FLUTUAÇÃO DE EMPREGO FORMAL (*) SEGUNDO OS SUBSETORES Secretaria Regional: Joinville Período: Janeiro a Dezembro de 2004

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FLUTUAÇÃO DE EMPREGO FORMAL (*) SEGUNDO OS SUBSETORES Secretaria Regional: Joinville Período: Janeiro a Dezembro de 2004"

Transcrição

1 FLUTUAÇÃO DE EMPREGO FORMAL (*) SEGUNDO OS SUBSETORES Secretaria Regional: Joinville Período: Janeiro a Dezembro de 2004 Tabela 74 SUBSETORES ADMITIDOS DESLIGADOS SALDO Extrativa mineral Indústria de produtos minerais nao metálicos Indústria metalúrgica Indústria mecânica Indústria do material elétrico e de comunicaçoes Indústria do material de transporte Indústria da madeira e do mobiliário Indústria do papel, papelao, editorial e gráfica Ind. da borracha, fumo, couros, peles, similares, ind. diversas Ind. química de produtos farmacêuticos, veterinários, perfumaria, Indústria têxtil do vestuário e artefatos de tecidos Indústria de calçados Indústria de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico Serviços industriais de utilidade pública Construçao civil Comércio varejista Comércio atacadista Instituiçoes de crédito, seguros e capitalizaçao Com. e administraçao de imóveis, valores mobiliários, serv. técnico Transportes e comunicaçoes Serv. de alojamento, alimentaçao, reparaçao, manutençao, redaçao, r Serviços médicos, odontológicos e veterinários Ensino Administraçao pública direta e autárquica Agricultura, silvicultura, criaçao de animais, extrativismo vegetal Total (*) Com Carteira de Trabalho Assinada FONTE: CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Elaboração: Sistema Nacional de Emprego - Sine/SC Tabulaçao: Geovanne João Souto 20

2 Tabela 75 SALDO DO EMPREGO FORMAL (*) POR SETOR DE ATIVIDADE ECONÔMICA SEGUNDO OS MUNICÍPIOS DAS REGIONAIS Secretaria Regional: Joinville Período: Janeiro a Dezembro de 2004 MUNICÍPIOS EXTR MINERAL IND TRANSF SERV IND UP CONSTR CIVIL COMERCIO SERVICOS ADM PUBLICA AGROP. TOTA L Araquari Balneario Barra do Sul Barra Velha Garuva Itapoa Joinvile Sao Francisco do Sul Sao Joao do Itaperiu Total (*) Com Carteira de Trabalho Assinada FONTE: CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Elaboração: Sistema Nacional de Emprego - Sine/SC 202

3 Tabela 76 FLUTUAÇÃO DO EMPREGO (*) FORMAL SEGUNDO OS MUNICÍPIOS DAS REGIONAIS Secretaria Regional: Joinville Período: Janeiro a Dezembro de 2004 MUNICÍPIOS ADMITIDOS DESLIGADOS SALDO Araquari Balneario Barra do Sul Barra Velha Garuva Itapoa Joinvile Sao Francisco do Sul Sao Joao do Itaperiu Total (*) Com Carteira de Trabalho Assinada FONTE: CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Elaboração: Sistema Nacional de Emprego - Sine/SC Tabulaçao: Geovanne João Souto 202

4 FLUTUAÇÃO DO EMPREGO FORMAL (*) SEGUNDO AS SECRETARIAS REGIONAIS Período: Janeiro a Dezembro de 2004 Tabela 77 SECRETARIAS REGIONAIS ADMITIDOS DESLIGADOS SALDO Regional de Araranguá Regional de Blumenau Regional de Brusque Regional de Caçador Regional de Campos Novos Regional de Canoinhas Regional de Chapecó Rregional de Concordia Regional de Criciúma Regional de Curitibanos Regional de Ibirama Regional de Itajaí Regional de Ituporanga Regional de Jaraguá do Sul Regional de Joaçaba Regional de Joinville Regional de Lages Regional de Laguna Regional de Mafra Regional de Maravilha Regional de Palmitos Regional de Rio do Sul Regional de São Joaquim Regional de São José Regional de São Lourenço do Oeste Regional de São Miguel do Oeste Regional de Tubarão Regional de Videira Regional de Xanxerê Total (*) Com Carteira de Trabalho Assinada FONTE: CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados Elaboração: Sistema Nacional de Emprego - Sine/SC Tabulaçao: Geovanne João Souto 203

5 7.6. Perfil Social da População Assistida em Seus Municípios Quadro 09: Perfil Social da População Assistida em Araquari Município: ARAQUARI.Idoso: 3.Criança e Adolescente: 204. Atendimento acima de 60 anos.. Atendimentos em centro de convivência.. Programas desenvolvidos no município. Programas desenvolvidos por Ongs Plantão Social:. Cestas Básicas. Passagens interurbanas PETI 3 6. Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres 7. Posto do SINE. Saldo do Emprego Formal (até 0/2005).. Total de atendimentos no Posto do SINE.. Total de colocações.. Total de vagas Captadas Quadro 0: Perfil Social da População Assistida em Balneário Barra do Sul Município: BALNEÁRIO BARRA DO SUL.Idoso:. Acima de 60 anos.. Entidades de atendimento 3.Criança e Adolescente:. Programas desenvolvidos no município. Programas desenvolvidos por Ongs. Inclusão de famílias em programas de orientação Plantão Social:

6 . Cestas Básicas. Encaminhamentos p/ outros setores/órgãos. Passagens interurbanas PETI Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres Quadro : Perfil Social da População Assistida em Barra Velha Município: BARRA VELHA.Idoso: 3.Criança e Adolescente: 4.Plantão Social: 205. Acima de 60 anos.. Entidades de atendimento. Atendimentos domiciliares.. Atendimentos em grupos de convivência.. Programas desenvolvidos no município. Inclusão de famílias em programas de orientação. Atendimentos exames, agasalhos, óculos e fotos.. Atendimento domiciliar 5. Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres Quadro 2: Perfil Social da População Assistida em Garuva Município: GARUVA.Idoso:. Atendimentos acima de 60 anos.. Entidades de atendimento Criança e Adolescente:. Programas desenvolvidos no município. Inclusão de famílias em programas de orientação Plantão Social:

7 . Cestas Básicas. Encaminhamentos p/ outros setores/órgãos. Atendimentos exames, agasalhos e outros. Passagens interurbanas PETI SENTINELA Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres Posto do SINE. Saldo do Emprego Formal (até 0/2005). Obs: o posto encontra-se em fase de reinstalação. Quadro 3: Perfil Social da População Assistida em Itapoá Município: ITAPOÁ.Idoso:. Atendimento acima de 60 anos.. Atendimento domiciliar. Atendimentos em centro de convivência Criança e Adolescente:. Número de atendimento alternativo.. Número de crianças atendidas Plantão Social:. Cestas Básicas. Encaminhamentos p/ outros setores/órgãos. Atendimentos exames, agasalhos e outros. Passagens interurbanas PETI Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres

8 Quadro 4: Perfil Social da População Assistida em Joinville Município: JOINVILLE.Idoso: 3.Criança e Adolescente: 207. Atendimento acima de 60 anos.. Entidades de atendimento. Atendimentos em centro de convivência.. Programas desenvolvidos no município. Inclusão de famílias em programas de orientação.. População jovem atendida 4. POASF. População infantil atendida. Inclusão de famílias em programas de orientação.. População jovem atendida Plantão Social:. Cestas Básicas. Encaminhamentos p/ outros setores/órgãos.. Atendimentos exames, agasalho e outros.. Passagens interurbanas CIP. População jovem atendida PETI. Inclusão de famílias em programas de orientação 8. SENTINELA. População infantil atendida. Inclusão de famílias em programas de orientação. População jovem atendida 9. Adolescente Cidadão. Inclusão de famílias em programas de orientação.. População jovem atendida 0. Abrigo. População infantil atendida. Inclusão de famílias em programas de orientação. População jovem atendida. Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres 2. Posto do SINE (período de 0/2005 a /2005). Saldo do Emprego Formal (até 0/2005).. Total de atendimentos no Posto do SINE.. Total de colocações.. Total de vagas Captadas

9 . Total de requisições de seguro-desemprego. Total de trabalhadores cadastrados. Total de empregadores no programa primeiro emprego. Total de empregadores cadastrados Quadro 5: Perfil Social da População Assistida em São Francisco do Sul Município: SÃO FRANCISCO DO SUL.Idoso:. Atendimento acima de 60 anos.. Entidades de atendimento Criança e Adolescente: PETI SENTINELA Abrigo 5 7. Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres 8. Posto do SINE. Saldo do Emprego Formal (até 0/2005).. Total de atendimentos no Posto do SINE.. Total de colocações.. Total de vagas Captadas. Total de requisições de seguro desemprego Quadro 6: Perfil Social da População Assistida em São João de Itaperiu Município: SÃO JOÃO DE ITAPERIÚ.Idoso:. Atendimento acima de 60 anos.. Atendimento domiciliar 2 3.Criança e Adolescente: alternativos Bolsa Família. Estimativa de famílias pobres

10 7.7. Diagnóstico 84 POTENCIALIDADES AMBIENTE INTERNO PROBLEMAS. Parceria efetiva da associação de municípios no colegiado de. Baixa qualificação técnica das equipes do setor. assistência social e no comitê temático de assistência social.. IDS elevado na maioria dos municípios.. Gestão da assistência social com visão assistencialistas.. Grande número de entidades sociais, especialmente em Joinville.. Precariedade na efetivação do cadastro único pelos municípios.. Profissionais de assistência social atuando em todos os municípios.. Desconhecimento, por parte da população, da forma de participação no controle social.. Ação do ministério público e juizado da infância e da juventude.. Ausência de cursos de nível superior na área social.. Existência de conselhos municipais de assistência social em todos os. Precariedade na estrutura física e de rh dos postos do municípios, e outros conselhos municipais do setor, tais como dos sine. idosos, criança e adolescente, tutelar etc... Atuação integrada das Policias Militar e Civil.. Desequilíbrio entre os IDHS nos municípios da região.. Existência de quatro postos do SINE na região.. Política habitacional precária.. Projeto do CadUni Cadastro social unificado.. Deficiência no atendimento ao adolescente infrator e dependente químico.. Parceria com universidades e terceiro setor.. Ausência de política social voltado para as nações indígenas.. Índice elevado de gravidez precoce.. Precariedade no atendimento a mulheres vitima de violência.. Inexistência de ancionatos / atendimento aos idosos.. Deficiência do atendimento infantil (creches/escolas).. Ausência de programas de asistencia aos apenados e egressos.. Idem portadores de necessidades especiais/ trabalho infantil. AMBIENTE EXTERNO OPORTUNIDADES AMEAÇAS. Crescimento da atividade turística.. Desemprego estrutural. Implantação do SUAS. Despreparo de parcelas da população para as novas tecnologias utilizadas nos meios de produção.. Programas de capacitação para os profissionais do SUAS. Fragilidade econômica do país.. Desenvolvimento do artesanato. Desarticulação na gestão da assistência social e nas políticas de trabalho e renda.. Investimentos em responsabilidade social. Repasses regulares de recursos federais para os programas de ação continuada.. Implantação de unidade da AACD Quadro 7: Diagnóstico do Comitê de Assistência Social 209

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: SANTA CATARINA O número de empregos formais no estado alcançou 2,274 milhões em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: MATO GROSSO DO SUL

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: MATO GROSSO DO SUL MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: MATO GROSSO DO SUL O número de empregos formais no estado alcançou 653,6 mil em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: CEARÁ O número de empregos formais no estado alcançou 1,552 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

3 O Magnetismo à primeira oportunidade. Características Conjunturais do Comércio Varejista de Araraquara:

3 O Magnetismo à primeira oportunidade. Características Conjunturais do Comércio Varejista de Araraquara: Núcleo de Conjuntura e Estudos Econômicos Coordenador: Prof. Dr. Elton Eustáquio Casagrande Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - UNESP FCL/UNESP/Araraquara Características Conjunturais do Comércio

Leia mais

Emprego Industrial Dezembro de 2015

Emprego Industrial Dezembro de 2015 Emprego Industrial Dezembro de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de embro de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de novembro (-34.971 postos e variação de -1,7%). A indústria

Leia mais

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Período: Janeiro a Fevereiro de 2008 PRINCIPAIS DESTAQUES Na RMC foram criados 11.184 novos postos de trabalho. O saldo de emprego em 2008 é superior em 37%

Leia mais

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Período: Março a Abril de PRINCIPAIS DESTAQUES Na RMC foram criados 10.646 novos postos de trabalho. O saldo de emprego acumulado em corresponde a 47% de todo

Leia mais

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1

Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Emprego na Região Metropolitana de Campinas 1 Período: Julho e Agosto de PRINCIPAIS DESTAQUES Na RMC foram criados 9.563 novos postos de trabalho. O saldo de emprego acumulado atá agosto de já é 25% superior

Leia mais

Emprego Industrial Janeiro de 2015

Emprego Industrial Janeiro de 2015 Emprego Industrial Janeiro de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de janeiro de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina cresceu em relação a dezembro (14.637 postos e variação de 0,7%). A indústria de transformação

Leia mais

Emprego Industrial Fevereiro de 2015

Emprego Industrial Fevereiro de 2015 Emprego Industrial Fevereiro de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de fevereiro de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina cresceu em relação ao estoque de janeiro (12.108 postos e variação de 0,6%). A

Leia mais

Emprego Industrial Julho de 2015

Emprego Industrial Julho de 2015 Emprego Industrial Julho de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de julho de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de junho (-14.770 postos e variação de -0,7%). A indústria

Leia mais

Emprego Industrial Dezembro de 2014

Emprego Industrial Dezembro de 2014 Emprego Industrial Dezembro de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de dezembro de 2014, o saldo de empregos em Santa Catarina recuou em relação ao estoque de novembro (-36.691 postos e variação de -1,8%). A

Leia mais

Emprego Industrial Setembro de 2015

Emprego Industrial Setembro de 2015 Emprego Industrial Setembro de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de setembro de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de agosto (-4.425 postos e variação de -0,2%). A indústria

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Maio de 2014

EMPREGO INDUSTRIAL Maio de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL Maio de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO O mercado de trabalho catarinense não cresceu em maio. A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO

Leia mais

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações (1.069 postos).

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações (1.069 postos). JAN/2016 Sumário Executivo No mês de janeiro de 2016, o saldo de empregos em Santa Catarina aumentou em relação a dezembro (7.211 postos e variação de 0,4%). A indústria de transformação também teve desempenho

Leia mais

Emprego Industrial Setembro de 2014

Emprego Industrial Setembro de 2014 Emprego Industrial Setembro de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de setembro de 2014, o saldo do emprego voltou a crescer em Santa Catarina (7.033 postos e variação de 0,3% em relação ao estoque de agosto).

Leia mais

Emprego Industrial Agosto de 2014

Emprego Industrial Agosto de 2014 Emprego Industrial Agosto de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de agosto de 2014, o saldo de emprego em Santa Catarina voltou a crescer (6.599 postos e variação de 0,3% em relação ao estoque de julho). A indústria

Leia mais

Emprego Industrial Outubro de 2014

Emprego Industrial Outubro de 2014 Emprego Industrial Outubro de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de outubro de 2014, o saldo de empregos em Santa Catarina voltou a crescer (4.973 postos e variação de 0,2% em relação ao estoque de setembro).

Leia mais

Emprego Industrial Julho de 2014

Emprego Industrial Julho de 2014 Emprego Industrial Julho de 2014 SUMÁRIO EXECUTIVO No acumulado do ano (jan-jul), a indústria de transformação foi a atividade econômica que mais gerou empregos em Santa Catarina (25.147), de um total

Leia mais

Emprego Industrial Junho de 2015

Emprego Industrial Junho de 2015 Emprego Industrial Junho de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de junho de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de maio (-7.922 postos e variação de -0,4%). A indústria

Leia mais

Emprego Industrial Outubro de 2015

Emprego Industrial Outubro de 2015 Emprego Industrial Outubro de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de ubro de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de setembro (-4.475 postos e variação de -0,2%). A indústria

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Junho de 2014

EMPREGO INDUSTRIAL Junho de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL Junho de 2014 Emprego industrial FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO CATARINENSE fechou 1.344 postos de trabalho em junho,

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - ABRIL/2015

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - ABRIL/2015 Saldo (Admissão - Desligamentos) Saldo (Admissão - Desligamentos) GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS - ABRIL/215 1. Geração de Empregos no Brasil - Mercado de Trabalho volta a Demitir O Ministério do Trabalho

Leia mais

GERAÇÃO DE VAGAS ATINGIU MAIS DA METADE DOS SUBSETORES NO 1º TRIMESTRE

GERAÇÃO DE VAGAS ATINGIU MAIS DA METADE DOS SUBSETORES NO 1º TRIMESTRE GERAÇÃO DE VAGAS ATINGIU MAIS DA METADE DOS SUBSETORES NO 1º TRIMESTRE Apesar do saldo agregado negativo nos três primeiros meses do ano, 13 dos 25 subsetores de atividade geraram postos formais de trabalho.

Leia mais

Relatório Mensal: A Movimentação do Mercado de Trabalho Formal no Município de Diadema Outubro de 2008

Relatório Mensal: A Movimentação do Mercado de Trabalho Formal no Município de Diadema Outubro de 2008 OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA Relatório Mensal: A Movimentação do Mercado de Trabalho Formal no Município de Diadema Outubro de 2008 Termo de Contrato Nº. 226/2007 NOVEMBRO de 2008 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO FEVEREIRO DE Eego industrial FEVEREIRO DE 2013

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO FEVEREIRO DE Eego industrial FEVEREIRO DE 2013 EMPREGO INDUSTRIAL FEVEREIRO DE 2013 FEVEREIRO DE 2013 Eego industrial SUMÁRIO EXECUTIVO O número de assalariados com carteira assinada da indústria de transformação catarinense cresceu 1,50% em fevereiro

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO MAIO DE 2013 A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO.

EMPREGO INDUSTRIAL SUMÁRIO EXECUTIVO EMPREGO MAIO DE 2013 A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO. EMPREGO INDUSTRIAL MAIO DE 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA FOI O SETOR QUE MAIS CONTRATOU EM MAIO E NO ACUMULADO DO ANO. FORAM GERADAS 31.531 VAGAS ENTE JANEIRO E MAIO, correspondendo a um acréscimo

Leia mais

Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indústria Janeiro/2014

Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA. Indústria Janeiro/2014 EMPREGO INDUSTRIAL Janeiro de 2014 Emprego industrial 25 de Fevereiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO APRESENTOU O MELHOR DESEMPENHO

Leia mais

Na comparação com o mesmo mês, foi o menor saldo de empregos da indústria de transformação para fevereiro desde 2010.

Na comparação com o mesmo mês, foi o menor saldo de empregos da indústria de transformação para fevereiro desde 2010. Sumário Executivo FEV/2016 No mês de fevereiro de 2016, o saldo de empregos em Santa Catarina aumentou em relação a janeiro (4.793 postos e variação de 0,2%). A indústria de transformação também teve desempenho

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013

EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013 EMPREGO INDUSTRIAL Dezembro de 2013 Emprego industrial 28 de Janeiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO - no acumulado do ano, foi

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Março de 2014

EMPREGO INDUSTRIAL Março de 2014 EMPREGO INDUSTRIAL Março de 2014 Emprego industrial FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO APRESENTOU O MELHOR DESEMPENHO ENTRE OS SETORES DA

Leia mais

O setor de Serviços foi o maior gerador de empregos formais no mês de julho (1.372 postos), seguido da Construção Civil (564 postos).

O setor de Serviços foi o maior gerador de empregos formais no mês de julho (1.372 postos), seguido da Construção Civil (564 postos). EMPREGO INDUSTRIAL JULHO DE 2013 SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO CATARINENSE APRESENTOU DIMINUIÇÃO DO EMPREGO EM JULHO. O número de demissões foi maior que o de admissões resultando em um

Leia mais

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados EMPREGO FORMAL RA Central 2 o trimestre de 2014 Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), os empregos formais celetistas no Estado de São

Leia mais

Licença de Funcionamento de estabelecimentos Esclarecimentos e Vantagens da Lei /

Licença de Funcionamento de estabelecimentos Esclarecimentos e Vantagens da Lei / Licença de Funcionamento de estabelecimentos Esclarecimentos e Vantagens da Lei 15.855/16.09.2013 Esclarecimentos e Vantagens da Lei 15.855/16.09.2013 ITENS abordados nesta PALESTRA : 1 Leis que disciplinam

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego

Informativo Mensal de Emprego Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE Relatório Mensal: Movimentação do emprego formal em novembro de 2010 no Rio Grande do Norte Contrato de Prestação de Serviços Nº. 011/2010 - SETHAS/DIEESE

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE Relatório Mensal: Movimentação do emprego formal em agosto de 2010 no Rio Grande do Norte Contrato de Prestação de Serviços Nº. 011/2010 - SETHAS/DIEESE

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED. Nº 2, fevereiro de 2014 Mês de referência: janeiro de Florianópolis, SC

Informativo Mensal de Emprego CAGED. Nº 2, fevereiro de 2014 Mês de referência: janeiro de Florianópolis, SC SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego CAGED Nº 2, fevereiro

Leia mais

INFORMATIVO MENSAL DE EMPREGO CAGED

INFORMATIVO MENSAL DE EMPREGO CAGED SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SINE/SC SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO INFORMATIVO MENSAL DE EMPREGO CAGED Nº

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DA BAHIA

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DA BAHIA OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DA BAHIA Evolução Trimestral do Mercado de Trabalho Formal da Bahia Janeiro, fevereiro e março de 2012 Contrato de Prestação de Serviços Nº. 004/2011 SETRE-BA e DIEESE MAIO DE

Leia mais

MOVIMENTAÇÃO CONTRATUAL NO MERCADO DE TRABALHO. Serão apresentados os principais i i resultados do estudo realizado pelo DIEESE, no âmbito

MOVIMENTAÇÃO CONTRATUAL NO MERCADO DE TRABALHO. Serão apresentados os principais i i resultados do estudo realizado pelo DIEESE, no âmbito MOVIMENTAÇÃO CONTRATUAL NO MERCADO DE TRABALHO FORMAL E ROTATIVIDADE NO BRASIL. Serão apresentados os principais i i resultados do estudo realizado pelo DIEESE, no âmbito do projeto Desenvolvimento de

Leia mais

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações no ano (3.907 postos).

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações no ano (3.907 postos). Sumário Executivo MAR/2016 No mês de março de 2016, o saldo de empregos em Santa Catarina recuou em relação a fevereiro (-3.803 postos e variação de -0,2%). A indústria de transformação teve desempenho

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE. Relatório Mensal: Movimentação do emprego formal em setembro de 2010 no Rio Grande do Norte

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE. Relatório Mensal: Movimentação do emprego formal em setembro de 2010 no Rio Grande do Norte OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DO RIO GRANDE DO NORTE Relatório Mensal: Movimentação do emprego formal em setembro de 2010 no Rio Grande do Norte Contrato de Prestação de Serviços Nº. 011/2010 - SETHAS/DIEESE

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego nº 06/2014

Informativo Mensal de Emprego nº 06/2014 SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego nº 06/2014 Mês de

Leia mais

Em junho foram criados empregos formais em Santa Catarina

Em junho foram criados empregos formais em Santa Catarina Informativo Caged nº 07/2009 16/07/2009 Em junho foram criados 1.121 empregos formais em Santa Catarina No 1º semestre foram abertas 11,7 mil vagas e foi o pior resultado para o acumulado no primeiro semestre

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul 2017 1) Julho 2017: Fechamento de 541 postos de trabalho na indústria estadual. Resultado de 4.613 contratações e 5.154 demissões; Maiores

Leia mais

RECUPERAÇÃO DO EMPREGO JÁ ATINGIU MAIS DA METADE DAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO

RECUPERAÇÃO DO EMPREGO JÁ ATINGIU MAIS DA METADE DAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO RECUPERAÇÃO DO EMPREGO JÁ ATINGIU MAIS DA METADE DAS UNIDADES DA FEDERAÇÃO De janeiro a junho deste ano, quatorze estados passaram a criar vagas de trabalho ou registraram saldos maiores do que os do mesmo

Leia mais

ANEXO 1. Quantidade de vagas por Local de Exercício / Competência

ANEXO 1. Quantidade de vagas por Local de Exercício / Competência ANEXO 1 Quantidade de vagas por Local de Exercício / Competência Local de Exercício ARARANGUÁ BLUMENAU BRAÇO DO NORTE BRUSQUE CAÇADOR CAMPOS NOVOS CANOINHAS CHAPECÓ Competência Total de Vagas Vagas Deficientes

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul 2017 1) Setembro 2017: Fechamento de 185 postos de trabalho na indústria estadual. Resultado de 4.823 contratações e 5.008 demissões;

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul 2017 1) Outubro 2017: Fechamento de 584 postos de trabalho na indústria estadual. Resultado de 4.158 contratações e 4.742 demissões; Maiores

Leia mais

Emprego Industrial Novembro de 2015

Emprego Industrial Novembro de 2015 Emprego Industrial Novembro de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de novembro de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de ubro (-6.418 postos e variação de -0,3%). A indústria

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego nº05/2014

Informativo Mensal de Emprego nº05/2014 Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO DITE/SINE-SC SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE

Leia mais

RESUMO DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

RESUMO DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO Diário Oficial da União RESUMO DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO ATOS PUBLICADOS DE INTERESSE DO TRABALHADOR Destaque da semana Instrução Normativa 11, de 24 de março de 2009. Dispõe sobre o depósito, registro

Leia mais

EMPREGO INDUSTRIAL Novembro de 2013

EMPREGO INDUSTRIAL Novembro de 2013 EMPREGO INDUSTRIAL Novembro de 2013 Emprego industrial 02 de Janeiro de 2014 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA SUMÁRIO EXECUTIVO A INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO APRESENTOU O SEGUNDO MELHOR

Leia mais

7. ASSISTÊNCIA SOCIAL

7. ASSISTÊNCIA SOCIAL 7. ASSISTÊNCIA SOCIAL O Sistema Único de Assistência Social (SUAS) adota as seguintes categorias de atenção ao cidadão para as ações e serviços de assistência social (BRASIL, 2005): Proteção Social Básica

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul A indústria voltou a registrar saldo positivo na geração de empregos. Até o momento, em 2016, o saldo das contratações nas atividades

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego nº 02 de Elaboração: Jerônimo Luiz Duarte Maia, Economista. Estevão Becker, Sociológo.

Informativo Mensal de Emprego nº 02 de Elaboração: Jerônimo Luiz Duarte Maia, Economista. Estevão Becker, Sociológo. SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO DITE SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego nº 02 de 2016

Leia mais

EXPEDIENTE DIRETORIA. Boletim Informativo - Emprego em Guarulhos no 1 Semestre de 2016

EXPEDIENTE DIRETORIA. Boletim Informativo - Emprego em Guarulhos no 1 Semestre de 2016 Boletim Informativo - Emprego em Guarulhos no 1 Semestre de 2016 DIRETORIA PRESIDENTE Aarão Ruben de Oliveira EXPEDIENTE ANÁLISE E REDAÇÃO Dr. Devanildo Damião VICE-PRESIDENTE Jorge Alberto Taiar SECRETÁRIO

Leia mais

Características Conjunturais do Comércio Varejista de Araraquara: 3 O Poder polarizador ao Primeiro Emprego

Características Conjunturais do Comércio Varejista de Araraquara: 3 O Poder polarizador ao Primeiro Emprego Núcleo de Conjuntura e Estudos Econômicos Coordenador: Prof. Dr. Elton Eustáquio Casagrande Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara - UNESP FCL/UNESP/Araraquara Características Conjunturais do Comércio

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED

Informativo Mensal de Emprego CAGED Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul A indústria registrou mais um mês com saldo positivo na geração de empregos. Até o momento, em 2016, o saldo das contratações nas atividades

Leia mais

Ambiente Empresarial do Setor Industrial na Região Centro X Projetos do Sebrae Centro

Ambiente Empresarial do Setor Industrial na Região Centro X Projetos do Sebrae Centro Ambiente Empresarial do Setor Industrial na Região Centro X Projetos do Sebrae Centro Quantidade de MPEs por Regional - Dados da RFB Setor Campanha Centro Metropolitana Noroeste Norte Planalto Serra Sinos

Leia mais

QUADRO DE DISTÂNCIAS / TRANSPORTE CUSTOS 2015 Fonte dos KM Google Maps (Fevereiro/2015) OFICIAIS DE ARBITRAGEM E REPRESENTANTES DA FCB

QUADRO DE DISTÂNCIAS / TRANSPORTE CUSTOS 2015 Fonte dos KM Google Maps (Fevereiro/2015) OFICIAIS DE ARBITRAGEM E REPRESENTANTES DA FCB QUADRO DE DISTÂNCIAS / TRANSPORTE CUSTOS 2015 Fonte dos KM Google Maps (Fevereiro/2015) OFICIAIS DE ARBITRAGEM E REPRESENTANTES DA FCB Florianópolis Balneário Camboriú 80 3,20 50 95 Florianópolis Blumenau

Leia mais

Negociações salariais na região Oeste de Santa Catarina faz pressão salarial diminuir

Negociações salariais na região Oeste de Santa Catarina faz pressão salarial diminuir Publicação Mensal do Observa pelo Curso de Ciências Econômicas Unochapecó. V.02, Ano: 04 Negociações salariais na região Oeste de Santa Catarina faz pressão salarial diminuir O Observatório Socioeconômico

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE OSASCO. Análise do Mercado de Trabalho Formal em Osasco Dezembro de 2013

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE OSASCO. Análise do Mercado de Trabalho Formal em Osasco Dezembro de 2013 OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE OSASCO Análise do Mercado de Trabalho Formal em Osasco Dezembro de 2013 Termo de Contrato Nº. 074/2013 - Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI) da Prefeitura

Leia mais

ECONOMIA PARANAENSE Perfil Sócio-Econômico de Ponta Grossa

ECONOMIA PARANAENSE Perfil Sócio-Econômico de Ponta Grossa ECONOMIA PARANAENSE Perfil Sócio-Econômico de Ponta Grossa Emerson Martins Hilgemberg * Cleise Tupich Hilgemberg ** Alysson Stege *** André Toledo **** Thaís Silva ***** 1. Introdução O conhecimento e

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul Outubro registrou o oitavo mês consecutivo com redução de postos de trabalho na Indústria sul-matogrossense. No mês, o saldo negativo

Leia mais

Emprego com carteira no RN tem primeiro saldo positivo depois de nove meses

Emprego com carteira no RN tem primeiro saldo positivo depois de nove meses Emprego com carteira no RN tem primeiro saldo positivo depois de nove meses Depois de nove meses com saldo negativo, o mercado de trabalho formal do Rio Grande do Norte criou 453 vagas com carteira assinada

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul Dezembro 2016 A indústria estadual regularmente apresenta saldos negativos de contratação no último mês do ano. E esse comportamento se

Leia mais

GERENTE DE DES. ECONÔMICO SUSTENTÁVEL E AGRICULTURA GERENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO

GERENTE DE DES. ECONÔMICO SUSTENTÁVEL E AGRICULTURA GERENTE DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SDRs - cargos em aberto Ao todo, 266 serão eliminados Araranguá 25 cargos, 5 em aberto GERENTE DE DES. ECONÔMICO SUSTENTÁVEL E AGRICULTURA Blumenau 31 cargos 12 em aberto CONSULTOR JURÍDICO GERENTE DE

Leia mais

PAINEL DO MERCADO DE TRABALHO

PAINEL DO MERCADO DE TRABALHO PAINEL DO MERCADO DE TRABALHO JANEIRO DE 212 - CAGED Emprego Formal na Economia Emprego no mês de Janeiro 213 - Ocorreu um saldo positivo de 28.9 postos de emprego e no comparativo dos meses de janeiro,

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul O emprego formal na Indústria sul-mato-grossense encerrou mais um mês com redução liquida de postos de trabalho. Em abril, o conjunto

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA ANÁLISE DO SISTEMA AEROPORTUÁRIO PARANAENSE

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DE INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA ANÁLISE DO SISTEMA AEROPORTUÁRIO PARANAENSE ANÁLISE DO SISTEMA AEROPORTUÁRIO PARANAENSE HISTÓRICO Último plano aeroviário data de 1989; Seu horizonte de planejamento se esgotou em 2008; Em junho de 2012 foi tomada a iniciativa de elaboração interna

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego

Informativo Mensal de Emprego Informação e Análise do Mercado de Trabalho SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego CAGED. nº 10, outubro de 2012

Informativo Mensal de Emprego CAGED. nº 10, outubro de 2012 SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 10, outubro

Leia mais

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS

Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Características do Emprego Formal RAIS 2014 Principais Resultados: GOIÁS O número de empregos formais no estado alcançou 1,514 milhão em dezembro de 2014, representando

Leia mais

Empresas da Mesorregião Oeste de Santa Catarina demonstram estar cautelosas no momento de contratar novos funcionários neste final de ano

Empresas da Mesorregião Oeste de Santa Catarina demonstram estar cautelosas no momento de contratar novos funcionários neste final de ano Publicação Mensal do Observa pelo Curso de Ciências Econômicas Unochapecó. V.12, Ano: 03 Empresas da Mesorregião Oeste de Santa Catarina demonstram estar cautelosas no momento de contratar novos funcionários

Leia mais

Evolução do Mercado Formal de Trabalho Fluminense em 2009

Evolução do Mercado Formal de Trabalho Fluminense em 2009 Nº 02 Os dados de mercado de trabalho no Brasil registraram dois momentos distintos: no primeiro semestre os fortes impactos da crise iniciada em 2008, e no segundo a recuperação econômica e recontratação

Leia mais

Acompanhamento das negociações coletivas de trabalho e evolução do emprego formal no estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 26 de setembro de 2016

Acompanhamento das negociações coletivas de trabalho e evolução do emprego formal no estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 26 de setembro de 2016 1 Acompanhamento das negociações coletivas de trabalho e evolução do emprego formal no estado do Rio Grande do Sul Porto Alegre, 26 de setembro de 2016 2 1 SUMÁRIO 2 Panorama das Negociações... 3 3 Evolução

Leia mais

Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense 3 Trimestre de 2010

Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense 3 Trimestre de 2010 nº 14 Novembro. 2010 Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense 3 Trimestre de 2010 O ano de 2010 vem se apresentando como o melhor da história em termos de geração de emprego. Segundo os

Leia mais

Santa Catarina gera novos empregos formais em setembro

Santa Catarina gera novos empregos formais em setembro 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 SINE/SC - SISTEMA NACIONAL DE EMPREGO Informativo Caged nº 10/2011 18/10/2011 Santa Catarina gera 10.297 novos empregos formais

Leia mais

Queda expressiva no saldo de vagas no mercado de trabalho da Mesorregião Oeste em julho de 2015

Queda expressiva no saldo de vagas no mercado de trabalho da Mesorregião Oeste em julho de 2015 Publicação Mensal do Observa pelo Curso de Ciências Econômicas Unochapecó. V.07, Ano: 03 Queda expressiva no saldo de vagas no mercado de trabalho da Mesorregião Oeste em julho de 2015 Dada a importância

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE PORTO ALEGRE Análise do Mercado de Trabalho Formal em Porto Alegre Janeiro de 2013 Termo de Contrato Nº. 48918/2012 - Secretaria Municipal de Trabalho e Emprego (SMTE) Secretaria

Leia mais

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002

SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Informação e Análise do Mercado de Trabalho Informativo Mensal de Emprego CAGED nº 07/2012 1 23/07/2012 SANTA CATARINA REGISTRA O SEGUNDO MENOR SALDO DE EMPREGOS PARA O MÊS DE JUNHO DESDE 2002 Os dados

Leia mais

Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense

Acompanhamento do Mercado Formal de Trabalho Fluminense nº 03 Acompanhamento do 2010 entrou para a história como o primeiro ano em que o mercado de trabaho brasileiro conseguiu ultrapassar a marca dos dois milhões de empregos formais. Segundo dados do CAGED

Leia mais

Emprego Industrial Abril de 2015

Emprego Industrial Abril de 2015 Emprego Industrial Abril de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de abril de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de março (-4.209 postos e variação de -0,2%). A indústria

Leia mais

ACAFE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DAS FUNDAÇÕES EDUCACIONAIS VESTIBULAR DE INVERNO 2017

ACAFE - ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DAS FUNDAÇÕES EDUCACIONAIS VESTIBULAR DE INVERNO 2017 FURB - UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU FURB - Blumenau - Campus I ADMINISTRAÇÃO - MATUTINO 27 4 0,15 ADMINISTRAÇÃO - NOTURNO 30 20 0,67 ARQUITETURA E URBANISMO - MATUTINO 30 48 1,60 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Leia mais

Geração de Empregos Celetistas no Ceará - 1º Semestre de 2014

Geração de Empregos Celetistas no Ceará - 1º Semestre de 2014 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS DE PORTO ALEGRE

INDICADORES ECONÔMICOS DE PORTO ALEGRE INDICADORES ECONÔMICOS DE PORTO ALEGRE Abril 2013 A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por meio da Assessoria de Planejamento e Programação do Gabinete da Secretaria Municipal da Produção, Indústria

Leia mais

1 SUMÁRIO. Porto Alegre, 27 de julho de Panorama das Negociações Detalhamentos Evolução do emprego... 5

1 SUMÁRIO. Porto Alegre, 27 de julho de Panorama das Negociações Detalhamentos Evolução do emprego... 5 1 Acompanhamento das negociações coletivas de trabalho e evolução do emprego formal no estado do Rio Grande do Sul Porto Alegre, 27 de julho de 2017 1 SUMÁRIO 2 Panorama das Negociações... 2 2.1 Detalhamentos...

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO PRODUTIVA E DETERMINAÇÃO DAS AÇÕES DE QUALIFICAÇÃO SOCIAL E PROFISSIONAL PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA - PLANTEQ 2006

CARACTERIZAÇÃO PRODUTIVA E DETERMINAÇÃO DAS AÇÕES DE QUALIFICAÇÃO SOCIAL E PROFISSIONAL PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA - PLANTEQ 2006 CARACTERIZAÇÃO PRODUTIVA E DETERMINAÇÃO DAS AÇÕES DE QUALIFICAÇÃO SOCIAL E PROFISSIONAL PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA - PLANTEQ 2006 Florianópolis, junho de 2006. Contratante: SINE Contratada: Fundação

Leia mais

SANTA CATARINA REGISTRA RECORDE NA CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS DE EMPREGO CELETISTAS PARA O MÊS DE MARÇO

SANTA CATARINA REGISTRA RECORDE NA CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS DE EMPREGO CELETISTAS PARA O MÊS DE MARÇO Informativo Caged nº 04/2012 16/04/2012 SANTA CATARINA REGISTRA RECORDE NA CRIAÇÃO DE NOVAS VAGAS DE EMPREGO CELETISTAS PARA O MÊS DE MARÇO Com a geração de quase dez mil vagas neste mês, o Estado obtém

Leia mais

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul

Emprego Industrial em Mato Grosso do Sul Comportamento do emprego formal na Indústria em Mato Grosso do Sul Julho registrou o quinto mês consecutivo com redução de postos de trabalho na Indústria sul-matogrossense. No mês, o saldo negativo para

Leia mais

DEMANDA PRELIMINAR PORTAL VESTIBULAR 2017/2

DEMANDA PRELIMINAR PORTAL VESTIBULAR 2017/2 FURB Blumenau Campus I UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU ADMINISTRAÇÃO MATUTINO 27 4 0,15 ADMINISTRAÇÃO NOTURNO 30 19 0,63 ARQUITETURA E URBANISMO MATUTINO 30 48 1,60 CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO NOTURNO 24 26

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 903.386 10,63% 56,24% População

Leia mais

PREND Programa de Recebimento de Efluentes Não Domésticos

PREND Programa de Recebimento de Efluentes Não Domésticos SEUS ESGOTOS TRATADOS POR QUEM MAIS ENTENDE DO ASSUNTO Uma das grandes preocupações das empresas hoje em dia é o tratamento e a destinação de seus esgotos. A Sabesp está preparada para receber e tratar

Leia mais

Destaque para aumento salarial das admissões em janeiro de 2015 no município de Chapecó

Destaque para aumento salarial das admissões em janeiro de 2015 no município de Chapecó Publicação Mensal do Observa pelo Curso de Ciências Econômicas Unochapecó. V.01, Ano: 03 Destaque para aumento salarial das admissões em janeiro de 2015 no município de Chapecó Dada a importância de avaliar

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SANTA CATARINA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SANTA CATARINA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SANTA CATARINA INVESTIMENTO - APLIÇÕES DIRETAS 9.797.00 10,21% 60,66% 4.854.00 24,78% 71,85% 1.000.00 5.943.00 1.202.868,27 3.487.361,75 OUTRAS DESPESAS CORRENTES 119.541.00

Leia mais

NÚMERO IMPRENSA OFICIAL DE SC

NÚMERO IMPRENSA OFICIAL DE SC Assinado de forma digital por FUNDO DE MATERIAIS PUBLICACOES E IMPRESSOS OFICIA:14284430000197 DN: c=br, o=icp-brasil, st=sc, l=florianopolis, ou=secretaria da Receita Federal do Brasil - RFB, ou=rfb e-

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DA BAHIA

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DA BAHIA OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DA BAHIA Evolução Trimestral sobre o Mercado de Trabalho Formal da Bahia julho, agosto e setembro de 2011 Convênio Nº. 004/2011 SETRE-BA e DIEESE DEZEMBRO DE 2011 EXPEDIENTE DA

Leia mais