TERMINOLOGIA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL NO MERCOSUL: COMPILAÇÃO E ANÁLISE DE UM CORPUS BILÍNGUE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMINOLOGIA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL NO MERCOSUL: COMPILAÇÃO E ANÁLISE DE UM CORPUS BILÍNGUE"

Transcrição

1 TERMINOLOGIA DO COMÉRCIO INTERNACIONAL NO MERCOSUL: COMPILAÇÃO E ANÁLISE DE UM CORPUS BILÍNGUE Mariana Francis (UNIOESTE / PG-UFSC) Introdução O presente trabalho é decorrente de uma pesquisa, breve e experimental, realizada como atividade avaliativa para a disciplina Estudos de Corpora e Tradução, do Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução da UFSC, em nível de doutorado. Nesse caso em particular, trata-se de uma primeira aproximação às teorias da Linguística de Corpus e à prática da compilação e análise de textos eletrônicos bilíngues. Para o desenvolvimento dessa atividade foram considerados, além dos conteúdos teóricos, as orientações recebidas no que concerne: à prática laboratorial durante as aulas presencias; e aos parâmetros estabelecidos como condicionantes para o estudo. Nesse último quesito estabeleceu-se: a coleta ou acesso a um corpus bilíngue de ocorrências; a análise de algum elemento linguístico representativo desse corpus (acima de 100 ocorrências). Houve liberdade de escolha quanto ao tema e aos textos a serem utilizados na pesquisa e, na medida em que surgiam dificuldades decorrentes da inexperiência ou inabilidade no tratamento das informações, as mesmas eram discutidas durante as aulas presenciais à procura de soluções. Antes de adentrar na descrição do experimento e seus resultados, elementos centrais desse artigo, é necessária a explicitação de algumas considerações inicias, a modo de esclarecimento. Algumas considerações iniciais

2 Nesse trabalho, a noção de corpus adotada, em consonância com os objetivos do estudo, se aproxima da definição expressa por Estela Maria Faustino Carvalho, ou seja, a de uma amostra dos discursos especializados que se deseja analisar para extrair materiais terminológicos (CARVALHO, 2007, p. 16). Por se tratar de um corpus bilíngue, o intuito da pesquisa é, também, o de levantar a possibilidade de construir uma ferramenta que ofereça auxílio aos tradutores, no eixo português-espanhol, ao se depararem com textos especializados, especificamente, na área do Comércio Internacional. A esse respeito, é relevante destacar o posicionamento de Tagnin (2002) quanto à possibilidade do tradutor desconhecer o uso de algumas colocações e fórmulas das línguas (dentre as quais, também as línguas de especialidade), o que ela chama de ingenuidade do tradutor. Nas palavras dessa autora, a ingenuidade do tradutor se configura numa compreensão composicional do significado e numa falta de consciência do quanto uma língua é constituída dessas partes pré-fabricadas (TAGNIN, 2002, p. 193). Assumindo esses conceitos, o foco do presente estudo é a análise de coocorrências em termos do Comercio Internacional (no Mercosul), em português, e de suas traduções ao espanhol, a partir da coleta de textos e do processamento das informações no programa AntConc. Contexto Segundo Maluf (2000, p. 23), o Comercio Internacional pode ser definido como a troca de bens e serviços entre nações. Na região do Mercosul, essa é uma das principais atividades, alavancada desde a criação do bloco e proposta como um dos princípios 1 que sustentam o acordo internacional. A integração regional que deu origem ao Mercosul, teve seus primórdios no ano de 1991, obtendo visibilidade em diversos meios de divulgação, dentre eles, a Revista do Mercosul. 1 A lista dos princípios que norteiam as ações do Mercosul pode ser consultada no site: <

3 Descrição da fonte e seleção e preparação do corpus A Revista do Mercosul consiste numa publicação mensal, bilíngue, direcionada ao público empresarial, editada entre os anos de 1992 e A coleção completa, impressa, consta nos arquivos da Biblioteca do Congresso Nacional 2 e algumas edições estão disponibilizadas, em formato digital, na internet 3. Apesar de se tratar de uma edição brasileira, alavancada pelos serviços informativos de agências de notícias regionais, e haverem diversos indícios de ser o português a língua originaria dos textos de notícias (alguns artigos assinados pelos seus autores; presença de pequenos erros na tradução ao espanhol; ausência da tradução ao espanhol de trechos em algumas matérias), não é possível afirmar que todos os artigos têm, como língua de origem, o português. Por um lado, embora exista essa incerteza, a escolha dessa fonte se justifica por constituir uma considerável quantidade de informação (digitalizada e disponível) dentro do âmbito em estudo. E, por outro lado, considerou-se que, para os objetivos do trabalho, era pouco relevante distinguir o texto de origem do texto traduzido. Dessa forma, assumindo uma postura de percas e ganhos para a qual são maiores os ganhos, foi realizada a coleta dos textos extraídos das edições publicadas nos anos de 2000 e Foram compilados 206 textos em cada uma das línguas (412 no total), extraídos de 21 edições (da nº. 57 à nº. 77), salvos em 2 arquivos (um com os textos em português e o outro com os textos em espanhol) em formato.txt. A coleta demandou de bastante atenção, por se tratarem de línguas próximas e pela grande quantidade de textos, e foram aproveitados apenas os arquivo nos quais era possível acessar as versões nas duas línguas. Nesse processo, e devido a falhas no carregamento correto dos textos correspondentes a cada link, foram descartados oito textos: sete em português e um em espanhol. 2 A Rede Virtual de Bibliotecas Congresso Nacional pode ser consultada no site: < 3 Site: <

4 O levantamento dos dados do corpus Para obter os dados iniciais (número de palavras types- e de ocorrências tokens- de cada texto) foi utilizada a ferramenta Word List do programa AntConc, versão 3.2.4w. Esse programa, de acesso gratuito 4, foi desenvolvido por Laurence Anthony, e disponibiliza diversas ferramentas, das quais, utilizaram-se nesse estudo, além da Word List: Collocates; Concordance; e File View. Como resultado da aplicação da Word List, com os textos em separado, obtiveram-se os seguintes dados: Textos em Português Textos em espanhol Types Tokens Tabela 1. Número de types e tokens em cada arquivo corpus. Após, foi aplicada a Word List para ambos os textos, dessa vez no mesmo A seleção dos termos para análise Em vista dos objetivos do trabalho, explicitados anteriormente, a escolha dos termos a serem analisados obedeceu aos critérios estabelecidos para a proposta, ou seja, o estudo de um caso que possua acima de 100 ocorrências. Ao consultar a Word List, verificou-se que os termos serviços e servicios, além de conformar elementos chaves dentro do Comercio Internacional, vista sua definição ( troca de bens e serviços entre nações ), eram os primeiros a se enquadrarem, minimamente e em ambas as línguas, nos critérios exigidos. Para maior clareza, apresentam-se esses dados na imagem da Ilustração 1. 4 Disponível em: <

5 Ilustração 1. Termos selecionados da Word List Além desses critérios, foi levada em consideração a brevidade e agilidade que demandou a pesquisa, motivos que reafirmaram a escolha dos termos para as análises. Apesar dos dados lançados pela Word List, observou-se, na triagem completa da lista, que os casos em que Serviços e Servicios estavam grafados com a inicial em caixa alta, não haviam sido contabilizados junto com as ocorrências expostas acima. Sendo assim, foram incluídos nas análises, como poderá ser observado nos passos seguintes. O alinhamento sentencial Uma das grandes dificuldades para realizar o alinhamento sentencial foi encontrar ferramentas eletrônicas disponíveis, e gratuitas, que dessem conta da extensão do corpus ou, ainda, que possibilitassem extrair os dados num documento com extensão.txt. Foram feitas várias tentativas com o programa AntPConc sem resultados e, ao solicitar auxílio nas aulas presencias, na impossibilidade da instituição disponibilizar

6 programas pagos, foi sugerida uma solução alternativa, porém viável: o alinhamento manual das sentenças relativas aos termos selecionados para as análises. Para o desenvolvimento dessa tarefa, foram utilizadas duas janelas do programa AntConc, abertas de forma a serem consultadas simultaneamente, nas quais foi acionada a ferramenta Concordance e, por vezes, a File View, para extrair as sentenças em português e em espanhol alinhando-as. Veja-se a ilustração abaixo para maior clareza. Ilustração 2. Alinhamento manual com o AntConc em duas janelas simultâneas Como resultado obtiveram-se 120 pares de sentenças, alinhadas segundo a ordem em que apareciam na lista da Concordance em português, e salvas num único arquivo com extensão.txt. Concluída essa fase do processamento dos dados, o arquivo resultante foi aberto no programa AntConc à procura das colocações mais frequentes. A lista de colocações e a análise colocacional O procedimento de aplicação da ferramenta Collocates apontou 96 diferentes colocações que aparecem junto ao termo em português serviços, sendo que, a mais frequente é a preposição de, com 48 ocorrências. Desse total, de aparece anteposta ao termo 30 vezes, e posposta 18, segundo pode ser conferido na Ilustração 3.

7 Ilustração 3. Colocações para o termo serviços Para esse estudo, a modo de breve amostra, delimitou-se a análise do termo serviços, e seu correspondente servicios, apenas nas ocorrências em que a preposição de aparecesse posposta (17 casos), opção que facilita a organização numa lista alfabética. Utilizando as ferramentas Concordance (para serviços de ) e File View, foram observadas as ocorrências uma a uma e percebeu-se que, com base na afirmação de Tagnin (ibid), as partes pré-fabricadas dessa língua de especialidade foram se manifestando além dos limites do termo, aparentemente isolado. Percebeu-se, dessa forma, a relação de equivalência de casos como serviços de agenciamento marítimo e portuário e servicios de dirección marítima y portuaria atuando em contextos de uso reais, como no exemplificado na Ilustração 4. Ilustração 4. Fragmento de textos alinhados.

8 Como passo final, foi elaborada uma lista das partes pré-fabricadas, as quais denominaremos aqui de unidades terminológicas, encontradas em textos do Comércio Internacional em português, e suas equivalências em espanhol. Essa lista, em anexo ao presente estudo, objetiva atiçar a curiosidade para um aprofundamento dos estudos com base em corpus, para desvendar aspectos opacos das línguas de especialidade e de sua tradução. Algumas considerações finais Após a realização do estudo é possível tecer alguns breves comentários quanto às percepções e achados decorrentes da experiência realizada. Percebe-se a importância de uma escolha criteriosa do corpus nas pesquisas dessa natureza, assim como, também, procurar indícios certeiros que apontem o texto original e o traduzido; infelizmente isso não foi possível nesse estudo, motivo pelo qual não se falou em textos paralelos, mas, apenas, bilíngues. Por outro lado, o grande achado decorrente da pesquisa é a confirmação, na prática, da possibilidade de unidades terminológicas que ultrapassam os limites das convencionadas em glossários e dicionários, e que também são, sem dúvidas, de grande ajuda na solução de problemas de tradução em áreas especializadas. Há 12 anos, Berber Sardinha (2002) alertava sobre a complexidade que pressupõe realizar tarefas em base a corpora, ao constatar que: O pesquisador ou tradutor que deseje fazer incursões na exploração de corpora para a investigação da tradução enfrentará o problema da maior escassez de recursos para sua área, da necessidade de aprender a utilizar software especializados, além de necessitar executar tarefas comuns da Linguística de Corpus, como a organização, formatação e exploração de corpus (BERBER SARDINHA, 2002, p. 21). Tarefa que foi enfrentada como um desafio, com suas vitórias e derrotas (provavelmente temporárias), nessa proposta. Porém, o que caracteriza a evolução da humanidade é, justamente, vencer desafios.

9 Referências BERBER SARDINHA, Tony. Corpora eletrônicos na pesquisa em tradução. Cadernos de tradução. Florianópolis, n. 9, vol. 1, p CARVALHO, Estela Maria Faustino. Metodologia de construção de um glossário bilíngue com base em um corpus de domínio técnico f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Centro de Comunicação e Expressão. UFSC, Florianópolis, Disponível em: Acesso em: jul MALUF, Sâmia Nagib Maluf. Administrando o comércio exterior do Brasil. São Paulo: Aduaneiras, TAGNIN, Stella E. O. Os corpora: instrumentos de auto-ajuda para tradutores. Cadernos de tradução. Florianópolis, n. 9, vol. 1, p Anexo Lista bilíngue de unidades terminológicas 1. serviços de agenciamento marítimo e portuário: servicios de dirección marítima y portuaria 2. serviços de alta tecnologia: servicios de alta tecnología 3. serviços de call center: servicios de call center 4. serviços de carga aérea: servicios de carga aérea 5. serviços de comunicação corporativa: servicios de comunicación corporativa 6. serviços de comércio internacional: servicios de comercio internacional 7. serviços de desembaraço aduaneiro: servicios de liberación aduanera 8. serviços de envio de carta: servicios de envío de carta

10 9. serviços de inspeção: servicios de inspección 10. serviços de madrugada: servicios por la madrugada 11. serviços de mais elevado conteúdo tecnológico: servicios de mayor contenido tecnológico 12. serviços de malote: servicios de equipaje

A Compilação de um Corpus Paralelo de Traduções da Constituição Brasileira

A Compilação de um Corpus Paralelo de Traduções da Constituição Brasileira A Compilação de um Corpus Paralelo de Traduções da Constituição Brasileira Rafael Souza Pinto rafaelsouzapinto@hotmail.com Orientadora Profa. Dra. Anna Maria Becker Maciel anna.becker@terra.com.br corpus

Leia mais

Instalação e uso AntConc Build 3.4.1w

Instalação e uso AntConc Build 3.4.1w Instalação e uso AntConc Build 3.4.1w Concordanciador freeware Desenvolvido por Laurence Anthony, Ph.D. Linguística de Corpus: Ensino, Tradução e Terminologia. Questões Teóricas e Metodológicas Professora:

Leia mais

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno

MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno 1 MANUAL PARA UTILIZAÇÃO DO MOODLE FACULDADE INTERAÇÃO AMERICANA VIRTUAL - Versão: Aluno Acessando o sistema 1- Para acessar a Faculdade Interação Americana Virtual digite o seguinte endereço: http://ead.fia.edu.br/

Leia mais

Contrato de Prestação de Serviços

Contrato de Prestação de Serviços Contrato de Prestação de Serviços VERSÃO: 20 de dezembro de 2010 DA ADESÃO 1. Com a comprovação do pagamento, pelo CONTRATANTE, do sinal acordado no orçamento, em consonância com os termos e condições

Leia mais

GLOSSÁRIO BILÍNGUE DE COLOCAÇÕES DA HOTELARIA: UM MODELO À LUZ DA LINGUÍSTICA DE CORPUS

GLOSSÁRIO BILÍNGUE DE COLOCAÇÕES DA HOTELARIA: UM MODELO À LUZ DA LINGUÍSTICA DE CORPUS GLOSSÁRIO BILÍNGUE DE COLOCAÇÕES DA HOTELARIA: UM MODELO À LUZ DA LINGUÍSTICA DE CORPUS O turismo é um setor de bastante expressão no cenário econômico e cultural do mundo. Fomentado em grande parte pelas

Leia mais

CHAMADA PARA ENVIO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

CHAMADA PARA ENVIO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS CHAMADA PARA ENVIO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS 1 - Informações Gerais 1.1 - As instruções aqui contidas referem-se ao envio de trabalhos científicos na categoria pôster para o I Simpósio Brasil Alemanha em

Leia mais

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01)

Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Manual SAGe Versão 1.2 (a partir da versão 12.08.01) Submissão de Relatórios Científicos Sumário Introdução... 2 Elaboração do Relatório Científico... 3 Submissão do Relatório Científico... 14 Operação

Leia mais

Aplicativos gratuitos de ensino de inglês para Android: breve relato de testes

Aplicativos gratuitos de ensino de inglês para Android: breve relato de testes Aplicativos gratuitos de ensino de inglês para Android: breve relato de testes 1 CASTRO, Carlos Henrique Silva de. 1 Considerações Iniciais Há algum tempo os telefones móveis são usados para diversas outras

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Precisamos reinventar a forma de ensinar e aprender, presencial e virtualmente, diante de tantas mudanças na sociedade e no mundo do trabalho. Os modelos tradicionais

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores FORMANDO PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA PARA O ACESSO A INTERNET: O CURSO DE WEB DESIGN E A

Leia mais

TÍTULO: ANÁLISE DE CORPORA COMPARÁVEIS EM ARTIGOS CIENTÍFICOS FARMACÊUTICOS

TÍTULO: ANÁLISE DE CORPORA COMPARÁVEIS EM ARTIGOS CIENTÍFICOS FARMACÊUTICOS Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: ANÁLISE DE CORPORA COMPARÁVEIS EM ARTIGOS CIENTÍFICOS FARMACÊUTICOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA:

Leia mais

Como elaborar um relatório de pesquisa

Como elaborar um relatório de pesquisa Como elaborar um relatório de pesquisa Profa. Dra. Maria José B. Finatto - UFRGS - Instituto de Letras www.ufrgs.br/textecc Seminários Temáticos PROPESQ - 2012 Preâmbulo - sério! O Programa Institucional

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

TUTORIAL PLATAFORMA DOS CURSOS CRIANÇA SEGURA PRIMEIRO ACESSO

TUTORIAL PLATAFORMA DOS CURSOS CRIANÇA SEGURA PRIMEIRO ACESSO TUTORIAL PLATAFORMA DOS CURSOS CRIANÇA SEGURA PRIMEIRO ACESSO São Paulo/2014 APRESENTAÇÃO Olá, Cursista! Seja bem vindo ao nosso curso! Para garantir que você tenha o melhor aproveitamento, elaboramos

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

CONSULTORIA E PROJETOS ELÉTRICOS JÚNIOR

CONSULTORIA E PROJETOS ELÉTRICOS JÚNIOR Título do Case: Impulsionando a Captação de Projetos Através do Marketing Digital Categoria: Projeto Interno Temática: Mercado Resumo: Sabe-se que grande parte dos projetos realizados pelas empresas juniores

Leia mais

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb

Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Dezembro/2012 2 Manual de Utilização das Funções Básicas do Sistema ClinicWeb Sumário de Informações do Documento Título do Documento: Resumo:

Leia mais

COMBINATÓRIAS DA GESTÃO AMBIENTAL: METODOLOGIA PARA O ESTABELECIMENTO DE EQUIVALENTES DO PORTUGUÊS PARA O ESPANHOL

COMBINATÓRIAS DA GESTÃO AMBIENTAL: METODOLOGIA PARA O ESTABELECIMENTO DE EQUIVALENTES DO PORTUGUÊS PARA O ESPANHOL XXI Salão de Iniciação Científica e XVIII Feira de Iniciação Científica COMBINATÓRIAS DA GESTÃO AMBIENTAL: METODOLOGIA PARA O ESTABELECIMENTO DE EQUIVALENTES DO PORTUGUÊS PARA O ESPANHOL Marina Leivas

Leia mais

Regulamento Projeto interdisciplinar

Regulamento Projeto interdisciplinar Regulamento Projeto interdisciplinar 1 Apresentação O presente manual tem como objetivo orientar as atividades relativas à elaboração do Projeto Interdisciplinar (PI). O PI é o estudo sobre um tema específico

Leia mais

I CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS Emancipação e Ruptura NORMAS PARA O ENVIO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS

I CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS Emancipação e Ruptura NORMAS PARA O ENVIO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS I CONGRESSO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS Emancipação e Ruptura NORMAS PARA O ENVIO DE ARTIGOS CIENTÍFICOS E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS I NORMAS PARA ENVIO E APRESENTAÇÃO ORAL DE ARTIGOS CIENTÍFICOS 1.

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual

Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual Universidade Federal de Goiás Faculdade de Artes Visuais Programa de Pós-Graduação em Arte e Cultura Visual NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE RELATÓRIOS PARA QUALIFICAÇÃO (MESTRADO E DOUTORADO), TESES E TRABALHOS

Leia mais

BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES E OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO: UMA INTERAÇÃO NECESSÁRIA

BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES E OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO: UMA INTERAÇÃO NECESSÁRIA BIBLIOTECA DIGITAL DE TESES E DISSERTAÇÕES E OS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO: UMA INTERAÇÃO NECESSÁRIA Cláudia Oliveira de Moura Bueno 1, Odete Jacomini da Silva 1 Liliane Juvência Azevedo Ferreira 1 Bibliotecárias,

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações

1. Introdução. 2. Conceitos. 3. Metodologia. 4. Resultados. 5. Considerações Comunidades de Prática Experiências e Contribuições da Tecnologia para a Educação Profissional Lane Primo Senac Ceará 2012 Sumário 1. Introdução 2. Conceitos 3. Metodologia 4. Resultados 5. Considerações

Leia mais

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO

PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO PROGRAMA FORTALECER Edital de Projetos REGULAMENTO Sumário 1. O EDITAL... 2 1.1. Natureza e objetivos... 2 1.2. Princípios orientadores... 2 1.3. Foco temático do edital... 2 2. QUEM PODE PARTICIPAR...

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA (ANEXO I ao Edital de Pregão Amplo nº 10/2008)

TERMOS DE REFERÊNCIA (ANEXO I ao Edital de Pregão Amplo nº 10/2008) TERMOS DE REFERÊNCIA (ANEXO I ao Edital de Pregão Amplo nº 10/2008) 1 INTRODUÇÃO 1.1Compete à Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel atuar com publicidade na adoção das medidas necessárias para

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCAEDHMT01-P A IMPORTÂNCIA EPISTEMOLÓGICA DA METODOLOGIA DE PESQUISA NAS CIÊNCIAS SOCIAIS Ozilma Freire dos Santos (1) Deyve Redyson (3). Centro de Ciências Aplicadas e Educação/Departamento de Hotelaria/MONITORIA

Leia mais

Traduza textos com um clique, usando o excelente Babylon

Traduza textos com um clique, usando o excelente Babylon Traduza textos com um clique, usando o excelente Babylon Introdução: Você já teve problemas com a tradução de algum texto? Com a Internet cada vez mais popular graças à banda larga, isto é relativamente

Leia mais

MONTAGEM DE PROCESSO VIRTUAL

MONTAGEM DE PROCESSO VIRTUAL Manual de Procedimentos - SISPREV WEB MONTAGEM DE PROCESSO VIRTUAL 1/15 O treinamento com o Manual de Procedimentos É com muita satisfação que a Agenda Assessoria prepara este manual para você que trabalha

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LINGUISTICOS

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LINGUISTICOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS LINGUISTICOS Assinam o presente contrato, as partes: Prestador de Serviço: Laerte José da Silva, doravante TRADUTOR, residente à Rua Maria Cândida de Jesus, 485/402, Belo

Leia mais

CAPÍTULO 2 METODOLOGIA

CAPÍTULO 2 METODOLOGIA CAPÍTULO 2 METODOLOGIA O presente capítulo tem o objetivo de apresentar e descrever os instrumentos e os procedimentos utilizados para coleta e análise dos dados, justificando o uso de tais instrumentos

Leia mais

REVEL NA ESCOLA: LINGUÍSTICA APLICADA A CONTEXTOS EMPRESARIAIS

REVEL NA ESCOLA: LINGUÍSTICA APLICADA A CONTEXTOS EMPRESARIAIS MÜLLER, Alexandra Feldekircher. ReVEL na Escola: Linguística Aplicada a Contextos Empresariais. ReVEL. v. 11, n. 21, 2013. [www.revel.inf.br]. REVEL NA ESCOLA: LINGUÍSTICA APLICADA A CONTEXTOS EMPRESARIAIS

Leia mais

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional

P á g i n a 1. SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Manual Operacional P á g i n a 1 SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Manual Operacional P á g i n a 2 SUMÁRIO 1 Orientações gerais... 4 1.1 O que são Pessoas Obrigadas?... 4 1.2 Perfis de acesso... 4 1.3

Leia mais

[Ano] Língua Portuguesa. Campus Virtual Cruzeiro do Sul www.cruzeirodovirtual.com.br

[Ano] Língua Portuguesa. Campus Virtual Cruzeiro do Sul www.cruzeirodovirtual.com.br [Ano] Língua Portuguesa Unidade: Níveis de Linguagem MATERIAL TEÓRICO Responsável pelo Conteúdo: Núcleo de professores e tutores do Campus Virtual 2 Conteúdos gramaticais: Ortografia e Acentuação Ao tratar

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. ibict. Autores

Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia. ibict. Autores Autores Autores normalmente podem se cadastrar e submeter seus trabalhos através do sistema. O Autor envia o documento original, alimenta os metadados (ou a indexação associada ao documento) de seu trabalho,

Leia mais

2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA

2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA 2º CONGRESSO INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE E EDUCAÇÃO: MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E QUALIDADE DE VIDA ISSN 2358-2995 Normas para submissão de trabalhos Cronograma: 31/03/15 início das inscrições dos trabalhos

Leia mais

CHAMADA DE TRABALHOS Revista Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE

CHAMADA DE TRABALHOS Revista Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE ISSN 2316-977X CHAMADA DE TRABALHOS A Revista Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE convida os estudantes de pósgraduação, os professores e os pesquisadores das Ciências Sociais, e áreas afins, a encaminharem

Leia mais

Avaliação dos critérios dos programas de fomento à Inovação Tecnológica Pág. 2 de 11 RESUMO

Avaliação dos critérios dos programas de fomento à Inovação Tecnológica Pág. 2 de 11 RESUMO o Avaliação dos critérios dos programas de fomento à Inovação Tecnológica Pág. 2 de 11 RESUMO O intuito deste estudo é analisar os critérios de avaliação da viabilidade técnica e econômica dos projetos

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

MUDANÇAS NA ISO 9001: A VERSÃO 2015

MUDANÇAS NA ISO 9001: A VERSÃO 2015 MUDANÇAS NA ISO 9001: A VERSÃO 2015 Está em andamento o processo de revisão da Norma ISO 9001: 2015, que ao ser concluído resultará na mudança mais significativa já efetuada. A chamada família ISO 9000

Leia mais

Estratégias de e-learning no Ensino Superior

Estratégias de e-learning no Ensino Superior Estratégias de e-learning no Ensino Superior Sanmya Feitosa Tajra Mestre em Educação (Currículo)/PUC-SP Professora de Novas Tecnologias da Anhanguera Educacional (Jacareí) RESUMO Apresentar e refletir

Leia mais

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 1.- Objetivos do Curso de Mestrado: a. Formação de professores para o magistério superior; b. Formação de pesquisadores; c. Capacitação para o exercício

Leia mais

O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA

O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA PRÁTICA 1) TÍTULO O PAINEL OUVIDORIA COMO PRÁTICA DE GESTÃO DAS RECLAMAÇÕES NA CAIXA 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: A Ouvidoria da Caixa, responsável pelo atendimento, registro,

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0

MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0 MELHORES PRÁTICAS ALUNO VERSÃO 1.0 APRESENTANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Um ambiente virtual de aprendizagem é um sistema para gerenciar cursos a distância que utilizam a Internet, ou para complementar

Leia mais

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA ELETRÔNICA SALA DE AULA EM FOCO

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA ELETRÔNICA SALA DE AULA EM FOCO 1 NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA ELETRÔNICA SALA DE AULA EM FOCO Sumário 1. POLÍTICA EDITORIAL... 1 1.1. FOCO E ESCOPO... 1 1.2. PÚBLICO ALVO... 2 1.3. SUBMISSÃO DOS ARTIGOS... 2 1.4. AVALIAÇÃO POR PARES...

Leia mais

UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS

UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS UM ESTUDO DE CASO SOBRE A INDEXAÇÃO AUTOMÁTICA DE DOCUMENTOS OFICIAIS DA UENP BASEADO EM LAYOUTS Alexia Guilherme Bianque (PIBIC/CNPq), Ederson Marco Sgarbi (Orientador), a.g.bianque10@gmail.com.br Universidade

Leia mais

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI

METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE DO MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 02/04/2014 1.0 Versão Inicial Ewertton Bravo 27/08/2014 1.1 Alteração da Imagem

Leia mais

ESCOLA. Contratos e Aditamentos

ESCOLA. Contratos e Aditamentos MANUAL DO UTILIZADOR ESCOLA Contratos e Aditamentos 9 de julho de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 5 2 INSTRUÇÕES DE

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1

Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1 Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Trabalho Interdisciplinar Semestral 3º semestre - 2012.1 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Apresentação

Leia mais

5 Extraindo listas de produtos em sites de comércio eletrônico

5 Extraindo listas de produtos em sites de comércio eletrônico 5 Extraindo listas de produtos em sites de comércio eletrônico Existem diversos trabalhos direcionadas à detecção de listas e tabelas na literatura como (Liu et. al., 2003, Tengli et. al., 2004, Krüpl

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

Tradução profissional vs. Tradução não-profissional Estudo do Protocolo Think Aloud Sonja Tirkkonen-Condit

Tradução profissional vs. Tradução não-profissional Estudo do Protocolo Think Aloud Sonja Tirkkonen-Condit Tradução profissional vs. Tradução não-profissional Estudo do Protocolo Think Aloud Sonja Tirkkonen-Condit Aprendizagem da tradução e competência do tradutor: bases, polêmicas, pesquisa. Introdução Protocolo

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014

NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014 NORMAS PARA EDITORAÇÃO E ENVIO DE TRABALHOS TÉCNICOS AO EVENTOS BRASIL 2014 07 a 08 de dezembro de 2014 São Paulo - SP DATAS E CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES Os trabalhos técnicos deverão ser enviados eletronicamente,

Leia mais

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Sumário Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial do Portal WEB Criando um

Leia mais

Anote aqui as informações necessárias:

Anote aqui as informações necessárias: banco de mídias Anote aqui as informações necessárias: URL E-mail Senha Sumário Instruções de uso Cadastro Login Página principal Abrir arquivos Área de trabalho Refine sua pesquisa Menu superior Fazer

Leia mais

Bolsa de Contratação de Escola. Candidatura

Bolsa de Contratação de Escola. Candidatura MANUAL DO UTILIZADOR Bolsa de Contratação de Escola Candidatura 2 de setembro de 2014 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 6

Leia mais

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS 5. PARTICIPANTES DA DISCIPLINA 6. ENVIAR MENSAGENS 7. PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM 8.

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 1 CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 04/2007 Mílada Tonarelli Gonçalves CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária

Leia mais

Pesquisa sobre o Perfil dos Empreendedores e das Empresas Sul Mineiras

Pesquisa sobre o Perfil dos Empreendedores e das Empresas Sul Mineiras Pesquisa sobre o Perfil dos Empreendedores e das Empresas Sul Mineiras 2012 2 Sumário Apresentação... 3 A Pesquisa Perfil dos Empreendedores Sul Mineiros Sexo. 4 Estado Civil.. 5 Faixa Etária.. 6 Perfil

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA PRODUÇÃO DE NOTA TÉCNICA NO ÂMBITO DA SUPERINTENDÊNCIA DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA

PROCEDIMENTOS PARA PRODUÇÃO DE NOTA TÉCNICA NO ÂMBITO DA SUPERINTENDÊNCIA DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA MANUAL DE PROCEDIMENTOS SIA MPR/SIA-006-R01 PROCEDIMENTOS PARA PRODUÇÃO DE NOTA TÉCNICA NO ÂMBITO DA SUPERINTENDÊNCIA DE INFRAESTRUTURA AEROPORTUÁRIA Ed. Parque Cidade Corporate, Torre A Setor Comercial

Leia mais

Manual Email marketing v.240215

Manual Email marketing v.240215 1º Passo Acessar a página www.marketing.vardigital.com.br e fazer login com os seguintes dados: Usuário: email@dominio Senha: var@emkt 2º Passo A página seguinte é o painel geral de administração, sendo

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado da Cultura Instituto Estadual de Cinema Iecine

Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado da Cultura Instituto Estadual de Cinema Iecine Governo do Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado da Cultura Instituto Estadual de Cinema Iecine Mapeamento dos Produtores Audiovisuais do Rio Grande do Sul Audiovisual 2013 Porto Alegre 2013

Leia mais

A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR. GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância

A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR. GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância Nilce Fátima Scheffer - URI-Campus de Erechim/RS - snilce@uri.com.br

Leia mais

Roteiro do Programa APRESENTAÇÃO. Este manual apresentará passo a passo o Programa de Auto-Atendimento

Roteiro do Programa APRESENTAÇÃO. Este manual apresentará passo a passo o Programa de Auto-Atendimento NEGÓCIO CERTO COMO CRIAR E ADMINISTRAR BEM SUA EMPRESA Roteiro do Programa Manual Etapa Zero Bem-vindo! É um prazer ter você participando do Programa de Auto-Atendimento Negócio Certo, concebido pelo Sebrae

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Uma análise qualitativa RESUMO

Uma análise qualitativa RESUMO Mostra Nacional de Iniciação Científica e Tecnológica Interdisciplinar III MICTI Fórum Nacional de Iniciação Científica no Ensino Médio e Técnico - I FONAIC-EMT Camboriú, SC, 22, 23 e 24 de abril de 2009

Leia mais

artigos sérios sobre tradução

artigos sérios sobre tradução 1 Introdução A principal motivação para este trabalho foi a redescoberta da seção Versão Brasileira, publicada mensalmente na revista Língua Portuguesa, após ter entrado em contato, durante o meu mestrado,

Leia mais

Estudo de um Sistema de Gêneros em um Curso Universitário

Estudo de um Sistema de Gêneros em um Curso Universitário Departamento de Letras Estudo de um Sistema de Gêneros em um Curso Universitário Aluna: Esther Ruth Oliveira da Silva Orientadora: Profª. Bárbara Jane Wilcox Hemais Introdução O presente projeto se insere

Leia mais

Tutorial 8 Tarefas no Moodle

Tutorial 8 Tarefas no Moodle Tutorial 8 Tarefas no Moodle Na versão 2.4 do Moodle, as quatro tarefas que já existiam nas versões anteriores (Texto online, Atividade off-line, Envio de arquivo único e Modalidade avançada de carregamento

Leia mais

Gerencie Carteira - PF

Gerencie Carteira - PF Gerencie Carteira - PF Mais negócios para a sua empresa, com melhor resultado e o risco sob controle. Manual do Produto Manual do Produto 1 Índice Produto 02 Meio de acesso 02 Carteira de Clientes Pessoa

Leia mais

ANEXO II TERMOS DE REFERÊNCIA

ANEXO II TERMOS DE REFERÊNCIA ANEXO II TERMOS DE REFERÊNCIA Contratação de Empresa para Diagramação, Tradução e Revisão. Livro sobre Avaliação da Qualidade do Gasto Público e Mensuração da Eficiência. 1 Antecedentes e Justificativa

Leia mais

O jornal comunitário como instrumento de reconhecimento social. Moema Novais Costa 1 Angelo Sottovia Aranha 2

O jornal comunitário como instrumento de reconhecimento social. Moema Novais Costa 1 Angelo Sottovia Aranha 2 O jornal comunitário como instrumento de reconhecimento social Moema Novais Costa 1 Angelo Sottovia Aranha 2 RESUMO O Voz do Nicéia é um projeto de extensão da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação

Leia mais

3.2 MATERIAL DIDÁTICO

3.2 MATERIAL DIDÁTICO A comparação do presencial e do virtual: um estudo de diferentes metodologias e suas implicações na EAD André Garcia Corrêa andregcorrea@gmail.com Universidade Federal de São Carlos Resumo. O presente

Leia mais

VII CIERTEC TÍTULO DO TRABALHO: COBRANÇA UTILIZANDO CÓDIGO DE BARRAS: CARTA E SMS TORPEDO

VII CIERTEC TÍTULO DO TRABALHO: COBRANÇA UTILIZANDO CÓDIGO DE BARRAS: CARTA E SMS TORPEDO TÍTULO DO TRABALHO: COBRANÇA UTILIZANDO CÓDIGO DE BARRAS: CARTA E SMS TORPEDO Tema: Gestão Comercial - Comunicação com clientes Autores: ADRIANO GONÇALVES DE SOUZA JÚNIOR LUIZ CLÁUDIO TEIXEIRA NUNES BRUNO

Leia mais

FACULDADE DE VIÇOSA I MOSTRA ACADEMICA E CIENTÍFICA DA FDV

FACULDADE DE VIÇOSA I MOSTRA ACADEMICA E CIENTÍFICA DA FDV I MOSTRA ACADEMICA E CIENTÍFICA DA FDV A Faculdade de Viçosa e os Centros Acadêmicos convidam seus estudantes da graduação, pós-graduação e professores para participarem da Mostra Acadêmica 2008, evento

Leia mais

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Tema VIDA EFICIENTE: A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA A SERVIÇO DO PLANETA Cronograma Orientações Pré-projeto Metodologia Relatório

Leia mais

GUIA DE MANUTENÇÃO DO CERTIFICADO PÚBLICO NA NFSe Versão 0.1

GUIA DE MANUTENÇÃO DO CERTIFICADO PÚBLICO NA NFSe Versão 0.1 GUIA DE MANUTENÇÃO DO CERTIFICADO PÚBLICO NA NFSe Versão 0.1 Sumário Introdução... 3 1. Pré-requisitos... 4 2. Instalação do Java... 5 3. Encontrando o Projeto Servidor NFE... 11 4. Manutenção do arquivo.keystore

Leia mais

O ALUNO CEGO NO CONTEXTO DA INCLUSÃO ESCOLAR: OS DESAFIOS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA RESUMO

O ALUNO CEGO NO CONTEXTO DA INCLUSÃO ESCOLAR: OS DESAFIOS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA RESUMO O ALUNO CEGO NO CONTEXTO DA INCLUSÃO ESCOLAR: OS DESAFIOS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA RESUMO Edinéia Terezinha de Jesus Miranda PPGEC - UNESP/Bauru Neia.terezinha@gmail.com Nesse

Leia mais

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação.

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. MANUAL OFICIAL O EVENTO O IDEAU Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai reconhece a importância do trabalho acadêmico, as habilidades de criação e de inovação dos alunos de cada um de

Leia mais

Intercâmbio tem relatos de boas experiências e muita superação

Intercâmbio tem relatos de boas experiências e muita superação Intercâmbio tem relatos de boas experiências e muita superação Professora Áurea Santos, com o grupo de estudantes do Instituto Federal do Piauí pioneiro no intercâmbio com Espanha e a Portugal: A experiência

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

Manual de Construção de Vitrine Virtual

Manual de Construção de Vitrine Virtual Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior - MDIC Ministério das Relações Exteriores MRE Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA Manual de Construção de Vitrine Virtual

Leia mais

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M

Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M Política de Atendimento Técnico, Suporte e Assistência aos softwares SiplanControl-M 1. Introdução a política 2. Quem está elegível para solicitar suporte? 3. Horário de atendimento 4. Que tempo de resposta

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA-TCU Nº 68, DE 25 DE OUTUBRO DE 2011 Dispõe sobre o recebimento de documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da União. O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014

MANUAL PAPELETA MOTORISTA Criado em: 15/02/2013 Atualizado em: 12/11/2014 O objetivo deste manual é explicar passo a passo o controle da papeleta do motorista realizado no SAT. De acordo com a LEI Nº 12.619, DE 30 DE ABRIL DE 2012, que pode ser acessada em: http://www.planalto.gov.br

Leia mais

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE

GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO DO PORTAL DO AFRAFEP SAÚDE INTRODUÇÃO O portal do Afrafep Saúde é um sistema WEB integrado ao sistema HEALTH*Tools. O site consiste em uma área onde os Usuários e a Rede Credenciada,

Leia mais

Desafio Profissional PÓS-GRADUAÇÃO 2012. Gestão de Projetos - Módulo C Prof. Me. Valter Castelhano de Oliveira

Desafio Profissional PÓS-GRADUAÇÃO 2012. Gestão de Projetos - Módulo C Prof. Me. Valter Castelhano de Oliveira Desafio Profissional PÓS-GRADUAÇÃO 12 Gestão de Projetos - Módulo C Prof. Me. Valter Castelhano de Oliveira 1 DESAFIO PROFISSIONAL Disciplinas: Ferramentas de Software para Gestão de Projetos. Gestão de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 10 de Outubro de 2013. Revisão aula anterior Documento de Requisitos Estrutura Padrões Template Descoberta

Leia mais

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER

Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER Sistema Eletrônico de Editoração de RevistasSEER O SEER foi traduzido e customizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) baseado no software desenvolvido pelo Public

Leia mais

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução A energia é algo intangível e, portanto, as medidas de energia envolvem, necessariamente, processos de medidas indiretas. Em outras palavras, para medir energia, medimos outras grandezas

Leia mais

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é:

Navegando no produto e utilizando esse material de apoio, você descobrirá os benefícios do IOB Online Regulatório, pois só ele é: 1. CONCEITO Completo, prático e rápido. Diante do aumento da complexidade da tributação e do risco fiscal, pelos desafios de conhecimento e capacitação e pela velocidade para acompanhar mudanças na legislação,

Leia mais

[GESTÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COM O ENDNOTE]

[GESTÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COM O ENDNOTE] 2015 FEP Centro de Documentação, Informação e Arquivo (CDIA) [GESTÃO DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COM O ENDNOTE] Documento de apoio na utilização do Endnote. ÍNDICE ÍNDICE... 1 BREVE INTRODUÇÃO... 2 O

Leia mais