Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental"

Transcrição

1 Saúde Pública Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental Tema 8 Estudos em Epidemiologia Bloco 1 Danielle Cristina Garbuio

2 Objetivo da aula Apresentar os principais desenhos de pesquisa em epidemiologia.

3 Epidemiologia Realiza o estudo da distribuição e dos determinantes de frequência das doenças em populações humanas. Distribuição descritivo. Determinantes analítico.

4 Epidemiologia Aplicações da Epidemiologia: Descrever enfermidades na comunidade. Ser instrumento de predição. Identificar grupos vulneráveis. Avaliar serviços de saúde. Completar o caso clínico das enfermidades. Identificar novas síndromes. Identificar fatores etiológicos.

5 Desenhos de Pesquisa em Epidemiologia Observacionais Experimentais Caso-Controle Coorte Estudos de caso Transversais Ecológicos Ensaio Clínico Randomizado Quase-experimento Experimento não controlado

6 Estudos Experimentais Ensaio Clínico Randomizado: Manipulação tratamento/intervenção. Controle grupo de comparação. Randomização. Intervenções podem ser: educativas, medicamentos, dietas, terapias.

7 Estudos Experimentais Quase-Experimento Envolve a intervenção. Uma das três características não está presente: - Manipulação da intervenção. - Randomização. - Grupo controle.

8 Estudos Experimentais Experimento Não Controlado Há intervenção, mas não há controle sobre as variáveis.

9 Saúde Pública Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental Tema 8 Estudos em Epidemiologia Bloco 2 Danielle Cristina Garbuio

10 Estudos Observacionais Coorte População de estudo Expostos e não expostos. Indivíduos dos dois grupos são acompanhados para verificar a incidência da doença entre expostos e não expostos. Se a exposição estiver associada à doença, espera-se que a incidência entre expostos seja maior do que a entre não expostos.

11 Estudos Observacionais Coorte Vantagens: - Avalia relação entre exposição e desfecho. - Avalia múltiplos fatores relacionados a um desfecho. Desvantagens: - Tempo duração Custo. - Perdas ao longo do estudo.

12 Estudos Observacionais Caso-Controle População estudo indivíduos com a doença (casos) e indivíduos sem a doença (controles). Determina-se qual é a odds da exposição entre casos e controles. Se existir associação entre a exposição e a doença, espera-se que a odds da exposição entre casos seja maior que a observada entre controles.

13 Estudos Observacionais Caso-Controle Vantagens: - Tempo menor custo menor. - Doenças raras. Desvantagens: - Viés de seleção. - Viés de memória.

14 Estudos Observacionais Estudos de caso Descrevem a experiência de um paciente ou grupo (série de casos) com um mesmo diagnóstico. Contribuem com a formulação de novas hipóteses.

15 Estudos Observacionais Transversais A exposição e a condição de saúde do participante são determinadas simultaneamente. Determinar a prevalência de uma doença ou condição relacionada à saúde de uma população especificada características dos doentes são comparadas com as de não doentes.

16 Estudos Observacionais Transversais Não é possível saber se a exposição antecede ou é consequência da doença/condição relacionada à saúde. Fraco para determinar associações causa-efeito. Forte identificar pessoas e características passíveis de intervenção e gerar hipóteses de causas de doenças.

17 Estudos Observacionais Ecológicos Comparam-se a ocorrência da doença/condição e a exposição de interesse entre populações. Verifica-se a possível existência de associação. Não existem informações sobre a doença e exposição do indivíduo população.

18 Estudos Observacionais Ecológicos Vantagens é a possibilidade de examinar associações entre exposição e doença/condição relacionada na coletividade. Desvantagem: Possibilidade do viés ecológico. Viés ecológico Uma associação observada na população não significa que a mesma associação ocorra em nível individual

19

Tipos de Estudos Epidemiológicos

Tipos de Estudos Epidemiológicos Pontifícia Universidade Católica de Goiás Escola de Ciências Agrárias e Biológicas Epidemiologia e Saúde Pública Tipos de Estudos Epidemiológicos Prof. Macks Wendhell Gonçalves Msc. Quando recorrer às

Leia mais

Delineamentos de estudos. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira

Delineamentos de estudos. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Delineamentos de estudos FACIMED 2012.1 Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Delineamentos de estudos Estudos descritivos Relato de caso Série de casos Transversal Ecológico

Leia mais

Estudos epidemiológicos

Estudos epidemiológicos Estudos epidemiológicos Estudos epidemiológicos Classificação dos estudos epidemiológicos Os estudos epidemiológicos podem ser classificados em: Observacionais ou experimentais Descritivos ou analíticos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Epidemiologia HEP 143

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Epidemiologia HEP 143 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Epidemiologia HEP 143 TIPOS PRINCIPAIS DE DESENHOS DE ESTUDO Estudos Epidemiológicos Não Experimental Experimental Dados agregados Dados individuais Ensaio clínico randomizado

Leia mais

Tipos de Estudos Clínicos: Classificação da Epidemiologia. Profa. Dra. Maria Meimei Brevidelli

Tipos de Estudos Clínicos: Classificação da Epidemiologia. Profa. Dra. Maria Meimei Brevidelli Tipos de Estudos Clínicos: Classificação da Epidemiologia Profa. Dra. Maria Meimei Brevidelli Roteiro da Apresentação 1. Estrutura da Pesquisa Científica 2. Classificação dos estudos epidemiológicos 3.

Leia mais

METODOLOGIA EPIDEMIOLOGICA

METODOLOGIA EPIDEMIOLOGICA METODOLOGIA EPIDEMIOLOGICA CLASSIFICAÇÃO DOS ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS: ESTUDOS DESCRITIVOS Os estudos descritivos objetivam informar sobre a distribuição de um evento, na população, em termos quantitativos.

Leia mais

Desenhos de estudos científicos. Heitor Carvalho Gomes

Desenhos de estudos científicos. Heitor Carvalho Gomes Desenhos de estudos científicos Heitor Carvalho Gomes 2016 01 01 01 Desenhos de estudos científicos Introdução Epidemiologia clínica (Epidemiologia + Medicina Clínica)- trata da metodologia das

Leia mais

PESQUISA CLÍNICA (PESQUISA EM SERES HUMANOS) CNS/Res 196/1996

PESQUISA CLÍNICA (PESQUISA EM SERES HUMANOS) CNS/Res 196/1996 PESQUISA CLÍNICA (PESQUISA EM SERES HUMANOS) CNS/Res 196/1996 Pesquisa que, individual ou coletivamente, envolva o ser humano, de forma direta ou indireta, em sua totalidade ou parte dele, incluindo o

Leia mais

Desenho de Estudos. Enrico A. Colosimo/UFMG enricoc. Depto. Estatística - ICEx - UFMG 1/28

Desenho de Estudos. Enrico A. Colosimo/UFMG  enricoc. Depto. Estatística - ICEx - UFMG 1/28 1/28 Introdução à Bioestatística Desenho de Estudos Enrico A. Colosimo/UFMG http://www.est.ufmg.br/ enricoc Depto. Estatística - ICEx - UFMG 2/28 Perguntas Relevantes Os grupos são comparáveis? As variáveis

Leia mais

Estatística Vital Aula 1-07/03/2012. Hemílio Fernandes Campos Coêlho Departamento de Estatística UFPB

Estatística Vital Aula 1-07/03/2012. Hemílio Fernandes Campos Coêlho Departamento de Estatística UFPB Estatística Vital Aula 1-07/03/2012 Hemílio Fernandes Campos Coêlho Departamento de Estatística UFPB Programa proposto Noções de estatística descritiva Noções de probabilidade Noções de Intervalo de confiança

Leia mais

Medidas de efeito e impacto em Epidemiologia Nutricional

Medidas de efeito e impacto em Epidemiologia Nutricional Medidas de efeito e impacto em Epidemiologia Nutricional Profª. Drª Marly Augusto Cardoso Departamento de Nutrição, Faculdade de Saúde Pública, USP e-maile mail: marlyac@usp usp.br Delineamento dos Estudos

Leia mais

Desenhos de Estudos Epidemiológicos

Desenhos de Estudos Epidemiológicos UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA DESENHOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS Desenhos de Estudos Epidemiológicos Profª. Amanda de Moura

Leia mais

TIPOS DE ESTUDOS PARTE 2 PROFA. DRA. MARIA MEIMEI BREVIDELLI

TIPOS DE ESTUDOS PARTE 2 PROFA. DRA. MARIA MEIMEI BREVIDELLI TIPOS DE ESTUDOS PARTE 2 PROFA. DRA. MARIA MEIMEI BREVIDELLI CLASSIFICAÇÃO DOS ESTUDOS (LOBIONDO- WOOD, HABER, 2001) Experimentais Experimento clássico Experimento apenas depois Quase- Experimentais Grupo

Leia mais

aula 12: estudos de coorte estudos de caso-controle

aula 12: estudos de coorte estudos de caso-controle ACH-1043 Epidemiologia e Microbiologia aula 12: estudos de coorte estudos de caso-controle Helene Mariko Ueno papoula@usp.br Estudo epidemiológico observacional experimental dados agregados dados individuais

Leia mais

ELEMENTOS DA PESQUISA CIENTÍFICA: Desenhos de Pesquisa METODOLOGIA DA 30/01/2010. O tipo de pesquisa (desenho) serve a: Tipos de Pesquisa

ELEMENTOS DA PESQUISA CIENTÍFICA: Desenhos de Pesquisa METODOLOGIA DA 30/01/2010. O tipo de pesquisa (desenho) serve a: Tipos de Pesquisa CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA ELEMENTOS DA PESQUISA CIENTÍFICA: Desenhos de Pesquisa Profa. MsC. Paula Silva de Carvalho Chagas Departamento

Leia mais

METODOLOGIA DA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA

METODOLOGIA DA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FISIOTERAPIA TRAUMATO- ORTOPÉDICA METODOLOGIA DA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA Profª. Dra. Paula Silva de Carvalho Chagas Faculdade de Fisioterapia UFJF Doutora em Ciências da Reabilitação

Leia mais

Delineamento de Estudos em Epidemiologia Nutricional

Delineamento de Estudos em Epidemiologia Nutricional Delineamento de Estudos em Epidemiologia Nutricional Profª. Drª Marly Augusto Cardoso Departamento de Nutrição, Faculdade de Saúde Pública, USP e-maile mail: marlyac@usp usp.br Nutrição Humana Visa o conhecimento

Leia mais

Bioestatística F Desenho de Estudos na Área da Saúde

Bioestatística F Desenho de Estudos na Área da Saúde 1/24 Bioestatística F Desenho de Estudos na Área da Saúde Enrico A. Colosimo/UFMG Depto. Estatística - ICEx - UFMG 2/24 Perguntas Relevantes Os grupos são comparáveis? As variáveis de confusão foram medidas/controladas?

Leia mais

Delineamento de Estudos Epidemiológicos

Delineamento de Estudos Epidemiológicos Universidade de São Paulo Faculdade de Saúde Pública Departamento de Epidemiologia Delineamento de Estudos Epidemiológicos ANA PAULA SAYURI SATO 2016 Conteúdo Classificação de tipo de estudos epidemiológicos

Leia mais

Estrutura, Vantagens e Limitações dos. Principais Métodos

Estrutura, Vantagens e Limitações dos. Principais Métodos Estrutura, Vantagens e Limitações dos Principais Métodos 1) Ensaio clínico Randomizado 2) Estudo de coorte 3) Estudo de caso controle 4) Estudo transversal 5) Estudo ecológico 1) Ensaio clínico Randomizado

Leia mais

Principais Delineamentos de Pesquisa. Lisia von Diemen

Principais Delineamentos de Pesquisa. Lisia von Diemen Principais Delineamentos de Pesquisa Lisia von Diemen Tipos de Estudos Observacionais Descritivos Analíticos Instante Período de Tempo Experimentais Randomizado Não-Randomizado Observacionais Descritivos

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA E SAÚDE BUCAL. Unidade II - Delineamento e Tipos de Estudos Epidemiológicos

EPIDEMIOLOGIA E SAÚDE BUCAL. Unidade II - Delineamento e Tipos de Estudos Epidemiológicos EPIDEMIOLOGIA E SAÚDE BUCAL Unidade II - Delineamento e Tipos de Estudos Epidemiológicos 0 DELINEAMENTO E TIPOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS: Transversal, Caso-Controle, Ecológico e Coorte (longitudinal)

Leia mais

MEDIDAS DE FREQUÊNCIA DE EVENTOS Aula 6

MEDIDAS DE FREQUÊNCIA DE EVENTOS Aula 6 MEDIDAS DE FREQUÊNCIA DE EVENTOS Aula 6 MEDIDA DA OCORRÊNCIA DE EVENTOS COMO DOENÇAS, AGRAVOS À SAÚDE (ACIDENTES, VIOLÊNCIAS) E MORTES. Exemplo: número de pessoas que apresentaram uma dada doença num certo

Leia mais

Artículo Especial: Evaluación de la evidencia científica Albert J. Jovell Y Maria D. Navarro-Rubio Med Clin (Barc) 1995;105:

Artículo Especial: Evaluación de la evidencia científica Albert J. Jovell Y Maria D. Navarro-Rubio Med Clin (Barc) 1995;105: Unidade de Pesquisa Clínica Artículo Especial: Evaluación de la evidencia científica Albert J. Jovell Y Maria D. Navarro-Rubio Med Clin (Barc) 1995;105: 740-43 Apresentado em 13 de Maio de 2009 Mireile

Leia mais

Métodologia científica e estudos epidemiológicos observacionais. Jorge Barros, semestre 3

Métodologia científica e estudos epidemiológicos observacionais. Jorge Barros, semestre 3 Métodologia científica e estudos epidemiológicos observacionais. Jorge Barros, semestre 3 1. Metodologia científica Da definição do tema à divulgação dos resultados. Introdução à metodologia científica

Leia mais

Epidemiologia PROFS. FRANCISCO E ANA PAULA

Epidemiologia PROFS. FRANCISCO E ANA PAULA Epidemiologia HEP0136 EPIDEMIOLOGIA PROFS. FRANCISCO E ANA PAULA Epidemiologia: Definição O que é? Etimologicamente: Epi = sobre demo= população logos = tratado/ciência O estudo da frequência e da distribuição

Leia mais

Noções de Epidemiologia

Noções de Epidemiologia Noções de Epidemiologia Prof. Dr. Cláudio Jerônimo da Silva * Introdução Saber selecionar um artigo tendo como base o assunto abordado e a metodologia utilizada, não é uma questão a ser estudada e entendida

Leia mais

13/06/2011 ESTUDOS ECOLÓGICOS. Introdução a Epidemiologia. Introdução a Epidemiologia. Epidemiologia. Estudos epidemiológicos

13/06/2011 ESTUDOS ECOLÓGICOS. Introdução a Epidemiologia. Introdução a Epidemiologia. Epidemiologia. Estudos epidemiológicos Universidade Federal do Rio de janeiro Programa de Pós Graduação em Saúde Coletiva ESTUDOS ECOLÓGICOS Mario Vianna Vettore Epidemiologia Estudo da ocorrência e distribuição de estados ou eventos relacionados

Leia mais

Introdução à pesquisa clínica. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira

Introdução à pesquisa clínica. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Introdução à pesquisa clínica FACIMED 2012.1 Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Questão de pesquisa x relevância Questão PICO FINER Literatura existente Como fazer? Delineamento

Leia mais

E p i d e m i o l o g i a

E p i d e m i o l o g i a Anisio de Moura Conceito Aplicações Gestão Hospitais Conceito Aplicações Gestão Hospitais História Primeiras Quantificações Surgimento dos Estados: necessidade de contar o povo (produção) e o exército

Leia mais

Desenhos dos estudos de Epidemiologia Nutricional Analítica

Desenhos dos estudos de Epidemiologia Nutricional Analítica Desenhos dos estudos de Epidemiologia Nutricional Analítica Estudo experimental ou de intervenção Estudo transversal ou seccional. Estudo caso-controle. Estudo de coorte ou longitudinal. ESTUDO EXPERIMENTAL

Leia mais

1) Introdução à Epidemiologia 2) Epidemiologia e suas áreas de interesse 3) Medidas em epidemiologia 4) Freqüência absoluta versus relativa

1) Introdução à Epidemiologia 2) Epidemiologia e suas áreas de interesse 3) Medidas em epidemiologia 4) Freqüência absoluta versus relativa Saúde Coletiva e Ambiental Aula 7 Medidas da Saúde Coletiva Prof. Ricardo Mattos Bibliografia de Referência: Medronho, 2008 (Cap. 2) UNIG, 2009.1 Sumário da Aula 1) Introdução à Epidemiologia 2) Epidemiologia

Leia mais

Métodos de investigação científica. Medidas de eventos em saúde 5/13/14. História natural da doença eventos em saúde

Métodos de investigação científica. Medidas de eventos em saúde 5/13/14. História natural da doença eventos em saúde História natural da doença eventos em saúde Métodos de investigação científica Medidas de eventos em saúde Prof. Dra Marisa M. Mussi-Pinhata História natural da doença eventos em saúde Medidas de ocorrência

Leia mais

Epidemiologia. Tipos de Estudos Epidemiológicos. Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde

Epidemiologia. Tipos de Estudos Epidemiológicos. Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde Epidemiologia Tipos de Estudos Epidemiológicos Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde TIPOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS Observacionais Experimental x Observacional Relatos de Casos Série de casos Transversal

Leia mais

A Epidemiologia Descritiva

A Epidemiologia Descritiva A Epidemiologia Descritiva A Epidemiologia no seu processo descritivo estuda a distribuição de frequências das doenças e dos agravos à saúde coletiva em função das variáveis ligadas ao tempo, ao espaço

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina NUR300 Epidemiologia

Programa Analítico de Disciplina NUR300 Epidemiologia Catálogo de Graduação 016 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina Campus Rio Paranaíba - Campus Rio Paranaíba Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

04/03/2008. Identificar o desenho do estudo. Opinião de especialista Exemplo: Revisão Narrativa. Identificando Principais Tipos de Estudos

04/03/2008. Identificar o desenho do estudo. Opinião de especialista Exemplo: Revisão Narrativa. Identificando Principais Tipos de Estudos Identificando Principais Tipos de Estudos Dr. André Sasse Identificar o desenho do estudo Fundamental para a prática da MBE Leitura atenta dos métodos O desenho do estudo é adequado para responder à pergunta

Leia mais

Desenhos de Estudo do Método Epidemiológico de Pesquisa MEP

Desenhos de Estudo do Método Epidemiológico de Pesquisa MEP Desenhos de Estudo do Método Epidemiológico de Pesquisa MEP Descritivos MEP (não testam hipóteses) Experimentais Analíticos (testam hipóteses) Observacionais Transversais (seccionais) Coorte (exposição

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS EPIDEMIOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO SANITÁRIA

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS EPIDEMIOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO SANITÁRIA U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D A B A H I A SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SECRETARIA GERAL DOS CURSOS COMPONENTE CURRICULAR CÓDIGO MEV 163 NOM E EPIDEMIOLOGIA E ADMINISTRAÇÃO SANITÁRIA CARGA HORÁRIA

Leia mais

Princípios de Bioestatística Desenho de Estudos Clínicos

Princípios de Bioestatística Desenho de Estudos Clínicos 1/47 Princípios de Bioestatística Desenho de Estudos Clínicos Enrico A. Colosimo/UFMG Depto. Estatística - ICEx - UFMG 2/47 Pesquisa Clínica Pergunta Tipo de Desenho Desenho Estudo Efeitos (coorte, idade,

Leia mais

E tudo d e c oort r e D f e iniçã ç o ã d e e co c ort r e: e gru r po d e pessoas que c omp m art r ilham algum m atri r buto

E tudo d e c oort r e D f e iniçã ç o ã d e e co c ort r e: e gru r po d e pessoas que c omp m art r ilham algum m atri r buto Estudo de coorte Definição grupo de pessoas que compartilham algum atributo. Estudo de coorte ocorre sempre na direção que os eventos acontecem Pode ser prospectivo ou retrospectivo Estudo de coorte Uma

Leia mais

Estratégias de pesquisa clínica em Cardiologia

Estratégias de pesquisa clínica em Cardiologia 234 Vol 16 N o 4 2 Artigo de Revisão Estratégias de pesquisa clínica em Cardiologia Alexandre Gonçalves de Sousa 1, Alexandre Biasi Cavalcante 1, Márcia Makdisse 1, Álvaro Avezum 2 Hospital Israelita Albert

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL MESTRADO PROVA A. Candidato:

PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL MESTRADO PROVA A. Candidato: UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIENCIAS DA SAÚDE - Processo seletivo 2017 PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

Leia mais

Patrício Costa. Escola de Ciências da Saúde Universidade do Minho

Patrício Costa. Escola de Ciências da Saúde Universidade do Minho Patrício Costa Escola de Ciências da Saúde Universidade do Minho Teoria Hipóteses Operacionalização de conceitos Selecção de inquiridos ou sujeitos Plano de investigação: observacional / Inquérito Condução

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE DISCIPLINA 2011 DISCIPLINA: EPIDEMIOLOGIA NUTRICIONAL CÓDIGO: 4123.6 CARGA HORÁRIA: 60

Leia mais

O desenho de um protocolo clínico

O desenho de um protocolo clínico O desenho de um protocolo clínico Dra. Denise de la Reza Sanofi-Aventis Histórico O desenho de um protocolo clínico 1747: Dr. Lind - Primeiro ensaio clínico publicado. Grupos de indivíduos duos com escorbuto

Leia mais

VII-004 DESENHOS EPIDEMIOLÓGICOS MAIS FREQÜENTEMENTE USADOS EM SANEAMENTO

VII-004 DESENHOS EPIDEMIOLÓGICOS MAIS FREQÜENTEMENTE USADOS EM SANEAMENTO VII-4 DESENHOS EPIDEMIOLÓGICOS MAIS FREQÜENTEMENTE USADOS EM SANEAMENTO Júlio César Teixeira (1) Engenheiro Civil e de Segurança no Trabalho. Mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 35. Entende-se por comportamento endêmico de uma doença quando:

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 35. Entende-se por comportamento endêmico de uma doença quando: 8 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Cód. 35 QUESTÃO 17 Entende-se por comportamento endêmico de uma doença quando: a) apresenta uma variação sazonal bem definida. b) ocorre em grande número de países

Leia mais

Tipos de Publicação. Objetivo: Conhecer os Tipos de Publicação e os procedimentos para indexação LILACS.

Tipos de Publicação. Objetivo: Conhecer os Tipos de Publicação e os procedimentos para indexação LILACS. Tipos de Publicação Objetivo: Conhecer os Tipos de Publicação e os procedimentos para indexação LILACS. Conteúdo desta aula Definição e importância Tipos de publicação na LILACS Como identificar os Tipos

Leia mais

VALIDADE EM ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS

VALIDADE EM ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE MEDICINA -DEPARTAMENTO DE MEDICINA PREVENTIVA NÚCLEO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA DISCIPLINA DE EPIDEMIOLOGIA 1º semestre

Leia mais

Estudos de Caso-Controle

Estudos de Caso-Controle UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Estudos de Caso-Controle Prof. Fredi Alexander Diaz Quijano Departamento Epidemiologia FSP E-mail: frediazq@msn.com Estudos de Caso-Controle Comparação de grupos de pessoas selecionadas

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA. Histórico e Conceitos. Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde

EPIDEMIOLOGIA. Histórico e Conceitos. Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde EPIDEMIOLOGIA Histórico e Conceitos Curso de Verão 2012 Inquéritos de Saúde Uma Breve História da Epidemiologia Hipócrates Dos ares, das águas e dos lugares quem quiser prosseguir no estudo da ciência

Leia mais

Estudos de Coorte. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira

Estudos de Coorte. FACIMED Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Estudos de Coorte FACIMED 2012.1 Investigação científica II 5º período Professora Gracian Li Pereira Estudo de coorte Delineamento de estudo em que determinado grupo de pessoas, com características definidas,

Leia mais

; Assunto:

;  Assunto: Filipe Leonardo De: suporte@sensocomum.pt Enviado: terça-feira, 6 de Outubro de 2009 12:35 Para: mguedes.silva@mjgs.pt ; joao.tedim@sensocomum.pt; joanaviveiro@ordemfarmaceuticos.pt; joaomartinho@ordemfarmaceuticos.pt

Leia mais

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES

Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva INSTRUÇÕES Epidemiologia Pesquisador em Saúde Pública Prova Discursiva 1. Você recebeu do fiscal o seguinte material: INSTRUÇÕES a) Este Caderno de Questões contendo o enunciado das 2 (duas) questões da prova discursiva.

Leia mais

Ajustar Técnica usada na análise dos dados para controlar ou considerar possíveis variáveis de confusão.

Ajustar Técnica usada na análise dos dados para controlar ou considerar possíveis variáveis de confusão. Glossário Ajustar Técnica usada na análise dos dados para controlar ou considerar possíveis variáveis de confusão. Análise de co-variância: Procedimento estatístico utilizado para análise de dados que

Leia mais

Quando utilizar a pesquisa quantitativa?

Quando utilizar a pesquisa quantitativa? Quando utilizar a pesquisa quantitativa? Utilizar pesquisa quantitativa Existem dados numéricos assecíveis e que possam ser medidos; Quando os dados numéricos parecem ser a resposta correta e óbvia; Há

Leia mais

A análise da evidência para esta diretriz se baseia em dois processos. detalhados de revisão anteriores. O primeiro foi a conferência de consenso dos

A análise da evidência para esta diretriz se baseia em dois processos. detalhados de revisão anteriores. O primeiro foi a conferência de consenso dos Material Suplementar On-line MÉTODOS E PROCESSO A análise da evidência para esta diretriz se baseia em dois processos detalhados de revisão anteriores. O primeiro foi a conferência de consenso dos National

Leia mais

Fundamentos da pesquisa epidemiológica e Causalidade

Fundamentos da pesquisa epidemiológica e Causalidade Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Ciências da Saúde Faculdade de Medicina / Instituto de Estudos em Saúde Coletiva - IESC Departamento Medicina Preventiva Disciplina de Epidemiologia Fundamentos

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA DESCRITIVA

EPIDEMIOLOGIA DESCRITIVA Pontifícia Universidade Católica de Goiás Escola de Ciências Agrárias e Biológicas EPIDEMIOLOGIA DESCRITIVA Prof. Macks Wendhell Gonçalves Msc Epidemiologia Descritiva Devem tentar responder 5 questões

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2017 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Epidemiologia e Ecologia 0520031 1.2

Leia mais

DELINEAMENTOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS E NÃO EPIDEMIOLÓGICOS DA ÁREA DA SAÚDE: UMA REVISÃO DE LITERATURA

DELINEAMENTOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS E NÃO EPIDEMIOLÓGICOS DA ÁREA DA SAÚDE: UMA REVISÃO DE LITERATURA Montes Claros, v. 15, n.2 - jul. 2013. (ISSN 2236-5257) REVISTA UNIMONTES CIENTÍFICA DELINEAMENTOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS E NÃO EPIDEMIOLÓGICOS DA ÁREA DA SAÚDE: UMA REVISÃO DE LITERATURA Designs of

Leia mais

Principais desenhos de pesquisa em Epidemiologia

Principais desenhos de pesquisa em Epidemiologia Principais desenhos de pesquisa em Epidemiologia Os desenhos de pesquisa representam conjuntos formados por indivíduos, particularizados um a um (individuados) ou agregados por algum critério. Para a melhor

Leia mais

Métodos Empregados em Epidemiologia. Prof. Claudia Witzel Prof. AC

Métodos Empregados em Epidemiologia. Prof. Claudia Witzel Prof. AC Métodos Empregados em Epidemiologia Prof. Claudia Witzel Prof. AC Para avaliar: conhecimento da saúde da população, fatores que determinam a saúde, a evolução do processo da doença, impacto das ações propostas

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL DOUTORADO PROVA A. Candidato:

PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO NÍVEL DOUTORADO PROVA A. Candidato: UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIENCIAS DA SAÚDE - Processo seletivo 2017 PROVA DE CONHECIMENTO EM METODOLOGIA CIENTÍFICA E INTERPRETAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO

Leia mais

Validade em Estudos Epidemiológicos II

Validade em Estudos Epidemiológicos II Universidade Federal do Rio de Janeiro Programa de Pós P s Graduação em Saúde Coletiva Validade em Estudos Epidemiológicos II - Confundimento e Interação - Confundimento ou situação de confusão ocorre

Leia mais

Instituto de Saúde Coletiva (ISC) Depto. Epidemiologia e Bioestatística Disciplina: Epidemiologia II

Instituto de Saúde Coletiva (ISC) Depto. Epidemiologia e Bioestatística Disciplina: Epidemiologia II Instituto de Saúde Coletiva (ISC) Depto. Epidemiologia e Bioestatística Disciplina: Epidemiologia II AULA 3 Medindo e descrevendo a ocorrência das doenças 2017-1 1 Medindo a ocorrência das doenças 1: Contagem,

Leia mais

Ricardo Alexandre Arcêncio Outubro 2017

Ricardo Alexandre Arcêncio Outubro 2017 Leitura Crítica de Estudos Epidemiológicos Ricardo Alexandre Arcêncio Outubro 2017 Pensamento Cientifico Raciocínio Epidemiológico É o relato de como se chegou à resposta face uma pergunta cientifica relevante.

Leia mais

A AMAMENTAÇÃO COMO FATOR DE PROTEÇÃO DO CÂNCER DE MAMA. Evidências em Saúde Pública HSM 0122 Novembro/2015

A AMAMENTAÇÃO COMO FATOR DE PROTEÇÃO DO CÂNCER DE MAMA. Evidências em Saúde Pública HSM 0122 Novembro/2015 A AMAMENTAÇÃO COMO FATOR DE PROTEÇÃO DO CÂNCER DE MAMA Evidências em Saúde Pública HSM 0122 Novembro/2015 INTRODUÇÃO Câncer de mama: resultante de proliferação incontrolável de células anormais. Origem:

Leia mais

Cap. 5. Definindo a pergunta e desenvolvendo critérios para a inclusão de estudos. Fiorella Rehbein Santos

Cap. 5. Definindo a pergunta e desenvolvendo critérios para a inclusão de estudos. Fiorella Rehbein Santos Cap. 5 Definindo a pergunta e desenvolvendo critérios para a inclusão de estudos Fiorella Rehbein Santos Pontos-chave o Uma revisão clara e bem definida começa com uma pergunta bem formulada Nas revisões

Leia mais

ANATOMIA E FISIOLOGIA DA PESQUISA CLÍNICA

ANATOMIA E FISIOLOGIA DA PESQUISA CLÍNICA ANATOMIA E FISIOLOGIA DA PESQUISA CLÍNICA Stephen B. Hulley, Thomas B. Newman e Steven R. Cummings Delineando a Pesquisa Clínica 2015; 4. ed. 02-13 Apresentação: Andressa Giordani Anatomia da pesquisa

Leia mais

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica...

Pesquisa Científica. Atividade da Aula Passada... Pesquisa Científica. Pesquisa Científica... Atividade da Aula Passada... Qual a relação entre Conhecimento, Ciência e Metodologia? Qual a relação do Conhecimento Empírico com a Ciência? Com base na sua experiência de vida, seu empirismo, existe

Leia mais

Curso de Educação Física e Saúde

Curso de Educação Física e Saúde Curso de Educação Física e Saúde Disciplina de Epidemiologia da Atividade Física Prof. Dr. Alex Antonio Florindo Prof. Dr. Douglas Roque Andrade Conceitos e objetivos da epidemiologia; Escola de Artes,

Leia mais

BIOESTATÍSTICA. Prof ª Marcia Moreira Holcman

BIOESTATÍSTICA. Prof ª Marcia Moreira Holcman BIOESTATÍSTICA Prof ª Marcia Moreira Holcman mholcman@uol.com.br Bibliografia VIEIRA S. Introdução à Bioestatística, Editora Campus Rio de Janeiro, 1998. CALLEGARI-JACQUES SIDIA M. Bioestatísticos Princípios

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA. Profª Ms. Karla Prado de Souza Cruvinel

EPIDEMIOLOGIA. Profª Ms. Karla Prado de Souza Cruvinel EPIDEMIOLOGIA Profª Ms. Karla Prado de Souza Cruvinel O QUE É EPIDEMIOLOGIA? Compreende: Estudo dos determinantes de saúdedoença: contribuindo para o avanço no conhecimento etiológico-clínico Análise das

Leia mais

Medidas de freqüência

Medidas de freqüência Medidas de freqüência IESC/UFRJ Mestrado em Saúde Coletiva Especialização em Saúde Coletiva Modalidade Residência Professores: Pauline Lorena Kale e Antonio José Leal Costa 2009 Ocorrência de doença Medidas

Leia mais

IFPB. PLANO DE ENSINO Ensino Superior

IFPB. PLANO DE ENSINO Ensino Superior PLANO DE ENSINO Ensino Superior DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: EPIDEMIOLOGIA VETERINÁRIA Curso: Medicina Veterinária Período: 2016.1 Turma 2013.1 (7º Período) Carga Horária:

Leia mais

Exercícios de fixação de conhecimentos

Exercícios de fixação de conhecimentos Exercícios de fixação de conhecimentos Curso de Medicina Baseada em Evidências Prof. Robespierre Queiroz da Costa Ribeiro MBE Exercícios DESENHOS & VIÉSES Questões 1 a 4: Para cada situação descrita abaixo

Leia mais

Porto Alegre/RS

Porto Alegre/RS UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Carlos Isaia Filho LTDA. A Pesquisa Clinica e suas Fases Carlos Isaia Filho Unidade de Pesquisa Clínica CMR Da Molécula ao Mercado. Aproximadamente

Leia mais

PRINCIPAIS DESENHOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS. Cassia Maria Buchalla Maria Regina Alves Cardoso

PRINCIPAIS DESENHOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS. Cassia Maria Buchalla Maria Regina Alves Cardoso CAPÍTULO 2 PRINCIPAIS DESENHOS DE ESTUDOS EPIDEMIOLÓGICOS Cassia Maria Buchalla Maria Regina Alves Cardoso Existem diferentes maneiras de classificar os estudos epidemiológicos. Assim, eles podem ser divididos

Leia mais

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa

Pesquisa Científica. Pesquisa Científica. Classificação das Pesquisas... Pesquisa Científica... Interpretar resultados. Realizar a pesquisa Pesquisa Científica Pesquisa Científica! Procedimento reflexivo sistemático, controlado e crítico, que permite descobrir novos fatos ou dados, relações ou leis, em qualquer campo do conhecimento.! É um

Leia mais

IMPLEMENTANDO ESTUDOS ADAPTATIVOS marcelo.vaz@marcelovaz.med.br Marcelo.vaz@iconclinical.com Uma empresa propõe uma associação de 3 princípios ativos para tratar sintomaticamente afecções das vias aéreas

Leia mais

ESTUDOS SECCIONAIS. Graduação. em Saúde Coletiva. Programa de Pós P. Estudos epidemiológicos. Epidemiologia

ESTUDOS SECCIONAIS. Graduação. em Saúde Coletiva. Programa de Pós P. Estudos epidemiológicos. Epidemiologia Universidade Federal do Rio de janeiro Programa de Pós P Graduação em Saúde Coletiva ESTUDOS SECCIONAIS Mario Vianna Vettore Epidemiologia Estudo da ocorrência e distribuição de estados ou eventos relacionados

Leia mais

Método de Pesquisa: Estudo de Caso. Baseado no livro do YIN. Elaborado por Prof. Liliana

Método de Pesquisa: Estudo de Caso. Baseado no livro do YIN. Elaborado por Prof. Liliana Método de Pesquisa: Baseado no livro do YIN Elaborado por Prof. Liliana - 2012 Estudo de Caso O estudo de caso como estratégia de pesquisa Os estudos de caso são especialmente indicados como estratégia

Leia mais

Existem cinco características que devem ser observadas. Se o estudo é factível, Interessante, inovador, ético e relevante.

Existem cinco características que devem ser observadas. Se o estudo é factível, Interessante, inovador, ético e relevante. METODOLOGIA CIENTÍFICA TUTORIAL DE ANESTESIA DA SEMANA Dr. João Felipe Schadeck Locatelli Correspondencia para sba@sba.com.br INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL SOBRE O TEMA Método científico é um modo sistematizado

Leia mais

CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de , DOU de

CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de , DOU de CURSO DE FARMÁCIA Reconhecido pela Portaria MEC nº 220 de 01.11.12, DOU de 06.11.12 Componente Curricular: Epidemiologia Código: FAR-313 Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2016.1 Professor: Sueli Andrade

Leia mais

ESTUDOS SECCIONAIS. Não Doentes Expostos. Doentes Expostos. Doentes Não Expostos. Não Doentes Não Expostos

ESTUDOS SECCIONAIS. Não Doentes Expostos. Doentes Expostos. Doentes Não Expostos. Não Doentes Não Expostos ESTUDOS SECCIONAIS ESTUDOS SECCIONAIS Doentes Expostos Doentes Não Expostos Não Doentes Expostos Não Doentes Não Expostos Frequencias de doença e exposição observadas em um estudo seccional Frequencias

Leia mais

EXPERIMENTAÇÃO AGRÁRIA

EXPERIMENTAÇÃO AGRÁRIA EXPERIMENTAÇÃO AGRÁRIA Tema 1: Princípios básicos de agrária. Conceitos básicos na Experimento - inquérito planeado para obtenção de novos factos ou para confirmar resultados de estudos prévios e para

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família Modalidade a Distância. Módulo 3 - Epidemiologia

Curso de Especialização em Saúde da Família Modalidade a Distância. Módulo 3 - Epidemiologia Curso de Especialização em Saúde da Família Modalidade a Distância Módulo 3 - Epidemiologia Prevalência e Incidência MEDIDAS DE FREQUÊNCIA Prevalência e Incidência Ao contrário da incidência, que se refere

Leia mais

SAÚDE-DOENÇA NO BRASIL - Décadas de 60/70

SAÚDE-DOENÇA NO BRASIL - Décadas de 60/70 SAÚDE-DOENÇA NO BRASIL - Décadas de 60/70 O governo brasileiro iniciara a fase de ataque de sua campanha contra a varíola, com vacinação em massa, cobrindo 88% da população brasileira; organização de uma

Leia mais

Epidemiologia como ferramenta de trabalho na Defesa Sanitária

Epidemiologia como ferramenta de trabalho na Defesa Sanitária Epidemiologia como ferramenta de trabalho na Defesa Sanitária Laboratório de Epidemiologia Veterinária (EPILAB) Depto. Medicina Veterinária Preventiva Faculdade de Veterinária, UFRGS Luís Gustavo Corbellini

Leia mais

aula 6: quantificação de eventos em saúde

aula 6: quantificação de eventos em saúde ACH-1043 Epidemiologia e Microbiologia aula 6: quantificação de eventos em saúde Helene Mariko Ueno papoula@usp.br Como quantificar eventos relacionados à saúde? O que medir? Como medir? Quando medir?

Leia mais

Vigilância Epidemiológica. Profa. Rachel Sindeaux

Vigilância Epidemiológica. Profa. Rachel Sindeaux Vigilância Epidemiológica Profa. Rachel Sindeaux Vigilância Atividade contínua, permanente e sistemática; Foco para resultados inespecíficos para obtenção de metas; Utilização de dados relacionados com

Leia mais

1.1 Analise e interprete o efeito da cobertura da ESF na razão de taxa de mortalidade infantil bruta e ajustada.

1.1 Analise e interprete o efeito da cobertura da ESF na razão de taxa de mortalidade infantil bruta e ajustada. CONCURSO PÚBLICO DA FIOCRUZ - 2016 GABARITO DA DISCURSIVA CARGO: Pesquisador em Saúde Pública (PE 4004) PERFIL: PE 4004 Epidemiologia em Saúde Pública 1ª QUESTÃO 1.1 Analise e interprete o efeito da cobertura

Leia mais

CUSTOS E CARGA DA DOENÇA AULA #2. Giácomo Balbinotto Neto (UFRGS/IATS)

CUSTOS E CARGA DA DOENÇA AULA #2. Giácomo Balbinotto Neto (UFRGS/IATS) CUSTOS E CARGA DA DOENÇA AULA #2 Giácomo Balbinotto Neto (UFRGS/IATS) Cost of Illness (CoI) Um estudo do custo da doença (COI) visa determinar o impacto econômico total (custo) de uma doença ou condição

Leia mais

Estatística stica na Pesquisa Clínica

Estatística stica na Pesquisa Clínica Estatística stica na Pesquisa Clínica Thaïs s Cocarelli Sthats Consultoria Estatística stica NAPesq (HC-FMUSP) Alguns conceitos Estudos observacionais e experimentais Exploração e apresentação de dados

Leia mais

INVESTIGAÇÃO DE SURTO

INVESTIGAÇÃO DE SURTO INVESTIGAÇÃO DE SURTO DE ORIGEM HOSPITALAR Dra Dominique Thielmann Infectologista Coordenação da CCIH do Hospital Pró Cardíaco RJ Serviço de Doenças Infectoparasitárias HUPE / UERJ Laboratório DASA RJ

Leia mais

Questionário- Teste de Conhecimento de Bioestatística

Questionário- Teste de Conhecimento de Bioestatística Questionário- Teste de Conhecimento de Bioestatística Este inquérito está inserido no trabalho de investigação Statistical interpretation of studies among doctors and medical students. Tem como objetivo

Leia mais

ESTADO NUTRICIONAL E FREQUÊNCIA ALIMENTAR DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS

ESTADO NUTRICIONAL E FREQUÊNCIA ALIMENTAR DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS ESTADO NUTRICIONAL E FREQUÊNCIA ALIMENTAR DE PACIENTES COM DIABETES MELLITUS SOUZA, J. P.; MARIN, T. Resumo O diabetes vem sendo considerado um grave problema de saúde pública. O objetivo do estudo foi

Leia mais