Prof. MSc. Paulo José dos Santos de Morais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prof. MSc. Paulo José dos Santos de Morais"

Transcrição

1 Prof. MSc. Paulo José dos Santos de Morais

2 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão em Escolares ( 7 17 anos) O Proesp-BR Considerando: a) Carência de estrutura física das escolas brasileiras em sua estrutura física; b) Precária disponibilidade de materiais para as aulas de educação física e esporte educacional; Desenvolveu uma bateria de testes para avaliação de parâmetros de saúde e desempenho motor para o uso dos professores de educação física, independentemente de suas condições de trabalho, selecionando instrumentos de medida e avaliação de muito baixo custo, com o mínimo de materiais sofisticados, de fácil acesso e aplicação e, evidentemente, cumprindo rigorosamente as exigências de validade, fidedignidade e objetividade. Adotou a simplicidade, funcionalidade e eficiência como postulados essenciais na criação da bateria de testes. Incorporou a máxima de Galileu Galilei: A simplicidade é o grau máximo de sofisticação.

3 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão MEDIDAS DE CRESCIMENTO COPORAL Massa Corporal (peso) Estatura (altura) Envergadura TESTES DE APTIDÃO FÍSICA PARA SAÚDE Composição corporal Índice de Massa Corporal (IMC) Aptidão cardiorrespiratória Teste da corrida/caminhada dos 6 minutos Flexibilidade Teste de sentar e alcançar Resistência muscular localizada Nº de abdominais em 1 minuto Sit-up TESTES DE APTIDÃO PARA O DESEMPENHO ESPORTIVO Força explosiva de membros Superiores Arremesso de medicineball (2 kg) Força explosiva de membros inferiores Salto horizontal (em distância) Agilidade Teste do quadrado (4 metros de lado) Velocidade Corrida de 20 metros Aptidão cardiorrespiratória Corrida de 6 minutos GAYA et al. (2012)

4 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão Teste de Flexibilidade (Sentar-e-alcançar) Material: Fita métrica e fita adesiva Orientação: Estenda uma fita métrica no solo. Na marca de 38 cm desta fita coloque um pedaço de fita adesiva de 30 cm em perpendicular. A fita adesiva deve fixar a fita métrica no solo. O sujeito a ser avaliado deve estar descalço. Os calcanhares devem tocar a fita adesiva na marca dos 38 centímetros e estarem separados 30 centímetros. Com os joelhos estendidos e as mãos sobrepostas, o avaliado inclina-se lentamente e estende as mãos para frente o mais distante possível. O avaliado deve permanecer nesta posição o tempo necessário para a distância ser anotada. Serão realizadas duas tentativas Anotação: O resultado é medido em centímetros a partir da posição mais longínqua que o aluno pode alcançar na escala com as pontas dos dedos. Registram-se os resultados com uma casa após a vírgula. Para a avaliação será utilizado o melhor resultado. GAYA et al. (2012)

5 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão GAYA et al. (2012)

6 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão Teste de resistência abdominal (sit up) Material: Colchonetes e cronômetro. Orientação: O sujeito avaliado se posiciona em decúbito dorsal com os joelhos flexionados a 45 graus e com os braços cruzados sobre o tórax. O avaliador, com as mãos, segura os tornozelos do estudante fixando-os ao solo. Ao sinal o aluno inicia os movimentos de flexão do tronco até tocar com os cotovelos nas coxas, retornando a posição inicial (não é necessário tocar com a cabeça no colchonete a cada execução). O aluno deverá realizar o maior número de repetições completas em 1 minuto. Anotação: O resultado é expresso pelo número de movimentos completos realizados em 1 minuto. GAYA et al. (2012)

7 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão Teste de Aptidão Cardiorrespiratória (corrida/caminhada dos 6 minutos) Material: Local plano com marcação do perímetro da pista. Trena métrica. Cronômetro e ficha de registro. Orientação: Divide se os alunos em grupos adequados às dimensões da pista. Informa se aos alunos sobre a execução do testes dando ênfase ao fato de que devem correr o maior tempo possível, evitando piques de velocidade intercalados por longas caminhadas. Durante o teste, informa se ao aluno a passagem do tempo 2, 4 e 5 ( Atenção: falta 1 minuto). Ao final do teste soará um sinal (apito) sendo que os alunos deverão interromper a corrida, permanecendo no lugar onde estavam (no momento do apito) até ser anotada ou sinalizada a distância percorrida. Anotação: Os resultados serão anotados em metros com uma casa após a vírgula. GAYA et al. (2012)

8 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão em Adultos Composição corporal Aptidão cardiorrespiratória Flexibilidade TESTES DE APTIDÃO FÍSICA PARA SAÚDE Índice de Massa Corporal (IMC) Teste da corrida/caminhada dos 12 minutos Teste da milha Teste de sentar e alcançar (com ou sem banco) Resistência muscular localizada Nº de abdominais em 1 minuto Sit-up Flexão de cotovelos (Apoio sobre o solo) TESTES DE APTIDÃO PARA O DESEMPENHO ESPORTIVO (EXEMPLOS) Força de membros Superiores Força explosiva de membros inferiores Agilidade Velocidade Aptidão cardiorrespiratória Composição Corporal Arremesso de medicineball; Dinamometria de mão Sargent Jump Test; Salto horizontal (em distância) Shuttle run Corrida de 50 metros Corrida de 12 minutos Dobras cutâneas; Bioimpedância; DEXA; etc.

9 Sentar e Alcançar Modificado - Masculino - sem banco (em Centímetros) Idade Classificação Alta 48 45, ,5 38 Média 33-45,5 30, ,5 25, ,5 Abaixo da Média 25,5 30, , Baixa < 23 < 20 < 18 < 15 < 12,5 Sentar e Alcançar Modificado - Feminino - sem banco (em Centímetros) Idade Classificação Alta 56 53, ,5 45,5 Média 40,5-53, ,5 48, ,5 30,5 43 Abaixo da Média ,5 35, ,5 30, Baixa < 30,5 < 28 < 25,5 < 23 < 20 Programa de Condicionamento Físico do ACSM (1999)

10 H o m e n s Testes abdominais Número de repetições em 60 seg. Idade Excelente Bom Médio Regular Fraco M u l h e r e s Idade Excelente Bom Médio Regular Fraco Pollock & Wilmore (1993)

11 AVALIAÇÃO FÍSICA: Testes de Aptidão Teste de Cooper (12 ) Objetivo: Predizer o consumo máximo de oxigênio (VO2máx), através da relação entre a distância percorrida e o VO2máx. Características: Teste Contínuo Teste de esforço submáximo Metabolismo predominantemente aeróbio Protocolo: Para administração do teste é necessária uma pista de 400m ou um percurso com distância conhecida e marcada. Marcas devem ser colocadas de 50 em 50m, dessa forma a distância exata a distância percorrida nos 12 minutos pode ser determinada com precisão.o avaliado deve ser instruído a percorrer a maior distância possível em 12 minutos, é permitido caminhar. Ao final do teste é calculada a distância percorrida em metros.permita ao avaliado caminhar por 3 a 5 minutos para promover a volta a calma. Cálculo: VO2máx (ml/kg/min) = [distância (m) - 504,9]/44,73 FERNANDES FILHO (2003)

12 AVALIAÇÃO FÍSICA: Aptidão Cardiorrespiratória: O componente cardiorrespiratório está diretamente associado aos níveis de saúde de um indivíduo, logo, é um importante coadjuvante em sua obtenção, manutenção e recuperação. Habilidade de realizar atividades físicas de caráter dinâmico que envolvam grande massa muscular com intensidade de moderada a alta por períodos prolongados. É dependente do estado funcional dos sistemas respiratório, cardiovascular, muscular e de suas relações fisiológico-metabólicos. Obtém-se sua avaliação através da medida da capacidade aeróbia máxima (VO2máx) Quanto maior o VO2máx de um indivíduo, maior sua capacidade energética de sustentar esforços submáximos por períodos prolongados. FERNANDES FILHO (2003)

13 AVALIAÇÃO FÍSICA: Importância de medir o VO2máx: 1. Aceito internacionalmente como melhor parâmetro fisiológico para avaliar em conjunto, a capacidade funcional do sistema cardiorrespiratório; 2. Parâmetro fisiológico e metabólico para avaliar a capacidade metabólica oxidativa (aeróbia) durante trabalhos musculares acima do metabolismo basal; 3. Parâmetro ergométrico utilizado para avaliação da capacidade de trabalho do homem, em diferentes atividades ocupacionais (Medicina do Trabalho); 4. Parâmetro fisiológico para prescrever atividades físicas sob a forma de condicionamento físico normal (sedentários, obesos e idosos), especial (cardiopatas, pneumopatas, diabéticos, etc.), ou de treinamento físico (preparação física de atletas) ou ainda para prescrever atividades ocupacionais no ambiente de trabalho; 5. Usado em estudos epidemiológicos para a comparação de capacidades físicas entre os povos e atletas. FERNANDES FILHO (2003)

14 Classificação da Aptidão Cardiorrespiratória American Heart Association Mulheres Valores em: ml(kg.min.) -1 Faixa etária Muito fraca Fraca Regular Boa Excelente < < < < < Homens Valores em: ml(kg.min.) -1 Faixa etária Muito fraca Fraca Regular Boa Excelente < < < < < FERNANDES FILHO (2003)

15 Teste de Rockport Teste de uma milha Objetivo: determinar o VO2máx. Em sujeitos de baixa condição física Método: Percorrer caminhando segundo o ritmo de cada indivíduo a distância de uma milha(1609,3 m), controlando a FC ao terminar o percurso, assim como o tempo gasto Equação para determinação do VO2máx. VO2máx = 132,6 (0,17 x PC) (0,39 x idade) + (6,31 x S) (3,27 x T) (0,156 x FC) Onde; PC: peso corporal; S: sexo (0: mulheres, 1: homens); T: tempo em minutos; FC: frequência cardíaca. Material e instalações: Cronômetro, pista de atletismo ou terreno plano sem muitas curvas bem demarcado. FERNANDES FILHO (2003)

Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet

Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet AVALIAÇÃO DO VO2 MAX O cálculo do Vo2max possibilita aos atletas, qualquer que seja o seu nível ou idade, a obtenção de melhores resultados

Leia mais

Avaliação do VO²máx. Avaliação do VO²máx

Avaliação do VO²máx. Avaliação do VO²máx Teste de Esforço Cardiorrespiratório Avaliação do Consumo Máximo de O² Avaliação Cardiorrespiratória Ergômetros Ergo = trabalho Metro = medida Sendo assim, um ergômetro é basicamente um instrumento que

Leia mais

PROJETO ESPORTE BRASIL

PROJETO ESPORTE BRASIL PROJETO ESPORTE BRASIL Manual de testes e avaliação Versão 2016 Adroaldo Gaya e Anelise Gaya Ed. Perfil Projeto Esporte Brasil PROESP-Br Manual de testes e avaliação Versão 2016 Adroaldo Gaya & Anelise

Leia mais

TESTES FÍSICOS - Resultados Atleta: NICOLAS OLIVEIRA

TESTES FÍSICOS - Resultados Atleta: NICOLAS OLIVEIRA TESTES FÍSICOS - Resultados Atleta: NICOLAS OLIVEIRA Agilidade: executar movimentos dinâmicos com precisão, utilizando velocidade e destreza de movimentos, demonstrando facilidade em se deslocar. Resultados

Leia mais

ANEXO VII NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA AVALIAÇÃO FÍSICA - TAF

ANEXO VII NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA AVALIAÇÃO FÍSICA - TAF ANEXO VII NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS DA AVALIAÇÃO FÍSICA - TAF PROVA DE FLEXÃO DE BRAÇO NA BARRA FIXA BARRA (SOMENTE PARA O SEXO MASCULINO) Os procedimentos a serem adotados pelo

Leia mais

ISSN ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE

Leia mais

Medidas e Avaliação da Atividade Motora

Medidas e Avaliação da Atividade Motora Escola de Educação Física e Esporte da USP Tema da aula: Conceitos Básicos Medidas e Avaliação da Atividade Motora Objetivos da aula: Conceituar: medida, teste, avaliação Compreender as etapas do processo

Leia mais

Baterias de testes para avaliação da Aptidão Física

Baterias de testes para avaliação da Aptidão Física Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Baterias de testes para avaliação da Aptidão Física Teste de Aptidão Básica (Fleishman, 1964) 1. Teste

Leia mais

Baterias de testes para avaliação da Aptidão Física

Baterias de testes para avaliação da Aptidão Física Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet Baterias de testes para avaliação da Aptidão Física Denomina-se bateria a um conjunto de testes cujos resultados possam ser analisados

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CORDEIRÓPOLIS SP CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS Nº 02/2012

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CORDEIRÓPOLIS SP CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS Nº 02/2012 ANEXO II TAF TESTE DE APTIDÃO FÍSICA E EXERCÍCIOS ESPECÍFICOS MASCULINO E FEMININO 1 - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O TAF Teste de aptidão Física é um instrumento usado para medir e avaliar as condições

Leia mais

PROVA DE APTIDÃO FÍSICA. 1. Os Candidatos ao IPE devem executar as provas físicas abaixo descriminadas de acordo com as instruções de realização.

PROVA DE APTIDÃO FÍSICA. 1. Os Candidatos ao IPE devem executar as provas físicas abaixo descriminadas de acordo com as instruções de realização. PROVA DE APTIDÃO FÍSICA 1. Os Candidatos ao IPE devem executar as provas físicas abaixo descriminadas de acordo com as instruções de realização. 2. As provas devem ser executadas corretamente e avaliadas

Leia mais

Cidade: Ponta Grossa (para todos os Alunos com pretensões para desempenhar a função de árbitro, independente da cidade em que realizou o curso).

Cidade: Ponta Grossa (para todos os Alunos com pretensões para desempenhar a função de árbitro, independente da cidade em que realizou o curso). Caro Sr(a) alunos do Curso de Formação de Oficiais de Arbitragem de Futsal, estamos nos dirigindo a VSrª, para convocá-lo a participar de mais uma etapa componente do processo geral. Nesta etapa, como

Leia mais

COMPANHIA PARANAENSE DE ENERGIA COPEL CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2006

COMPANHIA PARANAENSE DE ENERGIA COPEL CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2006 COMPANHIA PARANAENSE DE ENERGIA COPEL CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2006 TESTES DE APTIDÃO FÍSICA PARA O CARGO DE ASSISTENTE TÉCNICO I, FUNÇÃO DE ELETRICISTA APRENDIZ INFORMAÇÕES GERAIS : 1. TESTES DE APTIDÃO

Leia mais

CAPITULO III METODOLOGIA

CAPITULO III METODOLOGIA CAPITULO III METODOLOGIA A metodologia seguida neste trabalho é referente a um estudo descritivo e quantitativo. Isto porque a natureza do trabalho desenvolve-se na correlação e comparação entre as diferentes

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Projeto Escola de Esportes. Jovens. Crianças. Flexibilidade. Teste.

PALAVRAS-CHAVE Projeto Escola de Esportes. Jovens. Crianças. Flexibilidade. Teste. 14. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª

Leia mais

PROJETO ESPORTE BRASIL. Manual de Aplicação de Medidas e Testes, Normas e Critérios de Avaliação. Porto Alegre RS. Adroaldo Cezar Araujo Gaya

PROJETO ESPORTE BRASIL. Manual de Aplicação de Medidas e Testes, Normas e Critérios de Avaliação. Porto Alegre RS. Adroaldo Cezar Araujo Gaya PROJETO ESPORTE BRASIL. Manual de Aplicação de Medidas e Testes, Normas e Critérios de Avaliação. Porto Alegre RS. Adroaldo Cezar Araujo Gaya 2009 PROJETO ESPORTE BRASIL PROESP Adroaldo Gaya (Coordenador

Leia mais

COLÉGIO MATER DEI MANUAL DE TESTES DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA

COLÉGIO MATER DEI MANUAL DE TESTES DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO FÍSICA CLÉG ATER DE AUAL DE TESTES DE AVALAÇÃ EDUCAÇÃ FÍSCA 2015 1 SUÁR 1-EDDAS DE CRESCET CRPRAL...03 assa corporal (Peso)...03 Estatura (Altura)...03 Índice de assa Corporal (C)...04 2-TESTES DE APTDÃ FÍSCA

Leia mais

APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À SAÚDE DE ESCOLARES: estudo comparativo dos escolares com IMC normal e com excesso de peso de Santa Cruz do Sul-RS

APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À SAÚDE DE ESCOLARES: estudo comparativo dos escolares com IMC normal e com excesso de peso de Santa Cruz do Sul-RS APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À SAÚDE DE ESCOLARES: estudo comparativo dos escolares com IMC normal e com excesso de peso de Santa Cruz do Sul-RS CHARLES MAURICIO HENKES* PRISCILA Tatiana da SIlva** MIRIAM

Leia mais

ANEXO V AO EDITAL CBMERJ Nº 001/2015 TESTE DE CAPACIDADE FÍSICA E TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA

ANEXO V AO EDITAL CBMERJ Nº 001/2015 TESTE DE CAPACIDADE FÍSICA E TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA ANEXO V AO EDITAL CBMERJ Nº 001/2015 TESTE DE CAPACIDADE FÍSICA E TESTE DE HABILIDADE ESPECÍFICA Os Teste de Capacidade Física e de Habilidade Específica têm o objetivo de selecionar os candidatos cuja

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. PLANO POLÍCIA MILITAR

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AVALIANDO A PERFORMANCE ESPORTIVA Há pelo menos três formas de avaliar o desempenho em um esporte: Observação; Uso de escala de avaliação; Teste de habilidade esportiva. CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

Leia mais

CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO. pindiceconicidade.exe 19/08/2014

CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO CONSUMO MÁXIMO DE OXIGÊNIO. pindiceconicidade.exe 19/08/2014 CAPACIDADE AERÓBICA pindiceconicidade.exe CAPACIDADE DO ORGANISMO EM SE ADAPTAR A ESFORÇOS FÍSICOS MODERADOS, ENVOLVENDO A PARTICIPAÇÃO DOS GRANDES GRUPOS MUSCULARES, POR PERÍODOS DE TEMPO RELATIVAMENTE

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 02, DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE PRAÇAS BOMBEIROS MILITARES COMBATENTES 2015.

CONCURSO PÚBLICO Nº 02, DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE PRAÇAS BOMBEIROS MILITARES COMBATENTES 2015. DOE Nº 33.276 DE 22.12.2016. GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO PARÁ CONCURSO PÚBLICO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE COMODORO MT CONCURSO PÚBLICO N 001/2008 EDITAL Nº 001/2008 ANEXO II TESTE DE APTIDÃO FISICA

PREFEITURA MUNICIPAL DE COMODORO MT CONCURSO PÚBLICO N 001/2008 EDITAL Nº 001/2008 ANEXO II TESTE DE APTIDÃO FISICA ANEXO II Edital n. 001/2008 REGRAS PARA TESTE DE APTIDÃO FÍSICA Farão este teste os candidatos previamente classificados conforme o número de vagas oferecidas, que são: 1. Gari, 2. Servente de Obras, 3.

Leia mais

Aptidão física e saúde

Aptidão física e saúde Aptidão física e saúde A aptidão física pode ser interpretada segundo duas perspetivas: aptidão física associada à saúde e aptidão física associada ao rendimento desportivo. Conceitos fundamentais Saúde

Leia mais

Introdução. avalon 04/02/2016. José Pereira De Mattos Filho

Introdução. avalon 04/02/2016. José Pereira De Mattos Filho Introdução Avalon 2.0.1-06/02/2016 Interpretação dos Percentis Avalon 2.0.1-06/02/2016 Anamnese ANAMNESE Histórico de Atividades Físicas Praticou tênis durante 15 anos, mas está parado há 4 anos. Atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA RAUL DE FRAGA SEIBEL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA RAUL DE FRAGA SEIBEL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA RAUL DE FRAGA SEIBEL PERFIL DA APTIDÃO FÍSICA DE ESCOLARES DOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL DA ESCOLA ESTADUAL CÂNDIDO

Leia mais

PROJETO ESPORTE BRASIL PROESP-Br. Manual de testes e avaliação Versão 2015

PROJETO ESPORTE BRASIL PROESP-Br. Manual de testes e avaliação Versão 2015 PROJETO ESPORTE BRASIL PROESP-Br Manual de testes e avaliação Versão 2015 Adroaldo Gaya; Adriana Lemos; Anelise Gaya; Débora Teixeira; Eraldo Pinheiro & Rodrigo Moreira 1. O QUE É O PROESP-Br? O é um instrumento

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. PLANO POLÍCIA CIVIL

Leia mais

Objetivo da aula. Trabalho celular 01/09/2016 GASTO ENERGÉTICO. Energia e Trabalho Biológico

Objetivo da aula. Trabalho celular 01/09/2016 GASTO ENERGÉTICO. Energia e Trabalho Biológico Escola de Educação Física e Esporte Universidade de São Paulo Bioquímica da Atividade Motora Calorimetria Medida do Gasto Energético No Exercício Físico Objetivo da aula Medida do gasto energético no exercício

Leia mais

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA

PREFEITURA DE JUIZ DE FORA ANEXO II MODELO DE ATESTADO MÉDICO (Em papel timbrado) Declaro, a fim de realizar prova junto ao DEMLURB, que (nome do candidato), identidade/ctps, está em pleno gozo de saúde física para ser submetido

Leia mais

Laboratório de Investigação em Desporto AVALIAÇÃO E CONTROLO DO TREINO 2014

Laboratório de Investigação em Desporto AVALIAÇÃO E CONTROLO DO TREINO 2014 INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR AVALIAÇÃO E CONTROLO DO TREINO 2014 Equipa: Doutor João Brito (coordenador) Doutor Hugo Louro Doutora Ana Conceição Mestre Nuno

Leia mais

NÍVEL DE APTIDÃO FÍSICA DE CRIANÇAS ENTRE 10 E 12 ANOS PARTICIPANTES DO PROJETO SOCIAL GOL DE LETRA CRAQUE DA AMAZÔNIA

NÍVEL DE APTIDÃO FÍSICA DE CRIANÇAS ENTRE 10 E 12 ANOS PARTICIPANTES DO PROJETO SOCIAL GOL DE LETRA CRAQUE DA AMAZÔNIA Artigo Original NÍVEL DE APTIDÃO FÍSICA DE CRIANÇAS ENTRE 1 E 12 ANOS PARTICIPANTES DO PROJETO SOCIAL GOL DE LETRA CRAQUE DA AMAZÔNIA LEVEL of PHYSICAL FITNESS of CHILDREN BETWEEN 1 and 12 YEARS PARTICIPANTS

Leia mais

PROVAS FÍSICAS DA FIFA PARA ÁRBITROS E ÁRBITROS ASSISTENTES 1ª PROVA:

PROVAS FÍSICAS DA FIFA PARA ÁRBITROS E ÁRBITROS ASSISTENTES 1ª PROVA: PROVAS FÍSICAS DA FIFA PARA ÁRBITROS E ÁRBITROS ASSISTENTES Objetivo: 1ª PROVA:. Velocidade média de corrida durante as jogadas rápidas e repetidas durante uma partida (distância em km/h) Prova:. 6 tiros

Leia mais

EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO FÍSICO SOBRE O PESO CORPORAL E A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES OBESAS

EFEITOS DE DOIS PROTOCOLOS DE TREINAMENTO FÍSICO SOBRE O PESO CORPORAL E A COMPOSIÇÃO CORPORAL DE MULHERES OBESAS A obesidade é uma doença crônica classificada como epidêmica, tendo apresentado importante aumento na sua prevalência nas últimas décadas, em diversos países, em todas as faixas etárias e níveis econômicos

Leia mais

Testes e protocolos para avaliação física do idoso

Testes e protocolos para avaliação física do idoso Testes e protocolos para avaliação física do idoso A aplicação de testes é importante para avaliar a eficiência dos programas de atividades físicas destinados aos idosos; Devido as suas características

Leia mais

1ª OLIMPÍADA ESCOLAR CTPM/UBERLÂNDIA

1ª OLIMPÍADA ESCOLAR CTPM/UBERLÂNDIA NONA REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR COLÉGIO TIRADENTES DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS/UBERLÂNDIA 1ª OLIMPÍADA ESCOLAR CTPM/UBERLÂNDIA - 2016 - PROJETO 1. Tema: 1ª OLIMPÍADA ESCOLAR DO CTPM/UBERLÂNDIA 2016.

Leia mais

Como evitar os riscos e aumentar os benefícios??

Como evitar os riscos e aumentar os benefícios?? Como evitar os riscos e aumentar os benefícios?? RISCOS BENEFÍCIOS RISCO DE MORTE POR DOENÇAS 100 % CARDIOVASCULARES 80 Diminuição de 34% 66% 60 40 20 0 AGITA São Paulo Sedentário Pouco Ativo Ativo Muito

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS E CADASTRO DE RESERVA PARA A PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA EDITAL Nº 002, DE 24/01/2012.

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS E CADASTRO DE RESERVA PARA A PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA EDITAL Nº 002, DE 24/01/2012. CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS E CADASTRO DE RESERVA PARA A PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA ESPERANÇA EDITAL Nº 002, DE 24/01/2012. ANEXO V CRITÉRIOS PARA O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA RETIFICADO EM

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DE APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA A SAÚDE DE ESCOLARES CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: EDUCAÇÃO FÍSICA

TÍTULO: ANÁLISE DE APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA A SAÚDE DE ESCOLARES CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: EDUCAÇÃO FÍSICA 16 TÍTULO: ANÁLISE DE APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA A SAÚDE DE ESCOLARES CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: EDUCAÇÃO FÍSICA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA AUTOR(ES):

Leia mais

TEORIA E METODOLOGIA DO TREINO ESPECÍFICO

TEORIA E METODOLOGIA DO TREINO ESPECÍFICO TEORIA E METODOLOGIA DO TREINO ESPECÍFICO AULA 3 LICENCIATURA EM CIÊNCIAS DA ACTIVIDADE FÍSICA HUMANA ORGANIZAÇÃO E CONDUÇÃO DO PROCESSO DE TREINO As Componentes da Carga de Treino A Carga...no esforço

Leia mais

INTERAÇÃO ENTRE ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, COM FLEXIBILIDADE E FLEXÕES ABDOMINAIS EM ALUNOS DO CESUMAR

INTERAÇÃO ENTRE ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, COM FLEXIBILIDADE E FLEXÕES ABDOMINAIS EM ALUNOS DO CESUMAR Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 23 a 26 de outubro de 07 INTERAÇÃO ENTRE ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, COM FLEXIBILIDADE E FLEXÕES ABDOMINAIS EM ALUNOS DO CESUMAR Alceste Ramos Régio

Leia mais

A intensidade e duração do exercício determinam o dispêndio calórico total durante uma sessão de treinamento, e estão inversamente relacionadas.

A intensidade e duração do exercício determinam o dispêndio calórico total durante uma sessão de treinamento, e estão inversamente relacionadas. Mst.. Sandro de Souza A intensidade e duração do exercício determinam o dispêndio calórico total durante uma sessão de treinamento, e estão inversamente relacionadas. Para a aptidão cardiorrespiratória,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO EEFERP - USP

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO EEFERP - USP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE DE RIBEIRÃO PRETO EEFERP - USP REF0063 - Medidas e Avaliação em Educação Física e Esporte Prof. Dr. Dalmo Roberto Lopes Machado Medidas Determinação

Leia mais

GINCANA DE FÍSICA TAREFA 1 TEMPO MÁXIMO PARA REALIZAÇÃO: 10 MINUTOS

GINCANA DE FÍSICA TAREFA 1 TEMPO MÁXIMO PARA REALIZAÇÃO: 10 MINUTOS TAREFA 1 10 MINUTOS Medir com uma trena um dos lados de uma das quadras de esporte linearmente. Usar a fita adesiva branca para marcar o início e fim da reta que está medindo. Colocar o resultado do valor

Leia mais

TREINANDO IDOSOS: DA BENGALA AO SRINT (Módulo I)

TREINANDO IDOSOS: DA BENGALA AO SRINT (Módulo I) TREINANDO IDOSOS: DA BENGALA AO SRINT (Módulo I) Prof. Dr. Igor Conterato Gomes E-mail: igorcontgomes@gmail.com @igorconterato Conteúdos que serão abordados O envelhecimento populacional é a oportunidade;

Leia mais

Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados)

Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados) Nome: Estudo dirigido Corridas e Marcha (Responda apenas nos espaços indicados) Observe a figura acima e responda as questões a seguir: 1. A sequência se refere à prova de. 2. Em que distâncias essa prova

Leia mais

Baterias de Fullerton

Baterias de Fullerton Fátima Baptista e Luís B. Sardinha universidade técnica de lisboa FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA Avaliação da Aptidão Física e do Equilíbrio de Pessoas Idosas Baterias de Fullerton FÁTIMA BAPTISTA LUÍS

Leia mais

INSTRUMENTO DE COLHEITA DE DADOS

INSTRUMENTO DE COLHEITA DE DADOS INSTRUMENTO DE COLHEITA DE DADOS 1 Sexo: - Masculino. (1) - Feminino.. (2) 2 Idade: 3 Estado Civil: - Solteiro (1) - Casado.. (2) - União de Facto (3) - Divorciado..... (4) - Separado..... (5) - Viúvo...

Leia mais

Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet

Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet Portal da Educação Física Referência em Educação Física na Internet MENSURAÇÃO DAS CAPACIDADES ENERGÉTICAS Existe um nível mínimo de energia necessária para manter as funções vitais do organismo no estado

Leia mais

IMC DOS ALUNOS DO 4º PERÍODO DO CURSO TÉCNICO EM ALIMENTOS DO INSTITUTO FEDERAL DE GOIÁS CAMPI/INHUMAS.

IMC DOS ALUNOS DO 4º PERÍODO DO CURSO TÉCNICO EM ALIMENTOS DO INSTITUTO FEDERAL DE GOIÁS CAMPI/INHUMAS. IMC DOS ALUNOS DO 4º PERÍODO DO CURSO TÉCNICO EM ALIMENTOS DO INSTITUTO FEDERAL DE GOIÁS CAMPI/INHUMAS. MÁXIMO, Jefferson Jorcelino 1 Introdução: O índice de massa corpórea IMC é uma medida simples do

Leia mais

FORÇA DE MEMBROS SUPERIORES EM PARAPLÉGICOS POR LESÃO MEDULAR INICIANTES DE BASQUETEBOL LONDRINA PR RESUMO

FORÇA DE MEMBROS SUPERIORES EM PARAPLÉGICOS POR LESÃO MEDULAR INICIANTES DE BASQUETEBOL LONDRINA PR RESUMO FORÇA DE MEMBROS SUPERIORES EM PARAPLÉGICOS POR LESÃO MEDULAR INICIANTES DE BASQUETEBOL LONDRINA PR Giovanna Pereira de Souza 1 Milena Cristina de Souza Lopes Bujato 1 Rosangela Marques Busto 2 Abdallah

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUÍS DOMINGUES INSTITUTO MACHADO DE ASSIS Seriedade, Compromisso e Competência

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUÍS DOMINGUES INSTITUTO MACHADO DE ASSIS Seriedade, Compromisso e Competência CONCURSO PÚBLICO DA -MA CONVOCAÇÃO PARA O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA (TAF) PARA OS CARGOS DE GUARDA MUNICIPAL E INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS A REALIZAÇÃO DO EXAME AGENTE DE TRÂNSITO E CONVO CAÇÃO PARA O TESTE

Leia mais

ANÁLISE DA FORÇA RÁPIDA E FORÇA EXPLOSIVA DE ATLETAS DE HANDEBOL FEMININO UNIVERSITÁRIO

ANÁLISE DA FORÇA RÁPIDA E FORÇA EXPLOSIVA DE ATLETAS DE HANDEBOL FEMININO UNIVERSITÁRIO ANÁLISE DA FORÇA RÁPIDA E FORÇA EXPLOSIVA DE ATLETAS DE HANDEBOL FEMININO UNIVERSITÁRIO Angélica Weschenfelder Martim Bianco 1 Prof Orientador: Osvaldo Donizete Siqueira RESUMO A verificação das condições

Leia mais

A APTIDÃO FÍSICA NOS PROGRAMAS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DGE / SPEF / CNAPEF 11 DE ABRIL DE 2016 CASTELO BRANCO

A APTIDÃO FÍSICA NOS PROGRAMAS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DGE / SPEF / CNAPEF 11 DE ABRIL DE 2016 CASTELO BRANCO A APTIDÃO FÍSICA NOS PROGRAMAS NACIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA DGE / SPEF / CNAPEF 11 DE ABRIL DE 2016 CASTELO BRANCO SUMÁRIO Enquadramento do FITescola em relação aos Programas Nacionais de Educação Física

Leia mais

Exercícios para a activação geral e o retorno à calma

Exercícios para a activação geral e o retorno à calma Anexo III Exercícios para a activação geral e o retorno à calma Mobilização da articulação do ombro 1 Objectivos: Aumentar a amplitude da mobilização dos ombros e parte superior Modo de execução: na posição

Leia mais

Bioquímica Aplicada ao Exercício Físico e Princípios do Treinamento

Bioquímica Aplicada ao Exercício Físico e Princípios do Treinamento Universidade de São Paulo Escola de Educação Física e Esporte Bioquímica Aplicada ao Exercício Físico e Princípios do Treinamento André Casanova Silveira João Lucas Penteado Gomes Ago/2016 Referência Bibliografia

Leia mais

Adaptações Metabólicas do Treinamento. Capítulo 6 Wilmore & Costill Fisiologia do Exercício e do Esporte

Adaptações Metabólicas do Treinamento. Capítulo 6 Wilmore & Costill Fisiologia do Exercício e do Esporte Adaptações Metabólicas do Treinamento Capítulo 6 Wilmore & Costill Fisiologia do Exercício e do Esporte Adaptações ao Treinamento Aeróbio Adaptações centrais e periféricas Realização do exercício submáximo

Leia mais

ATLETISMO. Osvaldo Tadeu da Silva Junior

ATLETISMO. Osvaldo Tadeu da Silva Junior ATLETISMO Osvaldo Tadeu da Silva Junior OBJETIVO DA DISCIPLINA Conhecer, compreender e analisar os processos de ensino aprendizagem e treinamento das corridas; Conhecer, compreender e analisar os processos

Leia mais

CENTRO DE TREINO FÍSICO ONLINE

CENTRO DE TREINO FÍSICO ONLINE PLANO DE TREINO - ÉPOCA 2006/2007 SEMANA DE 27 NOVEMBRO A 03 DEZEMBRO 2ª Feira, 27 Nov. Treino aeróbio (de recuperação) / baixa intensidade 30 cc (65-75% da FC max ) 20 cc (65-75% da FC max ) Reforço muscular

Leia mais

Avaliação no idoso. Profa. Dra. Bruna Oneda

Avaliação no idoso. Profa. Dra. Bruna Oneda Avaliação no idoso Profa. Dra. Bruna Oneda Teste ergométrico Procedimento clínico, onde o sujeito executa caminhada e/ou corrida em esteira rolante (ou cicloergômetro) O objetivo é avaliar o funcionamento

Leia mais

Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo 3/27/2014. Caraterização. A pista. Disciplinas. Velocidade

Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo. Atletismo 3/27/2014. Caraterização. A pista. Disciplinas. Velocidade Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto Caraterização A pista O é uma modalidade individual, integrada por um conjunto de ações naturais, como são os casos

Leia mais

Avaliação da Composição Corporal. Profª Tatianne Estrela

Avaliação da Composição Corporal. Profª Tatianne Estrela Avaliação da Composição Corporal Profª Tatianne Estrela Constituição, Tamanho e Composição Corporais Constituição: Muscularidade; Linearidade; Gordura. Tamanho: Estatura; Massa. Constituição, Tamanho e

Leia mais

FIFA TEST NOVOS PROTOCOLOS

FIFA TEST NOVOS PROTOCOLOS CA-CBF ENAF-CBF FIFA TEST NOVOS PROTOCOLOS Introdução A prova oficial de condição física para árbitros de futebol, está dividida em 2 (duas) partes. A 1ª prova é de velocidade (RSA, por suas siglas em

Leia mais

Prova Escrita e Prática de Educação Física

Prova Escrita e Prática de Educação Física INFORMAÇÃO ------------------------------------------------------------------------------------------------------- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita e Prática de Educação

Leia mais

Crescimento e Desenvolvimento Humano

Crescimento e Desenvolvimento Humano Crescimento e Desenvolvimento Humano Capacidades física e Motoras durante o processo de crescimento e Desenvolvimento Humano Desenvolvimento e Crescimento Humano Para se entender o processo de desenvolvimento

Leia mais

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Curso de Educação Física Disciplina: Fisiologia do Exercício. Ms. Sandro de Souza

UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Curso de Educação Física Disciplina: Fisiologia do Exercício. Ms. Sandro de Souza UNIVERSIDADE SALGADO DE OLIVEIRA Curso de Educação Física Disciplina: Fisiologia do Exercício Ms. Sandro de Souza Discutir alguns aspectos associados à medida do VO2máx. Conhecer os mecanismos envolvidos

Leia mais

BIOMECÂNICA DA AÇÃO MUSCULAR EXCÊNTRICA NO ESPORTE. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior

BIOMECÂNICA DA AÇÃO MUSCULAR EXCÊNTRICA NO ESPORTE. Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior BIOMECÂNICA DA AÇÃO MUSCULAR EXCÊNTRICA NO ESPORTE Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior Considerações iniciais EXCÊNTRICA CONCÊNTRICA ISOMÉTRICA F m F m F m P V P V P V = 0 Potência < 0 Potência >

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARCO CONCURSO PÚBLICO COMUNICADO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARCO CONCURSO PÚBLICO COMUNICADO PREFEITURA MUNICIPAL DE MARCO CONCURSO PÚBLICO COMUNICADO A Comissão Executora do Concurso, comunica aos candidatos que a Prova de Capacitação Física ocorrerá dia 04 próximo vindouro, a partir das 7:00

Leia mais

ANEXO I PROGRAMA DAS PROVAS ESCRITAS DAS FASES PRELIMINAR, INTERMEDIÁRIA E FINAL DO CONCURSO PARA DELEGADO DE POLÍCIA.

ANEXO I PROGRAMA DAS PROVAS ESCRITAS DAS FASES PRELIMINAR, INTERMEDIÁRIA E FINAL DO CONCURSO PARA DELEGADO DE POLÍCIA. ANEXO I PROGRAMA DAS PROVAS ESCRITAS DAS FASES PRELIMINAR, INTERMEDIÁRIA E FINAL DO CONCURSO PARA DELEGADO DE POLÍCIA. LÍNGUA PORTUGUESA Leitura e interpretação de texto; Significação das palavras: sinônimo,

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE PARELHAS, no uso de suas atribuições legais, DECRETA:

O PREFEITO MUNICIPAL DE PARELHAS, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: DECRETO DE Nº 013/2014, DE 16 DE ABRIL DE 2014. EMENTA: REGULAMENTA O CONCURSO PÚBLICO DA GUARDA MUNICIPAL DE PARELHAS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE PARELHAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse

Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse Antes de iniciar qualquer atividade física, o aluno deverá realizar todos os exames médicos para que a prática da atividade física descrita nesse plano de treinamento seja liberada. PLANO MARINHA (12 s).

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA CANDIDATO SUB JUDICE

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA CANDIDATO SUB JUDICE EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O TESTE DE APTIDÃO FÍSICA CANDIDATO SUB JUDICE A Fundação Getulio Vargas informa que, fica convocado o candidato sub judice ao cargo de Guarda Portuário, para a realização do

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA

FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO JOSÉ CURSO DE FISIOTERAPIA Diagnóstico Cinético-Funcional e Imaginologia: Membros Superiores, Cabeça e Tórax Unidade II OMBRO 1 2 3 4 5 Luxação anterior 6 Fratura de cabeça

Leia mais

BE066 - Fisiologia do Exercício. Consumo Máximo de Oxigênio

BE066 - Fisiologia do Exercício. Consumo Máximo de Oxigênio BE066 - Fisiologia do Exercício Consumo Máximo de Oxigênio Sergio Gregorio da Silva, PhD Objetivos Conceituar Consumo Máximo de Oxigênio Descrever os Fatores que influenciam o VO2max Meios para determinação

Leia mais

Quadro I - Protocolo de Reabilitação Vestibular VertiGO!.

Quadro I - Protocolo de Reabilitação Vestibular VertiGO!. Quadro I - Protocolo de Reabilitação Vestibular VertiGO!. 1ª Etapa (Movimentos de olhos e cabeça, primeiro lentos, depois rápidos). Participante em pé sobre um colchonete, olhar para cima e para baixo.

Leia mais

O corpo em repouso somente entra em movimento sob ação de forças Caminhada em bipedia = pêndulo alternado A força propulsiva na caminhada é a força

O corpo em repouso somente entra em movimento sob ação de forças Caminhada em bipedia = pêndulo alternado A força propulsiva na caminhada é a força O corpo em repouso somente entra em movimento sob ação de forças Caminhada em bipedia = pêndulo alternado A força propulsiva na caminhada é a força de reação exercida pelo piso sobre os pés. Um corpo em

Leia mais

Federação Portuguesa de Atletismo. Sector de Meio-fundo. Desafio

Federação Portuguesa de Atletismo. Sector de Meio-fundo. Desafio Federação Portuguesa de Atletismo Sector de Meio-fundo Desafio MegaKm 2011 1. INTRODUÇÃO O sucesso do Desafio MegaKM 2011, implica a responsabilidade dos alunos que queiram aderir a este projecto, e depende

Leia mais

Protocolo de Avaliações

Protocolo de Avaliações Confederação Brasileira de Remo 18/01/2016 Protocolo de Avaliações Sistema Nacional de Avaliação de Remadores Anexo do Boletim Técnico 03/2016 1. PROTOCOLO DAS AVALIAÇÕES NO REMO ERGÔMETRO As avaliações

Leia mais

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A PROVAS 1) Atletismo 2) Futsal 3) Voleibol Especial 4) Natação 5) Cabo de Guerra 6) Provas de Habilidade 7) Tênis de Mesa A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B - Nesta prova

Leia mais

SISTEMA NACIONAL de AVALIAÇÃO do REMADOR 2013 OLIMPICO E PARALIMPICO

SISTEMA NACIONAL de AVALIAÇÃO do REMADOR 2013 OLIMPICO E PARALIMPICO CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE REMO SISTEMA NACIONAL de AVALIAÇÃO do REMADOR 2013 Protocolo da semana de avaliação Testes de remo ergômetro e de Força Máxima OLIMPICO E PARALIMPICO ESCLARECIMENTOS SOBRE A

Leia mais

FIEP BULLETIN - Volume 83 - Special Edition - ARTICLE I (http://www.fiepbulletin.net)

FIEP BULLETIN - Volume 83 - Special Edition - ARTICLE I (http://www.fiepbulletin.net) IDENTIFICAÇÃO DA CAPACIDADE AEROBIA, VELOCIDADE E ALTURA DOS SALTOS VERTICAIS DAS ATLETAS DA EQUIPE FEMININA DE HANDEBOL DA CIDADE DE BETIM, MINAS GERAIS, BRASIL, CATEGORIA ADULTO. MARCOS DANIEL MOTTA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO INTERNO N 01/2015-SUSEPE

PROCESSO SELETIVO INTERNO N 01/2015-SUSEPE PROCESSO SELETIVO INTERNO N 01/2015-SUSEPE O SUPERINTENDENTE DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS, no uso de suas atribuições legais AUTORIZA a realização de processo seletivo interno para preenchimento de vagas

Leia mais

EDUCAÇÃO FÍSICA FUNDAMENTAL PROF.ª FRANCISCA AGUIAR 7 ANO PROF.ª JUCIMARA BRITO

EDUCAÇÃO FÍSICA FUNDAMENTAL PROF.ª FRANCISCA AGUIAR 7 ANO PROF.ª JUCIMARA BRITO EDUCAÇÃO FÍSICA 7 ANO PROF.ª JUCIMARA BRITO FUNDAMENTAL PROF.ª FRANCISCA AGUIAR CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Cultura: A pluralidade na expressão humana. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 6.1 Conteúdo

Leia mais

ATLETISMO. Osvaldo Tadeu da Silva Junior

ATLETISMO. Osvaldo Tadeu da Silva Junior ATLETISMO Osvaldo Tadeu da Silva Junior OBJETIVO DA DISCIPLINA Conhecer, compreender e analisar os processos de ensino aprendizagem e treinamento das corridas; Conhecer, compreender e analisar os processos

Leia mais

Dados da Avaliação. Objetivos. Protocolo de Imagem Corporal Marins e Marins (2010) Foto Auto-Imagem Objetivo. Exame de Sangue. Posturais - Anterior

Dados da Avaliação. Objetivos. Protocolo de Imagem Corporal Marins e Marins (2010) Foto Auto-Imagem Objetivo. Exame de Sangue. Posturais - Anterior Data: Avaliador: Avaliado: 07/03/2013 Flávio Modelo Bem Vindo ao AVAESPORTE! Esporte Sistemas Incubadora de Empresas UFV (31)3892-5117 31-9332-3136 contato@esportesistemas.com.br www.esportesistemas.com.br

Leia mais

Consumo Máximo de Oxigênio

Consumo Máximo de Oxigênio Consumo Máximo de Oxigênio Prof. Sergio Gregorio da Silva, PhD BE066 Consumo Máximo de Oxigênio VO2max BE066 Sistema Portátil K4b 2 BE066 VO2max Definição: É a razão máxima de O2 que uma pessoa pode absorver,

Leia mais

Formação treinadores AFA

Formação treinadores AFA Preparação específica para a atividade (física e mental) Equilíbrio entre treino e repouso Uso de equipamento adequado à modalidade (ex: equipamento, calçado, proteções) E LONGEVIDADE DO ATLETA Respeito

Leia mais

Ginástica aeróbica no contexto da ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda

Ginástica aeróbica no contexto da ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda Ginástica aeróbica no contexto da ginástica Geral Prof. Dra. Bruna Oneda Ginástica aeróbica Uma combinação da ginástica clássica com a dança. Esta modalidade não pertence ao calendário olímpico, porém,

Leia mais

Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas. Francisco Pinto

Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas. Francisco Pinto Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto Caraterização Caraterização O é uma modalidade individual, integrada por um conjunto de ações naturais, como são os casos dos saltos,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA THIAGO RODRIGUES

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA THIAGO RODRIGUES UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA THIAGO RODRIGUES COMPONENTES DA APTIDÃO FÍSICA E MOTORA VOLTADAS A SAÚDE DE CRIANÇAS PARTICIPANTES DO PROJETO ESPORTIVO DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA Palhoça

Leia mais

Bioenergética. Trabalho Biológico. Bioenergetica. Definição. Nutrição no Esporte. 1

Bioenergética. Trabalho Biológico. Bioenergetica. Definição. Nutrição no Esporte. 1 Bioenergética Trabalho Biológico Contração muscular * Digestão e Absorção Função glandular Manter gradientes de concentração Síntese de novos compostos Profa. Raquel Simões M. Netto 4 Exercício para saúde

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE REMO. SISTEMA NACIONAL de AVALIAÇÃO do REMADOR 2014

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE REMO. SISTEMA NACIONAL de AVALIAÇÃO do REMADOR 2014 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE REMO SISTEMA NACIONAL de AVALIAÇÃO do REMADOR 2014 Protocolo da semana de avaliação Testes de remo ergômetro e de Força Máxima OLIMPICO E PARALIMPICO 1. Protocolo das avaliações

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DO RS - SUSEPE - EDITAL Nº 86/2006 DO CONCURSO 01/2006

CONCURSO PÚBLICO DA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DO RS - SUSEPE - EDITAL Nº 86/2006 DO CONCURSO 01/2006 CONCURSO PÚBLICO DA SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS DO RS - SUSEPE - EDITAL Nº 86/2006 DO CONCURSO 01/2006 CONVOCAÇÃO PARA REALIZAÇÃO DO EXAME DE APTIDÃO FÍSICA O Superintendente dos Serviços

Leia mais

MÉTODOS de Treinamento

MÉTODOS de Treinamento Metodologia do TREINAMENTO FÍSICO AULA 7 MÉTODOS de Treinamento MÉTODOS de Treinamento Métodos CONTÍNUOS Métodos INTERVALADOS Métodos FRACIONADOS Métodos em CIRCUITO Métodos ADAPTATIVOS São as DIFERENTES

Leia mais

AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA DOS PARTICIPANTES DO PROJETO DE EXTENSÃO INTERVALO ATIVO

AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA DOS PARTICIPANTES DO PROJETO DE EXTENSÃO INTERVALO ATIVO AVALIAÇÃO DA APTIDÃO FÍSICA DOS PARTICIPANTES DO PROJETO DE EXTENSÃO INTERVALO ATIVO PORTO, Ane Jaqueline Mastella 1 ; FAGUNDES, Adriano Perreira¹; ANTONELLO, Raquel Amaral¹; PANDA, Maria Denise Justo

Leia mais

ESCOLA PÚBLICA E PRIVADA: O RENDIMENTO DOS ALUNOS A PARTIR DO ESTUDO DAS CAPACIDADES FÍSICAS

ESCOLA PÚBLICA E PRIVADA: O RENDIMENTO DOS ALUNOS A PARTIR DO ESTUDO DAS CAPACIDADES FÍSICAS 65 ESCOLA PÚBLICA E PRIVADA: O RENDIMENTO DOS ALUNOS A PARTIR DO ESTUDO DAS CAPACIDADES FÍSICAS Esp. FRANCISCO GAMA DA SILVA Professor do Curso de Educação Física CAMEAM/UERN gama.uern@gmail.com Esp. JOSÉ

Leia mais

25/05/2017 OBJETIVOS DA AULA AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE CONCEITO CONCEITO. O que é Flexibilidade? Flexibilidade x Alongamento

25/05/2017 OBJETIVOS DA AULA AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE CONCEITO CONCEITO. O que é Flexibilidade? Flexibilidade x Alongamento OBJETIVOS DA AULA AVALIAÇÃO DA FLEXIBILIDADE TEÓRICA: Conceitos importantes; Tipos de flexibilidade; Fatores que influenciam a flexibilidade; Importância da flexibilidade; Como avaliar a flexibilidade.

Leia mais

RAFAEL VANIGLE DEOCLECIO

RAFAEL VANIGLE DEOCLECIO Universidade de Brasília UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA UnB ENSINO À DISTÂNCIA - EaD FACULDADE DE EDUAÇÃO FÍSICA CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA POLO DE ALTO PARAÍSO-GO

Leia mais