PLANO PRINCIPAL. Material Explicativo Plano Principal 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANO PRINCIPAL. Material Explicativo Plano Principal 1"

Transcrição

1 PLANO PRINCIPAL Material Explicativo 1

2 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi Plano Suplementar Contribuição Definida Renda por Prazo Determinado Sua Aposentadoria Recursos da Patrocinadora Recursos do Participante INSS Aposentadoria do Governo O Grupo Citi se preocupa com o bem estar dos seus funcionários, o que se estende também para quando chegar o momento do merecido descanso: a aposentadoria. Pensando nisso, a CitiPrevi foi desenvolvida com o objetivo de oferecer aos funcionários do Citi Brasil um programa previdenciário que os auxilie na busca de um padrão de vida adequado às suas necessidades, no momento da aposentadoria. O programa previdenciário CitiPrevi é formado por dois planos de aposentadoria: o Plano Principal, na modalidade de Benefício Definido, e o Plano Suplementar, na modalidade de Contribuição Definida. O Plano Principal é totalmente custeado pela empresa com o objetivo de oferecer um benefício aos seus participantes, baseado, principalmente, no salário no momento da aposentadoria e no tempo que o participante trabalhou nas empresas do Grupo Citi no Brasil. No Plano Suplementar, os participantes contribuem com um percentual do seu salário para formar uma poupança que será utilizada no futuro. O Citi também participa com um percentual sobre as contribuições do participante, e assim aumenta ainda mais o benefício que o participante poderá receber no futuro. Cada qual com suas características, estes dois planos se complementam e, juntos, formarão a sua renda complementar ao INSS na aposentadoria. Este é o grande diferencial da CitiPrevi, um programa previdenciário que proporciona diversas possibilidades para que seus funcionários tenham a oportunidade de um futuro tranquilo. Neste material explicativo você encontra informações importantes sobre o Plano Principal para entender como é o funcionamento em detalhes. Você também receberá um material explicativo do Plano Suplementar para conhecer quais os tipos de contribuições e benefícios oferecidos pelo plano. Aproveite esta oportunidade para entender melhor os benefícios de participar de um plano de aposentadoria e comece desde já a construir seu futuro! Boa leitura 2 3

3 Índice A Previdência Social no Brasil... 5 Entenda como funciona o benefício do INSS... 6 A Importância da Previdência Complementar...8 O que é a CITIPREVI?... 9 Conhecendo o Plano Principal...10 Como é calculada a contribuição da Patrocinadora...11 Benefícios do Plano Principal...11 Benefício Mínimo...11 Quem são os Beneficiários?...12 Pagamento dos Benefícios...12 Reajuste dos Benefícios...13 Quando o participante deixa de fazer parte do plano...13 Condições no Desligamento...14 Contatos...16 Um futuro tranquilo depende de decisões importantes tomadas no presente, portanto, reflita sobre o que você espera para a sua aposentadoria e coloque em prática as soluções que o ajudarão a realizar os seus sonhos. A Previdência Social no Brasil Todos os trabalhadores brasileiros regidos pela CLT contribuem mensalmente para o INSS para que no futuro tenham direito de receber uma renda durante a aposentadoria e, assim, se beneficiar de uma proteção para a sua família em casos de invalidez e morte. Quem contribui tem direito, pelo menos, a uma aposentadoria mínima. O valor da aposentadoria do contribuinte é calculado com base em algumas variáveis, como o tempo de contribuição, a idade e a expectativa de sobrevida. Assim, é muito comum que o valor do benefício que o trabalhador receba no futuro seja menor do que o salário recebido na ativa, principalmente se o último salário for superior ao teto vigente do benefício do INSS. Esta é a grande questão deste sistema e que deixa uma reflexão para todos os brasileiros: depender exclusivamente do INSS na aposentadoria será suficiente para manter o seu padrão de vida depois de se aposentar? É nesse sentido que os planos de previdência complementar têm conquistado espaço entre os brasileiros, pois visam oferecer uma renda complementar à do INSS, sendo, para muitos, essencial no futuro. 4 5

4 Renda mensal de Aposentadoria considerando o Teto do INSS Entenda como funciona o benefício do INSS Salário na data da aposentadoria Para este exemplo, utilizamos um valor estimado para o Teto do INSS: R$ 4.200,00 R$ 2.000,00 R$ 5.000,00 R$ ,00 Teto do INSS O Teto do INSS é um valor limite tanto para o desconto das contribuições que o trabalhador faz mensalmente ao INSS quanto para o valor do benefício que o INSS paga na aposentadoria. Este valor é atualizado anualmente. Para conhecer o valor do teto do INSS atualizado, acesse o site da Previdência Social: Você já sabe que tem descontos mensais no seu salário de valores relacionados ao INSS, certo? Mas você sabe com que base eles são calculados? Entenda a seguir: Contribuições As contribuições (descontos) para o INSS variam de 8 a 11% de acordo com o salário do trabalhador. Para quem tem salário superior ao Teto do INSS, o percentual de contribuição (neste caso, o máximo, 11%) será aplicado somente sobre o valor do teto. Benefícios Para o pagamento dos benefícios na aposentadoria, também será utilizado o limite do Teto do INSS. O cálculo do benefício é feito considerando diversas variáveis, como o tempo e o valor das contribuições, entre outras. Dependendo do valor do salário do trabalhador e, consequentemente, das suas contribuições mensais, o benefício o INSS pode, ou não, ser suficiente para que ele mantenha o seu padrão de vida na aposentadoria. Equivalência entre o benefício do INSS e o salário na data da aposentadoria INSS = 100% do último salário INSS = 84% do último salário INSS = 42% do último salário NOTA: este gráfico foi elaborado considerando um valor estimado de benefício máximo do INSS (Teto do INSS). Para saber o valor atualizado do Teto do INSS, acesse Diversas variáveis podem influenciar o valor do benefício do INSS, como tempo de contribuição, idade, fator previdenciário, entre outros. Observe que, quanto maior o salário, maior será a defasagem em relação ao valor recebido do INSS, por isso, se você pensa em ter um padrão de vida na aposentadoria adequado às suas necessidades, é muito importante contar com uma renda complementar à do INSS. 6 7

5 A Importância da Previdência Complementar O que é a CITIPREVI? Todos os funcionários do Citi podem aderir ao Plano. Aproveite as vantagens deste ótimo benefício para pensar no seu futuro! Um plano de previdência complementar é como uma poupança que o Participante forma durante a carreira profissional para complemento do benefício de aposentadoria da Previdência Social, de acordo com a sua necessidade e disponibilidade financeira, para que possa desfrutar de uma aposentadoria mais tranquila. Algumas empresas oferecem este benefício aos seus funcionários e auxiliam na formação dessa poupança. Ambos, Participante (funcionário que aderiu ao plano) e Patrocinadora (empresa que oferece o plano aos seus funcionários) fazem contribuições mensais ao plano, que são depositadas em uma conta individual em nome do Participante. Ao longo do tempo, os recursos desta conta individual são aplicados no mercado financeiro com o objetivo de formar uma poupança para a aposentadoria. Quando chegar a hora da aposentadoria, essa poupança será transformada em um benefício complementar ao do INSS. Pensando nisso, a CitiPrevi oferece aos seus funcionários os planos de Benefício Definido e Contribuição Definida, respectivamente chamados de Plano Principal e Plano Suplementar, de forma a auxiliá-los neste planejamento para a aposentadoria. A CitiPrevi é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar (EFPC), sem fins lucrativos, criada em 01/08/1988 para administrar os planos de previdência dos funcionários do Citi no Brasil: o Plano Principal (Benefício Definido) e o Plano Suplementar (Contribuição Definida). A Entidade é composta por um Conselho Deliberativo, uma Diretoria Executiva e um Comitê de Investimentos, como órgãos de administração, e por um Conselho Fiscal, como órgão de controle interno da Entidade, cada qual com suas funções específicas: Ao Conselho Deliberativo cabem as atividades de controle, deliberação e orientação administrativa da Entidade. À Diretoria Executiva cabe, além da prática de todos os atos normais da administração, no limite de sua competência, cumprir e fazer executar as diretrizes fundamentais e as normas gerais baixadas pelo Conselho Deliberativo, bem como atender às suas convocações. Ao Comitê de Investimentos cabe a responsabilidade de suportar à Diretoria Executiva no monitoramento dos assuntos relacionados aos investimentos da Entidade. Ao Conselho Fiscal cabe a responsabilidade pela fiscalização da Entidade, zelando pela sua gestão econômico-financeira. 8 9

6 Como é calculada a contribuição da Patrocinadora A contribuição efetuada pela patrocinadora é determinada pela avaliação atuarial anual, onde é determinado um plano de custeio coletivo, considerando os funcionários ativos e que sejam participantes desse plano. Benefícios do Plano Principal Conheça os benefícios que são oferecidos aos Participantes ou Beneficiários do Plano Principal: Conhecendo o Plano Principal O Plano Principal é um plano de aposentadoria que o Citi oferece a todos os seus funcionários. A patrocinadora é responsável pelo custeio total deste plano. Por ser um plano na modalidade de Benefício Definido, o valor que o participante poderá receber na aposentadoria já é predeterminado com base nas seguintes variáveis: Serviço contínuo Serviço contínuo: é o tempo de serviço ininterrupto do participante na empresa (Citi Brasil). Benefícios do Plano Aposentadoria Normal Aposentadoria Antecipada Benefício por Invalidez Total Condições necessárias para receber os benefícios Desligar-se da Patrocinadora; Ter, no mínimo, 60 anos de idade; Ter, no mínimo, 10 anos de Serviço Contínuo. Desligar-se da Patrocinadora; Ter, no mínimo, 55 anos de idade; Ter, no mínimo, 10 anos de Serviço Contínuo. Ter a invalidez atestada por clínico credenciado ou reconhecido pela Entidade, após o 15º dia de afastamento; Ter, no mínimo, 180 dias de Serviço Contínuo (exceto em caso de acidente de trabalho); Ser elegível a um benefício de aposentadoria por invalidez ou de auxílio-doença pela Previdência Social. Participante Ativo: necessário ter tido, no mínimo, 180 dias de Serviço Contínuo (exceto em caso de acidente de trabalho). Participante Assistido: sem carências adicionais ao falecimento do participante. Salário Aplicável Corresponderá ao salário básico, acrescido de gratificação por função, adicional por tempo de serviço, hora extra diurna e noturna e 13º, 14º e 15º salários. Idade na Aposentadoria Salário Aplicável do Participante Tempo de Serviço no Citi Brasil A grande vantagem desse plano é que o participante pode garantir uma renda para a aposentadoria mesmo sem efetuar contribuições para o plano. Pensão por Morte 10 11

7 Definições Quem são os Beneficiários? Os Beneficiários são os dependentes legais do participante que receberão o Benefício de Pensão por Morte em caso de falecimento do Participante. Conheça as classificações de Beneficiários previstos no Plano Principal: Beneficiários Cônjuge ou companheiro; Filhos, incluindo adotados legalmente e enteados; Filhos solteiros, dependentes, menores de 21 anos ou até 25 anos de idade, desde que estejam cursando estabelecimento de ensino superior oficial; Filhos total e permanentemente inválidos, sem limite de idade. Pagamento dos Benefícios O pagamento dos benefícios será efetuado de acordo com a fórmula prevista em Regulamento para cada tipo de benefício. Mas, antes de você entender como o cálculo é efetuado, é importante conhecer alguns conceitos: * Salário Aplicável Anual: corresponderá a 14 ou 15 vezes (para os participantes que recebem o 15º salário) o salário base, acrescido de gratificações por função, hora extra diurna e noturna, adicional por tempo de serviço. * Benefício Previdenciário: significará o valor de R$ 2.045,09 (set/12), atualizado anualmente, no mês de setembro, e será utilizado para o cálculo dos benefícios. * Unidade Previdenciária CitiPrevi UPC: Corresponderá ao valor unitário de R$ 21,64 (set/12), reajustada anualmente, de acordo com o índice de reajuste salarial. * Serviço Creditado: é a contagem de tempo de serviço ininterrupto do participante a partir da data efetiva do plano, até os 60 anos de idade, não podendo ser superior a 30 anos. * Serviço Creditado Aplicável: corresponde à soma do serviço creditado do participante na data de seu falecimento e o período entre a data do falecimento até a data em que o participante completaria 60 anos. Cálculo dos Benefícios Tipo de Benefício Fórmula Conceito Aposentadoria Normal (40% SRB BP) x SC/30 SRB = Salário Real de Benefício Aposentadoria Antecipada* Benefício por Invalidez Total Pensão por Morte BP = Benefício Previdenciário SC = Serviço Creditado (40% SRB BP) x SC/30 SRB = Salário Real de Benefício BP = Benefício Previdenciário SC = Serviço Creditado (40% SRB BP) x SCA/30 SRB = Salário Real de Benefício BP = Benefício Previdenciário SCA = Serviço Creditado Aplicável 60% do valor do benefício de - Aposentadoria Antecipada, Normal ou Invalidez que o participante recebia, se assistido, ou teria direito a receber, se ativo, acrescido de uma quota individual de 10% para cada beneficiário, limitado a quatro beneficiários por participante. *Para a Aposentadoria Antecipada, será considerada a fórmula de cálculo da Aposentadoria Normal reduzida em 4/12% por mês que antecede os 60 anos de idade. Reajuste dos Benefícios Os benefícios serão reajustados anualmente, no mês de setembro, com base no mesmo índice de aumento de salário da Patrocinadora, concedidos à categoria dos bancários. Quando o participante deixa de fazer parte do plano Quando ocorrer o desligamento da empresa sem ser elegível a um benefício de aposentadoria ou ter optado pelo Benefício Proporcional Diferido ou pelo Autopatrocínio; Se o participante falecer; Se o participante solicitar o Resgate ou a Portabilidade, se aplicável; Se for efetuado o pagamento de um benefício em parcela única; Se o participante autopatrocinado deixar de contribuir por três meses consecutivos

8 Entenda as regras das opções disponíveis: Opção no desligamento Benefício Proporcional Diferido Autopatrocínio Portabilidade O que é É a possibilidade de o Participante permanecer no Plano, aguardando preencher os requisitos para receber o benefício de Aposentadoria, assumindo as despesas administrativas decorrentes da sua manutenção no Plano. O cálculo do benefício mensal será o mesmo do benefício de Aposentadoria, ou do Benefício Mínimo, o que for maior, a ser pago por um período certo, entre 60 a 180 meses. É a possibilidade de o Participante permanecer no Plano assumindo as contribuições feitas pela Patrocinadora, inclusive as destinadas ao benefício de risco e as despesas administrativas decorrentes da sua manutenção no Plano. É a possibilidade de o Participante transferir (portar) para outra Entidade de Previdência Complementar ou Companhia Seguradora, 50% do valor correspondente ao Benefício Proporcional Diferido, caso tenha mais de 10 anos de Serviço Contínuo. Condições necessárias no dia do desligamento da empresa Ter, no mínimo, 3 anos de vinculação ao Plano; Não ser elegível à Aposentadoria Normal ou Antecipada. Para os Participantes Ativos inscritos até 06/04/2006, e que na data de desligamento tenham, no mínimo, 40 anos de idade e 10 de Serviço Contínuo, haverá ainda a opção pelo Beneficio Proporcional Diferido Vitalício. Não ser elegível à Aposentadoria Normal pelo Plano. Ter, no mínimo, 3 anos de vinculação ao Plano; Não estar recebendo benefício pelo plano. Condições no Desligamento Se o Participante se desligar da empresa antes de ser elegível a um benefício pelo Plano, contará com algumas opções em relação ao seu beneficio acumulado até aquele momento, como: permanecer como participante do plano sem efetuar nenhuma contribuição; continuar efetuando contribuições; portar a reserva acumulada para outra Entidade de Previdência Complementar ou ter acesso de forma imediata ao benefício. Fique Atento A escolha por uma destas opções deve ser feita pelo Participante em até 30 dias contados a partir do recebimento do extrato de desligamento. Resgate É a possibilidade de o Participante receber 25% do valor correspondente ao Benefício Proporcional Diferido, caso tenha mais de 10 anos de Serviço Contínuo. O participante poderá solicitar o resgate em pagamento único ou, em até 12 parcelas. Não estar recebendo benefício pelo plano

9 Contatos Central de Atendimento 3003 Life (capitais e grandes centros) 0800 MetLife (demais localidades) SAC - Serviço de Apoio ao Cliente Reclamações, Cancelamentos, Sugestões e Elogios (24 horas por dia, 7 dias por semana, em todo o Brasil) Atendimento ao deficiente auditivo ou de fala (24 horas por dia, 7 dias por semana, em todo o Brasil) Ouvidoria (Segunda à sexta das 9h às 18h, em todo o Brasil) 16

2º Semestre de

2º Semestre de 1 2 2º Semestre de 2010 Informações sobre a nova estrutura do Plano de Benefícios PreviSenac 3 Introdução: Este folheto é destinado aos participantes do Plano de Benefícios PreviSenac que, até a data da

Leia mais

CARTILHA DO PLANO CELPREV

CARTILHA DO PLANO CELPREV CARTILHA DO PLANO CELPREV O QUE É O CELPREV? O CELPREV é um plano de contribuição definida, também conhecido como plano CD, que nada mais é do que uma poupança individual na qual serão investidos dois

Leia mais

Novo Plano de Contribuição Definida -CD

Novo Plano de Contribuição Definida -CD Previ-Siemens Novo Plano de Contribuição Definida -CD Protection notice / Copyright notice Agenda A Importância de um plano de previdência Plano de Aposentadoria CD -Previ-Siemens Contribuições Procedimentos

Leia mais

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES

DUAS DEFINIÇÕES IMPORTANTES Você está trabalhando, construindo sua vida e de sua família. Tudo vai bem. Mas... Você já começou a pensar na sua aposentadoria? Quando se aposentar, você receberá o benefício do INSS, mas ele será suficiente?

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PAP

MATERIAL EXPLICATIVO PAP MATERIAL EXPLICATIVO PAP índice A Previdência no Brasil A Funepp e o PAP pág. 6 pág. 10 2 3 A Nestlé oferece aos seus colaboradores a oportunidade de se prepararem para o futuro, auxiliando-os na formação

Leia mais

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS

CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS CARTILHA DO PLANO DE BENEFÍCIOS Esta cartilha traz informações e dicas, de forma simples e clara, para que você conheça as vantagens que o seu plano de previdência oferece. Leia com atenção e comece a

Leia mais

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. MATERIAL EXPLICATIVO PLANO PAN índice A Previdência no Brasil A Funepp e o PAN pág. 6 pág. 10 2 3 O MELHOR MOMENTO

Leia mais

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF

Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF Alterações no Regulamento do Plano de Aposentadoria BASF A Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, órgão que regulamenta e fiscaliza os fundos de pensão no Brasil, aprovou em 13 de

Leia mais

Manual do. Saldamento

Manual do. Saldamento Manual do Saldamento O SALDAMENTO. O QUE É E QUANDO OCORREU? Em 31 de março de 2010, a PREVEME efetuou o saldamento do plano de benefícios de todos os seus participantes ativos. Isto significa que esta

Leia mais

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência.

CARTILHA DO PARTICIPANTE. O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. O que é o OABPREV/RS? CARTILHA DO PARTICIPANTE O OABPREV/RS é uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, criada para administrar planos de previdência. Quem instituiu o OABPREV/RS? A Ordem dos Advogados

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Itaú BD 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 05 Na hora da aposentadoria... 07 Cuide bem

Leia mais

Folheto explicativo PLANO A

Folheto explicativo PLANO A Folheto explicativo PLANO A Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Você já parou para pensar que a vida está passando rápido demais? A gente sabe que ao longo dos anos muitas prioridades surgem

Leia mais

A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II. pág. 6 pág. 10

A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II. pág. 6 pág. 10 A Previdência no Brasil A FUNEPP e o PAP II pág. 6 pág. 10 2 3 O MELHOR MOMENTO PARA PENSAR NO FUTURO É AGORA! A Nestlé oferece aos seus colaboradores a oportunidade de se prepararem para o futuro, auxiliando-os

Leia mais

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

REGRAS BÁSICAS - PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - BENEFÍCIOS OFERECIDOS O Plano de Benefícios FAF oferece os seguintes benefícios aos seus participantes, ou aos dependentes de participantes falecidos: I - quanto aos participantes: - suplementação

Leia mais

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD

APRESENTAÇÃO DEFINIÇÃO. O que é o Plano de Contribuição Definida CD APRESENTAÇÃO Esta cartilha tem o objetivo de informá-lo, de forma simples e precisa, sobre os principais pontos do Plano SERGUS de Benefícios na modalidade de Contribuição Definida (CD), baseado no seu

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Benefícios do plano Como participante do Plano D, você conta com esses benefícios: Benefícios Aposentadoria Normal Condições necessárias para receber o benefício Desligar-se

Leia mais

UBB PREV Previdência Complementar

UBB PREV Previdência Complementar UBB PREV Previdência Complementar 23 de março 2011 Quadro Comparativo das Alterações Propostas para o Regulamento do Plano de Previdência Unibanco (Futuro Inteligente Aprovadas na ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo

ASSUNTO ANTES DAS ALTERAÇÕES APÓS AS ALTERAÇÕES Definições Serviço Contínuo Alterações no Regulamento do Plano de A Apresentamos abaixo as alterações realizadas no Plano de A, aprovadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria nº

Leia mais

Folheto explicativo PLANO D

Folheto explicativo PLANO D Folheto explicativo PLANO D Como está o seu planejamento para a aposentadoria? Plano D Previ Novartis Veja algumas vantagens do plano: 1 2 Flexibilidade para planejar o seu futuro; Contrapartida da empresa

Leia mais

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado

Entenda mais sobre. Plano Copasa Saldado Entenda mais sobre O Plano Copasa Saldado Apresentação Senhor (a) Participante: Ao publicar este material, a Fundação Libertas tem por objeto facilitar o entendimento e a disseminação dos principais dispositivos

Leia mais

Adesão ao Plano de Benefícios HP

Adesão ao Plano de Benefícios HP Adesão ao Plano de Benefícios HP 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS II

PLANO DE BENEFÍCIOS II PLANO DE BENEFÍCIOS II SUMÁRIO Carta da diretoria O FUTURO EM SUAS MÃOS 3 Por que ReckittPrev VANTAGENS DO PLANO 4 Você pode contribuir CABE NO SEU BOLSO 8 Incentivo fiscal DEDUÇÃO NO IMPOSTO DE RENDA

Leia mais

vista PREVIDÊNCIA Plano de Contribuição Definida Gerdau

vista PREVIDÊNCIA Plano de Contribuição Definida Gerdau futuro vista PREVIDÊNCIA Plano de Contribuição Definida Gerdau INTRODUÇÃO TERMOS E CONCEITOS POR QUE TER UM PLANO DE PREVIDÊNCIA? COMO FUNCIONA O PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GERDAU? CONTRIBUIÇÃO MENSAL

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/5 Plano de Benefícios CD-02 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/5 1 Por que foi criado o Plano CD-02? O Plano CD-02 foi desenhado no modelo de Contribuição Definida, um plano totalmente individual,

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Básico da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Básico da PREVI-SIEMENS Capítulo A.7. Dos Institutos Legais Obrigatórios A.7.1 - No caso de Término do Vínculo Empregatício, o Participante Ativo que não for elegível ao Benefício de Aposentadoria Normal previsto neste Regulamento

Leia mais

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008

MANUAL PARTICIPANTE. Plano Vida. Junho 2008 MANUAL DO PARTICIPANTE Plano Vida Junho 2008 CAGEPREV - FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR APRESENTAÇÃO Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da CAGEPREV, material explicativo que descreve, em linguagem

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes regulamentos oficiais: Regulamento

Leia mais

Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM

Cartilha do Participante. Previdência Complementar CASFAM Cartilha do Participante Previdência Complementar CASFAM APRESENTAÇÃO Caro (a) Participante, Preparar-se para o futuro, podendo aproveitar o período de aposentadoria com saúde e conforto, implica controlar

Leia mais

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO CD PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

MATERIAL EXPLICATIVO PLANO CD PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA MATERIAL EXPLICATIVO PREVIBAYER SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA MATERIAL EXPLICATIVO PREZADO COLABORADOR! Você, que está sendo admitido agora ou que ainda não aderiu ao Plano CD, conheça, nas próximas

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano II de Aposentadoria da Fundação Banestes de Seguridade Social BANESES B.2.40 "Término do Vínculo Empregatício": significará a perda da condição

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MANTIDOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS

Quadro Comparativo das Alterações do Regulamento do Plano de Aposentadoria Suplementar da PREVI-SIEMENS Capítulo B.1. Do Objeto Capítulo B.1. Do Objeto Item B.1.2.1 Item B.1.2.1 A partir de 1º. de janeiro de 2009 serão vedadas inscrições de novos Participantes neste Plano, caracterizando-se como plano em

Leia mais

Plano Petros 2 - Premissas da sua estruturação

Plano Petros 2 - Premissas da sua estruturação Plano Petros 2 - Premissas da sua estruturação PLANO PETROS 2 PREMISSAS DA SUA ESTRUTURAÇÃO O PLANO PETROS-2 será estruturado na modalidade de Contribuição Variável, nos termos da legislação aplicável

Leia mais

Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II

Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II Pense no seu futuro! Plano de Contribuição Variável CV - Prevdata II A Prevdata É uma Entidade Fechada de Previdência Complementar, que tem por finalidade a instituição e administração de planos de benefícios

Leia mais

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES

PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES PLANO MILÊNIO NOVAS REGRAS DE APOSENTADORIA E OUTRAS ALTERAÇÕES INFORMATIVO N.º 165-13/07/2010 http://www.cbsprev.com.br Central de Atendimento 08000-268181 Caro(a) Participante, Para a melhor compreensão

Leia mais

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev

Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev Quadro Comparativo das Alterações Propostas Regulamento do Plano de Aposentadoria MSD Prev MSD Prev Sociedade de Previdência Privada CNPB:19.980.047-83 CNPJ:02.726.871/0001-12 Anexo I Ata de Reunião Extraordinária

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº

PERGUNTAS FREQUENTES PLANO DE BENEFÍCIOS FAF CNPB Nº 1 - Quem pode ingressar no Plano de Benefícios FAF? O Plano de Benefícios está fechado ao ingresso de novos Participantes desde 01.01.2003. 2 - Como são fixadas as contribuições mensais dos Participantes

Leia mais

Saldamento do REG/Replan. e Novo Plano

Saldamento do REG/Replan. e Novo Plano Saldamento do REG/Replan e Novo Plano 1 NOVOS CAMINHOS A FUNCEF apresenta duas novidades aos associados: o Saldamento do REG/Replan e o Novo Plano de Benefícios. Neste site, você tem a oportunidade de

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Itaucard BD 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 05 Na hora da aposentadoria... 09 Cuide

Leia mais

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório.

1.2 Quem pode votar? É obrigatório? Podem votar os Participantes da FUNCEF, inclusive aposentados e pensionistas. O voto não é obrigatório. 1 O PLEBISCITO 1.1 Para que serve este Plebiscito? Consultar a opinião dos Participantes sobre as alternativas de solução para os planos de benefícios da FUNCEF, com saldamento do REG/REPLAN e implementação

Leia mais

Regulamento. Alterações no. do Plano de Benefícios D

Regulamento. Alterações no. do Plano de Benefícios D Alterações no Regulamento do Plano de D Apresentamos abaixo as alterações realizadas no Plano de D, aprovadas pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria nº

Leia mais

Cartilha do Plano PrevSIAS

Cartilha do Plano PrevSIAS Sociedade Ibgeana de Assistência e Seguridade Cartilha do Plano PrevSIAS Plano de Aposentadoria SIAS Instituidor Associação dos Funcionários da SIAS - AFUSI JULHO DE 2013 MENSAGEM DA SIAS Prezado(a) Sr(a).,

Leia mais

Plano de Benefícios CD-05

Plano de Benefícios CD-05 1/5 Plano de Benefícios CD-05 Nosso Plano é cuidar do seu futuro! 2/5 1 Apresentação A REGIUS Sociedade Civil de Previdência Privada é uma entidade fechada de previdência privada, que tem como objetivo

Leia mais

Regras básicas do seu. Plano de Benefícios

Regras básicas do seu. Plano de Benefícios Regras básicas do seu Plano de Benefícios 1 2 índice 3 3 3 4 4 4 5 5 5 5 6 6 6 7 7 7 8 8 9 Apresentação Inscrição Cancelamento Institutos Obrigatórios Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício

Leia mais

BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ foi criado em parceria pelo Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, e pela Petros, para garantir uma r

BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ foi criado em parceria pelo Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro, e pela Petros, para garantir uma r ÍNDICE BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ 02 FALANDO A NOSSA LÍNGUA 03 CONHECENDO O PLANO 05 INFORMAÇÕES ADICIONAIS 09 FORMAS DE CONTATO 12 Versão: janeiro 2008 BEM-VINDO AO PLANO SinMed/RJ O Plano SinMed/RJ

Leia mais

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS

REDAÇÃO ATUAL REDAÇÃO PROPOSTA IMPACTOS XIII XIV "Índice de Reajuste": significa o índice geral de aumentos salariais concedidos pela Patrocinadora 3M do Brasil Ltda., desconsiderados os aumentos reais. O Conselho Deliberativo poderá determinar

Leia mais

Novo cenário, maiores benefícios

Novo cenário, maiores benefícios Manual de Aderentes Novo cenário, maiores benefícios A Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC) aprovou a implantação do Plano de Benefícios Previdenciários PrevAmazônia (CNPB nº.

Leia mais

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. RESUMO PAP II ATIVOS

Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. RESUMO PAP II ATIVOS Este material contém uma mídia com documentos adicionais para você consultar no computador. RESUMO II ATIVOS Conheça, compare, decida. Quer ter mais gestão sobre o seu benefício de aposentadoria? Um dos

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Itaú CD 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 05 Na hora da aposentadoria... 07 A tributação

Leia mais

O que você quer ser quando envelhecer

O que você quer ser quando envelhecer O que você quer ser quando envelhecer Entenda como funciona o Fundo de Pensão Multipatrocinado da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Rio Grande do Sul - OABPrev-RS. 2 01 02 03 O que é OABPrev-RS?

Leia mais

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO. Material Explicativo do Plano de Aposentadoria McPrev

ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO. Material Explicativo do Plano de Aposentadoria McPrev ITAÚ FUNDO MULTIPATROCINADO Material Explicativo do Plano de Aposentadoria McPrev ÍNDICE Introdução...3 Inscrição no Plano...3 Contribuição para o Plano...4 Os Benefícios do Plano...7 O Pagamento dos Benefícios...8

Leia mais

Fundação de Seguridade Social da ArcelorMittal Brasil FUNSSEST

Fundação de Seguridade Social da ArcelorMittal Brasil FUNSSEST Fundação de Seguridade Social da ArcelorMittal Brasil FUNSSEST QUADRO COMPARATIVO DOS REGULAMENTOS DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS I, II E III (Incorporação de Planos) 15 de junho de 2015 Fundação de Seguridade

Leia mais

Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita!

Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita! Previdência Saúde Vou aderir ao PDVA. E agora? Informe-se, esclareça as suas dúvidas e reflita! O seu futuro e o da sua família dependem da sua decisão. Previdência Proteção a pessoa, geralmente, no desemprego,

Leia mais

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios

Regras Básicas do seu Plano de Benefícios Índice Apresentação Inscrição Cancelamento Contribuição Joia Salário-de-Participação Salário-Real-de-Benefício SRB Dos Benefícios Aposentadoria Por Tempo de Contribuição Aposentadoria Por Tempo de Contribuição

Leia mais

Saudações Cooperativistas

Saudações Cooperativistas Inseridas no mercado financeiro mundial, as Cooperativas de Crédito se caracterizam como um modelo diferenciado, capaz de unir o desenvolvimento econômico ao bem estar social. Destacam-se pela preocupação

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo Material Explicativo Índice Introdução...4 Sobre o Plano Previplan...5 Adesão...5 Benefícios do Plano...6 Entenda o Plano...7 Rentabilidade...8 Veja como funciona a Tributação...9

Leia mais

SWPREV - Material Explicativo 1

SWPREV - Material Explicativo 1 1 O QUE VOCÊ VAI ENCONTRAR INTRO DUÇÃO 1. O papel do Governo 2. Visão Geral do Plano 3. Dedique-se ao plano 4. Gerencie seus investimentos 5. Chegou a hora! 6. Mudanças no Caminho 7. Impactos do Imposto

Leia mais

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV

CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV CARTILHA EXPLICATIVA DATUSPREV DATUSPREV Sociedade de Previdência Complementar CIASC Plano CIASCPREV CNPJ 10.605.283/0001-59 CNPB 2009.0009-19 Órgão Regulamentador PREVIC Ministério da Previdência Social

Leia mais

Material Explicativo

Material Explicativo Material Explicativo ABBprev Sociedade de Previdência Privada Este material explicativo tem como objetivo fornecer informações sobre um dos benefícios que as patrocinadoras ABB Ltda e Cooperativa de Crédito

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Previdência Tokio Marine

Material Explicativo. Plano de Previdência Tokio Marine Material Explicativo Plano de Previdência Tokio Marine Este material apresenta um resumo das principais características do Plano e não dispensa a leitura do seu Regulamento, cujo teor sempre prevalecerá

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria

PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria PLANO DE APOSENTADORIA DA DUPREV Fazendo manutenção no seu Plano de Aposentadoria 2016 DUPREV Entidade Fechada da Previdência Complementar Sociedade Civil sem fins lucrativos independente da DuPont Regulada

Leia mais

Plano PBS-Telebrás. Junho/15

Plano PBS-Telebrás. Junho/15 Plano PBS-Telebrás Junho/15 Plano PBS-Telebrás Benefícios programados e de risco na modalidade de Benefício Definido (BD); Benefícios programados e de risco são determinados conforme regra de cálculo préestabelecida

Leia mais

Cartilha do Participante. Plano de Contribuição Definida

Cartilha do Participante. Plano de Contribuição Definida Construindo o futuro O futuro é uma grande obra a ser construída. Cada atitude é um passo que damos rumo à construção de algo sólido e seguro. Está em nossas mãos transformar o presente em uma oportunidade

Leia mais

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar

Plano CV Prevdata. Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar Plano CV Prevdata Conheça mais sobre o seu Plano de Previdência Complementar A entidade Nossos números Patrimônio de R$ 1,1 bilhão (dez/2016) 2 planos de benefícios e plano de gestão administrativa 36

Leia mais

Gerdau Sociedade de Previdência Privada REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFICIOS PREVIDENCIÁRIO I SALDADO

Gerdau Sociedade de Previdência Privada REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFICIOS PREVIDENCIÁRIO I SALDADO Gerdau Sociedade de Previdência Privada REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFICIOS PREVIDENCIÁRIO I SALDADO ÍNDICE Capítulo Página I Do Objeto... 2 II Dos Membros... 3 III Do Salário Real de Benefício SRB e do

Leia mais

Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar. Regulamento do Plano de Aposentadoria Itaucard

Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar. Regulamento do Plano de Aposentadoria Itaucard Fundação Itaú Unibanco - Previdência Complementar Regulamento do Plano de Aposentadoria Itaucard DIRETORIA DE ANÁLISE TÉCNICA PORTARIAS DE 3 DE OUTUBRO DE 2016 O DIRETOR DE ANÁLISE TÉCNICA, no uso das

Leia mais

Material Explicativo 1

Material Explicativo 1 Material Explicativo 1 quem está seguro, tem futuro. quem é PORTO, é seguro. GARANTIR UM FUTURO MAIS TRANQUILO É O DESEJO DE TODOS. AGORA, POUPAR FICOU MUITO MAIS FÁCIL PARA VOCÊ. Este manual se destina

Leia mais

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV

C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV C A R T I L H A I N P E L P R E V PREV 2 CARTILHA INPELPREV Bem-vindo, novo participante! É com satisfação que recebemos sua adesão ao INPELPrev, Plano desenhado para oferecer uma complementação de aposentadoria

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Em caso de dúvidas, contate os canais de comunicação que a BASF Sociedade de Previdência Complementar disponibiliza a você.

APRESENTAÇÃO. Em caso de dúvidas, contate os canais de comunicação que a BASF Sociedade de Previdência Complementar disponibiliza a você. APRESENTAÇÃO O Plano de Aposentadoria BASF é uma ferramenta importante de planejamento financeiro para o futuro. A iniciativa da BASF em proporcionar um plano dessa natureza aos seus colaboradores demonstra

Leia mais

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO

ENTIDADE DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 7 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA SALÁRIO DA PATROCINADORA

Leia mais

Mais Vida Previdência - Entidade de Previdência Complementar. Regulamento do Plano de Aposentadoria Mais Vida Previdência

Mais Vida Previdência - Entidade de Previdência Complementar. Regulamento do Plano de Aposentadoria Mais Vida Previdência Mais Vida - Entidade de Regulamento do Plano de Aposentadoria Mais Vida Aprovado pela Portaria SPC nº 1069, de 07/05/07, publicada no Diário Oficial da União de 08/05/07 Mais Vida - Entidade de Conteúdo

Leia mais

Itaú Fundo Multipatrocinado

Itaú Fundo Multipatrocinado Quadro Comparativo das Alterações efetuadas no Regulamento do Plano de Benefícios Schneider (CNPB n 2006.0040-11) Itaú Fundo Multipatrocinado Página 1 do quadro comparativo das alterações efetuadas no

Leia mais

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR MUTUOPREV ENTIDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR 1. CONSTITUÍDA NOS TERMOS DA LEI COMPLEMENTAR 109 DE 29.05.2001, SEM FINS LUCRATIVOS, COM AUTONOMIA ADMINISTRATIVA E PERSONALIDADE JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO.

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS FUNDAÇÃO FRANCISCO MARTINS BASTOS

REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS FUNDAÇÃO FRANCISCO MARTINS BASTOS REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS FUNDAÇÃO FRANCISCO MARTINS BASTOS 21 de agosto de 2007 Atendimento ao Ofício nº 2663/SPC/DETEC/CGAT, de 3/8/2007 Aprovado por meio da Portaria nº 1.734, de 10/10/2007,

Leia mais

GEBSA-PREV - Sociedade de Previdência Privada. Regulamento do Plano de Aposentadoria da GEBSA- PREV

GEBSA-PREV - Sociedade de Previdência Privada. Regulamento do Plano de Aposentadoria da GEBSA- PREV GEBSA-PREV - Sociedade de Previdência Privada Regulamento do Plano de Aposentadoria da GEBSA- PREV Aprovado pelo Conselho Deliberativo na reunião datada de 12/06/2006 Aprovado pela Portaria nº 804 de 20/11/06,

Leia mais

Secretaria de Previdência Complementar - DRAA

Secretaria de Previdência Complementar - DRAA Página 1 de 10 FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO 1 ENTIDADE 4- NÚMERO DE PLANOS: 4 5- PLANOS 6- APROVAÇÃO 7- INÍCIO DADOS DOS PLANOS 8- ÚLTIMA ALTERAÇÃO 9- VALOR DE RESGATE 10- NÚMERO DE EMPREGADOS 11- FOLHA

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA 1/8 Plano de Benefícios BD-01 Cuidar do seu futuro é o nosso negócio! 2/8 1 Quais são as características do Plano BD-01? O Plano BD-01 foi concebido na modalidade de Benefícios Definidos-BD. Os benefícios

Leia mais

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida

Guia do Participante. Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Guia do Participante Planos Básico e Suplementar de Aposentadoria Modalidade Contribuição Definida Prezado Colaborador, O Guia do Participante tem por objetivo resumir as informações dos seguintes Regulamentos

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Contribuição Definida

Material Explicativo. Plano de Contribuição Definida Material Explicativo Plano de Contribuição Definida Material Explicativo - Plano de Contribuição Definida 2 Índice Mensagem ao colaborador...5 Por que planejar sua aposentadoria?...5 Conte com a Previ-Ericsson...6

Leia mais

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social.

1) O que é um Plano de Previdência Complementar? É um plano cujo objetivo o pagamento de benefícios semelhantes aos pagos pela Previdência Social. Preparamos uma lista com as dúvidas mais comuns a respeito do Plano PREV-ESTAT. Se você ainda precisar de ajuda, ligue para 0800 025 35 45, das 8 às 19h. 1) O que é um Plano de Previdência Complementar?

Leia mais

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012

Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas. novembro/2012 Plano CV Prevdata II Benefícios - Rendas novembro/2012 Informações gerais sobre a administração Concedendo o Auxílio Doença da PREVDATA Auxílio Doença Carência exigida de 12 meses, exceto se for acidente

Leia mais

Sociedade Previdenciária 3M PREVEME

Sociedade Previdenciária 3M PREVEME QUADRO COMPARATIVO DO REGULAMENTO DO PLANO DE BENEFÍCIOS DA PREVEME 31 de março de 2014 Quadro Comparativo do Regulamento do Plano de Benefícios da PREVEME 1 Conteúdo 1 Do Objetivo...02 2 Das Definições...03

Leia mais

MISSÃO VISÃO VALORES

MISSÃO VISÃO VALORES COMPROMISSO MISSÃO Garantir a Complementação de Benefícios da Previdência Social, contribuindo para a qualidade de vida dos Participantes e Assistidos, e para o desenvolvimento econômico-social do País,

Leia mais

Benefícios Destinados aos Beneficiários Suplementação de Pensão Suplementação de Auxílio-Reclusão... 16

Benefícios Destinados aos Beneficiários Suplementação de Pensão Suplementação de Auxílio-Reclusão... 16 Índice Pág Apresentação... 02 Administradora do Plano... 03 Patrocinadores do Plano... 04 Características do Plano... 05 Participantes... 06 Beneficiários e Designados... 07 Vantagens... 08 Salário de

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI

PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI PERGUNTAS E RESPOSTAS PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA DA FPI Válido para participantes que ingressaram no plano até 05/08/2008 1. O que é o Plano de Contribuição Definida? É o seu plano de benefícios na

Leia mais

Saiba mais sobre seu plano

Saiba mais sobre seu plano Saiba mais sobre seu plano Plano Prebeg 1 Índice A proteção da previdência complementar... 03 As contribuições para o plano... 04 Em caso de desligamento... 05 Na hora da aposentadoria... 07 Cuide bem

Leia mais

Sumário DEFINIÇÕES 05

Sumário DEFINIÇÕES 05 Sumário INTRODUÇÃO 04 DEFINIÇÕES 05 1. O que é um plano de previdência complementar? 05 2. O que é um Fundo de Pensão? 05 3. O que é a SÃO FRANCISCO? 05 4. O que é o Codeprev? 05 5. Quais são as modalidades

Leia mais

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE Manual do Participante do Plano HCPA PREV PLANO DE BENEFÍCIOS E CUSTEIO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE 1 SUMÁRIO 1. O que é o HCPA PREV 3 2. Quem pode participar do

Leia mais

Regulamento do Plano de Aposentadoria

Regulamento do Plano de Aposentadoria Regulamento do Plano de Aposentadoria Previ-Ericsson Plano de Aposentadoria Previ-Ericsson CNPB: 1991.0021-65 Aprovado pela Portaria PREVIC nº 593, de 11/11/2014, publicada no DOU de 12/11/2014 2 Regulamento

Leia mais

02 O que eu preciso fazer

02 O que eu preciso fazer 01 Quais são os documentos que necessito apresentar para requerer minha aposentadoria no FusanPrev e atualizar minha situação no SaneSaúde? Cópia simples dos seguintes documentos: - Identidade e CPF do

Leia mais

Sr. Renato Follador Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada. Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual para 2011

Sr. Renato Follador Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada. Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual para 2011 CP3792010 Curitiba, 20 de dezembro de 2010. Sr. Renato Follador Presidente Fundo Paraná de Previdência Multipatrocinada Ref.: Plano J.MALUCELLI plano de custeio anual para 2011 Prezado Senhor, A fim de

Leia mais

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação

Manual do Aposentado e Pensionista EBC Prev. Plano de Benefícios da EBC Empresa Brasil de Comunicação Manual do Aposentado e Pensionista Prev Plano de Benefícios da Empresa Brasil de Comunicação SUMÁRIO Qual é o significado de Aposentado e Pensionista?...3 Quando é realizado o pagamento das parcelas do

Leia mais

26 de dezembro de 2008. Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES

26 de dezembro de 2008. Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - BANESES 26 de dezembro de 2008 Regulamento do Plano II de Aposentadoria Fundação Banestes de Seguridade Social - Conteúdo B.1 Do Objeto...1 B.2 Das Definições...2 B.3 Dos Participantes do Plano II...10 B.4 Dos

Leia mais

VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR. Regulamento do Plano de Empréstimos Simples VISÃO PREV

VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR. Regulamento do Plano de Empréstimos Simples VISÃO PREV VISÃO PREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Regulamento do Plano de Empréstimos Simples VISÃO PREV PG. 2 SUMÁRIO PÁG. CAPÍTULO I - DA FINALIDADE...03 CAPÍTULO II - DOS PARTICIPANTES...03 CAPÍTULO

Leia mais

Parecer Atuarial dos Planos de Benefícios Unisys Brasil Ltda. e Unisys Tecnologia Ltda. de 31/12/2013 Unisys-Previ - Entidade de Previdência

Parecer Atuarial dos Planos de Benefícios Unisys Brasil Ltda. e Unisys Tecnologia Ltda. de 31/12/2013 Unisys-Previ - Entidade de Previdência Parecer Atuarial dos Planos de Benefícios Unisys Brasil Ltda. e Unisys Tecnologia Ltda. de Unisys-Previ - Entidade de Previdência Complementar 21 de fevereiro de 2014 CONTEÚDO 1. Introdução... 1 2. Perfil

Leia mais

O melhor da vida é feito em parceria

O melhor da vida é feito em parceria O melhor da vida é feito em parceria O Plano de Benefícios Previdenciários da SICOOB PREVI é uma importante ferramenta de planejamento financeiro para o futuro. A iniciativa de seu empregador em lhe proporcionar

Leia mais

PREVCOM-RP e PREVCOM-RG Planos de Benefícios Complementares de São Paulo CARLOS HENRIQUE FLORY

PREVCOM-RP e PREVCOM-RG Planos de Benefícios Complementares de São Paulo CARLOS HENRIQUE FLORY PREVCOM-RP e PREVCOM-RG Planos de Benefícios Complementares de São Paulo CARLOS HENRIQUE FLORY Janeiro de 2013 ETAPAS CONCLUÍDAS Aprovação da Lei 14.653, de 22/12/2011, que define teto de benefícios igual

Leia mais