G E S T Ã O D E I N V E S T I M E N T O S E C U S T O S D E C A P I T A L H U M A N O E M T E M P O S D E C R I S E

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "G E S T Ã O D E I N V E S T I M E N T O S E C U S T O S D E C A P I T A L H U M A N O E M T E M P O S D E C R I S E"

Transcrição

1 H E A L T H W E A L T H C A R E E R G E S T Ã O D E I N V E S T I M E N T O S E C U S T O S D E C A P I T A L H U M A N O E M T E M P O S D E C R I S E 0 1 D E O U T U B R O D E 2015

2 C E O C H A L L E N G E P R I N C I PA I S D E S A F I O S CEO s definiram o ranking dos cinco principais desafios das empresas para 2015 O foco dos CEO s é no Capital Humano (1), seguido por Excelência Operacional (2) visando capturar oportunidades de crescimento Relacionamento com os Clientes (3) com foco na melhoria da qualidade dos serviços e clientes Criar e disseminar uma cultura de Inovação (4) Aspectos Regulatórios (5) são uma grande preocupação devido a grande interferência governamental nos negócios, aliada às exigências de transparência, por parte das empresas Fonte: Mercer e The Conference Board, 2015 (C) MERCER

3 R E S U M O D AS Q U E S T Õ E S C H AV E S REDEFININDO UMA CULTURA BASEADA EM PERFORMANCE Alinhar estrutura organizacional com a estratégia dos negócios Promover cultura de accountability Melhorar engajamento dos empregados visando maior produtividade Assegurar que a liderança defina metas claras e gerencie o ciclo de performance Criar cultura de inovação e recompensar empreendedorismo e tomada de riscos (C) MERCER

4 AÇ Õ E S P R I O R I T Á R I A S PAR A M E L H O R A R O D E S E M P E N H O F I N A N C E I R O PRINCIPAIS DESTAQUES DA PESQUISA PANORAMA RH 2015 A maioria das empresas reduziram o orçamento de RH 50% das empresas pretendem fazer alterações significativas nas operações em 2015, sendo 81% reestruturação organizacional 50% das empresas pretendem reduzir seu headcount A maioria das empresas prevê crescimento da folha de pagamento inferior a inflação em 2015 (C) MERCER

5 AÇ Õ E S P R I O R I T Á R I A S PAR A M E L H O R A R O D E S E M P E N H O F I N A N C E I R O PRINCIPAIS DESTAQUES DA PESQUISA PANORAMA RH 2015 Os aumentos por mérito serão menores em todos os níveis hierárquicos 1/3 das empresas acreditam que os bônus/plr a serem pagos em 2016 serão inferiores ao target Mais da metade das empresas efetuarão ajustes em programas de remuneração fixa e variável este ano 2/3 das empresas revisarão os desenhos / custos dos benefícios atuais 1/3 das empresas não possuem um plano formal de sucessão (C) MERCER

6 O T I M I Z A Ç Ã O D A E S T R U T U R A O R G A N I Z A C I O N A L D E S A F I O S A Ç Õ E S R E S U LTA D O S Empresas que necessitam analisar a sua atual estrutura e indicadores de eficiência com finalidade de: Reestruturação organizacional Melhor utilização dos seus talentos Identificação de possíveis eficiências para a organização Benchmarking de estrutura organizacional, incluindo: Levantamento de dados e indicadores de mercado Análise de gap s de estrutura organizacional e de indicadores de eficiência Recomendações com base no contexto atual e estratégias do negócio Os resultados obtidos incluem: Estruturas mais alinhadas às práticas do mercado competidor e a realidade atual da organização Identificação de oportunidades para redução de custos e eficiência operacional Clareza e direcionamento para os planos de ação MERCER

7 O T I M I Z A Ç Ã O D A E S T R U T U R A O R G A N I Z A C I O N A L I l u s t r a ç ã o : e x e m p l o s d e e n t r e g á v e i s Melhores práticas de Estruturas Organizacionais - Número de níveis - Linhas de reporte - Diferença de steps para cada função de gestão Level No. of Employees Span of Control Desvios no Span of Control MERCER

8 D E F I N I Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O D E T R I L H A S D E C A R R E I R A S D E S A F I O S A Ç Õ E S R E S U LTA D O S Crescimento na carreira é o item #1 em valorização pelos funcionários: Caminhos de carreira claros e bem estruturados são um forte diferencial para a retenção dos melhores profissionais A construção e desenvolvimento de talentos internamente preparará a empresa para a retomada pós-crise Estruturar as trilhas de carreira, contendo elementos tais como: Perfis claros para os diferentes papéis existentes: requisitos, competências e conhecimentos Comunicação dos caminhos possíveis de carreira: lineares, não-lineares, cross-functional Treinamento para os gestores Em organizações avançadas neste processo, observamos: Responsabilidade integrada e compartilhada: Funcionário + Gestor + Empresa (RH) ROI nos programas de trilhas de carreira Maior engajamento = melhores resultados ( felicidade dá lucro ) MERCER

9 D E F I N I Ç Ã O E C O M U N I C A Ç Ã O D E T R I L H A S D E C A R R E I R A S C O P Y R I G H T M E R C E R

10 R E V I S Ã O D A E S T R AT É G I A D E R E M U N E R A Ç Ã O T O TA L D E S A F I O S A Ç Õ E S R E S U LTA D O S Alterações no cenário externo que levam as empresas à: Revisar sua filosofia de remuneração total Mudar a atual estratégia de posicionamento de mercado Analisar se os atuais modelos de incentivos estão em linha com os objetivos do negócio Retenção de talentos críticos Estudos de mercado e diagnóstico, incluindo: Análise da competitividade do pacote de remuneração total Revisão das mecânicas dos planos para incentivar a performance Análise de modelos que gerem maior eficiência (custos) Benchmark de benefícios Pacote de remuneração total que apresente: Mix de remuneração viável ao negócio e competitivo Planos de incentivos coerentes com o contexto interno e externo Custos sob controle MERCER

11 R E D U Z I R A E X P O S I Ç Ã O A O S PA S S I V O S P Ó S - E M P R E G O Plano de aposentadoria Plano médico para aposentados Severance plan, multa FGTS e outros Redução da provisão pode causar impacto imediato no P&L (ou seja, diretamente no resultado) Concordância da auditoria contábil externa (ao critério utilizado no reconhecimento dessa redução de passivo) (C) MERCER

12 R E D U Z I R D E S P E S A S O P E R A C I O N A I S D E P L A N O S D E P R E V I D Ê N C I A Processo de seleção de provedores visando troca ou renegociação para redução das taxas de administração Taxas de carregamento e de gestão financeira foram substancialmente reduzidas nos últimos anos Transferência das despesas de administração para os investimentos, eliminando custos para a empresa entidade se torna autossustentável Ponderação entre custo para a empresa e redução do benefício para o empregado nos planos de contribuição definida Terceirização da administração de entidades fechadas de previdência Troca de veículo financeiro, como no caso de plano de entidade fechada de pequeno porte para um fundo multipatrocinado (C) MERCER

13 S U S P E N S Ã O O U R E D U Ç Ã O D E C O N T R I B U I Ç Õ E S A O P L A N O D E P R E V I D Ê N C I A Viabilidade Possibilidade prevista em muitos regulamentos/contratos Temporária, mas sem prazo definido para retomada Aspectos Jurídicos Alguns Cuidados Exemplos Recomendada análise jurídica prévia para mitigar riscos Pode requerer aprovação do governo (se entidade fechada) Definir prazo e condições na retomada (retroagir, corrigir?) Caso não prevista essa possibilidade, redesenhar plano Suspensão total das contribuições ao plano Contrapartida de até 100%, ou entre 50% e 150% (C) MERCER

14 O MERCADO DE SAÚDE D A D O S D O S E T O R FATORES QUE CONTRIBUEM PARA O AUMENTO DE CUSTOS CUSTOS COM SAÚDE E O ENVELHECIMENTO Quantidade total de beneficiários 50,8 MM (25% da população) Beneficiários em planos corporativos 33,7 MM 62,6% dos beneficiários estão na região sudeste Custos com saúde em 2014 de R$95 BI Custos subsidiado pelas empresas de R$74 BI Novas tecnologias e tratamentos Atualização do ROL a cada 2 anos Negociação entre operadoras e provedores Falta de gerenciamento adequado Utilização inadequada pela ausência de programas de comunicação Expectativa de impacto nos custos devido ao envelhecimento da população, segundo estudo realizado pela MMB 0 a 24 anos = 0,5% 25 a 54 anos = 2% 55 a 79 anos = 4,5% Acima de 80 anos = 3% Expectativa de gasto das empresas em 2015 de R$88,6 BI (C) MERCER

15 EVOLUÇÃO DOS CUSTOS NOS ÚLTIMOS 5 ANOS INFLAÇÃO DOS ÚLTIMOS 5 ANOS (VCMH + IPCA) Fonte: Série histórica VCMH IESS 15,4 % 16,0% 17,7% 12,9% Inflação médica 7,6% 5,9% 6,5% 5,8% 5,9% 6,4% IPCA (C) MERCER

16 ESTIMATIVA DE EVOLUÇÃO DOS CUSTOS MÉDICOS PREMISSAS UTILIZADAS BENEFÍCIO FRENTE À FOLHA 14,4% ,38% ,90% 11,07% 12,6% ,07% 11,10% Fonte: Pesquisa de Benefícios Mercer Marsh Benefícios TM ÍNDICES ACIMA DA INFLAÇÃO Reajuste salarial (2015) 1,8% VCMH 4,5% Diferença 2,7% Diferença 2,7% Custos versus folha Evolução dos custos versus folha Aumento em relação ao custo atual 14,2% 30,5% Fonte: Projeções Mercer e Mercer Mash Benefícios TM

17 COMO É POSSÍVEL CONTROLAR Desenhar o benefício de acordo com a estratégia de negócio e com a política de Recursos Humanos Identificar e mitigar os riscos do benefício, principalmente no que se refere aos compromissos pós-emprego (aposentados) Revisar o processo operacional da administração de benefícios (integração de dados, outsourcing) na busca de maior eficiência operacional Conhecer o perfil da população da empresa, para identificação dos tipos de programas adequados ao controle dos custos Estabelecer quais os programas de prevenção, educação e gestão de saúde que poderão produzir resultados Desenvolver programas de comunicação robustos para ajudar no aumento da percepção do benefício (C) MERCER

18 A Ç Õ E S P R I O R I T Á R I A S PA R A M E L H O R A R O D E S E M P E N H O F I N A N C E I R O (C) MERCER

19 H E A L T H W E A L T H C A R E E R O B R I G A D O

Março, Gerenciamento da Remuneração Total e a Crise Global. Práticas e Tendências de Mercado.

Março, Gerenciamento da Remuneração Total e a Crise Global. Práticas e Tendências de Mercado. Março, 2009 Gerenciamento da Remuneração Total e a Crise Global Práticas e Tendências de Mercado www.mercer.com Introdução Características das Empresas Participantes Total de Empresas Pesquisadas: 171

Leia mais

GESTÃO DE PESSOAS 2019

GESTÃO DE PESSOAS 2019 TENDÊNCIAS EM GESTÃO DE PESSOAS 2019 10 ANOS DE ESTUDO Katia Moreno e José Antonio Silva Amostra da Pesquisa 63 empresas participantes 32 setores representados 80% dos respondentes são diretores ou gerentes

Leia mais

Matéria sobre a Pesquisa: de- rh-para

Matéria sobre a Pesquisa:  de- rh-para Matéria sobre a Pesquisa: www.isk.com.br/perspectivas-de de- rh-para para-2017 EmpresasParticipantes Perfil das Empresas Participantes 2% 23% Origem de Capital 37% Nacional Segmento de Atuação Multinacional

Leia mais

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação

Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação Fórum de Empresas Estatais Federais Plano de Cargos, Salários e Remuneração Capacitação de RH para Inovação A prática de remuneração variável e gestão por competências no setor público brasileiro Agenda

Leia mais

F U N D A M E N T O S D A G E S T Ã O D E T A L E N T O S

F U N D A M E N T O S D A G E S T Ã O D E T A L E N T O S F U N D A M E N T O S D A G E S T Ã O D E T A L E N T O S A gestão de talentos é um componente fundamental para o RH. Com o foco cada vez maior em pessoas, todos os profissionais de RH precisam entender

Leia mais

WHEN WOMEN THRIVE BUSINESSES THRIVE

WHEN WOMEN THRIVE BUSINESSES THRIVE HEALTH WEALTH CAREER WHEN WOMEN THRIVE BUSINESSES THRIVE PESQUISA GLOBAL DA MERCER PARA DIVERSIDADE DE GÊNERO ANA LAURA ANDRADE ANA PAULA HENRIQUES AGOSTO, 2016 Sua empresa tem uma meta de percentual de

Leia mais

Soluções para Estruturação de Plano de Cargos

Soluções para Estruturação de Plano de Cargos Towers Watson Soluções para Estruturação de Plano de Cargos Global Grading System (GGS) e Mapas de Carreira A abordagem para estruturação de plano de cargos da Towers Watson ajuda as organizações a gerenciar

Leia mais

Nossas soluções para o setor sucroenergético

Nossas soluções para o setor sucroenergético www.pwc.com.br Nossas soluções para o setor sucroenergético Centro PwC Brasil de Excelênca em Agribusiness Serviços PwC para o setor sucroenergético Agrícola Gestão de fornecedores de cana Revisão da estrutura

Leia mais

6ª Ed. Remuneração Estratégica e Benefícios. Aplicação das melhores práticas e políticas de remuneração, benefícios e programas motivacionais

6ª Ed. Remuneração Estratégica e Benefícios. Aplicação das melhores práticas e políticas de remuneração, benefícios e programas motivacionais 6ª Ed. Remuneração Estratégica e Benefícios Aplicação das melhores práticas e políticas de remuneração, benefícios e programas motivacionais 22 de novembro de 2016 São Paulo/SP APOIO REALIZAÇÃO CENTRAL

Leia mais

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica

Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Como desenvolver competências profissionais para a produtividade na indústria gráfica Refletir sobre o impacto da capacitação no aumento da produtividade. Identificar e discutir alternativas e soluções

Leia mais

Segmentos Varejo e Prime Josué Augusto Pancini. Diretor Vice-Presidente

Segmentos Varejo e Prime Josué Augusto Pancini. Diretor Vice-Presidente 11 Informação Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia.

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL 2017 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL AVISO LEGAL Esta apresentação pode conter certas declarações prospectivas e informações relativas ao Centro de Imagem Diagnósticos S.A. (Alliar) e suas controladas, que

Leia mais

PRIORIDADES E TENDÊNCIAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EM PORTUGAL APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO SURVEY 2ª EDIÇÃO (2016)

PRIORIDADES E TENDÊNCIAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EM PORTUGAL APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO SURVEY 2ª EDIÇÃO (2016) PRIORIDADES E TENDÊNCIAS DA GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EM PORTUGAL APRESENTAÇÃO DOS 2ª EDIÇÃO (2016) Lisboa, 23 de Novembro de 2016 1 OBJETIVOS E PRINCÍPIOS ORIENTADORES 2 O B J E T I V O S 1 2 3 4 As

Leia mais

Remuneração e Recompensa

Remuneração e Recompensa Remuneração e Recompensa Disciplina: Gestão por Competências Prof. Joel Dutra Alunas: Cristina Leme Elizângela de Jesus Oliveira Fernanda Ferrari Agenda Contexto / Conceitos Apresentação Empresa Objeto

Leia mais

Treinamento e Desenvolvimento

Treinamento e Desenvolvimento Aula 8 Treinamento e Desenvolvimento Agenda 1 2 Seminário T&D e Estratégia de RH 3 4 Treinamento & Desenvolvimento Desenvolvimento de Lideranças 1 Seminário 3 The Young and the Clueless Bunker, K. A.;

Leia mais

Master Executive Coach

Master Executive Coach Master Executive Coach S O B R E O I N S T I T U T O M E N T O R C O A C H Instituição de Coaching, Treinamento & Desenvolvimento Humano, com atuação em todo Brasil com a Missão de disseminar a cultura

Leia mais

PAPEL E CELULOSE. Assim, sua empresa garante maior competitividade para assumir um papel cada vez mais importante no mercado.

PAPEL E CELULOSE. Assim, sua empresa garante maior competitividade para assumir um papel cada vez mais importante no mercado. Segmento MANUFATURA PAPEL E CELULOSE Para a sua empresa de papel e celulose, as soluções de software de gestão para o segmento de manufatura da TOTVS oferecem fluidez na informação e nos fluxos de trabalho.

Leia mais

NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL NOVA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL - Objetivos - Evolução Grupo Governança Corporativa - Captura de Sinergias - Racionalização Processos - Viabilizar o Processo de Crescimento - Valorização dos Talentos Antecedentes

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS. Parte II MOVIMENTANDO PESSOAS. 1 A Gestão de Pessoas no Contexto Contemporâneo...

SUMÁRIO. Parte I COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS. Parte II MOVIMENTANDO PESSOAS. 1 A Gestão de Pessoas no Contexto Contemporâneo... SUMÁRIO Apresentação... xiii Parte I COMPREENDENDO A GESTÃO DE PESSOAS 1 A Gestão de Pessoas no Contexto Contemporâneo... 3 Importância da gestão de pessoas... 4 A gestão de pessoas passada a limpo...

Leia mais

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades d de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

Soluções de Nivelamento de Cargos

Soluções de Nivelamento de Cargos Towers Watson Soluções de Nivelamento de Cargos Global Grading System (GGS) e Mapa de Carreira A abordagem sistemática da Towers Watson para nivelamento de cargos ajuda as organizações a gerenciar as

Leia mais

METAL MECÂNICO E PLÁSTICOS

METAL MECÂNICO E PLÁSTICOS Segmento MANUFATURA METAL MECÂNICO E PLÁSTICOS Para que a sua empresa de metal mecânico e plásticos transforme gestão de qualidade em bons resultados, a TOTVS oferece soluções que garantem controle em

Leia mais

Sumário. Apresentação da 2 a edição, 11. Parte i Visão geral da gestão de pessoas, 13

Sumário. Apresentação da 2 a edição, 11. Parte i Visão geral da gestão de pessoas, 13 Sumário Apresentação da 2 a edição, 11 Parte i Visão geral da gestão de pessoas, 13 1 A gestão de pessoas passada a limpo, 15 Introdução, 15 Novo contrato entre pessoas e organizações, 20 O porquê de um

Leia mais

POLÍTICA CARGOS E REMUNERAÇÃO

POLÍTICA CARGOS E REMUNERAÇÃO 1 / 9 1. OBJETIVO 1.1 Geral Estabelecer uma política eficaz para a ascensão profissional dos seus colaboradores, de acordo com suas aptidões e desempenho; assim como subsidiar o desenvolvimento no plano

Leia mais

Na área de GESTÃO, no Jurídico - CONTRATAÇÃO,

Na área de GESTÃO, no Jurídico - CONTRATAÇÃO, A JML possui uma equipe especializada que compreende a demanda de cada cliente e elabora conteúdos focados em casos concretos e temas de maior interesse de cada entidade. Alicerçada pela qualidade e seriedade

Leia mais

POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DOS ADMINISTRADORES

POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DOS ADMINISTRADORES POLÍTICA DE REMUNERAÇÃO DOS ADMINISTRADORES DATA DE EMISSÃO 09/10/2018 DATA DE REVISÃO 00/00/0000 Nº REVISÃO 000 1. INTRODUÇÃO A presente Instrução de Trabalho estabelece os procedimentos operacionais

Leia mais

Remuneração estratégica e seu impacto na geração de valor

Remuneração estratégica e seu impacto na geração de valor OSCAR MALVESSI Consultoria em Valor Av. Paulista, 807 - conj. 2309 01311-100 - São Paulo - SP e-mail: oscar@oscarmalvessi.com.br www.oscarmalvessi.com.br Tel. 11-3283-3144 Remuneração estratégica e seu

Leia mais

BENS DE CAPITAL. Assim, sua empresa garante automatização da cadeia de suprimentos e eficiência da operação.

BENS DE CAPITAL. Assim, sua empresa garante automatização da cadeia de suprimentos e eficiência da operação. Segmento MANUFATURA BENS DE CAPITAL As soluções de software de gestão para o segmento de manufatura da TOTVS são especialistas na produção de resultados para o subsegmento de bens de capital. Um conjunto

Leia mais

DKRO GESTÃO EFICAZ E TECNOLOGIA

DKRO GESTÃO EFICAZ E TECNOLOGIA DKRO DKRO Somos uma empresa especializada em Tecnologia e Consultoria em Eficácia Empresarial e Eficiência Operacional no âmbito da Cadeia de Suprimentos, em especial nas Operações Logísticas. LOGÍSTICA

Leia mais

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento

Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Soluções em Recursos Humanos, Treinamento e Conhecimento Habilidade, métodos, políticas, técnicas e práticas QUEM SOMOS Somos uma empresa jovem com a visão de valorização do recurso humano como impulso

Leia mais

BENS DE CONSUMO. Tudo para que a sua empresa tenha uma gestão completa, flexível e integrada, e conquiste resultados ainda melhores.

BENS DE CONSUMO. Tudo para que a sua empresa tenha uma gestão completa, flexível e integrada, e conquiste resultados ainda melhores. Segmento MANUFATURA BENS DE CONSUMO Para o subsegmento de bens de consumo, as soluções de software de gestão da TOTVS produzem resultados em série. Um conjunto de funcionalidades que atuam na essência

Leia mais

B e n e f í c i o s. Gestão da Saúde

B e n e f í c i o s. Gestão da Saúde B e n e f í c i o s Gestão da Saúde O GRUPO NUNES & GROSSI Atuamos no mercado de benefícios, oferecendo produtos de qualidade e criados sob medida para você, sua família ou empresa. Através da nossa Administradora

Leia mais

Ajustes em tempos de crise. Por onde começar?

Ajustes em tempos de crise. Por onde começar? Ajustes em tempos de crise. Por onde começar? Upwards 2 Em nossas atividades práticas, notamos que as pequenas e médias empresas apresentam desafios enormes, tanto quanto as grandes corporações, em fazer

Leia mais

Tema: Reconhecimento & Recompensa Desenhando a estratégia de Remuneração. Palestrante: Andre Moreira Santos

Tema: Reconhecimento & Recompensa Desenhando a estratégia de Remuneração. Palestrante: Andre Moreira Santos Tema: Reconhecimento & Recompensa Desenhando a estratégia de Remuneração Palestrante: Andre Moreira Santos CONTEXTO Qual a maior empresa de mídia no mundo? Pressão da nova CONCORRÊNCIA Evolução constante

Leia mais

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho

Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho O QUE É O MODELO O Modelo SESI de Sustentabilidade no Trabalho é uma ferramenta de diagnóstico e auto-avaliação que propõe às indústrias brasileiras uma reflexão

Leia mais

R E S U L T A D O S E TENDÊNCIAS DE R E M U N E R A Ç Ã O T O T A L I N D Ú S T R I A F I N A N C E I R A. Rafael Ricarte Senior Associate

R E S U L T A D O S E TENDÊNCIAS DE R E M U N E R A Ç Ã O T O T A L I N D Ú S T R I A F I N A N C E I R A. Rafael Ricarte Senior Associate H E A L T H W E A L T H C A R E E R R E S U L T A D O S E TENDÊNCIAS DE R E M U N E R A Ç Ã O T O T A L I N D Ú S T R I A F I N A N C E I R A Rafael Ricarte Senior Associate MERCER 2016 V SEMINÁRIO PARA

Leia mais

Versão online:

Versão online: Versão online: www.profissionalenegocios.com.br Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Perfil das Empresas Participantes Proporção RH x Total 1,8% Perfil das Empresas Participantes Proporção

Leia mais

2. MODELO EVOLUCIONÁRIO Incerteza Adaptação aos ambientes interno e externo

2. MODELO EVOLUCIONÁRIO Incerteza Adaptação aos ambientes interno e externo 3 PARADIGMAS DE GESTÃO 1. MODELO RACIONAL Passos no desenvolvimento da estratégia 1. Definição da missão - Definir utilidade - Definir objetivos estratégicos 2. Análise SWOT - Análise interna - Previsão

Leia mais

Capital Humano. Programa de Desenvolvimento em. Um novo Mercer College para você!

Capital Humano. Programa de Desenvolvimento em. Um novo Mercer College para você! Programa de Desenvolvimento em Capital Humano Um novo College para você! O College mudou para se adequar à sua necessidade e de sua empresa. Muito mais completo e flexível, nosso programa apresenta os

Leia mais

Remuneração. Introdução

Remuneração. Introdução Remuneração Introdução Remuneração Remuneração se refere a todas as formas de retornos financeiros e serviços tangíveis e benefícios que os empregados recebem como parte da relação de emprego. Remuneração

Leia mais

MACROPROCESSOS FINALÍSTICOS

MACROPROCESSOS FINALÍSTICOS MACROPROCESSOS FINALÍSTICOS Os macroprocessos do SESCOOP/RN foram elaborados no Projeto Gestão por Competência, projeto este iniciado em 2012 pela Unidade Nacional do SESCOOP, com o apoio e assessoramento

Leia mais

MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA

MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA MBA em GESTÃO DE FINANÇAS E CONTROLADORIA OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA em Finanças e Controladoria é capacitar e atualizar profissionais de finanças e controladoria

Leia mais

Processos Inovadores na Análise dos Fatores Humanos

Processos Inovadores na Análise dos Fatores Humanos Processos Inovadores na Análise dos Fatores Humanos A Nova Marca Há 60 anos, o A.C.Camargo traz em seu DNA a atuação focada nos 4 pilares: prevenção, tratamento, ensino e pesquisa; Esse posicionamento

Leia mais

Capítulo 1. Estratégia de Recursos Humanos

Capítulo 1. Estratégia de Recursos Humanos Capítulo 1 Estratégia de Recursos Humanos CAPITAL HUMANO Recruitment Fulfillment Capital humano é intangível Não é possível gerenciar o capital humano da mesma forma que gerenciam trabalhos, produtos e

Leia mais

IMAGENS ILUSTRATIVAS

IMAGENS ILUSTRATIVAS IMAGENS ILUSTRATIVAS Despesa Pessoal Executivo: 46,59% RCL (acima do Limite Prudencial 46,55%); Dívida: 222,90% RCL (acima Limite 200%) Déficit Anual da Previdência: R$ 11,6 bi LRF DIAGNÓSTICO Insuficiência

Leia mais

Sistema CFQ/CRQ Planejamento Estratégico INOVAÇÃO & INTEGRAÇÃO

Sistema CFQ/CRQ Planejamento Estratégico INOVAÇÃO & INTEGRAÇÃO Sistema CFQ/CRQ Planejamento Estratégico 2018-2028 INOVAÇÃO & INTEGRAÇÃO A importância do pensar e agir estrategicamente nos dias atuais 1. Ter uma unica gestão estratégica 2. Ter um direcionamento estratégico

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS DURAÇÃO: 432 h/a - 20 meses aproximadamente AULAS: Segundas e Terças ou Sábados (Quinzenais) DIAS E HORÁRIOS DISPONÍVEIS Segundas e Terças Sábados Segundas e Terças

Leia mais

Desafios de Implementação Banco de Dados de Perdas Operacionais SUSEP BDPO Conferência CNSeg

Desafios de Implementação Banco de Dados de Perdas Operacionais SUSEP BDPO Conferência CNSeg Desafios de Implementação Banco de Dados de Perdas Operacionais SUSEP BDPO Conferência CNSeg 25 de Fevereiro 2015 Objetivo da Sessão Apresentar o contexto e racional da implementação do Banco de dados

Leia mais

QUÍMICA E RECICLAGEM. Assim, sua empresa garante mais eficiência e produtividade no dia a dia.

QUÍMICA E RECICLAGEM. Assim, sua empresa garante mais eficiência e produtividade no dia a dia. Segmento MANUFATURA QUÍMICA E RECICLAGEM No mercado de química e reciclagem, gestão de qualidade é um dos elementos mais importantes para uma operação lucrativa. Pensando nisso, a TOTVS oferece soluções

Leia mais

SUA SAÚDE EM UM SÓ LUGAR

SUA SAÚDE EM UM SÓ LUGAR SUA SAÚDE EM UM SÓ LUGAR Líder Mundial em Saúde Digital Somos especialistas em entender e reduzir o risco da sua população. No Mundo Referência Mundial em Gestãode Saúde Digital, Crônicos e Saúde Populacional

Leia mais

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS...

POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS... POLÍTICAS DE RECURSOS HUMANOS CONHECENDO UM POUCO MAIS... As avaliações e premiações são consideradas salários indiretos que tem como principal objetivo motivar, reter e consequentemente garantir bons

Leia mais

1 - Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas

1 - Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas 1 - Significados do termo RH ou Gestão de Pessoas RH como função ou departamento: RH é a unidade operacional que funciona como órgão de staff, isto é, como elemento prestador de serviços nas áreas de recrutamento,

Leia mais

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua;

A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; QUEM SOMOS A Mongeral Aegon é a seguradora mais antiga do Brasil em atividade contínua; Especializada em Vida e Previdência, possui portfólio completo para assegurar nossos clientes e seus familiares dos

Leia mais

Soluções para estruturação de plano de cargos e salários. GGS Global Grading System e Mapas de Carreira

Soluções para estruturação de plano de cargos e salários. GGS Global Grading System e Mapas de Carreira Soluções para estruturação de plano de cargos e salários GGS Global Grading System e Mapas de Carreira Soluções para estruturação de planos de cargos e salários As abordagens da Willis Towers Watson para

Leia mais

BOA TARDE! Copyright Global Line. Global Line 1

BOA TARDE! Copyright Global Line. Global Line 1 BOA TARDE! Copyright Global Line Global Line 1 DESAFIO INTERCULTURAL EQUIPE UNICULTURAL EQUIPE MULTICULTURAL Problemas de comunicação e preconceitos Baixa integração da equipe Baixa motivação e performance

Leia mais

Estratégia e governança [G4-34]

Estratégia e governança [G4-34] 19 Estratégia e governança [G4-34] Aos 45 anos, a Unimed-BH é uma cooperativa médica que responde por um amplo sistema de saúde. São dois focos de negócio: a operação de planos de saúde e a Rede Própria

Leia mais

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias

Quem somos. Porque ABCCorp? Referencias 1 Quem somos 2 Porque ABCCorp? 3 Referencias Trabalhamos como você! Experiência não somente acadêmica, sobre o teu segmento; Entendemos suas expectativas Valorizamos e garantimos o teu investimento com

Leia mais

Ementas. Certificate in Marketing Management CMM

Ementas. Certificate in Marketing Management CMM Ementas Certificate in Marketing Management CMM Agosto 2012 Fundamentos de Marketing Análise do Ambiente de Marketing Elementos externos Consumidor Concorrência e seus produtos Mercado Ambiente geral Elementos

Leia mais

Resultados Gerais. 2 Estudo Latino-Americano de Tecnologia de Recursos Humanos

Resultados Gerais. 2 Estudo Latino-Americano de Tecnologia de Recursos Humanos Resultados Gerais 2 Estudo Latino-Americano de Tecnologia de Recursos Humanos O uso da tecnologia de Recursos Humanos nunca foi tão alto na América Latina. Quase 40% das empresas da região contam com uma

Leia mais

Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil

Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil Gestão de Desempenho: a experiência do Grupo Águas do Brasil Agenda Objetivos da G. Desempenho Conceitos estruturantes O Modelo concebido para o grupo Águas do Brasil Relato da Experiência e dos Resultados

Leia mais

Apresentação Exposuper. Diego Furtado e Elton Moraes Junho 2017

Apresentação Exposuper. Diego Furtado e Elton Moraes Junho 2017 Apresentação Exposuper Diego Furtado e Elton Moraes Junho 2017 Agenda do Dia SOBRE NÓS MACRO TENDÊNCIAS DO SETOR DE VAREJO REMUNERAÇÃO ENGAJAMENTO CONTATOS 2017 Korn Ferry. All rights reserved 2 1 Sobre

Leia mais

PERSPECTIVAS DE I N V E S T I M E N T O S P A R A O 2 º S E M E S T R E D E

PERSPECTIVAS DE I N V E S T I M E N T O S P A R A O 2 º S E M E S T R E D E H E A L T H W E A L T H C A R E E R PERSPECTIVAS DE I N V E S T I M E N T O S P A R A O 2 º S E M E S T R E D E 2 0 1 8 JUNHO DE 2018 Recife Bruno Shimizu, CFP São Paulo V I S Ã O G E R A L Análise do

Leia mais

ATUAÇÃO. A Wiabiliza integra modelos Organizacionais, de Negócios e Pessoas, criando soluções sob medida em:

ATUAÇÃO. A Wiabiliza integra modelos Organizacionais, de Negócios e Pessoas, criando soluções sob medida em: ATUAÇÃO A Wiabiliza integra modelos Organizacionais, de Negócios e Pessoas, criando soluções sob medida em: REESTRUTURAÇÕES ORGANIZACIONAIS CADEIA DE GESTÃO DE CONTROLES E PROCESSOS GESTÃO DE RH INDICADORES

Leia mais

Folha de pagamento Soluções para a excelência de seus processos

Folha de pagamento Soluções para a excelência de seus processos Folha de pagamento Soluções para a excelência de seus processos Desafios e respostas para um ambiente regulatório complexo Atualmente, as empresas enfrentam um cenário de negócios em constante evolução,

Leia mais

TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability)

TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability) TCU: Fiscalização e Responsabilização (accountability) Seminário Governança e Gestão de Hospitais de Atendimento Público no Brasil Rio de Janeiro, 20/10/2014 Marcelo Chaves Secretário de Controle Externo

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Prof (a) Tutor (a) de Aprendizagem: Tarcis Prado Junior

Gestão de Pessoas. Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Prof (a) Tutor (a) de Aprendizagem: Tarcis Prado Junior Gestão de Pessoas Prof (a) Responsável: Patrícia Bellotti Carvalho Prof (a) Tutor (a) de Aprendizagem: Tarcis Prado Junior Quais os conceitos da Disciplina de Gestão de Pessoas? Conhecer os sistemas de

Leia mais

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti

Gestão de Pessoas. Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti Gestão de Pessoas Prof (a): Mestre Patrícia Bellotti As competências nas Problematizações das unidades de aprendizagem UNID 2.1 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. Como o treinamento atua no desenvolvimento

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas Política de Gestão de Pessoas Versão 1.00 FOLHA DE CONTROLE Título Política de Gestão de Pessoas Número de versão 1 Status Lançamento Autoria Superintendência de Recursos Humanos - SURH Instrumento de

Leia mais

Remuneração Estratégica a Busca por Resultados e Motivação Interna

Remuneração Estratégica a Busca por Resultados e Motivação Interna Remuneração Estratégica a Busca por Resultados e Motivação Interna Celso Bazzola Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém Alvin Toffler 1 TENDÊNCIAS DE MERCADO O RH

Leia mais

GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS

GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS EMENTA GESTÃO ESTRATÉGICA DE NEGÓCIOS DISCIPLINA: Estratégias Competitivas e BSC EMENTA: Organização e ambiente organizacional, Desafios estratégicos e adaptação estratégica. Abordagens recentes a respeito

Leia mais

O curso de Fundamentos de Desempenho & Recompensa apoiará profissionais de RH a construir estruturas que motivem a produtividade dos empregados.

O curso de Fundamentos de Desempenho & Recompensa apoiará profissionais de RH a construir estruturas que motivem a produtividade dos empregados. FUNDAMENTOS DE DESEMPENHO & RECOMPENSAS O curso de Fundamentos de Desempenho & Recompensa apoiará profissionais de RH a construir estruturas que motivem a produtividade dos empregados. Os Fundamentos de

Leia mais

Roundtable Gerenciamento de RH e a Crise Global

Roundtable Gerenciamento de RH e a Crise Global 05 de fevereiro de 2009 Roundtable Gerenciamento de RH e a Crise Global Apresentação preparada por Marcelo Ferrari www.mercer.com Gerenciamento de RH e a Crise Global Objetivos deste encontro Debater as

Leia mais

COOPERATIVAS MÉDICAS. Assim, sua cooperativa médica garante união nos processos para ter uma gestão ainda mais saudável.

COOPERATIVAS MÉDICAS. Assim, sua cooperativa médica garante união nos processos para ter uma gestão ainda mais saudável. Segmento SAÚDE COOPERATIVAS MÉDICAS Para o mercado de cooperativas médicas, a TOTVS oferece soluções de software de gestão que otimizam o controle dos custos de saúde e contribuem para o desenvolvimento

Leia mais

HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA

HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA HEALTH WEALTH CAREER PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EM PREVIDÊNCIA 2017 QUEM SOMOS O programa de Desenvolvimento em Previdência conta com os mais de 30 anos de expertise da Mercer para promover treinamentos

Leia mais

(em milhões) Confidencial

(em milhões) Confidencial O FUTURO DO CR VASCO DA GAMA Jun 2010 O tamanho da nossa responsabilidade (em milhões) Norte-sul, norte-sul desse país Principais evidências Déficit de caixa (despesas ordinárias + passivo) Receitas penhoradas

Leia mais

2018 Que Rio Grande Teremos?

2018 Que Rio Grande Teremos? 15 Encontro do Fisco Estadual Gaúcho SINDIFISCO - AFISVEC 2018 Que Rio Grande Teremos? O que deve ser feito para que o Estado retome sua capacidade de investimento? Luiz Ildebrando PIERRY. 05 de abril

Leia mais

Normas e Procedimentos de Funcionamento do Sistema de Administração de Cargos e Salários ABCZ

Normas e Procedimentos de Funcionamento do Sistema de Administração de Cargos e Salários ABCZ Normas e Procedimentos de Funcionamento do Sistema de Administração de Cargos e Salários ABCZ Os salários serão administrados dentro das faixas salariais de cada classe de cargos. A determinação dos salários

Leia mais

Remuneração executiva e geração de valor 2ª edição, 2015

Remuneração executiva e geração de valor 2ª edição, 2015 Remuneração executiva e geração de valor 2ª edição, 2015 Práticas e Resultados das Empresas do Índice IGC Índice de Governança Corporativa da Bovespa João Lins Sócio PwC/Prof. EAESP Depto ADM Oscar Malvessi

Leia mais

Posicionamento e Estratégia Alexandre Glüher. Diretor Vice-Presidente e DRI

Posicionamento e Estratégia Alexandre Glüher. Diretor Vice-Presidente e DRI 11 Informação Esta apresentação pode conter informações sobre eventos futuros. Tais informações não seriam apenas fatos históricos, mas refletiriam os desejos e as expectativas da direção da companhia.

Leia mais

REUNIÃO PÚBLICA Conferência de Resultados 3T14 13 de novembro, 2014

REUNIÃO PÚBLICA Conferência de Resultados 3T14 13 de novembro, 2014 REUNIÃO PÚBLICA 2014 Conferência de Resultados 3T14 13 de novembro, 2014 Operacionais & Financeiros Receita bruta de R$976,3 milhões, um crescimento de 6,6% ante 3T13; SSS total de 6,3% e de 3,5% nas lojas

Leia mais

MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DA SAÚDE

MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DA SAÚDE MBA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS DA SAÚDE OBJETIVOS DO CURSO O objetivo geral do Curso de Pós-graduação Lato Sensu MBA em Gestão de Negócios da Saúde é a formação de gestores em negócios da área da saúde, com

Leia mais

Governança de TI. O que realmente importa? Clayton Soares

Governança de TI. O que realmente importa? Clayton Soares Governança de TI O que realmente importa? Clayton Soares clayton@clayton.pro.br Curriculo Acadêmico Profissional Cursos e Certificações Agenda Afinal, o que realmente importa? Qual o papel da TI nessa

Leia mais

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional Excelência na Gestão Desafio dos Pequenos Negócios INSTITUCIONAL SEBRAE MISSÃO Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

Presidente. Conselho Diretor. Diretor Geral. Jurídico. Comunicação. Fla-Gávea Meio/Corporativo. Esportes Olímpicos Futebol.

Presidente. Conselho Diretor. Diretor Geral. Jurídico. Comunicação. Fla-Gávea Meio/Corporativo. Esportes Olímpicos Futebol. Presidente Conselho Diretor Jurídico Diretor Geral Comunicação Fla-Gávea Meio/Corporativo Marketing Esportes Olímpicos Futebol Diretor Geral Fred Luz Conduzir a elaboração e execução dos planos estratégicos

Leia mais

LIDERANÇA: CONSTRUINDO AMBIËNCIAS ORGANIZACIONAIS DE EXCELËNCIA Prof. Anderson de Souza Sant Anna 2014

LIDERANÇA: CONSTRUINDO AMBIËNCIAS ORGANIZACIONAIS DE EXCELËNCIA Prof. Anderson de Souza Sant Anna 2014 LIDERANÇA: CONSTRUINDO AMBIËNCIAS ORGANIZACIONAIS DE EXCELËNCIA Prof. Anderson de Souza Sant Anna 2014 Agenda Panorama dos principais movimentos e desafios estratégicos na dimensão Liderança Implicações

Leia mais

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE

1º SEMESTRE 2º SEMESTRE 1º SEMESTRE 7ECO003 ECONOMIA DE EMPRESAS I Organização econômica e problemas econômicos. Demanda, oferta e elasticidade. Teoria do consumidor. Teoria da produção e da firma, estruturas e regulamento de

Leia mais

VISÃO 2020 SER RECONHECIDO COMO A MELHOR SOLUÇÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA PROPÓSITO JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO

VISÃO 2020 SER RECONHECIDO COMO A MELHOR SOLUÇÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA PROPÓSITO JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO VISÃO 2020 SER RECONHECIDO COMO A MELHOR SOLUÇÃO EM SERVIÇOS INTEGRADOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INDÚSTRIA PROPÓSITO JUNTOS PELO DESENVOLVIMENTO Garantir a sustentabilidade financeira Assegurar a eficiência

Leia mais

Administração. Ementa: Papel da oferta e demanda na determinação do preço e quantidade de mercado. Processo de produção e de custos.

Administração. Ementa: Papel da oferta e demanda na determinação do preço e quantidade de mercado. Processo de produção e de custos. Administração 1 SEMESTRE FUNDAMENTOS DA ADMINISTAÇÃO,75 H Ementa: Administração e organização. Processo administrativo e dinâmica administrativa. Subsistemas organizacionais. Enfoque contemporâneo da administração.

Leia mais

Por que gerir desempenho?

Por que gerir desempenho? Por que gerir desempenho? Introdução Gerir o desempenho é um processo que tem como objetivo principal o acompanhamento da performance individual, verificando como as pessoas fizeram o trabalho, como fazem

Leia mais

Maior visão da doença com a contestação do FAP?

Maior visão da doença com a contestação do FAP? Reflexões Médico do Trabalho como consultor de Medicina do Trabalho ou além disto? RH: responsável pelo benefício plano médico? Empresas terceirizadas de SST sem acesso aos dados do PS: Customização por

Leia mais

24ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 5º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 2

24ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 5º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 2 24ª SEMANA DE TECNOLOGIA METROFERROVIÁRIA 5º PRÊMIO TECNOLOGIA E DESENVOLVIMENTO METROFERROVIÁRIOS CATEGORIA 2 NOVAS COMPETÊNCIAS DA LIDERANÇA FRENTE AOS DESAFIOS DO METRÔ AUTORES INTRODUÇÃO Este artigo

Leia mais

Controlar ou Estar no Controle?

Controlar ou Estar no Controle? Controlar ou Estar no Controle? Repensando o Sistema de Controle Interno do Setor Público Brasileiro Maria João Kaizeler Grupo Banco Mundial Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento -

Leia mais

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa

Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar... Guimarães Rosa Clima organizacional Cada criatura é um rascunho,a ser retocado sem cessar..." Guimarães Rosa Conceitos básicos Clima Organizacional é o potencial de energia disponível para alavancar resultados. Perfil

Leia mais

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Administração - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE

ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN Administração - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.2 Administração - Campus Mossoró) 3ª SÉRIE DISCIPLINAS DA SÉRIE GESTÃO DA INFORMAÇÃO E TECNOLOGIA GESTÃO DE PESSOAS DIREITO EMPRESARIAL E TRABALHISTA CONTABILIDADE Os recursos

Leia mais

COMO CONSTRUIR O ENGAJAMENTO NA EMPRESA

COMO CONSTRUIR O ENGAJAMENTO NA EMPRESA COMO CONSTRUIR O ENGAJAMENTO NA EMPRESA O engajamento é uma questão importante para as empresas, que precisam garantir um bom clima organizacional que sustente altos níveis de produtividade e o alcance

Leia mais

O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde

O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde O Engajamento, Papel da Liderança e Tendência de RH em Serviços de Saúde Eliana Guglielmoni e Fernanda Borin Março 2017 2016 Korn Ferry. All rights reserved 1 Sobre nós A Korn Ferry Executive Search ajuda

Leia mais

Gestão de Projetos. Introdução. Prof. Dr. Braz Bello Junior Aula 1

Gestão de Projetos. Introdução. Prof. Dr. Braz Bello Junior Aula 1 Gestão de Projetos Introdução Prof. Dr. Braz Bello Junior Aula 1 Gestão Estratégica de Informação 2 Conceitos básicos Projeto é um esforço temporário, com início e término definidos, empreendido para criar

Leia mais

"Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana". Carl Jung

Conheça todas as teorias, domine todas as técnicas, mas ao tocar uma alma humana, seja apenas outra alma humana. Carl Jung Instituição de Coaching, Treinamento & Desenvolvimento Humano, com atuação em todo Brasil com a Missão de disseminar a cultura do Coaching para todas as pessoas que puderem fazer uso da metodologia como

Leia mais

SofitView! Uma nova forma de fazer gestão da sua frota

SofitView! Uma nova forma de fazer gestão da sua frota SofitView! Uma nova forma de fazer gestão da sua frota ALGUNS DESAFIOS NÃO MUDAM... DESAFIOS INTERNOS Aumento da disponibilidade da frota Redução dos custos da frota Controle dos custos por KM rodado Decisões

Leia mais

O que é e o porque da Qualidade de Vida na minha organização: O Olhar da equipe executiva de Recursos Humanos. Cleusa Ramos Enck

O que é e o porque da Qualidade de Vida na minha organização: O Olhar da equipe executiva de Recursos Humanos. Cleusa Ramos Enck O que é e o porque da Qualidade de Vida na minha organização: O Olhar da equipe executiva de Recursos Humanos Cleusa Ramos Enck Agenda: O cenário da saúde O Hospital Alemão Oswaldo Cruz O Programa de Qualidade

Leia mais