Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos"

Transcrição

1

2 Objetivos e Módulos do SPED Dulcineia L. D. Santos

3 Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n , de 22/01/2007 Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos que integram a escrituração comercial e fiscal, com fluxo único e computadorizado das informações. Promover a integração dos fiscos, mediante a padronização e compartilhamento das informações... Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias para os contribuintes... Tornar mais célere a identificação de ilícitos tributários...

4 Sistema Público de Escrituração Digital SPED Usuários do SPED: Secretaria da Receita Federal Administrações tributárias dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios Órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta que tenham atribuição legal de regulação, normatização, controle e fiscalização dos empresários e das pessoas jurídicas, inclusive imunes ou isentas. Os usuários do SPED estabelecerão a obrigatoriedade, periodicidade e prazos de apresentação dos livros e documentos, por eles exigidos.

5 Sistema Público de Escrituração Digital SPED Módulos do SPED: Nota Fiscal Eletrônica NF e Nota Fiscal Eletrônica ao Consumidor Final NFC e Conhecimento de Transporte Eletrônico CT e Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS e Cupom Fiscal Eletrônico CF e SAT/CF e ECF Escrituração Contábil Digital ECD Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Escrituração Fiscal Digital EFD Contribuições Escrituração Contábil Fiscal ECF Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas esocial E outros...

6 Nota Fiscal Eletrônica NF e Documento Modelo 55 Ajuste SINIEF 7/05 Portaria CAT 162/08 Documento digital, emitido e armazenado eletronicamente, a ser utilizado nas operações de circulação de mercadorias ou nas prestações de serviços. Validade jurídica garantida pela assinatura digital do emitente e a Autorização de Uso fornecida pela administração tributária do domicílio do contribuinte.

7 Nota Fiscal Eletrônica NF e Obrigatoriedade de uso: Art. 7º da Portaria CAT 162/08. O arquivo digital elaborado no padrão XML (Extended Markup Language) Numeração sequencial de 1 a , por estabelecimento e por série. Séries são designadas por algarismos arábicos, em ordem crescente (vedada a utilização de subsérie). Vedada a utilização de série zero. Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica DANFE: Utilização no trânsito da mercadoria após a concessão da Autorização de Uso.

8 Nota Fiscal Eletrônica NF e Pontos de atenção: Preenchimento dos campos da NF e. Informação da NCM. Manter o arquivo da NF e (emitida e recebida). Versão 3.10 da Nota Fiscal Eletrônica NF e: Campos para informações sobre: Finalidade de emissão e de Devolução de IPI. Valor do ICMS desonerado e motivo da desoneração do ICMS Desativação da versão "2.00" da NF e: 31/03/2015.

9 Conhecimento de Transporte Eletrônico CT e Documento Modelo 57 Ajuste SINIEF 9/07 Portaria CAT 55/09 Documento digital, emitido e armazenado eletronicamente, destinado a documentar prestações de serviços de transporte de cargas. Validade jurídica garantida pela assinatura digital do emitente e pela Autorização de Uso concedida pela Secretaria da Fazenda.

10 Conhecimento de Transporte Eletrônico CT e Obrigatoriedade de uso: Art. 7º da Portaria CAT 55/09. O arquivo digital elaborado no padrão XML (Extended Markup Language) Numeração sequencial de 1 a , por estabelecimento e por série. Séries são designadas por algarismos arábicos, em ordem crescente (vedada a utilização de subsérie). Documento Auxiliar do CT e DACTE: para acompanhar a carga durante o transporte, após a concessão da Autorização de Uso.

11 Escrituração Contábil Digital ECD Instrução Normativa RFB nº 1.420, de 19/12/2013 Versão digital dos livros: Diário e seus auxiliares; Razão e seus auxiliares; Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento comprobatórias. Assinatura digital, com certificado de segurança mínima tipo A3, a fim de garantir a autoria, a autenticidade, a integridade e a validade jurídica do documento digital.

12 Escrituração Contábil Digital ECD Obrigatoriedade: Art. 3º da IN 1.420/2013 Fatos contábeis ocorridos a partir de 1º/01/2014: PJ sujeitas à tributação do IR com base no lucro real; PJ tributadas com base no lucro presumido... PJ imunes e isentas. Prazo de apresentação: transmissão anual, até o último dia útil do mês de junho do ano seguinte ao anocalendário a que se refira a escrituração. Casos de extinção, cisão parcial, cisão total, fusão ou incorporação: até o último dia útil do mês subsequente ao do evento.

13 Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Ajuste SINIEF 2/2009 e Protocolo 3/2011 Legislação no Estado de São Paulo: Artigo 250 A do RICMS/00 Portaria CAT 147/09. A EFD ICMS/IPI deve ser adotada pelos contribuintes do ICMS e/ou do IPI. Obrigatoriedade: 01/01/2009 para os contribuinte relacionados no Protocolo ICMS 77/08. 01/01/2014: todos os contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração RPA.

14 Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Dispensados da EFD ICMS/IPI: Microempreendedor Individual MEI Microempresa ME Empresa de Pequeno Porte EPP Dispensa encerrar se áem 01/01/2016, ficando esses contribuintes obrigados àefd. Salvo disposição em contrário, o contribuinte deverá prestar as informações relativas àefd em arquivo digital individualizado por estabelecimento. As informações relativas àefd deverão ser prestadas sob o enfoque do contribuinte declarante.

15 Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI A EFD substituiu, a partir de 01/01/09, a escrituração e impressão dos seguintes livros: Registro de Entradas; Registro de Saídas; Registro de Inventário; Registro de Apuração do IPI; Registro de Apuração do ICMS. A partir de 01/01/2011: Controle de Crédito de ICMS do Ativo Permanente CIAP A partir de 01/01/2016: Registro de Controle da Produção e do Estoque

16 Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI O arquivo deve conter a assinatura digital do contribuinte, ou de seu representante legal, de forma a garantir a autenticidade e a validade jurídica das informações nele contidas. Prazo de entrega: até o dia 25 do mês subsequente ao período a que se refere. Retificação do arquivo: até o último dia do terceiro mês subsequente ao encerramento do mês da apuração. Após esse prazo, é necessário solicitar a autorização da Secretaria da Fazenda.

17 Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Cláusula terceira do Protocolo ICMS 03/2011: Estabelecimento obrigado àefd está dispensado de entregar os arquivos estabelecidos no Convênio ICMS 57/95 e no inciso I da cláusula décima terceira do Convênio ICMS 81/93. Pontos de atenção: Identificação correta dos documentos. Código de Situação do documento. Código de Situação Tributária. Escrituração de todos os documentos emitidos e recebidos. Preparação das informações que serão exigidas em 2015 e 2016.

18 Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI

19 Escrituração Fiscal Digital EFD Contribuições Instrução Normativa RFB nº 1.252, de 1º/03/2012 Deve ser apresentada pelos contribuintes da: Contribuição para o PIS/Pasep; Cofins; e Contribuição Previdenciária incidente sobre a Receita. Deverá ser assinada digitalmente pelo representante legal da empresa ou procurador, a fim de garantir a autoria do documento digital.

20 Escrituração Fiscal Digital EFD Contribuições Obrigatoriedade: Art. 4º da IN 1.252/2012 Dispensa da apresentação: Art. 5º da IN 1.252/2012 Prazo de apresentação: até o 10º (décimo) dia útil do 2º (segundo) mês subsequente ao que se refira a escrituração, inclusive nos casos de extinção, incorporação, fusão e cisão total ou parcial. Retificação do arquivo apresentado: 5 (cinco) anos contados do 1º (primeiro) dia do exercício seguinte àquele a que se refere a escrituração substituída.

21 Escrituração Contábil Fiscal ECF Instrução Normativa RFB nº 1.422, de 19/12/2013 Obrigatoriedade Art. 1º da IN 1.422/2013: A partir de 2014, todas as pessoas jurídicas, inclusive as equiparadas, deverão apresentar a Escrituração Contábil Fiscal (ECF) de forma centralizada pela matriz. Obrigatoriedade não aplicável a: PJ optantes pelo Simples Nacional; órgãos públicos, às autarquias e às fundações públicas; e PJ inativas.

22 Escrituração Contábil Fiscal ECF Prazo de entrega da ECF: até o último dia útil do mês de julho do ano seguinte ao ano calendário a que se refira. A ECF deverá ser assinada digitalmente mediante utilização de certificado digital válido. PJ ficam dispensadas, a partir de 1º/01/2014, da escrituração do Livro de Apuração do Lucro Real (Lalur) e da entrega da Declaração de Informações Econômico Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ).

23 Cuidados na implantação do SPED Adequar sistemas de gestão às necessidades do projeto. Promover a capacitação dos colaboradores. Atualizar cadastros. Revisar procedimentos adotados na emissão de documentos fiscais. Revisar tratamento dado às informações no sistema. Revisar procedimentos de escrituração e de apuração de impostos. Manter em boa ordem documentação e arquivos gerados. Sanear vícios da organização.

24 Praça Ramos de Azevedo, 202 Centro São Paulo/SP (11) /

Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos

Objetivos e Módulos do SPED. Dulcineia L. D. Santos Objetivos e Módulos do SPED Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007 Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação, armazenamento

Leia mais

ECF (Escrituração Contábil Fiscal)

ECF (Escrituração Contábil Fiscal) ECF (Escrituração Contábil Fiscal) ECD (Escrituração Contábil Digital) Regras Novas 2014 Maria Ilene Imlau Winter Informações Gerais Obrigatoriedade (inclusive Lucro Presumido, Imunes e Isentas) Obrigações

Leia mais

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital - Bases..

SPED - Sistema Público de Escrituração Digital - Bases.. SPED - Sistema Público de Escrituração Digital - Bases.. A Emenda Constitucional nº 42/2003 introduziu o inciso XXII ao artigo 37 da Constituição Federal, que determina que as administrações tributárias

Leia mais

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003)

Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) EVOLUÇÃO Emenda Constitucional nº. 42 (19/03/2003) Art. 37 da Constituição Federal... XXII as administrações tributárias da União dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,... e autuarão de forma

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos

Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI. Dulcineia L. D. Santos Escrituração Fiscal Digital EFD ICMS/IPI Dulcineia L. D. Santos Sistema Público de Escrituração Digital SPED Decreto n. 6.022, de 22/01/2007. Objetivos do SPED: unificar as atividades de recepção, validação,

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Nota Fiscal Eletrônica Parte integrante do projeto SPED, teve seu surgimento com o protocolo ENAT 03/2005. A principal alteração se deve à emissão de documentos

Leia mais

ANO XXIII ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA

ANO XXIII ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA ANO XXIII - 2012-1ª SEMANA DE JUNHO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 23/2012 ASSUNTOS CONTÁBEIS ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL DIGITAL - ECD - NORMAS GERAIS Introdução - Obrigatoriedade de Adoção da ECD - Sociedades

Leia mais

Palestra. SPED Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e Escrituração Fiscal Digital (EFD) Outubro Elaborado por: Gisleise Nogueira de Aguiar

Palestra. SPED Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e Escrituração Fiscal Digital (EFD) Outubro Elaborado por: Gisleise Nogueira de Aguiar Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DE RETENÇÕES E OUTRAS INFORMAÇÕES FISCAIS EFD-REINF

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DE RETENÇÕES E OUTRAS INFORMAÇÕES FISCAIS EFD-REINF ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DE RETENÇÕES E OUTRAS INFORMAÇÕES FISCAIS EFD-REINF Professor: Jair Aparecido de Souza NF-e NFS-e CT-e NFC-e ECF MDF-e e-social EFD IPI/ICMS EFD-ReInf EFD- Contribuições ECD

Leia mais

02/02/2017. Prof. Marcos Lima

02/02/2017. Prof. Marcos Lima Prof. Marcos Lima Contador, graduado pela Universidade Estadual do Ceará - UECE Especialista em Auditoria (UNIFOR) Consultor Tributário e Contábil Independente Diretor Executivo da Fortes Educação Professor

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital. Sistema Público de Escrituração Digital

Escrituração Fiscal Digital. Sistema Público de Escrituração Digital Escrituração Fiscal Digital Evolução 2003 2004 2005 2006 2007 Emenda Constitucional nº 42 19/12/03 Art. 37 da Constituição Federal... XXII - as administrações tributárias da União, dos Estados, do Distrito

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos. EFD Contribuições Notas de Prestação de Serviço DF

Orientações Consultoria de Segmentos. EFD Contribuições Notas de Prestação de Serviço DF EFD Contribuições Notas de Prestação de Serviço DF 12/09/2016 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 3 3.1 Guia Prático EFD Contribuições... 3 3.2 Perguntas

Leia mais

EFD-Reinf. Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais. Palestrante: Ricardo Nogueira R.Nogueira Consultoria e Treinamento

EFD-Reinf. Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais. Palestrante: Ricardo Nogueira R.Nogueira Consultoria e Treinamento Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais Palestrante: Ricardo Nogueira O que é? Instituída pela Instrução Normativa RFB nº 1.701/2017, tratase de uma nova obrigação tributária

Leia mais

Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR

Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR Escrituração Contábil Digital X Escrituração Contábil Fiscal DIPJ E LALUR O ano corrente promete muitas novidades na área de atuação da contabilidade, umas que vêm incrementar o trabalho dos profissionais,

Leia mais

Pergunte à CPA Decreto /2015

Pergunte à CPA Decreto /2015 Pergunte à CPA Decreto 61.084/2015 Alterações no artigo 132-A: Artigo 132-A - Ressalvado o disposto no artigo 132, nas demais hipóteses previstas na legislação, tais como não-obrigatoriedade de uso de

Leia mais

SPED na Prá*ca. Caso Verdemar. Carlos Furia*

SPED na Prá*ca. Caso Verdemar. Carlos Furia* SPED na Prá*ca Caso Verdemar Carlos Furia* Apresentação Verdemar Contexto SPED Preparação Organizacional para sua Implantação O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) passa a exigir das organizações

Leia mais

Guia Prático de. Cruzamento de Obrigações Acessórias

Guia Prático de. Cruzamento de Obrigações Acessórias Guia Prático de Cruzamento de Obrigações Acessórias Sumário Apresentação... 19 1 Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) 1.1. Conceito e Informações Gerais... 21 1.2. Manual de Integração - Contribuinte... 21 1.3.

Leia mais

Maio/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL - facebook/mapaetecnicofiscal

Maio/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL  - facebook/mapaetecnicofiscal Maio/2017 Lei 11.638 28/12/07 CPC Lei 11.941 28/05/09 RTT IN RFB IN RFB LEI IN RFB 1.397 1.422 12.973 1.700 17/09/13 20/12/13 14/05/14 14/03/17 RTT ECF FIM RTT Lei 12.973/15 A Escrituração Contábil Fiscal

Leia mais

ECF Obrigatoriedade, prazo e multas

ECF Obrigatoriedade, prazo e multas ECF Obrigatoriedade, prazo e multas 4 de abril de 2016 Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a DIPJ desde 2015 A ECF referente ao ano-calendário 2015 deve ser entregue até 30 de junho de 2016. A

Leia mais

expert PDF Trial SPED - Escrituração Contábil Digital Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira

expert PDF Trial SPED - Escrituração Contábil Digital Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

DECRETO Nº 3.615, DE 16 DE OUTUBRO DE 2013

DECRETO Nº 3.615, DE 16 DE OUTUBRO DE 2013 DECRETO Nº 3.615, DE 16 DE OUTUBRO DE 2013 Institui a nota fiscal de serviços eletrônica, o sistema eletrônico de escrituração fiscal, e dá outras providências. O SENHOR PREFEITO MUNICIPAL DA ESTÂNCIA

Leia mais

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de Campo Grande MS. Realização: SINTERCON. Painel : Gestão Financeira e Tributária

I ENCONTRO DAS ÁGUAS. 13 a 15 de maio de Campo Grande MS. Realização: SINTERCON. Painel : Gestão Financeira e Tributária I ENCONTRO DAS ÁGUAS 13 a 15 de maio de 2009 - Campo Grande MS Realização: SINTERCON Painel : Gestão Financeira e Tributária Título da Palestra: SPED - Sistema Público de Escrituração Digital Palestrante:

Leia mais

Prosoft Auditor Fiscal Versão 6.0

Prosoft Auditor Fiscal Versão 6.0 Prosoft Auditor Fiscal Versão 6.0 Nova Versão do Prosoft Auditor Fiscal Sabemos da importância que o usuário dá para recursos que sejam simples de utilizar e que permitam atingir os objetivos com comodidade

Leia mais

Mini Guia. Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e

Mini Guia. Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e Mini Guia Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e Miniguia SAGE: Tudo o que você precisa saber sobre a NF-e Muitos empreendedores podem se beneficiar da emissão da Nota Fiscal eletrônica (NF-e). Neste

Leia mais

ANO XXV ª SEMANA DE MAIO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2014

ANO XXV ª SEMANA DE MAIO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2014 ANO XXV - 2014-1ª SEMANA DE MAIO DE 2014 BOLETIM INFORMARE Nº 18/2014 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA DIPJ 2014 - PESSOAS JURÍDICAS E EQUIPARADAS - DISPOSIÇÕES GERAIS... Pág. 276 SIMPLES NACIONAL DASN-SIMEI

Leia mais

Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento.

Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento. Simples Nacional em Debate Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento. Patrícia Lenz Koinaski Porto Alegre, 1º/10/2007 INSCRIÇÃO, OPÇÃO E CADASTRO Obrigação de inscrição nos entes

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS. Unidade de Ciências Socioeconômicas e Humanas de Anápolis. Curso Ciências Contábeis 2º Ano

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS. Unidade de Ciências Socioeconômicas e Humanas de Anápolis. Curso Ciências Contábeis 2º Ano UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Unidade de Ciências Socioeconômicas e Humanas de Anápolis Curso Ciências Contábeis 2º Ano Acadêmico: Aluizio Lázaro de Paula Moreira Tecnologia da Informação e Contabilidade

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2017 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 7 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

Legislação e regras da ECF

Legislação e regras da ECF ECF Legislação e regras da ECF Definição ECF Escrituração Contábil Fiscal (novo nome da EFD-IRPJ) de acordo com o disposto na Instrução Normativa RFB nº 1.422, de 19 de dezembro de 2013 DOU 20.12.2013.

Leia mais

PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF)

PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) PAUTA DA ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL (ECF) O que é ECF? Escrituração Contábil Fiscal - (ECF) é uma obrigação imposta às Pessoas Jurídicas estabelecidas no Brasil exigidas pela RFB que substituiu a Declaração

Leia mais

SUFIS S U P E R I N T E N D Ê N C I A D E F I S C A L I Z A Ç Ã O

SUFIS S U P E R I N T E N D Ê N C I A D E F I S C A L I Z A Ç Ã O SUFIS S U P E R I N T E N D Ê N C I A D E F I S C A L I Z A Ç Ã O SUFIS S U P E R I N T E N D Ê N C I A D E F I S C A L I Z A Ç Ã O Prestação de serviço de transporte de combustíveis PRESTAÇÃO DE SERVIÇO

Leia mais

A Importância da Integração Fiscal para os Municípios. CAIO MEGALE Vice Presidente da ABRASF Secretário Municipal da Fazenda de SP

A Importância da Integração Fiscal para os Municípios. CAIO MEGALE Vice Presidente da ABRASF Secretário Municipal da Fazenda de SP A Importância da Integração Fiscal para os Municípios CAIO MEGALE Vice Presidente da ABRASF Secretário Municipal da Fazenda de SP Quais os benefícios para quem emite NFS-e? Redução de custos de impressão

Leia mais

Quem está obrigado a transmitir a EFD-Reinf? A transmissão da EFD-Reinf é obrigatória para as seguintes organizações:

Quem está obrigado a transmitir a EFD-Reinf? A transmissão da EFD-Reinf é obrigatória para as seguintes organizações: EFD-REINF A Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (EFD-Reinf) é o mais recente módulo do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) e está

Leia mais

SPED CONTÁBIL E FISCAL

SPED CONTÁBIL E FISCAL SPED CONTÁBIL E FISCAL Os Desafios da Implementação Uma Abordagem Prática Ricardo Lopes Cardoso Sócio Subdivisões do Projeto SPED Sistema Público de Escrituração Digital SPED Sistema Público de Escrituração

Leia mais

Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal. Introdução

Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal. Introdução Manual de geração do Arquivo para o Sped ECF Escrituração Contábil Fiscal Introdução A Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ),

Leia mais

expert PDF Trial SPED - Contábil e Fiscal Agosto 2014 Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira

expert PDF Trial SPED - Contábil e Fiscal Agosto 2014 Elaborado por: Ademir Macedo de Oliveira Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DOCUMENTAÇÃO ELETRONICA NO BRASIL. Aula 3 - Documentos eletrônicos 30/mar/2012. Prof. Apresentador: José Maria Ribeiro

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DOCUMENTAÇÃO ELETRONICA NO BRASIL. Aula 3 - Documentos eletrônicos 30/mar/2012. Prof. Apresentador: José Maria Ribeiro EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA DOCUMENTAÇÃO ELETRONICA NO BRASIL Aula 3 - Documentos eletrônicos 30/mar/2012 Prof. Apresentador: José Maria Ribeiro Agenda Anterior: Arquitetura Cliente Servidor Comunicação via

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016 ANO XXVII - 2016-4ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 26/2016 IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA DECLARAÇÃO SOBRE A OPÇÃO DE TRIBUTAÇÃO DE PLANOS PREVIDENCIÁRIOS DPREV 2016 INFORMAÇÕES GERAIS...

Leia mais

Saiba tudo sobre o esocial

Saiba tudo sobre o esocial Saiba tudo sobre o esocial Introdução Com a criação do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped), o Governo propiciou maior controle e agilidade na fiscalização das informações contábeis e fiscais

Leia mais

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia.

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES 19.10.2015 1. ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. 2. Legislação Federal SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF07 Nº 7045, DE

Leia mais

Cartilha de Benefícios e Aplicações da Certificação Digital

Cartilha de Benefícios e Aplicações da Certificação Digital Cartilha de Benefícios e Aplicações da Certificação Digital A fim de atender nossa Missão, de oferecer serviços e soluções em contabilidade e gestão ao mercado empresarial, com agilidade e eficácia, dentro

Leia mais

Angelo Márcio. Alinhando a Escrituração Contábil ao Sistema Público de Escrituração Digital

Angelo Márcio. Alinhando a Escrituração Contábil ao Sistema Público de Escrituração Digital Angelo Márcio Alinhando a Escrituração Contábil ao istema Público de Escrituração Digital Obrigatoriedade da Escrituração Contábil O empresário e a sociedade empresária são obrigados a seguir um sistema

Leia mais

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido

SOFOLHA SOLUÇÕES CORPORATIVAS CONSULTORIA TRIBUTÁRIA. Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Projeto SPED x SFFISCAL Lucro Presumido Legislação Conforme instituído pela Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010, sujeitam à obrigatoriedade de geração de arquivo da Escrituração Fiscal

Leia mais

Fundamentos da Escrituração Fiscal Digital EFD e Revisão do Caso Prático do Livro de Apuração e NF-e. Luiz Campos

Fundamentos da Escrituração Fiscal Digital EFD e Revisão do Caso Prático do Livro de Apuração e NF-e. Luiz Campos Fundamentos da Escrituração Fiscal Digital EFD e Revisão do Caso Prático do Livro de Apuração e NF-e Luiz Campos 1 Exemplo Prático Montagem do Livro de Apuração do IPI 1.101 Compra para industrialização

Leia mais

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NAS COOPERATIVAS. Nádia Emer Grasselli

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NAS COOPERATIVAS. Nádia Emer Grasselli OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS NAS COOPERATIVAS Nádia Emer Grasselli Conteúdo CRUZAMENTOS/OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS OBRIGAÇÃO TRIBUTÁRIA Denomina-se "obrigação tributária" o dever de fazer de um contribuinte, responsável

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM

OBRIGAÇÕES FISCAIS SOCIAIS DA APM COMUNICADO FDE / DRA Nº 001/2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS DA APM 2 0 1 6 Página 1 de 9 O objetivo deste texto é informar aos dirigentes das Associações de Pais e Mestres APMs de Escolas Estaduais conveniadas

Leia mais

Terceiro Setor. Apresentação da ECF

Terceiro Setor. Apresentação da ECF Terceiro Setor e Apresentação da ECF 1 PALESTRANTES Marcone Hahan de Souza, contador, mestre em Economia, com ênfase em Controladoria, professor universitário e membro da Comissão de Estudos do Terceiro

Leia mais

Coleção de Cartilhas Jurídicas da FecomercioSP CONHEÇA O SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED

Coleção de Cartilhas Jurídicas da FecomercioSP CONHEÇA O SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED 1 Coleção de Cartilhas Jurídicas da FecomercioSP CONHEÇA O SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL SPED 2 Conheça o Sistema Público de Escrituração Digital Sped 3 CONHEÇA O SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO

Leia mais

SISTEMA ADM ERP - MANUAL DO USUÁRIO. Gerando arquivos do SPED

SISTEMA ADM ERP - MANUAL DO USUÁRIO. Gerando arquivos do SPED SISTEMA ADM ERP - MANUAL DO USUÁRIO Gerando arquivos do SPED Sumário O conceito do SPED... 3 Nota Fiscal Eletrônica... 3 SPED Contábil (ECD)... 3 Sped Fiscal (EFD)... 3 Configurando o sistema... 4 Gerando

Leia mais

Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias. Tornar mais célere a identificação de ilícitos tributários

Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias. Tornar mais célere a identificação de ilícitos tributários ORIGEM O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) surgiu em 2007 da necessidade de integrar (uniformizar) as informações prestadas pelos contribuintes com o fisco brasileiro. OBJETIVOS DO PROJETO

Leia mais

O Projeto SPED NF-e na USIMINAS

O Projeto SPED NF-e na USIMINAS O Projeto SPED NF-e na USIMINAS Emanuel da Silva Franco Jr Coordenador do Projeto SPED AGENDA O Sistema USIMINAS O Projeto SPED Situação atual na USIMINAS O Projeto NF-e Situação atual na USIMINAS Pontos

Leia mais

CIRCULAR Nº 13/2012. Ref.: SISCOSERV Informações de transações efetuadas por residentes no Brasil e no exterior. São Paulo, 12 de setembro de 2012.

CIRCULAR Nº 13/2012. Ref.: SISCOSERV Informações de transações efetuadas por residentes no Brasil e no exterior. São Paulo, 12 de setembro de 2012. São Paulo, 12 de setembro de 2012. CIRCULAR Nº 13/2012 Prezado Cliente, Ref.: SISCOSERV Informações de transações efetuadas por residentes no Brasil e no exterior A Lei nº 12.546/2011 instituiu a obrigação

Leia mais

Comissão de Estudos das Organizações Contábeis

Comissão de Estudos das Organizações Contábeis Educação Continuada - 2014 SPED Aspectos Relevantes do Bloco K e da NFC-e SPED Instituído pelo Decreto Federal nº 6.022/2007 de 22.01.2007 (D.O.U.: 22.01.2007) SPED (3 grandes blocos): - Nf-e / CT-e /

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Modelo da NFA-e - Nota Fiscal Avulsa Eletrônica para escrituração na EFD - ICMS-IPI

Orientações Consultoria de Segmentos Modelo da NFA-e - Nota Fiscal Avulsa Eletrônica para escrituração na EFD - ICMS-IPI Modelo da NFA-e - Nota Fiscal Avulsa Eletrônica para escrituração na EFD - ICMS-IPI 24/10/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Eletrônica Subtotalização da Alíquota e/ou CST do ICMS - RO

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Eletrônica Subtotalização da Alíquota e/ou CST do ICMS - RO Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Eletrônica Subtotalização da Alíquota e/ou CST do ICMS - RO 13/05/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente...

Leia mais

Portal Fiscal. É uma ferramenta voltada para o. Armazenamento e Auditoria de Documentos. Fiscais desde NF-e e Ct-e até Arquivos do Projeto

Portal Fiscal. É uma ferramenta voltada para o. Armazenamento e Auditoria de Documentos. Fiscais desde NF-e e Ct-e até Arquivos do Projeto O que é o Portal Fiscal? É uma ferramenta voltada para o Armazenamento e Auditoria de Documentos Fiscais desde NF-e e Ct-e até Arquivos do Projeto SPED e outras Obrigações anteriores, Como GIA, Sintegra,

Leia mais

Bem-vindos! Leonel Siqueira Gerente de Conteúdo Regulatório. Eric Carvalho Gerente de Desenvolvimento

Bem-vindos! Leonel Siqueira Gerente de Conteúdo Regulatório. Eric Carvalho Gerente de Desenvolvimento Bem-vindos! Leonel Siqueira Gerente de Conteúdo Regulatório Eric Carvalho Gerente de Desenvolvimento Sobre nós Nossas soluções respondem com inteligência às necessidades do complexo cenário fiscal brasileiro,

Leia mais

EFD-Reinf 29/06/2016. Apresentação. I -O que é o EFD-Reinf

EFD-Reinf 29/06/2016. Apresentação. I -O que é o EFD-Reinf EFD-Reinf Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída O que vem por ai??? Danilo Lollio Estaapresentaçãoé de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft.

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.252, de 1º de março de 2012

Instrução Normativa RFB nº 1.252, de 1º de março de 2012 Instrução Normativa RFB nº 1.252, de 1º de março de 2012 DOU de 2.3.2012 Dispõe sobre a Escrituração Fiscal Digital da Contribuição para o PIS/Pasep, da Contribuição para o Financiamento da Seguridade

Leia mais

Portaria CAT 53, de

Portaria CAT 53, de Publicado no D.O.E. (SP) de 25/05/2013 Portaria CAT 53, de 24-05-2013 Disciplina a atribuição, por regime especial, da condição de sujeito passivo por substituição tributária, conforme inciso VI do artigo

Leia mais

1) TRIBUTOS FEDERAIS (aplicados ao Comércio ) 2) PERFIL DO CONTADOR MODERNO

1) TRIBUTOS FEDERAIS (aplicados ao Comércio ) 2) PERFIL DO CONTADOR MODERNO 1) TRIBUTOS FEDERAIS (aplicados ao Comércio ) 2) PERFIL DO CONTADOR MODERNO Maria Alzirene Mota de Brito Empresária da Contabilidade (92) 99981-9878 / 99116-6622 TÓPICOS PARA ABORDAGEM 1) QUAIS TRIBUTOS

Leia mais

CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18

CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18 CURSO ANALISTA FISCAL FORTALEZA/CE - TURMA 18 A função de Analista Fiscal é uma das mais nobres na área fiscal de um estabelecimento, tendo em vista sua importância na verificação do processamento de todo

Leia mais

Escrituração Contábil Fiscal Destaques MP 627/03

Escrituração Contábil Fiscal Destaques MP 627/03 www.pwc.com Câmara Técnica de Contabilidade e Finanças - Aesbe Escrituração Contábil Fiscal Destaques MP 627/03 Maio de 2014 Índice ECF Escrituração Contábil Fiscal Sugestão de mudança Alguns comentários

Leia mais

CÂMARA JAPONESA. Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá Novembro 2014

CÂMARA JAPONESA. Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá Novembro 2014 CÂMARA JAPONESA Escrituração Contábil Fiscal (ECF IRPJ) Ricardo Bonfá rjesus@kpmg.com.br Novembro 2014 Conteúdo Conteúdo O que é a ECF? 4 Fontes de informação 8 Desafios 9 Penalidades 11 2 O que é a ECF?

Leia mais

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte.

empresas constantes de seus anexos, de acordo com o Estado da Federação em que estava localizado o contribuinte. SPED O Sistema Público de Escrituração Digital, mais conhecido como Sped, trata de um projeto/obrigação acessória instituído no ano de 2007, através do Decreto nº 6.022, de 22 de janeiro de 2007. É um

Leia mais

DECRETO N.º DE 11 DE MAIO DE 2010.

DECRETO N.º DE 11 DE MAIO DE 2010. DECRETO N.º 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010. Dispõe sobre a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica- NFS-e - NOTA CARIOCA - e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014

Orientações Consultoria de Segmentos Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014 Comparativo DIJP 2013 X DIPJ 2014 26/05/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Alterações DIPJ 2014... 4 3.2 Comparativo

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Série CT-e

Orientações Consultoria de Segmentos Série CT-e Série CT-e 05/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6. Referências...

Leia mais

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto)

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto) 1. Finalidade do CST Para a elaboração dos arquivos digitais da Escrituração Fiscal Digital (EFD), bem como para a geração do conteúdo das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), foram instituídos através da

Leia mais

SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil

SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil Bloco 0 Abertura do arquivo Operações de serviços Bloco A Operações de CTRC e outros serviços com ICMS Apuração dos valores dos impostos Fechamento do arquivo

Leia mais

São entes federativos que participam do SPED:

São entes federativos que participam do SPED: Escrituração Contábil Fiscal (ECF) O que é? A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse

Leia mais

Referência: Resolução SEFAZ nº 959/16 - RJ - ICMS - DeSTDA - Simples Nacional - Obrigatoriedade, prazo, dispensa e outros Alterações.

Referência: Resolução SEFAZ nº 959/16 - RJ - ICMS - DeSTDA - Simples Nacional - Obrigatoriedade, prazo, dispensa e outros Alterações. Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 2016. Of. Circ. Nº 018/16 Referência: Resolução SEFAZ nº 959/16 - RJ - ICMS - DeSTDA - Simples Nacional - Obrigatoriedade, prazo, dispensa e outros Alterações. Senhor(a)

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 76 75 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 72 - Data 24 de maio de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS PRESTADORES DE SERVIÇOS DA FIFA. APRESENTAÇÃO

Leia mais

NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA

NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA MEI do Comércio e da Indústria NOTA FISCAL AVULSA ELETRÔNICA MEI do Comércio e da Indústria O Microempreendedor Individual já pode emitir a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica-NFA-e

Leia mais

Cenário atual. Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações...

Cenário atual. Os empregadores são obrigados a preencher diversas declarações e documentos que possuem as mesmas informações... OBJETIVOS Objetivos Ter um único cadastro de Empregados com vínculo empregatício, com informações trabalhistas, previdenciárias, tributárias e fiscais, facilitando seu controle, pelo Governo e Empregadores,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro de Inventário

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Registro de Inventário 28/01/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 8 5. Informações Complementares... 8 6. Referências...

Leia mais

PORTARIA CAT N 078, DE 30 DE AGOSTO DE (DOE de )

PORTARIA CAT N 078, DE 30 DE AGOSTO DE (DOE de ) PORTARIA CAT N 078, DE 30 DE AGOSTO DE 2017 (DOE de 31.08.2017) Altera a Portaria CAT-55, de 19-03-2009, que dispõe sobre a emissão do Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e e do Documento Auxiliar

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos Orientações Consultoria de Segmentos EFD-REINF Conceito da obrigação

Orientações Consultoria de Segmentos Orientações Consultoria de Segmentos EFD-REINF Conceito da obrigação 25/05/2017 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 3 3.1 Instrução Normativa 1701 de 2017... 3 3.2 Descrição Simplificada dos Eventos... 5 3.3 Sequencia

Leia mais

Sistema Fiscal. Integração via Chave de Acesso XML. Menu

Sistema Fiscal. Integração via Chave de Acesso XML. Menu Soluções Sistema Fiscal Integração via Chave de Acesso XML Sistema Fiscal Importação de XML em Lote Sistema Fiscal Integração via Portal XML-e Sistema Fiscal Mapa de Apuração / Fechamento Tratamento por

Leia mais

Revisão Geral. Prof. Thiago S.Oliveira CRC-MG Revisão Geral

Revisão Geral. Prof. Thiago S.Oliveira CRC-MG Revisão Geral Revisão Geral Prof. Thiago S.Oliveira CRC-MG 093969 Revisão Geral Escrita Fiscal Escrita Fiscal são registros de documentos fiscais lançados em livros fiscais, obrigatórios pela legislação. Visa atender,

Leia mais

Portaria CAT - 147, de

Portaria CAT - 147, de Página 1 de 10 Portaria CAT - 147, de 27-7-2009 (DOE 28-07-2009) Disciplina os procedimentos a serem adotados para fins da Escrituração Fiscal Digital - EFD pelos contribuintes do ICMS Com as alterações

Leia mais

Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos

Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos Quarta do Conhecimento ECF Alterações para 2017 e Pontos de Atenção no Preenchimento Marcia Ramos Obrigatoriedade Todas as pessoas jurídicas, exceto optantes pelo SIMPLES NACIONAL, orgãos públicos e pessoas

Leia mais

PORTARIA N 129/2014-SEFAZ

PORTARIA N 129/2014-SEFAZ PORTARIA N 129/2014-SEFAZ - Altera a Portaria n 077/2013-SEFAZ, publicada em 18/03/2013, que dispõe sobre as condições, regras e procedimentos relativos à utilização da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

Leia mais

GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INTRODUÇÃO A GIA-ST (Guia Nacional de Informação e Apuração do ICMS Substituição Tributária) é a declaração que contém as informações

Leia mais

SPED. Cruzamento das Informações: CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais 24/09/2009. Acompanhamento Diferenciado: DACON DIRF DIPJ DCOMP DCTF DARF

SPED. Cruzamento das Informações: CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais 24/09/2009. Acompanhamento Diferenciado: DACON DIRF DIPJ DCOMP DCTF DARF Cruzamento das Informações: DACON DIRF SPED DCTF DIPJ DCOMP DARF Palestrante: Thamara Jardim CRUZAMENTOS: Aspectos conceituais Acompanhamento Diferenciado: Art. 2º O acompanhamento diferenciado deverá

Leia mais

Sistema Fiscal. Integração via Chave de Acesso XML. Menu

Sistema Fiscal. Integração via Chave de Acesso XML. Menu Soluções Sistema Fiscal Integração via Chave de Acesso XML Sistema Fiscal Importação de XML em Lote Sistema Fiscal Integração via Portal XML-e Sistema Fiscal Mapa de Apuração / Fechamento Tratamento por

Leia mais

Código de Situação Tributária

Código de Situação Tributária Código de Situação O código da situação tributária será composto de três dígitos, onde o 1 dígito indicará a origem da mercadoria, com base na Tabela A e os dois últimos dígitos a tributação pelo ICMS,

Leia mais

PALESTRA. SPED Fiscal Legislação Aplicável para 2015 e 2016

PALESTRA. SPED Fiscal Legislação Aplicável para 2015 e 2016 CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA

Leia mais

2º Encontro de Usuários PW.SATI. Rio de Janeiro

2º Encontro de Usuários PW.SATI. Rio de Janeiro 2º Encontro de Usuários PW.SATI março de 10 Rio de Janeiro SPED Fiscal Bloco G VIGÊNCIA: Julho/2010 - ENTREGA: Agosto/2010 PREMISSAS: ERP SAP: Informações adicionais de Ativo (ZLFR062) Já disponível Plano

Leia mais

Keysystems Informática

Keysystems Informática 1 O que é NF-e? NF-e nada mais é do que a sigla para Nota Fiscal Eletrônica. Esse documento funciona de maneira semelhante a uma nota fiscal impressa, porém é emitido e armazenado eletronicamente, isto

Leia mais

ROTINAS PARA ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO DA CONTABILIDADE

ROTINAS PARA ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO DA CONTABILIDADE ROTINAS PARA ATENDIMENTO E ACOMPANHAMENTO DA CONTABILIDADE Vitória, Espírito Santo Dezembro/2016 1 Sumário 1 Contextualização:... 3 2 Separação dos documentos da Cooperativa:... 3 3 Envio das informações

Leia mais

DECRETO Nº 1.803, DE 23 DE OUTUBRO DE 2013

DECRETO Nº 1.803, DE 23 DE OUTUBRO DE 2013 Publicado no D.O.E.(SC) de 29/10/2013 DECRETO Nº 1.803, DE 23 DE OUTUBRO DE 2013 Introduz as Alterações 3.249 e 3.250 no RICMS/SC-01. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA, no uso das atribuições privativas

Leia mais

Guia do IPI: IPI: Livro Registro de utilização de documentos fiscais e termos de ocorrências

Guia do IPI: IPI: Livro Registro de utilização de documentos fiscais e termos de ocorrências Guia do IPI: IPI: Livro Registro de utilização de documentos fiscais e termos de ocorrências Resumo: Analisaremos no presente Roteiro de Procedimentos as regras previstas na legislação do Imposto sobre

Leia mais

Seminário. SPED: EFD - Contribuições. Outubro Elaborado por: José Sérgio Fernandes de Mattos

Seminário. SPED: EFD - Contribuições. Outubro Elaborado por: José Sérgio Fernandes de Mattos Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400, 3824-5433 (teleatendimento), fax (11) 3824-5487 Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva,

Leia mais

superior a 40% (quarenta por cento). Não se aplica a alíquota de 4% (quatro por cento) nas operações interestaduais

superior a 40% (quarenta por cento). Não se aplica a alíquota de 4% (quatro por cento) nas operações interestaduais 1 COMPARATIVO ENTRE AS CLÁUSULAS DO AJUSTE SINIEF 19/12 E DO CONVÊNIO ICMS 38/13 Cláusula Ajuste SINIEF 19/12 Convênio ICMS 38/13 Primeira A tributação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e sobre

Leia mais

Retenção na fonte de CSLL, PIS e COFINS FGTS

Retenção na fonte de CSLL, PIS e COFINS FGTS TRIBUTOS CÓDIGOS VENCIMENTO PERIODICIDADE PIS PIS - FOLHA DE PAGAMENTO DARF 8301 25º (vigésimo quinto) dia do mês subsequente ao mês de ocorrência dos fatos geradores. COFINS COFINS - Somente sobre as

Leia mais

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS PERANTE ÓRGÃOS FISCALIZADORES. Edgar Almeida Santos Coordenador Contábil Sistel Diretor Regional Centro-norte da ANCEP

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS PERANTE ÓRGÃOS FISCALIZADORES. Edgar Almeida Santos Coordenador Contábil Sistel Diretor Regional Centro-norte da ANCEP OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS PERANTE ÓRGÃOS FISCALIZADORES Edgar Almeida Santos Coordenador Contábil Sistel Diretor Regional Centro-norte da ANCEP REGISTRO DO LIVRO DIÁRIO Decreto nº 486 de 1.969 Art 5º Sem prejuízo

Leia mais

SPED Um ano de grandes mudanças

SPED Um ano de grandes mudanças SPED 2016 - Um ano de grandes mudanças Palestra: EFD-REINF Luis Claudio Palese Março 2016 O que é EFD-Reinf? Quem está obrigado? Blocos EFD-Reinf esocial vs. EFD-Reinf Estrutura EFD-Reinf vs esocial Integração

Leia mais

Onde são informadas atualmente?

Onde são informadas atualmente? EFD-Reinf O que é EFD-Reinf? Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (CPRB). A EFD-Reinf abarca todas as retenções do contribuinte sem relação

Leia mais

Em termos práticos, no Programa Validador e Assinador da entrada de dados do FCONT, devem ser informados os lançamentos que:

Em termos práticos, no Programa Validador e Assinador da entrada de dados do FCONT, devem ser informados os lançamentos que: FCONT Calendário 2010 1 Introdução Conforme disciplina da Instrução Normativa RFB nº 949/09, O FCONT é uma escrituração das contas patrimoniais e de resultado, em partidas dobradas, que considera os métodos

Leia mais