Manual do Utilizador. VERSÃO 2.0 Actualizado a 30 de Março de 2010

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual do Utilizador. VERSÃO 2.0 Actualizado a 30 de Março de 2010"

Transcrição

1 Manual do Utilizador VERSÃO 2.0 Actualizado a 30 de Março de 2010 Medpoint - Soluções Integradas de Saúde, Lda. Rua Rodrigues Sampaio nº142, 1º sala Porto Tel.: (+351) Fax: (+351) Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 1 / 36

2 0. Iniciar Janela Principal Painel Ficha Pessoal Ficha Clínica História Clínica Dados Adicionais Patologias e Medicação Hábitos Alimentares Tratamentos auxiliares Consulta Outras Informações Medições Dados Antropométricos Dados Analíticos Composição corporal Adicionar novas variáveis Cálculo das Necessidades Energéticas Diárias (NED s) Cálculo das NED s em Crianças Cálculo e Distribuição das Doses Cálculo das Doses Distribuição Diária das Doses Plano/Aconselhamento Alimentar Plano Alimentar Aconselhamento Alimentar Histórico Atalhos da Aplicação Exportação de dados para Excel Tabela de Composição dos Alimentos Manual de Quantificação dos Alimentos Referências Manual do Utilizador Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 2 / 36

3 0.Iniciar Para iniciar a aplicação é necessário aceder ao site da internet: Em seguida tem de ser inserido o Código de utilizador e a Palavra-chave. Nota: A aplicação Medpoint Diet foi testada nos seguintes browsers: Internet Explorer 7 e 8 e Firefox 2 e 3. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 3 / 36

4 1.Janela Principal Esta janela permite: - Efectuar uma pesquisa de clientes pelo nome, número de utente, NOP/código interno, Hora e Data de Consulta; - Efectuar uma pesquisa de clientes por ordem alfabética; - Ter acesso a uma lista dos últimos clientes; - Ter acesso à lista das próximas consultas agendadas (Dia e Hora da consulta); - Adicionar novos clientes. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 4 / 36dos P. 4

5 2.Painel O Painel permite ter acesso a um resumo de toda a informação do cliente seleccionado, recolhida(s) na(s) consulta(s) anterior(es). Nesta janela existe ainda a possibilidade de: - Imprimir o plano alimentar efectuado na consulta anterior; - Ter acesso a todo o histórico do cliente; - Adicionar observações Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 5 / 36dos P. 5

6 3.Ficha Pessoal Esta janela destina-se ao preenchimento dos dados pessoais do cliente. Apenas os campos assinalados com * são de preenchimento obrigatório. Caso se pretenda adicionar uma fotografia do cliente, basta clicar em Procurar e seleccionar o local onde se encontra guardada a imagem. O botão Remover serve para eliminar o cliente do sistema. O botão Gravar Alteração serve para quando se pretende guardar alterações efectuadas nos dados pessoais do cliente. Podemos ainda marcar a data e hora da próxima consulta. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 6 / 36dos P. 6

7 4.1.História Clínica - Motivo primário e outros motivos da consulta: podem ser seleccionados um dos motivos já predefinidos pelo sistema, ou digitar no campo em aberto. - Tentativa de perda de peso anterior: se o cliente já tentou ou não perder peso no passado. O campo em aberto serve para digitar observações que o profissional considere importantes. - Peso à nascença, Peso habitual, Peso Mínimo e Peso Máximo: estes campos destinam-se ao preenchimento do histórico de peso do cliente. - Antecedentes clínicos pessoais: este é um campo no qual o profissional de saúde pode digitar informações que considere pertinentes relacionadas com os antecedentes clínicos do seu cliente. - Antecedentes clínicos familiares: este campo destina-se à recolha de informações relacionadas com a história familiar clínica. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 7 / 36dos P. 7

8 4.2.Dados Adicionais Esta janela destina-se à recolha de alguns dados que poderão ser úteis ao profissional de saúde no desenrolar da consulta. Existem alguns campos em aberto para a descrição mais pormenorizada de alguns itens. A informação digitada no campo Actividade Física irá aparecer no Painel. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 8 / 36dos P. 8

9 4.3.Patologias e Medicação Esta janela permite a descrição de patologias, assim como da medicação que o cliente está a fazer de momento e a respectiva dosagem. Todos os campos desta janela são abertos. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 9 / 36dos P. 9

10 4.4.Hábitos Alimentares Nesta janela efectua-se o levantamento da história ou anamenese alimentar. Os Hábitos Alimentares possuem um sistema integrado de escrita inteligente na coluna Descrição dos alimentos. Esta funcionalidade permite que a conta do utilizador memorize o texto que vai sendo inserido. É também possível gravar os Hábitos Alimentares, visualiza-los ou apaga-los posteriormente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 10 / 36dos P. 10

11 4.5.Tratamentos Auxiliares Esta janela permite o acompanhamento de outros tratamentos auxiliares que o cliente esteja a fazer no momento. Todos os campos desta janela são abertos. - Data de inicio: data em que começa o tratamento; - Tratamento/Produto: este campo serve para referir qual o tratamento e/ou produto utilizado no tratamento; - Nº de sessões/embalagens: qual o nº de sessões ou embalagens previstas no tratamento; - Data Final: data em que termina o tratamento; - Resultado: este campo serve para o profissional de saúde descrever o resultado que se obteve no final do tratamento. - Observações: campo que serve para a descrição de observações adicionais. Nesta janela é também possível efectuar o upload de imagens, para isso basta clicar em Procurar e seleccionar o local onde se encontra guardada a imagem. O campo Descrição do problema serve para o profissional de saúde fazer uma descrição do problema ou do resultado a que se refere a imagem. O upload de imagens poderá ser útil ao profissional de saúde para fazer o acompanhamento da evolução do tratamento do seu cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 11 / 36dos P. 11

12 5.1.Outras Informações Esta janela permite inserir diversas informações que ajudam a situar o cliente. - Data: por defeito vem pré-definido com a data do dia da consulta. Contudo pode ser alterada de forma a ser possível inserir no sistema consulta antigas; - Local de Consulta: no caso de utilizador prestar serviço em múltiplos locais, torna possível inseri-los no sistema de forma a poder seleccionar onde está a ser acompanhado o cliente; - Proveniência: permite introduzir informação do local onde o cliente andava a ser acompanhado; - Tipo de doente: campo onde é possível qualificar o cliente quanto à sua mobilidade; - Status: permite introduzir qual o estado do cliente; - Reencaminhamento para outra especialidade: campo aberto para que o utilizador possa inserir a especialidade que reencaminha o cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 12 / 36dos P. 12

13 5.2.1.Dados Antropométricos As variáveis já predefinidas no sistema são o Peso Actual, a Altura e o Perímetro da Cintura. Para acrescentar novas variáveis ver no tópico "Acrescentar novas variáveis". - Valor Anterior: o valor da consulta anterior; - Valor: campo de preenchimento do valor actual; - Valor indicado: Valores limites e/ou referência para cada variável; - Painel: ao assinalar este campo os valores indicados aparecem no painel em Histórico de Variáveis; - Gráfico: ao assinalar este campo os valores indicados aparecem no painel em Gráficos de evolução do cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 13 / 36dos P. 13

14 5.2.2.Dados Analíticos As variáveis já predefinidas no sistema são as ilustradas na figura seguinte. Para acrescentar novas variáveis ver no tópico "Acrescentar novas variáveis". - Valor Anterior: o valor da consulta anterior; - Valor: campo de preenchimento do valor actual; - Valor indicado: Valores limites e/ou referência para cada variável; - Painel: ao assinalar este campo os valores indicados aparecem no painel em Histórico de Variáveis; - Gráfico: ao assinalar este campo os valores indicados aparecem no painel em Gráficos de evolução do cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 14 / 36dos P. 14

15 5.2.3.Composição Corporal As variáveis já predefinidas no sistema são as ilustradas na figura seguinte. Para acrescentar novas variáveis ver no tópico "Acrescentar novas variáveis". - Valor Anterior: o valor da consulta anterior; - Valor: campo de preenchimento do valor actual; - Valor indicado: Valores limites e/ou referência para cada variável; - Painel: ao assinalar este campo os valores indicados aparecem no painel em Histórico de Variáveis; - Gráfico: ao assinalar este campo os valores indicados aparecem no painel em Gráficos de evolução do cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 15 / 36dos P. 15

16 5.3.Adicionar novas variáveis Para acrescentar novas variáveis: 1º - Clicar em 2º - Preencher a janela "Adicionar nova medição" - Nome do elemento: nome da nova medição. Ex: Perímetro da anca; - Valor indicado: valores limites e/ou referência para a variável que se pretende adicionar; - Assinalar a unidade de medida respeitante à nova medição. Ex: cm. A nova medição pode ser adicionada apenas para o cliente actual ou para todos os clientes. 3º - Clicar em Adicionar para finalizar e gravar a nova medição. Depois de adicionada e gravada, é possível fazer alterações ou mesmo remover a nova medição. Para isso basta clicar em cima da variável e em seguida clicar em Remover ou fazer as alterações necessárias e clicar em Gravar. A nova variável vai aparecer na grelha com o símbolo que significa que esta foi adicionada pelo profissional de saúde. O símbolo significa que os valores digitados pelo profissional de saúde estão fora dos limites estipulados para a variável. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 16 / 36dos P. 16

17 5.4.Cálculo das NED's NED s - Necessidades Energéticas Diárias Inicialmente é necessário seleccionar o nível de actividade física do cliente. O campo Opções serve para o caso de o cliente ser uma mulher grávida, e neste caso selecciona-se o tempo da gravidez. Por último é necessário escolher qual a fórmula que mais se adequa as caso do cliente. O preenchimento destes 3 campos serve para o sistema calcular as Necessidades Energéticas Diárias do cliente. Este valor vai aparecer mais em baixo em Situação Actual. Situação Actual Esta janela permite ao profissional de saúde ter acesso aos dados do cliente (idade, peso e altura) e ainda ao cálculo do Metabolismo Basal em repouso, ao valor e categoria de IMC, ao Peso de referência e às Necessidades Energéticas calculadas para o peso actual do cliente. O Metabolismo Basal em repouso é o único campo que pode ser alterado da Situação Actual. Esta funcionalidade permite digitar um valor diferente do calculado pelo sistema, no caso de por exemplo, o profissional de saúde preferir utilizar o valor calculado pela bioimpedância. Para isso basta clicar em cima do valor e digitar o valor que se pretende. Terapêutica Nesta janela, o profissional de saúde digita o Peso Desejado pelo cliente e o Peso Acordado na consulta, e o sistema calcula o valor e a categoria de IMC respectivos, e ainda as Necessidades Energéticas do cliente. O profissional de saúde tem que digitar no campo NED Estipuladas qual o valor de kcal que vai estipular no plano alimentar do seu cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 17 / 36dos P. 17

18 5.5.Cálculo das NED's Crianças No caso de clientes infantis: O Metabolismo basal não é aplicável a crianças com menos de 18 anos. No campo do IMC, é possível aceder aos gráficos das curvas de IMC de Cole e à curva de IMC do CDC. Para isso basta clicar em cima de "Curva de IMC de Cole" e "Curva de IMC CDC". Estes dois gráficos ilustram o IMC actual do cliente, assim como a sua evolução. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 18 / 36dos P. 18

19 Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 19 / 36dos P. 19

20 5.6.1.Cálculo das Doses Nesta janela o profissional de saúde terá que escolher qual o tipo de dieta mais se adequa ao seu cliente. Existem as seguintes opções: a) Obesidade e Diabetes: este tipo de dieta inclui apenas o cálculo e distribuição dos macronutrientes (proteínas, lípidos e glícidos). b) Dislipidemias: este tipo de dieta inclui o cálculo e distribuição dos macronutrientes e também dos Ácidos Gordos Saturados, Monoinsaturados, Polinsaturados e Colesterol. c) Renal: para além dos macronutrientes, este tipo de dieta inclui também o cálculo e distribuição da Proteína de Alto Valor Biológico, do Sódio, do Potássio e do Fósforo. d) Roda dos Alimentos: este tipo de dieta inclui apenas os cálculo e distribuição dos macronutrientes, tendo em consideração as doses e equivalentes da Nova Roda dos Alimentos Portuguesa. Em seguida o profissional de saúde terá que escolher qual a distribuição em % do Valor Energético Total que pretende para os macronutrientes. O sistema assume por defeito 20% VET para proteínas, 30% do VET para lípidos e 50% do VET para glícidos. No caso da dieta renal: O profissional de saúde poderá seleccionar na variável proteínas o valor de gramas de proteínas por quilo de peso que deseja para a sua dieta, e o sistema automaticamente calcula a % de proteínas no Valor Energético Total e a sua quantidade em gramas. É ainda possível o profissional de saúde, seleccionar a percentagem de proteínas de Alto Valor Biológico (AVB) que pretende, e o sistema calcula automaticamente o seu valor em gramas. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 20 / 36dos P. 20

21 Cálculo das doses Objectivos: Nesta linha aparece a quantidade de macronutrientes pretendida para a dieta. Nos tipos de dieta que incluem o cálculo e distribuição de outros nutrientes, como as dietas Dislipidemias e Renal, o sistema não calcula a quantidade pretendida para esses nutrientes. O profissional de saúde terá que digitar a quantidade pretendida na linha dos objectivos, como ilustra a figura seguinte. Objectivos Diferenciais: Esta linha indica o diferencial de quantidade que é necessário para atingir o objectivo. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 21 / 36dos P. 21

22 Nas tabelas que se seguem, a primeira coluna indica o alimento ou grupo de alimentos. A coluna Valor/dose indica a quantidade do alimento que representa 1 dose. A terceira coluna Dose é a única coluna em aberto, onde o profissional de saúde tem de digitar a dose que pretende. Nas restantes colunas, são calculadas pelo sistema, as quantidades dos nutrientes respeitantes às doses digitadas na coluna Dose, como ilustra a figura seguinte. Á medida que o profissional de saúde vai digitando as doses, o sistema vai recalculando os objectivos diferenciais. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 22 / 36dos P. 22

23 Acertos: Os separadores verdes indicam quantas doses faltam para o profissional de saúde acertar nas doses de pão e equivalentes, carne e equivalentes e gorduras respectivamente. O profissional de saúde pode ainda acrescentar alimentos em qualquer um dos sub-grupos da tabela. Para isso basta no botão existente em baixo de cada um dos sub-grupos, e preencher os campos da janela abaixo ilustrada. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 23 / 36dos P. 23

24 5.6.2.Distribuição diária das doses Depois de feito o cálculo das doses, o profissional de saúde pode distribui-las pelo dia alimentar. Nesta tabela estão indicados, nas duas primeiras colunas, os grupos de alimentos e as respectivas doses. As duas últimas colunas indicam o total de doses inseridas pelo profissional de saúde e a diferença entre as doses estipuladas e as doses inseridas ao longo das refeições. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 24 / 36dos P. 24

25 5.7.1.Plano Alimentar O plano alimentar possui um sistema integrado de escrita inteligente na coluna Alimentos. Esta funcionalidade permite que a conta do utilizador memorize o texto que vai sendo inserido. Na coluna Doses está indicado o grupo de alimentos e as respectivas doses. Na coluna Horas o profissional de saúde terá que seleccionar a hora pretendida para o cliente efectuar a respectiva refeição. A coluna Alimentos é um campo em aberto, onde o profissional de saúde terá que fazer a descrição dos alimentos e respectivos equivalentes que compõem a refeição. O campo Observações é um campo em aberto, onde o profissional de saúde poderá digitar informações adicionais ao plano alimentar como conselhos úteis ao seu cliente. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 25 / 36dos P. 25

26 Aspecto final do Plano Alimentar após impressão: Os campos Logótipo, Dados do Profissional e Moradas são totalmente editáveis pelo utilizador. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 26 / 36dos P. 26

27 5.7.2.Aconselhamento Alimentar Esta janela foi criada para que o cliente pudesse complementar a elaboração do Plano Alimentar. Possui um campo aberto em que o cliente poderá digitar até 5000 caracteres. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 27 / 36dos P. 27

28 Aspecto final do Aconselhamento Alimentar após impressão: Os campos Logótipo, Dados do Profissional e Moradas são totalmente editáveis pelo utilizador. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 28 / 36dos P. 28

29 Depois de concluído o Plano/Aconselhamento alimentar, é possível imprimir o Plano/Aconselhamento Alimentar para entregar ao cliente. No entanto, se o profissional de saúde o desejar, poderá ainda imprimir todos os dados recolhidos na consulta. O profissional de saúde, se desejar manter uma cópia de segurança da consulta, deverá seleccionar "Enviar cópia por ". Desta forma, receberá no seu o acesso à consulta em modo de visualização. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 29 / 36dos P. 29

30 6.Histórico Nesta janela o profissional de saúde tem acesso a um resumo do histórico das medições efectuadas ao longo das consultas. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 30 / 36dos P. 30

31 7.1.Exportação de Dados para Excel Esta funcionalidade permite exportar os dados (inseridos e criados) no Medpoint Diet para ficheiro Excel. Após clicar no botão de Exportar para Excel aparece o seguinte menu: Podemos agora seleccionar que tipo de ficheiro pretendemos exportar para Excel: - Resumo: contem um sumário dos dados gerados pelo Medpoint Diet de forma compilada e organizada; - Detalhe: contém todos os dados inseridos/criados pelo utilizador. Em ambas as situações podemos escolher o intervalo de tempo em que pretendemos que esta exportação seja feita. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 31 / 36dos P. 31

32 7.2.Tabela da Composição de Alimentos Portuguesa Esta aplicação tem como base a Tabela da Composição de Alimentos do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge I.P. (INSA I.P.). Pesquisas: A pesquisa na tabela de composição de alimentos pode ser feita pelo nome do alimento ou por quantidade de nutriente. A pesquisa pelo nome do alimento é feita, colocando o termo ou palavra-chave no campo em aberto e clicar em Pesquisar. Na pesquisa por nutrientes, é necessário escolher o nutriente que se pretende pesquisar, tanto na opção Rico em, como na Pobre em. Nesta última opção, a primeira coluna corresponde ao nutriente seleccionado na pesquisa. A consulta dos nutrientes é efectuada arrastando o scroll horizontal para a direita. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 32 / 36dos P. 32

33 Gravar listas de alimentos O profissional de saúde pode também gravar listas de alimentos. Para isso basta clicar em adicionar na linha do alimento que pretende adicionar, podendo também digita na coluna quantidade, a quantidade de alimento que pretende para a sua lista. No canto superior direito do ecrã, vão aparecendo o nº de alimentos adicionados à lista, assim como o somatório das respectivas kcal. Para visualizar a lista de alimentos basta clicar em Ver listas gravadas. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 33 / 36dos P. 33

34 7.3.Manual de Quantificação dos Alimentos Esta aplicação tem como base o Manual de Quantificação dos Alimentos da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. Pesquisa: A pesquisa no Manual de Quantificação dos Alimentos pode ser feita pelo Grupo de Alimentos ou pelo Alimento. Do lado esquerdo aparecerá a tabela que relaciona o peso com o Alimento. Imprimir: Após seleccionado o Alimento pretendido pode ainda imprimir a imagem do mesmo. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 34 / 36dos P. 34

35 7.4.Referências Nesta aplicação o profissional de saúde terá acesso às referências utilizadas para a elaboração deste sistema, assim como a informação científica actualizada sobre vários temas. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 35 / 36dos P. 35

36 7.5.Manual do Utilizador Nesta aplicação o profissional de saúde terá acesso ao manual do utilizador on-line e por capítulos. Copyright 2010 Medpoint Todos os direitos reservados P. 36 / 36dos P. 36

Base de Dados de Gestão de Anilhagem e Recapturas Manual do Utilizador

Base de Dados de Gestão de Anilhagem e Recapturas Manual do Utilizador 4 - ANILHAGEM QUADRO DE INSERÇÃO DE DADOS DE ANILHAGEM Ao seleccionar o botão Anilhagem, obtêm-se acesso ao quadro de inserção de dados de anilhagem, cujo aspecto pode ser visto nas figuras 22 e 22a, uma

Leia mais

w w w. b a l a n c a s m a r q u e s. p t B M G e s t

w w w. b a l a n c a s m a r q u e s. p t B M G e s t M a n u a l d e U t i l i z a d o r w w w. b a l a n c a s m a r q u e s. p t B M G e s t Índice 1 INTRODUÇÃO... 1 1.1 REQUISITOS DO SISTEMA... 1 1.2 INSTALAÇÃO... 1 1.3 PRIMEIRA EXECUÇÃO... 1 1.3.1 Seleccionar

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Iniciação à Informática Dr. Manuel Monteiro Conteúdo 5 Folha de Cálculo Conceitos básicos Os programas denominados de folhas de cálculo permitem aos seus utilizadores elaborar documentos com cálculos,

Leia mais

Manual delta.online. Barómetro de Ideias

Manual delta.online. Barómetro de Ideias Página 1 Índice O nome delta.online...1 Login...2 Perfis de utilização...3 Menus...4 Impressão ou exportação...4 Filtros...5 Quadros globais...7 Ordenação de resultados...8 Filtros unidades observação...9

Leia mais

Manual Prático. Elisabete Aguiar

Manual Prático. Elisabete Aguiar Manual Prático Elisabete Aguiar Índice A BARRA DE OPÇÕES... 4 Abrir um documento existente... 6 Guardar um documento Word... 7 Ambiente de Trabalho no Microsoft Word 2007... 9 Configuração de Páginas...

Leia mais

BIBLIOTECA ANACOM MANUAL DO UTILIZADOR

BIBLIOTECA ANACOM MANUAL DO UTILIZADOR BIBLIOTECA ANACOM MANUAL DO UTILIZADOR ÍNDICE BIBLIOTECA ANACOM - Manual do Utilizador... 2 Página de entrada... 3 Barra de menus da Biblioteca ANACOM... 3 Tipos de pesquisa... 6 Pesquisa simples... 6

Leia mais

Sistema de Informação de Gestão Orçamental Encargos com Pessoal (Execução) Ecrã Upload Manual de Utilizador

Sistema de Informação de Gestão Orçamental Encargos com Pessoal (Execução) Ecrã Upload Manual de Utilizador Sistema de Informação de Gestão Orçamental Encargos com Pessoal (Execução) Ecrã Upload Manual de Utilizador DSI/AOT - Aplicações do Orçamento e da Tesouraria jan 2014 Histórico de Alterações Versão Data

Leia mais

Manual de preenchimento dos formulários de trabalhos de execução de sinalização

Manual de preenchimento dos formulários de trabalhos de execução de sinalização Manual de preenchimento dos formulários de trabalhos de execução de sinalização Introdução Foram criados modelos alternativos dos mapas de execução trabalhos de sinalização vertical e horizontal. Estes

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 32 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a FFONTS M a n

Leia mais

MANUAL DE MICROSOFT EXCEL 2003 Sem bichos de sete cabeças

MANUAL DE MICROSOFT EXCEL 2003 Sem bichos de sete cabeças MANUAL DE MICROSOFT EXCEL 2003 Sem bichos de sete cabeças Trabalho realizado para Metodologia de Investigação I para a Professora M. Isabel Chagas por: Deolinda Canelo Dulce Mourato Sandra Gaspar Eugénia

Leia mais

BMLABEL MANUAL DO UTILIZADOR

BMLABEL MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Ao executar o programa abre-se uma janela com a lista das empresas registadas e 2 menus activos: Menu Seleccionar para seleccionar a empresa. Menu Sair para sair da aplicação. Para

Leia mais

Versão 1.1. DEEP Departamento de Estudos, Estatística e Planeamento Rua Castilho, Nº Lisboa Internet :

Versão 1.1. DEEP Departamento de Estudos, Estatística e Planeamento Rua Castilho, Nº Lisboa Internet : Versão 1.1 DEEP Departamento de Estudos, Estatística e Planeamento Rua Castilho, Nº 24 2 1250-069 Lisboa Internet : http://www.deep.msst.gov.pt Índice Folha 2 ÍNDICE Folha 1 - Requisitos -------------------------------------------------------------

Leia mais

PAGAMENTO A FORNECEDORES E ORDENADOS

PAGAMENTO A FORNECEDORES E ORDENADOS PAGAMENTO A FORNECEDORES E ORDENADOS 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS Opção Utilitários/Selecção de Empresas O primeiro passo a seguir é parametrizar quais as Empresas que irão utilizar o aplicativo. Note-se

Leia mais

APLICAÇÃO GOIVV. A sua ligação à IVV- Automação, Lda MANUAL DE UTILIZAÇÃO

APLICAÇÃO GOIVV. A sua ligação à IVV- Automação, Lda MANUAL DE UTILIZAÇÃO APLICAÇÃO GOIVV A sua ligação à IVV- Automação, Lda MANUAL DE UTILIZAÇÃO INSTALAÇÃO A aplicação goivv tem por objectivo servir de ponte entre a IVV Automação, Lda e a sua empresa. Com a aplicação goivv

Leia mais

Manual de Utilizador do Backoffice

Manual de Utilizador do Backoffice Manual de Utilizador do Backoffice Conteúdo Acesso ao Backoffice... 2 Actualizar Conteúdos do Website... 3 Homepage... 3 Quem Somos... 5 Serviços... 7 Outros Produtos... 8 Empresas Parceiras... 9 Contactos...

Leia mais

APRESENTAÇÃO E UTILIZAÇÃO. Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE-E)

APRESENTAÇÃO E UTILIZAÇÃO. Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE-E) APRESENTAÇÃO E UTILIZAÇÃO Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE-E) Dezembro de 2014 ÍNDICE 1. Introdução... 3 2. Objetivos do Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE)... 3 3.

Leia mais

SIIE v2.5. Formação Fátima

SIIE v2.5. Formação Fátima SIIE v2.5 Formação 17.11.2012 - Fátima Programa 1 Censos Preparação dos censos para entrega Modificação e alteração de dados Entrega, alteração e validação dos censos 2 Esclarecimento de dúvidas sobre

Leia mais

Serviços de Informática :: Divisão de Infraestruturas e Serviços :: Universidade de Évora

Serviços de Informática :: Divisão de Infraestruturas e Serviços :: Universidade de Évora Guia de utilização do Colibri Instalação do software Criar Sessão Consultar as sessões criadas Participar numa sessão Gravação de Sessões Iniciar a gravação de uma sessão Descarregar a gravação Versões

Leia mais

GAM Gestão de Acessibilidade ao Medicamento. Manual de Utilizador Front-Office

GAM Gestão de Acessibilidade ao Medicamento. Manual de Utilizador Front-Office GAM Gestão de Acessibilidade ao Medicamento Manual de Utilizador Front-Office Aviso de Propriedade e Confidencialidade Este documento é propriedade do INFARMED, I.P., e toda a informação nele incluído

Leia mais

O AMBIENTE DE TRABALHO... 2 CRIAR, ABRIR E GUARDAR DOCUMENTOS... 6 EDIÇÃO DE DOCUMENTOS... 7 FORMATAÇÃO DE TEXTO Manual de Word INTRODUÇÃO...

O AMBIENTE DE TRABALHO... 2 CRIAR, ABRIR E GUARDAR DOCUMENTOS... 6 EDIÇÃO DE DOCUMENTOS... 7 FORMATAÇÃO DE TEXTO Manual de Word INTRODUÇÃO... INTRODUÇÃO... 2 Noção de processador de texto... 2 O AMBIENTE DE TRABALHO... 2 Área de trabalho... 3 Barra de menus... 3 Barras de ferramentas... 4 Réguas... 5 Botões de visualização... 5 Barra de estados...

Leia mais

5. Gestão das classificações resultantes dos processos de avaliação da plataforma

5. Gestão das classificações resultantes dos processos de avaliação da plataforma MOODLE - NÍVEL II ACTIVIDADES 5. Gestão das classificações resultantes dos processos de avaliação da plataforma As Classificações, que se encontra no bloco Administração, permitem ao professor para executar

Leia mais

Implementação do Sistema de Gestão de Expedientes e Despachos

Implementação do Sistema de Gestão de Expedientes e Despachos Implementação do Sistema de Gestão de Expedientes e Despachos Manual do Utilizador - Secretaria e Correspondência Ver 2.0 15 DeAbril de 2015 Índice Tela de login... 2 Menu... 3 Alteração de senha... 3

Leia mais

Dispor e organizar folhas de cálculo

Dispor e organizar folhas de cálculo Dispor e organizar folhas de cálculo O Excel fornece várias funcionalidades para o ajudar a trabalhar e visualizar com as folhas de cálculo. Fixar linhas e colunas Pode fixar (ou bloquear) linhas e colunas

Leia mais

Principais correcções efectuadas

Principais correcções efectuadas GIAE Versão 2.1.0 15 Março de 2011 Com o objectivo de unificar a versão em todos os módulos do GIAE, incluindo o GestorGIAE, todos os módulos são actualizados para a versão 2.1.0. Muito Importante: Antes

Leia mais

Procedimento de introdução de Reclamações - 1ª Fase. L.Pedro Log P&S

Procedimento de introdução de Reclamações - 1ª Fase. L.Pedro Log P&S 20014- Procedimento de introdução de Reclamações - 1ª Fase L.Pedro Log P&S Introdução Na contínua melhoria das funcionalidades do eplus, a partir do próximo dia 09-03- 09, o menu das reclamações será alterado.

Leia mais

O aprendiz de investigador

O aprendiz de investigador O aprendiz de investigador Criar um filme com o Movie Maker literacia digital L i t e r a c i a s n a e s c o l a : f o r m a r o s p a r c e i r o s d a b i b l i o t e c a O que é? O é um software de

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE 1.º CHEQUE-DENTISTA

UTILIZAÇÃO DE 1.º CHEQUE-DENTISTA GUIA DO UTILIZADOR DO SISO UTILIZAÇÃO DE 1.º CHEQUE-DENTISTA Data: 30-06-2008 Versão: 1.0 Sumário: Guia do utilizador do SISO para Estomatologistas e Médicos Dentistas, relativo à utilização do 1.º Cheque-Dentista,

Leia mais

Centro de informática e Sistemas do Instituto Politécnico de Tomar

Centro de informática e Sistemas do Instituto Politécnico de Tomar MUITO IMPORTANTE Todo o processo de aprovar e instalar o certificado pessoal deve realizar-se numa máquina controlada pelo requerente e a que outros não tenham acesso. Caso a máquina usada para a aprovação

Leia mais

Índice. LeYa Multimédia

Índice. LeYa Multimédia Índice 1. Conhecer o 20 Aula Digital... 3 2. Registo no 20 Aula Digital... 4 3. Autenticação... 5 3.1. Editar os dados de perfil... 5 3.2. Ativar código... 5 4. Página de entrada... 6 4.1. Pesquisar um

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilizador Perfil Aluno V1 17/06/2015 4450-298 Matosinhos Maputo Página 1 de 20 ÍNDICE 1. Página Pessoal Aluno 4 1.1 Alterar Fotografia 4 1.2 Configuração da Página Pessoal 5 1.3 Conta Corrente

Leia mais

MANUAL BÁSICO DO SOFTWARE

MANUAL BÁSICO DO SOFTWARE MANUAL BÁSICO DO SOFTWARE w w w. s o f t wa r e d i e ta n e t. c o m. b r SOFTWARE DESENVOLVIDO POR: SUMÁRIO 1. Introdução 3 2. Utilizando pela primeira vez 3 3. Executando ações no sistema 5 4. Criando

Leia mais

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica de Telecomunicações de Computadores Guia de utilização do Moodle (Versão 1.6.2) Vista do Professor Versão 2.0 Outubro

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES. Índice BANCO DE QUESTÕES. I Como posso criar momentos de avaliação desafiantes e motivadores a partir do Banco de Questões?

BANCO DE QUESTÕES. Índice BANCO DE QUESTÕES. I Como posso criar momentos de avaliação desafiantes e motivadores a partir do Banco de Questões? BANCO DE QUESTÕES Índice I Como posso criar momentos de avaliação desafiantes e motivadores a partir do Banco de Questões? 05 1 Pesquisar e selecionar questões 05 2 Adicionar perguntas a um teste 07 3

Leia mais

3. Usar a árvore de certificados do Windows para validar certificados no Acrobat Reader

3. Usar a árvore de certificados do Windows para validar certificados no Acrobat Reader Pontos de Orientação 1. Email da digicert para aprovar e instalar o certificado Paulo Cesar Reis Crispim Assinado de forma digital por Paulo Cesar Reis Crispim Dados: 2016.11.16 14:50:46 Z 2. Usar o certificado

Leia mais

GIAE ONLINE GIAE ONLINE. J.P.M & Abreu, Lda.

GIAE ONLINE GIAE ONLINE. J.P.M & Abreu, Lda. GIE ONLINE 1 Índice Índice 2 Índice de Figuras 3 1. Introdução 4 2. Novas funcionalidades 5 2.1. Mensagens 5 2.1.1. Recebidas 6 2.1.2. Enviadas 6 2.1.3. Enviar Mensagem 6 2.2. Consulta de Extracto 9 2.3.

Leia mais

Manual Nero InfoTool. Nero AG

Manual Nero InfoTool. Nero AG Manual Nero InfoTool Nero AG Informações sobre direitos de autor e marcas O manual do Nero InfoTool e todo o respectivo conteúdo estão protegidos por direitos de autor e são propriedade da Nero AG. Todos

Leia mais

Plano Director Municipal. Tecnologias de Informação Geográfica

Plano Director Municipal. Tecnologias de Informação Geográfica Plano Director Municipal Tecnologias de Informação Geográfica munwebgis Com o objectivo de difundir a utilização da informação geográfica, agilizar e simplificar os processos administrativos dentro dos

Leia mais

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS SISTEMA DE GESTÃO PARA EMBALAGENS NÃO REUTILIZÁVEIS

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS SISTEMA DE GESTÃO PARA EMBALAGENS NÃO REUTILIZÁVEIS GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS SISTEMA DE GESTÃO PARA EMBALAGENS NÃO REUTILIZÁVEIS Versão: 1.0 Data: 05-06-2009 Índice Acesso e estados dos Formulários... 3 Escolha do Formulário e submissão...

Leia mais

20 Aula Digital Manual do Utilizador do Aluno

20 Aula Digital Manual do Utilizador do Aluno 20 Aula Digital Manual do Utilizador do Aluno Versão 1.0 Índice I. Começar a utilizar o 20 Aula Digital... 3 1. Registo... 3 2. Autenticação... 3 2.1. Recuperar palavra-passe... 3 3. Ativar Manuais Multimédia...

Leia mais

Manual do Médico Prescritor

Manual do Médico Prescritor Manual do Médico Prescritor Índice 1. Acesso à Plataforma... 3 2. Prescrição Eletrónica... 4 2.1 Selecionar Utente... 5 2.2 Selecionar Medicamento... 7 2.3 Previsualizar e Emitir a Receita... 12 3. Prescrições

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES. Índice. I Como posso criar momentos de avaliação desafiantes e motivadores a partir do Banco de Questões? 05

BANCO DE QUESTÕES. Índice. I Como posso criar momentos de avaliação desafiantes e motivadores a partir do Banco de Questões? 05 BANCO DE QUESTÕES Índice I Como posso criar momentos de avaliação desafiantes e motivadores a partir do Banco de Questões? 05 Pesquisar e selecionar questões 05 2 Adicionar perguntas a um teste 07 3 Selecionar

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

Biblioteca Escolar António Bento Franco MANUAL DE UTILIZADOR WINDOWS LIVE MOVIE MAKER

Biblioteca Escolar António Bento Franco MANUAL DE UTILIZADOR WINDOWS LIVE MOVIE MAKER MANUAL DE UTILIZADOR WINDOWS LIVE MOVIE MAKER Criar o vídeo - início Para iniciar a criação de um filme, devemos em primeiro lugar criar uma pasta, onde colocaremos todos os objetos que pretendemos inserir

Leia mais

1. Introdução O que é Microsoft PowerPoint Recursos de PowerPoint. Introdução

1. Introdução O que é Microsoft PowerPoint Recursos de PowerPoint. Introdução 1. Introdução 1.1. O que é Microsoft PowerPoint 2007 Microsoft Office PowerPoint 2007 é um software de apresentação gráfica produzido pela Microsoft Corporation para o sistema operacional Microsoft Windows.

Leia mais

Manual de Utilização da Plataforma digital de Gestão de informação

Manual de Utilização da Plataforma digital de Gestão de informação Manual de Utilização da Plataforma digital de Gestão de informação AGÊNCIAS Iniciativa de : Financiado por: www.eeagrants.org AGÊNCIAS Esta plataforma permite apoiar o funcionamento das agências do Banco

Leia mais

manual de navegação [área reservada a entidades gestoras]

manual de navegação [área reservada a entidades gestoras] manual de navegação [área reservada a entidades gestoras] 2 1 1 O presente manual aborda as noções gerais de navegação na área de acesso reservado às entidades gestoras e não dispensa a consulta das instruções

Leia mais

MANUAL Formação: TIC (Word) Maio a Jul/2011

MANUAL Formação: TIC (Word) Maio a Jul/2011 AULA Nº 13 (29/06/2011) MANUAL Criar Tabela em Excel (folha de cálculo) 1ª Regra p/ utilizar o Excel: Por defeito em o Excel encosta à esquerda o texto e os números à direita Iniciar a tabela colocando

Leia mais

Domine o Word Professor: Rafael Henriques

Domine o Word Professor: Rafael Henriques Domine o Word 2010 Professor: 1 08-03-2016 Rafael Henriques Sumário Introdução aos Processadores de texto; Microsoft Word 2010 O ambiente de trabalho O Friso Os Tabuladores do Word 2010; Realização e correcção

Leia mais

SClínico-CSP / ACC. Manual do utilizador

SClínico-CSP / ACC. Manual do utilizador SClínico-CSP / ACC Manual do utilizador Módulo ACC - Setembro 2016 Este trabalho não pode ser reproduzido ou divulgado, na íntegra ou em parte, a terceiros nem utilizado para outros fins que não aqueles

Leia mais

Edição: 1.a Data: 11/01/19 Pág.: 1/12

Edição: 1.a Data: 11/01/19 Pág.: 1/12 Edição: 1.a Data: 11/01/19 Pág.: 1/12 O sistema de Backoffice de Ensaios da Monoquadros, trata-se de um site extranet que a Monoquadros disponibiliza para os seus clientes, cliente finais, inspectores,

Leia mais

20 Aula Digital. Manual do Utilizador do Aluno. Versão 1.5

20 Aula Digital. Manual do Utilizador do Aluno. Versão 1.5 20 Aula Digital Manual do Utilizador do Aluno Versão 1.5 Índice I. Começar a utilizar o 20 Aula Digital... 3 1. Registo... 3 2. Autenticação... 4 2.1. Restaurar palavra-passe... 4 3. Ativar Manuais Multimédia...

Leia mais

IPBrick CAFE v1.6 Manual de utilização

IPBrick CAFE v1.6 Manual de utilização IPBrick CAFE v1.6 Manual de utilização IPBRICK, S.A. 23 de Outubro de 2015 IPBRICK, S.A. IPBrick 1 CAFE v1.6 - Manual de utilização Conteúdo 1 Introdução 4 1.1 Funcionalidades..............................

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA

UNIVERSIDADE DE LISBOA UNIVERSIDADE DE LISBOA Manual de Utilizador mygiaf Índice Introdução... 3 1. Autenticação no Software... 4 2. Lista de Notificações... 4 3. Consulta de Dados... 6 4. Alteração de Dados (Pessoais, Familiares,

Leia mais

FORMAÇÃO DE MICROSOFT EXCEL 2010

FORMAÇÃO DE MICROSOFT EXCEL 2010 FORMAÇÃO DE MICROSOFT EXCEL 2010 Mário de Almeida Pedro, M. Sc. Novembro 2013 Bemvindo Identificação da UFCD UFCD nº 0756 Folha de Cálculo, com a duração de 50 horas Microsoft Excel 2010 Objectivos: No

Leia mais

Sistema Hospitalar - Prescrição Eletrônica v4.0

Sistema Hospitalar - Prescrição Eletrônica v4.0 Sistema Hospitalar - Prescrição Eletrônica v4.0 Manual do Usuário - Médico Versão 0.0 Histórico da Revisão DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTOR 23/0/202 0.00 Criação do manual Silvio Zequinão 25/02/204 0.0 Revisão

Leia mais

Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC.

Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC. Este manual contém as principais funcionalidades e explicações a respeito do funcionamento do portal de vendas PULVITEC. É recomendado a utilização do browser Google Chrome e Firefox por questões de compatibilização

Leia mais

Folha de Cálculo. Manual de Apoio. Fórmulas e Gráficos

Folha de Cálculo. Manual de Apoio. Fórmulas e Gráficos Folha de Cálculo Manual de Apoio Fórmulas e Gráficos Copyright Copyright 2006 Escola Secundária Artística de Soares dos Reis, Carla Mansilha, Alexandre Martins. É permitido copiar, distribuir e/ou modificar

Leia mais

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA SOCIEDADE PONTO VERDE

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA SOCIEDADE PONTO VERDE GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS ENTIDADE GESTORA SOCIEDADE PONTO VERDE Versão: 1.0 Data: 05-06-2009 Índice Acesso e estados dos Formulários... 3 Escolha do Formulário e submissão... 4 Bases para

Leia mais

Guia do Serviço EcoFactura (Receptor) da Generix Group Portugal

Guia do Serviço EcoFactura (Receptor) da Generix Group Portugal Guia do Serviço EcoFactura (Receptor) da Generix Group Portugal Este manual visa ser uma ajuda na utilização do Serviço On-Demand Ecofactura. São descritas as várias funcionalidades com base em vários

Leia mais

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS - ENTIDADE GESTORA VALORPNEU

GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS - ENTIDADE GESTORA VALORPNEU GUIA PARA O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS - ENTIDADE GESTORA VALORPNEU Versão: 1.0 Data: 05-06-2009 Índice Acesso e estados dos Formulários... 3 Escolha do Formulário e submissão... 4 Bases para a navegação

Leia mais

imax Concepção Centrada no Utilizador 2007/2008 Manual do Utilizador

imax Concepção Centrada no Utilizador 2007/2008 Manual do Utilizador Concepção Centrada no Utilizador 2007/2008 imax Manual do Utilizador Grupo 04: Pedro João Grácio Rodrigues 48952 Raquel Garcez Coutinho Costa 57745 Renato Filipe Robles Sousa 52368 Índice Índice... 2 Introdução...

Leia mais

Perguntas Frequentes (FAQ)

Perguntas Frequentes (FAQ) 1. Quando acedo ao módulo do ACC é gerado um aviso e diz que não é possível emitir o atestado: Esta é uma mensagem de aviso, não é um erro. Para a emissão de um Atestado Médico, a identificação do NIF

Leia mais

atualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção ativo.

atualização gratuita *para clientes Gnotarium com contrato de manutenção ativo. novidades da versão 5.0 Faturação o Descontos o NIF estrangeiro o Observações o IVA nas linhas o Parametrização das margens o N.º de conta sequencial o Honorários editáveis o Impressão do meio de pagamento

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a DrawPlus M a

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Aluno

20 Escola Digital Manual do Utilizador Aluno 20 Escola Digital Manual do Utilizador Aluno 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 20 Escola Digital Visão Geral... 4 2. Autenticação... 6 3. Mural... 7 3.1. Partilhar um comentário... 7 3.2. Comentar um

Leia mais

Manual de Utilização ZSPDA

Manual de Utilização ZSPDA Manual de Utilização ZSPDA Ao entrar no software de PDA, é mostrado o seguinte menu. (Fig. 1) 1 (Fig. 1) A data mostrada no menu, indica a data de facturação. Para alterar essa data, o utilizador deverá

Leia mais

INDICE MARCAÇÕES POSTOS MÉDICOS SSCGD MANUAL DO UTILIZADOR 1/11

INDICE MARCAÇÕES POSTOS MÉDICOS SSCGD MANUAL DO UTILIZADOR 1/11 1/11 INDICE 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 OBJETIVO E ÂMBITO... 3 2 FUNCIONALIDADES... 3 2.1 PESQUISAR VAGAS... 3 2.2 CONSULTAR HORÁRIOS... 5 2.3 EFETUAR UMA MARCAÇÃO... 5 2.4 LISTAR PRÓXIMAS MARCAÇÕES... 8 2.5

Leia mais

Listagens & Relatórios

Listagens & Relatórios - Listagens & Relatórios Índice Opções Comuns na Barra 4 Impressão 4 Impressão Rápida 4 Pré-Visualizar 4 Imprimir 4 Desenhar Layout 4 Filtros 4 Filtro Rápido 4 Gerir e Aplicar 5 Limpar 5 Grelha 5 Ordenação

Leia mais

Manual de apoio ao utilizador. IMT Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I.P. Av. Das Forças Armadas, LISBOA V

Manual de apoio ao utilizador. IMT Instituto da Mobilidade e dos Transportes, I.P. Av. Das Forças Armadas, LISBOA V Manual de apoio ao utilizador 1 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REGISTO NO PORTAL... 3 3. REGISTO DO PEDIDO... 7 4. MENUS DISPONÍVEIS... 13 2 1. INTRODUÇÃO Este documento destina-se aos utilizadores do IMTOnline

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE REQUISIÇÃO DE MATERIAL PARA OS LABORATÓRIOS DE ENFERMAGEM

PROCEDIMENTOS DE REQUISIÇÃO DE MATERIAL PARA OS LABORATÓRIOS DE ENFERMAGEM PROCEDIMENTOS DE REQUISIÇÃO DE MATERIAL PARA OS LABORATÓRIOS DE ENFERMAGEM I - Acesso ao Programa 1 - Ícone Para aceder ao programa clique sobre o atalho PHC_ESEUM no ambiente de trabalho, este poderá

Leia mais

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados

SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados SInOA - Sistema de Informação da Ordem dos Advogados Apoio Judiciário Portal da Ordem dos Advogados Manual de Utilizador V1.6 11 de Setembro de 2008 Elaborado por Link Consulting Tecnologias de Informação,

Leia mais

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação. Descontos para a A.D.S.E.

Ministério das Finanças Instituto de Informática. Departamento de Sistemas de Informação. Descontos para a A.D.S.E. Ministério das Finanças Instituto de Informática Departamento de Sistemas de Informação Descontos para a A.D.S.E. Versão 6.0-2009 ÍNDICE 1 OBJECTIVO 3 2 TRATAMENTOS PRÉVIOS 3 2.1 Situação Remuneratória

Leia mais

Tutorial de apoio ao estudante

Tutorial de apoio ao estudante Sumário: No final da leitura deste tutorial o estudante será capaz de utilizar algumas das funcionalidades básicas da plataforma elearning.ul.pt: 1 - Como editar o perfil 2 Como participar/publicar num

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE NOTIFICAÇÃO

SISTEMA NACIONAL DE NOTIFICAÇÃO SISTEMA NACIONAL DE NOTIFICAÇÃO Departamento da Qualidade na Saúde Manual do Gestor Local 2/22 Índice Introdução... 5 Acesso à Área Reservada... 6 Notificações Submetidas... 8 Notificações Validadas...

Leia mais

Índice. Página 1 de 32 :: https://fenix.iscte.pt/ C7.01 (ext )

Índice. Página 1 de 32 :: https://fenix.iscte.pt/ C7.01 (ext ) Índice 1 1. Operações de Alunos... 3 1.1. Matricular aluno... 3 1.2. Visualizar alunos... 7 1.2.1. Visualizar dados pessoais... 8 1.3. Matrículas do aluno... 9 1.3.1. Detalhes da matrícula... 9 1.3.1.1.

Leia mais

Manual - Solicitação de Exames Dermatológicos

Manual - Solicitação de Exames Dermatológicos ISSN 2236-5281 Relatório Técnico INCoD/ TELEMED.13.2013.P Manual - Solicitação de Exames Dermatológicos Sistema Catarinense de Telemedicina e Telessaúde Autores: Aldo Von Wangenheim Harley Wagner João

Leia mais

MANUAL Formação: TIC (Word) Maio/2011

MANUAL Formação: TIC (Word) Maio/2011 Formatar colunas (1, 2 ou 3 ) Limites à volta do texto: Pág. 1/21 Capitulares Maiúsculas / Minúsculas Seleccionar a opção pretendida: (não esquecer que tem de estar já seleccionado o texto ao qual se pretende

Leia mais

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT E s t u d o s o b r e a i n t e g r a ç ã o d e f e r r a m e n t a s d i g i t a i s n o c u r r í c u l o d a d i s c i p l i n a d e E d u c a ç ã o V i s u a l e T e c n o l ó g i c a Bubblesnaps M

Leia mais

JCLIC Passos Básicos Vamos criar um Projeto no Jclic: Abra o o Jclic, vá em ficheiro

JCLIC Passos Básicos Vamos criar um Projeto no Jclic: Abra o o Jclic, vá em ficheiro JCLIC Passos Básicos Vamos criar um Projeto no Jclic: Abra o o Jclic, vá em ficheiro Novo projeto Dê um nome ao projeto (Cada projeto deverá ter um nome diferente), certifique-se onde será salvo e dê OK.

Leia mais

CENTROS DE REFERÊNCIA

CENTROS DE REFERÊNCIA FORMULÁRIO ELETRÓNICO CENTROS DE REFERÊNCIA MANUAL DE UTILIZADOR Departamento da Qualidade na Saúde Índice 1. Utilizadores... 3 2. Acesso à Área Reservada... 4 3. Candidatura eletrónica... 5 3.1. Identificação

Leia mais

OpenOffice.org. tutorial apresentação

OpenOffice.org. tutorial apresentação tutorial apresentação Criar uma nova apresentação Assistente Apresentação Inserir diapositivos Seleccionar diapositivos Formatar uma página Formatar diapositivos Vistas do espaço de trabalho Iniciar apresentação

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1. Índice 2. INTRODUÇÃO... 2 3. INICIAR O ZSRest Backoffice... 3 1 4. Confirmar desenho de mesas...... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5.

Leia mais

Praticar os princípios da ordenação, cópia de formatos, hifenização, trabalho com múltiplos documentos, modos de visualização e impressão.

Praticar os princípios da ordenação, cópia de formatos, hifenização, trabalho com múltiplos documentos, modos de visualização e impressão. Sessão nº 7 Mais opções de formatação e impressão Objectivos: Praticar os princípios da ordenação, cópia de formatos, hifenização, trabalho com múltiplos documentos, modos de visualização e impressão.

Leia mais

Guia Prático para Emissão de Plantas de Localização Online

Guia Prático para Emissão de Plantas de Localização Online Guia Prático para Emissão de Plantas de Localização Online Município de Abrantes Divisão de Ordenamento do Território 01-10-2012 CONTEÚDO Acesso à aplicação... 2 Utilização da aplicação... 3 Pesquisas...

Leia mais

VOLUMES E CAIXAS

VOLUMES E CAIXAS Índice 1. Configuração do Artigo... 3 2. Configurar casas decimais... 5 3. Usar o artigo num documento... 6 4. Configurar campos da grelha de artigos de um documento... 8 5. Exemplos... 9 6. Incluir campos

Leia mais

Correio electrónico. Agrupamento de Escolas de Albufeira

Correio electrónico. Agrupamento de Escolas de Albufeira Correio electrónico 1 1 Primeiros Passos Para aceder ao email do Agrupamento pode digitar directamente no seu browser (Internet Explorer, Firefox, Chrome, ) o endereço: webmail.aealbufeira.pt O correio

Leia mais

Gestão de Base de dados Formulários

Gestão de Base de dados Formulários Gestão de Base de dados Formulários Ano Letivo 2014/2015 Professora: Vanda Pereira Formulários Os Formulários constituem uma outra forma de visualizar os dados armazenados nas tabela ou disponibilizados

Leia mais

Guia de Utilização Manutenção de Dados Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL

Guia de Utilização Manutenção de Dados Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Guia de Utilização Manutenção de Dados Janeiro 2010 PLATAFORMA ELECTRÓNICA VORTAL Índice Preâmbulo... 3 Manutenção de dados Acesso Universal... 4 Alterar palavra-chave... 6 Alterar dados do utilizador...

Leia mais

Manual de Utilizador

Manual de Utilizador Manual de Utilizador Introdução Este manual de utilizador tem por objectivo a introdução ao programa de gestão de um campeonato de voleibol aos seus utilizadores. Para isso, a informação será organizada

Leia mais

SIGEF Portal Organismo. Manual de utilizador v

SIGEF Portal Organismo. Manual de utilizador v SIGEF Portal Organismo Manual de utilizador v.201611.07 Índice 1. Introdução... 4 2. O Portal... 5 2.1. Login... 5 2.2. Registo de Organismo... 6 2.3. Chave de validação para ativar registo... 8 2.4. Atualização

Leia mais

Vizinhança na Rede Permitir-te-á aceder a informática, se ela existir. programa de navegação (browser),como, por ex. Safari, Firefox, Google Chrome,.

Vizinhança na Rede Permitir-te-á aceder a informática, se ela existir. programa de navegação (browser),como, por ex. Safari, Firefox, Google Chrome,. Barra de tarefas Botão Iniciar Acesso à janela de programas Programas Abertos Nomes de todos os programas que estão a ser usados e cujas janelas estão minimizadas Ícones de acesso rápido Acesso automático

Leia mais

Score Gestão de Cartões Manual de utilizador

Score Gestão de Cartões Manual de utilizador Score Gestão de Cartões Manual de utilizador Controlo de Versões: Data Versão Autor 01-03-2017 1.0 José Nepomuceno Índice 1. Objetivo... 3 2. Link de acesso... 3 3. Acesso ao SCORE... 4 4. Recuperação

Leia mais

Biblioteca do Conhecimento Online b-on

Biblioteca do Conhecimento Online b-on Biblioteca do Conhecimento Online b-on Agenda Histórico da b-on Motivação Visão, missão e objectivos Estrutura administrativa Conteúdos Portal b-on Pesquisa rápida Metapesquisa Recursos Periódicos Área

Leia mais

Manual para inscrição online dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez

Manual para inscrição online dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez Manual para inscrição online dos alunos que se inscrevem pela 1ª vez Processo de Matricula - Alunos 1º Ano 1ª Vez O processo de matrícula consiste em 3 passos: 1. Apresentação de documentos, entrega de

Leia mais

ÁBACO MÓDULOS DE CÁLCULO

ÁBACO MÓDULOS DE CÁLCULO 1 / 9 1. CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO ÁBACO. 2. ECRÃ PRINCIPAL 3. INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DE DADOS. (TECLADO E RATO) 4. LARGURA DE COLUNAS DAS PASTAS, DADO E VALOR 5. MENU SUPERIOR 6. IMAGENS DE INFORMAÇÃO.

Leia mais

Índice. Introdução 3 Interface 3 Menu 4. Funcionamento 7. Configuração 10. Edição 4. Opção 5. Fechar 5. Impressão 6. Pesquisar 6. Depois de fechada 9

Índice. Introdução 3 Interface 3 Menu 4. Funcionamento 7. Configuração 10. Edição 4. Opção 5. Fechar 5. Impressão 6. Pesquisar 6. Depois de fechada 9 Ordem de Serviço Índice Introdução 3 Interface 3 Menu 4 Edição 4 Opção 5 Fechar 5 Impressão 6 Pesquisar 6 Funcionamento 7 Depois de fechada 9 Configuração 10 Introdução No XD Gestão Comercial UNLIMITED

Leia mais

Escola Secundária c/ 3º Ciclo de Ferreira Dias. CURSOS PROFISSIONAIS Ano Letivo 2012 / Atividade 2

Escola Secundária c/ 3º Ciclo de Ferreira Dias. CURSOS PROFISSIONAIS Ano Letivo 2012 / Atividade 2 Atividade 2 Nesta ficha deve executar um conjunto de instruções sobre uma folha de cálculo no computador do laboratório e submete-la no Moodle. 1. A primeira tarefa a efectuar depois de abrir um novo livro

Leia mais

777 Processador de Texto

777 Processador de Texto Word 2007 777 Processador de Texto Microsoft Office Word 2007 Microsoft Office 2007 Processador de texto Formadora: Sónia Rodrigues 1 Formadora: Sónia Rodrigues 2 Introdução Microsoft Office Word 2007,

Leia mais