NORMA DE PROCEDIMENTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMA DE PROCEDIMENTO"

Transcrição

1 de INFORMAÇÕES PRELIMINARES 1. As solicitações para compra de materiais e/ou contratação de serviços deverão considerar os seguintes prazos de atendimento ao solicitado, contados a partir do recebimento da solicitação pela Unidade de Compras do Departamento Administrativo ou pela Comissão de Licitações, devidamente instruída com as informações/condições descritas nesta Norma, entendendo-se como atendida a solicitação na data da emissão da Autorização de Fornecimento/Serviços ou da contratação: 1.1 Compra de Materiais/Contratação de Serviços (exceto serviços de engenharia) Valor estimado Até R$ 300,00 Acima de R$ 300,00 e até R$ ,00 Acima de R$ ,00 até R$ ,00 Acima de R$ ,00 até R$ ,00 Acima de R$ ,00 Prazo (em dias úteis) 10 dias 30 dias 45 dias 60 dias 90 dias 1.2 Contratação de Serviços de Engenharia Valor estimado Até R$ ,00 Acima de R$ ,00 até R$ ,00 Acima de R$ ,00 até R$ ,00 Acima de R$ ,00 Prazo (em dias úteis) 30 dias 45 dias 60 dias 90 dias Fl. 1/13

2 Objeto: de Os prazos dos processos de solicitação de compra de material/contratação de serviços que não contenham instrução suficiente para consulta de preços/licitação serão contados a partir da complementação das informações exigidas, pela Unidade Requisitante. 3. As compras de materiais/contratação de serviços de valor até R$ ,00 deverão obedecer ao disposto nos artigos 48 e 49 da Lei Complementar 123/2014 que estabelece a exclusividade de participação de microempresas e empresas de pequeno porte. Nota: a exclusividade referida neste item não se aplica quando: a) não houver um mínimo de 3 fornecedores/prestadores de serviços competitivos e enquadrados como microempresa ou empresa de pequeno porte sediados local ou regionalmente, capazes de cumprir as exigências do edital; ou b) esse tratamento diferenciado não for vantajoso ou represente prejuízo ao conjunto ou complexo do objeto a ser contratado. 4. As solicitações de orçamento/pesquisa de preço para instruir a abertura do processo de compra/contratação do serviço deverão ser formais, acompanhadas obrigatoriamente do Termo de Referência, com indicação das mesmas condições a serem estabelecidas para o fornecimento/contratação e, com prazo mínimo para resposta de 5 (cinco) dias úteis. Nota: excluem-se da exigência referida neste item, as compras através do Fundo Rotativo. 5. As respostas das empresas consultadas deverão conter data, validade do orçamento (mínimo de 30 dias), nome e telefone da pessoa para contato, razão social e CNPJ da empresa. 6. A Comissão de Licitações adotará na aquisição de bens e serviços comuns (aqueles cujos padrões de desempenho e qualidade possam ser objetivamente definidos pelo edital, por meio de especificações usuais no mercado) a modalidade de pregão estabelecida pela Lei Federal de 17 de julho de 2002 e regulamentada no Município de Santos pelo Decreto 5636 de 21 de julho de 2010, seguindo os procedimentos descritos na parte B; os bens e serviços não enquadrados nessa situação serão objeto de licitação nas modalidades Convite, Tomada de Preços ou Concorrência, de acordo com o valor estimado, seguindo os procedimentos descritos na parte C. 7. A compra de materiais para confecção/reforma de bens patrimoniais ou reforma de instalações será objeto de processo específico, encaminhado ao Diretor Administrativo- Financeiro, acompanhado da correspondente justificativa, estimativa de valor e prazo de Fl. 2/13

3 Objeto: de execução. Caso autorizada a confecção/reforma de bens patrimoniais ou reforma de instalações, a Unidade Requisitante deverá solicitar à Assessoria Contábil ACONT a abertura de conta e emitir a solicitação para compra de material através de formulários próprios disponíveis no módulo Compras do Sistema RADAR ou no Portal da PRODESAN (neste último caso, somente para as Unidades Requisitantes que não tem o sistema Radar instalado) indicando, além das condições estabelecidas para o fornecimento/contratação do serviço, o número do processo que contém a autorização da Diretoria Administrativa Financeira e o número da conta contábil. 8. As solicitações de compra de equipamento ou programa de informática, incluindo as atualizações, serão previamente analisadas pelo Departamento de Informática (DINF) que emitirá o competente parecer, antes do envio à Diretoria para autorização. (Vide Norma de Procedimento CONT Controle de Bens Patrimoniais). 9. Em caso de materiais ou serviços destinados às suas instalações no Edifício-Sede ou Anexo, a Unidade Requisitante deverá encaminhar Memorando com solicitação do material ou serviço ao DA para as providências de compra ou contratação. PROCEDIMENTOS A DISPENSA DE LICITAÇÃO (Compra/Serviço com valor estimado até R$ ,00) A.1. As solicitações para compra de materiais ou contratação de serviços relacionados às atividades de competência da Unidade Requisitante serão emitidas pela mesma, através de formulários próprios disponíveis no módulo Compras do Sistema RADAR ou no Portal da PRODESAN (neste último caso, somente para Unidades Requisitantes que não possuem o sistema Radar instalado) e deverão conter: a) motivo/justificativa da solicitação; b) descrição detalhada do produto/especificação do serviço; c) quantidade e unidade do bem/serviço; d) embalagem, quando for o caso; e) prazo de entrega/execução do serviço; f) condições a serem atendidas pelo fornecedor/prestador do serviço (documentação técnica, registro em órgão fiscalizador e outras julgadas necessárias, vedadas exigências desnecessárias que limitem a competição); g) no campo outras informações indicar: valor da última compra ou serviço realizado (quando houver) e valor estimado da compra ou serviço objeto da Solicitação, julgamento por preço unitário ou global (lote), bem como fornecedores/prestadores de serviços indicados (três, sempre que possível, sendo um, obrigatoriamente o Fl. 3/13

4 de último fornecedor/prestador do serviço); h) assinatura do responsável pela área requisitante e do Gerente/Coordenador do Departamento/Assessoria. Nota: quando necessário, enviar arquivo em PDF editável com desenho, croqui, modelo, foto ao DA. A.2. A Unidade Requisitante providenciará a abertura de processo através do Cpnet, com a solicitação de compra/contratação de serviços encaminhando-o ao DA. Nota: excluem-se do disposto neste subitem as solicitações de valor estimado em até R$ 300,00 que podem ser atendidas pelo Fundo Rotativo. A.3. O DA analisará a solicitação, propondo que a mesma seja realizada através do Fundo Rotativo de Compras ou objeto de dispensa eletrônica, consulta de preços ou que seja enviada à Comissão de Licitações para pregão eletrônico ou licitação na modalidade de Convite, enviando o processo ao Diretor Administrativo-Financeiro para autorização. A.4. O Diretor Administrativo-Financeiro autorizará ou não a compra/contratação do serviço remetendo o processo, conforme o caso: a) à Unidade Requisitante caso não autorizada a compra/contratação do serviço; b) ao DA-COM caso a compra/contratação do serviço deva ser realizada por dispensa eletrônica ou consulta de preços; c) à Comissão de Licitações caso a compra/contratação do serviço deva ser realizada por pregão eletrônico ou Convite, seguindo parte B ou C. A.5. A Unidade de Compras DA-COM solicitará à Unidade Requisitante o envio do arquivo digital do Quadro Comparativo de Preços correspondente à Solicitação de Compra/Serviço autorizada, encaminhando pedido de orçamento do material/serviço através de aos fornecedores/prestadores de serviço indicados pela Unidade Requisitante e outros de conhecimento do DA-COM, acompanhado da Solicitação (com Termo de Referência) recebida; os orçamentos recebidos serão transcritos no quadro comparativo de preços para obtenção do valor médio e mínimo do material/serviço, procedendo conforme o caso: A.5.1 consulta de preços classificação das propostas recebidas; consulta nos sites da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) e Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) a regularidade de situação do INSS (CND) e do FGTS (CRF) da empresa que ofereceu a melhor proposta, imprimindo cópia das respectivas certidões; envio do processo à Coordenadoria da Unidade de Compras para Fl. 4/13

5 de aprovação e encaminhamento, através da Gerência do DA, à Diretoria Administrativa- Financeira para autorização. A.5.2 dispensa eletrônica - elaboração do edital (modelo simplificado), publicando-o no Sistema Licitacoes-e, procedendo, decorridos de 3 (três) a 5 (cinco) dias úteis, à coleta eletrônica de preços, a qual será conduzida por funcionário dessa Unidade, designado pregoeiro, credenciado junto ao provedor do sistema eletrônico. Nota: no edital de dispensa eletrônica constará, obrigatoriamente, que o procedimento será considerado fracassado quando o menor preço proposto for superior ao obtido na pesquisa de preços que integra a inicial do processo; nesse caso a compra/serviço será atribuída ao proponente de menor preço na fase de pesquisa de preços. A.6. O pregoeiro dará início à fase de disputa, convidando os participantes a apresentarem preços melhores; finda a disputa o pregoeiro solicitará ao proponente melhor colocado a apresentação da proposta e documentação. A.7. Verificada a conformidade da proposta e da documentação, o proponente será declarado vencedor. Caso contrário, o pregoeiro solicitará a proposta e documentação do 2º colocado, e assim sucessivamente até obtenção de uma proposta que atenda o edital. A.8. Após a declaração do vencedor, o pregoeiro aguardará um dia útil para eventual manifestação dos proponentes; findo esse prazo, o objeto da dispensa eletrônica será adjudicado ao vencedor e o processo encaminhado à Gerência do Departamento Administrativo (DA). A.9. O processo com parecer da Gerência do DA será encaminhado à Diretoria Administrativa-Financeira solicitando autorização para emissão da Autorização de Fornecimento/Serviço (AF/S). A.10. Os processos de compra/serviços autorizados pela Diretoria Administrativa- Financeira serão objeto de homologação no Sistema Licitações-e e emissão da Autorização de Fornecimento/Serviço pelo DA-COM. A.11. Anexados ao processo todos os elementos do procedimento realizado, inclusive uma via da Autorização emitida, o processo será enviado à Unidade Requisitante para ciência e acompanhamento até recebimento do material ou conclusão do serviço, quando deverá ser anexada cópia do documento fiscal correspondente, devidamente atestado e liberado para pagamento., bem como lançado referido documento no Sistema Radar. Fl. 5/13

6 de Nota: as Unidades que não tiverem acesso ao Sistema Radar deverão enviar o processo à ACONT para registro do documento fiscal, antes do envio à AF para pagamento. A.12. As solicitações para pagamento da compra do material ou prestação do serviço serão registradas no processo que será encaminhado à Assessoria Financeira que igualmente registrará o(s) pagamento(s) realizado(s). A.13. O processo de compra com dispensa de licitação será arquivado no DA-COM. B PREGÃO ELETRÔNICO B.1. As solicitações para compra de materiais ou contratação de serviços relacionados às atividades de competência da Unidade Requisitante serão emitidas pela mesma, através de formulários próprios disponíveis no módulo Compras do Sistema RADAR ou no Portal da PRODESAN (neste último caso, somente para Unidades Requisitantes que não possuem o sistema Radar instalado) e deverão conter: a) motivo/justificativa da solicitação; b) descrição detalhada do produto/especificação do serviço; c) desenho, croqui, modelo, foto, quando necessário, enviando os arquivos em PDF editável à Unidade Responsável pela compra/contratação (CRCL ou DA-COM); d) quantidade e unidade do bem/serviço; e) embalagem, quando for o caso; f) quadro comparativo com informação do valor médio unitário e total - obtido em pesquisa realizada com, no mínimo, 3 fornecedores/prestadores de serviço (juntar orçamentos); g) prazo de entrega do material ou execução do serviço, acompanhado de cronograma físico-financeiro, se for o caso; h) critério de escolha da proposta (preço unitário/preço global); i) condições a serem atendidas pelo fornecedor/prestador do serviço (documentação técnica, registro em órgão fiscalizador e outras julgadas necessárias, vedadas exigências desnecessárias que limitem a competição); j) forma de pagamento (como regra: 30 dias da entrega/conclusão do serviço; quando inviável, consultar Diretoria Administrativa Financeira); k) assinatura do responsável pela área requisitante e do Gerente/Coordenador do Departamento/Assessoria. NOTA: a Unidade Requisitante deverá consultar nos sites da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) e Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) a Fl. 6/13

7 de regularidade de situação do INSS (CND) e do FGTS (CRF) da empresa que ofereceu a melhor proposta, imprimindo cópia das respectivas certidões. B.2. A Unidade Requisitante providenciará a abertura de processo através do Cpnet, com a solicitação de compra/contratação de serviços, propostas coletadas, quadro comparativo de preços e certidões de regularidade do INSS e FGTS da empresa que apresentou a melhor proposta, juntando folha de Anexo para Processo e encaminhando ao Diretor Administrativo-Financeiro solicitando indicação da existência de recursos e encaminhamento ao Diretor-Presidente para autorização do procedimento licitatório. NOTA: Na abertura do processo no CPNET deverá ser identificado no campo Tipo de Serviço : compra de materiais/serviços. B.3. Os processos com indicação de recursos pelo Diretor Administrativo-Financeiro e autorizados pelo Diretor-Presidente serão encaminhados à Comissão de Licitações - Pregão. B.4. A Comissão de Licitações providenciará a elaboração do edital (modelo completo), incluindo o(s) preço(s) unitário(s) e total de referência (preço médio obtido na coleta de preços realizada para instrução do processo) submetendo-o à aprovação da Assessoria Jurídica. B.5. O edital aprovado pela Assessoria Jurídica será publicado no Sistema Licitacoes-e, no Diário Oficial de Santos, no Diário Oficial do Estado de São Paulo e em jornal de grande circulação, de acordo com o valor estimado da contratação: B.5.1 para bens e serviços com valor estimado em até R$ ,00: a) no Sistema Licitacoes-e; b) no Diário Oficial de Santos; B.5.2 para bens e serviços com valor estimado acima de R$ ,00 e até R$ ,00: a) no Sistema Licitacoes-e; b) no Diário Oficial de Santos; c) em jornal de grande circulação regional ou nacional; B.5.3 para bens e serviços acima de R$ ,00: a) no Sistema Licitacoes-e; Fl. 7/13

8 de b) no Diário Oficial de Santos; c) no Diário Oficial do Estado de São Paulo; d) em jornal de grande circulação regional ou nacional. B.6. Decorridos, no mínimo, 8 (oito) dias úteis da publicação do edital, o pregoeiro, designado dentre os membros da Comissão e devidamente credenciado junto ao provedor do sistema eletrônico, procederá à licitação para a compra/contratação do serviço através de pregão eletrônico. B.7. Os pedidos de esclarecimentos sobre as condições estabelecidas no edital serão atendidos pelo pregoeiro que poderá encaminhá-los à Unidade Requisitante, quando julgar necessário. B.8. Eventuais impugnações ao edital, recebidas até 2 (dois) dias úteis anteriores à data de abertura das propostas, após divulgação no Sistema, serão analisadas pelo pregoeiro, que poderá solicitar o apoio da Unidade Requisitante e, caso as alegações apresentadas pelo impugnante não sejam acatadas, o processo correspondente será encaminhado à Assessoria Jurídica para parecer. B.9. O processo após parecer da Assessoria Jurídica, será encaminhado ao Diretor- Presidente para deliberação e o resultado publicado no Sistema. Caso decidida alteração no edital, que afete a formulação da proposta, será reaberto o prazo de acolhimento das propostas. B.10. Na data determinada, o pregoeiro verificará as propostas recebidas confrontando-as com os requisitos do edital, desclassificando aquelas que não atenderem ao exigido. O Sistema ordenará, automaticamente as propostas classificadas que participarão da fase de lance. B.11. Encerrada a fase de lance, o pregoeiro examinará a proposta classificada em 1º lugar, quanto à compatibilidade do preço em relação ao estimado, solicitando ao licitante primeiro classificado, a entrega da documentação, incluindo as Declarações, relacionadas no edital. NOTA: O pregoeiro deverá conduzir a fase de lance tendo como meta a obtenção, sempre que possível, do menor preço ofertado na coleta de preços realizada para instrução do processo. B.12. Constatado o atendimento às exigências fixadas no edital, o licitante será declarado vencedor. Caso contrário, o pregoeiro examinará a proposta classificada em 2º lugar, procedendo conforme item anterior, e assim, sucessivamente, na ordem de classificação, Fl. 8/13

9 de até apuração de uma proposta que atenda ao edital. B.13. O(s) licitante(s) imediatamente após tomar conhecimento do resultado, poderá(ão) registrar no Sistema sua intenção, devidamente motivada, de apresentação de recurso contra a decisão do pregoeiro. A falta de manifestação imediata e motivada do licitante quanto à intenção de recorrer importará na decadência desse direito. B.14. O pregoeiro aguardará o prazo de 3 dias úteis para recebimento do recurso e eventuais contrarrazões apresentadas pelos demais licitantes e juntada da documentação recebida ao processo. B.15. Os recursos interpostos serão publicados no Sistema e analisados pelo pregoeiro que poderá solicitar o apoio da Unidade Requisitante. O processo com análise do pregoeiro será enviado à Assessoria Jurídica para parecer. B.16. Com o parecer da Assessoria Jurídica o processo será remetido ao Diretor- Presidente para homologação da decisão proferida quanto ao acolhimento ou não do(s) recurso(s) interposto(s). O parecer final será publicado no Sistema Licitacoes-e. B.17. Após publicação da decisão final sobre o(s) recurso(s) interposto(s), o pregoeiro adjudicará o objeto do certame ao licitante vencedor, enviando o processo ao Diretor- Presidente para homologação, a ser posteriormente publicada no Sistema. B.18. Publicada no Sistema a homologação do resultado da licitação, o pregoeiro enviará o processo à Unidade Requisitante para conhecimento e providências de contratação (através da Assessoria Jurídica) ou emissão de Autorização de Fornecimento/Autorização de Serviços. C CONVITE / TOMADA DE PREÇOS / CONCORRÊNCIA (Compra/Serviço com valor estimado acima de R$ ,00) C.1. As solicitações para compra de materiais ou contratação de serviços relacionados às atividades de competência da Unidade Requisitante serão emitidas pela mesma, através de formulários próprios disponíveis no módulo Compras do Sistema RADAR ou no Portal da PRODESAN (neste último caso, somente para Unidades Requisitantes que não possuem o sistema Radar instalado) e deverão conter: a) motivo/justificativa da solicitação; b) descrição detalhada do produto/especificação do serviço; Fl. 9/13

10 de c) desenho, croqui, modelo, foto, quando necessário, enviando os arquivos em PDF editável à Unidade Responsável pela compra/contratação ; d) quantidade e unidade do bem/serviço; e) embalagem, quando for o caso; f) quadro comparativo com informação do valor médio unitário e total - obtido em pesquisa realizada com, no mínimo, 3 fornecedores/prestadores de serviço (juntar orçamentos); g) prazo de entrega do material ou execução do serviço, acompanhado de cronograma físico-financeiro, se for o caso; h) critério de escolha da proposta (preço unitário/preço global); i) condições a serem atendidas pelo fornecedor/prestador do serviço (documentação técnica, registro em órgão fiscalizador e outras julgadas necessárias, vedadas exigências desnecessárias que limitem a competição); j) forma de pagamento (como regra: 30 dias da entrega/conclusão do serviço; quando inviável, consultar Diretoria Administrativa Financeira); k) assinatura do responsável pela área requisitante e do Gerente/Coordenador do Departamento/Assessoria. NOTA: a Unidade Requisitante deverá consultar nos sites da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) e Caixa Econômica Federal (www.caixa.gov.br) a regularidade de situação do INSS (CND) e do FGTS (CRF) da empresa que ofereceu a melhor proposta, imprimindo cópia das respectivas certidões. C.2. A Unidade Requisitante providenciará a abertura de processo através do Cpnet, com a solicitação de compra/contratação de serviços, propostas coletadas, quadro comparativo de preços e certidões de regularidade do INSS e FGTS da empresa que apresentou a melhor proposta, juntando folha de Anexo para Processo e encaminhando ao Diretor Administrativo-Financeiro solicitando indicação da existência de recursos e encaminhamento ao Diretor-Presidente para autorização do procedimento licitatório. NOTA: Na abertura do processo no CPNET deverá ser identificado no campo Tipo de Serviço : compra de materiais/serviços. C.3. Os processos com indicação de recursos pelo Diretor Administrativo-Financeiro e autorizados pelo Diretor-Presidente serão encaminhados à Comissão de Licitações. C.4. A Comissão de Registro Cadastral e Licitações procederá à licitação para a compra/contratação do serviço conforme o caso: C convite Fl. 10/13

11 de através de carta-convite, acompanhada de edital previamente submetido à apreciação da Assessoria Jurídica, aos fornecedores/prestadores de serviço indicados pela Unidade Requisitante e/ou constantes do Registro Cadastral da PRODESAN, em número mínimo de 03 (três), sendo um, obrigatoriamente, o vencedor do último convite realizado para o mesmo objeto a ser contratado. C tomada de preços e concorrência através de edital previamente submetido à apreciação da Assessoria Jurídica e publicado (resumido) no Diário Oficial de Santos, jornal local e Diário Oficial do Estado de São Paulo. C.5. O julgamento das propostas recebidas será realizado pela Comissão de Licitações e divulgado aos licitantes. Decorrido o prazo recursal (2 dias úteis para Convite e 5 dias úteis para Tomada de Preços e Concorrência) o processo será encaminhado ao Diretor- Presidente para homologação e adjudicação do seu objeto ao vencedor, devidamente publicada no Diário Oficial de Santos e, em caso de Tomada de Preços e Concorrência, no Diário Oficial do Estado de São Paulo. NOTA: A Unidade Requisitante participará do julgamento das propostas, sempre que julgado necessário pela Comissão de Licitações. C.6. Eventuais Recursos apresentados pelos licitantes, contra o julgamento da Comissão de Licitações, serão apreciados pela mesma e caso mantida o parecer anteriormente proferido, serão submetidos, com o parecer da Comissão de Licitações, à apreciação e decisão do Diretor-Presidente. C.7. A licitação que apresentar proposta vencedora em valor superior à modalidade adotada, deverá ser revogada, repetindo-se o processo licitatório, na forma estabelecida na modalidade pertinente. C.8. O processo será encaminhado à Assessoria Jurídica, ao término da fase de julgamento, para elaboração do contrato e em seguida à Unidade Requisitante para conhecimento e acompanhamento da execução contratual. C.9. Os processos licitatórios serão arquivados na Comissão de Licitações, ao término da vigência contratual. Fl. 11/13

12 de D Compras/Serviços para atendimento de situações emergenciais D.1. Para atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, equipamentos e instalações da Empresa, ou de terceiros sob responsabilidade da PRODESAN, e somente na quantidade necessária a esse atendimento, as unidades operacionais DINF, DEOP, DEAP, DASF, DE, DEURB e DA a critério exclusivo de sua Gerência, poderão adquirir materiais ou contratar serviços com valor até R$ 3.200,00, equivalente a 20% (vinte por cento) do limite estabelecido no artigo 24, inciso II, parágrafo único da Lei Federal 8666/93 e suas alterações (dispensa de licitação). D.2. A adoção do procedimento descrito no item anterior deverá ser precedida de consulta, sempre que possível, a 3 (três) fornecedores/prestadores de serviço e, registrada em processo próprio que será encaminhado, posteriormente, à Diretoria a que estiver subordinada a Unidade, com a competente justificativa da medida tomada. Após conhecimento da Diretoria, o processo será remetido à Unidade de Compras para conhecimento. D.3. Incluem-se no disposto nos itens D.1 e D.2 o conserto de peças/equipamentos de difícil transporte e/ou que exijam desmontagem para elaboração de orçamento. D.4. A Nota Fiscal de compra do material/prestação do serviço decorrente do procedimento descrito no item D.1 deverá conter indicação do número do processo que contém a justificativa da Gerência da Unidade, conforme estabelecido no item D.2. E Compras de Materiais/Contratação de Serviços isentos de licitação E.1. Consideram-se isentas de licitação: a) as compras de materiais ou equipamentos que só possam ser fornecidos por produtor, empresa ou representante comercial exclusivo; b) a contratação de serviços técnicos profissionais especializados, de natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização. E.2. A comprovação da exclusividade referida no subitem E.1.a deve ser feita através de atestado fornecido pelo órgão de registro do comércio, Sindicato, Federação ou entidade equivalente. A notória especialização, de que trata o subitem E.1.b, deverá ser justificada pela Unidade Requisitante, acompanhada de documentos que permitam inferir que a contratação pretendida é a mais adequada à plena satisfação do objeto do contrato. Fl. 12/13

13 Objeto: de NOTA: a documentação comprobatória da situação de exclusividade ou de notória especialização deverá ser submetida à apreciação da Assessoria Jurídica antes do encaminhamento do processo de compra de material/contratação do serviço ao Diretor Administrativo-Financeiro. Fl. 13/13

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI Dispõe sobre as atribuições dos agentes de compras

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS MEDIANTE LICITAÇÃO, INCLUSIVE DISPENSA E INEXIGIBILIDADE,

Leia mais

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL Curso de Licitação. Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Professor: Antônio Noronha Os 3 Caminhos Possíveis para Aquisição/ Serviços, etc... Licitação; Dispensa de Licitação; Inexigibilidade de Licitação.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SAMAS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SAMAS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MUSEU DE ARTE SACRA DE SÃO PAULO - SAMAS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Capitulo I - Objetivo. Artigo 1º - O presente regulamento

Leia mais

PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015.

PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. PORTARIA CAU/SP Nº 063, DE 31 DE AGOSTO DE 2015. Aprova a Instrução Normativa nº 06, de 31 de agosto de 2015, que regulamenta os trâmites administrativos dos Contratos no âmbito do Conselho de Arquitetura

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS

REGULAMENTO DE COMPRAS REGULAMENTO DE COMPRAS A SPDM /PAIS Associação Paulista Para O Desenvolvimento da Medicina, vem por meio deste dar publicidade ao Regulamento Próprio utilizado contendo os procedimentos que adotará para

Leia mais

VALEC NORMA. Assunto: NORMA INTERNA PARA CONTRATAÇÃO E EMISSÃO DE ORDEM DE SERVIÇO 1. OBJETIVO 2. AMPLITUDE 3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO

VALEC NORMA. Assunto: NORMA INTERNA PARA CONTRATAÇÃO E EMISSÃO DE ORDEM DE SERVIÇO 1. OBJETIVO 2. AMPLITUDE 3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO 1. OBJETIVO 2. AMPLITUDE 3. PROCEDIMENTOS PARA CONTRATAÇÃO 4. ACOMPANHAMENTO DE CONTRATOS 5. EMISSÃO DE ORDENS DE SERVIÇO/FORNECIMENTO 6. EMISSÃO DE TERMOS ADITIVOS CONTRATUAIS 7. ENCERRAMENTO DE CONTRATOS

Leia mais

Manual da Central de Compras

Manual da Central de Compras Sistema de Compras Eletrônicas - COE Manual da Central de Compras Portal Compras RS Portal Pregão On-Line Banrisul Portal Compras PROCERGS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Administração

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93. Viviane Moura Bezerra

COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93. Viviane Moura Bezerra COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93 Viviane Moura Bezerra Índice de Apresentação 1.Considerações iniciais 2.Surgimento do RDC 3.Principais Inovações 4.Pontos Comuns 5.Contratação Integrada 6.Remuneração

Leia mais

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO:

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO: COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Quase todas as despesas das Unidades são realizadas através de compras ou contratações de serviços. Elas são classificadas de acordo com a forma de aquisição/contratação

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007 DECRETO 8.538/2015 COMPARATIVO COM DECRETO 6.204/2007 Outubro/2015 Importante: Pontos acrescidos estão destacados em verde. Pontos suprimidos estão destacados em vermelho. Decreto nº 8.538, de 6 de outubro

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE APOIO AO MUSEU CASA DE PORTINARI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS E LOCAÇÕES

ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE APOIO AO MUSEU CASA DE PORTINARI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS E LOCAÇÕES ASSOCIAÇÃO CULTURAL DE APOIO AO MUSEU CASA DE PORTINARI ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE CULTURA REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS E LOCAÇÕES SUMÁRIO CAPÍTULO I INTRODUÇÃO CAPÍTULO II DAS COMPRAS Titulo

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Ensino e Pós-Graduação Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo 1 de 6 Glossário de Termos: AGU Advocacia Geral

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

EMPENHO. O pagamento de despesas através de empenho é composto de etapas esplanadas no fluxograma anexo.

EMPENHO. O pagamento de despesas através de empenho é composto de etapas esplanadas no fluxograma anexo. EMPENHO O empenho da despesa é o ato emanado de autoridade competente que cria para o Estado obrigação de pagamento pendente ou não de implemento de condição (Art 58 da Lei 4.320/64). Nos comentários à

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo 1 de 10 Glossário de Termos e Siglas CATMAT Sistema de

Leia mais

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Índice 1 -. Apresentação...3 2 -. Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 -. Normas do Pregão Eletrônico...5 4 -. Procedimentos do Pregão Eletrônico...6

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS)

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 3ª Região (SP, MS) CARTA CONVITE Nº: 008/2013. São Paulo, 04 de junho de 2.013. Processo n.º 042-05/2013 Tipo: MENOR PREÇO Firma: A/C: E-mail: Convidamos a referida empresa a apresentar proposta para atendimento do objeto

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 21/2013. Processo para Contratação de Empresa Prestadora de Serviço

ATO CONVOCATÓRIO 21/2013. Processo para Contratação de Empresa Prestadora de Serviço ATO CONVOCATÓRIO 21/2013 Processo para Contratação de Empresa Prestadora de Serviço MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO:

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 7 07/10/2015 10:08 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 Vigência Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado

Leia mais

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência: Processo n.º 0.00.002.001198/2014-32 Edital do Pregão Eletrônico nº 43/2014 Contratação de serviços técnicos continuados de operação do sistema de automação, remanejamento e instalação de equipamentos

Leia mais

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO Consolidação ao Regulamento da Licitação na Modalidade Pregão da Centrais Elétricas de Carazinho S/A ELETROCAR, aprovado pela Diretoria Executiva conforme Ordem de Serviço nº 03/12 de 09/03/2012, cuja

Leia mais

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 30 de setembro de 2013

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 30 de setembro de 2013 ATO CONVOCATÓRIO 35/2013 Processo de Contratação de Empresa Prestadora de Serviços MODALIDADE: CONCORRÊNCIA ESPECIAL CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E QUALIDADE DO PRODUTO DATA LIMITE PARA ENTREGA

Leia mais

SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03

SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03 SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03 Capítulo I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade

Leia mais

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*)

INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*) INSTRUÇÃO INTERNA DE PROCEDIMENTOS IIP Nº 005, de 24 de agosto de 2011 (*) Disciplina no âmbito do IFPR as Orientações acerca da Execução Orçamentária e Financeira, relativas à Concessão de Suprimentos

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES CONTROLE INTERNO

RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES CONTROLE INTERNO 01/06 1 DOS OBJETIVOS 1.1 Definir normas para elaboração dos contratos de aquisição de materiais, prestação de serviços gerais e prestação de serviços e obras de engenharia. 1.2 Normatizar os procedimentos

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

RESUMO DO DECRETO MUNICIPAL Nº 49.511/08 - SP

RESUMO DO DECRETO MUNICIPAL Nº 49.511/08 - SP RESUMO DO DECRETO MUNICIPAL Nº 49.511/08 - SP O Decreto Municipal Nº 49.511/08 regulamenta, no âmbito do Município de São Paulo, as normas definidas na Lei Complementar nº 123/06, que criou o Estatuto

Leia mais

O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? Como posso emitir meu Certificado de Registro Cadastral CRC homologado?

O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? Como posso emitir meu Certificado de Registro Cadastral CRC homologado? O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? O Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado CADFOR é o registro cadastral de interessados em fornecer produtos, serviço e/ou obras para

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

MODALIDADE DE LICITAÇÃO PREGÃO

MODALIDADE DE LICITAÇÃO PREGÃO Educação Educação Nacional Educação Educação Federal no Federal no PROJETO ESCOLA DE FÁBRICA MODALIDADE DE LICITAÇÃO PREGÃO Outubro/2006 Educação Educação Nacional Educação Educação Federal no Federal

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 18/2013. Processo para Contratação de Empresa Prestadora de Serviço

ATO CONVOCATÓRIO 18/2013. Processo para Contratação de Empresa Prestadora de Serviço ATO CONVOCATÓRIO 18/2013 Processo para Contratação de Empresa Prestadora de Serviço MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO:

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

Regulamento de Contratações, Compras e

Regulamento de Contratações, Compras e Regulamento de Contratações, Compras e Alienações da Associação Instituto de Tecnologia de Pernambuco ITEP/OS 1/8 1. OBJETO Este Regulamento, em atendimento às disposições legais e estatutárias, estabelece

Leia mais

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 16 de setembro de 2014

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO. DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 16 de setembro de 2014 ATO CONVOCATÓRIO 13/2014 Processo de Compra de Materiais MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 16

Leia mais

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Trata-se de resposta a pedido de impugnação apresentado pela sociedade empresária INCORP TECHNOLOGY INFORMÁTICA LTDA EPP, referente ao Edital de Pregão Eletrônico n.º 21/2014.

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01

RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01 RESOLUÇÃO NORMATIVA (RN) RN - 006/01 EMITENTE Presidência Aprovada pela Diretoria REUNIÃO DE 01/06/2005 Revisão Nº 01 Aprovada pela Diretoria REUNIÃO DE 10/01/2007 ASSUNTO Contratação de Prestação de Serviços

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MUNICÍPIOS - ABM

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MUNICÍPIOS - ABM REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÕES DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE MUNICÍPIOS - ABM CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS: Art. 1º As contratações de obras, serviços, compras e alienações da Associação Brasileira de

Leia mais

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS

CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS CADASTRO DE FORNECEDORES E RENOVAÇÃO CADASTRAL DME DISTRIBUIÇÃO S/A - DMED DOS PROCEDIMENTOS A Supervisão de Suprimentos é a responsável pelo cadastramento dos fornecedores, bem como pela renovação cadastral

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Orientador Empresarial Administração Pública Contratação de Bens e Serviços de Informática e Automação p Regulamentação

Leia mais

OBJETO: Impressão de 5.000 (cinco mil) unidades da cartilha da cultura digital 210X297mm 4x4 couche fosco 170g dobrado com 100 páginas.

OBJETO: Impressão de 5.000 (cinco mil) unidades da cartilha da cultura digital 210X297mm 4x4 couche fosco 170g dobrado com 100 páginas. CARTA - CONVITE Nº 001/2010 (PRORROGAÇÃO) O SOYLOCOPORTI VEM POR MEIO DESTE EDITAL DE PRORROGAÇÃO APRESENTAR A NOVA DATA DE ABERTURA PARA OS ENVELOPES DE PROPOSTAS PARA FORNECIMENTO DE IMPRESSÃO GRÁFICA

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. PREÃMBULO 1994 EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. A Prefeitura Municipal de Marabá, por intermédio

Leia mais

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde REGULAMENTO DE COMPRAS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS DAS UNIDADES SOB GERENCIAMENTO DA O.S.S. SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A SPDM

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

COLETA DE PREÇOS nº 07/2013

COLETA DE PREÇOS nº 07/2013 COLETA DE PREÇOS nº 07/2013 1. PREÂMBULO 1.1. A ASSOCIAÇÃO MUSEU AFRO BRASIL, torna pública a realização de Seleção de Fornecedores na modalidade Coleta de Preços, pelo critério de menor preço, objetivando

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 GABINETE DO GOVERNADOR D E C R E T O Nº 1.093, DE 29 DE JUNHO DE 2004 Institui, no âmbito da Administração Pública Estadual, o Sistema de Registro de Preços

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO 020/2011

ATO CONVOCATÓRIO 020/2011 ATO CONVOCATÓRIO 020/2011 Processo de Contratação de Prestação de Serviço MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA DATA LIMITE PARA ENTREGA DE ORÇAMENTO: 21/07/2011

Leia mais

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br

Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação / CREDE 12 Quixadá/CE E-mail: gerlania.oliveira@crede12.seduc.ce.gov.br Carta Convite Nº 0013/2015 Natureza da Despesa: Serviços de Hospedagem Fonte do Recurso: Função Programática nº 22100022.12.362.073.19509.0500000.33903900.10.0.40-13837 Data da Emissão: 28/05/15 Data da

Leia mais

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1...

https://www.compras.rs.gov.br/egov2/leilao/acessarataeletronicasistema.jsp?idoferta=1... Página 1 de 5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA ATA DA SESSÃO DO PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL: 25/2013 PROCESSO: 001307-09.00/13.4 Em, às 09:01 horas, na PROCURADORIA

Leia mais

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO

CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO ATO CONVOCATÓRIO 025-23 Processo de Compra de Equipamentos e Prestação de Serviço MODALIDADE: CONCORRÊNCIA CRITÉRIO DE JULGAMENTO: MENOR PREÇO E CAPACIDADE TÉCNICA/QUALIDADE DO PRODUTO DATA LIMITE PARA

Leia mais

CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h

CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h CONVITE: 003 /08 DE 19 DEFEVEREIRO DE 2008 ENCERRAMENTO e ABERTURA: - 06 DE MARÇO DE 2008-10:00 h 1.0.OBJETO 1.1 Contratação de Empresa Especializada para Locação, Implantação, Treinamento de Pessoal e

Leia mais

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial

Memorial Técnico para Elaboração de Proposta Comercial I MEMORIAL TÉCNICO DO XXVII CBP: 1. Objeto da Concorrência: 1.1. Selecionar a(s) Montadora(s) prestadora(s) de serviços de montagem para as diversas fases BLOCOS para a implantação do XXVII CBP no Transamérica

Leia mais

Índice. Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44

Índice. Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44 Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44 Índice 1 Apresentação...3 2 Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 Normas do pregão eletrônico...5 4 Realização do Pregão Eletrônico...6 4.1 Procedimentos...6

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Fornecedor

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Fornecedor MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Fornecedor Brasília Julho/2006

Leia mais

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015

COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015 Tipo: Menor preço COTAÇÃO PREVIA DE PREÇOS Nº 005/2015 A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO - CBDU, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita sob o CNPJ nº 42.467.787/0001-46, com sede

Leia mais

2º Caderno de Perguntas e Respostas Pregão 373/2008-23

2º Caderno de Perguntas e Respostas Pregão 373/2008-23 2º Caderno de Perguntas e Respostas Pregão 373/2008-23 Pergunta n.º 01: Caso o DNIT/TO já possua este tipo de serviço, qual é o fornecedor atual e a taxa de administração que vem sendo aplicada? Resposta:

Leia mais

REGULAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS - RLC SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - SENAR

REGULAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS - RLC SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - SENAR REGULAMENTO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS - RLC SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM RURAL - SENAR CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS Art. 1º As contratações de obras, serviços, compras e alienações do SENAR serão necessariamente

Leia mais

INSTITUTO CHAPADA DE EDUCAÇÃO E PESQUISA. Regulamento de Compras e Contratos

INSTITUTO CHAPADA DE EDUCAÇÃO E PESQUISA. Regulamento de Compras e Contratos INSTITUTO CHAPADA DE EDUCAÇÃO E PESQUISA Regulamento de Compras e Contratos A presidente do ICEP no uso de suas atribuições e de acordo com lei 9.790/99 e decreto 3.100, torna público o Regulamento de

Leia mais

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015

Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 Projeto n 14593/2014 - Escritório Nacional do CATAFORTE - Negócios Sustentáveis em Redes Solidárias COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 06/2015 1. PREÂMBULO O CEADEC - Centro de Estudos e Apoio ao Desenvolvimento,

Leia mais

O Diretor Presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável - CIEDS, no uso de suas atribuições:

O Diretor Presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável - CIEDS, no uso de suas atribuições: PORTARIA Nº. 001/2009 O Diretor Presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável - CIEDS, no uso de suas atribuições: Considerando que o CENTRO INTEGRADO DE ESTUDOS

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

Caixa Econômica Federal Gerência Nacional de Suprimentos

Caixa Econômica Federal Gerência Nacional de Suprimentos Caixa Econômica Federal Gerência Nacional de Suprimentos CAIXA GESUP Brasília Janeiro/2010 1 SUMÁRIO 1 Introdução... 3 2 Acesso... 4 3 Pregão Eletrônico... 5 3.1 Como consultar editais... 6 3.2 Credenciamento...

Leia mais

LUGGER BRASIL Indústria e Comércio Ltda.

LUGGER BRASIL Indústria e Comércio Ltda. À COMPANHIA EDITORA DE PERNAMBUCO CEPE CNPJ/MF nº 10.921.252/0001-07 RUA COELHO LEITE, 530, SANTO AMARO CEP: 50100-140 RECIFE PE REF. PREGÃO ELETRÔNICO N 019/2015 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 051/2015 MENOR

Leia mais

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE AQUISIÇÃO DE SUPRIMENTOS E SERVIÇOS

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE AQUISIÇÃO DE SUPRIMENTOS E SERVIÇOS Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação - Facti PROCEDIMENTO DA QUALIDADE PROCEDIMENTO DE AQUISIÇÃO DE SUPRIMENTOS E SERVIÇOS Código Revisão Confidencialidade Data Página PQ-0002 Rev.

Leia mais

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER

EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER EDITAL Nº 02/2013 APOIO A PROJETOS SOCIAIS NA ÁREA DO ESPORTE E LAZER 1) INTRODUÇÃO O presente Edital abre oportunidade para que as Instituições Públicas e as Privadas, desde que sem fins lucrativos e

Leia mais

LICITAÇÃO BASEADO NAS LEIS 8.666/93 E 10.520/02

LICITAÇÃO BASEADO NAS LEIS 8.666/93 E 10.520/02 LICITAÇÃO BASEADO NAS LEIS 8.666/93 E 10.520/02 TODA COMPRA POR MEIO DE ÓRGÃO PÚBLICO TEM QUE SER EFETUADA PELO PROCESSO DE LICITAÇÃO OS EDITAIS TÊM QUE SER PUBLICADOS EM JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO, ESTAR

Leia mais

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center

Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center MUNICÍPIO DE SANTO ÂNGELO Memorial Técnico para Aquisição de Solução modular escalável e móvel de Contêiner para Data Center Projeto DATA CENTER José Fioravante Schneider 01/06/2015 Página 1 de 9 ÍNDICE

Leia mais

PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 03/2014 TIPO: MENOR PREÇO

PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 03/2014 TIPO: MENOR PREÇO PESQUISA DE PREÇO DE MERCADO Nº 03/2014 TIPO: MENOR PREÇO O INSTITUTO PATRÍCIA GALVÃO, inscrito no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o nº CNPJ 05.408.004/0001-27, associação

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP 2015 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Dos Objetivos Específicos... 2 3. Dos Envolvidos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls.

PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCA Secretaria de Planejamento e Gestão Econômica Divisão de Licitações e Compras Convite nº 081/2007 Fls. Convite nº 081/2007 Fls. 1 CARTA CONVITE Processo nº 11784/05 Convite nº 081/2007 Entrega Envelopes até o dia: 15 de junho de 2007, às 14h00. Abertura Envelopes dia: 15 de junho de 2007, às 14h30. A COMISSÃO

Leia mais

Aprovado na 54ª reunião do Conselho de Administração e Assembleia. Geral Ordinária do dia 03/04/2014

Aprovado na 54ª reunião do Conselho de Administração e Assembleia. Geral Ordinária do dia 03/04/2014 REGULAMENTO PARA CONTRATAÇÕES,, COMPRAS DE BENS E SERVIÇOS,, OBRAS E ALIENAÇÕES.. Aprovado na 54ª reunião do Conselho de Administração e Assembleia Geral Ordinária do dia 03/04/2014 0 DAS CONTRATAÇÕES

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL EDITAL DE LICITAÇÃO nº 002/2012 TOMADA DE PREÇOS PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E PRESTAÇÕES DE CONTAS NA GESTÃO DE PROJETOS A CBHb, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA DECRETO N.º 2356/2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. Rosane Minetto Selig, Prefeita Municipal de Ouro

Leia mais

ASSUNTO: Atualização do Perguntas e Respostas nº 003/2010 que versa sobre Pregão ORIGEM: GEALC PSEF 40284/10-7

ASSUNTO: Atualização do Perguntas e Respostas nº 003/2010 que versa sobre Pregão ORIGEM: GEALC PSEF 40284/10-7 PERGUNTAS E RESPOSTAS OT Nº 001/11 ASSUNTO: Atualização do Perguntas e Respostas nº 003/2010 que versa sobre Pregão ORIGEM: GEALC PSEF 40284/10-7 Este trabalho visa a orientar os agentes administrativos,

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I

TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I. OBJETO.. Aquisição de memórias para servidores corporativos da Seção Judiciária do Espírito Santo. 2. ESPECIFICAÇÕES MÍNIMAS Lote Módulo de Memória de 52 Megabytes para servidores

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

5 Elementos Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental. CONVITE Nº. 0006/2009 Contrato 045/2009. Prezados Senhores:

5 Elementos Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental. CONVITE Nº. 0006/2009 Contrato 045/2009. Prezados Senhores: CONVITE Nº. 0006/2009 Contrato 045/2009 Prezados Senhores: A ONG 5 Elementos Instituto de Educação e Pesquisa Ambiental, em conformidade com a redação em vigor da Lei Federal nº 8.666/93, Lei Estadual

Leia mais

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS)

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS) GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DO PARÁ AJUDÂNCIA GERAL ADITAMENTO AO BG Nº 064 03 ABR 2012 Para conhecimento dos Órgãos subordinados

Leia mais

CONVITE 25/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas

CONVITE 25/2010. DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas CONVITE 25/2010 DATA E HORÁRIO PARA RECEBIMENTO E ABERTURA DOS ENVELOPES Dia 17 / 08 / 2010 às 15 horas 01. DISPOSIÇÕES INICIAIS 1.1 O Senac Departamento Nacional torna público que, na Seção de Material,

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos,

Excelentíssimo Senhor Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Administrativos, RELATÓRIO Nº. 022.2014.CPL.900762.2014.14751 RELATÓRIO REFERENTE AO PREGÃO PRESENCIAL Nº 5.016/2014- CPL/MP/PGJ TIPO MENOR PREÇO GLOBAL. PROCEDIMENTO INTERNO Nº 839320/2014 Excelentíssimo Senhor Subprocurador-Geral

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1.252/2012. O Presidente do Conselho Nacional do Serviço Social do Comércio SESC, no exercício de suas atribuições regimentais;

RESOLUÇÃO Nº 1.252/2012. O Presidente do Conselho Nacional do Serviço Social do Comércio SESC, no exercício de suas atribuições regimentais; RESOLUÇÃO Nº 1.252/2012 Altera, modifica e consolida o Regulamento de Licitações e Contratos do SESC O Presidente do Conselho Nacional do Serviço Social do Comércio SESC, no exercício de suas atribuições

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001).

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). Fl. Rub. INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José

Leia mais

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF

INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF INSTRUÇÕES AOS PROPONENTES CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA ARMADA PARA AS INSTALAÇÕES DO ONS EM BRASÍLIA/DF Ref: Aviso de Edital ADG nº 003/2014 publicado em 28/10/2014. 1 1. OBJETO A

Leia mais

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT

CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT CIGAM MÓDULOS DE COMPRAS WEB EPROCUREMENT MANUAL DE OPERAÇÃO Rev. 02.11 03/05/12 CRM - CIGAM - Compras web 1 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CIGAM DESKTOP Solicitação de Compra (SOC)... 4 2.1. Envio do pedido

Leia mais