BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce. C.N.P.J / /

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce. C.N.P.J / /"

Transcrição

1 BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos C.N.P.J / / / (27) / (27) Período: 09/02/2016 Em Baixo Guandu, as duas margens do Rio Doce foram percorridas e algumas propriedades que no caminho foram visitadas, nenhum atendimento foi realizado. Em Colatina, o trecho entre a Fazenda Bom Retiro, em Humaitá até o porto de Itapina foi percorrido, nenhum atendimento foi realizado. O município de Linhares foi monitorado desde a margem norte da Foz do Rio Doce, na localidade da Vila de Povoação, passando pelo perímetro urbano de Linhares até a rodovia Álvaro Garcia Durão (ES-248), que dá acesso ao município de Colatina. Não foram encontrados animais mortos ou debilitados nos trechos monitorados. Em Regência foram visitados os pontos de monitoramento, da foz até a Fazenda Pindorama. Foram registradas várias espécies de aves em bancos de areia e também em alagados próximo ao rio. Foram registradas pegadas de mão-pelada na margem e uma serpente na estrada, que apresentava bom aspecto físico e comportamental, e por isso não foi capturada. Foi realizada a soltura de um cágado em lagoa próximo de onde foi encontrado debilitado. TABELA: Resumo de ocorrências Data Município Localidade Táxon Coordenada Descrição da ocorrência 09/02/2016 Linhares Regência Cágado-pescoço de-cobra Hydromedusa sp / Animal capturado em 02 de fevereiro de Após acompanhamento Clínico o animal foi liberado para soltura hoje. Procedimento adotado Soltura em lagoa próxima ao Rio Doce Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 1 de 15

2 Figura 1 Monitoramento no Rio Doce, Estrada da Pedra do Souza P1.2, em Baixo Guandu. Figura 2 Monitoramento no Rio Doce, Estrada da Pedra do Souza P 02, em Baixo Guandu. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 2 de 15

3 Figura 3 - Monitoramento no Porto da Mauá, Baixo Guandu. Figura 4 Monitoramento na Fazenda Cesar Paiva, em Baixo Guandu. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 3 de 15

4 Figura 5 - Monitoramento na Fazenda Schwambach Sede, em Baixo Guandu. Figura 6 Monitoramento em Mascarenhas, em Baixo Guandu. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 4 de 15

5 Figura 7 Monitoramento no Campo Bonisegna, Colatina. Figura 8 Monitoramento na Foz do Rio Pancas, Colatina. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 5 de 15

6 Figura 9 Monitoramento no Areal Garça, Colatina. Figura 10 Monitoramento no Ponto Zé Pescador, em Colatina. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 6 de 15

7 Figura 11 Monitoramento no Ponto do Zoca, em Colatina. Figura 12 Monitoramento no Bela Vista, em Colatina. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 7 de 15

8 Figura 13 Foz do Rio Doce - margem norte. Figura 14 Povoação. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 8 de 15

9 Figura 15 Fazenda Maria Júlia. Figura 16 Estrada Linhares x Povoação Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 9 de 15

10 Figura 17 Fazenda Califórnia Figura 18 Fazenda Conceição Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 10 de 15

11 Figura 19 Ponto da Fazenda Beira Rio. Figura 20 Ponto do canal da Fibria. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 11 de 15

12 Figura 21 Ponto da Fazenda Pindorama. Figura 22 Serpente próxima ao ponto do canal da Fibria. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 12 de 15

13 Figura 23 Pegada de mão-pelada (Procyon cancrivorus) Fazenda Maria Bonita. Figura 24 Soltura de cágado reabilitado em lagoa próxima ao Rio Doce. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 13 de 15

14 Figura 25 Distribuição dos Pontos de Monitoramento. Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 14 de 15

15 Tabela 2 Pontos de Monitoramento ao Longo do Rio Doce. PONTO X Y CIDADE REFERENCIA P AIMORÉS PORTO DE MAUÁ P BAIXO GUANDU FOZ DO RIO GUANDU P AIMORÉS FAZENDA ANA LUIZA SEDE P AIMORÉS FAZENDA ANA LUIZA P02 P AIMORÉS FAZENDA ANA LUIZA P03 P AIMORÉS FAZENDA DO EDMAR P BAIXO GUANDU CÉSAR PAIVA SEDE P AIMORÉS ALAGADO P BAIXO GUANDU CÉSAR PAIVA P01 P BAIXO GUANDU PEDRA DO SOUZA P01 P BAIXO GUANDU CÉSAR PAIVA P02 P BAIXO GUANDU ESTRADA PEDRA DO SOUZA P1.1 P BAIXO GUANDU ESTRADA PEDRA DO SOUZA P1.2 P BAIXO GUANDU PEDRA DO SOUZA P02 P BAIXO GUANDU FAZENDA SCHWAMBACH SEDE P BAIXO GUANDU FAZENDA SCHWAMBACH P01 P BAIXO GUANDU FAZENDA SCHWAMBACH P02 P BAIXO GUANDU USINA DE AIMORÉS P BAIXO GUANDU PRÓXIMO A PONTE SOBRE O RIO DOCE EM ITAPINA - MARGEM SUL P COLATINA PRÓXIMO A PONTE DE ITAPINA MARGEM NORTE P COLATINA ITAPINA - MARGEM NORTE P COLATINA ITAPINA SUL P COLATINA ITAPINA MARGEM NORTE P COLATINA ITAPINA PRÓXIMO A RESERVA BIOLÓGICA P COLATINA ITAPINA MARGEM NORTE P COLATINA ITAPINA - PORTO BELO P COLATINA IFES ITAPINA MARGEM SUL P COLATINA IFES ITAPINA MARGEM NORTE P COLATINA ESTRELA MARGEM SUL P COLATINA FOZ RIO SANTA JOANA P COLATINA BAIRRO COLÚMBIA P COLATINA CÓRREGO DANTAS P COLATINA FRISA P COLATINA HONÓRIO FRAGA P COLATINA SÃO BRAZ P COLATINA CAIS DE COLATINA P COLATINA FOZ RIO PANCAS P COLATINA SEGUNDA PONTE MARGEM NORTE P COLATINA SEGUNDA PONTE MARGEM SUL P COLATINA BARBADOS P COLATINA PORTO DAS BARCAS MARGEM NORTE P COLATINA PROXIMO A BARBADOS P COLATINA PORTO DAS BARCAS MARGEM NORTE P COLATINA PRÓXIMO A COMUNIDADE DE MARIA ORTIZ P COLATINA PRÓXIMO A COMUNIDADE DE MARIA ORTIZ P MARILÂNDIA PATRÃO-MOR MARGEM NORTE P COLATINA PRÓXIMO A COMUNIDADE DE MARIA ORTIZ P MARILÂNDIA PATRÃO-MOR MARGEM NORTE P COLATINA COBRA VERDE P MARILÂNDIA FEIJOAL MARGEM NORTE P MARILÂNDIA FEIJOAL FRONTEIRA COM LINHARES P LINHARES PRÓXIMO AO HUMAITÁ P LINHARES MARGEM SUL RODOVIA COLATINA X LINHARES P LINHARES RODOVIA COLATINA X LINHARES MARGEM NORTE P LINHARES RODOVIA COLATINA X LINHARES PROXIMO A FAZENDA DAS PALMAS P LINHARES ACESSO A FAZENDA DAS PALMAS P LINHARES PROXIMO AO RIO PEQUENO P COLATINA PORTO DE LINHARES P LINHARES PRÓXIMO A EMPRESA PEDRA MIX P LINHARES FAZENDA CONCEIÇÃO P LINHARES ESTRADA LINHARES X POVOAÇÃO P LINHARES FAZENDA CAROLINA NA ESTRADA PARA POVOAÇÃO P LINHARES REGÊNCIA PONTO 3 P LINHARES REGÊNCIA - FAZENDA MARIA BONITA P LINHARES REGÊNCIA - CANAL DA FIBRIA P LINHARES FAZENDA CALIFÓRNIA P LINHARES REGÊNCIA - PONTO 2 P LINHARES BOA VISTA P LINHARES REGÊNCIA POVOADO AREAL P LINHARES POVOAÇÃO P LINHARES POVOAÇÃO P LINHARES FOZ DO RIO DOCE MARGEM NORTE Nota: Coordenada UTM 24k, Datum Sirgas Resposta a Fauna no Rio Doce IPRAM - Samarco Página 15 de 15

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J / /

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J / / BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos C.N.P.J. 13.094.626/0001-56 / www.ipram-es.org.br

Leia mais

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J / /

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J / / BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos C.N.P.J. 13.094.626/0001-56 / www.ipram-es.org.br

Leia mais

1) APRESENTAÇÃO 2) INDICADORES

1) APRESENTAÇÃO 2) INDICADORES 1) APRESENTAÇÃO BOLETIM SEMANAL INFORMATIVO Pág: 1 / 10 O presente boletim visa apresentar as informações relativas ao Monitoramento de Resgate de Fauna Silvestre Impactada pelo Rompimento a Barragem de

Leia mais

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J / /

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J / / BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos C.N.P.J. 13.094.626/0001-56 / www.ipram-es.org.br

Leia mais

O tópico 2 de metodologia é repetido nos relatórios semanais, enquanto o tópico 3 de resultados é atualizado semanalmente.

O tópico 2 de metodologia é repetido nos relatórios semanais, enquanto o tópico 3 de resultados é atualizado semanalmente. BOLETIM SEMANAL INFORMATIVO Pág: 1 / 25 1. APRESENTAÇÃO O presente boletim visa apresentar as informações relativas ao Monitoramento de Resgate de Fauna Silvestre Impactada pelo Rompimento a Barragem de

Leia mais

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J. 13.094.626/0001-56 / www.ipram-es.org.br

BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO. C.N.P.J. 13.094.626/0001-56 / www.ipram-es.org.br BOLETIM DIÁRIO DE INFORMAÇÃO Monitoramento e Atendimento a Fauna Atingida por Rejeito no Rio Doce Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos C.N.P.J. 13.094.626/0001-56 / www.ipram-es.org.br

Leia mais

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Atuação do Ibama no desastre de Mariana/MG

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Atuação do Ibama no desastre de Mariana/MG Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis Atuação do Ibama no desastre de Mariana/MG III Congresso da Sociedade de Análise de Risco Latino Americana SRA-LA São Paulo, maio

Leia mais

Boletim do Sistema de Alerta Hidrológico da. Bacia do rio Doce

Boletim do Sistema de Alerta Hidrológico da. Bacia do rio Doce Boletim do Sistema de Alerta Hidrológico da Belo Horizonte, 21 de Janeiro de 2016 às 10:00h. Bacia do rio Doce Boletim Extraordinário Na tabela abaixo seguem as previsões dos níveis dos rios monitorados

Leia mais

CONSULTA - NOTIFICAÇÃO

CONSULTA - NOTIFICAÇÃO Número: 678307 Série: E Número Ordem: Data: 01/12/2015 Hora: 15:40 Dias para Apresentação: 5 dias. Vencimento da Notificação: 06/12/2015 Nome Operação: Unidade Ibama: Unidade/Convênio: RODOVIA ES 060 ANCHIETA-ES

Leia mais

Sistema de Alerta da Bacia do rio Doce

Sistema de Alerta da Bacia do rio Doce Sistema de Alerta da Bacia do rio Doce Belo Horizonte, 26 de novembro de 2015 às 19:30 h. Previsão da turbidez A CPRM está utilizando um modelo simplificado para a previsão de Turbidez na calha do rio

Leia mais

PERÍODO DE OBSERVAÇÃO:

PERÍODO DE OBSERVAÇÃO: EDIÇÃO 04 PERÍODO DE OBSERVAÇÃO: 10 a 17 de janeiro de 2017 O Boletim Informativo Rio Doce tem como objetivo disponibilizar informações atualizadas dos rios afetados pelo rompimento da Barragem de Fundão

Leia mais

SISTEMA DE ALERTA DE ENCHENTES NA BACIA DO RIO DOCE: 17 ANOS DE OPERAÇÃO

SISTEMA DE ALERTA DE ENCHENTES NA BACIA DO RIO DOCE: 17 ANOS DE OPERAÇÃO SISTEMA DE ALERTA DE ENCHENTES NA BACIA DO RIO DOCE: 17 ANOS DE OPERAÇÃO Elizabeth Guelman Davis 27 de maio de 2014 Sistema de Alerta de Enchentes na Bacia do Rio Doce Um sistema de alerta antecipado,

Leia mais

Análise da Comunidade Fitoplanctônica. do Rio Doce e afluentes. GIAIA 2ª Expedição à Bacia do Rio Doce (30/03 a 08/04/16)

Análise da Comunidade Fitoplanctônica. do Rio Doce e afluentes. GIAIA 2ª Expedição à Bacia do Rio Doce (30/03 a 08/04/16) Análise da Comunidade Fitoplanctônica do Rio Doce e afluentes GIAIA 2ª Expedição à Bacia do Rio Doce (30/03 a 08/04/16) Equipe de campo 2ª Expedição GIAIA Drª Flávia Bottino MSc. Vinícius Rodrigues Grad.

Leia mais

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO E DESCRITIVO

RELATÓRIO FOTOGRÁFICO E DESCRITIVO RELATÓRIO FOTOGRÁFICO E DESCRITIVO AÇÕES COMPROBATÓRIAS DAS ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO PERÍODO DE 2011/ 2014 2011 13/06/2011 13/06/2011 SEMANA DE MEIO AMBIENTE, EXPOSIÇÃO DE BRINQUEDOS COM MATERIAIS

Leia mais

RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES

RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES Data: 18 de dezembro de 2015 O presente relatório visa apresentar as informações relativas a coleta das amostras de espécies da fauna aquática, conforme solicitado no anexo

Leia mais

MONITORAMENTO ESPECIAL DA BACIA DO RIO DOCE

MONITORAMENTO ESPECIAL DA BACIA DO RIO DOCE MONITORAMENTO ESPECIAL DA BACIA DO RIO DOCE RELATÓRIO I DEZEMBRO/2015 CPRM SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL MONITORAMENTO ESPECIAL DA BACIA DO RIO DOCE RELATÓRIO 01: Acompanhamento da onda de cheia Primeira

Leia mais

CONVERSANDO RURAL REGIÃO NORTE

CONVERSANDO RURAL REGIÃO NORTE CONVERSANDO RURAL REGIÃO NORTE São Gabriel da Palha, 27 de julho de 2017 Legitimidade X Sustentabilidade LEGITIMIDADE X SUSTENTABILIDADE REFLORESTAR FUNSAF RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS TARIFAS FUNDESUL BARRAGENS

Leia mais

2. o acesso às unidades; 3. a fiscalização; 4. o monitoramento e avaliação dos Planos de Manejo; 5. a pesquisa científica; e 6. a alocação de recursos

2. o acesso às unidades; 3. a fiscalização; 4. o monitoramento e avaliação dos Planos de Manejo; 5. a pesquisa científica; e 6. a alocação de recursos Decreto nº 44.518, de 16 de maio de 2007 Dispõe sobre o reconhecimento do Mosaico de Unidades de Conservação localizadas nos Municípios de Tiradentes, Prados, Coronel Xavier Chaves, São João Del Rei e

Leia mais

Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM INFORMATIVO

Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM INFORMATIVO Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM INFORMATIVO BACIA DO RIO DOCE MAR/2015 SEMAD - Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Secretário Luiz Sávio de Souza Cruz IGAM

Leia mais

USINA HIDRELÉTRICA DE AIMORÉS

USINA HIDRELÉTRICA DE AIMORÉS USINA HIDRELÉTRICA DE AIMORÉS A Usina de Aimorés Hidrelétrica Eliezer Batista - está localizada no médio Rio Doce, divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Seu reservatório ocupa áreas dos

Leia mais

Reconstrução de Bento Rodrigues avança com definição de terreno para novo distrito; ações de recuperação também apresentam resultados

Reconstrução de Bento Rodrigues avança com definição de terreno para novo distrito; ações de recuperação também apresentam resultados Reconstrução de Bento Rodrigues avança com definição de terreno para novo distrito; ações de recuperação também apresentam resultados Após um processo com ampla participação popular, será escolhido no

Leia mais

Governo do Estado da Bahia Prefeitura Municipal de Camamu Gabinete da Prefeita

Governo do Estado da Bahia Prefeitura Municipal de Camamu Gabinete da Prefeita LEI Nº 771/2014 DE 03 DEZEMBRO DE 2014 ATUALIZA O PERÍMETRO DA ZONA URBANA DO MUNICÍPIO DO MUNICÍPIO, IDENTIFICANDO-O ATRAVÉS DE COORDENADAS GEOGRÁFICAS. A PREFEITA MUNICIPAL DO MUNICÍPIO DE CAMAMU, ESTADO

Leia mais

ANEXO III QUADRO DE VAGAS DAS UNIDADES PRISIONAIS

ANEXO III QUADRO DE VAGAS DAS UNIDADES PRISIONAIS ANEXO III QUADRO DE VAGAS DAS UNIDADES PRISIONAIS Nº ordem 1 2 UNIDADES PRISIONAIS Centro de Detenção Provisória de Viana CDPV II Penitenciaria Agrícola do Espírito Santo - PAES Penitenciara de Segurança

Leia mais

Unidades de Conservação

Unidades de Conservação Unidades de Conservação Unidades de conservação Unidades de conservação Um dos mais significativos programas de conservação ambiental está sendo implantado pela CESP; porém, poucas pessoas podem perceber

Leia mais

ATA DE REUNIÃO PROCESSO ELEITORAL DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE

ATA DE REUNIÃO PROCESSO ELEITORAL DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE ATA DE REUNIÃO PROCESSO ELEITORAL DO COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE REUNIÃO DE SEGMENTOS: PODER PÚBLICO MUNICIPAL ESPIRITO SANTO finalidade de proceder à eleição dos 03 (três) representantes

Leia mais

(Orchidaceae: Laeliinae) O gênero Pseudolaelia 1

(Orchidaceae: Laeliinae) O gênero Pseudolaelia 1 O gênero Pseudolaelia 1 1 Pseudolaelia aromatica 2 Pseudolaelia aromatica Foto: Reginaldo V. Leitão 3 Pseudolaelia aromatica Foto: Reginaldo V. Leitão 4 Pseudolaelia ataleiensis Foto: Mauro Rosim 5 Pseudolaelia

Leia mais

FRD-ES - Tabela de Situação do Programa Resíduos Sólidos Água Esgoto Projetos

FRD-ES - Tabela de Situação do Programa Resíduos Sólidos Água Esgoto Projetos Situação/ FRD-ES - Tabela de Situação do Programa TOTAL 37.449.373,00 19.924.317,16 3.346.524,38 7.875.010,41 31.145.851,95 RECURSOS REPASSADOS PREFEITURA 10.795.079,42 866.996,19 4.376.821,89 16.038.897,50

Leia mais

RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES

RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES Data: 31 de dezembro de 2015 O presente relatório visa apresentar as informações relativas a coleta das amostras de espécies da fauna aquática, conforme solicitado no anexo

Leia mais

Rio Doce: passado, presente e futuro

Rio Doce: passado, presente e futuro Rio Doce: passado, presente e futuro Fábio Vieira Consultor Ambiental e professor colaborador no Programa de Pós Graduação em Zoologia, ICB, UFMG 02/47 03/47 04/47 05/47 06/47 Manchete da Revista Galileu

Leia mais

USINA HIDRELÉTRICA DE AIMORÉS

USINA HIDRELÉTRICA DE AIMORÉS USINA HIDRELÉTRICA DE AIMORÉS A Usina de Aimorés Hidrelétrica Eliezer Batista - está localizada no médio Rio Doce, divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Seu reservatório ocupa áreas dos

Leia mais

Agrupamento de Escolas À Beira Douro Escola Básica e Secundária À Beira Douro

Agrupamento de Escolas À Beira Douro Escola Básica e Secundária À Beira Douro Agrupamento de Escolas À Beira Douro Escola Básica e Secundária À Beira Douro Disciplina: Ciências Naturais Trabalho realizado por: Ana Mafalda,nº4 Marisa, nº21 Este trabalho, cujo o tema é À descoberta

Leia mais

Panorama da Geração de Energia Elétrica no Espírito Santo SÁVIO DA RÓS

Panorama da Geração de Energia Elétrica no Espírito Santo SÁVIO DA RÓS Panorama da Geração de Energia Elétrica no Espírito Santo SÁVIO DA RÓS 18 de Agosto de 2010 CT07 -Diversificação Econômica Coordenador: Fausto Costa Sub-Coordenador: Nelson Flávio GT 7.1 - Projeto Fontes

Leia mais

Base: Dez/2016 Localidade STFC Classe Município Sede

Base: Dez/2016 Localidade STFC Classe Município Sede Base: Dez/2016 Localidade STFC Classe Município Sede ABAETE DOS MENDES Individual e Coletivo DISTRITO RIO PARANAIBA AGUA LIMPA Coletivo POVOADO CARMO DO PARANAIBA AGUA SANTA Coletivo POVOADO FRUTAL ALAGOAS

Leia mais

ROTA DE COLETA DE LIXO - COLATINA - 2013 ORDEM ALFABÉTICA

ROTA DE COLETA DE LIXO - COLATINA - 2013 ORDEM ALFABÉTICA ROTA DE COLETA DE LIXO - COLATINA - 2013 ORDEM ALFABÉTICA BAIRROS E DISTRITOS DIAS HORÁRIO A Adélia Giuberti 2ª a Sábado 2 a 6 : 17h e Sab: 13 h Aeroporto 3ª, 5ª e Sábado 7 h Alto Vila Nova 2ª, 4ª e 6ª

Leia mais

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DA LINHA PERIMÉTRICA DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DA SEDE DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES

ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DA LINHA PERIMÉTRICA DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DA SEDE DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DA LINHA PERIMÉTRICA DA ÁREA DE EXPANSÃO URBANA DA SEDE DO MUNICÍPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM - ES P 01 Ponto situado na foz do Córrego Poço D' Anta, no Rio Itapemirim. De

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO MUNICÍPIO DE CASCAVEL - PR ANEXO III DO EDITAL N.º 031/2012 MAPA REPRESENTATIVO DA ÁREA DE ATUAÇÃO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

CONCURSO PÚBLICO MUNICÍPIO DE CASCAVEL - PR ANEXO III DO EDITAL N.º 031/2012 MAPA REPRESENTATIVO DA ÁREA DE ATUAÇÃO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ANEXO III DO EDITAL N.º 1/22 ACLIMAÇÃO Página 1 ANEXO III DO EDITAL N.º 1/22 CATARATAS UBS CATARATAS CATARATAS SANGA AMAMBAY 2-JD.RECANTO-AZUL 4-IZABEL 2-WANDA 22 Área verde 50 48 46 44 42 23 51 49 47

Leia mais

INCIDENTE BARRAGEM DE FUNDÃO

INCIDENTE BARRAGEM DE FUNDÃO TÍTULO SOBRE ALGUM ASSUNTO SAMARCO MINERAÇÃO SA INCIDENTE BARRAGEM DE FUNDÃO 23/11/15 LOCAL DO INCIDENTE Barragem de Fundão Local do incidente Barragem de Santarém LOCAIS IMPACTADOS Área de maior impacto

Leia mais

EIXO TRANSPORTES. garantindo maior integração da malha brasileira de Transportes.

EIXO TRANSPORTES. garantindo maior integração da malha brasileira de Transportes. EIXO TRANSPORTES Para integrar as diferentes regiões do Brasil, eliminar gargalos logísticos e garantir que a produção nacional tenha custos mais baixos para os mercados interno e externo, o PAC 2 realiza

Leia mais

r n o maior programa de drenagem da historia de Porto Alegre

r n o maior programa de drenagem da historia de Porto Alegre r n o maior programa de drenagem da historia de Porto Alegre 10 anos de investimentos que fazem a diferença CONDUTO FORÇADO ÁLVARO CHAVES A execução do Conduto Álvaro Chaves foi iniciada em maio de 2005

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Água do rio Doce e do mar Redução da turbidez Bioacumulação de peixes Diálogo

ESCLARECIMENTOS. Água do rio Doce e do mar Redução da turbidez Bioacumulação de peixes Diálogo ESCLARECIMENTOS Água do rio Doce e do mar Redução da turbidez Bioacumulação de peixes Diálogo A Samarco está empenhada em esclarecer todas as dúvidas e questionamentos sobre a atuação da empresa na recuperação

Leia mais

AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL

AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL O (Inea), no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei nº 5.101, de 04 de outubro de 2007 e pelo Decreto nº 41.628, de 12 de janeiro de 2009 e suas modificações posteriores e, em especial, o

Leia mais

Atividades de redução dos efeitos da seca no Espírito Santo

Atividades de redução dos efeitos da seca no Espírito Santo Atividades de redução dos efeitos da seca no Espírito Santo Janil Ferreira da Fonseca Engenheiro Agrônomo Coordenador de Projetos Vitória-ES 02 de setembro de 2016 Considerações Iniciais O Espírito Santo

Leia mais

RESUMO DOS ATENDIMENTOS EFETUADOS PELA GUARDA MUNICIPAL AMBIENTAL BOLETINS DE ATENDIMENTO. MÊSES = MARÇO, ABRIL, MAIO e JUNHO/2011

RESUMO DOS ATENDIMENTOS EFETUADOS PELA GUARDA MUNICIPAL AMBIENTAL BOLETINS DE ATENDIMENTO. MÊSES = MARÇO, ABRIL, MAIO e JUNHO/2011 RESUMO DOS ATENDIMENTOS EFETUADOS PELA GUARDA MUNICIPAL AMBIENTAL BOLETINS DE ATENDIMENTO MÊSES = MARÇO, ABRIL, MAIO e JUNHO/2011 Março/2011: - 63 boletins de atendimentos (nº. 135/11 à nº. 196/11) Animal

Leia mais

EDITAL EDITAL DO PROCESSO PARA SOLICITAÇÃO DE CERTIFICAÇÃO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO COM BASE NO RESULTADO DO ENEM 2012

EDITAL EDITAL DO PROCESSO PARA SOLICITAÇÃO DE CERTIFICAÇÃO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO COM BASE NO RESULTADO DO ENEM 2012 EDITAL 7 2013 EDITAL DO PROCESSO PARA SOLICITAÇÃO DE CERTIFICAÇÃO DE CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO COM BASE NO RESULTADO DO ENEM 2012 O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO ESPÍRITO

Leia mais

Dr. André Cordeiro Alves dos Santos Drª. Eliane Pintor de Arruda Drª. Flávia Bottino

Dr. André Cordeiro Alves dos Santos Drª. Eliane Pintor de Arruda Drª. Flávia Bottino Análises realizadas in situ Análises físicoquímicas do Rio Doce e afluentes sob influencia dos Rejeitos provenientes no Rompimento da Barragem de Fundão da Empresa Samarco Dr. André Cordeiro Alves dos

Leia mais

Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM INFORMATIVO

Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM INFORMATIVO Instituto Mineiro de Gestão das Águas - IGAM INFORMATIVO BACIA DO RIO DOCE OUT/2014 SEMAD - Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável Secretário Alceu José Torres Marques IGAM

Leia mais

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO PROJETO PLANTE BONITO

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO PROJETO PLANTE BONITO RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DO PROJETO PLANTE BONITO PLANTIO NAS MARGENS DO CORREGO ITAMARATY BONITO MS. 1. Apresentação Ocorreu no dia 30 de abril de 2008 o primeiro monitoramento das mudas plantadas nas

Leia mais

CADASTRO AMBIENTAL RURAL

CADASTRO AMBIENTAL RURAL INSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA E FLORESTAL DO ESPÍRITO SANTO IDAF INSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA E FLORESTAL DO ESPÍRITO SANTO IDAF INSTITUTO DE DEFESA AGROPECUÁRIA E FLORESTAL DO ESPÍRITO SANTO IDAF

Leia mais

Guia de Símbolos. Trilhas Costa Esmeralda

Guia de Símbolos. Trilhas Costa Esmeralda Trilhas Costa Esmeralda 01 -Trilha da Sepultura 02 - Trilha do Morro do Macaco 03 - Trilha da Praia de 4 Ilhas 04 - Trilha da Praia de Retiro dos Padres 05 - Trilha da Praia da Tainha 06 - Trilha da Costeira

Leia mais

8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA

8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA 8º FÓRUM MUNDIAL DA ÁGUA 3º EVENTO PREPARATÓRIO DA ENGENHARIA E DA AGRONOMIA TEMA: A Gestão Territorial dos Recursos Hídricos Colatina ES, 12 de julho de 2017 Há três caminhos para a felicidade... Ensinar

Leia mais

Ações de recuperação realizadas pela Samarco apresentam resultados

Ações de recuperação realizadas pela Samarco apresentam resultados Ações de recuperação realizadas pela Samarco apresentam resultados Definição de terreno para reconstrução de Bento Rodrigues será fechada com os moradores ainda em abril. Processo está em andamento também

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DA ESTIAGEM NA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL

ACOMPANHAMENTO DA ESTIAGEM NA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL ACOMPANHAMENTO DA ESTIAGEM NA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL BOLETIM Nº 03 - FEVEREIRO Área de Atuação da Superintendência Regional da CPRM de Belo Horizonte 2015 Rio São Francisco em Três Marias. Foto de Soraya

Leia mais

Cria o Refúgio de Vida Silvestre da Serra dos Montes Altos, no Estado da Bahia, e dá outras providências.

Cria o Refúgio de Vida Silvestre da Serra dos Montes Altos, no Estado da Bahia, e dá outras providências. Salvador, Bahia Terça-feira 30 de novembro de 2010 Ano XCV N o 20.426 DECRETO Nº 12.487 DE 29 DE NOVEMBRO DE 2010 Cria o Refúgio de Vida Silvestre da Serra dos Montes Altos, no Estado da Bahia, e dá outras

Leia mais

INVENTÁRIO DOS PRINCIPAIS SÍTIOS NATURAIS DA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS DO PARANÁ

INVENTÁRIO DOS PRINCIPAIS SÍTIOS NATURAIS DA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS DO PARANÁ INVENTÁRIO DOS PRINCIPAIS SÍTIOS NATURAIS DA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS DO PARANÁ ATRATIVOS USOS IMPACTOS n Sítios/UC's Município coord. UTM RO RE HI FL FA AQ CA ES PQ EA EX HO PE ER QU FL FA AQ DE 1 Rio

Leia mais

Estudo do Rio Doce voltado para a problemática do assoreamento na cidade de Colatina: questões e conflitos socioambientais.

Estudo do Rio Doce voltado para a problemática do assoreamento na cidade de Colatina: questões e conflitos socioambientais. Estudo do Rio Doce voltado para a problemática do assoreamento na cidade de Colatina: questões e conflitos socioambientais. EmillyCherqueEsterquini Emillyc.esterquini@hotmail.com Graduanda da Universidade

Leia mais

Entre o Rio de janeiro e Angra dos Reis existe um lugar único. Um lugar para esquecer das horas, dos compromissos, s, noticiários... Enfim.

Entre o Rio de janeiro e Angra dos Reis existe um lugar único. Um lugar para esquecer das horas, dos compromissos,  s, noticiários... Enfim. Entre o Rio de janeiro e Angra dos Reis existe um lugar único. Um lugar para esquecer das horas, dos compromissos, e-mails, noticiários... Enfim. Aproveitar de fato o privilégio que é viver. Localização

Leia mais

Programa de Governo do Partido Socialista Brasileiro para Domingos Martins. Eleições 2012

Programa de Governo do Partido Socialista Brasileiro para Domingos Martins. Eleições 2012 Programa de Governo do Partido Socialista Brasileiro para Domingos Martins Eleições 2012 Para Domingos Martins continuar a crescer Aspectos Geográficos A sede do município, a 542 metros de altitude, está

Leia mais

Programa de Melhoria da Qualidade de Vida e da Governança Municipal de Teresina. Teresina (PI), Fevereiro de 2016

Programa de Melhoria da Qualidade de Vida e da Governança Municipal de Teresina. Teresina (PI), Fevereiro de 2016 Programa de Melhoria da Qualidade de Vida e da Governança Municipal de Teresina Teresina (PI), Fevereiro de 2016 1. A SITUAÇÃO ANTES DO PROGRAMA 1. SITUAÇÃO ANTES DO PROGRAMA Enchentes na Zona Norte 1.

Leia mais

Diversão & Aventura. A diversão é parte daquilo que somos e do que proporcionamos. Nossa prática é divertida por natureza. Para todas as idades.

Diversão & Aventura. A diversão é parte daquilo que somos e do que proporcionamos. Nossa prática é divertida por natureza. Para todas as idades. Pipa Aventura O Pipa Aventura é uma empresa especializada em turismo de aventura com o objetivo de criar experiências na natureza para jovens de espírito de todas as idades. Nosso desafio é tornar o desejo

Leia mais

Entre as coisas que ele gosta de comer estão os frutos amarelos do Butiá, uma palmeira protegida pela legislação ambiental brasileira.

Entre as coisas que ele gosta de comer estão os frutos amarelos do Butiá, uma palmeira protegida pela legislação ambiental brasileira. Caro leitor, Nas páginas seguintes você irá conhecer o Mão-Pelada, um mamífero de cauda longa e pelos pretos ao redor dos olhos, que lembram a máscara do Zorro. São chamados popularmente dessa forma por

Leia mais

Coneval Service. Éhoje uma das empresas mais modernas em seu gênero, e tem como maior expertise serviços.

Coneval Service. Éhoje uma das empresas mais modernas em seu gênero, e tem como maior expertise serviços. Coneval Service Éhoje uma das empresas mais modernas em seu gênero, e tem como maior expertise serviços. - Jateamento - Decapagem - Flushing - Filtragem de óleo em geral. Jateamento é uma operação de força

Leia mais

Atualizações sobre as modalidades

Atualizações sobre as modalidades INFORMATIVO Nº 005 DO VII JOGOS FENACEF Atualizações sobre as modalidades Faltam menos de 60 dias e toda a produção está praticamente pronta, aguardando a chegada das delegações! A Fenacef espera ansiosamente

Leia mais

RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES

RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES RELATÓRIO DIÁRIO DAS ATIVIDADES Data: 31 de janeiro de 2016 O presente relatório visa apresentar as informações relativas a coleta das amostras de espécies da fauna aquática, conforme solicitado no anexo

Leia mais

Estudo de Viabilidade de Transporte Aquaviário no Canal de Marapendi

Estudo de Viabilidade de Transporte Aquaviário no Canal de Marapendi Estudo de Viabilidade de Transporte Aquaviário no Canal de Marapendi CIV1730 Estágio de Campo 2 2013.1 Professor José Araruna - Rodrigo Gaudie-Ley - Phillipe Senez - Victor Costa - Denise Torres - Ana

Leia mais

MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS AQUÁTICAS

MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS AQUÁTICAS MANEJO INTEGRADO DE PLANTAS AQUÁTICAS CONTEUDO: 1. Conceito de Plantas Aquáticas 2. Importância das Plantas Aquáticas 3. Impactos do Excesso de Plantas Aquáticas 4. Alternativas de Controle / Metodologias:

Leia mais

Disciplina: Manejo de Fauna Professor ANTÔNIO L. RUAS NETO

Disciplina: Manejo de Fauna Professor ANTÔNIO L. RUAS NETO Disciplina: Manejo de Fauna Professor ANTÔNIO L. RUAS NETO Tema: Manejo de fauna em barragens e outros emprendimentos Bibliografia: INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 146, DE 11 DE JANEIRO DE 2007 Trabalhos variados

Leia mais

Documento legal de criação: Lei Decreto X Portaria Federal X Estadual Municipal

Documento legal de criação: Lei Decreto X Portaria Federal X Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida Estação Ecológica de Tamoios Estado Municipio (s) RJ Angra dos Reis e Paraty Nome Instituição Gestora

Leia mais

Uberlândia-MG, 19 a 22 de setembro de 2017 Sociedade Brasileira de Economia Ecológica

Uberlândia-MG, 19 a 22 de setembro de 2017 Sociedade Brasileira de Economia Ecológica GESTÃO INTEGRADA ECO-ECONÔMICA DOS RECURSOS HÍDRICOS: O CASO DA BACIA DO RIO DOCE (MG-ES) Sessão Temática: Gestão do uso dos Recursos Naturais Renováveis e não Renováveis Autor(es): Maria Bernardete Guimarães

Leia mais

Relatório de Ocorrência de Incêndio Florestal N. 009 /2015

Relatório de Ocorrência de Incêndio Florestal N. 009 /2015 Relatório de Ocorrência de Incêndio Florestal N. 009 /2015 UNIDADE DE CONSERVAÇÃO: PARQUE ESTADUAL DA PEDRA AZUL Municípios envolvidos: Domingos Martins Nome do gestor: MARCELO NASCIMENTO DA SILVA Responsável

Leia mais

Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008

Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008 Preço médio do m 2 tem menor variação anual desde 2008 Nos últimos 12 meses, preço médio anunciado caiu 8,85% em termos reais O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20 cidades brasileiras

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SINALIZAÇÃO DA REDE ANEXO VI

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SINALIZAÇÃO DA REDE ANEXO VI Página 1 de 5 ÍNDICE DE REVISÕES REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS 0 A B ORIGINAL PARA LICITAÇÃO DE EMPRESA DE SINALIZAÇÃO PARA NOVA LICITAÇÃO DE 2015 ORIGINAL REV. A REV. B REV. C REV. D REV. E REV.

Leia mais

DECRETO Nº 33, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2003.

DECRETO Nº 33, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2003. 1 de 5 15/09/2014 10:14 DECRETO Nº 33, DE 09 DE FEVEREIRO DE 2003. Cria o Parque Natural Municipal de Jacarenema e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE VILA VELHA, Estado do Espírito Santo,

Leia mais

Release com embargo até 0h de 5/4/2017. Março/2017

Release com embargo até 0h de 5/4/2017. Março/2017 Release com embargo até 0h de 5/4/2017 Índice FipeZap mantém-se praticamente estável entre fevereiro e março Nos últimos 12 meses, o Índice acumula alta de 0,77%, variação inferior à inflação esperada

Leia mais

REDE UFES RIO DOCE. Impactos socioambientais no Espírito Santo da ruptura da barragem de rejeitos da Samarco

REDE UFES RIO DOCE. Impactos socioambientais no Espírito Santo da ruptura da barragem de rejeitos da Samarco REDE UFES RIO DOCE Impactos socioambientais no Espírito Santo da ruptura da barragem de rejeitos da Samarco Relatório Novembro / Dezembro 2015 Sem-Terra, Sem-Água e Sem-Peixe Impactos socioambientais no

Leia mais

PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DOCUMENTO SÍNTESE

PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DOCUMENTO SÍNTESE PLANEJAMENTO E CONSULTORIA LTDA PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO DOCUMENTO SÍNTESE Vitória ES Fevereiro/2008 PESQUISA SOBRE VALORES DE TERRA NUA NO ESTADO DO ESPIRITO SANTO

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES NO MUSEU DE BIOLOGIA PROFESSOR MELLO LEITÃO (MBML) SETOR EDUCATIVO - ABRIL/2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES NO MUSEU DE BIOLOGIA PROFESSOR MELLO LEITÃO (MBML) SETOR EDUCATIVO - ABRIL/2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES NO MUSEU DE BIOLOGIA PROFESSOR MELLO LEITÃO (MBML) SETOR EDUCATIVO - ABRIL/2014 Convênio SAMBIO x PMST 009/2014. JULIANA PAULO DA SILVA LORENA TONINI RENAN LUXINGER BETZEL Abaixo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DO AMBIENTE INSTITUTO ESTADUAL DO AMBIENTE RESOLUÇÃO INEA Nº 72 DE 26 DE JUNHO DE 2013. ESTABELECE PROCEDIMENTOS VINCULADOS À AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL

Leia mais

Aracruz / Fundão. Fibria Celulose S.A. Fazenda Caliman Linhares ES 3.677,8940 CERTIFICADO. Fazenda Bonanza Nanuque MG 4.230,5383 CERTIFICADO

Aracruz / Fundão. Fibria Celulose S.A. Fazenda Caliman Linhares ES 3.677,8940 CERTIFICADO. Fazenda Bonanza Nanuque MG 4.230,5383 CERTIFICADO Proprietário Denominação do imóvel Município UF Área Certificada(ha) ETAPA ATUAL Mucuri Agroflorestal. Fazenda Cachoeira do Limão Aracruz / Fundão 1.824,2150 CERTIFICADO Fibria Celulose. Fazenda Caliman

Leia mais

RUA JULIA TEIXEIRA E OUTRAS. 1.1 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO (1,50*3,00) 4,50 m²

RUA JULIA TEIXEIRA E OUTRAS. 1.1 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO (1,50*3,00) 4,50 m² RUA JULIA TEIXEIRA E OUTRAS 1.1 PLACA DE OBRA EM CHAPA DE ACO GALVANIZADO (1,50*3,00) 4,50 m² RUA JULIA TEIXEIRA BAIRRO: VILA DO PRINCIPE (142,18*7,5) 1 066,35 m² CORTE 40,68 40,68 m³ ATERRO 40,31 40,31

Leia mais

BACIA HIDROGRÁFICA DO RESERVATÓRIO GUARAPIRANGA

BACIA HIDROGRÁFICA DO RESERVATÓRIO GUARAPIRANGA BACIA HIDROGRÁFICA DO RESERVATÓRIO GUARAPIRANGA 227 BACIA HIDROGRÁFICA DO RESERVATÓRIO GUARAPIRANGA Fabio Schunck Av. Eugênio Bartolomai, 37, Interlagos, 04785-040, São Paulo, SP, Brasil; fabio_schunck@yahoo.com.br

Leia mais

USO HABITACIONAL 2. (cont.) (continua) (continua) Anexo A.13 (continuação) A Código Nome

USO HABITACIONAL 2. (cont.) (continua) (continua) Anexo A.13 (continuação) A Código Nome Anexo A.13 MUNICÍPIO DE ATIBAIA LEI COMPLEMENTAR N.º /, de de de ORDENAMENTO DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO ZONEAMENTO DELIMITAÇÕES A 13-1 ZH1 USO HABITACIONAL 1 Todos os bairros e parcelamentos não compreendidos

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 PROCESSO ELEITORAL COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 PROCESSO ELEITORAL COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE 1 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 01/2017 PROCESSO ELEITORAL COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE A Diretoria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, CBH-DOCE, tendo por base a Lei 9.433, de 8 de janeiro

Leia mais

Nome Instituição Gestora INSTITUTO FLORESTAL Tipo de instituição X governamental não governamental empresa mista Federal x Estadual Municipal

Nome Instituição Gestora INSTITUTO FLORESTAL Tipo de instituição X governamental não governamental empresa mista Federal x Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida PARQUE ESTADUAL DE CAMPOS DO JORDÃO Estado Municipio (s) SÃO PAULO CAMPOS DO JORDÃO Nome Instituição

Leia mais

Ainda segundo o Regulamento Interno (Associação..., 1999), é proibido o estabelecimento de empreendimentos não residenciais, como de comércio,

Ainda segundo o Regulamento Interno (Associação..., 1999), é proibido o estabelecimento de empreendimentos não residenciais, como de comércio, 163 Muro de divisa Novo acesso Figura 104: Vista parcial dos lotes localizados na Rua das Tulipas, o muro de divisa do loteamento e o novo acesso ao fundo. O loteamento Jardim Haras Bela Vista tem definido

Leia mais

OBJETIVO: MATERIAIS E MÉTODOS:

OBJETIVO: MATERIAIS E MÉTODOS: OBJETIVO: O Programa de Monitoramento dos Macroinvertebrados Bentônicos realizado no âmbito do contrato de prestação de serviço nº 652/2014 no canal de acesso ao Porto do Rio Grande, bacia de evolução

Leia mais

Relatório mensal de acompanhamento climatológico na região da UHE Mauá Março de 2012

Relatório mensal de acompanhamento climatológico na região da UHE Mauá Março de 2012 INSTITUTO TECNOLÓGICO SIMEPAR Unidade Complementar do Serviço Social Autônomo Paraná Tecnologia Curitiba PR, Caixa Postal 19100, CEP 81531-990, Tel/Fax: + 55 (41) 3320-2001 Relatório mensal de acompanhamento

Leia mais

Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março

Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março Preço médio do m 2 fica estável na passagem de fevereiro para março Índice FipeZap mostra aumento de apenas 0,53% nos últimos 12 meses O Índice FipeZap que acompanha o preço de venda dos imóveis em 20

Leia mais

MINUTA DECRETO Nº, DE_ DE_ DE 2010. ALBERTO GOLDMAN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais,

MINUTA DECRETO Nº, DE_ DE_ DE 2010. ALBERTO GOLDMAN, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, MINUTA DECRETO Nº, DE_ DE_ DE 2010. Cria o Parque Estadual Restinga de Bertioga, a Área de Relevante Interesse Ecológico Itaguaré e dá providências correlatas ALBERTO GOLDMAN, Governador do Estado de São

Leia mais

Praias. Alentejo. Algarve. Gavião. Mértola. Vila Nova de Milfontes. Praia fluvial da Quinta do Alamal. Praia fluvial da Tapada Grande

Praias. Alentejo. Algarve. Gavião. Mértola. Vila Nova de Milfontes. Praia fluvial da Quinta do Alamal. Praia fluvial da Tapada Grande Praias Alentejo Gavião Praia fluvial da Quinta do Alamal Morada: Gavião Duches; Aluguer de embarcações ligeiras; A Praia fluvial da Quinta do Alamal está integrada num cenário deslumbrante, nas margens

Leia mais

SUPERVISÃO GESTÃO TREM DE PASSAGEIROS - EFVM Reajuste das tarifas - vigência inicial 01/01/2014

SUPERVISÃO GESTÃO TREM DE PASSAGEIROS - EFVM Reajuste das tarifas - vigência inicial 01/01/2014 SUPERVISÃO GESTÃO TREM DE PASSAGEIROS - EFVM Reajuste das tarifas - vigência inicial 01/01/2014 ORIGEM DESTINO CLASSE PREÇO AIMORÉS ANTÔNIO DIAS CADEIRANTE R$ AIMORÉS ARICANGA CADEIRANTE R$ AIMORÉS BAIXO

Leia mais

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DA ICTIOFAUNA NA ÁREA DA UHE MAUÁ

RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DA ICTIOFAUNA NA ÁREA DA UHE MAUÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO Centro de Hidráulica e Hidrologia Prof. Parigot de Souza RELATÓRIO DE MONITORAMENTO DA ICTIOFAUNA NA ÁREA DA UHE MAUÁ RELATÓRIO TÉCNICO Nº 39 2012 COORDENAÇÃO

Leia mais

São Paulo Nome Instituição Gestora IBAMA-Gerex SP Tipo de instituição x governamental não governamental empresa mista x Federal Estadual Municipal

São Paulo Nome Instituição Gestora IBAMA-Gerex SP Tipo de instituição x governamental não governamental empresa mista x Federal Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida APA Mananciais da bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul Estado Municipio (s) São Paulo Nome Instituição

Leia mais

Figura 7: Distribuição dos diferentes tipos de perfis localizados nos municípios do setor Sul do litoral catarinense.

Figura 7: Distribuição dos diferentes tipos de perfis localizados nos municípios do setor Sul do litoral catarinense. Diagnóstico de Campo Objetivando constatar a situação atual da ocupação das praias dos municípios do setor Sul do litoral catarinense, entre os dias 14 e 17 de abril de 2008 foram realizadas vistorias

Leia mais

Documento legal de criação: Lei x Decreto Portaria Federal x Estadual Municipal

Documento legal de criação: Lei x Decreto Portaria Federal x Estadual Municipal Ficha Resumo de Unidade de Conservação/Área Protegida Informações Básicas Nome da Unidade/Área Protegida PARQUE ESTADUAL DOS MANANCIAIS DE CAMPOS DO JORDÃO Estado Municipio (s) SÃO PAULO CAMPOS DO JORDÃO

Leia mais

b) alteração na qualidade da água dos rios impactados com lama de rejeitos de minério; c) suspensão no abastecimento público decorrente do evento

b) alteração na qualidade da água dos rios impactados com lama de rejeitos de minério; c) suspensão no abastecimento público decorrente do evento TERMO DE REFERÊNCIA 3 ELABORAÇÃO, IMPLEMENTAÇÃO, MONITORIA E AVALIAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO NACIONAL PARA CONSERVAÇÃO E RECUPERAÇÃO DO AMBIENTE E DA BIOTA AQUÁTICA DA BACIA DO RIO DOCE - PAN RIO DOCE 1 - CONTEXTO

Leia mais

"O Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade - SISBio e a disponibilização de dados por meio do Portal da Biodiversidade 2º Encontro de

O Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade - SISBio e a disponibilização de dados por meio do Portal da Biodiversidade 2º Encontro de "O Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade - SISBio e a disponibilização de dados por meio do Portal da Biodiversidade 2º Encontro de Coleções Biológicas da FIOCRUZ Tatiana Rezende Rosa COINF/CGPEQ/DIBIO/ICMBioICMBio

Leia mais

REQUERIMENTO DE AUTORIZAÇÃO DE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL

REQUERIMENTO DE AUTORIZAÇÃO DE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL REQUERIMENTO DE AUTORIZAÇÃO DE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NO LICENCIAMENTO AMBIENTAL 01 - TIPO DE ESTUDO ( ) Levantamento de Fauna Silvestre ( ) Monitoramento de Fauna ( ) RENOVAÇÃO ( ) Resgate de Fauna

Leia mais