Rua Benedito Freire da Paz, 197 Boa Esperança Santa Luzia/MG. Telefone:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Rua Benedito Freire da Paz, 197 Boa Esperança Santa Luzia/MG. Telefone: 3641-4518 www.senai-mg.org.br"

Transcrição

1 Segurança na Operação de Empilhadeira Operam empilhadeiras e as demais atividades relativas ao manuseio e transporte de cargas observando os requisitos da norma regulamentadora 11 e as das demais normas de saúde e segurança do trabalho. Soldagem Multiprocessos Soldam materiais por meio de multiprocessos (ELETRODOR REVESTIDO/ MIG/MAG / TIG) em Aço Carbono e Alumínio, atendendo à regulamentação da documentação técnica de fabricação, com segurança, produtividade, qualidade e consciência ambiental.

2 Soldagem Eletrodo Revestido em Aço Carbono e Baixa Liga Soldam materiais por meio do processo SOLDAGEM ELETRODO REVESTIDO (SMAW) em Aço Carbono e Alumínio, atendendo à regulamentação da documentação técnica de fabricação, com segurança, produtividade, qualidade e consciência ambiental. Soldagem MIG MAG Soldam materiais por meio do processo SOLDAGEM MIG/MAG (GMAW) em Aço Carbono e Alumínio, atendendo à regulamentação da documentação técnica de fabricação, com segurança, produtividade, qualidade e consciência ambiental. Programação e Operação de Torno CNC Usinam peças de metais ferrosos e não-ferrosos, resinas e plásticos em máquinas CNC. Preparam e ajustam máquinas de usinagem CNC. Ajustam ferramentas, realizam testes e controle de ferramental. Documentam atividades tais como preenchimento de fichas de

3 controle de produção, resultados do controle estatístico do processo, referências das peças, atualização dos leiautes de ferramentas e ocorrências de manutenção das máquinas. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e preservação ambiental. Podem programar máquinas de usinagem CNC. Metrologia Básica Realizam o controle dimensional e geométrico em máquinas, equipamentos e conjuntos mecânicos. Compreendem o princípio de funcionamento e o processo de seleção dos instrumentos de medição da Metalmecânica. Realizam medições com régua graduada, paquímetro, micrometro, relógio comparador, durômetro, projetor de perfil.

4 Leitura e Interpretação de Desenho Técnico Mecânico Leem e interpretam desenhos mecânicos. Elaboram croquis e representam os elementos mecânicos em perspectiva isométrica. Manuseiam instrumentos de desenho. Representam vistas ortogonais, em corte e em escalas. Aplicam normas técnicas relativas ao desenho técnico mecânico. Pneumática Básica Entendem, interpretam e propõem alternativas em circuitos pneumáticos, utilizando métodos de confecção de circuitos, como: método intuitivo, passo a passo e cascata. Compreendem o funcionamento e selecionam os componentes pneumáticos aplicados no comando de máquinas, equipamentos, e dispositivos industriais.

5 Hidráulica Básica Entendem, interpretam e propõem alternativas em circuitos hidráulicos, utilizando métodos de confecção de circuitos, como: método intuitivo, passo a passo e cascata. Compreendem o funcionamento e selecionam os componentes hidráulicos aplicados no comando de máquinas, equipamentos, e dispositivos industriais. Desenho Assistido por Computador CAD Operam aplicações de desenho assistido por computador, de acordo com especificações técnicas e características específicas do desenho assistido por computador. Verificaram a conformidade de cotas, legendas e outros elementos dos desenhos, de acordo com as especificações recebidas e efetuando eventuais retificações.

6 Excel Básico Elaboram planilhas eletrônicas com auxílio do software Microsoft Excel Liderança Desenvolvem as competências relacionadas à liderança, contribuem com o desempenho e o desenvolvimento das equipes de trabalho em busca de resultados significativos para as organizações. Controle Estatístico de Processos CEP Determinam a capacidade dos processos produtivos e verificam a capacidade dos mesmos de atenderem aos requisitos de qualidade. Analisam as etapas do processo e dão suporte nas ações de melhoria contínua e nas aplicações das ferramentas de qualidade no ambiente de trabalho. Coletam dados, calculam e constroem cartas de controle para a identificação de problemas e oferecem suporte para as técnicas de análise e obtenção de soluções.

7 Gestão da Qualidade Aplicam os conceitos básicos da Gestão de Qualidade por meio das ferramentas de qualidade dando suporte para a implementação das ações dos sistemas de gestão da qualidade. Atuam na análise e na melhoria do processo e do produto. Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA Desenvolvem ações de prevenção a acidentes de trabalho na empresa atendendo os requisitos da NR-5, aprovada pela Portaria nº 3.214/78.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão.

Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de precisão. CatÁlogo de cursos Eixo tecnológico - Controle e Processos Industriais Ajustador Mecânico Ajustar, reparar e instalar peças e equipamentos em conjuntos mecânicos e dispositivos de usinagem e controle de

Leia mais

DESCRITIVO TÉCNICO. Data de Aprovação:18/12/2003 Data de Revisão: Dezembro 2005

DESCRITIVO TÉCNICO. Data de Aprovação:18/12/2003 Data de Revisão: Dezembro 2005 OCUPAÇÃO 0 5 DESCRITIVO TÉCNICO MECÂNICO - CAD DESENHO Data de Aprovação:18/12/2003 Data de Revisão: Dezembro 2005 A Comissão de Diretores do SENAI Coordenadora das Olimpíadas do Conhecimento determina,

Leia mais

DEMANDAS ABIMAQ CURSOS PRONATEC - DEMANDAS SETOR BENS DE CAPITAL - ÁREAS DE INTERESSE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA - PRONATEC - FIC

DEMANDAS ABIMAQ CURSOS PRONATEC - DEMANDAS SETOR BENS DE CAPITAL - ÁREAS DE INTERESSE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA - PRONATEC - FIC DEMANDAS ABIMAQ CURSOS PRONATEC - DEMANDAS SETOR BENS DE CAPITAL - ÁREAS DE INTERESSE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA - PRONATEC - FIC GUIA PRONATEC AJUSTADOR MECÂNICO DESENHISTA MECÂNICO MECÂNICO DE

Leia mais

CM ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA PLANO DE CURSO

CM ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA PLANO DE CURSO CM ENCARREGADO DE MONTAGEM MECÂNICA PLANO DE CURSO Perfil Profissional Competência Geral obra. Coordenar as montagens mecânicas de acordo com o planejamento da Competência de Gestão Identificar e interpretar

Leia mais

Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação

Política de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Missão Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria brasileira. Políticas de Gestão do

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral.

Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Ementas: Cálculo Diferencial e Integral 80hrs Funções de uma variável e seus gráficos; Limites e continuidade; Derivada; Diferencial; Integral. Desenho Mecânico 80hrs Normalização; Projeções; Perspectivas;

Leia mais

Av. Cândido de Abreu, 200 Centro Cívico CEP 80530-902 41 3271-9000 Curitiba - Paraná www.pr.senai..br. Metalmecânica

Av. Cândido de Abreu, 200 Centro Cívico CEP 80530-902 41 3271-9000 Curitiba - Paraná www.pr.senai..br. Metalmecânica Metalmecânica SENAI - ARAUCÁRIA Aperfeiçoamento em Metrologia Aperfeiçoamento em Processos de Soldagem Aperfeiçoamento em Soldagem de Tubulação Aprimoramento em Mecânica de Montagem Industrial Capacitação

Leia mais

Formado pelas empresas:

Formado pelas empresas: Em 1 de agosto de 1998 iniciamos nossas atividades em Araucária com máquinas e instalações de pequeno porte. Hoje a Trieng conta com equipamentos de alta tecnologia, mão-de-obra especializada no intuito

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS CURSOS DO PROGRAMA DE PREPARAÇÃO PARA O MERCADO DE TRABALHO AJUDANTE DE OBRAS

DESCRIÇÃO DOS CURSOS DO PROGRAMA DE PREPARAÇÃO PARA O MERCADO DE TRABALHO AJUDANTE DE OBRAS DESCRIÇÃO DOS CURSOS DO PROGRAMA DE PREPARAÇÃO PARA O MERCADO DE TRABALHO AJUDANTE DE OBRAS Desenvolver competências nos trabalhadores para executarem tarefas relativas ao profissional Auxiliar de Obras.

Leia mais

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI. Robson Braga de Andrade. Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Robson Braga de Andrade Presidente DIRETORIA DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA DIRET Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti Diretor de Educação e Tecnologia SERVIÇO NACIONAL

Leia mais

Programação de Cursos de Formação Inicial e Continuada

Programação de Cursos de Formação Inicial e Continuada ESCOLA SENAI DE MAUÁ Programação de Cursos de Formação Inicial e Continuada S NA ÁREA DE AUTOMAÇÃO Eletropneumática 40 27/04/2016 19/05/2016 15h 18h X X X X X Eletropneumática 40 04/07/2016 27/07/2016

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores (Resolução CNE/CEB 5154/04) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalmecânica

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementas Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

A EMPRESA. 02 rev. A USINAGEM MECÂNICA. Vista geral do galpão principal. Ferramentaria e afiação próprias. Linha de tornos CNC

A EMPRESA. 02 rev. A USINAGEM MECÂNICA. Vista geral do galpão principal. Ferramentaria e afiação próprias. Linha de tornos CNC A EMPRESA Linha de tornos CNC Linha de centros de usinagem Controle final e Expedição Linha de segundas operações Ambiente de trabalho agradável Vista geral do galpão principal Ferramentaria e afiação

Leia mais

Área 521 Metalurgia e Metalomecânica CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL. Serralheiro(a) Mecânico(a) Júnior de Cunhos e Cortantes

Área 521 Metalurgia e Metalomecânica CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL. Serralheiro(a) Mecânico(a) Júnior de Cunhos e Cortantes Área 521 Metalurgia e Metalomecânica CURSO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL DE Serralheiro(a) Mecânico(a) Júnior de Cunhos e Cortantes GUIA DE CURSO 1/6 Curso Serralheiro(a) Mecânico(a) Júnior de Cunhos e

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna

Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna Faculdade de Tecnologia SENAI Ítalo Bologna 1. INFRA-ESTRUTURA Salas de Aulas A FATEC IB possui 22 salas de aulas climatizadas, sendo 10 com capacidade para acomodar, confortavelmente de 50 (cinqüenta)

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º MED

EMENTAS DAS DISCIPLINAS 1º MED 1º MED DESENHO TÉCNICO MECÂNICO I Especificação de elementos que compõem projetos; técnicas de desenho técnico e de representação gráfica correlacionadas com seus fundamentos matemáticos e geométricos;

Leia mais

ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES.

ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. ETEC BENTO QUIRINO - CAMPINAS PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. AVISO Nº 043/03/12 DE 10/05/2012. PROCESSO Nº 03828/2012. AVISO DE DEFERIMENTO

Leia mais

OPERADOR DE EMPILHADEIRA

OPERADOR DE EMPILHADEIRA CIDADE: JANDIRA-SP 29/10/2011 10/12/2011 30 horas 7 sábados 03 teóricos e 04 práticos Proporcionar conhecimentos teóricos e práticos a todos aqueles que pretendam trabalhar com empilhadeiras. Empresas

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 07 Solda A soldagem é um tema muito extenso. Basicamente a soldagem é a união de materiais, mas existem inúmeros processos totalmente diferentes

Leia mais

Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca

Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca Lista de cargos e funções disponíveis no Consórcio Ipojuca 1. INSPETOR CONTROLE DE QUALIDADE- Atuar com inspeção de processos / final, ensaios de rotina, controle de qualidade e verificação de falhas na

Leia mais

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h

ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior. Carga horária: 40h ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Manutenção Industrial Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração

Leia mais

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso

TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso I MÓDULO I TÉCNICO EM ELETROMECÂNICA Objetivo do Curso Habilitar e qualificar profissionais para desenvolver atividades de projeto, especificação, instalação, montagem e manutenção de sistemas eletromecânicos

Leia mais

Empresa certificada ISO 9001:2000

Empresa certificada ISO 9001:2000 Empresa certificada ISO 9001:2000 Maemfe é uma empresa brasileira, localizada na cidade do Rio de Janeiro, com 22 anos de existência, líder no fornecimento de uma vasta gama de serviços e produtos para

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico de Técnico

Leia mais

Informativo de Cursos 2011 Escolas SENAI Santos Cubatão Bertioga

Informativo de Cursos 2011 Escolas SENAI Santos Cubatão Bertioga Informativo de s 2011 Escolas SENAI Automação Automobilística Construção Civil e Restauração Eletroeletrônica Logística Madeira e Mobiliário Manutenção Mecânica Metalmecânica Metalurgia Refrigeração e

Leia mais

CURSOS TÉCNICOS 1º SEMESTRE/2013

CURSOS TÉCNICOS 1º SEMESTRE/2013 CURSOS TÉCNICOS 1º SEMESTRE/2013 NOVEMBRO/2012 1) CURSOS OFERTADOS: Automação Industrial Eletrônica Eletrotécnica* Informática Informática para Internet* Mecânica* Química* Segurança do Trabalho* * Cursos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Plano de Trabalho Docente - 2015 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente - 2015 ETEC Monsenhor Antônio Magliano Código: 088 Município: Garça Área Profissional: Indústria Habilitação Profissional: Ensino

Leia mais

Missão do Grupo Direcionar esforços para promoção da saúde, qualidade de vida e bem-estar, disponibilizando ao mercado um portfólio abrangente de soluções, produtos e serviços, desenvolvidos, fabricados

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UNED PARANAGUÁ Ensino Médio Subsequente PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA ENSINO MÉDIO SUBSEQUENTE 2009 SUMÁRIO 1. JUSTIFICATICA... 3 2. OBJETIVO... 3 3. REQUISITOS

Leia mais

versão com máscara disponível Apresentação do Sistema

versão com máscara disponível Apresentação do Sistema versão com máscara disponível Apresentação do Sistema Treinamento e simulação de soldagem em um ambiente virtual. Agilize seus processos de capacitação de soldadores com esta nova ferramenta. O SOLVI é

Leia mais

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas

DISCIPLINA: Gestão de Pessoas ASSOSSIAÇÃO EDUCACIONAL E TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA Ementa Tecnólogo em Fabricação Mecânica Departamento de Ensino Superior DISCIPLINA: Metodologia da Pesquisa Científica Técnicas para elaboração de

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

Cursos de Formação Inicial e Continuada

Cursos de Formação Inicial e Continuada Programação 2º semestre de 2012 Cursos de Formação Inicial e Continuada Áreas Tecnológicas: Automação Automotiva Educação Eletroeletrônica Gestão Logística Metalmecânica Metalurgia Plástico Segurança do

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 11741/08 e Lei nº 11.741/08) PLANO DE CURSO Área: Manutenção Mecânica Qualificação:

Leia mais

ESCOLA SENAI LUIZ VARGA LIMEIRA - SP

ESCOLA SENAI LUIZ VARGA LIMEIRA - SP ESCOLA SENAI LUIZ VARGA LIMEIRA - SP Cursos de Formação Inicial Continuada Treinamento Sob Medida para Empresas Cursos Técnicos Cursos de Aprendizagem Industrial Serviços Técnicos e Tecnológicos Programa

Leia mais

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física

LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO. 1. Descrição Física LABORATÓRIO DE FUNDIÇÃO 1. Descrição Física O espaço físico deste laboratório deve ser de 100 m 2, com piso em cimento queimado e uma área de aproximadamente 3 m 2 em terra batida para vazamento de metal,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO - CAMPUS SÃO LUIS - MONTE CASTELO PRÓ-REITORIA DE ENSINO Matrizes Curriculares Matriz 842 - Engenharia Mecânica Industrial (2002/1) Curso EM - Engenharia Mecânica Industrial Nível Periodicidade Regime Situação Superior Período Não-seriado Matriz em Vigor Per. Letivo Inicial 2002/1

Leia mais

#COMPARTILHE. www.ro.senai.br CURSOS SENAI2015 BONIFÁCIO ALMODÓVAR

#COMPARTILHE. www.ro.senai.br CURSOS SENAI2015 BONIFÁCIO ALMODÓVAR #COMPARTILHE www.ro.senai.br S SENAI2015 BONIFÁCIO ALMODÓVAR MATRÍCULAS ABERTAS INSCREVA-SE Seja bem SENAI 2015 vindo CONHEÇA OS LANÇAMENTOS QUE VÃO TRANSFORMAR A SUA CARREIRA E O SEU NEGÓCIO #COMPARTILHE

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica : Metalurgia

Leia mais

Indústria Mecânica Ltda.

Indústria Mecânica Ltda. Indústria Mecânica Ltda. Sumário Histórico Organograma da Empresa Sistema de Gestão da Qualidade Processos Parque Industrial Clientes / Produtos HISTÓRICO Histórico A MZT iniciou suas atividades em Março

Leia mais

Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO

Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO Administração Central Unidade do Ensino Médio e Técnico GFAC Grupo de Formulação e Análises Curriculares Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS CAPÍTULO 3 PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO MÓDULO

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores (Resolução CNE/CEB 5154/04) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalmecânica

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: INDÚSTRIA Aprendizagem Industrial: Mecânico de Usinagem SÃO PAULO Julho - 2005 Plano de

Leia mais

PROJETO DE OPERAÇÕES DE USINAGEM

PROJETO DE OPERAÇÕES DE USINAGEM Tarefas Envolvidas no Projeto de Operações de Usinagem: Planejamento do roteamento operações para fabricar uma peça ordem lógica Instruções suficientemente detalhadas para execução da usinagem? Projeto

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico:

Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico: Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial 4.1-Histórico: O Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial da Faculdade Sul Fluminense FASF, tendo como Entidade Mantenedora o Instituto

Leia mais

Olhal soldável VLBS Elevação e amarração de cargas Cumpre as diretrizes de maquinaria 2006/42/EG C F T D E T I Articulação 180 G B A H Descrição Carga de trab. (t) Dimensões (mm) Solda Peso O VLBS forjado

Leia mais

DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES

DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NOME: FELIPE VESCOVI ORIENTADOR: FABIO REDIN DO NASCIMENTO CARAZINHO, DEZEMBRO DE 2011. DESENHO TÉCNICO E SUAS APLICAÇÕES PALAVRA CHAVES:

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE INFRAESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE INFRAESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ROBERTO MANGE INFRAESTRUTURA DOS LABORATÓRIOS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL 1. INFRAESTRURA DA FACULDADE DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL A Faculdade

Leia mais

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR

SENAI - CE Centro de Educação e Tecnologia Alexandre Figueira Rodrigues - CET AFR Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0007-61 SEI - Centro de

Leia mais

ANEXO II - QUADRO DE CAPTURA DE DEMANDA - PRONATEC-PBM DESCRIÇÃO DO CURSO TIPO DE CURSO

ANEXO II - QUADRO DE CAPTURA DE DEMANDA - PRONATEC-PBM DESCRIÇÃO DO CURSO TIPO DE CURSO ANEXO II - QUADRO DE CAPTURA DE DEMANDA - PRONATEC-PBM Guia Pronatec de Cursos FIC: http://pronatec.mec.gov.br/fic Catálogo Nacional de Cursos Técnicos: http://pronatec.mec.gov.br/cnct (FIC ou Técnico)

Leia mais

Rafael da Conceição Santana

Rafael da Conceição Santana Rafael da Conceição Santana Rua Xavantes, 23 (11) 4376-2011 / ( (11) 99501-4586 Brasileiro rafael- 29 anos Bairro: Bussocaba james@ig.com.br 06056-440 Osasco SP Solteiro Formação: Universidade Bandeirante

Leia mais

Ementas Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Bases Tecnológicas: Carga Horária: Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade:

Ementas Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Bases Tecnológicas: Carga Horária: Disciplina: Ementa: Competência: Habilidade: Ementas Disciplina: Metodologia da Pesquisa Cientifica Ementa: Conhecimento, Ciência, Pesquisa e tipos de pesquisa, Métodos e técnicas para a elaboração e apresentação de trabalho científico. Competência:

Leia mais

Abreu e Filhos Mecânica Industrial LTDA www.abreuefilhos.com.br

Abreu e Filhos Mecânica Industrial LTDA www.abreuefilhos.com.br APRESENTAÇÃO A ABREU E FILHOS MECÂNICA INDUSTRIAL, com 10 anos de experiência é uma empresa que atua no mercado de Mecânica Industrial em Geral, usinagem, fabricação, reforma de peças, conjuntos mecânicos

Leia mais

PLANEJAMENTO DO PROCESSO ASSISTIDO POR COMPUTADOR - CAPP

PLANEJAMENTO DO PROCESSO ASSISTIDO POR COMPUTADOR - CAPP PLANEJAMENTO DO PROCESSO ASSISTIDO POR COMPUTADOR - CAPP Prof. João Carlos Espíndola Ferreira, Ph.D. www.grima.ufsc.br/jcarlos/ jcarlos@emc.ufsc.br Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação Curso de Engenharia de Produção Processos de Fabricação Soldagem MIG/MAG MIG e MAG indicam processos de soldagem por fusão que utilizam o calor de um arco elétrico formado entre um eletrodo metálico consumível

Leia mais

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Parte 1 (solicitante)

Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Formulário de Aprovação de Curso e Autorização da Oferta PROJETO

Leia mais

SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO MECÂNICA (Belém/PA) Ensino Superior Completo em Engenharia Mecânica, Produção e/ou Gestão de produção.

SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO MECÂNICA (Belém/PA) Ensino Superior Completo em Engenharia Mecânica, Produção e/ou Gestão de produção. SUPERVISOR DE MANUTENÇÃO MECÂNICA Ensino Superior Completo em Engenharia Mecânica, Produção e/ou Gestão de produção. Conhecimentos técnicos em CIP, automação, bombas, motores e equipamentos de produção.

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. (Antigo Curso de Instrumentação Controle de Processos) SELEÇÃO 2010.2

CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL. (Antigo Curso de Instrumentação Controle de Processos) SELEÇÃO 2010.2 CURSO TÉCNICO EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL (Antigo Curso de Instrumentação Controle de Processos) SELEÇÃO 2010.2 OBJETIVO Participar de atividades de planejamento, supervisão e execução de projetos específicos

Leia mais

Caderno de Encargos de Ferramental

Caderno de Encargos de Ferramental Caderno de Encargos de Ferramental TEV-MM-TLL 09.2009 Página 1 de 11 Índice 1. Objetivo 3 2. Procedimento 3 3. Escopo 3 4. Condições 4 5. Custos 4 6. Protótipo da ferramenta 4 7. Construção da ferramenta

Leia mais

PROGRAMA TRAINEE DOCENTE SENAI RS 2012 1- OBJETIVOS

PROGRAMA TRAINEE DOCENTE SENAI RS 2012 1- OBJETIVOS PROGRAMA TRAINEE DOCENTE SENAI RS 2012 1- OBJETIVOS 1.1- Objetivo Geral Incrementar qualitativamente a Educação Profissional do SENAI, por meio da preparação didática - pedagógica dos trainees docentes,

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área Tecnológica: Metalurgia

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: INDÚSTRIA Aprendizagem Industrial: Mecânico de Instalações Industriais SÃO PAULO janeiro

Leia mais

Carlos Roberto Mendes de Oliveira

Carlos Roberto Mendes de Oliveira Carlos Roberto Mendes de Oliveira DADOS PESSOAIS Nacionalidade: Brasileiro; Naturalidade: Santo Antonio do Paraíso PR Estado Civil: Casado Idade: 37 Filhos: 1 Possuo veículo próprio CNH: AB EXPERIÊNCIA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 161, DE 24 DE JULHO DE 2014 O DIRETOR GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS (CEFET-MG), no uso de suas atribuições legais e nos termos da Portaria nº 344, de 26 de setembro

Leia mais

II Competências, Habilidades e Bases Tecnológicas do Componente Curricular Componente Curricular: Processo de Fabricação III Módulo: III

II Competências, Habilidades e Bases Tecnológicas do Componente Curricular Componente Curricular: Processo de Fabricação III Módulo: III Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Controle de Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

Alinhamento geométrico e nivelamento de máquinas e equipamentos

Alinhamento geométrico e nivelamento de máquinas e equipamentos A U A UL LA Alinhamento geométrico e nivelamento de máquinas e equipamentos A indústria mecânica Kybrobó S.A. adquiriu três máquinas-ferramenta para ampliar seu setor de produção: um torno CNC, uma fresadora

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOÓGICA DE PELOTAS CNPJ 88288105000139 Nome da Unidade Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas Nome de Fantasia CEFET-RS Esfera Administrativa Federal Endereço Praça

Leia mais

ENVIE SEU CURRÍCULO NO E-MAIL: USARH@USARH.COM.BR CONTRATA:

ENVIE SEU CURRÍCULO NO E-MAIL: USARH@USARH.COM.BR CONTRATA: Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2015 ENVIE SEU CURRÍCULO NO E-MAIL: USARH@USARH.COM.BR CONTRATA: ALMOXARIFE PARA ATUAR COM ATENDIMENTO AO BALCÃO (LOJA E OFICINA), SEPARAÇÃO, EMBALAGEM, EMISSÃO DE N.FISCAIS,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO: Técnico de Instalações Elétricas DISCIPLINA: Práticas Oficinais N.º TOTAL DE MÓDULOS: 5 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 N.º 1 18 Higiene e Segurança no Trabalho Organização

Leia mais

Soluções de Tecnologia da Informação

Soluções de Tecnologia da Informação Soluções de Tecnologia da Informação Peças técnicas e ferramentaria Razão Social: PLASTITECO IND. E COM. DE PLÁSTICOS LTDA. Endereço: Rua Munhoz, 271 (ANTIGO 300) Bairro: Cidade Industrial Satélite de

Leia mais

INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS

INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS INTERRUPTORES E SENSORES AUTOMOTIVOS Fundada em 1970, a 3RHO Interruptores Automotivos tem como principal objetivo, atender o mercado de reposição (Aftermarket), oferecendo aos seus clientes produtos com

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Primeiro Semestre (Manhã) Carga Horária Total: 450 Horas. Segundo Semestre (Manhã)

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Primeiro Semestre (Manhã) Carga Horária Total: 450 Horas. Segundo Semestre (Manhã) MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Primeiro Semestre (Manhã) Cálculo I 90 h Básico - Experimental I 90 h Básico - Geometria Analítica 36 h Básico - Introdução à Engenharia de Controle

Leia mais

SENAI - CE CFP - Antônio Urbano de Almeida - AUA

SENAI - CE CFP - Antônio Urbano de Almeida - AUA Unidade Escolar CNPJ Razão Social Nome de Fantasia Esfera Administrativa Endereço (Rua, No) Cidade/UF/CEP Telefone/Fax E-mail de Contato Site da Unidade Área do Plano 03.768.202/0002-57 SENAI - CFP - Antônio

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: INDÚSTRIA Aprendizagem Industrial: Mecânico de Manutenção SÃO PAULO Plano de Curso de Qualificação

Leia mais

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015

CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 CATÁLOGO DE REQUISITOS DE TITULAÇÃO PROCESSO SELETIVO 5629/2015 1. Controle e Automação Industrial (Instrumentação) Engenharia de Computação Engenharia de Produção Mecânica Engenharia de Sistemas - Modalidade

Leia mais

MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 108/2010

MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 108/2010 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 108/2010 EMENTA: Estabelece o Currículo do Curso de Graduação em Engenharia Mecânica - Niterói O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA

Leia mais

Cursos e Serviços. Escola SENAI Hermenegildo Campos de Almeida Guarulhos-SP

Cursos e Serviços. Escola SENAI Hermenegildo Campos de Almeida Guarulhos-SP Cursos e Serviços Escola SENAI Hermenegildo Campos de Almeida Guarulhos-SP Oficina de Metalmecânica Oficina de Usinagem CNC Oficina de Soldagem Oficina de Máquinas Especiais Sumário Conheça o SENAI 05

Leia mais

Sua confiança em inspeção.

Sua confiança em inspeção. , Sua confiança em inspeção. Inspeção que trás segurança. A TND Inspeções Técnicas trás a experiência de seus gestores, que atuam há mais de 10 anos no seguimento de inspeção. A capacidade técnica de sua

Leia mais

EDITAL 01/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PARA ATUAÇÃO NO PRH-PB203

EDITAL 01/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PARA ATUAÇÃO NO PRH-PB203 EDITAL 01/2014 - SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA PARA ATUAÇÃO NO PRH-PB203 1) Programa de Fomento à Formação de recursos humanos em Tecnologia de Equipamentos para

Leia mais

041 - ETEC PROFESSOR BASILIDES DE GODOY

041 - ETEC PROFESSOR BASILIDES DE GODOY ETEC PROFESSOR BASILIDES DE GODOY São Paulo AVISO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, OBJETIVANDO A FORMAÇÃO DE CADASTRO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE EXCEPCIONAL INTERESSE PÚBLICO,

Leia mais

Cursos de Formação Inicial e Continuada

Cursos de Formação Inicial e Continuada 2º Semestre 2014 Salto Cursos de Formação Inicial e Continuada Áreas Tecnológicas: Eletroeletrônica Gestão Logística Manutenção Mecânica Metalmecânica Metalurgia Tecnologia da Informação 2º Sem 2014 -

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO. Área Profissional: INDÚSTRIA Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo PLANO DE CURSO Área Profissional: INDÚSTRIA Aprendizagem Industrial: FERRAMENTEIRO DE MATRIZES PARA SOLADOS Novembro 2007

Leia mais

Cursos de Formação Inicial e Continuada

Cursos de Formação Inicial e Continuada Cursos de Formação Inicial e Continuada 1º Semestre de 2015 Não jogue este impresso em vias públicas Automação Construção Civil Eletroeletrônica Gestão Logística Manutenção Mecânica Mecânica Metalmecânica

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL MADEIRA/MOBILIÁRIO SENAI-RR SENAI-RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos 1. TÍTULO DESENHISTA DE MÓVEIS CBO 3184-25 Preparar profissionais para realizar

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ALIMENTOS SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS Catálogo de Cursos 1. TÍTULO ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO DE RODAS Preparar profissionais para identificar os ângulos

Leia mais

Lista de Controle de Documentos

Lista de Controle de Documentos Fluxograma Geral dos Processos Plano de Metas 02 Manual da Qualidade 02 PQ 4.2.3 Controle de Documentos 02 PQ 4.2.4 Controle de Registros PQ 6.2 Recursos Humanos 13 PQ 6.3 Manutenção Manutenção PQ 7.2

Leia mais

Endereço: Rua 02, Nº3131 Bairro: Vila Operaria- CEP: 13504-090- Rio Claro -SP ÁREAS DE INTERESSE INDUSTRIAL / PROCESSO / PRODUTO / QUALIDADE

Endereço: Rua 02, Nº3131 Bairro: Vila Operaria- CEP: 13504-090- Rio Claro -SP ÁREAS DE INTERESSE INDUSTRIAL / PROCESSO / PRODUTO / QUALIDADE CURRÍCULO RICARDO CONRADO DE OLIVEIRA 31 anos. E-mail: oliveirc11@yahoo.com.br Telefone/Celular: (19)35979784 /(19) 97840969 Endereço: Rua 02, Nº3131 Bairro: Vila Operaria- CEP: 13504-090- Rio Claro -SP

Leia mais

NORMA DE REQUISITOS PARA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO OPERADORES DE MÁQUINAS OPERATRIZES N. º DOCUMENTO: PNCO-MO-CS-002

NORMA DE REQUISITOS PARA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO OPERADORES DE MÁQUINAS OPERATRIZES N. º DOCUMENTO: PNCO-MO-CS-002 NORMA DE REQUISITOS PARA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO OPERADORES DE MÁQUINAS OPERATRIZES N. º DOCUMENTO: PNCO-MO-CS-002 1 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. APLICAÇÃO...3 3. NORMAS E/OU DOCUMENTOS COMPLEMENTARES...3

Leia mais

TÉCNICO EM MECATRÔNICA TÉCNICO DE MECATRÔNICA. CNPJ 62823257/0001-09-95 Página nº 1

TÉCNICO EM MECATRÔNICA TÉCNICO DE MECATRÔNICA. CNPJ 62823257/0001-09-95 Página nº 1 Nome da Instituição CNPJ 62823257/0001-09 Data 20-10-2009 Número do Plano 95 Eixo Tecnológico Centro Estadual de Educação Tecnológica PAULA SOUZA Controle e Processos Industriais Plano de Curso para: 01.

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 0 Etec PAULINO BOTELHO Código: 09 Município:São Carlos EE: Eixo Tecnológico:Controle e Processos Industriais Habilitação

Leia mais

DESAFIOS OPERACIONAIS E METROLÓGICOS DA MEDIÇÃO POR COORDENADAS NO AMBIENTE DE MANUFATURA DIGITAL

DESAFIOS OPERACIONAIS E METROLÓGICOS DA MEDIÇÃO POR COORDENADAS NO AMBIENTE DE MANUFATURA DIGITAL II CIMMEC 2º CONGRESSO INTERNACIONAL DE METROLOGIA MECÂNICA DE 27 A 30 DE SETEMBRO DE 2011 Natal, Brasil DESAFIOS OPERACIONAIS E METROLÓGICOS DA MEDIÇÃO POR COORDENADAS NO AMBIENTE DE MANUFATURA DIGITAL

Leia mais

Dúvidas frequentes. 1- Quais tipos de solda são indicados para uma pessoa que nunca trabalhou nesta área e pretende se qualificar?

Dúvidas frequentes. 1- Quais tipos de solda são indicados para uma pessoa que nunca trabalhou nesta área e pretende se qualificar? Dúvidas frequentes 1- Quais tipos de solda são indicados para uma pessoa que nunca trabalhou nesta área e pretende se qualificar? Todos os processos são indicados depende da aplicação: - MAG -destinado

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA IF SUDESTE MG REITORIA Av. Francisco Bernardino, 165 4º andar Centro 36.013-100 Juiz de Fora MG Telefax: (32) 3257-4100 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO ORIENTAÇÕES SOBRE A PROVA DISCURSIVA

Leia mais

Cimatron Ferramentarias Usinagem

Cimatron Ferramentarias Usinagem Metalcam Há mais de 20 anos era fundada a empresa original do Grupo CMC de empresas de novas tecnologias. A vocação inovadora sempre esteve presente por meio de pesquisa e ambiente de desenvolvimento de

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 029/2013 11/08/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 029/2013 11/08/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 029/2013 11/08/2013 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas de Docentes

Leia mais

Impulsione sua carreira, profissionalize-se EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Impulsione sua carreira, profissionalize-se EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Impulsione sua carreira, profissionalize-se EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Apresentação EDUCAÇÃO PROFISSIONAL O Centro Tecnológico de Educação Profissional Serra, teve início em 2010, com o objetivo de oferecer

Leia mais

3.11 Programa do curso 3.11.1 COMPONENTES CURRICUL ARES. Componente Curricular: Fundamentos da Matemática

3.11 Programa do curso 3.11.1 COMPONENTES CURRICUL ARES. Componente Curricular: Fundamentos da Matemática 3.11 Programa do curso 3.11.1 COMPONENTES CURRICUL ARES Componente Fundamentos da Matemática Período letivo: 1º semestre Carga Horária: Horas-aulas: 80 Horas-relógio: 67 Conhecer notação científica. Fazer

Leia mais

REESTRUTURAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA

REESTRUTURAÇÃO DO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO TÉCNICO EM MECÂNICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CAMPUS DE FLORIANÓPOLIS DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE METAL-MECÂNICA COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM MECANICA REESTRUTURAÇÃO DO PROJETO

Leia mais