivo

Leia mais

O OLHAR DO PROFESSOR DA EJA: METODOLOGIA COM CARÁTER INVESTIGATIVO EM SALA DE AULA

O OLHAR DO PROFESSOR DA EJA: METODOLOGIA COM CARÁTER INVESTIGATIVO EM SALA DE AULA O OLHAR DO PROFESSOR DA EJA: METODOLOGIA COM CARÁTER INVESTIGATIVO EM SALA DE AULA INTRODUÇÃO Renata Nery Ribeiro Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia natinhanery@hotmail.com Baraquizio Braga do

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº 213 aprovado pela portaria Cetec nº 134 de 04/10/12 Etec Ermelinda Giannini Teixeira Código: 187 Município: SANTANA

Leia mais

O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS

O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS O PIBID E OS JOGOS LÚDICOS COMO METODOLOGIA ALTERNATIVA DO ENSINO-APRENDIZAGEM DA QUÍMICA NO NÍVEL MÉDIO: JOGO DAS TRÊS PISTAS Aline dos Santos Silva (UFCG); Gerlândia Estevam do Nascimento (UFCG); Israel

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Estágio Curricular Supervisionado em Educação Infantil I Código da Disciplina: EDU Curso: Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 5º Faculdade responsável: Pedagogia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO/UFRGS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO/UFRGS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL COLÉGIO DE APLICAÇÃO/UFRGS ASSESSORIA DE JOGOS 2009 PROJETO AMORA (CAP/UFRGS) PROCESSOS DE APROPRIAÇÃO DAS AÇÕES E DE CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTOS. Orientadora:

Leia mais

Unidade Sede: Rua Marquês do Herval, 701 Centro Caxias do Sul (RS) CEP: Unidade Ana Rech: Avenida Rio Branco, 1595 Bairro Ana Rech Caxias

Unidade Sede: Rua Marquês do Herval, 701 Centro Caxias do Sul (RS) CEP: Unidade Ana Rech: Avenida Rio Branco, 1595 Bairro Ana Rech Caxias OBJETIVO: As Atividades Complementares têm por objetivos: a) desenvolver a autonomia intelectual do acadêmico, favorecendo sua participação em atividades de estudos diversificados que contribuam para a

Leia mais

PLANO DE ENSINO CH NÃO PRESENCIAL E PROJETOS: 16 EMENTA

PLANO DE ENSINO CH NÃO PRESENCIAL E PROJETOS: 16 EMENTA PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO COMPONENTE CURRICULAR: Empreendedorismo CH TEÓRICA/PRÁTICA: 24 CH NÃO PRESENCIAL E PROJETOS: 16 EMENTA CARGA HORÁRIA TOTAL: 40 Sistemas e processos organizacionais. Empreendedorismo

Leia mais

A Webquest como proposta metodológica para o ensino de Matemática

A Webquest como proposta metodológica para o ensino de Matemática na Contemporaneidade: desafios e possibilidades A Webquest como proposta metodológica para o ensino de Fernando Henrique Pereira Mestrando em Ensino de Universidade Federal Tecnológica do Paraná UTFPR

Leia mais

Ações Concretas do PIBID de Matemática no Colégio Nestório Ribeiro. Palavras chaves: Ações concretas. Monitorias/Tutorias. Laboratório de Matemática.

Ações Concretas do PIBID de Matemática no Colégio Nestório Ribeiro. Palavras chaves: Ações concretas. Monitorias/Tutorias. Laboratório de Matemática. Ações Concretas do PIBID de Matemática no Colégio Nestório Ribeiro Relicler Pardim GOUVEIA 1 ; Stefane dos Santos REZENDE 2 ; Elizeu Antônio dos SANTOS 3 ; Braulio Sousa CARRIJO 4 ; Marineide Faustino

Leia mais

I A Importância da Formação de Professores de Sociologia para a Educação Básica.

I A Importância da Formação de Professores de Sociologia para a Educação Básica. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE APLICAÇÃO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E INTEGRAÇÃO SOCIAL DISCIPLINA DE SOCIOLOGIA PROFESSOR: ROGERIO MENDES DE

Leia mais

I. Pensando Enem º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio

I. Pensando Enem º ano do Ensino Fundamental e 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio Prezado(a) diretor(a) e coordenador(a), São Paulo, janeiro de 2017. Comunicamos que, em 2017, o Sistema Mackenzie de Ensino disponibilizará às escolas parceiras os materiais didáticos que servirão de apoio

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE O PIBID NA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA EM IPORÁ-GO¹

CONSIDERAÇÕES SOBRE O PIBID NA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA EM IPORÁ-GO¹ CONSIDERAÇÕES SOBRE O PIBID NA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA EM IPORÁ-GO¹ INTRODUÇÃO GALDINO, Gizelle dos Santos¹. Universidade Estadual de Goiás Câmpus Iporá gizellegaldino_2@yahoo.com

Leia mais

PRIMEIRO DIA/ MATUTINO

PRIMEIRO DIA/ MATUTINO PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO MEC / FNDE GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA - UNEB PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO - PROEX NÚCLEO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Leia mais

Os elementos que compõem um mapa

Os elementos que compõem um mapa Cartografia Os elementos que compõem um mapa Terceira reportagem da série sobre cartografia apresenta seis principais itens cartográficos e as funções de cada um deles Fernanda Salla Tamanhos e distâncias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA LICENCIATURA EM PEDAGOGIA EDC 284 DIDÁTICA DOCENTE: Amaleide Lima DISCENTES: Kleriston Fellipe Pinto da Conceição Marili Ribeiro Brito Rachel Nascimento da Rocha O planejamento

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) I. Plano de Aula: I Duração

Leia mais

III. Tema: Apresentação do PIBID, Atividade Diagnóstica (Teste de Sondagem) e Problematização.

III. Tema: Apresentação do PIBID, Atividade Diagnóstica (Teste de Sondagem) e Problematização. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) SUBPROGRAMA PIBID GEOGRAFIA/UFRN

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2014 MATRÍCULAS: DE 27 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2014 MATRÍCULAS: DE 27 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2014 MATRÍCULAS: DE 27 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO LÍNGUA ESTRANGEIRA ALEMÃO Profª Lourdes Sufredini Profª Luciane Probst Unidade de Ensino I Prédio João

Leia mais

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL

APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO E RADICAL Ipezal/Angélica MS Abril 2012 ESCOLA ESTADUAL LUIS VAZ DE CAMÕES IPEZAL/ANGÉLICA- MS APRENDENDO COM O LUDO AÇÃO

Leia mais

A CRIANÇA, OS CONCEITOS TEMPORAIS E A PRÁTICA EDUCATIVA: COMO OCORRE ESSA RELAÇÃO?

A CRIANÇA, OS CONCEITOS TEMPORAIS E A PRÁTICA EDUCATIVA: COMO OCORRE ESSA RELAÇÃO? 1 A CRIANÇA, OS CONCEITOS TEMPORAIS E A PRÁTICA EDUCATIVA: COMO OCORRE ESSA AÇÃO? Aluna: Jéssica Castro Nogueira (Pibic 2012) Aluna: Karla da Silva Martins (Pibic 2013) Orientadora: Zena Eisenberg Que

Leia mais

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN:

Centro Acadêmico Paulo Freire - CAPed Maceió - Alagoas - Brasil ISSN: O MATERIAL DOURADO NA COMPREENSÃO DAS OPERAÇÕES BÁSICAS NO CONJUNTO DOS NÚMEROS INTEIROS. Lenilson Oliveira do Nascimento - IFAL 1 lenils_on@hotmail.com Douglas Lopes do Nascimento- IFAL 2 wicham_douglas@hotmail.com

Leia mais