1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15"

Transcrição

1 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES DE COMPUTADORES O PAPEL DO GERENTE DE REDES VOCÊ: O MÉDICO DA REDE REFERÊNCIAS Livros INTRODUÇÃO AO CATÁLOGO DE PROBLEMAS ANALOGIA ENTRE A GERÊNCIA DE REDES E A MEDICINA O CATÁLOGO DE PROBLEMAS Por que um catálogo de problemas? Os índices invertidos OS PROCEDIMENTOS METODOLOGIA GERAL DE DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DETECÇÃO: A REDE ESTÁ APRESENTANDO COMPORTAMENTO ESTRANHO BUSQUE INFORMAÇÕES RECORRÊNCIA DE PROBLEMA? MUDANÇAS NA REDE? DESENVOLVA HIPÓTESES ORGANIZE A LISTA DE HIPÓTESES TESTE AS HIPÓTESES LEVANTADAS SOLUCIONE O PROBLEMA TESTE A SOLUÇÃO IMPLANTADA DOCUMENTE SUAS ATIVIDADES REFERÊNCIAS PROBLEMAS DE NÍVEL FÍSICO CABO ROMPIDO OU DANIFICADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento CONECTOR DEFEITUOSO OU MAL INSTALADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento DESCASAMENTO DE MODO E/OU VELOCIDADE DE OPERAÇÃO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento EQUIPAMENTO DE INTERCONEXÃO DEFEITUOSO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento PLACA DE REDE OU PORTA DE EQUIPAMENTO DE INTERCONEXÃO DEFEITUOSAS Descrição Sintomas Sinais...61

2 4.5.4 Testes confirmatórios Sugestões de tratamento INTERFERÊNCIA NO CABO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento SATURAÇÃO DE BANDA EM SEGMENTOS ETHERNET COMPARTILHADOS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento TIPO ERRADO DE CABO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento VIOLAÇÃO DE REGRAS DE CABEAMENTO ETHERNET Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento REFERÊNCIAS Livros Recursos online (Internet) RFCs Livros base Outros recursos on-line PROBLEMAS DE NÍVEL DE ENLACE INTERFACE DESABILITADA Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento PROBLEMA COM ÁRVORE DE COBERTURA Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento SATURAÇÃO DE RECURSOS DEVIDO A EXCESSO DE QUADROS DE DIFUSÃO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento TEMPO DE ENVELHECIMENTO DE TABELAS DE ENDEREÇOS INADEQUADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento VALIDADE DA CACHE ARP INADEQUADA Descrição...95

3 5.5.2 Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento REFERÊNCIAS Livros Recursos online (Internet) RFCs Livros base PROBLEMAS DE NÍVEL DE REDE TABELA DE ROTAS DE HOSPEDEIROS INCORRETAS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento ENDEREÇO IP DE HOSPEDEIRO INCORRETO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de Tratamento HOSPEDEIRO COM MÁSCARA DE REDE INCORRETA Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento CLIENTE DNS MAL CONFIGURADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento SERVIDOR DHCP MAL CONFIGURADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento ROTAS ESTÁTICAS MAL CONFIGURADAS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento EQUIPAMENTO INSERIDO EM VLAN INCORRETA Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento VLANS NÃO ESTÃO CONFIGURADAS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento COMUTADORES NÃO CONSEGUEM TROCAR INFORMAÇÕES SOBRE VLANS ENTRE SI140

4 6.9.1 Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento AMBIENTE RIP-1 COM VLSM E/OU REDES NÃO CONTÍGUAS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento DIÂMETRO RIP COM MAIS DE 15 ROTEADORES Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento ROTEADORES RIP-2 NÃO ENVIAM OU RECEBEM PACOTES RIP Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento TRÁFEGO RIP SATURANDO LARGURA DE BANDA Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento FILTRO IP NÃO PERMITE A PASSAGEM DE TRÁFEGO RIP (UDP 520) Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento REFERÊNCIAS Recursos online (Internet) RFCs Livros base PROBLEMAS DE NÍVEL DE APLICAÇÃO O SERVIÇO DE NOMES NÃO ESTÁ HABILITADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento DNS: DESCASAMENTO DE REGISTROS A E PTR EM ARQUIVOS DE ZONAS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento INCONSISTÊNCIA ENTRE REGISTROS DOS SERVIDORES DNS PRIMÁRIO E SECUNDÁRIOS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento O TTL DEFAULT DE UMA ZONA DNS NÃO ESTÁ CONFIGURADO...180

5 7.4.1 Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento DNS: TTL E OUTROS CAMPOS DO REGISTRO SOA COM VALORES INADEQUADOS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento FALTA. APÓS NOMES TOTALMENTE QUALIFICADOS EM REGISTROS DNS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento FILTRO IP BARRANDO TRÁFEGO DNS Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento SERVIDOR DE CORREIO ELETRÔNICO COM REPASSE TOTALMENTE ABERTO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento SERVIDOR DE CORREIO ELETRÔNICO COM REPASSE TOTALMENTE FECHADO Descrição Sintomas Sinais Testes confirmatórios Sugestões de tratamento REFERÊNCIAS Livros Recursos online (Internet) RFCs Livros base OS ÍNDICES INVERTIDOS ÍNDICE INVERTIDO DE SINTOMAS ÍNDICE INVERTIDO DE SINTOMAS E SINAIS PROCEDIMENTOS GERAIS UTILIZANDO UM ANALISADOR DE PROTOCOLOS Conectando o analisador de protocolos Criando e selecionando filtros de captura Capturando e decodificando quadros Outras funções interessantes do Sniffer Sobre analisadores de protocolos ACESSANDO A INTERFACE DE LINHA DE COMANDO DE UM EQUIPAMENTO DE INTERCONEXÃO Acesso através da porta console Acesso através de sessão de telnet Sobre logins e senhas Dicas gerais de uso LOCALIZANDO PROBLEMAS COM AUXÍLIO TRACEROUTE Descrição e Dicas Usando traceroute...231

6 9.4 REFERÊNCIAS Recursos online (Internet) PROCEDIMENTOS REFERENCIADOS NOS PROBLEMAS DE NÍVEL FÍSICO E ENLACE OBTENDO TAXA DE ERROS Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando um analisador de protocolos Usando interface de linha de comando Usando ifconfig e netstat OBTENDO A TAXA DE COLISÕES Descrição e Dicas Usando uma Estação de Gerência SNMP Usando um analisador de protocolos Usando uma interface de linha de comando Usando ifconfig VERIFICANDO OCORRÊNCIA DE COLISÕES TARDIAS Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando OBTENDO ESTADO OPERACIONAL DE EQUIPAMENTOS Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando ping e traceroute OBTENDO ESTADO OPERACIONAL DE INTERFACES Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando outras ferramentas de gerência OBTENDO UTILIZAÇÃO DE CPU Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando top e vmstat OBTENDO UTILIZAÇÃO DE MEMÓRIA EM ROTEADORES E COMUTADORES Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando OBTENDO UTILIZAÇÃO DE MEMÓRIA EM HOSPEDEIROS Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando top ANALISANDO QUANTIDADE DE TRÁFEGO DE BROADCAST E MULTICAST Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando um analisador de protocolos Usando outras ferramentas de gerência OBTENDO UTILIZAÇÃO DE ENLACES Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando um analisador de protocolos Usando outras ferramentas de gerência VERIFICANDO EXISTÊNCIA DE QUADROS MUITO LONGOS Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando um analisador de protocolos...291

7 10.12 OBTENDO NEXT E ATENUAÇÃO EM CABOS DE PARES TRANÇADOS Descrição e Dicas Usando uma ferramenta de certificação OBTENDO ESTADO ADMINISTRATIVO DE INTERFACES Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando ifconfig VERIFICANDO OCORRÊNCIA DE ENCHENTES Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando um analisador de protocolos ANALISANDO TRÁFEGO DE DIFUSÃO ARP Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos REFERÊNCIAS Livros Recursos online (Internet) RFCs PROCEDIMENTOS REFERENCIADOS NOS PROBLEMAS DE NÍVEL DE REDE VERIFICANDO SE DUAS MÁQUINAS RESPONDEM À MESMA CONSULTA ARP Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos VERIFICANDO OCORRÊNCIA DE CONSULTAS ARP SEM RESPOSTA Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos OBTENDO TABELA DE ROTAS DE ROTEADORES Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando netstat e route VERIFICANDO OCORRÊNCIA DE REQUISIÇÕES DHCP SEM RESPOSTA DO SERVIDOR Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos Verificando logs do servidor DHCP VERIFICANDO SE LOG DO SERVIDOR DHCP INDICA FALTA DE ENDEREÇOS IP Descrição e dicas Verificando logs do servidor VERIFICANDO OCORRÊNCIA DE MENSAGENS DHCPNAK NA REDE Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos Verificando logs do servidor DHCP ANALISANDO REQUISIÇÕES DE CLIENTES DHCP EXTERNOS Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos VERIFICANDO EXISTÊNCIA DE MENSAGENS ICMP DE REDIRECIONAMENTO NA REDE Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando um analisador de protocolos ANALISANDO TRÁFEGO DE MENSAGENS ICMP TIME EXCEEDED Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando Usando um analisador de protocolos ANALISANDO TRÁFEGO DE MENSAGENS ICMP DE DESTINO INALCANÇÁVEL Descrição e Dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando...329

8 Usando um analisador de protocolos VERIFICANDO SE PACOTES ESTÃO SENDO DESCARTADOS POR FALTA DE ROTAS Descrição e dicas Usando uma estação de gerência SNMP Usando uma interface de linha de comando ANALISANDO A ORIGEM DO TRÁFEGO DE DIFUSÃO EM UM DOMÍNIO DE DIFUSÃO Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos ANALISANDO A CONFIGURAÇÃO DE REDE EM UM HOSPEDEIRO Descrição e dicas Usando outras ferramentas de gerência VERIFICANDO CONECTIVIDADE VIA IP E CONECTIVIDADE VIA NOME DE DOMÍNIO Descrição e Dicas Usando ping REFERÊNCIAS Recursos online (Internet) RFCs Livros base PROCEDIMENTOS REFERENCIADOS NOS PROBLEMAS DE NÍVEL DE APLICAÇÃO VERIFICANDO CONSISTÊNCIA DE DADOS NOS SERVIDORES DNS PRIMÁRIO E SECUNDÁRIOS Descrição e dicas Usando nslookup, dig e host ANALISANDO MENSAGENS DE LOG DO SERVIDOR DNS BIND Descrição e Dicas Verificando logs do servidor DNS VERIFICANDO A RESOLUÇÃO DE NOMES DE DOMÍNIO EXTERNOS Descrição e Dicas Usando nslookup, dig e host ANALISANDO TRÁFEGO DNS DE UM SERVIDOR DE NOMES DE DOMÍNIO Descrição e Dicas Usando um analisador de protocolos VERIFICANDO CONSISTÊNCIA DE MAPEAMENTOS DNS DIRETO E REVERSO Descrição e dicas Usando nslookup, dig e host CONSULTANDO O SERVIDOR DNS E OBTENDO RESPOSTAS COM NOMES DE DOMÍNIO DUPLICADOS Descrição e Dicas Usando nslookup, dig e host VERIFICANDO SE UM SERVIDOR SMTP ESTÁ COM REPASSE TOTALMENTE FECHADO Descrição e Dicas Usando uma interface de linha de comando VERIFICANDO SE UM SERVIDOR SMTP ESTÁ COM RELAY TOTALMENTE ABERTO Descrição e Dicas Usando uma interface de linha de comando Usando serviços oferecidos por instituições anti-spam REFERÊNCIAS Livros...363

Gerência de Redes Problemas em Camadas do modelo OSI. Douglas Duarte ddsbdc@gmail.com

Gerência de Redes Problemas em Camadas do modelo OSI. Douglas Duarte ddsbdc@gmail.com Gerência de Redes Problemas em Camadas do modelo OSI Douglas Duarte ddsbdc@gmail.com Sintomas Gerais em diversas camadas Conectividade intermitente; Lentidão na rede; Falta de conectividade 2 Problemas

Leia mais

Gerenciamento de Redes de Computadores. Resolução de Problemas

Gerenciamento de Redes de Computadores. Resolução de Problemas Resolução de Problemas É preciso que o tempo médio entre as falhas sejam o menor possível. É preciso que o tempo médio de resolução de um problema seja o menor possível Qualquer manutenção na rede tem

Leia mais

Dedico este livro a Ana Lúcia, minha luz. Jacques Philippe Sauvé

Dedico este livro a Ana Lúcia, minha luz. Jacques Philippe Sauvé A Deus, que me guia e ilumina. Aos meus pais, Everaldo e Helenita, pela confiança e carinho. Ao meu esposo Beto, pelo apoio e paciência. Aos meus irmãos, familiares e amigos que sempre torcem por mim.

Leia mais

MELHORES PRÁTICAS PARA A GERÊNCIA VIGOLVINO RAQUEL LOPES

MELHORES PRÁTICAS PARA A GERÊNCIA VIGOLVINO RAQUEL LOPES MELHORES PRÁTICAS PARA A GERÊNCIA DE REDES DE COMPUTADORES RAQUEL VIGOLVINO LOPES Dissertação submetida à Coordenação do Curso de Pós-Graduação em Informática da Universidade Federal da Paraíba Campus

Leia mais

ARP. Tabela ARP construída automaticamente. Contém endereço IP, endereço MAC e TTL

ARP. Tabela ARP construída automaticamente. Contém endereço IP, endereço MAC e TTL ARP Protocolo de resolução de endereços (Address Resolution Protocol) Descrito na RFC 826 Faz a tradução de endereços IP para endereços MAC da maioria das redes IEEE 802 Executado dentro da sub-rede Cada

Leia mais

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento.

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Laboratório Objetivo: verificar conectivade básica com a rede, atribuir (estaticamente) endereços IP, adicionar rotas (manualmente) e verificar o caminho seguido

Leia mais

Apresentação do Curso

Apresentação do Curso Pós Graduação em Projeto e Gerencia de Redes de Computadores Cadeira de Redes II Gerenciamento de Redes Prof.: Frederico Sauer Apresentação do Curso Objetivos do Curso Apresentar ao aluno os desafios da

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação.

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação. Protocolo TCP/IP PROTOCOLO é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas para uma comunicação a língua comum a ser utilizada na comunicação. TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO,

Leia mais

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina;

Aula prática. Objetivo IPCONFIG. Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br. Informa a configuração atual de rede da máquina; Aula prática Prof. Leandro Pykosz Leandro@sulbbs.com.br Objetivo Nesta aula, você aprenderá a utilizar alguns utilitários de rede que podem ajudá-lo a identificar problemas na rede. No windows existem

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR I

PROJETO INTERDISCIPLINAR I PROJETO INTERDISCIPLINAR I Linux e LPI www.lpi.org João Bosco Teixeira Junior boscojr@gmail.com Certificação LPIC-1 Prova 102 105 Shell, Scripting, e Gerenciamento de Dados 106 Interface com usuário e

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES Página 1 CONHECIMENTO ESPECÍFICO 01. Suponha um usuário acessando a Internet por meio de um enlace de 256K bps. O tempo mínimo necessário para transferir um arquivo de 1M byte é da ordem de A) 4 segundos.

Leia mais

Redes de Computadores II INF-3A

Redes de Computadores II INF-3A Redes de Computadores II INF-3A 1 ROTEAMENTO 2 Papel do roteador em uma rede de computadores O Roteador é o responsável por encontrar um caminho entre a rede onde está o computador que enviou os dados

Leia mais

Aula 03 Regras de Segmentação e Switches

Aula 03 Regras de Segmentação e Switches Disciplina: Dispositivos de Rede II Professor: Jéferson Mendonça de Limas 4º Semestre Aula 03 Regras de Segmentação e Switches 2014/1 19/08/14 1 2de 38 Domínio de Colisão Os domínios de colisão são os

Leia mais

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte)

Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) 1 Aula pratica 4 Testar Conexões TCP/IP em Redes Industrias Usando os comandos Ping e Net View (1.a Parte) Objetivo: Esta aula tem como objetivo apresentar aos alunos como testar a conectividade de uma

Leia mais

Modulo 3. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados

Modulo 3. Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados Modulo 3 Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Comunicação de dados 1 Protocolo ARP Address Resolution Protocol 2 IP utiliza endereços de 32 bits para localização de

Leia mais

DHCP - ESAF. 1- Prova: ESAF - 2005 - SET- RN - Auditor Fiscal do Tesouro Estadual - Prova 2

DHCP - ESAF. 1- Prova: ESAF - 2005 - SET- RN - Auditor Fiscal do Tesouro Estadual - Prova 2 DHCP - ESAF 1- Prova: ESAF - 2005 - SET- RN - Auditor Fiscal do Tesouro Estadual - Prova 2 Um protocolo é um conjunto de regras e convenções para envio de informações em uma rede. Essas regras regem, além

Leia mais

Unidade 5 Utilitários de Redes

Unidade 5 Utilitários de Redes Faculdade INED Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Redes de Computadores Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Fernando Hadad Zaidan 1 Unidade 5 Utilitários de Redes 2 Bibliografia da disciplina

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV Conhecimentos Específicos Questão 21 A questão 21 tem como resposta apenas o item A. A escrita do quarto octeto da máscara de rede com três 0 não invalida a resposta, pois o valor, assim como está escrito

Leia mais

Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves

Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves Campus - Cachoeiro Curso Técnico de Informática Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Prof. João Paulo de Brito Gonçalves CONFIGURAÇÃO DE REDE A configuração de rede envolve, em

Leia mais

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet.

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet. Origem: Surgiu na década de 60 através da DARPA (para fins militares) - ARPANET. Em 1977 - Unix é projetado para ser o protocolo de comunicação da ARPANET. Em 1980 a ARPANET foi dividida em ARPANET e MILINET.

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

Administração de Redes Redes e Sub-redes

Administração de Redes Redes e Sub-redes 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS SÃO JOSÉ SANTA CATARINA Administração de Redes Redes e Sub-redes Prof.

Leia mais

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015

Redes de Computadores. 1 Questões de múltipla escolha. TE090 - Prof. Pedroso. 17 de junho de 2015 TE090 - Prof. Pedroso 17 de junho de 2015 1 Questões de múltipla escolha Exercício 1: Suponha que um roteador foi configurado para descobrir rotas utilizando o protocolo RIP (Routing Information Protocol),

Leia mais

Na Figura a seguir apresento um exemplo de uma "mini-tabela" de roteamento:

Na Figura a seguir apresento um exemplo de uma mini-tabela de roteamento: Tutorial de TCP/IP - Parte 6 - Tabelas de Roteamento Por Júlio Cesar Fabris Battisti Introdução Esta é a sexta parte do Tutorial de TCP/IP. Na Parte 1 tratei dos aspectos básicos do protocolo TCP/IP. Na

Leia mais

Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia

Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia UNISUL 2013 / 1 Universidade do Sul de Santa Catarina Engenharia Elétrica - Telemática 1 Gerência de Redes e Serviços de Comunicação Multimídia Aula 3 Gerenciamento de Redes Cenário exemplo Detecção de

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Configuração de Rede

Configuração de Rede Configuração de Rede 1. Configuração de rede no Windows: A finalidade deste laboratório é descobrir quais são as configurações da rede da estação de trabalho e como elas são usadas. Serão observados a

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Exercícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Segundo Bimestre

Exercícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Segundo Bimestre Exercícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour Segundo Bimestre Exercicio 1: Considere a seguinte configuração de rede estruturada em VLANs 220.0.0.2/24 C VLAN 2 B VLAN 1 A VLAN 1 VLAN 1,2,3

Leia mais

Roteamento e Comutação

Roteamento e Comutação Roteamento e Comutação Uma estação é considerada parte de uma LAN se pertencer fisicamente a ela. O critério de participação é geográfico. Quando precisamos de uma conexão virtual entre duas estações que

Leia mais

Visão geral da arquitetura do roteador

Visão geral da arquitetura do roteador Visão geral da arquitetura do roteador Duas funções-chave do roteador: Executar algoritmos/protocolos (RIP, OSPF, BGP) Comutar os datagramas do link de entrada para o link de saída 1 Funções da porta de

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Motivação Realidade Atual Ampla adoção das diversas tecnologias de redes de computadores Evolução das tecnologias de comunicação Redução dos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Departamento de Informática UFPE Redes de Computadores Nível de Redes - Exemplos jamel@cin.ufpe.br Nível de Rede na Internet - Datagramas IP Não orientado a conexão, roteamento melhor esforço Não confiável,

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Aula 07 - Ferramentas para Administração e Gerência de Redes

Aula 07 - Ferramentas para Administração e Gerência de Redes Arquitetura do Protocolo da Internet Aula 07 - Ferramentas para Administração e Gerência de Redes Prof. Esp. Camilo Brotas Ribeiro cribeiro@catolica-es.edu.br Revisão AS ou SA; IGP e EGP; Vetor de Distância,

Leia mais

Gerência e Administração de Redes

Gerência e Administração de Redes Gerência e Administração de Redes IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm Agenda! Apresentação da disciplina! Introdução! Tipos de Gerência! Ferramentas

Leia mais

P L A N O D E D I S C I P L I N A

P L A N O D E D I S C I P L I N A INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA CAMPUS SÃO JOSÉ SC CURSO TÉCNICO EM TELECOMUNICAÇÕES / REDES DE COMPUTADORES P L A N O D E D I S C I P L I N A DISCIPLINA: Redes de Computadores Carga Horária: 95 HA

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede

Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede Professor: Macêdo Firmino Disciplina: Sistemas Operacionais de Rede O sistema de nome de domínio (DNS) é um sistema que nomeia computadores e serviços de rede e é organizado em uma hierarquia de domínios.

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I

Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I UNIDADE 1 - CONCEITOS BÁSICOS DE REDES... 3 1.1 TCP/IP - O INÍCIO... 3 1.2 ENTENDENDO O IP... 3 1.3 ENTENDENDO O GATEWAY DE REDE... 5 1.4 O SERVIDOR

Leia mais

Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial)

Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial) Protocolos básicos de LANs IP (primeiro trabalho laboratorial) FEUP/DEEC Redes de Banda Larga MIEEC 2009/10 José Ruela Bancada de trabalho Bancada de trabalho equipamento Existem seis bancadas no laboratório

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula Complementar - EQUIPAMENTOS DE REDE 1. Repetidor (Regenerador do sinal transmitido) É mais usado nas topologias estrela e barramento. Permite aumentar a extensão do cabo e atua na camada física

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Lembrando...desempenho de redes ethernet Instituto de Informátic ca - UFRGS Redes de Computadores Equipamentos de Interconexão de redes Aula 12! Ethernet emprega meio compartilhado para transmitir dados

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural

Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP. Modelo Arquitetural Arquitetura e Protocolos de Rede TCP/IP Modelo Arquitetural Agenda Motivação Objetivos Histórico Família de protocolos TCP/IP Modelo de Interconexão Arquitetura em camadas Arquitetura TCP/IP Encapsulamento

Leia mais

A Camada de Rede. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II

A Camada de Rede. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II A Camada de Rede Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II A Camada de Rede e o protocolo IP... 2 O protocolo IP... 2 Formato do IP... 3 Endereçamento IP... 3 Endereçamento com Classes

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Guia de Laboratório de Redes 1º Laboratório: Introdução

Guia de Laboratório de Redes 1º Laboratório: Introdução Guia de Laboratório de Redes 1º Laboratório: Introdução Objectivos (1) Estudo dos protocolos: DHCP, ARP e DNS (2) Familiarização com os utilitários: ipconfig, ping, arp, nslookup e wireshark 1 Objectivo

Leia mais

WebZine Manager. Documento de Projeto Lógico de Rede

WebZine Manager. Documento de Projeto Lógico de Rede WebZine Manager Documento de Projeto Lógico de Rede Versão:1.0 Data: 10 de Setembro de 2012 Identificador do documento: WebZine Manager Versão do Template Utilizada na Confecção: 1.0 Localização: SoftSolut,

Leia mais

Projeto e Instalação de Servidores Estrutura da Internet e do TCP/IP

Projeto e Instalação de Servidores Estrutura da Internet e do TCP/IP Projeto e Instalação de Servidores Estrutura da Internet e do TCP/IP Prof.: Roberto Franciscatto TCP/IP, endereçamento e portas TCP/IP? Dois protocolos TCP = Transfer Control Protocol IP = Internet Protocol

Leia mais

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com

Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Prof. Marcelo Cunha Parte 5 www.marcelomachado.com Criado em 1974 Protocolo mais utilizado em redes locais Protocolo utilizado na Internet Possui arquitetura aberta Qualquer fabricante pode adotar a sua

Leia mais

Funcionamento de ARP entre redes (sub-redes) distintas. Mecanismos de entrega. Funcionamento entre redes (sub-redes): default gateway

Funcionamento de ARP entre redes (sub-redes) distintas. Mecanismos de entrega. Funcionamento entre redes (sub-redes): default gateway Introdução Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Protocolos ARP e ICMP Aula 18 A camada de rede fornece um endereço lógico Uniforme, independente da tecnologia empregada pelo enlace

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA ÁREA DEPARTAMENTAL DE ENGENHARIA DE ELECTRÓNICA E TELECOMUNICAÇÕES E DE COMPUTADORES Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

Uso de Virtual Lan (VLAN) para a disponibilidade em uma Rede de Campus

Uso de Virtual Lan (VLAN) para a disponibilidade em uma Rede de Campus Uso de Virtual Lan (VLAN) para a disponibilidade em uma Rede de Campus Edson Rodrigues da Silva Júnior. Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Fevereiro

Leia mais

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas

Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Introdução: Tutorial de TCP/IP Parte 21 Roteiro Para Resolução de Problemas Prezados leitores, esta é a primeira parte, desta segunda etapa dos tutoriais de TCP/IP. As partes de 01 a 20, constituem o módulo

Leia mais

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva Sistemas Operacionais de Redes Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva Agenda Conhecer o funcionamento do mecanismo de rede Configurar as configurações básicas de rede Compreender

Leia mais

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores

prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores prof.edney@superig.com.br Redes de Computadores Apresentação do professor, da disciplina, dos métodos de avaliação, das datas de trabalhos e provas; introdução a redes de computadores; protocolo TCP /

Leia mais

A) 3; B) 1, 2 e 3; C) 1; D) 2; E) 1e2.

A) 3; B) 1, 2 e 3; C) 1; D) 2; E) 1e2. 21. A empresa ALPHA possui uma classe C para endereçamento de rede IP e usa como máscara o valor 255.255.255.224, para definir suas sub-redes. A quantidade máxima de equipamentos que podem estar conectados

Leia mais

Segurança em Sistemas de Informação

Segurança em Sistemas de Informação Roteiro com a filtragem de pacotes; Configuração de um roteador de filtragem de pacotes; O que o roteador faz com os pacotes; Dicas para a filtragem de pacotes; Convenções para regras de filtragem de pacotes;

Leia mais

Questionário de RC Nota3

Questionário de RC Nota3 Questionário de RC Nota3 Entrega: Individual e escrita à mão. Data de entrega: 30/10. Em todas as questões deverão constar o desenvolvimento da sua resposta, caso contrário a questão será desconsiderada.

Leia mais

Ferramentas de Análise de Rede. Hermes Senger hermes@dc.ufscar.br

Ferramentas de Análise de Rede. Hermes Senger hermes@dc.ufscar.br Ferramentas de Análise de Rede Hermes Senger hermes@dc.ufscar.br Notação O "#" significa que o comando dever ser executado como usuário "root". O "$" significa que o comando deve ser executado como usuário

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Camada de Aplicação A camada de Aplicação é a que fornece os serviços Reais para os usuários: E-mail, Acesso a Internet, troca de arquivos, etc. Portas

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet:

Há dois tipos de configurações bidirecionais usados na comunicação em uma rede Ethernet: Comunicação em uma rede Ethernet A comunicação em uma rede local comutada ocorre de três formas: unicast, broadcast e multicast: -Unicast: Comunicação na qual um quadro é enviado de um host e endereçado

Leia mais

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira Wireshark Captura de Protocolos da camada de aplicação Maicon de Vargas Pereira Camada de Aplicação Introdução HTTP (Hypertext Transfer Protocol) 2 Introdução Camada de Aplicação Suporta os protocolos

Leia mais

Objetivo: Criar redes locais virtuais (VLANs) usando switches e computadores

Objetivo: Criar redes locais virtuais (VLANs) usando switches e computadores Laboratório de IER 7 o experimento Objetivo: Criar redes locais virtuais (VLANs) usando switches e computadores Introdução LANs Ethernet (padrão IEEE 802.3 e extensões) atualmente são construídas com switches

Leia mais

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 03 MODELO OSI/ISO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 03 MODELO OSI/ISO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação INTRODUÇÃO 2 INTRODUÇÃO 3 PROTOCOLOS Protocolo é a regra de comunicação usada pelos dispositivos de uma

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia,

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP. Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP. Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br Protocolos TCP/IP - Tópicos Introdução IP Endereçamento Roteamento UDP, TCP Telnet, FTP Correio DNS Web Firewalls Protocolos TCP/IP

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto

Redes de Computadores. Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto Redes de Computadores Protocolo TCP/IP Profa. Priscila Solís Barreto Internet G G G Introdução Protocolo: Conjunto de regras que determinam como o hardware e o software de uma rede devem interagir para

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Dispositivos de Rede I AULA 07 Roteamento Dinâmico / Protocolo RIP Prof: Jéferson Mendonça de Limas Protocolos de Roteamento Dinâmico Em 1969 a ARPANET utilizava-se de algoritmos

Leia mais

Interconexão de redes locais. Repetidores. Pontes (Bridges) Hubs. Pontes (Bridges) Pontes (Bridges) Existência de diferentes padrões de rede

Interconexão de redes locais. Repetidores. Pontes (Bridges) Hubs. Pontes (Bridges) Pontes (Bridges) Existência de diferentes padrões de rede Interconexão de redes locais Existência de diferentes padrões de rede necessidade de conectá-los Interconexão pode ocorrer em diferentes âmbitos LAN-LAN LAN: gerente de um determinado setor de uma empresa

Leia mais

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1

Redes de Computadores e Teleinformática. Zacariotto 4-1 Redes de Computadores e Teleinformática Zacariotto 4-1 Agenda da aula Introdução Redes de computadores Redes locais de computadores Redes de alto desempenho Redes públicas de comunicação de dados Computação

Leia mais

Desempenho. Prof. Thiago Nelson

Desempenho. Prof. Thiago Nelson Desempenho Prof. Thiago Nelson Utilização da Rede A utilização reflete o percentual da capacidade da rede utilizada em um dado instante de tempo. Exemplo: Um tráfego de 30% em um segmento Ethernet 10 Mbpsrepresenta

Leia mais

Linux Administração. Sobre o curso. Destinatários. Redes e Sistemas - Sistemas Operativos

Linux Administração. Sobre o curso. Destinatários. Redes e Sistemas - Sistemas Operativos Linux Administração Redes e Sistemas - Sistemas Operativos Localidade: Braga Data: 08 Aug 2016 Preço: 1050 ( Os valores apresentados não incluem IVA. Oferta de IVA a particulares e estudantes ) Horário:

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Teoria e Prática Douglas Rocha Mendes Novatec Sumário Agradecimentos...15 Sobre o autor...15 Prefácio...16 Capítulo 1 Introdução às Redes de Computadores...17 1.1 Introdução... 17

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores 8. Segurança de Rede DIN/CTC/UEM 2008 : o que é? Dispositivo que permite conectividade segura entre redes (interna e externa) com vários graus de confiabilidade Utilizado para implementar e impor as regras

Leia mais

Objetivos: i) Verificar o impacto de loops em redes locais ii) Configurar o protocolo STP para remover loops da rede

Objetivos: i) Verificar o impacto de loops em redes locais ii) Configurar o protocolo STP para remover loops da rede Laboratório de Redes de Computadores 2 8 o experimento Objetivos: i) Verificar o impacto de loops em redes locais ii) Configurar o protocolo STP para remover loops da rede Introdução A interligação de

Leia mais

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2

Redes de Computadores. Trabalho de Laboratório Nº2 Redes de Computadores Curso de Eng. Informática Curso de Eng. de Electrónica e Computadores Trabalho de Laboratório Nº2 Configuração de TCP/IP numa rede de computadores Utilização de Ipconfig, Ping e Tracert

Leia mais

Fundamentos dos protocolos internet

Fundamentos dos protocolos internet Fundamentos dos protocolos internet - 2 Sumário Capítulo 1 Fundamentos dos protocolos internet...3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 14 2.1. Objetivos... 14 2.2. Troubleshooting...

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. Elementos de Redes Locais

Fundamentos de Redes de Computadores. Elementos de Redes Locais Fundamentos de Redes de Computadores Elementos de Redes Locais Contexto Implementação física de uma rede de computadores é feita com o auxílio de equipamentos de interconexão (repetidores, hubs, pontos

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

Endereçamento. Endereço IP. Exemplo. Endereço IP. Como verificar? Certo ou errado? 13/12/2011

Endereçamento. Endereço IP. Exemplo. Endereço IP. Como verificar? Certo ou errado? 13/12/2011 Endereçamento Luciana Balieiro Cosme Permite identificar unicamente um equipamento na rede; O endereço IP não pode ser arbitrariamente atribuído; Cada rede possui uma faixa de endereços que podem ser distribuídos

Leia mais

Introdução Introduç ão Rede Rede TCP/IP Roteame Rotea nto nto CIDR

Introdução Introduç ão Rede Rede TCP/IP Roteame Rotea nto nto CIDR Introdução as Redes TCP/IP Roteamento com CIDR LAN = Redes de Alcance Local Exemplo: Ethernet II não Comutada Barramento = Broadcast Físico Transmitindo ESCUTANDO ESCUTANDO A quadro B C B A. DADOS CRC

Leia mais

FormaçãoIPv6-RCTS. Componente Prática Parte I

FormaçãoIPv6-RCTS. Componente Prática Parte I FormaçãoIPv6-RCTS Componente Prática Parte I Parte I Introdução, Endereçamento, Autoconfiguração e DNS Prática #1 Visitar o site: http://ipv6-tracker.fccn.pt Verificar instituições com dados inseridos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores 1 Elmano R. Cavalcanti Redes de Computadores Camada de Rede elmano@gmail.com facisa-redes@googlegroups.com http://sites.google.com/site/elmano Esta apresentação contém slides fornecidos pela Editora Pearson

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais